Page 1

SERVIÇOS EDUCATIVOS MUNICIPAIS

oferta 2012 | 2013

PATRIMÓNIO E HISTÓRIA LOCAL PROMOÇÃO DA LEITURA E DO LEITOR SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL

Câmara Municipal de Vila Franca de Xira


INDICE INTRODUÇÃO pág. 3 I PARTE – PATRIMÓNIO E HISTÓRIA LOCAL

pág. 4

II PARTE – CORRENTE NEORREALISTA EM PORTUGAL

pág. 20

III PARTE – PROMOÇÃO DA LEITURA E DO LEITOR

pág. 24

IV PARTE - SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL

pág. 31

CONTACTOS

pág. 40

2


EDITORIAL

“A Escola deixará de ser talvez como nós a compreendemos, com estrados, bancos, carteiras, será talvez um teatro, uma biblioteca, um museu, uma conversa.” Leon Tolstoi

Desde meados do século XX, os Museus e as Bibliotecas passaram a assumir funções mais vastas do que as que tradicionalmente lhe eram atribuídas: recolher, estudar e conservar determinado património; proporcionar condições de promoção da leitura. A estas junta-se agora a contribuição fundamental dos Serviços Educativos que apresentam e animam os espaços criando novas relações de proximidade com o público. Aproximando-se da comunidade através das mais diversas formas dão-se a conhecer e permitem que a comunidade reconheça a sua importância e se aproxime cada vez mais, transformando-os em espaços vivos, lúdicos e partilhados por toda a população. É hoje unanimemente aceite que o conceito de educação resulta de um conjunto de aprendizagens que acontecem dentro e fora da escola. A escola representa o espaço educativo mais amplo e abrangente, no entanto o processo de aprendizagem acontece na escola, no teatro, no museu, na rua, no jardim. É neste contexto que o papel dos Serviços Educativos têm sido fundamentais para a criação de novos hábitos e para o reforço de novas práticas pedagógicas, com responsabilidades face ao desenvolvimento cultural local. Neste contexto, o Município de Vila Franca de Xira mantém desde há muito uma larga oferta de atividades promovidas pelos Serviços Educativos do Museu e Bibliotecas Municipais, Ambiente e Quinta Pedagógica. O trabalho que desenvolvem com as escolas é visível no número de atividades realizadas anualmente. Entendemos no presente ano letivo melhorar a divulgação desta oferta junto dos diversos agentes educativos, pelo que preparámos uma publicação que reúne toda a oferta disponível no Município para o público escolar, esperando assim que estes recursos contribuam para um reforço da atividade educativa no Concelho. O Vereador Fernando Paulo Ferreira

3


I PARTE – PATRIMÓNIO E HISTÓRIA LOCAL MUSEU MUNICIPAL – NÚCLEO SEDE ROTEIROS Roteiro n.º 1 – Lezírias Roteiro n.º 2 – O rio Tejo e os Portos Roteiro n.º 3 – Percurso fluvial no Barco Varino Liberdade Roteiro n.º 4 – A rota histórica das Linhas de Torres Roteiro n.º 5 – Núcleo Histórico de Vila Franca de Xira Roteiro n.º 6 – Núcleo Histórico de Alverca Roteiro n.º 7 – Núcleo Histórico de Alhandra Roteiro n.º 8 – Núcleo Histórico da Castanheira do Ribatejo Roteiro n.º 9 – Museus de Vila Franca de Xira Roteiro n.º 10 – Quinta da Subserra / Quinta do Sobralinho Roteiro n.º 11 – Quinta da Piedade Público-alvo – todos os públicos escolares N.º de participantes: 1 turma Horário: 3.ª a 6.ª feira – 9h30 às 12h / 14h às 16h30 Observações: as visitas no barco são gratuitas para grupos escolares do concelho de Vila Franca de Xira: professores e alunos do Ensino Básico e Ensino Secundário; educadoras e crianças do Ensino Pré-Escolar e Ensino Especial. Para grupos escolares do concelho de Vila Franca de Xira, o Município disponibiliza, gratuitamente, autocarro, exceto no roteiro das Lezírias. O VALE DOS CACOS HISTÓRICOS VISITA GUIADA À EXPOSIÇÃO TEMPORÁRIA “VILA FRANCA DE XIRA HÁ TRÊS MIL ANOS – O POVOADO DE CABANAS DE SANTA SOFIA” Público-Alvo: todos os públicos escolares N.º de participantes: 1 turma Horário: 3.ª a 6.ª feira – 9h30 às 12h30 / 14h às 17h30 Data: até 31 de dezembro de 2012 Exposição que surge, na sequência das escavações arqueológicas, efetuadas no Vale da Ribeira de Santa Sofia, em Vila Franca de Xira e que nos trouxe um vasto conjunto de novas informações sobre o período que mediou entre a Idade do Bronze Final e a Idade do Ferro, com particular destaque, para os artefactos fenícios ali encontrados.

4


OFICINA EDUCATIVA DE MODELAGEM DE BARRO Público-Alvo: Pré-Escolar, 1.º e 2.º Ciclo N.º de participantes: 1 turma Horário: 3.ª a 6.ª feira – 9h30 às 12h / 14h às 17h Após a visita à exposição temporária “Vila Franca de Xira há três mil anos”, os participantes poderão reproduzir em barro, uma taça ou uma ânfora fenícia, que foram, encontradas, durante a escavação arqueológica do Vale de Santa Sofia. Nestas escavações, foi possível identificar contentores de armazenamento do tipo Phitoi, ânforas e taças de cerâmica cinzenta fina. OFICINA EDUCATIVA OS FENÍCIOS NO VALE DO TEJO Público-Alvo: 1.º e 2.º Ciclo N.º participantes: 1 turma Horário: 3.ª a 6.ª feira – 9h30 às 12h e das 14h às 17h Após a visita à exposição temporária “Vila Franca de Xira há três mil anos” e após uma breve conversa sobre a importância da civilização fenícia para o desenvolvimento das sociedades mediterrânicas, os participantes irão aprender a escrever o seu nome, utilizando o alfabeto fenício e com pedaços de tecido, trabalhados no momento, vão vestir um Fenício, que estará impresso numa cartolina. Nota: Após o encerramento da exposição, estas duas oficinas prosseguem, com o apoio de uma apresentação multimédia sobre o tema. COMPOSIÇÃO DE PUZZLE Público-Alvo: Pré-Escolar, 1.º e 2.º Ciclo N.º de participantes: 1 turma Horário: 3.ª a 6.ª feira – 9h30 às 12h e das 14 às 17h Após a visita à exposição temporária “Vila Franca de Xira há três mil anos” e/ou após a participação dos visitantes nas oficinas educativas da Modelagem de Barro/Os Fenícios no Vale do Tejo, os participantes poderão, também, compor um puzzle, a partir das ilustrações de recriação histórica da exposição.

5


ATIVIDADES EDUCATIVAS NO ÂMBITO DA XXIII SEMANA DA CULTURA TAUROMÁQUICA VISITA GUIADA À EXPOSIÇÃO “80 ANOS DA FUNDAÇÃO DO GRUPO DE FORCADOS AMADORES DE VILA FRANCA DE XIRA” Público-Alvo: todos os públicos escolares N.º de participantes: 1 turma Horário: 3.ª a 6.ª feira – 9h30 às 12h30 e das 14h às 17h30 Data: até 31 de dezembro de 2012 Exposição retrospetiva sobre os 80 anos da Fundação do Grupo, onde se aborda histórias que viriam a tornar-se parte indissociável da identidade de Vila Franca de Xira. Os visitantes poderão observar documentos, cartazes, programas tauromáquicos, fotografias, desenhos, pinturas, trajes, entre outros, onde estão espelhadas as memórias deste grupo. TEATRO DE ROBERTOS “À ESPERA DO TOIRO” Público-Alvo: todos os públicos escolares N.º de participantes: até 40 participantes Horário: 3.ª a 6.ª feira – 9h30h às 12h30 e das 14h às 17h30

A peça baseia-se em tradições de Vila Franca de Xira, como a espera de toiros e a tourada. Não faltam, por isso, as personagens principais da Festa Brava: o campino, a turista estrangeira, a quem tudo é devidamente explicado, o matador de toiros, os forcados e um toiro. No final surge para fechar a peça, um bêbado. Os quadros sucedem-se, à medida que a espera decorre numa rua de Vila Franca de Xira, entre momentos de verdadeira paródia e de interação com público. A peça tem a duração aproximada de 15 minutos. OFICINA EDUCATIVA DE PINTURA EM AZULEJO Público-Alvo: todos os públicos escolares N.º de participantes: 1 turma Horário: 3.ª a 6.ª feira – 9h30 às 12h30 e das 14h às 17h30

Muitos dos azulejos existentes na cidade, são considerados obras de arte, quer pela sua antiguidade, traço, desenho ou pela importância do artista envolvido na sua criação. Muitos dos azulejos desta cidade, refletem aspetos históricos, sociais, económicos e culturais da região. Entre eles, observam-se temas relacionados com a tauromaquia: touradas, largadas de touros, toureiros, campinos e forcados. Partindo da exposição “80 Anos da Fundação do Grupo de Forcados Amadores de Vila Franca de Xira”, os visitantes serão convidados a criar uma nova linha de azulejaria, onde o forcado e o touro serão o expoente máximo desta arte. Nota: Após o encerramento desta exposição, esta oficina prossegue, com outras temáticas, relacionadas com a História e o Património Local.

