Page 1


Divisão de Comunicação (DC) Tel.: 21 206 80 27 • E-mail: dc@cm-barreiro.pt Recolha, tratamento de informação, redacção, Design, paginação e fotografia

FICHA TÉCNICA Propriedade Câmara Municipal do Barreiro R. Miguel Bombarda • 2830-355 Barreiro Tel. 21 206 80 00 E-mail: geral@cm-barreiro.pt Internet: www.cm-barreiro.pt

Depósito Legal nº 179088/02 Registo ISSN nº 1645-3980

Distribuição gratuita

Tiragem: 40.000 exemplares

Periodicidade: Bimestral

Impressão: Regiset

Departamento de Águas e Saneamento Secretaria do Departamento: 21 206 48 40; 48 60; 48 41 › Divisão Comercial: Atendimento: 21 206 81 88; 80 74 Facturação (e contadores): 21 206 48 63

CONTACTOS Divisão de Higiene Urbana e Divisão de Jardins e Espaços Verdes Rua José Magro nº 2 A • Tel.: 21 206 86 54 Recolha de Monos - 21 206 86 41 R. Miguel Bombarda - Armazéns do Nicola Sacos Entulho - 21 206 87 19

Comissão de Protecção de Crianças e Jovens do Barreiro Rua Stinville, 14, Quimiparque E-mail: cpcj.barreiro@iol.pt

Gabinete de Apoio ao Empresário Rua Miguel Bombarda, 2830-355 Barreiro Tel.: 21 206 81 11 › Fax: 21 206 81 13 E-mail: gae@cm-barreiro.pt

Centro de Informação Autárquica ao Consumidor Rua Stinville, 14, Quimiparque E-mail: ciac-cmbarreiro@mail.telepac.pt

Espaço J Rua Dr. António José de Almeida, nº 69 Tel.: 21 207 97 76 • E-mail: ejota@mail.telepac.pt

Espaço Internet Biblioteca Municipal do Barreiro Rua da Bandeira • Tel.: 21 207 01 16 E-mail: espaconet.barreiro@sapo.pt

Auditório Municipal Augusto Cabrita Parque da Cidade Tel.: 21 214 74 00 (geral) Tel.: 21 214 74 10 (bilheteira) E-mail: bilheteira@cm-barreiro.pt

Serviços Municipalizados de Transportes Colectivos do Barreiro Av. Resistentes Anti-Fascistas, Lavradio Tel.: 21 206 48 00 Fax: 21 207 83 68

Piscina Municipal Av. Bento Gonçalves Tel.: 21 207 03 45

Pavilhão Municipal Luís de Carvalho Empreendimento Cidade Sol, Rua 9, Lote 9003 Tel.: 21 214 93 70 Fax: 21 214 93 79

.02 Informação da Câmara Municipal do Barreiro • Fevereiro 2008

Barreiro Executivo deseja Festas Felizes a Instituições do Concelho Durante a Quadra Natalícia, o Executivo da Câmara Municipal do Barreiro visitou dezenas de instituições do Concelho desejando-lhes Boas Festas e distribuído bolos Rei. Foram visitados, entre outros, como as imagens documentam as corporações dos Bombeiros Sul e Sueste e de Salvação Pública, as Associações “Persona” e RUMO.

.01

.03

.05

.02

.04

.06

.01 e .02 Visitas às Associações “Persona” e “Rumo” .03 e. 04 Visitas às Corporações de Bombeiros Sul e Sueste e Corpo de Salvação Pública .05 e .06 Visitas do Grupo Coral Alentejano “Amigos do Barreiro” e os alunos da Escola Básica do 1º Ciclo N.º 2 do Barreiro

E recebe a visita dos cânticos do mundo

'Modas' alentejanas sobre o nascimento de Jesus e as tradicionais Janeiras ecoaram no edifício da Câmara Municipal primeiro no Natal e depois no Ano Novo. Em Dezembro, o Grupo Coral Alentejano "Amigos do Barreiro" cantou músicas originárias de Ferreira do Alentejo, Alfundão, e Cuba. Em Janeiro, foi a vez dos alunos da Escola Básica do 1º ciclo nº 2 do Barreiro afinarem as vozes com as Janeiras. O Coro da Universidade da Terceira Idade do Barreiro seguiu-lhes o exemplo desejando ao executivo municipal a concretização de todos os projectos existentes em prol do Concelho.


Informação da Câmara Municipal do Barreiro • Fevereiro 2008

editorial

CARLOS HUMBERTO DE CARVALHO Presidente da Câmara Municipal do Barreiro

Caros Munícipes,

Continuarei a intervir, com firmeza, porque considero que a construção da Terceira Travessia do Tejo - Barreiro/Chelas é a que melhor serve a estratégia de desenvolvimento do Barreiro, para além de servir, como já referi, a estratégia da Área Metropolitana de Lisboa, da Margem Sul e do País.

Vivemos um momento importante no futuro do Barreiro. Foi, a 10 de Janeiro, anunciada, pelo senhor Primeiro-Ministro, a construção da Terceira Travessia do Tejo - ponte Barreiro/Chelas - com as componentes rodoviária e ferroviária que inclui a alta velocidade e o comboio tradicional. Considerámos nessa altura, e continuamos a considerar, que essa é a decisão certa. A decisão certa para o País, para a Região e para o Barreiro. A ponte é uma passagem recíproca entre duas margens. Não queremos a ponte apenas, nem fundamentalmente, para chegar mais depressa a Lisboa. Queremos a ponte Barreiro/Chelas, rodo-ferroviária para ajudar a concretizar uma estratégia que permita, nomeadamente ao Barreiro assumir o seu importante papel na construção de uma Área Metropolitana de Lisboa (AML), cidade de duas margens. Uma cidade polinucleada, com várias centralidades. Nesta estratégia, a ponte, também, serve para, de Lisboa, se chegar ao Arco Ribeirinho Sul da AML, à Península de Setúbal e ao Alentejo. Aguardamos o resultado do estudo do LNEC que acreditamos irá confirmar a decisão já anteriormente anunciada. Quero afirmar-vos que temos trabalhado intensamente para que a ponte rodo-ferroviária Barreiro/Chelas se torne realidade. Continuarei a intervir, com firmeza, porque considero que a construção da Terceira Travessia do Tejo - Barreiro/Chelas é a que melhor serve a estratégia de desenvolvimento do Barreiro, para além de servir, como já referi, a estratégia da Área Metropolitana de Lisboa, da Margem Sul e do País.

Um abraço

.03


.04

Informação da Câmara Municipal do Barreiro • Fevereiro 2008

Obras no Concelho Eleitos Municipais conhecem trabalhos em curso Várias obras que visam a melhoria da qualidade de vida dos barreirenses decorrem em todo o Concelho. Com o objectivo de dar a conhecer, os trabalhos em curso, bem como alguns projectos previstos. A Câmara Municipal promoveu, no início de Janeiro, uma visita a alguns destes locais. Deputados municipais, eleitos das oito Freguesias e órgãos de comunicação social integraram a comitiva. A CONSTRUÇÃO do Centro Comercial Forum Barreiro, a renovação e reforço do Centro da Cidade, o novo Mercado 1º de Maio e o Mercado provisório, a obra da antiga Escola Mendonça Furtado e os trabalhos de requalificação do Parque Catarina Eufémia foram os primeiros grandes projectos abordados pelo Presidente da CMB na visita às obras municipais. No contexto desta iniciativa, Joaquim Matias, Vereador responsável pela área de Planeamento, também falou, entre outros assuntos, sobre a Iniciativa Municipal de Programação da Área Ribeirinha (IMPAR), destacando três zonas de intervenção: o lado nascente do Tejo, a frente de rio da Quimiparque e a frente de rio desde a Avenida Bento Gonçalves, Clube Naval, Alburrica, Terminal Rodo-Ferro-Fluvial e zona do POLIS, até Coina. A recuperação e alteração de valências do equipamento municipal 'El Matador' (a CMB está a proceder à elaboração do projecto) foi outro dos temas abordados. LIGAÇÃO BARREIRO-LAVRADIO ATRAVÉS DA QUIMIPARQUE Percorrendo a estrada que servirá para o atravessamento provisório da Quimiparque, ligando o Barreiro ao Lavradio, em princípio em Outubro de 2008, a comitiva escutou o

