Page 1

WWW.JMIJUI.COM.BR

Ijuí, Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro de 2017

Ano 44 - Nº 110

R$ 3,00

Expo-Ijuí se prepara para receber recorde de público Com estrutura pronta e espaços de exposição comercializados, organização espera 200 mil pessoas no parque. | 3

ENERGIA PARA O FUTURO

Mortalidade infantil é preocupante em Ijuí Taxa volta crescer, depois de queda acentuada. Prematuridade é a principal causa de óbitos. | 9

Polícia Civil paralisa atividades no Estado

Defesa Civil alerta para novos temporais

Decisão afeta delegacias Risco se estende até a a partir de segunda. | 20 próxima terça-feira. | 4

Prefeito Valdir Heck, acompanhado do presidente da Ceriluz, Iloir de Pauli, sancionou projeto que desativa a Usina Velha e permite construção de nova usina | 3

Uso do celular em sala de aula divide opiniões Professores utilizam celular como ferramenta. Especialista alerta para riscos. | 10


RADAR INFLAÇÃO - A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou o mês de setembro com variação de 0,16%, abaixo dos 0,19% de agosto. Nos primeiros nove meses do ano, o índice acumula variação de 1,78%, bem abaixo dos 5,51% registrados em igual período de 2016. Esta é a menor taxa acumulada setembro desde 1998, quando registrou-se 1,42%. O IPCA, inflação oficial do país, foi divulgado nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O índice apresentou alta acumulada nos últimos 12 meses de 2,54%, resultado superior aos 2,46% registrados nos 12 meses anteriores. No entanto, o índice está bem abaixo da meta fixada pelo Banco Central, de 4,5%. Em setembro de 2016, o IPCA havia registrado variação de 0,08% no mês. FIM DE CICLO - A cultura do trigo está avançando rapidamente para o final do ciclo de produção. Os maiores percentuais entre os estágios fenológicos são os de final de floração e enchimento de grãos. As lavouras em maturação apresentam coloração amarela pouco intensa, com espigas pequenas e baixo potencial produtivo. As primeiras lavouras colhidas, menos de 3% do total plantado, apresentam produtividade abaixo do esperado. A maioria das regiões produtoras continua com a previsão de que muitos agricultores irão solicitar o seguro (Proagro). REDUÇÃO - O Operador Nacional do Sistema Elétrico (SIN) reduziu a previsão de consumo de energia no Sistema Interligado Nacional (SIN) ao longo do mês de outubro, para 65.718 MW médios, ante os 66.050 MW médios estimados inicialmente. O novo montante corresponde a uma alta de 2% em relação à carga registrada no mesmo mês do ano passado. A nova projeção considera volumes de carga mais baixos do que o inicialmente previsto para a semana passada e a próxima. Em relação às regiões, o ONS reduziu as estimativas para Sudeste, Sul e Norte, mas elevou o montante para o Nordeste. CONSULTA - O coordenador do movimento O Sul é o meu País, João Paulo Schuch, responsável por organizar um plebiscito sobre a separação dos três estados (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná) do Brasil confia no sucesso da consulta marcada para hoje. Cerca de 3 mil urnas serão espalhadas entre os três territórios e 1 mil ficarão em solo gaúcho. Ele disse acreditar que o plebiscito vai ter uma repercussão muito boa porque várias ações de divulgação foram feitas. O cenário político motiva novos adeptos o que possibilitará o andamento ao projeto. A consulta ocorrerá das 8h às 17h e em outros municípios o período de votação irá se estender até as 20h. REFORMA TRABALHISTA - Diante da avaliação de que os novos dispositivos da Reforma Trabalhista privilegiam o patronato em detrimento dos trabalhadores, a Central Única dos Trabalhadores (CUT) organiza uma coleta de assinaturas, com o intuito de protocolar um Projeto de Lei de iniciativa popular para pedir a anulação da reforma Trabalhista. A ideia dos sindicalistas é que se o movimento colher assinaturas suficientes, é possível criar uma tendência de reversão de muitos dos dispositivos desta que não é uma reforma, mas sim uma série de retrocessos.

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

2

OLHO DA RUA INDICADORES Poupança 6.10.2017 ........................0,5054% Ouro 6.10.2017....................... R$ 129,00 (gr) Dolar Comercial (compra) ............ R$ 3,1573 Dolar Comercial (venda) ............. R$ 3,1586 Dolar turismo (compra) ............... R$ 3,1400 Dolar turismo (venda) .................. R$ 3,3300 Euro (compra) .............................. R$ 3,7026 Euro (venda) ................................. R$ 3,7034 IPC/FIPE agosto/2017....................... +0,01% INPC Agosto/2017 .............................. -0,03% IGPM agosto/2017.............................. +0,1% IPCA Agosto /2017 ........................... +0,19% ICV Diese Jun/2017 ..............................0,78% TR 6 de outubro .................................. +0,0% SELIC 6/ setembro ............................ +8,25%

Está quase tudo pronto para mais uma edição da Expo-Ijuí/Fenadi, e para receber os visitantes, as equipes trabalham nos últimos ajustes. A programação inicia-se na próxima terça-feira, e a abertura oficial acontece na quarta, com a presença de autoridades locais e estaduais.

ENTRE ASPAS "Enquanto falta recursos para a Saúde, Segurança e Educação, não há como explicar à sociedade a destinação de quase R$ 2 bilhões para campanhas eleitorais." Senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS) "Enquanto falta recursos para a Saúde, Segurança e Educação, não há como explicar à sociedade a destinação de quase R$ 2 bilhões para campanhas eleitorais." Senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS) "Querem me chamar de prostituta, chamem, mas existe uma lei chamada Menino Bernardo, que vocês vão ter de aceitar. E essa lei é clara, não pode usar violência contra criança." Apresentadora de televisão, Xuxa Meneghel " O que soubemos é que existia um lobby da Caixa para restringir loterias estaduais. Consideramos um monopólio injusto. Por que os Estados não poderiam retomar para financiar projetos importantes? Depois, não ouvi mais nada sobre o assunto no Rio Grande do Sul." Deputado estadual, Frederico Antunes (PP-RS) "Os Municípios não têm como arcar com o alto valor de custeio das UPAs. Houveram decisões equivocadas de gestores federais e estaduais que permitiram a construção destas estruturas com baixa população. Ficamos com apenas 18% do bolo tributário e somos o ente que mais investe na saúde." Presidente da Famurs, Salmo Dias de Oliveira

LOTERIAS NÚMEROS EXTRA-OFICIAIS

1º 2º 3º 4º 5º

-

8.901 5.440 2.878 0.307 8.163

LOTOFÁCIL CONCURSO nº

1569

02 04 08 09 10 12 13 14 16 18 20 21 23 24 25 QUINA

CONCURSO nº

4500

07 23 36 66 69 PREVISÃO DO TEMPO Fonte: Climatempo

Getúlio


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

3

EXPO-IJUÍ/FENADI 2017

Feira se prepara para receber 200 mil pessoas

Com início das atividades no Parque na próxima terça-feira, a Expo-Ijuí/Fenadi 2017 aposta em um conjunto de pilares para quebrar recorde de público. Com atrações culturais diversificadas, oportunidades de negócios e melhorias na infraestrutura, a feira se prepara para ser uma das maiores dos últimos anos, projeta o presidente da Expo-Ijuí, Nilo Leal da Silva. "A feira tem uma amplitude muito grande, somos um evento que já ultrapassa as barreiras do Estado. Neste sentido, projetamos um total de, no mínimo, 180 mil pessoas, podendo chegar a 200 mil pessoas", projeta Nilo Leal. Para chegar a esses números, os ingressos têm valor reduzido: R$ 8 para um dia, e o ingresso permanente custa R$ 30. "Temos uma expectativa muito grande com relação ao que podemos classificar como uma das principais atrações da feira, que é a programação cultural. Serão apresentações artísticas das etnias, e de outros grupos, além dos shows e espaços de entretenimento", projeta o presidente da Expo-Ijuí.

Na área dos negócios, o setor agropecuário ganha destaque. Neste ano, pela primeira vez, a feira sedia dois dos maiores eventos sobre gado leiteiro do País, os circuitos nacionais das raças Jersey e Holandesa. "Além desse foco na cadeia produtiva do leite, o setor do agronegócio é muito diversificado, com exposição de produtos e eventos na área da produção de forrageiras, produtos veterinários, setor de insumos, além das máquinas e implementos agrícolas. É uma parte da feira que será muito interessante, e as expectativas são as melhores", afirma Nilo Leal, lembrando, ainda, a extensa programação de exposições, competições e o leilão envolvendo o cavalo crioulo. "Em 2017, pela primeira vez, a Expo-Ijuí também receberá atividades da raça quarto de milha", completa. Outra novidade do evento neste ano é a abertura de espaço para os chamados bancos de fomento, instituições ligadas aos poderes públicos e que servem como entidades financiadoras de projetos empresariais. "Teremos o

ACI encerra Ciclo de Palestras do centenário Um auditório praticamente lotado e um público entusiasmado que ao final do evento reconheceu, com o aplauso em pé, o conteúdo e a qualidade da palestra proferida. Assim foi o encerramento do Ciclo de Palestras da ACI, realizado nesta semana, que teve como palestrante o professor Martinho Luis Kelm, com o tema “Superando a crise”. Antes do início da palestra, o presidente da ACI, Nilo Leal, salientou a sua satisfação e avaliação positiva com o Ciclo de Palestras promovido no ano do centenário da instituição. Em seguida, o ex-reitor da Unijuí, Martinho Luis Kelm, iniciou sua palestra traçando um contexto de conceitos para a crise, a partir dos cenários econômico, político e de mercado. Trazendo uma gama de experiências e aprendizados, ele

conduziu o evento, mostrando ao público inúmeras situações e a forma de posicionamento de empresas e instituições diante de adversidades. “Não trago receitas. É preciso que cada um encontre a sua forma de se posicionar frente aos cenários que se apresentam. Passei aqui alguns aprendizados e que funcionaram naquela situação. Mas cada empresa precisa formar seu próprio modo de enfrentar os processos de crise que acontecem”, finalizou. Ao todo, durante os cinco encontros do Ciclo de Palestras, foram quase mil pessoas presentes e mais de duzentas empresas participantes. A ACI completa 100 anos no próximo dia 21 e em novembro uma revista será lançada dentro da programação especial do centenário da entidade.

Evento com auditório lotado marcou o fim do Ciclo de Palestras da entidade

BRDE e o Badesul, além dos bancos comerciais, como Banrisul, Banco do Brasil, Caixa e Sicredi, atuando no apoio do desenvolvimento das empresas. Todo este aporte de oportunidades ainda receberá o apoio do Sebrae, que promoverá rodadas de negócios entre os empresários e atuará na disseminação de conhecimentos técnicos a empresas, auxiliando na geração de emprego e renda", projeta Nilo Leal. Na lista de atrações, ainda estão a feira da agroindustria familiar, que espera receber milhares de visitantes, assim como a feira do artesanato. O comércio e os serviços também devem ocupar grande parte dos 550 espaços disponibilizados. "Todos os estandes estão comercializados, tanto nos espaços externos quanto internos. Também cedemos espaços a algumas entidades do município, para que possam promover seus trabalhos", projeta o presidente da Expo-Ijuí. Por fim, os visitantes que forem ao parque de exposições vão encontrar uma estrutura

No acesso pelos fundos do parque, estrutura facilita ingresso de máquinas

qualificada e funcional, segundo Nilo Leal da Silva. "A começar pelo trânsito, pensamos a chegada e saída ao parque de maneira a dar vazão e fluidez à circulação de veículos. Quando o visitante chegar no parque, instalamos pirâmides para proteger o público da chuva e do sol. Além disso, fizemos melhorias nos pavilhões, no Centro Administrativo, instala-

mos novas áreas de convivência, e construímos diversos sanitários e alojamentos para expositores. No portão de serviço, aos fundos do parque, uma verdadeira operação foi montada para abrir uma passagem maior para a entrada de grandes veículos e equipamentos. Em suma, expositores e visitantes contarão com excelente estrutura", resume.

Sancionada desativação da Usina Velha Em solenidade realizada na manhã de ontem, na prefeitura, o prefeito Valdir Heck assinou a sanção da Lei 6.569, que autoriza a desativação da geração de energia na Usina Velha, de propriedade do Departamento Municipal de Energia de Ijuí (Demei). Participaram do ato, realizado no gabinete do prefeito, o presidente da Ceriluz, Iloir de Pauli e conselheiros da cooperativa, secretários municipais, o diretor-presidente do Demei, Rubem Härter, além do presidente da Câmara de Vereadores, Marildo Kronbauer. A desativação da Usina Velha, em operação desde 1923, foi costurada em uma parceria com a Ceriluz, que construirá uma nova usina em um ponto mais abaixo do Rio Potiribú. Para a viabilidade do novo empreendimento, que gerará 7 vezes mais energia do que a Usina Velha, era necessário que a geração de energia da usina do Demei fosse suspensa. Como contrapartida, a Ceriluz entregará ao município a energia correspondente à capacidade máxima da usina desativada, garantirá o retorno do ICMS e ainda irá fornecer 50 mil metros cúbicos de pedra, resultantes do túnel a ser construído e que serão destinados para a ponta norte do Aeroporto Municipal de Ijuí, visando futura ampliação. A Usina Velha também seguirá sendo utilizada como ponto turístico, com parte da

infraestrutura sendo recuperada pela cooperativa. "Sancionamos aquilo que foi aprovado por unanimidade na Câmara, que é a desativação da usina. Tomamos a iniciativa de reunir diversas autoridades, por se tratar de um fato incomum, afinal de contas, a história da Usina Velha tem mais de 90 anos. Por isso, a Ceriluz assumiu o compromisso de recuperar dois prédios no local, e com o tempo vamos recuperar a casa de máquinas, transformando a Usina Velha em um local turístico", afirmou o prefeito. Não há prazo definido para a conclusão da Pequena Central Hidrelétrica (PCH) Centenário – Sede II, nome dado ao projeto. Enquanto a nova usina da Ceriluz não entrar em operação, a Usina Velha seguirá mantendo a geração de energia.

Valdir Heck


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

RISCO NO ESTADO

Defesa Civil alerta para ventos e forte chuva Nem uma semana se passou desde o último vendaval, e a Defesa Civil já emitiu um alerta para o risco de chuva forte no Rio Grande do Sul, com ventos que podem chegar a 90 km/h. Segundo o coordenador regional do órgão, major Paulo Kunkel, o alerta é válido até a terça-feira, mas há risco de intensidade neste sábado, com retorno na segundafeira. “Nós recebemos a informação do Sistema Nacional da Defesa Civil e, como não é possível determinar um local específico, o alerta acaba sendo regionalizado. Temos a previsão de ventos, entre 70 e 90 km/h, além de chuva intensa. O alerta nos preocupa porque estamos a menos de uma semana do último evento climático e muitas famílias ainda estão com a cobertura de suas residências fragilizada”, destaca o coordenador. De acordo com Kunkel, dos 60 municípios que estão sob res-

Municípios atingidos pelo temporal de domingo, como Ijuí, estão vulneráveis

ponsabilidade da Defesa Civil na região, 16 tiveram algum dano no último domingo e estão mais vulneráveis. “O aviso é para que as equipes da Defesa Civil não se surpreendam, caso tenhamos algum evento climático, e que estejam em prontidão para atender qualquer chamado.” Kunkel orienta que as pessoas fiquem num abrigo, e que não

tentem salvar bens materiais durante um vendaval, por exemplo. “Às vezes, as pessoas querem colocar uma lona, e até enfrentar o vento. Mas isso não deve acontecer. O bem material não deve se sobrepor à vida humana. Também é necessário ficar atento à eletricidade que, embora invisível, tem um risco maior do que imaginamos.”

4

Gestão de resíduos sólidos evolui sutilmente Em espaço temporal de dois anos, entre 2015 e 2017, a gestão municipal de resíduos sólidos apresentou avanços, mas pouco expressivos. Os dados advêm de pesquisa promovida pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), que abrangeu a maioria dos Municípios em todas as regiões do Brasil, a fim de alertar autoridades, parlamentares e gestores sobre a situação dos Municípios brasileiros em relação às obrigações da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Os resultados foram obtidos a partir das manifestações espontâneas dos 4.224 Municípios que participaram da consulta, o que corresponde a 75,6% das administrações municipais do país. De acordo com o diagnóstico resultante da pesquisa, a disposição inadequada de resíduos em lixões e aterros controlados reduziu de 50,6% em 2015 para 48% em 2017. No entanto, a quantidade de aterros sanitários também sofreu queda de 48,3% para 47,5% no mesmo período.

