Page 1

COMEMORAÇÕES . Sesimbra Cidade Educadora

Sesimbra assinala o Dia Internacional das Cidades Educadoras, 30 de novembro, com um espetáculo interativo, pelo Sui Generis Teatro, às 10.30 horas, no Largo do Município. Sesimbra integra a Rede das Cidades Educadoras desde março de 2011.

INFORMAÇÃO · PARTICIPAÇÃO · CIDADANIA _ n.º 7 _ OUT 2019 _ Edição Câmara Municipal de Sesimbra

O

Unidade de Saúde de Sesimbra Foi aprovado o lançamento do concurso público para construção da Unidade de Saúde de Sesimbra, no Morro do Calvário.

Foto: João Ferrão

Pavimentações avançam no Casal do Sapo Obras no Aqueduto do Cabo

A Câmara Municipal vai iniciar em breve as obras de requalificação do aqueduto do Cabo Espichel, entre a Azoia e a Casa da Água.


O EM DESTAQUE

O EDITORIAL

ASSEMBLEIA MUNICIPAL

Investir em Infraestruturas e equipamentos

Pavimentações

avançam no

Casal do Sapo O PROCESSO de reconversão das Áreas Urbanas de Génese Ilegal (AUGI) do Casal do Sapo conheceu mais um desenvolvimento importante, depois da aprovação, por parte da Assembleia Municipal, da proposta que autoriza a Câmara Municipal a avançar com um conjunto de pavimentações nas AUGI 40, 40A, 41, 42, 43 e 44. O documento foi aprovado por unanimidade e aclamação, numa sessão da Assembleia Municipal que contou com cerca de 70 munícipes, o que a tornou numa das mais participadas dos últimos anos. «Escolhemos fazer esta sessão descentralizada no Casal do Sapo devido à importância do assunto para esta zona, mas também para estarmos mais perto das populações, discutirmos matérias que lhes dizem respeito e percebermos melhor os problemas que as afetam», referiu a presidente deste órgão autárquico, Odete Graça. Estes aspetos foram igualmente sublinhados pelo presidente da Câmara Municipal, Francisco Jesus. «O único interesse da Câmara Municipal é resolver os problemas das populações e, neste caso especial, dos moradores destas AUGI», referiu. O autarca destacou ainda a cooperação entre proprietários, Comissões de Administração e Câmara Municipal, que tem permitido superar os problemas processuais e dificuldades de diversa ordem. «Estas pavimentações são mais um sinal de que é importante continuarmos a caminhar juntos», concluiu. Por sua vez, a vice-presidente da autarquia, e vereadora do Pelouro do Urbanismo, Felícia Costa, lembrou a urgência das pavimentações «porque não podemos correr o risco de danificar as redes de águas e esgotos já executadas, quer pela Câmara Municipal de Sesimbra quer pelas AUGI, devido ao fluxo de trânsito».

O A Câmara Municipal vai avançar com a pavimentação de cerca de cinco quilómetros de vias no Casal do Sapo, o que representa um investimento superior a meio milhão de euros. Esta intervenção, que inclui a regularização de lancis, caixas de esgoto doméstico e pluvial e sumidouros, é um exemplo do trabalho de cooperação que tem sido realizado nas AUGI da Quinta do Conde – Casal do Sapo, Fontainhas e Courelas da Brava.

A autarca referiu que a obra «constitui um incremento para a requalificação do território, para que este tenha uma imagem diferente», e acrescentou que, à semelhança do que tem sido feito noutras AUGI do concelho, a Câmara Municipal atribui incentivos em termos de taxas e cedências aos proprietários deste Plano de Urbanização, para que a reconversão possa avançar mais rapidamente. Orçada em cerca de 520 mil euros, a obra vai abranger diversas vias estruturantes que já dispõem das referidas infraestruturas subterrâneas. Os trabalhos incluem asfaltamento de cinco quilómetros de vias, colocação de lancis e substituição dos que se encontram danificados, bem como regularização de perto de 900 caixas de visita de esgotos das redes doméstica e pluvial, sumidouros, válvulas de abastecimento de água e de telecomunicações. Para além das pavimentações, cujo procedimento, iniciado em julho de 2017, contou com o envolvimento dos serviços técnicos da autarquia, e foi sempre partilhado com as Comissões de Administração, foi feito o ponto de situação de cada AUGI e dos compromissos de todas as partes, destacados vários passos dados no processo de reconversão e elencados os investimentos realizados pela autarquia. Aqui estão incluídos o depósito de água, o sistema de distribuição da rede de água, a estação elevatória e conduta para ligar a rede de esgotos, bem como a bacia de retenção de águas pluviais. Em fases posteriores caberá ainda ao município a execução da rede de pluviais, de equipamentos e espaços públicos. Os investimentos da Câmara Municipal nestas AUGI estão regulados pela Lei n.º 91/95, e encontram-se previstos no Regulamento do Plano de Urbanização das Fontainhas, Casal do Sapo e Courelas da Brava. O

