Issuu on Google+

N.º 124 | Ano 11 | Distribuição gratuita

informação | par ticipação | cidadania • Edição da Câmara Municipal de Sesimbra • Setembro 2009

Inauguração da Escola Básica e Jardim-de-infância do Pinhal do General

Ano Novo Escola Nova Pág. 14 e 15

EM sampaio

Tribunal

M

Acesso ao Tribunal

Coto via

Mo

ag

em

eA

rd

ga

La

ite ze

ã

Centrais

Sesimbra vai ter Campus de Justiça

Sa

nta n

a

Rotunda existente a ampliar

Pág. 9

Finalmente! A Fortaleza é do Município! Pág.19


sumário ATENDIMENTO PÚBLICO pelo executivo da Câmara

Augusto Pólvora (CDU) Presidente Planeamento Estratégico, Planeamento Urbanístico, Projecto Municipal da Lagoa de Albufeira, Águas, Saneamento, Salubridade e Ambiente, Jurídico e Contencioso, e Médico-Veterinário Terças-feiras, das 9.30 às 12.30h (Gabinete da Presidência ­­- Sesimbra) Quintas-feiras, das 14.30 às 17.30h (Gabinete de Atendimento da Quinta do Conde) Felícia Costa (CDU) Vereadora Cultura, Educação, Juventude, Habitação, Acção Social, Turismo, Informação e Relações Públicas Terças-feiras, das 9.30 às 12.30h (Gabinete de Atendimento da Quinta do Conde) Quintas-feiras, das 9.30 às 12.30h (Gabinete da Vice-Presidente - DECL) José Polido (CDU) Vereador Administração e Finanças, Actividades Económicas e Desporto Terças-feiras, das 9.30 às 12.30h (Gabinete do Vereador - Sesimbra) Quartas-feiras, das 14.30 às 17h (Gabinete de Atendimento da Quinta do Conde) Amadeu Penim (PS) Vereador Saúde Sextas-feiras, das 9.30 às 12.30h (Gabinete do Vereador - Sesimbra) Alberto Gameiro (PS) Vereador Obras Municipais e Logística Terças-feiras, das 9.30 às 12.30h (Gabinete do Vereador - Sesimbra) Quintas-feiras, das 14 às 17h (Gabinete de Atendimento da Quinta do Conde) Maria Guilhermina Ruivo (PS) Vereadora Recursos Humanos e Bibliotecas Municipais Terças-feiras, das 9.30 às 12.30h (Gabinete da Vereadora - Sesimbra) 1.as e 3.as sextas-feiras de cada mês das 9.30 às 12.30h (Gabinete de Atendimento da Quinta do Conde)

grande plano 04 • Jornadas Medievais - Uma Viagem no Tempo • Limpeza de mercados municipais • Iniciativa empresarial • Secções de voto • Torneio de ténis no terreno • Passadeiras elevadas • Limpeza de terrenos • Conde 2 • Cotovia • Conduta no Zambujal • Colector no Casalão • Rotunda na Corredoura • Terminal rodoviário em Sampaio

05

destaques 06 | 07 • Luz no Cabo Espichel • Candidatura ao ACIDI aprovada • Jardim da Almoinha • Projecto Roda Livros • Serviços Municipais na Fonte de Sesimbra • Relvado da Maçã quase concluído • Verão em Sesimbra município • Autarquia recebe Certificado de Qualidade

08 | 11

• Habitação a custos controlados • Doacção de terreno à Misericórdia • Concelho vai ter Campus de Justiça • Última empreitada na Boa Água 1 • Novo nó foi inaugurado • Segunda fase das obras de saneamento no Meco • Construção do Bairro Infante D. Henrique avança em 2010 • Passeio no Zambujal • Rua Moço Chamador

desporto 17 • Aquatlo de Sesimbra • Regata de Aiolas • Curso para gestão da época desportiva cultura • Sesimbra revela património arqueológico • Fortaleza é do Município!

ambiente 12 | 13 • Projecto de valorização da Lagoa de Albufeira • Requalificação da Praia do Moinho de Baixo vai começar • Novo espaço verde em Sesimbra • Começou a requalificação da Praceta Florbela Espanca educação 14 | 17 • Ano Novo Escola Nova •Adjudicação da Escola de Sampaio •Autarquia cede terreno para Escola Secundária • Básica Integrada abre apenas com um pavilhão • Recepção à Comunidade Educativa

18 | 19

actividades económicas • Câmara apresenta Plano Estratégico do Turismo • ZimbraMel volta a atrair milhares ao Castelo

20

pessoas 21 • Amável e Eulália Sousa • Este mês em www.cm-sesimbra.pt tome nota 22 • Ao Encontro dos Sons • Vitorino em Sesimbra • Workshop policial • Programa Mexe-te • Dia Internacional do Idoso • Provas desportivas animam Sesimbra • Sabores de Outono • Cem anos do abastecimento de água à vila utilidades

23

Saneamento no Meco Já

começou a segunda fase das obras de saneamento "em baixa" na Aldeia do Meco. Nesta etapa, os trabalhos vão incidir, essencialmente, na Estrada dos Curvais. Durante os trabalhos vai ser necessário efectuar condicionamentos de trânsito.

9 Tribunal

M

ã

Acesso ao Tribunal

eA

ite ze

rd

ga

La Cotov

ia

Mo

ag

Carlos Filipe de Oliveira (PSD) Vereador Protecção Civil, Modernização Administrativa e Informática Sextas-feiras, das 14 às 17.30h (Gabinete do Vereador - Sesimbra ou Gabinete de Atendimento da Quinta do Conde)*

Rotunda existente a ampliar

em

9

Campus de Justiça Depois de mais de duas dé-

cadas a funcionar em instalações "temporárias", o Tribunal de Sesimbra vai ser instalado no novo Campus da Justiça, a construir em Sampaio.

* Conforme as marcações

11 FICHA TÉCNICA Edição e Propriedade Câmara Municipal de Sesimbra | DIRECTOR Augusto Pólvora (Presidente da Câmara Municipal) cOORDENAÇÃO, REDACÇÃO, PAGINAÇÃO, FOTOGRAFIA, REVISÃO E SECRETARIADO Gabinete de Informação e Relações Públicas da Câmara Municipal Avenida da Liberdade, n.º 7 – 2970-635 Sesimbra • Telefone: 21 228 85 90 • Fax: 21 228 86 87 • E-mail: girp@cm-sesimbra.pt | DESIGN GRÁFICO Rui Dias (projecto e direcção), Bruno Campos (paginação e ilustração) e Raquel Santana (paginação) | FOTOGRAFIA GIRP/CMS, Pedro Guedes e Rui Cunha | PRÉ-IMPRESSÃO E IMPRESSÃo Belgráfica, Ld.ª | DISTRIBUIÇÃO CTT (via postal), GIRP/CMS (serviços públicos, colectividades, comércio e hotelaria) | TIRAGEM 10 000 exemplares | dEPÓSITO lEGAL N.º 134399/99 | ISSN 1646-6632 DISTRIBUIÇÃO GRATUITA | Notas: O conteúdo integral ou parcial (textos e imagens) desta revista não pode ser reproduzido sem autorização expressa da Câmara Municipal. Os eventos divulgados em antecipação podem ser alterados por motivos imprevistos.


19

12.13

Fortaleza é do Município Depois de, em 2006, ter conseguido que o monumento abrisse ao pú-

blico e recebesse diversas iniciativas, a Câmara Municipal chegou a acordo para tomar posse do imóvel, o que vai permitir iniciar a sua recuperação em breve.

Qualidade O município de Sesimbra é o terceiro em Portugal a receber a Certificação de Qualidade para o conjunto dos serviços municipais. Depois de três anos de empenho, tanto de funcionários como do executivo, a autarquia recebeu em Setembro a distinção da APCER.

14.15

8

Plano Estratégico para o Desenvolvimento do Turismo

O Plano Estratégico do Turismo de Sesimbra foi apresentado publicamente a empresários, autarcas e representantes de entidades locais. A versão final só estará pronta no próximo ano.

19 Pinhal do General Cerca de 400 crianças da freguesia

da Quinta do Conde começaram o ano lectivo numa nova escola. A obra, da responsabilidade da Câmara Municipal, representou um investimento de mais de 2 milhões de euros.

informaç ão | par ticipaç ão | cid a d a n i a

Se deseja receber a revista Se­­­­­­­simbra Município e/ou a agenda de acontecimentos Sesimbr'Acontece por correio, sem custos, solicite-o indicando-nos o seu nome e morada atra­ vés do e-mail girp@cm-sesimbra.pt ou do telefone 21 228 85 90.

Sesimbra Município | Setembro 2009




Foto: Rui João Rodrigues

grande plano

Uma viagem no tempo

Mercados municipais

Tal como acontece todos os anos no início de Outubro, os mercados municipais de Sesimbra e da Quinta do Conde vão encerrar durante cerca de uma semana para trabalhos de limpeza e desinfestação. Em Sesimbra, o mercado estará fechado entre 5 e 12 de Outubro, enquanto que na Quinta do Conde as acções vão decorrer entre os dias 5 e 9.

