Page 1

WWW.CLICJM.COM

Ijuí, Sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Ano 46 - Nº 110

Novo Código quer agilizar licenciamento ambiental a empresas

R$ 3,00

Conselho do Idoso libera recurso para obra do Cacon Mais de R$ 1 milhão eram aguardados pelo Hospital de Caridade para ampliação do complexo. | 4

Governo quer apoio no projeto anticrime do ministro Moro Ação busca sensibilizar a população a apoiar regras mais rígidas para crimes, principalmente hediondos. | 8

São Luiz lança nova campanha de sócios Secretário estadual de Meio Ambiente, Arthur Lemos Júnior explica propostas de projeto | 5

Banrisul contribui na realização de políticas públicas

Meta do clube é atingir mais mil associados na próxima temporada. | 12

SOCIALIZAÇÃO

Pesquisador João Pedro Casarotto afirma que Estado precisa mudar modelo. | 3

Mudanças no ponto geram divergências Entidades gaúchas debatem alterações promovidas pela Liberdade Econômica nas leis trabalhistas. | 3

Seminário de Práticas e Projetos Interdisciplinares reuniu professores dos Anos Finais | 7


2

Jornal da Manhã

SEXTA-FEIRA, 4 DE OUTUBRO DE 2019

RADAR CONCURSO - As mães que quiserem amamentar seus filhos de até seis meses durante provas de concursos federais agora estão amparadas por lei. O tempo gasto com a alimentação do filho deve ser compensado durante a realização do exame. Elas têm direito a dar de amamentar a cada duas horas por até 30 minutos por filho, sempre acompanhado de um fiscal. O tempo gasto será compensado e as regras valem para todas as etapas do concurso da União. Se a norma for descumprida, o primeiro passo é procurar a banca examinadora e se for o caso acionar a Justiça. RAIOS - Por causa da ação do homem, começou a ser observado em vários locais do mundo um tipo de raio “invertido”, que em vez de descer das nuvens e tocar no solo, parte de uma estrutura alta na superfície, tais como torres de telecomunicações, se propagando em direção às nuvens. No Brasil, esses raios estão sendo observados em locais como na região da Avenida Paulista e no Pico do Jaraguá, em São Paulo, onde há muitas torres instaladas. O estudo é feito no Brasil, nos Estados Unidos e na África do Sul. No País, ele vem sendo tocado por pesquisadores do Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). INCÊNDIOS - Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) divulgaram resultados de um estudo sobre os efeitos que as queimadas na região na Amazônia Legal têm provocado sobre a saúde infantil. Os dados mostram que, entre maio e junho deste ano, as internações de crianças com menos de 10 anos que apresentavam problemas respiratórios chegaram a 5.091, o dobro em relação à média calculada para o mesmo período na série histórica dos últimos dez anos. TURISMO - Os valores dos ingressos nos parques nacionais serão reajustados a partir de 1º de novembro deste ano, conforme a Portaria nº 547, editada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e publicada no Diário Oficial da União, edição de 27 de setembro de 2019. A atualização obedece ao Índice de Preços ao Consumidor (IPCA) que, no período de setembro de 2018 a agosto de 2019, ficou em 3,428%. O acréscimo nas entradas dos parques varia em média de R$ 1 a R$ 2. E ainda há situações que não houve reajuste, devido à regra de arredondamento, como no Parque Nacional de Brasília. VEÍCULOS - As vendas de veículos tiveram alta de 11,4%, de janeiro a setembro de 2019, na comparação com o mesmo período do ano passado. Considerando automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros, foram emplacados 2.952.485 veículos no período. Os dados foram divulgados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). No mês de setembro, 336.991 veículos novos foram comercializados.

OLHO DA RUA Algumas árvores na Praça da República possuem galhos quebrados. Estes galhos podem vir a cair em um cidadão que estiver caminhando pelo local, podendo até causar alguma lesão.

