Page 1

ANO 13 - N° 676 | AGOSTO DE 2021

Plantas pendentes Ideais para ter dentro de casa, essas espécies embelezam os ambientes. | Pág. 3

Descarte correto Medicamentos vencidos ou que sobraram de algum tratamento não devem ser jogados no lixo comum ou no esgoto. Existem locais certos para isso | Pág. 4

Lave as mãos Nova pesquisa sugere que é preciso lavar as mãos por 20 segundos. | Pág. 4


2

ANO 13 - Nº 676 - AGOSTO DE 2021

Gusttavo Lima na gravação do DVD Buteco em Boston, no dia 15 de agosto

Shows

CONCURSOS PÚBLICOS Porto Lucena - A prefeitura vai promover um concurso público para preenchimento de nove vagas de Ensino Superior, Técnico, Médio e Fundamental Os candidatos poderão se inscrever até o dia 2 de setembro, por meio do endereço eletrônico www.legalleconcursos.com.br. Caxias do Sul - A prefeitura promove seleção para formar cadastro de reserva em diferentes cargos. As inscrições devem ser feitas no endereço eletrônico www.legalleconcursos.com.br e a taxa de inscrição custa R$ 50 para nível fundamental, R$ 60 para médio e técnico e R$ 100 para superior. TJ/RS- O Tribunal está com seleção aberta para preencher vagas e formar cadastro de reserva nos cargos de Analista e Técnico Judiciário, sob coordenação do Instituto Brasileiro de Gestão e Pesquisa (IBGP). As inscrições devem ser realizadas por meio do endereço eletrônico www.ibgpconcursos.com.br.

Cantores focam no exterior, enquanto Brasil segue com restrições Mais de 25 artistas brasileiros têm shows marcados nos Estados Unidos e na Europa até o final do ano. Avanço da vacinação foi aproveitada por produtores fora do País

A

agenda de artistas brasileiros está lotada de shows internacionais. Enquanto grandes eventos não são permitidos no País, os cantores aproveitam a abertura nos Estados Unidos e na Europa para voltar aos palcos depois de quase um ano e meio. A lista de quem vai sair do Brasil para finalmente voltar a encontrar o público em shows passa de 25 artistas e bandas, abrange estilos diferentes e cresce dia após dia. Gusttavo Lima, Fernando e Sorocaba, Caetano Veloso, Marília Mendonça, Wesley Safadão, Matheus Fernandes, Seu Jorge, Harmonia do Samba, Vintage Culture, Israel & Rodolffo estão entre eles. Alguns estão cumprindo compromissos adiados por conta da pandemia, como Marília Mendonça na Europa e os Barões da Pisadinha nos Estados Unidos, mas a grande maioria foi procurada por produtores locais quando a reabertura começou por lá. Gusttavo Lima

fez cinco shows com ingressos esgotados nos Estados Unidos neste mês. O cantor sertanejo, inclusive, gravou um DVD, o “Buteco in Boston”, ao cantar para 15 mil pessoas no campo do Aeroporto de Fitchburg. A dupla Fernando e Sorocaba também está fazendo a turnê de cinco shows nos Estados Unidos. O retorno das atividades coletivas nos Estados Unidos motivaram a turnê da dupla agora. “Em breve, vamos fazer isso pelo Brasil também”, espera Sorocaba. O movimento para o mercado norteamericano começou a ganhar destaque em julho, quando shows de Anitta, Claudia Leitte, Harmonia do Samba, Vitão e Xamã aconteceram. Os shows nos Estados Unidos dos Barões da Pisadinha estavam marcados para maio de 2020, mas só vão acontecer em setembro deste ano por conta da pandemia. Felipe e Rodrigo Barão vão levar o forró de teclado

que bomba nas paradas do Brasil para seis cidades norte-americanas, incluindo um rodeio em Boston. O sucesso aqui reflete diretamente na iniciativa dos contratantes, que muitas vezes são brasileiros que vivem nos Estados Unidos há anos produzindo shows. Prova disso é que depois de estourar “Baby Me Atende”, Matheus Fernandes vai fazer a primeira turnê internacional. A equipe do cantor de forró cearense foi procurada para fechar quatro datas, mas, com a abertura de outras cidades norteamericanas, o número subiu para oito. Já Safadão tem público cativo nos Estados Unidos, gravou até um DVD em Miami em 2017. Ele vai voltar ao país em novembro, mas antes faz o “Weekend WS” em Cancún, no México, com shows de Marcelo Falcão, Eric Land, Matheus e Kauan e Bell Marques.