 Sesimbra Município | Setembro 2009

A Torre de Menagem foi o cenário perfeito para o espectáculo proposto pelo Bestiarium – Rise of The Gargoyles. Assente numa performance que fundiu música, dança e elementos multimédia, a proposta levou o muito público a embarcar numa viagem mágica ao imaginário da Idade Média. Esta encenação marcou o encerramento da quarta edição das Jornadas Medievais, que uma vez mais se revelaram um sucesso e contribuíram para a valorização do património histórico e cultural do concelho de Sesimbra.

Iniciativa empresarial

Estão abertas até dia 19 as candidaturas aos Prémios de Iniciativa Empresarial 2010. O projecto foi lançado em 2005 pela Comissão Europeia com o objectivo de reconhecer actividades de relevo que apoiem a iniciativa empresarial a nível regional em toda a Europa. Para mais informações consulte o site da autarquia ou contacte o Gabinete de Apoio ao Empresário.

Secções de voto

A localização das secções de voto da Escola Básica Integrada da Quinta do Conde e da Escola Básica do 1.º Ciclo e Jardim-de-infância de Sesimbra vai ser alterada. No primeiro caso, as secções passarão para o Pavilhão Municipal da Quinta do Conde, enquanto que no segundo, passarão para o Salão de Festas Coronel Joaquim Pinto Brás, nas instalações do GDS.

Torneio de ténis

A Associação de Ténis de Sesimbra organiza, no dia 10 de Outubro, nos courts da Almoinha, o 2.º convívio de ténis no escalão sénior para sócios e não sócios. A iniciativa faz parte de um conjunto de acções que o clube tem previstas para a próxima época desportiva, entre as quais o torneio do 8.º Aniversário e o 9.º Open de Sesimbra.


no terreno

Passadeiras elevadas

A protecção dos peões é um dos aspectos mais importantes da segurança rodoviária. Por este motivo, a Câmara Municipal continua a proceder à colocação de passadeiras elevadas em vários pontos do concelho. A Av. Principal e a Av. 1.º de Maio, na Quinta do Conde, foram duas das vias onde recentemente tiveram lugar estas intervenções.

Limpeza de terrenos

Garantir a salubridade da via pública e eliminar potenciais focos de incêndio é o objectivo das limpezas de vegetação que estão em curso em vários terrenos da freguesia da Quinta do Conde. A medida iniciou-se em Julho e vai alargar-se a outros locais do concelho identificados pelos serviços da autarquia.

Conde 2

Prossegue a construção de um ramal de esgoto na Rua Manuel de Arriaga, no Conde 2. A obra, realizada por funcionários municipais, vai permitir ligar diversas habitações desta zona à rede pública de saneamento. Durante o corrente ano, a Câmara Municipal efectuou cerca de 30 ramais de ligação em vários pontos da freguesia. A2

Quinta do Conde

EN 10

EN 378

ER 377

Conduta no Zambujal

Na Estrada Municipal 521 está em curso a colocação de uma nova conduta distribuidora, com mais de um quilómetro de extensão, entre a fábrica de tijolo e a Escola Básica n.º 2 do Zambujal. Na sequência desta intervenção, a autarquia vai remodelar os ramais domiciliá­rios, o que representa um investimento total na ordem dos 42 mil euros.

Casalão

A Câmara Municipal instalou um colector de esgotos domésticos, com aproximadamente 150 metros de comprimento, e construiu os respectivos ramais domiciliários no aglomerado do Casalão, em Santana. A obra, cujo investimento rondou os 12 mil euros, permitiu ligar à rede de saneamento básico 13 habitações.

Cotovia EN 379

Zambujal

Cotovia Sampaio

Casalão

ER 377

Corredoura

Corredoura Sesimbra

No decurso das obras de construção de uma rotunda na Corredoura, a Câmara Municipal está a proceder à substituição da conduta adutora principal de abastecimento de água, com cerca de 60 metros de comprimento, desde a igreja até próximo dos semáforos. Os trabalhos estão orçados em 12 mil euros.

Na Avenida João Paulo II foi executado um passeio com uma extensão de cerca de 70 metros, que facilita a circulação de quem se desloca a pé entre a Cotovia e Santana. Na sequência da obra, foram delimitados novos lugares de estacionamento e pintada uma passadeira para reforçar a segurança no atravessamento da via, bastante movimentada.

Sampaio

Junto à Escola Básica 2,3 de Santana foi criado um terminal rodoviário para os autocarros que servem os estabelecimentos de ensino situados na zona. Esta solução permite que os transportes públicos passem a recolher e largar passageiros num local mais seguro e organizado e evita o congestionamento que se verificava nas horas de maior movimento.

Sesimbra Município | Setembro 2009




d

destaques Verão em Sesimbra

A valsa n.º 2 de Dmitri Shostakovich, celebrizada pelo filme Eyes Wide Shut, de Stanley Kubrik, foi o momento mágico de um concerto que levou cerca de 2 mil pessoas à Praça da Califórnia na noite de 8 de Agosto, e se afirmou como o ponto alto da programação de Verão no concelho. No final, o público aplaudiu com entusiasmo a Orquestra Clássica do Centro, uma das mais conceituadas a nível nacional que, conduzida de forma exemplar pelo maestro Artur Pinho, fez uma viagem até ao século XIX, aos salões de Viena e São Petersburgo, acompanhada por fogo-de-artifício sobre a Baía de Sesimbra.

Luz chega ao Cabo Espichel

Durante as tradicionais festas do Cabo Espichel, as arcadas do Santuário vão, finalmente, iluminar-se sem recurso a gerador. A Câmara Municipal concluiu a instalação de um posto de transformação de energia na zona da Mãe d’Água e está a finalizar a colocação do sistema de iluminação definitivo. Levar energia eléctrica até ao Cabo Espichel foi uma das prioridades estabelecidas no início de 2008, depois de a autarquia ter recebido, da sociedade de investimentos Costatlântica, 41 mil metros quadrados de terreno na envolvente ao monumento, o que lhe permitiu iniciar a sua recuperação. Até aqui, o Cabo Espichel tinha energia eléctrica apenas com recurso a gerador, uma solução pouco funcional para além de ser nociva para o ambiente e limitar a realização de actividades no local. A partir de agora, para além da iluminação permanente do Promontório e da Igreja, será possível realizar no local vários eventos. A medida permite também a diminuição do consumo de energia e dos níveis de poluição e ruído.

Espaço Cidadania

Câmara apoia interculturalidade A candidatura ao projecto para a Promoção da Interculturalidade e Estudos de Diagnóstico no âmbito da caracterização sociodemográfica da população imigrante, apresentada em Março pela Câmara Municipal de Sesimbra, foi aprovada pelo Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural (ACIDI).

 Sesimbra Município | Setembro 2009

O protocolo, financiado pelo Fun­do Europeu para a Integração de Nacionais de Países Terceiros, foi assinado a 31 de Julho. A cerimónia contou com a participação das 32 entidades contempladas nesta parceria, das quais 14 são autarquias. Em Sesimbra, o projecto vai ser desenvolvido no âmbito do Espaço Cidadania.

Espaços Verdes

Novo jardim da Almoinha O novo Jardim da Almoinha, situado junto às ruas da Almoinha e Armando Martins Araújo, já está praticamente concluído. O espaço de lazer, com uma área total de 3 mil metros quadrados, divide-se por zonas ajardinadas e de circulação pedonal, um percurso para bicicletas, um círculo de areia vedado, destinado a crianças, e uma área com equipamentos de ginástica essencialmente direccionados à população idosa.


Fonte de Sesimbra

Mais condições para os serviços municipais Os serviços de Ambiente, Obras e Logística da Câmara Municipal transferiram-se para os pavilhões da Fonte de Sesimbra, que até agora serviam apenas de armazém, devido à inexistência de balneários. A construção de balneários no local permitiu reunir nas mesmas instalações os serviços que trabalham essencialmente no exterior e que estavam distribuídos por várias instalações, com condições de trabalho manifestamente insuficientes. Para além da melhoria evidente ao nível das instalações, esta solução permite melhores condições de organização.

Roda Livros apoiou 60 famílias Maçã

Relvado praticamente concluído A colocação de relva sintética no campo de futebol da Maçã está terminada. A par do relvado e da rede de rega com recuperação de

água, a Câmara Municipal instalou iluminação artificial e requalificou os balneários, sala para equipas de arbitragem e rouparia.

A segunda edição do projecto Roda Livros distribuiu perto de 800 manuais escolares usados que reduziram significativamente os custos de entrada na escola para cerca de 60 famílias carenciadas. A iniciativa foi lançada em 2008 e registou logo uma grande adesão, com cerca de 1200 manuais escolares recolhidos. Este ano, a solidariedade da população permitiu angariar 2 mil e 600 livros. Quem quiser apoiar esta iniciativa pode fazê-lo durante o resto do ano entregando os materiais na Divisão de Acção Social da Câmara Municipal ou no Espaço Solidário, junto ao Mercado Municipal da Quinta do Conde.