Presidente da Câmara salientar que nos terrenos da Quimiparque vão ser instalados o Quartel dos Bombeiros Voluntários do Sul e Sueste, a esquadra da PSP do Barreiro e as oficinas e outros serviços da CMB. NOVOS EQUIPAMENTOS PARA A PRÁTICA DA NATAÇÃO No Lavradio, a comitiva verificou que os trabalhos de construção da Piscina de Aprendizagem do Lavradio decorrem a bom ritmo. Esta obra, que implica um investimento da CMB de 843.150 euros, deverá estar concluída em Março de 2008. Como explicou a Vereadora responsável pela área do Desporto, Regina Janeiro, este equipamento está destinado, entre outras valências, a aulas de natação para bebés, hidro-ginástica para grávida, hidroterapia, aulas de enriquecimento curricular e natação livre. Com o objectivo de revitalizar o espaço exterior da Piscina de Aprendizagem, do Mercado Municipal do Lavradio e da Escola nº 1, a Autarquia assinou um Protocolo com a empresa “ALCAPREDIAL - Investimentos e Imobiliário, S.A.”. Esta intervenção, orçada em cerca de 420 mil euros, tem uma duração de três meses, estando a sua conclusão prevista para o 1º quadrimestre de 2008.

FREGUESIA DE COINA

Uma centralidade sub-regional Duas rotundas vão, em breve, nascer em Coina. Uma, de grande dimensão, ligará a Estrada Nacional (EN) nº 10 à EN 10-3. A outra, de menores dimensões, fica situada no cruzamento da Rua Professora Maria Rita Amaro Duarte e a Estrada Nacional 10-3. A primeira, da responsabilidade da EP - Estradas de Portugal, EPE deverá começar a ser construída no primeiro semestre de 2008. A construção da segunda rotunda, obra Municipal, já teve início, a 28 de Janeiro, e deverá estar terminada num prazo de 75 dias. O custo desta última, que beneficia de uma candidatura ao Programa MARE (no âmbito do INTERREG), rondará os 100 mil euros. Pela sua localização e pelas acessibilidades que estão ou vão ser construídas (entre elas a Circular Regional Interna da Península de Setúbal), Coina será uma grande centralidade sub-regional, afirmou Carlos Humberto de Carvalho, realçando a hipótese de também ser construído na freguesia um Retail Park junto à estação da Fertagus.

Além da Piscina de Aprendizagem do Lavradio, o Concelho vai contar, futuramente, com uma nova Piscina Municipal, um equipamento relevante para a promoção da prática da actividade física e de lazer e que terá, previsivelmente, um tanque para competição e outro para aulas. A infra-estrutura ficará situada num local próximo da Escola Superior de Tecnologia, na Mata dos Lóios, Urbanização dos Fidalguinhos, no Lavradio. Este ano, dá-se início ao projecto de arquitectura. POLIS - EMPREITADAS EM CURSO TERMINADAS ATÉ ABRIL As várias empreitadas em curso no âmbito do Polis - Programa Nacional de Requalificação Urbana, Componente 4, estão em fase de conclusão, devendo estar terminadas durante o primeiro quadrimestre de 2008. Segundo a Vereadora Sofia Martins, também estão previstos trabalhos de reabilitação da zona do Bairro 25 de Abril. A autarca referiu ainda, entre outros aspectos, que será aberto o concurso para construção e concessão das 11 lojas de restauração e comércio pensadas para o extremo Sul do Parque Recreativo. Entretanto, concluiu-se a obra da ciclovia da Avenida da Liberdade, na Verderena, que foi aberta simbolicamente no dia nove de Fevereiro.


Informação da Câmara Municipal do Barreiro • Fevereiro 2008

Concelho em Construção CAFÉ BARREIRO A Câmara Municipal está a proceder, desde o final de 2007, às obras de recuperação e restauro da cobertura e fachada do antigo Café Barreiro. A obra, orçada em cerca de 100 mil euros, deverá terminar no final de Maio. NOVO MERCADO DE LEVANTE DO BARREIRO ABERTO TERÇAS E SÁBADOS Situado junto à Estação Elevatória do Alto da Paiva, nos Casquilhos, este Mercado de Levante vai funcionar às terças-feiras e sábados. A Autarquia, em cooperação com os vendedores, já concluiu as obras de reconversão do espaço que contemplaram a vedação, o alcatroamento, a marcação de lugares, casas de banho, lavadouros e bebedouros. ROTUNDAS DOS CASQUILHOS E DE SANTO ANDRÉ Está quase concluído o arranjo paisagístico da Rotunda dos Casquilhos, no qual se inclui o revestimento em relvado, a plantação de oliveiras e a colocação de iluminação. Paralelamente, a CMB está a proceder à análise do projecto para a Rotunda na Rua Capitães de Abril.

CEMITÉRIO DA VILA CHÃ AMPLIADO A Autarquia está a proceder à construção dos ossários. A obra para a primeira fase da ampliação será lançada ainda este ano.

.05

Requalificação da zona de Alburrica e dos Moinhos

ESPAÇOS VERDES MAIS BONITOS A CMB está empenhada em recuperar e conservar os espaços verdes. › Na Avenida Bento Gonçalves foi realizado, em Dezembro, o trabalho de poda nos Plátanos para eliminar os ramos que estivessem a prejudicar a iluminação pública, as habitações e o trânsito. › Junto à Rotunda do Lavradio os espaços envolventes ganharam cor com a plantação de novas espécies de plantas. › No logradouro da Escola n.º 8 do Alto Seixalinho foi feita uma intervenção de poda de árvores. Foram vários os canteiros que mereceram intervenção com a reposição de plantas da época: nos Paços do Concelho, no interior e exterior da Biblioteca Municipal e junto à Estação de Tratamento de Águas de Coina.

Em Alburrica, após a reparação do caminho até aos moinhos, por parte da Administração do Porto de Lisboa (APL), a CMB vai iniciar a execução e reforço da iluminação. Está prevista, igualmente, uma intervenção por parte da APL que consiste no reforço das terras, minimizando assim os efeitos dos catamarãs naquela zona ribeirinha. Em apreciação está um projecto preliminar para recuperação dos Moinhos de Alburrica. Segundo referiu o Presidente da CMB na visita às obras municipais, em Janeiro, prevê-se durante este ano a pintura e iluminação dos moinhos e a recuperação dos telhados. Em 2009, a Autarquia pretende lançar a obra para a recuperação interior dos edifícios. Carlos Humberto de Carvalho referiu, ainda, que está a ser preparada a proposta de classificação como Património Municipal para levar a Reunião de Câmara.

