Page 1

20 CADA MINUTO

Macéio / 05 a 11 de abril / 2019

COLUNA

RAFAFÁ

POLÍTICA

O papel dos governadores na Reforma da Previdência PÁG 3

ESPORTE

Delegação alagoana conquista 8 medalhas no Brasileiro de Wrestling PÁG 17

CADA

elainerafaella@hotmail.com

“Se explora e tem lucro, então o preço”, diz defensor sobre a Braskem

PÁGs 8 a 9

Ano VI - Edição 225 - R$ 3,00

Ana Amélia e Fernando curtindo os encantos apaixonantes da Itália

Os amigos Manu e Ricardo Arroz celebrando cinco anos de pura sintonia e cumplicidade

O hair stylist e futuro psicólogo, Junior Cavalcante, todo orgulhoso com a graduação da sua inseparável irmã, Priscilla

Momento coruja dos papais Leonardo e Natalia Lins que celebraram o primeiro ano do seu príncipe, Gui

que pague

FOTO DE MACIEL RUFINO

Muito mais conteúdo

A FARRA CONTINUA:

Prefeito de Olho D’água Grande, Zé Adelson e o senador Renan Calheiros em recente evento na AMA

MELRO

MACEIÓ \ 05 a 11 de abril \ 2019 \ cadaminuto.com

Vereadora Fátima Santiago homenageando os integrantes da Patrulha Maria da Penha pelo importante trabalho desenvolvido em Alagoas

Marquinhos Leão e Amanda Vas em momento “surra de glamour” no Baile da Vogue em São Paulo

ENTREVISTA / RICARDO

PREFEITURAS POBRES ALAGOANAS TORRAM MILHÕES. E NÃO É COM SAÚDE E EDUCAÇÃO PÁG 7


2

CADA MINUTO /

COLUNA

POLÍTICA

Macéio / 05 a 11 de abril / 2019

LABAFERO

DIVULGAÇÃO

O ex-prefeito de Maceió, Cicero Almeida, volta nas próximas eleições ao início de sua trajetória política. Almeida será candidato a vereador de Maceió, cargo que marcou o início de sua trajetória política em 2000. O objetivo de Cicero Almeida não é só se eleger, mas ser o mais votado entre os vereadores da Câmara Municipal. Ao contrário de outros tempos, o desafio não deve ser tão fácil. Muito pelo contrário.

“Vou encontrar o maloqueiro que armou contra mim” Chico Filho

“Fui vítima de uma grande armação de políticos que não querem o bem do nosso estado, de pessoas canalhas, que só querem o mal, que se acovardam, não enfrentam a tribuna e de forma rasteira, praticando a política imunda, usam de certos artifícios para tentar prejudicar o trabalho do outro”. O desabafo foi feito pelo vereador Chico Filho (Progressistas), durante a sessão desta quarta-feira (3), na Câmara Municipal de Maceió. O parlamentar se referiu ao vídeo editado que circulou nas redes sociais, com um trecho da participação dele na audiência pública do Pinheiro, realizada no dia 21 de março, em Brasília. A fala, fora de contexto, induzia o internauta a acreditar que o vereador estaria mais preocupado com os prejuízos econômicos que uma suposta saída da Braskem traria a Alagoas. “Eu espero que não tenha envolvimento de pessoas próximas a mim, de colegas vereadores, de colegas deputados estaduais, pessoas ligadas ao governo... Espero que tenha sido apenas um maloqueiro, porque a gente vai encontrar quem foi”.

ARTHUR LIRA DETONA GOVERNO DE BOLSONARO

Parece que o Movimento Caras Pintadas não quer que o assunto envolvendo a suposta compra de uma joia para a primeira-dama de Teotônio Vilela morra no esquecimento popular. O movimento encaminhou ao Ministério Público Estadual um pedido de apuração da denúncia apresentada por um grupo de servidores, que foi “obrigado” a colaborar com uma cotinha de R$ 100,00 – cada – para a compra da joia. O assunto casou um reboliço na cidade, ainda mais por ter partido dos próprios servidores da Secretaria de Saúde. Caberá a promotoria de Justiça do município apurar o caso. DIVULGAÇÃO

Muito mais conteúdo

EDITOR GERAL

19

Maria Nasidy, Rúbia Silva, Enaura Oliveira, Ana Letícia, Teresa Albuquerque, Isabel Tenório, Socorro Mecenas e Eliane Rocha participam com vários outros mosaicistas de todo o Brasil, de forma voluntária, do Projeto “Arte no Caminho”. Idealizado pelo mosaicista Nico Ferreira, natural de São Bento do Sapucaí, o projeto visa fixar imagens de Nossa Senhora Aparecida em todo o percurso entre as cidades de Sertãozinho e Aparecida do Norte. Aplausos a todas as voluntárias, e em especial a Eliane Rocha que coordena as representantes de Arapiraca.

lourdes Rizzatto & Silvestre Rizzatto

Uma selfie nossa ao lado do grande mestre circense, palhaço Biribinha, após sua apresentação em um dos espetáculos da temporada do Biribinha Circo Show, na capital metropolitana do agreste. Temos a honra de ter este ícone da arte da palhaçataria como amigo!

CABO BEBETO LEVA UMA “INVERTIDA”

Ao se envolver na polêmica sobre a abordagem feita por policiais militares a uma advogada durante o exercício da profissão, o deputado cabo Bebetou acabou recebendo uma nota de repudio da Associação Nacional da Advocacia Criminal (Anacrim). O presidente da associação pediu que parlamentar “assuma a postura de verdadeiro representante do povo, que o elegeu, e não de uma categoria”. “O advogado é indispensável na administração da Justiça, possui prerrogativas, de acordo com a Lei 8.906/94, e o senhor [deputado Cabo Bebeto] está sentado na cadeira da Assembleia Legislativa, representante do povo, não sendo, portanto, advogado da Polícia Militar. É, no entanto, advogado e representante da sociedade alagoana”, destaca.

CARLOS MELO

/ CADA MINUTO

O empresário e atleta João Carlos de Oliveira (ao centro) com parte do seu Staff de colaboradores do Centro Atlético Força de Campeão - CAFC. Aplausos a Gê Alves (dança), Tony Bello (Muay Thai e campeão alagoano de MMA), Bruno Barbosa e Moisés (musculação), João Carlos (hepta campeão brasileiro e campeão pan-americano de Boxe Chinês), Layane Rodrigues (musculação), Ádilla Isabella (gerente), Amanda Valentim (fisioterapeuta/Pilates) e a Mahayana Mayara (recepção) pelo profissionalismo e simpatia com que o CAFC recebe todos os alunos, atletas e pacientes.