6


OFICINA EDUCATIVA A TELA TAURINA Público-Alvo: todos os públicos escolares N.º de participantes: 1 turma Horário: 3.ª a 6.ª feira – 9h30 às 12h30 e das 14h às 17h30 Local: Celeiro da Patriarcal (VFX) - até 14 de outubro de 2012 Na sequência da exposição de temas taurinos que estará patente no Celeiro da Patriarcal – Glórias em Vila Franca, entre 5 de Julho e a Feira de Outubro, os visitantes serão convidados a analisar algumas das pinturas que estarão expostas e após identificarem a técnica utilizada, irão utilizá-la para pintar numa tela a pintura ou objeto que mais apreciou, para mais tarde recordar. Museu Municipal – Núcleo Sede - após 16 de outubro de 2012 Após o termo da Exposição na Patriarcal, esta oficina educativa continuará no Núcleo-Sede do Museu Municipal e os visitantes terão a oportunidade de explorar as 44 telas do Pintor João Ribeiro, que enquadram a receção deste espaço museológico, e onde aparece, também, a figura do touro e adereços utilizados na tourada. DATAS ESPECIAIS/PROJETOS ESPECÍFICOS OFICINA EDUCATIVA DO NATAL Público-Alvo: todos os públicos escolares N.º de participantes: 1 turma Horário: 3.ª a 6.ª feira - 9h30/12h30 e das 14h/17h30 Data: dezembro de 2012 Vem descobrir o Natal no Museu Municipal de Vila Franca de Xira e diverte-te a participar num atelier de construção de coroas e postais de Natal. Talvez não saibas, que a primeira coroa de Natal, terá surgido entre os Romanos, no decorrer das festividades Saturninas, que ocorriam a 17 de Dezembro. Esta festividade era uma das mais importantes do calendário romano, e que era celebrada por todo o império, incluindo nas terras que fazem parte do atual concelho de Vila Franca de Xira, onde houve uma importante presença romana, corroborada pelos inúmeros vestígios romanos encontrados. OFICINA EDUCATIVA DO FORAL MEDIEVAL DE VILA FRANCA DE XIRA – 1212 (800 ANOS DO FORAL MEDIEVAL DE VILA FRANCA DE XIRA) Público-Alvo: todos os públicos escolares N.º de participantes: 1 turma Horário: 3.ª a 6.ª feira - 9h30/12h30 e das 14h/17h30 Data: até 31 de dezembro de 2012

7

Após o visionamento de uma apresentação multimédia sobre o Foral Medieval de Vila Franca de Xira ou visita à Exposição Itinerante do Foral, os participantes serão convidados a regressar ao passado e a escrever frases do foral, com a letra da época, utilizando penas de pato.


ATIVIDADES VÁRIAS CONSULTAR PROGRAMAS ESPECÍFICOS

•Dia Nacional dos Centros Históricos (28 de março) •Dia Internacional dos Monumentos e Sítios (18 de abril) •Comemorações do 25 de abril (abril) •Dia Internacional dos Museus (18 de maio) •Noite dos Museus (maio) •Férias Jovens (julho) •Semana do Património e História I Castanheira do Ribatejo (julho) •Jornadas Europeias do Património (setembro) PROGRAMAS CULTURAIS CONSULTAR PROGRAMAS ESPECÍFICOS •Passeios com História (Mensal) •O Museu ComVida (Mensal)

ATIVIDADES DE ITINERÂNCIA CONVERSAS SOBRE PATRIMÓNIO E HISTÓRIA Público-Alvo: todos os públicos escolares N.º de participantes: 1 turma Horário: 3.ª a 6.ª feira - 9h30/12h e das 14h/17h Atividade realizada com o apoio de uma apresentação multimédia, no museu ou na escola, sobre temas da história local. Temas disponíveis: • • • • •

História da Castanheira do Ribatejo. História do Forte da Casa. História de Vila Franca de Xira. História da Póvoa de Santa Iria. A indústria no Concelho de Vila Franca de Xira. • A Vilafrancada. • O 25 de Abril. • Bartolomeu Dias – De Vila Franca de Xira ao Cabo das Tormentas.

• A Implantação da República no Concelho de Vila Franca de Xira. • Fenícios em Vila Franca de Xira. • A Abertura do primeiro troço ferroviário entre Lisboa e Vala do Carregado (1856) • O Foral Manuelino de Castanheira e Povos (1510). • O Foral Manuelino de Vila Franca de Xira (1510). • O Foral Medieval de Vila Franca de Xira (1212).

8


FEIRA DO LIVRO Atividade a desenrolar-se nas escolas, da responsabilidade do Centro de Documentação do Museu Municipal/Núcleo-Sede. EXPOSIÇÕES ITINERANTES 1. Vila Franca de Xira e os Descobrimentos 2. O Foral Medieval de Vila Franca de Xira No ato da marcação será acordado o dia da montagem e da desmontagem da exposição, a efetuar por técnicos do Museu Municipal. Estas exposições destinam-se a todo o tipo de públicos, podendo ser requisitadas por escolas ou outras instituições para a infância, ou por outras entidades. MALETAS PEDAGÓGICAS 1. Pré-História 2. Romanização 3. Instrumentos Musicais O transporte das Maletas Pedagógicas é da responsabilidade dos requerentes, que deverão efetuar a recolha e entrega das maletas, nas datas acordadas, no Núcleo-Sede do Museu Municipal NÚCLEO DO MÁRTIR SANTO DO MUSEU MUNICIPAL EDUCAÇÃO PARA O PATRIMÓNIO / DR. COTONETE Público-Alvo: todos os públicos escolares N.º de participantes: 1 turma Horário: 3.ª a 6.ª feira (9h30/12h30 e das 14h/17h30). Para marcações para esta atividade contatar: Amélia Gonçalves. Tel. 263280350/Ext. 4886 Tel. 263285626

9

Olá, eu sou o Dr. Cotonete! Sabem! Os Museus têm um papel muito importante na preservação do nosso património, eles guardam e expõem muitos objetos antigos que refletem momentos importantes da história de todos nós. Para que esses objetos não se degradem, eu cuido do seu bem-estar no Laboratório de Conservação e Restauro. O museu é uma instituição que tem como um dos seus principais objetivos promover ações de preservação do património cultural enquanto marca da identidade de uma população. A valorização e educação para a preservação do património cultural depende de todos nós e a formação das gerações mais jovens deverá, em nosso entender, incluir a sensibilização para a importância de valorizar todos os marcos da nossa História. A preparação de qualquer exposição em âmbito museológico implica um trabalho pluri-


disciplinar, que vai desde a investigação, à conceção, passando pela recolha e divulgação, muitas são as áreas de intervenção de uma equipa no museu. No plano da Conservação e Restauro o Museu Municipal de Vila Franca de Xira, através do Laboratório de Conservação e Restauro tem desenvolvido um trabalho de recolha de objetos sobre os quais promove ações de recuperação segundo o rigor científico e técnico que esta disciplina exige. E eu, sou o Conservador Restaurador que apresenta ao público infantil e juvenil o que é possível fazer para que todos contribuam para uma maior defesa e dignificação do nosso património cultural Contamos com a vossa visita! ATIVIDADES EDUCATIVAS VISITA GUIADA À EXPOSIÇÃO “PEDRAS COM HISTÓRIA” Público-Alvo: todos os públicos escolares N.º de participantes: 1 turma Horário: 3.ª a 6.ª feira - 9h30/12h30 e das 14h/17h30

VISITA GUIADA AO EDIFÍCIO/IGREJA DO MÁRTIR SANTO Público-Alvo: todos os públicos escolares N.º de participantes: 1 turma Horário: 3.ª a 6.ª feira - 9h30/12h30 e das 14h/17h30

OFICINA EDUCATIVA DESENHO EM ESQUADRIA Público-Alvo: todos os públicos escolares N.º de participantes: 1 turma Horário: 3.ª a 6.ª feira - 9h30/12h30 e das 14h/17h30

Após visita ao edifício onde está instalado o Núcleo do Mártir Santo e visionamento de uma apresentação sobre a História de Vila Franca de Xira, a turma será convidada a desenhar em esquadria, aspetos do património local, com particular destaque para o brasão do rei D. João VI, que se encontra à entrada deste espaço museológico.

10


OFICINA EDUCATIVA A MOLDURA MÁGICA Público-Alvo: todos os públicos escolares N.º de participantes: 1 turma Horário: 3.ª a 6.ª feira - 9h30/12h30 e das 14h/17h30 Após visita às exposições patentes neste espaço, onde irás conhecer vários tipos de arte, concentra-te num objeto que te tenha despertado os sentidos, pode ser uma pintura, um desenho, uma escultura, uma peça de vestuário ou um adereço religioso. Explora esse objeto e para que não te esqueças do que aprendeste sobre ele, com a ajuda de marcadores, vais o desenhar e pintar num vidro, que levará uma bela moldura, para o poderes levar. O desenho podes fazer à mão livre, mas se precisares de ajuda, desenha o objeto numa folha de papel, que irás fixar no exterior do vidro com fita adesiva. Depois copia o desenho e pinta-o na face interna do vidro. Nota: Esta atividade, de acordo com a ocupação do espaço, poderá ser realizada no Núcleo-Sede do Museu Municipal. ATIVIDADE DE ITINERÂNCIA TEATRO DE SOMBRAS HISTÓRIA DO TEJO Público-Alvo: 1.º Ciclo/4.º ano e 2.º Ciclo/5.º ano N.º de participantes: 1 turma Horário: 3.ª a 6.ª feira - 9h30/12h e das 14h/17h O João tinha um sonho, embarcar em Povos e ir à descoberta de novas rotas e terras. História que nos conta a construção dos navios e a viagem de Bartolomeu Dias, de Povos, Vila Franca de Xira, até ao Cabo das Tormentas (Cabo da Boa Esperança). Depois da audição da história e da análise ao conteúdo desta história, a turma será convidada para uma atividade interativa onde irão construir personagens, elaborar uma história e contá-la, através do Teatro de Sombras. A atividade permite explorar a oralidade, a expressão plástica e o trabalho em grupo.