Correios

Queijos tipicamente brasileiros estampam selos especiais Os Correios lançaram neste mês a emissão especial Queijos do Brasil, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Os selos especiais vão divulgar, por todo o mundo, queijos tradicionais produzidos artesanalmente no País. Foram escolhidos oito tipos de queijo, representativos de cada região, para estampar os selos (ver infográfico): Queijo Marajó – Belém (PA), Queijo Cabacinha do Araguaia – Goiânia (GO), Queijo Coalho – Recife (PE), Queijo Manteiga – Natal (RN), Queijo Artesanal Serrano – Porto Alegre (RS), Queijo da Região do Diamante – Florianópolis (SC), Queijo Minas artesanal – Belo Horizonte (MG) e Queijo Artesanal Paulista – São Paulo (SP). Cada um possui características únicas de produção, tradição e sabor. O queijo artesanal gaúcho produzido nos Campos de Cima da Serra é um dos oito homenageados por um selo postal. A imagem que ilustra o selo é do fotógrafo gaúcho Fernando Kluwe Dias. O queijo traz toda a sabedoria e a tradição da mão de obra familiar 100% artesanal, que utiliza apenas leite cru de vacas de corte, coalho e sal para a fabricação do queijo, foi passada de geração em geração ao longo de mais de 200 anos. Hoje, o queijo Serrano é utilizado até na alta gastronomia. Com tiragem de 320 mil exemplares e valor unitário de R$ 1,05, a folha com 16 selos está disponível para venda na loja virtual e nas principais agências dos Correios. Além de serem utilizados para comprovar o franqueamento de objetos postais ou o pagamento de prestação de serviços postais, os selos também são objetos de colecionadores por seu caráter cultural e artístico.

PANORAMA - GRÁFICA E EDITORA JORNALÍSTICA SENTINELA LTDA. CNPJ: 87.657.854/0001-23 E-MAIL: panorama@jornaldamanhaijui.com Impressão: ITS Gráfica e Editora Jornalística Ltda. | Tel.: 55 3331 0316 | 55 3331 0318 | Ijuí-RS Circulação: Jornal da Manhã (Ijuí, Ajuricaba, Augusto Pestana, Catuípe, Coronel Barros), Classificadão RS (Santo Ângelo, Santa Rosa, Entre-Ijuís, Giruá, São Miguel das Missões, Vitória das Missões), Expresso Minuano (Alegrete, Bagé, Barra do Quaraí, Cacequi, Dom Pedrito, Itaqui, Manoel Viana, Maçambara), Folha de Catuípe (Catuípe), Folha Popular (Tenente Portela, Vista Gaúcha, Barra do Guarita, Redentora), Gazeta dos Pampas (Cacequi, São Vicente do Sul, São Francisco de Assis, Manoel Viana, Mata, Rosário do Sul), Gazeta Regional (Santa Rosa, Alecrim, Cândido Godói, Tucunduva, Tuparendi, Porto Mauá, Santo Cristo, Campina das Missões) Gazeta do Povo (Cândido Godói, Porto Xavier, Porto Lucena, São paulo das Missões, Pirapó), Jornal Integração Regional (Eugênio de Castro, Entre-Ijuís, Joia, São Miguel das Missões, Vitória das Missões), Notícia (Catuípe), RS Norte (Frederico Westphalen), Tribuna das Cidades (Cruz Alta, Boa Vista do Cadeado, Fortaleza dos Valos, Boa Vista do Incra, Ibirubá, 15 de Novembro, Lagoa dos Três Cantos, Selbach, Tapera, Pejuçara), Tribuna da Produção (Palmeira das Missões, Cerro Grande, Jaboticaba, Pinhal, Sagrada Família, Boa Vista das Missões, Novo Barreiro, Lajeado do Bugre, Dois Irmãos das Missões, São Pedro das Missões, São José das Missões), Tribuna Livre (Santo Cristo, Alecrim, Porto Vera Cruz, Santa Rosa), Folha Popular ( Tenente Portela, Derrubadas, Vista Gaúcha, Miraguaí, Barra do Guarita).

Queijo artesanal produzido nos Campos de Cima da Serra é um dos oito homenageados por um selo postal dos Correios


ANO 13 - Nº 676 - AGOSTO DE 2021

3

Plantas

Espécies pendentes para ter em casa As plantas pendentes são aquelas que, quando suspensas do solo, se desenvolvem, com suas folhas e galhos, em formato de cascata. Muitas destas espécies são queridinhas dos paisagistas, pois injetam exuberância a projetos Colar de pérola: o nome popular revela o aspecto de joia dessa planta. Apesar de ser uma suculenta, a colar de pérolas não gosta de tantas horas no sol direto e precisa de rega com mais frequência. Vale manter o solo úmido, mas nunca encharcado. A espécie ainda dá flores brancas e, além de ser usada como planta pendente, pode também ser uma planta rasteira.

Flor de maio: é uma suculenta, da família dos cactos, que não dá espinhos e gosta de ficar em espaços com luz difusa, ou seja, à meia sombra. A espécie pode ser cultivada em um vaso suspenso ou no alto de uma estante ou prateleira já que as suas flores vão cair e formar uma cascata colorida. É recomendado regar de duas vezes por semana.