AS JOIAS DA PRIMEIRA DAMA

C4 Comunicação LTDA. Avenida Jangadeiros Alagoanos, 1112 - Pajuçara - Maceió - Alagoas CEP. 57030-000 - Contato: (82) 3313-2162 - 3313-6040

CADA

CLICK DUE

Macéio / 05 a 11 de abril / 2019

DIVULGAÇÃO

Em entrevista à Folha de São Paulo, o deputado federal Arthur Lira (PP) afirmou que ainda não sabe qual o caminho que o governo federal está tomando. Segundo ele, o governo tem que “dar sinais de qual caminho vai traçar para ganhar confiança”. “Não há sinal nenhum. Se alguém souber, me avisa. As teses são ainda eleitorais. Nós (deputados do centro) estamos inseridos ou nós vamos ser a periferia? Para onde nós vamos? É isso que eu quero saber. Porque aí eu posso decidir se estou dentro desse caminho ou se estou fora”, disse o líder do PP. EXPEDIENTE

CICERO ALMEIDA VOLTA AO COMEÇO E SAI PARA VEREADOR

COLUNA

LUCIANO ANDRESON DIAGRAMADOR

Responsabilidade de seus autores, não refletindo necessariamente a opinião deste semanário

Os empresários Tony, Antônio João e Valsandy Veras, no último dia 29 de março apresentaram no lançamento do “Arraiá dos Pocas 2019” o mais novo parceiro do evento, o empresário Arlison Acácio, do “Equipamentos Touro”. O quarteto assina a 13ª edição do evento que será realizado no estacionamento do Arapiraca Garden Shopping, no dia 25 de maio. Na noite de lançamento, a imprensa local, convidados e visitantes puderam curtir na praça de alimentação do Arapiraca Garden Shopping a apresentação cultural da quadrilha junina Renascer, e um pocket show com Alessandro Maia.

Os instrutores do Centro Atlético Força de Campeão (CAFC), Clebinho e Layane Rodrigues, participam, no sábado (13), de um grande evento da faculdade FERA, no Bosque das Arapiracas. O CAFC aplaude a iniciativa dos professores envolvidos, e do 7º período de bacharelado, por reforçar com o projeto “Agita Fera” a importância da formação do profissional de educação física.

O desenhista Clício Nelo em mais uma obra prima realizada, ao vivo, no Projeto “Invasão de Artes”, no Mercado do Artesanato Margarida Gonçalves, em Arapiraca. Ao lado, o artista plástico Gerzun Lopes e o pequeno visitante admiram a reprodução do Aquaman (ator Jason Momoa) em seus mínimos detalhes. Amigo, suas obras de desenho realista em grafite são perfeitas!

A cantora Priscilla Prill fez uma participação especial no show do humorista Carioca (Márvio Lúcio), no Teatro Deodoro, no mês de março. Na última quinta (04.04), os amigos organizaram “parabéns surpresa” para a cantora no Vinil Bar, em Arapiraca. A noite que era de show de Priscilla e da banda Gato Negro ganhou mais emoção com a festa surpresa. Para conferir o que rolou no Vinil Bar é só acessar o blog Click Due, no site cadaminuto.com.br


18 CADA MINUTO /

GERAL

Macéio / 05 a 11 de abril / 2019

Tereza Nelma abre processo seletivo para universitários participarem de Estágio-Visita Assessoria

A deputada federal Tereza Nelma abriu processo seletivo para os universitários que queiram participar do Estágio-Visita, na Câmara dos Deputados, em Brasília. A ação é um reconhecimento da parlamentar sobre a importância da formação e participação política dos brasileiros, além de uma proposta para que os aprovados conheçam de perto o dia-a-dia de um deputado federal. O Estágio-Visita tem duração de cinco dias, período em que os universitários acompanham os trabalhos no Plenário Ulysses Guimarães e nas comissões temáticas da Câmara. Cada deputado pode indicar até dois estagiários, anualmente. Os estagiários recebem hospedagem por meio de convênio com a Escola Nacional de

Administração Pública (Enap), alimentação nos dias úteis (café da manhã, almoço e jantar) e traslado para o trajeto hospedagem-Câmara dos Deputados-hospedagem. “Sempre reconheci o valor da sociedade civil ser ativa e parte integrante do processo de tomada de decisões importantes do nosso país. É uma oportunidade única para quem quer conhecer de perto a atuação do Legislativo Brasileiro. Serão várias atividades que trarão conhecimentos teóricos e práticos, em especial, sobre a Câmara dos Deputados. Poder oferecer mais conhecimento a esses estudantes, contribuindo ainda mais para suas formações como cidadãos, me deixam realizada”, disse a deputada Tereza Nelma. Para o critério de escolha dos dois vencedores, Tereza Nelma priorizou uma forma inovadora. Os interessados

devem desenvolver uma redação com o tema: “Como incentivar as mulheres a participarem mais da política” e encaminhá-las para o e-mail: ascom.terezanelma@gmail.com, junto com um telefone de contato, até o dia 12 de abril. O resultado está previsto para o dia 24 de abril. Confira os critérios necessários para participar: • Ser estudante universitário ou de pós-graduação (obrigatório o envio

do comprovante de matrícula); • Redação com no máximo duas laudas, enviada até o dia 12 de abril para o email: ascom.terezanelma@gmail.com; • As redações serão analisadas pela equipe da deputada Tereza Nelma na Câmara Federal; • Serão escolhidas 2 (duas) pessoas que cumpram os critérios de participação e que, na avaliação da equipe, tenham a redação melhor alinhada com o tema proposto. O que a Deputada Tereza Nelma e Câmara dos Deputados oferecem aos universitários: • Passagem aérea Maceió-Brasília/ Brasília-Maceió • Hospedagem: com início no domingo (a partir das 12h) e término no sábado (até 9h), em alojamento indicado pela Câmara dos Deputados, que

geralmente é o da ENAP (Escola Nacional de Administração Pública). • Alimentação: café da manhã, almoço, coffee break ou jantar, apenas nos dias úteis, não estando incluída alimentação após o almoço de sexta-feira. Nos demais dias, o participante deverá manter-se por conta própria. • Traslado entre o alojamento e a Câmara dos Deputados durante a realização do Programa, para os participantes que ficarem hospedados às expensas da Câmara. O traslado do aeroporto/rodoviária para o alojamento e do alojamento para o aeroporto/rodoviária é de responsabilidade do estudante. • Certificação: o Cefor emite um certificado de 40 horas aos participantes que estiverem presentes em 100% das atividades. • A viagem está prevista para a primeira semana de julho de 2019.