11


MUSEU MUNICIPAL - NÚCLEO DE ALVERCA VISITAS GUIADAS Público-Alvo: todos os públicos escolares N.º de participantes: 1 turma EXPOSIÇÃO “ALVERCA DA TERRA ÀS GENTES” Numa visita à exposição pode optar-se por uma explicação integral, onde se refere todo o processo de readaptação dos espaços, a história dos edifícios da antiga Casa da Câmara e do Ferrador, referindo os achados arqueológicos, prosseguindo para o espaço superior onde estão representadas diversas atividades tradicionais. Uma outra possibilidade é a visita temática, onde de forma mais apurada se exploram os diversos temas da exposição: 1. Arqueologia do Espaço – Explica-se como se processa uma intervenção arqueológica referindo as intervenções até ao momento realizadas em Alverca, revelando os objetos expostos que datam desde a Pré-História à Idade Moderna. 2. Atividades Tradicionais – Caracterização do trabalho no campo de um modo geral destacando-se alguns dos principais produtos cultivados e produzidos na região, o azeite: o sal e o queijo de Alverca. Esta visita será acompanhada por um conjunto de fichas educativas. CONHECER A ANTIGA CASA DA CÂMARA DE ALVERCA Visita guiada ao espaço da antiga Casa da Câmara numa perspetiva histórica do edifício desde a sua origem até aos nossos dias. VISITA GUIADA AO NÚCLEO HISTÓRICO DE ALVERCA Possibilita o conhecimento do Património e da Memória de Alverca no decurso da Idade Média e Idade Moderna.

12


EXPOSIÇÃO TEMPORÁRIA A ESCOLA DO MEU TEMPO Esta exposição vai estar patente até dezembro de 2012 VISITA GUIADA Público-Alvo: todos os públicos escolares N.º de participantes: 1 turma Visita guiada à exposição, onde se caracteriza a Escola e o Ensino de 1900 a 1975, partindo do conhecimento de que no espaço da antiga Casa da Câmara de Alverca funcionaram uma escola feminina e masculina. No quadro de ardósia da nossa sala de aulas está inscrito como trabalho de casa uma Redação: intitulada “A Escola do Meu Tempo”. O objetivo será o de levar o público a escrever sobre as suas memórias dos tempos de escola. A AVENTURA DA ESCRITA Público-alvo: Pré-escolar e 1.º ciclo N.º de participantes: 1 turma Após a visita guiada à exposição pode ser realizada esta ação. Uma das caraterísticas que distingue a Escola do Meu Tempo da atualidade está relacionada com métodos de escrita. Daí que é importante facultar, ao público escolar, a possibilidade de experienciar técnicas de escrita, em que se utiliza tinta e caneta de aparo, bem como a ardósia com pena. As crianças mais pequenas terão oportunidade de experimentar escrever e/ou desenhar na ardósia, enquanto os mais velhos têm a tarefa de realizar um ditado, usando a caneta de aparo. OFICINAS TEMÁTICAS VAMOS FAZER UMA TAÇA DE BARRO COMO NO TEMPO DO HOMEM DO NEOLÍTICO Público-Alvo: todos os públicos escolares N.º de participantes: 1 turma

13

Partindo da visita à exposição de arqueologia do Museu Municipal – Núcleo de Alverca propomos caracterizar, de forma breve, o período Neolítico quando, há cerca de doze mil anos atrás, o mundo mudou e a humanidade foi alterando os seus hábitos milenares, iniciando um processo que havia de dar lugar às primeiras civilizações. Nesse tempo o Homem criava utensílios usando aquilo que a natureza lhe fornecia, como o barro. Em oficina os participantes vão ter oportunidade de construir uma taça de barro, a qual vai ser decorada com motivos próprios daquele período.


HISTÓRIAS DA D. EMÍLIA QUEIJEIRA Público-Alvo: pré-escolar N.º de participantes: 1 turma Pensando nas crianças dos jardins de infância e na dos primeiros anos, a equipa técnica do NA elaborou o programa “Histórias da Dona Emília Queijeira”, tendo como objetivo a realização de visitas lúdicas. A ação desenrola-se na sala da exposição “Alverca da Terra às Gentes” onde, em cima de uma pequena banca, se encontra a queijaria da D. Emília. É esta personagem, uma marioneta de fios, que explica às crianças não só como se faziam os queijos mas como decorria a sua vida de mulher, em Alverca na década de 50 do século XX. VAMOS CONHECER A OFICINA DO FERRADOR Público-Alvo: Pré-escolar e 1.º Ciclo N.º de participantes: 1 turma

A Oficina do Ferrador que funcionava no Largo João Mantas está ainda presente na memória dos alverquenses mais antigos. De modo a recordar esta profissão, quase extinta, utilizamos a reconstituição de uma oficina de ferrador, executada pelo senhor José Augusto Assencadas, que inclui miniaturas das ferramentas utilizadas neste trabalho, bem como uma apresentação multimédia, que ilustra a profissão. Nota: Pode ser realizada na Escola. HISTÓRIAS DE UM CACHO DE UVAS Público-Alvo: Pré-escolar e 1.º Ciclo N.º de participantes: 1 turma Nesta ação recordamos a vindima, que em tempos foi uma atividade económica das mais importantes de Alverca. Fala-se da uva e dos produtos sucedâneos (vinho, bagaço, vinagre), da sua utilização desde os tempos mais remotos e da relevância que ainda detêm nos nossos dias. Depois desta apresentação, na oficina os primeiros anos têm oportunidade de construir um cacho de uvas, e os 3º e 4º ano podem construir um vindimador, utilizando em ambas as atividades materiais relacionados com a vinha (paus de videira) e com o vinho (rolhas de cortiça e cápsulas de garrafas). Nota: Pode ser realizada na Escola.

14


OS AZULEJOS NEOCLÁSSICOS DA COLEÇÃO DO MUSEU MUNICIPAL NÚCLEO DE ALVERCA Público-Alvo: todos os públicos escolares N.º de participantes: 1 turma Tomando como ponto de partida e reconstrução de edifícios após o Terramoto de 1755 apresentam-se os painéis de azulejos neoclássicos da coleção do Núcleo de Alverca, os quais ilustram os padrões utilizados na decoração de interiores daquele período. Esta atividade visa dar a conhecer este importante momento da nossa história, bem como possibilitar o contacto com as técnicas tradicionais de pintura em azulejo junto do público infanto-juvenil, as quais se desenvolvem numa oficina pedagógica onde cada criança tem a possibilidade de pintar um azulejo. GEOMETRIA NO MUSEU Público-Alvo: 1.º ciclo N.º de participantes: 1 turma Tendo em vista a sua importância histórica e patrimonial pretende-se dar a conhecer a história da Casa da Câmara de Alverca, ao mesmo tempo que se desperta, junto do público escolar, a noção da universalidade da Geometria. Esta visita será acompanhada com fichas educativas, preparadas para os diversos anos letivos e enquadradas no programa escolar. JOGOS TRADICIONAIS Público-Alvo: todos os públicos escolares N.º de participantes: 1 turma Partindo da visita à exposição “Alverca da Terra às Gentes” que ilustra as atividades tradicionais, pretende-se recordar que, para além do trabalho, a população dedicava o seu tempo de lazer em diversas atividades lúdicas, entre as quais se contavam alguns jogos e brincadeiras tradicionais. No largo do pelourinho estarão dispostos alguns desses jogos como: malha (ou chinquilho), pesca, latas e atira bolas os quais podem ser explorados pelo grupo visitante. EM DEFESA DO PATRIMÓNIO NATURAL AS PIMENTEIRAS BASTARDAS DO LARGO JOÃO MANTAS Público-Alvo: alunos do 1.º ciclo N.º de participantes: 1 turma

15

Ação desenvolvida no largo fronteiro ao Núcleo de Alverca, em que se introduz o tema do património natural e sua salvaguarda, tomando como ponto de partida as duas pimenteiras bastardas (Schinus molle L.) existentes no largo João Mantas. Num segundo momento, desenvolvido em oficina educativa, o grupo participante executa comedouros para aves, utilizando na conceção apenas materiais reciclados.


O CANTO DOS PÁSSAROS Público-Alvo: Pré-escolar e 1.º Ciclo Nº de participantes: 1 turma Vamos contar uma história do tempo em que, nas povoações rurais, rodeadas de campos cultivados, olivais e toda uma diversidade de árvores, o canto dos pássaros se podia ouvir por todo o lado. Trata-se de uma história onde os sons das aves são reproduzidos, utilizando instrumentos de sopro e chamarizes tradicionais. Em oficina educativa cada criança vai decorar e construir um pássaro que pode voar. Nota: Pode ser realizado na Escola AGARRA O SOM: OUTROS OLHARES Público-Alvo: Pré-escolar Nº de participantes: 1 turma Partindo da história referida em cima, criámos duas atividades, particularmente vocacionadas para o público Pré-Escolar e para crianças com necessidades educativas especiais (NEE). As atividades opcionais são: •Um Pássaro na Mão Com o objetivo de trabalhar a motricidade fina, vai utilizar-se a técnica do desenho e pintura com digitinta, usando modelos de aves. •Muitos Pássaros a Voar Vamos ensinar as crianças a construir, manualmente, pássaros em papel (os quais são previamente cortados aquando a atividade se destina a crianças com N.E.E), com os quais se vai construir um móbil. Esta ação tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento da destreza manual. Nota: pode ser realizado na Escola e Instituições de Ensino Especial. A TRADIÇÃO ORAL Porque a tradição oral é uma parte do nosso património imaterial, sendo fundamental a sua preservação, desenvolvemos diversas atividades que possibilitam sensibilizar para essa realidade: LENDA DO CASTELO DE ALVERCA OFICINA DE MARIONETAS Público-Alvo: 1.º e 2.º ciclo Nº de participantes: 1 turma Tomando como ponto de partida a Lenda do Castelo de Alverca, contada em teatro de marionetas, revela-se a importância das lendas como parte do nosso património oral. Na oficina educativa as crianças vão recortar marionetas de papel, decorando-as com colagem de materiais reciclados, de modo a poderem levar consigo uma das personagens da lenda.

