Page 1

21

opções para quem ama comer fora

ANO 1 - N 1 - 2014 0

LEONARDO RONCON

UM PRATO PRINCIPAL INSPIRADO NO ROCK

TEMPERO BAIANO TRÊS VERSÕES DE UMA MESMA CULINÁRIA

E MAIS VINHOS, MÚSICA, LIVROS E BLOGS ESPECIAIS


CLUBE GOURMET • MENU

ROTEIRO 21 RESTAURANTES PARA QUEM AMA COMER FORA

39-81 NOSSA COZINHA

TRÊS CHEFS E VERSÕES DIFERENTES PARA O TEMPERO BAIANO

ADEGA UMA SELEÇÃO DE VINHOS PARA TODOS OS GOSTOS E BOLSOS

25-29 07-10

SOBREMESA MÚSICA, LEITURA E BLOGS ESPECIAIS

BATE-PAPO

LUIZ HENRIQUE O MERCADO GASTRONÔMICO SOB A ÓTICA DA ABRASEL

30-33

12-15 PRATO PRINCIPAL

CHEF LEONARDO RONCON E UMA CULINÁRIA INSPIRADA NO ROCK

NA CAPA QUEIJO BRIE EMPANADO COM CHUTNEY DE MORANGO

17-21

RESTAURANTE ALL SAINTS DE VILAS DO ATLÂNTICO

EXPEDIENTE: COORDENAÇÃO EDITORIAL: ROSANA BORGES (MTB 1591) | FOTOGRAFIA E EDIÇÃO DE IMAGENS: IVAN BALDIVIESO | TEXTOS: DÉBORA FERNANDES E SILVIA ARAÚJO | REVISÃO ORTOGRÁFICA: JANE LEMOS| ARTE E DIAGRAMAÇÃO: DIVANIR JUNIOR (MTB 4536/DF) | COMERCIAL: GILBERTO PIMENTA TELS.: (71) 9181-8063/8863-3027


CLUBE GOURMET • ENTRADA

Um mundo inteiro pode girar em torno de uma mesa. Várias culturas, predileções, talentos, temperos. Celebrações, uma reunião familiar, o encontro de amigos, bate-papos animados, ou mesmo negócios. Momentos especiais, ou nem tanto assim, mas oportunos para degustar o que a vida pode nos proporcionar de melhor em termos de sabor. Foi envolvido neste inusitado e saboroso universo que surgiu o Clube Gourmet Bahia. Um roteiro gastronômico com algumas das melhores opções de boa mesa em Salvador. Criado para despertar em cada um de nós a vontade de experimentar mais uma novidade gastronômica, mais uma sugestão gourmet oferecida, muitas vezes, a poucos metros de nossa casa. Aqui, numa carta de sugestão, o melhor para o happy hour da sexta, para o jantar do sábado à noite, ou o almoço do domingo, e, por que não, opções para todos os demais dias da semana ou as demais ocasiões que nos levam a buscar o prazer de um bom restaurante. Confira nas páginas a seguir a sugestão do Clube Gourmet Bahia e tenham todos um bom apetite!

5


CLUBE GOURMET • NOSSA COZINHA

TEMPERO BAIANO TRÊS CHEFS E TRÊS COZINHAS PRA LÁ DE ESPECIAIS.

Pecado é visitar a Bahia e não degustar seus sabores. De origem indígena, africana e portuguesa, a culinária baiana é referendada como das mais saborosas e exóticas do país. Seus pratos e seus temperos trazem mais que apenas combinação de ingredientes, trazem história, luta, vivências, religiosidade. Com predominância da matriz africana, a referência gastronômica da comida baiana tem como base a miscigenação de elementos étnico-culturais, que transformam em sabor inimaginável ingredientes regionais como peixes, frutos do mar, coco e azeite. Para falar um pouco sobre os aspectos que fazem da culinária baiana um item obrigatório na mesa de turistas e dos apreciadores do dendê, fomos conversar com três nomes de referência no preparo, estudo e inovação da culinária baiana. Confira aqui o que une e distingue estes três grandes mestres especializados nos temperos da Bahia, os chefs Beto Pimentel, Tereza Paim e Leila Carreiro.

7


Tereza Paim

8

Minha cozinha tem referência na raiz da culinária baiana, na história de seu surgimento, em seus ingredientes e influências regionais e religiosas. Sem dúvida, são os elementos culturais e históricos dos povos que formam a nossa sociedade que constroem toda a excentricidade da nossa culinária. Estes aspectos moldaram e ainda moldam a culinária baiana, farta na possibilidade de compartilhamento, farta em cores, em calor e vibração. Em meu restaurante, não apenas dou continuidade à tradição da nossa culinária, como busco inovar a partir do uso de novas tecnologias que aprimoram o preparo, realçam o sabor e o cheiro e mantêm as cores dos alimentos.


Beto Pimentel O primordial na comida baiana é o sabor. A textura e a beleza estética dos pratos também ajudam, tanto que você tem que ser, além de chef, meio arquiteto e meio desenhista, para que seus pratos saiam saborosos e, ao mesmo tempo, bonitos aos olhos. Comida baiana que se preza também tem que ter a dosagem certa dos nutrientes e ser cozida em baixa temperatura, o que contraria um pouco aquela história de que comida baiana tem que vir borbulhando de quente. A alta temperatura, além de eliminadora, é transformadora de nutrientes e muda o sabor. Costumo dizer que minha cozinha baiana é autoral com influência africana. Os negros africanos, debaixo de muita dor, de muito sofrimento, ainda tiveram sensibilidade de criar uma cozinha tão saborosa. Faltava a evolução que a ciência nos trouxe. Então, a cozinha baiana, que ficou parada cerca de 300 anos, despontou com elementos novos, com ingredientes selecionados e releituras que a tornam cada vez melhor.

9


Leila Carreiro

10

Busco o resgate em sua mais pura essência da chamada culinária de raiz, ou seja, a verdadeira e histórica culinária preparada pelos negros africanos, pelos índios e pelos portugueses, em seu processo evolutivo e de miscigenação em terras baianas. Para isso, estudo, busco na fonte de livros e em pesquisas históricas a essência das comidas típicas regionais servidas nas feiras livres da Bahia, a comida de rua, comida de raiz, ou melhor, a cozinha patrimonial da Bahia. Sim, uso o termo patrimonial para esta culinária, pois é ela o verdadeiro patrimônio cultural da nossa cozinha. Numa viagem às nossas origens, busco resgatar as receitas e ingredientes originais, trazendo do Recôncavo da Bahia mariscos, sementes e folhas, mesclando as influências étnicas na busca ao verdadeiro sabor da nossa história.


A alta “ gastronomia é fundamental para a oxigenação do setor”

12


CLUBE GOURMET • BATE-PAPO • LUIZ HENRIQUE - ABRASEL

A Bahia possui hoje formalmente 30 mil estabelecimentos comerciais caracterizados como bares e restaurantes. Seis mil deles estão concentrados em Salvador, 11 mil na região metropolitana e os demais espalhados pelo interior do estado. São 250 a 300 mil empregos diretos gerados em todos os 417 municípios da Bahia. Para compreender um pouco mais deste setor, o Clube Gourmet conversou com o empresário e presidente da Abrasel, Luiz Henrique. Neste bate-papo, as nuances da gestão deste tipo de negócio, os rumos e influências da alta‑gastronomia na Bahia. Clube – Como você conceituaria o novo momento do mercado gastronômico da Bahia? Luiz: O maior diferencial do ponto de vista do setor e do mercado está muito mais ligado à gestão profissional do processo do que, efetivamente, em relação à oferta do tipo culinário. O que há fundamentalmente são novos projetos de gestão, utilizando essas cozinhas e essas culinárias diferenciadas, e a grande revolução do setor nos últimos dez anos diretamente proporcional ao grau de investimento e à profissionalização desse investimento nos restaurantes. Mas existe uma mudança comportamental do mercado? Há mudança clara no paradigma do consumo, tem uma nova fórmula de consumir. Há o impacto da questão da insegurança, da Lei do Fumo – sem emitir

nenhum juízo de valor em relação a ela –, da própria Lei Seca. Isso afeta diretamente o hábito da pessoa em frequentar o bar ou o restaurante. Tem a novidade da varanda gourmet, que é uma moda. Todo esse movimento faz com que você retire um pouco as pessoas da rua e as transfira para outros ambientes. Observa‑se automaticamente um movimento de retorno aos bairros. Todas as circunstâncias descritas inibem grandes deslocamentos e as pessoas buscam as facilidades que estão ao seu alcance de uma maneira mais rápida, segura e próxima. Estes mesmos fatores mudam o perfil dos restaurantes dos shopping. Observe que os shopping centers passaram daquela etapa dos fast‑foods de 40 metros quadrados e trazem uma proposta diferenciada de serviços, com mais espaço, melhor ambientação. Estas são mudanças visíveis, que não podem ser ignoradas.