A compreensão da CNM sobre a redução é positiva: Municípios vêm buscando soluções coletivas para a gestão de resíduos, como aterros privados compartilhados e consórcios de resíduos sólidos regionalizados. A pesquisa também atestou avanço sutil quanto aos Planos Municipais de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PMGIRS), que totalizavam 36,3% em 2015 e, neste ano, subiu para 38,2%. Neste ponto, a Confederação destaca que, desde 2012, quando venceu o prazo para a execução dos planos, o governo federal não disponibiliza recursos para este fim, o que justifica o baixo crescimento do percentual dos Municípios com os planos de resíduos. No caso de Ijuí, o lixo orgânico é levado ao aterro sanitário de Giruá; a coleta seletiva abrange pouco mais de 6% do lixo produzido no Município; e o Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (Pgirs) foi apresentado no final do ano passado, em novembro.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

5

RENEGOCIAÇÃO

Para sanar dívidas, Cotrijui oferecerá bens O presidente liquidante da Cotrijuí, Eugênio Frizzo, voltou de Brasília nesta semana com indicativo de bons encaminhamentos, no sentido da equação do passivo da cooperativa junto ao governo federal. Em entrevista ao Grupo JM, Frizzo disse que manteve várias audiências, entre as quais no Ministério da Casa Civil, Organização das Cooperativas Brasileiras(OCB) e gabinetes dos deputados federais Darcísio Perondi (PMDB) e Jerônimo Goergem (PP). Esteve em discussão nos encontros o enquadramento da Cotrijui na medida provisória que prevê a renegociação de dívidas das cooperativas. A legislação aprovada tem um ritual, que segundo Frizzo alguns itens não podem ser atendidos pela Cotrijui. “Nós não conseguimos atender o requisito da primeira parcela da dívida que tem que ser paga à vista. Temos muita dificuldade de cumprir a exigência e estamos tratando uma alternativa para isso”, disse. Uma

das proposições que a direção da cooperativa está analisando é a disponibilização de bens ao governo federal, além das ações de reestruturação que já estão sendo procedidas como forma de viabilizar financeira e operacionalmente a organização. De acordo com o presidente liquidante, a Cotrijui tem cerca de 200 bens e não precisa mais do que 30 destes para continuar exercendo suas atividades como organização cooperativa. “São mais de 150 bens que podemos disponibilizar na negociação com os credores para pagar dívidas sem atrapalhar em nada a finalidade da Cotrijui. De certa forma esta foi uma poupança feita ao longo de anos que agora pode ser utilizada sendo uma alternativa interessante para a empresa”, analisou Frizzo. A legislação aprovada no Congresso Nacional prevê uma série de requisitos para o enquadramento da Cotrijui que busca renegociar seu passivo próximo a R$ 1 bilhão. “É uma lei que

tem uma série de regras que precisam ser cumpridas, e nosso papel é colocar a real situação da cooperativa na tentativa de enquadramento em uma forma viável de pagamento”, disse Eugênio Frizzo. O presidente liquidante lembrou que como cooperativa, a Cotrijui não pode perder a oportunidade de dialogar com o governo procurando dar encaminhamento aos pleitos da organização. A expectativa, disse o presidente, é saber como o governo irá acolher essa proposta que reúne patrimônio para fazer frente às exigências previstas na Medida Provisória(MP) aprovada nesta semana. Eugênio Frizzo analisou como positivas todas as audiências que cumprem etapas do projeto que busca uma solução para o passivo da cooperativa, e consequentemente, à retomada do crescimento econômico social da Cotrijuí. O presidente salienta que se percebe uma retomada dos negócios, uma vez que a coope-

Em uma das audiências, Eugênio Frizzo (centro) se reuniu com Jerônimo Goergem

rativa tem em suas atividades um grande potencial com geração de renda e emprego através da produção de alimentos por parte dos associados, peças fundamentais no processo. “Agora vamos nos preparar para entrar no processo

de enquadramento da Medida Provisória e precisamos nos ater à legislação, não há outra saída. Temos prazo até o final deste mês para apresentar a proposta ao governo federal e vamos fazer isto”, concluiu.


Jornal da Manhã

OPINIÃO

Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

ENTREVISTA

DISPUTA NA REDE

O

presidente Michel Temer anunciou que vetará a emenda aprovada pelo Congresso que obrigaria sites a suspender, sem decisão judicial, a publicação de conteúdo denunciado como "discurso de ódio, disseminação de informações falsas ou ofensa em desfavor de partido ou candidato". O trecho da censura está na parte da reforma política que trata de propaganda eleitoral na internet por candidatos ou partidos. O mais curioso é que o próprio relator do texto da emenda, deputado Áureo (SD-RJ), sugeriu o veto ao dispositivo. Justificando a medida, o parlamentar alegou que queria coibir apenas os perfis falsos na internet. A proposta teve imensa repercussão negativa, e foi vista por analistas políticos e juristas como potencial ponto de um excesso de judicialização da propaganda na internet. Isso porque a emenda à reforma autorizava que a denúncia de conteúdo fosse feita por qualquer usuário É importante que de internet ou rede tenhamos ferramensocial em canais distas para evitar os ponibilizados pelo ataques pessoais na provedor para esse internet, bem como fim. O problema é a veiculação de noque qualquer tipo tícias falsas. de conteúdo, mesmo sem referências claras a candidatos, poderia ser alvo de denúncia, já que esta escolha ficaria a cargo do denunciante. O mais grave nisso tudo é que o texto ainda protegia denunciantes e denunciados, estabelecendo que a suspensão deveria ocorrer "até que o provedor certifique-se da identificação pessoal do usuário que a publicou, sem fornecimento de qualquer dado do denunciado ao denunciante, salvo por ordem judicial". As dificuldades estruturais de tal medida, tendo em vista os milhões de usuários da rede, iriam impossibilitar a checagem rápida das denúncias, colocando em risco a atividade de campanha, configurando cerceamento deste direito. A questão exemplifica a relevância da forte polarização do debate político e ideológico na internet, principalmente através das redes sociais. Com a popularização das ferramentas online, criou-se um ambiente fértil para agressões verbais e discursos de ódio - muitas vezes praticados por pessoas protegidas pelo anonimato da internet. O maior problema é a incidência das chamadas fake news, notícias com aparência verdadeira mas que trazem informações falsas, geralmente atacando pessoas e, principalmente, partidos políticos. Na eleição americana do ano passado, as fake news foram a tônica do processo, inundando as redes sociais com informações falsas e campanhas difamatórias que, segundo especialistas, podem ter decidido as eleições em muitos locais dos Estados Unidos. É importante que tenhamos ferramentas para evitar os ataques pessoais na internet, bem como a veiculação de notícias falsas. No entanto, a disputa política e ideológica não deve ser mediada pela censura, criando novos problemas em um processo eleitoral já muito conturbado.

Jornal da Manhã GRÁFICA E EDITORAJORNALÍSTICA SENTINELA LTDA. CNPJ: 87.657.854/0001-23

Fundado em 1º de Maio de 1973

6

O governo Yeda Crusius teve como objetivo principal o déficit zero. O governador José Ivo Sartori (PMDB) também faz uma administração focada na austeridade fiscal. É possível comparar as duas gestões? Muitas vezes, as pessoas fazem comparação desse governo com o que participei lá atrás, que conseguiu implantar um ajuste que resultou no déficit zero. Mas o tamanho do rombo que o governador Sartori enfrentou na largada do seu mandato foi bem maior do que o da Yeda, principalmente por causa dos aumentos salariais concedidos no governo Tarso (Genro, PT, 2011-2014). Feita essa observação, acredito que o governo Sartori já poderia ter iniciado uma estratégia com medidas mais fortes, mais ousadas, mais definidas desde o início. Ele optou por fazer isso no final do segundo ano de gestão, quando enviou à Assembleia Legislativa um conjunto maior de medidas, como a Lei de Responsabilidade Fiscal estadual, a Previdência complementar, entre outras. Talvez tenha demorado por causa de uma avaliação política. Na sua opinião o déficit previdenciário está no centro do problema fiscal no Rio Grande do Sul? Nosso principal problema fiscal é a Previdência. Mas vamos supor que o País encaminhe uma reforma da Previdência. Essa reforma não vai resolver o problema do Rio Grande do Sul no primeiro ano, nem no segundo, nem no terceiro. Vai sinalizar que a nossa trajetória, que é de piora constante, em algum momento no futuro, vai melhorar. Mas o Estado vai continuar tendo déficit significativo, além de precisar dramaticamente de investimentos mínimos nas áreas de saúde, educação, segurança. Precisamos resolver a Previdência para não termos deterioração no futuro. Mas vamos continuar tendo que resolver um problema fiscal emergencial. Só que, além disso, precisamos encontrar um eixo mais estratégico para o desenvolvimento do Estado. E esse eixo tem que levar em conta dois fenômenos importantes: a geografia e a demografia do Rio Grande do Sul. Qual seria o melhor "eixo de desenvolvimento" para o Estado? O Rio Grande do Sul precisa melhorar rapidamente a qualidade do seu capital humano, atrair capital de boa qualidade e ter polos de geração de produtos e serviços com valor agregado mais alto. E, por consequência, exportá-los para outras regiões. Isso envolve as universidades, o Estado, a sociedade... Por isso, creio que a prioridade é melhorar drasticamente a qualidade do ensino público. Vamos ter uma população jovem cada vez menor, em termos proporcionais. Então essa população em quantidade menor vai ter que estar melhor instruída para gerar mais riquezas para a sociedade. De qualquer forma, esse eixo de desenvolvimento exige uma capacidade de articulação entre o Estado e a sociedade, que talvez seja justamente o que perdemos nas últimas décadas. Essa falta de consenso mínimo levou não só à deterioração fiscal, mas também à perda de dinamismo econômico frente a outros estados, como São Paulo, Santa Catarina, Espírito Santo e Minas Gerais. A polarização política prejudica o consenso em torno de um projeto de longo prazo? Sim. Precisamos ter a capacidade de reconhecer que as elites pensantes gaúchas - empresariado, sindicatos, universidades... - falharam na formação de um consenso mínimo em torno de uma visão estratégica para o Estado. Nos digladiamos tentando identificar de quem é a culpa pelos problemas, apresentando soluções específicas que não atingem os seus interesses. A questão fiscal é um exemplo clássico: os sindicalistas dizem que é preciso reduzir ou

Diretor: Edmundo H. Pochmann Editora: Jocelaine Simão redacao@jornaldamanhaijui.com

Rua Albino Brendler, 122 Centro - 98700-000 IJUÍ/RS Cx. Postal 518 - (55)3331-0300

Jornal da Manhã: (55) 3331-0300 atendimento@jornaldamanhaijui.com Rádio JM: (55) 3331-0301 radio@jornaldamanhaijui.com Representantes Comerciais: Grupo de Diários

www.clicjm.com

Aod Cunha (PSDB) Ex-secretário da Fazenda do governo Yeda Crusius (PSDB, 2007-2010) eliminar os incentivos fiscais (ao setor privado); a classe empresarial diz que é preciso retirar direitos e enfrentar o excesso de gastos na máquina pública. Na verdade, acho que vamos ter que fazer cortes nas duas áreas ao realizar o ajuste fiscal. Mas, acima de tudo, precisamos formar consensos mínimos e executá-los. Para isso, é necessária uma diminuição dos radicalismos e da polarização política na sociedade. Apesar da exacerbação recente de posições radicais no Brasil, ainda creio que a posição dominante na sociedade - mesmo que silenciosa - está mais ao centro. O governador vem promovendo uma série de medidas para o ajuste fiscal com bastante esforço, mas também precisamos ter um olhar mais amplo para o desenvolvimento. No ano que vem há eleições. O PSDB cogita lançar candidato próprio. Consegue apontar algum nome no partido capaz de produzir esse 'consenso mínimo'? No PSDB, temos muitos quadros bons. Olho para o Eduardo Leite e vejo um político jovem, que foi extremamente bem-sucedido em Pelotas, que teve a capacidade de inovar, que fez sua sucessora (Paula Mascarenhas, PSDB) sem ir à reeleição, que foi para Nova Iorque e para São Paulo estudar para se qualificar como gestor. Apesar de muito jovem, vejo nele uma liderança na qual devemos investir. Vamos precisar de um líder que, depois de ganhar a próxima eleição, tenha capacidade de formar consensos mínimos e executá-los. Não adianta mais formarmos apoios políticos, na sociedade ou na Assembleia, para atravessar o mandato sem maiores problemas. Enxerga outros possíveis candidatos com essas características? Tem muita gente nova na política, o que é bom. O Mateus Bandeira, que trabalhou comigo na Secretaria da Fazenda, deve concorrer pelo Partido Novo. Considero ele uma cabeça bastante privilegiada, sujeito inteligente, com capacidade de gestão. Tem um desafio enorme do ponto de vista político, fazendo esse movimento em um partido nascente e pequeno. Até mesmo um nome como o do Jairo Jorge (possível candidato ao governo do Estado pelo PDT) é bem-vindo ao quadro eleitoral. Ele representa uma esquerda mais aberta ao diálogo e à aceitação de um Estado mais moderno e eficiente.

Impressão em Off-Set Rotativa Cia de Arte CNPJ 92.107.978/0001-75 Rua Albino Brendler, 146 - IJUÍ/RS (55) 3331-0318 | 3331-0320 (após às 18h)

ciadearte@jornaldamanhaijui.com

ASSINATuRAS E CIRCuLAÇÃO: (55) 3331-0315 | 3331-0317 3331-0321 Semestral: R$ 200,00 Anual: R$ 400,00 Correio: R$ 400,00 (semestral); R$ 800,00 (anual)


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

ENEM

Alunos estão na reta final de preparação A pouco menos de um mês da realização do Enem que acontece em 5 e 12 de novembro, os alunos estão concentrados para revisão dos conteúdos antes da prova. Segundo o professor Escobar Nogueira, da Doctor Pré-Vestibular, trata-se de um momento muito importante, já que o Enem é o portão de acesso às universidades do País inteiro, inclusive em universidades particulares. "Houve uma mudança recente que a prova que era realizada em apenas um dia, neste ano será realizada em dois finais de semana, o que alivia o cansaço, mas o que mais dificulta a vida dos alunos nessa prova é o número de questões que ele precisa resolver em determinado tempo. Se você fizer um cálculo, o aluno tem aproximadamente três minutos para resolver uma questão", afirma Nogueira destacando que é importante que os alunos desenvolvam a habilidade de ler rapidamente, interpretar e responder. Segundo o professor, a interpretação é um dos principais focos. "O aluno geralmente fica entre duas, das cinco alternativas, por isso a importância de que os alunos façam os simulados para se adaptar com esse tipo de prova".

O alerta, segundo o professor, é uma maior concentração nos enunciados. "A prova tem um método de correção que é diferente das provas de vestibulares convencionais que é a chamada teoria de resposta ao item", disse destacando que nesse método, se o aluno acertar questões mais difíceis e errar outras mais simples, isso altera a nota final. Segundo o professor, a principal dica é responder primeiro as questões mais fáceis, sem textos, sem gráficos e sem figura. "Depois o aluno parte para as questões com figura, depois as com gráfico e depois para questão com texto". Para se preparar, o aluno deve manter a tranquilidade e estudar a partir de outras provas do Enem no site do Inep e revisar esses assuntos. Com o objetivo de auxiliar na preparação para a prova, a Unijuí e a Doctor Pré-Vestibular promovem o Aulão para o Enem no dia 28 de outubro, nos Campi Ijuí e Santa Rosa. As inscrições para o intensivo são gratuitas e podem ser feitas pelo Portal da Unijuí, porém as vagas são limitadas. A atividade tem início às 9h em ambos os campi e acontece durante o dia todo.

Dicas 1- Esqueça os conteúdos mais difíceis 2- Cuide do emocional 3- Faça simulados 4- Pelo menos duas redações por semana 5- Foque nos temas que mais caem Matemática: razão, regra de três, porcentagem e juros e probabilidade; Linguagens: modernismo e um pouco de romantismo (em literatura), e figuras de linguagens (em português); História: Era Vargas, Ditadura e movimentos sociais; Geografia: cidadania, poder, urbanização, agricultura e os problemas ambientais; Física: ondas, energia, consumo sustentável, cinemática; Química: nomenclatura de hidrocarboneto e funções orgânicas, cálculo estequiométrico; Biologia: cadeia alimentar, ecossistema brasileiro (manguezal, caatinga, cerrado), poluição de água e solo, fisiologia humana (vacina e soro), genética e reprodução, e biotecnologia.

Cpers realiza Caravana da Greve em Ijuí Ijuí sediou ontem a Caravana da Greve do Cpers Sindicato. Segundo a diretora do 31º Núcleo do Cpers, Terezinha Mello, o dia foi de intensa mobilização com o propósito de reforçar o movimento. “A greve começou forte, mas teve uma decaída nos últimos dias, então queremos conversar com nossos professores para unir a categoria”. A caravana contou com os representantes da Central Sindical de Porto Alegre, Antonia Fátima Gobo e Mauro João Calhari. Mauro Calhari destacou que ambas as ações ganhas na Justiça reforçam o movimento de greve. “Uma das grandes dificuldades que vínhamos enfrentando nos últimos tempos justamente era com relação aos contratados, porque essa juventude entende que por ser contratado juridicamente, eles não têm tanto resguardo como nós efetivos do Magistério, mas entendemos que eles têm juridicamente seus direitos porque é a categoria mais precarizada do Sindicato”, disse destacando que os direitos são os mesmos. “Ao ganhar na Justiça essa liminar, nós reafirmamos aquilo que já

Vice-coordenadora de Educação, Ana Maria Zasso Spencer recebeu o Cpers

vínhamos dizendo”, disse sobre a ação ganha pelo Cpers de que o governo não poderá demitir servidores de contrato temporário que fizeram greve. Sobre o movimento, Mauro enfatiza que é hora de mobilizar as categorias. "Estamos há três anos sem nenhuma reposição salarial, nem da inflação. Nesse governo não se falou até hoje do nosso piso, estamos há três anos enfrentando um governo que só diz que não tem dinheiro, que vendeu essa imagem para a sociedade e isso não é uma verdade. Mauro explica que a defasa-

gem do salário já acumula perdas de mais de 80%. “Somente de inflação são perdas de 23% e agora só estamos pedindo para receber em dia. Na última audiência com o governo, questionamos por que o governo não negocia com os fornecedores ao invés de ser sempre os professores?”, disse. Ontem pela manhã, a diretora confirmou que quatro grupos visitaram as escolas, e à tarde foi realizada uma reunião com os diretores de escola e depois os professores realizaram uma plenária. A caravana foi encerrada com ato público na Praça da República.

7

Entidades debatem impactos da reforma A Confederação Nacional Dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino (Contee) realizou, na última semana, a 19ª edição de seu Conselho Sindical (Consind) com a participação de 300 delegados representando 63 sindicatos, sete federações representativas de trabalhadores da educação de todo o País. O Sindicato dos Professores de Ijuí (Sinpro-Noroeste) esteve representado no evento pelo coordenador-geral, Valdir Kinn, e pela diretora Vera Daltrozzo. Nos últimos meses, as entidades têm suscitado discussões a respeito dos impactos da reforma Trabalhista, principalmente no âmbito da educação. “Dentro disso, a tônica de uma das mesas de debate foi a organização do movimento sindical, e sua atuação frente a essas reformas. E o que se sabe é que os sindicatos terão uma importância muito grande, pois um dos pontos centrais da reforma é a prevalência do negociado sobre o legislado. Isso nos obriga a reforçar as instituições, para construir convenções e acordos coletivos de trabalho que garantam os atuais direitos, mas que também evitem a retirada de direitos”, resume o coordenador-geral do Sinpro. Frente a esse cenário, Kinn avalia que, com a crise econômica e a consequente redução da empregabilidade, o patronato busca reduzir custos ao extremo,

o que significa reduzir direitos trabalhistas. Um conceito ainda incompreendido pela grande massa de trabalhadores, segundo o coordenador, é o dispositivo do trabalho intermitente. A regra permite o contrato sem carga horária específica a ser cumprida, permitindo que o trabalhador seja convocado a qualquer momento pelo empregador, para trabalhar um número limitado de horas. Consequentemente, a remuneração será proporcional, o que pode representar diminuição de renda e maior dificuldade para aposentadorias. "Além disso, o trabalho intermitente é uma lógica absurda, que escraviza o trabalhador à medida que ele fica à disposição do capital, sem ser remunerado por isso. É um subtrabalho, um subemprego”, define Kinn.