16


LENDA DA FONTE DO CHOUPAL OFICINA DE TEATRO DE SOMBRA Público-Alvo: 1.º e 2.º ciclo Nº de participantes: 1 turma Revela-se a importância da tradição oral, contando em teatro de sombras a Lenda da Fonte do Choupal. Terminando com uma oficina educativa onde, em grupo, as crianças constroem personagens para, utilizando a técnica do teatro de sombra, revelarem as histórias que pretendem contar. VAMOS CRIAR O CENÁRIO DA LENDA DA FONTE DO CHOUPAL Público-Alvo: Pré-escolar e Ensino Especial Nº de participantes: 1 turma A lenda da Fonte do Choupal vai ser contada usando um cenário como fundo. Nesse cenário, conforme a história avança, cada criança vai ter oportunidade de fixar um elemento, participando de forma ativa na construção da lenda. VAMOS CRIAR O CENÁRIO DA LENDA DE NOSSA SENHORA DE ALCAMÉ Público-Alvo: Pré-escolar e Ensino Especial Nº de participantes: 1 turma Conta a lenda que um trabalhador na lezíria encantou uma cobra com o seu assobio e para conhecer o resto há que construir a narrativa com as personagens desta lenda antiga. DATAS ESPECIAIS A TRADIÇÃO DO CARNAVAL EM ALVERCA Público-Alvo: Pré-escolar e 1.º Ciclo Nº de participantes: 1 turma Em Alverca por altura do carnaval eram comuns as cegadas e as pulhas. Na quarta-feira de cinzas realizava-se o Enterro do Chouriço, tradição que vamos representar em teatro de marionetas. No seguimento deste pequeno apontamento teatral cada criança terá oportunidade de decorar uma máscara carnavalesca. EM ABRIL UMA HISTÓRIA Público-Alvo: Pré-escolar e 1.º Ciclo Nº de participantes: 1 turma 17

Representação do conto Em Abril uma História, em teatro de sombra, com o qual se pretende dar a conhecer aos maios novos este importante momento da nossa História. No final cada criança terá oportunidade de fazer um cravo de papel.


A TRADIÇÃO DO PRESÉPIO Público-Alvo: Pré-escolar e 1.º Ciclo Nº de participantes: 1 turma O presépio é um costume europeu, com origem no século XII, que cedo encontrou em Portugal. Partindo desse tema os grupos visitantes terão oportunidade de ouvir o conto O Presente do Avô Francisco, ao que se segue uma oficina onde, com materiais reutilizáveis, cada criança constrói um pequeno presépio. Nota: Pode ser realizada na escola. ENCONTROS COM A HISTÓRIA E O PATRIMÓNIO Público-Alvo: todos os públicos escolares Nº de participantes: 1 turma Colóquios temáticos cujo objetivo é o de revelar o Património e a História da Freguesia de Alverca, em particular, mas também do Concelho de Vila Franca de Xira. Cada um destes temas está preparado para ser apresentado em 60 minutos, contudo podem ser adaptados aos 45 minutos de uma aula, desde que combinado no momento da marcação. Temas disponíveis: • Património: O que é? Quem e como se protege? • Colecionismo: A génese dos museus. • Breve História de um Concelho Extinto. • A antiga Casa da Câmara de Alverca. • Justiça no antigo Concelho de Alverca. • Vias de Comunicação e o Desenvolvimento de Alverca. • Fontes, Chafarizes e Ribeiras de Alverca. • Breve História do Convento de São Romão. • Consequências do Terramoto de 1755 no Concelho de Vila Franca de Xira. • Estrada Real de D. Maria I. • Invasões Francesas no Concelho de Vila Franca de Xira. • Relógios de Sol do Concelho de Vila Franca de Xira. • Fósseis no Concelho de Vila Franca de Xira. • Breve História da Alimentação. • Forte da Casa: História e Património. • O Tejo como Via de Comunicação na Antiguidade Clássica, Dr. João Pimenta • Rota Histórica das Linhas de Torres, • Lino de Macedo e o Movimento Republicano, • Figuração da Mulher na Guerra Peninsular, • As Profissões em Alverca: séculos XVI a XIX, • Os principais sectores industriais do Estuário do Tejo, na região de Vila Franca de Xira: 1850/1918, Nota: podem ser realizadas em Escolas ou outras instituições

18


QUINTA MUNICIPAL DA PIEDADE OFICINA EDUCATIVA DE PINTURA DE AZULEJO Público-Alvo: Pré-Escolar e 1.º e 2.º ciclo Nº de participantes: 1 turma Hora: 9h30m Atividade precedida de uma visita à azulejaria do Palácio da Quinta da Piedade, onde os visitantes ficarão a conhecer os tipos e as temáticas pintadas nos azulejos, a olaria do mestre Francisco Bernardo (1712-1743) e o pintor Valentim de Almeida (1692-1779). Posteriormente, em ambiente de oficina educativa, os visitantes vão aprender a pintar um azulejo, com temáticas expressas nos painéis de azulejos do palácio, com a cor azul-cobalto. Datas da Oficina Educativa: • 19 de outubro de 2012 • 16 de novembro de 2012 • 14 de dezembro de 2012 • 18 de janeiro de 2013 • 15 de fevereiro de 2013 • 15 de março de 2013 • 19 de abril de 2013 • 17 de maio de 2013 • 21 de junho de 2013 • 19 de julho de 2013 Nota: As inscrições podem ser efetuadas junto do Serviço Educativo do Museu Municipal / Núcleo-Sede ou da Divisão de Quintas Municipais e Espaços de Lazer CENTRO INTERPRETATIVO DO FORTE DA CASA VISITAS GUIADAS Público-Alvo: todos os públicos escolares Nº de participantes: 1 turma Horário: 3.ª a 6.ª feira - 9h30/12h30 e das 14h/17h30

19

Visita guiada ao Centro Interpretativo do Forte da Casa e Obra Militar nº 38. Esta fortificação foi construída no arranque da segunda linha, numa posição estratégica privilegiada: a Serra da Albueira. Integrada numa série de sete fortes que se estendiam desde a margem do rio Tejo às alturas da serra, tinha como objetivo impedir o avanço do exército inimigo pelas duas principais estradas de acesso à capital, a estrada real D. Maria I, que corria junto ao rio, e a estrada real de Vialonga.


II PARTE – CORRENTE NEORREALISTA EM PORTUGAL MUSEU DO NEO-REALISMO O Museu Ensina é o programa educativo anual de atividades do Museu do Neo-Realismo que tem como missão dar a conhecer o património e o ambiente político-cultural do período neorrealista da história de Portugal. O Serviço Educativo desenvolve estratégias de comunicação para os variados públicos que nos visitam, apresentando um conjunto de atividades educativas que dinamizam as diversas exposições, contribuindo também para o usufruto do espaço arquitetónico do museu.

TEMÁTICA DA LITERATURA A ÁRVORE DAS PALAVRAS Conjunto de atividades que exploram as obras literárias que estão patentes ao público nas exposições do MNR. Pretende ser um incentivo à escrita e à leitura, bem como à dinamização da cultura. Oficinas educativas: Escrita criativa; Caligramas; Rimário; Poemário; Leitura. Público escolar: 1 turma Público geral: 20 participantes por educador de museu Faixa etária: a partir dos 6 anos Horário: 3.ª a 6.ª feira, das 10h às 17h Duração: 1h30 Oficina lúdica: Jogo de palavras Público escolar: 1 turma Público geral: 20 participantes por educador de museu Faixa etária: a partir dos 3 anos Horário: 3.ª a 6.ª feira, das 10h às 17h Duração: 1h45

20


TEMÁTICA DA ARTE ARTE COM MEMÓRIAS Conjunto de atividades em torno do período neorrealista português, bem como das obras expostas nas diversas exposições patentes no MNR. Oficinas educativas: Pintura; Gravura; Cerâmica; Desenho; Música; Teatro. Público escolar: 1 turma Público geral: 20 participantes por educador de museu Faixa etária: a partir dos 3 anos Horário: 3.ª a 6.ª feira, das 10h às 17h Duração: 1h30

TEMÁTICA DA ARQUITETURA

21

EXPERIMENTAR O ESPAÇO Pretende proporcionar a interação e a apropriação do espaço museu , através de encontros com o curador das exposições, bem como desenvolver atividades que despertem para a relação entre a escrita e a arquitetura. Oficina educativa: Escrita; Desenho e construção Público escolar: 1 turma Público geral: 20 por educador de museu Faixa etária: a partir dos 8 anos Horário: 3.ª a 6.ª feira, das 10h às 17h Duração: 1h30


TEMÁTICA DA FOTOGRAFIA PALAVRAS NA IMAGEM Atividades que fomentam o gosto pela fotografia e a sua leitura. Público escolar: 1 turma Público geral: 20 participantes por educador/técnico Faixa etária: a partir dos 16 anos Horário: 3.ª a 6.ª feira, das 10h às 17h Duração: 1h30