Sesimbra Município | Setembro 2009




município BRE V E S

Habitação a custos controlados

A Câmara Municipal aprovou a alienação de terrenos em Sesimbra e na Cotovia para construção de habitação a custos controlados. O terreno em Sesimbra, localizado na Rua Conselheiro Ramada Curto, tem uma capacidade construtiva de 2 mil e 700 metros quadrados e destina-se a construir 30 fogos e estacionamento em cave. Na Cotovia, a área é superior a 12 mil metros quadrados, dos quais 9 mil e 500 são para construção de cerca de 110 habitações. Para além dos fogos, o projecto na Cotovia prevê uma zona de lazer. O processo foi enviado para a Assembleia Municipal e, caso seja aprovado, permitirá que a Câmara Municipal desencadeie a alienação por hasta pública.

Doação de terreno à Misericórdia

A Câmara Municipal aprovou, no início de Setembro, a cedência de um terreno com 6 mil metros quadrados, na Maçã, à Santa Casa da Misericórdia de Sesimbra, para a construção de um lar para idosos. Esta doação é um passo fundamental para que a instituição possa candidatar-se a incentivos financeiros para a concretização do equipamento, destinado a 60 utentes em regime de permanência. O projecto, que está em elaboração, poderá contemplar uma unidade de cuidados continua­dos e um conjunto de serviços de referência em matéria de acolhimento de idosos. Após a construção do Lar na Maçã, a Misericórdia de Sesimbra planeia proceder ao encerramento do Lar de Santiago, na Rua Cândido dos Reis.

 Sesimbra Município | Setembro 2009

Sesimbra foi o terceiro município do país a receber o Certificado de Qualidade para o conjunto dos serviços municipais

Certificado de Qualidade

Sesimbra é referência Quase três anos após o início do processo, a Câmara Municipal recebeu o Certificado de Qualidade pela APCER. Sesimbra torna-se assim no terceiro município a receber esta certificação, o que reflecte o empenho de funcionários e autarcas.

A

Câmara Municipal de Sesimbra tornou-se a terceira do país a receber o Certificado de Qualidade no âmbito da gestão autárquica, atribuído pela Associação Portuguesa de Certificação (APCER). Até agora, apenas os municípios de Mora, no Alentejo, e Vila Franca do Campo, nos Açores, tinham conseguido esta distinção para a totalidade dos serviços autárquicos, embora existam outras autarquias que tenham certificado serviços ou projectos individualmente. O documento atribuído é válido por três anos e, anualmente, haverá auditorias de acompanhamento levadas a efeito pela APCER. A Certificação de Qualidade é, actualmente, um passo importante para qualquer organização. Numa autarquia, a sua implementação traduz-se directamente na melhoria da capacidade de resposta aos munícipes. O facto de ter sido

atribuída pela única entidade a nível nacional representada na IQNET, The International Certification Network, rede internacional de entidades certificadoras, assegura o reconhecimento internacional. A cerimónia de entrega do certificado contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, Augusto Pólvora, do verea­ dor da Modernização Administrativa, Carlos Filipe Oliveira, do presidente da APCER, Caldeira Santos, e de vários funcionários da autarquia que participaram activamente no processo. Caldeira Santos começou por felicitar a Câmara Municipal pelo empenho que mostrou na implementação do sistema de gestão da qualidade e afirmou que se trata de «mais uma referência para a administração pública portuguesa». Para o responsável da APCER, «a visão que a Câmara Municipal de Sesimbra revelou ao fazer este investimento deve ser um exem-

plo para outras autarquias». Carlos Filipe Oliveira, um dos principais impulsionadores do projecto, lembrou a reserva­ com que foi encarada a propos­ta, devido à complexidade que representava. «O cepticismo inicial rapidamente se dissipou graças ao empenho demonstrado pelos serviços e pela equipa de dinamizadores da qualidade», lembrou. O vereador salientou também o papel do presidente da autarquia, que acreditou que a certificação seria possível e prestou todo o apoio necessário. Por fim, agradeceu­ a toda a equipa o esforço. Augusto Pólvora mostrou-se «orgulhoso por receber este certificado, o terceiro em Portugal ao nível dos municípios», e reforçou o agradecimento à equipa, constituída por vários funcionários municipais, e aos dois consultores. Lembrou ainda que algumas medidas que resultaram deste trabalho já estão implementadas com sucesso


Tribunal

M

ã

Acesso ao Tribunal

te

e rd

ei Az

ga

La Coto via

Mo

ag

em

Legenda: Área total destinada ao Tribunal - 7986 m2 Rotunda existente a ampliar

Área de implantação do Tribunal - 1352 m2

Sa

nta n

a

Área de enquadramento da Moagem / zona pedonal Via de acesso local

Em Sampaio

Concelho vai ter Campus de Justiça Mais de duas décadas depois de ter começado a funcionar provisoriamente em instalações situadas na zona nascente da vila de Sesimbra, o Tribunal vai transferir-se para um novo Campus de Justiça, que será construído de raiz num terreno cedido pela Câmara Municipal, em Sampaio, junto ao edifício da Moagem.

D

epois de mais de duas décadas de espera, o concelho de Sesimbra vai contar finalmente com um Campus de Justiça construído de raiz. O protocolo para construção do complexo e a escritura de doação do terreno municipal foram assinados no início de Setembro pelo presidente da autarquia, Augusto Pólvora, e pelo presidente do Conselho Directivo do Instituto da Gestão Financeira e de Infra-estruturas da Justiça, João Castro, num acto que contou com a presença do secretário de Estado adjunto e da Justiça, José Conde Ferreira. Desbloqueia-se assim uma situação que começou por ser transitória mas que acabou por arrastar-se por quase 25 anos. Desde a criação da Comarca de Sesimbra, em Maio de 1985,

O secretário de Estado da Justiça garantiu que a obra avança no primeiro trimestre de 2010 que o Palácio de Justiça funciona em instalações provisórias, no edifício Falésia de Sesimbra, no lado Nascente da vila. Um ano antes, a autarquia tinha doado ao Estado uma parcela de terreno com 2 mil e 600 metros quadrados, na Rua Conselheiro Ramada Curto. No entanto, a construção do equipa-

mento nunca chegou a avançar. Com esta solução, o Campus passa para um terreno junto à Moagem de Sampaio, na freguesia do Castelo, onde há melhores acessibilidades e condições. A autarquia recebe em troca o terreno da Ramada Curto, cedido em 1984, para onde está prevista a construção de

habitação a custos controlados, e as actuais instalações do tribunal, que serão utilizadas por serviços municipais. «Criaram-se finalmente condições para a construção deste Campus, que traz consigo um conjunto de mais-valias significativas para o concelho, e que resolve vários problemas de uma só vez», salientou Augusto Pólvora. José Conde Ferreira destacou a importância do momento para o Ministério da Justiça visto que «irá beneficiar e servir melhor os cidadãos e as pessoas que trabalham actualmente no tribunal». O secretário de Estado garantiu ainda que «a concretização deste acordo permitirá a abertura do concurso público para a obra até ao final do ano e o início dos trabalhos no primeiro trimestre de 2010»

Sesimbra Município | Setembro 2009




município Pavimentações

Última empreitada na Boa Água 1

D

epois da conclusão da pavimentação da Boa Água 3, em Julho, a Câmara Municipal avançou com a última empreitada na Boa Água 1, que abrange a zona Noroeste (ruas Serra de Monchique, Serra da Peneda, Serra do Marão, Serra do Caldeirão, Serra do Buçaco e Serra da Lapa) e deve estar concluída no segundo semestre de 2010. Orçadas em 282 mil euros, as obras incluem a execução de calçadas e lancis e a reabilitação da rede de águas. Durante os trabalhos, a circulação viária vai estar condicionada em alguns períodos mas o acesso dos moradores às habitações ficará assegurado. Em relação à pavimentação

das ruas da zona Noroeste da Área Central da Boa Água 1, em curso, deverá estar concluída no final de Outubro. Nos últimos anos, as pavimentações na Quinta do Conde foram uma das prioridades da autarquia, que investiu cerca de 2 milhões de euros anuais nestas obras, e conseguiu abranger praticamente a totalidade das vias da vila. Cada empreitada compreende um conjunto de arranjos, como passeios, rede de águas pluviais ou rede de abastecimento público. A conclusão destas pavimentações é um passo essencial para melhorar a qualidade de vida dos moradores da freguesia

As pavimentações na Boa Água 1 devem estar concluídas no segundo semestre de 2010

Quinta do Conde

Novo nó foi inaugurado

D

esde final de Julho que os automobilistas que utilizam o troço da EN 10 entre Coina e Azeitão circulam pelo nó desnivelado da Quinta do Conde sem ter necessidade de parar no cruzamento de acesso à vila. Aguardada há mais de duas décadas por autarcas e mora­ do­res, a infra-estrutura­ de­­­­­­­­­­­­ mons­trou, nos primeiros mo­­­ men­­­­­­tos após a entrada em fun­­­­­­cio­­­­namento, que foi uma aposta acertada, pois permitiu uma in­­­vulgar fluidez do trânsi­ to numa zona habitualmente con­­­ges­tionada. Presentes na cerimónia de inauguração, o presidente da Câ­­mara Municipal, Augusto Pól­­­ vora, e o secretário de Estado adjunto, das Obras Públicas e das Comunicações, Paulo Campos, destacaram a importância da obra para a diminuição da sinistralidade e para a melhoria da rede viária. Augusto