Valdir Kinn

Professores têm curso sobre projetos lúdicos Professores das escolas públicas estaduais e municipais de Ijuí, de Senador Salgado Filho, Tupanciretã participaram de um Curso de Aperfeiçoamento em Projetos Lúdicos na Educação Infantil e nos Anos Iniciais, organizado e realizado pelo Grupo Criançar de Santa Maria. Os encontros aconteceram aos sábados, nos meses de junho, julho, agosto e setembro, na Escola Estadual Osvaldo Aranha e foram coordenados pela professora doutora Waleria Fortes, da

UFSM. Segundo a vice-diretora da escola, Meraci Claudieli de Miranda Morais, o objetivo do curso foi o aperfeiçoamento das práticas dos educadores nas escolas e também o compartilhar dos projetos realizados por eles. "Todos os professores dos Anos Iniciais da Escola Estadual Osvaldo Aranha participaram do curso de aperfeiçoamento, buscando agregar novos conhecimentos e aperfeiçoar suas práticas em sala de aula", destacou.

Professores participaram de curso para aperfeiçoar práticas pedagógicas lúdicas


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

SAÚDE NO VERMELHO

Simers acusa governo de maquiar as contas Depois de Associação dos Médicos do RS (Amrigs) repudiar a atitude do governo do Estado, em que avisou aos hospitais filantrópicos e Municípios que só pagará ações judiciais na área da saúde depois de quitar a folha de pagamentos dos servidores, o Sindicato dos Médicos do RS (Simers) se manifestou na manhã de ontem. Em entrevista ao Grupo JM, o presidente Paulo de Argollo Mendes disse que com este anúncio, o governo do Estado demonstra que não prioriza a Saúde dos gaúchos. “O governo faz uma maquiagem em sua contabilidade, porque a lei manda que aplique 12% de sua arrecadação na Saúde, mas não faz. O governador descumpre a lei e destina menos de 9%. Para fazer isso, faz uma maquiagem, coloca na verba da Saúde coisas que a própria lei proíbe, por exemplo, coloca como se fosse investimento do SUS o dinheiro que aplica no Hospital da Brigada, que não tem o princípio do SUS que é universalidade, ou seja, qualquer de seus serviços deve estar aberto a todos os cidadãos, e o Hospital da Brigada não está”, revela o presidente, acrescentando que até mesmo o salário pago aos aposentados da Secretaria

Estadual de Saúde (SES) foram colocados pelo Estado como investimento na área. Para Mendes, o procedimento adotado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) prejudica a população gaúcha. "Estive pessoalmente conversando com o presidente do TCE e fiz um apelo para que eles cumpram com seu dever moral de reprovar as contas do governador, para que chegue na Assembleia Legislativa não uma recomendação de que aprove, porque se torna muito fácil para os deputados", enfatiza. A realidade dos hospitais gaúchos hoje é de atraso nos repasses. No entanto, com a defasagem da Tabela SUS, mesmo se o dinheiro chegue em dia, as instituições enfrentam sérias dificuldades. "Para continuar funcionando apelam para a prefeitura, que por sua vez já está estrangulada, porque a municipalização foi um grande engodo, foi na verdade, passar para a prefeitura encargos e despesas sem passar as receitas, que continuam nas mãos da União", lembra Mendes. "Então, as prefeituras já estão colocando mais do que a lei manda. Assim, temos de um lado as prefeituras sobrecarregadas e de outro o governo do Estado desviando

Paulo de Argollo Mendes

dinheiro para aplicar onde não deveria." O resultado dessa escassez, e dessa crise cada vez pior, segundo Mendes, serão mais pacientes em salas de espera, mortes e fechamento de hospitais. "Somente em Porto Alegre temos 90 mil pessoas esperando por uma cirurgia com especialista. Estamos decretando a falência do Sistema de Saúde e entregando as pessoas à sua própria sorte", finaliza Mendes.

8

Fibromialgia provoca alterações no humor A fibromialgia é uma doença crônica, portanto não tem cura, que causa dor em praticamente todas as partes do corpo, e normalmente provoca alterações de humor e de sono. Por se tratar de uma síndrome, o diagnóstico é clínico. "Na maioria dos casos, o paciente é portador de alguma outra doença crônica, seja reumatológica, ou mesmo um câncer. Normalmente passa por algum sofrimento ao longo da vida, algum trauma de infância", explica a reumatologista Mariele Zardin Moraes. O sintoma mais comum é a dor intensa, persistente, que afeta desde os membros inferiores e superiores até dor de cabeça. "Hoje em dia sabemos que se trata de uma doença que tem uma associação genética, normalmente ocorre em famílias. Pode ter algum estresse emocional associado como gatilho, ou até mesmo uma infecção mais intensa que pode desencadear o início da doença", enumera. As mulheres são mais afetadas que os homens, e não há uma idade específica para o surgimento da doença, podendo aparecer na infância ou em qualquer faixa etária. "É mais comum em mulheres entre 30 e 50 anos", pondera Mariele. Entre os fatores de risco, especialistas acreditam que pacientes com doenças psiquiátricas têm mais propensão a desenvolver a

Mariele Zardin Moraes

fibromialgia. "Porque a alteração do humor, a tristeza, causa uma sensibilização à dor, então a pessoa sente a dor com mais facilidade em relação a quem não tem doença psiquiátrica associada", compara. O paciente normalmente sofre tanto pela dor, em função da doença, quanto pela falta de compreensão dos familiares. "É uma pessoa que constantemente se queixa de dor, dorme mal, fica mais irritado, acaba descontando nas pessoas que convivem com ele e, muitas vezes, os familiares não são preparados, não têm paciência, e interesse até em ajudar, e isso acaba contribuindo com a piora dos sintomas",

Idosos são orientados sobre cultivos

Construção de hortas envolveu o Grupo de Saúde do Posto Central da SMS

O cultivo de hortas de temperos é uma opção fácil e saudável, que pode ser adotada em casas ou apartamentos. O Grupo de Saúde da Unidade do Posto Central da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou atividade na última terçafeira, na 1ª Igreja Batista de Ijuí. Como parte das ações do projeto Cultivo de Temperos

e Produção de Condimentos, desenvolvido pela pasta, a nutricionista Ivanice Rocha, participou do encontro, orientando os participantes. Ela falou da importância do cultivo de tempero verde e condimentos em casas e apartamentos, enfatizando os benefícios de uma alimentação saudável para prevenção de doenças ou

de complicações decorrentes das deficiências nutricionais de algumas vitaminas e sais minerais. "Os participantes se envolveram com entusiasmo nas atividades, onde tiveram a oportunidade de preparar temperos ou condimentos para seu próprio consumo, através da plantação de mudas e troca de experiência”, comenta Ivanice.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

MORTALIDADE INFANTIL

9

Alto índice preocupa gestores da Saúde

O coeficiente de mortalidade infantil é considerado um indicador de qualidade de vida da população. Durante apresentação do relatório de gestão quadrimestral, na última semana, os gestores municipais de Saúde (SMS) demonstraram preocupação com a taxa de mortalidade infantil no Município – crianças menores de um ano de idade-, que vem oscilando na última década. Em 2007, Ijuí registrou 16 óbitos, experimentando queda constante até chegar a quatro mortes em 2011. De 2012 a 2015, a média de mortalidade infantil foi de 13 crianças. No ano passado, o índice deu um salto para 18 óbitos. Para este ano, a SMS trabalha com uma taxa de 16 óbitos, no entanto, do início do ano até a manhã de ontem já foram registrados 13 óbitos. As informações foram passadas à reportagem pela enfermeira Ana Maria Dalla Nora e pela nutricionista Cristina Hartmann, da Vigilância Epidemiológica de Ijuí. O serviço detém os dados de todo o município, seja na rede pública ou privada. Dos 13 óbitos registrados até o momento, a maioria dos bebês tinha menos de 30 dias - seis com menos de sete dias e quatro com idade entre 8 e 28 dias. Um dado que chama atenção é que 70% das mães que perderam seus bebês iniciaram o pré-natal no primeiro trimestre de gestação, período preconizado como ideal pelo Ministério da Saúde e 23% delas são adolescentes, ou seja, tem entre 10

Cristina Hartmann e Ana Maria Dalla Nora falaram sobre os dados no Município

e 19 anos. No ano passado, quando ocorreram 18 óbitos infantis, as malformações congênitas (39%) e a prematuridade (39%) representam a principal causa. Neste ano, ocorreu uma mudança. A principal causa dos óbitos, até o momento, é a prematuridade (42%), seguida de malformações (31%). Em torno de 27% dos bebês tiveram outras causas como fator predominante. “No caso da prematuridade, são gestantes que ganharam seus bebês com menos de 37 semanas”, explica Ana Maria, acrescentando que o serviço tem como base a Lista Brasileira de Definição de Causas, editada pelo Ministério da Saúde. “Não há faixa etária específica, nem uma região específica, há óbitos em todos os bairros, de todas as classes sociais. Esse indicador também tem dados

da rede privada, tanto de pré-natal quanto de partos.” Todos os óbitos infantis, fetais e maternos são investigados pela equipe de Vigilância Epidemiológica por meio de visita domiciliar, busca ativa em prontuários na rede pública ambulatorial e rede hospitalar para análise posterior pelo Comitê Municipal de Prevenção ao Óbito Materno, Infantil e Fetal. “O Estado sempre busca dois dígitos, menos do que 10, de coeficiente. Em alguns anos conseguimos, e por isso nossa preocupação”, acrescenta Cristina. Em função dos dados de anos anteriores, a gestão da SMS trabalha com uma estimativa máxima de 16 óbitos por mil nascidos vivos para 2017. “Então há uma preocupação, porque aumentou no ano passado, neste ano está numa crescente”, finaliza Ana Maria.

Município retoma grupo de gestantes Dentro das ações que visam a redução da mortalidade infantil, o Município retomou os encontros de gestantes dentro do programa Mãe Gestante: nova vida, mais saúde. A segunda edição inicia-se no dia 25 deste mês, e a expectativa é de reunir 30 mulheres. Os encontros acontecem uma vez por semana, sempre nas quartasfeiras, a partir das 14h, no auditório da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). "Mudamos o horário dos encontros para facilitar o acesso da população dos bairros", comenta a enfermeira da Saúde da Mulher da SMS, Maria Celina Freitas. Para participar, a gestante deve procurar a unidade de saúde de sua referência e preencher a ficha de inscrição. Vários temas são abordados dentro do projeto, que tem por objetivo preparar a mãe, e os familiares, para a chegada da nova vida. Os encontros iniciam-se com o acolhimento das mulheres. São trabalhados autoestima, o compartilhamento de emoções,

Realizar o pré-Natal e atualizar a caderneta de vacinas ajuda a proteger os bebês

de estar grávida, a importância do aleitamento materno, a troca de experiência, o parto, importância d o p r é - n a t a l . Ta m b é m é apresentada a experiência de pais de bebês prematuros. "Esse tema é importante porque a Unijuí Saúde tem o projeto Prematuros, e trabalha com os pais os cuidados com os recém-

nascidos", acrescenta. "Também abordamos os cuidados com o bebê, orientamos sobre banho, vacinas, troca de fraldas." No penúltmo encontro é realizada visita à maternidade. "Momento importante, porque deixa a gestante tranquila, diminuindo a ansiedade pela hora do parto", afirma a enfermeira.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

10

ACESSO À TECNOLOGIA

Professores utilizam celular como ferramenta de ensino

Embora estejam amparados pela Lei nº 12.884, de janeiro de 2008, que proíbe a utilização de celulares dentro de salas de aula no Rio Grande do Sul, os professores já não podem ignorar a presença dos aparelhos. Conforme avalia a diretora do Instituto Municipal de Ensino Assis Brasil (Imeab), Miriam Beck, é impossível fugir do fato de que os smartphones, hoje, se aproximam dos computadores, com acesso a uma infinidade de informações e redes sociais. “É importante termos essa ferramenta como uso pedagógico em sala de aula. Dentro das regras de convivência da escola, estabelecemos que sem orientação do professor, o uso é proibido. O aluno não pode acompanhar as explicações e estar conectado ao Facebook ou ao WhatsApp, por exemplo. Mas não podemos negar a importância do celular”, explica a diretora. De acordo com Miriam, há momentos específicos, dentro do planejamento dos professores, em que o celular é utilizado como instrumento pedagógico. “Hoje, ao invés de nos deslocarmos para o laboratório de informática ou para a biblioteca, conseguimos fazer a pesquisa em sala de aula. Além disso, há professores que mantêm grupos no WhatsApp com os alunos”, destacou a diretora. A utilização incorreta do celular é um

Professores estão amparados por lei estadual, mas acabam utilizando o celular em sala de aula

risco que os professores correm, segundo Miriam. “O estudante tem acesso a informações boas e ruins, e por isso a orientação precisa ser contínua. Não só por parte dos professores, mas também da família”, avalia. Quem dá o aval para a utilização, com a compra do aparelho, é a família, como

observa a diretora. “Os pais precisam estar atentos e trabalhar os riscos que se corre. Hoje eu entro no Facebook e tenho acesso a dois mil amigos. Mas quem são essas pessoas? A criança, o jovem, sabe quem são eles? Acredito que se perde muito a privacidade se não houver um controle.”

Uso do celular deve ser supervisionado Como lembra a psicóloga Melissa Caroline Hermann Dias, as crianças já nascem imersas no mundo digital. Selfies começam ainda na sala do parto e o objeto transicional (aquele do apego na infância, o que a criança não ficava sem) passa a ser substituído: o ursinho dá lugar ao smartphone. “As crianças e adolescentes estão em processo e constituição, tanto física quanto psíquica. E a questão que fica é: serão eles capazes de filtrar essa quantidade de informação e entretenimento? Neste sentido, é necessário encontrar um meio-termo”, destaca a profissional. Na avaliação de Melissa, passar horas em frente ao celular não é produtivo. Contudo, existem ferramentas na internet que, se bem utilizadas, podem ser fontes de conhecimento. E cabe aos responsáveis supervisionar o uso, adequando à faixa etária. “Especialistas afirmam que a idade recomendada para começar a fazer uso do celular é entre 9 e 10 anos, porém, com supervisão. É preciso estar atento aos conteúdos acessados, pois a exposição não mediada pode trazer riscos, visto que a criança ainda não tem discernimento dos perigos que pode enfrentar.” A chamada superexposição a celulares e à internet deve ser observada. Melissa lembra que a criança precisa brincar, pois é dessa forma que ela elabora e ressignifica, ou melhor, dá novo sentido às situações da vida e desenvolve sua criatividade e inteligência. “Os adolescentes precisam fazer

atividades em grupos de sua faixa etária. Para desenvolver sua identidade, ele precisa estar entre seus pares. A superexposição acaba por isolar a criança e o adolescente, podendo acarretar impacto negativo, tanto no aspecto da aprendizagem quanto no seu desenvolvimento pessoal e social.” Na escola, a profissional destaca que os professores podem contribuir oferecendo um espaço de diálogo e alertando sobre os riscos que podem ser vivenciados no espaço virtual. Também é interessante, segundo Melissa, orientar e apresentar aos alunos o uso da internet como uma ferramenta de aprendizado, visto que há materiais e jogos que podem servir para essa finalidade. “Quanto aos pais, eles têm o dever de proteger seus filhos e, por isso, precisam ficar atentos ao uso que eles fazem da internet. E estipular horários é uma ferramenta interessante. Um dos maiores riscos se encontra no uso de redes sociais por crianças e adolescentes. Diante disso, é importante que o responsável autorize a inserção nestes ambientes quando perceber que seu filho tem maturidade suficiente. Não significando, claro, o descarte definitivo de sua supervisão.” Outro ponto observado pela psicóloga é que a utilização excessiva do celular pelos responsáveis pode influenciar no comportamento da criança ou jovem. “Os pais são referências para as crianças. Elas irão se constituir a partir do modelo que

Melissa Caroline Hermann Dias

é apresentado. Assim, se os pais utilizam excessivamente a internet, os filhos tendem a desenvolver comportamento similar.” Isso pode, na avaliação da profissional, distanciar pais e filhos, pois eles acabam por priorizar as relações virtuais, deixando em segundo plano os familiares, que são fundamentais para constituição de um sujeito saudável.

