Page 1

2011 NO 20

2011 NO 20

associ@tiva

associ@tiva

Car@s Dirigentes Associativ@s, O Município de Vila Franca de Xira assinou no dia 02 de Junho os Protocolos de Apoio à Actividade Regular com 107 Associações do Concelho, representando 243 apoios específicos nas diferentes áreas de actividade, ultrapassando os 550 mil euros; um montante muito significativo, apesar de todas as contingências orçamentais que se verificam, no país demonstrando desta forma a aposta que o Município continua a fazer no Movimento Associativo Concelhio. O empenho dos dirigentes e associados reflecte-se nas actividades promovidas ao longo do Concelho, fomentando práticas nas mais diversas áreas de intervenção, o que nos congratula pela rede de ofertas sociais, culturais e desportivas que proporciona à população. Como Associação em foco nesta edição temos a CERCiPÓVOA que completou 34 anos de existência, dedicados a crianças, jovens e adultos portadoras de deficiência e crianças que frequentam o ensino regular, em regime de semi-internato e internato, prestando simultaneamente variados serviços à comunidade. Um caminho que testemunha a importância do associativismo para a criação de um concelho solidário. Por último, gostaria de apelar a todos os dirigentes associativos do nosso Concelho para que utilizem a nossa Newsletter para a divulgação das suas actividades, remetendo-nos programas, fotografias ou breves notícias sobre as actividades realizadas ou a realizar, porque constitui uma forma de partilha e promoção das próprias associações, exibindo a grande vitalidade do Movimento Associativo do Concelho. Saudações Associativas O Vereador Fernando Paulo Ferreira

editorial

b r e v e s 14ª Mostra Jovens Criadores 2010 no Palácio da Quinta Municipal do Sobralinho O Palácio do Sobralinho (Sobralinho, Vila Franca de Xira) recebeu, a partir de 6 de Maio, pelas 19h00, a 14.ª Mostra de Jovens Criadores: o acontecimento mais abrangente de divulgação e apresentação do tecido criativo nacional sub-30 no país. Nos dias 6 e 7 de Maio houve lugar a um programa especial de apresentação com eventos no Sobralinho e em Alhandra. A mostra esteve patente até 6 de Junho. Esta iniciativa, de âmbito nacional, foi promovida pelo Instituto Português da Juventude (IPJ) e pelo Centro Português de Artes e Ideias (CPAI), tendo, nesta edição, o apoio da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira. Na abertura oficial da mostra, marcaram presença o Vereador Fernando Paulo Ferreira, os Presidentes do IPJ e do CPAI e o Governador Civil do Distrito de Lisboa, António Galamba. A Mostra Jovens Criadores, acontecimento cultural único reuniu 60 projectos artísticos, seleccionados de entre cerca de 300, numa prova evidente do vigor do tecido criativo nacional sub-30, na qual estiveram patentes uma diversidade de expressões artísticas como: artes plásticas, artes digitais, dança, design de equipamento, design gráfico, fotografia, joalharia, ilustração, literatura, moda, música e vídeo.

Casa do Povo de Arcena organiza 32ª Festa do Folclore na SFRA O Rancho Folclórico da Casa do Povo de Arcena promoveu no dia 21 de Maio pelas 21h30, a sua 32ª Festa de Folclore. No Grande Auditório da Sociedade Filarmónica Recreio Alverquense, com lotação esgotada, actuaram o rancho da Casa do Povo de Arcena, o Grupo de Danças e Cantares da Casa do Povo de Vila Nova de Anha (Viana do Castelo), Grupo Típico de Vila Nova (Cernache – Coimbra) e a Associação Etnográfica Os Serranos (Águeda). Durante cerca de 2h30, os mais de 400 espectadores puderam assistir, e alguns relembrar os seus tempos de menino e moço graças à qualidade dos quadros etnográficos e o folclore apresentados.


2011 NO 20

associ@tiva

breves

associaçao em

Palácio do Sobralinho recebeu debate sobre biodiversidade

Clube Recreativo da Subserra comemorou 39º aniversário

O Palácio do Sobralinho, no concelho de Vila Franca de Xira, recebeu a 25 de Maio, o seminário “Biodiversidade Global - Contributos Locais”. Com a realização deste seminário a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira pretendeu dar a conhecer vários projectos cujo denominador comum é o contributo dos mesmos, a um nível local, para “a manutenção da biodiversidade tanto a nível municipal, como nacional”. Na sessão de abertura do seminário foram formalizados os acordos de compromisso, entre a Câmara Municipal de Vila Franca Xira e as Juntas de Freguesia do Concelho no que concerne à aplicação, nos seus territórios, das indicações contidas nos Planos de Promoção da Acessibilidade promovidos pelo Município. O seminário reuniu aproximadamente 80 pessoas e abordou quatro painéis, com os seguintes temas: “Água - fonte de biodiversidade”; “A natureza e o Homem - projectos sustentáveis”; Agricultura biológica - boas práticas de produção”; “Zonas verdes - reflorestar, requalificar e gerir” Além da câmara municipal participaram no evento as seguintes entidades (de âmbito local e nacional) ligadas ao ambiente e à natureza: ICNB/ RNET - Reserva Natural do Estuário do Tejo; SPEA -Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves; Companhia das Lezírias; AGROBIO - Associação Portuguesa de Agricultura Biológica; INTERBIO - Associação Interprofissional para a Agricultura Biológica; VALORSUL - Valorização tratamento de Resíduos Sólidos das Regiões de Lisboa e do Oeste e ABLGVFX e a Associação dos Beneficiários da Lezíria Grande de Vila Franca de Xira.

O Clube Recreativo da Subserra, freguesia de São João dos Montes, concelho de Vila Franca de Xira comemorou o 39º aniversário com várias actividades entre os dias 3 e 12 de Junho. O momento mais aguardado teve lugar no dia 3 de Junho, a estreia da peça de teatro “Kondominio Fexado”, pelo grupo da casa, “Os Marqueses da Subserra”. Entre os restantes dias de festejo, destacamos ainda as actuações do grupo Alborca da SFRA, Grupo Flôr do Trevo e Orquestra Ligeira da Sociedade Filarmónica de Recreio Alverquense no dia 10 de Junho e a actuação da banda da SFRA no dia 11 de Junho.