INDICADORES Poupança 3.10.2019 ................. 0,39 % Ouro 3.10.2019..............R$ 197,68 (gr) Dólar Comercial.................... R$ 4,0875 Dólar turismo ....................... R$ 4,4839 Euro ..................................... R$ 4,6900 IPC/FIPE agosto /2019 ............... 0,33% INPC agosto/2018 ...................+0,12% IGPM agosto /2019 ...................-0,67% IPCA agosto /2019 ..................... 0,11% TR agosto/2019.........................+0,0% SELIC agosto/2019 ...................+6,5%

LOTERIAS

NÚMEROS EXTRA-OFICIAIS

1º - 4.862 2º - 2.317 3º - 1.600 4º - 3.933 5º - 8.683 QUINA

CONCURSO nº

5088

07 22 56 62 66 ENTRE ASPAS "Se quisermos ver as mudanças aconteceram, devemos participar ativamente das decisões política. As mudanças estão ocorrendo lentamente, precisamos continuar a lutar por elas." Presidente da Federasul, Simone Leite

Resultados de quarta - 2.10.2019

MEGA SENA

"Eu estou denunciando uma forma de trabalhar, que era a mesma do Eduardo Cunha e que está viva, presente, encarnada por essa figura [deputado Arthur Lira] que quer ser o presidente da Câmara. Política é isso. Não podem dizer que não sabiam e que achavam que o cara era gente boa. É achacador, chantagista, traidor, falso, egoísta." Senador Cid Gomes

GETÚLIO

2194

08 16 20 21 31 34 LOTOFÁCIL

"Agora, a água passou do umbigo porque não foi uma ameaça, foi um alerta da maioria dos senadores dizendo: nós vamos votar hoje pelo Brasil, mas se não acontecerem compromissos assumidos pelo governo, não haverá a votação no dia 10. " Senador Major Olímpio

CONCURSO nº

ok

CONCURSO nº 1869

01 02 06 08 09 13 14 15 17 19 20 21 22 23 25 PREVISÃO DO TEMPO Fonte: Climatempo

HOJE

MÁX.

22° Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.

MIN.

15°

SÁBADO

MÁX.

19° Chuvoso durante o dia e à noite.

MIN.

15°

DOMINGO

MÁX.

20° Sol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado. Noite com muitas nuvens.

MIN.

13°

Fonte: Climatempo


Jornal da Manhã

sexta-FeIRa, 4 de outubRo de 2019

PRIVATIZAÇÃO

Banrisul é importante para políticas públicas Para o contabilista e pesquisador em finanças públicas, João Pedro Casarotto, o governo do Estado deve abandonar a intenção de fazer nova venda de ações ordinárias do Banrisul. Isso porque, trata-se de um banco regional e, portanto, importante para alavancar o desenvolvimento da economia estadual. "Estamos no caminho inverso do que deveria ser feito. A concentração bancária no Brasil hoje faz com que os cinco principais bancos brasileiros detenham 80% do crédito. Isso concentra poder de barganha frente àquele que precisa tomar o crédito, e significa que acabam fazendo o preço que querem, então, tendo os bancos regionais, o contato é mais próximo das decisões", explicou, ao Grupo JM. Tendo o Estado como acionista majoritário, se torna mais fácil aprovar medidas econômicas que impulsionem determinado setor da economia no Rio Grande do Sul, recorrendo à instituição financeira como apoiadora na implementação de programas. "Há viabilidade maior de ocorrer essa composição, então,

no momento em que estamos vendendo, mesmo não vendendo o controle acionário, só as ações preferenciais, os acionistas minoritários chegam para ter lucro." Neste caso, Casarotto chama atenção para a Lei das Sociedades Anônimas, que protege também os acionistas minoritários. "No momento em que vai abrindo mais espaço, mais mesas de direção a esses acionistas minoritários eles tendem a não apoiar políticas públicas, querem ter um banco para ganhar dinheiro, e bastante." Para o pesquisador, o Estado precisa mudar a rota e encontrar saídas para a crise. "Temos que parar com isso, esse modelo é arcaico, coisa antiga. O que o governador está querendo fazer é uma velharia, uma coisa que já não funcionou. Os últimos governos vêm fazendo redução dos custos, alto endividamento e venda de patrimônio público, e chegamos aonde chegamos. Nossos jovens saem daqui para trabalhar em outros Estados e países, estamos exportando renda. Então, essa política adotada está altamente equivocada, e precisa ser estancada."