Pólvora lembrou a importância do nó desnivelado para os residentes da Quinta do Conde e aproveitou para destacar mais duas intervenções que melhorariam em definitivo os acessos à Quinta do Conde: a ligação do IC21 às estradas nacionais 10 e 379 e a ligação deste nó ao nó de Coina. Acessos ao Porto de Abrigo Na mesma altura foi assinada a consignação da obra de sustentação da escarpa sobre o Porto de Sesimbra, na EN 378. Os trabalhos estão orçados em 2,1 milhões de euros e têm um prazo de conclusão de um ano. A obra consiste na estabilização e protecção das encostas, bem como na requalificação dos percursos pedonais e acessibilidades ao porto de pesca e de recreio, o que permitirá uma maior disciplina de tráfego e estacionamento

10 Sesimbra Município | Setembro 2009

Os congestionamentos que se verificavam nesta zona deixaram de existir com a abertura do nó


Legenda: Zona de obra Circuito alternativo

Passeio no Zambujal Meco - Torrões

Segunda fase das obras de saneamento

E

stá prestes a iniciar-se a segunda etapa da empreitada de saneamento Meco-Torrões. Os trabalhos, que se prolongam por três semanas, consistem na execução de colectores de esgotos domésticos e pluviais e centram-se, numa primeira fase, na Rua dos Curvais. Durante a obra, a circulação viária ficará condicionada embora se mantenham os acessos a moradores e proprietários dos estabelecimentos comerciais. Após a intervenção na Rua dos Curvais, a empreitada segue para a Rua Praia do Moinho de Bai-

xo, Rua da Mina, Travessa dos Torrões, Avenida das Forças Armadas e outras ruas interiores. Paralelamente, será renovada a rede de abastecimento de água. Os trabalhos representam um investimento de 400 mil euros e devem estar concluídos no final do ano. Corte de trânsito nos Curvais As obras na Rua dos Curvais vão implicar o corte de trânsito entre o entroncamento da Rua da Fonte e a Rua do Comércio. Para minimizar esta situação

foi criado um circuito alternativo através da Rua Praia do Moinho de Baixo. Assim, os automobilistas que pretendam dirigir-se da Rua do Comércio para a Rua Praia do Moinho de Baixo devem voltar à direita na Rua dos Curvais e, de seguida, voltar à esquerda. Por sua vez, os condutores que circulam na Rua da Fonte e que queiram dirigir-se para o centro da aldeia devem voltar à esquerda, junto à Fonte dos Curvais, e posteriormente, virar à direita para a Rua Praia do Moinho de Baixo

Na sequência da 2.ª fase das obras de saneamento “em baixa” do Zambujal, a Câmara Municipal procedeu à construção de um passeio na EM 569, desde o entroncamento com a EN 377 até próximo da Casa do Povo, numa extensão de cerca de 700 metros. Para além de garantir maior segurança aos peões, o passeio beneficia ainda quem gosta de caminhar ou praticar corrida. A requalificação urbana desta estrada incluiu também criação de lugares de estacionamento, caldeiras para plantação de árvores e muros de suporte de terras.

Bairro Infante D. Henrique

Construção avança em 2010

A

construção dos primeiros 58 fogos do Bairro Infante D. Henrique, em Sesimbra, ao abrigo do Programa de Financiamento para Acesso à Habitação (PROHABITA), arranca no início de 2010. O acordo foi celebrado entre a Câmara Municipal de Sesimbra e o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IHRU) e prevê que os trabalhos possam estar concluídos no prazo de um ano. A partir de então iniciam-se os realojamentos, quer das famílias que habitavam neste bairro e que estão alojadas provisoriamente noutras habitações, quer das que ainda vivem no bairro. O compromisso representa­

um investimento na ordem dos 4 milhões e 105 mil euros e abrange também a reabilitação de seis fogos no Largo Almirante Gago Coutinho, onde esteve instalada a GNR, e dos interiores das habitações municipais do Zambujal, dentro de poucas semanas. O financiamento será feito através de uma comparticipação a fundo perdido de quase 1 milhão e 300 mil euros, a conceder pelo IHRU, e de um empréstimo bonificado por parte desta mesma entidade, de cerca de 2 milhões de euros. A verba restante, na ordem dos 800 mil euros, será proveniente de capitais próprios da Câmara Municipal

Rua Moço Chamador

Foi adjudicada a pavimentação da Rua Moço Chamador, uma via com cerca de 250 metros que dá acesso às habitações localizadas em Boiças, à entrada da vila de Sesimbra. Para além da instalação do tapete betuminoso, os trabalhos incluem limpeza de bermas e construção de um muro para suporte de terras. Esta obra resulta das sugestões apresentadas pelos moradores na discussão do Orçamento Participativo e tem um custo estimado de 33 mil euros.

Sesimbra Município | Setembro 2009

11


Lagoa de Albufeira

Proposta de valorização

A

Câmara Municipal de Sesimbra apresentou uma candidatura ao Quadro de Referência Estratégico Nacional para protecção e valorização da margem sul da Lagoa de Albufeira. Esta intervenção corresponde à implementação parcial do Plano de Praia da Lagoa de Albufeira previsto no Plano de Ordenamento da Orla Costeira Sintra – Sado. O projecto, estimado em 2 milhões de euros, propõe a recuperação das dunas e a construção

de um conjunto de infra-estruturas, entre as quais um passadiço sobrelevado em madeira desde a Casa do Infantado até à Lagoa Pequena, que será um percurso privilegiado para passeios, contemplação, fotografia de natureza e observação de aves. A proposta prevê também o melhoramento do acesso às praias através de um novo passadiço entre o acesso à Lagoa-mar e a Praia da Amieira, que poderá ser posteriormente alargado à Praia do Moinho de Baixo.

O extremo ocidental da marginal será contemplado com uma plataforma dotada de iluminação e zonas de descanso, que para além de ser um local ideal para a observação da frente oceânica da Lagoa, permite o desenvolvimento de actividades lúdicas. A valorização desta zona passa ainda por uma intervenção na marginal, cujo objectivo principal é ordenar o estacionamento e melhorar o acesso viário e pedonal

Vai ter início a requalificação da Praia do Moinho de Baixo A primeira fase de requalificação da área envolvente à Praia do Moinho de Baixo vai iniciar-se dentro de dias. Nesta etapa, os trabalhos incidem essencialmente na estabilização e fixação de dunas e na reabilitação das linhas de água, nomeadamente nas ribeiras da Amieira e da Lage. No primeiro caso serão colocadas vedações e paliçadas ao longo do cordão dunar, com excepção do local preferencial de lançamento dos praticantes de parapente. O projecto prevê também a erradicação das espécies invasoras, tais como o chorão e a cana, e a plantação de estorno.

12 Sesimbra Município | Setembro 2009

Quanto às ribeiras, a intervenção tem por objectivo recuperar os ecossistemas através da limpeza das linhas de água e estabilização dos taludes. A criação de um parque de merendas, a melhoria das acessibilidades aos estacionamentos e a construção de uma praça com bancos, instalações sanitárias, duche e estacionamento para bicicletas são algumas das intervenções propostas e que deverão estar concluídas em 2011. O projecto, orçado em 1,9 milhões de euros, será financiado em 50 por cento pelo Quadro de Referência Estratégico Nacional.


ambiente Mata da Vila Amália

Novo espaço verde em Sesimbra

N

a vila de Sesimbra vai surgir um novo espaço verde e de lazer com mais de um hectare. Situado na Mata da Vila Amália, junto ao complexo desportivo do Grupo Desportivo de Sesimbra, o parque terá anfiteatro, iluminação pública e mobiliário urbano, parque infantil, corredores pedonais e um acesso em rampa e escadaria para ligação ao Largo dos Bombeiros Voluntários de Sesimbra e à EN 378. Embora seja uma zona onde já existem árvores e arbustos de diversas espécies, o projecto prevê a plantação de pinheiros,

carvalhos, zambujeiros, rosmaninho, murta e alecrim. A requalificação deste espaço de lazer, que se inicia em Setembro, surgiu como alternativa às obras previstas para o acesso à Praia da Califórnia, ao abrigo do acordo estabelecido entre a Câmara Municipal e a Obriverca, no âmbito da construção do edifício Mar da Califórnia. Visto que o novo projecto de acesso à praia foi objecto de financiamento comunitário, a autarquia optou por transferir o investimento para a requalificação daquele que é o maior espaço verde da vila de Sesimbra

A Mata situa-se junto ao complexo Desportivo do Grupo Desportivo de Sesimbra

O parque infantil vai ser um dos atractivos do novo parque

Será feira a ligação à EN378 por rampa e escadarias

Quintinha

Começou a requalificação da Praceta Florbela Espanca

I

niciou-se a requalificação da Praceta Florbela Espanca, na Quintinha. A obra, orçada em 50 mil euros e cujo prazo de execução é de 60 dias, vai transformar o largo numa zona mais convidativa para os residentes. Para além de nova iluminação, mobiliário urbano e piso em calçada e laje de betão, vai ser instalado um parque infantil. O projecto prevê ainda uma área envolvente com árvores para proporcionar sombras e zonas de descanso

O projecto prevê a plantação de árvores e a colocação de mobiliário urbano

O piso vai ser substituido por calçada e laje de betão

Sesimbra Município | Setembro 2009

13


educação ambiente

Inauguração da Escola Básica do 1.º Ciclo e Jardim-de-infância do Pinhal do General

Ano novo escola nova Cerca de quatro centenas de crianças da freguesia da Quinta do Conde iniciaram o ano lectivo numa nova escola, ampla, moderna, funcional e amiga do ambiente. O equipamento representa um investimento de mais de 2 milhões de euros e insere-se no plano de requalificação da rede escolar levado a cabo pela Câmara Municipal nas três freguesias.