XXXIII Encontro de Bandas Filarmónicas do Concelho de VFX Integrado no programa das comemorações do 120º Aniversário do Ateneu Artístico Vilafranquense, a colectividade organizou a XXXIII edição do Encontro de Bandas Filarmónicas do Concelho de VFX, no dia 29 de Maio, pelas 15h. Os cerca de 300 espectadores puderam assistir à actuação das Bandas Filarmónicas da Sociedade Euterpe Alhandrense, Abrunheira, Banda Musical de Tavira e a Banda anfitriã, numa iniciativa que envolveu cerca de 200 músicos e apresentação diversificada de repertórios. Durante a manhã teve ainda lugar uma arruada com todas as bandas pela freguesia de Vila Franca de Xira, tendo sido recebidos no final do desfile nos Paços do Concelho pela Presidente da Câmara Municipal, Maria da Luz Rosinha.

2011 NO 20

Opereta “Vamos Construir uma cidade” animou Vialonga Mais de 160 crianças cantaram e outras 40 tocaram na Opereta “Vamos Construir uma Cidade”. O evento teve lugar no dia 9 de Junho, às 19h00, no Parque da Feira de Vialonga, no concelho de Vila Franca de Xira. As entradas foram livres. O espectáculo contou com a participação da Orquestra de Vialonga, núcleo de teatro da EB 2/3 e coro dos alunos do 5º ano. A animação da plateia esteve a cargo dos alunos do segundo e terceiro ciclos do ensino básico. Da primeira parte do espectáculo constou um concerto interpretado pelos pequenos músicos da Orquestra de Vialonga e a apresentação do coro do projecto “Music Connecting People”. Na segunda parte assistiu-se à Opereta “Vamos construir uma cidade” de Paul Hindemith com libreto de Eugénio Sena. A organização desta iniciativa esteve a cargo da EB 2,3 de Vialonga com o apoio do agrupamento de escolas de Vialonga, Junta de Freguesia de Vialonga e ISTE - IUL (INDEG Business Scholl).

associ@tiva

foco

CERCIPOVOA Póvoa de Santa Iria

Cooperativa de Solidariedade Social Fundada em Maio de 1977 Valências Em regime de Internato e semi-internato, crianças, jovens e adultos, portadoras de deficiência e crianças do ensino regular. Somos especializados no atendimento a crianças, jovens e adultos com deficiência e a crianças que frequentam o ensino regular, em regime de semi-internato e internato nas Valências de: CAO - Centro de Actividades Ocupacionais | 95 utentes; CIOP - Centro de Intervenção e Orientação Precoce|80 utentes e CAR - Centro de Apoio Residencial / 26 utentes adultos através de Protocolos com o Ministério de Solidariedade Social. Apoiamos ainda, através de protocolo com o Ministério da Educação crianças e jovens com Necessidades Educativas Especiais nas Valências de CASE - Centro de Apoio Sócio Educativo | 26 utentes e CRI - Centro de Recursos para a Inclusão, | 352 crianças de 18 Agrupamentos de Escolas dos Concelhos de Vila Franca, Loures e Odivelas. Outra das nossas áreas de intervenção diz respeito ao nosso papel integrador da pessoa com deficiência na Sociedade, à defesa dos direitos e à formação de cidadãos tolerantes para com a diferença, valores que regem a nossa Instituição. Como tal, funciona nas nossas Instalações uma Valência destinada a crianças do ensino regular, de ocupação de tempos livres, CALE – ATL Centro de Actividades Lúdicas e Expressivas / 108 Crianças do Ensino Básico nas nossas instalações, que se integra dentro dos objectivos atrás descritos. Desenvolvemos igualmente a CAF componente de apoio à família e ATL em JI / EB1 da rede Pública

Serviços à Comunidade  Actividades de Piscina  Actividades de Pavilhão  Fornecimento de Refeições  Transportes  Terapia da Fala  Apoio Alimentar a Carenciados  Festas de Aniversário  Colónias de férias para crianças  Aluguer de salas  Gabinete de Snoezelen  Serviços de tempos livres  Empréstimo de ajudas técnicas  Serviços de Lavandaria  Serviços de costura O que é a deficiência? A deficiência é o termo utilizado para aqueles que apresentam impedimentos de natureza física, mental, intelectual ou sensorial permanentes. Ainda assim, a deficiência é fruto da interacção entre a pessoa com incapacidades e os obstáculos comportamentais e ambientais que a coíbem de uma participação social absoluta, em circunstâncias de igualdade com os outros. Por este facto, atendendo à sua diversidade, acresce à importância da garantia da igualdade de direitos, a da acessibilidade ao ambiente físico, social e cultural, económico, à saúde, educação, à informação e comunicação, permitindo-se às pessoas com deficiência o pleno gozo de cidadania.

Contactos Urbanização Quinta da Piedade Lote 1 2625– 229 Póvoa de Santa Iria Tel: 219 533 080  | Fax: 219 533 089  E-mail: geral@cercipovoa.org.pt . Url: www.cercipovoa.org.pt