13


Esse movimento é nacional? A Abrasel tem seccionais em todos os estados do Brasil e fizemos este levantamento. É algo que está afetando todos os lugares. A médio ou curto prazo, a Abrasel vislumbra que mudança para o mercado? É necessário um novo posicionamento para o setor. Ou seja, o empresariado tem que atender a um novo perfil de consumo, porque não adianta manter a mesma receita sob um comportamento antigo. Ele está em evolução e temos que acompanhar estas mudanças.

14

O que seria esse novo posicionamento? Exatamente atender a essas novas demandas do consumidor. Não dá mais para a gente pegar uma ação que funcionava dentro do universo ambiental xis e manter sem acompanhar a movimentação do mercado, pois vai ficar só no lamento. A magia da questão do capitalismo é buscar o seu consumidor. Entender, por exemplo, que se abriu um mundo gigantesco nos bairros e na periferia, por conta do aumento de consumo das classes C e D. Então você já começa a perceber nos bairros uma evolução no quadro da oferta, no padrão de oferta gastronômica, porque ele, o consumidor, vai começar a exigir mais. Setorialmente falando, é um

movimento excelente porque vai começar a trazer para essa massa um grau de refinamento de propostas, fazendo com que o mercado todo avance. Como você percebe a profissionalização do setor? O elemento conceitual mais importante com certeza é chamado de a mais alta gastronomia. Ela é fundamental para o processo do segmento, ela é quem puxa essa corda, do ponto de vista conceitual, e automaticamente o público vai mudando o seu perfil e é ele, ou a satisfação dele, que efetivamente concretiza essa ação de alavancagem do setor. Você parte de um elemento conceitual, que vai se materializando na demanda. Então esse movimento sempre é puxado pelo conceito externo. A alta gastronomia é fundamental para a oxigenação do setor, é ela que traz os elementos, é ela que traz a curiosidade, que começa a instigar novas percepções do meio. Para amparar esse ciclo da alta gastronomia e para poder alavancar tudo, uma das nossas grandes preocupações é a mesmice dos cardápios. Isto precisa mudar. O que você acha que pode ser uma mola propulsora do mercado, não apenas do consumo final, mas do consumo de insumos, etc.? A Bahia tem uma identidade culinária muito forte e temos uma diversidade em potencial que nem nós


mesmos descobrimos isso. A diversidade é extraordinária. O turismo gastronômico, por exemplo, é um dos maiores vetores para o crescimento do setor e automaticamente isso vai colocar a gente mais próximo da produção local, porque é por meio de elementos da culinária de ingredientes locais que temos um fomento do mercado de insumos em todo o estado. Outro dado importante do nosso perfil mercadológico é que ele é formado em 92% de microempresas. Temos também a melhor taxa de conversão entre faturamento e geração de emprego. Nós somos altamente empregadores e poderíamos ser muito mais. A cada cinco mil reais de faturamento, a gente gera um emprego. O que diria a uma pessoa que quer abrir um restaurante agora? Profissionalização, plano de negócios, não tem outro caminho. Pegue seu sonho e agregue planejamento e gestão a ele. Abrir uma proposta de bar e restaurante não é fazer uma boa recepção de amigos. Tem um mundo de possibilidades na interferência social e potencial extraordinário na geração de emprego e renda, portanto, quanto melhor formos nisso, maior será o nosso sucesso, e quanto menos pasteurizados nós formos, maior será a nossa oferta, maior a nossa possibilidade de transformação.

15


CLUBE GOURMET • PRATO PRINCIPAL

Leonardo Roncon e uma pitada de

rock ‘n’ roll

Uma xícara de Led Zeppelin, cem gramas de Rolling Stones, uma colher de The Doors e Pink Floyd a gosto. Alguém consegue imaginar o resultado de uma receita com estes ingredientes? O chef Leonardo Roncon, 34 anos, consegue. Apaixonado por música, por cinema e gastronomia (nesta mesma ordem, como diz), Roncon, um paulista de Santo André e chef por puro talento, não separa a cozinha de sua principal paixão: o rock ‘n’ roll. Seus pratos são concebidos ao ritmo de uma seleção musical extasiante, que o faz manusear talheres, panelas e ingredientes num preparo que intercala momentos de pura ação com outros de extrema suavidade. “Nada para mim pode estar dissociado de uma boa música. É o que me traz concentração”, explica Roncon. A união da música com o talento pela culinária, que herdou da mãe, resulta em pratos de pura excentricidade e de sabor não menos primoroso. Basta ver e experimentar o que preparou em homenagem a Pink Floyd: um delicioso Confit de Canard (clássico francês) ao molho de cajá (inovação do chef).

17


“Eu sempre faço uma comparação do rock em relação à cozinha. Eu acho que a cozinha clássica é como um rock ‘n’ roll clássico, ele não vai morrer jamais”, explica. Para Roncon, os clássicos da culinária são a base para os novos caminhos gastronômicos mundo afora. “Da mesma forma que o rock clássico, a preparação de um bom demi-glace de carne, a preparação de uma boa base de molho de tomate, são o básico de uma cozinha. Têm coisas que chegam, passam que nem meteoro e vão embora, mas a cozinha clássica e o rock ‘n’ roll sempre vão ficar”, complementa.

18

A interferência da música em sua trajetória profissional até se tornar um chef internacional deixa a superficialidade de som ambiente para se transformar numa interferência profunda e inspiradora. “Eu moldo o meu jeito de cozinhar a partir da música. Foi ouvindo Led Zeppelin, Bob Dylan e os Rolling Stones que aprendi o clássico da culinária. Agora, mudo o meu jeito de preparar os pratos, inovo, e me torno mais contemporâneo, quando escuto uma mistura de ritmos. Por exemplo: eu gosto da Nação Zumbi, que mistura rock ‘n’ roll ao maracatu, de Raul Seixas, com seu rock escrachado, então, da mesma forma que na música e suas interferências, associo ingredientes inusitados, normalmente regionais, aos pratos clássicos para obter um algo mais no que faço”, diz Roncon, que cozinha profissionalmente desde os 19 anos.

“FOI OUVINDO LED ZEPPELIN, BOB DYLAN E OS ROLLING STONES QUE APRENDI O CLÁSSICO DA CULINÁRIA”


Desde esta época, a música já fazia parte de sua vida. Conhecia com os amigos de estudos e viagens as principais bandas de rock. Deste tempo nasciam também as primeiras tatuagens reverenciando seu gosto musical, além da certeza de que não seria um químico industrial, a exemplo do pai e do irmão mais velho, e sim um chef de cozinha.

19


De São Paulo – onde serviu de pequenos a grandes restaurantes, a exemplo do Hotel Intercontinental, o mais caro do Brasil e onde se profissionalizou chef, com graduação e pós pela Escola do Senac – para a Bahia, onde viu a oportunidade de novas experiências e experimentações. Sua nova casa, o All Saints Contemporâneo, em Vilas do Atlântico, vibra com suas criações e faz nome quando o quesito é alta gastronomia. “Vi mais uma oportunidade, mais aprendizado. Quando eu cheguei há quatro anos, a Bahia ainda estava crescendo em relação à gastronomia. Hoje a gente está começando a criar uma cultura de chefs, e isso está sendo muito bom”. Aos novos chefs, Roncon recomenda respeito às raízes e coragem para inovar. Aos seus clientes, uma vista rápida no cardápio e a escolha por um prato que virá sempre acompanhado de acordes musicais.

21


O

CLUBE GOURMET • PETISCO

escritor Antônio Houaiss definiu o termo boteco como “uma pequena venda tosca de bebidas, balas, fumo, situada à beira da estrada ou na periferia da cidade”. Mas o boteco evoluiu e se transformou num ambiente brasileiríssimo, presente nas esquinas de bairros simples e nobres das principais capitais brasileiras, ideal para quem deseja um ponto de encontro descontraído, informal, sem frescuras. Cada vez mais, eles se proliferam nas grandes cidades e, antes frequentados por um público masculino de meia idade, hoje recebem mulheres e jovens descolados que procuram ambientes com identidades próprias, sem modismos. Criados sem grandes pretensões de lucro, os botecos têm uma atmosfera peculiar, uma decoração personalizada, com toques familiares. Possuem vida longa e alimentam uma rotina distinta, mas constante, evidenciada no cardápio e no atendimento. E é esta dinâmica que atrai uma clientela fiel e estimula a propaganda boca a boca, convidando pessoas não só das comunidades próximas, como de outros bairros, cidades, estados ou países. É aquele local que um amigo de outro estado recomenda à visita. Com uma atmosfera temperada de amistosidade, eles são frequentados por pessoas dispostas a “jogar conversa fora”, a encontrar velhos amigos, tomar uma cerveja bem gelada e, o que é melhor: experimentar petiscos e pratos para lá de apetitosos que levam nomes curiosos, tradicionalmente caseiros, sempre com receitas guardadas na manga da cozinheira, provavelmente segredos de família. Muitos se tornaram famosos pelo “suculento mal‑assado”, “picante sanduíche de pernil”, “crocante costelinha assada na brasa”, “apetitoso carneiro abafado”... O interessante neste ambiente é a cumplicidade entre a clientela e os donos e garçons dos estabelecimentos. O cliente costuma até dar palpite no funcionamento da casa, ligar para reservar lugar e encomendar o velho prato. O ambiente do boteco é propício para o surgimento de grandes amizades, tórridos romances, namoros, casamentos, convites de trabalho. Os conteúdos das conversas numa mesa deste tipo de estabelecimento mesclam política, futebol, fofocas dos bairros e podem descambar em incontidos desabafos, jamais revelados. Papos filosóficos intermináveis podem varar madrugada adentro, no balcão, sempre intercalados com os pedidos mentirosos das famosas “saideiras”, muito próximo de o dia amanhecer.