Columéia: com folhas verdes escuras e belas flores avermelhadas, a Columéia é uma das opções mais charmosas para vasos suspensos. Ela é uma espécie nativa da América do Sul e epífita, ou seja, na natureza costuma aparecer em troncos de árvores. Vai bem em meia sombra e precisa de rega por volta de duas vezes por semana.

Jiboia branca: por ser fácil de cuidar e super resistente (ela vai bem até em espaços com ar condicionado), a Jiboia Branca é uma das preferidas quando o assunto é planta pendente. A espécie vai bem tanto em espaços iluminados de meia sombra, mas gosta umidade. No verão, vale regar duas vezes por semana, no inverno, a rega pode ser mais espaçada. Jasmim amarelo: o Jasmim é uma das plantas trepadeiras mais perfumadas que existem, mas a sua versão amarela (Jasminum mesnyi) pode facilmente tornar-se uma planta pendente com um efeito cascata solar. É uma planta de meia sombra, que precisa ser regada uma vez por semana ao menos. É necessário realizar a poda quando a planta estiver com pouca floração, geralmente na época de outono.

Dedo de moça: a planta Dedo de Moça (Sedum morganianum), com origem no México, é uma das suculentas mais resistentes e simples de cuidar. Ela pode ser plantada em um vaso comum, mas à medida que for crescendo seus galhos vão começar a pender para fora. A espécie gosta de muita luminosidade, ou seja, algumas horas de sol, e a rega pode ser feita uma vez por semana.

Elas sempre sabem que horas são Uma planta sabe qual é o horário certo do dia para desabrochar ou absorver alimento. Para que elas não morram de fome durante a noite, diversos cálculos simples precisam ser feitos para adotar um cronograma. Assim como os seres humanos, as plantas precisam de uma rotina para trabalhar suas vidas. Através de seus relógios internos, também chamados de relógios circadianos, elas conseguem gerar ritmos diários capazes de sincronizar seus corpos com o ambiente externo. Dessa forma, elas passam a desenvolver um plano de sobrevivência. Ao amanhecer, as plantas se preparam para colher a luz do dia antes mesmo do

sol raiar. Durante a tarde, elas evitam perder o mínimo de água possível para gerar uma reserva energética que será utilizada pelo restante do dia. Além disso, elas emitem odores para atrair polinizadores quando estão mais ativas e aumentar as chances de reprodução da espécie. Isso é um claro indicativo de que as plantas claramente sabem a diferença entre o amanhecer e o anoitecer, ou em outras palavras: elas sabem que horas são. Em caso de falha desse mecanismo, a saúde delas é colocada diretamente em risco. É durante o dia que as plantas fazem a fotossíntese e produzem todos os esqueletos

de carbono essenciais para a sua sobrevivência, crescimento e reprodução. Durante essa etapa, uma das moléculas geradas por elas é o amido, um polissacarídeo que é usado como reserva energética. Para que uma planta consiga racionar sua reserva de amido, ela precisa saber quanto ainda lhe sobra e quanto tempo resta até o próximo amanhecer — tornando o relógio interno peça fundamental de funcionamento. Quando essa percepção de tempo é alterada ou simplesmente está defeituosa, as plantas sofrem mais estresse, realizam menos fotossíntese, usam mais água e acabam crescendo menos.

Cada espécie costuma se adaptar aos ambientes em que estão inseridas


4

ANO 13 - Nº 676 - AGOSTO DE 2021

Saúde

Higiene

Descarte correto de medicamentos salva vidas

Lave as mãos por no mínimo 20 segundos Mecânicachave envolve a força da água despejada e a velocidade com que se esfregam aos mãos

Sabe aquele medicamento que você usa para melhorar um desconforto ou controlar uma doença crônica? Ele pode ser prejudicial a outras pessoas e até mesmo ao meio ambiente se não for descartado de forma adequada

R

estos de medicamentos sem o destino correto podem causar, por exemplo, o uso inadvertido por outras pessoas, resultando em reações adversas graves e intoxicações. Além disso, o meio ambiente é agredido com a contaminação da água, do solo e dos animais. O descarte de medicamentos pelo esgoto e pelo lixo comum faz com que as substâncias químicas contidas nos medicamentos cheguem aos rios e córregos, podendo contaminar a água que bebemos. Cientistas já comprovaram que os antibióticos no meio ambiente, por exemplo, não chegam a matar os ani-

mais, mas aumentam a resistência de bactérias, o que afeta também os humanos. • Iniciativas voluntárias - em 2009 a Anvisa autorizou a participação de farmácias e drogarias em programas voluntários de descarte correto de medicamentos, assim como suas embalagens e de objetos perfurocortantes usados para ministrá-los. Verifique se as farmácias da sua região participam de alguma iniciativa e, caso positivo, peça orientação de como você deve proceder. • Pontos de coleta - em algumas cidades, as Unidades Básicas de Saúde (UBS) recebem medicamentos

para descarte. Verifique no site da prefeitura do seu município se há pontos de coleta, caso contrário, peça informações nas UBS locais para fazer um descarte seguro. Geralmente os resíduos de medicamentos, as embalagens e os objetos usados para ministrá-los têm como destino final a incineração ou são levados para aterros industriais, dependendo do procedimento adotado em cada município. • Dica: Lembre-se - o período e as dosagens de medicamentos prescritos pelo seu médico devem ser seguidos rigorosamente e evite a automedicação.