Isenção do IPTU pode ser solicitada até novembro Termina no dia 30 de novembro o prazo para pedir a isenção do Imposto Territorial Urbano (IPTU), exercício 2020. Têm direito ao benefício aposentados, pensionistas e portadores de necessidades especiais ou doença grave. O coordenador de Cadastros e Tributos, Airton de Moura, esclarece que a isenção se refere somente ao imposto. “A isenção não abrange a taxa de coleta de lixo, que normalmente é cobrada no mesmo boleto do IPTU”, ressalta. A solicitação é feita na Secretaria Municipal da Fazenda. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 11h30, e das 13h30 às 17h. "Mas em caso de pessoas que estão acamadas, por exemplo, um familiar pode vir até a prefeitura, levando os documentos dessa pessoa, para solicitar a isenção, que vai ser analisada", disse Moura. Pode requerer a isenção o aposentado ou pensionista cuja renda mensal, somando a do cônjuge, não seja superior a dois salários mínimos e meio. Outro requisito é que a pessoa usufrua de um único

Airton de Moura

imóvel de uso exclusivo residencial, podendo ser proprietária dele. Para obter o benefício, pessoas carentes com no mínimo 65 anos que não possuem renda devem apresentar resumo do Cadastro Único. O valor venal do imóvel não pode ultrapassar 1500 UF (Unidades Fiscais) do município. O valor da unidade fiscal hoje é de R$ 110,07.

No momento em que vai abrindo mais espaço, mais mesas de direção a esses acionistas minoritários, eles tendem a não apoiar políticas públicas."

João Pedro Casarotto

Lei altera horário a atividades O desenvolvimento de atividades em qualquer horário ou dia da semana, incluindo feriados, consta como um dos pilares do texto da Lei da Liberdade Econômica, em vigor desde o final de setembro. Essa possibilidade é garantida a todo empreendedor desde que ele observe as normas de proteção ao meio ambiente - incluindo diretrizes sobre poluição sonora e perturbação do sossego público -, respeite o regulamento do condomínio onde está instalado e atenda à legislação trabalhista. É justamente este último ponto que deve fazer com que o impacto prático da liberação seja pequeno. Durante as discussões da lei no Congresso, quando a matéria ainda tinha caráter de medida provisória (MP), chegou-se a incluir no texto a liberação irrestrita do trabalho aos domingos e feriados. No entanto, o Senado derrubou esse trecho.

3

Mudanças no registro do ponto geram divergências A flexibilização do registro dos horários de entrada e saída de trabalhadores em empresas é um dos aspectos da lei da Liberdade Econômica que mais gera divergência. De um lado, centrais sindicais apontam que a nova legislação pode abrir brechas para irregularidades envolvendo a jornada. De outro, dirigentes empresariais ressaltam que a medida reduzirá a burocracia para os pequenos e médios negócios. Pela lei em vigor desde setembro, somente empresas com mais de 20 empregados são obrigadas a fazer a marcação do ponto dos colaboradores em sistema de registro manual, mecânico ou eletrônico. Anteriormente, a exigência era válida para companhias com mais de 10 colaboradores. Além disso, passou a ser permitida a utilização de um regime de ponto de exceção, que prevê a marcação quando houver ocorrências divergentes com o horário previsto no contrato - caso de horas extras, folgas e atrasos. Essa situação, no entanto, só poderá ocorrer quando estiver prevista em acordo individual escrito, convenção coletiva ou acordo coletivo de trabalho. O aumento informal da jornada de trabalho, com patrões pedindo para empregados atuarem além do combinado na contratação, e o não pagamento de horas extras são alguns dos problemas que a retirada do ponto pode gerar, na percepção do presidente da Central Única dos Trabalhadores no Rio Grande do Sul (CUT-RS), Claudir Nespolo. O sindicalista vê como perigosa a possibilidade de um acordo individual permitir o ponto de exceção, pois avalia que o trabalhador sozinho não teria condições favoráveis para negociar com a empresa a liberação Para o presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS), Vitor Augusto Koch, é um "devaneio" pensar que o empresário utilizará a modificação da lei para cometer irregularidades. Segundo o dirigente, a nova diretriz diminui custos para as empresas com a manutenção do sistema de ponto e permite que elas percam menos tempo com questões burocráticas. Atualmente, o pagamento de horas extras é tema frequente nas reclamatórias que chegam ao Judiciário, conforme aponta a juíza e presidente da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 4ª Região (Amatra IV), Carolina Gralha. Neste sentido, ela lembra que o registro do ponto é a principal prova utilizada nas ações, tanto por trabalhadores quanto por empresários. Apesar das mudanças recentes, a magistrada reforça que empregadores e empregados seguem tendo a obrigação de observar os horários de início, intervalo e término da jornada contratada e que o direito ao pagamento pelas horas extras continua sem qualquer alteração. O que diz a lei É direito de toda pessoa física ou jurídica desenvolver atividade econômica em qualquer horário ou dia da semana, inclusive feriados, sem que para isso esteja sujeita a cobranças ou encargos adicionais, observadas: as normas de proteção ao meio ambiente, incluídas as de repressão à poluição sonora e à perturbação do sossego público; as restrições advindas de contrato, de regulamento condominial ou de outro negócio jurídico, bem como as decorrentes das normas de direito real, incluídas as de direito de vizinhança; a legislação trabalhista.

