Issuu on Google+

Pág. 10

Estádio da Vila Amália N.º 110 | Ano 10 | Distribuição gratuita

1.ª fase do ordenamento da Avenida da Liberdade já tem estudo aprovado

informação | par ticipação | cidadania • Edição da Câmara Municipal de Sesimbra • Junho 2008

PARQUE DA VILA Da quinta do conde

Um novo espaço para todos Centrais

Opções Participadas 2009: cidadãos contribuem para o futuro do concelho

Págs. 3 e 8


sumário ATENDIMENTO PÚBLICO pelo executivo da Câmara

Augusto Pólvora (CDU) Presidente Planeamento Estratégico, Planeamento Urbanístico, Projecto Municipal da Lagoa de Albufeira, Águas, Saneamento, Salubridade e Ambiente, Jurídico e Contencioso, e Médico-Veterinário Terças-feiras, das 9.30 às 12.30h (Gabinete da Presidência ­­- Sesimbra) Quintas-feiras, das 14.30 às 17.30h (Gabinete de Atendimento da Quinta do Conde) Felícia Costa (CDU) Vereadora Cultura, Educação, Juventude, Habitação, Acção Social, Turismo, Informação e Relações Públicas Terças-feiras, das 9.30 às 12.30h (Gabinete de Atendimento da Quinta do Conde) Quintas-feiras, das 9.30 às 12.30h (Gabinete da Vice-Presidente - DECL) José Polido (CDU) Vereador Administração e Finanças, Actividades Económicas e Desporto Terças-feiras, das 9.30 às 12.30h (Gabinete do Vereador - Sesimbra) Quartas-feiras, das 14.30 às 17h (Gabinete de Atendimento da Quinta do Conde) Amadeu Penim (PS) Vereador Saúde Sextas-feiras, das 9.30 às 12.30h (Gabinete do Vereador - Sesimbra) Alberto Gameiro (PS) Vereador Obras Municipais e Logística Terças-feiras, das 9.30 às 12.30h (Gabinete do Vereador - Sesimbra) Quintas-feiras, das 14 às 17h (Gabinete de Atendimento da Quinta do Conde) Maria Guilhermina Ruivo (PS) Vereadora Recursos Humanos e Bibliotecas Municipais Terças-feiras, das 9.30 às 12.30h (Gabinete da Vereadora - Sesimbra) 1.as e 3.as sextas-feiras de cada mês das 9.30 às 12.30h (Gabinete de Atendimento da Quinta do Conde) Carlos Filipe de Oliveira (PSD) Vereador Protecção Civil, Modernização Administrativa e Informática Sextas-feiras, das 14 às 17.30h (Gabinete do Vereador - Sesimbra ou Gabinete de Atendimento da Quinta do Conde)* * Conforme as marcações

www.cm-sesimbra.pt

grande plano • Sementes em Sesimbra • Concentração Motard • Distribuição de cal • Alfarim em festa • Europeu na Ond@Jovem

04

no terreno • Furo de captação • Conduta de distribuição • Pavimentações • Passagem hidráulica • Abastecimento • Remodelação da rede • Ponte de Aiana • Rua Heliodoro Salgado

05

em destaque 06 | 07 • Lançamento das Variedades Regionais • Saneamento no Castelo • Foto da Gruta do Frade premiada • Aprovado o Plano Municipal de Defesa da Floresta • Abrigos para morcegos • Demonstrações de busca e salvamento • Dia da Criança

município 08 | 11 • OP - Munícipes propõem obras para as suas localidades • Assembleia visita concelho • Assembleia de Jovens - Deputados por um dia • Aprovado o estudo prévio da zona do estádio • Areias: Sesimbra mantém qualidade elevada • Autarquia dinamiza compostagem nas escolas centrais 12 | 13 • O maior espaço de lazer do concelho efeméride • Uma comunidade viva

14

ambiente • Estudo mostra alternativas

15

cultura 16 | 17 • Museus sem fronteiras • Esculturas embelezam espaço público • Terra Incógnita aconteceu • Festival Serra e Mar

CTT atrasam um mês a distribuição da Agenda Sesimbr'Acontece de Maio de 2008 sem qualquer explicação

Em Maio, o envio da agenda Sesimbr'Acontece através do correio aos munícipes que solicitam este serviço sofreu atrasos que são alheios à autarquia e que já foram comunicados aos CTT. Tal como acontece todos os meses, a agenda foi entregue no final do mês anterior e deveria ser remetida de imediato e demorar três a quatro dias a chegar ao destino. Tal não se verificou, e a maioria dos exemplares chegou aos domicílios dos munícipes no final do mês de Maio sem que tenha existido por parte dos CTT qualquer explicação para o sucedido. Dada a importância deste serviço, que já foi solicitado por mais de 2 mil munícipes, a Câmara Municipal vai tomar as medidas necessárias para que a situação não se repita. A autarquia agradece que sempre que se verifiquem atrasos significativos na entrega por correio, os mesmos sejam comunicados ao Gabinete de Informação e Relações Públicas através do telefone 21 228 85 90 ou pelo e-mail girp@cm-sesimbra.pt

18 | 19

• Prémio Científico Sesimbra • Quinzena Gastronómica das Sopas do Mar desporto 20 • Academia de ténis da Maçã • Grande Prémio da Quinta do Conde • Olímpicos triunfaram • I Nocturna de Sesimbra • Canoagem de mar pessoas • João Martelo este mês em www.cm-sesimbra.pt

21

21

tome nota 22 | 23 • Jornadas Medievais • Peixe-espada Preto • Verão com actividades desportivas • Sesimbra Beach Festival • Bibliotecas de Praia • Torneios de ténis • Peddy Paper do Ambiente • Hijas del Flamenco utilidades

23

Academia de Ténis A construção da academia

de ténis da Maçã, que será a futura sede do Clube Es­cola de Ténis de Sesimbra, representa, a par com os campos existentes na Almoinha, um forte impul­ so para a prática da modalidade, cada vez mais pro­ curada pelos jovens.

20

F I C H A T É C N I CA Edição e Propriedade Câmara Municipal de Sesimbra | DIRECTOR Augusto Pólvora (Presidente da Câmara Municipal) cOORDENAÇÃO, REDACÇÃO, PAGINAÇÃO, FOTOGRAFIA, REVISÃO E SECRETARIADO Gabinete de Informação e Relações Públicas da Câmara Municipal Avenida da Liberdade, n.º 7 – 2970-635 Sesimbra • Telefone: 21 228 85 90 • Fax: 21 228 86 87 • E-mail: girp@cm-sesimbra.pt | DESIGN GRÁFICO Rui Dias (projecto e direcção) e Bruno Campos (infografia e ilustração) | CAPA Rui João Rodrigues (fotografia) | PRÉ-IMPRESSÃO E IMPRESSÃo Belgráfica, Ld.ª | DISTRIBUIÇÃO CTT (via postal), GIRP/CMS (serviços públicos, colectividades, comércio e hotelaria) | TIRAGEM 10 000 exemplares | dEPÓSITO lEGAL N.º 134399/99 | ISSN 1646-6632 DISTRIBUIÇÃO GRATUITA | Notas: O conteúdo integral ou parcial (textos e imagens) desta revista não pode ser reproduzido sem autorização expressa da Câmara Municipal. Os eventos divulgados em antecipação podem ser alterados por motivos imprevistos.


EDITORIAL

Participação

12.13

Parque da Vila A enchente que se verificou no primeiro dia comprova a importância

deste equipamento, há muito aguardado pelos residentes na Quinta do Conde. O maior espaço verde e de lazer do concelho vai ter zonas destinadas a crianças, com vários brinquedos, percursos pedonais e zonas de descanso. A sua abertura ao público é determinante para o aumento da qualidade de vida no município, em particular na Quinta do Conde.

10 Estudo sobre o POPNA

O Auditório Conde de Ferreira encheu-se para a apresentação do estudo sobre os impactos do Plano de Ordenamento do Parque Natural da Arrábida na comunidade piscatória sesimbrense.

Vila Amália A hasta públi­

ca para o terreno do estádio da Vila Amália foi aprovada por unanimidade pelo executivo municipal. O estudo prévio prevê um novo estádio, terminal rodoviário, zona comercial e espaço para habitação.

15

informaç ão | par ticipaç ão | cid a d a n i a

Se desejar receber a revista Se­­­­­­­simbra Município e/ou a agenda de acontecimentos Sesimbr'Acontece por correio, sem custos, solicite-o indicando-nos o seu nome e morada atra­ vés do e-mail girp@cm-sesimbra.pt ou do telefone 21 228 85 90 .

Há dias encerrámos a primeira fase das Op­ ções Participadas para 2009, com um novo ci­ clo de 12 reuniões por todo o concelho. Este espaço estava inicial­ mente reservado para falar deste projecto e desta experiência de de­ Augusto Pólvora mocracia participativa Presidente da Câmara com o qual nos compro­ metemos desde o início do mandato, e que pretende fomentar a partici­ pação dos munícipes, dando-lhes a possibilidade de tomar nas próprias mãos a decisão sobre alguns inves­ timentos prementes na sua área de residência ou simplesmente de con­ frontar o executivo municipal com o seu desempenho. Estava também reservado para falar das pessoas que dão corpo à participação, que não se acomodam e que se incomodam! No entanto por um daqueles acasos em que a vida é pródiga, quis o destino que alguém que ao longo da sua exis­ tência foi um exemplo vivo de PAR­ TICIPAÇÃO E CIDADANIA nos tivesse deixado para sempre e com uma sen­ sação de vazio difícil de preencher. O Zé Carlos podia corporizar em si de forma eloquente o espírito do cidadão empenhado, persistente, dedicado à causa pública e sempre preocupado com os outros, quase sempre com o “coração ao pé da boca”. Habituámo-nos nos últimos 30 anos a vê-lo a de­ fender e liderar causas, quer fosse no Grupo Desportivo de Alfarim, de que foi fundador e grande impulsiona­ dor, quer na Assembleia de Freguesia do Castelo, na Junta de Freguesia de Santiago, na Câmara Municipal ou na Assembleia Municipal, de cuja mesa era primeiro Secretário. Falar de participação é falar de pes­ soas como o José Carlos Ezequiel, que fez da sua vida uma participação per­ manente. É falar de pessoas que se dão de corpo inteiro sem nada espe­ rar em troca. Participar, mais do que falar … é fazer acontecer!