“PARQUES VIVOS” EM 2008

Sete meses de Música, Desporto, Cinema, Teatro, Circo e muito mais... De 5 de Abril a 5 de Outubro, a Câmara Municipal do Barreiro volta a dinamizar actividades em torno dos “Parques Vivos” nos Parques Catarina Eufémia, da Cidade, e na zona verde do Convento da Madre de Deus da Verderena. Este ano, o período de iniciativas está mais alargado prevendo em todos os primeiros sábados de cada mês uma Feira de Artesanato contemporâneo. Estão igualmente previstos eventos musicais de géneros variados, com espectáculos para todos os públicos e com registos sonoros diferenciados. O teatro de rua fará parte de uma programação diversificada na qual se inclui: o teatro de marionetas para crianças de todas as idades, o teatro de revista e abordagens contemporâneas. Recuperando uma velha tradição, está previsto cinema ao ar livre na cidade. Especialmente a pensar nos públicos infantis estão programados espectáculos circenses. Ao longo de sete meses, a população está convidada a participar em Workshops temáticos, Desporto Sénior, Ioga, caminhadas e, numa série de actividades surpresa… De acordo com Sofia Martins, Vereadora responsável pelos Espaços Verdes, a primeira edição dos “Parques Vivos”, em 2007, foi “um desafio conseguido”. A iniciativa pretendeu “revitalizar e devolver as zonas verdes à população valorizando, assim, o trabalho realizado na sua recuperação”.


.06

Informação da Câmara Municipal do Barreiro • Fevereiro 2008

Novos autocarros para o Concelho Em 2007, os TCB abriram um concurso público internacional para a aquisição imediata de três mini-autocarros (até 30 lugares) e outros três para 2008 – estes com chegada prevista para breve. EM 2008 os Serviços Municipalizados de Transportes Colectivos do Barreiro (SMTCB) surgirão com novidades que resultam do investimento na frota, nomeadamente com a aquisição de mini-autocarros. Avizinha-se, por isso, conforme foi recentemente avançado pela Autarquia, a criação de novos trajectos e a reconfiguração de outros, tendo sempre subjacente a adequação do(s) serviço(s) às necessidades dos utentes. Nesta altura, estão a ser a efectuados estudos para melhor ajustar os transportes públicos às populações. Em 2006, refira-se, foram adquiridos dois novos

autocarros com motores de acordo com a norma Euro 3: com menores emissões de partículas e CO2 para a atmosfera. Em 2007, os TCB abriram um concurso público internacional para a aquisição imediata de três mini-autocarros (até 30 lugares) e outros três para 2008 – estes com chegada prevista para breve. O valor base global para este concurso é de 820 mil euros. A aquisição destes veículos, a diesel, em conformidade com a (ainda mais exigente) norma Euro 4, é mais um contributo para o cumprimento do protocolo de Kyoto, visando a protecção do ambiente.

Serviços Municipais Novas instalações na Rua Stinville No antigo edifício da Escola Superior de Tecnologia do Barreiro (Rua Stinville, 14, Parque Empresarial da Quimiparque) foram instalados alguns serviços da CMB, nomeadamente o Gabinete de Auditoria, e Acompanhamento, o Sector de Educação, o Gabinete de Arquivo e Gestão Documental, bem como o Centro de Informação Autárquico ao Consumidor e a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens do Barreiro. A funcionar estão já a Divisão de Acção Social (telefone 21 207 22 05), o Espaço Cidadania (21 207 22 58), a S.energia - Agência Local para a Gestão de Energia do Barreiro e Moita (21 099 51 39), a Divisão de Sustentabilidade Ambiental (212072249) e o Gabinete do Vereador Bruno Vitorino (21 207 22 53). NOVOS CONTACTOS DO EXECUTIVO MUNICIPAL Vereadores Emídio Xavier, Amilcar Romano e Sofia Cabral (PS) Atendimento com marcação prévia Marcação: Tel. 21 206 82 01/19 Vereador Bruno Vitorino (PSD) Atendimento com marcação prévia Marcação: Tel. 21 207 22 53

MAIS ECONÓMICO

Novo Passe Combinado Metro/Soflusa/TCB 30 dias Entrou em vigor a 1 de Janeiro de 2008, o Passe Combinado Metro/Soflusa/TCB 30 Dias. A sua implementação foi deliberada pela Câmara Municipal do Barreiro, a 5 de Dezembro, conforme o Protocolo tripartido já celebrado entre os Conselhos de Administração dos TCB e da Soflusa e o Conselho de Gerência do Metropolitano de Lisboa. O referido Passe tem o valor de 44 euros. A sua criação visa proporcionar ao cliente a possibilidade de utilizar os três operadores subscritores de uma forma mais prática e económica. A chegada da rede do Metropolitano ao Terreiro do Paço, no passado mês de Dezembro, veio promover a existência de um Passe Combinado que permite aos utentes dos TCB, Soflusa e Metro o acesso a um título mais económico que o actual L123. Este passe é válido em toda a rede de Metro, na Soflusa, na travessia entre Lisboa e Barreiro e em toda a rede dos TCB.


Informação da Câmara Municipal do Barreiro • Fevereiro 2008

.07

Estratégia para Futuro da Quimiparque entra numa nova fase O ESTUDO de “Desenvolvimento Empresarial e Urbano do Território da Quimiparque” entrou no início deste ano numa nova fase. Fruto da discussão pública foi elaborado um relatório final pelas equipas técnicas Augusto Mateus & Associados (AM&A) e RISCO SA, aprovado em câmara no dia 20 de Fevereiro. Está em curso a fase seguinte que se traduz na contratação de equipas técnicas para a elaboração do Instrumento de Gestão do Território (PU), do Estudo do passivo Ambiental e da descontaminação dos solos, da avaliação financeira do projecto e da candidatura a PIN + (Projecto de Interesse Nacional) e a fundos comunitários, no âmbito do Quadro de Referência Estratégico Nacional (QREN). Está, também, em discussão a solução institucional e empresarial que fará a gestão, divulgação, promoção e captação de investimento para este projecto, fundamental ao desenvolvimento económico do Concelho do Barreiro e âncora na construção e desenvolvimento da AML. Encontra-se ainda disponível o e-mail de participação quimiparque.participacao@cm-barreiro.pt, para que todos possam continuar a intervir na construção do futuro Barreiro.

O dia 29 de Setembro de 2007 ficou marcado pela assinatura de três protocolos envolvendo a Câmara Municipal do Barreiro, a Quimiparque e os Bombeiros Voluntários Sul e Sueste. Graças a estes acordos, os bombeiros e as oficinas da CMB passam a ter novas instalações, no Parque Empresarial e o Barreiro ficará mais perto do Lavradio, através de um atravessamento provisório.

Futuro da Quimiparque

Candidatura ao PIN + defendida pelo Presidente da CMB NO ÂMBITO da discussão pública do “Desenvolvimento Empresarial e Urbano do Território da Quimiparque” realizou-se o Fórum da Participação e Cidadania reunindo mais de uma centena de pessoas, no Auditório Municipal Augusto Cabrita (AMAC), em Dezembro. Na sua intervenção, o Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Carlos Humberto estava satisfeito pelo trabalho já realizado. “Não é um ponto de chegada, mas um percurso para darmos continuidade ao que fizemos até hoje e caminhar para um plano do desenho urbano mais avançado e para a candidatura ao Plano de Interesse Nacional (PIN+)”. Segundo o autarca esta visão estratégica “não se cinge ao Concelho, mas é

uma visão estratégica regional e nacional. Para construir Lisboa Cidade-Região, a cidade das duas margens, cidade polinucleada, que será um dos motores de desenvolvimento do país”. Para que esta visão seja uma realidade, o edil referiu a importância da plataforma logística do Poceirão, da construção da Terceira Travessia do Tejo (já anunciada para o Barreiro), do prolongamento do Metropolitano Sul do Tejo (MST) até ao Montijo, da Circular Regional Interna da Península de Setúbal (CRIPS) e da localização do novo aeroporto (anunciada para Alcochete). Aquando da apresentação do projecto “Desenvolvimento Empresarial e Urbano do Território da Quimiparque”, o arquitecto Augusto Mateus referiu-se a três zonas:

A zona A (junto ao Mercado Municipal do Lavradio), envolve actividades a desenvolver a nascente da nova ponte, com actividades industriais, da APL e de logística pesada e especializada explorando sinergias (rodo-ferro-portuária); Na zona B está prevista a localização do novo terminal rodo-ferro-fluvial, de Indústrias do conhecimento, serviços empresariais avançados. A zona C abrange a revitalização e potenciação de qualidade de vida urbana, através da reabilitação do edificado, da construção de novas habitações, comércio, serviços e criação de novos espaços verdes. Refira-se que todas estas zonas estariam interligadas por corredores verdes.