2011 NO 20

associ@tiva

breves

associaçao em

Palácio do Sobralinho recebeu debate sobre biodiversidade

Clube Recreativo da Subserra comemorou 39º aniversário

O Palácio do Sobralinho, no concelho de Vila Franca de Xira, recebeu a 25 de Maio, o seminário “Biodiversidade Global - Contributos Locais”. Com a realização deste seminário a Câmara Municipal de Vila Franca de Xira pretendeu dar a conhecer vários projectos cujo denominador comum é o contributo dos mesmos, a um nível local, para “a manutenção da biodiversidade tanto a nível municipal, como nacional”. Na sessão de abertura do seminário foram formalizados os acordos de compromisso, entre a Câmara Municipal de Vila Franca Xira e as Juntas de Freguesia do Concelho no que concerne à aplicação, nos seus territórios, das indicações contidas nos Planos de Promoção da Acessibilidade promovidos pelo Município. O seminário reuniu aproximadamente 80 pessoas e abordou quatro painéis, com os seguintes temas: “Água - fonte de biodiversidade”; “A natureza e o Homem - projectos sustentáveis”; Agricultura biológica - boas práticas de produção”; “Zonas verdes - reflorestar, requalificar e gerir” Além da câmara municipal participaram no evento as seguintes entidades (de âmbito local e nacional) ligadas ao ambiente e à natureza: ICNB/ RNET - Reserva Natural do Estuário do Tejo; SPEA -Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves; Companhia das Lezírias; AGROBIO - Associação Portuguesa de Agricultura Biológica; INTERBIO - Associação Interprofissional para a Agricultura Biológica; VALORSUL - Valorização tratamento de Resíduos Sólidos das Regiões de Lisboa e do Oeste e ABLGVFX e a Associação dos Beneficiários da Lezíria Grande de Vila Franca de Xira.

O Clube Recreativo da Subserra, freguesia de São João dos Montes, concelho de Vila Franca de Xira comemorou o 39º aniversário com várias actividades entre os dias 3 e 12 de Junho. O momento mais aguardado teve lugar no dia 3 de Junho, a estreia da peça de teatro “Kondominio Fexado”, pelo grupo da casa, “Os Marqueses da Subserra”. Entre os restantes dias de festejo, destacamos ainda as actuações do grupo Alborca da SFRA, Grupo Flôr do Trevo e Orquestra Ligeira da Sociedade Filarmónica de Recreio Alverquense no dia 10 de Junho e a actuação da banda da SFRA no dia 11 de Junho.

XXXIII Encontro de Bandas Filarmónicas do Concelho de VFX Integrado no programa das comemorações do 120º Aniversário do Ateneu Artístico Vilafranquense, a colectividade organizou a XXXIII edição do Encontro de Bandas Filarmónicas do Concelho de VFX, no dia 29 de Maio, pelas 15h. Os cerca de 300 espectadores puderam assistir à actuação das Bandas Filarmónicas da Sociedade Euterpe Alhandrense, Abrunheira, Banda Musical de Tavira e a Banda anfitriã, numa iniciativa que envolveu cerca de 200 músicos e apresentação diversificada de repertórios. Durante a manhã teve ainda lugar uma arruada com todas as bandas pela freguesia de Vila Franca de Xira, tendo sido recebidos no final do desfile nos Paços do Concelho pela Presidente da Câmara Municipal, Maria da Luz Rosinha.

2011 NO 20

Opereta “Vamos Construir uma cidade” animou Vialonga Mais de 160 crianças cantaram e outras 40 tocaram na Opereta “Vamos Construir uma Cidade”. O evento teve lugar no dia 9 de Junho, às 19h00, no Parque da Feira de Vialonga, no concelho de Vila Franca de Xira. As entradas foram livres. O espectáculo contou com a participação da Orquestra de Vialonga, núcleo de teatro da EB 2/3 e coro dos alunos do 5º ano. A animação da plateia esteve a cargo dos alunos do segundo e terceiro ciclos do ensino básico. Da primeira parte do espectáculo constou um concerto interpretado pelos pequenos músicos da Orquestra de Vialonga e a apresentação do coro do projecto “Music Connecting People”. Na segunda parte assistiu-se à Opereta “Vamos construir uma cidade” de Paul Hindemith com libreto de Eugénio Sena. A organização desta iniciativa esteve a cargo da EB 2,3 de Vialonga com o apoio do agrupamento de escolas de Vialonga, Junta de Freguesia de Vialonga e ISTE - IUL (INDEG Business Scholl).

associ@tiva

foco

CERCIPOVOA Póvoa de Santa Iria

Cooperativa de Solidariedade Social Fundada em Maio de 1977 Valências Em regime de Internato e semi-internato, crianças, jovens e adultos, portadoras de deficiência e crianças do ensino regular. Somos especializados no atendimento a crianças, jovens e adultos com deficiência e a crianças que frequentam o ensino regular, em regime de semi-internato e internato nas Valências de: CAO - Centro de Actividades Ocupacionais | 95 utentes; CIOP - Centro de Intervenção e Orientação Precoce|80 utentes e CAR - Centro de Apoio Residencial / 26 utentes adultos através de Protocolos com o Ministério de Solidariedade Social. Apoiamos ainda, através de protocolo com o Ministério da Educação crianças e jovens com Necessidades Educativas Especiais nas Valências de CASE - Centro de Apoio Sócio Educativo | 26 utentes e CRI - Centro de Recursos para a Inclusão, | 352 crianças de 18 Agrupamentos de Escolas dos Concelhos de Vila Franca, Loures e Odivelas. Outra das nossas áreas de intervenção diz respeito ao nosso papel integrador da pessoa com deficiência na Sociedade, à defesa dos direitos e à formação de cidadãos tolerantes para com a diferença, valores que regem a nossa Instituição. Como tal, funciona nas nossas Instalações uma Valência destinada a crianças do ensino regular, de ocupação de tempos livres, CALE – ATL Centro de Actividades Lúdicas e Expressivas / 108 Crianças do Ensino Básico nas nossas instalações, que se integra dentro dos objectivos atrás descritos. Desenvolvemos igualmente a CAF componente de apoio à família e ATL em JI / EB1 da rede Pública

Serviços à Comunidade  Actividades de Piscina  Actividades de Pavilhão  Fornecimento de Refeições  Transportes  Terapia da Fala  Apoio Alimentar a Carenciados  Festas de Aniversário  Colónias de férias para crianças  Aluguer de salas  Gabinete de Snoezelen  Serviços de tempos livres  Empréstimo de ajudas técnicas  Serviços de Lavandaria  Serviços de costura O que é a deficiência? A deficiência é o termo utilizado para aqueles que apresentam impedimentos de natureza física, mental, intelectual ou sensorial permanentes. Ainda assim, a deficiência é fruto da interacção entre a pessoa com incapacidades e os obstáculos comportamentais e ambientais que a coíbem de uma participação social absoluta, em circunstâncias de igualdade com os outros. Por este facto, atendendo à sua diversidade, acresce à importância da garantia da igualdade de direitos, a da acessibilidade ao ambiente físico, social e cultural, económico, à saúde, educação, à informação e comunicação, permitindo-se às pessoas com deficiência o pleno gozo de cidadania.