Sesimbra Município | Junho 2008




grande plano

Sementes em Sesimbra

Concentração motard

Cerca de dois mil amantes das duas rodas estiveram presentes na primeira concentração motard do Motoclube de Cezimbra, que decorreu no Parque de Campismo Municipal do Forte do Cavalo. Concertos, convívio e um passeio pelo concelho foram algumas das iniciativas do programa, que serviu para assinalar o nono aniversário desta associação.

 Sesimbra Município | Junho 2008

A companhia de teatro russa Mutabor trouxe aos palcos de Sesimbra uma fusão inspiradora de teatro de rua, cabaré, circo e carnaval, numa mescla visual que levou dezenas de crianças das escolas do concelho ao Cineteatro Municipal João Mota. A peça Mr Pejo's Wandering Doll's inseriu-se na programação do Festival Sementes, uma mostra de artes para o pequeno público, que se apresentou pela primeira vez em Sesimbra. No âmbito do festival a companhia Théâtre Maât, da Bélgica, levou à cena O Salto do Anjo, um conto musical sem palavras com dois anjos como personagens principais.

Distribuição de cal

Requalificar os núcleos antigos é o principal objectivo da campa­nha­ de distribuição de cal e pincéis implementada pela Câmara Municipal entre Julho e Agosto. Qualquer munícipe pode inscrever­-se e levantar 10 quilos de cal e um pincel. O material deve ser requisitado às sextas-feiras no edifício do antigo dispensário, na rua Amélia Frade.

Alfarim em festa

No âmbito das comemorações do 32.º aniversário, o Grupo Desportivo de Alfarim organiza, no dia dia 29, um sarau das modalidades praticadas no clube. A colectividade assinalou a efeméride no dia 5 de Junho com uma sessão solene na qual foi decidido atribuir o nome de Rui Lupi, antigo dirigente do clube, a uma artéria da aldeia de Alfarim.

Europeu na Ond@Jovem Os jogos da selecção portuguesa de futebol no Euro 2008 estão ser transmitidos em ecrã gigante nas Lojas Ond@Jovem de Sesimbra e da Quinta do Conde. A iniciativa, intitulada Ond@Estádio, inclui animação antes dos desafios, com pintura de bandeiras, questionários sobre a selecção e criação de cartazes alusivos à participação de Portugal no Euro.


no terreno

Furo de captação

No final de Julho deve entrar em funcionamento um novo furo de captação nas Fontaínhas, Quinta do Conde. De momento estão a iniciar-se os trabalhos de construção da casa das máquinas e a instalação de equipamentos electromecânicos e autómatos. Esta obra vai aumentar a capacidade de produção do sistema da freguesia.

Conduta de distribuição

Na Avenida da Liberdade, freguesia da Quinta do Conde, entre a Rua Serra da Arrábida e a Rua Ana Castro Osório, está a ser instalada uma nova conduta de distribuição de água. Os trabalhos visam aumentar a pressão da rede nas zonas do Pinhal do General, Boa Água 1 e Conde 2. A obra deve terminar na primeira quinzena de Julho.

Pavimentações

A pavimentação das ruas Dinis Dias e Álvaro Velho, no Conde 3, freguesia da Quinta do Conde, iniciaram-se este mês. Para além do betuminoso, construção de lancis e calçada, será feita a renovação da rede de águas e criados cerca de 60 lugares de estacionamento ao longo da via. A obra tem um prazo de execução de 120 dias. A2

Quinta do Conde EN 10

Fontainhas EN 378

ER 377

Passagem hidráulica

A Câmara Municipal está a proceder à construção de uma passagem hidráulica em betão entre a Carrasqueira e o lugar do Cabedal. A obra vai garantir melhores condições de circulação para as viaturas que utilizam este percurso em direcção a Aiana, Almoínha, Zambujal ou Caixas. Durante os trabalhos esta alternativa viária está encerrada.

Remodelação da rede

Está em curso a remodelação da rede de distribuição e respectivos ramais de água em duas ruas na localidade de Caixas, freguesia do Castelo. Durante a intervenção a autarquia vai também proceder à colocação de caixas de contador. Prevê-se que as obras estejam concluídas até final do mês de Junho.

Abastecimento

Carrasqueira EN 379

Aiana Caixas

ER 377

Ponte de Aiana

Pedreiras

Sesimbra

A construção da nova ponte de Aiana tem decorrido a bom ritmo. A obra consiste no alargamento da via para um tabuleiro com seis metros, que possibilite o trânsito nos dois sentidos. Durante a realização dos trabalhos, os automobilistas que se queiram dirigir às aldeias de Aiana, Alfarim ou Caixas devem utilizar percursos alternativos.

Na zona alta da aldeia das Pedreiras, freguesia do Castelo, a Câmara Municipal está a realizar a beneficiação da rede de abastecimento de água através da substituição da tubagem antiga por novas condutas, de diâmetro superior. Os trabalhos incluem a interligação da rede distribuidora com a conduta principal e prolongam-se até final de Julho.

Rua Heliodoro Salgado

Até final de Junho decorrem os trabalhos de remodelação da rede de esgotos domésticos e pluviais na Rua Heliodoro Salgado, freguesia de Santiago. A intervenção inclui a substituição de ramais, caixas de ramal e colectores antigos. Durante os trabalhos o trânsito vai estar condicionado nesta via da vila de Sesimbra.

Sesimbra Município | Junho 2008




d

destaques

Saneamento no Castelo

Lançamento das Variedades Regionais Divulgar e preservar as es­ pécies de frutos, hortícolas e cereais produzidos na Península de Setúbal é o principal objec­ tivo da pu­­blicação Levantamento das Va­riedades Regionais, apre­ sentada no fi­nal de Maio no Es­­­paço Zambujal. Esta edi­ção da Câmara Municipal, que resulta de uma reco­lha efectuada pela asso­ ciação Co­lher para Semear en­ tre Ju­nho e Setembro de 2006, reúne 67 va­riedades de produ­ tos, muitos deles em risco de ex­ tinção. Na apresentação, Gra­ça Ribeiro, da Associação, defen­deu

a manutenção da «pro­dução de espécies locais, mais habitua­das ao clima e ao solo, e por esse mo­ tivo, mais resistentes a doenças e pragas que afectam as cultu­ ras». Optimista quanto ao futuro dos produ­ tos locais, José Po­li­do, verea­ dor do pe­­­ louro das Ac­­­­­­­tivi­da­­ des Eco­nó­ mi­cas da Câ­­­­­­­­ma­­­ra Mu­­­­­nici­pal,­ lançou um apelo­ aos pre­sen­­­tes no sentido de contacta­rem a autarquia, caso conheçam es­ pécies que não constem no ca­ tá­logo, para que sejam reunidas no projec­to Horta de Heranças, que deverá ser implementado ainda este ano.

A Câmara Municipal de Sesimbra aprovou em Maio a a­ber­tura do concurso público para a construção da rede de colectores Aldeia do Meco/Torrões, que tem 4640 metros e vai servir 930 habitantes. A obra tem um custo base de 606 mil euros e o início dos trabalhos está previsto para o final deste ano. Esta empreitada faz parte do sistema de saneamento em baixa da freguesia do Castelo, da responsabilidade da autarquia, e constitui a terceira fase do grupo de redes que envolve também as localidades de Alfarim e Caixas.

Protecção Civil Municipal

Demonstrações de busca e salvamento Cerca de 200 crianças participa­ram nu­ ma demonstração de busca e salvamen­ to realizada no final de Maio, na Fortale­ za de San­tia­go. A procura de pessoas e simulações de busca com recurso a materiais de esca­ lada foram al­guns dos exercícios reali­ zados ao longo do dia, que envolve­ram binómios constituídos por homem e cão, especialmente trei­nados para este fim. Esta iniciativa foi promovida pelo Serviço Municipal de Protec­ção Ci­vil da Câmara Muni­­cipal (SMPC), com o apoio da Associação Cinotécnica de

 Sesimbra Município | Junho 2008

Busca e Salvamento, entidade que tem participado em missões de sal­ vamento e detecção de cadáveres em Portugal e no estrangeiro. O exercício integra um conjunto de acções de formação que o SMPC organi­ za desde 2007 junto dos alunos das es­ colas do ensino básico, com o objectivo de os sensibilizar para a adopção de comportamentos de prevenção e au­ toprotecção face a situações de risco. Para Agosto está a ser preparada uma acção de busca e salvamento na Baía de Se­simbra.


Defesa da Floresta

Aprovado o Plano Municipal A Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra In­ cêndios aprovou, no final de Maio, o Plano Operacional­ Mu­ nicipal de Defesa da Flo­resta. Criado em 2007, no âmbi­ to da Resolução do Conselho de Ministros n.º 65/2007, este instrumento de gestão e pre­ venção foi actualizado com novos dados relativos a 2007, como por exemplo, a área ar­

dida, o número de incêndios ocorridos e o estado actual dos recursos florestais. O documento refere tam­ bém as medidas e dispositi­vos de prevenção dina­mi­za­dos por todas as entidades interve­ nientes na área do con­celho. O plano seguirá agora pa­­ ra a Autoridade Nacio­nal da Pro­­tecção Civil para homo­lo­ gação.

Abrigos para morcegos O Dia da Biodiversidade, 22 de Maio, foi assinalado em Se­simbra com a colocação de seis abrigos para a espécie morcego-anão em sobreiros da zona de Calhariz. A actividade, na qual participaram cerca de vinte pessoas, incluiu explicações sobre o modo de vida deste mamífero e foi acompa­

nhada por monitores do Núcleo de Espeleologia da Costa Azul e pela bióloga Luísa Rodrigues, do Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade. Esta acção de educação ambiental foi promovida pela Câmara Municipal com apoio da Casa de Calhariz.