.08

Informação da Câmara Municipal do Barreiro • Fevereiro 2008

No seu discurso Carlos Humberto de Carvalho recordou que a Área Metropolitana (AML) tem a maior concentração populacional do País, com cerca de 2,7 milhões, corresponde a cerca de 1/4 da população do País. “Desejamos que a AML se assuma como uma importante cidade-região, se internacionalize e se continue a assumir como uma importante Capital Europeia”, disse. E continuou: “Para que a AML possa assumir este papel, que o País necessita e que desejamos, é preciso que construamos uma cidade de duas margens, polinucleada, com várias centralidades”. Para tal, "é necessário que cresça para Sul”.

Ponte Barreiro-Chelas aglutinará a estratégia de desenvolvimento do Arco Ribeirinho Sul e da AML DEPOIS do anúncio da construção da Ponte Barreiro-Chelas com as vertentes rodoviária e ferroviária, os debates sobre a infra-estrutura têm-se multiplicado. O Presidente da CMB tem reiterando a posição da Autarquia em inúmeras ocasiões. No Laboratório Nacional de Engenharia Civil, em Lisboa, Carlos Humberto de Carvalho marcou presença no Seminário “Nova Travessia do Tejo” (realizada a 12 de Fevereiro), onde, novamente, sustentou a sua posição, perante as centenas de participantes – muitos autarcas e técnicos – que preenchiam o auditório. Do ponto de vista do ordenamento do território, do desenvolvimento económico, das acessibilidades, da mobilidade, das questões da educação e do ensino, da construção da Área Metropolitana – cidade de duas margens, polinucleada –, “o debate da parte da manhã indiciou que a assunção mais credível é de que a Ponte Barreiro-Chelas é a que está em melhores condições de ter este papel aglutinador de toda esta estratégia”, defendeu o Presidente da CMB no balanço do

primeiro período de trabalhos e na sequência das intervenções do Ministro das Obras Públicas, Mário Lino, Secretária de Estado dos Transportes, Ana Paula Vitorino, dos presidentes das autarquias do Montijo e de Lisboa, respectivamente, Maria Amélia Antunes e António Costa, e do Bastonário da Ordem dos Engenheiros, Fernando Santo. Os indícios da convergência de posições são, considerou, muito importantes. “Não só pelo Barreiro, mas pela Região do Arco Ribeirinho Sul e para a Área Metropolitana de Lisboa como um todo”. No seu discurso Carlos Humberto de Carvalho recordou que a Área Metropolitana (AML) tem a maior concentração populacional do País, com cerca de 2,7 milhões, corresponde a cerca de 1/4 da população do País. “Desejamos que a AML se assuma como uma importante cidade-região, se internacionalize e se continue a assumir como uma importante Capital Europeia”, disse. E continuou: “Para que a AML possa assumir este papel, que o País necessita e que

desejamos, é preciso que construamos uma cidade de duas margens, polinucleada, com várias centralidades”. Para tal, "é necessário que cresça para Sul”. Justificou “indispensável que se invista no Arco Ribeirinho Sul, na Península e Distrito de Setúbal, se requalifiquem as margens do Tejo, se criem equipamentos âncora, se invista, particularmente, no desenvolvimento económico, na criação de riqueza, no emprego e se aposte na mobilidade e na criação das infra-estruturas de transporte”. “O que pretendemos com a travessia Barreiro-Chelas não é aumentar os movimentos pendulares para Lisboa. O que pretendemos é requalificar toda uma Região e aumentar a qualidade do desenvolvimento económico. O Barreiro, pela sua centralidade geográfica, e pelo território disponível para as actividades económicas qualificadas e inovadoras – Quimiparque – está em condições de assumir esse papel”, concluiu.


Informação da Câmara Municipal do Barreiro • Fevereiro 2008

.09

Terceira Travessia do Tejo

Presidentes CM Lisboa e Barreiro reúnem

CMB APOSTA NO DESENVOLVIMENTO SUSTENTADO E SUSTENTÁVEL Recorde-se que no dia 10 de Janeiro, depois do anúncio feito pelo Primeiro – Ministro José Sócrates de construir a Ponte Barreiro-Chelas com duas vertentes rodo e ferroviária e o futuro aeroporto em Alcochete, Carlos Humberto de Carvalho, em conferência de Imprensa, manifestou o seu regozijo. “Uma vitória do Barreiro, da margem sul, da Área Metropolitana de Lisboa e do país”. Segundo o autarca são duas

infraestruturas muito importantes para o país, para a região e para o Concelho do Barreiro. O Presidente deseja que o Barreiro, no século XXI, à semelhança da sua importância no século passado, “seja a continuidade da modernidade do ponto de vista tecnológico. O que pretendemos é entrar numa fase qualitativa, do ponto de vista do emprego e da população e do nível da qualidade de vida e do rendimento per capita da sua população”.

A Terceira Travessia do Tejo Barreiro-Chelas foi o principal tema da reunião entre o Presidente da CMB, Carlos Humberto de Carvalho, o Presidente da CM Lisboa, António Costa, e o Vereador do Urbanismo e Planeamento Estratégico da autarquia lisboeta, Manuel Salgado. O encontro decorreu no Barreiro, em Novembro, antes do anúncio do Governo sobre a construção da ponte com as componentes rodoviária e ferroviária. Ambos os autarcas concordaram com a construção da ponte Barreiro-Chelas. “Do nosso ponto de vista, é preciso ponderar a construção da Terceira Travessia do Tejo, tanto do ponto de vista ferroviário como rodoviário. Numa posição de princípio, os dois presidentes estão de acordo nesta matéria”, referiu o Presidente da CMB após a reunião. Por seu lado, António Costa referiu existir “uma grande consonância de pontos de vista entre Lisboa e Barreiro sobre esta matéria. Ambos concordamos que esta travessia é muito importante para estruturar as duas margens da Área Metropolitana de Lisboa, numa visão de um desenvolvimento polinucleado”.

MURALHA DA AVENIDA BENTO GONÇALVES

Obras de recuperação incluem alargamento do passeio Alargamento do passeio e construção de ciclovia são trabalhos incluídos na obra de reabilitação e reforço da muralha da Avenida Bento Gonçalves. Esta empreitada, da responsabilidade da Administração do Porto de Lisboa, teve início no último trimestre de 2007 e deverá ter a duração

de seis meses. A obra prevê a construção de uma estrutura para travar, em definitivo, as derrocadas da muralha em toda a Avenida. A obra, entre a Nutasa e a Piscina Municipal, está orçada em 1.558.925,47 euros e contempla, também, a requalificação do Passeio Augusto Cabrita, que

sofrerá um alargamento entre dois metros e meio a cinco metros, dependendo da característica de cada zona. Os trabalhos terão uma segunda fase que corresponderá à zona entre a Piscina Municipal e o Clube Naval, onde será construída uma nova muralha.