Contactos Urbanização Quinta da Piedade Lote 1 2625– 229 Póvoa de Santa Iria Tel: 219 533 080  | Fax: 219 533 089  E-mail: geral@cercipovoa.org.pt . Url: www.cercipovoa.org.pt


2011 NO 20

associ@tiva

2011 NO 20

associ@tiva

actividades actividades d e s t a q u e Programa de Actividades Culturais Descentralizadas – Julho

Alverca Volei da Escola Secundária Gago Coutinho sagra-se Campeã Nacional

Entidade Promotora

Iniciativa

Data

Hora

Local de Actuação

Grupo

CMVFX

Colete Encarnado

01-Jul

22

Cidade

Grupo de Zés Pereiras “Os Amarantinos”

CMVFX

Colete Encarnado

02-Jul

10,3

Largo da Câmara

Banda do Ateneu Artístico Vilafranquense

CMVFX

Colete Encarnado

02-Jul

22

Cidade

Grupo de Zés Pereiras “Os Baionenses”

CMVFX

Colete Encarnado

02-Jul

22

CMVFX

Colete Encarnado

02-Jul

22

Envio de informação para a

CMVFX

Colete Encarnado

02-Jul

22

newsletter associ@tiva

CMVFX

Colete Encarnado

02-Jul

22

CMVFX

Música no Museu

03-Jul

16

Largo João Mantas

Flor do Trevo - Grupo de MPP

CMVFX

Colete Encarnado

03-Jul

18

Cais de VFX

Rancho Típico “Os Avieiros”

CMVFX

Colete Encarnado

03-Jul

18

Cais de VFX

Rancho Varinos de Vila Franca de Xira

CMVFX

Colete Encarnado

03-Jul

18

Cais de VFX

Rancho Folclórico do Centro Social e Cultural do Bom Sucesso

CMVFX

Colete Encarnado

03-Jul

18

Cais de VFX

Rancho Folclórico de Alfarrobeira

CMVFX

Música no Museu

10-Jul

16

Largo João Mantas

Tertúlia “Os Amigos do Doze” - GEDCAR

CMVFX

Música no Museu

17-Jul

16

Largo João Mantas

ALBORCA - GR de MPP da SFRA

Caros Dirigentes Associativos o Gabinete de Apoio ao Movimento Associativo pretende dinamizar cada vez mais a newsletter Associ@tiva e nesse sentido solicita a todas as associações / colectividades que nos enviem cartazes e informação relativa às diversas actividades até ao dia 15 de cada mês para que possam ser publicadas no mês seguinte. Gostaríamos ainda que após a realização das diversas actividades nos fizessem chegar 1 ou duas fotografias e o balanço das actividades, com o propósito de dar visibilidade ao trabalho desenvolvido e a dinâmica do movimento associativo concelhio.

Palco da MPP e Cidade Palco da MPP e Cidade Palco da MPP e Cidade Palco da MPP e Cidade

Folha Verde - ACSMTP Grupo de Cavaquinhos do GRDB Ass Cultural Monte Serves Flor do Trevo - Grupo de MPP

Grémio Dramático Povoense inicia recolha histórica A Direcção do Grémio Dramático Povoense iniciou uma pesquisa no sentido de reconstruir o historial da agremiação ao longo dos seus quase 122 anos de idade, recuperando assim a memória do muito que já aconteceu, os espectáculos, os convívios, alegrias e dificuldades. Nesse sentido, solicita-se a colaboração a todos quantos tenham na sua posse documentos, fotos, notícias, curiosidades, etc., sobre o Grémio, para que possam ceder essas informações para consulta e eventual reprodução. Todo o material será devolvido ao seu legítimo proprietário, constituindo unicamente uma base de consulta. Contacte o Grémio Dramático Povoense através do correio electrónico gremio.povoense@sapo. pt (Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar), ou para a seguinte morada: Rua do Grémio, nº14, 2625-109, Póvoa de Santa Iria, ou directamente na sede.

A Escola de Referência Desportiva “Alverca Volei” da E.S. Gago Coutinho é campeã nacional de Juvenis Femininos no Desporto Escolar. Após garantir a 2ª presença consecutiva na Final Nacional, desta feita, frente à Escola de Referência Desportiva de Lamaçães - Braga, o Alverca Volei atingiu o ponto mais alto do Voleibol Nacional a nível escolar, vencendo por 3-1. A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira felicita todas as atletas, treinadores e familiares que contribuíram para este feito. Saiba mais em: http://erd-alvercavolei.blogspot.com/2011/05/ erd-alverca-volei-da-es-gago-coutinho.html

UAP obtém 3º lugar no Regional de Juvenis

A equipa do UAP alcançou o 3º lugar no Campeonato Regional de Juvenis na vertente feminina, que se desenrolou na pista do Estádio Prof. Moniz Pereira (Alta de Lisboa) com uma pontuação final de 47 pontos ao fim da 2ª jornada num universo de 14 clubes pontuados. De realçar a equipa de estafeta 4x100 metros que se sagrou campeã regional, constituída por Olímpia Barbosa e as iniciadas, Djanira Costa, Beatriz Andrade e Alícia Bonfim que alcançaram a marca de 50,52, uma das melhores marcas nacionais da época, assim como o vice-campeão dos 300 metros, Wilson Gussul. Destaque ainda para Olímpia Barbosa e Nádia Fernandes 3ª s classificadas nos 200 metros planos e no lançamento do peso, respectivamente.