pavimentações Executadas

CASAL DO SAPO

Propostas pela CMS Condicionada a execução das infraestruturas

FERNÃO FERRO

44 Fogueteiro

40a MARCO DO GRILO

40 COURELAS DA BRAVA

Sesimbra

43 EB CASAL DO SAPO

CASAL DO SAPO

42 Parque verde FONTAINHAS

Francisco Jesus PRESIDENTE DA CÂMARA O Casal do Sapo é uma Área Urba­ na de Génese Ilegal que, por impo­ sições jurídico­administrativas, tem percorrido, um longo e por vezes si­ nuoso caminho no sentido da re­ conversão urbanística. A Câmara Municipal tem­se mantido ao la­ do dos moradores desde o primeiro momento, trabalhando na procura de soluções para a melhoria da sua qualidade de vida e, ao mesmo tem­ po, para a consolidação da malha ur­ bana do concelho. A implementação da modalidade de AUGI de iniciativa municipal, com apoio da adminis­ tração conjunta, em 2006, ou mais recentemente a instalação das redes de águas e saneamento são bons exemplos desta cooperação. Em outubro, foi dado mais um pas­ so importante neste sentido, com a aprovação, por parte da Assem­ bleia Municipal, de um conjunto de pavimentações no Casal do Sapo, que representam um investimen­ to global de meio milhão de euros, aproximadamente, e que a Câmara Municipal vai iniciar muito em bre­ ve. Para além de resolverem ques­ tões de acessibilidade e melhoria do espaço público, estas intervenções salvaguardam também as redes de águas e saneamento que, de outra forma, poderiam ser danificadas. Ao todo, são mais de cinco qui­ lómetros de ruas a asfaltar, que se juntam aos três arruamentos pavi­ mentados em 2017, junto à Esco­ la Básica e Grupo Desportivo, e que melhoraram substancialmente o acesso a estes dois equipamentos. Esta aprovação teve um significa­ do especial, pois aconteceu numa sessão descentralizada, exatamen­ te no Grupo Desportivo e Cultural do Casal do Sapo, que contou com a presença de cerca de 70 moradores, o que a tornou numa das sessões mais participadas deste órgão autár­ quico, nos últimos anos. Outro tema que destaco nesta edi­ ção é a nova Unidade de Saúde de Sesimbra, cujo projeto já foi aprova­ do e o concurso vai ser lançado em breve. Trata­se de uma obra orçada em 2,3 milhões de euros, que em­ bora seja da responsabilidade da Administração Central, tem um en­ volvimento grande da autarquia e uma participação do orçamento mu­ nicipal de mais de 800 mil euros. A este investimento direto do mu­ nicípio, junta­se a cedência do terre­ no, no centro da vila de Sesimbra, o desenvolvimento dos projetos de ar­ quitetura e especialidades e o acom­ panhamento e fiscalização de obra, num modelo de parceria semelhan­ te aos adotados para a Escola Na­ vegador Rodrigues Soromenho, ou para o Edifício da Justiça, e que tem permitido desbloquear equipamen­ tos essenciais para a população. Recordo que numa primeira fa­ se, a Unidade foi programada para o edifício da Rua Dr. Aníbal Esmeriz, muito próximo da atual. Esta opção tinha vantagens em termos de cen­ tralidade, no entanto, obrigava por uma lado à existência de um segun­ do edifício, no antigo Dispensário, na Rua Amélia Frade, ficando ambos aquém das necessidades deste equi­ pamento, para além das dificuldade de mobilidade e estacionamento na sua envolvente. Deste modo, a autar­ quia propôs a sua relocalização para o Morro do Calvário, o que permiti­ rá construir um edifício de raiz, de maior área e com melhores acessos, estacionamento e todas as condições de funcionamento e atendimento. As soluções encontradas, tanto no que respeita ao Casal do Sapo, co­ mo nos processos relativos aos equi­ pamentos de saúde, educação e justiça, são reveladoras do envolvi­ mento, do empenho e do compro­ misso da autarquia com a qualidade de vida das populações e desenvol­ vimento de todo o concelho.

