Page 1

ANO 13 - N° 678 | SETEMBRO DE 2021

A camiseta clássica

Adoção de pets

Criada para jogadores de tênis, a polo se tornou um clássico que nunca sai de moda. | Pág. 7

Pesquisa aponta aumento significativo de adoção de animais durante a pandemia. | Pág. 3

Crimes virtuais

Entre os crimes mais comuns, perseguir uma pessoa on-line pode dar cadeia, como prevê a lei que incluiu no Código Penal o crime de perseguição, conhecido também como “stalking”. | Pág. 5


2

ANO 13 - Nº 678 - SETEMBRO DE 2021

Turismo

CONCURSOS PÚBLICOS

Portugal libera ENTRADA DE BRASILEIROS

Cerro Largo - A prefeitura comunica a abertura de novo Concurso Público para contratação de profissionais de Ensino Fundamental e de Nível Superior. As inscrições podem ser efetuadas até às 12h do dia 14 de setembro, no site da Objetiva Concursos, mediante taxa que varia de R$ 40,00 e R$ 120,00. São Leopoldo - A Fundação Hospital Centenário (FHC) torna público o novo Processo Seletivo Simplificado para formar cadastro reserva, com carga horária semanal de 30 horas, vencimento básico mensal que alterna de R$ 2.256,64 a R$ 4.238,60. As inscrições podem ser efetuadas no site da Fundatec.

Após um ano e meio de fronteiras fechadas, pessoas que viajam a Portugal por um motivo que não seja essencial poderão entrar no país

D

epois de um ano e meio, o governo de Portugal reabriu a possibilidade de viagens entre o país e o Brasil com uma medida divulgada na publicação oficial portuguesa, o Diário da República. O parágrafo do texto libera viagens não essenciais do Brasil e dos Estados Unidos. Os turistas brasileiros foram vetados em um grande número de países por causa da alta incidência de covid-19 —foram quase 21 milhões de casos no Brasil e cerca de

580 mil mortes causadas pela doença. No entanto, nos últimos meses, os outros países têm liberado a entrada de viajantes que partem do Brasil. Até o dia 1º de setembro de 2021, os cidadãos brasileiros não podiam entrar como turistas em Portugal, mas apenas se a viagem fosse considerada essencial (por exemplo, por motivos profissionais, de estudo, de reunião familiar, por razões de saúde ou por razões humanitárias).

Os turistas brasileiros não precisam mais fazer uma quarentena, mas devem mostrar um comprovante de um teste de covid-19 que deu negativo. Não há referência, no texto do Diário da República, a apresentação de comprovante de vacinação. Em Portugal, 73% da população está plenamente vacinada, de acordo com dados do Ministério da Saúde do país. O plano para reabrir as fronteiras leva esse dado em conta.

Interior

São Francisco de Paula vai ganhar parque O empreendimento que começou a surgir em junho de 2020, ao largo de um trecho da ERS-235, a estrada que liga São Francisco de Paula, nos Campos de Cima da Serra, a Canela era um mistério. Só há poucos dias um outdoor no Km 68 da rodovia anunciou a chegada, prevista para 26 de novembro, do Mátria Parque de Flores, uma espécie de jardim botânico com centro de lazer e gastronomia que emerge aos poucos na área de 135 hectares antes ocupada por uma propriedade rural e há anos à venda. A ideia inicial era instalar um parque do gênero próximo ao Lago di Garda, na Itália, inspirados pelos jardins que enxergavam nas viagens de motorhome pela Europa, mas o longo e rigoroso inverno do norte italiano e eventuais dificuldades burocráticas desviaram

o projeto para a serra gaúcha. O investimento de R$ 25 milhões e geração de cerca de 100 empregos, considerando também as cinco operações gastronômicas, quatro delas com parcerias (restaurante, cafeteria, pizzaria, casa de chá e dois tipos de piquenique). A estrutura do parque vai contar ainda com uma loja de 400 metros quadrados para venda de plantas, decoração, produtos regionais e artesanato. A ideia dos proprietários, os irmãos Amanda, 26 anos, e Fernando Piazza, 29, é fazer a conexão da denominação também com a “mãe natureza”, com a terra. Mas as estrelas mesmo serão as flores e plantas que se esparramarão pela área em 20 diferentes jardins: um estudo da topografia e da flora determinou a escolha do que será usado no repovoamento ou no plantio de espécies

Mistura de jardim botânico com centro de lazer e gastronomia, o Mátria deve ser inaugurado em 26 de novembro

vindas de fora adaptáveis ao clima, incluindo ornamentais, de sombra e frutíferas. Trezentas espécies já foram plantadas e só um roseiral, com material genético vindo da Alemanha, já tem 22 mil mudas. Ele é que dará as boas-vindas aos visitantes. Caminhos de saibro delineiam os jardins e ali, mais do que permitido, será incentivado pisar na grama. Um agrônomo e um técnico agrícola acompanham o trabalho com as plantas e a execução do projeto de paisagismo, criado por um escritório de Florianópolis.