POLÍTICA

Macéio / 05 a 11 de abril / 2019

/ CADA MINUTO

3

O papel dos governadores na Reforma da Previdência Governo federal pretende articular para projeto ser aprovado ainda no primeiro semestre

Da Redação As idas do ministro da Economia, Paulo Guedes, ao Congresso Nacional – Senado e Câmara de Deputados – provocaram polêmicas. Guedes tinha como missão aprofundar os temas da Reforma da Previdência proposta pelo governo do presidente Jair Messias Bolsonaro (PSL), mas encontrou uma esquerda (principalmente a petista) que não teve o compromisso com a questão técnica e partiu para o ataque ao ministro. Paulo Guedes perdeu a paciência com os petistas e aliados e respondeu no mesmo tom. É, infelizmente, reflexo do clima que vive hoje o Brasil e que pode servir para atrapalhar o maior projeto do governo: a Reforma da Previdência. Guedes defende que, sem ela, o Brasil pode quebrar em pouco tempo e não encontrar o rumo do crescimento econômico. Eis a razão pela qual, a Reforma precisa ser debatida ponto a ponto. Porém, o que vimos na última ida de Guedes ao Congresso foi o ministro ser chamado pelo deputado federal petista Zeca Dirceu de “thuthuca”. O

ministro respondeu: “thuthuca é a mãe, thutchuca é a vó”. Ele ainda disse que não respeitaria quem não lhe dá o respeito. O episódio é lamentável. Guedes rebateu no mesmo tom, mas outro fato que chamou atenção foi ausência de deputados do PSL – partido do presidente – para sair em defesa enérgica do ministro. O fato é que agora a bola está com o Congresso Nacional. Porém, não apenas deputados federais e senadores serão importantes nesse processo. O Executivo também pretende contar com governadores e o ministro já esteve reunido com estes. O apoio dos chefes dos Executivos estaduais é de fundamental importância para que a reforma seja aprovada.

GOVERNADORES

Após os recentes episódios, Guedes deve evitar ir à Câmara. Entra em cena, a articulação promovida pelo governo federal junto aos líderes de bancada. O presidente sabe disso e destacou – em suas redes sociais – que esteve reunido “com vários presidentes e líderes de partidos. Tudo ocorreu em alto nível. Ao contrário do

(SERGIO MORAES/REUTERS)

que propalado por alguns, nada se falou sobre cargos. Executivo e Legislativo unidos, por uma causa que representa o futuro de nossos filhos e netos: a Nova Previdência”. Mas, e entre os governadores? O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (Democratas), já destacou essa relevância: “É importante que eles (governadores) compreendam que não é o papel apenas de vocalizar a favor, como alguns estão fazendo — e eu agradeço muito —, mas colaborar com votos”, cobrou. O deputado destacou a importância dos governado-

res do Nordeste, que são todos “de centro-esquerda”, na busca desse apoio. “É importante que os deputados ligados a esses governadores ajudem. Porque se não tem essa parte dos governadores, aí, sim, tem algum risco de a gente não ter a maioria de 308 para aprovar”. No Sul e no Sudeste, o Executivo federal terá mais facilidades para garantir o apoio destes. Eles apenas cobram um diálogo maior para as reivindicações locais junto ao Planalto e à equipe econômica. Todavia, o ministro da Casa Civil,

Onyx Lorenzoni (Democratas), diz acreditar no convencimento. Bolsonaro deve ter o apoio do governador de São Paulo, João Dória (PSDB), que o apoio durante a campanha presidencial, por exemplo. O problema maior vai estar no Nordeste, onde muitos governadores são opositores ao governo federal e alguns até do PT, como é o caso de Fátima Bezerra do Rio Grande do Norte. Em março desse ano, eles estiveram reunidos e discutiram o assunto. Apenas o governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), não esteve nesse encontro e foi representado pelo vice-governador Luciano Barbosa (MDB). Em regra geral, os governadores reconhecem a urgência das mudanças nas regras para aposentadoria, mas acreditam que a proposta enviada ao Congresso Nacional penaliza os mais pobres em maior escala. Em carta, os representantes dos estados nordestinos argumentaram que o peso dos históricos déficits registrados na Previdência Social não podem recair naqueles que mais precisam da proteção do sistema.

governador. Segundo ele, o Estado tem feito o “dever de casa”, promovendo já alterações no sistema previdenciário. Para passar, a reforma precisa conquistar 308 votos. Obviamente, independente da proposta, Bolsonaro não terá os votos do PT, PSOL e PCdoB. O governo federal entretanto se mostra confiante em alcançar o número necessário. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que se demonstrou favorável ao projeto, diz que não há ainda esse número de imediato. No Senado, por sua vez, o governo precisará ter 49 votos. Um dos pontos discutidos por Renan Filho é quanto ao Benefício da Prestação Continuada (BPC), que pode ser retirado da reforma da Previdência, caso não haja consenso.

Segundo o governador alagoano, há preocupação principalmente entre os Executivos do Norte e Nordeste, em função o impacto disto para as economias do Estado. "A idade para que o cidadão tenha o benefício integral de um salário mínimo é elevada. Acho que isso precisa ser melhor discutido e talvez retirado da reforma. E também a questão da aposentadoria dos trabalhadores rurais, sobretudo para quem é do Nordeste, que começa a trabalhar muito cedo e tem uma condição de vida mais difícil. Tem que ter um tratamento diferenciado", destacou. Porém, o governador diz que o ministro relativizou o ponto e que é possível retirá-los do texto. “Se for esse o caminho, que assim seja e que o texto

possa retirar essas questões que podem dificultar para o cidadão mais pobre, porque aí eu sinto que a reforma terá facilidade de andar", acrescentou. Renan Filho disse que os governadores não fizeram reivindicações ao governo na discussão sobre a reforma, mas cobraram atenção a algumas questões. Para Renan, a hora é de se debruçar sobre os pontos detalhados da Reforma. É necessário aproximar – em sua visão – os regimes de previdência público e privados. "Vamos cuidar detalhadamente da situação dos Estados brasileiros. Muitos deles, diferentemente de Alagoas, que está com as contas em dia, não estão sequer conseguindo pagar salários", afirmou.

Renan Filho: “O Brasil está maduro para a Reforma da Previdência”

Entre os governadores do Nordeste, um dos nomes se destaca por conceder – recentemente – opiniões que demonstram o desarmar dos palanques e a preocupação com as contas públicas e as gerações futuras. Trata-se do chefe do Executivo alagoano, Renan Filho, que não esteve no encontro passado dos governadores do Nordeste, apesar da representação feita por Luciano Barbosa. Renan Filho salienta que as mudanças na aposentadoria são necessárias e devem ser adotadas independente do cenário político. Uma das frases marcantes do governador alagoano foi frisar que “O Brasil está maduro para fazer a reforma da Previdência”. Segundo ele, não há voz contra a necessidade da reforma que

tenta resolver um rombo existente. O governador não comenta o impacto da eleição no Senado Federal – que foi conturbada – e derrotou o seu pai, o senador Renan Calheiros (MDB) no processo, para a Reforma da Previdência. Evita entrar em polêmicas como o apoio do ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni no processo que levou o senador Davi Alcolumbre à presidência do Senado Federal. Demonstra está focado no que realmente tem relevância para o momento.