A

a b e rtura da Escola Básica do 1.º Ciclo e Jardim-de-infância do Pinhal do General foi, sem dúvida, o acontecimento que marcou o arranque do ano lectivo no concelho de Sesimbra, sobretudo na freguesia da Quinta do Conde, onde 400 alunos puderam iniciar as aulas num novo espaço, amplo, moderno e funcional, que reúne

14 Sesimbra Município | Setembro 2009 2007

todas as condições para uma aprendizagem de qualidade. A escola, orçada em 2 milhões e 65 mil euros, dos quais 750 mil foram financiados pelo Quadro de Referência Estratégico Nacional, veio substituir a Básica n.º 1 da Quinta do Conde, que funcionava em pavilhões pré-fabricados há mais de 30 anos. Para além da melhoria do espaço físico, a entrada em funcionamento deste equipamento representa também o aumento do número de turmas em horário normal, já que até aqui a maioria funcionava em horário duplo. Em relação ao pla-

neamento dos horários, a Comissão Instaladora Transitória teve a preocupação de criar um modelo para as turmas que possibilite uma utilização dos espaços mais adequada, evitando a sua sobrelotação e permitindo organizar e vigiar melhor os recreios e o refeitório, que serve diariamente 360 refeições. Composto por 12 salas de 1.º Ciclo e quatro de Pré-escolar, o equipamento está dividido em três grandes conjuntos ligados por corredores que permitem uma fácil comunicação entre eles:


A cerimónia de inauguração da nova escola contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, do secretário de Estado adjunto e da Educação, da presidente da Assembleia Municipal e dos autores do projecto, que guiaram os convidados numa visita ao equipamento. um destinado a salas de aula e actividades para o 1.º Ciclo e para o Jardim-de-infância, outro que engloba a biblioteca, salas polivalentes e refeitório e um terceiro conjunto destinado à parte administrativa e de funcionários. Integra também uma sala multi-deficiência, a segun­da no concelho, para apoio a crianças com necessidades educativas es­peciais. Em relação ao edifício, importa referir o sistema de aproveita-

mento de águas pluviais, que permite que estas sejam utilizadas para rega, autoclismos e no arrefecimento da cobertura do telhado em dias de maior calor, diminuindo os gastos de energia. Outro dos princípios amigo do ambiente é a máxima rentabilização da luz solar, através da disposição das salas de aulas, criação de clarabóias ao longo dos corredores e colocação de palas nas janelas. Com a abertura desta escola foi criado o Agrupamento de Escolas da Boa Água, que engloba também a EB1 n.º 2 da Quinta do Conde e a EB Integrada da Boa Água

Ensino Básico

Autarquia adjudicou Escola de Sampaio

A

lguns dias antes da inauguração da Escola do Pinhal do General, a Câmara Municipal adjudicou a empreitada de construção da Escola Básica de 1.º Ciclo e Jardim-de-infância de Sampaio, que substituirá, já no próximo ano lectivo, a EB1 de Santana, a funcionar actual­mente apenas em três salas de aula. Este é mais um passo para a renovação do parque escolar, neste caso da freguesia do Castelo. O projecto, orçado em perto de 2 milhões e 400 mil euros, conta com o financiamento de 800 mil euros do Quadro de Referência Estratégico Nacional. O edifício contempla 12 salas para o 1.º Ciclo, quatro para jardim-de-infância, bi­blio­teca/me­dia­te­ca, refeitório para 150 alunos, cozinha,

sala de professores, gabinetes de trabalho, posto médico/gabinete de psicologia, reprografia, sala de associação de pais, sala de funcionários e arquivo. Uma das particularidades do projecto é a disposição das salas de aula, que permite criar diferentes valências, como a instalação de uma horta pedagógica, um pomar e uma sala de actividades exterior. Os campos de jogos vão funcionar isolados, para que sejam utilizados pela comunidade fora dos períodos lectivos. Tal como no Pinhal do General, a escola de Sampaio vai aumentar a oferta em regime normal para o 1.º Ciclo e possibilitar que os alunos usufruam da educação a tempo inteiro, garantindo assim o reforço da qualidade pedagógica e a componente de apoio à família

Sesimbra Município | Setembro 2009

15


ambiente educação Coto via

Quinta do Conde

Boa Água

Escola

AUGI 24 da Ribeira do Marchante

Ribeira do Marchante

Cemitério

Legenda: Espaço para Equipamento Escolar (22.250,00 m2)

Autarquia cede terreno para escola secundária

A

Câmara Municipal vai ceder um terreno ao Ministério da Educação, situado na Ribeira do Marchante, Quinta do Conde, para construção da nova escola secundária da freguesia. A parcela, com 22 mil metros quadrados, faz parte de uma área de 44 mil metros quadrados destinada a equipamentos e espaços verdes, que foi integrada no domínio público em cumprimento do Plano de Pormenor n.º 1 da AUGI 24. Após a aprovação desta proposta por parte da Assembleia Municipal, a autarquia deliberará sobre a entrega do terreno. Entretanto, o projecto de arquitectura da escola está a ser desenvolvido pelo Ministério da Educação e deverá estar concluído nos primeiros meses de 2010. A Escola Secundária da Quinta do Conde é um dos equipamentos escolares mais

aguardados, tanto pela população da freguesia como pela Câmara Municipal, que já fez inúmeras reuniões com o Ministério onde manifestou a falta de uma escola secundária naquela que é uma das freguesias com a população mais jovem do país. A única escola secundária existente neste momento na Quinta do Conde é a Michel Giacometti, adaptada há cerca de uma década a esta função, e que de momento, para além de estar sobrelotada, não tem capacidade para dar resposta às necessidades dos alunos que frequentam este grau de ensino. A situação obriga muitos dos alunos da freguesia a terem de se deslocar para estabelecimentos de ensino de concelhos vizinhos. Espera-se que a cedência do terreno seja mais um factor para pressionar o Ministério a avançar com a obra, que permitiria resolver um dos mais graves problemas da freguesia

Boa Água

Básica Integrada abre com apenas um pavilhão

A

pesar de ainda não estar concluída, a Escola Básica Integrada da Boa Água, na Quinta do Conde, abriu portas no dia 22 de Setembro. A decisão partiu do Ministério da Educação, responsável pela construção do equipamento, que tentou deste modo minimizar os incómodos causados pelo atraso nos trabalhos. Ao longo do processo, a Câmara Municipal alertou diversas vezes para a possibilidade de se verificar esta situação e organizou, inclusive, uma reunião com pais na véspera de abertura do estabelecimento, na qual não compareceu nenhum representante do Ministério. Prevê-se que, até ao final de 2009, as aulas decorram em paralelo com as obras, num pavilhão preparado para o efeito, separado do

16 Sesimbra Município | Setembro 2009 2007

restante espaço escolar para garantir a segurança e comodidade de professores e alunos. É uma solução de recurso que, no entanto, inviabiliza uma série de valências, como os laboratórios ou os recintos desportivos no exterior. Construída num terreno de 12 mil metros quadrados cedido pelo município, a EBI representa um investimento de 3 milhões de euros, dos quais 300 mil provêm do orçamento municipal. Quando estiver concluída e a funcionar em pleno terá capacidade para cerca 800 alunos divididos por 20 turmas de 2.º e 3.º Ciclo e oito de 1.º Ciclo. Nessa fase, a EBI da Boa Água vai absorver o excesso de alunos de 2.º e 3.º Ciclo que existe, tanto na Giacometti como na Básica Integrada da Quinta do Conde

Obras deverão terminar no final de 2009


desporto

A Recepção contou com a presença de mais de 500 pessoas

IV Aquatlo de Sesimbra

150 atletas encheram Baía

A

vila de Sesimbra mostrou mais uma vez que tem as condições perfeitas para receber provas de aquatlo, modalidade que conjuga a natação e a corrida. Prova disso foi a quarta edição do Aquatlo de Sesimbra, que reuniu cerca de 150 atletas, entre federados e não federados. Miguel Fernandes, do Olímpico de Oeiras, foi o vencedor da prova

Bota Big Band

a contar para o campeonato nacional, com um tempo de 26 minutos e 10 segundos. Na prova de lazer, o vencedor foi o juvenil Pedro Gaspar, que terminou o percurso em 14 minutos e 3 segundos. Os federados cumpriram 750 metros de natação e 4 mil e 600 de corrida enquanto os nãofederados nadaram 300 metros e correram 2 mil e 300

Grupo Corpus, da Cercizimbra

Pinhal do General

Recepção à comunidade educativa

A

recém-inaugurada Esco­la Básica e Jardim-de-infância de Pinhal do General foi este ano o palco escolhido para dar as boas-vindas à comunidade escolar. A recepção à comunidade educativa contou mais uma vez com a participação de mais de 500 professores, auxiliares, alunos e encarregados de educação que partilharam experiências e momentos de convívio animados pela Bota Big Band e pelo Grupo Corpus, da Cercizimbra. A cerimónia contou ainda com uma

homenagem aos alunos com maior sucesso, pessoal docente e não docente que se aposenta este ano e a um cabo da Guarda Nacional Republicana, membro do projecto Escola Segura, que passou à reserva. O programa da recepção estende-se até 31 de Outubro e inclui um ciclo de conferências, que decorre de 2 a 30 de Outubro, duas saídas de campo, no âmbito do Projecto Educação Ambiental, e um workshop sobre expressão dramática em contexto educativo

Regata de Aiolas

A dupla Artur Pereira e Paulo Carvalho foi a vencedora da edição deste ano da Regata de Aiolas, a mais antiga das provas desportivas de Sesimbra, com quase 70 anos. A iniciativa, que se realizou a 20 de Setembro, contou com a participação de 26 embarcações, número recorde na última década. De realçar a maior participação feminina de sempre, com cinco concorrentes em prova.