IFF Farroupilha- O Instituto divulgou o edital de um novo Processo Seletivo de nível Superior para admissão de professor substituto para a área de Física. Ao serem contratados, os profissionais deverão desempenhar atividades no campus Panambi, em regime de trabalho de 20 a 40 horas semanais, com remuneração mensal de R$ 2.236,32 a R$ 5.831,21 ao mês. As inscrições podem ser efetuadas no site do Instituto. PANORAMA - GRÁFICA E EDITORA JORNALÍSTICA SENTINELA LTDA. CNPJ: 87.657.854/0001-23 E-MAIL: panorama@jornaldamanhaijui.com Impressão: ITS Gráfica e Editora Jornalística Ltda. | Tel.: 55 3331 0316 | 55 3331 0318 | Ijuí-RS Circulação: Jornal da Manhã (Ijuí, Ajuricw aba, Augusto Pestana, Catuípe, Coronel Barros), Classificadão RS (Santo Ângelo, Santa Rosa, Entre-Ijuís, Giruá, São Miguel das Missões, Vitória das Missões), Expresso Minuano (Alegrete, Bagé, Barra do Quaraí, Cacequi, Dom Pedrito, Itaqui, Manoel Viana, Maçambara), Folha de Catuípe (Catuípe), Folha Popular (Tenente Portela, Vista Gaúcha, Barra do Guarita, Redentora), Gazeta dos Pampas (Cacequi, São Vicente do Sul, São Francisco de Assis, Manoel Viana, Mata, Rosário do Sul), Gazeta Regional (Santa Rosa, Alecrim, Cândido Godói, Tucunduva, Tuparendi, Porto Mauá, Santo Cristo, Campina das Missões) Gazeta do Povo (Cândido Godói, Porto Xavier, Porto Lucena, São paulo das Missões, Pirapó), Jornal Integração Regional (Eugênio de Castro, Entre-Ijuís, Joia, São Miguel das Missões, Vitória das Missões), Notícia (Catuípe), RS Norte (Frederico Westphalen), Tribuna das Cidades (Cruz Alta, Boa Vista do Cadeado, Fortaleza dos Valos, Boa Vista do Incra, Ibirubá, 15 de Novembro, Lagoa dos Três Cantos, Selbach, Tapera, Pejuçara), Tribuna da Produção (Palmeira das Missões, Cerro Grande, Jaboticaba, Pinhal, Sagrada Família, Boa Vista das Missões, Novo Barreiro, Lajeado do Bugre, Dois Irmãos das Missões, São Pedro das Missões, São José das Missões), Tribuna Livre (Santo Cristo, Alecrim, Porto Vera Cruz, Santa Rosa), Folha Popular ( Tenente Portela, Derrubadas, Vista Gaúcha, Miraguaí, Barra do Guarita).

Exposição

Artista de Santa Rosa está na Galeria Virtual do Sesc/RS A artista Marisa Seidel, de Santa Rosa, é a autora da exposição “Desk’Artes”, que está em cartaz na Galeria Virtual do Sesc/RS (www. sesc-rs.com.br/galeriavirtual) com seis obras que propõem a ressignificação de objetos do cotidiano e inserindo-os no espaço da arte. Com a adaptação para o espaço virtual, a mostra ganhou uma leitura audiovisual na voz de Anderson Farias e a descrição de cada obra pelo olhar da artista, no espaço Material Complementar ou de Apoio. Professora de arte formada pela Fundação Educacional Machado de Assis (Fema), Marisa também possui especialização em Arte e Educação pela Uniasselvi e em Arteterapia pela Faveni (ES).

Envolvendo objetos como esmaltes, esponjas orgânicas e industriais, cabelos, lâmpadas e cacos de vidros diversos, a exposição convida o público para uma reflexão sobre uma suposta vida útil de objetos e de sujeitos, além de críticas ao capitalismo, à sociedade do consumo desenfreado, à produção incessante de lixo e a despreocupação com estes descarte. A Galeria Virtual do Sesc/RS traz, até dezembro, uma exposição diferente por mês, com o objetivo de potencializar a relação das artes visuais com diferentes públicos e valorizar artistas gaúchos. Todas as mostras ficarão disponíveis para visualização até o final do ano.

Obras propõem a ressignificação de objetos do cotidiano e inserindo-os no espaço da arte


ANO 13 - Nº 678 - SETEMBRO DE 2021

3

Novidade

Pets

Adoção de animais aumentou na pandemia Pesquisa aponta que 19% dos entrevistados que adotaram nunca tiveram cães ou gatos antes, 50% já eram tutores e 31% já tiveram pets ao longo da vida Com mais tempo em casa e menos contato social, o isolamento imposto pela pandemia da covid-19 mudou os hábitos de muitos brasileiros. Algumas famílias decidiram se expandir e incluir novos integrantes na rotina home office. Uma pesquisa realizada em junho deste ano pelas empresas DogHero (plataforma online que conecta quem tem pet a uma comunidade de anfitriões) e Petlove (site de produtos e serviços para pets), revelou que 54% dos entrevistados adotaram um pet durante o período pandêmio. O levantamento tem abrangência nacional e foi feito com 2.665 indivíduos. Destas pessoas, 19% nunca tiveram cães ou gatos antes, 50% já eram tutores e resolveram adotar mais e 31% já tiveram animais de estimação ao longo da vida. Este último é o caso de Thalita Custódio. São cerca de 31% que realizaram a adoção através de uma ONG. Outros 43% dos entrevistados resgataram os animaiszinhos da rua e os outros 32% acolheram um pet de outra família.