Nilton Kasctin dos Santos Promotor de Justiça

Ciência, agrotóxicos e transgênicos A ciência só pode ser reconhecida como tal quando é posta à prova de forma permanente. E só pode ser confiável quando manejada por pesquisadores isentos. Não é o que ocorre em relação aos agrotóxicos e transgênicos no Brasil. Quem realiza pesquisas antes da autorização de registro de venenos ou sementes são as próprias empresas que comercializam esses insumos, ou então outras empresas por elas contratadas. Sempre sob o manto de leis feitas por um Parlamento cuja esmagadora maioria está afinada com os interesses econômicos do agronegócio. Onde está a isenção? Qual a confiabilidade de pesquisas viciadas até ao pescoço por um interesse econômico colonialista? Ciência que prioriza a produção em detrimento da saúde e do meio ambiente. Que se vale do discurso político - e não científico – para justificar o uso de moléculas altamente perigosas, inclusive daquelas proibidas em outros países. Sobre os transgênicos, transcrevo matéria veiculada na Rede Brasil Atual: “De braços dados com o poder econômico, a ciência convencional virou as costas para os interesses da sociedade. Os cientistas, que deveriam colocar a serviço do bem público todo o conhecimento construído principalmente nos laboratórios de universidades mantidas com dinheiro do contribuinte, são intransigentes na defesa dos interesses das grandes corporações... A Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) tem por tradição aprovar todos os pedidos que chegam ao órgão, inclusive aqueles que o próprio dono do projeto nem chega a implementar depois, porque conhecem os problemas que passaram pelo crivo dos cientistas. No caso brasileiro, a ciência convencional tem sido pródiga em argumentos como a preocupação com a gravidade da situação, como quando os cientistas da CTNBio aprovaram um mosquito transgênico que supostamente reduziria a população do Aedes aegypti, mas que está sendo questionado até no Reino Unido. Ou quando, convictos da segurança e efetividade dessas biotecnologias pouco estudadas, ignoram pareceres contrários, relevam pesquisas incompletas, com falhas metodológicas, e dão seu aval sem sequer levantar questionamentos. As dúvidas, digase, são responsáveis pelo desenvolvimento da ciência. E não as certezas e convicções. Esse perfil de cientista totalmente alinhado com interesses privados tem feito estragos também na Bolívia. Assim como no Brasil, os transgênicos são aprovados com base em pesquisas insuficientes, conforme constatou a pesquisadora Georgina Catacora. Da análise de 1.200 artigos na literatura científica, ela chegou a conclusões preocupantes. Do total de estudos, 19% sequer se referem ao tipo de cultivo em que a tecnologia será utilizada; 21% não indicam a característica que foi modificada na planta em processo de aprovação; 31% não esclarecem em que país foram feitos os testes; e 10% não mencionam o grupo populacional que participou das pesquisas. Esses estudos, mesmo com falhas metodológicas, concluem que os transgênicos não causam impactos. Muitos deles não apresentam nem o método de comparação utilizado. Há uma manipulação metodológica, o que faz com que cheguem à conclusão que os transgênicos não causam problemas. Como afirmar se sequer são feitos estudos comparativos com sistemas de produção orgânica ou agroecológica?”. Essa é a ciência que está por trás dos agrotóxicos e transgênicos. Sem confiabilidade. Fajuta.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

IBGE

Censo Agro tem segunda semana de atividades

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) iniciou, nesta semana, a coleta de dados do Censo Agropecuário na região de abrangência da agência de Ijuí. Ao todo, 39 recenseadores devem realizar visita às propriedades de mais de 20 municípios da região, explica o coordenador do Censo Agropecuário, Valério Neumann. Ainda segundo ele, praticamente todos os recenseadores já foram a campo. "Esse trabalho começa de forma lenta e paulatina, de maneira que possamos acompanhar o trabalho de cada recenseador. No início da próxima semana estaremos trabalhando já com toda a equipe", projeta Neumann. Ao menos 34 trabalhadores já estão a campo. No caso de Ijuí, cinco setores já receberam visitas em áreas diversas, como as localidades de Colônia Santo Antônio, Barreiro e Alto da União. Os recenseadores ainda deverão trabalhar pelas próximas duas semanas nestes distritos, já que há um número grande de questionários a serem preenchidos nas propriedades rurais. "Separamos as cidades por setores, e alguns distritos representam mais de um setor. Por exemplo, no distrito de Santana

11

Ministro do Trabalho estará em Santo Ângelo

O Sindicato do Comércio Varejista da região das Missões (Sindilojas Missões) promove neste sábado evento com a participação do ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, que estará em Santo Ângelo hoje. Nogueira vai proferir palestra sobre a reforma Trabalhista, e a agenda foi o resultado da articulação do Sindilojas Missões com a assessoria pessoal do ministro. Com uma agenda apertada frente às inúmeras palestras sobre o tema, Nogueira chega nas Missões na tarde deste sábado, cumpre agenda com empresários, e será recepcionado pelo presidente do Sindilojas Missões, Gilberto Aiolfi, pela coordenadora da Comissão de Marketing, Eventos e Promoções, Loiva Kaiser, e por demais autoridades da região,

seguindo posteriormente ao local da palestra, que inicia-se às 16h30. Antes, Nogueira atende a imprensa em entrevista coletiva. O evento, promovido pelo sindicato lojista, terá o apoio da Faculdade Cenecista de Santo Ângelo (Iesa), e será realizada no salão azul da instituição, sem custo algum para a comunidade local e regional. Acadêmicos dos cursos de áreas afins, tanto do CNEC quanto de outras instituições universitárias poderão solicitar certificado de participação na palestra, pagando apenas o custo do material, que é de R$ 5,00. Para isso basta inscrever-se no local do evento, munido de documentos pessoais. Mais informações podem ser obtidas no Sindilojas Missões pelo telefone 3312-2116.

Trabalho de recenseamento nas propriedades rurais começou nesta semana

temos três setores de trabalhos, então os recenseadores vão ter que vencer essa demanda, o que deve levar algumas semanas", explica o coordenador do Censo Agropecuário na região. Parte importante do processo é o recebimento dos recenseadores por parte dos produtores rurais, e as respostas corretas ao questionário. Conforme o coordenador, o processo tem ocorrido de maneira fluída. "No geral, as pessoas têm recebido muito bem os recenseadores,

e a maioria já tem conhecimento desta operação censitária, então não temos registrado problemas. A maior dificuldade ainda é a questão da informação acerca dos questionamentos, ou seja, a resposta das perguntas. O produtor, muitas vezes, não tem algumas informações de modo organizado, não possui os números dos investimentos, das aquisições ou comercializações. Leva um tempo, muitas vezes, até o produtor correr atrás destes dados", aponta Neumann.

Ronaldo Nogueira deve esmiuçar pontos obscuros da reforma Trabalhista

Assistência Social Receita cria central para Famurs quer otimizar O presidente da Famurs, Sal- de Oliveira, “a reconstituição empreenda todos os esforços para mo de Oliveira, se reuniu do orçamento deve ser de forma a ampliação e a continuidade do analisar isenções no RS nestaDiassemana com o ministro do célere, a não implicar no fecha- programa Bolsa Família, sem

A partir da próxima segundafeira, a Receita Estadual adota uma nova sistemática para análise dos pedidos de isenção de impostos como ICMS e IPVA para taxistas e pessoas com deficiência. Entra em funcionamento a Central de Exonerações, reunindo um grupo de auditores fiscais que ficará responsável por avaliar processos de veículos do todo o Estado. A medida tem por finalidade oferecer maior efetividade, racionalização do trabalho e melhorias na gestão dos recursos humanos. Para o cidadão não muda nada. Nesse primeiro momento, os documentos dos contribuintes seguem sendo recebidos normalmente para inclusão em processo eletrônico nas diversas unidades de atendimento da Receita Estadual. As respostas aos pedidos de exoneração serão encaminhadas por e-mail assinado digitalmente. Todas as orientações e a respectiva legislação que regula os pedidos

de exonerações de ICMS e IPVA estão no site da Receita Estadual. Os requerimentos de redução da alíquota de IPVA para locadoras igualmente serão canalizados para a Central de Exonerações, substituindo a sistemática atual onde os pedidos eram analisados por auditores conforme o local do protocolo. A criação da Central vai ao encontro de diversas ações que vêm sendo implementadas para obter ganhos de eficiência, especialização e padronização dos serviços. Sob coordenação do auditor fiscal Edson André Moura, a nova estrutura é vinculada ao Núcleo de Atendimento Virtual (NAVi), que esclarece dúvidas dos contribuintes de maneira virtual desde março de 2017. “Com essas modernizações, liberamos mais força de trabalho para atuar diretamente no combate à sonegação e na cobrança dos devedores”, destaca Luis Fernando Flores Crivelaro, subsecretário adjunto da Receita Estadual.

Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, em Brasília. Na pauta do encontro esteve o orçamento federal para a Assistência Social em 2018, com recursos que devem chegar aos municípios. Durante o encontro, o presidente da Famurs solicitou que seja mantido para o orçamento do próximo ano o montante aprovado pela Resolução CNAS nº 12, de 19 de julho de 2017, no valor superior a R$ 59 Bilhões. Segundo explicou Salmo Dias, os recursos são importantes porque, do montante total, em torno de R$ 3 bilhões de reais correspondem aos pisos de proteção, estruturação da rede, ações complementares e apoio à gestão da assistência social. "Estes recursos significam a continuidade da oferta dos serviços socioassistenciais, e da Proteção Social Básica e Especial nos municípios brasileiros e nas entidades socioassistenciais", definiu o presidente da Famurs. Ainda conforme Salmo Dias

mento desses serviços e, consequentemente, no não atendimento da população que necessita da assistência social”, concluiu. Entre outras reivindicações apresentadas ao ministro estão pedidos para que o cofinanciamento se efetive de forma regular e automática, que o ministério

contingenciamento ou prejuízos de qualquer natureza e que se mantenha a vinculação do Benefício de Prestação Continuada (BPC) ao salário mínimo vigente. Osmar Terra disse que os pedidos são viáveis, mas que muitas realizações dependem da situação das contas do governo federal.

Salmo Dias de Oliveira e Osmar Terra debateram pautas da Assistência Social


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

POLÍCIA RODOVIÁRIA

Expo-Ijuí contará com reforço policial

10ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal contará com reforço policial visando a diminuição do número de delitos

Alteração no tráfego, testes de alcoolemia, intensificação nas fiscalizações e um número maior de efetivo policial. Estas ações fazem parte do cronograma da 10ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante a ExpoIjuí/Fenadi. Para isso, policiais rodoviários das delegacias de Sarandi e de Passo Fundo vão reforçar o policiamento. “O evento tradicional que ocorre anualmente terá uma atenção especial de vários órgãos de segurança. Como de costume, a PRF vai se fazer presente, visando uma melhor fluidez no trânsito tanto para os que vão visitar a feira quanto para os condutores que

transitam pelas rodovias”, destaca o inspetor-chefe da 10ª Delegacia da PRF, Vilmar Keske. De acordo com o informado à reportagem do Grupo JM, o tráfego dos veículos será alterado em frente ao Parque de Exposições Vanderlei Burmann: uma das faixas da BR-285 será obstruída, visando que todos os veículos façam o contorno na alça de acesso ao parque, de modo a facilitar o ingresso dos automóveis que vão visitar a feira. Com base na programação da feira, o policiamento será reforçado. “Nos dias de show, por exemplo, a PRF vai atuar de forma mais contundente. Nosso intuito é que as normas gerais de circulação

e conduta sejam cumpridas por todos. A PRF não se opõe de forma alguma aos visitantes da feira, mas este prestígio tem que ser de forma responsável quando se trata de trânsito”, destacou Keske. Os testes de alcoolemia também serão feitos recorrentemente. A indicação por parte da Delegacia é que cidadão que ingerir álcool, use meios alternativos de acesso ao parque. “Sabemos que, além do comércio, a feira tem um forte viés gastronômico. Neste sentido indicamos que quando feito o uso de bebidas alcoólicas, o indivíduo use ônibus ou táxis, sempre observando a segurança de todos”, finalizou o inspetor.

12

Aipan promoverá ações durante a Expo-Ijuí Entre as atrações permanentes da Expo-Ijuí/Fenadi, que acontece entre os dias 10 e 22 de outubro, no Parque de Exposições Wanderley Burmann, está o Espaço Pedagógico de Educação Ambiental da Associação Ijuiense de Proteção ao Ambiente Natural – Aipan. Presidente da entidade, a professora Francesca Ferreira lembrou que há dez anos a Aipan ocupa um espaço na feira, que inicialmente se constituía em um horto, junto com a Emater. Há alguns anos, a entidade acabou assumindo o local, transformando-o num espaço ecopedagógico. “O nosso objetivo é mostrar alternativas para a nossa alimentação, bem como trabalhar nossas relações com o meio ambiente, não só no sentido da preservação, mas de recuperar aquilo que foi destruído”, explicou a presidente. Francesca destaca que no espaço estarão expostos trabalhos desenvolvidos ao longo de todo o ano, a exemplo das hortas urbanas e do tratamento de resíduos sólidos, através da compostagem ou vermicompostagem. “Temos trabalhos com lixo seco, reciclá-

vel, através do reaproveitamento de materiais”, reforçou a professora, lembrando que há muitos anos também é mantido um horto com plantas aromáticas, condimentares e medicinais. Há novidades, também, relacionadas às Pancs – Plantas Alimentícias Não Convencionais. “Nos dias 14 e 19 de outubro, teremos também a oficina de bonsai, a cargo do professor Claudio Rogério Trindade. O evento acontecerá às 14h”, completa Francesca. Outra atração está agendada para o dia 21 de outubro, às 9h, na Casa do Produtor: trata-se do seminário “Agroecologia: uma transição possível”. A Aipan também está ligada ao trabalho que é desenvolvido no GT Macrorregional sobre Agrotóxicos, e que será mostrado durante a feira. “O espaço da Aipan foi totalmente remodelado, a partir de um projeto inscrito no edital do Fundo Municipal do Meio Ambiente. Está bonito, alternativo e atrativo ao público”, lembra a presidente. A Aipan estará localizada em frente ao pavilhão 5.

Bosque Saci Pererê é atração no Parque

Bosque abriga diversas espécies e recebeu o plantio de novas mudas no Parque

Tem início na próxima terça-feira, mais uma edição da Expo-Ijuí/Fenadi. Com variada programação a feira também proporciona atividades fixas, dentre elas aquelas que envolvem o meio-ambiente. O Parque de Exposições Wanderley Burmann dispõe de extensa área verde, em diversos espaços. Um deles é o Bosque Saci Pererê, que recém recebeu o plantio de novas mudas e abriga diferentes tipos de espécies. Trilhas ecológicas orientadas fazem parte da programação do local.

Atividades desenvolvidas no espaço Aipan fazem parte da programação da feira


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

STATUS SANITÁRIO

Estado ampliará defesa nas áreas animal e vegetal

O governo do Estado se prepara para convocar mais 30 médicos veterinários e 10 agrônomos do último concurso para atuarem na Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi). A decisão foi tomada nesta semana durante reunião do secretário Ernani Polo, com o chefe da Casa Civil Fábio Branco, o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Gabriel Souza, e a equipe da Secretaria da Agricultura. A maioria dos novos servidores será alocada em municípios da Fronteira, para fortalecer o serviço de defesa nessas áreas e melhorar a infraestrutura de pessoal nesses locais. Os novos servidores também entram para atender necessidades pontuais na área de inspeção, até que o novo modelo de inspeção de produtos de origem animal, aprovado pela Assembleia Legislativa em agosto, seja implantado no Rio

Grande do Sul. Para o deputado Souza, este é mais um passo na busca pelo fortalecimento da defesa sanitária animal e vegetal no Estado. "Estamos aprimorando este serviço e melhorando a estrutura para enrijecer o controle da qualidade dos produtos de origem animal gaúchos", ressaltou. Fábio Branco complementa que este "é um novo conceito de estruturação. Com isso desejamos ampliar o sistema de defesa, valorizando ainda mais os produtos de origem animal. A finalidade é fortalecer o serviço de defesa com intenção de evoluir no status sanitário, dentro do planejamento que estamos fazendo de implantação de metas até o final de 2018 dentro do Plano Nacional de Erradicação da Febre Aftosa, para que possamos evoluir. Elaboramos isso junto com o governo, que foi sensível nesse desafio de encontrar a evolução do status sanitário do Rio

Ernani Pollo

Grande do Sul, que representa a prospecção de novos mercados para o setor de proteína animal do Estado", detalhou o secretário Ernani Polo.

13

Inspetoria muda forma de fiscalizar ingresso em feiras Supervisores regionais de agricultura estarão reunidos na próxima semana em reunião convocada pela Secretaria Estadual de agricultura. O encontro acontece nos dias 9, 10 e 11 de outubro com extensa pauta inerente às ações que vêm sendo adotadas pelo Estado, no sentido de discutir a antecipação da retirada da vacina contra a febre aftosa, de 2021 para, possivelmente, 2019. O médico veterinário Emílio Stumm, que supervisiona 29 municípios na região de Ijuí, disse que este será um dos principais temas do encontro, que ainda terá o anúncio do chamamento de mais 30 médicos veterinários por concurso público para suprir vagas existentes em vários municípios gaúchos. Em entrevista ao Grupo JM, Stumm disse que a orientação dos profissionais é que não necessariamente há a necessidade de exigir quando da realização de feiras à disposição do rodolúvio e pedilúvio com solução de iodo para o trânsito dos veículos que transportam

os animais e também o pisoteio dos próprios animais a serem expostos nos eventos. “Esta já é uma atitude de um Estado que quer retirar a vacina contra a febre aftosa e nós temos que acreditar que o vírus já não circula mais e com trabalho comprometido e conjunto com os produtores teremos num futuro próximo o status de zona livre sem vacinação”, disse. O supervisor regional disse que na feira de agropecuária da ExpoIjuí/Fenadi este procedimento já será adotado, com toda uma logística de recepção dos animais a partir da comprovação de sanidade através de exames obrigatórios que serão exigidos quando do ingresso do contingente no parque de exposições. “A dinâmica da supervisão regional de agricultura está montada e com apoio do sindicato rural estaremos fazendo as vistorias a partir dos documentos que o produtor ou criador já sabe que precisa apresentar para que os animais tenham acesso à feira”, concluiu.


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

ELEIÇÕES 2018

"PDT vai voltar a governar o Estado", diz Pompeo de Mattos O presidente do PDT-RS, deputado Pompeo de Mattos falou, em entrevista ao Grupo JM, sobre a pré-convenção do PDT que definiu por aclamação a pré-candidatura de Jairo Jorge ao governo do Estado no próximo ano. De acordo com ele, o PDT foi o primeiro partido do Estado a realizar a pré-convenção, que segundo Pompeo contou com a presença do ex-governador Alceu Collares, do pré-candidato à presidência, Ciro Gomes, e do presidente nacional da sigla, Carlos Lupi. “Antes de definirmos o nosso candidato ao governo do Estado, percorremos o Rio Grande do Sul e realizamos mais de 40 reuniões reunindo mais de 4 mil trabalhistas, e com base nas discussões e nos debates, e foi escolhido por unanimidade o nome de Jairo Jorge”, explica Pompeo de Mattos. Ele adianta que agora o próximo passo é buscar alianças com os partidos. “Estamos a um ano das eleições, e agora iniciamos um processo de diálogo com os

demais partidos, buscando coligações, e formulando propostas, e com isso formar um projeto para que o PDT volte a governar o Rio Grande do Sul, sendo que o último governador da sigla foi o Alceu Collares. Temos saudades das obras que o PDT executou naquele período”, ressalta o deputado. A partir da confirmação do nome de Jairo Jorge, segundo o deputado Pompeo de Mattos, será feito uma rodada de visita aos partidos que convidará para compor "uma grande aliança de centro-esquerda", com destaque ao PSB, PCdoB, PR, PRB, SD e PPS. "Vamos buscar diálogo com todos os partidos. Aqueles que têm candidatos, vamos respeitar, caso do PMDB, PSDB, Novo, PT. Os demais vamos procurar”. Ele afirma que o PDT irá montar um projeto consistente. “Queremos voltar ao governo do Estado, se queres estabelecer uma boa relação com outros partidos, primeiro arruma a tua casa e foi isso que fizemos. O PDT ao longo dos anos sempre

Ana Amélia vota contra projeto do Fundo A senadora Ana Amélia (PPRS) foi contra o projeto de lei (PLC 110/2017) que regulamenta o uso do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, aprovado pelo Senado nesta quinta-feira (5). O valor é estimado em R$ 1,7 bilhão. A votação foi simbólica, ou seja, sem registro nominal dos senadores. No entanto, os parlamentares contrários puderam se manifestar contra erguendo a

mão quando o presidente da Casa anunciou a votação. Ana Amélia esteve entre os que rejeitaram a matéria. A senadora gaúcha também formalizou seu voto contra a Mesa, encaminhando documento por escrito. "Enquanto faltam recursos para a saúde, segurança e educação, não há como explicar à sociedade a destinação de quase R$ 2 bilhões para campanhas eleitorais", comentou.

