Page 1

Publicação do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas do Ceará.

JUL/AGO/SET 2008 | Nº01

Por que a ética anda tão escondida?

Ambiente Empresarial O Ambiente Empresarial entra para o calendário anual dos empresários e executivos do estado do Ceará

Rotina Estressante

Pressões, preocupações e ansiedades levam ao estresse

Programa de Qualidade

Sucesso da segunda edição mostrou força da iniciativa para o setor


Editorial

Expediente Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas do Ceará. Endereço: Av. Washington Soares, 1400 sl. 401 Edson Queiroz CEP: 60.811-341 - Fortaleza-CE Telefone: (85) 3273.2255 Fax: (85) 3273.5083 sescapce@sescapce.org.br www.sescapce.org.br Diretoria Triênio 2007-2010 Presidente: Cássius Régis Antunes Coelho Vice Presidente: Carlos Augusto Carvalho Mapurunga Diretor Administrativo: Adriano Rodrigues Farias Diretor Financeiro: João Ferreira de Lavor Diretores de Eventos: Iara de Castro Melo Andrade Daniel Mesquita Coelho Diretora de Relações Trabalhistas: Clara Germana Campos Gonçalves Suplentes Amanda Venâncio Ferreira dos Santos Ana Cláudia Cavalcante Araújo Eudes Costa de Holanda José Carlos Fortes José Teixeira de Sousa Filho Conselho Fiscal Titulares Pretextato Salvador Quaresma Gomes de Oliveira Mello Robinson Passos de Castro e Silva José Berchmans de Freitas e Silva Suplentes João Carlos Mineiro Moreira Raimundo Iramilson Melo Francisco de Assis Marques Impressão FacForm Gráfica Tiragem: 5.000 exemplares Projeto Gráfico, diagramação, edição CQueiroz Comunicação F. (81) 3429.5846 www.cqueiroz.com.br cqpress@cqueiroz.com.br Filiado:

De Cara Nova F

ruto do processo de renovação que o SESCAP-Ceará está vivendo, eis que surge mais uma novidade, a revista Ponto Empresarial. Com projeto inovador, novas sessões, abordagem de temas abrangentes, novo tratamento gráfico – moderno, mais limpo e chamativo – que valoriza as imagens e torna mais fácil e agradável a leitura. O conteúdo editorial, traz em boa parte desta edição um relato do que foi o Ambiente Empresarial 2008, evento realizado em julho e que em sua primeira edição já mostrou que tem fôlego para se firmar como o fórum das empresas de serviços do Ceará. Já a matéria de capa reporta para a problemática da ética, sugerindo a reflexão do por que estarmos cada vez mais descrentes com as instituições e de posturas corretas. Conscientes do nosso papel como entidade representativa do segmento empresarial e também de cidadãos brasileiros, e da imperiosa necessidade de tomarmos alguma atitude diante do grave problema, lançamos durante o Ambiente Empresarial a semente de um movimento de resgate da identidade ética nacional. O Movimento Brasil Tem Jeito busca mobilizar a sociedade, o segmento empresarial, órgãos públicos, políticos e entidades representativas de diversos

setores, para que possam unir esforços em prol de uma causa justa e necessária. Para que possam conhecer o espírito do movimento, colocamos na íntegra o manifesto no qual se baseia, ao final deste editorial. Outro ponto que se destaca nessa primeira edição da revista é a abordagem sobre tecnologia da informação no cotidiano das empresas, tecnologia verde, wi-fi, sistemas de informações gerenciais, certificação digital e outras ferramentas e tendências que vêm mudando de forma importante o nosso “modus operandi” empresarial. Outro texto muito interessante trata sobre a administração, manutenção, criação e desenvolvimento de talentos e como o coaching pode ajudar nesse processo tão desafiador para as empresas. Enfim, procuramos abordar assuntos os mais seletos em uma primeira edição variadíssima e imperdível. Boa leitura! Cassius Coelho Presidente do SESCAP-Ceará

O manifesto Como brasileiros, é da nossa natureza sempre buscar a melhor saída. Como cidadãos, chegou a hora de escolher a saída certa, do jeito direito, de um jeito legal. Não adianta apontar e reclamar da corrupção e da impunidade. Se hoje vivemos no país em que tudo acaba em pizza, devemos todos assumir nossa fatia de culpa. O admirado jeitinho brasileiro deixou de ser sinônimo de molejo, jogo de cintura, sagacidade e passou a ser tido como esperteza, indecência, corrupção. Oposto ao que leva o consenso geral, as contravenções não estão limitadas aos ‘políticos’ corruptos. As chamadas pequenas infrações fazem parte do dia-a-dia das cidades.

Atitudes como ‘furar’ ou guardar lugar em fila, comprar DVD pirata, não pedir ou emitir nota fiscal, subornos e indicações, entre outras, são práticas tão fraudulentas quanto ‘mensalões’, superfaturamento e caixas-dois. E pior, algumas estão consolidadas como ‘fraudes normais que todo mundo faz’. Chega! É preciso fazer um pacto pela ética e recuperar nossa identidade perdida. Empresário, empreenda e divulgue essa postura. Nosso Brasil tem Jeito! Nascemos com a habilidade especial de encontrar soluções para os casos mais difíceis. Basta ser ético para que nosso jeitinho seja visto como competência. O Brasil é reflexo dos nossos atos.


Sumário

Tecnologia

Tecnologia verde

Ação SESCAP

06 Ambiente Empresarial 2008 Evento reuniu profissionais e lideranças em torno de palestras e debates com foco no setor de serviços.

Ação SESCAP

Matéria de Capa

07 Maratona de informação

12 Por onde anda a ética nacional?

Sindicato marca presença nos principais encontros do setor, regionais e nacionais, e chama atenção do CFC.

Entrevista

06 Wi-Fi

18 Germano Rigotto

Mobilidade, conforto e economia em qualquer lugar. Saiba mais sobre a tecnologia dos dispositivos móveis.

Saúde

11 Rotina estressante Pressão e estresse no ambiente de trabalho são os principais responsáveis por alterações do sono e problemas gástricos do meio empresarial. Ponto Empresarial

Wireless Fidelity - Wi-Fi

Pesquisa põe o Brasil entre os mais corruptos do mundo, população não acredita nos políticos, o jeitinho brasileiro virou sinônimo de falcatrua. Como mudar esse cenário?

Tecnologia

O que a proposta de reforma tributária prevê é o fim da incidência do salário-educação sobre a folha de pagamento e sua migração para o IVA federal. Não haverá grandes mudanças na sua arrecadação pelo governo federal.

Rigotto comenta o projeto de Reforma Tributária e seus reflexos para o setor de serviços.