Embora a lavagem das mãos seja comprovadamente eficaz no combate à propagação de doenças e infecções, a física por trás disso raramente foi estudada. Mas pesquisadores da Hammond Consulting Limited descrevem um modelo simples que captura a mecânica-chave da lavagem das mãos na revista Physics of Fluids. Simulando a lavagem das mãos, eles estimaram as escalas de tempo em que partículas, como vírus e bactérias, foram removidas das mãos. O modelo matemático atua em duas dimensões, com uma superfície ondulada passando por outra superfície ondulada e uma fina película de líquido entre as duas. As superfícies onduladas representam as mãos porque são ásperas em pequenas escalas espaciais. As partículas ficam presas nas superfícies ásperas da mão em “poças” potenciais. Em outras palavras, elas estão no fundo de um vale e, para que possam escapar, a energia do fluxo de água deve ser alta o suficiente para fazê-las subir e sair do vale. A força do líquido que flui depende da velocidade das mãos em movimento. Um fluxo mais forte remove as partículas com mais facilidade. “Basicamente, o fluxo informa sobre as forças nas partículas”, disse o autor Paul Hammond. “Então, você pode descobrir como as partículas se movem e descobrir se elas são removidas.” Ele compara o processo a esfregar uma mancha em uma camisa: quanto mais rápido o movimento, é mais provável que saia.

Casa

Práticas que devem ser evitadas durante a faxina Cada esponja em seu lugar: Para uma higienização eficiente, é necessária uma esponja específica para cada tipo de limpeza, isso por que separar uma esponja para cada atividade é essencial para evitar que as bactérias e vírus sejam transportados pela residência. Indica-se também que haja um modelo para cada tipo de louça. Vidros, inox e alumínios, por exemplo, “pedem” uma lavagem mais delicada. Já os demais utensílios podem ser higienizados com uma esponja multiúso. E lembre-se de avaliar o tempo de uso da esponja. O ideal é descartar após sete dias de uso, devido ao acúmulo de bactérias em sua superfície. Uma vassoura para cada ambiente: Outro item de limpeza que costuma ser utilizado em todos os cômodos, sem dúvidas, é a vassoura. Porém, essa prática não é recomendada. Pisos lisos ou ásperos, cerdas firmes ou macias, áreas internas ou externas, são alguns dos detalhes que merecem atenção na escolha do item e que fazem a diferença na

hora da limpeza. Torcer os panos? Não faça mais isso: além de evitar utilizar o mesmo pano em todos os ambientes, é preciso se atentar à forma de remover o excesso de água do pano, a fim de prolongar sua vida útil. Poucos sabem, mas ao torcer o pano com força, as fibras do tecido podem ser prejudicadas, fazendo com que não seja tão efetivo no próximo uso. A forma mais indicada de remoção da água é apertá-lo para tirar o excesso e estendê-lo para uma secagem natural. Não deixe as roupas no varal depois de secas: com a rotina apertada, esquecer as roupas penduradas no varal pode ser comum. Entretanto, este hábito que pode prejudicar a cor, maciez e durabilidade dos tecidos, pois o excesso de exposição solar pode deixar as peças exageradamente secas e difíceis de serem passadas. Além disso, o uso do prendedor por um longo período pode deixar as roupas marcadas.

Ao fazer uma bela faxina em casa, nada melhor do que realizar de forma correta e prestando atenção nos mínimos detalhes


ANO 13 - Nº 676 - AGOSTO DE 2021

5

Covid-19

Por que pessoas adoecem mesmo vacinadas? Pessoas vacinadas podem adoecer de covid-19. A dúvida surgiu após a morte de Tarcísio Meira, mesmo tendo tomado as duas doses da vacina

A

s vacinas são responsáveis por evitar de 4 a 5 milhões de mortes por ano, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Elas são uma das invenções mais importantes da saúde pública nos últimos séculos e nossa única proteção contra certas doenças. É assim com a covid-19: até agora, a ciência ainda não descobriu um tratamento específico e eficaz contra a infecção pelo vírus SARS-CoV-2. Por enquanto, nosso melhor recurso para combater a doença é a vacina. Mas os imunizantes contra a covid-19 – assim como qualquer vacina, contra qualquer doença – não são 100% eficazes. O sistema imunológico de algumas pessoas responde à imunização melhor do que o de outras. Fatores como idade, sedentarismo e comorbidades afetam a defesa do organismo, assim como isolamento social, uso de máscara e higiene das mãos, que reduzem a chance de uma pessoa ser infectada. Confira cinco questões para entender melhor a relação entre a eficácia das vacinas e os casos de covid-19 entre pessoas imunizadas.