O Nova Unidade de Saúde

O lançamento do concurso público para construção da Unidade de Saúde de Sesimbra, foi aprovado pela Câmara Municipal, no início de novembro. Depois de uma primeira intenção de instalar a Unidade no edifício da Rua Aníbal Esmeriz, propriedade do município, com o antigo Dispensário como instalação de apoio, optou-se pelo Morro do Calvário, terreno também cedido pelo município, que permite a construção de um edifício de raiz para esta finalidade com melhores acessibilidades e estacionamento. Apesar de ser uma responsabilidade da Administração Central, a obra, fundamental para mais de 11 mil utentes, representa um investimento municipal de mais de 800 mil euros, para além da cedência de terreno e elaboração de todos os projetos.

O Avança recuperação do Aqueduto do Cabo

Está prestes a arrancar a primeira fase da recuperação do aqueduto do Cabo Espichel, obra orçada em mais de meio milhão de euros, que pretende recuperar esta importante infraestrutura que se desenvolve desde a Azoia até à Casa da Água. Numa primeira fase os trabalhos vão decorrer na estrutura em alvenaria à superfície, com mais de um quilómetro, e posteriormente passarão para a parte subterrânea, com a limpeza e consolidação de todo o percurso. A intervenção faz parte do trabalho de recuperação que a autarquia tem levado a efeito no edificado do Cabo, cujo exemplo mais visível é a Casa de Água.

O Reordenamento do Parque Augusto Pólvora

Na envolvente ao Parque Augusto Pólvora, a Câmara Municipal está a preparar o terreno para concluir as obras do estacionamento, que terá lugares para pessoas com deficiência, postos de carregamento de viaturas elétricas e zona para autocarros. No âmbito destas obras, foi necessário remover alguns pinheiros bravos, que pela sua dimensão e pelo próprio contexto, colocavam em risco os utentes e automobilistas. A autarquia vai agora plantar novas árvores, mais adequadas a zonas de circulação e a espaços públicos.

O Mais um passadiço na Lagoa Pequena

No Espaço Interpretativo da Lagoa Pequena está a ser instalado mais um passadiço de madeira numa zona de alagamento, onde no inverno a circulação de visitantes se tornava difícil e por vezes impraticável. Deste modo, a visita a um dos lugares mais importantes da Europa para a observação de aves, procurado por observadores de todo o mundo, torna-se mais cómoda e segura. Este espaço é gerido em parceria pela autarquia, Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves e Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas.

O NOTAS

→ 1 | MANTÉM-SE O IMI Tal como tem acontecido nos últimos anos, a Câmara Municipal manteve a taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis, assim como o IMI Familiar, bonificação para os agregados familiares com dependentes a cargo, que continuará a ter uma dedução fixa consoante o número de dependentes, medida que poderá beneficiar mais de 5 mil famílias. Vão também manter­se os incentivos à reabilitação urbana.

→ 2 | TEMOS 20 ECO-ESCOLAS O concelho de Sesimbra viu 20 escolas serem distinguidas com a bandeira Eco­Escolas, simbolo de boas práticas ambientais e de ações de sensibilização promovidas durante o último ano letivo. Numa altura em que as questões ambientais estão na ordem do dia, e que urge tomar medidas concretas para salvar o planeta, o resultado obtido pelas nossas escolas enche­nos de orgulho e é um exemplo a seguir.

→ 3 | SESIMBRA É ESTAÇÃO NÁUTICA A candidatura apresentada por Sesimbra para integrar a rede de estações náuticas de Portugal foi aprovada. Trata­se de um modelo de gestão e desenvolvimento do território com base numa plataforma integrada de recursos, assente na economia do mar. Esta parceria, que abrange a autarquia e um conjunto de entidades ligadas ao setor turístico, foi atribuída pelo Fórum Oceano – Associação de Economia do Mar. A assinatura e formalização do momento acontece a 12 de novembro, no Porto.

→ 4 | SOPHIA DE MELLO BREYNER ANDRESEN Em novembro, damos início às comemorações do centenário do nascimento de Sophia de Mello Breyner Andresen. O ponto alto do programa acontece no dia 7 de dezembro, no jardim junto ao Mercado Municipal da Quinta do Conde, com a atribuição do nome da escritora a este espaço verde, a colocação de uma escultura e a pintura de um mural, atividade desenvolvida em parceria com a Junta de Freguesia.