Dia Mundial da Criança Canoagem, tiro ao arco e voleibol foram algumas das actividades que decorreram na praia de Sesimbra e na Avenida 25 de Abril no Dia Mundial da Criança. A parte da tarde foi preenchi­ da com a actuação de escolas de samba e karaoke, na Fortaleza de Santiago. As

comemorações da efeméride estenderam-se ao Parque da Vila da Quinta do Conde, inaugurado nesta data. Jogos tradicionais, ateliês de cons­trução de brinquedos, pinturas de rosto e muita animação marcaram o dia no maior espaço de lazer do concelho.

Foto da Gruta do Frade premiada

Uma fotografia da Gruta do Frade, da autoria de Francisco Rasteiro, do Núcleo de Espeleologia da Costa Azul (NECA), foi distinguida com o Prémio Concreções pelo júri das Primeiras Jornadas Científicas de Espeleologia, que decorreram em Maio na cidade de Leiria. A fotografia foi publicada na revista Visão, patrocinadora oficial do encontro, organizado pela Fe­deração Portuguesa de Espeleologia, Instituto Politécnico de Leiria e Núcleo de Espeleologia de Leiria. A Gruta do Frade foi descoberta em 1999, perto do Cabo Espichel, no decurso de uma actividade de prospecção. Desde então, o NECA tem vindo a divulgar esta e outras belezas subterrâneas em exposições e publicações. Este ano foi já descoberta uma nova sala nesta gruta.

Sesimbra Município | Junho 2008




município Munícipes propõem obras para as suas localidades

P

erto de 400 mu­ níci­pes aderiram aos foros terri­ toriais rea­­­­­lizados este ano no âm­bito das Opções Participadas. O projecto,­ implementa­ do em 2006, teve uma elevada taxa de participantes, o que reflec­te a vontade dos ci­ dadãos em traba­lhar em con­ junto com a Câmara Muni­cipal e em parti­cipar na vida do con­ celho. Educação, acessibilidades e sa­­neamento foram pontos co­­­ muns à maioria dos foros ter­ ritoriais, que se realizaram en­ tre 19 de Maio e 5 de Junho, mas houve também espaço pa­­ ra questões específicas de ca­ da loca­lidade e para suges­tões e opiniões sobre vários temas. No início de cada sessão, o pre­sidente da Câmara Munici­ pal fez o ponto de situação das obras propostas durante o OP de 2008. Algumas das intervenções estão concluídas, ou­tras encon­ tram-se em execução e as res­ tantes deverão iniciar-se em bre­ ve e estar terminadas no final deste ano.

Online Apesar de já terem terminado os fo­ ros, os munícipes podem continuar a enviar sugestões através do site das Opções Participadas. No site estão os resumos de cada sessão, a listagem de delegados eleitos e o estado das obras do OP08, para além de informação geral sobre as Opções Participadas. Saiba mais em www.op.sesimbra.pt moradores e um desgaste mais acentuado do piso, que será re­ solvido com asfaltamento pro­ visório assim que­ os trabalhos estiverem concluídos. Acessibilidades

Parque escolar A educação foi um dos temas transversais a vários foros. A me­ lhoria das condições do parque escolar e a construção de no­vos estabelecimentos domina­ram o ­ debate. O execu­tivo municipal­ apresentou o projecto para cons­­ trução da Escola Básica do­ Pri­ meiro Ciclo do Pinhal do Ge­ neral, da responsabilidade da autarquia, e que deverá entrar em funcionamento no ano lec­ tivo de 2009/2010, e deu a co­ nhecer os esforços que têm sido feitos para que a construção da Escola Básica Integrada da Boa Água, da res­ponsabilidade do

 Sesimbra Município | Junho 2008

Ministério da Educação, avance finalmente. Saneamento no Castelo A conclusão da rede de sa­ neamento no Castelo foi um dos assuntos que mereceu mai­

or destaque nos foros desta fre­ guesia. O executivo explicou a importância das intervenções em curso e frisou que a con­ clusão da rede de saneamento é uma aposta da autarquia. Ine­ vitavelmente, estas obras têm causado alguns incómodos aos

A pavimentação de vias, prin­ cipalmente na freguesia da Quin­ta do Conde e em algumas locali­dades da freguesia do Cas­ telo, e a melhoria das acessibi­ lidades ao concelho, foram ou­ tros dos temas que surgiram em vá­rios foros. A autarquia referiu o plano de pavimenta­ ções faseado, que está no ter­ reno, e fez um balanço das pavi­ mentações em curso na Quinta do Conde, que estarão concluí­ das em 2009. O contacto directo entre exe­ cutivo municipal e munícipes, que se verificou nos foros, foi destacado por muitos dos pre­ sentes como uma das princi­ pais vantagens dos Orçamen­ tos Participativos, pois permitiu dar a co­nhecer aos governantes pequenos problemas que mui­ tas vezes afectam o quotidiano dos moradores mas que acabam por passar despercebidos


Assembleia Municipal

Assembleia visita concelho O

Parque da Vila, a Loja­ Ond@Jovem, o Pólo de Leitura da Quinta do Conde, o Grupo Desportivo do Casal do Sapo e a Artesanal Pes­ ca foram alguns dos locais por onde passaram os deputados da Assembleia Municipal em mais uma visita descentralizada, acompanhada pelo presidente da Câmara Municipal e por al­ guns vereadores. O objectivo desta iniciativa foi dar a conhecer os principais projectos em curso no conce­ lho, assim como exemplos de entidades que se destacam pe­ lo seu trabalho. A visita teve início nas insta­ lações da Artesanal Pesca, as­ sociação de pescadores que re­ cebeu recentemente o Prémio Espichel e rumou depois ao Gru­po Desportivo e Cultu­ral do­ Casal do Sapo, na Quinta do­ Conde, onde foi feita uma apre­ sentação sobre o processo de

O Parque da Vila foi um dos pontos de passagem da visita reconversão das áreas urbanas de génese ilegal do Casal do Sa­ po. O Pólo de Leitura da Quinta do Conde, um espaço que tem vindo a desempenhar um pa­ pel importante no apoio escolar

às crianças da vila foi o local se­ guinte. O aumento do número de leitores e de requisições que se tem verificado levantou a questão da necessidade de uma biblioteca na freguesia. Augus­

to Pólvora garantiu que essa hipótese se encontra em fase de estudo e que poderá concreti­ zar-se para o próximo mandato. Depois do pólo, os eleitos tive­ ram oportunidade de conhe­cer, em primeira mão, o Parque da Vila, que seria inaugurado uma semana depois. Apesar do mau tempo, foi possível apresentar as valências do espaço e as es­ colhas de determinadas opções em relação aos materiais utili­ zados, como a vedação em ma­ deira, que salvaguarda a segu­ rança dos utentes, em especial das crianças, as sete entradas, todas elas com portões que evi­ tam a entrada de animais, a colocação dos brinquedos sobre a relva e a iluminação ao longo dos percursos. A visita termi­nou na Loja Ond@Jovem da Quin­ ta do Conde onde foram apre­ sentados alguns dos projectos em curso ou previstos para a freguesia

Assembleia de Jovens

Deputados por um dia

Q

ue Inseguranças Temos? Que Segurança Desejamos? foi o tema esco­lhi­ do para mais uma Assembleia Municipal de Jovens. Este ano os alu­nos levantaram questões pertinentes como as medidas tomadas para evitar o fecho do Serviço de Aten­dimento Perma­ nente (SAP), o ponto de situa­ ção relativo à Mata de Sesim­ bra e ao Plano de Ordenamento do Parque Na­tural da Arrábi­ da (POPNA), as obras previs­ tas direcciona­das especifica­ mente aos jovens ou a escassez de espa­ços verdes em certas zo­ nas do concelho. Augusto Pólvo­ ra destacou a cria­ção das Lojas Ond@Jovem na Quinta do Conde e em Sesimbra, «um projecto que tem corrido bastante bem e

Os jovens do concelho envolveram-se na política por um dia que terá brevemente uma nova valência na freguesia do Caste­ lo». Assumiu que o concelho pre­ cisa de mais equipamentos de­ sportivos e espaços verdes e de lazer e deu o exemplo do Parque

da Vila, na Quinta do Conde, co­ mo um tipo de equipamento que a autarquia quer ver implemen­ tado em mais locais. Quanto à questão do encerra­ mento do SAP, o presidente da

Câmara Municipal lembrou que a autarquia esteve sempre ao lado das populações, e que o seu papel foi fundamental para que o SAP continue aberto. A Mata de Sesimbra e o POPNA foram outros temas aos quais Augus­ to Pólvora respondeu, apesar de exigirem uma abordagem mais complexa. No final, o balanço de alunos, professores e autarcas foi posi­ tivo e ficou a promessa de que o projecto voltará a decorrer no próximo ano. Os 10 membros de cada banca­ da estarão presentes na próxi­ ma Assembleia Municipal, a 30 de Junho, para entregar as suas propostas que, mediante apre­ ciação, poderão vir a ser concre­ tizadas

Sesimbra Município | Junho 2008




município ambiente

Ordenamento da Avenida da Liberdade

Aprovado o estudo prévio da zona d

A

construção do novo está­ dio da Vila Amália, em Sesimbra, poderá iniciar-se em 2009 e estar concluí­ da no Verão de 2010, caso sejam cumpridos todos os prazos esti­ pulados pelas condições de alie­ nação aprovadas recentemente pela Câmara Municipal, e que vão ser submetidas à Assembleia Mu­ nicipal. A hasta pública do terreno, com uma área superior a 16 mil e 800 metros quadrados, tem um va­lor base de 3 milhões de euros e es­ tá agendada para Julho. O pro­ jecto faz parte da primeira fase do estudo de ordenamento da Avenida da Liberdade e contem­ pla, para além do no­vo estádio, um terminal rodo­viário que subs­ tituirá o actual e um parque de estaciona­mento público para 400 viaturas sob o complexo, gerido pela entidade promotora. Prevê também a criação de uma zo­ na comer­cial com cerca de 1400 metros quadrados e área destina­ da a habitação, tal como está defi­ nido no Plano Director Municipal. O recinto desportivo deve estar pronto num prazo de 15 meses a partir do arranque das obras, en­ quanto que o terminal rodoviário demorará mais cinco meses.