Medida “Incandescente Phase-Out - IPSS” Substituição de lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes em Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) A Medida “Incandescente Phase-Out – Substituição de Lâmpadas Incandescentes por Fluorescentes, em I.P.S.S” é uma medida aprovada no âmbito do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Eléctrica (PPEC 2009-2010), aprovado pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, como medida tangível no sector de Comércio e Serviços, sendo a ADENE a entidade responsável pela sua gestão e execução. No âmbito desta medida será concedido um incentivo a fundo perdido de 80% sobre o custo de aquisição de 120.000 lâmpadas fluorescentes compactas (CFL) em 600 instituições, proporcionando uma redução do consumo de energia eléctrica em iluminação de cerca de 80%. São elegíveis as I.P.S.S que apresentem preferencialmente os seguintes requisitos: • Sejam organismos tais como creches e creches familiares, jardins-de-infância, ATL, lares de idosos, centros de acolhimento temporário, residências assistidas e Centros de dia (entre outras instituições filiadas na Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade); • Possuam lâmpadas incandescentes de potências entre 25 W e 100 W para substituição, mas com clara preferência para lâmpadas de maior potência. As I.P.S.S seleccionadas serão posteriormente contactadas pela Agência para a Energia para explicações detalhadas sobre o desenvolvimento das acções a executar no contexto desta medida. Para informação mais detalhada, consulte a ficha informativa. No âmbito desta medida, foi estendido o financiamento: • Até 300 lâmpadas por valência de I.P.S.S (para o efeito, as I.P.S.S interessadas deverão efectuar o preenchimento de uma ficha de candidatura por cada valência); • A locais/edifícios onde as IPSS prestem os seus serviços; • A 100% no custo de aquisição das lâmpadas CFL, e entregues em cada IPSS (ou seja, sem qualquer custo para a IPSS). A partir do dia 4 de Julho de 2011, serão aceites candidaturas para a substituição de lâmpadas apenas nas seguintes potências e tipologias: 40 W, E27 “Casquilho Grosso”; e 60 W, E27 “Casquilho Grosso” e E14 “Casquilho Fino”. O prazo para recepção das candidaturas terminará no dia 31 de Julho de 2011. Saiba mais em: http://gere.adene.pt/Pages/MedidaPhaseOut.aspx


2011 NO 20

associ@tiva

2011 NO 20

associ@tiva

actividades actividades d e s t a q u e Programa de Actividades Culturais Descentralizadas – Julho

Alverca Volei da Escola Secundária Gago Coutinho sagra-se Campeã Nacional

Entidade Promotora

Iniciativa

Data

Hora

Local de Actuação

Grupo

CMVFX

Colete Encarnado

01-Jul

22

Cidade

Grupo de Zés Pereiras “Os Amarantinos”

CMVFX

Colete Encarnado

02-Jul

10,3

Largo da Câmara

Banda do Ateneu Artístico Vilafranquense

CMVFX

Colete Encarnado

02-Jul

22

Cidade

Grupo de Zés Pereiras “Os Baionenses”

CMVFX

Colete Encarnado

02-Jul

22

CMVFX

Colete Encarnado

02-Jul

22

Envio de informação para a

CMVFX

Colete Encarnado

02-Jul

22

newsletter associ@tiva

CMVFX

Colete Encarnado

02-Jul

22

CMVFX

Música no Museu

03-Jul

16

Largo João Mantas

Flor do Trevo - Grupo de MPP

CMVFX

Colete Encarnado

03-Jul

18

Cais de VFX

Rancho Típico “Os Avieiros”

CMVFX

Colete Encarnado

03-Jul

18

Cais de VFX

Rancho Varinos de Vila Franca de Xira

CMVFX

Colete Encarnado

03-Jul

18

Cais de VFX

Rancho Folclórico do Centro Social e Cultural do Bom Sucesso

CMVFX

Colete Encarnado

03-Jul

18

Cais de VFX

Rancho Folclórico de Alfarrobeira

CMVFX

Música no Museu

10-Jul

16

Largo João Mantas

Tertúlia “Os Amigos do Doze” - GEDCAR

CMVFX

Música no Museu

17-Jul

16

Largo João Mantas

ALBORCA - GR de MPP da SFRA

Caros Dirigentes Associativos o Gabinete de Apoio ao Movimento Associativo pretende dinamizar cada vez mais a newsletter Associ@tiva e nesse sentido solicita a todas as associações / colectividades que nos enviem cartazes e informação relativa às diversas actividades até ao dia 15 de cada mês para que possam ser publicadas no mês seguinte. Gostaríamos ainda que após a realização das diversas actividades nos fizessem chegar 1 ou duas fotografias e o balanço das actividades, com o propósito de dar visibilidade ao trabalho desenvolvido e a dinâmica do movimento associativo concelhio.

Palco da MPP e Cidade Palco da MPP e Cidade Palco da MPP e Cidade Palco da MPP e Cidade

Folha Verde - ACSMTP Grupo de Cavaquinhos do GRDB Ass Cultural Monte Serves Flor do Trevo - Grupo de MPP

Grémio Dramático Povoense inicia recolha histórica A Direcção do Grémio Dramático Povoense iniciou uma pesquisa no sentido de reconstruir o historial da agremiação ao longo dos seus quase 122 anos de idade, recuperando assim a memória do muito que já aconteceu, os espectáculos, os convívios, alegrias e dificuldades. Nesse sentido, solicita-se a colaboração a todos quantos tenham na sua posse documentos, fotos, notícias, curiosidades, etc., sobre o Grémio, para que possam ceder essas informações para consulta e eventual reprodução. Todo o material será devolvido ao seu legítimo proprietário, constituindo unicamente uma base de consulta. Contacte o Grémio Dramático Povoense através do correio electrónico gremio.povoense@sapo. pt (Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar), ou para a seguinte morada: Rua do Grémio, nº14, 2625-109, Póvoa de Santa Iria, ou directamente na sede.