TEMÁTICA DE ABRIL ABRIL EM LIBERDADE Durante todo o mês de Abril são desenvolvidas atividades que incidem sobre a influência do Neorrealismo no 25 de abril de 1974. Oficinas educativas: Leitura; Escrita; Música Público escolar: 1 turma Público geral: 25 participantes por educador/técnico Faixa etária: a partir dos 6 anos Horário: 3.ª a 6.ª feira, das 10h às 17h Duração: 1h30 EXPOSIÇÃO BATALHA PELO CONTEÚDO é a exposição que apresenta o “movimento neorrealista português nas suas diversas áreas de intervenção disciplinar: - literatura, artes plásticas, música, teatro e cinema.” Oficina lúdica: Jogo da Glória do Neorrealismo Público escolar: 1 turma Público geral: 25 participantes por educador de museu Faixa etária: a partir dos 6 anos Horário: 3.ª a 6.ª feira, das 10h às 17h Duração: 1h45

DIAS COMEMORATIVOS: Dia dos Namorados (14 de fevereiro) Dia Mundial da Poesia (21 de março) Dia Internacional dos Museus (18 de maio) e Noite Europeia dos Museus Dia Mundial da Criança (1 de junho) Dia do Aniversário do Museu do Neo-Realismo (20 de outubro)

22


VISITAS GUIADAS Realizam-se Visitas Guiadas a todas as exposições patentes no museu. Todas as atividades carecem de marcação prévia. As atividades lúdico-educativas decorrem durante todo o ano civil, de acordo com as exposições patentes no museu. O Serviço Educativo do Museu do Neo-Realismo dispõe de um conjunto de normas para o bom funcionamento das visitas e oficinas. O mesmo será disponibilizado em breve no sítio da Internet, em www.museudoneorealismo.pt

23


III PARTE – PROMOÇÃO E ANIMAÇÃO DA LEITURA E DA LITERACIA BIBLIOTECA MUNICIPAL DE VILA FRANCA DE XIRA As inscrições nas atividades deverão ser encaminhadas para os seguintes contactos: Tel.: 263 271 200 / Fax: 263 270 225 / Email: secretaria@bmvfx.net XVIII SEMANA DOS CONTADORES DE HISTÓRIAS Público-Alvo: Pré-escolar, 1.º e 2.º Ciclos Data: 3 a 10 de novembro de 2012 (programa a definir)

EXPOSIÇÃO “BANDEIRAS DE PORTUGAL” Público-Alvo: todos os públicos escolares Dias: 5 a 28 de novembro, das 10h às 19h. Breve descrição da atividade: Exposição cedida pela Rede Municipal de Bibliotecas de Lisboa.

OFICINA “COMO REALIZAR UM TRABALHO ESCRITO” Público-Alvo: 5.º e 6.º ano de escolaridade Nº de participantes: 1 turma Horário: (data a definir em novembro de 2012) às 10h30 Breve descrição da atividade: Desenvolver nos mais jovens competências mínimas em literacia da informação (pesquisar, selecionar, integrar conhecimentos, apresentar e usar eticamente e de forma eficaz a informação) e em literacia informática. ERA UMA VEZ…. “A MAGIA DAS CORES” Público-Alvo: 1.º Ciclo Nº de participantes: 1 turma Horário: 5.ª feira, às 10h30 e às 14h30 Breve descrição da atividade: Atividade de expressão plástica baseada em histórias, recorrendo ao sentido estético das crianças, através do relevo dado à importância das cores utilizadas.

24


ERA UMA VEZ…. “PUZZLESTORIANDO” Público-Alvo: pré-escolar Nº de participantes: 1 turma Horário: 6.ª feira, às 10h Breve descrição da iniciativa: atividade para o pré-escolar, com abordagem da história através da construção de um puzzle gigante com imagens do texto ouvido pelas crianças. VISITA GUIADA “UMA AVENTURA NA BIBLIOTECA” Público-Alvo: todos os públicos escolares Nº de participantes: 1 turma Horário: 2.ª feira, às 10h30 Breve descrição da atividade: pretende-se, de forma lúdica, dar conhecimento dos serviços das Bibliotecas Municipais, bem como estabelecer uma forte familiarização com as diferentes formas de aceder à vasta informação disponível neste serviço cultural. Os participantes são desafiados a criarem quatro grupos, cada grupo vai participar num jogo com o objetivo de passar os vários estádios. Para isso, é necessário escolher uma chave, durante o percurso cada grupo irá recolher 7 chaves, no final o grupo que conseguir abrir mais portas tornar-se-á no grupo vencedor. Este jogo vai permitir aos participantes terem contato com jogos, a partir de filmes e de sons de instrumentos, assim como terão oportunidade de mostrarem os seus dotes como pintores ao passarem pela atividade onde será desenvolvida a expressão plástica, permitindo aos jogadores mostrarem também os seus conhecimentos e a sua habilidade na arte pictórica. HORA DO CONTO “A GRANDE VIAGEM” Público-Alvo: 1.º e 2.º ciclo do ensino básico. Nº de participantes: 2 turmas Horário: 3.ª e 4.ª feiras, às 10h e às 14h Data: novembro a janeiro de 2013

25

Breve descrição da atividade: espetáculo dramático a partir do texto de Anna Castagnoli que fala dos sonhos, no prazer que dá a imaginação, na amizade, na fraternidade e de uma ansiedade, a procura de um mundo livre de guerras e de atentados à natureza, aos animais em em extinção, fala também da intolerância para com o outro e nessa vontade insaciável que o homem tem, de aprender e de ouvir histórias! Uma viagem idealizada por um sonhador que juntamente com os seus companheiros idealizam um barco que é muito mais do que um barco. Uma viagem onde sobressai a amizade, a fraternidade, a solidariedade, a vontade de criar um mundo melhor, onde as pessoas se ajudam umas às outras. Um sonho que nos vai levar a viajar “rumo ao país dos sonhos na rota do imaginário”.


“LEITURAS ROLANTES” Público-Alvo: 1.º Ciclo Nº de participantes: 1 turma Horário: 10h e às 14h Breve descrição da atividade: Leituras em voz alta para crianças na sua sala de aula, aquando da passagem da Biblioteca Itinerante (Bibliomóvel). CINEMA “SÁBADOS MÁGICOS” Público-Alvo: todos os públicos escolares Horário: sábados, às 11h Breve descrição da atividade: Filmes para crianças.

DATAS ESPECIAIS/PROJETOS ESPECÍFICOS DIA MUNDIAL DA POESIA Público-Alvo: todos os públicos escolares Semana Comemorativa do Dia Mundial da Poesia 21 de março. Comemoração deste dia através das seguintes atividades: Exposição temática; Encontro com escritores de literatura infanto-juvenil; Distribuição de flores e marcadores; Mercado do livro e Recital de poesia. DIA MUNDIAL DO LIVRO Público-Alvo: todos os públicos escolares Dia: 23 de abril de 2013 Nota: programa a definir

DIA MUNDIAL DO TEATRO Público-Alvo: todos os públicos escolares Dia: 27 de março de 2013 Nota: programa a definir

26


BIBLIOTECA MUNICIPAL DE ALVERCA As inscrições nas atividades deverão ser encaminhadas para os seguintes contatos: Tel.: 219 573 344 / Fax: 219 577 775 / Email: info.alv@bmvfx.net VISITA GUIADA “UMA AVENTURA NA BIBLIOTECA” Público-Alvo: todos os públicos escolares Nº de participantes: 1 turma Horário: 2.ª feira, às 10h30 Breve descrição da atividade: Pretende-se, de forma lúdica, dar conhecimento dos serviços das Bibliotecas Municipais, bem como estabelecer uma forte familiarização com as diferentes formas de aceder à vasta informação disponível neste serviço cultural. HORA DO CONTO “A GRANDE VIAGEM” Público-Alvo: 1.º e 2.º ciclo do ensino básico. Nº de participantes: 2 turmas Horário: 3.ª e 4.ª feiras, às 10h e às 14h Data: fevereiro a abril de 2013 Breve descrição da atividade: Espetáculo dramático a partir do texto de Anna Castagnoli que fala dos sonhos, no prazer que dá a imaginação, na amizade, na fraternidade e de uma ansiedade, a procura de um mundo livre de guerras e de atentados à natureza, aos animais em extinção, fala também da intolerância para com o outro e nessa vontade insaciável que o homem tem, de aprender e de ouvir histórias! Uma viagem idealizada por um sonhador que juntamente com os seus companheiros idealizam um barco que é muito mais do que um barco. Uma viagem onde sobressai a amizade, a fraternidade, a solidariedade, a vontade de criar um mundo melhor, onde as pessoas se ajudam umas às outras. Um sonho que nos vai levar a viajar “rumo ao país dos sonhos na rota do imaginário”. OFICINA “COMO REALIZAR UM TRABALHO ESCRITO” Público-Alvo: 5.º e 6.º ano de escolaridade Nº de participantes: 1 turma Horário: (data a definir em outubro de 2012) às 10h30 Breve descrição da atividade: Desenvolver nos mais jovens competências mínimas em literacia da informação (pesquisar, selecionar, integrar conhecimentos, apresentar e usar eticamente e de forma eficaz a informação) e em literacia informática. 27


DATAS ESPECIAIS/PROJETOS ESPECÍFICOS MERCADO DE POESIA Público-Alvo: todos os públicos escolares Semana comemorativa do Dia Mundial da Poesia 21 março. Breve descrição da atividade: Venda de livros de poesia.