O FLASHES Sesimbra é finalista do Concurso Municípios do Ano 2019

O projeto Museu Marítimo de Sesimbra – Um Museu da Comunidade é um dos nomeados para a final da Categoria Regional do Concurso Municípios do Ano 2019. Para além do Museu Marítimo, o município é ainda finalista na categoria intermunicipal, juntamente com Palmela e Setúbal, com o projeto comum Território Arrábida Património Partilhado. O anúncio dos vencedores será feito no dia 15 de novembro.

Lançamento do livro Outeiro Redondo – Sesimbra

O livro Outeiro Redondo – Sesimbra, Escavações 2005-2016, da autoria de João Luís Cardoso, professor catedrático da Universidade Aberta e investigador do Centro de Arqueologia da Universidade de Lisboa, foi apresentado no dia 24 de outubro, na Fortaleza de Santiago. A sessão contou com a presença do vereador da Câmara Municipal Sérgio Marcelino.

Promoção turística na Feira Intur – Valladolid em Espanha

A Câmara Municipal de Sesimbra vai participar, pelo terceiro ano consecutivo, na Feira Internacional de Turismo do Interior (INTUR), que se realiza de 21 a 24 de novembro, em Valladolid, Espanha. A presença do município enquadra­se na promoção conjunta da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa.

O GRANDE PLANO

UNIDADE DE SAÚDE DE SESIMBRA

Concurso público para construção foi aprovado Embora se trate de uma obra da administração central, a construção da nova Unidade de Saúde conta com uma participação muito significativa da Câmara Municipal, que, para além da disponibilização de um terreno no centro da vila de Sesimbra, com cerca de 2200 metros quadrados, e do desenvolvimento do projeto de arquitetura, fará o acompanhamento e fiscalização da obra e disponibilizará uma verba que ascenderá a mais de 800 mil euros do orçamento municipal, para que a construção avance.

Depois da aprovação do projeto da nova Unidade de Saúde de Sesimbra, na reunião da Câmara Municipal de 22 de outubro, a autarquia aprovou, na reunião de 6 de novembro, o procedimento para lançamento do concurso público para a execução da obra, que engloba o edifício e o arranjo da envolvente, no qual estão incluídas, entre outras intervenções, acessos pedonais, estacionamento e iluminação pública. Espera­se que os trabalhos se iniciem durante o próximo ano. O prazo de execução é de 550 dias. No total, esta intervenção está orçada em cerca de 2,3 milhões de euros, repartidos pela Câmara Municipal, que cedeu o terreno, localizado no Morro do Calvário, desenvolveu o projeto e participará financeiramente com um valor que poderá ascender a 815 mil euros, e garantirá o acompanhamento e fiscalização da obra, pela Administração Regional de Saúde

de Lisboa e Vale do Tejo ­ Ministério da Saúde, que comparticipa até ao limite de 950 mil euros, e pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, com 579 mil euros, ao abrigo de uma candidatura apresentada pela Câmara

Municipal ao Portugal 2020. A Unidade de Saúde de Sesimbra terá perto de 1300 metros quadrados, e será composta por Unidade de Saúde, Unidade de Recursos Assistenciais Partilhados, Unidade de Cuidados na

Comunidade e Unidade de Saúde Pública, por forma a dar resposta a 11 mil e 400 utentes inscritos, bem como ao fluxo de potenciais utilizadores sazonais. A solução encontrada para esta unidade de saúde permitirá

substituir a atual Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados, que funciona há largas décadas em instalações da Santa Casa da Misericórdia, no Largo 5 de Outubro, mas que atualmente apresenta diversas lacunas.

