Page 1

WWW.CLICJM.COM

Ano 46 - Nº 228

Ijuí, Terça-feira, 24 de março de 2020

R$ 3,00

Inimigo invisível

População adere ao isolamento social, como forma de evitar a propagação do novo coronavírus. | 4

Bolsonaro revoga artigo sobre contrato de trabalho Artigo de Medida Provisória permitia suspender contrato e salário por 4 meses. | 8

Governo anuncia recursos para os municípios Pacote de ajuda, de R$ 88 bilhões, também vai auxiliar os Estados. | 10

AVISO AOS LEITORES Seguindo as orientações de prevenção ao coronavírus, as edições do Jornal da Manhã estão reduzidas. A próxima edição circulará na quinta-feira. Agradecemos a compreensão dos nossos leitores.


2

Jornal da Manhã

TERÇA-FEIRA, 24 DE MARÇO DE 2020

RADAR

OLHO DA RUA

ESCOLAS - Devido à necessidade considerada “urgente” pelo governo do Rio Grande do Sul em coibir aglomerações por conta do avanço do novo coronavírus, o Executivo emitiu ontem um memorando em que suspende o expediente presencial em escolas do Estado. O período da suspensão começou ontem e vai até o dia 3 de abril. De acordo com o documento, a suspensão diz respeito também à Secretaria de Educação e às Coordenadorias Regionais. A orientação é para que os servidores públicos que atuam nesses locais e nas escolas passem a desempenhar as suas atribuições de maneira domiciliar, ficando à disposição de uma eventual convocação.

A 17ª Coordenadoria Regional de Saúde está utilizando diversos meios para solicitar à comunidade ijuiense que permaneça em casa, para conter a propagação do novo coronavírus.

FIES - O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) prorrogou por 30 dias o prazo para validação do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), a ser feita pelas Comissões Permanentes de Supervisão e Acompanhamento do Fies (CPSAs). Foi também prorrogado pelo mesmo período o prazo para formalização do financiamento estudantil junto ao agente financeiro, referente às inscrições do primeiro semestre de 2020 que estão vencidas até esta data. As medidas foram publicadas no Diário Oficial da União de ontem. A CPSA é a comissão responsável por validar as informações prestadas pelo estudante no ato da inscrição. SEGURANÇA - O ministro da Justiça, Sergio Moro, vai publicar uma portaria hoje autorizando os estados a utilizar recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública em ações necessárias ao enfrentamento da pandemia do coronavírus. De acordo com informações da pasta, R$ 200 milhões poderão ser redirecionados para questões de segurança e defesa social por causa da crise. O dinheiro estava carimbado para ações específicas, mas agora podem ser realocados. O valor se refere ao que foi repassado aos estados no ano passado. HOTÉIS - A crise mundial causada pela pandemia do coronavírus reflete na rede hoteleira gaúcha. O Sindicato Intermunicipal da Hotelaria no Rio Grande do Sul (Sindihotel) relata que os hotéis vivem um quadro de falta de hóspedes sem precedentes, que deve zerar o faturamento no período. “Cada dia é um dia. Existem muitas incertezas. Está muito difícil. Está praticamente zerada a ocupação nos hotéis”, disse o presidente do Sindihotel, Manoel Soares. A rede hoteleira gaúcha concentra grande parte das ocupações no setor de negócios. Com a economia parada, Soares estimou a demissão de até 30% dos trabalhadores. TESTES - A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou ontem o registro de três novos testes para diagnóstico de infecção pelo novo coronavírus. Dos novos testes, dois são moleculares e usam uma técnica conhecida como PCR, que verifica a presença de material genético do vírus em amostras das vias respiratórias de pacientes. Um terceiro teste aprovado usa uma pequena amostra de sangue para detectar a presença anticorpos contra o vírus —é o popular teste rápido. Em geral, esse tipo de teste leva entre 10 a 30 minutos para obter resultados. Já os testes com PCR levam em torno de quatro horas (somados outros processos, porém, o prazo sobe para até dois dias).

INDICADORES Poupança 23.3.2020 ....................0,5 % Ouro 23.3.2020............. R$ 256,69(gr) Dólar Comercial.................... R$ 5,1352 Dólar turismo ....................... R$ 5,3481 Euro ......................................... R$ 5,51 IPC/FIPE Dez. /2019 .................. 0,94 % INPC jan./2020........................... 0,19% IGPM Jan. /2020 ........................ 2,09% IPCA jan. /2020 .......................... 0,21% TR Fev./2020.............................+0,0% SELIC Fev./2020 .....................+4,25%

LOTERIAS

NÚMEROS EXTRA-OFICIAIS

1º - 7.521 2º - 0.590 3º - 1.168 4º - 0.143 5º - 5.346 ENTRE ASPAS "E se precisar tirar da política, do judiciário, de quem precisar tirar, vai tirar, porque nós sabemos que o gasto para o enfrentamento dessa crise tanto do ponto de vista social, econômico e, principalmente, da estrutura de saúde pública para garantir as vidas vai ser, como eu disse, na ordem de R$ 300 bilhões, R$ 400 bilhões." Presidente da Câmara, Rodrigo Maia

QUINA

CONCURSO nº

5227

06 08 49 64 68 LOTOFÁCIL

CONCURSO nº 1944

01 02 04 05 07 08 09 10 11 13

"Quanto mais rápido pararmos o coronavírus, mais rapidamente e com mais força nos reergueremos." Diretora-executiva do FMI (Fundo Monetário Internacional), Kristalina Georgieva

16 18 22 23 24 PREVISÃO DO TEMPO Fonte: Climatempo

"Você colocar o povo dentro de casa, com medo, e sem remuneração, sem garantia, é falta de discernimento." Presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli

GETÚLIO

HOJE

MÁX.

33° Sol com algumas nuvens. Não chove.

MIN.

16°

QUARTA

MÁX.

33° Sol com algumas nuvens. Não chove.

MIN.

18°

QUINTA

MÁX.

33° MIN. Sol com algumas nuvens. Não chove.

16°


Jornal da Manhã

terça-FeIra, 24 de março de 2020

3

CORONAVÍRUS

Jornais lideram índice de confiança em informações, diz Datafolha Com TVs e jornais à frente, os meios de comunicação da imprensa profissional são vistos pela população como os mais confiáveis na divulgação de informações sobre a crise do novo coronavírus, segundo pesquisa do Datafolha. Enquanto isso, redes sociais e aplicativos de mensagens são vistos como pouco confiáveis em meio à pandemia. Segundo o levantamento, programas jornalísticos da TV (61%) e jornais impressos (56%) lideram no índice de confiança sobre o tema, seguidos por programas jornalísticos de rádio (50%) e sites de notícias (38%). Em posição oposta à imprensa profissional estão os conteúdos que vêm de WhatsApp e Facebook. Nas duas plataformas, apenas 12% dizem confiar em informações sobre o coronavírus. Nelas, o índice dos que dizem não confiar nas informações atinge 58% (WhatsApp) e 50% (Facebook). Por outro lado, o índice dos que dizem não confiar nas informações sobre a pandemia é de 11% nos jornais e de 12% nos telejornais.

Os sites de notícias têm a desconfiança de 22%. O levantamento do Datafolha foi realizado de 18 a 20 de março. A pesquisa foi feita por telefone, e não presencialmente, devido à pandemia. Foram ouvidas 1.558 pessoas, e a margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou menos. As pessoas foram questionadas se confiam ou não confiam nas informações sobre o coronavírus divulgadas nos jornais impressos, nos programas jornalísticos de TV e rádio, nos sites de notícias, no Whatsapp e no Facebook. Elas podiam responder ainda se confiavam apenas em parte nas informações ou se não utilizavam os meios. Acreditam mais nas redes sociais pessoas com mais de 60 anos e menos escolarizadas —do total de entrevistado que têm até o ensino fundamental, 18% dizem confiar nas informações sobre a pandemia recebidas pelo WhatsApp e 17% pelo Facebook. Esses segmentos, porém, também confiam mais nos meios de comunicação profissionais.

A população brasileira está assustada com a emergência sanitária causada pela pandemia. Para 88%, segundo o Datafolha, trata-se de uma questão séria. Além dos 36% que se dizem com muito medo, há outros 38% que relatam ter um pouco de temor. A chance de ser infectado pelo patógeno é estimada como possível por 83% (20% alta, 33% média e 30%, baixa). Hábitos diversos foram mudados e, para 73%, medidas mais duras como a quarentena que foi anunciada por São Paulo no sábado (21) são necessárias e desejáveis. O comportamento do presidente continua sendo um fator de divisão. Para 20%, ele se comporta de maneira adequada ao cargo sempre, e 27% acham que ele o faz na maioria das vezes. Na outra metade, 26% creem que Bolsonaro não se porta como um presidente, e 20%, que ele é assim na maior parte das vezes. As ações oficiais para tentar conter o vírus têm alta aceitação: 92% concordam com a suspensão de aulas, 94% aprovam a proibição

Empresários locais já sentem efeitos A diretoria da Associação Comercial e Industrial de Ijuí (ACI) reuniu-se recentemente com membros dos departamentos da entidade para debater acerca da preocupação relativa aos efeitos das medidas emergenciais de prevenção à propagação do coronavírus no município, que determinam, entre outras ações, o fechamento do comércio e de estabelecimentos que prestem serviços considerados como nãoessenciais à população. “A ACI reuniu-se, com as devidas precauções, ao ar livre. Nunca vivemos essa situação tão grave e difícil e estamos preocupados com a vida, orientando as empresas para que tomem as devidas precauções quanto aos hábitos, na saudação, na distância e na higienização, tanto nas empresas quanto em casa de forma rigorosa, e que também parem as atividades quando é o caso”, comenta o presidente da associação, Nilo Leal da Silva. Segundo ele, no setor industrial há casos em que há previsão de entregas para exportação, já com depósitos feitos antecipadamente, e que terão de cumprir os prazos, portanto, continuarão desenvolvendo suas atividades,

Nilo Leal da Silva

com adoção dos cuidados recomendados. Na outra ponta, o setor empresarial começa a se preocupar com os efeitos da epidemia do Covid-19 na economia local. “Muitas empresas já estão com dúvidas, e com problemas, porque há 15 dias o movimento já diminuiu, com relação ao cumprimento das obrigações, dos tributos, dos valores a se-

rem recolhidos, pagos, boletos, enfim, cheques que estão sendo descontados.” Para minimizar os impactos, a ACI trabalha em conjunto com as assessorias jurídicas e administrativas da Federasul e do Sistema Fecomércio, e considera as decisões tomadas pelos empresários de Ijuí. Questionado sobre a realização da Expo-Ijuí, que acontece anualmente em outubro, e a possibilidade de ocorrer mudanças, Nilo conta que o assunto já foi debatido e que a equipe responsável pela organização da feira está trabalhando em casa, online, mantendo contato com fornecedores e prestadores de serviço. Em função do tamanho da feira, é preciso que haja planejamento antecipado de, pelo menos, seis meses. “Temos que sempre estar atentos, porque precisamos pensar todos os dias. Não podemos tomar decisões agora. Acredito que ainda não estamos no problema maior, que virá quando tivermos algum caso confirmado, como ocorreu em Porto Alegre, e que surgem novos casos de pessoas que não tiveram contato com pessoas que retornaram do exterior.”

Você confia ou não confia nas informações sobre o coronavírus, divulgadas nos jornais

Fontes: Datafolha

de viagens internacionais e 91% são favoráveis à interrupção nos campeonatos de futebol do país, por exemplo. De acordo com o Datafolha, a avaliação de Bolsonaro na gestão da crise é muito pior que a de governadores e ministério, também de acordo com o Datafolha.

Bolsonaro tem sua gestão da pandemia aprovada por 35%, enquanto governadores são vistos como ótimos ou bons em seu trabalho por 54%. Mesmo o Ministério da Saúde é mais bem avaliado que o presidente: 55% aprovam o trabalho da pasta de Luiz Henrique Mandetta.