Zilá quer ampliar ações a portadores de deficiência Com o objetivo de ampliar a área do atendimento preferencial às pessoas portadoras de deficiência, bem como oferecer gratuidade aos acompanhantes de pacientes que necessitam de cadeiras de roda em eventos, a deputada Zilá Breitenbach (PSDB) apresentou o PL 150 2017. Para tanto, a proposição altera a Lei n.º 13.320, de 21 de dezembro de 2009, que consolida a legislação relativa à pessoa com deficiência no Rio Grande do Sul. O PL quer, ainda, acrescentar um novo inciso – o V, para que cinemas, teatros, “shopping centers”, escolas, hotéis, estações

rodoviárias e ferroviárias, estádios e aeroportos - também sejam incluídos nas áreas de preferência de atendimento. Por considerar que muitos cadeirantes deixam de ir aos eventos se não contarem com o amparo do acompanhante, a proposta parlamentar quer, inspirada em iniciativas de outros Estados e municípios, assegurar gratuidade ao ingresso da pessoa que acompanha o cadeirante em eventos culturais, artísticos e desportivos, salvo quando a organização do evento dispuser de profissionais para esta finalidade.

teve divergências, ao ponto que nos só chegamos ao governo do Estado com o Collares, e depois disso nós patinamos muito por falta de definição interna. Em 1994 não tinha ninguém, foi o Sereno Chaise, tipo 'não tem tu vai tu mesmo', em 1998 buscamos a Emília em outro partido em cima da hora e não deu certo, depois veio o Fortunatti, voltou o Collares, eu mesmo já fui candidato a vice-governador e também o Viera da Cunha, e nenhuma dessas opções deu certo. Agora estamos cumprindo um ritual por causa da experiência, e vendo onde erramos e onde acertamos, e corrigindo os erros, para assim avançar no processo eleitoral interno”, ressalta Mattos, frisando que “o PDT está de cara limpa, está com um perspectiva boa, o PDT está fora desta corrupção”. O lançamento oficial das campanhas de Jairo Jorge e Ciro Gomes será em maio do próximo ano, dentro do prazo legal. Até lá, o PDT pretende ter visitado os 497 municípios gaúchos - o saldo atual de visitas é de 253 cidades.

Pompeo de Mattos

Para janeiro de 2018, segundo o presidente nacional do PDT Carlos Lupi, será feita uma grande pré-convenção nacional, como a realizada na capital gaúcha, para consolidar a pré-candidatura de Ciro.

Perdas com a Lei Kandir serão tema de audiência O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Edegar Pretto (PT) e o vice-presidente, deputado Frederico Antunes (PP) acertaram detalhes a respeito da Audiência Pública proposta pelo senador Lasier Martis junto a Comissão Mista do Congresso que Analisa as Perdas da Lei Kandir e que será realizada no Plenarinho do Parlamento gaúcho no dia 16 de outubro, a partir das 9h. Foram convidados para o debate, além do atual governador do Estado, José Ivo Sartori, do secretário estadual da Fazenda, Giovani Feltes e do Procurador Geral do Estado, Euzébio Ruschel, também os últimos três chefes do Executivo no Rio Grande do Sul - Tarso Genro, Yeda Crusius e Germano Rigotto -, além de representantes da Febrafiti e Afisvec, para debater esse assunto em uma atividade conjunta da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. Para os deputados Frederico Antunes e Edegar Pretto, esse debate é de fundamental importância, pois irá contar com a presença do atual governador, acompanhado também dos últimos quatro chefes do Executivo gaúcho, que debaterão as reais possibilidades

Frederico Antunes (PP)

de ressarcimento da Lei Kandir. Também nesta semana, a Assembleia gaúcha aprovou na Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização e Controle da Assembleia Legislativa, por unanimidade, o requerimento de audiência pública para debater o tema do ressarcimento dos recursos da Lei Kandir e seus efeitos fiscais no RS. O evento se somará à iniciativa da Comissão Mista Especial da Lei Kandir da Câmara dos Deputados.

14

ALEXANDRE GARCIA Jornalista

NOSSAS CRIANÇAS O volante Gabriel, do Corinthians, foi suspenso por dois jogos por causa de gesto obceno feito para a torcida do São Paulo. Ele pusera a mão sobre a parte da frente do calção, entre as pernas. Fico me perguntando se seria arte, na mesma cidade, quando aquela mãe induziu a filhinha a tocar num homem nu, deitado no chão. Em Jundiaí, a alguns quilômetros dali, um pai de 24 anos foi preso por estar fumando maconha no carro de vidros fechados, com seu bebê de uma semana deitado ao lado. Fico me perguntando porque estava aberta para crianças uma exposição em Porto Alegre que mostra um negro com o pênis de um branco na boca, enquanto outro branco o penetra por trás. A mesma exposição tem uma ovelha sendo violentada por duas pessoas, enquanto uma mulher pratica sexo com um cachorro. Não entendi porque isso estava num museu, aberto a crianças, e não numa casa noturna de shows de esquisitices sexuais e restrito a adultos. Tampouco entendi a performance de um homem nu que esfrega num ralador uma imagem de Nossa Senhora. Em São Paulo, alguém que pensa que somos idiotas explicou que o homem nu é arte interativa com o corpo humano. Ora, arte com o corpo humano é o que a gente vê, e aplaude, no Cirque du Soleil. E a Veja, de que sou assinante, deve pensar que abandono meus neurônios ao abrir a revista. Comparou as garatujas da exposição de Porto Alegre a Leda e o Cisne, de Leonardo. Como piada, eu poderia acrescentar, no mesmo tom, que deveriam convidar o tarado ejaculador em ônibus para mandar uma foto a ser exposta entre as semelhantes manifestações de “arte”. As pinturas murais artesanais eróticas em Pompéia, têm um significado histórico que o mau-gosto do tal museu não tem. Tudo bem, eu não gosto mas há milhões de gostam. Respeito. Só não aprovo, como cidadão, que abram as portas para as crianças se chocarem com essas agressões. Que limitem a adultos. Aprendi que arte é beleza, tem padrão estético, tem perfeição técnica, dá prazer intelectual. Há quem pense que arte é escatologia, agressão, garatujas ou até uma tela pintada de branco. Como disse Affonso Romano de Sant’Anna: “arte não é qualquer coisa que qualquer um diga que é arte, nem é crítico qualquer um que escreva sobre arte". No Peru, o povo encheu as ruas de Lima para exigir a retirada de doutrinação de crianças em assuntos sexuais no ensino público. E ganhou. Nas ruas, defenderam que as crianças são educadas pelos pais e parentes. No Senado brasileiro, excelentes senadores, como Ana Amélia(RS) e Magno Malta(ES) estão convocando os responsáveis por tais exposições a explicarem em CPI onde não estão agredindo o Estatuto da Criança e do Adolescente e qual o objetivo de envolverem crianças nos seus estranhos experimentos.


Notícias Recibos falsos A força-tarefa da Operação Lava Jato, no Paraná, afirmou ao juiz federal Sérgio Moro que "sem margem à dúvida" os recibos apresentados pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para comprovar o pagamento de aluguel do apartamento 121, do edifício Hill House, em São Bernardo do Campos (SP), são "ideologicamente falsos". O Ministério Público Federal, no Paraná, entrou com um incidente de falsidade para apurar a autenticidade dos documentos apresentados pela defesa do ex-presidente. "Sem margem à dúvida que os recibos juntados pela defesa de Luiz Inácio Lula da Silva são ideologicamente falsos, visto que é simulada a relação locatícia representada pelo engendrado contrato de locação", afirmou a Procuradoria da República.

Salários na conta O governo do Estado anunciou que pagará os servidores com salário de até R$ 2,5 mil líquidos na segunda-feira. Para pagar mais essa parcela, a Secretaria da Fazenda precisou de R$ 133 milhões. Com isso, 195 mil matrículas estarão com a folha em dia. Mesmo com esse depósito, 43% dos funcionalismo ainda não terá recebido um real sequer do vencimento de setembro. O secretário da Fazenda, Giovani Feltes, reafirmou o compromisso de realizar a quitação para quem ganha R$ 4 mil líquidos até a próxima quarta-feira .

Bloqueio de bens da JBS A Justiça Federal decretou o bloqueio de bens e valores de toda a família Batista, da JBS - grupo que mergulhou o governo Michel Temer em sua pior crise política. A decisão foi tomada pelo juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal de Brasília, na Operação Bullish - investigação sobre suposto favorecimento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) às empresas da família Batista. O confisco ordenado por Ricardo Leite alcança cerca de 20 empresas do grupo e pessoas físicas, inclusive seus principais acionistas, os irmãos Joesley e Wesley Batista, atualmente presos na sede da Polícia Federal em São Paulo, na zona oeste da capital paulista.

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

15

CRISE NO PLANALTO

Temer vetará emenda da reforma política apontada como 'censura' O presidente Michel Temer vai vetar o artigo do projeto de reforma política classificada por entidades de meio de comunicação como “censura”, informou em nota a assessoria do Palácio do Planalto. A Secretaria de Comunicação da Presidência divulgou o comunicado ontem. Segundo a nota, Temer atenderá ao pedido feito pelo deputado Áureo (SDRJ), autor da emenda que trata do tema. Conforme o Planalto, o presidente e o parlamentar conversaram sobre o assunto na manhã desta sexta. A expectativa no Planalto é de que Temer sancione com vetos a reforma política ainda nesta sexta, para que as mudanças nas regras eleitorais já tenham validade nas eleições de 2018.

A sanção deve ser publicada em uma edição extraordinária do "Diário Oficial da União". Aprovada no pacote de mudanças eleitorais discutido pelo Congresso Nacional, a emenda exige que os provedores de aplicativos e redes sociais sejam obrigados a suspender a publicação quando for denunciada por ter informação falsa ou discurso de ódio até que o autor seja identificado. Se confirmado que se trata de um usuário real, a publicação será liberada. O tema provocou reação de entidades da área de comunicação. Nesta quinta (5), a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), a Associação Nacional de Editores de Revistas (Aner) e a Associação Nacional de Jornais (ANJ) divul-

PF enviará celulares ligados a Aécio aos EUA O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello autorizou ontem a Polícia Federal (PF) a enviar aos Estados Unidos aparelhos celulares apreendidos na Operação Patmos, deflagrada a partir das delações da JBS. Com a decisão, a PF vai enviar um perito ao exterior para tentar desbloquear celulares que foram apreendidos com alvos da operação ligados ao senador Aécio Neves (PSDB-MG). O pedido da PF envolve Frederico Pacheco e Andrea Neves, primo e irmã do parlamentar respectivamente, presos em maio, quando a operação foi realizada. Os dois cumprem prisão domiciliar por determinação do Supremo. Segundo a Polícia Federal, os peritos não conseguiram acessar os dados do celular, que estão protegidos por uma senha pessoal. Ao autorizar o envio do aparelho aos Estados Unidos, o ministro disse que os investigados poderão facilitar as investigações e fornecer a senha aos peritos da PF. “Defiro o pedido formulado pela autoridade policial, autorizando o encaminhamento do material apreendido para verificação da viabilidade de extração dos dados no exterior, sem prejuízo dos detentores dos aparelhos virem a fornecer, espontaneamente, colaborando para o esclarecimento dos fatos, as senhas necessárias ao acesso pretendido”, decidiu Marco Aurélio..

Procuradoria pede aumento de pena de Lula A Procuradoria da República na 4ª Região pediu o aumento da pena do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no âmbito de recurso ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região à sentença proferida pelo juiz federal Sérgio Moro no caso tríplex. O magistrado responsável pela Operação Lava Jato em primeira instância sentenciou o expresidente a 9 anos e 6 meses de prisão, por um crime de corrupção e um crime de lavagem de dinheiro. Moro entendeu que Lula recebeu R$ 2,2 milhões ao supostamente aceitar para si o triplex no condomínio Solaris, no Guarujá, como forma de propinas da OAS. Lula foi absolvido da acusação de ter recebido, como vantagens indevidas, o armazenamento de bens custeado pela construtora junto à empresa Granero. Em recurso ao Tribunal, o Ministério Público Federal diz entender que Lula, na verdade, teria cometido três crimes de corrupção, um para cada contrato supostamente superfaturado da OAS junto à Petrobras alvo da denúncia. Segundo a Procuradoria, o petista teria ajudado a direcionar os termos à empreiteira.

garam nota conjunta classificando como "censura" a emenda de autoria de Áureo. Conforme as entidades, somente por meio de decisão judicial é possível retirar do ar informações ou opiniões, seguindo a previsão do Marco Civil da Internet. Mais cedo, Áureo informou que pretendia pedir para Temer vetar a proposta aprovada, já que, segundo ele, a emenda foi "mal-interpretada". “Acho que a emenda foi malinterpretada e, por isso, precisamos rediscutir. A intenção era coibir perfis falsos, com conteúdo falso, que poderiam impactar no cenário e no resultado político. Vamos pedir o veto, abrir uma discussão maior na Câmara e chamar todos os atores envolvi-

Michel Temer

dos, sem tirar o direito de fala”, explicou o deputado, que é líder do Solidariedade na Câmara.

Eunício quer impedir ações contra senadores O presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), enviou parecer, por meio da Advocacia da Casa, favorável à Ação Direta de Inconstitucionalidade, que tramita no Supremo Tribunal Federal, que pede ao Supremo que barre medidas cautelares contra membros do Congresso Nacional. O documento é endereçado à presidente da Corte, Cármen Lúcia, e pelo relator da ADI, Edson Fachin.“Não tem cabimento a aplicação de medidas cautelares penais de natureza pessoal em face de membros do Congresso Nacional, nos termos do art. 53, §2º, da Constituição da

República”, sustenta.“A imposição de medida cautelar a membro do Congresso Nacional constitui ato inconstitucional, na medida em que agride ao disposto no art. 53 da Constituição da República, em especial quanto à cláusula de vedação de prisão – cuja escorreita interpretação abarca a vedação de medidas cautelares no escopo da proteção constitucional à plena liberdade do exercício do mandato parlamentar”, afirmam. Os advogados ainda saem em defesa da prerrogativa de foro privilegiado do presidente da República.

Oposição pedirá na CCJ substituição de Bonifácio A oposição promete fazer pressão na próxima semana para que o deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) seja destituído da relatoria na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer. Enquanto o tucano prepara seu parecer sobre o pedido da Procuradoria-Geral da Republica (PGR), que será apresentado na próxima terça-feira, a oposição vai insistir que o relator não tem isenção para conduzir o trabalho. O mais novo argumento para pedir sua substituição é a informação de que Bonifácio revelou à cúpula tucana que o próprio

Temer ligou para pedir que ele aceitasse o convite para relatar o processo, conforme revelou o blog do jornalista Gerson Camarotti, da Globonews. A informação foi confirmada com tucanos pelo Grupo Estado, e, segundo fontes do partido, a ligação teria ocorrido quando a segunda denúncia chegou à Câmara dos Deputados. A oposição, que vem criticando há uma semana a escolha de um governista para a função, disse que a revelação torna inviável a permanência de Bonifácio na relatoria. "Vamos contestar, isso é gravíssimo. Ele não pode ser mais o relator", disse o deputado Júlio Delgado (PSB-MG).


Esporte

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

Ijuí Drones decide classificação O Ijuí Drones encara o Corupá Buffalos de Corupá, Santa Catarina hoje às 14h no relvado do Complexo Poliesportivo pelo playoff da 5ª Copa Sul de Futebol Americano. O vencedor desde duelo enfrenta o Itajaí Dockers, nas semifinais. "Fizemos treinos focados no adversário. Os últimos dias serviram também para recuperação dos lesionados. Começaremos a partida com a mesma equipe do último jogo diante do Santa Cruz Chacais. Acreditamos que estamos melhorando a forma física e crescendo. Essa partida vai dizer o que podemos conquistar nesta temporada", disse o técnico (head coach) Rafael Kieling, comandante do Ijuí Drones. Ele afirmou que o grupo está preparado para a decisão com todos os jogadores conscientes do que precisam fazer em campo. Rafael acredita que será um jogo onde quem errar menos sairá vi-

Ijuí Drones terminou a Conferência Rio Grande do Sul invicto e hoje recebe o Corupá Buffalos no Poliesportivo

torioso. "São dois times parelhos e qualquer detalhe pode ser decisivo", comentou o treinador. A campanha dos Zangões recomenda. O Ijuí Drones conquis-

Rede Mestre participa do Pan Americano no Peru

Instrutores Bernhardt Hegele de Ijuí e Rubens Feijó, de Panambi

A Rede Mestre através dos instrutores Rubens Feijó de Panambi e Bernhardt Hegele de Ijuí, está participando desde ontem do Torneio Pan Americano de Taekwondo Songahm na cidade de Lima no Peru. O torneio que será disputado até amanhã conta com a participação de mais de mil competidores de diversos países e diferentes categorias desde faixas brancas até faixas pretas. Os instrutores após o torneio participarão de segunda até quinta-feira do Congresso que reunirá 370 instrutores.Serão realizados treinamentos e diversos cursos de aperfeiçoamento.

Durante o Congresso, o instrutor em Treinamento Bernhardt Hegele, proprietário da Rede Mestre Ijuí, estará realizando teste para Instrutor Certificado (Colarinho Preto) que é a certificação dentro da carreira de Instrutor da ATA. Para aprovação, o candidato deve apresentar uma tese, uma prova teórica e também o teste físico e técnico em frente aos mestres e seniores mestres de toda América Latina. Um diferencial para melhorar a qualidade do ensino de Taekwondo Songahm. Não basta ser faixa preta, é preciso trilhar o caminho de instrutor para gerir um escola.

tou a Conferência Rio Grande do Sul da Copa invicto. Quebrou tabu contra o Porto Alegre Pumpkins e terminou com a invencibilidade do Santa Cruz Chacais

ao vencer por 38 a 16. Não haverá a cobrança de ingresso neste sábado no Poliesportivo e o time ijuiense aguarda a presença de um excelente público.