Realidade Digital

14 Informatização do judiciário Tecnologia facilita a relação entre contribuinte e fisco. Troca de informações ganhou segurança e agilidade, simplificando a rotina de empresários. | PÁG. 4 |

Certificação Digital

Não é de hoje que tecnologia e gestão se unem em busca de alternativas que agilizem os processos e reduzam os custos, mas nunca a preocupação ambiental foi tão evidente. Dentro desse conceito, um novo termo chegou com tudo no mercado: a Tecnologia Verde. O princípio básico do “movimento” é promover o uso de equipamentos que não sejam nocivos ao meio ambiente. Intel e AMD estão na corrida pela produção dos chamados “produtos verdes” que também ajudam a otimizar a gestão de TI e reduzir custos, uma vez que reduzem o gasto de energia e lixo eletrônico. Melhor impossível. Eficiente, seguro, econômico e ecologicamente correto.

09

Tema Livre

10

Realizações

16

Mural de Fotos

19

Parcerias em Destaque

20

Qualidade em Pauta

21

Dicas

22

Happy Hour JUL/AGO/SET 2008

Familiar para a maioria das pessoas que usam notebooks ou aparelhos móveis, o Wi-Fi é a tecnologia que se utiliza de ondas eletromagnéticas para criar redes sem fio que permite a interconexão entre dispositivos móveis. Ambientes públicos como aeroportos e shoppings já adotaram as redes Wireless LAN e disponibilizam hot spots (ou pontos) que possibilitam a conexão de computadores portáteis

a uma distância média de até 100 metros da base. Várias empresas nacionais disponibilizam o acesso para o usuário comum ou para empresas com pacotes especiais. A conversão do modelo tradicional para o Wi-Fi pode representar uma economia de tempo e dinheiro, além de agilizar o trabalho que passa a não depender tanto de uma estrutura física. Resumindo, mais liberdade.

Sistemas de Informação Gerencial (SIG) Informação é tudo para quem vive entre decisões importantes. A proposta dos Sistemas de Informação Gerencial é coletar dados, processar, converter em informação útil e transmiti-la com o máximo de velocidade e precisão possível. O processo envolve vários elementos que de forma inter-relacionada alimentam todo o processo decisório de uma empresa, deixando aberto espaço para o feedback. Os relatórios gerados pelos Sistemas de Informação podem ser gerais ou mais específicos, levantando pontos de cada unidade ou departamento. Cada empresa exige hardwares Ponto Empresarial

e softwares diferentes. Empresas da área de TI são as mais indicadas para orientar e implementar os sistemas.

O certificado digital é um documento eletrônico que identifica pessoas e empresas no mundo virtual, provando sua identidade e permitindo acessar serviços online com garantia de sigilo, autenticidade, segurança e validade jurídica dos dados que trafegam pelos meios digitais. A certificação elimina ou diminui a excessiva formalidade e a rígida rotina exigidas nos trâmites burocráticos, simplificando e agilizando serviços, procedimentos e processos. Ela permite, por exemplo, que os empresários utilizem diversos serviços até então oferecidos no Centro de Atendimento ao Contribuinte (CAC) da Receita Federal do Brasil, agora, através da internet no sistema e-CAC, com muito mais agilidade, sem a necessidade de locomoção aos órgãos públicos e sem enfrentar as famigeradas filas. É também requisito fundamental para o acesso ao SPED – Sistema Público de Escrituração Digital. Para quem ainda tiver dúvidas ou quiser emitir seu certificado, o SESCAP-Ceará reserva um setor especial dedicado à Certificação Digital. Informe-se. Fone: (85) 3273.2255 www.sescapce.org.br

| PÁG. 5 |

JUL/AGO/SET 2008


Ação SESCAP

Maratona de informação

Ambiente Empresarial 2008

Presença garantida em seminários e encontros SESCAP-Ceará destaca-se no setor e recebe elogios do CFC

U

m novo espaço foi aberto para o setor de serviços. No dia 11 de julho, aconteceu a primeira edição do Ambiente Empresarial 2008, um evento que entra para a agenda anual dos empresários e executivos do setor de serviços do estado. A partir do tema “Análises, tendências e maior poder de ação para o setor de serviços”, o sindicato reuniu profissionais consagrados para debater sobre questões das áreas de gestão, tecnologia e tributação. Entre os destaques, o ex-governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto, o deputado federal (PT-PE), Pedro Eugênio e o Membro do Grupo de Trabalho sobre Reforma Tributária do CFC, Sérgio Melo, formaram o painel sobre a Reforma Tributária que ainda teve como debatedores Régis Dias, presidente da FECOMÉRCIO-CE, e Cassius Coelho, Presidente do SESCAP-Ceará. A programação contou ainda com palestras e apresentação de cases de sucesso, ministrados por consultores e profissionais reconhecidos no setor. “Você Conectado ao Futuro” e os “Novos Horizontes da Gestão” foram os temas das palestras que abriram, de forma bastante dinâmica, o evento.

N

os dois últimos meses (maio e junho), o SESCAP-Ceará participou dos principais encontros do estado e do país em uma verdadeira maratona de informação. A saga de participações começou com a InfoBrasil (13 a 16/05) quando o diretor administrativo do sindicato, Adriano Rodrigues, participou, ao lado de representantes do CRC-CE, Sebrae e Receita Federal, da Mesa Redonda da SEFAZ sobre a NF-e. Ministradas, respectivamente, por Carla Galo e Luiz Becker trouxeram à discussão pontos importantes sobre liderança dentro das empresas. Os cases de sucesso em tecnologia e gestão da ARMTEC, SYNAPSIS E SECRELNET foram, também, apresentados. Para fechar a programação do Ambiente Empresarial 2008 com ares de reconhecimento e mobilização, o SESCAP-Ceará promoveu dois momentos especiais. Primeiro, a entrega do Prêmio Perfil Gestor 2008 à empresas nas categorias Empreendedorismo, Ex-

Sem perder o ritmo, o sindicato foi em comitiva ao I Seminário de Gestão Contábil e Tributária do Estado do Ceará (15 e 16/05). O destaque ficou para a diretora de relações trabalhistas, Clara Germana, que apresentou o SESCAP ao

Cassius Coelho, Presidente do SESCAP-Ceará discursa durante encerramento do Ambiente Empresarial 2008.

celência em Gestão e Responsabilidade Socioambiental. Os agraciados foram respectivamente: Grupo Aspec, Grupo Edson Queiroz e Coelce. Na seqüência, aconteceu o lançamento do Movimento Brasil Tem Jeito, uma ação pela identidade ética nacional. Mais informações no site www.sescapce.org.br.

público presente no auditório da FIEC. Ainda em maio, o presidente Cassius Coelho viajou para a I Convenção das Empresas de Serviços do Piauí onde palestrou sobre a importância da gestão da qualidade para as empresas de serviços.

dade. Para surpresa de todos, logo na abertura, a presidente do CFC, Maria Clara Cavalcante, destacou o sindicato, sua participação efetiva, a criação da primeira Câmara Setorial e referiu-se ao SESCAP-Ceará como a primeira entidade a apresentar sugestões para as Normas. Como saldo, todas as participações contribuíram para a consolidação do sindicato como incentivador e referência no setor de serviços. Para o resto do ano, a agenda é vasta. É só ficar ligado nas notícias do SESCAP-Ceará.

Abrindo o mês de junho, nos dias 2 e 3, a diretoria do sindicato marcou presença em mais um evento. O diretor financeiro, João Lavor, Clara Germana e representantes da Câmara Setorial participaram do Seminário sobre Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público evento do CFC - Conselho Federal de Contabili-

SESCAP-Ceará marca presença na I ACR 2008 da Fenacon P

residente e vice do SESCAPCeará, Cassius Coelho e Carlos Mapurunga, estiveram em Brasília de 28 a 30 de maio, participando da I Assembléia do Conselho de Representantes da Fenacon de 2008. O encontro, que reúne representantes dos sindicatos filiados, transformou a capital do país no ponto de encontro de líderes do setor de serviços e personalidades dos segmentos público e privado. A programação diversificada chamou a atenção no encontro. Logo na primeira noite, a Fenacon reuniu convidados para celebrar seu 16º aniversário com um jantar prestigiado por deputados, senadores, representantes do Sebrae, CFC, Banco do Brasil, Receita Federal e Ministério do Trabalho, além dos sindicatos filiados. Seguindo a programação, palestras, visitas e a concretização de algumas realizações significativas deram o tom dos três dias de encontro. Nas palestras, temas como SPED, Mutirão da Cidadania Empresarial, Responsabilidade Ponto Empresarial

| PÁG. 6 |

JUL/AGO/SET 2008

Ponto Empresarial

Solidária Civil do Contador, Técnicas de Comunicação, Universidade Corporativa, Reforma Tributária e Certificação Digital foram abordados. Um dos pontos altos da Assembléia foi a visita à Câmara dos Deputados, iniciativa que promoveu a reabertura do Núcleo Parlamentar de Estudos Contábeis e Tributários. A comitiva do SESCAP-Ceará acompanhou toda a programação que ainda contou com a aprovação da prestação de | PÁG. 7 |

contas de 2007 da Fenacon e o acerto da parceria entre a Federação e a JEW Informática para implantar o projeto da Universidade Corporativa, que já tem primeiro curso previsto para o segundo semestre. Para Cassius, a I ACR “promoveu a troca de experiências entre os participantes e fortaleceu a entidade institucionalmente, principalmente no campo político, onde a atuação da Fenacon, com o apoio dos sindicatos, tem obtido excelentes resultados”. JUL/AGO/SET 2008


Ação SESCAP

Tema Livre

Um novo olhar para o CIC

N

O Centro Industrial do Ceará (CIC) tem nova administração comandada pelo contador e advogado Robinson Passos de Castro e Silva que preside a entidade sob cinco focos de ação. Conheça-os na entrevista abaixo.

II Encontro confirma força do programa de qualidade

o dia 10 de maio, 300 pessoas lotaram o auditório do CRC-CE durante o II Encontro do Programa de Qualidade do SESCAP-Ceará. Repetindo o sucesso da primeira edição, os participantes do Programa Sescap/Sebrae de Gestão da Qualidade nas Empresas de Serviços Contábeis mostraram a força que destaca a iniciativa em todo o estado. O evento teve início, às 9h, com a palavra do presidente do SESCAPCeará, Cassius Coelho, e seguiu até o meio dia. A programação contou com duas palestras do Sebrae (Processos e Rumo ao topo), duas apresentações de cases (DiLavor Contabilidade e Mapu-

Ponto Empresarial - Pela primeira vez,

runga Contábil), sorteios e uma apresentação do humorista Zebrinha. Ao final, representantes do Sindicato, Sebrae e das empresas participantes, juntos, fecharam a manhã informativa e descontraída com um clima de união.

O Presidente do SESCAP-Ceará, Cassius Coelho, entrega camisas a participantes do Progama de Qualidade.

Além das palestras e da confraternização, outra atração não passou despercebida. O encontro também foi marcado pelo lançamento da nova identidade visual do programa. Presente nas peças de divulgação e apresentada logo na abertura pelo presidente do sindicato, a criação agradou em cheio os empresários e participantes que viram seus ideais representados na criação.

SESCAP-Ceará na mídia I

mportantes iniciativas para o setor de serviços como o Ambiente Empresarial 2008 estão conferindo ao SESCAP-Ceará uma posição de destaque na imprensa cearense. Nos últimos meses, o sindicato vem ganhando espaço nas pautas de respeitáveis periódicos como O Povo e Diário do Nordeste por conta da sua dinâmica de ações que envolve sociedade e meio empresarial. Na semana de realização do Ambiente Empresarial, foram várias matérias publicadas em jornais impressos, além da participação do presidente Cassius Coelho em programas de rádio como o Mercado & Negócios da Rádio CBN. A Ponto Empresarial

o CIC tem um presidente contador. Isso gera algum diferencial? Robinson Passos - Acredito que não. Atuei na presidência do CRC-CE interagindo com a sociedade e com temas além da contabilidade. Integro os quadros do CIC há algum tempo, o que me proporcionou uma vivência maior dos processos da entidade, e, sobretudo, visualizar a economia do Ceará. Também em minhas atividades como contador, lido com o setor industrial, conhecendo de perto os processos produtivos.

PE - Como são trabalhados os 5 focos de ação: Educação, Gestão Tributária e Fiscal, Competitividade do Estado, Governança Urbana e Crise de Representatividade? RP - Dentro dos itens propostos, o trabalho se dá tanto na discussão mais ampla, com organismos políticos, econômicos e sociais, quanto implementando idéias. No que diz respeito à competitividade do Ceará, fomos ao Palácio do Governo nos reunir com o governador Cid Gomes. Desse encontro, surgiu o evento “Agenda Positiva para o Ceará” onde o governador palestrou. Na questão da Governança Urbana, realizaremos encontros com os candidatos à prefeitura de Fortaleza, abertos à socie-

entrevista, acontecida em julho, foi conduzida pela jornalista Neila Fontenele e trouxe à discussão assuntos como Reforma tributária e perspectivas para o setor de serviços, Lei geral da micro e pequena empresa, problemas com a burocracia das obrigações acessórias, a corrupção nos negócios e no diaa-dia das empresas, entre outras questões.

dade e especialistas de áreas diversas. No item educação, o foco é a gestão e, nesse sentindo, estamos levantando as principais demandas da área para criar um projeto de auxílio. Realizaremos, ainda, em setembro, um fórum internacional sobre violência urbana e educação, com a palestra dos ex-secretários de Segurança Pública da Colômbia. Internamente, estamos realizando discussões sobre a a eficiência tributária, a qualidade da política fiscal e acompanhando com atenção as políticas do governo. Umas das idéias é criar o fórum de discussão do contribuinte, para esclarecer à população qual seu papel e o papel do governo na questão tributária.

PE - De que forma o CIC busca estreitar relações dentro do setor industrial? RP - O CIC funciona como um grande leque, onde se abrigam as idéias e os projetos mais diversos advindos de instituições públicas, privadas e organismos sociais, sempre com o objetivo de se apresentar soluções. Desde a sua fundação, o CIC tem se firmado como uma instituição de vanguarda. Estamos sempre chamando a sociedade para o debate. Muitas entidades procuram o CIC para referendar discussões. As

relações vão além da indústria.

PE - O CIC visa o desenvolvimento econômico-social sustentado dentro do contexto regional e nacional. Como é trabalhada essa meta? RP - A missão do CIC é ser um agente mobilizador de diversos temas. Não somos executores. Por isso, o nosso trabalho tem sido sempre no sentido de despertar as autoridades competentes para os gargalos que impedem o desenvolvimento do Ceará.

PE - Como é ser presidente de uma entidade como o CIC, com 89 anos de história e que contribui com o desenvolvimento do Estado? RP - É uma honra contribuir de modo mais significativo junto aos membros da diretoria para que a missão do CIC tenha continuidade e se fortaleça em seus objetivos. É também gratificante fazer parte de uma entidade que conta com nomes expressivos que mudaram de forma significativa a face do Ceará. Sinto-me numa missão de muita responsabilidade.

Robinson Passos Contador, presidente do CIC e presidente da 1ª Seção Regional Ibracon.

Cada vez mais, o SESCAP-Ceará comprova que está em sintonia com o setor de serviços e que é um ativo representante da categoria. | PÁG. 8 |

JUL/AGO/SET 2008

Ponto Empresarial

| PÁG. 9 |

JUL/AGO/SET 2008


Realizações II Encontro do Programa de Qualidade Data: 10 de maio Cerca de 300 pessoas lotaram o auditório do CRC-CE para ver a apresentação de duas palestras do Sebrae, dois cases, um show humorístico e sorteios.

Homenagem aos Contabilistas

Data: 13 de maio O SESCAP-Ceará integrou as homenagens da Semana do Contabilista do CRC-CE. O presidente Cassius entregou um diploma ao deputado federal José Pimentel.

I Convenção das Empresas de Serviços do Piauí Data: 16 e 17 de maio Evento do SESCON-PIAUÍ onde o presidente Cassius Coelho palestrou sobre a “Qualidade nas empresas de serviços”.

Semana do Contabilista FaC 2008 Data: 19 de maio O coordenador e agente de Registro de Certificação Digital do SESCAP-Ceará, Rhay Dantas, palestrou sobre a Contabilidade na Era Digital, na noite de abertura da Semana de Contabilidade das Faculdades Cearenses - FAC.

Almoço Palestra sobre Marketing de Relacionamento Data: 21 de maio A palestra foi ministrada pela consultora Adriana Cabral que mostrou a empresários, gerentes de negócios e empreendedores a importância do relacionamento e do Marketing de Serviços. Ponto Empresarial

Saúde Mutirão da Cidadania Empresarial

Uma bomba-relógio para seu corpo

Data: 28 de maio O sindicato uniu forças com o BB, Sebrae, RF, CRC-CE, Fenacon, MDIC, CDL, Junta Comercial, Femicro e FACIC para orientar quem já é ou pretende ser empresário.

Reunião da Câmara Setorial de Contabilidade Pública Data: 28 de maio Coordenada pela diretora Clara Germana, apreciou a pauta: Educação continuada; Atos administrativos de contabilidade pública; Participação do sindicato no Seminário Nacional e Regional para discutir as Normas Brasileiras de Contabilidade aplicadas ao Setor Público e a programação de visitas aos órgãos da administração pública.

I ACR da Fenacon Data: 28 a 30 de maio Presidente e vice do SESCAPCEARÁ, Cassius Coelho e Carlos Augusto Mapurunga, participaram da programação de visitas, reuniões, palestras e realizações da Primeira Assembléia do Conselho de Representantes da Fenacon.

Conferência Reforma Tributária e Desenvolvimento Regional Data: 30 de maio A diretora de Relações Trabalhistas, Clara Germana, representou o sindicato na conferência promovida pela União dos Legislativos Estaduais, Assembléia Legislativa do Estado do Ceará e Comissão Especial da Reforma Tributária da Câmara dos Deputados.

Data: 12 e 13 de junho Na busca por sempre melhorar e unir forças, o sindicato aderiu ao SEGS da Confederação Nacional do Comércio (CNC) que tem foco na qualidade e excelência sindical. O presidente Cassius Coelho e a colaboradora Mariana Gomes participaram dos cursos iniciais.

Convenção Coletiva de Trabalho Data: 13 de junho Em conjunto com a Federação dos Trabalhadores no Comércio e Serviços do Ceará (FETRACE) o sindicato fechou a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2008-2009.

Assinatura de convênio com a JUCEC

Data: 18 de junho Acordo fechado com a Junta Comercial do Estado do Ceará (JUCEC) que permitirá o acesso à base de empresas cadastradas na Junta.

Ambiente Empresarial 2008

Seminário sobre Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público Data: 2 e 3 de junho O diretor Financeiro e a diretora de Relações Trabalhistas do sindicato, acompanhados por representantes da Câmara Setorial de Contabilidade Pública, participaram do evento do CFC com realização da FBC. | PÁG. 10 |

Rotina estressante

Adesão ao Sistema de Excelência em Gestão Sindical (SEGS)

Data: 11 de julho Iniciativa do sindicato que mobilizou profissionais e representantes governamentais em torno de palestras, apresentação de cases, lançamento do Movimento Brasil Tem Jeito e entrega do Prêmio Perfil Gestor 2008. JUL/AGO/SET 2008

N

apontados como as principais vítimas do estresse. Notadamente, os riscos à saúde cresceram devido às exigências do mercado com imposições profissionais maiores que requerem alta capacidade de desenvolvimento e adaptação.

inguém discute que, bem cuidado, o corpo humano é um sistema perfeito, funcionando como um relógio. Mas, infelizmente, alguns vilões externos podem interferir e desregular toda a máquina. Um deles, e o mais freqüente do meio empresarial, é o estresse que responde por grande parte dos sintomas e doenças. Um conjunto de sintomas físicos, emocionais e mentais decorrentes de uma rotina entre pressões, preocupações e ansiedades correspondem ao estresse. Dependendo do nível e da pessoa, suas manifestações variam e assumem diferentes formas. Em termos gerais, os sintomas mais comuns são: tensão nervosa, instabilidade emocional, dores musculares e disfunção orgânica. No dia-a-dia, podemos percebê-lo em sinais como dores de cabeça, desordem no sono, dificuldade de concentração, temperamento explosivo, estômago perturbado, insatisfação no trabalho, baixa estima, depressão e ansiedade.

Uma das principais dificuldades do diagnóstico é que as doses reduzidas disfarçam os sintomas que vão se desenvolvendo lentamente até explodirem, causando dores estomacais, úlceras, queda de cabelo, baixa imunidade, perda de apetite e distúrbios do sono, entre outros sintomas e doenças mais complexos.

Recentemente, pesquisas sobre os efeitos do estresse têm se concentrado prioritariamente nas situações em que ele é vivenciado em pequenas doses diárias, como é o caso do ambiente do trabalho. Os profissionais ligados à educação, saúde, executivos e profissionais liberais com características no aspecto organizacional e maior exigência de autogerenciamento de suas carreiras são

Não perca o sono Alterações do sono estão entre os principais sintomas do desgaste físico e psicológico do estresse. Noites mal dormidas aumentam a sensação de cansaço e sua constância afeta a vida familiar, social e o rendimento no trabalho. O corpo precisa descansar. O estresse ocupa muito espaço na sua cama. Veja algumas dicas para uma boa noite de sono: Crie o hábito: Corte as sonecas e crie uma rotina para dormir sempre no mesmo horário. Prepare-se: Quando pensar em dormir alimente-se com comidas leves e evite cafeína, nicotina e álcool. Tome um banho para relaxar e apague as luzes do quarto quando for deitar.

Ponto Empresarial

| PÁG. 11 |

Mas, no fim, nem tudo é motivo de estresse. Existem muitas soluções para atingir um nível saudável de qualidade de vida. Terapia, massagem, alimentação saudável, exercícios físicos e exercícios de concentração são algumas saídas simples e acessíveis para ao menos minimizar os efeitos de uma rotina exaustiva física e emocionalmente. O principal é ter a consciência de cuidar do seu corpo e mantê-lo funcionando sem correr riscos.

Cuidado com o estômago O estômago perturbado é apontado como um dos grandes sintomas do estresse, agravado pelo baixo consumo de alimentos saudáveis. Mau hábito, aliado às rotinas profissionais conturbadas aumenta o risco à indisposições gástricas e até surgimento de câncer. Siga as dicas para um estômago saudável: Tenha uma dieta balanceada com fibras, verduras, frutas, legumes e cereais ricos em vitaminas C, A e E; Evite fumar e diminua a ingestão de bebidas alcoólicas.

JUL/AGO/SET 2008


Matéria de Capa ilícitos aos desvios de dinheiro e tráfico de influência.

Reflexos da corrupção e a inércia As popularmente chamadas maracutaias têm efeito devastador na sociedade, principalmente nas camadas mais pobres que dependem dos serviços públicos que, por sua vez , dependem das contribuições de empresários e do investimento do estado. Com tantas irregularidades fiscais e desvios, as necessidades de infra-estrutura, saúde, educação e previdência ficam comprometidas. Grande parte da população perdeu o interesse em questionar seus direitos. Para muitos, a culpa é da impunidade e da lentidão com que os processos são julgados. Esse tipo de

Por que a ética nacional L

Mas como chegamos a esses números? Este é apenas um dos muitos indicativos de que a corrupção nacional chegou a níveis insuportáveis. A impunidade e constância dos atos ilícitos consolidaram a idéia de “tirar vantagem” no meio empresarial e nos setores públicos e social. Não há mais confiança nos políticos, falta compromisso fiscal aos empresários e paira na sociedade o sentimento de “garantir o seu”. Empresários estão trocando os valores morais pelos financeiros, assumindo assim uma conduta antiética pela competitividade e irregular em relação à prestação de contas para o governo e para a sociedade. Com um pouco mais de observação do cotidiano nas cidades ou mesmo no dia-a-dia dentro de empresas e organizações, é pouco perceptível a prática de uma moral social. As artimanhas se tornaram uma praga pública e privada. As pessoas se aproveitam da banalização dos pequenos delitos, da omissão

Ponto Empresarial

| PÁG. 12 |

Perdendo o jeito O chamado jeitinho brasileiro é um dos patrimônios mais fortes e importantes da cultura nacional, usado para descrever o jogo de cintura e a capacidade natural de inventar soluções de quem nasce em terras tupiniquins. Aos poucos, essa identidade está sendo perdida e o “brasileiro” foi desaparecendo restando apenas o “jeitinho”

nada verde-amarelo no sentido de esperteza ou “se safar” de alguma obrigação legal.

Reação Empresarial pela Ética e Dignidade Nacional

anda tão escondida?

ogo de cara, uma triste realidade. No fim do ano passado, a organização não-governamental (ONG) Transparência Internacional divulgou seu relatório anual sobre a corrupção. E, com nota 3,5 numa escala de zero (mais corruptos) a 10 (menos corruptos), o Brasil foi o 72º colocado entre 180 países. Desde 2001, o Brasil não obtém nota superior a 4 (quatro) na pesquisa.

desinteresse que se instaurou na população é outro estímulo para a corrupção. Quanto menos fiscalização é feita, maior é a probabilidade de serem cometidos atos ilícitos. Os políticos e os órgãos de regulamentação estão desacreditados.

e tolerância do Estado para agirem de forma antiética. Não seria nenhum absurdo afirmar que, em algums grupos, agir com ética passou a ser uma situação vergonhosa. Inversão de valores responsável pela decadência da ética nacional, cada vez mais escondida. Falada em discurso, mas pouco vista na prática.

Fator histórico Alguns especialistas citam como justificativa a exploração do período em que o Brasil foi colônia de Portugal referenciando que tanto a povoação quanto a exploração econômica desorganizada deixou fortes marcas na cultura do país.

Os delitos nossos de cada dia Considerados pequenos delitos, eles servem para consolidar o pensamento de que tudo é válido desde que não seja descoberto. Comprar ingresso de cambista, comprar ou vender CD/DVD pirata, não emitir notas fiscais, receber troco errado e não devolver, tirar benefício de conhecidos em órgãos, entre outros, também são atos igualmente JUL/AGO/SET 2008

C

especial o meio empresarial, para o combate à corrupção. A campanha promete ganhar as ruas propondo uma reflexão sobre o quanto a postura de cada um contribui ou não para o quadro social que encontramos nos jornais e nas conversas do dia-a-dia.

onsciente de que essa realidade pode ser mudada, o SESCAP-Ceará lançou no dia 11 de julho, durante o Ambiente Empresarial 2008 (leia em Ação SESCAP), o Movimento Brasil Tem Jeito: Reação empresarial pela ética e dignidade nacional. O objetivo é criar uma corrente ética nacional de conscientização a partir daquilo que o brasileiro tem de melhor, a sua cultura, resgatar a identidade moral do país e enaltecer o jeitinho brasileiro como habilidade natural positiva.

Para o presidente do sindicato, o contador Cassius Coelho, “a corrupção chegou a um nível crítico e o meio empresarial absorveu muito da idéia de ‘tirar vantagem’”. Cassius complementa que o movimento é um “exemplo que parte do setor de serviços, segmento responsável por grande parte da geração de emprego e renda, para as esferas públicas e sociais do país”.

A iniciativa é uma ação espontânea do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas do Ceará que pretende chamar a atenção da sociedade, em

Ponto Empresarial

Mais informações sobre o movimento e como aderir à campanha através do e-mail sescapce@sescapce. org.br e telefone (85) 3273.2255.

| PÁG. 13 |

JUL/AGO/SET 2008


Realidade Digital

O leão do ano 2008 Evolução e informatização do judiciário favorece relação entre empresas e fisco

D

esde a década de 80, Fisco e contribuinte vivem uma relação de aperfeiçoamento. Principalmente, no que diz respeito à desburocratização de processos e melhoria na qualidade de atendimento. Antes de atingir o nível tecnológico que dispõe no dias de hoje, foram muitas as tentativas do sistema tributário-judiciário em promover uma relação mais eficiente, transparente e conifiável. Como um dos marcos da introdução tecnológica nas relações tributárias pode-se citar a utilização dos arquivos magnéticos, no ano de 1995. Daí por diante os empresários brasileiros participaram de um processo que atravessou os anos 2000, integrando cada vez mais Municípios, Estados, Distrito Federal e União. Inicialmente, a padronização foi o foco das iniciativas, mas uma vez concluído esse processo, a informatização era uma necessidade inadiável. A partir de 2006, uma série de recursos digitais passou a mediar a relação entre empresa/fisco de uma forma

cada vez mais informatizada. A economia de material, tempo e dinheiro, além da segurança e velocidade que os processos ganharam, atraiu profissionais e empresários nos últimos dois anos. Segundo a Receita Federal, em 2006, foram contabilizados 17,5 milhões de atendimentos contra 67 milhões, até a metade de junho deste ano no e-CAC - Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte. Outro dado importante que comprova o interesse dos profissionais é a média de 130 empresas e profissionais que o SESCAPCeará tem atendido nos últimos meses no seu Setor de Certificação Digital que buscam aderir à tecnologia. Quem trabalha com relações jurídicas e tributárias já percebeu que a Certificação Digital já é tão corriqueira e necessária quanto ao uso de CPF e RG tradicionais.

Benefícios reais com ferramentas digitais SPED O Sistema Público de Escrituração Digital que integra as esferas federal, estadual e municipal é composto por três subprojetos: Escrituração Contábil Digital, Escrituração Fiscal Digital e a NF-e. Mantém parceria com 20 instituições, entre órgãos públicos, conselho de classe, associações e entidades civis. Entre os benefícios, elimina o uso do papel, uniformiza as informações, reduz a margem de erro e o tempo gasto nas transações.

Ponto Empresarial

e-CNPJ

e-CAC O e-CAC da Secretaria da Receita Federal permite ao contribuinte consultar e regularizar sua situação, entregar declarações, obter cópias de documentos, fazer inscrição, alteração e solicitar cancelamento da inscrição de CPF e CNPJ, acompanhamento da tramitação de processos fiscais, parcelamento de débitos fiscais e outras movimentações.

| PÁG. 14 |

NFS-e

NF-e

Documento eletrônico que funciona exatamente como uma versão digital do CNPJ. Com ele é possível realizar consultas e atualizar o cadastro de contribuintes pessoa jurídica, obter certidões da Receita Federal, cadastrar procurações e acompanhar processos tributários através da Internet sem a necessidade de ir munido de diversos documentos até um posto de atendimento.

JUL/AGO/SET 2008

e-CPF Versão digital do CPF que permite ao contribuinte obter certidões da Receita Federal, cadastrar procurações e acompanhar processos, podendo ainda enviar declaração do IR via Internet, consultar e atualizar seu cadastro como contribuinte, recuperar informações sobre seu histórico de declarações e verificar sua situação na malha fina.

Ponto Empresarial

A Nota Fiscal Eletrônica é um documento digital emitido e armazenado eletronicamente, com o intuito de documentar, para fins fiscais, uma operação de circulação de mercadorias ou uma prestação de serviços. Sua validade jurídica é garantida pela assinatura digital do remetente e pela recepção, pelo Fisco, do documento eletrônico, antes da ocorrência do Fato Gerador.

| PÁG. 15 |

A Nota Fiscal de Serviço Eletrônica é um documento fiscal emitido através das Prefeituras pelo prestador de serviços. As NFS-e ficam armazenados na base de dados da prefeitura e são acessíveis tanto para o prestador quanto para o tomador do serviço para emissão, impressão, reimpressão e cancelamento das NFSe, geração automática da guia de recolhimento do ISS e consulta a créditos, dentre outras funcionalidades.

JUL/AGO/SET 2008


Mural de Fotos Ambiente Empresarial 2008

Ponto Empresarial

| PĂ G. 16 |

JUL/AGO/SET 2008


Parcerias em Destaque

Entrevista

Germano Rigotto

Reforma tributária e o setor de serviços

Destaque no Ambiente Empresarial 2008, do SESCAP-Ceará, Germano Rigotto é uma das principais referências do meio político-econômico nacional. Em tempos de Reforma Tributária, tem se dedicado a debater sobre o tema e compartilhar sua experiência e bom senso adquiridos como integrante da Comissão de Reforma Tributária e como Coordenador do Núcleo Parlamentar de Estudos Tributários e Contábeis do governo FHC. Na seqüência segue a entrevista exclusiva que concedeu à revista Ponto Empresarial.

O grande problema que temos hoje é que existe uma série de tributos que recaem sobre o setor de bens e serviços. Temos a Cide, a Cofins, o PIS, o ICMS. O que a proposta de reforma tributária propõe é exatamente a simplificação do nosso sistema, o que, com certeza, facilitará muito a vida dos administradores. Passaríamos a contar com o novo ICMS- com uma legislação única no lugar das 27 existentes hoje e com cinco faixas de alíquota - e com o IVA (Imposto sobre Valor Agregado) federal, unificando os demais tributos, à exceção do IPI e do ISSQN. Dessa forma, estaríamos reduzindo a elisão fiscal e a sonegação e, conseqüentemente, ampliando a base tributária. É um passo importante para uma futura redução das alíquotas dos impostos.

Ainda está previsto um único ICMS, que substituirá as 27 legislações (uma para cada estado) atualmente existentes para este imposto de competência estadual. Qual seria o objetivo a partir da equalização das alíquotas? O ICMS será cobrado no destino ou na origem? A criação de um ICMS com uma legislação única, cinco faixas de alíquotas e migração da cobrança da origem para o destino vem no sentido de frear a guerra fiscal hoje existente entre os estados. A política do incentivo fis-

cal, a partir da redução das alíquotas do ICMS, já chegou ao seu limite. A justificativa de que essa é a forma que as regiões menos desenvolvidas têm para atrair os grandes investimentos já não se sustenta, uma vez que os estados mais ricos, como São Paulo e Minas Gerais, já entraram com tudo na guerra fiscal.

obstáculo para que o assunto (Reforma) entre na pauta de votações este ano?

O que a proposta de reforma tributária prevê é o fim da incidência do salário-educação sobre a folha de pagamento e sua migração para o IVA federal. Não haverá grandes mudanças na sua arrecadação pelo governo federal.

Sem dúvida. Venho alertando para este problema desde o ano passado. Ocorre que o prazo inicial do envio da proposta ao Congresso Nacional era agosto de 2007, depois passou para setembro, outubro, novembro, dezembro, veio então a questão da CPMF e o projeto acabou chegando à Câmara somente no final de fevereiro. Ainda assim, haveria tempo para a votação antes do recesso parlamentar, que inicia no dia 17 de julho, não fosse a demora na escolha dos nomes para a Comissão Especial e a falta de vontade política de fazer o tema avançar. De protelação em protelação, vamos perdendo mais uma vez a oportunidade de ver a reforma ser realizada.

O senhor poderia explicar de que forma serão extintos e compensados pela arrecadação federal os 2,5% do salárioeducação pago pelas empresas?

O senhor participou recentemente de dois eventos promovidos por Sindicatos do Sistema Fenacon, um em Pernambuco e outro no Ceará. Como o senhor avalia esse tipo de iniciativa?

Quais serão as principais mudanças e inovações que a Reforma Tributária trará para o setor de serviços?

O que a proposta de reforma tributária prevê é o fim da incidência do salárioeducação sobre a folha de pagamento e sua migração para o IVA federal. Não haverá grandes mudanças na sua arrecadação pelo governo federal.

Em sua opinião, a proximidade das eleições municipais pode ser um

Confira os parceiros do SESCAP-Ceará e as vantagens oferecidas para os associados:

UNIMED

Prevê cobertura assistencial à saúde (procedimentos clínicos, cirúrgicos, obstétricos e atendimentos de urgência e emergência) para serviços credenciados, ambos da UNIMED, às pessoas naturais vinculadas ao SESCAP-CE.

MRH FECOMÉRCIO

Garante a participação dos associados em todas as atividades do SESC. Os filiados ganham descontos nos cursos do SENAC e condições especiais de acesso às pesquisas.

Junta Comercial do Estado do Ceará (JUCEC)

O convênio com a JUCEC dará maior facilidade para que o sindicato tenha acesso à base de empresas cadastradas no sistema.

O convênio tem por objetivo disponibilizar programas de treinamentos aos contabilistas em situação regular através de concessão de descontos especiais.

AC FENACON

Parceria firmada para a emissão de certificados digitais e-CPF e e-CNPJ, com descontos para Associados e Filiados.

CENTRAL FÁCIL

Convênio de Cooperação Mútua para compatibilizar ações com o fim de viabilizar um processo rápido de criação e registro das micro e pequenas Empresas Cearenses.

SENAC

Prevê o oferecimento de cursos, simpósios e outros eventos para a capacitação e o aperfeiçoamento dos dirigentes dos Sindicatos e dos seus associados. Prevê, ainda, a utilização da estrutura social e educacional do SENAC, como bibliotecas, auditórios, sistemas de teleconferência e a participação em eventos gerais não vinculados ao convênio.

Interfisco

Quem assinar a consultoria telefônica ou a consultoria por escrito do Portal Interfisco recebe, além de descontos exclusivos, acesso gratuito a todo o conteúdo técnico do portal durante um ano. As consultorias oferecem, por telefone ou Internet, orientação técnica nas áreas Tributária (Legislação Federal, Estadual e Municipal), Trabalhista, Previdenciária e Contábil.

Outros convênios CIEE | FGV – FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS | SEBRAE-CE | FACULDADE ATENEU | FIC – FACULDADE INTEGRADA DO CEARÁ | IBEF – INSTITUTO BRASILEIRO DE EXECUTIVOS DE FINANÇAS | DIFERRENCE | HOTEL DAS FALÉSIAS | COPYEX Conheça detalhes de todos os convênios através do site www.sescapce.org.br

É extremamente positivo que as entidades representativas da sociedade promovam este tipo de debate, para que possamos levar ao maior número de pessoas mais informações a respeito de temas fundamentais ao desenvolvimento do país, como é a Reforma Tributária. A organização dos eventos está de parabéns e me coloco à inteira disposição para colaborar sempre que for solicitado. Ponto Empresarial

| PÁG. 19 |

JUL/AGO/SET 2008


Qualidade em pauta

Dicas

Coaching e

desenvolvimento profissional

www.proceg.org.br Biblioteca de informação e uma rede de qualidade. O site do Programa Ceará de Excelência em Gestão (PROCEG) é o ponto de encontro de quem busca continuamente a excelência na gestão. O movimento é uma iniciativa de instituições públicas, privadas e do terceiro setor.

Investir em talentos é ponto estratégico da gestão de pessoas

A

dministrar, manter, criar e, principalmente, desenvolver talentos é um dos maiores objetos de estudos e pesquisas da área de gestão de talentos. O interesse é justificado pelo feedback que um profissional capacitado e motivado pode proporcionar à rotina de uma empresa. Investir em talentos é uma postura estratégica capaz de conduzir uma empresa a seus objetivos, gerando mudanças, consolidações, riqueza e valor.

comportamentais e de excelência. Apesar de aparentar ser uma abordagem individual, ela não é uma ação isolada. Seu sucesso está diretamente relacionado ao estabelecimento de metas que devem fazer parte de um planejamento gerencial maior que inclui uma cultura de valorização e estímulo profissional. O processo de coaching deve ser natural e seguir um plano com início, meio e fim pré-definidos, tendo em vista resultados para curto, médio ou longo prazo. A técnica ganha cada vez mais evidência no mercado e vem se constituindo num forte “parceiro” no dia-a-dia corporativo de pequenas, médias e grandes empresas. Como em toda ação da área de gestão de pessoas, ela visa atender demandas pessoais e institucionais levando em consideração aspectos sociais e organizacionais particulares e gerais.

Centrado nesse objetivo, o coaching é um dos processos mais eficazes para o aumento da produtividade. A prática propõe uma abordagem diferenciada e aproximativa de desenvolvimento profissional e humano. Seu objetivo é auxiliar um profissional a maximizar seus resultados a partir da otimização de seus próprios recursos, tanto técnicos quanto emocionais.

A repercussão que o coaching tem gerado no meio empresarial reforça o princípio de que as técnicas de gestão de talentos deixaram de ser um diferencial ganhando caráter de obrigação. Líderes de mercado e empresas iniciantes estão preocupadas em atender expectativas , garantindo longevidade e grau de desenvolvimento constante.

O termo é derivado do inglês coach (treinador, preparador) e traduz de forma fiel o trabalho aproximativo de um profissional especializado e preparado para dar todo suporte ao coachee (cliente) tendo sempre o foco no desenvolvimento de padrões éticos,

O coaching é um dos processos mais eficazes para o aumento da produtividade. Seu objetivo é maximizar resultadosdministrar, e otimizarmanter, recursos técnicos e emocionais. criar e, principalUm processo quedesenvolver deve ser natural seguir mente, talentos ée um dos um plano maiores objetos de estudos e pesquisas com início, meio e fim, pré-definidos. da área de gestão de talentos. O inter-

* Fique atento aos eventos do SESCAP-Ceará. Gestão de pessoas e relacionamento são alguns dos temas abordados em cursos, palestras, almoço-palestra, etc.

Cultura

Sites

www.impostometro.com.br

www.administradores.com.br

CD: Marisa Monte - Infinito particular / Universo ao meu redor Gravadora: EMI Depois de quatro anos sem gravar, Marisa Monte presenteou seus fãs com dois belos álbuns de propostas bem diferentes. Um misto pessoal de talento e pesquisa que foi premiado no 5º Prêmio TIM de Música. O primeiro é um trabalho afinado com a MPB atual e o segundo mostra a influência do samba na sua vida. Juntos ou separados, item indispensável.

CD: Roberta Sá - Belo e estranho dia pra se ter alegria Um contador alucinado que não pára de subir. Essa é a imagem curiosa e impressionante que será vista por quem acessar o site do impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP). A contagem tem por objetivo mostrar ao cidadão de forma transparente o quanto é pago em impostos no Brasil.

Útil e interessante para quem procura aquela informação. O Portal Administradores é um grande canal web de interação nas áreas de gestão e negócios com artigos, revistas, livros, jornais, notícias, links e muito mais que pode ser encontrado em um único pólo on-line.

Gravadora: Universal Music O segundo trabalho de umas das mais agradáveis revelações da música brasileira tem a leveza dos sambas mais refinados. Com ele, a cantora potiguar radicada no Rio de Janeiro confirma seu talento em um álbum leve, bem produzido e com ótimas composições.

Livros O Grande Jogo: Política, Cultura e Idéias em Tempos de Barbárie (Pg. 340) Autor: Demétrio Magnoli Editora: Ediouro “O Grande Jogo” é um debate sobre a realidade contemporânea com a tradicional elegância e opinião inteligente de Magnoli, doutor em geografia humana pela USP que contribui com textos para Folha de S. Paulo, Estadão e Revista Época. O livro passeia entre a identidade, política e cultural, do Brasil e do mundo, construindo argumentos entre fatos sobre as heranças da Guerra Fria, globalização, o “terror”, a jihad “global”, a identidade européia e o governo Lula. Ponto Empresarial

Transformando Suor em Ouro (Pg. 208)

A Cauda Longa (Pg. 256).

Autor: Bernardo Rezende (Bernardinho) Editora: Sextante Símbolo de liderança, Bernardinho é um exemplo de obstinação e competência. O técnico da seleção brasileira de vôlei, levanta a bola do empenho e da motivação para profissionais e empresários que desejam chegar ao topo.

Autor: Chris Anderson Editora: Campus Um dos mais influentes ensaios sobre o mundo dos negócios, A Cauda longa de Chris Anderson, editor-chefe da revista Wired, explora o universo multimídia, a Internet e outros fatores de consumo e gestão para explicar a nova realidade do mercado.

NOTEBOOK: o mundo virtual em suas mãos (Pg. 100) Autor: Nivaldo Cleto | Editora: Atlas Livro indispensável para quem tem relação diária com a tecnologia e deseja otimizar o trabalho. Cleto, que tem MBA em Tecnologia da Informação Aplicada a Negócios e é membro do comitê Gestor da Internet do Brasil dá as dicas. | PÁG. 21 |

JUL/AGO/SET 2008


Happy Hour

A Parábola do Velho Lenhador C

Ao final do prazo estipulado para a competição, foram medir a produtividade dos dois lenhadores e pasmem! O velho vencera novamente, por larga margem, aquele jovem e forte lenhador.

erta vez, um velho lenhador, conhecido por sempre vencer os torneios que participava, foi desafiado por um outro lenhador jovem e forte para uma disputa. A competição chamou a atenção de todos os moradores da localidade. Muitos acreditavam que finalmente o velho perderia a condição de campeão dos lenhadores, em função da grande vantagem física do jovem desafiante. No dia marcado, os dois competidores começaram a disputa, na qual o jovem se entregou com grande energia e convicto de que seria o novo campeão. De tempos em tempos, ohava para o velho e, às vezes, percebia que ele estava sentado. Pensou que o adversário estava velho demais para a disputa, e continuou cortando lenha com todo vigor.

Intrigado, o moço questionou o velho:

Você está usando muita força e obtendo pouco resultado em seu trabalho? Que tal dar uma parada estratégica para amolar o machado?

- Não entendo, muitas das vezes quando eu olhei para o senhor, durante a competição, notei que estava sentado, descansando, e, no entanto, conseguiu cortar muito mais lenha do que eu, como pode!! - Engano seu! Disse o velho. Quando você me via sentado, na verdade, eu estava amolando meu machado.

(Autor desconhecido)


Ponto Empresarial  

Sescap Ceará. Capa, projeto gráfico, diagramação e textos para a Revista Ponto Empresarial.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you