PONTOS

“O que posso dizer é que os governadores sempre propõem a inclusão desse tema da reforma na agenda. No Brasil, há mudança de vento que está relacionada ao crescimento”, pontou o


4

CADA MINUTO /

Macéio / 05 a 11 de abril / 2019

A batalha judicial pelo bloqueio de contas da Braskem

Justiça negou, mas MP e Defensoria pública pretendem recorrer

Da Redação

(Com CadaMinuto)

Os moradores do bairro do Pinheiro em Maceió vivem dias de incertezas. Já foram feitas audiências públicas sobre os riscos que se corre no bairro, tanto local quanto na esfera federal, na busca por informações precisas do porque das rachaduras em casas, buracos que aparecem no bairro, dentre outras questões, bem como os responsáveis. Há uma suspeita forte de que o problema possa ter sido cau-

sado por diversos fatores, entre eles, a mineração envolvendo a empresa Braskem. O fato é que muitos moradores tiveram que deixar o bairro e outros vivem de forma apreensiva à espera de uma ação por parte do poder público. Os paliativos estão sendo feitos, como os aluguéis sociais, liberação de FGTS e uma atenção maior ao que é considerado área de risco, mas isso não responde a aflição de quem mora no local, pois se trata de vidas que dependem da região. Muitos moram

lá, não possuem condição de sair e ainda conseguem o seu sustento trabalhando no próprio bairro. Diante da situação, com base em um pedido feito pelo Ministério Público Estadual, o juiz Pedro Ives Simões – da 2ª Vara Civil da Capital – acatou em parte o pedido de bloqueio de contas da Braskem para o ressarcimento com despesas de aluguel por parte das famílias da região e para demandas emergenciais. O dinheiro seria usado para os imóveis e danos nas regiões da área vermelha e laranja do bairro.

NEGATIVA

No entanto, o juiz Emanuel Dória – 14ª Vara Civil da Capital – negou o

pedido de bloqueio de R$ 23 milhões, em outra ação, a fim de garantir o reparo aos danos causados. Nesse caso, a ação popular, também pedia que o município de Maceió proibisse a circulação de veículos pesados no local e promovesse a evacuação dos bairros, o que também foi negado. A decisão foi tomada no dia 2 de abril. Diz o magistrado: “Em que pese não estar descartada a possibilidade de as pessoas jurídicas demandadas serem responsáveis pela situação de calamidade pública em que se encontram os bairros do Pinheiro, Mutange e Bebedouro, bem como restar comprovado que essas áreas de fato devem ser observadas com cautela

POLÍTICA

pelo Poder Público, os pedidos formulados na inicial parecem querer apressar uma situação que não está totalmente resolvida”. O juiz entende que os estudos devem ser concluídos até o final o mês, para que apontem os responsáveis pelo surgimento de fissuras no solo e nos imóveis da região. “Além disso, sabe-se que, sem prejuízo da ação popular ora proposta, órgãos como a Defensoria Pública Estadual e o Ministério Público do Estado de Alagoas estão dispostos e atentos a cooperar com a situação calamitosa instalada no bairro e adjacências, lançando mão dos meios legais de que são legitimados para agir”.

ESPORTE

Macéio / 05 a 11 de abril / 2019

/ CADA MINUTO

17

No tapete e na areia, delegação alagoana conquista oito medalhas no Brasileiro de Wrestling Ao todo, foram oito medalhas conquistadas nas duas competições realizadas no Rio de Janeiro

PAULO CHANCEY JUNIOR

Paulo Chancey Junior

Seja no tapete ou na areia, a delegação da Federação Alagoana de Lutas Associadas (Falla) mais uma vez fez bonito, dessa vez no Rio de Janeiro. Os representantes alagoanos disputaram duas competições, o Brasileiro de Junior de Wrestling e o Brasileiro de Beach Wrestling, no Parque Olímpico, com direito a oito medalhas. No sábado foi a vez dos jovens alagoanos pisaram no tapete de lutas e conquistarem cinco medalhas, sendo uma de ouro, uma de prata e três de bronze. A medalha de ouro ficou com Wanderson Messias, na categoria estilo Greco Romana, até 87Kg, enquanto a medalha de prata foi conquistada por Luís Augusto Silva, também no estilo Greco Romanda, mas até 60Kg. As medalhas de bronze foram conquistadas por Fabrício Silva Fernandes, no estilo Livre, até 65Kg, Jackson Cardoso no estilo Greco Comana até 72Kg e novamente com Wanderson Messias, dessa vez no estilo Livre até 86Kg. Destaques também para as meninas da delegação alagoana no Rio de Janeiro. Jennifer Silva, 4º lugar, assim como Samyris Vasconcelos em 5º, ambas no estilo Livre.

BEACH WRESTLING

O domingo foi reservado para a disputa do Brasileiro de Beach Wrestling, também no Parque

Olímpico, dessa vez para os adultos. Na areia os alagoanos também fizeram bonito. Além das duas medalhas no tapete, Wanderson Messias levou a medalha de prata na categoria até 90kg. Alagoas ainda garantiu outra medalha de prata, com Luís Augusto Silva até 70Kg e uma medalha de bronze, com Jackson Cardoso até 80Kg. Com os resultados, os alagoanos Jackson Cardoso e Wanderson Messias garantiram vagas no Mundial de Beach Wrestling, agendado para o mês de maio, novamente no Rio de Janeiro. Presidente da Federação Alagoana de Lutas Associadas, Tarcísio Tavares destacou o esforço da delegação alagoana no Rio de Janeiro. “Só tenho elogios para esses atletas e treinadores que aqui estão, porque o trabalho tem sido intenso dentro e fora dos tapetes de luta. Além dos treinos, tem a batalha para conseguir apoio, passagens aéreas. Felizmente tivemos o apoio da

Secretaria do Esporte, Lazer e Juventude que vem sendo uma grande parceira da Falla e os resultados estão aí”, afirmou.

CAMP DE TREINAMENTO

Encerradas as duas competições, a delegação alagoana segue na capital carioca, participando do “Campo de Treinamento”, oferecido pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) em parceria com a Confederação Brasileira de Wrestling (CBW), com estadia e alimentação para os participantes de Alagoas e demais Estados. “Essa será mais uma oportunidade de trocar experiências e amadurecer ainda mais os nossos atletas. As viagens, os resultados tem sido satisfatórios, tendo em vista que estamos conduzindo a luta não apenas em Maceió, mas no interior do Estado. Exemplos disso, o Augusto que é de Arapiraca, além do Jackson e do Wanderson que são de Marechal Deodoro”, concluiu o presidente da Falla.