Estudo

Calçado especial é criado com paratletas brasileiros Durante a Paralímpiada em Tóquio, a marca atuou em parceria com o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB)

P

arceira do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), a Havaianas ratificará seu apoio aos atletas paralímpicos em 2022. A marca está desenvolvendo um calçado especial adaptado, cocriado com os paratletas brasileiros, que terá 7% da renda líquida das vendas revertida para o CPB. O lançamento está previsto para 2022. “A nossa relação com os comitês começou pelo CPB. Fazer esse produto é um desafio e uma honra para nós. A Havaianas tem muito orgulho de apoiar os paratletas brasileiros em Tóquio. Em breve, teremos

um produto ainda mais democrático no mercado, e isso nos enche de orgulho”, disse Fernanda Romano, CMO da Alpargatas, proprietária da Havaianas. Vale lembrar que, para os Jogos Paralímpicos que terminaram no último domingo, dia 5 de setembro, em Tóquio, os paratletas do País receberam produtos exclusivos da marca, como sandálias, mochilas e street bags, além de espadrilles como opção de calçado fechado para atender as necessidades de todos os atletas. Para os cadeirantes, a Havaianas convidou Edênia Garcia, paratleta de natação,

para participar do desenvolvimento de uma necessaire especial, adaptada para o encaixe na cadeira de rodas. Além dela, outros três nadadores paralímpicos brasileiros que estiveram em Tóquio também serão parceiros de conteúdo da marca para as redes sociais. São eles: Maria Carolina Santiago, Gabriel Geraldo e Rony Cordeiro. “Quem quiser acompanhar os atletas e ficar por dentro dos Jogos, pode ficar de olho nas redes sociais da Havaianas. Faremos uma cobertura de tudo o que está rolando em Tóquio, com muito bom humor”, completou Fernanda.

Duas novas espécies de peixes são descobertas a cada semana A cada semana, duas novas espécies de peixes de água doce são descobertas na América Latina, segundo o professor e pesquisador Roberto Esser dos Reis, vencedor do prêmio Robert H. Gibbs Jr. Memorial Award for Excellence in Systematic Ichthyology, considerado o de maior prestígio do estudo dos peixes. A premiação foi oferecida pela Sociedade Americana de Ictiologia e Herpetologia (ASIH). Professor da PUCRS, Roberto estuda a origem dos peixes há 40 anos e recebeu o prêmio por seus estudos que já descobriram 129 novas espécies de peixes, na Amazônia e nos riachos da Região Metropolitana de Porto Alegre. Segundo ele, a América Latina é o continente mais rico de biodiversidade de peixes no mundo. “Temos atualmente conhecidas cerca de 6,3

mil de espécies de peixe de água doce. Um estudo nosso mostra que a gente deva ter por volta de 9 mil espécies”. O professor explica que desde os anos 1700 as espécies da América Latina são estudadas, mas nos últimos 20 anos, se descobriu e descreveu um quarto de toda a fauna. “A gente tem descoberto e descrito pra ciência duas novas espécies de peixe por semana”, relata. São em média 104 espécies por ano. “Isso se torna cada vez mais importante nesse momento de mudança climática. Estamos perdendo muita floresta, muito cerrado e isso acaba afetando os peixes. Eles vivem nos rios que são supridos em termos de sombra, qualidade de água, alimentos, pela floresta”, afirma o professor.

Roberto Esser dos Reis, da PUCRS, que venceu o prêmio mais importante do estudo dos peixes, e uma das espécies descobertas por ele


4

ANO 13 - Nº 678 - SETEMBRO DE 2021

Cuidados

Mito

Dar colo não estraga o bebê Como evitar Até pouco tempo atrás, as mães de primeira viagem eram aconselhadas, principalmente por avós e tias, de que dar muito colo poderia estragar o bebê. Especialistas desmentem essa cultura antiga “Dar colo demais estraga a criança”. Poucos são os pais que nunca ouviram essa afirmação. Apesar de ser uma ideia comum na sociedade, especialistas recomendam: deem o máximo de colo, amor, carinho e cuidado para os bebês, eles precisam disso. É ao receber o colo que o bebê percebe que é desejado e amado pelos cuidadores. O contato da pele dos bebês com seus pais ajudam a estimular o sistema nervoso central da criança. Nos primeiros momentos de vida, o bebê sequer reconhece o limite do próprio corpo e será a partir do colo, do toque, que essa sensação se formará. Um estudo desenvolvido pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, mostra que o colo é fundamental para

amenizar as consequências do estresse tóxico, aquele gerado em situações extremas (como negligência crônica, abuso de substâncias psicoativas ou doença mental). Relacionamentos de apoio geram no corpo e na mente respostas mais saudáveis, pois quem recebe o carinho se sente mais seguro e tranquilo. Como fazer em cada faixa etária De 0 a 2 anos: pegar efetivamente no colo, olhar, ouvir, falar, acariciar. Tudo isso ajuda a criança a se organizar física e psiquicamente De 2 a 4 anos: deve ser avaliado conforme a necessidade, mas o colo sempre deve ser dado em situações de tristeza e dor. Por outro lado, os pais precisam dar autonomia para a criança descobrir

o mundo “sozinha” De 4 a 10 anos: não é mais necessário colocar no colo o tempo todo, mas é importante olhar, ouvir, conversar, abraçar, beijar e mostrar empatia De 11 a 16 anos: conversar é o mais importante. Com o entendimento melhor de mundo, a palavra tem mais efeito sobre o adolescente do que o contato físico De 16 a 21 anos: jovens podem ser mais avessos ao toque. Conversar por telefone e por mensagem de texto já causa grande efeito sobre o filho Vida adulta: o distanciamento entre as pessoas pode fazer com que o toque volte a ser importante. Conversar, mesmo que por telefone, faz as pessoas se sentirem melhor.