Caso os prazos estipulados sejam cumpridos, o novo Estádio da Vila Amália poderá ser uma realidade dentro de dois anos

10 Sesimbra Município | Junho Julho e2008 Agosto 2007


Limpeza dos areais

Sesimbra mantém qualidade elevada

D

urante o período de Ve­ rão, as areias das praias de Sesimbra, do Meco e da Lagoa de Albufeira estão a ser monitorizadas e tra­tadas sema­ nalmente. A reco­lha de amos­ tras para análise labo­ratorial e o tratamento com um produto­ à base de iodo permite eliminar todos os organis­mos que pos­ sam ser nocivos à saúde pública e garante que a higie­ne e qual­ idade dos areais se mantém el­ evada. Esta medida é comple­ mentada pela limpeza,­ feita ao longo do ano, com máquinas que recolhem todo o tipo de de­ tritos, evitando a cria­ção de fo­ cos de poluição. Este ano, pela

o Estádio Segundo o estudo prévio apro­ vado, o estádio deve estar obri­­­ga­ to­riamente preparado pa­­ra­ fute­ bol de 11, com relvado sin­tético, sistema de ilumina­ção, bancada coberta para duas mil pessoas, balneários e todos os restantes equipamentos necessários para o bom funcionamento de um re­ cinto com estas características. Após a construção, o Estádio da Vila Amália passará para domínio mu­­nicipal como forma de paga­ mento em espécie, enquanto que o terminal rodoviário será ad­ quirido por um milhão de euros. Ordenamento da Avenida

Os areais das praias do concelho são analisados e tratados semanalmente terceira vez consecutiva, três praias do concelho – Cali­fór­nia, Ouro e Moinho­ de Baixo – re­ cebem Bandeira Azul. O estado

dos areais é um dos critérios de avaliação para atribuição deste galardão, que distingue as me­ lhores praias da Europa

Sensibilização ambiental

Autarquia dinamiza compostagem nas escolas

O

Dia Mundial do Am­ bien­te, 5 de Junho, foi a data escolhida para o lançamento do projecto de compos­tagem nas escolas do concelho. Nesta primeira fase aderiram dez estabelecimen­ tos de ensino, aos quais a au­ tarquia já entregou compos­ tores. Espera-se que, a partir de Setembro, aumente o número de participan­tes. No início do próximo ano­ lectivo, avança

a fase de­ forma­ção de profes­ sores, o acompa­nhamento do projecto e a entrega de ma­ terial didáctico para que, em breve, cada escola possa es­ tar a produ­zir composto. A compostagem é um proces­ so através do qual se transfor­ ma matéria orgânica, sobre­ tudo cascas de frutos, fo­lhas

ve­lhas e ramos de arbustos, em composto, um fertilizante natural. Para além de produzir este “adubo” ecológico, a com­ postagem permite reduzir a quantidade de resí­duos deposi­ tados em aterro. A promoção desta actividade nas escolas é uma forma de sensibilizar os mais novos para as questões ambientais e de os incentivar a desenvolver acções amigas do ambiente

O Estudo para o Ordenamento da Avenida da Liberdade, o princi­ pal eixo viário da vila de Sesimbra, foi apresentado pela autarquia em 2006. A fase que vai arran­ car em Julho com a hasta pública do terreno do estádio é o primei­ ro passo para a reconversão desta artéria. Posteriormente será feita a ligação à zona da nascente, atra­ vés de uma rotunda no topo da Avenida, o arranjo da Mata e a ins­ talação de um edifício de serviços e do novo Mercado Municipal nos terrenos onde actualmente se lo­ caliza o terminal rodoviário

Sesimbra Município | Junho 2008

11


centrais

Centenas de pessoas escolheram o Parque da Vila, na Quinta do Conde, para passar o Dia da Criança

Inauguração do Parque da Vila

O maior espaço de lazer do concelho E

ste ano, o Dia Internacio­nal da Criança foi comemora­ do de forma diferente no Parque da Vila da Quinta do Con­ de. Desde o início da manhã, o local começou a receber muitas­ famílias, que quiseram conhecer­ de perto o novo espaço de lazer­ do concelho. O equipamento só se­ ria aberto oficialmente um pouco mais tarde, mas o entusiasmo das crianças não respeitou o protoco­ lo e mesmo antes da inauguração as zonas de brinquedos já tinham si­do completamente invadidas. «Es­ta era uma necessidade, uma exigência da população e se dúvi­ das houvessem quanto à sua im­ portância, a presença massiva de crianças e adultos é a melhor re­ sposta», afirmou o presidente da Câmara Municipal após o des­ cerramento da placa alusiva ao aco­ntecimento, a que se seguiu a inauguração da escultura Ter­ ra/Mar, da autoria do artista João Antero, uma obra de arte elabo­ rada durante a Sesimbra Art Spa­ ces 2007. A família Ramalho, que brinca­ va na relva em redor dos jo­gos tradicionais, era exemplo do con­

12 Sesimbra Município | Junho 2008

tentamento geral. «Quando che­ gámos há alguns anos esta era uma zona feia e muitas vezes ía­ mos para um espaço de la­zer na Amora. Por isso este dia é tão es­ pecial, porque a partir de hoje te­ mos um espaço para brincar e passear, de dia ou de noite», subli­ nharam. O dia foi repleto de actividades culturais, musicais, desportivas e ateliês de construção de brin­ quedos e pinturas de rosto. A pre­ ferência dos mais pequenos, e

também dos pais, recaiu mesmo nas actividades desportivas que decorreram por todo o Parque. Igualmente concorrida foi a zo­ na dos jogos tradicionais. Para os adultos esta foi uma oportu­ nidade de reviver tempos de in­ fância enquanto que para os mais novos foi um primeiro con­ tacto com brincadeiras que na maioria­ dos casos desconheciam. A par­tir de agora o Parque da Vila vai receber também um conjun­ to de iniciativas de forma regu­

lar, como espectáculos musicais, acções desportivas e animação aos fins-de-semana. Este Verão, a Câmara Municipal vai colocar no local cinco piscinas insufláveis para a prática de hi­droginástica, actividade que vai decorrer du­ rante todos os sábados de Julho. A participação é gratuita e não requer inscrição. Basta aparecer devidamente equipado (fato de banho, sandálias e toalha). En­ tretanto, a Câmara Municipal já está a dinamizar o processo de instalação de uma cafetaria, ca­ sas de banho públicas e equipa­ mentos de promoção da activi­ dade física para os adultos. O Parque, com aproximadamen­ te dois hectares, vai ser veda­ do em madeira para garantir a segu­rança dos utentes, em espe­ cial das crianças. Tem sete entra­ das com cancelas que evitam a passagem de animais, proibida, e possibilitam que equipamen­ tos de lazer estejam colocados di­ rectamente na relva, uma melhor opção em termos estéticos. A cir­ culação de veículos motorizados e bicicletas no interior não é per­ mitida


Loja Ond@Jovem

Rua

Salg

ueir oM

aia

ros

s Vid

o va d a Co

id Aven

Área destinada à instalação de quiosque, cafetaria e sanitários públicos

Rua Norton de Matos

Anfiteatro

Parque de recreio e jogos dinâmicos

a Coin

ixal

/ Se

Parque de recreio e jogos estáticos

L E GENDA

Azeitão / Se

túbal

Estrada Nacional 10

Para os mais novos

Este espaço infantil inclui vários jogos dinâmicos direccionados para crianças entre os 3 e os 14 anos. A aranha, a torre e o balanço artificial têm sido os equipamentos mais procurados pelas dezenas de crianças que frequentam o espaço diariamente.

Pais e filhos

Engloba seis equipamentos estáticos, entre eles um balancé, dois jogos de molas, uma casinha, um comboio e uma torre. É a zona central do parque e está envolvida por ca­ minhos e bancos onde os pais podem acompanhar os filhos nas suas brincadeiras.

Espectáculos

É composto por um palco circular e por três bancadas de madeira tratada em forma de meia-lua. Permite a realização de espectá­ culos de música, dança ou teatro. O local foi beneficiado com equipamentos infantis que podem ser retirados sempre que necessário.

Escultura Terra/Mar

Bebedouros

Árvores

Papeleiras

Plantas de pequeno porte

Bancos

Espaço verde

As primeiras árvores colocadas foram de copa, para criar zonas de sombra, e de crescimento acelerado, como os campestres, tílias ou frei­ xos. Foram também incluídos quatro carva­ lhos, de crescimento mais lento. Ao longo do tempo serão plantadas mais árvores.