Amador sofre paralisação A Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo, baseada em reclamações continuas referentes a arbitragem e ameaças de fatos alheios ao bom andamento dos campeonatos, distribuiu uma nota à imprensa na manhã de ontem confirmando que os jogos do Campeonato de Futebol Amador de Ijuí, da 1ª e 2ª Divisões estão paralisados por tempo indeterminado.Em reunião realizada na segundafeira com as equipes da 1ª Divisão e quinta-feira com os times da 2ª Divisão, foi anunciada a paralisação. Além dos problemas denunciados pelos dirigentes das equipes referentes à arbitragem, pode detectar-se que problemas de comportamento, respeito aos bons princípios de convi-

vência e rivalidades excessivas são elementos constantes nos campos em que acontecem os jogos, fatos que vão contra os objetivos da competição. Nos próximos dias a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo marcará uma audiência com os dirigentes e entidades de segurança do município para definir a continuidade ou não do evento esportivo. Antes do início do Campeonato, o secretário-adjunto Rogério Durks participou de 25 reuniões com os dirigentes das equipes pedindo disciplina. Também aconteceram quatro encontros com os times das duas divisões onde foram abordados os propósitos do amador e como deveria ser o comportamento de atletas e dirigentes.

Equipes da 2ª Divisão de Ijuí participaram de encontro na Coordenadoria

16

PLACAR GERAL CICLISMO REGIONAL A sexta etapa do Campeonato Noroeste de Ciclismo Estrada reúne amanhã em Ijuí ciclistas de várias cidades do Estado. A prova será na Avenida Porto Alegre e no formato de Circuito, com largadas em baterias. A programação será esta:7h30, recepção dos atletas;8h, entrega dos kits de competição; 9h, largada das categorias MTB e Speed feminino e sênior A e B-14 voltas no circuito; 10h,largada nas categorias Speed Master A2, Master B1 e B2-17 voltas no circuito; 11h,largada nas categorias Speed Elite, Sub 30 e Master A1-22 voltas no circuito; 13h, entrega da premiação e encerramento. A organização desta prova será do Ijuí Bikers com o apoio da prefeitura. Roberto de Oliveira, integrante da Liga Noroeste de Ciclismo disse que mais de 100 atletas irão participar representando várias cidades do Estado. A Liga surgiu no início deste ano e é formada por Ijuí, Cruz Alta, Santo Ângelo, Santa Rosa e São Luiz Gonzaga. Para o ano de 2018 vão se integrar ao Campeonato os municípios de Santa Bárbara e Ibirubá. Serão oito etapas de ciclismo e oito etapas de mountain bike. Roberto disse que o melhor local para treino é no trajeto Ijuí-Catuípe.

Roberto de Oliveira, integrante da Liga Noroeste de Ciclismo

MUNICIPAL DE FUTSAL O Campeonato Municipal de Futsal de Ijuí, Divisão Única tem a disputa de quatro partidas na próxima segunda-feira no Ginásio Wilson Mânica. Serão realizados estes jogos a partir das 19h: chave K, Atlético Modelo x Meninos da Villa; e Lion F.C. x Tigres F.C.; chave J, F.C. Botafogo x Meninos da Vila F.C.; e Tigres x Mecânica Batu/NC Peças. Na última quintafeira foram disputados estes jogos: sub-15, Botafogo 1 x 8 AIF; Divisão Única, chave K, Lion F.C. W.0 x 0 SER Juventus; Tigres F.C. 4 x 3 Meninos da Villa; feminino, Bahia/ASUF 9 x 3 ACIF/São José; e Associação Divas F.C. 2 x 4 Real Madrid F.F.


Jornal da Manhã Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

DOIS TOQUES

Carlos Alberto Padilha

esporte@jornaldamanhaijui.com

DIFICULDADES- A Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo anunciou ontem a paralisação por tempo indeterminado do Campeonato de Futebol Amador de Ijuí, 1ª e 2ª Divisões. No ano passado parou por um mês e agora quanto tempo será? O comportamento de alguns acaba estragando a competição e no final todos saem prejudicados. Várias reuniões foram realizadas, muita conversa, mas não adianta. Já dei a minha opinião há muito tempo. O poder público ao invés de investir pagando arbitragem para os times poderia colocar recursos em competições para categorias de base. Somente com arbitragem o município gasta cerca de 60 mil reais por ano nestas competições: Campeonato Distrital de Futebol, Municipal da 1ª e 2ª Divisões, Sênior, Veteranos e Master. Tem ainda as despesas com manutenção de campo, questões administrativas, troféus e logística. COMPETIÇÃO- Em jogo adiantado da 28ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A, hoje às 16h, o Cruzeiro recebe a Ponte Preta. A 27ª rodada será disputada quarta e quintafeira, 11 e 12 de outubro. TRICOLOR- O Grêmio está aproveitando o período sem partidas oficiais para dar ritmo aos jogadores recém-contratados. Na tarde de ontem, o time gremista realizou um jogo-treino contra o Aimoré no CT Luiz Carvalho. Cícero recebeu oportunidade e por ser polivalente foi utilizado em duas funções: meia central (posição de Luan) e volante (posição de Arthur). No duelo, o time gremista saiu perdendo com o gol de Rhainer ainda no início do jogo-treino, mas buscou a virada com o centroavante Jael e com o garoto Patrick, que garantiram a vitória por 2 a 1. COLORADO- O Inter voltou a treinar ontem no CT Parque Gigante. As atividades do dia tiveram a presença do goleiro Danilo Fernandes e o técnico Guto Ferreira indicou o possível time que vai enfrentar o Brasil-Pel na segunda-feira às 20h. Time provável: Danilo Fernandes; Claudio Winck, Danilo Silva, Victor Cuesta e Uendel; Charles, Edenílson, D’Alessandro, William Pottker e Eduardo Sasha; Leandro Damião. Jogos de hoje pela 28ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro: 16h30, Criciúma x Londrina; Oeste x Guarani; e 19h,Santa Cruz x América-MG; e Luverdense x Figueirense.

17

Conselho faz reunião mensal O Conselho Deliberativo do Esporte Clube São Luiz tem reunião mensal hoje às 11h no Estádio 19 de Outubro. Conforme o presidente do CD, Eloy Pettenon, entre outros assuntos deverá acontecer a prestação de contas do vice-presidente de patrimônio Sadi Pereira, sobre os gastos na reforma do gramado da Baixada. A campanha de sócios 2018 encerrou-se no dia 30 de setembro, com resultado positivo após mais de 60 dias de trabalho intenso em busca de novos sócios.A Campanha Sócio Fiel do Rubro desde que começou em 1º de agosto obteve mais de 400 novas propostas de adesão ao quadro social. Embora a campanha tenha encerrado no sábado passado, o clube segue em busca de novos associados, porém agora com novas regras para quem quiser ingressar no quadro social. Al-

gumas modificações foram definidas. O dia 9 de setembro passou a ser a data base do plano. Propostas recebidas após 2 de outubro deste ano deverão realizar a quitação a partir da data base, ou seja, pagamento retroativo.Exemplo: Associado entrega proposta em 1º de dezembro de 2017, deverá realizar o pagamento a título retroativo dos meses 9,10,11 e 12 (mês vigente), passando a pagar normalmente a mensalidade a partir de 1º de janeiro de 2018, conforme opção de pagamento escolhida (Exceto Demei). O diretor de marketing do São Luiz, Rogério Hansen disse que a campanha foi uma das melhores já realizadas pelo clube e oportunizou o ingresso de novos torcedores: “Fechamos este ciclo com resultado abaixo do que esperávamos, mas positivo. O trabalho massivo dos conselheiros e diretores foi fundamental

Direção do Esporte São Luiz continua em busca de novos associados

para isso. Iniciamos a partir de agora uma nova etapa em busca de novos sócios e em busca de sócios antigos que possam retornar ao quadro social”. destaca. Os torcedores que ainda não fizeram o seu pedido de associa-

ção no clube, poderão realizar a qualquer momento por meio dos consulados regionais, integrantes do Conselho Deliberativo, diretoria, na secretaria do clube ou no site do São Luiz no cadastro de sócio online.

Esporte Clube Ijuí precisa da vitória contra Estrela

Esporte Clube Ijuí precisa da reabilitação no jogo de amanhã na Montanha

O Esporte Clube Ijuí enfrenta o time de Estrela amanhã às 15h no Estádio Bertholdo Christmann (Montanha) pela chave C do Campeonato Gaúcho de Futebol Feminino.Só a vitória interessa ao time ijuiense para buscar a classificação para a segunda fase. A atleta Silvana cumpre suspensão automática e será substituída por Mariane. A experiente Jalma volta para o meio-campo. A goleira Lídia deve substituir Mariuse. A equipe jogará com: Mariuse (Lídia); Isabelle, Mariane, Fabiane e Gabriela; Juliana, Jucimara, Silvana e Camila; Maikelli e Bruna.

A rodada de amanhã às 15h tem estes jogos: chave A, Grêmio x Palestra (Erechim) e Rio Grande x João Emílio (Candiota); chave B, Black Show (Guaíba) x Mundo Novo (Três Coroas); e chave C, Esporte Clube Ijuí x Estrela; e Internacional x Guarani (VA). Os dois primeiros colocados de cada chave se classificam, mais duas equipes mais bem colocadas em terceiro lugar entre as chaves. Classificação-chave C: 1º) Internacional-12 pontos 2º) Guarani de Lajeado e Esporte Clube Ijuí-4 pontos 4º) Estrela-3 pontos

Jogos do Sesi têm decisões hoje no Centro Esportivo As equipes Cisbra Farinhas/ Cisbra Blocos/Taimak de Ijuí e RGE de Cruz Alta decidem hoje às 15h no Centro Esportivo Arrhur Fuchs do Serviço Social da Indústria de Ijuí a fase microrregional dos Jogos do Sesi na modalidade futebol sete livre. Em caso de empate no tempo regulamentar, haverá decisão por pênaltis.O time campeão estará automaticamente classificado para a Olimpíada Regional dos Jogos do Sesi 2017, que este ano será no dia 29 de outubro, na cidade de Passo Fundo. Na oportunidade estarão jogando equipes representantes das jurisdições do Sesi das cidades de Panambi, Santo Ângelo, Ijuí, Santa Rosa, Passo Fundo e Erechim. Também hoje às 16h no Centro Esportivo do Sesi em Ijuí, será realizado o jogo final do Campeonato de Futebol Sete

Cisbra Farinhas/Cisbra Blocos/Taimak de Ijuí decide com time de Cruz Alta. Ganhador vai para a Olimpíada Regional

Master. Se enfrentam as equipes 3 Tentos e Funicalha/Prósis Informática/Madecor/Agrimetal/ Di Moville.Em caso de empate no tempo regulamentar, haverá decisão por pênaltis.

Após o término do jogo final será realizada a premiação com troféus e medalhas para os campeões, vice-campeões e terceiro lugar. Também serão premiados o goleiro menos vazado, golea-

dor, e a equipe disciplina (aquela equipe que possui menos cartões amarelos e vermelhos). O campeão também disputa a Olimpíada Regional em Passo Fundo dia 29 de outubro.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

18

ESTATÍSTICA

Estado registra menor índice de mortes no trânsito em dez anos O Rio Grande do Sul registrou, em 2016, o menor índice de mortes no trânsito em dez anos. Além disso, apresentou redução de 25% em relação a 2010, ano considerado crítico pelo grande número de vítimas. Com a atualização das projeções populacionais do Estado pela Fundação de Economia e Estatística (FEE), o Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul também renovou os indicadores de acidentes e de mortes no trânsito. O período de 2007 a 2016 corresponde aos dez anos em que o órgão adotou a metodologia internacional que acompanha as vítimas até 30 dias após o acidente. Os índices são considerados instrumentos melhores para medir a violência no trânsito, já que contextualizam acidentes com dados da população e da frota de veículos. Em 2016, quando, segundo a FEE, a popula-

ção gaúcha chegou a 11,3 milhões, a taxa de mortes foi de 14,9 vítimas para cada 100 mil habitantes. Em 2007, quando começou a série histórica, a população era de 10,8 milhões e 1.833 pessoas morreram no trânsito, um indicador de 16,9 mortes a cada 100 mil habitantes. Em 2010, quando houve o maior número de mortes (2.190 vítimas) e a população era de 11 milhões, o índice chegou a 19,9 mortes por 100 mil habitantes. Outro indicador é o que relaciona o número de acidentes com o volume da frota circulante. Em 2016, quando a frota era de 6,4 milhões, o índice foi de 2,4 acidentes com morte para cada 10 mil veículos. A marca é 45% menor do que há dez anos, quando a frota era 3,8 milhões e o indicador era de 4,2 acidentes com morte para cada 10 mil veículos. Embora menores do que há 10 anos, os índices ainda são

RS registrou em 2016 o menor índice de mortes no trânsito em dez anos

altos. A taxa do Estado é menor que a brasileira - de 23,4 mortes para cada 100 mil habitantes, mas muito maior que a europeia - 9,3

para cada 100 mil habitantes -, segundo o Relatório Global de Segurança Viária 2015, com dados de 2013.

Governo bloqueia recursos Dnit apresenta método de para prevenção de acidentes pavimentação asfáltica A auditoria do Ministério da Transparência e ControladoriaGeral da União (CGU) apontam que, entre 2012 e 2017, o governo federal bloqueou R$ 2,24 bilhões do orçamento destinado a programas de prevenção a acidentes do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). O valor representa 95,21% dos R$ 2,36 bilhões arrecadados com esse objetivo. De acordo com o relatório de fiscalização, o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) prevê que 5% do dinheiro arrecadado com o DPVAT, o seguro obrigatório pago anualmente por todos os donos de veículos, devem ser destinados ao Denatran para uso exclusivo em ações de prevenção de acidentes. Mas, pelo menos desde 2012, o governo tem bloqueado o uso de parte destes recursos para atingir

metas de economia, o que, para a CGU, é ilegal. "A obrigação disposta no art. 78, parágrafo único e no art. 320, parágrafo único do CTB não admite juízo de oportunidade e conveniência quanto à destinação dos recursos arrecadados com o DPVAT. Entende-se, portanto, que a retenção desses recursos por meio de contingenciamento orçamentário constitui uma conduta que contraria a lei", diz o documento produzido pela Coordenação-Geral de Auditoria da Área de Cidades da CGU. Em documento enviado à CGU durante a auditoria, o Denatran reconheceu que o volume de recursos destinados ao órgão "tem diminuído a cada exercício" e que a parcela do DPVAT, que deveria ser destinada aos programas de prevenção de acidentes, "têm sido sistematicamente contingenciados".

BLOQUEIO DE RECURSOS DO DPVAT PARA O DENATRAN ANO VALOR ARRECADADO 2012 R$ 360,4 milhões 2013 R$ 445,7 milhões 2014 R$ 422,5 milhões 2015 R$ 436,5 milhões 2016 R$ 441,7 milhões 2017 (até 2 de outubro) R$ 253,2 milhões

ORÇAMENTO LIBERADO R$ 57 milhões R$ 33 milhões R$ 10 milhões R$ 12,5 milhões R$ 0 R$ 500 mil

Rodovias terão um novo método de dimensionamento de pavimentos asfálticos

A partir do ano que vem, as rodovias administradas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) serão dimensionadas de acordo com um novo método de pavimentação asfáltica. A metodologia é uma atualização da técnica utilizada no Brasil, ainda da década de 1960, e inclui tecnologias já adotadas pelas rodovias concedidas. O método antigo previa apenas o uso do asfalto puro na pavimentação das rodovias nacionais. Tecnologias mais avançadas, como asfaltos de borracha e modificados por polímeros, não eram consideradas. Além disso, as diferentes condições climáticas do Brasil também não eram observadas, conforme apontou o recente estudo da CNT Transporte Rodoviário – Por que os pavimentos das rodovias do Brasil não

duram?. Outro ponto essencial é que a técnica não previa o surgimento de possíveis rachaduras e trincas com o passar dos anos. A partir da implementação da nova metodologia do Dnit, apresentada na semana passada no Rio de Janeiro, todas essas variáveis serão mensuradas. De acordo com a coordenadora do Instituto de Pesquisas Rodoviárias, coordenação do Dnit, Luciana Nogueira Dantas, o grande diferencial do método é o dimensionamento das rodovias de acordo com avanços tecnológicos e com a realidade brasileira. Conforme o Dnit, embora o custo para a implementação de novas tecnologia seja maior, a vida útil do pavimento também aumenta e a necessidade de manutenção, consequentemente, decresce.

Emater / Ascar

RECOMENDAÇÕES PARA A APLICAÇÃO DE PRODUTOS QUÍMICOS NAS LAVOURAS Estamos iniciando um novo ciclo de plantio da soja, e novamente teremos que recorrer ao uso de produtos químicos, herbicidas, fungicidas e inseticidas sobre as lavouras, como todos são produtos de grande impacto a saúde e ao ambiente e também por seu custo ser alto, a seguir faremos algumas recomendações de uso e manejo para melhorar a aplicação e reduzir os impactos negativos. Primeiramente devemos ter a precaução de utilizar uma água de boa qualidade, as águas provenientes de rios e açudes têm altos teores de matéria orgânica e argila que desativam a maioria dos agrotóxicos, assim o efeito sobre o alvo desejado pode ser anulado e necessitar novas aplicações, se você não tiver outra opção de água, deve deixar a água decantar em uma vasilha e depois disso utilizar. No caso de águas de poço artesiano, a nossa região possui água com altos teores de minerais principalmente cálcio e magnésio que elevam o PH, assim ao usar este tipo de água precisamos usar junto um redutor de PH. Quanto ao pulverizador precisamos verificar se ele está em condições de uso adequado, verifique se não existem vazamentos, se as mangueiras e pontas estão bem posicionadas e não apresentam desgaste, se as válvulas estão bem vedadas, filtros limpos, correias bem tencionadas, assim o equipamento fará o trabalho esperado, sem comprometer a aplicação. Faça a regulagem do equipamento de pulverização para que ele opere dentro das especificações do fabricante do pulverizador, do trator, e das pontas de pulverização. Quanto às condições climáticas, elas também interferem de forma decisiva na eficiência da aplicação, devemos cuidar para aplicar somente quando a umidade relativa do ara estiver acima de 55 %, quando a temperatura estiver entre 10-30ºC, quando o vento estiver com velocidade entre 2-10 km por hora, pois fora desses parâmetros não se recomenda efetuar a aplicação. Também é extremamente importante que ao adquirir um produto o faça de fornecedores idôneos e sob indicação de um profissional habilitado da área e sob um receituário agronômico. É importante ler a bula do produto antes de usá-lo e se tiver dúvidas procure o profissional que recomendou o produto para lhe esclarecer. Lembre-se de utilizar equipamentos de proteção individual em todos os momentos de manipulação do produto e do equipamento, faça a tríplice lavagem das embalagens logo após o esvaziamento, e após a aplicação devolva as embalagens no local e data indicado pelo vendedor. A eficiência e eficácia da aplicação é o resultado de um conjunto de fatores e não só do produto químico que está sendo aplicado.