Saúde

arranhões nos óculos

Arranhões e marcas de riscos nas lentes de óculos de grau são fatos que acontecem com qualquer pessoa que os utiliza no dia a dia. A melhor técnica que você pode usar para manter a conservação dos seus modelos de óculos intactos é usar tecidos macios na hora da limpeza e, de preferência, de microfibra, assim você não corre o risco de deteriorar as lentes dos seus óculos. Não é possível tirar os arranhões das lentes de óculos, eles são permanentes. A dica para manter as lentes perfeitas, como no dia em que você comprou o seu óculos, é sempre que retirar os óculos do rosto, deixe-os apoiados com as lentes para cima, nunca para baixo. Isso vai evitar que qualquer contato com outros objetos risque suas lentes. O ideal mesmo é sempre deixar os óculos guardados na caixinha. Não use sua camisa ou camiseta para limpar as lentes de seus óculos, pois também corre-se o risco de riscar o óculos. Mantenha o óculos ajustado de acordo com o se u rosto. Tenha sempre uma ótica de confiança para ajustar o óculos para você. Dessa forma, você não corre o risco de por um acaso seus óculos sofrerem alguma queda. Duas técnicas são recomendáveis para limpar as lentes dos óculos: utilizar apenas aquela flanelinha ou paninho que vem junto com o óculos para limpar, fazendo movimentos circulares com a flanela. E a outra técnica é lavar as lentes quando elas estiverem muito sujas e com as lentes embaçadas, utilizando somente água e sabão neutro. Para secar, você deve utilizar a mesma flanelinha que vem dentro da case do óculos. Não usar água quente para lavar as lentes, se a água quente entrar em contato com as lentes de seu óculos, pode danificar o revestimento do óculos, não sendo possível a reparação.

As unhas dizem muito sobre a nossa saúde Unhas dizem muito sobre como anda nosso organismo

Se as unhas não estão saudáveis, seja pela cor ou pela aparência, elas podem estar denunciando muito sobre como anda o organismo. Mesmo a unha sendo um tecido morto, a parte beneficiada pela boa alimentação é apenas a matriz, que recebe vitaminas e minerais para sua formação, por isso, é importante ter atenção. Alguns sinais a serem o bservados: Claras As unhas claras em excesso podem indicar deficiências nutricionais ou até problemas hormonais. Pode ser falta de proteína ou ferro até indicar a presença de uma anemia.

Esbranquiçadas A cor branca nas unhas pode ser sinal de doenças hepáticas, doenças renais, cirrose, insuficiência cardíaca, diabetes, infecção fúngica ou até uma alteração genética e indício de doenças como vitiligo e hanseníase. Amareladas Normalmente pode ser indicação de doenças pulmonares, hepáticas, psoríase, diabetes, reação a algum medicamento ou uma infecção fúngica. Com manchas brancas Isso pode acontecer por conta das variações hormonais ao longo do ciclo menstrual. Geralmente, essas manchas não indicam qualquer problema de saúde, mas podem surgir com o uso de alguns antibióticos ou doenças como vitiligo ou hanseníase, por exemplo.

Onduladas A ondulação nas unhas pode ser apenas uma consequência natural do envelhecimento, mas esse aspecto pode aparecer também após doenças infecciosas, psoríase, dermatite atópica, lúpus ou como reação a medicações mais fortes, como, por exemplo, no caso de ciclos de quimioterapia. Rachadas As rachaduras nas unhas podem ser um alerta para diminuir o uso de esmaltes, acetonas e produtos químicos ou pode ser um sinal de carência de vitaminas, ferro, ácido fólico, desnutrição e doenças endócrinas ou problemas na tireoide. Quebradiças Aquelas unhas que não conseguem parar de descamar e quebram com facilidade podem ser problemas na tireoide, anemia ou dermatose.


ANO 13 - Nº 678 - SETEMBRO DE 2021

5

Redes

Perseguição na internet é crime O chamado “Stalking” é o nome que se dá para quem persegue com ameaça física ou psicológica no mundo virtual

O

crescimento das mídias sociais na última década é inegável. De tempos em tempos, surge uma nova rede que atrai a atenção do público, e principalmente, dos jovens. Houve também uma popularização que tornou a linguagem mais democrática, propiciando às pessoas opinarem sobre os mais variados assuntos e acompanharem o dia a dia uns dos outros. Mas, como se sabe, nem tudo é uma maravilha nas redes. Em muitos casos, com a falsa impressão de anonimato, usuários passaram a ofender celebridades, por vezes com condutas discriminatórias e racistas. Recentemente, o adolescente Lucas Santos, 16 anos, filho da cantora de forró Walkyria Santos, tirou a própria vida depois de receber ataques em um vídeo publicado no TikTok. Segun do a artista, a rede social “nojenta” e os comentários maldosos na internet acabaram tirando a vida do seu filho. Terra sem lei? - A internet não é terra de ninguém e ofensas podem ser identificadas, investigadas e processadas judicialmente. Mesmo assim, os denominados “haters” ainda existem. São usuários que têm como única finalidade escolher um alvo para ofender, ameaçar e prejudicar. Além de celebridades que são vítimas dos “haters”, existem casos de pessoas comuns que se tornam vítimas do ódio de algum conhecido ou de alguém com quem se manteve relacionamento. Outro termo em voga é o “stalking”, usuários que perseguem outras pessoas de forma incansável, obsessiva e abusiva.