Uma pessoa que tomou a segunda dose da vacina e seguiu o intervalo recomendado entre as duas doses, pode pegar covid-19? Sim. Uma pessoa com o esquema vacinal completo, ou seja, que tomou as duas doses conforme a recomendação do fabricante (com intervalo de 21 a 28 dias no caso da CoronaVac, vacina do Butantan e da biofarmacêutica chinesa Sinovac) ainda pode pegar covid-19 e transmiti-la a outras pessoas. A vacina protege da doença, não da infecção: na maioria dos casos, uma pessoa vacinada não vai ficar doente ou então vai desenvolver uma infecção assintomática ou leve. Por que tem gente morrendo de covid-19 mesmo estando vacinado? A vacinação é um ato coletivo, de saúde pública: quanto maior o número de pessoas imunizadas, menos o vírus circula e menos gente morre por causa da doença. Até chegarmos nesse patamar, a covid-19 continuará fazendo vítimas fatais – porém em pequeno número entre os vacinados. De acordo com um levantamento feito pela plataforma de monitoramento Info Tracker, desenvolvida por pes-

quisadores da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), apenas 3,68% do total de mortes por covid-19 entre fevereiro e julho deste ano aconteceram com pessoas imunizadas. Qualquer pessoa vacinada pode desenvolver um caso grave de covid-19? Sim, mas há fatores que aumentam o risco. A ciência sabe há muitos anos, por exemplo, que qualquer vacina gera uma resposta imune menor em pessoas mais idosas. Isso não quer dizer que os mais velhos não estejam protegidos contra a doença, mas sim, que o organismo responde menos a um antígeno novo – uma característica que não se relaciona à vacina, em si, mas aos processos naturais do sistema imunológico. Além disso, pesquisadores da USP descobriram que manter um estilo de vida fisicamente ativo

contribui para turbinar a resposta imune induzida pelas vacinas. Se uma pessoa imunizada pegar covid-19, significa que a vacina é ineficaz? Não. Todas as vacinas aprovadas para uso no Brasil são eficazes e funcionam. O estudo de eficiência Projeto S, por meio do qual o Butantan vacinou com CoronaVac a população adulta da cidade de Serrana, no interior paulista, constatou que a imunização causou uma redução de 80% no número de casos sintomáticos de covid-19, de 86% nas internações e de 95% nos óbitos. A pesquisa clínica também mostrou que a vacinação da população leva à imunização inclusive de quem não tomou a vacina, pois a pandemia foi controlada com 75% da população imunizada. Esse estudo é importante porque mostra a efetividade da vacina, ou seja, sua eficácia aplicada no mundo real. Vale notar que a vacina

não zerou as mortes por covid-19, mas reduziu drasticamente a ameaça representada pelo vírus. O que mais se pode fazer para se proteger da covid-19 mesmo vacinado? Enquanto o SARS-CoV-2 estiver presente nas nossas cidades, com novas variantes surgindo cada vez mais agressivas e transmissíveis, ele continuará sendo uma ameaça e causando óbitos. Esse é um indicador de que ainda estamos longe de vencer a pandemia, não porque as vacinas não funcionem, mas porque a circulação do vírus ainda é muito alta. Por isso, além de tomar as duas doses das vacinas respeitando o intervalo preconizado (em relação às vacinas com duas doses), é preciso continuar mantendo todas as recomendações sanitárias: manter o isolamento social, usar máscara e higienizar sempre as mãos com água e sabão ou álcool gel.

Estatística

Cerca de 19% dos brasileiros não têm acesso à internet Durante a pandemia, acesso à internet se expandiu no país; apesar disso, parcela considerável da população ainda está desconectada

O Brasil tem 152 milhões de usuários de internet, de acordo com a pesquisa TIC Domicílios 2020, realizada pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br) e divulgada nno dia 18 de agosto. O número corresponde a 81% da população brasileira com 10 anos ou mais. Apesar da grande parcela da população sem acesso à internet (19%), o número de usuários aumentou em relação à edição anterior da pesquisa. Em 2019, 74% dos brasileiros com mais de 10 anos usavam a internet. Durante a pandemia, a internet foi mais demandada em razão da migração de atividades essenciais para o ambiente digital. Os resultados mostram a resiliência da rede em um cenário de crise sanitária.

Na análise dos domicílios, 83% têm acesso à internet - em 2019, eram 71%. De acordo com o Cetic.br, essa foi a primeira vez que o levantamento identificou uma proporção maior de domicílios com acesso à rede do que indivíduos usuários. A maior alta registrada no que diz respeito aos usuários aconteceu na área rual. Em 2019, 53% tinham acesso à internet, número que saltou para 70% em 2020. Também cresceu o número de pessoas das classes C e D/E com acesso à internet. No caso da classe C, a taxa subiu de 80%, em 2019, para 91% em 2020. Já o acesso na classe D/E saltou de 50% para 64% no período. Apesar da alta, a conectividade segue bem abaixo da registrada nas classes A (100%) e B (99%).