O TURISMO

Manutenção do IMI e de incentivos à reabilitação urbana

Território certificado como Estação Náutica

A Câmara Municipal aprovou a manutenção da taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis, a bonificação para os agregados familiares com dependentes a cargo, conhecida por “IMI Familiar”, e os incentivos à reabilitação urbana. As propostas foram aprovadas em outubro, e enviadas para a Assembleia Municipal. Quanto ao IMI, as taxas propostas continuarão nos 0,4 prédios urbanos por cento, e em 0,8 por cento para os prédios rústicos. No caso do “IMI Familiar” é proposta a continuidade de

uma dedução fixa consoante o número de dependentes a cargo do proprietário do imóvel destinado a habitação própria e permanente, estimando-se que esta medida possa beneficiar cerca de 5300 famílias. As deduções serão de 20 euros para agregados com um dependente, de 40 euros, dois dependentes, e de 70 euros, para três ou mais. No que respeita aos incentivos à reabilitação urbana no Núcleo Urbano Antigo da Vila de Sesimbra, estes vão continuar a manter-se por um

período máximo de cinco anos, desde que os proprietários comprovem, até 30 de junho de 2020, ter realizado obras de reabilitação nos últimos seis anos. Os incentivos são de 10 por cento para recuperação parcial ou recuperação do prédio com aumento de Superfície Total de Pavimento (STP), de 20 por cento na recuperação geral externa ou das infraestruturas internas, sem aumento de STP, e de 30 por cento, no caso de recuperação integral do prédio, externa e interna, sem aumento de STP. O

O território de Sesimbra já é certificado como Estação Náutica, modelo de desenvolvimento assente na valorização integrada dos recursos do território e na promoção da oferta de equipamentos e serviços de qualidade na área da economia do mar, hotelaria, restauração e atividades relevantes para a atração turística. Esta certificação foi atribuída pela Fórum Oceano ­ Associação de Economia do Mar, em colaboração com a Associação Empresarial de Portugal, no âmbito do projeto Portugal Náutico. A Estação Náutica assenta na parceria que envolve a Câmara Municipal de Sesimbra, na qualidade de

Foto: Luís Fráguas

O MUNICÍPIO

entidade coordenadora, e mais de duas dezenas de entidades públicas e privadas, e tem como principal objetivo divulgar as potencialidades do concelho e uma oferta turística de qualidade ao longo do ano, o que constitui um importante contributo para o desenvolvimento da economia local e para a diminuição da sazonalidade. Este projeto pretende ir ao encontro da procura crescente por um turismo de experiências, de que é exemplo o mergulho, uma das atividades que tem catapultado Sesimbra no plano nacional e internacional. O

O BREVES

Municípios juntos pela gestão pública da água

Sesimbra tem 20 Eco-Escolas

A Associação Bandeira Azul da Europa distinguiu 20 escolas do concelho de Sesimbra com a Bandeira Verde Eco­Escolas. A atribuição das bandeiras decorreu no Pavilhão Multiusos de Guimarães, numa cerimónia onde foram distinguidas outras escolas de todo o país com este galardão, que reconhece as ações de sensibilização ambiental desenvolvidas nas escolas no ano letivo 2018­2019, e a existência de um projeto educativo que privilegia a educação pelo ambiente e sustentabilidade. O

Apresentação da Maleta da Água

O Cineteatro Municipal recebeu a apresentação da Maleta da Água e do livro infantil Aguarela, dois recursos educativos integrados nas Maletas da Sustentabilidade, disponíveis nas escolas do pré­escolar e do 1.º ciclo, e na Biblioteca Municipal. O programa incluiu a apresentação do concurso escolar Água para Todos e um espetáculo de fantoches pelos alunos da EB1/JI de Sesimbra. As Maletas são um projeto desenvolvido pela Agência de Energia e Ambiente da Arrábida. O

Aniversário da Freguesia da Quinta do Conde Distinção a cidadãos e ao movimento associativo da freguesia, em reconhecimento de projetos e resultados que dignificaram a freguesia e o concelho, apresentação da Escola de Gaita de Foles da Junta de Freguesia, momento musical pelo pianista Daniel Schvetz e um espetáculo de fogo­de­artifício preencheram o programa do 34.º aniversário da criação da Freguesia da Quinta do Conde, que se assinalou no dia 9 de outubro. O

No âmbito do Dia Nacional da Água, que se assinalou a 1 de outubro, os oito concelhos que compõem a Associação Intermunicipal de Água da Região de Setúbal (AIA) divulgaram uma declaração conjunta, na qual reafirmam a relevância do Poder Local na consumação do direito à água e o seu compromisso com a gestão pública destes serviços. A AIA é composta pelos municípios de Alcochete, Almada, Barreiro, Moita, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal. O


O FOI NOTÍCIA

O VAI SER NOTÍCIA

Receção à comunidade educativa

A distinção aos alunos que se destacaram no ano letivo 2018-2019, bem como ao pessoal docente e não docente, foi um dos pontos altos do segundo encontro da Receção à Comunidade Educativa do concelho, realizada em outubro, no Lugar da Terra, Zambujal. Na ocasião, a vice-presidente da Câmara Municipal, Felícia Costa, referiu que «Sesimbra está de parabéns pela comunidade educativa de excelência».