16 CADA MINUTO /

Assessoria Para estimular e fortalecer as políticas públicas municipais em favor da criança e do adolescente, a Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) apoia o Fórum “A importância do IRPF na destinação aos fundos da infância e adolescência”, organizado pelo Tribunal de Contas do Estado de Alagoas (TCE-AL) no dia 8 de abril, no auditório da entidade, às 14h. Destinado a gestores, procuradores e contadores, o evento busca levar orientação sobre como proceder para que os Fundos dos municípios sejam contemplados com esse benefício fiscal, e em promover ações que ampliem essa arrecadação. Esse assunto já foi tratado diversas vezes na AMA. A última, em

GERAL

Macéio / 05 a 11 de abril / 2019

julho de 2018, representantes da Receita Federal afirmaram que a contribuição não chega nem a 2% em Alagoas e passaram instruções aos gestores sobre como realizar o cadastro junto a entidade. A ideia do Fórum é levar mais informação para a sociedade sobre as vantagens de doar parte do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) para os fundos que destinam recursos às instituições que atendem crianças e adolescente. O Fórum é realizado em parceria entre o TCE-AL, a Receita Federal, o Ministério Público Federal, o Tribunal de Justiça, a Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), a Controladoria Geral da União, o Ministério Público do Estado de Alagoas, a Associação de Procuradores Municipais de Alagoas,

I DELMIRO GOUVEIA

POLÍTICA

Macéio / 05 a 11 de abril / 2019

/ CADA MINUTO

MP e Defensoria pretendem recorrer da decisão judicial envolvendo a Braskem

Controladoria Geral do Estado e o Conselho Regional de Contabilidade. Durante o evento serão abordados temas como: o Programa Destinação, a Atual Estrutura de Apoio as Crianças e Adolescentes e como fazer a Destinação do Imposto de Renda. Após as palestras, será pro-

movida ainda uma mesa de debate.

DOAÇÃO IRPF

Com esse ato de solidariedade, o contribuinte ajuda na formação de uma sociedade mais justa e no futuro das crianças, consequentemente, no futuro do país, e ainda recebe

mais por isso, uma vez que o valor doado é acrescido ao valor a ser recebido ou subtraído do imposto a ser pago, se for o caso. Os cidadãos podem destinar até 6% do valor do seu imposto de renda, a ser pago ou restituído, para os Fundos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente, ao longo do ano, sendo 3% neste período da declaração, e o percentual restante nos outros meses. No Programa da Declaração do IRPF deste ano, a opção para destinar recurso às instituições sociais está mais visível, aparece logo na primeira página. As inscrições podem ser realizadas no link: https://forms.gle/By7uoErxLeuAVdWM6 Para mais informações: 3315-3166 ou cerimonial@tce.al.gov.br

Após a divulgação, nesta quinta-feira (4), da decisão do Juiz Pedro Ivens Simões de França, que determinou o bloqueio de R$ 100 milhões das contas da Braskem, o Ministério Público do Estado (MPE/AL) e a Defensoria Pública declararam que irão recorrer da decisão judicial, para que, mesmo em caráter cautelar, seja determinado o bloqueio do valor de R$ 6.7 bilhões. De acordo com o MPE/AL, o agravo deve ser apresentado com a máxima urgência perante o Tribunal de Justiça, na confiança de que o 2º grau do Poder Judiciário reforme a decisão proferida em 1º grau, pelo juiz Pedro Ivens. “Tanto o MPE/AL quanto a DPE/AL entendem que o montante bloqueado por meio da atual liminar não é capaz de reparar os danos materiais e morais causados às milhares de famílias que, desde o ano passado, sofrem por serem obri-

gadas a deixar suas casas e empresas, sonhos que foram construídos ao longo de anos”, disse o MP por meio de sua assessoria. Para as instituições, a população não pode esperar o fim da ação principal, com seu trânsito em julgado para receber as indenizações. Isso, segundo os órgãos, pode levar anos, até décadas. Ainda segundo o comunicado, é necessário fazer o bloqueio integral do valor pedido e, caso o relatório da CPRM concluir que os danos foram decorrentes da mineração, pedir a imediata liquidação, entregando a cada cidadão a parcela que lhe cabe. “Não se pode permitir o que foi permitido em Mariana/MG, onde, até hoje, as vítimas não foram indenizadas. O ônus do tempo tem que recair sobre o causador dos danos, não sobre as vítimas”, frisou o MPE/AL

Diversas ações no trânsito serão realizadas durante o Maio Amarelo

FOTO: ASSESSORIA

Assessoria

Foi realizada, na última terçafeira (2), pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) e o Departamento Municipal da Juventude, uma reunião de planejamento das ações do Maio Amarelo em Delmiro Gouveia. Na reunião, realizada na sede do Departamento, ficaram definidas as ações que irão ser realizadas no próximo mês, que, é voltado para as atividades no trânsito em todo o país. “Teremos o apoio do Departamento Nacional da Juventude e do Conselho Nacional de Transito, além do Conselho Estadual de Trânsito”, frisou

Tour da Taça do Campeonato Alagoano de Futebol vai passar por Rio Largo

Gilberto Pitágoras, superintendente da SMTT. Também foram definidos os trabalhos que irão ser desenvolvidos no município de Delmiro

5

Gouveia. “Com o apoio do gestor Padre Eraldo Cordeiro, vamos realizar vários ações em nossa cidade, durante o Maio Amarelo”, finalizou Pitágoras.

Assessoria O Campeonato Alagoano de Futebol está chegando ao fim e a Prefeitura Municipal de Rio Largo, por meio da Secretaria de Esporte e Cultura, vai receber a taça do futuro campeão alagoano 2019, no próximo domingo (14), dia do primeiro jogo da grande final entre CSA e CRB. A taça estará no Shopping Rio Largo, das 9 às 12h, com entrada livre para os torcedores.

CESMACOFICIAL (82) 3215-5000


6

POLÍTICA

CADA MINUTO / Macéio / 05 a 11 de abril / 2019

Presidente da AMA e prefeitos prestigiam posse de Renilde Bulhões no Senado

Assessoria

O presidente da AMA, Hugo Wanderley , acompanhado de vários prefeitos, participou da solenidade de posse da alagoana, suplente do senador licenciado Fernando Collor, Renilde Bulhões, como Senadora da República. Ela, que é uma grande liderança política no Sertão de Alagoas, é esposa do atual prefeito de Santana do Ipanema, Isnaldo Bulhões e mãe do deputado federal, Isnaldo Bulhões Junior. “Na condição de mulher e sertaneja reafirmo meu empenho

em servir a minha terra. Diariamente vou continuar a me dedicar para corresponder às expectativas do povo alagoano”, prometeu a senadora, que deverá permanecer no cargo por 120 dias, durante a ausência de Fernando Collor. Médica obstetra, Renilde Bulhões dirigiu um hospital por cinco anos. Também foi prefeita do município de Santana do Ipanema (AL) por dois mandatos consecutivos, de 2005 a 2012, tendo assumido cargos na Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) e na Confederação Nacional dos

FOTOS DA AGÊNCIA SENADO

Municípios (CNM). Atualmente exercia o cargo de secretária de Governo na gestão do prefeito Isnaldo Bulhões, seu marido, também em Santana do Ipanema.