Desta maneira, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) continua vedando a realização de atividades nestas ocasiões. Portanto, o entendimento é de que prevalecem as legislações municipais e as convenções coletivas das categorias na hora de determinar como ocorre o funcionamento das empresas fora dos dias considerados úteis. A redação final do texto decepcionou o empresariado, que esperava a flexibilização total dos horários de funcionamento. O presidente da Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Rio Grande do Sul (Fecomércio-RS), Luiz Carlos Bohn,

afirma que pouco mudará em relação ao cenário em vigor antes da nova legislação. Ou seja, o comércio gaúcho deverá seguir abrindo nos horários permitidos pelos municípios e nos dias estabelecidos nos acordos coletivos. Sendo assim, a tendência é de que entidades patronais busquem retomar a discussão das condições de abertura em finais de semana e feriados através de um projeto de lei separado. "Ficamos frustrados, queríamos liberdade total. Agora, tentaremos um projeto de lei específico para reger isso", sinaliza Bohn.


4

Jornal da Manhã

sexta-FeIRa, 4 de outubRo de 2019

SAÚDE

Conselho do Idoso confirma repasse ao HCI Presidente do Conselho Municipal do Idoso, Cláudio Everaldo dos Santos confirmou que o recurso que estava na conta do Fundo Municipal do Idoso, no valor de R$ 1.063 milhão, foi repassado ao Hospital de Caridade de Ijuí (HCI). Nas últimas semanas, o Grupo JM noticiou a preocupação do hospital diante da demora em receber o recurso, que foi captado junto a pessoas físicas e jurídicas, que se propuseram a doar parte do Imposto de Renda ao projeto de ampliação e reforma do Centro de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon). “Nos últimos dias, ocorreram manifestações públicas, no sentido de que a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social estaria retendo o recurso. Esse repasse foi efeito. O Conselho providenciou os trâmites, as coisas que faltavam, e o valor foi repassado. Mas, como presidente, esclareço que a liberação da verba só ocorreu após todos os requisitos legais terem sido contemplados. Os encontros da comissão de prestação de contas ocorreram conforme definição feita em agosto e, a última reunião, que avaliou a prestação de contas referente a esta verba, no dia 26 de setembro”, explicou o presidente. A problemática veio à tona após uma manifestação do vereador do Progressistas, Andrei

Como presidente, esclareço que a liberação da verba ocorreu após todos os requisitos legais terem sido contemplados. Cossetin, que relatou a demora para transferência do valor. As obras de ampliação do Cacon acabaram paralisadas, conforme confirmou o presidente do HCI, Cláudio Matte Martins, e o coordenador do Cacon, médico Fábio Franke. A secretária de Desenvolvimento Social, Romi Rohde, concedeu entrevista, explicando que a instituição precisava corrigir a prestação de contas apresentada, antes de a verba ser liberada. Para sanar qualquer dúvida sobre o processo, Cláudio Everaldo lembra que as atas do Conselho são documentos públicos e estão disponíveis na Secretaria de Desenvolvimento Social. “O Conselho é um órgão independente, mas tem vínculo com a Secretaria. Nós lamentamos o desconforto ou qualquer transtorno que possa ter sido causado diante dessa possível demora em acessar o recurso. Mas destaco que, o que para alguns é excesso de burocracia, para o Conselho é ter certeza que o valor

Cláudio Everaldo dos Santos

está sendo aplicado conforme o projeto de captação." O projeto de captação, conforme explicou Cláudio Everaldo, precisa contemplar o idoso. E após a captação do recurso, a entidade precisa comprovar para onde irá o dinheiro. “Cabe ao Conselho saber se o recurso foi aplicado em razão do projeto. Isso é controle social. Nossa vontade era liberar o recurso imediatamente, exatamente porque sabemos da importância que tem o Cacon para a região. Mas a lei precisa ser seguida”, disse.