Valorização do Produtor no CAIES

Produtores de Maçã Camoesa e representantes de diversas entidades marcaram presença na conferência Valorização do Produtor, realizada em outubro, no Centro de Apoio à Incubação de Empresas de Sesimbra (CAIES). A iniciativa integrou a Mostra de Maçã Camoesa, Doçaria e Pão, e abordou matérias de interesse para produtores e para a economia local. No encontro foram anunciados os vencedores do concurso 100 Macieiras de Maçã Camoesa, e destacadas algumas das principais propriedades da Maçã Camoesa.

Seminário sobre Direitos Humanos

Desigualdade social, pobreza, igualdade, dignidade no trabalho e no emprego são algumas das temáticas incluídas no programa do seminário Direitos Humanos – Desafios na Atualidade, que se realiza nos dias 9 e 10 de dezembro, no Cineteatro Municipal João Mota. O encontro, organizado pela Câmara Municipal, trará a Sesimbra investigadores, responsáveis nas áreas da saúde e educação e representantes da UNICEF, Amnistia Internacional ou Alto Comissariado para as Migrações, o que revela a sua importância.

Sophia de Mello Breyner Andresen II Taça de Portugal de Skate

O Skate Park do Parque Augusto Pólvora, na Maçã, foi palco da 2.ª edição da Taça de Portugal de Skate, que reuniu alguns dos melhores praticantes nacionais. Bruno Senra foi o grande vencedor da competição, conquistando o título individual e de equipa. O atleta faz parte da Difire II, que representa Sesimbra e Almada, e é constituída também por Fábio Diniz, Maria Alves, Sebastião Billet e Eduardo Duarte. A prova foi organizada pela Federação de Patinagem de Portugal e Associação de Patinagem da Setúbal, com apoio da Câmara Municipal de Sesimbra.

Mostra de produtos na Moagem de Sampaio

A Mostra de Maçã Camoesa, Doçaria e Pão decorreu nos dias 12 e 13 de outubro, na Moagem de Sampaio. O certame reuniu dezenas de produtores do concelho, e foi preenchido com um vasto conjunto de iniciativas, entre as quais a conferência Valorização do Produtor, que debateu temas como o Estatuto da Agricultura Familiar ou os financiamentos disponíveis.

Seleção de futebol praia em Sesimbra

O Campo de Jogos da Praia do Ouro foi o local escolhido pela seleção nacional de futebol de praia para o estágio de preparação para o Campeonato do Mundo da modalidade. A seleção portuguesa defrontou a seleção da Bielorrússia, nos dias 28 e 29 de outubro, com uma vitória e uma derrota, por 8-4.

3.º Ori-pedestre de Sesimbra

Cerca de 500 atletas de várias idades participaram no 3.º Ori-pedestre de Sesimbra, organizado pelo Grupo Desportivo União da Azoia, com apoio da Câmara Municipal. A competição decorreu nos dias 26 e 27 de outubro, e contou com duas etapas de Orientação Pedestre, na zona de Argéis e na Mata da Amieira, na Lagoa de Albufeira.

EDIÇÃO E PROPRIEDADE Câmara Municipal de Sesimbra DIRETOR Francisco Jesus (Presidente da Câmara Municipal) COORDENAÇÃO, REDAÇÃO, DESIGN GRÁFICO, PAGINAÇÃO, FOTOGRAFIA, REVISÃO E SECRETARIADO Divisão de Informação e Relações Públicas (DIRP) Avenida da Liberdade, n.º 7 2970-635 Sesimbra | Telefone: 21 228 85 90 | Fax: 21 228 86 87 | E-mail: informacao@cm-sesimbra.pt PRÉ-IMPRESSÃO E IMPRESSÃO Belgráfica, L. da DISTRIBUIÇÃO Fast Flash, L. da TIRAGEM 20000 exemplares DEPÓSITO LEGAL N.º 452533/19 ISSN 2184-4658 DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

O conteúdo integral ou parcial (textos e imagens) deste folheto não pode ser reproduzido sem autorização expressa da Câmara Municipal de Sesimbra. Os eventos divulgados em antecipação podem ser alterados por motivos imprevistos.