.10

Informação da Câmara Municipal do Barreiro • Fevereiro 2008

Visita às freguesias No sentido de conhecer de perto os problemas e necessidades de cada zona do Concelho, o Executivo Municipal promove regulares visitas às Freguesias que culminam com a realização da Reunião Pública de Câmara. Este ano, já foram visitadas, a 16 de Janeiro, a Freguesia do Lavradio e, a 20 de Fevereiro, a de Coina. As obras das duas rotundas que estão a ser construídas na Freguesia de Coina e da Estação Elevatória, a Escola Básica do 1º ciclo, o Mercado Municipal, a Urbanização do Alto da Malhada e Área Urbana de Génese Ilegal de Covas de Coina fizeram parte do percurso da visita a Coina. A iniciativa culminou com a assinatura de escritura complementar da cedência de terreno para equipamentos sociais - creche, jardim-de-infância e lar de idosos - ao CATICA - Centro Comunitário de Coina. No Lavradio, foram visitados as traseiras da Rua Egas Moniz, o Parque Maria Machado, a Rua Teófilo Monte, na urbanização dos Lóios, entre outros locais que carecem de trabalhos de requalificação. Na iniciativa, o Presidente da CMB referiu algumas obras que poderão avançar já em 2008, tais como a requalificação, de acordo com a lei, do Parque Infantil dos Pardalitos, na Rua Palmira Bastos, a implantação de campos de ténis, previsivelmente, perto do Parque Maria Machado e os arranjos exteriores da Escola Básica 1º ciclo nº 2 do Lavradio e do Mercado Municipal.

Estação Elevatória de Coina Construção concluída em meados de 2008

EM MEADOS de 2008 deverá estar concluída a construção da Estação Elevatória de Coina. Localizada no Centro da Freguesia, na margem direita da Vala Real (local que servia de estacionamento e de mercado regular), esta infra-estrutura está integrada no subsistema de tratamento de águas residuais da Quinta do Conde. Num debate público, realizado a 6 de Dezembro pela CMB, Simarsul e Junta de Freguesia de Coina, foi explicado à população o que vai ser a Estação Elevatória, quais os sistemas de segurança ambiental, entre outros aspectos. Atenuando alguns receios da população, José Fialho, Director de Engenharia da Simarsul, deu exemplos de sistemas elevatórios já concluídos e garantiu que “estão integrados em ambientes urbanos, não têm odores ou ruídos”. Em relação à Estação Elevatória de Coina, integrada no subsistema da Quinta do Conde, o Director de Engenharia da Simarsul explicou que, em termos de segurança ambiental, a infra-estrutura terá 2+1 grupos de electrobomba, um grupo gerador de emergência, entre outros equipamentos. Em

ROTEIRO DAS FREGUESIAS

Semana de Santo António da Charneca De 11 a 18 de Fevereiro, o executivo municipal esteve na Freguesia de Santo António da Charneca. Dialogar com a população, conhecer de perto a realidade e os problemas de cada zona do Concelho e fomentar a participação e o envolvimento dos munícipes na gestão autárquica são objectivos desta iniciativa que já teve lugar nas Freguesias da Verderena, Palhais, Coina e Santo André. Visitas ao comércio, empresas e instituições, reuniões com a população (a 12, 14 e 15 de Fevereiro), contactos com a comunidade educativa, debate sobre o sistema de tratamento de águas residuais (a 11 de Fevereiro) foram algumas iniciativas que fizeram parte do Roteiro das Freguesias em Santo António da Charneca, organizado pela Autarquia barreirense.

Junho de 2008, deverão estar concluídos os trabalhos de construção civil e, no mês seguinte, a conclusão da montagem de equipamentos. Carlos Humberto de Carvalho, Presidente da CMB, e Arnaldo Pêgo, Presidente do Conselho de Administração da Simarsul, demonstraram interesse na realização de mais debates semelhantes no sentido de informar a população sobre as outras infra-estruturas em construção, entre elas a ETAR Barreiro/Moita. O Presidente da CMB salientou a importância destas infra-estruturas para a qualidade de vida do Concelho, visto que, com a despoluição dos rios, os barreirenses podem usufruir em pleno das zonas ribeirinhas. Recorde-se que a SIMARSUL - Sistema Integrado Multimunicipal de Águas Residuais da Península de Setúbal, S.A., sociedade de capitais maioritariamente públicos, detém a concessão, em regime de exclusividade, da actividade de recolha, tratamento e rejeição de efluentes (águas residuais) em oito Municípios da Península de Setúbal, nomeadamente Alcochete, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal.


Informação da Câmara Municipal do Barreiro • Fevereiro 2008

Protocolo visa formação para utentes da PERSONA

CMB e Fundação Minerva assinam protocolo

Apoiar a integração socioprofissional de pessoas com doença mental, ou em situação de desfavorecimento social, através de acções de formação (teórica/prática) nas áreas e espaços verdes da competência da CMB. É este o objectivo do protocolo assinado, a 28 de Novembro, entre a Autarquia e a PERSONA - Associação para a Promoção da Saúde Mental. De acordo com o protocolo, a CMB irá disponibilizar formação, na área de jardinagem, a formandos integrados na Empresa de Inserção “Paisagem Protegida”, da PERSONA. Por seu lado, à associação cabe “disponibilizar apoio psicossocial e socioprofissional (assegurando, para o efeito, acompanhamento individual e colectivo por uma equipa técnica composta por um psicólogo e um sociólogo) e, bem assim, planos de integração social, aos formandos integrados na Empresa de Inserção”.

Proporcionar no futuro um trabalho de estudo e investigação de qualidade é o objectivo do Protocolo assinado entre a Câmara Municipal do Barreiro e a Fundação Minerva - Cultura, Ensino e Investigação Científica/Instituto Lusíada de Investigação e Desenvolvimento, no passado mês de Dezembro. O acordo assenta nos seguintes domínios: no Projecto de Investigação (PI) “O Estuário do Tejo e as suas Áreas Ribeirinhas: Estratégias para a sua Sustentabilidade”, na realização de estudos e projectos de arquitectura e urbanismo no Concelho e na execução de estágios nos Serviços da CMB destinados a alunos da Licenciatura de Arquitectura. Para o Presidente da CMB “uma cidade tem de aproveitar os saberes e as experiências de outras instituições”.

Tomada de posse do Conselho Municipal de Educação

A CMB está a proceder à adaptação do piso térreo em duas lojas de um edifício na urbanização Ribeira das Naus, na Avenida Escola dos Fuzileiros Navais, na freguesia de Santo André. Este espaço está destinado a salas para a creche “Os Reguilas”, com capacidade para 33 crianças, dos 0 aos 3 anos de idade. A obra, orçada em cerca de 100 mil euros, deverá terminar durante o mês de Março.

CMB recupera documentação da “Casa dos Ferroviários”

Recuperar, tratar e inventariar a documentação de valor histórico que se encontrava nas instalações da “Casa dos Ferroviários” é o objectivo do Protocolo assinado, a 28 de Novembro, pela CMB e o Sindicato Nacional dos Trabalhadores do Sector Ferroviário. O acervo documental, que será, posteriormente disponibilizado para investigação, é uma importante fonte de conhecimento sobre as actividades do Sindicato dos Ferroviários e do próprio Concelho. Os resultados do trabalho serão depois editados e divulgados pela CMB, em parceria com o Sindicato dos Ferroviários, sob a forma de Guia Documental.

OS REPRESENTANTES do Conselho Municipal de Educação tomaram posse no dia 15 de Janeiro, após aprovação em reunião de Câmara e Assembleia Municipal. Este órgão consultivo do Concelho em matéria de educação é constituído pelos Presidentes da CMB e da Assembleia Municipal do Barreiro, Vereadora da Autarquia responsável pela Educação e representantes de várias entidades, designadamente Direcção Regional da Educação de Lisboa, Juntas de Freguesia do Concelho do Barreiro, ensino superior público, Pessoal Docente do Ensino Secundário, Básico e Pré-escolar Público, estabelecimentos de Educação e de Ensino Básico e Secundário privados, Associações de Pais e Encarregados de Educação, Associações de estudantes, Instituições Particulares de Solidariedade Social, serviços públicos de saúde, serviços de Segurança Social, serviços de Emprego e Formação Profissional e representante das Forças de Segurança. Entretanto, o Conselho Municipal de Educação, na reunião de 29 de Janeiro, pronunciou-se “favoravelmente quanto ao conteúdo da Carta Educativa do Concelho do Barreiro”.