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

19

(IN)SEGURANÇA

Comissão aprova uso de armas no campo O massacre de Las Vegas, nos Estados Unidos, reacendeu o debate – tanto na sociedade americana quanto no resto do mundo – sobre a relação entre armamento civil, violência e segurança pública. De um lado defensores do desarmamento; de outro os que defendem a possibilidade do cidadão de bem se utilizar de um revólver, por exemplo. No Brasil, tendo em vista a criminalidade, a Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados aprovou, na última quarta-feira, 04, o Projeto de Lei 6717/2016, de autoria do deputado Afonso Hamm, que disciplina o uso de armas de fogo no campo. Hamm destacou que essa conquista atende os anseios dos residentes rurais. “A insegurança migrou para o interior, por isso, estamos propondo medidas que possibilitem que nossos agricultores e trabalhadores do meio rural tenham condições de garantir a segurança da sua família e do seu patrimônio, de forma responsável e cumprindo todos os requisitos exigidos”, completou. De acordo com o PL, que teve parecer favorável do relator, deputado federal Alberto Fraga, a licença terá validade de 10 anos, ficará restrita aos limites da propriedade e será concedida para maiores de 21 anos que comprovarem bons antecedentes criminais e habili-

PLANTÃO ABIGEATO - Um abigeato foi registrado no Centro de Operações de Ijuí, ontem. De acordo com o informado, o fato aconteceu em Rincão dos Dacanal, interior de Catuípe. Da propriedade rural foi furtado um terneiro da raça Red Angus com Holandesa, que pesava em torno de 100 quilos. O furto ocorreu durante a madrugada de ontem. ROUBO - Um motorista de um caminhão, residente em Ijuí, foi vítima de roubo em Passo de Los Libres, rota 117, na Argentina. O crime aconteceu quando a vítima descia de um caminhão. Ele foi surpreendido por um elemento armado de faca que anunciou o assalto. A vítima contou que conseguiu fugir,, deixando o caminhão, cerca de 2 mil pesos argentinos e um telefone celular. O fato foi registrado ontem na Delegacia de Polícia de Ijuí. FURTO - Um furto em um estabelecimento comercial aconteceu ontem na rua ErnestoAlves, em Ijuí. A vítima disse que deixou sua bolsa aberta e dela foram furtados R$ 100, um molho de chaves e um celular.

dade no manejo da categoria de arma que pretende portar. A proposta segue para apreciação na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado e, após, Comissão de Constituição e Justiça, sendo conclusiva nas comissões. No entanto, a defesa de que o cidadão possa se defender por conta própria ganha força das discussões nas esferas federais com diversos simpatizantes. Em termos de criminalidade, segundo o Estudo Global de Homicídio publicado pela ONU em 2013, o Brasil tinha, em 2007 – mesmo ano do relatório sobre armas – uma taxa de 23,5 assassinatos por 100 mil habitantes. Nos Estados Unidos, a proporção era de 5,6. Nessa comparação simples, o Brasil tem menos de 10% da taxa de armas per-capita dos EUA, mas uma taxa de homicídio quase cinco vezes maior. Dados sobre a posse de armas por cidadãos comuns nos diferentes países do mundo são difíceis de obter. A fonte mais citada atualmente é um relatório publicado em 2007 pelo grupo de pesquisa suíço SmallArms Survey, mas uma nota técnica do informe reconhece que “é inerentemente impossível ter certeza do número total de todas as armas. Incertezas tornam as aproximações inevitáveis”.

Com base nos números do relatório, os Estados Unidos são o país com o maior número absoluto de armas de fogo em poder da população civil, com 270 milhões, numa taxa de 89 armas de fogo para cada 100 habitantes. Essa taxa põe os EUA também no topo do ranking de armas per-capita. O Brasil, por sua vez, aparece em nono lugar no ranking absoluto, com pouco menos de 15 milhões de armas nas mãos de cidadãos comuns, e em 75º no ranking per-capita, com 8 armas por 100 habitantes. Em 2003, entrou em vigor no Brasil o Estatuto do Desarmamento, que dificultou o acesso do cidadão comum às armas de fogo. O impacto dessa legislação é alvo de controvérsia nas redes sociais. Por um lado, há quem argumente que o Estatuto “salvou 160 mil vidas”; por outro, há quem o veja como uma peça que abriu caminho para uma verdadeira escalada do crime. Ambas usam como base os números do Ministério da Saúde, incorporados tanto ao Mapa da Violência de 2015, publicado pela Secretaria Geral da Presidência da República, quanto aos Atlas da Violência de 2016 e de 2017, lançado pelo Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea). Esses dados – que diferem dos registrados no relatório da ONU

Membro de facção é preso em Santo Ângelo A 1ª Delegacia de Polícia de Santo Ângelo deflagrou ontem a Operação Tersus, fase II, visando enfrentamento dos crimes de tráfico de drogas e associação criminosa no Município. Na ação foram cumpridas três ordens judiciais, sendo dois Mandados de Busca e Apreensão e uma prisão de foragido. Foram presas quatro pessoas: uma pelo mandado judicial, sendo este foragido e pertencente

Comissão de Agricultura na Câmara dos Deputados aprovou Projeto de Lei

sobre homicídio no mundo, ainda que apontem tendências compatíveis – mostram que tanto o número absoluto de homicídios no Brasil quanto a taxa de homicídios por armas de fogo caíram de modo acentuado nos anos imediatamente seguintes à sanção do Estatuto, embora tenham voltado a subir depois. Em 2003, a taxa de assassinatos com arma de fogo era de 20,3 por cem mil habitantes; em 2004, com a lei em vigor, ela havia caído para 19, e permaneceu abaixo dos 20 até 2011, só retornando a esse patamar no ano seguinte. E é acima de 20 que se mantém até agora.

Em números absolutos, o total de homicídios por armas de fogo no país, que vinha subindo de modo alarmante desde os anos 90, foi de 36 mil em 2003 a um mínimo de 33 mil em 2005. De 2006 a 2011 a taxa oscilou entre 34 mil e 37 mil. Em 2012, ela mudou de patamar, superando os 40 mil pela primeira vez na história, e vem se mantendo nessa faixa desde então. Os dois índices de homicídio, proporcional e absoluto, apontam uma virada para pior entre 2011 e 2012, com um salto mais acentuado entre 2013 e 2014, quando a taxa proporcional chegou a 21 e a absoluta, a quase 43 mil.

Acidente envolve veículo com dois cavalos

à facção criminosa Balas na Cara, que também foi preso em flagrante e autuado por tráfico. Houve apreensão de crack, dinheiro, celulares e objetos de origem de furto. A operação contou com a participação de dois delegados, 11 agentes e cinco viaturas, sob a coordenação do delegado Heleno dos Santos. Após autuação, os conduzidos foram encaminhados ao Presídio de Santo Ângelo. Caminhonete F-250 que transportava animais se envolveu em acidente de trânsito

Em operação, R$ 5 mil em dinheiro e 1kg de crack foram apreendidos na região

Uma saída de pista no final da madrugada de ontem envolveu uma caminhonete Ford F-250 com placas do Estado de Santa Catarina, que transportava dois cavalos em um reboque acoplado. O acidente ocorreu na localidade de Poço Traíra, em São José do Inhacorá. Ninguém ficou ferido. De acordo com informações da Brigada Militar, que prestou auxílio no local, por volta das 6h, a caminhonete com duas pessoas, era conduzida na BR 472 no sentido Três de Maio-Boa

Vista do Buricá, e depois que o motorista perdeu o controle da direção, o veículo saiu à direita da pista e desceu um barranco de aproximadamente 4 metros, onde tombou. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas não precisou socorrer os ocupantes da caminhonete. Os cavalos também foram resgatados sem ferimentos. O motorista informou à Brigada Militar, que os cavalos teriam feito movimentações bruscas no reboque, o que teria desequilibrado o veículo.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

BRIGADA MILITAR

Estado anuncia compra de 208 novas viaturas A Brigada Militar (BM) vai receber 208 novas viaturas. O governador José Ivo Sartori autorizou a compra de 192 carros e 16 caminhonetes, que serão destinados ao policiamento ostensivo no Rio Grande do Sul. No entanto, na área de atuação do 29º Batalhão da Polícia Militar com sede em Ijuí, a vinda de novas viaturas ainda não foi confirmada. O investimento é de R$ 21,4 milhões. São R$ 10,6 milhões oriundos do Programa de Apoio ao Investimento dos Estados e Distrito Federal (Proinveste) e R$ 10,8 milhões aportados pelo governo do Estado, provenientes dos recursos das multas de trânsito geradas a partir dos autos de infração lavrados pela BM. Para o major Edílson Góes, a falta de equipamentos adequados prejudica o trabalho policial. “Estamos sempre no aguardo de novas viaturas, tendo em vista que as nossas estão desgastadas. Esperamos ser contemplados. Também aguardamos a vinda de novos veículos através da Consulta Popular", destacou. "Cuidar da Segurança é nossa obrigação e, mesmo com desafios e dificuldades, investimos nessa área prioritária. São ferramentas necessárias ao trabalho da Brigada Militar, que estará ainda mais presente na vida das

Major destaca que viaturas desgastadas devem ser trocadas por novos veículos

comunidades. As viaturas também permitem mais agilidade no atendimento à população", disse o governador José Ivo Sartori. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP), as novas viaturas devem estar em operação a partir de fevereiro de 2018. “Trata-se de um investimento necessário, que vai possibilitar a prestação de serviços com ainda mais qualidade. A compra de viaturas, aliada ao ingresso significativo de efetivo, vai contribuir para o combate à criminalidade”, salientou o secretário adjunto, coronel Everton Oltramari. O governo do Estado já inves-

tiu R$ 12,6 milhões na compra de viaturas para a Segurança Pública.Foram R$ 6,1 milhões para a BM e o Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS); R$ 4,4 milhões para a Polícia Civil (PC); R$ 328 mil para a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe); e R$ 1,7 milhão para o InstitutoGeral de Perícias (IGP). A parceria com o governo federal também garantiu investimentos no reaparelhamento das instituições vinculadas à SSP. O Ministério da Justiça e Segurança Pública repassou 20 viaturas para o IGP; 14 para a Susepe; 12 para a BM; quatro para a PC; e dois para o CBMRS.

Dupla é presa com carro clonado

Veículo foi adquirido pelo valor de R$ 4,7 mil e estava emplacado em Alvorada

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu dois jovens com um carro clonado na BR 158, em Cruz Alta. A ação policial aconteceu por volta das 17h de quinta-feira, próximo à localidade de Ivaí. Informações apuradas indicam que até a madrugada de ontem, a fiança arbitrada em RS 4,7 mil não tinha sido paga. De acordo com a PRF, após abordagem do veículo Palio com placas de Porto Alegre, verificouse divergência entre os dados do veículo com aqueles constantes do sistema. Os agentes identificaram a placa original do veículo, que corresponde a um Pálio que foi roubado em Alvorada no dia 24 de setembro deste ano. O condutor, 23 anos, de Cruz Alta, relatou aos policiais que havia pago R$ 1,5 mil pelo veículo. Diante desse fato, foi dada voz de prisão ao motorista e ao passageiro do veículo, 21 anos, de Alvorada, que foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Cruz Alta para lavratura do flagrante.

20

Polícia Civil paralisa atividades segunda-feira A Polícia Civil vai paralisar as atividades a partir da próxima segunda-feira, 9. A categoria aprovou a greve em assembleia realizada na última quinta-feira, pelos servidores. Na próxima quarta-feira, os policiais realizarão uma assembleia para avaliar o movimento. As direções da Ugeirm e da Asdep foram chamadas, na última quarta-feira, para uma reunião com a cúpula do governo, no Palácio Piratini. O presidente do Sindicato dos Escrivães, Inspetores e Investigadores de Polícia (Ugeirm/Sindicato), Isaac Ortiz, explicou que a decisão foi tomada para protestar o atraso do pagamento dos salários, referentes ao mês de setembro. Durante a assembleia, o diretor da Ugeirm, Cládio Wohlfahrt fez um breve relato da reunião: “reagindo à mobilização da categoria, o governo fez uma série de propostas. Como resolver a questão das aposentadorias, a isenção do ICMS para compra de armas, resolver o problema da PGE que está demitindo servidores inocentados pelo Conselho. O principal, que é a questão do salário, o governo se comprometeu que parte do dinheiro arrecadado com a venda de ações do Banrisul será reservada para o 13º e para os salários de dezembro”, informou Cládio. O presidente da Ugeirm, Isaac Ortiz, também fez um relato da reunião. O presidente do sindicato classificou o diálogo com o governo como “duro”, porém proveitoso. “O resultado final foi positivo e mostrou a capacidade de mobilização da categoria, que conseguiu fazer o governo se mover e se dispor a negociar”. Cládio lembrou, ainda, que

apesar das ofertas colocadas na mesa, o governo deixou claro que não poderia garantir duas das principais demandas da categoria: o fim definitivo dos parcelamentos e a efetivação das promoções atrasadas. Quanto a estas últimas, depois de terem a data adiada por três vezes, este ano, o governo afirmou que não poderão sair. O secretário também informou que as promoções dependem do fluxo de caixa e da assinatura do Programa de Recuperação Fiscal com a União. Após os informes da direção da Ugeirm, os policiais, de várias regiões, subiram ao carro de som para relatar as discussões feitas em seus locais de trabalho. Em todas as intervenções foi expresso o descontentamento com o não pagamento dos salários da Polícia Civil, os vários ataques do governo Sartori (PMDB) e a ausência das promoções. Os policiais também foram unânimes em avaliar que a categoria está chegando ao seu limite e que é preciso aprofundar a mobilização. Após as discussões, foi aprovada, por ampla maioria, a proposta de greve até a integralização dos salários, que está prevista para o dia 17 de outubro. Por último, a direção da Ugeirm apresentou a proposta, que foi aprovada por unanimidade, de realização de uma assembleia, no dia 11 de outubro, para avaliação do movimento. Após as deliberações, a Assembleia encaminhou a formação do Comando de Greve com a representação das várias regiões do Estado. Ontem, a direção avaliou com o Comando de Greve como serão os procedimentos da categoria durante a greve, a partir de segunda-feira.

Paralisação foi confirmada pela Ugeirm em assembleia realizada nesta semana


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

PROJETO

Acadêmicas resgatam lembranças na Sabeve Aconteceu ontem, na Sabeve – Serviço de Amparo e Bem-Estar da Velhice, a sistematização final e confraternização de um trabalho realizado pelas acadêmicas do curso de Pedagogia da Unijuí, Greici Tais Real Ulsenheimer e Patrícia Garcia do Nascimento, para a disciplina Práticas Educativas em Espaços Não-Escolares. Conforme explica a professora Lídia Inês Allebrandt, a proposta do componente é oportunizar que os acadêmicos conheçam instituições que promovem trabalhos sociais, culturais e educativos, além dos sujeitos que as compõem. É a partir desta escuta que os alunos desenvolvem um projeto, que prevê práticas e interação entre eles

SERVIÇOS BRECHÓ DA APV Neste sábado, a Associação Protetores da Vida (APV) promoverá mais um brechó, das 9h às 17h, sem fechar ao meio-dia. À comunidade

e as pessoas que na entidade convivem. Foi pensando em conhecer, ainda mais, o universo da terceira idade, que as acadêmicas Greici e Patrícia optaram pela Sabeve para desenvolver o projeto “Quando as brincadeiras acontecem, as memórias renascem”. O tema nasceu do pressuposto que a memória pode emergir a partir de diversos contextos e, por isso, houve a escolha das brincadeiras como mola propulsora das observações. Com isso, pensou-se nas memórias dos idosos como mediadoras entre a atual geração e o passado. De agosto a outubro, foram realizados encontros semanais. Ontem, foi proposta uma prática que envolveu estarão disponíveis roupas, calçados e acessórios femininos e masculinos, bem como artigos em bom estado para animais. Interessados podem visitar a nova sede da APV, situada na Rua Benjamin Constant, 275, no subsolo da NetCopy.

EM MEMÓRIA DE 2° ANO DE FALECIMENTO E CONVITE PARA A MISSA TEREZINHA MARIA BARELLA SAKIS *23/06/1949 +10/10/2015

Confraternização realizada ontem no encerramento do projeto

duas gerações: crianças e idosos. A ação contou com o grupo de dança expressiva da Educação Infantil do Centro de Educação Básica Francisco de Assis (EFA), coordenado pela professora Eduarda Virgínia Burckardt, que interagiu com os acolhidos e vivenciou o que desde o início

estava sendo questionado: “se a criança, ao brincar, para no tempo, o idoso também volta ao passado?”. O Coral da Sabeve também preparou as músicas "Se essa rua fosse minha", "Ciranda cirandinha" e "Alecrim dourado"para apresentar às crianças e demais convidados.

TIRADENTES - O Colégio Tiradentes promove neste sábado um galeto beneficente, cujo recurso arrecadado subsidiará o deslocamento das equipes classificadas nas Olimpíadas de Geografia e Astronomia.

Fichas ainda podem ser adquiridas, ao valor de R$ 25, pelo telefone 3332-9416. Cada cartão dá direito a meio galeto, arroz, pão e salada verde. A retirada acontece a partir das 11h. É necessário levar recipientes.