Sesimbra associa-se às comemorações do nascimento de Sophia de Mello Breyner Andresen, que decorrem em vários pontos do concelho. O programa tem início com a exposição bibliográfica O Universo Infantil de Sophia de Mello Breyner Andresen, patente de 5 a 30 de novembro, na Biblioteca Municipal, e tem o momento alto no dia 7 de dezembro, no jardim junto ao Mercado da Quinta do Conde, com a colocação de uma escultura, a pintura de um mural e a atribuição da designação Jardim Sophia de Mello Breyner Andresen a este espaço verde.

Sesimbra Cidade Educadora

Sesimbra assinala o Dia Internacional das Cidades Educadoras, 30 de novembro, que este ano tem como lema Escutar a Cidade para a Transformar, com o espetáculo interativo Sesimbra Cidade Educadora, pelo Sui Generis Teatro. A iniciativa realiza-se às 10.30 horas, no Largo do Município, na vila de Sesimbra. O município integra a Rede Territorial Portuguesa das Cidades Educadoras desde março de 2011. Fomentar o intercâmbio de ideias e boas práticas é o principal objetivo do projeto, que envolve atualmente 234 cidades de 19 países e 5 continentes.


O NO TERRENO O EQUIPAMENTOS

O PATRIMÓNIO

Recuperação do aqueduto do Cabo Espichel A primeira fase da recuperação do aqueduto de abastecimento à Casa da Água, no Cabo Espichel, vai avançar dentro de poucas semanas. A obra, adjudicada por cerca de 575 mil euros, compreende a consolidação da alvenaria, execução de rebocos com argamassa de cal e areia, semelhante à que, originalmente, revestia esta infraestrutura, bem como a

limpeza e desobstrução do canal. Nesta fase, os trabalhos abrangem cerca de 1,2 quilómetros da parte elevada desta estrutura de 2,5 quilómetros, ficando para uma segunda fase, que será objeto de outra obra, toda a parte subterrânea. O objetivo é restabelecer a linha de água, desde a nascente, na Azoia, até à Casa da Água. De referir que, antes desta intervenção, foi efetuado o diagnóstico da estrutura e do

sistema hidráulico. Este estudo, fundamental para perceber o estado de conservação, incluiu o levantamento de linhas, cotas, inclinações, e o registo vídeo da parte subterrânea, o que permitiu detetar, por exemplo, a existência de diversas calcificações e obstruções no canal. Importa ainda salientar que a autarquia vai também levar a cabo um conjunto de melhoramentos no

Manutenção do cais de embarque da Praia do Ouro estacionamento e na envolvente do cercado da horta. Estas intervenções dão continuidade ao programa de reabilitação do Santuário, cujo exemplo mais recente é o restauro da Casa da Água, e são mais uma face do trabalho desenvolvido nos últimos anos pela Câmara Municipal de Sesimbra, na recuperação e valorização do património do concelho.

A Câmara Municipal está a efetuar a manutenção do cais de embarque da Praia do Ouro, para salvaguardar a segurança dos utilizadores. A intervenção engloba a inspeção técnica para verificação do estado de conservação de toda a estrutura, análise da estabilidade e tratamento anticorrosivo. Localizado no pontão da Praia do Ouro, o cais de embarque foi construído em 2011, no âmbito do Programa Integrado de Valorização da Frente Marítima de Sesimbra. O equipamento tem uma estrutura flutuante de acostagem, e destina-se a embarcações marítimo-turísticas e de recreio. O

O ESPAÇO INTERPRETATIVO

Novo passadiço na Lagoa Pequena No Espaço Interpretativo da Lagoa Pequena está a ser construído mais um passadiço de madeira, com cerca de 90 metros, que faz ligação entre a Lagoa Pequena e a Lagoa da Estacada. Trata-se de uma zona que habitualmente fica alagada no outono e inverno, o que condiciona a utilização durante este período. Com esta obra, o Espaço passa a ter condições para se manter aberto durante todo o ano. O Espaço Interpretativo da Lagoa Pequena é um dos lugares mais

importantes da Europa para observação de aves. Recebe mensalmente cerca de 500 visitantes, entre os quais muitos observadores de aves e fotógrafos de natureza de vários países. O espaço é gerido em parceria pela Câmara Municipal de Sesimbra, Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves e Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas. A construção do novo passadiço é financiada pela Câmara Municipal e pela Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves. O