A Escola de Referência Desportiva “Alverca Volei” da E.S. Gago Coutinho é campeã nacional de Juvenis Femininos no Desporto Escolar. Após garantir a 2ª presença consecutiva na Final Nacional, desta feita, frente à Escola de Referência Desportiva de Lamaçães - Braga, o Alverca Volei atingiu o ponto mais alto do Voleibol Nacional a nível escolar, vencendo por 3-1. A Câmara Municipal de Vila Franca de Xira felicita todas as atletas, treinadores e familiares que contribuíram para este feito. Saiba mais em: http://erd-alvercavolei.blogspot.com/2011/05/ erd-alverca-volei-da-es-gago-coutinho.html

UAP obtém 3º lugar no Regional de Juvenis

A equipa do UAP alcançou o 3º lugar no Campeonato Regional de Juvenis na vertente feminina, que se desenrolou na pista do Estádio Prof. Moniz Pereira (Alta de Lisboa) com uma pontuação final de 47 pontos ao fim da 2ª jornada num universo de 14 clubes pontuados. De realçar a equipa de estafeta 4x100 metros que se sagrou campeã regional, constituída por Olímpia Barbosa e as iniciadas, Djanira Costa, Beatriz Andrade e Alícia Bonfim que alcançaram a marca de 50,52, uma das melhores marcas nacionais da época, assim como o vice-campeão dos 300 metros, Wilson Gussul. Destaque ainda para Olímpia Barbosa e Nádia Fernandes 3ª s classificadas nos 200 metros planos e no lançamento do peso, respectivamente.

Medida “Incandescente Phase-Out - IPSS” Substituição de lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes em Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) A Medida “Incandescente Phase-Out – Substituição de Lâmpadas Incandescentes por Fluorescentes, em I.P.S.S” é uma medida aprovada no âmbito do Plano de Promoção da Eficiência no Consumo de Energia Eléctrica (PPEC 2009-2010), aprovado pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, como medida tangível no sector de Comércio e Serviços, sendo a ADENE a entidade responsável pela sua gestão e execução. No âmbito desta medida será concedido um incentivo a fundo perdido de 80% sobre o custo de aquisição de 120.000 lâmpadas fluorescentes compactas (CFL) em 600 instituições, proporcionando uma redução do consumo de energia eléctrica em iluminação de cerca de 80%. São elegíveis as I.P.S.S que apresentem preferencialmente os seguintes requisitos: • Sejam organismos tais como creches e creches familiares, jardins-de-infância, ATL, lares de idosos, centros de acolhimento temporário, residências assistidas e Centros de dia (entre outras instituições filiadas na Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade); • Possuam lâmpadas incandescentes de potências entre 25 W e 100 W para substituição, mas com clara preferência para lâmpadas de maior potência. As I.P.S.S seleccionadas serão posteriormente contactadas pela Agência para a Energia para explicações detalhadas sobre o desenvolvimento das acções a executar no contexto desta medida. Para informação mais detalhada, consulte a ficha informativa. No âmbito desta medida, foi estendido o financiamento: • Até 300 lâmpadas por valência de I.P.S.S (para o efeito, as I.P.S.S interessadas deverão efectuar o preenchimento de uma ficha de candidatura por cada valência); • A locais/edifícios onde as IPSS prestem os seus serviços; • A 100% no custo de aquisição das lâmpadas CFL, e entregues em cada IPSS (ou seja, sem qualquer custo para a IPSS). A partir do dia 4 de Julho de 2011, serão aceites candidaturas para a substituição de lâmpadas apenas nas seguintes potências e tipologias: 40 W, E27 “Casquilho Grosso”; e 60 W, E27 “Casquilho Grosso” e E14 “Casquilho Fino”. O prazo para recepção das candidaturas terminará no dia 31 de Julho de 2011. Saiba mais em: http://gere.adene.pt/Pages/MedidaPhaseOut.aspx


2011 NO 20

associ@tiva

2011 NO 20

d e sta q u e

d e s t aque

Cerimónia de Assinatura de Protocolos em VFX

Estudo da Autarquia premiado em Congresso Técnico Cientifico

No passado dia 2 de Junho pelas 18h teve lugar nos Paços do Concelho a cerimónia de assinatura de protocolos a celebrar entre a Câmara Municipal de VFX e as 107 associações concelhias. A abrilhantar a cerimónia estiveram o grupo de hip hop “B 4 U” classe do Ateneu Artístico Vilafranquense orientada pelo Prof. João Condesso e uma classe de dança jazz da Academia de Dança Prof.ª Paula Manso da Sociedade Filarmónica Recreio Alverquense, que mostraram as suas coreografias no largo da Câmara. Posteriormente, no salão nobre dos Paços do Concelho teve lugar um recital de saxofone interpretado pelo músico Joel de Deus Serra, aluno do Conservatório Regional Silva Marques da Sociedade Euterpe Alhandrense, tendo de seguida dado início à assinatura dos protocolos, com a presença de mais de uma centena de dirigentes associativos. Este ano, apesar da presente conjuntura económica e social do país, a Câmara Municipal continua a reconhecer o papel fundamental do Movimento Associativo Concelhio para a dinâmica cultural e social da comunidade e neste sentido disponibilizou verba através do seu Programa de Apoio ao Movimento Associativo (PAMA) para apoiar as respectivas associações, colectividades e clubes, num total de 2.280 atletas federados, cerca de 9.000 utentes de instituições de apoio social e mais de 2.000 pessoas relacionadas com os agentes culturais no concelho. Foram assinados protocolos com 107 associações do Concelho que desenvolvem actividade regular nas áreas Cultural, Desportiva, Associativismo Solidário, Associações de Pais e Federações Concelhias, num valor global de 559.150€, relativos a 243 apoios específicos por área de actividade, de acordo com os Quadros seguintes. Apoio aos Agentes Culturais Apoio aos Agentes Culturais

Nº de Apoios

Valor Global

Associações de Artistas Plásticos

2

2.900,00 €

Bandas Filarmónicas

5

33.775,00 €

Conservatório Regional (Soc. Euterpe Alhandrense)