Formação

Gestão da época desportiva

E

stão abertas inscrições pa­ra acções de formação nas áreas de Planeamento e Gestão de uma Época Desportiva, Financiamento de Projectos de Desenvolvimento Desportivo, Fiscalidade no Desporto e Treino de Jovens: Princípios Orientadores. As aulas têm lugar no Pavilhão Municipal de Sampaio. Os técnicos e dirigentes de associa-

ções do concelho de Sesimbra beneficiam de redução do custo da inscrição, ao abrigo do Programa de Apoio ao Associativismo Sesimbrense. Para mais informações contacte o Gabinete de Apoio ao Associativismo Sesimbrense da Câmara Municipal de Sesimbra, pelo telefone 21 228 82 66 ou pelo telemóvel 93 998 24 85

Sesimbra Município | Setembro 2009

17


cultura Carta Arqueológica

Sesimbra revela património A apresentação da nova Carta Arqueológica de Sesimbra foi o ponto de partida para três dias dedicados ao património arqueológico do concelho, que incluíram uma conferência com especialistas nacionais e internacionais, uma visita à Roça do Casal do Meio e o lançamento dos áudio e videoguias da Capela do Espírito Santo dos Mareantes.

U

m dos maiores povoados da Idade do Bronze conhecido na Europa, com cerca de 100 hectares, contemporâneo das guerras de Tróia (cerca de 1200 a 800 a.C.), e uma placa de madeira com um texto em árabe, datado de cerca de 1195-1199, única em Portugal, foram os achados mais relevantes feitos pela equipa que esteve envolvida na elaboração da nova carta arqueológica de Sesimbra. O documento, que contou com a colaboração de arqueólogos, espeleólogos, alunos de belas-artes e de arqueologia das Faculdades de Belas-Artes e de Letras da Universidade de Lisboa, do Centro de Estudos e Actividades Especiais, da Liga para a Protecção da Natureza e do Núcleo de Espeleologia da Costa Azul, que durante os últimos dois anos e meio caminharam pelo território do concelho à procura de vestígios de ocupação humana, e que identificaram cerca de 300 novos sítios com interesse arqueológico, foi apresentado no dia 3 de Setembro, na Fortaleza de Santiago, perante cerca de duas centenas de convidados. O lançamento da publicação foi o ponto de partida para um programa de três dias intitulado Arqueologia de Sesimbra – Patrimónios Revelados, que prosseguiu, no dia 4, com uma conferência que reuniu especialistas conceituados de Portugal, Brasil, França e Reino Unido em torno dos dados arqueológicos e da relação destes com o património natural, bem como sobre a forma de tirar partido, em termos museológicos, de toda esta informação.

Visita à Roça do Casal do Meio

Visionamento dos áudio e videoguias da Capela

Apresentação da nova Carta Arqueológica de Sesimbra, na Fortaleza O dia terminou na Capela do Espírito Santo dos Mareantes com a apresentação dos audioguias e videoguias de Sesimbra, que permitem visitar virtualmente o valioso espólio do monumento com mais de cinco séculos. No dia 5, uma centena de curiosos e especialistas na matéria participaram numa visita à Roça do Casal do Meio, na Serra do Risco, onde está localizado o povoado da Idade do

18 Sesimbra Município | Setembro 2009

Bronze, e se prevê que possa ganhar forma um parque arqueológico. O interesse arqueológico de Sesimbra O interesse arqueológico de Sesimbra é muito antigo. No século XIX, Carlos Ribeiro, fundador do Museu dos Serviços Geológicos, interessou-se por este território. Mais tarde, na década de 40, passaram por

O Cineteatro Municipal recebeu uma Conferência dedicada ao tema aqui dois grandes vultos da arqueologia, Henry Breuil e George Zbyszewsky. Em 1955, Eduardo da Cunha Serrão fixa aqui o seu projecto de investigação, que resulta na primeira Carta Arqueológica do concelho, concluída em 1973 mas publicada apenas em 1994. Os novos métodos de investigação e as tecnologias disponíveis justificaram avançar para esta nova Carta Arqueológica


Câmara celebra acordo com Estado e GNR

Fortaleza é do Município! A Fortaleza de Santiago, situada na vila de Sesimbra, passou finalmente para a posse do município. O Auto de Restituição, Cedência e Aceitação foi assinado no dia 15 de Setembro de 2009 entre a Direcção-geral do Tesouro e Finanças, a Guarda Nacional Republicana e a Câmara Municipal de Sesimbra. Depois de, em Maio de 2006, ter conseguido um acordo de intenções com a GNR, que permitiu abrir ao público o mo­numento e realizar no seu interior várias actividades culturais, a autarquia chegou a um entendimento que lhe permite iniciar a recuperação de um dos edifícios mais emblemáticos da vila e a instala-

Perspectiva do projecto de recuperação da Fortaleza ção de várias valências culturais e de lazer no seu interior, com destaque para o Museu do Mar. Com este acordo, a Direcção-

-geral do Tesouro e Finanças compromete-se a ceder a Fortaleza ao município por 87 anos, com possibilidade de renovação,

desde que o espaço se mantenha destinado às intenções iniciais da autarquia: instalação de um núcleo museológico, rea­ lização de actividades de carácter sociocultural, turismo e animação, bem como actividades de comércio no âmbito da restauração. A Câmara Municipal, por sua vez, compromete-se a efectuar as obras necessárias à recuperação e requalificação do imóvel, incluindo áreas exteriores e muralhas, de acordo com o projecto aprovado. A compensação financeira devida ao Estado pe­­ ­la autarquia corresponde ao va­lor das obras referidas e aos encargos de manutenção pelo perío­do de cessão

Um pólo de cultura, tradição e lazer

Aqui Há Jazz! 2009

Verão Total, da RTP

Zimbra Estações

Foto: José Clímaco Pereira

Situada ao centro do areal de Sesimbra, a Fortaleza de Santiago, edificada no século XVII, tem sido, nos últimos anos, um palco privilegiado para a realização de eventos. Desde 2006, altura em que a Câmara Municipal chegou a acordo com a GNR para a abertura ao público do monumento e realização de iniciativas no seu interior, a Fortaleza tem recebido regularmente música, exposições, feiras, festivais e programas de televisão. A recuperação do edifício vai permitir que este espaço receba o núcleo museológico do Museu do Mar e ganhe mais condições para este tipo de actividades.

Tinyfish Elektro Kardiogramm

As Quatro Estações, de Vivaldi

Feira do Livro

Comemorações do Dia do Pescador

Sesimbra Município | Setembro 2009

19


actividades económicas Turismo

Câmara apresenta Plano Estratégico

E

ncontrar soluções para combater a sazonalidade e valorizar os aspectos que diferenciam o concelho em relação a outros destinos são alguns dos objectivos do Plano Estratégico do Turismo de Sesimbra. O documento, que se encontra em elaboração, foi apresentado publicamente no Auditório Conde de Ferreira a uma plateia de perto de 70 convidados, entre os quais empresários, autarcas e representantes de entidades locais. Tratou-se de uma «sessão de trabalho destinada a recolher comentários e sugestões, para que estas possam ser contempladas na versão final, apresentada durante o próximo ano», referiu o presidente da Câmara Municipal, Augusto Pólvora. Adjudicado no início de 2009

A versão final do plano será apresentada no próximo ano à firma Augusto Mateus e Associados, o Plano Estratégico assenta em cinco vectores principais, com especial ênfase na estruturação dos produtos turísticos centrados na economia do mar, nas vertentes pesca e

lazer, bem como nos valores naturais do concelho. No projecto, a vila de Sesimbra deve assumir-se como eixo central na estratégia turística e, nesse sentido, propõe-se uma aposta na reabilitação ur-

bana e na regeneração económica e social. A Arrábida, o Cabo Espichel, a Lagoa de Albufeira e a Aldeia do Meco aparecem também neste estudo como pólos dinamizadores de actividades. Estas são algumas propostas que, a par da iniciativa empresarial e da qualificação da oferta, podem criar condições para que Sesimbra «se afirme como um destino capaz de atrair determinados segmentos etários, culturais e profissionais», referiu Augusto Mateus. Por se tratar de um instrumento importante para o desenvolvimento do concelho, a Câmara Municipal vai desencadear um período de participação pública, durante o qual a comunidade poderá apresentar ideias e sugestões