Reforço da limpeza de coletores na Quinta do Conde

Na Quinta do Conde foram reforçados os meios de limpeza de coletores domésticos, por forma a possibilitar a verificação de mais pontos da rede durante o dia. Esta intervenção, que é feita diariamente, tem caráter preventivo, e é fundamental para evitar entupimentos e constrangimentos na rede, que são mais frequentes em dias de chuva. O

O QUINTA DO CONDE

Autarquia requalifica Cemitérios Municipais

Arranjo na Rua das Rosas Na sequência de arranjos exteriores que a Câmara Municipal está a fazer em vários espaços do concelho, foi requalificado e ajardinado o triângulo na Rua das

Rosas, junto ao fitness parque da Avenida de Negreiros, na Quinta do Conde. Os trabalhos englobaram a plantação de arbustos e a instalação de rede de rega. O

Proteção de linhas de água

Para garantir a segurança de pessoas e veículos, a Câmara Municipal está a instalar proteções metálicas junto a linhas de água de vários locais da freguesia do Castelo. Rua Forno da Cal do Zambujal, Avenida D. Manuel da Silva Martins, em Sampaio, e Rua da Charneca, na Charneca da Cotovia, foram, até agora, algumas das ruas abrangidas por esta intervenção. Na vila de Sesimbra foi colocada uma vedação junto ao ribeiro no estacionamento do topo da Avenida da Liberdade.

O PARQUE AUGUSTO PÓLVORA

Reordenamento do estacionamento A Câmara Municipal de Sesimbra está a preparar o terreno para a construção da segunda fase do estacionamento do Parque Augusto Pólvora, que incluirá postos de carregamento de viaturas elétricas, paragem de autocarros e uma meia-rotunda, na Av. D. Manuel Martins, para facilitar a entrada e saída de veículos. Ao mesmo tempo, a entrada principal do Parque será deslocada para uma zona mais central, entre a Cafetaria e o Skate Park, o que facilitará o acesso ao espaço verde, mantendo-se o atual

portão como entrada de serviço. Com esta segunda fase, o estacionamento do Parque, que atualmente é um dos espaços de lazer mais procurados do concelho, fica devidamente ordenado, e com um total de 170 lugares, dos quais quatro são para pessoas com mobilidade reduzida. A conclusão dos trabalhos está prevista para o primeiro semestre de 2020. Tal como sucedeu na primeira fase das obras, foi necessário proceder ao corte de pinheiros bravos junto à entrada, visto que estão numa zona onde já houve várias intervenções no terreno e onde, nos últimos

anos, se tem registado uma intensa circulação automóvel, o que coloca em risco a segurança dos utentes do parque e de automobilistas. O projeto prevê a plantação de novas árvores, de espécies mais adequadas a zonas de estar e lazer, e zonas ajardinadas com arbustos da região. A plantação de árvores vai estender-se ao terreno entre o Parque e a urbanização Quinta da Maçã, propriedade do município, que receberá dezenas de pinheiros mansos, entregues à autarquia no âmbito de uma candidatura, e que são uma espécie mais adequada a zonas frequentadas por crianças. O

A Câmara Municipal de Sesimbra está a levar a efeito um conjunto de intervenções para requalificação dos cemitérios municipais da Quinta do Conde e da Aiana. Na Quinta do Conde, a autarquia está a proceder à reparação e pintura de muros e instalações de apoio e, posteriormente, instalará uma estrutura de ensombramento. Na Aiana, está prestes a iniciar-se a reparação das instalações sanitárias e a substituição da estrutura de ensombramento existente, que já não se encontra nas melhores condições. Estes trabalhos dão continuidade a um conjunto de melhoramentos que a Câmara Municipal tem levado a efeito nos cemitérios municipais nos últimos meses, e que incluíram construção de ossários, arrelvamento de talhões e melhoramento de percursos pedonais. O


ENCONTRO NACIONAL

16 NOV | sáb | 9h

Cineteatro Municipal João Mota, Sesimbra

Organização:

Apoios:

Profile for Câmara Municipal Sesimbra

NósSesimbra n.º 7  

INFORMAÇÃO · PARTICIPAÇÃO · CIDADANIA Outubro de 2019 Edição Câmara Municipal de Sesimbra

NósSesimbra n.º 7  

INFORMAÇÃO · PARTICIPAÇÃO · CIDADANIA Outubro de 2019 Edição Câmara Municipal de Sesimbra

Advertisement