Avanço de pandemia alerta para recessão A pandemia de coronavírus desencadeou uma crise econômica que cresce como uma avalanche. Com a Europa se tornando o epicentro da pandemia e os Estados Unidos em uma emergência nacional, os governos estão colocando o pé no acelerador para tentar limitar o impacto econômico devastador da disseminação do coronavírus pelas famílias, trabalhadores e empresas. À medida que mais países fecham suas fronteiras e declaram quarentena para impedir a disseminação do vírus, a atividade econômica afunda. Empresas dos setores mais afetados, como companhias aéreas, hotéis e restaurantes, alertam que podem quebrar. Muitos trabalhadores estão perdendo seus empregos e as bolsas ainda estão em queda livre. Estudo feito pelo Centro de Macroeconomia Aplicada da Fundação Getúlio Vargas (FGV) mostra que os efeitos da pandemia de coronavírus na economia brasileira podem fazer com que o PIB de 2020 termine com uma retração de 4,4%. Caso se confirme, seria a maior retração registrada no País desde 1962, quando iniciou a série histórica. Segundo o estudo, no pior dos cenários, os efeitos significativos da pandemia poderão ser sentidos até 2023. No melhor, os efeitos negativos podem se dissipar a partir do final de 2021. Mesmo com o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central reduzindo a taxa básica de juros, Selic, para 3,75%, as perspectivas de retomada da economia em curto prazo são praticamente nulas. Economista e professor da Unijuí, Argemiro Brum reforça o efeito negativo desse novo elemento, coronavírus. “Essa situação atual é diferente. A sociedade está toda, ou parte, em quarentena, procurando se cuidar a pedido de autoridades. O problema agora é sanitário, então, baixar os juros não terá o efeito que teria se estivéssemos diante de uma crise diretamente provocada por questões econômicas.” Isso porque, mesmo com o dinheiro barato, não haverá consumo imediato por parte da população. Por outro lado, há o efeito negativo da redução da taxa básica, inevitável, que é a maior saída de dólares do Brasil.


4

Jornal da Manhã

terça-FeIra, 24 de março de 2020

CORONAVÍRUS

Médica alerta para cuidado com crianças Não param de crescer os casos de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, no Brasil. Segundo o Ministério da Saúde, até ontem eram 1.891 casos confirmados no território nacional, além de 34 mortes – 30 aconteceram em São Paulo e quatro no Rio de Janeiro. Até esta segunda-feira, o Rio Grande do Sul registrava 96 casos. Na região, conforme boletim divulgado ontem pela 17ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), não há caso confirmado da doença. O documento destaca que deram resultados negativos as análises laboratoriais de quatro residentes em Ijuí e um de Coronel Barros. Outros cinco exames encontram-se em análise. Até o momento, 14 casos foram descartados. Em áudio enviado pela médica infectologista responsável pelo controle de infecção do Hospital Unimed Noroeste/RS e Hospital de Caridade de Ijuí (HCI), Paula Korsack, existem dois casos com grande probabilidade de positivarem. “Os pacientes têm o quadro típico da doença e o quadro epidemiológico”, destacou a especialista, lembrando que os hospitais estão preparados e seguindo as orientações do Ministério da Saúde para atender casos de Covid-19. Também estão em busca da ampliação de leitos. Conforme destaca a médica, a principal orientação, hoje, para a comunidade, é o isolamento social. As pessoas devem ficar em casa, convivendo apenas com pessoas do seu domicílio, sem realizar visitas a parentes – principalmente a pessoas idosas. As aulas foram suspensas, o que não significa que as crianças possam sair para tomar sorvete ou brincar na praça, por exemplo. “As crianças são as grandes disseminadoras do

vírus, porque elas tocam em tudo, abraçam e beijam as pessoas. Por isso a gente deve deixá-las em casa”, destaca Paula, lembrando que pessoas com mais de 60 anos também devem permanecer em isolamento. Se há necessidade de ir ao mercado e à farmácia, que solicite ao vizinhos ou a um parente. As compras, como orienta a médica, devem ser deixadas na porta. “É possível solicitar a tele-entrega, para não ter que sair de casa, e indico também que a residência se mantenha sempre limpa, bem ventilada. É importante deixar o sol entrar dentro de casa. A higiene é outro ponto importante. Tudo que entrar dentro de casa, que venha do mercado, precisa ser higienizado. Os calçados, sempre que possível, devem ser deixados do lado de fora. As roupas devem ser trocadas. E um banho deve ser tomado quando se chegar em casa”, orienta Paula, lembrando que as atividades físicas podem ter sequência. Porém, dentro dos domicílios. Há vários vídeos, na internet, com dicas sobre como se manter ativo dentro de casa. “Além disso, é importante manter uma alimentação saudável, rica em vitaminas e minerais. Outro apelo que faço é para que os públicos-alvo procurem a vacina contra a influenza a partir desta semana, a exemplo dos idosos. Ela não ajuda contra o Covid-19. Mas, garantindo a imunização contra a influenza, não vamos estar trabalhando com duas grandes epidemias”, esclarece. Apenas em casos de gravidade as emergências do município devem ser procuradas. Como exemplo, quando o paciente tiver febre persistente, febre alta várias vezes ao dia, por mais de 24h ou 48h; quando tiver dispneia,

uma falta de ar intensa; ou se tiver alteração em alguma doença crônica – como diabetes ou pressão arterial. “Para pegar atestados ou no caso de síndrome gripal leve, as emergências não devem ser procuradas. Se a pessoa não estiver infectada com o vírus, é lá que ela vai ficar.” Dúvidas podem ser sanadas, por exemplo, com a Equipe Sentinela de Ijuí, por meio dos telefones 3331-8837, 9 8451-1008 e 9 8451-1009. Segundo Paula, em breve o município terá mais uma novidade, para que os pacientes

não precisem procurar a emergência. Outra solicitação, feita pela médica, é para que as pessoas não utilizem EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) para sair na rua ou ir ao supermercado, se não há sintomas da doença. O uso é indicado para os profissionais de saúde e pessoas sintomáticas. “Existe uma dificuldade em conseguir EPIs no País, devido à alta demanda. As indústrias não estão vencendo produzir e existe a problemática do transporte, já que muitas empresas pararam”, explica.

Irlanda incentiva empresas e trabalhadores OMS afirma que pandemia É preocupante a situação da está acelerando Irlanda, diante do avanço do novo

coronavírus, segundo o ijuiense Jonathan Zanetti Malgor. Lá, o número de casos já passou de 900 e o de óbitos chegou a quatro. “Trabalho como administrador hospitalar num hospital em Dublin. E nosso nível de trabalho é enlouquecedor, para não dizer caótico. E a tendência é que a situação piore. Na última semana, o primeiro-ministro Leo Varadkar disse que, até a metade do mês que vem, teremos 15 mil casos”, destacou o jovem, ao Grupo JM. Assim como em Ijuí e no Estado, o governo da Irlanda impôs restrições, para evitar aglomerações. Escolas foram fechadas e os profissionais estão trabalhando em casa. Os supermercados têm horário especial para os idosos, das 7h às 9h, e restrição no número de pessoas que pode acessar o estabelecimento ao mesmo tempo. Serviços essenciais, como transporte público e postos de combustíveis, seguem funcionando. “No início, as pessoas correram para o supermercado, para comprar produtos e estocar. Durante três dias, estes

Ijuiense Jonathan Zanetti Malgor reside há cerca de cinco anos na Irlanda

estabelecimentos ficaram sem mantimentos”, relata, destacando que o governo alertou que o desespero não era necessário. O governo tem feito parceria com empresas, para que os funcionários não sejam demitidos, e os que foram estão recebendo uma ajuda semanal. A ideia é que as restrições sejam mantidas até 29 de março. No entanto, o prazo pode ser es-

tendido. “Não sabemos o que vai acontecer. A cada dia, há mais e mais pessoas vindo ao hospital fazer o teste. Você sente o medo nos olhos delas. É uma situação comovente.” Segundo ele, a Irlanda registra uma média de 55% de homens infectados e 45% de mulheres, na faixa dos 44 anos. “Os jovens não estão tendo consciência e estão levando o vírus para dentro de casa, aos mais velhos.”

Em pronunciamento à imprensa ontem, o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, disse que a pandemia de coronavírus está acelerando. "Mais de 300 mil casos de transmissão da covid-19 foram relatados até o momento. É de partir o coração. A pandemia está acelerando. Foram necessários 67 dias desde o primeiro caso relatado para alcançar os primeiros 100 mil casos, 11 dias para os segundos 100 mil casos e apenas 4 dias para os terceiros 100 mil casos", apontou. Adhanom ressaltou, contudo, que é possível mudar essa trajetória. Ele informou que ligará para chefes de Estado dos países do G20 nesta semana para articular formas de evitar o esgotamento de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e cobrou união dos 19 países mais ricos do mundo e da União Europeia (UE). "A solução desse problema requer compromisso político e coordenação política em nível global. (...) Entre outras questões, pedirei que trabalhem juntos para aumentar a produção, evitar proibições de exportação e garantir a equidade da distribuição (de EPIs), com base na necessidade. Precisamos de unidade nos países do G20, que têm mais de 80% do PIB (Produto Interno Bruto) global", disse. O diretor-geral também informou que o Fundo de Resposta à Solidariedade para a covid-19 arrecadou mais de US$ 70 milhões (cerca de R$ 357 milhões) em apenas 10 dias. Desse valor, a Federação Internacional de Futebol (Fifa) é responsável por US$ 10 milhões (R$ 51 milhões) e a rede social TikTok contribuiu com outros US$ 10 milhões. "O que mais importa é o que fazemos. Você não pode vencer uma partida de futebol apenas se defendendo. Você precisa atacar", enfatizou o chefe da OMS. " Pedir às pessoas que fiquem em casa e (estabelecer) outras medidas físicas de distanciamento é uma maneira importante de retardar o avanço do vírus e economizar tempo, mas são medidas defensivas que não nos ajudarão a vencer", alertou.


Jornal da Manhã

terça-FeIra, 24 de março de 2020

5

CORONAVÍRUS

Pequenos negócios contabilizam prejuízos Junto com as preocupações com a saúde, a pandemia do novo coronavírus trouxe um momento de grande incerteza para os negócios. Os profissionais autônomos e as pequenas empresas são as mais afetadas – e muitas ainda estão buscando entender como se manter com a loja fechada ou sem poder prestar seus serviços. Com redução na produção, no número de cliente e também no faturamento, o setor de festas e eventos é um dos primeiros a sofrer os impactos. Com as orientações do Ministério da Saúde e publicações de decretos estaduais e municipais orientando a população a ficar em isolamento domiciliar e distanciamento social a fim de evitar a propagação do Covid-19, todos os tipos de eventos foram suspensos ou cancelados. “Os impactos em nossa área são bem consideráveis. O maior, creio ser o financeiro, mas também precisamos falar do impacto pessoal, mas esses cancelamentos, reagendamentos, não estão acontecendo por vontade própria. Particularmente falando, não tive com meus clientes nenhum cancelamento, houve reagendamento e estamos trabalhando bastante

procurando datas, como as festas de abril e maio reagendando para setembro e outubro, e viabilizando os fornecedores que possam nos atender”, conta a cerimonialista Ieda Maria Calegaro, proprietária da empresa Ieda Maria Calegaro Cerimonial, acrescentando se tratar de um período necessário de recolhimento e acolhimento dos clientes. No setor de organização de eventos, Ieda comenta ter, pelo menos, 10 empresas atuando em Ijuí. “Terá que haver uma readequação financeira de todos nós, para passar por esse momento, creio que até julho”, projeta Ieda. “Todos nós vamos perder, mas estamos perdendo agora para ganhar depois.” Em entrevista ao Grupo JM, Ieda comenta que alguns fornecedores comentaram sobre a cláusula contratual que prevê multa em caso de cancelamento do evento. “Sou absolutamente contra, porque ninguém está cancelando ou reagendando por nada. Houve o decreto, o Covid-19 está aí, tem pessoas muito doentes, vamos passar ainda pelo pico dessa doença, virão dias bem ruins e, com

certeza, haverá perdas.” Sandra Paim Casarotto, proprietária da microempresa Sandra Salgados, atua no ramo gastronômico há 10 anos. Para ela, o momento é complicado, em função do cancelamento de pedidos. “Meu trabalho é de segunda a segunda, é complicado ficar praticamente parada, com todos os eventos cancelados, aniversário, formaturas, até mesmo entre familiares, ficamos meio sem saída, mas entendemos que é uma necessidade de nos isolarmos e ficarmos em casa. A esperança de todos é que isso passe logo.” Sandra trabalha sozinha, e acentua que o prejuízo financeiro será grande. Para enfrentar esse período, ela vai trabalhar com estoque. “Vou passar meu tempo trabalhando, fazendo salgados e congelar para o momento em que o pessoal voltar à vida normal, termos e não precisar atropelar o serviço, porque, como eu trabalho sozinha a demanda estava bastante grande. Em média, sempre tive encomendas de segunda a segunda, então o prejuízo será grande, mas não tem o que fazer, é uma situação que precisamos nos isolar.”