23


CLUBE GOURMET • ADEGA

O meu, o seu, o nosso vinho certo Apreciar um bom vinho, sem o compromisso de ser um especialista no assunto, e compartilhar a experiência com quem busca informações sobre o tema. Com este intuito, o Clube Gourmet selecionou, entre os inúmeros sites e blogs disponíveis na internet, um que tratasse da temática de forma prática, didática e com valor representativo sobre o assunto. Escolhemos, então, o blog meuvinhocerto.blogspot.com.br, do apreciador e cardiologista Marcelo Teixeira. De forma simples, ele trata da questão determinando notas após a degustação e informando valor referencial de mercado sobre os títulos. Nas páginas seguintes, o Meu Vinho Certo indica alguns rótulos considerados de excelente paladar e a preços módicos. Para compra, www.wine.com.br.

25


Miguel Torres Gran Reserva Cabernet Sauvignon 2009 (750 ml)

Toro Loco Crianza 2010 UVA Tempranillo (90%) e

UVA Cabernet Sauvignon

(100%)

TEOR ALCOÓLICO 14% AMADURECIMENTO 15 meses em barricas PAÍS VINÍCOLA VISUAL OLFATIVO

GUSTATIVO HARMONIZAÇÃO

26

novas de carvalho francês Chile Miguel Torres - Chile Rubi. Groselha, amoras, pimenta negra, pimentão, notas de tostado e cedro. Denso, potente e com sabores intensos. Filé à parmegiana, picanha na brasa, queijos maduros.

TEOR ALCOÓLICO AMADURECIMENTO PAÍS VINÍCOLA VISUAL OLFATIVO GUSTATIVO HARMONIZAÇÃO

Cabernet Sauvignon (10%) 12.5% 6 meses em barris de carvalho, seguidos por 6 meses em garrafa. Espanha - UtielRequena BVC España Rubi escuro. Frutas negras maduras, com notas de cacau, baunilha e madeira. Frutado, com taninos finos e final fresco. Fraldinha na brasa com batatas, costela suína assada, churrasco, queijos de sabor forte.


Victoria Park Cabernet/Shiraz 2011 UVA Cabernet Sauvignon TEOR ALCOÓLICO AMADURECIMENTO PAÍS VINÍCOLA VISUAL OLFATIVO

GUSTATIVO HARMONIZAÇÃO

(91%) e Shiraz (9%) 13% Breve passagem por barricas de carvalho Austrália Victoria Park Rubi intenso com reflexos violáceos. Groselha, ameixas maduras, com notas de amoras, cedro e violetas. Elegante e potente, com notas de frutas vermelhas e anis. Pernil de cordeiro, costela na brasa, escondidinho de carne-seca, espaguete à carbonara.

Medalla Real Gran Reserva Carménère do 2009 (750 ml) UVA Carménère (100%) TEOR ALCOÓLICO 14% AMADURECIMENTO 10 meses em barricas

de carvalho francês Chile Valle del Colchagua Viña Santa Rita Rubi intenso com reflexos violáceos. OLFATIVO Frutas vermelhas como cereja, com notas de pimentão e especiarias, complementadas com um toque de tostado e café. GUSTATIVO Bom corpo, sedoso e elegante. HARMONIZAÇÃO Filé mignon ao molho de gorgonzola, arroz de pato, pernil assado ao molho agridoce, escondidinho de carne-seca e abóbora. PAÍS REGIÃO VINÍCOLA VISUAL

27


Pulpit Rock Pinotage Shiraz 2011(750 ml) UVA Shiraz (50%) e Pinotage TEOR ALCOÓLICO AMADURECIMENTO PAÍS REGIÃO VINÍCOLA VISUAL OLFATIVO

GUSTATIVO HARMONIZAÇÃO

28

(50%) 14.5% 14 meses em barricas de carvalho francês e americano. África do Sul Swartland Pulpit Rock Rubi intenso com reflexos violáceos. Frutas negras maduras com elegante defumado, toque de baunilha e chocolate. Textura redonda e macia, com bom corpo e delicado frescor. Cupim assado com molho de pimenta, arroz de carreteiro, joelho de porco na brasa, tagliatelle à putanesca.

Tenuta Sant`Antonio Valpolicella Superiore Ripasso Monti Garbi 2008 (750 ml) UVA Corvina e Corvinone, TEOR ALCOÓLICO AMADURECIMENTO PAÍS REGIÃO VINÍCOLA VISUAL OLFATIVO GUSTATIVO

HARMONIZAÇÃO

Rondinella, Croatina e Oseleta 14% 15 a 16 meses em barricas de carvalho Itália Valpolicella, Veneto Tenuta Sant’Antonio Rubi intenso. Frutas negras maduras, baunilha e toque de pimenta seca. Saboroso, com leve toque apimentado, é encorpado, com taninos maduros. Lasanha de calabresa, penne aos quatro queijos, rabada com polenta cremosa, costela assada e risoto de filé mignon.


CLUBE GOURMET • ADEGA

Miolo Lote 43 2011 (750 ml) UVA Cabernet Sauvignon e

Merlot

TEOR ALCOÓLICO 14% AMADURECIMENTO 12 meses em barricas PAÍS REGIÃO VINÍCOLA VISUAL OLFATIVO GUSTATIVO HARMONIZAÇÃO

de carvalho francês e americano Brasil Vale dos Vinhedos Miolo Vermelho rubi. Frutas negras maduras, madeira, especiarias secas e ervas frescas. Redondo e encorpado, com taninos marcantes e maduros. Penne ao ragu de carne vermelha, costeleta de javali grelhada, pato assado com cebolas confitadas, polenta cremosa com ricota defumada.

Maycas Reserva Especial Cabernet Sauvignon 2009 (750) UVA Cabernet Sauvignon

(86%) e Syrah (14%)

TEOR ALCOÓLICO 14.5% AMADURECIMENTO 18 meses em barricas

PAÍS REGIÃO VINÍCOLA VISUAL OLFATIVO

GUSTATIVO HARMONIZAÇÃO

de carvalho francês, seguidos por mais 12 meses em garrafa Chile Valle del Limarí Maycas del Limarí Rubi. Frutas maduras, notas minerais, chocolate, couro, especiarias, pimenta seca e tosta. Encorpado, fresco, com taninos elegantes, com notas frutadas. Filé ao molho de mostarda preta, risoto de cogumelos frescos, cordeiro grelhado, massa à carbonara, picadinho de alcatra e queijos duros.

29


Santa Maria Eduardo Makaroff Philippe Cohen Solal

Cumbia Yo me llamo posina om Toto La M

Uma ação il p m co do fiel às raízes es. blu ximar A se apro im de m s& Arthur Adam A) U (E g in K . B. B


CLUBE GOURMET • SOBREMESA • PARA OUVIR

O som do mundo na Creperê

as de tendênci . ra mágica o Uma mistu nais em estilo latin io ic ad tr e li as odern an (Itá a) musicais m una - Alacr L e d jo e fl Re

Reunido em álbuns da gravadora independente Putumayo World Music, o som do mundo torna o ambiente da creperia Creperê, em Stella Maris, um lugar dos mais agradáveis para se estar numa noite intimista. Aqui, a indicação da casa para quem sabe o que uma boa música ambiente é capaz de fazer.

31


Se seu mundo gira em torno da gastronomia, não deixe de ler os dois títulos abaixo. Eles revelam curiosidades, informações históricas e técnicas e te aproximam cada vez mais deste delicioso universo.

GASTRONOMIA NO BRASIL E NO MUNDO Dolores Freixa e Guta Chaves

Já em sua 2ª edição, o título nos traz uma investigação histórica sobre o mundo da gastronomia. Uma verdadeira aula sobre a trajetória dos alimentos dentro de um contexto histórico da evolução das sociedades.