Sesimbra Município | Junho 2008

13


efeméride

A exposição Um Areal de Gentes emocionou muitos

A colocação do monumento ao pescador num local mais nobre da vila foi uma forma de demonstrar o respeito pela classe

Dia do Pescador

Uma comunidade viva S

esimbra celebrou mais uma vez o Dia do Pesca­ dor, 31 de Maio. Este ano, a data ficou marcada pela luta dos homens do mar por melho­ res condições de traba­lho,­ o que fez com que cada mo­­­mento te­ nha sido vivido de forma inten­ sa pela comuni­dade. A relocalização do monumen­ to aos pescadores para um lo­ cal mais digno, virado para o mar e junto à Fortaleza de Santiago, o lançamento do li­ vro Sesimbra, Retrato de Uma Vila Piscatória, da autoria de De­ nyse Gérin-Lajoie, a exposição Um Areal de Gentes, no Largo de Bombaldes, e a apresentação de um estudo encomendado pela Câmara Municipal sobre o impacto do Plano de Orde­ namento do Parque Na­tural da Arrábida na comunidade pis­ catória sesimbrense foram os principais pontos do progra­ ma, que culminou com uma missa de homenagem aos pes­

14 Sesimbra Município | Junho 2008

Retrato de Sesimbra em livro O Dia do Pescador foi a data escolhida para o lançamento de um livro muito especial: Sesimbra, Retrato de Uma Vila Pis­ catória, da autoria da canadiana Denyse Gérin-Lajoie, é um fiel arquivo fo­­tográfico da vida dos pescadores do con­celho. O trabalho, sobre a vida do pescador e da comunidade sesimbrense, foi realiza­ do entre 1993 e 1996 e é fruto de uma paixão da artista pela vila de Sesimbra, que nasceu de uma visita feita uns anos antes. cadores na Igreja Matriz de Santiago. Um Areal de Gentes Logo pela manhã, quem pas­ sou pelo Largo de Bombaldes pô­ de ver ou rever a exposição Um Areal­ de Gentes, autêntico álbum de memórias das gentes de Se­ simbra, que permitiu revisitar uma vila que, durante décadas,­ teve uma vivência em tudo de­ pendente da vida do mar. As

«Visitei Sesimbra pela primeira vez em 1989 e fiquei maravilhada com tudo o que vi. A hospitalidade das pessoas, a delicadeza dos gestos dos pescadores na sua faina diária, o peixe fresco. Tudo me encantou», referiu a autora. O lançamento teve lugar no Auditório Conde de Ferreira, que acolheu a exposição de fotografia com o mesmo nome durante o mês de Maio.

visitas repetidas a cada painel,­ a tentativa de identificar aqueles que aparecem nas fo­­­­­­­tografias e as recordações da lo­­ta no areal­ e das barcas que des­­ciam dos es­ taleiros pelas ruas da vila emo­ cionaram todos os que para­ram em Bombaldes para lembrar a Sesimbra de ou­tros tempos. Saudosamente, um cravo foi deixado em frente à fotografia de Álvaro “do Zeferino”, uma imagem que re­presenta o típico pescador local.

Homenagem Ao final da manhã teve lugar a cerimónia de relocalização do Monumento ao Pescador, que contou com a presença de mais de uma centena de pessoas que não quise­ram deixar de prestar, mais uma vez, homenagem a uma das mais duras profissões, com a ha­­­bi­­­tual deposição da coroa de flo­­res junto à escultura. O presidente da Câmara Munici­ pal, Augusto Pólvo­ra, apro­veitou


No Dia do Pescador, o Auditório Conde de Ferreira encheu-se para a apresentação de um estudo sobre os impactos do POPNA na pesca de Sesimbra

Parque Marinho Professor Luiz Saldanha

sesimbrenses

Estudo mostra alternativas

N

o momento solene para expres­ sar a sua solidariedade com a lu­ ta dos pescadores. «Estamos aqui hoje a cumprir um compromisso assumido há um ano, num ges­ to que pretende reafirmar a nos­ sa identidade. A colocação deste monumento em frente ao mar, no centro da vila, traduz o respeito e o valor que atribuímos à classe piscatória», salientou. O agrupa­ mento musical Nova Galé fechou o acontecimento com uma actua­ ção que juntou muito público

o Dia do Pescador, o Auditório Conde de Ferreira­ encheu-se para a apre­ sentação do estudo do impacto das condicionantes impostas pelo Plano de Ordenamento do Parque Natural da Arrábida(POPNA) em Sesimbra, encomendado há um ano pela Câmara Municipal. Desenvolvido pelo Instituto de Oceanografia da Faculdade de Ciências da Universidade de Lis­ boa, o estudo avalia os impactos das condicionantes para a pesca comercial, pesca lúdica, náutica de recreio e mergu­lho e apre­ senta um diagnóstico de cada actividade, limitações introduzi­ das pelo POPNA, medidas mi­ nimizadoras e propostas de alteração ao regulamento. «Hoje cumprimos o compromis­ so de ter um estudo técnico-científico pronto antes de se completarem três anos da entrada em vigor do regulamento, que sirva de base a propostas que iremos apresentar ao Gover­no», esclareceu Augusto Pólvora, presidente da Câmara Municipal. Uma das conclusões deste trabalho é de que a área de pesca sofreu uma redução significativa,

o que motivou a concentração de artes na área exterior à zona protegida. «No caso da pesca de redes este decréscimo atingiu valores próximos dos 40 por cento», re­feriu Henrique Cabral, profes­sor da Uni­versidade de Lisboa. Um pro­ blema comum às res­tantes artes de pesca, à náutica de re­creio, à pesca lúdica e ao mergu­lho, desde a entrada em vigor do regulamento, em 23 de Agosto de 2005. Para chegar a estas conclusões os investigadores rea­lizaram inquéritos aos profissionais de pesca e aos diversos sectores de actividade e recorreram ainda a viagens de barco ao longo da costa. Entre as medidas minimizadoras, o estudo aponta para a pos­ sibilidade de instalação de recifes artificiais, uma solução que­ vai ao encontro da proposta avan­çada recentemente pela autarquia e que já foi comunicada ao Ins­tituto de Con­servação da Natureza e à Secretaria de Estado das Pescas. O maior envolvimento dos sec­ tores, o alargamen­to da pesca com palangre às áreas de protecção parcial, a possibilidade de se proceder à pesca da sardinha,

uma espécie que não se desenvolve dentro do Parque e cuja técnica de pesca (cerco) não põe em causa o ecossistema, a cria­ ção de um pla­no de monitorização que pos­sa ava­liar alterações do esforço de pesca face às captu­ ras e alterações às condicionan­ tes impostas à náutica de re­creio e à actividade do mergulho são algumas das muitas propostas sugeridas no documento. Na opinião da maioria dos presentes, o POPNA não está a bene­ fi­­ciar nenhum sector, e um dos principais problemas reside na «po­­­­luição», como foi referido por João Lopes, da Mútua dos Pesca­ do­­res. Uma ideia reforçada por Ri­­cardo Santos, da Coopera­tiva de Pes­­ca de Setúbal, Sesimbra e Si­nes (SESIBAL), para quem «o Rio Sa­do está a ser morto pelos interes­ses construtivos e indus­ tri­ais». Peran­te mais de cem pessoas, Augusto Pólvora informou que o Estudo de Impacto será entregue dentro em breve ao Secretário de Estado do Ambien­ te, Humberto Rosa. Esta iniciativa integrou o Festival da Serra e do Mar e as comemorações do Dia do Pescador

Sesimbra Município | Junho 2008

15


cultura Dia Internacional dos Museus

Museus sem Fronteiras T

ornar o Museu acessí­vel a todos os públicos, sobretudo às pessoas portadoras de deficiência, foi o grande objectivo da Câmara Municipal durante as comemorações do Dia Internacional dos Museus, que teve como temática central Os Museus Enquanto Agentes de Mudança Social e Desenvolvimento. Gestos que Falam e O Museu na Minha Mão foram duas das acti­ vidades destinadas a público­ com necessidades especiais, que se revelaram um sucesso e comprovaram que o Museu pode tam­ bém ser um espaço de integra­ ção. A primeira, destinada a ci­­­­­dadãos com deficiência auditi­ va,­ reuniu cerca de três dezenas de sócios da Associação Portuguesa de Surdos, que tiveram oportunidade de visitar o Museu do Mar, a Fortaleza de Santiago, a Capela do Espírito Santo dos Mareantes e o Castelo de Sesimbra guiados por uma intérprete. A segunda foi orientada para duas dezenas de utentes do Centro de Actividades Ocupacionais da Cercizimbra, que fizeram uma

Os utentes da Cercizimbra tiveram oportunidade de conhecer a Capela do Espírito Santo visita à Capela na qual identifi­ caram cores, pessoas e chapéus, desenvolvendo a capacidade de observação. À Noite no Museu foi outra das iniciativas inserida no programa das comemorações, que atraiu à Capela e ao Hospital Medie­val mais de três de dezenas de visitantes na noite de 17 para 18 de Maio. Direcciona­da para toda a família, a actividade foi orientada por qua­tro ani­madores tra-

jados à época que, de uma forma divertida e didáctica, contaram a história do edifício. O simpático capelão fez as honras da casa e explicou a origem da Capela e das obras expostas. Iluminado por duas tochas, o grupo desceu ao Hospital onde a aco­lhedora Isabel da Gama os esperava com um delicioso chá. A conversa divertiu sobretudo os mais pequenos, que ficaram boquiabertos com a ener­gia da hospitalei-

O Museu do Mar foi um dos locais visitados durante as co ra. Os visitan­tes conhece­ram ainda­ a lenda de Sesimbra contada por um pere­grino que por lá per­noitava e as aventuras de um ma­reante que se aquecia junto à chaminé. Do programa fizeram parte ac­ ções dirigidas aos mais pequenos, como A Minha Obra no Museu e Histórias na Capela e a apresentação do livro O Paraíso no Fim do Mundo – O Culto de Nossa Senho­ra do Cabo, da au-

Esculturas embelezam espaço público O espaço público do concelho de Sesimbra ficou mais rico com a coloc ação das seis esculturas concebidas durante a Sesimbra Art Spaces 2007 Bienal Internaci­onal de Artes Plásticas. A aposta na valorização de algumas artérias do concelho com a colocação de peças de grande qualidade artística foi o principal objectivo do convite ende­ reçado a um conjunto de escultores. Moisés Preto Paulo, Nélson Cardoso, João Renato, Beatriz

16 Sesimbra Município | Junho 2008

Cunha, Hans Varela, Carlos Bajouca e João Antero aceitaram a proposta e conceberam as obras em pleno Castelo de Se­simbra com vista à sua instalação na via pública. Os blocos de vidraço cedidos por empresários locais foram tomando forma durante a mostra, decorrida em Setembro do ano passado, pela mão dos sete escultores, o que permitiu ao público apreciar in loco o trabalho dos artistas. As peças estão agora colocadas

em locais de d e s­ t a q u e , servindo de cartão de vi­ sita a todos os que passam por Se­­­ si­m­­­bra. No próximo ano, a Bienal Internacional de Artes Plásticas regressa ao Castelo de Sesimbra e a outros locais do concelho com mais artistas, mais peças e mais arte no espaço público.