Os músicos também são diretamente afetados, não somente com o cancelamento de festas e eventos, mas também com a determinação de que bares, pubs e casas noturnas fiquem fechados durante o período de contenção. “O decreto cancelou tudo. Com alguns de meus clientes, que tenho datas marcadas para abril, combinamos de manter e estudar a situação mais para frente. Temos que entender que é para um bem maior”, conta o músico Roberto Bones. Em contato com colegas de profissão, ele afirma que estão todos relatando a mesma situação e preocupados diante da incerteza quanto ao retorno da normalidade. Bones frisa que todo o setor está empenhado em fazer a sua parte, ainda que as perdas financeiras sejam significativas. “Na medida do possível, esperamos ter algum socorro do governo nesse período em que ficaremos sem faturamento algum. Eu, por exemplo, sou microempreendedor individual (MEI), não tenho funcionários, mas tenho vários amigos com empresas grandes, e muitos funcionários, e ficarão sem dinheiro

Ieda Maria Calegaro

nenhum, porque geralmente, com raríssimas exceções, trabalhamos em um mês, para pagar as contas do próximo. Se parar mais de 30 dias será bem complicado, haverá gente sem dinheiro para nada. Então, esperamos que haja uma ajuda do poder público, que viabilize linhas de crédito com juros subsidiados, para que a gente consiga sobreviver nesse período em que estaremos parados. Todo mundo é trabalhador, ninguém quer nada de graça, mas vamos precisar de ajuda.”


6

Jornal da Manhã

TERÇA-FEIRA, 24 DE MARÇO DE 2020

Opinião do JM DECISÕES LÓGICAS

decretado devido à pandemia do coronavírus. O País precisa de O trecho suspenso medidas governapor Bolsonaro causava mentais racionais polêmica porque perpara ajudar os emmitia a suspensão dos presários que, com contratos sem acordo certeza, precisam de ou convenção coletiva, apoio, pois é e será sendo o dispositivo muito difícil passar possível desde que o por uma intervenção patrão fornecesse um desta magnitude. curso de qualificação virtual. Não era necessário pagamento de salário, apenas a manutenção de benefícios como plano de saúde. O empregador também poderia disponibilizar ajuda financeira a seu empregado, mas a questão era facultativa e não havia nenhuma regulação de valor mínimo. O governo defende a MP como uma forma de evitar demissões em massa.

ARTIGO

Certamente o Brasil não aguentará uma parada pelo período que está sendo projetado. Somos um país muito frágil economicamente. Muitas empresas não têm caixa. Os trabalhadores não conseguem fazer poupança, pois são obrigados a gastar tudo que ganham para conseguir sobreviver com o mínimo de dignidade. Ou seja, esta conta não fechará. Há necessidade de decisões lógicas e sensatas, de um plano de ação, uma estratégia, de acordo com a realidade de cada Estado, que possam ser adotadas pelos municípios. O País precisa de medidas governamentais racionais para ajudar os empresários que, com certeza, precisam de apoio, pois é e será muito difícil passar por uma intervenção desta magnitude. O momento não requer urgentes flexibilizações das regras trabalhistas e tributárias, pois essas medidas não ajudam a sociedade como um todo. A crise afetará principalmente pequenos, micros e médios empresários , salientando que o que manteve a economia em pé foi o consumo por via de crédito nos últimos anos. A manutenção do emprego é um desafio no mundo inteiro neste momento. Lembrando que, apesar de a situação econômica ser frágil e urgente, o momento requer que a prioridade seja a saúde pública. Ou seja, a grosso modo, precisamos estar vivos para pensar em estratégias de como sair da crise financeira depois dessa pandemia.

ARTIGO

Coronavírus e isolamento social Paulo Cesar da Silva Guimarães Professor

O mundo está sendo convulsionado pelo avanço da pandemia da Covid-19, que afeta e transtorna a vida da humanidade, em todos os sentidos e dimensões, de forma que ainda não conseguimos identificar com clareza as consequências. Diante dessa incerteza, estamos todos muito assustados, como se nossas vidas estivessem sendo lançadas para situações e circunstâncias fora de nossos controles e, neste cenário, uma das mais sérias prescrições da Organização Mundial da Saúde (OMS) é a recomendação do isolamento social. Permanecer em casa, ocupando o tempo segundo critérios próprios parece um grande desafio. Perdemos, ao que parece, a capacidade de lidar e tratar com a subjetividade, de escolher o que fazer com o próprio tempo. Deixamo-nos ser tragados pelo enclausuramento nos shoppings, pelo frenesi das compras e pelas "mesas dos banquetes" das praças de alimentação, onde nos sentamos uns juntos aos outros, como numa roda de conversa, mas onde cada um vincula-se a outras realidades através de celulares de última geração. Para contornar este desafio, devemos explorar situações que possam contribuir para que o confinamento resulte em mais qualidade de vida. Nesse momento, manter-se sereno é essencial e para isso algumas ati-

Jornal da Manhã GRÁFICA E EDITORAJORNALÍSTICA SENTINELA LTDA. CNPJ: 87.657.854/0001-23

Fundado em 1º de Maio de 1973

tudes podem ser levadas em conta, como: se informar saudavelmente, sem se contaminar pelas fake news ou pela necessidade da hiperinformação a respeito da situação; procurar manter-se bem hidratado e com respiração ritmada; lembrar sempre que o tempo em que se vive é o aqui e agora; batalhar para não se transformar prisioneiro de suas ansiedades e medos; atualizar sonhos, projetos, planos, preferências e gostos; ressignificar antigas memórias; ou até descobrir quantos cantos legais tem na sua casa, no seu quarto. A principal recomendação é para que fiquemos quietos e isolados, mas nos desacostumamos a isso. Não sabemos mais nos fazer companhia. Nesse cenário, o mais é importante se redescobrir e passar bons momentos consigo mesmo. Este é o tempo de realizarmos novas aprendizagens e, a partir delas, contribuir para um mundo melhor e uma vida mais confortável para todos. Lembre-se de que você é parte importante da solução do problema: cuide-se e siga as orientações para não se contagiar ou contaminar. Se há no planeta uma pessoa que precisa manter a calma e a serenidade, essa pessoa é você. A solução do problema depende de sua contribuição para o outro. Salve a sua vida e a dos outros.

Diretor: Edmundo H. Pochmann Editora: Jocelaine Simão redacao@jornaldamanhaijui.com

Rua Albino Brendler, 122 Centro - 98700-000 IJUÍ/RS Cx. Postal 518 - (55)3331-0300

Jornal da Manhã: (55) 3331-0300 atendimento@jornaldamanhaijui.com Rádio JM: (55) 3331-0301 radio@jornaldamanhaijui.com Representantes Comerciais: Grupo de Diários

www.clicjm.com

A fragilidade da Vida Diza Gonzaga Diretora institucional do Detran-RS

"A VIDA pode ser bela, boa, incômoda, desesperadora, pesada, difícil, aparentemente sem saída, ou plena de portas que, sendo abertas, vão mostrar caminhos". Esses versos de Lya Luft para o livro Gente Vida, da Fundação Thiago Gonzaga, não me saem da cabeça. Embora estejamos todos apreensivos com a pandemia, não quero aqui falar sobre o vírus, mas sim, sobre a "vacina" que começa a brotar da sociedade. Parece que a terra, que já acendeu há tempos a luz amarela, resolveu passar para o alerta máximo: luz vermelha para a fragilidade da vida. Em 60 dias, a Covid-19 se espalhou pelo mundo, infectando milhares de pessoas, deixando todos vulneráveis e mostrando a dimensão coletiva e sem fronteiras em que vivemos. Enquanto pesquisadores buscam uma vacina, a sociedade vem, aos poucos, (re)encontrando uma alternativa: a prevenção. Muitas vezes tratamos o problema somente depois que ele já se instalou e esquecemos que é na prevenção que está a saída para tantas situações. Para combater esta pandemia, precisamos de união, solidariedade e empatia. Olhar para nossa família, mas também para aqueles que sequer conhecemos. Nossa resposta coletiva é que será capaz de impedir o crescimento desta pandemia. Se diminuirmos a circulação pelas ruas e ficarmos atentos aos hábitos de higiene, vamos colaborar para que o vírus não se propague, permitindo que os hospitais estejam preparados para receber quem realmente precisa. A reflexão - e ação - que se faz necessária é sobre a nossa organização social, sobre o real significado de empatia e solidariedade. Apesar de ser um momento difícil, achar o lado bom é fundamental. Acompanhando os diferentes movimentos para enfrentarmos o coronavírus, renovo minhas esperanças no ser humano e na nossa capacidade de cuidarmos uns dos outros. Um caminho que depois desta crise precisa continuar... A pandemia está sendo uma oportunidade para aprendermos que estamos muito mais conectados uns aos outros do que imaginamos. O momento pede cautela e cuidado para que possamos, juntos, superar o coronavírus e outras tantas "doenças", tendo a VIDA como grande prioridade.

Artigos assinados são responsabilidade de seus autores. Para publicação, os artigos devem ser enviados com identificação do autor (nome completo, documento, endereço e fone) em fonte times, corpo 10, entrelinha 11, com até 30 linhas, para o e-mail redacao@jornaldamanhaijui.com

Impressão em Off-Set Rotativa Cia de Arte CNPJ 92.107.978/0001-75 Rua Albino Brendler, 146 - IJUÍ/RS (55) 3331-0318 | 3331-0320 (após às 18h)

ciadearte@jornaldamanhaijui.com

ASSINATURAS E CIRCULAÇÃO: (55) 3331-0315 | 3331-0317 3331-0321 Semestral: R$ 240,00 Anual: R$ 480,00 Correio: R$ 460,00 (semestral); R$ 900,00 (anual)


Jornal da Manhã

terça-FeIra, 24 de março de 2020

CAMPANHA

Vacinação contra a gripe tem início em Ijuí Teve início ontem a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Nesta primeira etapa, conforme determinação do Ministério da Saúde, serão vacinados idosos e trabalhadores da saúde. Mais duas etapas serão realizadas, com novas datas e públicos diferenciados, alcançando cerca de 67,6 milhões de pessoas em todo o País. A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos até o dia 22 de maio. “A vacina não vai prevenir contra o coronavírus. Mas ela vai impedir que as pessoas fiquem doentes pelo H1N1, uma gripe tão grave quanto a Covid-19. A imunização das pessoas, lá na frente, vai ajudar os profissionais a realizar o diagnóstico”, explicou a coordenadora do Programa Municipal de Imunização, Salester Ruver. Na cidade, há 13 salas de vacinas funcionando, nos bairros Modelo,

Jardim, Assis Brasil, Glória, Luiz Fogliatto, Tancredo Neves, Getúlio Vargas, Pindorama, Thomé de Souza e Penha. Ainda, as unidades do Centro Social Urbano, Meio Rural e Posto Central. O atendimento acontece das 7h30 às 11h e das13h30 às 16h30. A orientação, segundo Salester, é para que pessoas com mais de 60 anos procurem as unidades à tarde, já que, pela manhã, há uma movimentação maior nos postos de saúde. “Pela manhã acabam acontecendo outras intercorrências e há uma circulação de pessoas com outras patologias. Por isso, para evitar aglomerações e a circulação viral, pedimos que os idosos procurem a vacina à tarde, de preferência.” As equipes estão se organizando para, no sábado, vacinar pessoas acamadas e idosos que, por alguma limitação, têm dificuldade de ir

Idosos e profissionais da saúde serão vacinados na prímeira etapa

até as salas de vacinas. “Estamos solicitando que os familiares, durante esta semana, passem às unidades de saúde o contato e endereço destas pessoas. Nós precisamos nos organizar para a vacinação na rua porque estamos com deficiência de profissionais. Alguns estão com atestado, em função do coronavírus, por serem portadores de doenças crônicas”, explica Salester. A vacina também pode ser aplicada no carro. O familiar pode levar o idoso, descer até a sala de vacina, fazer o registro necessário e permitir que o profissional vá até o carro, para aplicação da dose. “Paralelamente, trabalhamos com as vacinas de rotina, especialmente nas crianças. Nós solicitamos que elas sejam levadas pela manhã aos postos de saúde. Orientamos que os pais deem preferencia, neste momento, às vacinas prioritárias, adiando, se possível, alguns dias a aplicação de algumas doses.” A etapa seguinte da campanha terá início no dia 16 de abril com objetivo de vacinar doentes crônicos, professores (rede pública e privada) e profissionais das forças de segurança e salvamento. A última fase, que começa no dia 9 de maio, priorizará crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com 55 a 59 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas com deficiência, povos indígenas, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Bancos alteram funcionamento A expansão do coronavírus levou as agências bancárias a modificarem seus funcionamentos. As agências do Banrisul alteram o sistema de atendimento presencial a partir de hoje. Somente clientes que tenham agendado previamente serão atendidos nos bancos da rede. Segundo o banco, o agendamento precisa ser previamente agendado com a agência ou com o gerente inclusive os serviços feitos nos caixa convencional. Os telefones das agências podem ser obtidos no aplicativo Banrisul Digital ou no site banrisul.com.br na opção Onde tem Banrisul. O uso do auto-atendimento segue disponível, no entanto, a instituição instrui os clientes a usarem ou o aplicativo ou o Internet Banking. Não há data para o encerramento da medida. Desde ontem, brasileiros que precisarem realizar algum

atendimento nas agências da Caixa Econômica Federal passaram a contar com um reforço nas plataformas digitais. A medida tem como objetivo reduzir o número de aglomerações, para evitar a proliferação da doença. Durante as próximas semanas, além do site oficial da Caixa, funcionará também em canais remotos, como a Agência Digital, Telesserviço e WhatsApp (0800-726-8068). Por meio deles, será possível fazer consulta a saldos, suspender contratos de empréstimos, renegociar dívidas e obter demais informações sobre saques e transferências. Já nas unidades do interior, onde há uma necessidade da presença física, a população acima dos 60 anos será atendida em horário especial, sendo recebida uma hora mais cedo que a abertura oficial dos serviços. Nesses casos, serão realizados os seguintes

atendimentos: saque INSS sem cartão; saque de Seguro Desemprego/ Defeso sem cartão e senha; saque Bolsa Família e outros benefícios sociais sem cartão e senha; pagamento de Abono Salarial e FGTS sem cartão e senha; desbloqueio de cartão e senha de contas; e abastecimento e processamento de depósitos realizados nas máquinas de auto-atendimento. Quem quiser consultar os locais que terá o horário modificado, basta acessar o site da Caixa. Além de mudar seu atendimento, a Caixa anunciou também que irá aumentar o limite do valor das transições. Já em validação desde ontem, os correntistas poderão retirar as seguintes quantias: saques nas Casas Lotéricas, R$ 3 mil; saques nos Correspondentes Caixa Aqui, R$ 2 mil; transferências eletrônicas entre contas Caixa, R$ 5 mil.

