Page 1

WWW.CLICJM.COM

Ijuí, Sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Comissão define valor do mínimo Texto prevê que o salário seja reajustado para R$ 1.040 em 2020. 3

Reforma leva profissionais à formalidade

Ano 46 - Nº 71

R$ 3,00

Leite lança programa para desburocratizar serviços públicos

Advogada Ilhana Vendruscolo explica sobre trabalho intermitente. 5

Ação quer combater assédio moral Entidades se unem para combater a violência contra professores. 7

Projeto DescomplicaRS, lançado pelo governador Eduardo Leite em parceria com o Sebrae, tem como objetivo facilitar a vida de quem quer empreender e gerar empregos. | 8

Buracos pela cidade desafiam motoristas

Condição das ruas exige habilidade dos motoristas, que precisam desviar de dezenas de buracos. | 15


2

Jornal da Manhã

SEXTA-FEIRA, 9 DE AGOSTO DE 2019

RADAR

OLHO DA RUA

INDICADORES

RESÍDUOS- A Política Nacional de Resíduos Sólidos completou nove anos e o governo federal apresentou uma proposta para que fabricantes, importadores e comerciantes assumam o compromisso de dar o destino adequado aos resíduos eletroeletrônicos. Até o dia 30 de agosto, consumidores e todos os setores envolvidos na produção e comércio de bens tecnológicos poderão acessar o site do Ministério do Meio Ambiente e opinar sobre o documento. Após a consulta pública, o acordo deverá ser assinado pelas entidades que representam os setores envolvidos. O acordo setorial de política reversa é um passo importante na busca por soluções sustentáveis.

SAFRA- A safra agrícola de 2019 deve totalizar 239,7 milhões de toneladas, uma alta de 5,8% em relação ao resultado de 2018, o equivalente a 13,2 milhões de toneladas a mais. Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em relação ao levantamento de junho, houve elevação de 1,6% na estimativa para a produção deste ano, o equivalente a 3,7 milhões de toneladas a mais. Segundo o IBGE, a safra estimada representa um novo recorde de produção de grãos do País, que era da safra 2017, de 238,4 milhões de toneladas de grãos. CRÉDITO- No último mês de junho, o número de consumidores que recorreram ao crédito cresceu 3% na comparação com maio passado. Esse avanço reflete os indícios de retomada do ambiente econômico no país. Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) revelam que o Indicador de Uso de Crédito atingiu 32,1 pontos, o maior índice desde o início da série, em 2017, quando foram registrados 27,9 pontos. Cartão de crédito continua sendo a modalidade preferida dos brasileiros. FGTS- Os trabalhadores com conta poupança na Caixa Econômica Federal que não quiserem o crédito automático do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) já podem solicitar o cancelamento pela internet. O prazo para pedir o cancelamento vai até 30 de abril de 2020 e também pode ser feita nos demais canais de atendimento do banco, a partir do próximo dia 12. No site, o trabalhador pode visualizar o valor a receber, a data do saque e quais canais de atendimento estão disponíveis. A Caixa também criou uma central de atendimento com número 0800 724 2019. A Caixa terá até 60 dias para processar o pedido de cancelamento.

LOTERIAS

NÚMEROS EXTRA-OFICIAIS

1º - 6.846 2º - 8.365 3º - 9.226 4º - 5.870 5º - 0.522

O grupo da Ordem Auxiliadora das Senhoras Evangélicas (Oase) produziu cucas para vender em prol da comunidade evangélica. O comércio de cucas ocorre hoje, no Centro Evangélico, das 10h30 às 18h. Essa atividade é realizada quatro vezes ao ano.

QUINA

CONCURSO nº

5041

02 17 25 41 68 ENTRE ASPAS "O que o ministro Gilmar (Mendes) e essas pessoas querem? Dizer que o procurador Deltan e o ex-juiz moro eram parciais? Eram suspeitos? Declarar as provas nulas? Soltar todos os condenados e presos preventivamente? Devolver os R$ 3 bilhões (recuperados)? Vamos pensar nos efeitos práticos dessa tentativa de atacar a LavaJato". Procuradora Thamea Danelon "Há uma ideia que me parece também ser consenso aqui: o Brasil não suportaria que esse projeto da Câmara da reforma voltasse para a Câmara; e, na Câmara, fosse aberta uma outra comissão especial, o que levaria a outra discussão no plenário, o que faria retornar o projeto para cá." Senador Tasso Jereissati

MEGA SENA Resultados de quarta

BOM EXEMPLO- Já está valendo lei que obriga hipermercados, supermercados, atacados e estabelecimentos similares a higienizar os carrinhos e os cestos de compras disponibilizados aos clientes. O texto também proíbe o transporte de crianças nos carrinhos não equipados com assento específico. A AGAS recebeu a notícia com contrariedade porque acredita que a lei é desnecessária. Argumenta que a limpeza dos carrinhos, prateleiras e qualquer outro equipamento das lojas é condição básica para a operação de quem trabalha com alimentos. Até o momento a Lei é válida apenas em Porto Alegre, mas pode servir de exemplo para outros municípios, inclusive Ijuí.

Poupança 8.8.2019 ................... 0,37 % Ouro 8.8.2019..............R$ 172,00 .(gr) Dólar Comercial.................... R$ 3,9241 Dólar turismo ....................... R$ 4,0800 Euro ..................................... R$ 4,3900 IPC/FIPE Junho /2019 ................ 0,15% INPC Junho/2018 ......................+0,1% IGPM Junho /2019 ........................0,8% IPCA Junho /2019 .........................0,1% TR julho/2019 ...........................+0,0% SELIC julho/2019 ......................+6,5%

CONCURSO nº

2177

09 11 14 31 48 51 LOTOFÁCIL

CONCURSO nº 1850

04 05 07 10 11 12 14 15 16 18 20 21 23 24 25

PREVISÃO DO TEMPO "Acho que essa vai ser uma decisão das mais importantes que o presidente vai tomar porque o Ministério Público, como fiscal da lei, pode interferir em diversas áreas que, para nós, são importantes que não sejam dominadas por pessoas que ideologicamente são contra o que a gente pensa." Senador Flávio Bolsonaro

GETÚLIO

Fonte: Climatempo

HOJE

MÁX.

22° Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.

MIN.

11°

SÁBADO

MÁX.

13° Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.

MIN.

DOMINGO

MÁX.

17° Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

MIN.

Fonte: Climatempo


Jornal da Manhã

sexta-FeIRa, 9 de agosto de 2019

INVESTIMENTO

Havan divulga data de inauguração em Ijuí

Proprietário da Havan, Luciano Hang (ao centro) visitou a área em que será construída a loja no município

A rede varejista Havan pretende inaugurar mais oito lojas no Rio Grande do Sul em 2019, chegando a 10 unidades ao final do ano. Com 16 pontos já confirmados em solo gaúcho, a empresa dá os próximos passos do seu plano de expansão em Ijuí. Na manhã de ontem, o proprietário da Havan, Luciano Hang, visitou a área em que será construída a loja no município. Em entrevista ao Grupo JM, ele afirmou que esta será uma das lojas mais bem qualificadas, tanto pela localização, na entrada da cidade, quanto pela infraestrutura de 16 mil metros quadrados, que contará com dois pisos - estacionamento com 500 vagas gratuitas. A inauguração está prevista para

o dia 5 de dezembro. "Serão gerados 150 empregos diretos na loja. Muda totalmente a entrada da cidade. Temos junto à nossa loja, uma área de alimentação", acrescenta Luciano. Ele citou ainda os investimentos feitos pelo Grupo Havan no setor de energia elétrica no Estado. Quatro usinas hidrelétricas estão sendo construídas na região de Santa Maria, em um investimento de cerca de R$ 400 milhões - e uma já está em funcionamento em Frederico Westphalen, desde 2002. "Muitas cidades ali ganham mais impostos do nosso ICMS do que tinham de previsão de impostos durante o ano. Serão cinco hidrelétricas no Estado,

Comissão aprova salário mínimo de R$ 1.040 A Comissão Mista de Orçamento (CMO) aprovou ontem o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2020. O texto ainda precisa ser aprovado em sessão conjunta do Congresso Nacional antes de seguir para a sanção do presidente Jair Bolsonaro. Constitucionalmente, deputados e senadores deveriam ter aprovado a LDO pelo Congresso antes do recesso legislativo. No entanto, o recesso — que começaria dia 18 de julho — foi antecipado após a conclusão da votação do primeiro turno da reforma da Previdência sem a análise do parecer na CMO. O texto prevê que o salário mínimo seja reajustado para R$ 1.040 em 2020, sem ganho acima da inflação. O aumento nominal será de 4,2% na com-

paração com o valor atual do mínimo (R$ 998). A variação é a mesma prevista para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). Para os dois anos seguintes, a proposta sugere que a correção também siga apenas a variação do INPC. Em relação à meta fiscal, o projeto prevê um déficit primário para 2020 no valor de R$ 124,1 bilhões para o governo central, que considera as contas do Tesouro Nacional, da Previdência Social e do Banco Central (BC). Para este ano, a meta é de déficit de R$ 139 bilhões. O relatório da proposta da LDO de 2020 (PLN5/2019) incluiu a permissão para que o Executivo autorize reajuste salarial para o funcionalismo público em 2020.

perfazendo 70 mega watts de energia, isso daria para abastecer uma cidade de 700 mil a 1 milhão de pessoas", comenta. Entretanto, o foco tem sido as lojas de departamento. "Estamos sempre vendo investimentos. Já temos acertadas 50 megalojas para os próximos meses, e acho que agora, e durante muitos anos, a Havan será nosso foco principal", projeta Luciano. A Havan emprega hoje 17,5 mil funcionários em todo o País, e deverá fechar o ano com quadro de 20 mil funcionários; e mais 120 mil indiretos. O faturamente anual deverá chegar a R$ 12 bilhões, gerando R$ 3,2 bilhões em impostos.

3

Repasse de ICMS a municípios deve mudar

O governo do Estado quer incluir uma avaliação do desempenho da Educação Básica em cada município entre os indicadores levados em conta na hora de dividir a arrecadação do ICMS. O projeto de mudança na distribuição do ICMS para as 497 cidades gaúchas partiu de uma determinação do próprio governador Eduardo Leite e inspirou a realização do 1º Workshop Rio Grande do Sul/Ceará, em que uma comitiva de representantes do Estado nordestino veio compartilhar esta e outras práticas que o levou a se tornar um dos exemplos de excelência nessa área. O secretário da Fazenda gaúcha, Marco Aurelio Cardoso, afirmou que o projeto de lei sobre o assunto já está sendo desenhado, mas ainda deve passar pela análise do governador e da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs).

Hoje, o Rio Grande do Sul tem uma arrecadação via ICMS de aproximadamente R$ 38 bilhões. Em torno de R$ 9,5 bilhões (25%) são divididos entre os municípios. A secretária do Planejamento, Orçamento e Gestão do Rio Grande do Sul (Seplag), Leany Lemos, destacou que o Estado vem de um longo período de dificuldade orçamentária e que é preciso se inspirar em boas práticas superando as diferenças regionais e partidárias. "O déficit fiscal faz parte do Rio Grande do Sul há 40 anos. A solução para isso não tem segredo. Não se pode gastar mais do que arrecada." O secretário de Planejamento e Gestão do Ceará, Mauro Benevides Filho, lembrou que não foi a adoção de somente uma medida que levou o sistema educacional do Ceará a se tornar referência nacional, em especial, nas séries iniciais do Ensino Fundamental.

Secretário do Ceará descreve à secretária gaúcha avanços em seu Estado

Secretário defende a simplificação

Para o secretário de política econômica do governo Bolsonaro, Adolfo Sachsida, a economia brasileira já engrenou a retomada, mas ainda é difícil estabelecer um horizonte para uma geração mais sólida de novos postos de trabalho. "O País está voltando passo a passo, mas infelizmente não é ainda neste Natal", disse o secretário, durante evento sobre cenários macroeconômicos, ontem. Como alternativa para tornar o mercado de trabalho mais dinâmico, Sachsida afirmou que o governo vem tomando medidas para destravar o

empreendedorismo no País. Uma das medidas, segundo o secretário, seria a não exigência de mais de uma inspeção prévia para abertura de empresas. Essa análise prévia deixou de ser exigida, na semana passada, após o secretário de Previdência, Rogério Marinho, baixar uma portaria revogando a NR 2 (Norma Regulamentar 2), que faz parte do arcabouço legal das regras de segurança do trabalho. Sachsida disse também que a liberação dos R$ 500 do FGTS pode parecer pouco à primeira vista, mas que terá forte impacto sobre a recuperação da economia brasileira por seu efeito sobre o consumo.

FPM será depositado a partir de hoje As prefeituras irão partilhar, a partir de hoje, o montante de R$ 3,9 bilhões referente ao primeiro decêndio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Nesse valor já está descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). A Confederação Nacional de Municípios (CNM) lembra que esse repasse, geralmente, é considerado o maior

do mês, mas alerta para possíveis variações nas demais transferências. Por isso, sugere cautela na gestão dos recursos. Em valores brutos, incluindo o Fundeb, o montante repassado chega a R$ 4, 9 bilhões. De acordo com os dados da Secretaria do Tesouro Nacional (STN), o primeiro decêndio de agosto de 2019, comparado com mesmo período do ano anterior, apresentou crescimento de 16,62%.

A CNM explica que esse repasse sofre influência da arrecadação do mês anterior, uma vez que a base de cálculo para o repasse é dos dias 20 a 30 do mês anterior. A transferência também representa quase a metade do valor repassado para o mês de agosto. Do total transferido a todos os Municípios, as cidades de coeficientes 0,6, que representam a maioria , ficarão com o valor de R$ 987,9 milhões.


4

Jornal da Manhã

sexta-FeIRa, 9 de agosto de 2019

SAÚDE

Propostas são elencadas em Conferência Nacional Finalizou, na última quartafeira, a 16ª Conferência Nacional de Saúde, que contou com a participação de mais de cinco mil pessoas de todo o País - incluindo 3.026 delegados, eleitos em seus estados. Ijuí contou com a participação da secretária adjunta da Saúde, Andréia Amorim, representante dos gestores; da presidente do Conselho Municipal de Saúde (Comus), a fisioterapeuta Luciane Sarturi Antes, representante dos trabalhadores em saúde; e da ex-vereadora Rosane Simon, que representou os usuários do Sistema Único (SUS). "Foi um momento bastante importante para todos. Esta foi a 8ª Conferência realizada após o advento do SUS. Um evento

que possibilitou a discussão e a aprovação de proposições como a saúde como direito de cidadania e dever do Estado; a valorização e qualificação dos trabalhadores do SUS; o fortalecimento do controle social; a necessidade de políticas que garantam a proteção à saúde dos trabalhadores; a luta contra quaisquer formas de violência e o fortalecimento da Atenção Básica", exemplificou Luciane Antes ao Grupo JM. O evento, consolidado de 4 a 7 de agosto, resultou em um relatório final que vai nortear as ações do Ministério da Saúde para o SUS nos próximos anos. O documento é composto por 31 diretrizes e 329 propostas oriundas de todos os estados bra-

Rosane Simon, Luciane Antes e Andréia Amorim durante a Conferência

sileiros. Além disso, foram aprovadas 56 moções que marcaram o posicionamento do evento em relação a diversos temas ligados à saúde. Entre eles, garantia de direitos, medicamentos, assistências integrais, financiamento adequado e fortalecimento do SUS. "Acredito que está na hora do Sistema Único ser encarado como quando nasceu, na década de 80. É preciso não só combater a Emenda Constitucional 95, que congela os gastos públicos, mas tudo que foi feito de nocivo nestes últimos 30 anos", destacou Luciane. O Plano Plurianual 20182020 e o Plano Nacional de Saúde são os principais documentos do Ministério da Saúde que dão base para o desenvolvimento de uma série de políticas públicas da área. Inclusive, pouco antes de subir ao palco no dia da abertura do evento, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, garantiu que levará em consideração as demandas que vão compor o relatório final da Conferência. "Se Deus quiser, nossos governantes vão atender todos os pedidos que fizemos", destacou Luciane. O relatório final da 16ª Conferência será divulgado ainda este ano, após o trabalho de compilação das propostas feito pela Comissão de Relatoria. A 16ª Conferência trouxe o tema Democracia e Saúde.

Prestação de contas da Saúde é realizada na AL A Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa recebeu, nesta semana, a secretária estadual de Saúde, Arita Bergmann, para apresentação do relatório de prestação de contas do primeiro quadrimestre do ano. A Comissão é presidida pela deputada estadual Zilá Breitenbach, do PSDB. Segundo a secretária, em janeiro o montante empenhado era de R$ 487 milhões, passando para R$ 201 milhões em julho.O que mais preocupava, porém, eram os recursos sem empenho, que haviam ficado em R$ 637 milhões em janeiro - R$ 480 milhões correspondentes a programas municipais, R$ 132 milhões a incentivos a hospitais e R$ 25 milhões referentes a medicamentos. O montante passou para R$ 528 milhões em julho. A situação na área da saúde é difícil e reflete a crítica situação pela qual passa o governo do Estado - que fechou com déficit orçamentário de R$ 2,27 bilhões o primeiro semestre. "Vamos chegar ao final do ano com um rombo de R$ 4 bilhões. Por isso, precisamos ter mais controle Zilá Breitenbach nos gastos públicos. Ainda temos a cultura que, se é público, não é necessário economizar", explicou a deputada Zilá ao Grupo JM, lembrando que o governo tem buscado alternativas, como a assinatura do projeto de recuperação fiscal. "Mas que também não coloca dinheiro em caixa", disse. Zilá analisa a situação do Estado como "bastante difícil" e diz que é necessário verificar "onde está o ralo da despesa". "Se a despesa não está diminuindo, e pelo contrário, há aumento, é preciso verificar onde o dinheiro está sendo gasto." Questionada sobre a aprovação do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2020, sem previsão de aumento de gastos com recursos do Tesouro, a parlamentar disse que entende que a situação não é fácil para várias categorias, que estão há mais de quatro anos sem reajuste - caso do magistério. Mas observa que, para sair desta situação, é necessário votar reformas e adequar a estrutura administrativa do Estado, com foco no corte de gastos.


Jornal da Manhã

sexta-FeIRa, 9 de agosto de 2019

5

TRABALHO

Contrato intermitente garante a formalidade

A reforma Trabalhista, que entrou em vigor em novembro de 2017, trouxe à legalidade uma modalidade de contratação há muito tempo praticada na informalidade: o contrato intermitente. Em resumo, o regime de contratação intermitente cria a possibilidade da prestação de serviço de maneira esporádica, mediante convocação, sendo que o trabalhador, embora formalmente empregado, receberá seu salário somente pelo tempo efetivamente trabalhado, não recebendo pelo período inativo. A convocação para o trabalho pode ser determinada em horas, dias ou meses, ou seja, o empregado pode ser contratado para trabalhar por 8 horas, 20 dias ou dois meses, dependendo da necessidade do seu empregador. Uma das características desse contrato é a não exclusividade, pois o empregado pode ter mais de um empregador e, inclusive, prestar serviços autônomos durante o período de inatividade.

"Saímos de um contrato engessado, de 44 horas semanais, oito horas diária, intervalos de duas horas, e se abriram outras possibilidades de contratos de trabalho. Isso significa que empregado e empregador podem contratar para uma hora por dia, ou por horas semanais, mensais, aquilo que se conhecia na informalidade como freelancer. É quando o empregado pode e quando o empregador precisa", resume a advogada especialista em Direito do Trabalho, Ilhana Vendruscolo. O empregado contratado de forma intermitente será convocado para o trabalho por qualquer “meio de comunicação eficaz”, com, pelo menos, três dias de antecedência da prestação de serviços, sendo que na convocação há a necessidade de esclarecer qual o serviço e a jornada que está sendo contratada. Recebida a convocação, o empregado terá o prazo de um dia útil para responder. Caso o empregado aceite a convocação

e não compareça para trabalhar, pagará ao seu empregador multa de 50% da remuneração que seria devida, permitida a compensação. "Não temos estatísticas [de Ijuí], mas, com certeza, isso possibilitou que pessoas que não tenham disponibilidade de jornada de oito horas, pudessem entrar no mercado de trabalho. Por exemplo, os estudantes", pontua Ilhana. "Todo o empregado pode ter mais de um contrato de trabalho, desde que a carga horária seja compatível, e consiga atender a ambos." Ao final do período de prestação de serviço, o empregado receberá, além de sua remuneração, férias proporcionais mais 1/3, décimo terceiro salário proporcional e repouso semanal remunerado. Ainda, o empregador deve recolher contribuição previdenciária proporcional ao salário pago e o depósito de FGTS. Com relação as férias, prevê a reforma Trabalhista que “a cada doze meses, o empregado adquire

Isso possibilitou que pessoas que não tenham disponibilidade de jornada de oito horas, pudessem entrar no mercado de trabalho." direito a usufruir, nos doze meses subsequentes, um mês de férias, período no qual não poderá ser convocado para prestar serviços pelo mesmo empregador.” "Isso regularizou a situação. Sabemos que existia freelancer, em relação ao contrato intermitente, acho que levou para a formalidade", reforça a advogada. Ilhana chama atenção para a MP da Liberdade Econômica, que também aborda em seu texto, pontos da reforma Trabalhista. "A Liberdade Econômica pega exatamente a outra ponta,

Ilhana Vendruscolo

os empregados com maior qualificação profissional, que podem, por exemplo, negociar seu próprio contrato de trabalho, na forma que interessa, que entende conveniente, e não engessado na legislação"


6

Jornal da Manhã

SEXTA-FEIRA, 9 DE AGOSTO DE 2019

Opinião do JM

RESPOSTA NECESSÁRIA

País, pois restringe a competitividade. Mas além disso, é preciso buscar alternativas para sair da crise, e uma delas é desburocratização, beneficiando o empreendedorismo. Ontem, o governo do Estado lançou o programa Descomplica/RS, que integra as medidas anunciadas pelo governo em um programa destinado à desburocratização. A finalidade da iniciativa é facilitar a vida de quem pretende empreender, gerar emprego e desenvolvimento. A ideia é reduzir a abertura de empresas e seus desenvolvimentos operacionais, é tirar o peso de quem produz, de quem investe neste País, ressaltando que através da simplificação, as empresas aumentem a produção e possam Os governos precisam exercer o seu papel com agilidade e eficiência. Para mudar este cenário precisamos de todos olhando na mesma direção, engajados em transformar o cenário do País.

gerar mais empregos, através da parceria entre o governo e a iniciativa privada. O Estado está perdendo posições em ranking que mede a facilidade para abrir e desenvolver empresas em centros urbanos, por isso precisamos urgentemente unir forças e pensar no que realmente contribuirá para o crescimento do Rio Grande do Sul. O momento requer entender as dificuldades que são enfrentadas diariamente pelos empreendedores e também quais as iniciativas que estão sendo tomadas pelo poder público para diminuir a burocracia e dar rapidez aos processos, além de levantar um debate sobre a necessidade dos poderes constituídos nos seus diferentes níveis buscarem cada vez mais facilitar a vida das pessoas e não criar amarras que impedem o desenvolvimento pessoal e financeiro dos cidadãos. Os governos precisam exercer o seu papel com agilidade e eficiência. Para mudar este cenário, precisamos de empresários, gestores públicos, cidadãos, todos olhando na mesma direção, engajados em transformar o cenário do País. O movimento no sentido da desburocratização merece reconhecimento, principalmente por prever mudanças práticas. As mudanças são cruciais para desatar um dos nós que atrapalham o desenvolvimento. A expectativa é de que novos avanços sejam alcançados com as contribuições.

ARTIGO

Momento de união e defesa da Cidadania Everton Pereira de Mattos Presidente da Subseção Rio Grande (RS) da Ordem dos Advogados do Brasil

Comemoramos, no dia 11 de agosto, o Dia da Advocacia. A data recorda a criação dos primeiros cursos de Direito de nosso País, mas atualmente tem e precisa agregar um significado muito maior: a defesa da cidadania, dos direitos constitucionais e livre exercício de nossa atividade profissional. O Direito e a advocacia estão sendo diariamente atacados, talvez, de uma das piores formas, nos mais de 80 anos de criação da entidade. A OAB tem a premissa básica da defesa da advocacia, que está garantida na Constituição Federal. Sem advocacia não há Estado Democrático, não existe proteção aos direitos do cidadão e não há como garantir uma defesa justa a todo aquele acusado de qualquer tipo de violação de regras. Das mais brandas até as mais fortes violações, todo homem neste País tem direito a uma defesa justa. A OAB está sendo atacada, questionada, pelo próprio presidente da República, e isso nos causa uma perplexidade enorme, tendo em vista que de-

Jornal da Manhã GRÁFICA E EDITORAJORNALÍSTICA SENTINELA LTDA. CNPJ: 87.657.854/0001-23

Fundado em 1º de Maio de 1973

veria ser ele o principal defensor da Constituição, afinal, ele jurou isso no seu ato de posse. Os ataques ao presidente da entidade, Felipe Santa Cruz, ferem não somente a ele, mas à instituição como um todo. Aprovamos em Assembleia Geral uma moção de apoio ao nosso presidente Felipe Santa Cruz. Contudo, os ataques a ele e à Ordem dos Advogados do Brasil se juntam aos graves ataques à Constituição, que vêm sendo recorrentes ao longo dos anos, causando maior preocupação na classe e na sociedade. A Constituição Federal deve ser o nosso guia, do cidadão comum ao presidente da República, e o decoro deve ser mantido por cada um de nós. No mesmo momento que comemoramos o Dia da Advocacia reafirmamos o nosso compromisso na defesa dos advogados e, principalmente, da cidadania. Lutaremos para garantir que a Constituição seja seguida e respeitada. Viva a advocacia, viva a Constituição e viva a OAB!

Diretor: Edmundo H. Pochmann Editora: Jocelaine Simão redacao@jornaldamanhaijui.com

Rua Albino Brendler, 122 Centro - 98700-000 IJUÍ/RS Cx. Postal 518 - (55)3331-0300

Jornal da Manhã: (55) 3331-0300 atendimento@jornaldamanhaijui.com Rádio JM: (55) 3331-0301 radio@jornaldamanhaijui.com Representantes Comerciais: Grupo de Diários

www.clicjm.com

ARTIGO

Cautela mesmo com a queda da Selic Débora Skibinski Assumpção Professora, mestre em Controladoria e Finanças da Faculdade Estácio-RS

A taxa Selic é a taxa básica de juros. É a taxa referência no País, sendo utilizada como instrumento da política monetária para regular a inflação pelo governo por intermédio do Banco Central. Todos os cidadãos brasileiros, de alguma forma (com maior ou menor pressão), sofrem as consequências das variações da Selic, pois impacta a todos. Uma taxa de juros elevada desestimula o consumo, pois os juros cobrados em uma operação de crédito ficam mais caros. O cartão de crédito, os financiamentos e o cheque especial, por exemplo, recebem impactos diretos da variação da taxa Selic, e, como consequência, nós ficamos mais "endividados" com as instituições financeiras quando a Selic está alta. Quando a taxa Selic "cai", o custo de captação dos bancos se altera. Como consequência, os juros tendem a reduzir e as instituições financeiras tendem a emprestar dinheiro com juros "menores", e, nessa situação, ficamos um pouco menos "endividados". A queda de 0,5% da taxa Selic, passando de 6,5% para 6%, tem o propósito de impulsionar a economia, estimulando o consumo. Como mecanismo de controle da inflação, a taxa Selic é uma taxa parâmetro para as demais taxas de juros e, com isso, não quer dizer que o dinheiro ficará "mais barato e fácil" de se obter. Dentro da nossa realidade, a taxa de juros ainda é elevada, pois inseridas na formação das taxas cobradas pelos bancos, há outros custos que compõem as taxas de juros, como, por exemplo, os custos da inadimplência e os custos administrativos. Isso sem contar no lucro dos bancos, é claro! Portanto, mesmo com a pressão da Selic para a redução das demais taxas que são afetadas por ela, qualquer decisão deve ser muito bem planejada. Antes de tomar um recurso emprestado das instituições financeiras, é preciso atenção a fim de não comprometer a renda, pois ainda é um cenário de juros acima da capacidade econômica e financeira de qualquer cidadão. Sem dúvidas, continua valendo a atitude conservadora, evitando entrar no cheque especial, empréstimos por impulso ou rotativo do cartão de crédito. A perspectiva do governo é de estímulo, mas a sugestão ainda é de cautela e ir devagar no momento de decidir por um empréstimo para não se endividar!

Artigos assinados são responsabilidade de seus autores. Para publicação, os artigos devem ser enviados com identificação do autor (nome completo, documento, endereço e fone) em fonte times, corpo 10, entrelinha 11, com até 30 linhas, para o e-mail redacao@jornaldamanhaijui.com

Impressão em Off-Set Rotativa Cia de Arte CNPJ 92.107.978/0001-75 Rua Albino Brendler, 146 - IJUÍ/RS (55) 3331-0318 | 3331-0320 (após às 18h)

ciadearte@jornaldamanhaijui.com

ASSINATURAS E CIRCULAÇÃO: (55) 3331-0315 | 3331-0317 3331-0321 Semestral: R$ 240,00 Anual: R$ 480,00 Correio: R$ 460,00 (semestral); R$ 900,00 (anual)


Jornal da Manhã

sexta-FeIRa, 9 de agosto de 2019

ENSINO

Ruizinho trabalha a valorização das pessoas

Dinâmica, realizada nesta semana, trabalhou a importância do abraço, do afeto e do cuidado com o outro

A importância do abraço, do afeto e do cuidado com o outro foi relembrada, nesta semana, durante o retorno às aulas dos alunos da Educação Infantil e dos Anos Iniciais da Escola Estadual de Ensino Fundamental Rui Barbosa, o Ruizinho. Mas não foram somente os pequenos que trabalharam valores. Estudantes dos Anos Finais também fizeram uma reflexão sobre a coragem de tomar decisões, de seguir em frente, a partir da palestra realizada ainda no primeiro semestre pelo intérprete internacional Marco Arriens. "Estes pontos serão trabalhados durante todo o segundo semestre",

segundo a diretora Sandra Weber. "Mas temos outras ações já previstas para o período." O Ruizinho prepara-se para participação no desfile cívico, quando serão levados para a avenida os projetos desenvolvidos pelos mais de 640 alunos, da Educação Infantil ao Ensino Fundamental. Neste mês, no dia 21, será realizada uma homenagem aos pais, momento em que também ocorrerá a eleição do Conselho de Pais e Mestres (CPM) e Conselho Escolar do educandário. Ainda para o segundo semestre, estão previstas viagens de estudo entre as turmas. Questionada sobre os desafios

da escola, Sandra destaca que a principal meta é conseguir arrecadar os recursos necessários para realização da pintura externa. "E conseguir sensibilizar os pais a contribuir voluntariamente, todos os meses, com R$ 10", explicou a diretora. A direção ainda não deixou de lado a busca pela reforma da rede elétrica. No ano passado, escolas da região foram contempladas com R$ 150 mil para projetos na área. No entanto, o educandário ficou de fora, porque também necessita da construção de uma subestação. "Nosso projeto ultrapassaria os R$ 300 mil", explica a diretora.

7

Novo Ensino Médio terá carga horária 25% maior Aprofundar conhecimentos em áreas de maior aptidão e interesse. Essa é a principal proposta do Novo Ensino Médio. Com carga horária 25% maior do que o antigo modelo, o formato, estimulado pelo Ministério da Educação (MEC), faz com que o estudante seja o protagonista na sua formação acadêmica. As escolas públicas e privadas terão até 2022 para ampliar a carga horária das aulas de 800 para 1.000 horas anuais. O antigo Ensino Médio somava 2.400 horas nos três anos, isto é, 800 horas por ano. Agora, serão três mil horas de aulas no período ao longo dos três anos. O MEC alterou a carga horária para reduzir a evasão escolar e melhorar a qualidade da educação que chega aos alunos. A medida é parte do Compromisso Nacional pela Educação Básica que pretende tornar Brasil referência em educação básica na América Latina até 2030. Do total de três mil horas de aulas, 1.200 horas devem ser destinadas à oferta dos chamados “itinerários formativos”: uma formação à parte da obrigatória em que o estudante pode escolher a área de conhecimento ou formação técnica para aprofundar os estudos a partir de

suas preferências e intenções de carreira. As escolas devem oferecer aos alunos pelo menos um “itinerário formativo”. As opções deverão ser organizadas por meio da oferta de diferentes arranjos curriculares com foco em: Linguagens e suas tecnologias; Matemática e suas tecnologias; Ciências da natureza e suas tecnologias; Ciências humanas e sociais aplicadas; e Formação técnica e profissional. As 1.800 horas restantes, explica a coordenadora-geral de Ensino Médio substituta do MEC, Adriana Andrés, serão destinadas para a nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC). “Parte das secretarias Estaduais de Educação já iniciaram a elaboração do Plano de Implementação do Novo Ensino Médio e o MEC dará suporte técnico por meio do Programa de apoio ao Novo Ensino Médio que conta, neste momento, com a adesão de 23 unidades da Federação”. A implementação será realizada de forma progressiva para ampliar o número de escolas a cada ano. “Isso vai depender das condições concretas de cada secretaria”, ressalta a coordenadora.

Espaço e tempo são valorizados em escola

Entidades querem combater assédio moral Entidades da área da educação assinaram ontem, em PortoAlegre, um termo de cooperação com o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público Estadual (MPE) para combater o assédio moral contra professores. Entre as entidades, estão o Sindicato Intermunicipal dos Professores de Instituições Federais de Ensino Superior (Adufrgs-Sindical), Cpers/Sindicato, Sinpro-RS, Simpa, Associação Mães e Pais pela Democracia e Nuances. “Assinamos este termo com o intuito de facilitar o encaminhamento de denúncias de assédio moral praticado contra professores. Estamos vivendo tempos difíceis, onde a diferença de ideias, de posicionamentos, é tratada na base da intolerância e do ódio”, explicou o presidente da Adufrgs, Paulo Machado Mors, ao Grupo JM. De acordo com o presidente, há muitos casos de assédio moral contra o exercício livre do ensinoaprendizagem em sala de aula. “E foi isso que despertou no nosso grupo a necessidade de estabele-

Paulo Machado Mors

cermos um canal para tratar deste tipo de reclamação, de denúncia, diretamente com o MPF”, reforçou Mors, destacando que a entidade que preside faz parte do Fórum Permanente de Combate à Intolerância e ao Discurso de Ódio. E foi dentro deste grupo que a ideia surgiu. O presidente lamenta que as en-

tidades tenham que ter se unido para esta finalidade. “Estamos sofrendo este tipo de clima, de polarização, onde há muita intolerância, e portanto se fez necessária essa reação. Eu fico triste. Não é um bom sinal, porque reflete o ambiente social que estamos vivendo. Mas ao mesmo tempo é uma coisa boa, porque é mais uma ação de resistência à tentativa de tolher liberdades num regime democrático de direito, de empurrar nossa ação docente. É uma reação contra o desmonte da educação, uma atividade que existe para levar o jovem a adquirir uma liberdade de escolha e a criar pensamento crítico.” Segundo o presidente, as denúncias devem ser levadas às entidades que firmaram o termo de cooperação – a exemplo do Sinpro e do Cpers/Sindicato, por exemplo. E serão os representantes os responsáveis por encaminhar o caso através do canal de comunicação com o MPF. A partir do termo, serão recebidas, acompanhadas e enfrentadas denúncias de violência e assédio contra os professores.

Escola busca qualificar os diferentes espaços utilizados pelas crianças

A Escola Municipal de Educação Infantil (EMI) Alvorada tem se preocupado com o tempo e com os espaços utilizados pelas crianças no educandário. Tanto que busca qualificá-los a fim de garantir a qualidade e o protagonismo dos alunos. Segundo a diretora, Cintia Souza Silva, e a coordenadora pedagógica, Vera Lucia Tabile, neste ano a escola trabalha com um foco de investigação, que é ‘A semente do hoje é a árvore do amanhã’. A partir dele, os professores procuram proporcionar às crianças tempos e espaços de contato com elementos da natureza em seus mais variados contextos. “Acreditamos que o ambiente escolar precisa ser atraente para o olhar da criança. Tem que despertar

nelas o querer, o desejo por estar ali e, principalmente, fazer com que se sintam pertencentes ao local”, destacaram as educadoras. Segundo elas, os espaços devem ser pensados para a criança e a criança deve ser vista como protagonista desta construção: tanto dos espaços quanto dos tempos que são oferecidos na escola. “Valorizando coisas simples, encontrando no cotidiano o extraordinário, encantando-se com os detalhes. Disponibilizamos principalmente tempo. Tempo este que, no contar do relógio, não mudou muito, mas repercutiu na qualidade. Não é um tempo contado, mas vivido. Assim vamos construindo uma educação de qualidade que tem como protagonista a criança”, reforçam.


8

Jornal da Manhã

sexta-FeIRa, 9 de agosto de 2019

ESTADO Maia entrega Previdência a Alcolumbre e proposta começa a tramitar no Senado Depois de 168 dias tramitando na Câmara, a reforma da Previdência chegou ao Senado na tarde de ontem. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), foi à presidência do Senado e entregou ao chefe da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), a PEC (Proposta de Emenda à Constituição). De posse do texto aprovado na noite de quarta-feira na Câmara, Alcolumbre fez a leitura da matéria em plenário e então a encaminhou à CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), por onde tem início a tramitação."A gente sabe da importância desta emenda constitucional para o Brasil, para o ajuste das contas do Estado brasileiro, que há muitos anos não tem condição de investimento porque o Estado gigante consome todos os recursos para o custeio desta máquina", disse Davi Alcolumbre já com o texto em mãos. O relator da PEC no Senado é Tasso Jereissati (PSDB-CE), que pretende já ver aprovado na semana que vem um requerimento para realização de audiência pública, primeiro passo prático da tramitação. Governo lançou programa DescomplicaRS, em parceria com o Sebrae, para facilitar a vida de quem quer empreender

Leite lança projeto para combater burocracia As dificuldades para abrir uma empresa, o excesso de burocracia nos serviços públicos e a revogação de decretos ultrapassados são alguns dos desafios que o governo do Estado pretende combater com a criação do projeto DescomplicaRS, lançado ontem, no Palácio Piratini. O projeto foi detalhado pelo secretário de Governança e Gestão Estratégica, Claudio Gastal, com a presença do governador Eduardo Leite. A iniciativa tem o objetivo de facilitar a vida de quem pretende empreender, gerar emprego e desenvolvimento, além de apresentar serviços mais ágeis à população, promovendo ações que busquem minimizar a burocracia da máquina pública. Enquanto trabalha pelo ajus-

te fiscal, o governo do Estado também promove o desenvolvimento econômico, tornando-o mais atraente para investidores de fora e do próprio território gaúcho. “A burocracia, por si só, não é o problema. O problema é o excesso, a falta de racionalidade, que atrapalha e desestimula quem quer empreender”, disse o governador. O trabalho começou no fim do ano passado, com a criação do Conselho Estadual de Desburocratização e Empreendedorismo, agora coordenado pela Secretaria de Governança e Gestão Estratégica (SGGE), formado por sete secretarias do Executivo e sete representantes da sociedade, incluindo o Sebrae. O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae-

RS, Gilberto Petry, comemorou a iniciativa. “Tudo que atravanca o processo de empreender precisa ser revisado. Não podemos perder oportunidades”, explicou. Os cidadãos também são importantes nesse processo de desburocratização. Por isso foi lançado o site descomplica.rs.gov. br, desenvolvido pela Procergs, canal direto de comunicação onde as sugestões e opiniões serão encaminhadas diretamente para o corpo técnico do governo. A plataforma terá como finalidade contribuir para uma visão sistêmica da burocracia e colaborar para a resolução dos problemas. Outra frente do DescomplicaRS é revogar decretos em desuso, o chamado revogaço. Serão analisadas 21.371 ações.

Moro nega ordem de destruir mensagens Em manifestação ao ministro Luiz Fux, do STF (Supremo Tribunal Federal), o ministro Sergio Moro (Justiça) alegou um mal-entendido e disse que jamais ordenou a destruição das mensagens de autoridades obtidas por hackers. A ação dos supostos invasores está sendo investigada no âmbito da Operação Spoofing. "O material obtido por invasão criminosa de aparelhos celulares de autoridades públicas encontra-se vinculado a inquérito da Polícia Federal, ao qual esta autoridade não tem acesso", disse Moro a Fux. "Esclareço que este ministro da Justiça e Segurança Pública não exarou qualquer determinação ou orientação à Polícia Federal para a destruição do indicado material ou mesmo acerca da sua destinação",

continuou Moro. No fim de julho, Moro informou a autoridades que também foram hackeadas que destruiria as mensagens, obtidas de forma ilícita. A comunicação feita por Moro provocou a reação de ministros do STF e de especialistas em direito, que afirmaram que a decisão de destruir ou não o material não cabe ao ministro da Justiça. A Polícia Federal rebateu o ministro e afirmou na ocasião que caberia à Justiça, “em momento oportuno, definir o destino do material”. O ministro Fux concedeu então uma liminar, decisão provisória, para determinar que as mensagens apreendidas com os suspeitos de terem hackeado celulares de autoridades, entre eles o próprio Moro, sejam prote-

Sérgio Moro

gidas. O ministro Alexandre de Moraes, do STF, tomou decisão no mesmo sentido e requisitou o material apreendido pela Polícia Federal.

Governo segura pacote anticrime de Moro

Damaris cobra mais participação à mulher

O pacote anticrime do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, subiu no telhado. O titular da pasta foi avisado que o governo vai “dar uma segurada” na tramitação da proposta, que prevê um conjunto de ações para combate da corrupção, do crime organizado e de crimes violentos.

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, afirmou ontem que homens não devem apenas abrir a porta do carro para mulheres, mas também abrir a porta de fábricas para empregá-las e de partidos, para que tenham mais representatividade política.

Mendes defende liberdade de imprensa O ministro do STF Gilmar Mendes proibiu que o jornalista Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil, seja investigado administrativa ou criminalmente por recepção, obtenção ou transmissão das mensagens hackeadas de Deltan Dallagnol no aplicativo de mensagens Telegram. O ministro defendeu a liberdade de imprensa e afirmou que qualquer iniciativa neste sentido poderia "configurar inequívoco ato de censura”.

1,6

bilhão de reais foi o pedido de bloqueio dos bens de Eike Batista, preso ontem em nova operação da Lava Jato. A indisponibilidade é relativa a bens de Eike e de seus filhos, Thor e Olin Batista, sendo R$ 800 milhões por danos morais.

Presidente da OAB pode ser investigado

Bolsonaro diz que Ustra é "herói nacional"

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, enviou representação ontem à procuradora-geral da República, Raquel Dodge, solicitando investigação sobre o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, por supostos crimes contra a honra.Na representação, Moro afirmou que foi chamado de "chefe de quadrilha" por Santa Cruz, em reportagem publicada pela Folha de S.Paulo, no último dia 26 de julho.

O presidente Jair Bolsonaro celebrou ontem o falecido coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra. O presidente o chamou de “herói nacional”, ao ser questionado sobre receber a senhora Maria Joseíta Silva Brilhante Ustra, viúva do militar. O coronel Ustra foi o primeiro oficial das Forças Armadas condenado pela Justiça em ação declaratória por sequestro e tortura durante a ditadura militar, em 2008.


Jornal da Manhã

sexta-FeIRa, 9 de agosto de 2019

PREVIDÊNCIA

"Fechamos com chave de ouro", diz Perondi

A conclusão da reforma da Previdência na Câmara dos Deputado foi comemorada pelo deputado federal e vice-líder do governo Jair Bolsonaro na Câmara, Darcísio Perondi, após ser aprovada por 370 votos a 124, e teve todos os destaques rejeitados pelos parlamentares. "Foi um dia histórico para esta legislatura, todos os oito destaques apresentados foram rejeitados, o texto foi mantido. Fechamos com chave de ouro o segundo turno da Reforma da Previdência, os parlamentares se uniram e mostraram que têm grande responsabilidade com futuro da nação". Perondi parabenizou o presidente da Câmara Rodrigo Maia pela excelente condução das votações e o presidente Jair Bolsonaro pela coragem e a todos que apoiaram e reconhecem a importância da Nova Previdência para o Brasil. "Ela é boa para a nação, para todos os brasileiros. Ela pega quem ganha muito no regime geral da Previdência que se aposenta cedo. Quem ganha muito no setor público, servidores da Câmara, deputados, juízes, promotores, policiais federais que ganham muito. Quem ganha uma regra dura e já tinham são os deputados e senadores, e agora ficaram mais duras", destaca O deputado ijuiense reforçou ainda que a reforma

da Previdência preserva quem ganha de um ou dois salários mínimos, visto que a maioria das pessoas que ganham estes valores já se aposentam com média de 60 e 65 anos". Perondi destacou ainda que os deputados não mexeram nas pensões de quem já tem este benefício. O que muda são as regras para quem poderá ganhar uma pensão. "As próximas pensões, nenhuma pensionista vai ganhar menos de um salário mínimo. Isso é muito importante, pois é a grande maioria. O abono salarial foi criado em 1990, quando o salário mínimo era 20% do que era hoje. Então hoje temos filhos de empresários, médicos, comerciantes que recebem abono. Isso é uma injustiça e nós consertamos também. Por isso posso afirmar que foi uma reforma justa. Ataca os privilégios, assegura que os aposentados irão receber em dia". Com a aprovação da reforma, o texto foi encaminhado ontem para o Senado. Agora a proposta terá de passar pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado e no plenário, precisará dos votos de ao menos 49 dos 81 senadores em dois turnos. Senadores pró-reforma esperam concluir análise em setembro. "Agora o texto segue para os senadores abrirem a porta da prosperidade para o Brasil", finaliza.

Deputados buscam emendas para obras O deputado Eduardo Loureiro, PDT, esteve em Brasília, juntamente com o presidente da Famurs e prefeito de Palmeira das Missões, Eduardo Freire, em reunião com o coordenador da Bancada Gaúcha, deputado federal Giovani Cherini. "Fomos em busca de recursos federais para as obras de acesso asfáltico aos mais de 60 municípios do Rio Grande do Sul (RS) que sofrem com a precariedade das estradas por não ter acesso pavimentado", disse Loureiro ao Grupo JM. Durante o encontro, realizado na Câmara dos Deputados, foi entregue um ofício solicitando o apoio da Bancada Gaúcha. "A Frente Parlamentar em Defesa dos Municípios sem Acesso Asfáltico, que tenho a honra de coordenar, e a Famurs estão trabalhando em conjunto para viabilizar esse investimento, de fundamental importância para o desenvolvimento do Rio Grande". O deputado Cherini recebeu a reivindicação Eduardo Loureiro e se comprometeu em pautar o tema com os demais membros da Bancada. “Nós tivemos uma bela reunião, vou levar isso para bancada e tem grandes chances de nós aprovarmos”, afirmou. “Parabéns prefeito Dudu e deputados por trazerem um tema tão importante para o Rio Grande do Sul”, salientou Cherini. Ficou acordado que uma reunião será realizada em Porto Alegre, ainda com data a ser definida, para tratar sobre o assunto. O encontro na capital tem por objetivo facilitar a presença de demais autoridades, como deputados estaduais e prefeitos que serão beneficiados com os recursos da emenda para pavimentação. No Estado são 58 trechos que precisam passar por obras nos acessos asfálticos.

PSDB ensaia discurso de oposição a Bolsonaro

Deputado Darcísio Perondi comemorou aprovação da reforma

Comissão adia audiência sobre o Banrisul Foi novamente adiada a votação do requerimento da bancada do Partido Novo de realização de audiência pública com o governador Eduardo Leite para explicar a venda de ações do Banrisul. Pela quinta vez consecutiva, o pedido não foi apreciado na Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa. No requerimento, o deputado estadual Fábio Ostermann (Novo) solicita que Leite compareça ao Parlamento para justificar a decisão do Piratini. "Esperamos que o governador Eduardo Leite preste os devidos esclarecimentos à Assembleia e ao povo gaúcho sobre essa medida que, segundo nosso entendimento, trará graves prejuízos ao nosso estado", afir-

9

mou Ostermann. Também foram convidados para a audiência o secretário da Fazenda, Marco Aurélio Cardoso, a secretária do Planejamento, Leany Lemos, e o presidente do Banrisul, Cláudio Coutinho, entre outras pessoas. Após o Banrisul anunciar o interesse do governo estadual em realizar uma oferta pública de ações do banco, a bancada do Partido Novo manifestou preocupação com a iniciativa de promover uma venda pulverizada, sem desvincular a gestão do banco do regime estatal. Defensor da privatização do Banrisul, Ostermann acredita que a operação seria mais rentável se o governo abrisse mão do controle acionário da instituição financeira.

Conforme o líder da bancada do Novo, no formato proposto pelo Piratini, o negócio poderá representar uma receita de R$ 3 bilhões abaixo do potencial. Protocolado no dia 25 de junho, o requerimento de audiência pública entrou na pauta da Comissão de Finanças em 27 de junho, mas os parlamentares que integram a comissão se recusaram a votar. A justificativa para o adiamento era que Ostermann, enquanto proponente da matéria, estava ausente. O assunto voltou à pauta nos dias 4 e 11 de julho, mas em nenhuma delas foi apreciado por ausência de quórum para deliberação. Nesta semana, a razão para o adiamento foi a falta de quórum.

Após a aprovação da reforma da Previdência, tucanos afirmam que o caminho natural do PSDB, no Congresso Nacional, é começar a adotar um discurso de oposição. O partido continuará a apoiar reformas econômicas, uma de suas bandeiras, mas pretende ser incisivo em relação a outras pautas, como a de costumes do governo Jair Bolsonaro. Um dos motivos para a nova postura é a antecipação do calendário eleitoral. Ao criticar o governador de São Paulo, João Doria, como possível adversário, Bolsonaro gerou uma reação. Mirando 2022, os tucanos querem aproveitar o momento para marcar posição. Por enquanto, a disposição deve se restringir ao Congresso. Governadores do PSDB devem se manter “independentes” por temerem retaliação caso entrem em confronto com o Palácio do Planalto. Relator da reforma da Previdência na Comissão Especial da Câmara, Samuel Moreira (PSDB-SP) afirma que o fim da tramitação da proposta propiciará uma “rearrumação” e que é preciso reagir aos “absurdos”, na sua opinião, vocalizados pelo presidente da República."Finalizada a Previdência, este é o caminho natural", diz Samuel Moreira. A ideia do partido é que os parlamentares comecem a criticar o PT e Bolsonaro com a mesma ênfase, embora a maior parte dos tucanos seja alinhada ao ministro da Economia, Paulo Guedes. No Twitter oficial do PSDB, uma mensagem publicada na última sexta-feira já sinalizava este caminho: “É possível ser contra os abusos e absurdos do petismo e bolsonarismo ao mesmo tempo”. Outros sinais dos novos rumos do PSDB foram dados pelo presidente da sigla, Bruno Araújo. Em sua página no Twitter, Bruno criticou a declaração de Bolsonaro sobre o pai do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz. “Uma declaração desrespeitosa, abusiva e lamentável. Um líder pode até fazer história, mas não tem o poder de reescrevê-la”.


10

Jornal da Manhã

sexta-FeIRa, 9 de agosto de 2019

REGIÃO

Confederação pede união de municípios

Presidente da CNM, Glademir Aroldi apresentou os pleitos do segundo semestre e pediu união dos gestores

Após participar da cerimônia de abertura da Expo Municípios 2019 ao lado de autoridades do Estado de Goiás, o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, fez uma apresentação intitulada 'A força dos Municípios: Um panorama do movimento municipalista'. Como palestrante da programação principal, Aroldi compartilhou os principais temas que devem pautar o debate político neste segundo semestre. Ao falar da importância da união dos gestores municipais na defesa dos pleitos, ele convocou os gestores goianos a se juntarem aos

esforços da CNM na articulação com atores políticos do Estado, incluindo governadores, senadores, deputados federais, ministros e secretários. Entre os temas que estão sendo tratados, destaca-se a reforma da Previdência, foco destas primeiras semanas de trabalho do Congresso Nacional, após o recesso. Outros temas ligados ao regime de aposentadorias, mas que dependem de decisão do Executivo federal, como o Encontro de Contas e o decreto de compensação previdenciária entre os Regimes Próprios (RPPS), também foram lembrados. “O Encontro pode

diminuir em até 40% nossa dívida. Hoje, o Município não pode entrar com pedido de revisão, porque não há um órgão definido para fazer esse comparativo de débitos e créditos com a União”, lamentou. Sobre a reforma Tributária, em discussão no poder Legislativo, Aroldi ressaltou que a CNM luta por uma proposta que fortaleça as receitas municipais e, sobretudo, preserve a autonomia dos Municípios. “Montamos, no ano passado, um grupo para estudar e acompanhar os projetos. Agora são dois tramitando nas Casas e o governo pode apresentar mais um", resumiu.

Produção de milho garante recorde na safra As estimativas de julho do IBGE para a safra 2019 apontam para uma produção de 239,7 milhões de toneladas de grãos, um recorde da série histórica iniciada em 1975. Isso representa um aumento de 5,8% em relação ao ano passado, o equivalente a mais 13,2 milhões de toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas, de acordo com o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA). O recorde anterior havia sido batido pela safra 2017, com 238,4 milhões de toneladas de grãos. A safra 2019 deve ser puxada,

principalmente, por dois novos recordes: a produção de milho, que cresceu 21,4% e deve chegar a 98,8 milhões de toneladas, e o algodão, com inéditos 6,5 milhões de toneladas. O gerente de Agricultura do IBGE, Carlos Alfredo Guedes, explica que a segunda safra do milho foi plantada mais cedo e sofreu influências positivas do período de chuvas. “Graças às boas condições climáticas, a produção será recorde”, diz. Para ele, os efeitos do clima são demonstrados pelos números: enquanto a produção do milho 2ª

Simples Nacional inclui motorista de aplicativo entre profissões do MEI O Comitê Gestor do Simples Nacional publicou no Diário Oficial da União (DOU) de ontem, a Resolução 148 que inclui a profissão de Motorista de Aplicativo Independente entre as ocupações que podem se inscrever no Microempreendedor Individual (MEI). Ao optar pelo MEI, o profissional passa a contribuir para o INSS, com alíquota de 5% sobre o valor do salário mínimo. Além disso, deve pagar o ISS para o município, no caso de atividades de prestação de serviços e transportes municipal.

safra cresceu 31% em relação a 2018, sua área plantada teve um aumento de apenas 10,5%. “Mas a produtividade cresceu 18,5%. A chuva ajudou”, disse. As estimativas do IBGE também apontam para uma produção de 113,2 milhões de toneladas de soja, em 2019, o que representa uma retração de 4% em relação ao ano passado. Carlos explica que era esperada uma safra recorde também para a soja. De fato, a estiagem atingiu Estados onde a cultura da soja é importante, como o Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Bahia, diminuindo a produção.

Famurs lidera busca por recursos em Brasília Cerca de 57 municípios gaúchos não têm acesso asfáltico, o que dificulta o progresso das comunidades. Tendo a solução deste problema como uma das prioridades de sua gestão, o presidente da Federação das Associações dos Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), Eduardo Freire, realizou reuniões em 27 regiões, e criou a Comissão Especial em Defesa dos Municípios sem Acesso Asfáltico. Da mesma forma, a Assembleia Legislativa, por meio de uma proposição do deputado estadual Eduardo Loureiro (PDT), com apoio dos demais deputados, criou a Frente Parlamentar Pró-Municípios sem Acessos Asfálticos; e, o governo do Estado está priorizando a busca de recursos para atender esta demanda. "Estamos, na verdade, montando uma rede de apoio, buscando de todas as maneiras recursos a fim de viabilizar estas obras. Nos reunimos em Brasília [na quarta-feira] com o líder da bancada gaúcha, deputado Eduardo Freire Giovani Cherini, acompanhados de prefeitos de várias regiões, e dos deputados Loureiro e Ernani Polo, que também tem projeto tramitando na Assembleia Legislativa, a fim de destinar um percentual de tudo aquilo que for privatizado para essas obras de acesso asfáltico. Nossa proposta à bancada gaúcha, é de que seja apresentada uma emenda coletiva, de aproximadamente R$ 100 milhões, para destinar os recursos a essas obras, que muitas delas ainda não iniciaram. Nos próximos dias, teremos uma reunião com toda a bancada gaúcha, senadores e deputados, em Porto Alegre, com a participação desses 57 prefeitos."

Preço da passagem aérea vai cair no fim deste ano

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, disse ontem que o País toma medidas necessárias em várias frentes para que o preço da passagem aérea comece a cair já no fim do ano. "Tudo leva a crer que vamos começar a observar redução do preço da passagem já no final do ano", comentou. Segundo ele, a quebra da barreira de restrição ao capital estrangeiro no setor aéreo já atrai novos entrantes. Ele citou a entrada da Air Europa no Brasil e afirmou que a empresa do Oriente Médio Gulf Air também conversa com

o governo. Além disso, o ministro frisou que algumas empresas já testam o mercado doméstico com rotas internacionais que passam pelo Brasil, de olho em um potencial crescimento do setor nos próximos anos. "O Brasil tem o sexto maior mercado de aviação do mundo, mas tem condições de ter o terceiro. Temos extensão territorial, população, todas as condições. O Brasil vai crescer e PIB e crescimento de demanda andam colados. Se o PIB cresce um ponto, a aviação cresce 2 a 3 pontos", disse.

Governo estuda acabar com deduções do IR

Ministra da Agricultura confirma presença na Expointer

A equipe econômica do governo estuda acabar com as deduções de gastos com saúde e educação do Imposto de Renda (IR). A medida é uma contrapartida para a redução da alíquota máxima da tabela, atualmente em 27,5%. Além disso, o governo também avalia ajustar a faixa de isenção do IR apenas pela inflação.

A ministra da Agricultura Tereza Cristina, não só confirmou participação na 42ª Expointer como também afirmou que vai transferir seu gabinete para o Parque Assis Brasil, em Esteio. Segundo sua assessoria, ela vai despachar dentro do pavilhão da Agricultura Familiar, nos dias 29 e 30 de agosto. O convite foi entregue na quarta -feira pelo secretário da Agricultura, Covatti Filho. O titular convidou ainda o presidente da Câmara, Rodrigo Maia.


Jornal da Manhã

SEXTA-FEIRA, 9 DE AGOSTO DE 2019

TRÂNSITO

Idosos são os que mais morrem atropelados

Embora sejam 21% das mortes em acidentes de trânsito no Rio Grande do Sul, as mulheres representaram cerca de 33% dos pedestres mortos nos últimos dez anos. O levantamento do DetranRS alusivo ao Dia do Pedestre (que ocorreu ontem), também detectou outro dado preocupante: 31% dos mortos em atropelamentos têm mais de 65 anos. De 2009 a 2018, 1.277 mulheres morreram em atropelamentos no Estado, ante 2.573 homens, totalizando 3.852 vítimas. O número representa 20,2% do total de 19.091 mortes registradas no período, em consequência de acidentes de trânsito. O risco aumenta conforme aumenta a idade, concentrando-se a maioria das vítimas fatais por

atropelamento na faixa acima dos 65 anos. Foram 612 entre 65 e 74 anos, e 583 acima dos 75 nos dez anos analisados pelo Detran. Buscando um diagnóstico da acidentalidade com pedestres para orientar políticas públicas mais eficientes, o Detran detectou que quase 60% dos 3.819 atropelamentos registrados ocorreram nos turnos da noite e madrugada, sendo a iluminação um importante fator a ser observado. Os fins de semana são os dias mais críticos, com quase metade das ocorrências registradas nas sextas, sábados e domingos, podendo ter influência o maior consumo de álcool nesses dias. Como em cidades é maior a circulação de pedestres, as vias

Idosos são as principais vítimas de atropelamentos no Rio Grande do Sul

municipais concentram a maioria dos acidentes (54%). Deve ser foco de prefeituras um estudo dos pontos críticos e fatores que incidem nessa alta acidentalidade. Também preocupa o número de atropelamentos em rodovias. Foram 1.736 ocorrências no período analisado. “Órgãos de trânsito federais, estaduais ou municipais podem solicitar ao Detran um estudo dos pontos críticos para planejar intervenções específicas buscando evitar acidentes com pedestres, seja com melhor sinalização, iluminação ou outras medidas de engenharia”, orienta o diretorgeral do Detran, Enio Bacci. Entre os veículos envolvidos em atropelamentos, o automóvel é o mais frequente – até por seu maior volume em circulação (61% da frota gaúcha). Representaram 36,5% do total de 4.203 veículos envolvidos em atropelamentos de 2009 a 2018. Na sequência, se envolvem mais em atropelamentos as motos, que são 17% da frota e 15% dos veículos envolvidos com atropelamentos; e os caminhões, que são 4% da frota e 12% dos envolvidos nos acidentes com pedestres. Análise prévia da acidentalidade neste ano de 2019 aponta para 170 atropelamentos e o mesmo número de pedestres mortos.

Casos de feminicídio quase dobram

O número de mulheres mortas no Rio Grande do Sul em razão do gênero, em julho de 2019, é quase o dobro do mesmo mês no ano anterior. Quinze mulheres foram vítimas de feminicídio neste ano, enquanto que, em julho de 2018, foram oito mortes. Os dados foram apresentados na tarde de ontem na reunião de Gestão Estatística em Segurança (GESeg) do governo do estado. O índice do mês passado é o maior em relação aos demais meses do ano. Antes de julho, o maior índice de feminicídio foi atingido em maio: 13 mulheres mortas. O último caso ocorreu em 28 de julho. Uma jovem de 18 anos foi morta a tiros em Bom Jesus. Apesar do crescimento nos índices de crimes consumados, houve uma queda em relação a outros indicadores de violência contra a mulher. As tentativas de feminicídio em julho passaram de 33, em 2018, para 22 neste ano, uma diminuição de 33,3% dos casos.

Ranolfo Vieira Junior

O número de estupros também caiu de 121 para 111. Ou seja, houve 9% menos casos de violência sexual contra mulheres. As ameaças também foram refreadas de 2.868 no ano passado para 2.533 em 2019, uma queda de

aproximadamente 11,68%. Os casos de lesões corporais também baixaram de 1.432, em 2018, para 1.345 em 2019: 6,07% menos de um ano para o outro. "Claro que não estamos satisfeitos. Queremos melhorar muito mais. Mas isso indica que estamos no caminho", comenta o vice-governador e secretário de Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior. "Todos os indicadores apresentaram uma redução. Isso é o mais importante." Foi confirmada, também, uma tendência de queda nos números acumulados do primeiro semestre. Entre janeiro e julho de 2019, houve 58 feminicídios contra 63 do mesmo intervalo no ano passado: 7,93% a menos de um ano para o outro. No mesmo parâmetro, as tentativas de feminicídio caíram de 227 para 206 (-9,3%), as ameaças foram de 22.049 para 21.515 (-2,42%), as lesões corporais passaram de 12.576 para 12.010 (-4,5%), e os estupros baixaram de 1.098 para 819 (-25,4%).

11

Bombeiros atendem três incêndios em Ijuí Três incêndios foram registrados pelo Corpo de Bombeiros em Ijuí em menos de 24 horas. O caso mais grave aconteceu na Rua Guilherme Timm, bairro Getúlio Vargas. Duas residências foram destruídas pelas chamas. O Corpo de Bombeiros foi chamado, mas quando chegou ao local, o fogo já havia consumido as duas moradias. A proprietária das casas registrou na Delegacia de Polícia uma ocorrência por incêndio criminoso. Ela suspeita que foi um homem quem colocou fogo nas residências. Os outros dois incêndios ocorreram em vegetação, na tarde de quarta-feira. Um dos fatos ocorreu às margens da BR-285, onde cerca de dois hectares foram queimados, e outro na Rua Julia Low, no bairro Independência. Para o tenente do Corpo de

Bombeiros de Ijuí, Paulo Roberto, as geadas acabaram queimando a vegetação e a pessoa, na intenção de fazer limpeza do terreno ou acelerar o retorno da vegetação, acaba colocando fogo na vegetação seca, o que pode causar um incêndio de grandes proporções ou outros transtornos, já que a fumaça é tóxica. "Próximos às rodovias, todo ano após essas geadas e início da primavera o pessoal tem tendência de colocar fogo, que acaba às vezes gerando um incêndio", ressaltou o tenente. O tenente lembra ainda que até mesmo um toco de cigarro pode causar um incêndio. "As cidades estão crescendo mais e nessa queima que o pessoal faz, a pessoa pode perder o controle e invadir terrenos e até mesmo atingir residências", finaliza.

Duas casas foram completamente destruídas pelas chamas no Getúlio Vargas

Plantão

COLISÃO

CAPOTAMENTO

Um acidente envolvendo um ônibus de transporte escolar e um caminhão deixou duas crianças levemente feridas, na manhã de ontem, no túnel de passagem na BR-285, em Coronel Barros. O ônibus teria entrado no túnel e quando dobrou à esquerda colidiu de frente no caminhão, que estava na contramão. Os condutores dos veículos não ficaram feridos.

Um acidente de trânsito na madrugada de ontem deixou uma mulher ferida levemente, em Ijuí. Ela conduzia um veículo Fiat Pálio pela Avenida 21 de Abril, próximo ao cruzamento com a Avenida Pinheiro Machado e a Rua 7 de Setembro, bateu contra uma mureta e capatou. Ela recebeu atendimento, mas se recupera em casa.

APREENSÃO

INCÊNDIO

Uma carreta Scania, com placas de São Luiz Gonzaga, foi apreendida, ontem, no município de Maracajú, em Mato Grosso do Sul, transportando 677 quilos de maconha. A droga estava escondida em meio a uma carga de milho a granel. O motorista, de 42 anos, foi abordado pela Polícia Rodoviária Federal. O caminhoneiro foi preso em flagrante. O caso será investigado pela Polícia Federal.

Um incêndio foi registrado na tarde de ontem em um restaurante, localizado na Rua São João, no Centro de São Luiz Gonzaga. Segundo informações, no local existe uma grande quantidade de entulhos próximo à parede da cozinha do restaurante. Um superaquecimento nos entulhos pode ter causado o fogo. A ação rápida dos bombeiros não gerou mais danos.


12

Jornal da Manhã

sexta-FeIRa, 9 de agosto de 2019

Esportes

JOGOS DO SESI

CRUZEIRO

A fase municipal dos Jogos do Serviço Social da Indústria de Ijuí tem hoje no Ginásio do Sesi os dois primeiros confrontos das quartas de final do futsal livre: 19h,Cisbra/ Hoff Pneus B x Dubai Alimentos; e 19h50, 3 Tentos x Gimenez/Minetto.

A diretoria do Cruzeiro iniciou as buscas para contratar o substituto de Mano Menezes, que deixou o comando técnico do clube na noite de quarta-feira, após derrota por 1 a 0 para o Internacional, pela Copa do Brasil. O plano A da cúpula celeste é Dorival Júnior.

Confiança na formação do elenco O técnico Leandro Machado esteve reunido ontem à noite com integrantes do departamento de futebol do São Luiz. O treinador disse que as negociações para a formação do elenco estão dificeis porque o clube não joga o segundo semestre, mas está confiante na formação do elenco para 2020." Perdemos alguns atletas que estavam no nosso planejamento, mas vamos atrás de outros nomes. Sabíamos que as dificuldades existiriam em um primeiro momento por causa desta lacuna entre o fim do Gauchão e o reinício do próximo ano. Buscaremos jogadores como foi feito nos outros anos". O treinador disse que o planejamento de buscar atletas com o perfil do clube e que o Campeonato exige será cumprido."Queremos jogadores competitivos, com entrega total dentro do campo, que a nossa torcida espera e o que buscamos com uma intensidade grande, uma agressividade tanto na marcação como na posse da bola. O torcedor pode ficar tranquilo que temos vários nomes que já estão bem encaminhados e que se encaixam neste perfil". Leandro Machado afirmou que a ideia na montagem do elenco é pensar inicialmente no Gauchão, a mais importante e a primeira competição que o São Luiz vai disputar. O Rubro, segundo ele, não vai deixar de pensar lá na frente. "Vamos gastar todas as nossas energias, apostar as fichas no Estadual, mas isso não impede que façamos contrato ou conversamos para o segundo semestre pensando na Série D do Campeonato Brasileiro". O técnico disse que o pensamento é

JUVENIL

Técnico do São Luiz Leandro Machado(esq.) esteve ontem à tarde no Estádio 19 de Outubro

mesmo fazer um Gauchão seguro. Ele tem convicção de que o time fazendo um bom Campeonato Gaúcho tem boas chances de subir da Série D para a Série C do Campeonato Brasileiro. "O São Luiz vai continuar com seus sócios, a tendência é aumentar. O clube tem toda uma região de torcedores que não possui futebol no segundo semestre e agora a receita de rendas não cairá". Leandro Machado foi a São Paulo recentemente realizar um Curso de Técnico, Licença B da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Disse que não conseguiu assistir nenhum jogo pessoalmente. Neste momento está sendo disputada a Copinha,

a Série A-2. O curso foi muito intenso e ele passou praticamente 12 horas dentro da sala de aula. O treinador afirmou que o São Luiz quer trazer para a próxima temporada os atletas que deram certo neste ano no clube, mas reconhece que a maioria está muito valorizada pela boa campanha do time, quarto colocado no Gauchão 2019. Leandro Machado disse que não existe pressa para a formação do elenco."Queremos errar o menos possível nas contratações porque o Campeonato Gaúcho não dá margem para erros", concluiu.

Preparação da dupla para a 14ª rodada O volante Edenílson, suspenso e se recuperando de lesão desfalca o Internacional no jogo de domingo contra o Corinthians, às 11h, no Estádio Beira-Rio, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Colorado se reapresenta nesta sexta-feira, às 10h30, no CT Parque Gigante. No dia 4 de setembro, o Internacional recebe o Cruzeiro para o jogo de volta da semifinal da Copa do Brasil. Paolo Guerrero é dúvida para esse confronto, pois, no dia seguinte, a seleção peruana disputará um amistoso nos Estados Unidos.

O técnico Renato Portaluppi comandou mais uma atividade do Grêmio visando o jogo de amanhã contra o Flamengo, às 19h, no Maracanã, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. A primeira parte do treinamento do Tricolor foi feito com portões fechados para a imprensa. Quando o trabalho acabou sendo liberado para os veículos de comunicação, os jogadores faziam um exercício em campo reduzido. Ausente no treino de quarta, o atacante Diego Tardelli participou normalmente e encara os cariocas no final de semana.

Copa Ijuí de Futsal prossegue no Ginasião A Primeira Copa Ijuí de Futsal teve andamento na última quarta-feira no Ginásio Wilson Mânica. Os resultados foram estes: Seco Frutas 6 x 2 Nacional Futsal; Revecar 4 x 0 Falabretti; e LA Kachuk dos Trillhos 6 x 0 Arena Pub e Pizzaria. A próxima rodada terá estas partidas na terça-feira: Galáticos x Revecar; Falabretti x Afhocai; e Nacional x Arena Pub. A competição é promovida pela diretoria do Botafogo do bairro Alvorada. O ingresso no ginásio para assistir aos jogos é um quilo de alimento não perecível. No final da Taça, o total arrecadado será doado ao grupo Ijuí Sem Fome.

O técnico Marcelo Galvão(Guiné) tem dúvidas no time juvenil do São Luiz que enfrenta o Inter-SM amanhã às 14h no Estádio Presidente Vargas em Santa Maria, pela primeira rodada do returno do Estadual da categoria. O treinador orientou ontem à tarde na Baixada um trabalho tático e um mini-coletivo de posicionamento. Marcos e Gebson disputam uma vaga no setor de meio-campo. Falta definir também o posicionamento de Luan. Guiné disse que a equipe trabalhou muito para evitar ser surpreendida pelo colorado santamariense.O jogo terá arbitragem de Marcelo Ramires com os assistentes Ismael Mancilha e Rafael dos Santos Alves.

AVALIAÇÃO Nascimentos Eventos Esportivos promove avaliações técnicas no dia 24 de agosto no campo do Grêmio, em Ajuricaba e dia 25 deste mês, no Estádio do Ipiranga em Coronel Barros. Estas avaliações que buscam descobrir talentos serão realizadas pelo Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, através do ex-zagueiro do tricolor nos anos 1970 e 1980, o uruguaio naturalizado brasileiro Atílio Genaro Ancheta. Serão avaliados atletas nascidos nos anos de 2002 a 2011. Os atletas deverão estar às 8h30 nos respectivos locais de testes, em Ajuricaba e Coronel Barros, levando consigo chuteiras, caneleiras, meias e calções, além da Carteira de Identidade. Será cobrada uma taxa de R$ 10,00 para custeio das despesas. Inscrições antecipadas pelos fones 55.9.9149.8363 e 9.9994.1172,WhatsApp com o Maninho, no 55.9.9641.1360 ou pelo facebook. Em Ajuricaba com Everaldo Camargo, pelo fone 55.9.8172.0909.

BOCHA

Equipe Seco Frutas disputa a Copa Ijuí de Futsal. Jogos estão sendo realizados no Ginasião

A segunda rodada do 8º Campeonato Municipal de Bocha do Interior de Ijuí tem a disputa destes jogos hoje a partir das 20h: na Linha 4, Cancha do Mário x São José Eventos; no Arroio das Antas, Avante x Barreiro; nos Austríacos, 12 de Outubro x Amigos da Oca da Linha 5; na Toca da Raposa, Toca da Raposa x 25 de Julho; e na Linha 5 Leste, Amigos da Bocha da Linha 5 x Amigos do Timbó.


Jornal da Manhã

SEXTA-FEIRA, 9 dE AgoSTo dE 2019

Calorosa recepção para Fernando Fernandes

13

Jantar Lusitano No dia 17 de agosto, às 20h, o Centro Cultural Português promove o Jantar Típico Lusitano, em sua casa, no Parque de Exposições Wanderley Burmann. Os convites custam R$ 38 com os integrantes e o cardápio terá a típica culinária portuguesa, que inclui o bolinho de bacalhau, caldo verde, rojões (carne de porco frita) e buffet de sobremesas portuguesas.

Baile da Pátria

O palestrante com o gerente Ronaldo Soares e equipe do Sesc Ijuí

O

público ijuiense compareceu em grande número ao Salão de Atos da Unijuí na noite de quarta-feira para ouvir o relato de Fernando Fernandes sobre sua experiência de vida. Desbravador dos esportes adaptados, ex-atleta paralímpico tetracampeão mundial de paracanoagem, hoje ele dedicase a palestras motivacionais, enfocando essencialmente esporte e superação. A plateia ouviu e se empolgou com a determinação e o entusiasmo de Fernando. O sucesso da noite foi especialmente gratificante para o gerente do Sesc Ronaldo Soares e sua equipe de colaboradores, que se empenharam para trazer a Ijuí esta atração, parte do projeto nacional Conexão de Ideias do Sesc, um circuito de palestras que promove o debate de temas sociais como educação, bemestar, sustentabilidade, criatividade, inovação e superação.

Fernando relatou sua trajetória desde quando era modelo de sucesso, que foi interrompida pelo acidente que o colocou na cadeira de rodas, sua luta pela reabilitação e transformação em atleta multicampeão paralímpico. Concluída a narrativa de sua história de superação pessoal, Fernando Fernandes passou a responder perguntas do público, quando ressaltou comportamentos e dicas de como atingir objetivos em situações de dificuldades. "Quem nos limita somos nós mesmos. Então, devemos desconstruir os 'pré-conceitos' nas nossas cabeças para chegar onde queremos e valorizar cada pequena conquista." Quem não ouviu Fernando Fernandes ao vivo, ainda pode conferir o que ele pensa e diz na Entrevista da revista Stampa de agosto, que circula na próxima semana.

27º GAC e Sogi promovem no próximo dia 31 evento para assinalar a Independência do Brasil. É um jantar com baile, com cardápio do Confraria e animação do Balança Brasil, conjunto de repertório eclético que sempre agrada as plateias. Convites custam R$ 75.

Café Affim

Dia 31, às 15h, no Salão Vip da Sogi, acontece o Café Colonial Affim do Amor, em benefício da Associação Filantrópica Monte Moriá. Apoiam a iniciativa revista Stampa, Nadine Dubal, Bem Nattural, Sogi e Confraria Restaurante. Muitas delícias na mesa, desfile, apresentação especial de Helena Sala são atrações da tarde.

Joselei, Elisângela e Thomáz Kuff no Costelão do Rotary Ijuí, no almoço de domingo, no Chaleira Preta

Tania e Clovis Thomas na Feijoada do Lions Clube de Ijuí, servido ao meio-dia do último domingo

Matias Fernandes e Ana Paula Benitez em jantar na Casa Espanhola

Narda e Adauto Pissinin no jantar-baile do Clube Ijuí

Ademar Drews e Janete Cereser na noite de Queijos & Vinhos do Rotary Colmeia, na Sogi


Jornal da Manhã

SEXTA-FEIRA, 9 DE AGOSTO DE 2019

NOVELAS

Paloma pensa em Marcos Alberto diz a Sofia que deseja que Paloma lhe ensine a viver. Paloma aceita o emprego de acompanhante que Alberto lhe oferece. Ramon diz a Leo que nunca mais abandonará a família. Ramon celebra com Paloma e os filhos a notícia de seu casamento. Diogo fica surpreso quando Nana sugere a separação. Alberto afirma a Nana que a Prado Monteiro jamais publicará o livro de Silvana. Paloma pensa em Marcos. Marcos se surpreende ao chegar à porta da mansão da família e se deparar com Silvana.

A Dona do Pedaço

Lema de campanhas Medida de segurança em evenpela segurança tos como a festa de Ano-novo no (?) do Iguaçu, cidade Rubídio Nascente trânsito (símbolo) de água paranaense

Carregado de maus presságios (fig.) Unidade monetária do Camboja

(?) D2, rapper brasileiro Tratamento à mãe de amiguinhos (pl.)

Monstro do "Castelo Rá-TimBum" (TV) Galho fino de árvore Um dos golpes da capoeira O povo fundador de Tikal, na Guatemala Espanhol (abrev.)

Cobrador Romance de Paulo Coelho

Torre do (?), o arquivo nacional de Portugal

Ente (?) Maior, constelação boreal

Vestígio; sinal Pingos Fronteira EUA-México Pátio de edifícios (?) de prumo, utensílio de pedreiros (?) de Aquiles, elemento da "Ilíada" Vestígio Aladim, para o Gênio

Esmero; perfeição Inigualável Inchaço de órgão

Progenitora Pequeno roedor

Jet (?), ator de "Dupla em Fúria" Trechos de maior velocidade na rodovia A água da torneira sinalizada em azul

Antiga gravadora Carta de baralhos

Feito mítico de Dédalo e Ícaro

Penúltimo juiz de Israel (Bíblia)

(?)Turing, pioneiro da Informática

Molusco terrestre

Posição do basquete Muito bem!

Adão ameaça atirar contra Amadeu BANCO

3/mau. 4/alan — atro — riel. 5/tombo.

Jô estranha o comportamento de Régis. Téo vai atrás de Jô na casa dela e Maria da Paz repreende o rapaz. Régis pede para Maria da Paz se livrar de sua arma. Márcio não aceita se casar com Kim. Vivi e Chiclete acodem Merlin. Kim impede que Márcio deixe sua suposta festa de casamento com Sílvia. Amadeu afirma a Rael que fará um novo pacto entre os Matheus e os Ramirez. Amadeu fala com Maria da Paz. Vivi e Beatriz convidam Merlin para morar em sua casa e Téo as agradece. Chiclete convence Adão e Leandro a fazerem um pacto por Maria. Adão ameaça atirar contra Amadeu.

(?) da Onça, bloco do Carnaval carioca

51

Solução

A E R R C I A S U R A S TR A I O

Bom Sucesso

© Revistas COQUETEL

Modismo em que se Grandes caixas inscrevem frases e trechos de poemas (?) Johnna pele son, ator Região da Amazônia com solo pouco fértil

R M E A FO N R A ÇO N DE C P I O A L L I C R I A E M T E A N S TO

Órfãos da Terra

Fauze tenta ser carinhoso com Dalila Gabriel tenta conter a raiva de Dalila. Helena descobre que Elias irá à casa de Missade e se irrita. Jamil estranha o comportamento de Dalila. Rania sofre ao falar de Dalila para Miguel. Valéria ofende Missade, que se demite. Gabriel se insinua para Valéria e propõe um parceria comercial. Dalila implora que Jamil não a abandone. Fauze tenta ser carinhoso com Dalila. Dalila se enfurece quando Rogério pede que ela assine o divórcio de seu casamento com Jamil. Jamil devolve as escrituras da casa e da loja de Miguel.

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br

F I R O B Z A T R G R A O T O A F S I N R P A R R F E A A L E A L I

e eu não tivesse que agradar ninguém, quem eu seria? Essa é uma pergunta importante a ser feita, principalmente para aqueles que queixam-se de “ter” que agradar os outros o tempo todo em detrimento da sua vontade. Se esse é seu caso então você está com problemas, pois sustentar essa posição é colocar-se no lugar de sacrifício... sinceramente, como é possível? Muitas vezes construímos máscaras e com isso, temos dificuldades de nos desprender disso

L

S

P R A E L S E R R I V E E L A V A I M D O A V B O C O

COISAS DA VIDA

E D E M A

Psicóloga Esp. em Gestão de Pessoas Especialista em Terapia Cognitivo-Comportamental

seu ser que você não consegue nem imaginar uma vida que não seja afetada ou controlada por elas” (p.64). Concordo com Manning ao defender que tomar decisões impopulares que expressam a verdade a nosso respeito é uma determinação corajosa. Afinal, tememos o que os outros podem dizer a nosso respeito, medo esse debilitante e que pode gerar uma mediocridade pavorosa (Breeman). Manning refere que nos tornamos impostores e diz: “Em nome da prudência, o impostor amedrontado nos levaria a trair nossa identidade e nossa missão, qualquer que seja – tomar posição ao lado de um amigo em tempos difíceis; solidariedade com o oprimido mesmo que isso obrigue a passar por ridículo; recusar a omissão diante da injustiça...ou qualquer chamado ao dever numa noite de inverno (...) Diga o que todo mundo está dizendo e faça o que todo mundo está fazendo”. Qual a saída? Manning dá a dica: Agir com independência e assumir a responsabilidade por nosso eu singular e assim, crescer em autonomia e determinação pois somente desta forma podemos nos libertar da escravidão imposta pela aprovação humana...Ter coragem de tirar as máscaras e ter a certeza de que você sempre pode ser quem é.

P R I M O R

Sônia Arriens Cassel

pois somos reconhecidos e aceitos dessa maneira. Nesse lugar sinto-me amado (a), aceito (a) e importante, então continuo no papel por pertencer e ser reconhecido (a) a algum núcleo, seja ele a família, amigos, no trabalho. Anthony De Mello, em seu livro The Way to Love, nos faz refletir ao escrever o seguinte: “Olhe para sua vida e perceba como tem usado as pessoas para preencher o vazio. Como consequência, elas lhe deram uma chave de braço. Veja como elas controlam seu comportamento quando o aprovam ou desaprovam. Elas detêm o poder de aliviar sua solidão oferecendo companhia, elevar seu espírito com elogios, levá-lo às profundezas com críticas e rejeição. Veja como você dedica quase todos os momentos do dia para acalmar as pessoas e lhes agradar, estejam elas vivas ou mortas. Você vive pelas normas que elas impõem, se adequa a seus padrões, busca a companhia delas, deseja seu amor, teme que elas o ridicularizem, anseia por seu aplauso, submete-se passivamente à culpa que colocam sobre você; morre de medo de ir contra a moda no jeito de se vestir, falar, agir e até mesmo pensar. E perceba que, mesmo quando as controla, você depende delas e se torna um escravo. As pessoas se tornaram de tal maneira parte de

T M A T U M A G E M E E S C B R I T C A

14

Horóscopo Áries Para poder trilhar uma jornada de sucesso, procure desenvolver agora a sua serenidade, evitando pensamentos desordenados e sentimentos confusos. É tempo de equilibrar a sua mente e as suas emoções. Touro A sua energia deve ser direcionada hoje para as causas e realidades que precisam do seu apoio. Afinal, ao estendermos a mão para quem precisa, nossa própria satisfação aumenta. É tempo de ser solidário. Gêmeos Aproveite o dia para conhecer novos lugares, renovando e ampliando os seus horizontes. Assim a mente se atualiza e dá vida a novas ideias. É tempo de se envolver com o que desperta a sua curiosidade. Câncer Para que você possa promover o seu contentamento, procure agora se libertar de antigos padrões de pensamento que limitam o seu verdadeiro potencial. É tempo de cultivar crenças mais promissoras. Leão A melhor forma de solucionar os questionamentos e os mal-entendidos dentro das relações afetivas, é através de diálogos claros e eficientes. É tempo de compartilhar as suas impressões com o outro. Virgem A maneira mais positiva de viver o amor é sabendo diferenciar os momentos que pedem por limites daqueles que precisam de entrega e liberdade. É tempo de conduzir as suas relações com sensibilidade. Libra Para favorecer a sua produtividade, busque se comprometer com projetos que de fato despertem o seu interesse. O importante é abrir a mente para transformar as suas metas. É tempo de trabalhar com ânimo. Escorpião Caso você sinta a necessidade de trabalhar o seu estado emocional, lembre de fazer isso de forma carinhosa e gentil, afinal, aquilo que a alma sente deve ser tratado com afeição. É tempo de se cuidar. Sagitário Aproveite o dia para investir a sua energia no que deseja ver crescer, já que o seu poder criativo está amplificado, permitindo a chegada de novas ideias. É tempo de se dedicar às suas realizações. Capricórnio Procure se aprofundar nos estudos e nas informações que podem promover o trabalho, afinal, quanto mais conhecemos sobre aquilo que fazemos, mais nos sentimos seguros para seguir. É tempo de estudar. Aquário Ainda que você venha realizando transformações na vida, abandonando o que não promove o crescimento, é necessário perceber questões que merecem o seu cuidado. É tempo de zelar pelo que importa. Peixes É provável que você perceba as emoções oscilando ao longo do dia, e, para viver esse momento de forma positiva, é importante deixar que as sensações fluam com naturalidade. É tempo de espontaneidade.


Jornal da Manhã

sexta-FeIRa, 9 de agosto de 2019

15

ABANDONO

Mente aberta O fundamento maior da nossa sociedade é a liberdade, se ramificando em aspectos que vão do econômico ao comportamental. Todavia, por um determinado prisma, esta liberdade, ou o mundo livre, está mais na teoria do que na prática. Em termos econômicos especialmente no Brasil, sempre fomos e seguimos dominados pelo Estado, sendo um dos países do mundo com menores indicadores de liberdade na economia, finanças, empreendimentos. Quanto aos costumes, na prática somos reprodutores da ordem vigente em diversos aspectos. Viver em sociedade requer regras comportamentais e econômicas a fim de manter o convívio social dentro de certos limites, o que torna a liberdade ilimitada impossível, uma utopia, considerando que em quase tudo há contrapontos e limitações. O que pretendo refletir com os leitores, é que apesar de termos pontos limitadores econômicos, sociais, ambientais e comportamentais, eles são amplos o suficiente para mentalidades mais abertas a pensamentos e ações além do que estamos habituados. Digo isso por que é comum vermos nas escolas, universidades, empresas, associações, na igreja e na política, pessoas agindo como escravos do pensamento alheio, dos conceitos que consideram imutáveis, das convenções e dos padrões criados num determinado tempo. O que se percebe é a forte tendência para a acomodação de muitas pessoas, na condição econômica, social e comportamental. Temos uma parte da sociedade que reluta para sair da sua condição social mesmo sendo muito precária, pois implica em mudanças de hábitos, de costumes, de rotinas. São mentes fechadas nos limites criados parte pela sociedade, mas também em boa parte por suas próprias crenças que as fazem sentir incapacitadas para ampliar pensamentos e ações. Uma das perguntas mais importantes a fazer é: Quanto cada um está disposto a enfrentar dificuldades para ampliar a liberdade econômica e comportamental? Nossa sociedade terá mais oportunidade de mudar para melhor, com mais mentes abertas. Assim, precisamos ajudar a quem está próximo, incentivando e instigando os novos jeitos de olhar o mundo e produzir novos conceitos para si e para o outros. Umas das piores prisões é uma mente fechada. Mas é um esforço individual e diário abrir a mente e mantê-la aberta. No caso das organizações, o esforço precisa ser coletivo e cooperativo, para ampliar os horizontes com novos conceitos e contextos. Mente aberta, gente! Um abraço e até a próxima!

Moradores reclamam de condições precárias das ruas Quem circula pela cidade precisa ficar atento a um problema frequente, principalmente nos bairros mais afastados do Centro: o excesso de buracos nas vias. A reportagem do Grupo JM esteve nas ruas Mato Grosso e Pedro Thorstemberg, no bairro Assis Brasil; e na rua José Bonifácio com a Álvaro Chaves, para verificar a situação informada por moradores das regiões, e constatou que, de fato, as vias estão praticamente intransitáveis, tanto para veículos quanto para pedestres. Moradores ficam inseguros em transitar pela região, como é o caso do morador da rua Mato Grosso, Juliano Razia, que diz que nas ruas Dom Pedro II e Jorge Leopoldo Weber está difícil de transitar com os carros, causando problemas nas suspensões devido aos buracos. “Desviamos de um buraco e caímos em outro, e esse

é um problema da comunidade que circula pelo município”, destacou. Já, na esquina da rua José Bonifácio com a Álvaro Chaves, o morador Aldoir Antônio do Amaral diz que as ruas estão bastante abandonadas, não apenas na localidade onde reside, mas em vários trechos do município que não recebem manutenção há muito tempo. Segundo ele, o poder público deveria dar atenção especial e cuidar das vias da cidade, pois são elas que trazem o fluxo de pessoas para o Centro. “Como contribuinte e pagador de impostos, me sinto impotente. Pagamos o que é devido ao governo corretamente, e por isso queremos o retorno do Executivo, seja em questão de pavimentação, saúde ou iluminação pública”, informou. Os buracos prejudicam pedestres e motoristas, além de causar

Comdica arrecada fundos para realização de projetos O Conselho Municipal da Criança e Adolescente (Comdica) tem assegurado, através do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (Fundocad), R$ 75 mil por ano, através das contribuições que a comunidade faz ao destinar parte do seu imposto de renda - tanto pessoas físicas, quanto pessoas jurídicas. O presidente do Comdica de Ijuí, Vanderlei Marcos Ávila, em entrevista ao Grupo JM, explica que com esses recursos a entidade consegue atender projetos que vêm em benefício das crianças e adolescentes do município. “O contribuinte pode fazer o depósito diretamente na conta do Fundocad, junto ao banco Banrisul, e pegar o recibo da doação e ir junto ao Comdica, para comprovar na declaração de renda que destinou parte dos recursos que devia do imposto de renda ao Fundocad, podendo abater isso do valor que terá a pagar na declaração de renda”, informa. Esses recursos podem ser depositados diretamente na conta do Fundocad durante o ano todo. Então, a partir do momento em que o contribuinte tem uma estimativa de quanto ele paga normalmente do imposto de renda, ele pode destinar até 6% dos rendimentos ao Fundocad, para as causas das crianças e dos

Os buracos prejudicam pedestres, motoristas e a imagem do município

uma imagem desagradável para o município. Por isso, a comunidade reivindica que a administração

pública tome providências, priorizando essa situação para que ela seja solucionada em breve.

Ecoponto da Linha 6 tem novo sistema de coleta O recebimento de materiais no ecoponto da Linha 6 Leste, localizado na BR-285, passa a ocorrer somente às quartas-feiras, em horário de expediente, a partir da próxima semana. A decisão foi tomada em conjunto entre os setores de Pneus, sob a responsabilidade do coordenador da Vigilância Ambiental, Rinaldo Pezzetta, e de Vidros e Eletrônicos, representado pelo secretário adjunto de Meio Ambiente, José Darci da Rosa. De acordo com Rinaldo Pezzetta, a mudança se dá em virtude do frequente descarte inadequado de materiais, situação que vem sendo monitorada pelos órgãos competentes há algum tempo.

“Quem realizar o despejo de entulhos e outros resíduos de forma incorreta terá que arcar com uma penalização material”, observa. Nos horários em que não haverá recebimento, o acesso ao local não será permitido. O recolhimento de materiais nos ecopontos tem como objetivo o destino legal para vidros, óleo de cozinha, pneus e materiais eletrônicos, pois, se não houvesse essa oportunidade para a comunidade, esse material seria depositado em rios, beira de estradas, terrenos baldios, e por serem materiais contaminantes, estariam provocando danos ao ser humano, às plantas, aos animais e ao meio ambiente em geral.

Vanderlei Ávila

adolescentes. Além disso, Ávila diz que esses recursos são destinados para criação de projetos que beneficiam crianças e adolescentes. “Temos um projeto de inclusão digital específico junto ao programa da AABB Comunidade, aprovado com recurso do Fundocad. Destinamos cerca de R$ 100 mil para esse projeto que beneficia adolescentes da cidade e prepara para o mercado de trabalho”, salientou.

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL

PODER JUDICIÁRIO

EDITAL DE CITAÇÃO - JURISDIÇÃO VOLUNTÁRIA 3ª Vara Cível - Comarca de Ijui. Prazo de: trinta dias . Natureza: Voluntária -Outros Processo: 016/1.19.0001939-4 (CNJ:.0004483-05.2019.8.21.0016). Requerente: Jorge Antônio Monteiro Morgado e Silvia Marchant Gomes. Objeto do edital:cientificação de eventual interessado e resguardo dos direitos de terceiros, que Jorge Antônio Monteiro Morgado e Silvia Marchant Gomes postulam a alteração do regime de bens de seu casamento, requerendo a mudança do regime de separação obrigatória para comunhão parcial de bens( art. 1639, parágrafo segundo do CCB ) . Prazo de Contestação: 15 DIAS, a contar do término do prazo deste edital. Ijuí, 17 de junho de 2019. SERVIDOR: Lis Helena Ronchi - Oficial Ajudante. JUIZ: Nasser Hatem.


WWW.CLICJM.COM

MOTIVANDO

Experiências na Educação Infantil O palestrante com o gerente Ronaldo Soares e equipe do Sesc Ijuí | 13

Juvenil do São Luiz tem dúvidas para jogo em Santa Maria

FOGO DESTRÓI MORADIAS

O tempo e o espaço dos alunos recebem um olhar especial dos educadores da Escola Municipal Infantil Alvorada | 7

Incêndio, registrado na madrugada de ontem, queimou duas residências localizadas no bairro Getúlio Vargas de Ijuí. | 11

Técnico Marcelo Galvão não definiu time que enfrenta Inter-SM amanhã. | 12

Idosos são as principais vítimas de atropelamentos Levantamento do Detran aponta que as mulheres são 33% das vítimas fatais. | 11

EDITORIAL | 6 Os governos precisam exercer o seu papel com agilidade e eficiência. Para mudar este cenário, precisamos de todos olhando na mesma direção.

Profile for clicjm

Jornal da Manhã - sexta-feira - 9.8.2019  

Jornal da Manhã - sexta-feira - 9.8.2019  

Profile for clicjm
Advertisement