1

4.400,00 €

Grupos Corais

4

10.500,00 €

Grupos de Música Popular

12

14.975,00 €

Grupos de Teatro de Amadores

6

18.000,00 €

Inestética - Companhia de Teatro Profissional

1

27.300,00 €

Marchas Populares

3

2.775,00 €

Orquestra Ligeira

1

1.750,00 €

Ranchos Folclóricos

9

21.600,00 €

Fomento das Instalações Culturais

3

29.475,00 €

Total

47

167.450,00 €

associ@tiva

Apoio às Associações Desportivas Nº de Apoios

Valor Global

Act. Desportiva Federada não Profissional

49

89.825,00 €

Fomento das Instalações Desportivas

6

38.450,00 €

Tipos de Apoio

Organização de Eventos Desportivos

55

19.000,00 €

Total

110

147.275,00 €

Apoio ao Funcionamento das Instituições de Acção Social Nº de Apoios

Valor Global

Instituições de Infância

16

85.850,00 €

Instituições de Idosos

14

75.750,00 €

Instituições de Deficientes

4

32.475,00 €

Associações de Reformados

8

8.000,00 €

Associações na área da Saúde

5

3.000,00 €

Total

47

205.075,00 €

Nº de Apoios

Valor Global

Fomento de actividade física para idosos

16

18.475,00 €

Fomento de actividade física para deficientes

3

12.675,00 €

Total

19

31.150,00 €

Tipos de Apoio

Apoio ao Fomento da Actividade Física para Populações Específicas Tipos de Apoio

Apoio ao Funcionamento das Associações de Pais Tipo de Apoio Associações de Pais

Nº de Entidades

Valor Global

17

6.400,00 €

Apoio ao Funcionamento de Federações Concelhias Tipo de Apoio Federações Concelhias

Nº de Apoios

Valor Global

3

1.800,00 €

A Escola de Natação da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira apresentou um estudo no XXXIV Congresso Técnico Científico da Associação Portuguesa de Técnicos de Natação/ XI Congresso Ibérico, decorrido nos últimos dias 30 de Abril e 1 de Maio de 2011 no Centro Cultural de Ílhavo, sendo premiado e classificado em 2º lugar na área de ensino, facto que dará a oportunidade de ver publicado este mesmo estudo em revista da especialidade. Este evento que conta já com 34 edições a nível nacional e 11 a nível Ibérico, representa o expoente máximo no que diz respeito a formações no âmbito do treino, ensino e gestão de espaços aquáticos em Portugal e Espanha. O estudo intitulado “ANÁLISE DA ADAPTAÇÃO AO MEIO AQUÁTICO EM ESPAÇOS FÍSICOS COM PROFUNDIDADES DISTINTAS”, que contou com o apoio e colaboração dos técnicos da ENCMVFX, na obtenção e recolha de dados para análise, foi elaborado por Miguel Franco(1º Autor), Coordenador Técnico Pedagógico da ENCMVFX, por Paulo Cunha e Sofia Fonseca (2ºs Autores), ambos docentes da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. A intenção da ENCMVFX em efectuar este trabalho surgiu há 5 anos por inerência das características da própria piscina municipal de Vila Franca de Xira, onde teve que adaptar a metodologia tradicionalmente utilizada em piscinas de pouca profundidade a uma piscina com profundidade mínima 1,20m no processo de ensino e adaptação ao Meio Aquático, em concreto para a faixa etária dos 4 aos 6 anos de idade, quando estas se encontram numa fase inicial do processo de ensino/aprendizagem. Esta metodologia, que embora ainda pouco consensual mas defendida por grandes nomes na área da Pedagogia e Educação Aquática (ex. Catteau e Garoff), assenta numa abordagem de ensino que promove a aquisição das diferentes dimensões da adaptação ao meio aquático, em profundidade, conduzindo a um aumento do reportório motor do aluno, através da exploração do meio aquático, do domínio e conhecimento das propriedades físicas da água, desvalorizando assim, as informações plantares que, nesta fase, entendem estes autores, não têm muita influência na aquisição dessas mesmas dimensões, podendo até retardar e influenciar todo o processo subsequente.

O objectivo deste estudo visou comparar e analisar em termos estatísticos esta metodologia, que suscita alguma controvérsia, face a uma outra tradicionalmente adoptada e aceite nesta fase inicial da aprendizagem, onde os alunos realizam todo o processo de adaptação ao meio aquático em pouca profundidade, ou seja, com pé. As principais conclusões do estudo indicam que quando comparadas as duas metodologias em termos estatísticos, é possível verificar diferenças altamente significativas em 5 dimensões das 6 analisadas (p-value<0,005), sendo a metodologia onde os alunos realizam todo o processo de ensino em profundidade, aquela onde se verificam índices de correcção e de evolução técnica mais elevadas durante o período em análise. É de salientar ainda que os níveis de autonomia e confiança adquiridos por estes mesmos indivíduos são significativamente superiores.

2011 NO 20

associ@tiva


2011 NO 20

associ@tiva

2011 NO 20

d e sta q u e

d e s t aque

Cerimónia de Assinatura de Protocolos em VFX

Estudo da Autarquia premiado em Congresso Técnico Cientifico

No passado dia 2 de Junho pelas 18h teve lugar nos Paços do Concelho a cerimónia de assinatura de protocolos a celebrar entre a Câmara Municipal de VFX e as 107 associações concelhias. A abrilhantar a cerimónia estiveram o grupo de hip hop “B 4 U” classe do Ateneu Artístico Vilafranquense orientada pelo Prof. João Condesso e uma classe de dança jazz da Academia de Dança Prof.ª Paula Manso da Sociedade Filarmónica Recreio Alverquense, que mostraram as suas coreografias no largo da Câmara. Posteriormente, no salão nobre dos Paços do Concelho teve lugar um recital de saxofone interpretado pelo músico Joel de Deus Serra, aluno do Conservatório Regional Silva Marques da Sociedade Euterpe Alhandrense, tendo de seguida dado início à assinatura dos protocolos, com a presença de mais de uma centena de dirigentes associativos. Este ano, apesar da presente conjuntura económica e social do país, a Câmara Municipal continua a reconhecer o papel fundamental do Movimento Associativo Concelhio para a dinâmica cultural e social da comunidade e neste sentido disponibilizou verba através do seu Programa de Apoio ao Movimento Associativo (PAMA) para apoiar as respectivas associações, colectividades e clubes, num total de 2.280 atletas federados, cerca de 9.000 utentes de instituições de apoio social e mais de 2.000 pessoas relacionadas com os agentes culturais no concelho. Foram assinados protocolos com 107 associações do Concelho que desenvolvem actividade regular nas áreas Cultural, Desportiva, Associativismo Solidário, Associações de Pais e Federações Concelhias, num valor global de 559.150€, relativos a 243 apoios específicos por área de actividade, de acordo com os Quadros seguintes. Apoio aos Agentes Culturais Apoio aos Agentes Culturais