Campanha contra o sarampo será aberta na segunda Na segunda- feira, terá início a campanha de vacinação contra o sarampo às crianças que estão na faixa etária dos 6 meses aos 4 anos, 11 meses e 29 dias. Até o dia 26 de outubro, pais devem procurar as salas de vacina do Município, em busca da tríplice viral – que protege contra o sarampo, a rubéola e a caxumba. “Nosso principal objetivo é evitar a circulação viral na cidade, lembrando que o Rio Grande do Sul já possui casos de sarampo”, explicou a coordenadora do Programa Municipal de Imunizações, Salester Ruver. “De acordo com dados do Ministério da Saúde e do Estado, Ijuí possui 459 crianças, com 1 ano de idade, que ainda não foram imunizadas contra o sarampo. Sendo que a vacina faz parte do calendário”, reforçou a coordenadora, lembrando que as crianças devem receber duas doses contra o sarampo: a primeira aos 12 meses e a segunda aos 15 meses. Salester Ruver Mesmo sendo feriado, Dia do Município, o Dia D de vacinação contra o sarampo será realizado no sábado, 19 de outubro. “Estaremos com seis pontos estratégicos funcionando, a fim de oportunizar a vacinação para as crianças. Lembrando que a campanha é seletiva, e só vão ser vacinadas crianças que estão com o esquema incompleto e aquelas que não fizeram nenhuma dose da vacina”, explicou. Durante a campanha, as equipes aproveitarão para revisar a situação vacinal dos pais das crianças. Será verificado se o pai recebeu a tríplice viral e, principalmente, a vacina contra a febre amarela. Em novembro, segundo Salester, haverá uma campanha contra o sarampo para o público adulto-jovem, com até 29 anos. A coordenadora lembra, ainda, que o Centro Municipal de Saúde, antes localizado próximo ao Hospital de Caridade de Ijuí, agora funciona junto à sede da Secretaria Municipal de Saúde.

Estado terá programa para o desenvolvimento e inclusão de autistas Aprovado recentemente na Assembleia Legislativa, o projeto de lei que institui a política de atendimento integrado aos autistas e seus familiares foi sancionado na última quarta-feira, pelo governador Eduardo Leite. A iniciativa é do deputado estadual Eduardo Loureiro e foi construída conjuntamente com a Rede Gaúcha Pró-Autismo. Com a lei, o Estado ganha um programa específico, por meio da Lei Gaúcha Pró-Autismo,

que busca garantir o desenvolvimento de pessoas com Transtornos do Espectro Autista (TeA), estendendo esse amparo também aos familiares, por meio de atendimento integrado nas áreas da saúde, educação e assistência social. Uma das medidas prevê que pessoas autistas recebam atenção e prioridade em especialidades como neurologia, psiquiatria, psicopedagogia, fonoaudiologia e fisioterapia, entre outras, buscando com isso a reabilitação

e a consequente qualidade de vida de pessoas com autismo e suas famílias. Tanto a presidente, Raquel Pinto, quanto o vice-presidente, Valdinei Wagner, da Associação dos Familiares, Amigos e Autistas de Ijuí (TeAmor), foram a Porto Alegre acompanhar o ato. Ao Grupo JM, Valdinei, que é pai de um menino autista, disse que o projeto vai agregar, ainda mais, ao trabalho que vem sendo reali-

zado para o atendimento e desenvolvimento das pessoas com autismo. Ele destacou que, graças à luta e à união dos familiares no município, foi possível dar visibilidade ao TeAmor e também garantir o apoio a quem precisa. Uma das mais recentes conquistas da associação foi o recurso para construção da sede própria, por meio da deputada federal PSB, Liziane Bayer, que destinará verba.


Jornal da Manhã

SEXTA-FEIRA, 4 DE OUTUBRO DE 2019

CÓDIGO AMBIENTAL

Projeto altera pontos e se aproxima de lei federal O governo do Estado articula junto à base aliada, na Assembleia Legislativa, a realização de uma única audiência pública para debater a proposta de um novo Código Estadual de Meio Ambiente, prevendo a alteração de 480 pontos da legislação atualmente em vigor. O projeto muda, retira e inclui itens que tratam sobre licenciamento ambiental, áreas de proteção permanente, unidades de conservação, fiscalização, aplicação de multas, revisão de taxas, entre outros pontos. Uma das novidades é a criação da Licença Ambiental por Compromisso (LAC), que o governo frisou que não se tratava do chamado autolicenciamento, adotado por muitos estados. Segundo o texto, a licença poderá ser buscada por "empreendimentos considerados de menor impacto”, cuja definição terá de