HUMOR

6

ANO 13 - Nº 676 - AGOSTO DE 2021

NA EMPRESA

No meio de uma visita de rotina, o presidente da enorme empresa de empilhadeiras chega ao setor de produção e pergunta para o encarregado: - Quantos funcionários trabalham neste setor? Depois de pensar por alguns segundos e fazer uns cálculos, ele responde: - Mais ou menos a metade!

Roberto Carlos anuncia nova música feita durante a pandemia

CONFERÊNCIA

GÊMEOS - Semana de agilidade mental e resoluções positivas. Eles o encorajam a crescer e fazer coisas nesta jornada especialmente eficiente. Dia valente e com grande habilidade mental.

O

cantor Roberto Carlos, se prepara para voltar ao mercado da música com o novo single inédito e autoral, Bicho Solto. A canção, composta pelo artista durante a pandemia, deve ser lançada no segundo semestre de 2021 e comemora oito décadas do rei. Se for concretizado, o single quebrará o jejum desde o último lançamento do Rei, o

Nos tempos do Inperador – Globo – 17h30 Tonico se esforça, mas não consegue ser ouvido por Nélio e Eudoro, que deixam o celeiro. Thereza decide falar com o jornalista Nino. Pilar é expulsa das aulas do convento. Tonico consegue se soltar das amarras e se inscreve como candidato a deputado. Zayla arma para Pilar. Luísa visita escolas com Pedro e se encanta com o imperador. Pega Pega– Globo – 18h40 Prazeres desconfia de que Elza saiba a origem dos depósitos misteriosos na conta bancária delas. Douglas informa a Sandra Helena que ela tem uma herança para receber de Dona Marieta. Pedrinho volta para a casa de Nelito. Com a ajuda de Mathias, Bebeth tenta lembrar o que aconteceu no dia do acidente da mãe. Pedrinho diz a Nelito que pretende trabalhar. Império – Globo –21h Maria Ísis enfrenta Marta e afirma que José Alfredo está morto. Cristina convoca uma nova reunião na joalheria Império. José Alfredo avisa a Cristina que Josué irá à sua casa para recuperar o anel que Cora roubou. Robertão recebe uma proposta de trabalho para deixar o país. Cristina tem uma ideia para tentar salvar a Império, mas Maria Clara se recusa a ajudá-la.

ÁRIES - Estará um tanto passivo, com uma sensação de rotina ou quase tédio. Procure fazer algo que o tire da monótona e o coloque em condições de apreciar as coisas boas da vida. TOURO - É provável que pensamentos do passado cheguem a você e mudem seu humor. Sentimentos encontrados, mas a possibilidade de ignorar. Às vezes, nós mesmos geramos negatividade. Busque a alegria de viver dentro de você.

O sujeito chega vinte minutos atrasado a uma conferência e, ao entrar, a recepcionista o alerta: - Por favor, não faça barulho! - O quê? - espanta-se ele - Já tem gente dormindo?

RESUMO DAS NOVELAS

HORÓSCOPO

álbum Amor sin límite (2018), editado há três anos. Saindo ainda em 2021, a música chega a tempo de marcar os 80 anos de Roberto Carlos, celebrados em 19 de abril. O último lançamento do cantor e compositor capixaba foi o 33º álbum Amor Sin Límite, que surpreendeu os fãs com canções em espanhol em dezembro de 2018.

Novo filme de 007 é anunciado para setembro O novo filme da franquia 007, Sem Tempo para Morrer, ganhou data de lançamento. Apesar de boatos sobre um novo adiamento por conta da pandemia de coronavírus, a conta oficial de James Bond no Twitter (@007) afirmou que a estreia oficial está programada para o dia 28 de setembro em Londres, no Royal Albert Hall, e para o dia 30 nos cinemas do Reino Unido. Desde o início da pandemia, a produção já foi adiada três vezes. O evento de lançamento do filme celebrará a última vez em que Daniel Craig interpreta o agente secreto James Bond. Ele vive o personagem desde 007: Cassino Royale (2006). Estarão no tapete vermelho, além de Craig, os produtores Michael G. Wilson, Barbara Broccoli e o diretor Cary Joji Fukunaga. A trama tem início com o agente secreto aproveitando a aposentadoria na Jamaica. No entanto, seu descanso é interrompido quando precisa ir atrás de um cientista sequestrado. O filme também conta com Lea Seydoux, Ralph Fiennes, Ana de Armas e Rami Malek, além de ter uma música composta por Billie Eilish.