7

Combate ao coronavírus conta com auxílio de alunos Com o intuito de evitar a propagação do novo coronavírus, professores da Unijuí estão, desde a última quinta-feira, reorganizando suas disciplinas para oferecer aos acadêmicos aulas online. Os trabalhos têm ocorrido de forma tranquila, segundo a reitora Cátia Nehring, e tanto alunos quanto educadores terão a possibilidade de opinar sobre essa experiência, a partir de uma pesquisa, que circula desde ontem pela comunidade acadêmica. “Queremos garantir que os cursos ofereçam aquilo que se propõem, com qualidade. Temos depoimentos significativos, reforçando que o trabalho está ocorrendo de forma tranquila, mas queremos avaliar questões pontuais, pontos negativos e negativos, relacionados a esta experiência”, explicou a reitora ao Grupo JM. Na sexta-feira, também foi instituído plantão na instituição. “Temos atividades que não podem parar, mas reduzimos drasticamente o nosso atendimento presencial, inclusive a partir do decreto do prefeito, Valdir Heck. Estamos com a instituição funcionando na forma de plantão para atender principalmente os estudantes. Para que as aulas transcorram da melhor maneira possível.” As aulas da modalidade presencial se mantém online até o dia 31 de março, havendo a possibilidade de novas mudanças. “Não podemos tomar decisões agora, sem saber o que vai acontecer. A área da saúde é prioritária. A reclusão das pessoas é prioritária, hoje. Mas não podemos deixar de atender nosso principal sujeito, que é o estudante. É neste sentido que precisamos nos planejar.” De acordo com a reitora, a Unijuí também tem trabalhado

Cátia Nehring

para atender demandas da Secretaria Municipal de Saúde, da 17ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) e dos hospitais. O Hospital Veterinário está funcionando em regime de plantão e há um grupo, da área de Farmácia, trabalhado na produção de álcool em gel. Alguns insumos estão faltando, mas a ideia é seguir a produção nesta semana. O curso de Biomedicina está trabalhando no Laboratório de Análises Clínicas (Unilab) e o de Enfermagem está retomando as suas atividades, no sentido de auxiliar na campanha de vacinação dos idosos e atendimentos nas Estratégias de Saúde da Família (ESFs). “Nosso grupo de estagiários está voltado gradativamente à sua atuação. Como estão no último ano do curso, podem fazer suas contribuições a estas demandas que estamos recebendo”, reforçou.

RS passa a fazer teste apenas em pacientes internados A Vigilância em Saúde do Estado anunciou, ontem, que o teste de coronavírus na rede pública será feito apenas com pacientes em situação grave, que necessitem de internação hospitalar. Aos demais casos, a orientação é apenas de quarentena domiciliar, durante 14 dias. A medida foi adotada devido à declaração de que o Rio Grande do Sul possui transmissão comunitária da doença. Há apenas uma exceção à nova regra. Os profissionais das áreas de saúde e segurança serão testados mesmo sem necessidade de permanecer no hospital. O objetivo é evitar que o número de trabalhadores nesses setores seja reduzido, caso haja a necessidade de afastamentos por sintomas gripais. De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde, discussões sobre o assunto seguem em andamento e novas mudanças no protocolo de atendimento poderão ser efetivadas nas próximas semanas, com a chegada ao Rio Grande do Sul de testes rápidos, anunciados pelo Ministério da Saúde, ou pela aquisição de kits para testagem pelo governo gaúcho. Na última sexta-feira, o governador Eduardo Leite confirmou que já não é possível identificar a fonte de transmissão em solo gaúcho, o que indica que o vírus circula entre a população. A partir de agora, não haverá mais critérios para definir casos suspeitos, como viagens ao Exterior. Os testes já solicitados ao Laboratório Central do Estado (Lacen) pelos municípios serão realizados. A medida restritiva vale apenas para novas notificações.


8

Jornal da Manhã

terça-FeIra, 24 de março de 2020

MEDIDAS

Bolsonaro revoga suspensão de contratos de trabalho O presidente Jair Bolsonaro afirmou ontem que revogou o Artigo 18 da Medida Provisória (MP) 927, que permitia a suspensão do contrato de trabalho por até quatro meses sem salário. O Artigo 18 previa que, durante o estado de calamidade pública, o contrato de trabalho poderia ser suspenso por até quatro meses, para participação do empregado em curso de qualificação profissional não presencial, oferecido pela empresa ou por outra instituição. Essa suspensão poderia ser acordada individualmente com o empregado e não depende de acordo ou convenção coletiva. A MP 927 traz outras medidas trabalhistas para enfrentamento do estado de calamidade pública no país e da emergência em

saúde pública decorrente da pandemia da covid19. A MP entrou em vigor no último domingo ao ser publicada em edição extra do Diário Oficial da União, e tem validade de 120 dias para trami-

tação no Congresso Nacional. Caso não seja aprovada, perde a validade. Entre as medidas estão o teletrabalho, a antecipação de férias, a concessão de férias coletivas,

Outros pontos da MP >>teletrabalho (trabalho a distância, como home office) >>regime especial de compensação de horas no futuro em caso de

eventual interrupção da jornada de trabalho durante calamidade pública >>suspensão de férias para trabalhadores da área de saúde e de serviços considerados essenciais >>antecipação de férias individuais, com aviso ao trabalhador até 48 horas antes >>concessão de férias coletivas >>aproveitamento e antecipação de feriados >>suspensão de exigências administrativas em segurança e saúde no trabalho >>adiamento do recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS)

Vereadores aprovam contratação na Saúde

Sessão foi realizada ontem, na Câmara Municipal; atendimento presencial será suspenso a partir de hoje

Os vereadores aprovaram, na noite de ontem, a autorização para a contratação de trabalhadores para a área da saúde. O projeto de lei do Executivo prevê a contratação temporária em caráter de emergencial de enfermeiro, técnicos em enfermagem e farmacêuticos para o enfrentamento e prevenção do novo coronavírus. Além dos profissionais da saúde, foi autorizada a contratação temporária de um engenheiro civil. Além deste projetos, os vereadores

também autorizaram a abertura de créditos adicionais até o valor de R$ 4,9 milhões, que serão usados para assistência social, aquisição de retroescavadeira, revitalização do Parque de Exposições, terminal de ônibus e pavimentação de ruas, entre outras ações. Durante a sessão, foi anunciado que o Legislativo terá o atendimento ao público suspenso a partir de hoje, como medida de prevenção ao avanço do coronavírus.

Presidente Jair Bolsonaro voltou atrás e revogou o Artigo 18 da MP

o aproveitamento e antecipação de feriados, o banco de horas, a suspensão de exigências administrativas em segurança e saúde no trabalho, o direcionamento do trabalhador para qualificação e o adiamento do recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Antes da ordem de revogação pelo presidente,

o secretário de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco chegou a justificar a medida, afirmando que o foco era a proteção do emprego. "Será em acordo entre empregadores e empregados. E terá, sim, uma parcela paga pelo empregador para a manutenção da subsistência e vida do empregado", afirmou Bianco.

Leite faz teleconferência com prefeitos

Governadores dos Estados que fazem parte do Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud) conversaram, por videoconferência, na manhã de ontem, para alinhar ações de prevenção e medidas de restrição para o enfrentamento ao coronavírus, além de normas que garantam os serviços essenciais à população. A necessidade do anúncio de medidas do governo federal em auxílio aos Estados e municípios durante a pandemia também foi destacada. Durante a reunião, cada governador resumiu as principais ações realizadas no enfrentamento ao Covid-19. Leite destacou, entre outras iniciativas, que no Rio Grande do Sul foi criado um conselho de crise com representantes de várias entidades e segmentos, composto por vários comitês específicos, tanto para garantir o abastecimento quanto para analisar as questões epidemiológica, logística e econômica, para ajudar na tomada de decisões. As ações desenvolvidas no sistema prisional também foram elencadas pelo governador gaúcho. “É uma crise de impacto mundial. Além da análise da questão econômica, é importante que haja uma coordenação entre os entes federativos para termos ações alinhadas em várias frentes, desde a questão do incremento no número de leitos até o transporte de mercadorias”, comentou Leite após o diálogo. O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, participou da reunião para falar sobre as orientações da pasta em relação à logística e ao transporte no país, especificando, por exemplo, questões referentes a rodovias e portos. Nova reunião entre os governadores do Cosud está prevista para amanhã, desta vez para analisar as medidas que devem ser anunciadas até essa data pelo governo federal envolvendo os Estados.

STF garante que Bolsa Família não sofrerá cortes durante pandemia

MPF vê inconstitucionalidade em projeto que cria comitê

Governo restringe entrada de estrangeiros no País por 30 dias

O ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio Mello suspendeu cortes no programa Bolsa Família e a garantia de liberação uniforme de recursos para novos beneficiados entre os Estados até o fim do período de estado de calamidade pública decretado pelo governo federal após avanço do coronavírus. O Ministério da Cidadania informou que suspendeu, por 120 dias, bloqueios, suspensões e cancelamentos dos benefícios para verificação de eventuais irregularidades.

Integrantes do Ministério Público Federal (MPF) avaliam como inconstitucional alguns trechos do projeto que instituirá, se aprovado, o Comitê Nacional de Órgãos de Justiça e Controle. O colegiado servirá para prevenir ou encerrar litígios relacionados ao enfrentamento da emergência de saúde pública causada pelo novo coronavírus, o Covid-19. A proposta foi encaminhada ao Congresso Nacional e será analisada pela Câmara e o Senado.

Começou a valer a portaria do governo federal que restringe a entrada no país por 30 dias de estrangeiros vindos de voos internacionais de uma série de países com registro de casos do novo coronavírus. Caberá à Polícia Federal (PF), responsável pelo controle de migração nos aeroportos, cumprir a determinação. A medida se aplica aos estrangeiros vindos da China, países-membros da União Europeia, Islândia, Noruega, Suíça, Reino Unido, Irlanda do Norte, Austrália, Japão, Malásia e Coreia do Sul.


Jornal da Manhã

Terça-feira, 24 de março de 2020

9

Governo gaúcho deve liberar R$ 10 mi para classe artística No tradicionalismo, uma campanha de arrecadação de fundos deve ser lançada, pelo MTG, para amparar artistas e trabalhadores que atuam em CTGs e rodeios.

A

Secretaria da Cultura do Estado deverá liberar R$ 10 milhões para atividades culturais, transmitidas pela internet, sem plateia. O objetivo é compensar a perda de receita da classe artística, por causa da suspensão de shows. Os eventos foram cancelados em massa, para evitar a proliferação do coronavírus. Segundo a secretária Beatriz Araújo, serão três editais a serem lançados, possivelmente, a partir de abril. Parte dos recursos já estão disponíveis através do FAC (Fundo de Apoio à Cultura). O restante será captado junto às empresas. Também deverão ser beneficiados setores como pesquisa, inovação e patrimônio. O anúncio deverá ser feito pelo governador Eduardo Leite nos próximos dias. No tradicionalismo, uma campanha de arrecadação de fundos para a compra de medicamentos e cestas básicas deve ser lançada, pelo MTG, para amparar artistas e trabalhadores que atuam em CTGs e rodeios.

Orquestra Sinfônica disponibiliza 20 espetáculos na quarentena

A

Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) disponibiliza, de forma online, a gravação de 20 apresentações da temporada 2019 para quem está de quarentena devido à pandemia de coronavírus. Os shows podem ser vistos no canal do Youtube da sinfônica. A seleção tem dois espetáculos especiais realizados no Auditório Araújo Vianna: "Pink Floyd Sinfônico" e "Música de Games". A ópera Orfeu e Eurídice, interpretada no Theatro São Pedro, também está disponível. As demais apresentações são 17 concertos da extinta Série Pablo Komlós, conduzida na Casa da Ospa. O repertório tem compositores nacionais, como Claudio Santoro (1919-1989), Ronaldo Miranda (1948-) e Heitor Villa-Lobos (1887-1959), e obras internacionais de Giuseppe Verdi (1813-1901), Erik Satie (1866-1925), Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) e Gustav Mahler (1860-1911), executadas por maestros e solistas do mundo todo. Entre os principais nomes, estão o violinista chinês Yang Liu, a maestrina brasileira Simone Menezes, o regente alemão Stefan Geiger, a soprano japonesa Eiko Senda e o cravista Fernando Cordella, que executa um programa com obras barrocas da corte francesa do século 17.

Valmir e Tania Goi na Cantina Sapore D'Itália

A

Bailes em CTGs também estão cancelados

Guri de Uruguaiana engajado... e hostilizado

Show do Metallica em Porto Alegre é adiado

banda norte-americana Metallica não tocará mais em Porto Alegre no dia 21 de abril em função da epidemia de coronavírus. O show, previsto inicialmente para ocorrer na Arena do Grêmio, deve ocorrer no segundo semestre deste ano mas em outro local na cidade, o estacionamento da Fiergs. A apresentação fazia parte da turnê mundial da banda, que teria apresentações em outras cidades da América Latina e teria abertura dos grupos Ego Kill Talent e Greta Van Fleet. Desde o início do ano, o Grêmio vinha tentando transferir a realização do show da Arena para outro local, uma vez que o clube gaúcho teria uma partida pela Libertadores da América na mesma data.

Helga Köster e Irma Adamy em tarde de café na Emanuel

Equipes da Prefeitura de Porto Alegre levaram o humorista Jair Kobe às ruas para uma ação de conscientização sobre a pandemia de coronavírus. Caracterizado como o personagem Guri de Uruguaiana, o ator fez alertas a pessoas que insistiam em deixar o isolamento. “Passeando no Parcão com os amigos?”, falou a pedestres no Parque Moinhos de Vento, zona nobre de Porto Alegre. O vídeo não identifica os transeuntes, no entanto, é possível ver a reação de algumas pessoas, que hostilizam o humorista. “O casalzinho passeando no parque… Bá, ‘tá’ me mandando longe... eu que ‘tô’ errado”, ironizou.

Nilve e Gladimir Ribeiro da Silva no Clube Ijuí


10

Jornal da Manhã

terça-FeIra, 24 de março de 2020

coronavírus

Governo promete R$ 88 bi para fortalecer Estados e municípios O presidente Jair Bolsonaro anunciou ontem um pacote de ajuda a Estados e municípios, com acesso a novos empréstimos, suspensão de dívidas e transferências adicionais de recursos. Segundo o presidente, o plano envolve R$ 85,8 bilhões em recursos, embora a soma das ações destacadas na rede social resulte num valor de R$ 88,2 bilhões. Bolsonaro reuniu-se com governadores do Nordeste, na tarde de ontem, por teleconferência. Segundo ele, serão editadas duas medidas provisórias, com vigência imediata, para garantir repasses imediatos aos fundos de saúde estaduais e municipais. Serão R$ 8 bilhões ao longo de quatro meses. O presidente afirma que o valor é o dobro dos R$ 4 bilhões solicitados originalmente pelos governos regionais. O governo federal também vai proporcionar um "seguro" contra a queda na arrecadação de Estados e municípios durante a crise. Serão

R$ 16 bilhões ao longo de quatro meses para recompor os repasses aos FPE (Fundos de Participação de Estados) e FPM (Fundos de Participação de Municípios). O valor está aquém do solicitado pelos governos regionais. Só os Estados pediam um repasse mensal de R$ 14 bilhões, mas esse montante já havia sido descartado pelo secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, na semana passada. O presidente ainda citou em seu perfil no Twitter que o governo promoverá "operações com facilitação de créditos", num total de R$ 40 bilhões. Ele não deixou claro, porém, como se darão esses novos financiamentos. Outras medidas serão a suspensão das dívidas de Estados com a União, num valor de R$ 12,6 bilhões, e a renegociação de débitos de Estados e municípios com bancos, somando R$ 9,6 bilhões. Bolsonaro citou ainda uma

Por teleconferência, Bolsonaro se reuniu com governadores, ontem

recomposição de R$ 2 bilhões no Orçamento da assistência social. Além de soluções temporárias, o presidente ressaltou que o governo trabalha em "soluções permanentes para problemas estruturais". Nesse contexto, ele mencionou o "aperfeiçoamento das reformas". "PEC Emergencial do Pacto

Federativo e Plano Mansueto estão sendo aprimorados e darão fôlego a Estados e municípios para vencer a crise", disse. "Governo federal, Justiça, Congresso, Estados e Municípios juntos construirão uma saída estrutural federativa", acrescentou Bolsonaro.

Ministério da Saúde regulamenta uso da telemedicina O Ministério da Saúde publicou ontem uma portaria que autoriza o uso de telemedicina para atendimento de pacientes durante a emergência pelo novo coronavírus. A publicação ocorre poucos dias após o CFM (Conselho Federal de Medicina) autorizar em caráter excepcional o uso desse tipo de ferramenta. O objetivo é reduzir a circulação de pessoas e a exposição ao vírus. Segundo o ministério, as medidas também ocorrerão em caráter excepcional. Entre as ações possíveis com interação a distância nesse período, segundo a portaria, estão atendimento pré-clínico, suporte assistencial, consulta, monitoramento e diagnóstico. As medidas podem ocorrer tanto na rede

pública quanto na rede privada. O ofício do CFM publicado na última quinta-feira citava ferramentas como teleorientação, telemonitoramento e a teleinterconsulta —troca de informações entre médicos para auxílio diagnóstico ou terapêutico. Já a portaria do ministério não cita termos, mas abre espaço para que haja atendimento direto entre médico e paciente. O texto diz que o atendimento “deve ser efetuado diretamente entre médicos e pacientes” com uso de tecnologia que garanta a segurança e o sigilo médico. Os médicos que participarem desse tipo de atendimento devem registrar informações em

Famurs realiza levantamento nos municípios Desde o fim de semana, o Gabinete de Crise constituído pela Famurs para auxiliar os municípios gaúchos na luta contra a Covid-19 está dedicado a um levantamento fundamental nesta batalha. A entidade está apurando a necessidade de equipamentos de proteção (EPIs) para as equipes de atendimento em saúde. O relatório destas necessidades será entregue hoje ao Governo do Estado, que garantiu a aquisição imediata deste material aos municípios após demanda liderada pela Famurs. A medida emergencial, porém, não abdica as prefeituras de adquirirem seus equipamentos de proteção com recursos municipais. De acordo com Márcio Espíndola, superintendente da Famurs, “os municípios que tiverem condições devem seguir adquirindo os equipamentos de proteção por conta própria”. Também hoje, no Palácio Piratini, a Famurs participa de reunião entre o Governador Eduardo Leite e o Exército. Na pauta do encontro, a definição de como se dará o auxílio dos militares no combate à pandemia. A Famurs formalizará proposta que visa o auxílio do Exército aos municípios.

prontuário clínico, com dados do atendimento, horário em que ocorreu e número do CRM. Casos do novo coronavírus devem ser notificados à rede de saúde. Médicos também podem emitir atestados, receitas médicas e determinar isolamento domiciliar. A portaria diz que a receita e atestado serão válidos caso haja assinaturas eletrônicas por meio de certificado reconhecido e dados de identificação do médico e do paciente. Já no caso de isolamento, o paciente deve comunicar termo de consentimento livre e esclarecido e documento com a relação de pessoas que vivem no mesmo endereço.

Augusto Pestana decreta situação de emergência Além do alerta para o Coronavírus, outra situação preocupa em Augusto Pestana: a estiagem que atinge as lavouras de milho e soja desde o final do ano passado. Pensando nisso e após se reunir diversas vezes com a Defesa Civil e entidades do município, a prefeitura decretou Situação de Emergência no início da manhã de ontem. Segundo o prefeito Vilmar Zimmermann, além de mobilizar os órgãos do município para atuar de modo a auxiliar no controle da situação, a partir do Decreto de Emergência, os agricultores poderão ter acesso à renegociação de dívidas agrícolas Vilmar Zimmermann junto às instituições financeiras.

AZAR OU SORTE Todos já estavam satisfeitos com Tarcísio Gomes, voluntarioso e incansável Ministro da Infraestrutura. Com Paulo Guedes, Mago-Ministro da Economia que vinha apresentando excelentes resultados mesmo com o boicote do Congresso aos seus pacotes de medidas sugeridos. E com Sérgio Moro, Ministro e Paladino da Justiça que tem sido o pesadelo do crime, embora o STF acoberte alguns amigos. Mas como se não bastasse todos estes bons nomes, surge Luiz Henrique Mandetta, Ministro da saúde, transbordando “expertise”. E aí vemos que Bolsonaro tem mesmo um dedo de ouro: indicou apenas craques para compor o Governo. Que ânimo, que competência demonstra Mandetta... E muitos dizem: "Que azar! Quando conseguimos eleger um bom governo, há uma crise mundial deste tamanho!" Mas seria melhor pensar: "Que sorte! Enfrentar uma crise mundial deste tamanho tendo um bom governo!" Se estivéssemos nas mãos de um PT, de um PSDB, de um PDT, de um PSOL ou de um PCdoB... Melhor nem imaginar. ELEIÇÕES Rodrigo Maia, encabeçando todos aqueles que se aproveitam da pandemia para pressionar Bolsonaro, diz que o presidente é "imprudente" no tratamento da doença, que quer salvar a economia e não salvar pessoas, que o Brasil deveria parar, etc., etc. Acontece que este mesmo Rodrigo Maia, quando o Ministro da Saúde sugeriu o adiamento das eleições municipais deste ano, pulou e disse: "não! Não podemos adiar as eleições!" Ou seja, o Brasil pode parar, milhões de pessoas podem perder seus empregos e ficar sem insumos básicos, mas eleição, não: isto Rodrigo Maia acha inadiável. É claro que ele espera capitalizar o mal-estar geral e o pânico causado pelo vírus para eleger líderes locais que tenham um discurso contra Bolsonaro, colocando toda a responsabilidade em suas costas. Mas por aí vocês já veem... Rodrigo Maia não está preocupado com "vidas humanas", está preocupado com número de votos, e ser oposição ao presidente em tudo já se tornou seu “leitmotiv”. (via Rodrigo Miceli) TWITTER O presidente do senado David Alcolumbre publicou em seu Twitter um pedido de desculpas ao povo chinês pelas declarações do deputado Eduardo Bolsonaro – que criou uma crise diplomática ao atribuir ao governo Chinês a responsabilidade pela grave pandemia. Além de não conseguir dissociar o que é “povo” e o que é “governo”, Alcolumbre esqueceu que seu pedido de desculpas chegará no máximo à alguns membros do Partido Comunista Chinês. A população na China só tem acesso à internet controlada pelo Estado, o “povo” não consegue acessar Twitter. ARTICULADO Mandetta declarou no domingo que o governo está contando com a agilidade e eficiência da iniciativa privada para se antecipar às necessidades que a pandemia demandará. As fábricas estão modificando suas linhas de produção para manufaturar em larga escala os EPIs necessários, como máscaras e produtos desinfetantes.


11

Jornal da Manhã

terça-FeIra, 24 de março de 2020

IJUÍ

Justiça concede 16 prisões domiciliares O Poder Judiciário concedeu 16 prisões domiciliares a apenados de Ijuí. São presos que possuem idade acima dos 60 anos, considerados faixa de risco para contaminação do coronavírus. No Instituto Penal de Ijuí (IPI) foram 14 detentos liberados para cumprir pena em casa. Na Penitenciária Modulada, dois apenados tiveram a domiciliar concedida. O administrador do IPI, Diego Zimmermann, disse que a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) está preocupada com a propagação da doença nas casas prisionais. “A prisão domiciliar é por um certo tempo. Queremos evitar que essa pandemia chegue ao sistema prisional, por isso, diversas precauções estão sendo tomadas”, revela. Diante da possibilidade de contágio, as visitas estão suspensas desde ontem. O período de restrição é de 15 dias, podendo ser prorrogado. “Será disponibilizado um dia na semana onde os familiares poderão entregar materiais de higiene

Contrariando autoridades municipais, estaduais, nacionais e mundiais para evitar aglomerações e possíveis propagações do coronavírus, familiares e amigos de presos estiveram aglomerados no entorno da Penitenciária Modulada Estadual de Ijuí no domingo, no dia de visitas. Dezenas de pessoas se reuniram aguardando a abertura da porta principal. Dentro da Modulada, profissionais da saúde realizavam uma triagem. Nas redes sociais, muitas pessoas questionaram a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe). Dentre os comentários, um homem dizia que existem presos e visitas de toda região, não há como controlar visitantes infectados com

o vírus, podem estar doentes e não apresentar sintomas. Em nota, a direção do presídio disse: "importante que se diga, cada apenado tem direito a uma visita somente. Estão suspensas as visitas nos casos de pessoas acima de 60 anos, crianças até 12 anos incompletos e de gestantes". "Ressaltamos que as orientações e parte ostensiva junto a população cabe ao Poder Público Municipal, Brigada Militar e Ministério Público. Que a Direção está portanto, empenhada em esforços para barrar o contágio dos apenados com este vírus e que o mesmo não venha a comprometer o sistema como um todo", finalizava a nota com a denominação do diretor substituto da Modulada, Luciano Ceratti Cezar.

Instituto Penal de Ijuí teve 14 presos liberados para cumprirem pena domiciliar

para os apenados, mas não haverá contato deste familiar com o preso, sendo entregue diretamente aos agentes na portaria e depois será repassado ao apenado após todas as medidas de prevenção”, destaca Zimmermann. Quanto aos servidores e ad-

vogados que ingressam na casa prisional, será feita uma triagem. “Profissionais da saúde irão aferir a temperatura corporal e fazer uma pesquisa para ver se essas pessoas não têm sintomas do vírus. Depois disso, será liberado ou não o acesso ao IPI”, conclui.

Carreata recebe jovem libertada de cativeiro No início da tarde de domingo, a Polícia Civil divulgou informações oficiais sobre a operação que libertou a jovem Isadora Enrich, de 19 anos, de um cativeiro. Ela havia sido sequestrada no início da madrugada de sexta-feira, na residência dos pais no município de Selbach. Segundo o órgão de segurança pública, por volta da 0h30 de sextafeira, cinco homens invadiram a residência da família, e passaram algum tempo no local a procura de armas e dinheiro. Os bandidos roubaram uma caminhonete da família e também foram levados cheques que foram encontrados pelos criminosos no local. Junto com o veículo, os criminosos levaram a filha do empresário Carlos Enrich como refém. A caminhonete roubada foi localizada no interior de Tapera ainda na manhã de sexta-feira. Uma equipe do Departamento

Aglomeração é vista no entorno da Modulada

Estadual de Investigações Criminais (DEIC) de Porto Alegre utilizou um helicóptero para se deslocar a cidade e trabalhar junto com a DP local nas investigações. Na sexta-feira pela manhã o pai da jovem sequestrada recebeu os primeiros pedidos de resgate. A polícia conseguiu identificar três pessoas que estavam envolvidas no crime e efetuou buscas em Erval Grande, a cerca de 200 quilômetros de Selbach. Os mandados de prisão foram cumpridos naquela cidade, sendo que dois homens e uma mulher foram presos. Depois das prisões foi possível identificar o cativeiro onde Isadora estava sendo mantida. No cativeiro, a polícia acredita que havia outro envolvido no crime porém ele conseguiu escapar no momento da chegada da polícia ao local. Isadora foi libertada sem feri-

Profissionais da saúde realizaram triagem e aplicação de álcool em gel em visitantes

Irmãos assaltam mulheres no bairro Osvaldo Aranha

Isadora Enrich

mentos, porém bastante abalada emocionalmente. Ela foi levada a Selbach onde foi recebida com uma festa. Uma carreata foi organizada para comemorar sua libertação.

Dois homens foram presos após assaltarem duas mulheres em Ijuí. A ocorrência teve início na madrugada de domingo quando uma guarnição da Força Tática da Brigada Militar foi chamada após um roubo na avenida 21 de Abril, no bairro Osvaldo Aranha. Com base nas características informadas, os policiais localizaram dois indivíduos na rua Pelotas, sendo que após tentativa de fuga eles foram detidos e identificados como sendo dois irmãos: um de 20 e outro de 21 anos, naturais de Giruá, possuidores de antecedentes criminais. Durante a busca pessoal, foram localizados com eles um aparelho celular, uma faca e um cartão da Caixa Econômica Federal em nome de uma das vítimas, sendo que estas posteriormente reconheceram os dois como sendo os autores do roubo. Diante dos fatos os policiais deram voz de prisão aos acusados, sendo que após os procedimentos de praxe eles foram conduzidos e apresentado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA), acompanhados das vítimas, onde o delegado Gustavo Arais lavrou o flagrante por roubo a pedestre.

Homem é esfaqueado em briga de família Um encontro em família culminou em briga neste fim de semana. O fato ocorreu em uma residência localizada na rua Primeiro de Março, bairro Getúlio Vargas, em Ijuí, por volta das 15h de domingo. Um dos envolvidos foi encontrado pela Brigada Militar nas proximidades do trilho de trem da avenida São Luis, no bairro Herval.

Os policiais foram chamados por um homem que estava com seu sobrinho ferido no carro, apresentando sangramento. Os policiais então colocaram o ferido na viatura e o conduziram até o Hospital de Caridade de Ijuí (HCI). Ele apresentava um corte profundo no braço, e sangrava muito. O outro envolvido na briga, também foi conduzido ao hospital, com ferimentos na região da cabeça.

Faca, celular e cartão bancário foram localizados com ladrões após assalto


12

Jornal da Manhã

TERÇA-fEiRA, 24 dE mARÇo dE 2020

Esportes

ADIAMENTOS I

ADIAMENTOS II

A Uefa decidiu ontem adiar as finais de seus principais torneios de clubes (Champions League, masculino e feminino, e Liga Europa) por causa da pandemia do coronavírus. O grupo já começou a examinar o calendário. Anúncios serão feitos no devido momento, diz a nota da entidade. Nenhuma decisão foi tomada sobre as novas datas.

Os principais campeonatos europeus já estão paralisados há semanas .Afinal da Uefa Champions League masculina estava marcada para 30 de maio no Estádio Olímpico Ataturk, em Istambul (TUR).A decisão da Liga Europa aconteceria em 27 de maio na Arena Gdansk, na Polônia.Já a final da Champions feminina seria em 24 de maio no Viola Park em Viena (AUST).

Integrante do COI diz que Olimpíada será adiada O integrante mais antigo do Comitê Olímpico Internacional, Dick Pound, revelou ontem que a Olimpíada de Tóquio 2020 será adiada. Segundo ele, ainda não há uma nova data prevista para o início da competição. “Com base nas informações do COI, o adiamento foi decidido. Os parâmetros daqui para frente não foram determinados, mas os Jogos não começarão em 24 de julho, isso eu sei. Adiaremos e começaremos a lidar com todas as ramificações de mudar isso, que são imensas”, disse em entrevista ao jornal USA Today. Um dia depois de o Comitê Olímpico Internacional admitir pela primeira vez a possibilidade de adiar os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, no Japão, em razão da pandemia do novo coronavírus, a Covid-19, que tem prejudicado a preparação dos atletas em todo o planeta, a organização da Olimpíada e o governo japonês fizeram o mesmo ontem. Eles vieram a público e deixaram claro que uma mudança na data da competição não está descartada. O cancelamento, no entanto, é totalmente rechaçado. Em uma audiência no Parlamento, o primeiro ministro Shinzo Abe afirmou que ainda está comprometido a organizar os Jogos "completos", sem cancelamento, mas admitindo um adiamento. "Se isto ficar difícil, levando em consideração os atletas em primeiro lugar, pode ser inevitável que tomemos a decisão de adiar. O cancelamento não é uma opção", disse o político japonês. Também ontem, em entrevista coletiva, o presidente do Comitê Tóquio-2020, Yoshiro Mori, e o CEO do órgão, Toshiro Muto, comentaram sobre um possível adiamento, mas indicaram as suas dificuldades. "Primeiro de tudo: sobre cancelamento, nunca consideramos isso. É inimaginável. O adiamento não é o primeiro caminho de ação, mas não podemos não considerar isso", disse Mori, que ressaltou que as autoridades estão cientes de como o coronavírus chegou com força a outros países."Não podemos deixar nossa guarda baixa sobre isso, especialmente porque nos Estados Unidos, Europa e novas áreas estão sob situações extremas agora. Entendemos isso, ouvimos muitas opiniões, de muitos

INFECTADO Campeão olímpico nos 100m peito nas Olimpíadas de 2012, o ex-nadador sul-africano Cameron Van der Burgh usou suas redes sociais para anunciar que está infectado com coronavírus e passou as duas últimas semanas lutando. Aposentado desde 2018, Van der Burgh revelou que apesar da febre alta já ter passado, ainda sente alguns sintomas da Covid-19. Segundo ele, caminhar de forma leve causa cansaço por horas. O medalhista de ouro em Londres fez uma crítica ao COI, se mostrando à favor do adiamento dos Jogos Olímpicos deste ano, com início previsto para o dia 24 de julho, no Japão.

ATLETISMO

Comitê Olímpico Internacional admite adiar os Jogos do Japão 2020

países, sobre realizar os Jogos como planejado inicialmente. Não somos tolos", completou. Por conta da pandemia, o Comitê Olímpico do Canadá (COC), e o Comitê Paralímpico (CPC), com o respaldo da Comissão de atletas, confederações esportivas nacionais e o governo do país, anunciaram na noite de domingo que não enviarão uma delegação canadense para os Jogos de Tóquio-2020. O mesmo fez o Comitê Olímpico Australiano (AOC).Outra potência do esporte, a Rússia manifestou o seu total apoio à resolução do COI de adiar por semanas a decisão sobre o futuro da Olimpíada e condenou os seus críticos. "Consideramos inaceitáveis quaisquer tentativas de pressionar as organizações responsáveis pela organização dos Jogos (de Tóquio-2020) e forçá-las a tomar decisões precipitadas", informou em um comunicado oficial o Comité Olímpico Russo (ROC).

Pestanense Karine treina para não perder o ritmo

Karine Schossler jogou a Superliga Feminina de Voleibol pela equipe de Valinhos, São Paulo

A atleta de Augusto Pestana, Karine Schossler, oposta do Valinhos Vôlei, de São Paulo acompanha com preocupação a pandemia do coronavírus."Não aguento mais ficar em casa, minha rotina era muito puxada e agora parar de treinar está sendo apavorante, mas é por uma causa necessária. Espero que todos de Ijuí e Augusto Pestana se cuidem.Não achava que o vírus iria chegar em Valinhos e em menos de três semanas tem três casos confirmados. Estamos na luta para que isso passe logo. Faço alguns exercícios em casa para não perder o ritmo". Karine disse que nesta fase gostaria de estar com sua família, mas não vai arriscar ir em aeroportos ou rodoviárias neste momento. A jogadora que saiu de Valinhos e encontra-se agora em Santa Bárbara do Oeste, comentou que nesta cidade não tem nenhum caso confirmado da Covid-19. A Superliga Feminina, Divisão Principal, competição que seu time disputava, foi finalizada por causa da pandemia do coronavírus. Não haverá campeão e vice.

O presidente da Federação Internacional de Atletismo (IAAF), Sebastian Coe, pediu ontem ao presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, o adiamento dos Jogos de Tóquio-2020, devido à pandemia de coronavírus.Em uma carta escrita antes da reunião que o COI celebrou no domingo, Coe destacou que iniciar os Jogos em 24 de julho, como está previsto, não é uma boa ideia.“Embora todos saibamos que diferentes partes do mundo estão em diferentes etapas do vírus, a opinião unânime em todas as nossas áreas é que celebrar Jogos Olímpicos em julho deste ano não é factível nem desejável”, escreveu.

FÓRMULA 1 O Grande Prêmio do Azerbaijão de Fórmula 1 foi adiado devido à pandemia mundial de coronavírus. É a oitava corrida do calendário afetada pela doença. Ainda não há previsão de quando a etapa nas ruas de Baku, marcada inicialmente para 7 de junho, poderá ser realizada. É a oitava corrida da temporada 2020 adiada ou cancelada devido à propagação da Covid-19. O calendário da Fórmula 1 em 2020 sofreu impactos severos devido à pandemia do coronavírus. Os GPs da Austrália e Mônaco foram cancelados, enquanto as corridas de Barein, Vietnã, China, Holanda, Espanha e, agora, Azerbaijão estão adiadas. Além disso, o novo regulamento da categoria, previsto para ser implantado em 2021, passou para a temporada 2022.

INTERNADO Depois de Lorenzo Sanz, presidente do Real Madrid, entre 1995 e 2000, ter morrido sábado por infecção da Covid-19, agora foi a vez de Fernando Martín Álvarez, que foi presidente do Real Madrid entre fevereiro de 2006 e abril do mesmo ano, dar positivo para este vírus, encontrando-se na Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital Puerta de Hierro de Madrid. O ex-líder merengue, com 72 anos, assumiu a presidência do clube após a demissão, em fevereiro de 2006, de Florentino Pérez.


Jornal da Manhã

DOIS TOQUES

Carlos Alberto Padilha

esporte@jornaldamanhaijui.com

PROBLEMAS - O futebol brasileiro pós-coronavírus passará por momentos sombrios, principalmente os pequenos clubes. Flamengo, Palmeiras, São Paulo, Grêmio, Internacional, Santos, Atlético-MG e tantos outros com seus milhões, mesmo perdendo receitas vão conseguir driblar a crise econômica e e os pequenos, casos do São Luiz, Ypiranga de Erechim, Pelotas, Esportivo, Aimoré de São Leopoldo, Brasil-Fa, Guarany-Ba, Bagé e tantos outros? A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) poderia socorrer estes pequenos clubes do país, mas não acredito que o fará. Como ficará por exemplo o Caxias que paga mais de R$ 100 mil reais ao Programa de Modernização da Gestão de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro(Profut). Os clubes precisam se mexer ou viverão momentos difíceis. Os jogadores dos grandes clubes começaram a espernear só agora que falaram em redução de salários e os demais? COLORADO- O presidente do Inter, Marcelo Medeiros, em um vídeo nas redes sociais falou sobre sua recuperação.Isolado desde que foi diagnosticado com o coronavírus, o dirigente agradeceu pelas mensagens de apoio recebidas e disse que tem evoluído bem. Ainda pediu para que as pessoas sigam as orientações das autoridades e fiquem em casa. Medeiros teve a confirmação do teste positivo para Covid-19, doença provocada pelo coronavírus, na última sexta-feira. O dirigente passou por exame na semana passada, com suspeita de ter contraído o vírus. Desde então, está recluso em sua casa em Porto Alegre. INDEFINIÇÕES- Enquanto a pandemia do coronavírus parece longe de acabar, o calendário do futebol vai se complicando cada vez mais. Além dos jogos de seleções, os campeonatos nacionais e continentais vão ficando sem data. As entidades devem anunciar medidas tão logo a situação da saúde mundial esteja novamente estável. A entrevista do presidente da Fifa Gianni Infantino a um jornal italiano dizendo que o calendário deve ser mais enxuto, não pegou bem e Javier Tebas, presidente da La Liga, organizadora do Campeonato Espanhol, se posicionou em relação às falas de Infantino em tom de crítica. Deu algumas novas sugestões também polêmicas. O espanhol rebateu e propôs inclusive o fim do Mundial de Clubes.

TERÇA-FEIRA, 24 DE MARÇO DE 2020

13

Michel diz que mais importante é a saúde neste momento O atacante Michel, artilheiro do Gauchão 2020 ao lado de Diego Souza do Grêmio, com cinco gols está em São Gabriel aguardando as definições sobre o Campeonato Estadual. Em entrevista ao Jornal da Manhã, o jogador do São Luiz disse que o mais importante agora é ter uma solução para terminar com a pandemia do coronavírus. "É tempo de adaptação às normas, pois muitos tem avós, filhos, pessoas com quadro de risco. Quanto mais evitarmos o contato, mais possibilidade teremos de neutralizar o crescimento dessa doença. É uma situação muito complicada no futebol. Não temos uma solução de imediato e é necessária quarentena para nos protegermos". Sobre o futuro do Campeonato Gaúcho, Michel lembrou que não existe uma definição.Tem conversado com os colegas de clube. ¨Veremos nos próximos

Lateral-direito Itaqui

Atacante Michel

dias como estará a situação de todos". O artilheiro disse que nos primeiros dias de suspensão

dos jogos realizou treinos físicos leves e agora faz exercícios para manter a forma.

O lateral-direito Itaqui permanece em Ijuí. Disse que está em casa, curtindo a família e orando para que as coisas possam voltar ao normal logo. "São dias de incertezas, não consigo ter opinião formada sobre o que vai acontecer." Tenho assistido algumas reprises de jogos. Em relação aos trabalhos, tenho feito o possível para conseguir treinar nesses dias. Não é como quando estamos todos juntos, mas sigo treinando em casa". Itaqui comentou que tem acompanhado o noticiário sobre o coronavírus. Ele e os familiares estão atentos aos cuidados que a autoridades de saúde tem passado. Afirmou que o momento é de cuidado e conscientização, pois estamos enfrentando algo sério. Todas as atividades do elenco profissional, do sub-17 e das escolinhas do São Luiz estão suspensas por tempo indeterminado. A secretaria do clube também está fechada.

Grêmio anuncia suspensão das atividades O departamento de futebol do Grêmio, em conjunto com departamento médico, definiu ontem à tarde pela suspensão de todas as atividades por tempo indeterminado. A orientação engloba departamento de futebol profissional e grupo de transição, visando zelar pela saúde e minimizar os riscos dos atletas, funcionários e familiares. O clube alertou também que, atento aos acontecimentos, poderá recrutar os atletas, a qualquer momento, para monitoramento, avaliações e/ou retorno aos treinamentos. O grupo foi novamente orientado a manter os cuidados pré-orientados pelo departamento médico e a permanecer em casa. Neste período, o DM colocou à disposição do plantel um aplicativo para controle e monitoramento da Covid-19. O presidente Romildo Bolzan Júnior que testou positivo para o novo coronavírus encontra-se em bom estado de saúde, segundo os médicos gremistas. Seguindo as orientações médicas, Bolzan já estava em quarentena e continua em isolamento residencial. O mandatário esteve presente em um jantar com a diretoria do Inter na véspera do Gre-Nal da Libertadores. O presidente do Colorado Marcelo Medeiros também testou positivo para a doença. O caso de Bolzan é o quarto entre dirigentes gremistas. Antes, o clube já havia confirmado que os vice-presidentes Marco Bobsin e Cláudio Oderich, além do assessor adjunto da presidência Eduardo Fernandes, estavam infectados.

Presidente do Grêmio Romildo Bolzan Jr. testou positivo para o coronavírus

Presidente da Fifa quer um calendário mais enxuto Em meio à paralisação do futebol por conta do coronavírus, o presidente da Fifa Gianni Infantino falou sobre as possíveis mudanças de calendário. O mandatário da entidade concedeu entrevista ao jornal italiano Gazzetta Dello Sport e abordou desde soluções para campeonatos adiados até os impactos financeiros da pausa. “Precisamos estudar o impacto global dessa crise. Agora é difícil, não sabemos quando voltaremos à normalidade. Mas vamos olhar as oportunidades. Talvez possamos reformar o futebol mundial dando um passo atrás. Com

diferentes formatos. Menos torneios, porém mais interessantes”, disse Infantino. O presidente de Fifa faz a ressalva de que a prioridade no momento é o combate à doença.“Saúde primeiro e depois tudo o mais. É esperar o melhor e se preparar para o pior. Sem pânico. As Federações e Ligas devem seguir as recomendações dos governos”. Devido à pandemia do coronavírus, importantes competições como a Copa América e a Eurocopa foram adiadas. Ao comentar sobre o assunto, Infantino reconhece que alguns prejuízos serão inevitáveis: Mostramos um

espírito de cooperação e solidariedade com a Europa e a América do Sul. Agora temos que pensar no momento dos clubes e nas decisões sobre a regulamentação do status dos jogadores e transferências. Temos que pensar em proteger contratos. São necessárias medidas. Será difícil, mas não há outra opção. Todos teremos que fazer sacrifícios”. A paralisação dos principais campeonatos de futebol do mundo segue com tempo indefinido. Agora, as autoridades do esporte estudam as melhores medidas para adequar o calendário às novas necessidades.


14

Jornal da Manhã

TERÇA-FEIRA, 24 DE MARÇO DE 2020

Horóscopo

CANADÁ

Amostra de diamante revela tamanho de continente G

eólogos da Universidade da Colúmbia Britânica, no Canadá, identificaram uma nova porção do cráton do Atlântico Norte, uma antiga camada da crosta terrestre que foi fragmentada há 150 milhões de anos. A descoberta foi feita através da análise de kimberlitos, rochas ígneas formadas há milhões de anos em profundidades de 150 a 400 quilômetros subterrâneos. Através de forças geológicas e químicas, os kimberlitos chegam à superfície terrestre associados, em geral, com diamantes, que carregam pistas e detalhes valiosos sobre as condições do subsolo terrestre. Ao avaliar as amostras das rochas e pedras preciosas extraídas no sul da Ilha de Baffin, a maior do Canadá, a geóloga Maya Kopylova e sua equipe perceberam que os fragmentos compartilhavam sua assinatura mineral com outras porções de rochas identificadas como parte do cráton do Atlântico Norte. "A composição mineral de outras porções do cráton do Atlântico Norte é tão única que não havia como errar", disse Kopylova, professora da Universidade da Colúmbia Britânica. "Foi fácil juntar as peças.” Para os geólogos, encontrar fragmentos de crátons é como achar peças de um quebra-cabeça, já que eles estão distribuídos entre as placas tectônicas que formam a crosta terrestre atual. Ao longo do tempo, com o movimento dessas placas, os fragmentos se rearranjam e se quebram em pedaços menores. De acordo com os cientistas, o cráton do Atlântico Norte se estende do sul da Escócia ao sul da Groenlândia, continuando até o sudoeste de Labrador, província do leste canadense. Com essa nova descoberta, o território do continente perdido aumenta em 10%.

Prêmio do primeiro colocado (sigla) Aids e sífilis Trabalha na eleição

A motorista aprovada pelo bafômetro

Albert Einstein, gênio da Física

Lago, em francês Inchação patológica de um tecido

Tristão de (?), escritor brasileiro

Excessivo Reveste o fundo dos lagos (pl.) Steffi (?), tenista alemã

Pequena mala de mão Comemoração de aniversário de casamento Prestar culto a uma divindade Cidade de entrega do Nobel da Paz BANCO

"Terra", em "geologia" Cede; outorga Colérica; enraivecida "So (?) Away", sucesso do Dire Straits 67

V S F

B A D T R A I

A C C I C M A A D S A M A E

A T A I D E N E O N

Antenor chega à casa de Patrícia e não percebe que sua mãe está no jardim. Patrícia avisa ao pai que convidou Vanessa para o jantar. Rafael avisa a Antenor que ele precisa devolver a moto que pegou emprestada. Tereza Cristina conversa com Griselda. Tereza Cristina culpa Crô por Patrícia ter convidado Vanessa para o jantar. Daniel avisa a Antenor que Griselda esteve na mansão e ele se preocupa. Guaracy corteja Griselda, que não lhe dá atenção. Renê contraria Tereza Cristina e pede que Vanessa vá ao Le Velmont fazer uma entrevista para o cargo de recepcionista. Tereza Cristina exige que a mãe de Antenor esteja presente na festa oficial de noivado de sua filha.

(?) Watson, atriz "Breaking (?)", série

O N I B U S E S C O L A R

Érica desabafa com Camila

Faço menção a um autor no texto

D A

Fina estampa

Órgão empresarial (sigla) Dama

Jornal argentino

G R A F

Téo pede a Helena que prepare um jantar em família para receber Luna/Fiona. Alexia promete fazer outra suposta sessão espiritual com Kyra para Rafael. Bia finge que faz balé com a prima de Dionice, e Agnes acredita. Kyra se culpa por se sentir atraída por Alan. Helena acredita que Luna/ Fiona está manipulando Téo. Renatinha vê quando Alexia/Josimara chega à Labrador acompanhada de uma mulher e decide investigar. Bia entra para a equipe de Isaac, e Dionice não gosta. Gabi decide ajudar Juan e Mário com a viagem deles para o Brasil. Renatinha descobre que Kyra está viva.