Stalking é crime - O “stalking” foi recentemente definido como crime em nosso Código Penal. Ele é definido como a perseguição a alguém com ameaça à integridade física ou psicológica, perturbando a liberdade ou privacidade da vítima. Esse crime prevê reclusão de seis meses a dois anos, além de multa pelos danos morais causados. E o “hater” se cometer conduta discriminatória com discurso de ódio, poderá ser enquadrado como crime de injúria racial, que é o ato de ofender alguém em sua dignidade, utilizando elementos de raça, cor, etnia, religião ou origem. Como agir - Além desses crimes, também devem ser apurados em uma agressão os contra a honra, a calúnia, injúria e difamação. Enfim, não há mais impunidade para esse tipo de conduta nas redes sociais. Caso você seja ofendido em alguma de suas redes sociais, não deixe o ofensor sair impune. A tolerância acaba alimentando a repetição da conduta. Ao receber uma ofensa reiterada, vá primeiro a um cartório e peça para fazer uma ata notarial, que é o ato do cartório que tem fé pública e comprova que a mensagem estava em seu celular, ou seja, que a ofensa foi concretizada. Com a ata, faça um Boletim de Ocorrência, que é a comunicação à autoridade policial para a apuração de um ato criminoso. É possível a realização de Boletim de Ocorrência on-line, ou seja,

sem sair de casa. O próximo passo pode ser judicial ou não. É possível optar por contratar um advogado para judicialmente obter o IP (endereço na internet) de quem praticou a ofensa e promover uma ação de reparação de danos, em paralelo à investigação criminal. Outra opção possível, caso o ofensor seja conhecido, é interpelar a pessoa, solicitando que ela confirme as ofensas ou que, em caso de alegado perfil falso, retire o perfil da rede social. Monitoramento é necessário É importante que os pais estejam atentos no que os filhos, principalmente as crianças e jovens, acessam na internet. O diálogo deve ser com o objetivo de explicar quais conteúdos são permitidos e quais devem ser evitados. Nas redes sociais, é fundamental que os responsáveis tenham conhecimento com o que e quem os filhos estão tendo contato. Em caso de crianças, uma boa dica é manter a rede fechada, sem informações pessoais e da família e restringir o acesso às fotos e postagens aos familiares e amigos da mesma idade. Também existem aplicativos, disponíveis para Android e iOS, como o Google Family Link, o AppBlock e o Controle Parental Screen Time, que limitam o tempo de uso, monitoram as ações dos filhos, bloqueando recursos e gerando relatórios que informam as ações realizadas nos celulares.

Alerta

Medicamentos e álcool: mistura perigosa As bebidas alcoólicas, mesmo sendo apreciadas com moderação, podem causar efeitos perigosos se ingeridas antes ou após determinados medicamentos. Consumir álcool podem anular propriedades farmacológicas de mais de cinco mil tipos de medicamentos ou causar efeitos colaterais que podem levar à morte. Os efeitos da mistura dos componentes causam toxidades graves. Um estudo publicado pelo instituto Molecular Pharmaceutics mostrou que o álcool pode alterar a interação de enzimas e de outras substâncias corporais quando em contato com cerca de cinco mil medicamentos disponíveis no mercado. Perigo com energéticos: a associação de álcool com energéticos pode enganar o público quanto a possibilidade de menor embriaguez. Porém, o consumidor fica tão alcoolizado quanto, se não tivesse tomando esse tipo de bebida. Antibióticos: com antibióticos, a mistura com

a bebida pode acarretar em efeitos graves, como acúmulo do antibiótico no organismo e causar vômitos, palpitação, cefaleia, hipotensão, dificuldade respiratória e até a morte. Existe também o perigo de inibição do efeito e potencialização de toxicidade hepática. O álcool inibe o sistema imune e dificulta o combate contra agentes infecciosos. Anti-inflamatórios: associado a anti-inflamatórios, o álcool aumenta a eliminação do medicamento pelo corpo, diminuindo o efeito. Pode gerar sobrecarga no fígado, risco de úlcera gástrica e sangramentos. Se combinado com a aspirina (AAS), aumenta os efeitos do álcool no organismo. No caso do ibuprofeno, aumenta-se a possibilidade de sangramento no estômago e intestinos, fezes negras, com sangue ou tosse com sangue ou vômito. Analgésicos e antitérmicos: a velocidade de eliminação do medicamento no sangue será mais rápida, fazendo o efeito do medicamento ser menor. Quanto à dipirona, pode fazer com que o efeito do