O fotógrafo moçambicano apresenta em Sesimbra os costumes e vivências do Niassa, uma das provincias de Moçambique

Cem Diferenças Sem Diferença

omemorações do Dia Internacional dos Museus toria de Luís Mar­ques. A obra retrata a vivência re­li­giosa no santuário do Cabo Espichel, local de culto e romaria por parte das po­ pulações das duas margens do Tejo e dos círios que o frequentavam e frequentam. Durante o evento, na Capela do Espírito Santo, o autor lembrou que a pre­ servação de cultos e santuários, como o do Cabo Espichel, é fundamental pa­ra a identidade de Portugal

Terra Incógnita

O

costumes e vivências das gentes da província­ de­ Niassa, no norte de Moçambique, foram o ponto de parti­da para a exposição Ter­ ra­­ Incógnita, do fotógrafo Sérgio­ Santimano. O artista nasceu em Moçambique mas conside­ra-­ -se­ um cidadão do Mundo, tanto por ter vivido em vários paí­ ses como por querer tornar rea­ lidade a ideia de que se vive

numa aldeia global. Passar por Sesimbra enquadra-se nestas duas vertentes. Santimano co­ nhe­ce e frequenta o conce­lho há vá­rios anos e gosta de expôr em Portugal, «um país que tem ine­ vitavelmente uma forte ligação a Moçambique». Na calha fica a possibilidade de realizar um trabalho sobre as gentes de Sesimbra. «Gostava de poder­ recupe­ rar aquelas fotografias antigas

dos pescadores e manter essa tradição, nem que seja a título fotográfico», esclarece. Por isso, tenciona percorrer o concelho e pesquisar a história e hábitos desta localidade para poder retratar as tradições antigas que ainda hoje perduram. O concei­ tuado fotógrafo moçambicano expõe Terra Incógnita no Auditório Conde de Ferreira de 14 a 22 de Ju­nho

Sesimbra Município | Junho 2008

17


aconteceu ambiente

Festival da Se N

No Alto Daquele Mar, de Amélia Muge

o Alto Daquele Mar, con­ certo único produ­zido por Amélia Muge, foi um dos pontos altos da pri­ meira edição do Festival da Ser­ ra e do Mar, que decorreu na segunda quinzena de Maio. Es­ ta parceria entre a Câmara Mu­ nicipal e o grupo Turifórum, que contou com o apoio das juntas de freguesia de Santiago e do Castelo e de várias associações e entidades foi uma forma de valorizar e promover os factores que tornam Sesimbra num des­ tino turístico único, mesmo fora da época de Verão. Gastronomia, produtos regionais, artesanato, tradições e, naturalmente, o mar

Nova Galé

Kumpania Algazarra

Noite de Fado

Teatro de Rua - Vaga Lume

18 Sesimbra Município | Junho Setembro 20082007

Dixie Gang

e a serra, foram os principais ele­mentos deste evento, que contou também com momen­ tos culturais. Destaque para a Quinzena Gastronómica das Sopas do Mar, a exposição de trabalhos de artesãos locais, o lançamen­ to de um livro de fotografia so­ bre a comunidade piscatória ou uma exposição em parceria com o Parque Natural da Arrábida. Só a meteorologia não se as­ sociou à festa e obrigou ao adia­ mento do espectáculo Água e Magias do Fogo e da Luz, na Quin­ ta dos Amarelos, e do espectácu­ lo de encerramento, As Quatro Estações, de Vivaldi, pela Camera­ ta Vianna da Motta. O balanço fi­


ambiente

rra e do Mar Quinzena Gastronómica das Sopas do Mar

Apresentação da Quinzena das Sopas do Mar nal é bastante positivo, sobretu­ do pelo envolvimento de várias­ entidades – autarquias, em­

presários, associações – num objectivo comum: promover o concelho de Sesimbra

Cerca de 1800 pessoas provaram as mais diversas sopas do mar servidas em 36 restaurantes do concelho de Se­simbra entre 21 de Maio e 1 de Junho. Realizada pela primeira vez este ano, a iniciativa, inserida no Festival da Serra e do Mar, teve um balanço positivo tanto para os munícipes e turistas como para os proprietários dos estabelecimentos ade­rentes. Creme de mexilhão, sopa de peixe, sopa do mar, creme de favas com cubinhos de lavagante e caldo de crustáceos ou massadas várias foram algumas das 59 deliciosas

propostas para saborear paladares do mar. O êxito do programa contribuiu para a divulgação os produtos do mar, que são o principal ex-líbris gastronómico de Sesimbra e da gastronomia da região no geral, bem como para potenciar as qualidades que o concelho oferece a ní­vel turístico. O sucesso desta iniciativa au­gura uma nova edição no próximo ano, que trará novos sabores, novos paladares, mais res­ taurantes participantes e mais pessoas com vontade de apreciar a riqueza que o mar pode trazer a qualquer prato.

Desporto no Festival

O desporto marcou também presença no festival com um grande prémio de atletismo, uma prova nocturna de orientação e Fado e Tango com António Chainho

Exposição Património Sesimbrense – História, Natureza e Sustentabilidade dos Recursos

a 3.ª edição do Aquatlo de Sesimbra, uma modalidade que conjuga a natação e a corrida.

Prémio Científico Sesimbra Distinguir anualmente o melhor trabalho de investigação centrado no concelho de Sesimbra é o objectivo do Prémio Científico, apresentado no final do mês de Maio, no Cineteatro Municipal João Mota. «É um incentivo à criatividade e um estímulo para os investigadores, cientistas, estudantes e professores, incluindo os que vivem e trabalham em Sesimbra», subli­ nhou o presidente da Câmara Municipal, Augusto Pólvora, na gala de apresentação deste prémio, que integra o Festival da Serra e do Mar. O projecto engloba também conferências de investigadores para apresentação e discussão de trabalhos bem como colóquios abertos ao público para divulgação dos mesmos, acções de divulgação e exposições.

A afirmação de Sesimbra como um pólo de investigação é outro dos objectivos ine­ rentes à criação deste prémio tendo sido constituído, neste âmbito, um Comité de Conselheiros que terá como missão receber e validar os traba­lhos. A gala foi abrilhantada com um concerto constituído por musicais a quatro vozes e piano, onde foram interpretados êxitos da Broadway, New West e Londres, como New York New York ou Cabaret.

Sesimbra Sesimbra Município Município | Setembro | Junho 2008 2007

19


turismo Equipamentos desportivos

Academia de Ténis na Maçã

A

construção de um com­ plexo desportivo para a prática de ténis na Maçã ini­­­ciou-se no final do mês de Maio. O equi­pamento terá um court­ central com bancada e dois cam­pos secundá­rios, ambos com­­­ piso sintético e dimen­sões ofi­­­­ciais, bem como instalações de apoio com balneários, sani­ tários, bar e sala de convívio. O edifício incluirá também as instalações da Sede Social do Clube Escola de Ténis de Se­sim­ bra (CETS), entidade que irá gerir a utilização do espaço, ao abrigo de um protocolo a assinar com a Câmara Municipal. A cons­trução desta infra-estrutura­ resulta de uma parceria entre a autarquia e um promotor privado e cons­ titui um importante contributo para a prática da modalidade e do desporto no concelho. Actualmente, o CETS conta com cerca de 50 praticantes re­

GP da Quinta do Conde

O sesimbrense Pedro Maravi­lhas, em representação do Núcleo Sportinguista de Sesimbra, venceu a primeira edição do Grande Prémio de Atletismo da Quinta do Conde, ao completar o percurso, de cerca de 10 mil me­tros, em 29 minutos e 44 segundos. No sector feminino, Vera Nunes, do Sport Lisboa e Benfica, foi a vencedora, com 35 minutos e 34 segundos. A prova, realizada em Maio, teve a participação de 87 corre­ dores e foi organizada pela Câmara Municipal de Sesimbra.

20 Sesimbra Município | Junho 2007

gulares e desenvolve as suas ac­ tividades nos campos de ténis municipais da Almoinha. Este espaço desportivo, inaugurado em Janeiro de 1993, vai ser alvo de melhoramentos, que prevêm a construção de uma arrecada­ ção, uma sala de reuniões e sani­ tários. A Câmara Municipal vai pro­ por à Associação de Ténis de Sesimbra, outro dos clubes res­ ponsáveis pela dinamização da mo­­­dalidade no concelho, um acor­­do para a gestão do espaço

Olímpicos triunfaram

João Vieira e Sérgio Vieira, que representarão Portugal nas olimpíadas, terminaram em primeiro e segundo lugar no II Grande Prémio Marcha Atlética de Sesimbra. No sector feminino venceu a lituana Kristina Sal­ tanovic, seguida de Vera Santos, ambas com presença garantida na próxima edição dos Jogos Olímpicos. A iniciativa contou com 150 atletas e foi organizada pela Casa do Benfica de Sesim­ bra e pelo Grupo Desportivo União da Azoia.

As obras para a concretização desta importante infra-estrutura iniciaram-se no final de Maio

I Nocturna de Sesimbra

Realizada pela primeira vez, a Nocturna de Sesimbra revelou-se um sucesso. A prova de orientação pedestre aconteceu no final de Maio e contou com a participação de 175 atletas. Com partida e chegada no Largo de Bombaldes, os par­ ticipantes percorreram vários locais da vila e descobriram al­ guns dos encantos do concel­ ho. A iniciativa foi organizada pelo Grupo Des­portivo União da Azoia e contou com o apoio da Câmara Municipal.