Nº de Apoios

Valor Global

Associações de Artistas Plásticos

2

2.900,00 €

Bandas Filarmónicas

5

33.775,00 €

Conservatório Regional (Soc. Euterpe Alhandrense)

1

4.400,00 €

Grupos Corais

4

10.500,00 €

Grupos de Música Popular

12

14.975,00 €

Grupos de Teatro de Amadores

6

18.000,00 €

Inestética - Companhia de Teatro Profissional

1

27.300,00 €

Marchas Populares

3

2.775,00 €

Orquestra Ligeira

1

1.750,00 €

Ranchos Folclóricos

9

21.600,00 €

Fomento das Instalações Culturais

3

29.475,00 €

Total

47

167.450,00 €

associ@tiva

Apoio às Associações Desportivas Nº de Apoios

Valor Global

Act. Desportiva Federada não Profissional

49

89.825,00 €

Fomento das Instalações Desportivas

6

38.450,00 €

Tipos de Apoio

Organização de Eventos Desportivos

55

19.000,00 €

Total

110

147.275,00 €

Apoio ao Funcionamento das Instituições de Acção Social Nº de Apoios

Valor Global

Instituições de Infância

16

85.850,00 €

Instituições de Idosos

14

75.750,00 €

Instituições de Deficientes

4

32.475,00 €

Associações de Reformados

8

8.000,00 €

Associações na área da Saúde

5

3.000,00 €

Total

47

205.075,00 €

Nº de Apoios

Valor Global

Fomento de actividade física para idosos

16

18.475,00 €

Fomento de actividade física para deficientes

3

12.675,00 €

Total

19

31.150,00 €

Tipos de Apoio

Apoio ao Fomento da Actividade Física para Populações Específicas Tipos de Apoio

Apoio ao Funcionamento das Associações de Pais Tipo de Apoio Associações de Pais

Nº de Entidades

Valor Global

17

6.400,00 €

Apoio ao Funcionamento de Federações Concelhias Tipo de Apoio Federações Concelhias

Nº de Apoios

Valor Global

3

1.800,00 €

A Escola de Natação da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira apresentou um estudo no XXXIV Congresso Técnico Científico da Associação Portuguesa de Técnicos de Natação/ XI Congresso Ibérico, decorrido nos últimos dias 30 de Abril e 1 de Maio de 2011 no Centro Cultural de Ílhavo, sendo premiado e classificado em 2º lugar na área de ensino, facto que dará a oportunidade de ver publicado este mesmo estudo em revista da especialidade. Este evento que conta já com 34 edições a nível nacional e 11 a nível Ibérico, representa o expoente máximo no que diz respeito a formações no âmbito do treino, ensino e gestão de espaços aquáticos em Portugal e Espanha. O estudo intitulado “ANÁLISE DA ADAPTAÇÃO AO MEIO AQUÁTICO EM ESPAÇOS FÍSICOS COM PROFUNDIDADES DISTINTAS”, que contou com o apoio e colaboração dos técnicos da ENCMVFX, na obtenção e recolha de dados para análise, foi elaborado por Miguel Franco(1º Autor), Coordenador Técnico Pedagógico da ENCMVFX, por Paulo Cunha e Sofia Fonseca (2ºs Autores), ambos docentes da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. A intenção da ENCMVFX em efectuar este trabalho surgiu há 5 anos por inerência das características da própria piscina municipal de Vila Franca de Xira, onde teve que adaptar a metodologia tradicionalmente utilizada em piscinas de pouca profundidade a uma piscina com profundidade mínima 1,20m no processo de ensino e adaptação ao Meio Aquático, em concreto para a faixa etária dos 4 aos 6 anos de idade, quando estas se encontram numa fase inicial do processo de ensino/aprendizagem. Esta metodologia, que embora ainda pouco consensual mas defendida por grandes nomes na área da Pedagogia e Educação Aquática (ex. Catteau e Garoff), assenta numa abordagem de ensino que promove a aquisição das diferentes dimensões da adaptação ao meio aquático, em profundidade, conduzindo a um aumento do reportório motor do aluno, através da exploração do meio aquático, do domínio e conhecimento das propriedades físicas da água, desvalorizando assim, as informações plantares que, nesta fase, entendem estes autores, não têm muita influência na aquisição dessas mesmas dimensões, podendo até retardar e influenciar todo o processo subsequente.

O objectivo deste estudo visou comparar e analisar em termos estatísticos esta metodologia, que suscita alguma controvérsia, face a uma outra tradicionalmente adoptada e aceite nesta fase inicial da aprendizagem, onde os alunos realizam todo o processo de adaptação ao meio aquático em pouca profundidade, ou seja, com pé. As principais conclusões do estudo indicam que quando comparadas as duas metodologias em termos estatísticos, é possível verificar diferenças altamente significativas em 5 dimensões das 6 analisadas (p-value<0,005), sendo a metodologia onde os alunos realizam todo o processo de ensino em profundidade, aquela onde se verificam índices de correcção e de evolução técnica mais elevadas durante o período em análise. É de salientar ainda que os níveis de autonomia e confiança adquiridos por estes mesmos indivíduos são significativamente superiores.

2011 NO 20

associ@tiva


associ@tiva nº 20  

http://www3.cm-vfxira.pt/PageGen.aspx?WMCM_PaginaId=84702

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you