32


CLUBE GOURMET • SOBREMESA • PARA LER

UMA LONGA E DELICIOSA VIAGEM João Castanho Dias

Você sabia que o primeiro queijo do Brasil foi produzido na Bahia? Difícil acreditar diante da hegemonia mineira na produção deste delicioso alimento, mas o primeiro registro oficial relatando a fabricação de queijos remete aos idos de 1581, na Baía de Todos os Santos. Esta e tantas outras curiosidades você desvenda no livro de João Castanho Dias sobre a história do queijo no Brasil.

• PARA EXPERIMENTAR

CLÁSSICOS E IRRESISTÍVEIS Bolinho de peixe do Bar do Sousa em Praia do Forte Suco de mangaba com limão da Casa de Tereza O melhor pudim do mundo do Coco Bahia Saltenhas bolivianas de dona Consuelo Acarajé da Rute no Stiep

33 Sob encomenda (71) 9694.0306


Quer fazer uma bela moqueca? Ou quem sabe um arroz de carreteiro? Independente do prato, regional ou típico baiano, o ingrediente você encontra na Ceasinha do Rio Vermelho. Um dos mercados mais completos de Salvador na oferta de alimentos, ingredientes e especiarias, a casa com cerca de 200 boxes foi recentemente reaberta após temporada de obras de recuperação. Com nova fachada, área interna mais arejada, além de amplo estacionamento, a Ceasa ainda é referência na venda de artesanato baiano, ervas medicinais, plantas e vasos decorativos.

Secom-BA/Divulgação

Nova Ceasinha

Divulgação

Aparelho é novidade para ajudar dietas

34

Quer uma ajuda para detectar quais os ingredientes que compõem os alimentos no supermercado? A sugestão é o aparelho TellSpec. O aparelho, menor que um celular, reconhece os ingredientes, quantidades e calorias, mesmo em produtos industrializados, utilizando um espectrômetro que oferece informações sobre os prótons que compõem a comida. O aparelho indica ainda componentes químicos e alergênicos. Para quem se interessar, o TellSpec tem site (http://tellspec.com/), Facebook, Twitter e vídeo institucional. O objetivo é que ele comece a circular ainda este ano no Brasil, com custo médio de U$ 350 / U$ 400.


CLUBE GOURMET • NOTÍCIAS FRESCAS

Divulgação

COMO SER UM CHEF

O MELHOR DO MUNDO Para os que viajam ao velho mundo, a dica é conhecer o El Celler de Can Roca, um restaurante familiar catalão que se tornou um dos melhores do mundo e uma referência da vanguarda gastronômica. Não há cardápio por lá. Apenas dois menus que custam 135 e 165 euros respectivamente. As mesas do El Celler de Can Roca estão entre as mais demandadas do planeta. Para almoçar ou jantar durante a semana, é conveniente chamar com vários meses de antecedência. Se a intenção é conseguir uma mesa para uma refeição no fim de semana, deve-se entrar em contato com, ao menos, um ano de antecedência. Endereço: C/ de Can Sunyer, 48, 17007, Girona, Espanha. Telefone: 972-22-21-57 | Site: http://www.cellercanroca.com

O Senac é referência na formação de novos chefs e cozinheiros na Bahia. Os cursos oferecidos pela instituição fornecem as ferramentas necessárias para quem deseja entrar no mercado da gastronomia. Nas aulas teóricas, ministradas na primeira etapa do programa, os alunos aprendem assuntos relacionados ao segmento, que passam por higiene, manipulação e segurança alimentar, relacionamento interpessoal, gestão profissional, revisão de matemática, estrutura da cozinha e história da culinária no Brasil, com foco na Bahia. Na segunda etapa, a turma coloca a “mão na massa”, sob os olhares atentos dos instrutores. O curso de Formação de Cozinheiro é ministrado nas unidades Senac do Pelourinho e da Casa do Comércio, na Avenida Tancredo Neves. Mais informações: Site: http://www.ba.senac.br Tels.: (71) 3273-9764 | 3324-8101.

35


CLUBE GOURMET • NA REDE

Cuecas na Cozinha Quem disse que os homens não devem se aventurar na cozinha? O blog traz receitas de pratos principais, sobremesas e bebidas, para agradar a paladares masculinos e femininos. Site: http://www.cuecasnacozinha.com/ Facebook: Cuecas na Cozinha Twitter: @cuecasnacozinha Tumblr: Cuecas na Cozinha

Cinco Quartos de Laranja Receitas rápidas, sugestão de jantares e pratos para serem levados para o trabalho. É o diferencial do blog Cinco Quartos de Laranja, de Isabel Zibaia Rafael. A blogueira ainda é autora do livro Cozinha para dias felizes, da editora Marcador. Site: http://www.cincoquartosdelaranja.com/ Facebook: Cinco Quartos de Laranja Twitter: @cincoquartos

36

Panelaterapia Há quem diga que cozinha é uma arte e uma terapia. Quem concorda, deve ter na lista de favoritos o blog Panelaterapia, que reúne receitas – das mais simples às bem elaboradas –, além de dicas do mundo gastronômico.

http://www.comoegosto.com.br/p/o-blog.html Gastronomia sem segredo da chef baiana Carla Magalhães

Site: http://www.panelaterapia.com/ Facebook: Panelaterapia Tatiana Youtube: Panelaterapia Instagram: @Panelaterapia


CLUBE GOURMET • ROTEIRO

21

opções para quem ama comer fora.

Um roteiro gastronômico com algumas das melhores opções de boa mesa em Salvador, criado para despertar em cada um de nós a vontade de experimentar mais uma novidade gastronômica, mais uma sugestão gourmet oferecida, muitas vezes, a poucos metros de nossa casa. Apoio Institucional

39


496 GRILL & BAR A

40 41

vista privilegiada da Baía de Todos os Santos, um ambiente elegante e um refinado cardápio de grelhados e frutos do mar. Estes são os principais ingredientes da receita de sucesso que concedeu ao 496 o título de um dos melhores restaurantes de Salvador. A casa tem sua cozinha sob o comando do chef Lucius Gaudenzi, formado pela Hostec International Hospitality College, na Austrália, e em culinária francesa pela Le Cordon Bleu, de Paris, e o sous chef Tarquínio Leitão. As especialidades do 496 são os pratos elaborados com mariscos, lulas, mexilhões, peixes, camarões e lagosta, bem como os risotos e massas. A proximidade com o mar e a valorização dos produtos locais são influência na elaboração dos pratos, que seguem a tendência gastronômica mundial. A sugestão do chef é a Lagosta Mani, de sabor incrível e apresentação exclusiva. O cardápio, denominado da terra ao mar, tem destaque ainda para os exclusivos cortes de carnes argentinas e uruguaias, preparados em sua parrilla e com maciez e suculência: bife de chorizo, costela prime, carré de cordeiro e o galeto desossado são apenas alguns exemplos que têm uma grande variedade de acompanhamentos. Entre as bebidas, vinhos franceses, argentinos, portugueses, brasileiros e chilenos. Para os amantes do malte, o 496 ainda conta com o Club do Whisky.

ESPECIALIDADE

Contemporânea moderna | Carnes e frutos do mar.

FORMAS DE PAGAMENTO

Todos os cartões de crédito e débito.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO Segunda a sexta, 12h à meia‑noite.

ONDE

Avenida Lafayette Coutinho, nº 496, Ed. Porto Trapiche, Comércio | Tel.: (71) 3018-0496 | E‑mail: restauranteportogourmet@gmail.com | Site: www.496grillebar.com.br


SUGESTテグ DO CHEF

LAGOSTA MANI COM RISOTTO DE LIMテグ SICILIANO


AL MARE SALVADOR U

m convite ao requinte e à sofisticação. O endereço? Restaurante Al Mare Salvador, situado no Espaço Gourmet do Salvador Shopping. A cozinha de experimentação do chef Fabrício Lemos, baiano formando pela centenária escola de gastronomia francesa Le Cordon Bleu, busca inspiração nas culinárias mediterrânea e contemporânea. Aos 31 anos, o jovem chef também acumula larga experiência nas culinárias italiana, francesa e mexicana e encara a gastronomia como uma forma de fazer arte: gosta de inovar nas receitas, transformando clássicos em iguarias contemporâneas. A especialidade da casa são os pescados e frutos do mar, compondo pratos frescos e delicados. A qualidade dos pratos é um espelho da atmosfera do restaurante, que há três anos oferece ambiente agradável e serviço de excelência, apropriados tanto para um almoço de negócios quanto para um jantar romântico a dois. Uma vez que se visite o restaurante, são imperdíveis as refeições elaboradas com badejo, robalo, lagosta, polvo, king crab, camarões e lulas. Uma indicação do chef? Badejo grelhado com mil‑folhas de batatas, ragout de frutos do mar e couli de açafrão.

42 43

ESPECIALIDADE

Mediterrânea | Pescados e frutos do mar.

FORMAS DE PAGAMENTO

Cartões de crédito: American Express, Diners, Hipercard, Master e Visa | Cartões de débito: Maestro, Rede Shop e Visa Electron.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Segunda a quarta, 12h às 2h; quinta a sábado, 12h à 1h; domingo, 12h às 2h.

ONDE

Salvador Shopping, Espaço Gourmet, piso L1, Caminho das Árvores | Tel.: (71) 3033‑7615 | Site: www.almaresalvador.com.br.


SUGESTテグ DO CHEF

BADEJO GRELHADO


ALL SAINTS O

44 45

grupo All Saints Restaurantes chegou ao Brasil em 2009 com a proposta de oferecer aos clientes uma experiência gastronômica completa, baseada em diferentes tipos de culinárias, sempre apostando na excelência em todos os aspectos: serviço, ambiente, localização e preço justo. A primeira casa aberta em Vilas do Atlântico, o All Saints Mediterrâneo, aposta na culinária simples e tradicional dos países do Arco Mediterrâneo, onde pescados e frutos do mar ganham principal destaque, oferecendo ainda uma deliciosa pizza assada no forno a lenha no bom estilo italiano. Em 2012, o grupo expandiu os negócios e inaugurou o segundo restaurante, o All Saints Contemporâneo, também em Vilas do Atlântico, que tem como base pratos da cozinha internacional complementados com elementos da culinária regional. No início de 2014, abriu a terceira casa, o All Saints Mundi, em Salvador. A casa aposta na culinária internacional, assinada pelo chef Leonardo Roncon, formado em gastronomia e pós-graduado em gestão de pessoas em São Paulo. Seus pratos primam pelo sabor requintado e pela apresentação. Aos seus clientes, Leonardo recomenda a entrada de queijo brie empanado com chutney de morango e mix de folhas e, como prato principal, o confit de pato. Para a sobremesa, uma torta mousse de chocolate com frutas vermelhas.

ESPECIALIDADE

Contemporânea e internacional com elementos da culinária regional.

FORMAS DE PAGAMENTO

Todos os cartões de crédito e débito.

HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO

Segunda a sábado, 11h30 às 15h e 18h às 23h30; domingo, 11h30 às 16h.

ONDE

Av. Praia de Itapuã, nº 374, Vilas do Atlântico, Lauro de Freitas. | Tel.: (71) 3379-1272 | E-mail: allsaints@allsaintsrestaurantes.com


SUGESTÃO DO CHEF

CONFIT DE PATO COM CROSTA DE AMENDOIM, MOLHO DE CAJÁ E FETTUCCINE DE LEGUMES


CHURRASCARIA BOI PRETO A

arte de preparar e servir um bom churrasco é seguida à risca pela Churrascaria Boi Preto, localizada na Avenida Octávio Mangabeira, em frente ao antigo Aeroclube. O domínio completo do preparo tradicional do churrasco, associado a um ambiente elegante e confortável, faz da churrascaria uma das mais bem frequentadas de Salvador. São 15 anos de atuação na capital baiana sempre em busca da perfeição, marca da casa. O cardápio, além de dar destaque ao que há de mais nobre entre as carnes – são 26 tipos de cortes, como picanha, alcatra, carré de cordeiro e bife ancho –, também conta com diversificado buffet de saladas e opções de pratos orientais, que têm como ingredientes principais camarão, lula, polvo, atum defumado e salmão. Entre as bebidas, variedade de drinks para agradar aos paladares requintados, e mais de 16 tipos de sobremesas, com destaque para as elaboradas com frutas e sorvetes. A inspiração para a qualidade, bom gosto e sofisticação? A satisfação dos clientes.

ESPECIALIDADE

Churrasco | Carnes, frutos do mar e comida japonesa.

FORMAS DE PAGAMENTO

Dinheiro e todos os cartões de crédito e débito.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Segunda a quinta, 12h às 16h (almoço) e 19h às 23h (jantar); sexta a domingo, 12h às 23h30 (sem interrupção).

ONDE

Avenida Octávio Mangabeira, s/n, Jardim Armação | Tel.: (71) 3362-8844 | E-mail: reservasba@grupoboipreto.com.br | Site: www.boipretosalvador.com.br

46 47


SUGESTテグ DO CHEF

DEGUSTAR A VARIEDADE DE CARNES E DEMAIS ESPECIALIDADES DA CASA


BEACH STOP U

m clima despojado de beira‑mar, com decoração temática inspirada no universo surfwear, e uma deliciosa gastronomia preponderantemente baiana tornam o restaurante Beach Stop um lugar imperdível para o encontro entre amigos e familiares. Referência na Bahia, tanto pela sua culinária quanto pelo clima agradável, o restaurante serve pratos regionais, moquecas, bobós, carnes, além de uma grande variedade de petiscos, tendo como destaque principal o pastel de camarão Beach Stop, famoso pela combinação crocante da massa e recheio cremoso rico em camarões. O cardápio é farto em opções e seus pratos sempre bem servidos. Perfeito tanto para o final de tarde regado a chope quanto para um almoço familiar acompanhado das crianças. Em plena expansão, o Beach Stop já se tornou uma rede de restaurantes com sete lojas na Bahia e duas outras previstas para inauguração em breve (Shopping Barra e Shopping Paralela). O Beach Stop está presente também, em Pernambuco e em Sergipe. Dentre os valores que referendam o sucesso da rede estão o respeito aos clientes, ambientação agradável e deliciosa culinária, além de um atendimento diferenciado e personalizado.

48 49

ESPECIALIDADE

Culinária baiana | Frutos do mar.

FORMAS DE PAGAMENTO

Todos os cartões de crédito e débito.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Lojas de shopping: 11h às 22h | Lojas de rua: 11h às 2h.

ONDE

Stella Maris | Salvador Shopping | Salvador Norte Shopping | Pituba | Ipitanga | Praia do Forte | Feira de Santana | Shopping Riomar - Recife‑PE | Shopping Riomar - Aracaju‑SE | Em breve: Shopping Barra e Shopping Paralela | Tel.: (71) 3374‑1679 | Site: www.beachstop.com.br


SUGESTテグ DO CHEF

PASTEL DE CAMARテグ


CASA DE TEREZA U

50 51

m casarão de 1836 no badalado bairro do Rio Vermelho, em Salvador, abriga o Restaurante Casa de Tereza, especializado em comida típica e regional da Bahia. Toda a culinária da casa é assinada pela chef Tereza Paim, que retrata com sua cozinha a cultura e as tradições do povo baiano. Em adicional, a chef desenvolve um trabalho autoral, unindo à arte culinária outras expressões artísticas da Bahia. Tereza tem na culinária um talento natural aprimorado em cursos e especializações pelo Brasil e Europa. Em sua bagagem como chef, uma pitada de inquietude, que resulta na busca incessante junto aos seus fornecedores por ingredientes cada dia melhores. Uma das mais premiadas chefs baianas, Tereza é referendada fora da Bahia como a Embaixadora da Cozinha Baiana, inovando com absoluto respeito às origens. No Casa de Tereza, a chef comanda uma equipe com cerca de 50 profissionais. Em ambiente acolhedor, ricamente decorado, o restaurante se divide em quatro ambientes temáticos formados pelos salões Yemanjá e Bel Borba e dois amplos mezaninos em homenagem às igrejas católicas da Bahia e ao candomblé, num verdadeiro sincretismo religioso. Para completar, piano ao vivo e uma típica vendinha do interior para a comercialização de produtos locais.

ESPECIALIDADE

Típica e regional da Bahia | Cozinha baiana típica e autoral usando técnicas do mundo com ingredientes baianos.

FORMAS DE PAGAMENTO

Dinheiro e todos os cartões de crédito e débito.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Segunda a sábado, 12h à meianoite; domingo, 12h às 17h.

ONDE

Rua Odilon Santos, 45, Rio Vermelho | Tel.: (71) 3329-3016 | E-mail: comercial@casadetereza.com.br | Site: www.casadetereza.com.br


SUGESTテグ DA CHEF

CAMARテグ NO MOLHO DE MANGABA


CAMINHO DE CASA C

om arquitetura bucólica e acolhedora, o Restaurante Caminho de Casa possui um ambiente perfeito para o bate‑papo entre amigos, a reunião de família e a degustação de pratos regionais, saborosos em sua essência. A inspiração vem dos ingredientes da terra, com forte influência das culinárias baiana e africana. No cardápio, o destaque fica por conta da carne de fumeiro e da picanha laminada – ambas preparadas na chapa –, além da maniçoba. O cardápio tem também, entre outras delícias, bolinho de feijoada, ensopado de carneiro, andu, rabada, sarapatel, dobradinha e mocotó. O ambiente descontraído e informal, além de um atendimento cortês, é o diferencial do lugar e a garantia de retorno a qualquer hora do dia. Eleito seis vezes como o melhor lugar em Salvador para o fim de noite, o restaurante é parada obrigatória na madrugada e está em atuação no mercado soteropolitano há 23 anos.

ESPECIALIDADE

Regional | Culinária nordestina.

FORMAS DE PAGAMENTO

Dinheiro e cartões de crédito e débito Visa e Diners.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO Todos os dias, 24 horas.

ONDE

Shopping Boulevard 161, Itaigara | Tels.: (71) 3353‑7036 / 8125‑1617 | E‑mail: caminhodecasa@gmail.com

52 53


SUGESTテグ DO CHEF

CARNE DE FUMEIRO


CHEIRO DE PIZZA T

54 55

em cheiro de pizza no ar. E não se trata de qualquer uma. Estamos falando da feita pela Cheiro de Pizza. Uma das mais saborosas e crocantes da cidade, assada no forno a lenha e produzida com o cuidado de mãos experientes e ingredientes de primeira. Sim, a Cheiro de Pizza sabe bem como preparar esta e outras delícias, em suas três lojas temáticas localizadas em pontos estratégicos da cidade: uma na Pituba, inspirada na Bossa Nova; outra no Rio Vermelho, a mais antiga, inaugurada em 1992 em homenagem ao rock, e a do Dique do Tororó, que referenda os antigos carnavais, além da central de entregas em domicílio, que atende pelo número 2109-0909. Aliás, soa como música aos ouvidos um convite para jantar entre amigos regado a pizzas e massas servidas ainda nas primeiras horas da noite na Cheiro de Pizza. A escolha do sabor também é uma vantagem, são mais de 50 opções de pizzas e cardápio com mais de 100 opções de pratos, entre entradas, sobremesas e almoço executivo. Um dos pratos mais pedidos é o rolinho provolone – fina massa de pizza com recheio de queijo provolone e tomate temperado com azeite de oliva. Entre as pizzas está a premiada nacionalmente Pollame, de peito de peru recheado na manteiga, champignon temperado, tomate-cereja e manjericão. Imperdíveis também são as bordas recheadas – mais de dez sabores, entre eles mussarela de búfala, atum com catupiry e gorgonzola.

ESPECIALIDADE

Italiana | Pizzas.

FORMAS DE PAGAMENTO

Todos os cartões de crédito e débito.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Todos os dias da semana, das12h à meia-noite.

ONDE

Pituba: Rua Minas Gerais, nº 254 | Rio Vermelho: Rua João Gomes, nº 27 | Dique do Tororó: Av. Vasco da Gama, s/n | Central de entregas: Rua Lucaia, nº 212, Rio Vermelho | Tel.: (71) 2109-0909 | Site: www.cheirodepizza.com.br


SUGESTテグ DO CHEF

PIZZA DE POLLAME


CANTINA COSA NOSTRA F

amília e tradição. Estes valores são a base do sucesso da gastronomia servida pela tradicionalíssima Cantina Cosa Nostra, localizada na Pituba. Como bons italianos, foi nas deliciosas receitas da “nona”, servidas à mesa de casa aos domingos para a família, que surgiu a inspiração para o cardápio do restaurante, criado em 1987. Entre as especialidades da casa, estão as massas artesanalmente preparadas com receitas caseiras e pizzas assadas em forno a lenha. Tudo com produtos de primeiríssima qualidade e receitas passadas de pais para filhos. Aliás, é por esta tradição familiar que a Cosa Nostra tem hoje à frente de sua cozinha a chef Débora Ignácio, filha dos proprietários, formada em gastronomia e cursando pós-graduação/MBA em Gestão de Negócios. Entre as delícias servidas na cantina estão o Dom Corleone, tradicional nhoque à bolonhesa, e a Lasanha Cosa a Quatro Queijos, além das pizzas e filés. Na preservação do sabor e da tradição é que a Cantina Cosa Nostra vigora em seus 27 anos de funcionamento, com reconhecimento e fidelidade de seus clientes.

56 57

ESPECIALIDADE

Italiana | Pizzas, massas e filés.

FORMAS DE PAGAMENTO

Dinheiro, tickets, cheques, cartões de débito e credito: Visa, Mastercard, Diners, Amex.

HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO

Segunda a sexta, 12h às 15h e 18h à meia-noite; sábado e domingo, 12h à meia-noite.

ONDE

Rua Bahia, nº 144, Pituba | Tel.: (71) 3240-3977 | Site:  www.cantinacosanostra.com.br


SUGESTテグ DA CHEF

ROCAMBOLE TRICOLORE


COCO BAHIA E

58 59

stá em receitas deliciosamente escolhidas, em um cardápio diversificado e em um ambiente encantador o segredo de sucesso do Restaurante Coco Bahia Salvador. Especializado em frutos do mar, o restaurante foi recentemente reinaugurado, ganhando salões amplos e confortáveis, numa decoração semirrústica com elementos decorativos étnicos. A especialidade da casa são mesmo os frutos do mar, servidos em pratos fartos e diversificados. Mas há opções também para quem gosta de pizzas, crepes e tapiocas, servidos apenas no horário da noite. Além do excelente atendimento, o restaurante possui estacionamento próprio para cem carros, parquinho infantil e uma grande variedade de bebidas. De atmosfera descontraída, o Coco Bahia é um lugar apropriado para receber grandes grupos de amigos e/ou familiares. No seu cardápio, itens que merecem ser degustados: o Camarão Provençal, a Tilápia Coco Brasil e o Rede de Pescador. Impossível é sair de lá sem experimentar “O melhor pudim do mundo”. Sim, assim é conhecida a tradicional sobremesa na casa. O motivo do título? Uma receita secreta que proporciona ao pudim um sabor e cremosidade ímpares. Outra sobremesa imperdível é a torta de banana, apresentada no programa Mais Você de Ana Maria Braga, da Rede Globo.

ESPECIALIDADE

Contemporânea | Frutos do mar, peixes, camarões, lagostas, carnes, pizzas, crepes e tapiocas.

FORMAS DE PAGAMENTO

Dinheiro e cartões de crédito e débito Visa, Master e Amex.

HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO

Segunda a quarta, 11h30 às 15h e 17h à meia-noite; quinta, 11h30 às 15h e 17h à 1h da manhã; sexta e sábado, 11h30 às 2h da manhã; domingo, 11h30 à meia-noite.

ONDE

Av. Professor Magalhães Neto, nº 1.273, Loteamento Aquarius, Pituba | Tel.: (71) 3359-9000 | E-mail: salvador@restaurantecocobambu.com.br | Site: www.restaurantecocobambu.com.br


SUGESTテグ DO CHEF

PEIXE INTEIRO


DONA MARIQUITA C

riado em novembro de 2006 sob o comando da chef Leila Carreiro, o Restaurante Dona Mariquita foi buscar nas feiras livres do Recôncavo Baiano os ingredientes de sua farta e cultural culinária de matriz afro-indígena. Estudiosa da história da gastronomia baiana, Leila conduz sua casa, situada no Rio Vermelho, com o apuro de uma gourmet dedicada em resgatar, preparar, catalogar e historiar os sabores originais da culinária nativa. A especialidade do seu restaurante, o Dona Mariquita, como denomina, é a culinária patrimonial da Bahia, exatamente pelo resgate cultural das receitas, dos sabores e ingredientes mais primitivos da terra. É por isso que quem costuma frequentar a casa sai sempre com a impressão de que o sabor lá experimentado é algo especial e único. Sem dúvida, uma verdadeira viagem na história da evolução da culinária de raiz, relacionada às tradições das comidas ritualísticas, cheias de cultura. No seu cardápio, pratos imperdíveis como o ipeté, precursor do bobó de camarão; o acaçá de leite e a moqueca de camarão com maturi.

60 61

ESPECIALIDADE

Patrimonial da Bahia (de matriz afro-indígena) | Comida típica da Bahia.

FORMAS DE PAGAMENTO

Dinheiro e todos os cartões de débito e crédito.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Terça a domingo, 12h às 17h.

ONDE

Rua do Meio, nº 178, Rio Vermelho | Tels.: (71) 3334-6947 ou 3334-6988 | Site: www.donamariquita.com.br


SUGESTテグ DA CHEF

CARNE-SECA NA MORANGA


JERIMUM CAFÉ A

forma quase artesanal de preparar os pratos, o ambiente rústico e aconchegante e o atendimento simples e cuidadoso são os principais diferenciais dos restaurantes Jerimum Café e Nega Fulô Pizzaria, localizados na via principal que dá acesso à vila de Imbassaí. É em um ambiente convidativo ao relaxamento, sob a sombra de uma grande árvore, que estes dois restaurantes interagem entre si e com sua clientela, que busca o prazer de uma boa mesa com a tranquilidade dos lugares praianos. Os jovens proprietários, André e Taliana, apostam nas massas artesanais, nos filés, risotos, saladas e pizzas e nas deliciosas tortas geladas servidas no Café. Criados em 2001 e 2002, os dois estabelecimentos estão interligados por uma grande varanda que serve de complemento aos salões de cada uma das casas. Impossível, por exemplo, visitar Imbassaí e não degustar do Fettuccine Paulo Borges ao molho feito com camarão e refogado com tomate, cebola, alho e pimentão. Como sobremesa, a recomendação é experimentar a Torta da Nega, com café, cream cheese e chocolate meio amargo.

62 63

ESPECIALIDADE Italiana.

FORMAS DE PAGAMENTO

Dinheiro e cartões de débito e crédito. (Visa, Mastercard. Amex, Dinners, Visaelectron, Maestro, Elo).

HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO

Segunda a sexta, 17h às 23h; sábado, 13h30 à meia-noite; domingo, 12h30 às 23h.

ONDE

Alameda das Amendoeiras, s/n, Imbassaí (rua principal) | Tel.: (71) 3677-1019 / (71) 8181-1433 | E-mail: jerimumcafe@gmail.com | Site: www.jerimumcafe.site4all.com.br.


SUGESTテグ DO CHEF

FETTUCCINE AO MOLHO DE CAMARテグ


LA LUPA A

história de um restaurante começa quase sempre a partir de uma grande paixão pela cozinha, ingredientes e temperos. Esta história não foi diferente com o restaurante La Lupa. Fundado em 2001, no Pelourinho, bairro histórico de Salvador, o restaurante nasceu da paixão de seu dono pela gastronomia e logo se tornou uma referência no segmento gastronômico na Bahia, mais especificamente na culinária italiana. Sua história é marcada também pela sua expansão – quem não se lembra do La Lupa da Ladeira da Barra? – e, mais recentemente, seu novo endereço no Salvador Shopping. O novo La Lupa é capitaneado pelo administrador Franc Kragl e tem em Alessandro Narduzzi o chef que assina todo o cardápio e coordena sua equipe de chefs e de produção. O La Lupa é um restaurante italiano especializado na culinária mediterrânea, que tem no seu cardápio pratos consagrados pelo apuro estético e refino de sabor. São estes ingredientes que destacam o La Lupa como um dos melhores restaurantes italianos da nossa cidade.

64 65

ESPECIALIDADE Italiana.

FORMAS DE PAGAMENTO

Dinheiro e todos os cartões de crédito e débito.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Segunda a sábado, 11h às 22h; domingo, 12h às 21h.

ONDE

Av. Tancredo Neves, nº 3.133, loja 3.036, Boulevard dos Restaurantes, piso L3, Setor Comercial 305, Salvador Shopping, Caminho das Árvores | Tel.: (71) 3013-2508 | E-mail: reserva@laluparestaurante. com.br | Site: www.laluparestaurante.com.br


SUGESTÃO DO CHEF

TAGLIOLINI COM MEXILHÕES E QUEIJO PECORINO


LA PROVENCE O

sabor e o aroma franceses têm endereço certo em terras soteropolitanas. Situado na Rua Leonor Calmon, 44, na entrada do Cidade Jardim, o La Provence transporta o visitante para os típicos bistrôs parisienses, com decoração especial e clima intimista, lugar ideal para um jantar romântico. Especialista na gastronomia francesa, sem dispensar o toque baiano, o chef Laurent Canovas elaborou cardápio requintado a partir dos conhecimentos nesta culinária, harmonizados com o bom gosto típico de quem é natural daquele país. As sugestões para os pratos principais são o Bacalhau Gourmet à Évora, confitado em puro azeite e acompanhado por batatas cozidas, pimentões e cebolas. Outra iguaria é o Jambonneau “Eisben”, joelho de porco assado, servido com chucrute. Também estão entre os mais procurados os Camarões em Cama Folhada, Pavê de Salmão em Papilote e Pato à Laranja. Para adocicar o paladar, tradicionais doces franceses: profiteroles, carpaccio de abacaxi e torta de chocolate Maison, a mais pedida. Em funcionamento há 12 anos, a casa é reconhecida pela qualidade, elemento que garante declarações de amor de clientes fiéis e satisfeitos.

66 67

ESPECIALIDADE

Francesa contemporânea | Culinária francesa.

FORMAS DE PAGAMENTO

Todos os cartões de crédito e de débito.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Segunda a sexta, 12h à meianoite; sábado, 18h à meia-noite; domingo, 12h às 18h.

ONDE

Rua Leonor Calmon, 44, Cidade Jardim | Tel.: (71) 3452-6216 | Site: www.restaurantelaprovence.com.br


SUGESTÃO DO CHEF

JAMBONNEAU “EISBEN”


LAFAYETTE F

oi um ambiente impregnado de personalidade e sofisticação, a Rua Lafayette, situada no bairro do Soho em Nova York, que serviu como fonte de inspiração para a criação do Restaurante Lafayette, situado – coincidências à parte – na rua de mesmo nome (Av. Lafayette Coutinho ou Contorno), no Píer da Bahia Marina, em 2007. Com ares náuticos, após repaginação de ambiente pelo arquiteto Adriano Mascarenhas, o restaurante reflete ao mesmo tempo charme e aconchego de um lugar mais que especial, com vista para a Baía de Todos os Santos. Associado ao nome e à ambientação, o Lafayette prima pelo sabor, apresentação dos pratos e pela qualidade dos ingredientes. Sua cozinha, especializada em culinária mediterrânea, é assinada pelo chef Dudu Prado, que uniu os sabores internacionais ao toque da culinária local, criando uma nova identidade à gastronomia do restaurante com pratos únicos e especiais. São detalhes como estes e a certeza da boa mesa que tornam o Lafayette um restaurante ímpar.

68 69

ESPECIALIDADE

Mediterrânea.

FORMAS DE PAGAMENTO

Dinheiro, e cartões de crédito e débito, exceto Hipercard.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Almoço - Terça, quarta, quinta e sábado, 12h às 15h; sexta e domingo, 12h às 16h | Jantar - Sexta e sábado, 18h à 1h da manhã; domingo a quinta, 18h à meia‑noite.

ONDE

Av. Lafayette Coutinho, 1.010, Píer da Bahia Marina, Comércio | Tel.: (71) 3321-0800 | E‑mail: atendimento@restaurantelafayette.com.br


SUGESTテグ DO CHEF

LAGOSTA GRELHADA COM RISOTO PERFUMADO POR MANTEIGA DE TRUFAS


MISTURA A

cozinha do Mistura Restaurante Gourmet vem do mar. Sincera e autêntica, sem subterfúgios, com ingredientes frescos, sempre respeitando o tempo e a natureza. É o resultado do trabalho do italiano Paolo Alfonsi e da potiguar Andréa Ribeiro, sua esposa, sócia e chef: fusão da genuína culinária mediterrânea e baiana. O restaurante surgiu como barraca de praia, utilizando ingredientes fresquíssimos, trazidos pelos pescadores da colônia de pescadores de Itapuã. O robalo, utilizado em diversos pratos, devido à qualidade da carne, permite que seja servido cru, como carpaccio, grelhado ou até mesmo ao forno. Trufas, importadas da região de Alba, são utilizadas na finalização de pratos tradicionais, como risotto, molho para peixe e carnes. As sobremesas típicas italianas, sorbetto de limão siciliano, tiramisu e panna cotta, adocicam o paladar. Em 19 anos de história, sagrou-se como o melhor pescado da cidade.


ESPECIALIDADE

Culinária mediterrânea e baiana | Peixes da região, crustáceos e moluscos.

FORMAS DE PAGAMENTO

Todos os cartões de crédito e débito.


HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Segunda a sábado, 12h à meia-noite; domingo e feriado, 12h às 23h.

ONDE

Rua
Professor
Souza
Brito,
41
–
Itapuã | Tel.: (71) 3375-2623 | E-mail: contato@restaurantemistura.com.br | Site: www.restaurantemistura.com.br

70 71


SUGESTテグ DA CHEF

FETTUCCINE COM RALA-COCO


OLIVA GOURMET C

om um conceito diferenciado, o restaurante Oliva Gourmet é o lugar ideal para apreciar o sabor da cozinha italiana, unido a um ambiente tranquilo e descontraído, convite mais que certeiro para um bate‑papo em família ou com amigos. A casa aposta em um rico buffet de saladas e antepastos, aliado às massas de receitas únicas, elaboradas no próprio restaurante. As opções nunca se repetem, guardando a cada semana uma novidade. No cardápio, ainda há espaço para pizzas e grelhados de cortes especiais, como filet mignon, picanha e salmão. O diferencial da casa é oferecer um serviço de alta qualidade, com rapidez e preço justo. Para isto, aposta no rodízio de saladas e massas e no staff bem treinado. Quando visitar o restaurante, não deixe de experimentar o Ravióli Oliva e o Bife de Chorizo, indicações do chefe. Depois das delícias, para adocicar o paladar, a sugestão é o doce de biscoito.

ESPECIALIDADE

Cozinha contemporânea | Massas e saladas.

FORMAS DE PAGAMENTO

Todos os cartões de crédito e débito.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Salvador Shopping - Segunda a sábado, 11h30 às 22h; domingo, 12h às 21h | Barra - Domingo a quinta, 11h30 às 23h; sexta e sábado, 11h30 à 1h.

ONDE

Salvador Shopping - Piso L3, Caminho das Árvores | Shopping Barra – Piso L1, Barra Gourmet, Barra | Tels.: (71) 3019‑0201 (Salvador Shopping) / 3179‑1858 (Shopping Barra) | Site: www.restauranteoliva.com.br

72 73


SUGESTÃO DO CHEF

BUFFET COMPLETO, RAVIÓLI OLIVA E BIFE DE CHORIZO


PARAÍSO TROPICAL O

s ingredientes são naturais, cultivados de forma orgânica. A culinária quase alquimista do Restaurante Paraíso Tropical, no bairro do Cabula, mistura mariscos a frutas e ervas exóticas, conferindo à culinária baiana um sabor diferenciado. A revolução gastronômica cabe ao chef Beto Pimentel, agrônomo de formação, que se vale de seus conhecimentos para elaborar peixes, moquecas, massas, saladas, tortas salgadas, ensopados e pratos especiais. A inventividade do chef já lhe conferiu o prêmio Commanderie des Cordon Blue de France, vinculado à famosa escola francesa de gastronomia, e o título Signore Del Gusto, na Itália, além de outras condecorações nacionais. Como sugestão, experimente os pratos à base de frutos do mar, como camarão, lagosta e polvo, acompanhados de frutas grelhadas e arroz com ervas aromáticas. As sobremesas, assim como as bebidas, abusam das frutas tropicais, como cupuaçu, kiwi, goiaba, caju e carambola.

ESPECIALIDADE

Contemporânea | Cozinha baiana.

FORMAS DE PAGAMENTO

Todos os cartões de crédito e débito.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Segunda a sábado, 12h às 19h; domingo, 12h às 22h.

ONDE

Rua Edgar Loureiro, nº 98‑B, Resgate, Cabula. | Tel.: (71) 3384‑7464 | E‑mail: contato@restauranteparaisotropical.com.br | Site: www.restauranteparaisotropical.com.br

74 75


SUGESTÃO DO CHEF

DANDÁ DE CAMARÃO


SOHO A

referência de um bom restaurante está na sua gastronomia e na aprovação que ela conquista entre seus clientes. Especializado em culinária japonesa, o Soho conquistou este feito graças a sua ambientação sofisticada, aconchegante, atendimento especial e preocupação em oferecer aos seus clientes os melhores produtos, além de primoroso cuidado com a segurança alimentar. O primeiro Soho foi inaugurado em 1998, na Ladeira da Barra, um charmoso bairro de Salvador. Em 2003, o restaurante foi transferido para o Complexo Náutico Bahia Marina, um espaço privilegiado e com arquitetura moderna. Em seguida, vieram o Soho de Fortaleza (CE), o do Shopping Paseo Itaigara e o do Salvador Shopping, com traços modernos e urbanos, mantendo o conceito de elegância e contemporaneidade que já acompanha a marca. Em 2011, Brasília ganhou também uma filial Soho, em um espaço extremamente diferenciado e aconchegante. A internacionalização da marca vem em sequência: está prevista para outubro deste ano a inauguração do Soho Bay, em Miami Beach.

76 77

ESPECIALIDADE Japonesa.

FORMA DE PAGAMENTO

Todos os cartões de crédito e débito, exceto Hipercard.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Almoço: Terça a quinta e sábado, 12h às 15h; sexta e domingo, 12h às 16h | Jantar: Sexta e sábado, 19h à 1h; domingo a quinta, 19h à meia-noite.

ONDE

Av. Lafayete Coutinho, 1.010, Píer D, Bahia Marina, Comércio, Salvador. | Tels.: Soho Marina: (71) 3322-4554 | Soho Paseo: (71) 3453-5445 | Soho Salvador: (71) 3032-6208 | Soho Fortaleza: (85) 3224-7458 | Soho Brasília: (61) 3364-3979 | E‑mail: atendimento@sohorestaurante.com.br | Site: www.sohorestaurante.com.br


SUGESTテグ DO CHEF

COMBINADO TRADICIONAL E COMBINADO SOHO ESPECIAL


TAVERNA PARADISO M

assa artesanal, ingredientes frescos e um toque baiano para arrematar. O restaurante Taverna Paradiso, em Praia do Forte, guarda os segredos da autêntica cozinha italiana. Nascido Mocambo Spaguetteria Italiana, em Salvador, o restaurante assumiu o novo endereço em 1998, alcançando sucesso e reconhecimento dentro e fora da Bahia. Em 2004, a casa recebeu a Estrela de Qualidade da Culinária Italiana, concedida pelo governo da Itália. Especializado em massas e frutos do mar, o restaurante tem sua cozinha no comando da chef Nalva de Freitas, que é autodidata e apaixonada pela gastronomia italiana. Ao lado do marido, e também sócio, o italiano Ruggero Guidetti, deu início ao que é hoje o Taverna Paradiso. Nalva não esquece a influência de outras culinárias, deixando em seus pratos um gosto de Brasil, o que encanta o paladar de quem visita o restaurante. Como sugestão, ela indica o Espaguete de frutos do mar com lagosta e, como sobremesa, o tiramisu, tradicional doce italiano.

78 79

ESPECIALIDADE

Italiana tradicional e internacional | Massas e frutos do mar.

FORMAS DE PAGAMENTO

Todos os cartões de crédito e débito.

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Terça a quinta, 17h à meia‑noite; sexta, 17h às 2h; sábado, 12h às 2h; domingo, 12h à meia‑noite.

ONDE

Avenida ACM, s/n, Praia do Forte - Mata de São João | Tel.: (71) 3676‑1587 | E‑mail: taverna@tavernaparadiso.com.br | Site: www.tave.site4all.com.br.


SUGESTテグ DA CHEF

RISOTTO GRAN MESTRE COM ASPARGOS


TOKAI O

s traços culturais e a força militar da Dinastia Ming, que governou a China por longos séculos entre 1368 e 1644, são a fonte de inspiração para a ambientação e o conceito gastronômico do restaurante Tokai, localizado no Espaço Gourmet do Shopping Barra. Especializado em culinária contemporânea asiática, abrangendo as cozinhas chinesa, japonesa e tailandesa, o restaurante possui cerca de 360 m² divididos entre bar, varanda e dois espaçosos salões para refeição, assinados pelo arquiteto baiano Sidney Quintela. Excentricidade e sofisticação resumem bem a culinária do lugar, que apostou em consultoria do chef de São Paulo, Noberto Barbosa, para treinar os profissionais da casa em cortes especiais de peixes e frutos do mar, além de combinações especialíssimas no preparo de sofisticados pratos tailandeses dos carpaccios e dos japoneses sushis e sashimis. O sommelier Marcelo Bastos é responsável pela escolha e orientação dos vinhos. O Tokai possui duas adegas climatizadas e carta com 58 rótulos, selecionados para harmonizar com cada um dos mais de 200 itens oferecidos à la carte.

80 81

ESPECIALIDADE Asiática.

FORMA DE PAGAMENTO

Dinheiro e todos os cartões de crédito e débito (Visa, MasterCard, Amex, Hipercard, Nutri, Sodex, Visa Vale, Ticket, Green Card).

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Abre todos os dias da semana às 11h e fecha às 23h de domingo a quinta e à 1h da manhã, sexta e sábado.

ONDE

Av. Centenário, 2992 - 1º piso | Espaço Gourmet, Shopping Barra | Tel.: (71) 3022‑7874.


SUGESTテグ DO CHEF

CAMARテグ THAI THAI


CLUBE GOURMET • MAKING OFF • POR IVAN BALDIVIESO

EM UM ENSAIO FOTOGRÁFICO, OS CAMINHOS DOS ALIMENTOS ATÉ CHEGAR À MESA.

83


Profile for Clube Gourmet Bahia

Clube Gourmet Bahia 2014  

Um roteiro gastronômico com algumas das melhores opções de boa mesa em Salvador, criado para despertar em cada um de nós a vontade de experi...

Clube Gourmet Bahia 2014  

Um roteiro gastronômico com algumas das melhores opções de boa mesa em Salvador, criado para despertar em cada um de nós a vontade de experi...

Advertisement