BIBLIOTECA MUNICIPAL DA QUINTA DA PIEDADE As inscrições nas atividades deverão ser encaminhadas para os seguintes contatos: Tel.: 219 533 050 / Fax: 219 562 976 / Email: info.qp@bmvfx.net ERA UMA VEZ…. “A BRANCA DE NEVE DO ACORDAR AO DEITAR” Público-Alvo: 1.º e 2.º Ciclo Nº de participantes: 1 turma Horário: 5.ª feira, às 10h30 Breve descrição da atividade: Adaptação e recriação da história tradicional, com recurso a fantoches. VISITA GUIADA “UMA AVENTURA NA BIBLIOTECA” Público-Alvo: todos os públicos escolares Nº de participantes: 1 turma Horário: 2.ª feira, às 10h30 e às 14h30 Breve descrição da atividade: Pretende-se, de forma lúdica, dar conhecimento dos serviços das Bibliotecas Municipais, bem como estabelecer uma forte familiarização com as diferentes formas de aceder à vasta informação disponível neste serviço cultural. OFICINA EDUCATIVA DE DESENHO E ILUSTRAÇÃO Público-Alvo: 1.º ciclo Nº de participantes: 1 turma Horário: 4.ª feira, às 10h30 Breve descrição da atividade: Partindo de livros/ textos previamente selecionados, apela-se à imaginação e à criatividade para a recriação de histórias através da imagem, o que implica, por parte dos participantes, a apreensão de noções/ técnicas básicas de desenho e de ilustração.

28


OFICINA “COMO REALIZAR UM TRABALHO ESCRITO” Público-Alvo: 5.º e 6.º ano de escolaridade Nº de participantes: 1 turma Horário: (data a definir em novembro) às 10h30 Breve descrição da atividade: Desenvolver nos mais jovens competências mínimas em literacia da informação (pesquisar, selecionar, integrar conhecimentos, apresentar e usar eticamente e de forma eficaz a informação) e em literacia informática. HORA DO CONTO “A GRANDE VIAGEM” Público-Alvo: 1.º e 2.º ciclo do ensino básico. Nº de participantes: 2 turmas Horário: 3.ª e 4.ª feiras, às 10h e às 14h Data: abril a junho de 2013 Breve descrição da atividade: Espetáculo dramático a partir do texto de Anna Castagnoli que fala dos sonhos, no prazer que dá a imaginação, na amizade, na fraternidade e de uma ansiedade, a procura de um mundo livre de guerras e de atentados à natureza, aos animais em extinção, fala também da intolerância para com o outro e nessa vontade insaciável que o homem tem, de aprender e de ouvir histórias! Uma viagem idealizada por um sonhador que juntamente com os seus companheiros idealizam um barco que é muito mais do que um barco. Uma viagem onde sobressai a amizade, a fraternidade, a solidariedade, a vontade de criar um mundo melhor, onde as pessoas se ajudam umas às outras. Um sonho que nos vai levar a viajar “rumo ao país dos sonhos na rota do imaginário”. DATAS ESPECIAIS/PROJETOS ESPECÍFICOS DIA MUNDIAL DA POESIA: MERCADO DE POESIA Público-Alvo: todos os públicos escolares Semana comemorativa do Dia Mundial da Poesia - 21 de março. Breve descrição da atividade: Venda de livros de poesia. ENCONTRO DE POETAS DO CONCELHO DE VILA FRANCA DE XIRA Público-Alvo: todos os públicos escolares Dia Comemorativo do Dia da Poesia (21 de março) Breve descrição da atividade: Encontro com poetas do Concelho.

29


DIA MUNDIAL DO LIVRO INFANTIL (2 de abril): FEIRA DO LIVRO INFANTIL Público-Alvo: todos os públicos escolares Data: 23 março a 2 abril 2013 Breve descrição da atividade: programa a definir.

BIBLIOTECA MUNICIPAL DE VIALONGA As inscrições nas atividades deverão ser encaminhadas para os seguintes contatos: Tel.: 219 527 806 / Fax: 219 527 807/ Email: info.vial@bmvfx.net ERA UMA VEZ…. “RIMAR CONTIGO” Público-Alvo: pré-escolar Nº de participantes: 1 turma Horário: 5.ª feira, às 11h Breve descrição da atividade: o objetivo de fomentar o gosto pela poesia, através da rima e da simplicidade da narrativa, que obedece a um ritmo cadenciado e sugestivo. Vários textos de Luísa Ducla Soares; “A poesia do recreio”, de Clara Sarmento; “O livro da Tila”, de Matilde Rosa Araújo; “Primeiro Livro de Poesia”; “A minha primeira Sophia”; “O limpa palavras e outros poemas”, de Álvaro Magalhães; “1,2,3 maltês!”, edições Cobra Laranja; “O elefante e a pulga”, de Leonel Neves; “Herbário”, de Jorge Sousa Braga; “Oh, as Cores”, de Jorge Lujan; “Sementes de Música”, de Paulo Ferreira Rodrigues; “Um bicho estranho”, de Mon Daporta.

30


IV PARTE – SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS BRIGADA DO AMARELO Público-Alvo: 1.º, 2.º e 3.º ciclo Nº de participantes: 20 Escolas Local: escola (novembro de 2012 a maio de 2013) Breve descrição da atividade: Projeto de recolha seletiva de embalagens, que pretende sensibilizar os destinatários para a questão dos Resíduos Sólidos Urbanos e da separação dos resíduos recicláveis. Atribuição de Prémio à Escola com melhores resultados (peso / per capita) Consultar as “Normas de Participação” (página 42 e 43)

NO CAMINHO DOS RESÍDUOS Público-Alvo: Alunos da Universidade Sénior Nº de participantes: 2 Sessões Local: Quinta Municipal da Piedade Breve descrição da atividade: sensibilizar os destinatários para a questão dos Resíduos Sólidos Urbanos

A MAGIA DO PAPEL Público-Alvo: 1.º ciclo Nº de participantes: 10 turmas Local: Escola Breve descrição da atividade: Projeto de valorização do papel, através da sua reciclagem

31


VISITAS DE ESTUDO À VALORSUL Público-Alvo: 2.º e 3.º ciclo e Ensino Secundário N.º de participantes: 20 turmas Local: Central de Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos (lisboa) Breve descrição da atividade: proporcionar aos participantes um contacto com o sistema de tratamento e valorização de resíduos sólidos urbanos da Valorsul SUSTENTABILIDADE ECOCONDUÇÃO Público-Alvo: Secundário N.º de participantes: 10 turmas Local: Escola Data: janeiro a maio de 2013 Breve descrição da atividade: simulador de condução ecológica, que pretende desenvolver nos jovens a consciência dos efeitos do setor dos transportes nas alterações climáticas, promovendo uma condução ecológica, com menores emissões de gases e menos desgaste dos componentes dos veículos. CAÇA AO CARBONO Público-Alvo: 3.º ao 6.º ano de escolaridade N.º de participantes: 5 turmas Local: Escola Data: janeiro a maio de 2013

Breve descrição da atividade: sensibilizar os destinatários para a problemática das alterações climáticas e para a redução das emissões de gases de efeito de estufa, através da melhoria de eficiência energética; sensibilizar para a questão da eficiência energética do edifício da escola e as suas consequências em termos de gestos e emissões de poluentes; dotar os destinatários de uma série de medidas que poderão ser aplicadas quer na escola quer em casa, de forma a maximizar a eficiência energética e reduzir as emissões associadas.

32


CONTA COMO É Público-Alvo: 3.º ciclo N.º de participantes: 5 turmas Local: Escola Data: janeiro a maio de 2013 Breve descrição da atividade: sensibilizar os destinatários para o conceito e objetivo de desenvolvimento sustentável; desenvolver uma lógica de interligação entre as temáticas da sustentabilidade (ambiente, economia, equidade social e governança) nos destinatários; divulgar os objetivos da Agenda 21 local. NA CRISTA DA ONDA Público-Alvo: 3.º e 4.º ano de escolaridade N.º de participantes: 10 turmas Local: Escola Breve descrição da atividade: sensibilizar os destinatários para o uso racional da água, através de experiências com a água

APRENDER NAS QUINTAS PARQUE TEMÁTICO - QUINTA MUNICIPAL DA PIEDADE OS NOSSOS ANIMAIS Público-Alvo: pré-escolar, 1.º e 2.º ciclo N.º de participantes: Mediante Marcação Data: Durante todo o período escolar Breve descrição da atividade: visita guiada com abordagem às diferentes espécies animais, participação na sua alimentação e, quando possível, na ordenha. ATELIER DA LÃ Público-Alvo: 1.º e 2.º ciclo N.º de participantes: 9 turmas Data: outubro de 2012 a junho de 2013

33

Breve descrição da atividade: abordagem à temática da lã e suas utilizações. Tratamentos (lavagem, cardagem, fiação). Visionamento de um filme sobre a tosquia. Visita ao parque dos ovinos.