NOVA CRECHE E JARDIM-DE-INFÂNCIA “OS REGUILAS”

Fraldinhas abre brevemente

.11


.12

Informação da Câmara Municipal do Barreiro • Fevereiro 2008

VI Concurso “Montras de Natal” “Belinha Cabeleireiro” em primeiro lugar “Belinha Cabeleireiro” conquistou o primeiro prémio do VI Concurso “Montras de Natal”. “Chaise Longue” e “Loja da Fatinha” ficaram em segundo e terceiro lugares, respectivamente. Todos os participantes receberam diplomas de participação, na sessão de entrega de prémios, em Dezembro, na Galeria Municipal de Arte. “A Aldeia do Natal” deu cor e luz à montra da “Belinha Cabeleireiro”. Anabela Lucas iniciou o trabalho em Setembro. Foram criados ao pormenor os duendes, as casas e as flores. Recorde-se que a iniciativa resultou de uma parceria entre a Câmara Municipal do Barreiro, através do Gabinete de Apoio ao Empresário (GAE), a Associação de Comércio e Serviços do Barreiro e Moita e o Clube de Empresários do Barreiro. O evento contou com o patrocínio das Juntas de Freguesia do Concelho, do “Mercado dos Livros”, da empresa “Sempre a Somar”, do hipermercado “Modelo” e da empresa “MultiDevellopment”.

Comemorações do Centenário da CUF no Barreiro ATÉ 15 DE MARÇO estão abertas as inscrições para o Salão de Fotografia e Vídeo Industrial inserido nas Comemorações do Centenário da CUF no Barreiro realizadas ao longo de 2008. Fomentar a fotografia e o vídeo industrial como arte e técnica ligadas à indústria é o objectivo desta iniciativa promovida pela Comissão Organizadora constituída pela Câmara Municipal do Barreiro, CUF-SGPS e Quimiparque. Segundo o regulamento, podem participar autores amadores e profissionais. Os trabalhos a concurso são inspirados na indústria, abarcando a arquitectura, os processos de fabrico e manufactura e seus intervenientes, bem como a arqueologia industrial. Os trabalhos devem ser entregues pelo correio para os seguintes endereços: Fotografia: Salão de Fotografia e Vídeo

Industrial “Centenário da CUF no Barreiro”, Caixa Postal 5064-2831-904 Barreiro. Vídeo: Salão de Fotografia e Vídeo Industrial “Centenário da CUF no Barreiro”, Câmara Municipal do Barreiro - Divisão de Cultura e Património Histórico e Museológico. Auditório Municipal Augusto Cabrita - Parque da Cidade - Av. Esc. Fuzileiros Navais, 2830-150 Barreiro.

CMB lança “Cadernos do Associativismo/Monografias A CMB está a editar “Cadernos do Associativismo/Monografias do Movimento Associativo - Memórias e Estórias” dedicados ao Movimento Associativo (MA) do Concelho. Estas publicações resultam uma recolha documental, não pretendendo ser um estudo histórico, nem uma avaliação do processo de evolução do MA. Em 2008, está previsto o lançamento dos números nºs 3 e 4, dedicados às freguesias de Santo António da Charneca e da Verderena. As duas primeiras edições da colecção debruçaram-se sobre Palhais (lançamento em Novembro de 2007) e Coina (Julho). “Todos teríamos dificuldade em imaginar o nosso Concelho sem o nosso rico Movimento Associativo”, afirmou a Vereadora responsável pelo Departamento de Acção Sócio-Cultural da CMB, Regina Janeiro, aquando da presentação

do segundo volume. “Sentíamos a falta de um documento que ficasse para sempre”, continuou. Este perpetua um conjunto de recolhas, de vivências, prestando uma simbólica homenagem aos que contribuíram para que houvesse no Concelho um “riquíssimo Movimento Associativo”, disse, ainda, na ocasião.

DESCENTRALIZAÇÃO DE COMPETÊNCIAS NAS JUNTAS DE FREGUESIA

Presidente Raúl Malacão faz balanço positivo Um ano após a assinatura do Protocolo de Delegação de Competências celebrado entre a Câmara Municipal do Barreiro e as oito Juntas de Freguesia do Concelho, a 12 de Janeiro de 2007, publicamos, nas próximas edições, o balanço feito pelos seus Presidentes ao trabalho desenvolvido desde então. Nesta edição ficamos a conhecer a opinião do Presidente da J.F. do Barreiro, Raúl Malacão. “Dada a proximidade ao cidadão, os eleitos da junta têm um conhecimento mais directo e profundo das questões. Foi neste âmbito que assinámos com a CMB o protocolo, no qual a Junta assumiu novas competências em diversas áreas e recebe os respectivos meios financeiros para as assegurar. Este modelo tem sido extremamente positivo nas zonas onde é implementado, pois a prática demonstra que a Junta economiza meios, estimula o trabalho voluntário e é eficaz na gestão e acompanhamento das acções. No entanto, ainda estamos longe de conseguir todos os meios humanos e materiais que nos permitam concretizar e consolidar tudo o que desejamos para a população”. Refira-se que o trabalho envolveu pequenas intervenções de manutenção nas Escolas do 1º Ciclo nos 1 e 2 do Barreiro; a limpeza de logradouros; ao nível da toponímia, procedeu-se à colocação de novas placas e ao restauro de outras; foi efectuada a limpeza de abrigos das paragens de autocarro e feita uma nova pintura e recuperação da estrutura metálica do Polidesportivo da Avenida Bento Gonçalves.


Informação da Câmara Municipal do Barreiro • Fevereiro 2008

.13

Diversidade caracteriza espaços culturais

Desfiles de Carnaval 2008 Escolas e Mov. Associativo CERCA de 2500 alunos de vários estabelecimentos de ensino do Barreiro participaram nos desfiles do Carnaval das Escolas 2008. Personagens dos desenhos animados, índios, piratas, príncipes e princesas, índios, bruxas, fadas, entre muitas outras máscaras encheram de cor e alegria as ruas do Concelho. Organizados pela CMB, Juntas de Freguesia do Concelho e Comunidade Educativa, os desfiles realizaram-se nos dias 30 e 31 de Janeiro e 1 de Fevereiro. Contaram com a participação de alunos de escolas do Barreiro, Alto do Seixalinho, Santo André e Lavradio.

Nos dias 3 e 5 de Fevereiro, milhares de pessoas saíram à rua para ver os desfiles de Carnaval. O Centenário da Companhia União Fabril (CUF) no Barreiro inspirou a edição deste ano. Centenas de foliões desfilaram nas Ruas da Cidade e representaram com alegria e cor a escola, a colónia de férias, os operários da CUF, a chegada do comboio ao Barreiro, entre muitos outros aspectos históricos. Recorde-se que participaram seis freguesias do Concelho: Barreiro, Palhais, Alto do Seixalinho, Verderena, Santo André, Santo António e o respectivo movimento associativo.