Alimento como o fubá

A R

Bia entra para a equipe de Isaac

Meio de transporte próprio de colégios

I N N A T O E M R I C E M D E I S D A O R I O

Salve-sem quem puder

(?) Watts, Mediado; atriz de solicitado "Birdman"

L

Isabel comemora a presença de Lola. Inês teme a proximidade de Lola e Leon. Olga e Zeca se preparam para sua viagem de navio. Lola se sente desconfortável na casa de Isabel e Felício, e comunica à filha que se mudará para a casa de repouso de Madre Joana. Afonso parte para o Rio de Janeiro em busca de Lola. Olga e Zeca encontram-se com Adelaide e Justina no navio que viajará para a Europa. Candoca convida Emília para ir a Itapetininga. Assad alerta Julinho sobre sua submissão a Soraia. Madre Joana recebe Lola.

© Revistas COQUETEL

Gás nobre utilizado em iluminação Sabor adstringente de frutos verdes

L O D O S

Madre Joana recebe Lola

Age como Calabar (Hist.) Drogas sociais que provocam dependência química

A L C O O L E T A B A C O

Éramos Seis

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br

3/bad — far — lac. 4/emma. 5/naomi.

NOVELAS

Geólogos encontraram 10% do território do antigo cráton do Atlântico Norte, antiga placa da crosta terrestre que foi fragmentada há 150 milhões de anos

Áries Quando você se aproxima das questões que agora pedem por cura e libertação, passa a investir no seu próprio poder pessoal. Aproveite o dia para entrar em contato com a sua alma. É tempo de introspecção. Touro A introspecção é um movimento precioso que permite o contato com os mais diversos mistérios que nos habitam. E, uma vez que eles são revelados, amplificamos a sabedoria interior. É tempo de evolução. Gêmeos Um ciclo de grandes atualizações começa para você, e para aproveitar essa energia plenamente, busque analisar todas as esferas da sua vida, identificando as mudanças necessárias. É tempo de renovação. Câncer O momento é favorável para entrar em conexão com os sentimentos que promovem a sua existência, dando força e luz para o coração. Acolha todos eles agora. É tempo de fortalecer as energias positivas. Leão O dia pede sintonia profunda com as suas sombras para que possa levar luz até elas, e a tendência agora é que você consiga fazer isso de forma mais harmônica. É tempo de se dedicar à sua espiritualidade. Virgem Não existe problema que em tempo não encontre solução, e agora as melhores saídas tendem a ser apontadas pelas suas intuições. Abra o coração para receber as mensagens da alma. É tempo de orientação. Libra A sua capacidade de refletir acerca dos acontecimentos é sua principal ferramenta para agir com verdadeira sabedoria. E, nesse momento, suas ações tendem a se dar assertivamente. É tempo de autoconfiança. Escorpião O momento é de trazer consciência para a sua realidade produtiva. Busque então observar as técnicas e ferramentas que precisam ser renovadas para permitir melhores resultados. É tempo de se aperfeiçoar. Sagitário A sua autoconfiança está fortalecida hoje, e essa energia potente tende a promover suas ações. É tempo de direcionar a mente para o que deseja realizar agora, agindo assertivamente pelas conquistas. Capricórnio Tão importante quanto elaborar planos seguros, é confiar na conquista de cada um deles. Lembre de manter uma postura positiva durante a jornada, assim os resultados vêm mais facilmente. É tempo de ter fé. Aquário Ainda que você saiba reconhecer o imenso valor da solidariedade, é preciso identificar os momentos em que olhar para si e para as próprias necessidades é também fundamental. É tempo de se cuidar. Peixes Caso hoje sinta a necessidade de expor os seus sentimentos, lembre-se de fazer isso com doçura e suavidade para não ferir a sensibilidade do outro. É tempo de se conter para se expressar com maturidade.


Jornal da Manhã

David Antônio dos Santos

Contador Perito Contábil

NÃO VOU FALAR! Mas como não falar! Como não aplaudir, torcer, orar pelos trabalhadores que não poderão ficar em casa, como manda o bom senso, sim estou falando dos policiais, dos garis, dos trabalhadores em farmácias e aí incluo todos aqueles que trabalham em hospitais, clinicas, laboratórios, os agentes funerários. Todos esses e mais algumas profissões, estão na linha de frente, administrando o estresse do trabalho sem descano, e pior, com o risco eminente da exposição ao vírus. Nosso profundo reconhecimento, admiração, respeito e oração para sua saúde. Apesar das escorregadas verbais, e foram muitas do nosso presidente, na prática o seu governo através de seus ministros e assessores, tem tomado medidas, principalmente na área econômica, que visam minimizar a crise deflagrada por essa peste que é o coronavirus. O presidente Jair Bolsonaro editou medida provisória permitindo a suspensão de contratos de trabalho e de salários por até quatro meses durante o período de calamidade pública. A MP 927 foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União na noite deste domingo (22/3). A medida provisória também estabelece que: •o empregador não precisará pagar salário no período de suspensão contratual, mas "poderá conceder ao empregado ajuda compensatória mensal" com valor negociado entre as partes.(é o que rezava o art. 18 da MP revogado pelo presidente ontem). •acordos individuais entre patrões e empregados estarão acima das leis trabalhistas ao longo do período de validade da MP para "garantir a permanência do vínculo empregatício", desde que não seja descumprida a Constituição •benefícios como plano de saúde deverão ser mantidos A MP estabelece ainda, como formas de combater os efeitos do novo coronavírus: •teletrabalho (trabalho à distância, como home office) •regime especial de compensação de horas no futuro em caso de eventual interrupção da jornada de trabalho durante calamidade pública •suspensão de férias para trabalhadores da área de saúde e de serviços considerados essenciais •antecipação de férias individuais, com aviso ao trabalhador até 48 horas antes •concessão de férias coletivas •aproveitamento e antecipação de feriados •suspensão de exigências administrativas em segurança e saúde no trabalho •direcionamento do trabalhador para qualificação •adiamento do recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) •adiamento por três meses do pagamento do Simples Nacional. Ressalto que até a hora em que enviei esta coluna, somente o art. 18 da MP fora revogado.

TERÇA-fEiRA, 24 dE mARÇoi dE 2020

15

MEIO AMBIENTE

Pandemia atinge venda de material reciclável e catadores pedem ajuda Os recicladores da Associação de Catadores de Materiais Recicláveis (Acata) e da Associação de Recicladores da Linha 6 (ARL6) estão enfrentando um momento de dificuldades após o decreto que fechou estabelecimentos como medida preventiva contra o coronavírus. A coleta e comercialização de materiais recicláveis são os únicos geradores de renda para as famílias. Outra preocupação também sobre a prevenção das pessoas que trabalham no local, devido a falta de equipamentos. A analista de planejamento da Itecsol da Unijuí e assessora das associações de catadores do município, Elizandra Pinheiro da Silva, em entrevista ao Grupo JM, informou que é grande a preocupação em relação as ações das associações de catadores, que estão enfrentando a situação sem muitas condições de prevenções. “Todo o descarte da coleta seletiva que é recolhido acaba chegando nas associações e os catadores fazem o processamento desses materiais, com todo o cuidado, mas sabemos que há o risco de contaminação, pois não temos o controle de quem são as pessoas que de fato estão descartando os materiais” explicou, acrescentando que “estamos apreensivos e preocupados porque são pessoas e agentes ambientais que estão ali, doando o seu trabalho para dar um destino correto para aquilo que hoje os cidadãos ijuiense estão descartando”. Lizandra falou que a Itecsol está analisando a situação juntamente com o poder público, para pensar coletivamente algumas alternativas,

pois há a orientação de que esse trabalho realizado por eles seja suspenso temporariamente, “mas o ficar suspenso temporariamente, para eles que dependem da reciclagem, é uma situação bem delicada, e eles já estão enfrentando algumas dificuldades, pois as empresas que compram esses materiais já suspenderam seus trabalhos, e de certa forma eles estão processando esses materiais e mantendo armazenado, mas ambas as associações não têm uma infraestrutura grande que suporte o acumulo de material, então estamos em uma incógnita do que fazer e de como fazer”, disse. Além disso, segundo Elizandra, essas famílias recebiam doações de alimentos do programa Mesa Brasil, que também foi suspenso, “e todas as atividades suspensas interferem diretamente na renda, na alimentação, e na sobrevivência dessas famílias que são vinculadas às associações”, declarou, salientando que “é um cenário muito complicado, então peço o apoio da comunidade, que colabore com alguma ajuda financeira ou de alimentos, para tentar amenizar esse impacto que será na vida desses trabalhadores”. O reciclador Fabricio Carpes dos Santos, da ARL6, afirmou que eles não podem parar o trabalho, pois do contrário, o lixo iria acumular no galpão e posteriormente nas ruas do município, e além disso, “temos contas para pagar, alimentos e remédios para comprar. A nossa renda vem tudo daqui, e como tiramos o nosso sustento daqui, nós vamos continuar trabalhando”, explicou.

Devido às críticas feitas por Michel Rodrigues, que se apresentou à reportagem como sendo líder de uma ocupação no bairro Getúlio Vargas, em relação à situação dos lotes no local, o secretário de Habitação Ramsés Lemos conversou com o Grupo JM e afirmou que as acusações feitas pelo cidadão a sua pasta e ao município não condizem com a realidade. “Não existem duas ocupações no bairro Getúlio Vargas, somente uma, e as famílias foram retiradas e algumas permitidas, a partir da iniciativa do prefeito Valdir Heck, em conversa com a juíza, que puderam ficar porque eram contempladas.” Ramsés também afirmou que a informação de que o municí-

pio gasta R$ 20 mil por mês em água está incorreta. “Não tem a mínima noção do que, o cidadão, está falando. Ele disse que tem mato, sim tem mato, e que tem lixo, mas quem colocou lixo, o secretário de Habitação ou os moradores que estão lá ocupando?, questiona Ramsés, salientando que "nós abrimos ruas, cerca de 90%, e em uma parte, mais para baixo, não foi possível pela quantidade de lixo que havia no local, tivemos dificuldades com os maquinários e resolvemos não continuar, porque dependíamos do Demei para fazer a instalação de luz, e da Corsan, para fazer a instalação de água, onde tínhamos um problema de documentação”, ressaltou.

Secretário esclarece ações no bairro Getúlio Vargas

A reciclagem é a única maneira de geração de renda das famílias das associações

HOMENAGEM FALECIMENTO AUGUSTO EMÍLIO WOTTRICH

*14.02.1933 +19.03.2020

Na manhã do dia 19 de março de 2020, a família Wottrich se despediu de Augusto Emílio Wottrich, aos 87 anos, vítima de uma parada cardíaca. Augusto dedicou sua vida à educação, atuou como professor e gestor da Escola Técnica Industrial 25 de Julho, profissão pela qual nutria muito orgulho e da qual guardava as mais belas lembranças vividas ao lado de colegas e alunos. À docência, Augusto somou o caráter empreendedor na cidade de Ijuí. Foi da união com Elvira Wottrich, com quem estava casado há 66 anos, que nasceu o Viveiro Rosiflor, em maio de 1974, e a partir dele floresceram sonhos que impulsionaram seus quatro filhos, 15 netos e sete bisnetos. Obrigada, Seu Augusto! Seguiremos semeando seus ensinamentos por aqui. Em virtude do estado de calamidade instituído para conter o Coronavirus, informamos que a despedida ocorreu sem a realização de velório e apenas com a presença dos familiares mais próximos, com mensagem e a oração do pastor Renê, da comunidade Emanuel de Ijuí, a quem a família destina o mais profundo agradecimento, que gostaria de estender à equipe do SAMU, à Doutora Martha Fonseca e à equipe de Medicina Preventiva da Unimed Ijuí. Um agradecimento especial aos funcionários e amigos da família. Ijuí, 24 de março de 2020.


www.clicjm.com

RECICLAGEM

Justiça concede 16 prisões domiciliares São 14 apenados do Instituto Penal e dois da Modulada que cumprião pena em casa. | 11

Grêmio suspende atividades do futebol Como medida de prevenção ao coronavírus, empresas que adquirem materiais fecharam, causando dificuldades aos recicladores da Acata e da ARL6 , que seguem trabalhando, para evitar o acúmulo de lixo na cidade. | 15

Orientação engloba o departamento profissional e o grupo de transição. | 13

Idosos têm prioridade na vacinação contra a gripe Primeira etapa da campanha de vacinação, que teve início ontem, também abrange profissionais da saúde. | 7

EDITORIAL | 6 O País precisa de medidas governamentais racionais para ajudar os empresários que, com certeza, precisam de apoio, pois é e será muito difícil passar por uma intervenção desta magnitude.

Profile for clicjm

Jornal da Manhã - Terça-feira - 24.3.2020  

Jornal da Manhã - Terça-feira - 24.3.2020  

Profile for clicjm
Advertisement