SABORES DA QUINTA Público-Alvo: pré-escolar e 1.º ciclo Nº de participantes: 10 turmas Data: setembro de 2012 a junho de 2013 Breve descrição da atividade: confeção de receitas da Quinta (doces, pão, bolos), com respetiva prova no final da atividade; conhecer a importância dos ingredientes. ATELIER DE ARTES CRIATIVAS Público-Alvo: pré-escolar, 1.º e 2.º ciclo Nº de participantes: 10 turmas Data: setembro de 2012 a junho de 2013 Breve descrição da atividade: dinamização de diversas atividades práticas no âmbito das artes criativas (reutilização de materiais como o plástico, papel, rolhas, etc.), podendo os participantes no final ficar com os trabalhos HORTA PEDAGÓGICA I VIVEIROS Público-Alvo: pré-escolar e 1.º ciclo Nº de participantes: Mediante Marcação Data: Durante todo o período escolar Breve descrição da atividade: visita à horta, com identificação das diferentes espécies hortícolas e aromáticas; possibilidade de participar em atividades práticas, como a sacha, monda, rega e colheita CRESCER A MEXERPúblico-Alvo: pré-escolar e 1.º ciclo Nº de participantes: Mediante Marcação Data: maio e junho de 2013 Breve descrição da atividade: com o objetivo de promover a prática do exercício físico, atividades desportivas ao ar livre, com dinâmicas de grupo, jogos tradicionais, entre outras. Nota: inserido no Programa “Parado é que não” 34


LEITE MÁGICO Público-Alvo: pré-escolar e 1.º e 2.º ciclo N.º de participantes: 6 turmas Data: janeiro a junho de 2013 Breve descrição da atividade: a origem do leite - produção artesanal de manteiga e queijo. CAMINHO SENSORIAL Público-Alvo: pré-escolar e 1.º e 2.º ciclo N.º de participantes: 1 turma / semana Data: março a junho de 2013 Breve descrição da atividade: realização de um percurso, em diferentes substratos, de olhos vendados, como forma de despertar de sensações e estimular os sentidos nos participantes NA ROTA DAS ESPECIARIAS Público-Alvo: 2.º ciclo N.º de participantes: 6 turmas Data: janeiro a junho de 2013 Local: pode ser realizado na escola Breve descrição da atividade: a origem e as diferentes utilizações das especiarias. Jogo didático que conjuga as disciplinas de Ciências da Natureza e História e Geografia de Portugal. TONS DA TERRA Público-Alvo: pré-escolar e 1.º e 2.º ciclo N.º de participantes: 10 turmas Data: setembro a junho de 2013 Breve descrição da atividade: pintura em papel com pigmentos vegetais, que mostra como fazer o aproveitamento de espécies hortícolas para criar tintas sustentáveis. A escola deverá disponibilizar papel de aguarela. HÁ VIDA NA MATÉRIA ORGÂNCIA Público-Alvo: 1.º e 2.º ciclo N.º de participantes: 4 turmas Data: março a junho de 2013 35

Breve descrição da atividade: sessão de esclarecimento sobre a valorização da matéria orgânica, através da introdução ao processo da compostagem.


QUINTA MUNICIPAL DA SUBSERRA - SABORES E AROMAS DA VINHA

QUEM SÃO OS PROFISSIONAIS DO VINHO Público-Alvo: 3.º ciclo e secundário N.º de participantes: Mediante Marcação Data: Durante todo o período escolar Breve descrição da atividade: identificação das diferentes atividades dos profissionais ligados ao setor do vinho e respetiva formação. Esclarecimento das competências técnicas destes profissionais, nos seus locais de trabalho. O VINHO E A SAÚDE Público-Alvo: 3.º ciclo e secundário N.º de participantes: Mediante Marcação Data: Durante todo o período escolar Breve descrição da atividade: palestra sobre os benefícios do vinho, enquanto alimento, na saúde humana. O ENOTURISMO Público-Alvo: 3.º ciclo e secundário N.º de participantes: Mediante Marcação Data: Durante todo o período escolar Breve descrição da atividade: perceber o que é o enoturismo e qual o seu impacto na economia; sensibilização para a importância do enoturismo em Portugal; motivações que levam os turistas a procurar o enoturismo. A SUSTENTABILIDADE DA PRODUÇÃO ALIMENTAR Público-Alvo: 3.º ciclo e secundário N.º de participantes: Mediante Marcação Data: Durante todo o período escolar Breve descrição da atividade: palestra sobre o ciclo de vida dos produtos alimentares, desde a origem até à sua comercialização. HOJE É DIA DO REPÓRTER (O JORNALISMO NA CIÊNCIA) Público-Alvo: 3.º ciclo e secundário N.º de participantes: Mediante Marcação Data: Durante todo o período escolar Breve descrição da atividade: palestra com cientista português à volta de questões científicas.

36


CELEBRAÇÃO DE EFEMÉRIDES 5ª PEDALADA PELO AMBIENTE Público-Alvo: Público em geral (a partir dos 12 anos de idade) N.º de participantes: Não definido Data: 16 de setembro de 2012 Local: Estação da CP da Castanheira do Ribatejo, às 9h Breve descrição da atividade: Promover o uso de transportes alternativos, promover o desporto e a redução da poluição através do ciclismo/ cicloturismo. Integrado no Dia Europeu Sem Carros. CONSULTAR PROGRAMA ESPECIFICO DIA NACIONAL DA ÁGUA / HIDROBOX Público-Alvo: todos os públicos escolares e público em geral N.º de participantes: Mediante marcação Data: setembro e outubro de 2012 Local: Jardim Constantino Palha I Vila Franca de Xira Breve descrição da atividade: experiência sensorial que pretende sensibilizar para a importância da água. Colaboração com a SIMTEJO. CONSULTAR PROGRAMA ESPECIFICO DIA MUNDIAL DO ANIMAL Público-Alvo: Público em geral N.º de participantes: Não definido Data: 13 de outubro de 2012 Local: Quinta da Piedade Breve descrição da atividade: promover a proteção dos animais, adoção de cães e gatos e sensibilização para a recolha de dejetos caninos. CONSULTAR PROGRAMA ESPECIFICO DIA MUNDIAL DA BOLOTA I À COCA DAS BOLOTAS Público-Alvo: 1.º ciclo Participantes: Escola EB1 do Sobralinho Data: 9 de novembro de 2012 Local: Quinta Municipal do Sobralinho 37

Breve descrição da atividade: apanha de bolotas (carvalhos I carrascos) nos Matos do Sobralinho


NATAL I PRESÉPIOS NA QUINTA: ARTE EFÉMERA Público-Alvo: 1.º e 2.º ciclo Participantes: Agrupamento de Escolas da Póvoa de Santa Iria Data: 3 a 31 de dezembro de 2012 Local: Quinta Municipal da Piedade I Póvoa de Santa Iria Breve descrição da atividade: exposição temporária de trabalhos realizados pelos alunos. Um presépio por turma. Entrega de trabalhos até 28 de novembro de 2012 CONSULTAR PROGRAMA ESPECIFICO DIA MUNDIAL DAS ZONAS HÚMIDAS O ESTUÁRIO É O NOSSO SANTUÁRIO Público-Alvo: 1.º ciclo Participantes: Escolas da freguesia de Alhandra Data: 1 de fevereiro de 2013 Local: Passeio Ribeirinho I Alhandra Breve descrição da atividade: realização de jogo tipo loto, de promoção de zonas húmidas do concelho (Lezírias e frente ribeirinha) com vista a proteger a identidade ecológica nelas inseridas. GREENXIRA I Operação Xira Verde

Público-Alvo: público em geral Data: 23 de março de 2013 Local: Concelho Breve descrição da atividade: limpar as manchas florestais do Concelho. CONSULTAR PROGRAMA ESPECIFICO

GREENXIRA I DIA MUNDIAL DA FLORESTA Público-Alvo: todos os públicos escolares Data: 21 de março de 2013 Local: Quinta Municipal do Sobralinho I Outros locais do Concelho Breve descrição da atividade: Plantação de carrascos I carvalhos. CONSULTAR PROGRAMA ESPECIFICO

38


GREENXIRA I WORKSHOP DE PLANTAÇÃO DE ESPÉCIES DA FLORA PORTUGUESA Público-Alvo: Público em geral Data: 23 de março de 2013 Local: Quinta Municipal da Piedade Breve descrição da atividade: Sementeira e plantação de espécies autóctones. CONSULTAR PROGRAMA ESPECIFICO SEMINÁRIO AMBIENTAL | ÁGUA UM PATRIMÓNIO DE TODOS Público-Alvo: Público em geral Data: maio de 2013 Local: Quinta Municipal do Sobralinho Breve descrição da atividade: Apresentação de trabalhos de relevo na temática “Água”. CONSULTAR PROGRAMA ESPECIFICO DIA MUNDIAL DO AMBIENTE | 1º FOTOPAPER AMBIENTAL Público-Alvo: Público em geral Data: 8 de junho de 2013 Local: Concelho (Entre Alhandra e Vila Franca de Xira) Breve descrição da atividade: Percurso entre Alhandra e Vila Franca de Xira. Os participantes respondem as questões ambientais e fazem fotografias ao espaço natural |urbano. Exposição de fotos selecionadas no Jardim Constantino Palha, em Vila Franca de Xira. CONSULTAR PROGRAMA ESPECIFICO

39


CONTACTOS PARA INFORMAÇÕES SOBRE ATIVIDADES DA ÁREA DE HISTÓRIA E PATRIMÓNIO MUNICIPAL MUSEU MUNICIPAL / NÚCLEO-SEDE Rua Serpa Pinto, n.º65 2600-263 Vila Franca de Xira Tel. 263280350 Fax. 263280358 Email: educativo@museumunicipalvfxira.pt www.museumunicipalvfxira.pt MUSEU MUNICIPAL / NÚCLEO DO MÁRTIR SANTO Rua Dr. Miguel Bombarda 2600 Vila Franca de Xira Tel. 263285600 Ext. 4830/4831 Fax: 263280358 Email: educativo@museumunicipalvfxira.pt MUSEU MUNICIPAL / NÚCLEO DE ALVERCA Praça João Mantas 2615 Alverca do Ribatejo Tel. 219570305 Email: museumunicipal-nucleoalverca@cm-vfxira.pt MUSEU DO NEO-REALISMO Serviço Educativo - HORÁRIO: 3.ª feira a 6.ª feira: 10h-19h Rua Alves Redol, 45 2600-099 Vila Franca de Xira T. 263 285 626 – Ext.4883: Lídia Agostinho; Ext.4879: Virgínia Figueiredo F. 263 284 814 neorealismo@cm-vfxira.pt www.museudoneorealismo.pt PARA INFORMAÇÕES SOBRE ATIVIDADES DA ÁREA DE PROMOÇÃO E ANIMAÇÃO DA LEITURA E DA LITERACIA BIBLIOTECA MUNICIPAL DE VILA FRANCA DE XIRA Tel.: 263 271 200 Fax: 263 270 225 Email: secretaria@bmvfx.net BIBLIOTECA MUNICIPAL DE ALVERCA Tel.: 219 573 344 Fax: 219 577 775 Email: info.alv@bmvfx.net

40


BIBLIOTECA MUNICIPAL DA QUINTA DA PIEDADE Tel.: 219 533 050 Fax: 219 562 976 Email: info.qp@bmvfx.net BIBLIOTECA MUNICIPAL DE VIALONGA Tel.: 219 527 806 Fax: 219 527 807 Email: info.vial@bmvfx.net PARA INFORMAÇÕES SOBRE ATIVIDADES DA ÁREA DE SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL DEPARTAMENTO DE QUALIDADE AMBIENTAL E SUSTENTABILIDADE Rua Dr. Vasco Moniz n.º 17 2600-273 Vila Franca de Xira Tel. 263 287 600 Fax. 263 287 605 Email: ambiente@cm-vfxira.pt ou zonasverdes@cm-vfxira.pt QUINTA MUNICIPAL DA PIEDADE Rua Padre Manuel Duarte 2625 Póvoa de Santa Iria Tel. 219 533 050 Fax: 219 533 051 QUINTA MUNICIPAL DE SUBSERRA Largo 1º de Maio, n.º 1 2600 São João dos Montes Telefone/Fax 219 500 082 PARA INFORMAÇÕES GERAIS SOBRE ATIVIDADE DO MUNICIPIO NA ÁREA DA EDUCAÇÃO DIVISÃO DE INTERVENÇÃO SOCIO EDUCATIVA Rua Dr. Vasco Moniz, Edifício Varandas da Lezíria, Bloco 2 2600- 275 Vila Franca de Xira Telefone: 263287600 Fax: 263287605 Email: socio.educativa@cm-vfxira.pt

41


Normas de Participação no Projeto de Recolha Seletiva de Embalagens “Brigada do Amarelo” Preâmbulo A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira em parceria com a Valorsul lança nas Escolas do Ensino Básico do concelho, no ano letivo 2012/2013, a 4ª edição do projeto “Brigada do Amarelo”, adiante designada de “Projeto”. Este visa promover o incremento da separação seletiva de embalagens (plástico, metal e pacotes de bebida) nas unidades de ensino, com a obtenção de material com qualidade para ser enviado para reciclagem, contribuindo assim para Portugal melhorar as metas da União Europeia no que concerne à reciclagem dos materiais depositados no Ecoponto amarelo. Com este projeto pretende-se criar uma dinâmica de multiplicação de conhecimentos e motivações, permitindo um processo educativo abrangente que transponha o espaço escolar e envolva também a comunidade local. 1º Objetivos São objetivos do Projeto: 1. Incrementar a recolha seletiva, em saco específico, de embalagens (plástico, metal e pacotes de bebida) nas Escolas; 2. Melhorar a Qualidade e a Quantidade dos Resíduos a reciclar; 3. Promover a correta utilização do equipamento de deposição seletiva e indiferenciada existente no espaço escolar; 4. Consciencializar os destinatários para a importância dos 3 R’s e para o facto de os resíduos serem um recurso; 5. Esclarecer dúvidas relativas ao destino dos RSU; 6. Promover a divulgação do Projeto e dos seus procedimentos para envolver toda a comunidade escolar; 7. Criar uma dinâmica de multiplicação de conhecimentos e motivações, permitindo um processo educativo abrangente. 2º Público-Alvo e Inscrições 1. O Projeto destina-se aos alunos das Escolas do 1º ao 3º Ciclo do Ensino Básico, existentes no Município. 2. As inscrições no Projeto estão limitadas a: a) 10 Escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico; b) 10 Escolas com 2º/3º Ciclo do Ensino Básico. 3. As inscrições no Projeto deverão ser enviadas para o Departamento de Qualidade Ambiental e Sustentabilidade (DQAS), através do Fax (263 287 605) ou do e-mail ambiente@cm-vfxira.pt, devendo constar os seguintes dados: a) Escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico · Nome da Escola; · Docente responsável; · Nome de pelo menos dois funcionários que fiquem responsáveis pelo projeto; · Endereço eletrónico a funcionar (fundamental para que possam receber os resultados das recolhas e outras informações sobre o projeto); · Total dos alunos da Escola (se a Escola tiver Jardim de Infância a funcionar nas mesmas instalações indicar também o nº de crianças). b) Escolas com 2º e 3º Ciclo do Ensino Básico · Nome da Escola; · Docente responsável; · Nome de pelo menos dois funcionários que fiquem responsáveis pelo projeto; · Endereço eletrónico a funcionar (fundamental para que possam receber os resultados das recolhas e outras informações sobre o projeto); · Total dos alunos da Escola. 4. A aceitação das inscrições, para os efeitos do nº2 da presente cláusula, será ordenada por ordem de chegada. 3º Ações de Sensibilização 1. A Autarquia, através dos seus técnicos, promoverá Ações de Sensibilização junto da comunidade educativa (Docentes, Auxiliares de Ação Educativa e alunos) para a importância do Projeto e funcionamento do mesmo (uma sessão/Escola inscrita), com a duração 45 a 60 minutos. 2. As ações serão agendadas com o docente responsável pelo projeto na Escola e decorrerão durante os meses de novembro e dezembro de 2012. 4º Equipamento para Deposição 1. No âmbito do projeto, a Autarquia fornecerá às Escolas participantes 1 a 3 suportes para sacos, com tampa amarela. 2. As Escolas ficam responsáveis pela preservação deste equipamento, que não poderá ser substituído durante o decurso do projeto. Após encerramento do projeto, o material será recolhido pelo Departamento de Qualidade Ambiental e Sustentabilidade. 3. A Autarquia fornecerá ainda sacos transparentes (com a inscrição “Embalagens de plástico, metal e pacotes de bebida” e os logótipos da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira e da Valorsul) para permitir uma correta apreciação da qualidade das embalagens depositadas e verificar se as mesmas se encontram espalmadas.

42


5º Procedimentos do Projeto 1. Cada Escola terá que separar e depositar nos sacos transparentes a maior quantidade de embalagens (plástico, metal e pacotes de bebida) aptas para a reciclagem. Os sacos terão que estar pendurados no (s) suporte (s) de tampa amarela fornecidos pela Autarquia. 2. As Escolas deverão solicitar, antecipadamente, ao DQAS o fornecimento de mais sacos. 3. A Câmara Municipal só recolhe embalagens nos sacos fornecidos para o efeito. 4. No período em que decorre o projeto, os Ecopontos amarelos das Escolas participantes serão retirados e repostos no final do mesmo. 5. As Escolas participantes deverão definir pelo menos 2 funcionários adstritos a este projeto e que acompanhem a equipa de recolha da Autarquia nas datas em que estas ocorram. 6. As recolhas dos sacos irão decorrer de janeiro a maio de 2013, com um caráter quinzenal, de acordo com o calendário previamente definido. 7. Cada Escola será responsável pelo armazenamento dos sacos com embalagens até que os mesmos sejam recolhidos pela equipa da Câmara. 8. No decurso da recolha, os funcionários do Departamento de Qualidade Ambiental e Sustentabilidade verificarão os seguintes parâmetros: a) Presença de materiais contaminantes no saco: se essa situação surgir, o saco não será recolhido para que a Escola possa fazer uma nova triagem dos materiais até à próxima recolha ou, em alternativa o saco será recolhido mas o seu peso não será considerado na contagem mensal; b) Se as embalagens estão espalmadas: se este parâmetro não for cumprido, a Escola terá de as espalmar até à próxima recolha em alternativa o saco será recolhido mas o seu peso não será considerado na contagem mensal; c) Se o saco se encontra cheio: se não se encontrar cheio, os serviços não o recolhem, ficando na Escola até à próxima recolha. 9. Por cada saco cheio e com embalagens espalmadas e bem separadas, será atribuído o valor de 6,5 Kg. 10. Após cada recolha, será enviado e-mail para todos os docentes responsáveis pelo Projeto, com as pesagens obtidas até à data em todas as Escolas participantes. 6º Avaliação 1. As pesagens obtidas serão alvo de análise por parte dos técnicos do DQAS, com vista à quantificação per capita (quantidade de quilos / aluno). 2. As escolas serão ordenadas com base na quantificação per capita, de forma a criar um sistema de comparação entre as mesmas, incentivando a melhoria do processo. 3. Apresentação dos resultados obtidos nas Escolas em publicações da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, incluindo o Website. 7º Júri 1. O Júri será constituído por 3 elementos: - Um representante da Valorsul; - Dois representantes do Departamento de Qualidade Ambiental e Sustentabilidade, da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira. 2. Da decisão do Júri não haverá recurso. 8º Prémios 1. Será atribuído um prémio para a Escola vencedora. 2. A Escola vencedora será aquela que no final do concurso obtiver o valor de peso de embalagens recolhidas per capita mais elevado (kg/aluno). 3. Em caso de empate, o prémio será atribuído à Escola que tenha obtido, no total das recolhas, um valor de peso (kg) de embalagens absoluto mais elevado. 4. O prémio a atribuir será: Cheque prenda, de estabelecimento comercial a designar, no valor de € 400,00 (IVA incluído). 9º Disposições Finais Em caso de dúvidas que ocorram no decorrer do Projeto, as mesmas serão analisadas e decididas pela Câmara Municipal.

43


www.cm-vfxira.pt

C창mara Municipal de Vila Franca de Xira

Serviços Educativos Municipais  

Oferta 2012/2013

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you