Page 1


Patrim ónio

PonteMarechalCarmona Município de Vila Franca de Xira

PonteMarechalCarmona O ex-libris do Tejo Vila - Franquense

Nº 8 |2010

Patrim ónio

JANEIRO|FEVEREIRO|MARÇO|ABRIL


Distribuição Gratuita SOARTES, artes gráficas, lda. Impressão Ricardo Caetano, Vitor Cartaxo Helder Dias, Miguel Mestre, Fotografia Carla Félix Design e Paginação Lazer - Prazeres Tavares Saber - Mário Nuno Duarte

Obras pág. 17

Edição e Redacção Filomena Serrazina Coordenação Maria da Luz Rosinha Direcção Câmara Municipal de Vila Franca de Xira Propriedade

Ficha técnica Iniciativas pág. 5 Contactos pág. 4 Editorial pág. 3

www.cm-vfxira.pt

Edição da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira | Postal n.º8 | Este postal é parte integrante desta publicação|||||||||||||||

Tiragem

Ponte Marechal Carmona

68500 exemplares

Câmara Municipal de Vila Franca de Xira

Imagem de capa: Pormenor do Recreio da Escola EB 1 Dr. Sousa Martins, Vila Franca de Xira, aquando da inauguração em 11 de Janeiro.

Sendo Vila Franca de Xira um ponto complexo de confluência de ligações rodoviárias entre o Norte e o Sul, na primeira metade do séc. XX, a travessia era feita ou pela ponte de Santarém, ou pelos barcos a motor que atracavam no cais de Vila Franca de Xira e no Cabo da Lezíria. Data de 1924 o primeiro pedido oficial do Município para a construção desta estrutura, tendo em conta que a única via rodoviária sobre o Tejo ficava a 80 kms de Lisboa. A 27 de Abril de 1948, a obra era adjudicada com o prazo de execução de 1000 dias. Era Presidente da República o Marechal Carmona, Presidente do Conselho de Ministros, António Oliveira Salazar e Presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira, José de Sousa Nazareth. A 26 de Março de 1949 iniciam-se as obras do estaleiro e a 30 de Dezembro de 1951, um grandioso domingo para Vila Franca de Xira, altas entidades oficiais, destacando-se o Cardeal Patriarca de Lisboa e o Presidente do Conselho de Ministros, e muita população reuniram-se para o acto inaugural e para os festejos que foram entretanto organizados para celebrar tão grandioso momento. Uma das maiores obras públicas realizadas em Portugal, esta infra – estrutura concretizou, à época a primeira ligação rodoviária, ao Sul do país, na região de Lisboa. Vila Franca de Xira ganhava uma importância estratégica, pelo que o desenvolvimento do Concelho viu reflectido o início de funcionamento desta travessia sobre o Tejo. Tendo sido o presidente da República Marechal Carmona o patrono da obra, logo na altura foram erigidos, na entrada da ponte, dois padrões comemorativos em cantaria de granito com o seu nome, mas este ex-libris arquitectónico português é comummente referenciado simplesmente como “Ponte de Vila Franca de Xira”. Recorra ao Centro de Documentação do Museu Municipal e descubra mais sobre a história deste ex – libris, consulte recortes de imprensa, fotografia e bibliografia disponibilizados através deste Serviço Municipal (museumunicipal@cm-vfxira.pt ou 263 280 350). Refira-se ainda que este é um dos percursos da prova que os atletas da Corrida das Lezírias terão de vencer, a 14 de Março, sendo parte fundamental do que a torna numa iniciativa desportiva de características sem paralelo. Mais informações em www.cm-vfxira.pt.


Saber & Lazer nº 8|2010  

Janeiro|Fevereiro|Março|Abril