LIDERANÇA

O prefeito Hugo Wanderley, presidente da AMA, ressaltou a trajetória política de Renilde Bulhões como uma grande e destacada liderança municipalista e acredita que a presença dela traz a certeza de que a pauta em defesa dos municípios terá mais uma guerreira na luta.

ESPECIAL

Macéio / 05 a 11 de abril / 2019

/ CADA MINUTO

15


14 CADA MINUTO /

Macéio / 05 a 11 de abril / 2019

ESPECIAL

CAPA

Macéio / 05 a 11 de abril / 2019

/ CADA MINUTO

7

Farra do dinheiro: Prefeituras pobres alagoanas torram milhões. E não é com saúde e educação

Municípios alagoanos com menos de 20 mil habitantes gastando milhões com aluguel de veículos, cidades abaixo da linha pobreza, fazendo contratos na base de 100 milhões de reais apenas para fornecimento de combustíveis, compra de itens inexistentes na merenda escolar, prefeitos comprando sem licitação a empresas que são investigadas por notas falsas. Uma realidade, que infelizmente, vem fazendo parte da vida de vários municípios alagoanos. O Ministério Público Estadual e a Policia Federal já vem fazendo investigações baseados nos dados divulgados nos portais de transparência dos municípios. Desde 2016 os municípios são obrigados a colocar todos os seus gastos nesses portais, e alguns números são assustadores. Uma das rubricas que chamam mais atenção nos gastos das cidades, são os de aluguéis de veículos ou maquinas agrícolas, como tratores e outros equipamentos.

ALUGUÉIS DE CARROS

O município de Maragogi, por exemplo, que tem 20 mil eleitores, fez um contrato para a locação de veículos no valor de R$ 2.235.241,43 beneficiando a empresa JP locações de Serviços e Comércio, já o prefeito Areski Freitras de União dos Palmares, fez um contrato 3.169.000,00 (Três milhões, cento e sessenta e nove mil reais) beneficiando uma empresa locadora de veículos AVANTE VEÍCULOS LOCADORA, investigada pelo Ministério Público Estadual pela emissão de notas frias. Já o Prefeito de Jacaré dos homens, José Floriano gasta R$ 1.618.719,60 (Um milhão, seiscentos e dezoito mil, setecentos e dezenove reais e sessenta centavos) com locação de veículos e maquinas pesadas, beneficiando a empresa CELOCAR LOCADORA DE VEICULOS. O detalhe é que Jacaré dos Homens tem um elevado índice de pobreza e uma população de menos de 10 mil habitantes.

9.384.446,00 (Nove milhões trezentos e oitenta e quatro mil, quatrocentos e quarenta e seis reais), beneficiando a empresários do ramo de terraplanagem e outros serviços. A prefeita de Maravilha- AL Conceição Albuquerque, é outra que realiza contrato milionário no valor de R$ 4.375.788,55 (Quatro milhões,trezentos e setenta cinco mil reais setecentos e oitenta oito reais e cinquenta e cinco centavos) com empresa de fornecimento de materiais de construção.

O Prefeito de São José da Tapera, José Antonio, foi mais além, gastou R$ 9.099.956,00 (Nove milhões, noventa e nove mil, novecentos e cinquenta e seis reais) com serviços de locação de veículos e maquinas beneficiando a empresa BARBOSA E BARBOSA CONSTRUÇÕES INCORPORAÇÕES LTDA-ME, com sede em Delmiro Gouveia. Os exemplos não param. O prefeito de São Miguel dos Milagres- AL, Bureco Ataíde gasta só na secretaria de administração o valor de R$1.402.230,00 (Um milhão, quatrocentos e dois mil e duzentos e trinta reais) com locação de maquinas e veículos, a idade de Pão de Açúcar, administrada atualmente pelo prefeito Flavinho Almeida, gasta mais de R$ 5.000.000,00 (Cinco milhões) com aluguéis de carros e maquinas e novamente o prefeito Areski de União, gasta com locação de transporte escolar essa quantia absurda de R$ 3.867.067,82 ( Três milhões, oitocentos e sessenta e sete mil, sessenta e sete reais e oitenta e dois centavos).

MATERIAL ESPORTIVO, CAIXÃO E ÁGUA MINERAL DE 1,5 L POR 16,00

FORNECIMENTO DE COMBUSTÍVEIS

Outra rubrica que vem deixando promotores e delegados, espantados é a de fornecimento de combustível. Na grande maioria os municípios fazem contratos com postos de amigos e parentes e utilizam o argumento que precisam movimentar a economia local. Todas estas compras são feitas com ausência de licitação. O prefeito de Girau do Ponciano, David Barros, é um exemplo disso e contrata serviços de abastecimento de combustível com seu parente, o Sr. Sebastião Gomes de Barros no valor de R$ 82. 101,82 (Oitenta e dois mil, cento e um reais e oitenta e dois centavos) A prefeita de Chã Preta, Rita Tenório gasta R$ 1.594.650,00 (Um milhão, quinhentos e noventa e quatro mil e seiscentos e cinquenta reais) na compra de combustível, beneficiando as empresa MF Bretas Combustiveis Ltda.-EPP e Sabalanga

Ltda -ME. A população de Chã Preta com apenas 5.862 eleitores com o índice de 79% na linha da pobreza. Já a prefeitura municipal de Traipu gasta R$ 3.569.584,48 (Três milhões, quinhentos e sessenta e nove mil, quinhentos e oitenta e quatro reais e quarenta e oito centavos) na compra de litros de combustíveis com a empresa AUTO POSTO PROGRESSO LTDA. Chama a atenção o fato do posto de combustíveis contratado pela prefeitura esta localizado na cidade de Girau do Ponciano AUTOPEL - AUTO POSTO PROGRESSO LTDA, que tem como seu representante Luan Sebastião de Nascimento Barros

TERRAPLANAGEM E SERVIÇOS DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO

Outro item que chama bastante atenção na análise dos portais de transparência é os de compra de material de construção e serviços de terraplanagem. Um exemplo disso é o prefeito de Craíbas Ediel Leite, que gasta com empresa de contruções e terraplanagem o valor de R$ 2.203.614,46 (dois milhões, duzentos e três mil, seiscentos e quatorze reais e quarenta e seis centavos). Beneficiando a empresa TERRA NOSSA CONSTRUÇÕES E TERRAPLANAGEM Já o Prefeito de Inhapi, Zé Cicero faz contrato milionário no valor de R$

Fora os três itens campeões de contratos “estranhos”, existem outras rubricas que chamam a atenção do MP-AL em relação a natureza das compras, geralmente feitas em municípios muito pobres. Novamente o prefeito Areski, de União dos Palmares, chama a atenção por comprar R$ 28.095,30 (Vinte e oito mil, noventa e cinco reais e trinta centavos) em água mineral. Gastando R$ 15,90 por uma garrafa de 1,5 L Os prefeitos de Olivença, Zé Arnaldo, e de Ibateguara, Geo Cruz decidiram usar o dinheiro público para gastar com caixões. Isso mesmo. Urnas funerárias. Enquanto Géo gastou R$ 187 mil, o prefeito da paupérrima cidade de Olivença, no Sertão alagoano, gastou R$ 338 mil e duzentos reais. Para finalizar o prefeito de Roteiro, Wladimir Brito, gasta R$ 600 mil reais com um item importantíssimo para a cidade que apresenta um dos piores índices de IDH do Estado. Materiais esportivos.