AGRADECIMENTO Os familiares de

21

Bom Pastor encerra atividades da 1ª Sipat A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes do Hospital Bom Pastor de Ijuí, realizou, ao longo da última semana, a 1º Semana Interna de Prevenção ao Acidente de Trabalho (Sipat). Foram cinco dias de abordagem centrada na prevenção de acidentes e motivação da equipe. As atividades abordaram temas relacionados à promoção de saúde e do bem-estar, conscientizando os funcionários sobre a importância de assimilar uma conduta capaz de prevenir acidentes e de um clima de sintonia entre as equipes. Reflexões internas, sobre a saúde do trabalhador, foram abordadas com a palestra do psiquiatra Bruno Guidolin, enfocando a Síndrome de Burnout. No dia seguinte, a terapeuta Ana Claudia Scarton complementou com técnicas de relaxamento e aplicação de Reiki. Também foram realizadas dinâmicas de grupo e integração por Fábio Novello. A técnica de segurança do trabalho Mitieli Bruckmann abordou sobre a prevenção de doenças e acidentes de trabalho. Os técnicos da medicina ocupacional da Unimed, en-

Caroline Tâmbara

cerraram a semana com teoria e prática sobre a prevenção de incêndios. A presidente da Comissão Interna de Prevenção a Acidente (Cipa), Caroline Tâmbara, considerou o evento muito produtivo já que permitiu a atualização de conhecimentos sobre doenças do contemporâneo, momentos de lazer e descontração entre os colaboradores, bem como abordagem de técnicas de prevenção de acidentes e doenças laborais. Em virtude do entusiasmo da equipe, já surgiram novas ideias para pensar a Semana Interna do próximo ano.

EM MEMÓRIA AO 1º ANO DE FALECIMENTO DE JOSÉ RODRIGUES FERREIRA

* 19/03/1947 +01/10/2016 Você sempre viverá em nossas lembranças. Saudade eterna da esposa, filho, nora e netos. Ijuí, 7 de outubro de 2017.

LUCILDA KORB

*08/06/1961 +24/09/2017

Na imensa generosidade e amor, você nos acolheu em seus braços e em sua vida e doou-se a nós. A saudade é um sentimento capaz de nos levar por caminhos de dor, mas também essa mesma saudade, mantém viva as lindas lembranças de tempos passados, e a imagem de alguém que para sempre vamos amar. A sua lembrança continua viva, presente, latente em nossas vidas, Deus agora tem você em seus braços, e nós eternamente em nossos corações. Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim ainda que morto viverá. E todo aquele que vive e crê em mim, jamais morrerá. João 11:25-26 Esposo, filhos, nora e genro convidam para a missa de 2° ano de falecimento a ser celebrada, dia 10 de outubro, as 19h na igreja Matriz Nossa Senhora Natividade.

Agradecem sensibilizados, todo o apoio, carinho, solidariedade recebido dos amigos, parentes e vizinhos. O nosso reconhecimento a todos os funcionários do Hospital Unimed, ao Dr. Fábio Franke, a equipe da Clínica Saint Gallen, e ao Dr. Marcelo Dotto, de Santa Cruz do Sul, profissionais que estiveram ao seu lado durante a sua enfermidade. Querida mãe! Vivemos uma dor irreal. Em três meses, sem o pai e sem você. Sabemos que temos que seguir em frente, pelo exemplo de luta que ambos nos deram. Para quem te conheceu mãe, ficará também na memória a saudade e a lembrança de uma mulher guerreira, forte e amiga. O nosso amor para toda eternidade! Dos seus filhos Francine e Cristian; genro Jarbas, nora Ana; esposo Edio Arno Korb (in memoriam).

Ijuí, 7 de outubro de 2017.

Ijuí, 7 de outubro de 2017.

EM MEMÓRIA E CONVITE PARA MISSA DE 13º ANO DE FALECIMENTO Mauro, Ivanice, Rafael e Letícia Czepielewski convidam para missa de 13º ano de falecimento de sua sempre lembrada

JADWIGA JANINA CZEPIELEWSKI (HEDWIGES)

*23/06/1922 +04/10/2004 “Teu exemplo nos seguirá para sempre” Outrossim convidam para missa em memória a ser celebrada hoje, dia 7 de outubro, às 19 horas na Matriz São Geraldo em Ijuí, e em Porto Alegre às 18horas e 30 minutos, na Igreja da Ressurreição do Colégio Anchieta, Porto Alegre. A família antecipa agradecimentos. Ijuí, 7 de outubro de 2017.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

DRENAGEM PLUVIAL

Bairro das Chácaras tem reivindicação atendida

Os moradores do bairro das Chácaras já podem comemorar, pois as reivindicações estão sendo atendidas nas ruas Dr. Agenor de Oliveira Carvalho e Otto Heinke, onde havia uma grande vala. De acordo com a presidente do bairro, Elisiane Paixão Gomes, o pedido pela obra de drenagem já durava 29 anos. “Valeu a pena a luta, as brigas, as entrevistas. Os trabalhos já foram iniciados, a boca de lobo já foi feita, a tubulação foi colocada e agora estamos na fase final da obra.” A equipe do Departamento Municipal de Águas e Saneamento de Ijuí (Demasi) é responsável pelo andamento das obras. No total, serão cinco bocas de lobo instaladas e uma canalização de 110 metros, interligando as duas ruas. “A obra vai ser a solução para o escoamento da água da

chuva, e consequentemente uma solução aos moradores”, explica o diretorpresidente do Demasi, Ênio dos Santos. “Essa é uma reivindicação antiga dos moradores, da presidente do bairro, e, juntamente com o prefeito Valdir Heck, nos comprometemos em fazer este serviço”, reforça. Segundo Ênio, existe um cronograma para execução das obras, que são realizadas conforme orçamento do Município. Apeser de o Executivo estar sofrendo com a diminuição nas arrecadações, o departamento está adequando os projetos para que sejam contempladas áreas de extrema urgência. O diretor-presidente destaca, ainda, que foram feitos investimentos para aquisição de um caminhão e, no mês de passado, de uma retroescavadeira. Salienta ainda que todos estes

PARTICIPAÇÃO DE FALECIMENTO E CONVITE PARA MISSA DE 7º DIA Esposa, filho, filhas, genros, netos e bisneto com pesar participam o falecimento de

CELSO PEREIRA GOMES

* 30/06/1933 + 04/10/2017 “Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz. Onde houver ódio, que eu leve o amor; Onde houver ofensa, que eu leve o perdão; Onde houver discórdia, que eu leve a união; Onde houver dúvida, que eu leve a fé; Onde houver erro, que eu leve a verdade; Onde houver desespero, que eu leve a esperança; Onde houver tristeza, que eu leve a alegria; Onde houver trevas, que eu leve a luz. Ó Mestre, Fazei que eu procure mais Consolar, que ser consolado; compreender, que ser compreendido; amar, que ser amado. Pois é dando que se recebe, é perdoando que se é perdoado, e é morrendo que se vive para a vida eterna.” - São Francisco de Assis A família ainda convida para missa de 7º dia que será celebrada na terça-feira, dia 10, na Paróquia São Geraldo, às 19 horas. Ijuí, 7 de outubro de 2017.

22

Parceria é formada no bairro Jardim O Espaço Vida e Saúde – projeto articulado pela Missão Adventista de Ijuí – acaba de firmar uma parceria com a Secretaria Municipal de Esporte, Cultura e Turismo, e também com a Associação de Moradores do bairro Jardim. A aliança permitirá melhorias na praça e na quadra de esportes, além de aulas aos estudantes da comunidade. “Já no próximo mês, queremos fazer a recuperação da praça e quadra de esportes, com uma nova pintura. Lá, queremos desenvolver, a partir de dezembro, um projeto de vôlei”, explicou o coordenador do Espaço Vida e Saúde, Henrique Toledo.

A parceria prevê, ainda, aulas de matemática aos alunos que estão com dificuldades na disciplina, a partir do próximo ano. “A ideia é ofertar inglês, também, mas ainda dependemos de voluntário”, lembra Henrique. Presidente do bairro Jardim, Vilmar Suckel destacou que a parceria é mais uma conquista para a comunidade – e uma possibilidade de crescimento. Ele destaca que a associação não possui recursos próprios para garantir obras. “O que entra, mal dá para fazer manutenção da sede. E não realizamos muitas promoções, em razão das despesas que temos”, explica.

Cinco bocas de lobo serão instaladas, além de 110m de tubulação

investimentos vêm reforçar a estrutura para o fortalecimento do departamento e, consequentemente, realizar o seu trabalho com mais eficiência. “Quando assumimos em janeiro, passamos por um período muito crítico, principalmente até junho, quando tivemos chuvas de mais de 1.400 mm. E hoje,

juntamente com a Secretaria de Obras, estamos realizando um trabalho de prevenção, limpando as bocas de lobo, limpando as canalizações pluviais para que tenhamos a diminuição dos alagamentos no nosso município. Boa parte dos problemas foram sanados, mas, sabemos que ainda há casos pontuais”, comenta.

Neste mês, o Centro de Referência em Assistência Social (Cras) Centro está realizando atividades de orientação às famílias, alusivas à campanha Outubro Rosa, e também trabalhando o tema “O lugar das crianças em nossa sociedade”. Em relação ao Outubro Rosa, o Cras-Centro está fazendo uma fala sobre a importância da prevenção, do autoexame e exames complementares. Além disso, está distribuindo laços cor de rosa, símbolos da luta contra o câncer de mama. Para as usuárias, também são entregues cartões lembrete. Segundo a coordenadora do Cras-Centro, assistente social Fabíola Dutra, esse trabalho está sendo desenvolvido no sentindo de dar "um toque de amor pela vida", que pode fazer toda a diferença. Sobre a temática trabalhada, o Cras-Centro está realizando palestras no sentido de orientar as mães. Nelas, são exibidos fragmentos do filme Crianças Invisíveis. “Ele traz retalhos

que colocam cada momento em um paralelo específico, observando o que está acontecendo na sociedade. O filme retrata a realidade em que vivem algumas crianças e que não está tão distante do nosso cotidiano", comenta. O Cras-Centro trabalha na proteção básica e na prevenção das situações de risco, orientando as famílias sobre a importância das crianças viverem a infância, os sonhos, as fantasias e os seus desejos. De acordo com a coordenadora, o público-alvo concentra as famílias inscritas no Cadastro Único, que recebem o Bolsa Família e também o BPC (Benefício de Prestação Continuada); famílias que atendem aos critérios para programas ou benefícios, mas que ainda não foram contempladas; famílias em situação de vulnerabilidade social; pessoas portadoras de deficiência e idosos que vivem em risco social. Neste mês, também está sendo realizada uma oficina de artesanato.

Aliança permitirá a recuperação da praça e quadra de esportes

Comas avalia Cras Centro promove prestação de contas ações às famílias Foi aprovada pelo Conselho Municipal de Assistência Social (Comas) o relatório de prestação de contas da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, relativo ao ano de 2016. A análise aconteceu durante a reunião mensal dos conselheiros, realizada na Sala de Reuniões da secretaria. “O Conselho é responsável por fiscalizar as atividades, programas e serviços que são desenvolvidos, ao longo do ano, pela secretaria”, explica a presidente do Comas, Cristiane Barasuol. As reuniões, abertas à comu-

nidade, acontecem sempre na primeira quinta-feira de cada mês. Em contato com a redação, Cristiane lembrou, ainda, que o Comas está acertando os últimos detalhes para abertura do processo de chamamento público voltado às instituições que acolhem idosos. A expectativa, segundo a presidente, é que a abertura ocorra em dezembro. “Estamos ansiosos pela inscrição de entidades interessadas em fazer parte dos convênios do Município. Há uma demanda significativa de idosos que necessitam de acolhimento”, reforça.

Conselho Municipal de Assistência Social se reuniu na quinta-feira


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 7 e 8 de outubro 2017

23

Memória JM Notícias de OUTUBRO de 1982

CARA OU COROA Armindo Pydd

CIRCADIANO **Circadiano vem do latim (circa diem), cerca de um dia. Ritmo ou Ciclo Circadiano designa o período de cerca de 24 horas sobre o que se baseia o ciclo biológico de quase todos os seres vivos. É influenciado pela variação de luz, temperatura, marés, e ventos entre o dia e a noite. Regula todos os ritmos materiais bem como muitos dos ritmos psicológicos do corpo humano com influência sobre vigília, sono, renovação de células e controle da temperatura do corpo. **Três pesquisadores americanos ganharam o Prêmio Nobel de Medicina deste ano por novas descobertas dos processos que se verificam dentro das células e regulam assim o organismo deste “relógio” ( ritmo circadiano) que processa e monitora e está localizado nos humanos na área conhecida como hipotálamo. **Estamos em época de Prêmios Nobel. Há muito anos se repete a mesma história. Os cientistas americanos sempre se destacam com grande vantagem sobre os outros países. Isto explica porque este pais, os EUA está a frente de todos é o líder mundial e vai continuar assim durante muito tempo. Porque isto. Porque o progresso, os avanços, as novas descobertas acontecem onde existe liberdade de pensamento. E poderíamos acrescentar. Liberdade de iniciativa ser o freio do estado. **O suicídio do reitor da Universidade Federal do Paraná é uma tragédia anunciada. Com todo o estardalhaço, com a mídia presente, foi conduzido de maneira coercitiva pela Policia Federal e já amplamente divulgadas os “crimes” de que acusado. Sem antes ter havido o contraditório. Mesmo solto no dia seguinte, o impacto foi tão grande que se suicidou. **Em meio ao combate à corrupção e o aplauso da população tem se repetido muitos atropelos de setores empenhados neste combate com vazamentos de depoimentos, com mídia espetacularizando tudo com destruição de reputações. Não faltam também entre nós os adeptos de métodos do “comissariado do povo de Stalin” ou da “Gestapo de Hitler” e que tem a proteção extra do foro privilegiado. **No Projeto Cura realizado em São Paulo, o Dr. Fernando Maluf informou que existe no interior do RS , em Ijuí, pesquisa que supera qualquer outro centro no Brasil. No mundo científico, Ijuí aparece com destaque, graças como sempre a algumas pessoas , aqui entre nós o Dr. Fábio Franke à frente e o apoio do HCI. **87% em Curitiba, 86% em Porto Alegre, 71% em Florianópolis e com a média nacional de 57% . São os últimos números da número de famílias endividadas no Brasil.

Os planos de governo dos candidatos à prefeitura R

epresentando os quatro partidos políticos existentes em Ijuí, nove candidatos (três do PDS, três do PMDB, dois do PDT, e um do PT), estão disputando a única vaga para a Prefeitura Municipal de Ijuí. Em plena fase de campanha política, e sem um maior acesso ao rádio e a televisão, os candidatos somente conseguem divulgar seu plano de governo nas concentrações promovidas pelos partidos, tanto na cidade como no interior do município. Por isso, abrimos espaço hoje para que divulguem seu plano de governo, com o objetivo de esclarecer os eleitores sobre aquilo que pretendem fazer ao assumir os destinos de nosso município. Armindo Pydd, Olivar Scherer e Jaime Sérgio Muraro, do PDS; Honorato Pasquali, Suimar João Bressan e Thomas de Aquino Moraes, do PMDB; Wanderley Burmann e Leonardo Azambuja, do PDT; e Dinarte Belato, do PT, apresentam aqui as suas propostas para governar Ijuí. (matéria nas páginas centrais da edição de 2 de outubro de 1982)

Armindo Pydd- PDS

Suimar Bressan - PMDB

Olivar Scherer - PDS

Thomas A. Moraes - PMDB

Wanderley Burmann - PDT

A coleção completa do JM está disponível para pesquisa no Museu Antropológico Diretor Pestana

Jaime Muraro - PDS

Leonardo Azambuja - PDT

Honorato Pasquali - PMDB

Dinarte Belato - PT

CONCURSOS DETRAN/RS - O Detran/ publicou o edital de credenciamento para selecionador cinco profissionais da área de Medicina de Tráfego, no intuito da compor a Junta Médica Recursal. Os Peritos Examinadores irão receber remuneração conforme valor atualmente fixado em R$ 79, no qual incidirão os descontos previstos em lei. As inscrições podem ser efetuadas de 11 de setembro a 13 de outubro de 2017, endereçada à Coordenadoria Psicológica e Médica, deve ser entregue no Protocolo do Detran, na Avenida Júlio de Castilhos, nº 505, 17º andar, Centro, em Porto Alegre, ou encaminhada por correio para este mesmo endereço, de CEP 90030-131. O processo de seleção terá avaliação curricular, de títulos e entrevista individual.

DERRUBADAS - Estão abertas as inscrições no processo seletivo da prefeitura de Derrubadas. A oportunidade é para Odontólogo, para atuar em regime de trabalho de 40 horas semanais, com vencimento de R$ 4.821,54, no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde. Interessados devem realizar as inscrições até às 17h do dia 9 de outubro, mediante apresentação dos documentos solicitados em edital, na sede da Secretaria Municipal de Administração. A seleção dos inscritos consistirá de prova escrita, de caráter eliminatório e classificatório, composta por 25 questões objetivas, a serem realizadas em horário, local e data informados posteriormente.

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA - O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio da Escola de Administração Fazendária (Esaf), anunciou concurso público de edital nº 59/2017, para a contratação por tempo determinado de 300 Auditores Fiscais Federais Agropecuários. Para participar da seleção, é necessário ser profissional da área de Medicina Veterinária com registro em Conselho. Os contratados atuarão em carga horária de 40 horas semanais, e remuneração de R$ 14.584,71. Dentro do total de vagas, 225 serão para ampla concorrência, 15 para deficientes e 60 reservas para as cotas. A inscrição estão abertas de 2 a 16 de outubro de 2017, no site www.esaf.fazenda.gov.br. A taxa de inscrição é de R$ 120.


www.jmijui.com.br

CENSO AGROPECUÁRIO

BOSQUE DO PARQUE

Nesta semana, o IBGE começou a visitar propriedades rurais de Ijuí e região, na coleta de informações do Censo Agropecuário. 39 recenseadores realizam o trabalho | 11

Campeonato Municipal de Futebol Amador é paralisado Competição da 1ª e 2ª Divisões para por tempo indeterminado. | 16

Ijuí Drones recebe hoje o Corupá Buffalos

Durante a Expo-Ijuí/Fenadi é possível fazer roteiros pela trilha ao redor do Parque de Exposições, que recebeu melhorias | Caderno Dois

INTEGRAÇÃO

Equipe decide no Poliesportivo vaga para as semifinais da Copa Sul de Futebol Americano. | 16

Acadêmicas de Pedagogia da Unijuí finalizaram ontem o projeto desenvolvido na Sabeve | 21

EDITORIAL | 6 É importante que tenhamos ferramentas para evitar os ataques pessoais na internet, bem como a veiculação de notícias falsas.

Jornal da Manhã - Sábado - 07-10-17  
Advertisement