álcool seja potencializado. Já com paracetamol, o álcool aumenta o risco de hepatite medicamentosa, problemas no fígado, febre, arrepios, dor ou inchaço nas articulações, cansaço excessivo ou fraqueza, hemorragia ou nódoas negras, erupção cutânea ou comichão, além de perda de apetite, náuseas, vômitos ou amarelecimento da pele ou do branco da pele e olhos. Anticoncepcionais: com anticoncepcionais pode comprometer a eficiência do medicamento e não proteger a mulher totalmente e combinados com antidepressivos, aumenta-se o efeito dessa classe de medicamento, deixando a pessoa mais estimulada. Ansiolíticos: na classe do calmantes (ansiolíticos) aumenta o efeito sedativo, podendo acarretar um risco de coma e insuficiência respiratória. No caso do zolpidem, pode aumentar os efeitos colaterais, como tontura, sonolência, confusão e dificuldade de concentração, problemas de raciocínio, julgamento e coordenação motora.


HUMOR

6

ANO 13 - Nº 678 - SETEMBRO DE 2021

BANHO - Sabes Joaquim, o doutor me disse para beber um pouco de suco de limão depois de um banho quente. - E tu bebeste o suco de limão, Manuel? - Que nada! Não consegui nem acabar de beber toda aquela água quente do banho!

ABBA: show virtual marca retorno do grupo aos palcos

A professora de inglês pede ao Joãozinho: — Joãozinho, formule uma frase com a palavra “window”. Diz o Joãozinho: — Quando me chamam, eu aviso: “Já estou window!”

GÊMEOS - Os astros continuam favorecendo sua capacidade de olhar os detalhes, de planejar e criar estratégias para alcançar o que deseja. Aproveite e tire um tempo para colocar no papel suas ideias.

D

Nos tempos do Imperador – Globo – 17h30 Pedro e Luísa se amam. Pedro confessa a Teresa que está apaixonado por Luísa. Zayla garante a Cândida que o casamento de Pilar e Samuel não ocorrerá. Teresa procura Luísa, e Pedro as observa juntas. Eudoro desconfia do comportamento de Tonico com Dolores. Lota e Batista chegam ao Rio de Janeiro, e Tonico exige que Nélio afaste a família de sua casa. Pega Pega– Globo – 18h40 Malagueta aconselha Agnaldo a usar os documentos falsos e fugir de carro. Timóteo combina com Canivete uma forma de entrar na casa de Elza e Prazeres. Ao ver que está sendo seguido pela polícia, Agnaldo atira os dólares pela janela. Eric avisa a Luiza que ela precisa se preparar para dizer a Pedrinho que ele não receberá de volta o dinheiro que estava com Agnaldo. Império – Globo –21h Maria Marta e Cristina pressionam Maurílio. José Pedro dispensa a ajuda de Cora. Danielle fala de Amanda para Cora. Felipe ameaça Cláudio e Beatriz se preocupa com o marido. Maria Marta aceita o dinheiro de Maurílio e Cristina se irrita. Ismael reclama de Maurílio para Maria Clara. Maria Clara ouve Maurílio ameaçar Cristina. Enrico avisa a Téo que Cláudio foi preso.

ÁRIES - É hora de não apenas agir, mas agir na direção certa, sem impetuosidade e sim critérios. Pare e reflita: o que você quer para si nos próximos meses ou anos? Algo dentro de você pede mudanças. TOURO - Pensar demais impede você de ser ágil. Algumas vezes o que se precisa é justamente entrar em campo, fazer e ajustar a rota no decorrer do caminho.

INGLÊS

RESUMO DAS NOVELAS

HORÓSCOPO

epois de quase quatro décadas de intervalo, o Abba surpreendeu seus fãs ao anunciar seu retorno. A lendária banda pop sueca anunciou um novo álbum e um show virtual. O show virtual Abba Voyage (“A Viagem do Abba”) será lançado em novembro, antes de uma série de shows “revolucionários” nos quais avatares virtuais aparecerão cantando sucessos como Mamma Mia e Waterloo. Membros do quarteto, que se separou em 1982, disseram que se juntaram para gravar algumas músicas, mas acabaram criando um álbum de 10 músicas e planejando um show. Uma delas, I Still Have Faith In You (“Eu ainda tenho fé em você”), é uma balada de piano que retrata o vínculo que os

quatro membros da banda compartilham. As novas músicas da banda serão tocadas durante o show virtual, também intitulado Abba Voyage, no ano que vem em um estádio construído especialmente para este fim em East London. Mais de 850 pessoas trabalharam na recriação do Abba “no auge” usando a tecnologia de captura de movimento para escanear “todos os gestos e movimentos” dos músicos, agora com 70 anos, enquanto se apresentavam. Agnetha, Frida, Benny e Bjorn subiram ao palco diante de 160 câmeras e quase o mesmo número de gênios dos efeitos visuais, e tocaram todas as músicas do show durante cinco semanas. As datas ainda serão divulgdas.

Ana Botafogo lança biografia O resultado da observação atenta do médico cirurgião Ernani Ernesto Fonseca, de 95 anos, sobre a vida da filha pode ser visto nas 908 páginas do livro “Ana Botafogo: palco e vida”. Biografia dedicada à mais popular da bailarinas brasileiras, a obra conta os detalhes da vida da artista, desde o primeiro contato com o balé e passando pela consagração como primeira bailarina do Theatro Municipal do Rio. A obra foi lançada no dia 1º de setembro, com sessão de autógrafos em uma área aberta do próprio Municipal, no Centro do Rio. Por meio de uma parceria com o Instituto Bees of Love, o livro terá parte da venda destinada à reforma da Maternidade do Hospital Municipal Miguel Couto, que atende cerca de 200 mulheres por mês, muitas delas moradoras da Rocinha, Vidigal e Rio das Pedras. “Meu pai guardou todos os registros da minha carreira desde o início. Para fazer o livro, além de usar a própria memória, ele fez uma pesquisa de cerca de 15 anos. Todos os recortes, todas as publicações sobre mim, está tudo no livro. Durante o processo, ele descobriu coisas das quais nem eu mesma lembrava. Depois de todo esse tempo, achamos que, enfim, estava na hora de lançar o livro”, disse Ana.

CÂNCER - A semana pede atenção para sua saúde, em especial a sua alimentação. Procure ser mais criteriosa sobre onde e o que tem comido. Esteja atenta, pois um ciclo pede para ser encerrado. Faça o que for preciso. LEÃO - Os astros pedem mais diplomacia e atenção aos acordos feitos, para que eles sejam devidamente honrados. Você tende a ser mais criteriosa do que nunca a respeito de formar parcerias. VIRGEM - Muito cuidado para que suas características naturais não fiquem exageradas e tragam problemas como excesso de críticas e julgamentos, afastando as pessoas de você. LIBRA - Situações não resolvidas podem retornar com força, pedindo sua atenção. Não deixe para depois o que pode ser feito hoje. Entenda que tudo na vida tem limites. ESCORPIÃO - Relacionamentos são atraídos pelo ímã que há em cada um de nós. Se estão harmônicos, são um reflexo nosso. O inverso também. A semana tende a fazer você ver com clareza o que é preciso deixar para traz. SAGITÁRIO - Autoconhecimento é a chave para crescer como pessoa. Você está sendo chamada a ir além. Que tal buscar ajuda para olhar aquelas situações que se repetem? CAPRICÓRNIO - O universo conspira a favor de quem faz sua parte e age apesar das dúvidas, de quem reconhece que a vida é mais do que somente trabalho, metas e reconhecimento. É hora de olhar com carinho para si. AQUÁRIO - Suas ideias precisam ser concretizadas, planeje e desenvolva estratégias sobre como e com quem executar são ações necessárias. Muitas portas estão por se abrir, basta você querer ir além. PEIXES - É hora de dizer não para aquilo que não faz mais sentido para seu estilo de vida atual. Soltar o passado e seguir em frente. Sua saúde pede atenção. Se permita ser cuidada.


ANO 13 - Nº 678 - SETEMBRO DE 2021

7

Guarda-roupa

CAMISETA POLO,

um clássico sempre na moda Modelo pode ser parceiro de combinações variadas e é aposta certeira para quem busca renovar o visual

T

em clássico protagonizando o estilo da temporada. A camiseta polo, uma das primeiras peças esportivas a romper os limites das quadras e a invadir as ruas, ganha dezenas de novas interpretações, tornando-se uma aposta certeira para quem busca renovar o visual com muito charme. A polo surgiu como criação de um tenista que inovou o tradicional uniforme das partidas de tênis, composto por camisa de mangas compridas e gravata – pensa no calor! Em um jogo do torneio US Open, em meados de 1926, o tenista francês René Lacoste apareceu com uma espécie de suéter de mangas curtas de algodão branco e com colarinho, inspirado nos modelos usados pelos jogadores de polo no século 19. Em pouco tempo, o novo look criado por Lacoste fez sucesso entre os tenistas. Uma década depois, René se unia a André Giller, dono de uma malharia francesa, para estrear a famosa marca Lacoste. Foi mesmo a partir dos anos 1970 que a polo passou a ser usada na moda cotidiana, como um substituto mais casual, mas não menos arrumadinho, para a camisa masculina. Embora a polo siga um item essencial do closet masculino convencional, ela também pode ser uma peça de muita bossa conforme as combinações, afinal, uma polo tradicional junto ao jeans rasgado ou parceira de uma abusada saia de paetês já dá novos ares. E ela ganha ainda mais personalidade com interpretações em novos materiais e outras modelagens: de tricô, cropped, amplas, com listras, com contraste de tecidos, com brilhos, com estampas. O bacana é encontrar seu jeito de usar a polo e mesclar este item esportivo que conquista de imediato quem busca elegância.

Pesquisa

Mulheres do Sul são as que mais se preocupam com a pele

Um dos principais hábitos adotados é o uso de hidratantes para evitar o ressecamento

O cuidado com a hidratação da pele vai muito além de uma preocupação estética. É um hábito fundamental para a saúde. E as mulheres da região Sul do Brasil se mostraram alinhadas com essa afirmação. De acordo com um estudo conduzido pelo Ibope DTM, encomendado pela marca Bepantol® Derma, 85% das sulistas usam algum produto hidratante no rosto. Elas estão no topo da lista desse cuidado, à frente das mulheres das regiões Sudeste, Norte e Centro Oeste onde o índice foi de 82% e também da região Nordeste, onde a porcentagem foi de 76%. Essa preocupação com a hidratação da pele pode estar relacionada ao clima da região. O frio e o ar seco típicos do sul fazem com que a camada mais externa de células da pele encolha, o que leva àquela textura seca e escamosa. Bochechas e mãos são as que mais sofrem. E isso aumenta o risco de inflamações, sensibilidade e irritação. Além disso, as temperaturas mais frias fazem com que as pessoas usem a água mais quente para tomar banho e isso acaba provocando um maior ressecamento da pele. Também o uso de lareiras e aquecedores costumam tirar mais a umidade do ar. Por isso, a importância de reforçar a hidratação da pele diariamente após o banho.

Outro ponto é que as sulistas, por terem ascendência europeia, têm pele mais clara, com maior predisposição ao câncer de pele, a formação de rugas e linhas de expressão. A relação das mulheres do Sul com sua pele Ao avaliar a percepção das mulheres com a própria pele, o estudo revelou que boa parte das entrevistadas da região Sul tentam gostar da pele do jeito que ela é (42%), independentemente do que outras pessoas pensam sobre ela, enquanto 11% afirmam nunca ter gostado muito da pele de seu rosto e corpo, e que gostariam que fosse mais hidratada e saudável. As mulheres têm buscado cuidar da sua pele cada vez mais cedo. É importante lembrar que os cuidados de higienização, hidratação e fotoproteção devem ser feitos desde a infância, para prevenir diversas doenças de pele. Já o uso de cremes preventivos, o ideal é iniciar por volta dos 20 e 25 anos. A pesquisa apontou ainda que, para 78% das entrevistadas da região Sul, a pele impacta na autoestima, confiança e na forma como se enxergam. E mais de 1/3 delas afirmam que quando a pele está com um aspecto ruim, não se sentem confortáveis em usar roupas que a expõem muito.


As fobias mais

estranhas E

xistem muitos sentimentos e sensações naturais ao ser humano, das quais é impossível fugir. Por exemplo, não importa o quão corajoso você seja, com certeza já passou por alguma situação de medo. A verdade é que o medo é super natural e faz parte da habilidade de sobrevivência do ser humano. Este é um instinto que nos acompanha desde os primórdios. Só que, por mais natural que seja, o medo só é benéfico quando se limita a alguns parâmetros. Por exemplo, a partir do momento que o medo paralisa, já pode ser

sinal de problema. Para muitas pessoas, o medo se configura como fobia. Neste caso, a pessoa gera uma reação química e corporal completamente descompensada em relação a “ameaça”. Outro problema é que a fobia pode fazer com que coisas nada ameaçadoras passem a ser lidas pelo cérebro como ameaças. O resultado é uma série de situações bastante complicadas. Muita gente pensa em aranhas, cobras, altura… mas as fobias são várias e podem não ser racionais.

Criofobia: muita gente tem pouca tolerância ao frio e prefere o calor. Mas para quem sofre de Criofobia, o assunto é muito mais delicado. Essas pessoas sofrem com um medo intenso do frio. A Associação Americana de Psiquiatria ainda lista a Ombrofobia (fobia de chuva), Nefofobia (fobia de nuvens) e Astrofobia (fobia de tempestades). Numerofobia: muitas pessoas não são fãs de matemática, mas imagine só uma vida em que é impossível encarar números. Para quem sofre de numerofobia, a simples visão de números pode causar uma descarga de ansiedade tenebrosa. Essa fobia causa consequências reais na vida das pessoas, afinal os números fazem parte da vida. Amatofobia: essa é a fobia de quem tem medo irracional de poeira. Geralmente, acaba sendo desenvolvido por pessoas que estão em frequente contato com poeira, como bibliotecários.

Alectorofobia: não existe uma lista oficial de fobias, já que são reações que podem ser desencadeadas, inclusive após traumas. Foi exatamente isso que uma adolescente indiana passou e acabou desenvolvendo medo de galinhas. Na infância, ela teve um péssimo encontro com o bicho e desenvolveu um medo irracional. A Alectorofobia é o medo específico de galinhas, mas a Ornitofobia é o medo generalizado de animais com penas.

Tafofobia: você sabia que muitas pessoas compartilham o medo de serem enterradas vivas? Esse não é um medo comum porque poucas pessoas acreditam que essa seja uma ameaça real. No entanto, há quem passe por momentos de intensa ansiedade e agonia apenas com a ideia de ser enterrado vivo. Essa fobia leva o nome de tafofobia.

Acrofobia: a Acrofobia é caracteri-

zada pelo medo irracional de altura e pode ser causada por diversos fatores, como instinto de sobrevivência exacerbado e experiências traumáticas. Uma pessoa que caiu de um lugar alto ou presenciou um acidente envolvendo queda livre, por exemplo, tem grandes chances de desenvolver esse tipo de fobia. Os indivíduos que sofrem desse transtorno costumam apresentar sintomas físicos e emocionais intensos quando estão em locais altos, como vertigem, tremor e pânico. Nos quadros mais graves, o acrofóbico não consegue subir escadas, morar em prédios, entrar em elevadores ou dirigir sobre pontes.

Coulrofobia: esse você

provavelmente já ouviu falar, mas também não conhecia o nome. Trata-se do medo irracional de palhaços. Essa fobia também pode estar associada com o inesperado, já que palhaços geralmente trabalham sobre o improviso para criar suas peças.


Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.