Canoagem de Mar

As cores das canoas e caiaques embelezaram as praias de Se­simbra durante o mês de Maio. No dia 18, cerca de 160 atletas participaram na II Taça de Portugal de Kayak Mar. Dois dias depois, mais de 100 par­ ticipantes marcaram presença no III Encontro de Canoagem de Mar, que envolveu todas as associações da FENACERCI da zona Sul do Tejo e outras insti­ tuições de apoio à deficiência. A inici­ativa foi associada à cam­ panha do Pirilampo Mágico.


pessoas

João Martelo

Pioneiro do associativismo

«E

stou e vou sempre estar no movi­ mento associativo». Há dois anos que dei­xou a direcção da Socie­ dade Musical Sesimbrense, mas apesar de recusar sucessivos convites para integrar os órgãos de direcção de várias colectividades do conce­lho, João Martelo mantém o bichi­ nho que o fez criar a Associação de Bene­ ficência, Amizade e Solidariedade (ABAS) e o Grupo Coral de Sesimbra. Aos 67 anos, este sesimbrense conta já com mais de 50 anos de expe­riência na vida do movi­mento associativo. «Não se concebia vida social em Sesimbra que não passasse pelo movi­ mento associa­tivo», conta João Martelo, ho­ je mais retirado da vida das colectividades. A par disso, também se tornou conhecido pela acti­vidade que desempenhou no Ho­ tel do Mar, no âmbito da qual se envolveu no sindicalismo. Actualmente, faz parte da

Assembleia Geral da Sociedade Musical Se­ simbrense e do Conse­lho Fiscal do Grupo Desportivo de Se­simbra, mas também pas­ sou pela Sociedade Musical Sesimbrense, pela presidência da Junta de Freguesia de Santiago e foi vereador na Câmara Muni­ cipal durante dois mandatos. «A vida fami­ liar ressente-se destas lides e tive mesmo de deixar o ritmo que tinha. Além disso, com esta idade já é mais difícil», justifi­ ca. Das duas associações que criou guarda «boas recordações e uma experi­ência mui­ to rica. Foram dois espaços que trouxe­ram novidade ao concelho, que não ti­nha este tipo de actividades para oferecer», expli­ ca João Martelo. Em mais de 50 anos de en­ volvimento, o movimento associativo de âmbito desportivo, cultural ou solidário não tem segredos para este homem. Hoje­ assume que o funcionamento das colec­

tividades está cada vez mais complicado. «É cada vez mais difícil encontrar pessoas com espírito de voluntário, que dêem um pouco do seu tempo e da sua vida para se dedicar ao movimento associativo», lamen­ ta. No entanto, compreende que os jo­vens não tenham hoje a mesma disponibi­lidade de há alguns anos atrás para despender em actividades deste género. No entanto, e apesar das dificuldades, João Martelo faz questão de realçar o papel social que tem sido desenvolvido pelo Centro de Apoio Só­ cio-Cultural Unidade Zambujalense (CAS­ CUZ), «uma associação que já ultrapassou a principal ins­tituição social do concelho, a Santa Casa da Misericórdia». Para João Mar­ telo, a criação de uma coordenação conce­ lhia do movimento associativo seria o pri­ meiro passo para uma viragem na vida das colectividades

este mês em www.cm-sesimbra.pt Registo de utilizador

O registo como utilizador é uma operação muito simples que lhe permite escolher os temas e as áreas que mais lhe inte­ ressam, ser alertado por e-mail cada vez que há novidades no site e conhecer o top 10 dos conteúdos mais visualizados. No Terreno

Conheça algumas das obras que estão a decorrer no concelho. Para além da localização geográfica, as intervenções são acompanhas por um texto explicativo e imagem.

Sesimbra no Google Heart

Através do Google Earth pode visualizar os principais pontos de interesse do concelho como, praias, património, hotelaria, turismo, comércio e serviços públicos. Passatempo

Responda à pergunta e ganhe bilhetes para os espectáculos do Cineteatro Municipal João Mota. Para cada espectáculo vai haver uma pergunta e um bilhete duplo grátis. A partir de Julho.

Sesimbra Município | Junho 2008

21


t t ome nota

Torneios de Ténis

Peddy Paper do Ambiente Hijas del Flamenco

A praia do Ouro recebe nos dias 12 e 13 de Julho, entre as 9 e as 17 horas, dois torneios de ténis na praia, dirigidos a crianças e adultos. O Beach Tenis Tour e o Beach Tenis Kids são iniciativas promovidas pela Federação Portugues­a de Ténis com apoio da Câmara Municipal. Esta modalidade é praticada num campo semelhante ao do voleibol de praia mas com regras muito seme­lhantes ao ténis tradicional.

As alterações climáticas e do litoral são o ponto de partida para o Peddy Paper do Ambiente, organizado pela Câmara Municipal no âmbito do programa Bandeira Azul da Europa. Esta iniciativa de educação ambiental, direccionada para crianças entre os 4 e os 10 anos, pretende sensibilizar os mais novos para as questões ambientais. Dia 16 de Julho, a partir das 10 horas.

O Cineteatro Municipal João Mota, em Sesimbra, recebe no dia 4 de Julho, às 22 horas, o espectáculo de dança Por Mi Adentro, do grupo Hijas del Flamenco. A actuação de Marta Blanco, Marta Chasqueira e Paula Igrejas remete para uma viagem temporal por entre estreias absolutas e um compêndio dos seus melhores trabalhos desde 2005, ano em que começaram a actuar juntas.

Peixe-espada Preto

A Quinzena do Peixe-espada Preto regressa a Sesimbra pelo terceiro ano consecutivo, entre 12 e 27 de Julho. Promover a gastronomia local e contribuir para a dinamização do turismo é um dos principais objectivos desta iniciativa. O Peixe-espada Preto, espécie que tem vindo a destacar-se na gastronomia e na economia local, promete apresentar-se em novas receitas propostas pelos restaurantes e, quem sabe, superar as 3750 receitas confeccionadas no ano passado pelos 50 restaurantes aderentes.

Jornadas Medievais

O Castelo de Sesimbra vai voltar a viajar até à Idade Média. Para além dos sons da época, a terceira edição das Jornadas Medievais, que decorre de 5 a 26 de Julho, apresenta ani­mações de rua, um Festim Medieval, que concilia a música e as artes performativas, e uma exposição de instrumentos de música árabe. Este ano, as Jornada Medievais marcam ainda a abertura da Torre Nova, uma construção localizada no extremo poente da cerca muralhada da medieval vila de Sesimbra. A Torre Nova vai funcionar como espaço museológico, retratando a vida e o quotidiano dos castelos medievais, em particular do Castelo de Sesimbra.

Verão com actividades desportivas

Para além da praia, o Verão é sinónimo de desporto e lazer. Numa altura em que o tempo é propício à prática de exercício físico ao ar livre, os frequentadores das praias do Ouro, do Meco e também do Parque da Vila po­ derão participar nas diversas actividades que decorrem nestes três espaços durante os próximos meses. Nas praias do concelho há fitness, actividades radicais, futebol e voleibol de praia. No recém inaugurado Parque da Vila, na Quinta do Conde, a Câmara Municipal vai instalar temporariamente uma piscina insuflável para a prática de aulas de hidroginástica e dinamizar circuitos de arco e flecha e jogos tradicionais.

22 Sesimbra Município | Junho 2008


CONTACTos municipais

Sesimbra Beach Festival

A 4.ª edição do Tiny Fish Se­simbra Beach Festival realiza-se entre 17 e 19 de Ju­lho na Fortaleza de Santia­ go, em Sesimbra. Com entrada li­ vre, o festival pretende trazer à co­munidade e aos milhares de visi­ tantes, bandas de qualidade na área do Reggae, SKA e Indie Rock. O evento abre com uma viagem pela música popu­lar portuguesa com o organista e vocalista Jorge Espa­ da, que promete não dei­xar nin­ guém indiferente. No dia se­guinte, a banda local Tripline, The Hypers e DJ´s tomarão conta da noite. O último dia do festival conta com a presença dos Stepacide e dos Souls Of Fire, duas bandas de renome no universo do reggae, e de Dj´s. Orga­ nizado pela Tiny Fish Eventos, este festival conta com os apoios da Câ­ mara Municipal de Sesimbra e da Junta de Freguesia de Santiago.

Câmara Municipal de Sesimbra (Geral) Tel.: 21 228 85 00 E-mail: girp@cm-sesimbra.pt Site: www.cm-sesimbra.pt Linha Verde (RECLAMAÇÕES) Tel.: 800 22 88 50 Assembleia Municipal de Sesimbra Tel.: 21 228 85 51 Gabinete Municipal da Quinta do Conde Tel.: 21 210 94 70 Posto de Turismo Tel.: 21 228 85 40 E-mail: turismo@cm-sesimbra.pt Loja Ond@Jovem (Sesimbra) Tel.: 93 998 25 96 E-mail: onda_jovem@cm-sesimbra.pt Loja Ond@Jovem (Quinta do Conde) Tel.: 21 210 22 31 Centro de Recursos Educativos Tel.: 21 268 15 91 E-mail: cre@sesimbra-edu.net Espaço Solidário Tel.: 21 210 94 96 Gabinete de Apoio ao Empresário Tel.: 21 228 87 14 Gabinete de Apoio ao Consumidor Tel.: 21 228 86 67 Parque Municipal de Campismo do Forte do Cavalo Tel.: 21 228 85 08 Mercado de Sesimbra Tel.: 21 223 58 93 Mercado da Quinta do Conde Tel.: 21 210 94 99 Cemitério de Sesimbra Tel.: 21 228 85 70 Cemitério do Castelo (encerra às 3.as e 5.as) Tel.: 21 268 57 59 Cemitério de Aiana Tel.: 93 955 39 92 Cemitério da Quinta do Conde Tel.: 21 210 71 72

juntas de freguesia

Bibliotecas de Praia

As bibliotecas de praia regres­ sam aos areais do concelho a par­­ tir de 1 de Julho. Durante dois­ me­ ses, os frequentadores das­ praias da Lagoa de Albufeira, Ouro, Cali­ fórnia, Moinho de Baixo e também do Parque de Campismo Forte do Cavalo podem conci­liar a descon­ tracção de um dia de la­zer com o prazer de ler um bom livro.­ Esti­ mular o desenvolvimento de há­ bitos de leitura durante as férias de Verão e a ocupação dos tempos livres dos jovens são os grandes objectivos do projecto, que existe há mais de duas décadas.

Junta de Freguesia do Castelo Tel.: 21 268 92 10 Email: geral@jf-castelo.pt Site: www.jf-castelo.pt Junta de Freguesia da Quinta do Conde Tel.: 21 210 83 70 Email: jfquintaconde@netvisao.pt Site: www.quintadoconde.eu Junta de Freguesia de Santiago Tel.: 21 228 84 10/3 Email: geral@jf-santiago.pt Site: www.jf-santiago.pt

Atendimento por técnicos Viabilidades, Destaques, Informação Prévia, Consultas e Loteamentos Marcações: segundas, das 9 às 12.30h Atendimento: terças, das 10 às 12 e das 14.30 às 16.30h

utilidades

Intervenção em projectos de construção Marcações: quartas, quintas e sextas, das 9 às 12.30 e das 14 às 17.30h Atendimento: terças, das 10 às 12 e das 14.30 às 16.30h Morada: Rua da República, 3, 2970-741 Sesimbra Tel.: 21 228 85 00

transportes

Gabinete Jurídico Marcações: todos os dias, das 9 às 12.30 e das 14 às 17.30h Dr.ª Conceição Martelo Atendimento: segundas, das 14.30 às 16 horas Dr. Babo e Dr.ª Andreia Oliveira Atendimento: terças, das 14.30 às 16 horas Dr. Escaleira Atendimento: quintas, das 10 às 12 horas Morada: Largo do Município, 10, 2970-741 Sesimbra Tel.: 21 228 85 00

SERVIÇOS PÚBLICOS

Tribunal Secretaria Judicial Tel.: 21 228 81 50 Ministério Público Tel.: 21 228 81 55 Conservatórias Registo Civil Tel.: 21 228 84 90 Registo Predial e Comercial Tel.: 21 228 84 70 Cartório Notarial de Sesimbra (na Cotovia) Tel.: 21 268 02 31 E-mail: notariamagda@gmail.com Cartório Notarial da Quinta do Conde Tel.: 21 210 56 66 E-mail: mbarreiros.notaria@cn-quintadoconde.com Serviço de Finanças Geral Tel.: 21 228 93 00 / 14 Tesouraria Tel.: 21 228 93 15 / 16 Centro Regional da Segurança Social Geral Tel.: 21 228 97 00 / 12 Delegação Marítima Tel.: 21 223 30 48

comunicação social

Fórum da Quinta do Conde Tel.: 96 760 16 34 Jornal de Sesimbra Tel.: 21 228 92 00 Notícias da Zona Tel.: 21 087 97 90 Nova Morada Tel.: 21 244 37 98 O Condense Tel.: 21 086 44 55 O Sesimbrense Tel.: 21 228 00 61 / 21 223 02 27 Sesimbra FM Tel.: 21 228 92 00 Raio de Luz Tel.: 21 268 15 54

para mais informações consulte o site da Câmara Municipal

u Transportes Sul do Tejo Sesimbra Tel.: 21 268 94 10 Laranjeiro Tel.: 21 042 70 00 E-mail: tst@tsuldotejo.pt | Site: www.tsuldotejo.pt Fertagus Tel.: 21 106 63 00 E-mail: fertagus@fertagus.pt | Site: www.fertagus.pt Táxis Santiago Tel.: 91 975 59 27 / 21 268 20 93 Tel.: 96 400 44 80 / 91 759 31 97 | Tel.: 96 687 55 95 Tel.: 96 602 36 10 | Tel.: 91 752 76 37 / 91 757 23 12 Tel.: 91 931 28 66 Castelo Tel.: 91 721 55 26 | Tel.: 96 602 35 41 Tel.: 91 937 33 47 | Tel.: 96 983 39 03 Tel.: 96 402 20 41 | Tel.: 96 802 97 54 Tel.: 96 404 53 89 Quinta do Conde Tel.: 91 935 60 14 Tel.: 93 450 00 25 | Tel.: 96 903 35 93 Tel.: 96 305 03 10 | Tel.: 91 963 76 87 Tel.: 96 600 11 53 / 96 705 11 35 Tel.: 96 520 46 48

EMERGÊNCIA

Bombeiros Voluntários de Sesimbra Piquete de Sesimbra Tel.: 21 228 84 50 Piquete da Quinta do Conde Tel.: 21 210 61 74 Cruz Vermelha Portuguesa Quinta do Conde Tel.: 21 210 02 12 GNR Sesimbra Tel.: 21 228 95 10 Alfarim Tel.: 21 268 88 10 Quinta do Conde Tel.: 21 210 07 18 Polícia Marítima Tel.: 21 228 07 78 Centros de Saúde de Sesimbra Sesimbra Tel.: 21 228 96 00 Santana Tel.: 21 268 92 80 Quinta do Conde Tel.: 21 211 09 40 Linha SOS Criança Tel.: 800 202 651 (grátis) Comissão de Protecção de Crianças e Jovens do Concelho de Sesimbra (CPCJ) Tel.: 21 268 73 45 Protecção Civil (CMS) Tel.: 21 228 05 21 Piquete de Águas (CMS) Sesimbra Tel.: 21 223 23 21 Quinta do Conde Tel.: 21 210 95 06 EDP (avarias) Tel.: 800 50 65 06 PT (avarias) Tel.: 16200

www.cm-sesimbra.pt

farmÁcias de serviço Junho

Leão Lopes Rodrigues Pata Bio-Latina Quinta do Conde Santana Cotovia

Julho

16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

A Farmácia de Alfarim funciona em Regime de Disponibilidade. Neste regime a farmácia é obrigada à disponibilização permanente do farmacêutico ou seu auxiliar legalmente habilitado. Em caso de ausência deverá ser afixado de forma bem visível o contacto do técnico responsável.

Santiago

Quinta do Conde Castelo

Farmácia de serviço em cada freguesia

freguesia de santiago Lopes Tel.: 21 223 30 28 Leão Tel.: 21 228 80 78

freguesia da quinta do conde Rodrigues Pata Tel.: 21 210 80 50 Bio-Latina Tel.: 21 210 91 13 Quinta do Conde Tel.: 21 211 37 28/9

freguesia do castelo Santana Tel.: 21 268 83 70 Cotovia Tel.: 21 268 16 85 Alfarim Tel.: 21 268 85 47

Sesimbra Município | Junho 2008

23


sesimbra

20 a 30 de Junho

de 20 a 30 de Junho Mostra de Caldeiradas restaurantes participantes:

Cataplana Real | Espadarte - Hotel Sana Sesimbra | O Canhão I | O Canhão II | O Velho e o Mar | Café Filipe | Tisaura (Zambujal)

dia 28 | sáb Música com Nova Galé (22h) Adro da Igreja Matriz

dia 20 | sex | 22h Noite de Fado e Bailarico Popular com Banda Grand’Área

Fadistas: Tânia Oleiro; Maria Inês e Miguel Pedro Viola: Pedro Mourato; Guitarra Portuguesa: Sandro Costa Fortaleza de Santiago

dia 21 | sáb Música Popular Portuguesa com Tião (20h) Miradouro do Largo da Marinha

com Xico da Cana (22h)

Rua Capitão Leitão (Rua da Galé)

dia 22 | dom | 22h Karaoke Popular

Miradouro do Largo da Marinha

dia 23 | seg | 22h Marchas Populares Marchas do Grupo Recreativo Escola de Samba Bota no Rego (início no Adro da Igreja Matriz) e da Paróquia de Santiago (início na Rua Prof. Dr. Fernandes Marques) Ambas as marchas terminam com exibição no Largo 5 de Outubro

Animação com os Pais da Catequese Adro da Igreja Matriz

dia 24 | ter | 22h Fados Adro da Igreja Matriz

dia 27 | sex Música Popular Portuguesa com Tião (22h) Miradouro do Largo da Marinha

Nova Galé (22h)

Rua Capitão Leitão

Baile Popular com Jorge Espada (22.30h) Largo 1.º de Dezembro (Fonte Nova)

Noite de Fados (22h)

com o fadista José Manuel Silva, acompanhado à guitarra portuguesa por Cristóvão Magalhães, viola clássica de fado por Vitor Pereira e viola baixo por Vitor Júnior. Largo 2 de Abril

Júlio Panão (22h)

Rua Capitão Leitão (Rua da Galé)

Noite de Fado Vadio (22.30h) Largo 1.º de Dezembro (Fonte Nova)

dia 29 | dom | 22 h Karaoke Fado Largo da Marinha – Miradouro

Música com Pedro Valada Adro da Igreja Matriz

dia 30 | seg | 22h Marchas Populares Marchas do Grupo Recreativo Escola de Samba Bota no Rego (início no Adro da Igreja Matriz)

e da Paróquia de Santiago (início na Rua Prof. Dr. Fernandes Marques) Ambas as marchas terminam com exibição no Largo 5 de Outubro

Animação com os Pais da Catequese Adro da Igreja Matriz

quinta do conde dia 20 | sex | 21.30h Duo Musical ART & SOM

Espaço exterior do Mercado Municipal

dia 21 | sáb | 20h Baile Popular

Espaço exterior do Mercado Municipal

dia 22 | dom Grupo Os Ecos (18h) Baile com Carla Carapeto (21.30h)

Espaço exterior do Mercado Municipal

dia 23 | seg Baile Popular com Noélia Costa (20h)

Espaço exterior do Mercado Municipal

dia 24 | ter Grupo Coral A Voz do Alentejo (21.30h) Baile Popular com Conjunto (22h) Espaço exterior do Mercado Municipal

dia 26 | qui | 21h Delfim Carrilha

Espaço exterior do Mercado Municipal

dia 27 | sex | 21h Marchas Populares Marchas do Centro Comunitário da Quinta do Conde e da Associação Desenvolvimento da Quinta do Conde Baile com Carla Carapeto

Espaço exterior do Mercado Municipal

dia 28 | sáb | 20.30h Grupo Etnográfico de Danças e Cantares da Região de Sesimbra XXI Festival Nacional de Folclore Espaço exterior do Mercado Municipal

dia 29 | dom | 20.30h Grupo Folclórico e Humanitário do Concelho de Sesimbra Espaço exterior do Mercado Municipal


Sesimbra Município n.º 110