ser dada pelo Conselho Estadual de Meio Ambiente (Consema). O governo pediu urgência na tramitação do projeto na AL, mas o Ministério Público já solicitou que isso não aconteça, porque o tema precisa ser amplamente estudado. "É uma evolução da legislação atual. Não estamos fazendo uma ruptura, há uma série de atualizações. Temos a compreensão de que numa legislação do ano 2000, muitas coisas mudaram, muitas tecnologias vieram a nosso favor e podemos utilizálas para dar maior proteção ao ambiente, mas também, de certa forma, temos bons exemplos que a nossa legislação, dissociada da legislação federal, nos deixou em descompasso com outros Estados", disse ao Grupo JM, o secretário estadual de Meio Ambiente, Artur Lemos Júnior. Segundo ele, a emissão de uma

licença ambiental, independentemente da atividade, leva até 5 anos; nos demais Estados, chega a 10 anos. Por outro lado, o empreendedor tem o custo duplicado no Rio Grande do Sul, e é a própria sociedade quem acaba pagando. "Esse é um dos elementos em que estamos nos aproximando da legislação federal." Lemos disse ter conhecimento de que extremistas, de ambos os lados - protetores e liberais - irão contestar pontos do novo Código Ambiental. "Precisamos escutar a todos, e já escutamos, nos atualizamos, ainda mais com o debate mundial que está ocorrendo na questão ambiental. Mas, é possível avançar tendo segurança jurídica em uma legislação que é mais clara, com participação maior da sociedade, fazendo com que o Estado seja muito melhor do ponto de vista do investidor, que vem de fora, e

5

LICENCIAMENTO AMBIENTAL Hoje Licença prévia

Proposta Licença ambiental por compromisso

Licença de instalação Licença de operação 1 ano

é isso que queremos apresentar", afirma o secretário. "O Código de Meio Ambiente por si só não desburocratiza, não agiliza, ele dá um norte. A aprovação da lei permitirá o avanço em pontos de gestão executiva, tanto na Fepam quanto na Secretaria, em relação às políticas públicas." Outro ponto importante destacado pelo secretário, além da necessidade de debates voltados à matriz energética para atrair investidores de fora do Estado, é o avanço em saneamento básico. "Queremos avançar fortemente, deixar encaminhados tanto quanto forem ncessários as parcerias público-privadas (PPPs), via Corsan, para que a gente universalize o tratamento de esgoto no período de 10 anos no Estado,

48 horas

porque não dá para acreditar que menos de 30% é coletado e tratado, um dos elementos que mais polui nosso meio ambiente. Da mesma forma, temos como meta a retomada de ampliação da geração eólica, porque iniciamos bem, e hoje, somos o quarto no País em geração eólica. É importante que o cidadão tenha conhecimento. A matriz de energia elétrica de nosso Estado, no ano passado, gerou 92% a partir de matriz renovável, então é possível que a gente discuta ter uma base térmica que nos dê capacidade de sustentabilidade e segurança energética quando retomarmos o crescimento, mas sem perder o horizonte do que já vivemos hoje. A nossa matriz de energia elétrica já é renovável."


6

Jornal da Manhã

SEXTA-FEIRA, 4 DE OUTUBRO DE 2019

Opinião do JM MUDANÇAS AMBIENTAIS

calização, aplicação de multas, revisão de taxas, "Ninguém pode entre outros pontos. Se crescer economicabaseia na "boa fé" dos mente à custa da deempresários e transfere gradação ambiental. um pouco deste risco O conceito que deve para o empreendedor mover todos nós é privado. a sustentabildidade O código em vigor é ambiental. " de 2000. Foi proposta a revogação dele e a criação de uma nova redação, com base nos debates ocorridos em subcomissão criada na Assembleia Legislativa para tratar o assunto. A análise levou a mais de 480 alterações, que recentemente Leite encaminhou para votação e com pedido de urgência, que elimina a necessidade de análise nas comissões de mérito, como a de Saúde e Meio Ambiente — o Piratini argumenta que mudanças no código ambiental já foram debatidas em uma