BLOG DENUNCIA

Um blog, chamado Alagoas Sem papas na Lingua (https://alagoassempapasnalingua.blogspot.com), vem trazendo vários itens dos portais de transparências dos municípios e diariamente postam exemplos de gastos como estes, que foram veiculados nas matérias.


8

) ) ) )))

CADA MINUTO / Macéio / 05 a 11 de abril / 2019

A

Entrevista / Ricardo Melro

ENTREVISTA

“Se explora e tem lucro, então que pague o preço”, diz defensor sobre a Braskem FOTO DE MACIEL RUFINO

Gilca Cinara e Luciana Beder

tuando diretamente nas ações em prol das famílias afetadas pelo problema geológico nos bairro do Pinheiro, Mutange e Bebedouro, o defensor público-geral do Estado Ricardo Melro afirmou que é urgente a apresentação de um laudo para que os responsáveis sejam notificados para reparar os danos. Em entrevista ao CadaMinuto, Melro destaca que a Braskem, apontada como uma das causadoras, não se isente da responsabilidade e até sugere que a própria empresa realize um cadastro e indenize as famílias de acordo com o valor de cada imóvel. Confira a entrevista:

A Defensoria foi a primeira porta dos moradores do Pinheiro quando os problemas começaram a aparecer. Como avalia os avanços desde então? As pessoas chegaram aqui para resolver os seus problemas junto ao financiamento, porque a casa apareceu algum tipo de fissura, mas o problema era bem maior e, com o tempo, elas começaram a retornar ou procurar a primeira vez para saber os direitos que teriam, caso tivessem que deixar suas casas. Uma angústia imensa. Estamos trabalhando para conseguir melhorar o fluxo de cadastramento dos aluguéis sociais, mas o que elas querem não é programa social, elas querem a casa, a casa própria que tanto lutaram para conquistar. Então, para isso, temos que ter o laudo final. Até agora trabalhamos muito de forma discreta a pedido dos próprios moradores porque ninguém sabia, ninguém acreditava que chegaria a este ponto que estamos aí e todo aquele ‘barulho’ que estava sendo feito, estava desvalorizando os imóveis deles, estava adoecendo a população e, a pedido deles, trabalhamos aqui de forma discreta, mas eu acho que a coisa mudou de vulto quando o senador Rodrigo Cunha tornou público que

os técnicos, o grupo de estudo do Governo Federal falou para ele que o responsável por essa situação era a Braskem. Então, nós precisamos urgentemente de algum documento, mesmo de forma provisória, que diga que há uma grande probabilidade de a Braskem ser responsabilizada, porque precisamos assegurar as indenizações, essas famílias precisam sair do aluguel social e construir suas casas”. Muitos moradores estão com receio de que os “causadores” do problema não sejam penalizados. Como a Defensoria pode atuar nessa situação? Temos que aguardar o estudo, saber se cientificamente ele foi da forma correta, mas como saber cientificamente? Conversar com outros profissionais, caso o estudo conclua que não há responsabilidade da Braskem, porque está muito claro diante do que o senador Rodrigo Cunha passou para a sociedade que ela é sim a responsável por esse problema e esperamos que a Braskem não se furte de arcar com a responsabilidade. Se há quarenta anos ela explora e tem vultosos lucros ali, então que agora pague o preço pelos danos que tem causado a essa população que foi atingida pelo trabalho

desenvolvido na região, que caso seja constatado o que os técnicos falaram para o senador Rodrigo Cunha, que ela não fique procrastinando essas indenizações, as famílias precisam rapidamente dessas reparações para retomar o seu cotidiano. Então, no momento temos que garantir a preservação dessas pessoas, a física e a saúde, da forma que está sendo feita com muita valentia pelo coordenador da Defesa Civil Municipal, o Dinário Lemos, um profissional exemplar, digno de todos os aplausos, apesar da limitação material, mas ele é um guerreiro ali no trabalho, estamos acompanhando, falando com ele quase que diariamente para melhorar o fluxo de cadastramento, de evacuação da área e estamos agora pressionando para que saia qualquer laudo apontando, mesmo que não de forma definitiva, mas mostrando que há essa probabilidade da responsável ser a Braskem, para a gente conseguir logo o bloqueio das contas e reparar o dano que as pessoas estão

sofrendo. Então que diga logo de público o que está acontecendo e quem é o responsável, é isso que a população espera, que a Defensoria espera, que todos os órgãos esperam, para a gente conseguir rapidamente trazer a naturalidade, a tranquilidade a vida desses moradores. Com o avanço da área de risco, a Defensoria planeja atuar nessas outras comunidades? Na realidade já temos uma ação aqui pronta. Estamos esperando o laudo. Temos aí as avalições dos imóveis que estavam na área vermelha, mas com essa nova realidade que tudo é área vermelha, a gente pediu informações à Prefeitura para realmente dar o valor do IPTU, o valor venal dos imóveis, para na hora de irmos à Justiça, conseguir fazer o bloqueio e, em seguida, fazer a liquidação, ou seja, liberar o dinheiro para cada família, para cada cidadão, de acordo com o valor do imóvel. Então, temos que fazer do restante

do bairro do Pinheiro Mutange e Bebedouro. Mas se o laudo não for conclusivo e a Braskem não tiver responsabilidade? Veja só, o Município de Maceió, na hora que fez o plano diretor, colocou aquela área como uma área habitável, uma zona de habitação, tanto que emitiu o alvará de construção, o habite-se. ‘Ora, por que não fez o devido estudo já que tinha sido uma falha geológica para não permitir que as pessoas ali construíssem os seus sonhos? ’ É uma tese sim que vamos brigar, caso a Braskem seja excluída de responsabilidade, o que não acreditamos com tudo que vem se apresentando. Acreditamos piamente que a responsabilidade é da Braskem e esperamos não ter que ir à Justiça para reparar o dano, pois achamos que a empresa tem um compromisso social e, se for comprovada a responsabilidade, como tem sido demonstrado, ela mesma tem que ir atrás das pessoas, cadastrar todo mundo e fazer a justa indenização. Continua na página 9