ZimbraMel volta a atrair milhares de visitantes ao Castelo Apesar do calor que se fez sentir no último fim-de-semana de Agosto, cerca de 25 mil pessoas passaram pelo Castelo de Sesimbra, que acolheu pela 11.ª vez a ZimbraMel – Feira do Mel da Península de Setúbal. Reconhecido como um dos mais importantes certames do género realizados em Portugal, onde se transaccionam, normalmente, cerca de 6 mil quilos de mel, a Feira tem

20 Sesimbra Município | Setembro 2009

conseguido alcançar o seu principal objectivo: impulsionar a actividade apícola no concelho. Nos últimos anos, o número de apicultores sesimbrenses tem crescido significativamente, representando mais de metade dos sócios da Associação de Apicultores da Península de Setúbal. A comprovar a qualidade do mel de Sesimbra, dois produtores da terra

arrecadaram o 1.º e o 3.º lugar no concurso que premeia os melhores méis da região. Para além de ser procurada pelo mel e seus derivados, a ZimbraMel tem cativado os visitantes com a qualidade e diversidade da doçaria apresentada. Este ano, para dar a conhecer as especialidades locais, foi criado um concurso de doçaria direccionado para profissionais.


ambiente pessoas

Amável e eulália sousa

Duas vidas dedicadas ao ensino

C

om 86 e 90 anos, Amável e Eulália Sousa dedicaram grande parte da sua vida ao ensino no concelho de Sesimbra. Eulália nasceu e cresceu em Almada, enquanto que Amável sempre fez vida em Lisboa, até começar a dar aulas. Mas foi em Sesimbra que se conheceram, casaram e fixaram residência. Depois de mais de 60 anos de vida em conjunto, mantêm a vivacidade de outros tempos e continuam activos, participando na vida escolar e cultural de Sesimbra. «O segredo é não nos lamentarmos demasiado e fazermos as coisas tão bem quanto podemos», revela Eulália Sousa. «Às vezes já custa – as pernas pesam, a memória falha – mas enquanto pudermos vamos tentando estar presentes», garante. Ao longo de quase cinco décadas como professores, presenciaram o nascimento de inúmeras escolas, acompanharam o fim da ditadura e assistiram a importantes reformas na área da educação. Eulália já tinha cinco anos de serviço quan­ do chegou a Alfarim. Passou pelo Vimeiro,

por Almada e pelo Alentejo até se fixar no concelho. Depois de três anos em Alfarim, passou outros três no Zambujal até ser colocada na escola de onde só saiu quando se aposentou, em Santana. Amável começou a dar aulas na escola de Sesimbra, um ano antes de Eulália chegar a Alfarim, em 1945. Anteriormente ainda esteve a leccionar na Parede, em São Mamede da Ventosa e na Graça, com um interregno forçado pelo meio para cumprir serviço militar. O primeiro encontro entre os dois surgiu quando Eulália se apresentou ao serviço, em Outubro de 1946. Desde essa altura, partilham juntos uma história de vida e a experiência profissional. «Quando me casei fui morar para Santana porque a Eulália já lá tinha casa. Entretanto, como ela não queria vir para Sesimbra, acabei colocado na mesma escola que ela», relata o professor. «Eu não gostava do ambiente de que ouvia falar da escola de Sesimbra e sempre preferi deixar-me ficar cá em cima», remata Eulália. Juntos, abraçaram também o projecto Telescola em Santana, uma espécie de ensino

à distância leccionado com recurso à televisão. «Ia um professor à televisão que dava a aula e nós depois tínhamos um guia para fazer a exploração da lição», explica o professor Amável. «Éramos a ponte entre o professor e os alunos». De acordo com os professores, a implementação do ensino preparatório, em 1972, acabou por acabar com a Telescola, visto que ambos os projectos se dirigiam aos mesmos níveis de escolaridade. As recentes polémicas na área da Educação têm sido atentamente acompanhadas pelo casal, que apesar de reformado, faz questão de se manter informado sobre a temática. «No meu tempo os alunos não andavam à pancada com os professores», conta Eulália. «Conseguíamos disciplinar as crianças para que não houvesse faltas de respeito e má educação», afirma. Aposentados há quase 20 anos, Amável e Eulália Sousa continuam a ser conhecidos pela dedicação com que se entregaram ao ensino, característica que ainda hoje os liga fortemente aos destinos do concelho de Sesimbra

este mês em www.cm-sesimbra.pt Áudio e videoguias

Já é possível fazer uma visita à Capela do Espírito Santo dos Mareantes e conhecer a história do edifício quinhentista e as principais peças do seu espólio, através do primeiro conjunto de áudio e videoguias lançados pela Câmara Municipal e disponíveis na área Cultura. O projecto vai agora alargar-se a outros espaços do concelho. Gripe A

A Câmara Municipal disponibiliza no seu site um conjunto de conselhos úteis relacionados com a Gripe A.

Fortaleza

Na sequência da passagem da Fortaleza de Santiago para o município, o site apresenta uma galeria de imagens dedicada ao monumento e diversos aspectos relacionados com a sua história. Visitsesimbra.pt em alemão

Depois das versões inglesa e espanhola, o site do turismo de Sesimbra (www.visitsesimbra.pt) já está disponível em alemão. Em breve será lançado também em francês, o que permite levar o concelho cada vez mais longe.

Sesimbra Município | Setembro 2009

21


t t ome nota

Ao Encontro dos Sons

A 3.ª edição do espectáculo Ao Encontro dos Sons de Sesimbra conta com participações do Grupo Coral Voz do Alentejo, Grupo Cavaquinhos da Quinta do Conde, das Batucadeiras de Coração Aberto e do grupo MG Mboos. O concerto tem lugar no Cineteatro Municipal, dia 10 de Outubro, pelas 21.30 horas, e o bilhete custa 3 euros.

Vitorino em Sesimbra

Vitorino regressa a Sesimbra acompanhado por músicos argentinos para apresentar o seu mais recente disco. Canções dos anos 20, 30 e 40 e tangos em português evocam grandes autores como Carlos Gardel, Jorge Luís Borges e António Lobo Antunes. Dia 9 de Outubro, às 21.30 horas, no Cineteatro Municipal.

Workshop Policial

Policial, A Grande Literatura Menor é um workshop que vai decorrer todas as sextas de meados de Outubro até ao fim de Novembro, na Biblioteca Municipal. Dirigido pelo escritor José Xavier Ezequiel, o programa é composto por sete sessões e dirige-se a todos os que gostam de ler, partilhar, reflectir e debater sobre livros.

Mexe-te Dia Internacional do Idoso

A 1 de Outubro comemora-se o Dia Internacional do Idoso e a Câmara Municipal assinala a data com um conjunto de actividades. Observação de aves selvagens em Alcochete, Samouco e Calhariz, um passeio no barco Aquarama, uma visita a espaços culturais do concelho ou um programa dedicado à saúde e ao desporto com canoagem e vários jogos são as opções disponíveis num dia que promete ser especial. As inscrições estão abertas até 28 de Setembro, na Divisão de Habitação, Acção Social e Saúde da Câmara Municipal, pelo telefone 21 228 82 37 ou telemóvel 93 998 06 21, das 9 às 12.30 e das 14 às 17.30 horas.

22 Sesimbra Município | Setembro 2009

O Mexe-te, programa de prevenção e terapia contra a obesidade infantil, está de regresso em Outubro, desta feita com dois núcleos de intervenção: um em Sesimbra e outro na Quinta do Conde. As aulas decorrem no pavilhão do Grupo Desportivo de Sesimbra, às segundas e quartas, e no Pavilhão Municipal da Quinta do Conde, às segundas e quintas, entre as 18.30 e as 20 horas. Para mais informações contacte o Sector de Desporto da Câmara Municipal pelo 93 998 24 85.

Provas desportivas animam Sesimbra

O mês de Outubro traz à vila a Travessia da Baía e a Corrida de Sesimbra, provas desportivas que, a par da Regata de Aiolas, têm grande tradição no concelho. A Travessia da Baía, que se realiza há mais de 60 anos, consiste num percurso de 1500 metros e contará com a participação de cerca de 300 nadadores. A prova, organizada em parceria com a Federação Portuguesa de Natação, é das mais apreciadas do calendário nacional e está agendada para 4 de Outubro, às 11 horas. No dia seguinte, pelas 10 horas, é a vez da Marginal de Sesimbra acolher cerca de 800 atletas que participam na Corrida de Sesimbra, competição que teve início há mais de duas décadas, com a denominação de Espadarte de Prata.


u

ambiente CONTACTos municipais

Sabores de Outono Os chefes de cozinha dos restaurantes do concelho vão de novo dar largas à criatividade em mais uma Semana Gastronómica Sabores de Outono, que decorre entre 7 e 15 de Novembro. Nas três edições anteriores, os restaurantes participantes deram a conhecer alguns pratos e sobremesas confeccionados com figos, passas, castanhas, batata-doce ou mel. Esta iniciativa pretende promover os produtos da zona rural e é organizada pela Câmara Municipal, em parceria com a Junta de Freguesia do Castelo e associações de comerciantes do concelho.