CÂNCER - Preste atenção às assinaturas ou coisas que são prometidas na área de atividades. Possibilidade de retrocesso em decisões que talvez tenham sido feitas sem pensar e que não ajudam. LEÃO - Bússola de espera com atrasos ou notícias que não chegam como o esperado. Deixe os tempos se acalmarem. Veracidade que é ouvida e verificada no nível familiar. VIRGEM - As finanças estariam se recuperando, trazendo a você uma nova onda de possibilidades. Tudo vem, sempre. O amor também pode envolver mudanças positivas que trarão alegria. LIBRA - Saúde com algum estresse para lidar. Tudo afeta tudo, somos uma unidade mente-corpo-alma. Tente não comentar as coisas deles com todos, nem todas as pessoas são aquelas em que você acredita. ESCORPIÃO - Possibilidades no plano afetivo. Atitudes por parte dos outros que podem ser confusas, bajuladores nem sempre são muito confiáveis. Notícias interessantes. SAGITÁRIO - As oportunidades de hoje estarão focadas em entrevistas de emprego. Busque maior segurança e simpatia. Converse com o seu, compartilhe, não faça reservas no seu modo de vida. CAPRICÓRNIO - É importante transmitir as coisas que aqueles de nós que amamos nos despertam. O amor é diário. As atividades serão desenvolvidas em bom ritmo, entrevistas, reuniões ou convênios. AQUÁRIO - Semana bastante bom para procedimentos, solicitações, requisitos ou respostas que são esperados no campo de atividades. Procure atender às necessidades de seus parceiros ou de suas famílias. PEIXES - Projetos com maior maturidade e expectativas concretas renascem. Existem algumas possibilidades no amor, com possibilidades de mudar a favor. Ilusões, anseios e sonhos que são compartilhados.


ANO 13 - Nº 676 - AGOSTO DE 2021

7

Moda

Conforto & versatilidade: tendências do pós-pandemia

Peças mais leves devem continuar sendo base dos looks. Cores, cortes diferentes e extravagâncias podem ser utilizadas

Roupas confortáveis viraram moda durante a pandemia e devem seguir com tudo

O

avanço da vacinação contra a covid-19 tem sido animador para todas as pessoas. Com a possibilidade de retorno de diversas atividades presenciais, começa-se a se perguntar o que será da moda pós-vacinação. São muitas as tendências do mundo fashion para depois que a pandemia estiver controlada. A ideia que se tem é que, com a “liberação” para sair na rua, as pessoas aproveitem para usar seus looks mais festivos para expressar a sensação de alívio deste momento. No entanto, existem diversas nuances que devem impactar esse tipo de tendência, já que, assim como outros setores, a pandemia mudou a maneira como as pessoas passaram a se relacionar com suas roupas. Apesar das saídas de casa terem sido reduzidas, houve um aumento no consumo de roupas. Ao contrário do que a maioria das pessoas acreditavam, as vendas on-line dos artigos de moda durante a pandemia só perderam para os eletrônicos, segundo uma pesquisa realizada no início da pandemia pela Social Miner que apontou que o acesso a sites de moda aumentaram mais de 95% com tendência de crescimento. Como as compras foram feitas quando uma certa tendência de moda já estava em alta, é possível que a moda não ofereça muitas surpresas. É muito provável que não haja grandes mudanças

Receita

Calda de morango Ingredientes

• 400 gramas de morango • 2 colheres (sopa) de açúcar • Suco de meio limão • 50 ml de água

os morangos estiverem desmanchando e a calda apresentar uma aparência mais espessa, desligar. Passar a calda pela peneira para um resultado mais uniforme (opcional).

Modo de Preparo

Notas

Lavar os morangos e cortar. Em uma panela, colocar os morangos, o açúcar, o suco do limão e a água. Mexer para misturar os ingredientes. Levar ao fogo baixo, mexendo constantemente. Quando

Se preferir uma calda com pedaços de morango, desligue o fogo antes dos morangos desmancharem. Não é necessário passar a calda pela peneira, mas para um resultado mais uniforme é indicado.

nas peças que estão em alta atualmente porque as pessoas vão querer estrear muitas peças que compraram durante o período de isolamento e que possuem essas referências. Primavera/Verão 2021 - O primeiro cronograma de vacinação tende a acabar em algumas regiões do Brasil durante a temporada de Primavera/ Verão 2021. As principais e mais cobiçadas grifes, que ditam o que vai ser tendência no período, já começaram a apresentar suas coleções em semanas de moda. O que está sendo fabricado atualmente no Hemisfério Norte é o que deve estampar as vitrines por aqui. São calças mais amplas e confortáveis, tops mais ajustados e elaborados com mangas amplas, bermudas e peças de alfaiataria. Tudo isso deve ser personificado com uma pegada romântica. Por isso, os vestidos com corte império e estética boho devem chamar atenção. Desde 2019 a WGSN, um dos maiores gabinetes de estilo do mundo, aponta para o crescimento da tendência de conforto “embaixo do teclado”, que remete ao trabalho remoto. Para dar um up no look, as peças confortáveis devem ganhar mais cores e detalhes. O comfy wear democratizou ainda mais as opções de vestimenta, principalmente para quem nunca se considerou muito fashionista. O estilo consiste no uso de calças com modelagens mais largas (estilo conhecido como oversized), sapatos sem salto e parte de cima mais elaboradas. Mangas