ESPECIAL

Macéio / 05 a 11 de abril / 2019

/ CADA MINUTO

13


12 CADA MINUTO /

Macéio / 05 a 11 de abril / 2019

ESPECIAL

ENTREVISTA

Macéio / 05 a 11 de abril / 2019

/ CADA MINUTO

9

Para Ricardo Melro, Braskem não pode se ausentar na responsabilidade de indenizar as famílias

Mudando um pouco de assunto, a Saúde tem sido uma das áreas de grande atuação da Defensoria. Como analisa a quantidade de judicialização de casos? Não é algo novo, isso já vem com algum tempo, é um problema nacional. O SUS precisa ser revisto sim, não só o financiamento, mas como a própria gestão de funcionamento. Muitos problemas que temos não são por falta de recurso, é por falta de gestão mesmo. Tem recurso, mas não consegue adquirir os medicamentos, não se consegue cadastrar as clínicas para fazer exame e a população sabe desse direito, sabe que a Defensoria é célere. O judiciário tem dado o respaldo às ações da Defensoria Pública, até porque é um direito constitucional, o mais sagrado que nós temos que é o direito a vida, saúde, então a própria vida, e a população tem

buscado esse direito e tem encontrado uma resposta para o que merece. O ideal não é isso, o ideal é que cheguem lá no posto de saúde, no hospital e consigam o atendimento porque ninguém quer ter uma cirurgia, um remédio ou um exame com uma decisão, eles não querem procurar isso, eles querem chegar lá e ter o problema resolvido, já basta a angústia de ter uma doença, aí depois vem a angústia de conseguir o tratamento judiciário, que muitas vezes não é rápido, porque sai uma decisão determinando que o secretário A ou B cumpra, forneça o medicamento, forneça a cirurgia, a decisão não é cumprida, sistematicamente, elas não são cumpridas e temos que fazer o bloqueio e, as vezes, a gente também não encontra o valor a ser bloqueado nas contas, seja do Município ou do Estado. Então, o ideal é que haja uma rearrumação

do SUS, uma melhor gestão na aquisição dos insumos, dos medicamentos, dos exames, para que a população tenha melhores dias naquilo que é mais caro a ela, que é a própria saúde”. As vezes são procedimentos simples que precisam ser judicializados. Os gestores poderiam ser fiscalizados e punidos para não deixar estes casos acontecerem? Essa é uma área que cabe ao Ministério Público, a punição, seja por improbidade, seja por algum ilícito penal, cabe ao próprio Estado, internamente, apurar a responsabilidade funcional, de modo que o próprio Ministério Público pode responder melhor. A Defensoria tem a missão aqui de ir a Justiça, garantir o tratamento que a pessoa está precisando, mas a responsabilidade criminal, admi-

nistrativa, cabe a outro órgão, que é o Ministério Público”. Como tem sido atuação da Defensoria no interior? Recentemente, com concurso público, nomeamos 15 defensores, em regime de acumulação e estamos em todo o estado de Alagoas, de modo que, principalmente no Sertão, a população, hoje, tem a Defensoria presente, lá na Comarca para atender, ingressar com as ações, para resolver as demandas coletivas naquela localidade, sem precisar se deslocar. Temos também o programa chamado Expresso da Cidadania, onde temos um caminhão adaptado em escritórios para atender a população, para irmos naquelas comunidades mais afastadas, porque você tem a Comarca e tem os municípios circunvizinhos, que chamamos de termos e, às vezes,

essas pessoas não têm nem como ir à Comarca, então vamos com o Expresso da Cidadania lá, atendemos, levamos a demanda ao judiciário para resolver, as questões de ações de alimentos, divórcios, as ações criminais, as pessoas que estão respondendo por algum tipo de ilícito, as questões de saúde, então a gente sempre busca chegar à comunidade, se ela não consegue ir as vezes até a Defensoria, através desse programa Expresso da Cidadania, nós vamos até ela. Está dando bons frutos, a população tem gostado, tem aprovado e somos a quinta defensoria do Brasil a estarmos em cem por cento do próprio estado, é em regime de acumulação, mas no sistema de virtualização, de peticionamento eletrônico, intimações eletrônicas, tem dado certo, facilita muito e os processos têm caminhado”.

Beleza Encoberta: projeto resgata autoestima de usuárias da Semas

Com o objetivo de proporcionar mais qualidade de vida e cidadania para pessoas em situação de vulnerabilidade social, os equipamentos da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) atuam possibilitando o acesso da população a serviços, benefícios e projetos assistenciais. Esta semana, mulheres atendidas na Casa de Passagem Familiar participaram de um ensaio fotográfico. A ação faz parte do Projeto Beleza Encoberta, que tem como objetivo abordar de forma dinâmica e lúdica a discussão sobre a construção social e a valorização da mulher em situação de rua no município de Maceió. Segundo a repórter fotográ-

fica Pei Fon, responsável pelas fotos, a fotografia é uma forma de guardar memórias e trabalhar a aceitação individual. “A fotografia vem para ajudar na autoestima e para lembrar aquela mulher que ela pode se cuidar e se aceitar da forma que ela é, sem entrar nos padrões estéticos impostos pela sociedade. De certa forma, a fotografia trabalha a aceitação do próprio eu. Cada pessoa tem sua beleza, e a foto ajuda na construção dessa auto-imagem que nos faz lembrar quem nós somos e que fazemos parte do mundo”, disse. Antes de serem fotografadas, as mulheres ganharam um dia de beleza no salão Fik Chick, localizado no bairro Pajuçara. Segundo a psicóloga da

Casa de Passagem Familiar, Malba Cavalcante, esses eventos são importantes porque proporcionam para essas mulheres em situação de rua formas de reaver e renovar a autoestima. “Em geral, essas mulheres são muito

fragilizadas pela condição em que estão inseridas e sofrem com a violência desde a infância. Então percebemos que elas não se sentem mulheres na maior parte do tempo. O projeto vem justamente para soerguer

essas mulheres, reavivar a autoestima delas e fazer com que elas se sintam incluídas na sociedade”, explicou. De acordo com a usuária da Casa de Passagem Familiar, Miriam Maria, de 21 anos, que participou do projeto, as atividades a fez sair da rotina. "Foi diferente do que estamos acostumadas. Eu me senti feliz em poder me cuidar. Só havia ido num salão de beleza uma vez e foi bom poder estar lá com elas", relatou. A Casa de Passagem Familiar é uma unidade da Semas que proporciona acolhimento provisório para famílias em situação de rua e desabrigo e fica localizada no bairro do Centro.


10 CADA MINUTO /

Macéio / 05 a 11 de abril / 2019

PUBLICIDADE

Macéio / 05 a 11 de abril / 2019

/ CADA MINUTO

11

Profile for CM PRESS

CADA MINUTO EDIÇÃO 225  

CADA MINUTO EDIÇÃO 225  

Profile for cmpress1
Advertisement