A programação cultural no Concelho continua a ser rica e diversificada. Auditório Municipal Augusto Cabrita (AMAC), Galeria Municipal de Arte, Espaço J e outros locais nobres do Concelho têm acolhido múltiplas manifestações culturais de artistas potenciais ou consagrados. Cinema, teatro, música, dança, exposições, entre elas as da ILUSTRARTE - Bienal Internacional de Ilustração para a Infância, e uma variada programação “Júnior” encontram-se à disposição da população. Em Março, como já vem sendo tradição, haverá “Mês do Teatro”. Como curiosidade e motivo de interesse sublinhe-se nesta iniciativa o empenho da organização na descentralização, levando a cada uma das oito freguesias do Concelho um momento do evento. Na Galeria Municipal está patente ao público a exposição de pintura de Dália Cordeiro (de 16 de Fevereiro a 13 de Março). A programação integral do AMAC foi oportunamente distribuída pelas caixas de correio dos munícipes. Para mais pormenores sobre o calendário consulte na Internet www.cm-barreiro.pt e http://amacbarreiro.blogspot.com, ou solicite informações através do telefone 21 214 7400, do fax 21 214 7401, ou dos e-mails cultura@cm-barreiro.pt e bilheteira@cm-barreiro.pt. Para receber a newsletter da programação do AMAC, o contacto de e-mail para inscrição é: cultura@cm-barreiro.pt.

Passeios de Domingo 2008 NO ÂMBITO das Comemorações do Centenário da Companhia União Fabril no Barreiro este ano, a Câmara Municipal do Barreiro promove a iniciativa “Passeios de Domingo pelo Património Industrial” dedicada à divulgação de bens imóveis e móveis no âmbito do património industrial, proto-industrial e arqueológico-industrial local, regional e nacional. Os “Passeios” efectuam-se mensalmente, no último Domingo de cada

mês, no período da manhã, contudo o programa poderá estar sujeito a alterações. O calendário prevê as próximas iniciativas: 24 Fevereiro - Museu do Trabalho Michel Giacometti - Setúbal; 30 Março - Oficinas da REFFER - Barreiro; 27 Abril - Museu da Cerâmica - Sacavém; As marcações iniciam-se na segunda - feira que antecede o “Passeio”, a partir das 9h00, para o número de telefone 21 214 87 65.

AUDITÓRIO MUNICIPAL AUGUSTO CABRITA (AMAC)

14 A 30 DE MARÇO

1º Salão Ilustrarte do Livro Infantil do Barreiro

15ena da Juventude

O 1º Salão ILUSTRARTE do Livro Infantil do Barreiro foi um espaço de divulgação e promoção do livro infantil, um ponto de encontro de autores, ilustradores, editores e público de todas as idades. A iniciativa decorreu no Auditório Municipal Augusto Cabrita (AMAC) e resultou de uma organização conjunta da Câmara Municipal o Barreiro (CMB), da Associação Ver Pra Ler e foi apadrinhada pelo Salon du Livre et de la Presse Jeunesse de Montreuil. Na sua inauguração, o Presidente da CMB, Carlos Humberto de Carvalho agradeceu aos comissários da Ilustrarte que “ajudam a construir a ideia do Barreiro Capital da Ilustração para a Infância e a cooperação de autores e ilustradores que aqui estão connosco durante os quatro dias e às editoras que têm um papel fundamental para o êxito da iniciativa”.

A 15ena da Juventude, que se realiza, este ano, de 14 a 30 de Março, é já uma referência. Promovida pela CMB, ela é, essencialmente, idealizada por e para jovens. Do vasto programa, sublinhem-se os concursos de Vídeo e Fotografia, que anualmente atraem cada vez mais participantes e revelam novos talentos. Do programa do evento constam, iniciativas de música, teatro, cinema, exposições, encontros/fóruns, ateliês e workshps, e desporto. O Concerto de Abertura será protagonizado pelos “Cool Hipnoise” (a 14 de Março, pelas 21h30, na SIRB “Os Penicheiros”).


.14

Informação da Câmara Municipal do Barreiro • Fevereiro 2008

“Ilhas Ecológicas” substituem contentores NO SENTIDO de melhorar a qualidade ambiental do Concelho, a Câmara Municipal do Barreiro (CMB) instalou mais algumas “Ilhas Ecológicas”, ou contentores enterrados. Estes equipamentos têm significativas vantagens, uma vez que possibilitam uma diminuição da libertação de odores, possuem uma maior capacidade relativamente aos usuais contentores de superfície (contentores verdes) e em termos estéticos, têm um menor impacto visual.

Em Dezembro, foram substituídos seis contentores por duas “Ilhas” num novo loteamento junto ao n.º 110, da Rua Cândido Manuel Pereira, no Cruzamento da Rua Cárcamo Lobo, com a Rua Gil Vicente (frente ao Centro Cultural e Recreativo Juventude do Barreiro). Ao todo existem 11 “Ilhas Ecológicas” colocadas nas principais freguesias urbanas. É um projecto a continuar no Concelho do Barreiro.

Aprovado Projecto Municipal de Entrega, Remoção e Recolha de Veículos Abandonados Defender o ambiente e a qualidade de vida e promover a melhoria do estacionamento, segurança e circulação de peões e automobilistas. Este é o objectivo do Projecto de Regulamento Municipal de Entrega, Remoção e Recolha de Veículos Abandonados ou Estacionados indevida e abusivamente, aprovado em Reunião Pública de Câmara de 19 de Dezembro. O regulamento visa criar condições efectivas para o cumprimento das exigências ambientais, harmonizando-as com as regras constantes do Código da Estrada e demais legislação em vigor. Com o presente regulamento pretende-se responsabilizar a Autarquia, os munícipes e as restantes autoridades competentes, para que, com a colaboração de todos, seja possível a melhoria da qualidade de vida e defesa do meio ambiente.

“RECICLAR PARA AJUDAR”

Mais de 700 Kg de resíduos recolhidos No âmbito da Campanha “Reciclar para ajudar”, promovida pela CMB, entre 10 de Dezembro e 6 de Janeiro, foram recolhidos cerca de 700 kg de tampinhas e 60 kg de plástico e metal. Esta iniciativa associou a necessidade de reciclagem à solidariedade, visto que o valor da recolha reverte a favor das Corporações de Bombeiros do Concelho do Barreiro. Dentro de cubos gigantes em acrílico transparente, ilustrando a época natalícia, a população, escolas, escuteiros e outras instituições colocaram resíduos (latas, garrafas de plástico, embalagens e tampinhas), que foram retirados pela AMARSUL para valorização. Trata-se, assim, de uma iniciativa com final feliz uma vez que o valor resultante da recolha será utilizado na aquisição de material necessário ao bom funcionamento das duas corporações de Bombeiros Voluntários do Barreiro.


Informação da Câmara Municipal do Barreiro • Fevereiro 2008

.15

Circuito de Xadrez do Barreiro 2008

Vela

Álvaro Marinho e Miguel Nunes são Vice-Campeões do Mundo A EQUIPA Álvaro Marinho/Miguel Nunes sagrou-se Vice-Campeã Mundial de Vela - Classe 470. A dupla Olímpica Barreirense conquistou o título no passado dia 30 de Janeiro, em Melbourne, Austrália, superando, no pódio, os israelitas Gideon Kliger/Udi Gal, e sendo, apenas, ultrapassada pelos ingleses Nic Asher/Elliot Willis. Este é mais um título a juntar aos muitos no rico palmarés da equipa – actual Campeã da Europa da classe (título disputado em

Thessaloniki, Grécia, em Junho último) –, que, este ano, disputará os Jogos Olímpicos de Pequim. A tripulação da embarcação LBC Tanquipor/Cidade do Barreiro/Seth.pt, que conta com o apoio da CMB, venceu, em 2007, pelo segundo ano consecutivo, o Prémio Vellis, na categoria Sénior. Álvaro Marinho foi, também em 2007, distinguido com o Galardão “Barreiro Reconhecido”, na Área do Desporto.