subcomissão parlamentar da Casa em 2016. O prazo máximo é 30 dias para discussão e votação e deve ocorrer ainda neste mês. Além da falta de debates, ambientalistas contestam mudanças. Eles concordam que as licenças poderiam ser mais rápidas, mas não do modo proposto pelo governo. Eles afirmam que as mudanças são inconstitucionais e quem vai ficar órfão nesse processo, é o empreendedor. Além da sociedade sofrer risco, o empreendedor vai ficar com um passivo ambiental que ele não sabe de que tamanho. Para eles , tirar isso e ficar só multando, que é o que estado está querendo, é pegar a atividade de multar, que é muito barata, que não educa nada, e tirar a atividade onde o estado protege o empreendedor. Em projetos que propõem tantas mudanças, é imprescindível o debate para reduzir os erros, principalmente quando os efeitos dos danos ambientais já estão sendo sentidos por todos. Mas achar que todo mundo vai ser bonzinho, é um contrassenso. Muitos empreendedores vão cumprir as leis, mas como todos já sabemos, muitos vão abusar . O limite está aí. Ninguém pode crescer economicamente à custa da degradação ambiental. O conceito que deve mover todos nós é a sustentabilidade ambiental. Sustentabilidade não é deixar a natureza intocada, mas sim a de nós explorarmos, utilizarmos os recursos garantindo a sustentabilidade.

ARTIGO

O papel da educação para o trânsito Enio Bacci Diretor-geral do Detran-RS

Sabemos que os maus condutores são minoria no Rio Grande do Sul. Cerca de 87% dos motoristas gaúchos não possui pontuação ativa por infrações de trânsito. Mesmo assim, o trânsito continua sendo um problema. Além do prejuízo incalculável em vidas perdidas, temos o impacto diário no nosso bem-estar, especialmente nas grandes cidades. Conquistamos, em nosso Estado, um patamar importante na contenção dos maus condutores. A fiscalização está cada vez mais eficiente e a aplicação das penalidades de suspensão e cassação leva para reciclagem cerca de 35 mil condutores ao mês. Essa contenção é fundamental para reeducar motoristas e reforçar valores necessários para o convívio civilizado no trânsito. Mas não é suficiente. O Detran-RS forma, através dos Centros de Formação de Condutores, 140 mil novos condutores a cada ano. Esses passam por 45 horas/aula de legislação de trânsito, noções de mecânica e

Jornal da Manhã GRÁFICA E EDITORAJORNALÍSTICA SENTINELA LTDA. CNPJ: 87.657.854/0001-23

Fundado em 1º de Maio de 1973

primeiros socorros, direção preventiva e o que considero o principal módulo: cidadania. Se os condutores gaúchos recebem lições sobre empatia, gentileza, respeito e paciência no trânsito, a maioria da população (55% dos não condutores) não é alcançada por esses conhecimentos. As pessoas atuam como pedestres, usuários do transporte púbico, ciclistas com base em seu referencial de valores, que pode ser mais ou menos individualista. Lições de cidadania são importantes para todos, não só para os motoristas. E esse é o papel da educação para o trânsito, que ensina valores essenciais para a formação do caráter de um bom cidadão. Cordialidade, respeito, solidariedade, empatia são características imprescindíveis para o trânsito, mas também para a vida em sociedade. Assim, investir em educação para o trânsito é apostar numa sociedade melhor, não só nos deslocamentos e nas relações fugazes que fazem a mobilidade urbana, mas em todos os aspectos da nossa vida.

Diretor: Edmundo H. Pochmann Editora: Jocelaine Simão redacao@jornaldamanhaijui.com

Rua Albino Brendler, 122 Centro - 98700-000 IJUÍ/RS Cx. Postal 518 - (55)3331-0300

Jornal da Manhã: (55) 3331-0300 atendimento@jornaldamanhaijui.com Rádio JM: (55) 3331-0301 radio@jornaldamanhaijui.com Representantes Comerciais: Grupo de Diários

www.clicjm.com

ARTIGO

Defender a Lava Jato é defender a esperança de um Brasil ético e moral Walter Lídio Nunes Vice-presidente da Associação Gaúcha das Empresas Florestais (Ageflor)