Câmara Municipal de Sesimbra (Geral) Tel.: 21 228 85 00 E-mail: girp@cm-sesimbra.pt Site: www.cm-sesimbra.pt Linha Verde (RECLAMAÇÕES) Tel.: 800 22 88 50 Assembleia Municipal de Sesimbra Tel.: 21 228 85 51 Gabinete Municipal da Quinta do Conde Tel.: 21 210 94 70 Posto de Turismo Tel.: 21 228 85 40 E-mail: turismo@cm-sesimbra.pt Loja Ond@Jovem (Sesimbra) Tel.: 93 998 25 96 E-mail: onda_jovem_sesimbra@cm-sesimbra.pt Loja Ond@Jovem (Quinta do Conde) Tel.: 21 210 22 31 E-mail: onda_jovem_qdc@cm-sesimbra.pt Centro de Recursos Educativos Tel.: 21 268 15 91 E-mail: cre@sesimbra-edu.net Espaço Solidário Tel.: 21 210 26 49 Espaço Cidadania Tel.: 21 210 95 00 Gabinete de Apoio ao Empresário Tel.: 21 268 80 98 / 80 21 Gabinete de Apoio ao Consumidor Tel.: 21 228 86 67 Mercado de Sesimbra Tel.: 21 223 58 93 Mercado da Quinta do Conde Tel.: 21 210 94 99 Cemitério de Sesimbra Tel.: 21 228 85 70 Cemitério do Castelo (encerra às 3.as e 5.as) Tel.: 21 268 57 59 Cemitério de Aiana Tel.: 93 955 39 92 Cemitério da Quinta do Conde Tel.: 21 210 71 72

juntas de freguesia

Cem Anos do Abastecimento de água a Sesimbra Os cerca de 30 trabalhos elaborados por alunos das escolas do concelho no âmbito dos concursos Para Onde Vai Aquela Gota? (banda desenhada) e O Ciclo da Água (fotografia) vão estar em exposição no Espaço Zambujal, de 26 de Setembro a 10 de Outubro, das 10 às 12.30 e das 14 às 18.30 horas. Estas duas iniciativas estão integradas no programa das comemorações dos Cem Anos do Abastecimento de Água a Sesimbra, organizadas pela Câmara Municipal e Junta de Freguesia do Castelo.

Junta de Freguesia do Castelo Tel.: 21 268 92 10 Email: geral@jf-castelo.pt Site: www.jf-castelo.pt Junta de Freguesia da Quinta do Conde Tel.: 21 210 83 70 Email: jfquintaconde@netvisao.pt Site: www.quintadoconde.eu Junta de Freguesia de Santiago Tel.: 21 228 84 10/3 Email: geral@jf-santiago.pt Site: www.jf-santiago.pt

Atendimento por técnicos Viabilidades, Destaques, Informação Prévia, Consultas e Loteamentos Marcações: segundas, das 9 às 12.30h Atendimento: terças, das 10 às 12 e das 14.30 às 16.30h Intervenção em projectos de construção Marcações: quartas, quintas e sextas, das 9 às 12.30 e das 14 às 17.30h Atendimento: terças, das 10 às 12 e das 14.30 às 16.30h Morada: Rua da República, 3, 2970-741 Sesimbra Tel.: 21 228 85 00 Gabinete Jurídico Marcações: todos os dias, das 9 às 12.30 e das 14 às 17.30h Divisão da Fiscalização Municipal Atendimento: segundas, das 14.30 às 16 horas Divisão de Apoio Jurídico Contencioso Atendimento: terças, das 14.30 às 16 horas e quintas das 10 às 12 horas Morada: Largo do Município, 10, 2970-741 Sesimbra Tel.: 21 228 85 00

SERVIÇOS PÚBLICOS Tribunal Secretaria Judicial Tel.: 21 228 81 50 Ministério Público Tel.: 21 228 81 55 Conservatórias Registo Civil Tel.: 21 228 84 90 Registo Predial e Comercial Tel.: 21 228 84 70 Cartório Notarial de Sesimbra (na Cotovia) Tel.: 21 268 02 31 E-mail: notariamagda@gmail.com Cartório Notarial da Quinta do Conde Tel.: 21 210 56 66 E-mail: mbarreiros.notaria@cn-quintadoconde.com Serviço de Finanças Geral Tel.: 21 228 93 00 / 14 Tesouraria Tel.: 21 228 93 15 / 16 Centro Regional da Segurança Social Geral Tel.: 21 228 97 00 / 12 Delegação Marítima Tel.: 21 223 30 48

comunicação social Comércio do Seixal e Sesimbra Tel.: 96 760 16 34 Fórum da Quinta do Conde Tel.: 96 760 16 34 Jornal de Sesimbra Tel.: 21 228 92 00 Notícias da Zona Tel.: 21 087 97 90 Nova Morada Tel.: 21 244 37 98 O Condense Tel.: 21 086 44 55 O Sesimbrense Tel.: 21 228 00 61 / 21 223 02 27 Sesimbra FM Tel.: 21 228 92 00 Raio de Luz Tel.: 21 268 15 54

utilidades

transportes

Transportes Sul do Tejo Sesimbra Tel.: 21 268 94 10 Laranjeiro Tel.: 21 042 70 00 Moita Tel.: 21 112 63 51 E-mail: tst@tsuldotejo.pt | Site: www.tsuldotejo.pt Fertagus Tel.: 21 106 63 00 E-mail: fertagus@fertagus.pt | Site: www.fertagus.pt Táxis Santiago Tel.: 91 975 59 27 / 21 268 20 93 Tel.: 96 400 44 80 / 91 759 31 97 | Tel.: 96 687 55 95 Tel.: 96 602 36 10 | Tel.: 91 752 76 37 / 91 757 23 12 Tel.: 91 931 28 66 Castelo Tel.: 91 721 55 26 | Tel.: 96 602 35 41 Tel.: 91 937 33 47 | Tel.: 96 983 39 03 Tel.: 96 402 20 41 | Tel.: 96 802 97 54 Tel.: 96 404 53 89 | Tel. 96 263 42 55 Quinta do Conde Tel.: 91 935 60 14 Tel.: 93 450 00 25 | Tel.: 96 903 35 93 Tel.: 96 305 03 10 | Tel.: 91 963 76 87 Tel.: 96 600 11 53 / 96 705 11 35 Tel.: 96 520 46 48

EMERGÊNCIA Bombeiros Voluntários de Sesimbra Piquete de Sesimbra Tel.: 21 228 84 50 Piquete da Quinta do Conde Tel.: 21 210 61 74 Cruz Vermelha Portuguesa Quinta do Conde Tel.: 21 210 02 12 GNR Sesimbra Tel.: 21 228 95 10 Alfarim Tel.: 21 268 88 10 Quinta do Conde Tel.: 21 210 07 18 Polícia Marítima Tel.: 21 228 07 78 Centros de Saúde de Sesimbra Sesimbra Tel.: 21 228 96 00 Santana Tel.: 21 268 92 80 Quinta do Conde Tel.: 21 211 09 40 Linha SOS Criança Tel.: 800 202 651 (grátis) Linha Verde Recados da Criança Tel.: 800 20 66 56 Comissão de Protecção de Crianças e Jovens do Concelho de Sesimbra (CPCJ) Tel.: 21 268 73 45 Protecção Civil (CMS) Tel.: 21 228 05 21 Piquete de Águas (CMS) Sesimbra Tel.: 21 223 23 21 Quinta do Conde Tel.: 21 210 95 06 EDP (avarias) Tel.: 800 50 65 06 PT (avarias) Tel.: 16200 para mais informações consulte o site da Câmara Municipal www.cm-sesimbra.pt

farmÁcias de serviço Setembro

Leão Lopes Rodrigues Pata Bio-Latina Quinta do Conde Santana Cotovia

Outubro

23 24 25 26 27 28 29 30 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27

A Farmácia de Alfarim funciona em regime de disponibilidade. Neste regime a farmácia é obrigada à disponibilização permanente do farmacêutico ou seu auxiliar legalmente habilitado. Em caso de ausência deverá ser afixado de forma bem visível o contacto do técnico responsável.

Santiago

Quinta do Conde Castelo

Farmácia de serviço em cada freguesia

freguesia de santiago Lopes Tel.: 21 223 30 28 Leão Tel.: 21 228 80 78

freguesia da quinta do conde Rodrigues Pata Tel.: 21 210 80 50 Bio-Latina Tel.: 21 210 91 13 Quinta do Conde Tel.: 21 211 37 28/9

freguesia do castelo Santana Tel.: 21 268 83 70 Cotovia Tel.: 21 268 16 85 Alfarim Tel.: 21 268 85 47

Sesimbra Município | Setembro 2009

23


FINALMENTE! A Fortaleza é do Município! O Auto de Cessão que atribuiu a posse da Fortaleza de Santiago ao Município de Sesimbra foi assinado no dia 15 de Setembro de 2009 pela Direcção-geral do Tesouro e Finanças. Após uma luta de décadas, este valioso património vai estar finalmente ao serviço da comunidade.

Sesimbra está de parabéns!


Sesimbra Município n.º 124