Cinco clubes do Concelho com estatuto de Escola Portuguesa de Minibásquete FC BARREIRENSE, GD Escola Secundária de Santo André, Galitos Futebol Clube, GDR “Os Leças” e B.Lândia foram distinguidos pela Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB) com o estatuto de Escola Portuguesa de Minibásquete. Para esta distinção - que atesta

a qualidade do trabalho desenvolvido na modalidade –, contribuem critérios como o número de atletas por equipa, o número de treinos realizados por semana e formação (credenciado pela FPB) do corpo técnico ao serviço do clube.

CONCELHO

Circuito de Atletismo do Barreiro continua com mais provas O Circuito de Atletismo do Barreiro tem envolvido a participação de centenas de atletas do Concelho. Após as provas de estrada esta competição regressará a 30 de Março, com a 1ª jornada do Torneio Jovem (até ao escalão de Juvenis), promovida pelo GD ”O Independente”. No dia 25 de Abril, o Circuito correrá nas ruas da Freguesia de Santo André (com organização do GD “O Independente”). O calendário do Circuito até ao final da temporada - sujeito a alterações, dependentes das datas dos campeonatos Regionais e Nacionais - é o seguinte: Circuito de Atletismo: 25 de Abril - Organização: GD “O Independente - Local de realização da prova: Santo André - Tipologia: Estrada; 1 de Maio - GD 1º Maio - Sede - Estrada; 18 de Maio - GDR Covas de Coina - Sede - Estrada; 10 de Junho - GDC Estrela Negra - Sede Estrada; 29 de Junho - JD Cidade Sol - Sede - Estrada. Torneio Jovem de Atletismo: 30 de Março - Organização: GD ”O Independente” - Tipologia: A definir; 20 de Abril - JD Cidade Sol - A definir; 4 de Maio - GR Quinta da Lomba - A definir. O Circuito de Atletismo do Barreiro/Torneio Jovem é promovido pela CMB em parceria com os clubes organizadores das provas.

O Circuito de Xadrez do Barreiro 2008 já vai na sua 10ª edição. Aberta a toda a população, esta competição atrai, tradicionalmente, um elevado número de praticantes. O calendário deste ano já está lançado. Nesta altura encontram-se a decorrer os Torneios de Inverno, com nove jornadas – todas com início às 14h30 –, que se prolongarão até 20 de Abril próximo. No dia 25 serão entregues os prémios relativos à edição 2007 do certame. Calendário: 17 de Fevereiro - Grupo Dramático “Os Leças” - Sede Social; 24 de Fevereiro - Grupo Desportivo dos Ferroviários do Barreiro - Sede Social; 2 de Março - SIRB “Os Penicheiros” - Sede Social; 9 de Março - Grupo Desportivo Estrelas Areenses - Quinta da Areia Sede Social; 30 de Março - Comissão de Moradores da Quinta Marques da Costa - Esc. Básica 1º Ciclo Telha 1; 6 de Abril - Grupo Desportivo Recreativo e Cultural do Bonfim Esc. Básica 1º Ciclo Barreiro nº 7; 20 de Abril - “Brincolândia” - Sede Social. Entrega de Prémios: 25 de Abril - Plano de Desenvolvimento de Xadrez - CMB/Clube de Xadrez do Barreiro (CXB) - Parque Cidade.


.16

Informação da Câmara Municipal do Barreiro • Fevereiro 2008

Discussão Pública do Futuro Centro da Cidade

Av. Alfredo da Silva vai ser reconstruída O período de discussão pública do Estudo Prévio sobre o Centro do Barreiro chegou ao fim. Centenas de pessoas deram o seu contributo nas diversas iniciativas promovidas pela Câmara Municipal do Barreiro, tais como debates e plenário com a população, reuniões com eleitos, vendedores do mercado 1º de Maio, com comerciantes da zona e uma exposição do estudo que esteve patente ao público na Galeria Municipal de Arte. No próximo mês de Março, iniciam as obras do Mercado 1º de Maio e a transferência dos vendedores para o mercado provisório junto à Escola Secundária Alfredo da Silva.

NO ÚLTIMO plenário com a população participaram cerca de uma centena de barreirenses, a 8 de Fevereiro, no Auditório da Biblioteca Municipal do Barreiro. Esta acção ficou marcada pela apresentação do referido Estudo por parte do seu autor, o arquitecto catalão Joan Busquets. O Presidente Carlos Humberto de Carvalho agradeceu, especialmente, a presença de Joan Busquets e de representantes da empresa Multi Development e destacou a cooperação desta com a CMB. Pela primeira vez, o autarca anunciou que a reconstrução da Avenida Alfredo da Silva, também estará a cargo da referida empresa, para além do Mercado 1º de Maio, da Praça 1640 e dos estudos urbanísticos da Rua Miguel Bombarda e da Avenida Alfredo da Silva. O autarca referiu que a estratégia a desenvolver será de “consolidar o actual centro e alargá-lo forma sistemática e paulatina, pois temos a preocupação da deslocalização do centro com a construção do Forum para aquela zona e a consequente desertificação do actual centro da cidade”. Segundo o Presidente “precisamos de encontrar outros equipamentos âncora que nos ajudem a consolidar esta ideia da Avenida Alfredo da Silva ser o principal centro do Barreiro”.

“A AVENIDA ALFREDO DA SILVA ESTÁ PERPENDICULAR À AVENIDA DA LIBERDADE” Joan Busquet explicou que quando fez o trabalho tentou entender a cidade e a margem sul do Tejo. O arquitecto assinalou no mapa a Av. Alfredo da Silva que se localiza de forma perpendicular à Av. da Liberdade e comparou as duas avenidas que são cada uma delas uma referência para Barreirenses e lisboetas. O arquitecto descobriu os espaços verdes da cidade e a sua relação com o Barreiro antigo. Ao nível do trânsito, constatou que 70 por centro dos autocarros passam pela Avenida Alfredo da Silva e considerou desnecessário que o tráfico de carros passe pelo centro. Defendeu outras alternativas. “A cidade necessita dos carros, mas estes não devem andar no centro, pois é importante que o carro coexista com o peão e a bicicleta”. Mostrou a Avenida Alfredo da Silva e o aumento dos passeios em calçada portuguesa, a sua arborização e a criação de zonas de cargas e descargas, na qual só se possa circular a 30 km/h. A solução da Rua Miguel Bombarda passa pelo alargamento dos passeios, arborizar a zona oriente e contempla zonas de cargas e descargas. Para o arquitecto “o mais

importante é recuperar a presença de árvores que criam sombra”. Joan Busquets pretende que o mercado tenha “um sistema organizado da venda, boas dimensões para as lojas, boas condições de higiene, tão bonito como o centro comercial”. Defendeu que o mercado, a praça e o parque Catarina Eufémia devem estar ligados e deve haver intercâmbio entre os três elementos. O estudo destaca três pontos fundamentais: a zona das cordoarias (Forum Barreiro e zona envolvente), do Mercado 1º de Maio e praça 1640 e o último ponto, junto ao rio. Em relação ao futuro edifício do Mercado e zona envolvente, a solução pretende aumentar a dimensão do edifício, conservando duas fachadas. A fachada que está de frente para o parque será totalmente nova e terá primeiro andar. Prevê-se criar uma cave de estacionamento, com acesso pela Rua D. Câmara Pestana (através de elevador). Entre este edifício e o Parque Catarina Eufémia será criada uma praça que se estende entre a Av. Alfredo da Silva e a Rua Câmara Pestana, tornando-se na plataforma de entrada no Barreiro Antigo, uma vez que esta ficará alinhada à Rua Dr. Eusébio Leão.

Boletim Municipal - FEV08  

Boletim municipal Design: CMB/DC in issuu.com/CMBcomunicacao

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you