Jeans confortável e com lavagens mais discretas, recebem ainda mais destaque nas vitrines e no guarda-roupa

bufantes, transparências, golas laço e golas provincianas já eram uma tendência muito forte. Com a pandemia, isso só se intensificou. Os moletons também devem devem continuar sendo opção para looks despojados. O uso de sapatos como mocassim, oxford, mule, saltos mais baixos e rasteiras com amarração estrão em alta também. Cores em alta - Cores mais vivas e abertas para o vestuário. Uma tendência para a moda pós-vacina é o dopamine dressing, que têm como objetivo o uso de peças que deixam as pessoas mais felizes. As cores devem acrescentar leveza e descontração ao dia a dia. Isso também abre brechas para explorar a sensualidade no look. O cetim e a transparência têm sido a aposta da maioria das marcas para trazer um toque de sensualidade e glamour para os looks do dia a dia. Eles podem ser combinados com jeans, cores claras e sapatos sem salto, inclusive com tênis.


A pipoca perfeita Truques simples vão fazer toda a diferença na hora de estourar o milho na panela

D

eixe o milho de molho - Se você deixar o milho de molho numa tigela com água por dez minutinhos você hidrata todos os grãos. E é isso que faz com que eles estourem. Fazendo esse truquezinho você garante que não sobre nenhum grão perdido sem estourar na panela. Mas lembre-se de escorrer a água e secar os grãos depois da hidratação. Organize o milho na panela - Na hora de colocar o milho na panela, evite que fique grão em cima do outro. Organize os grãos no fundo da panela de uma forma que fiquem um do lado do outro. Desta forma, eles recebem o calor do fogão igualmente e estouram completamente. É melhor fazer outra rodada de pipoca quando esta acabar do que ficar um monte de milho na panela sem estourar. Fogo baixo - Sempre estoure a pipoca em fogo baixo. O milho demora mais para estourar, mas o óleo queima com facilidade. Se você usa o fogo alto, os milhos vão estourar depois que o óleo queimar e o gosto não vai ficar bom. Estoure só três grãos - Uma ótima dica para fazer pipoca é a regra dos três grãos. Deixe o óleo esquentar na panela e coloque três grãos de milho. Quando os três virarem pipoca, você os retira e só então coloca todos os outros milhos. Desta forma, eles começam a cozinhar

na temperatura ideal, garantindo que todos estourem uniformemente. Panelas fundas - Parece óbvio falar sobre panela funda quando falamos de pipoca, já que os milhos se transformam e ocupam mais lugar. No entanto, a panela funda também ajuda com a temperatura. Ela distribui o calor de forma uniforme, ajudando para que todos os milhos estourem. Vinagre na pipoca - Depois que a pipoca está pronta, a gente tempera como quiser. Com calda de chocolate, caramelo, sal, pimenta, manteiga. Regue as pipocas com um pouquinho de vinagre. Ele chupa a gordura do óleo e deixa o seu petisco mais sequinho e menos gorduroso. Manteiga derretida só para dar sabor - A verdade é que só o calor da panela já é suficiente para fazer os grãos estourarem. Nós usamos gordura para dar um temperinho a mais. Porém, nunca use manteiga ou margarina para estourar os grãos. Prefira óleo ou azeite. Manteiga e margarina possuem muita água e queimam antes do milho estourar. Se você quer uma pipoca amanteigada, coloque a manteiga derretida depois da pipoca pronta.

Verdura X legumes X hortaliças Verdura, legume e hortaliça não são a mesma coisa, . Existem algumas diferenças entre estes tipos de alimentos. Hortaliças – As hortaliças são uma categoria de vegetais que inclui as verduras e os legumes. Tratam-se de alimentos cultivados em hortas. Podem ser chamados de hortaliças, todos os alimentos produzidos para consumo familiar ou em larga escala. Os legumes e verduras são extremamente importantes para uma alimentação saudável. Eles são ricos em vitaminas e sais minerais. Além disso, apresentam poucas calorias e muita água. Estima-se que cerca de 90% das hortaliças sejam formados por água. Estes alimentos possuem vitamina C, vitamina do complexo B, potássio, cálcio, ferro e magnésio. Alguns exemplos de hortaliças

são: aspargos, tomates, couve-flor, brócolis, etc. Verduras – A palavra verdura representa um termo genérico para designar alimentos verdes, como folhas, entre elas coentro, alface, couve, etc. Também fazem parte deste grupo a acelga, o agrião, o almeirão, a chicória, a escarola, o espinafre, o repolho, a rúcula, a salsa, o salsão e muitos outros alimentos nutritivos. As verduras são muito utilizadas em saladas ou comidas refogadas. Legumes – Os legumes são da família das leguminosas. Tratam-se de alimentos salgados dos quais não comemos as folhas, mas sim os frutos, como o feijão, a ervilha, a vagem e as lentilhas. Outros frutos que fazem parte deste grupo são o pimentão, o pepino e o chuchu.

Profile for clicjm

Panorama 676  

Panorama 676  

Profile for clicjm
Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded