Page 1


Editorial

ELES MENTEM. ELES P E R D E M .

CHEGOU O PAPA CÁRIE Papacárie é um gel, desenvolvido no Brasil, e que tem a função de eliminar a parte infectada da cárie com rapidez e sem a necessidade da anestesia. E composta de papaína (retirada da casca do mamão) e de cloramina. A papaína amolece a parte necrosada da cárie e a cloramina atua na clorinação do colágeno da dentina cariada. A ação das duas é sinérgica, o que facilita a remoção da parte cariada e preserva o tecido sadio do dente.

Eles metttwu. ELes jzerdewu. OUTDOOR DO "BLOCO IZQUIERDA", ESPANHA, MOSTRANDO OS LÍDERES DOS ESTADOS UNIDOS, GRAN BRETANHA E ESPANHA QUE MENTIRAM SOBRE ARMAS QUÍMICAS.

Esse novo produto é usado,também, na limpeza dos dentes, pois atua no amolecimento do tártaro e manchas de nicotina e alcatrão. É um produto desenvolvido pela dentista Sandra Kalil Bussadori e fabricado pelo laboratório Fórmula e Ação - São Paulo.

Eles mentem, eles perdem também no Brasil.

A Clínica Belmonte Gavira já trabalha com esse produto.

Maluf se enrosca em desmentidos: sua assinatura não é sua. O dinheiro na Suíça não é seu. Verdade, não mesmo! É do povo de São Paulo. Perdeu credibilidade, a vergonha, várias eleições e foi detido na França. Lula prometeu gerar emprego, ou seria zerar empregos? A h ! Maldita língua presa. Perdeu credibilidade e popularidade. Quércia, que não tinha sapato na infância, ficou rico trabalhando... Onde? Perdeu várias eleições e vai perder outras tantas. Pita, que se faz de íntegro, sobrevive com o adiantamento que uma editora lhe fez para escrever um livro... em Nova Iorque, Paris... Perdeu o respeito, a compostura e foi detido. Color disse que não era corrupto e prometeu dizer a verdade, "duela a quiem duela". Perdeu o mandato de presidente, o secretário, o irmão, a mãe e vai perder outras tantas eleições. Na área comercial, também se mente e se perde. Uma empresa de chicletes propaga que os dentes ficarão mais brancos, ao mascar tal chiclete. Com a pequena quantidade de

ADEUS DENTES ARTIFICIAIS Os cientistas Silvio e Mônica Duailibi da Universidade Federal de São Paulo, realizaram um feito surpreendente: a partir de uma pequena quantidade de células, fizeram germinar no abdome de rato, um dente. A dupla trabalha em cooperação com cientistas do Instituto Forsyth, nos Estados Unidos. As células são cultivadas numa espécie de molde, onde desenvolvem os tecidos dos dentes como dentina, esmalte e polpa (nervo). A expectativa é que o procedimento funcione também para humanos. Se tudo der certo, na próxima década, banguela será coisa do passado. Fontes: Journal of Dental Reseach/junho 2004* www.odontis.co.uk • Folha de São Paulo 25/06/2004.

branqueador contido na guloseima, a pessoa teria que mascar, por um dia, o equivalente à carga de um caminhão de chicletes. Acabariam com os dentes claros... no hospital ou no cemitério. A empresa perdeu credibilidade dos profissionais de saúde e, talvez, perderá seu ingénuo consumidor. Uma outra, vende produtos via correio e promete clarear os dentes, sem a necessidade do dentista. O embuste faz com que o consumidor perca dinheiro, fique frustrado e a empresa perca o prestígio. Mas nesta edição, vamos falar

U m estudo médico feito ao longo de 50 anos com 34 mil médicos britânicos mostrou que fumantes morrem dez anos mais cedo do que pessoas que não fumam. Richard Doll, 91, professor da Universidade de Oxford, começou seu estudo na década de 50 e monitorou o mesmo grupo de médicos durante décadas. Richard Peto, também professor da mesma universidade e

também de ganhos: o papacárie,

envolvido na pesquisa,disse: desde que Dool começou seu estu-

a prevenção da osteoporose e o fu-

do na década de 50, o tabaco matou cerca de 100 milhões de

turo dente natural.

pessoas em todo o mundo. Se o hábito de fumar não for

odontonews@terra.com.br w w w . a r t e s o r r i s o . c o m 2

FUMANTES PERDEM 1 0 ANOS DE VIDA

OdoNTo NEWS

desestimulado, no século 21 cerca de 1 milhão de pessoas morrerão em consequência do fumo. Fonte: Folha de São Paulo 23/06/2004.


OSTEOPOROSE O d e n t i s t a p o d e fazer o diagnóstico p r e c o c e ?

O

osso é um tecido complexo e frequentemente reflete distúr-

das radiografias, nos exames anuais, que podem mostrar a quan-

bios do metabolismo. O osso e o cálcio estão intimamente

tidade de perda óssea na maxila e na mandíbula, perda do

ligados, tanto que doenças que afetam o metabolismo do cál-

trabeculado ósseo.

cio afetam, também, o estado dos ossos. Dentre esses tipos de doença, a osteoporose é a doença metabólica mais comum. Essa desordem óssea, que afeta 28 milhões de americanos, é

A história médica, o exame bucal e as radiografias do paciente podem levar o profissional a suspeitar da presença de osteoporose e encaminhá-lo ao médico especializado.

duas vezes mais comum nas mulheres. Isso pode estar relacionado ao aumento da perda óssea nas mulheres pós-menopáusicas, ou nas

EXISTEM TRÊS CONDUTAS BÁSICAS N A

mulheres cujos ovários foram removidos.

PREVENÇÃO DA OSTEOPOROSE:

A osteoporose pode instalar-se e o paciente perceberá quando ocorrer uma fratura mais grave.

1 - Consumo diário de pelo menos 1.200mg de cálcio contendo vitamina D.

Os sinais detectados nos dentes não diferem daqueles dos ou-

2 - Manter uma alimentação diária rica em cálcio (brócolis,

tros ossos. O dentista detecta os sinais precoces de osteoporose

amêndoas e verduras de folhas escuras, entre outras). A sardinha

nas doenças periodontais mais severas, na perda óssea em torno

em lata é também um alimento recomendado, pois é rica em cál-

do dente, na cicatrização retardada após cirurgia, e no aumento

cio e em Omega 3.

de dor reflexa nos dentes, provenientes dos seios maxilares adelgaçados. Os cirurgiões-dentistas também podem ajudar na identificação dos primeiros sinais da doença, através da comparação

3 - Consumir suplemento dietético caso a alimentação não contenha cálcio suficiente. Fonte: 1 - Medicina Oral (Interamericana) Seção XV - pág. 415. 2 - Dentistry Today, September - 2003.

OdoNTO NEWS

5

Odonto 31 - Agosto 2004  

Odonto 31 - Agosto 2004