Na última eleição, a sociedade brasileira votou contra a corrupção endêmica e a favor da operação Lava-Jato, cujo sucesso significa uma ameaça a personagens de todos os poderes da União, muitos dos quais estão na fila de ações investigativas e processuais. No entanto, ficam evidentes as articulações em várias instâncias para conter este processo de reabilitação ética e moral do Brasil e das suas entidades públicas, evidenciadas por ações, manifestações e iniciativas, no mínimo, questionáveis. Alguns ministros do Supremo Tribunal Federal estão condenando os "excessos" da Lava-Jato. Há a tentativa de descaracterizar as decisões do então juiz Sergio Moro na condução de processos com a exposição ilegal de conversas privadas. Querem o fim da prisão imediata após julgamento em segunda instância. Criaram obstáculos ao uso de informações do antigo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) que, até então, foram extremamente úteis para evidenciar a economia da corrupção. Aprovouse a Lei de Abuso de Autoridade que freia o exercício das atribuições e atividades dos poderes coercitivos e favorece a delinquência. Agora, decisões de inúmeros julgamentos correm o risco de serem revistas, acarretando definitivo esvaziamento da Lava-Jato e do nível de confiança no Judiciário. Ao invalidar as punições que expressaram um avanço na defesa dos valores éticos e morais, fica difícil justificar que o crime não compensa no Brasil, ainda mais quando teremos exemplos representativos da corrupção brasileira (Lula e similares) na rua. O Judiciário e o Ministério Público são a última linha de defesa da sociedade. Será que o Judiciário cumpre este papel quando propaga uma leniência punitiva baseada em concessões crescentes para os que, comprovadamente, são corruptos emblemáticos já condenados? Ao agressor, asseguram-se direitos infinitos para procrastinar a sua condenação e a execução da pena, nessa nossa "justiça" tida como uma das mais caras e ineficientes do mundo. Queremos um Brasil que assegure eficiência e agilidade nas punições aos transgressores, sem jurisprudências tendenciosas que favoreçam os que desrespeitaram nossos valores. Sem uma mobilização nacional, o País continuará leniente com os corruptos. Defender a evolução dos resultados da Lava-Jato é defender a esperança de um Brasil comprometido com a ética e a moral para o exercício das atividades públicas e suas relações com o setor privado.

Artigos assinados são responsabilidade de seus autores. Para publicação, os artigos devem ser enviados com identificação do autor (nome completo, documento, endereço e fone) em fonte times, corpo 10, entrelinha 11, com até 30 linhas, para o e-mail redacao@jornaldamanhaijui.com

Impressão em Off-Set Rotativa Cia de Arte CNPJ 92.107.978/0001-75 Rua Albino Brendler, 146 - IJUÍ/RS (55) 3331-0318 | 3331-0320 (após às 18h)

ciadearte@jornaldamanhaijui.com

ASSINATURAS E CIRCULAÇÃO: (55) 3331-0315 | 3331-0317 3331-0321 Semestral: R$ 240,00 Anual: R$ 480,00 Correio: R$ 460,00 (semestral); R$ 900,00 (anual)


Jornal da Manhã

sexta-FeIRa, 4 de outubRo de 2019

ENSINO

Professores socializam projetos em seminário Teve início na noite de quartafeira, e sequência na manhã de ontem, o 3º Seminário de Práticas e Projetos Interdisciplinares da rede municipal de ensino. Participaram professores dos Anos Finais do Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e também do Ensino Médio integrado com a educação profissional. “O seminário tem a proposta de socializar práticas desenvolvidas nas escolas, em especial projetos interdisciplinares, que são desenvolvidos ao longo do ano”, explicou o coordenador pedagógico da Secretaria Municipal de Educação (Smed), Valdir Sandri. Com realização na AABB, o seminário contou com a participação de cinco escolas e com a apresentação de sete projetos. “O seminário, que também é realizado para a Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental, tem valor no sentido de oportunizar, nesse processo de formação continuada que temos mantido, relatos de experiências. Os professores, em meio a esta troca, podem socializar tudo aquilo que está acontecendo nos seus educandários, nas práticas pedagógicas", comenta o coor-

Seminário de Práticas e Projetos Interdisciplinares aconteceu na AABB

denador. Para além do relato, o seminário permitiu a realização de uma mostra de trabalhos. Na noite de quarta-feira, os participantes acompanharam uma palestra com a professora Micheli Cazarolli, que debateu o tema “Habilidades e competências: o desafio atual no planejamento docente”.

Estado precisa aumentar matrículas no Ensino Médio O Rio Grande do Sul terá de fazer o caminho inverso da queda anual do número de matrículas da rede estadual no Ensino Médio. O Estado precisará aumentar, em média, 28% ao ano o número do estudantes entre 15 a 17 anos matriculados nestas séries até 2024, a fim de atingir a meta do Plano Nacional de Educação (PNE), definido pela lei 13.005, de 2014. A legislação prevê que 85% dos jovens desta faixa etária estejam matriculados no Ensino Médio. Para chegar lá, seria preciso um aumento médio de 93 mil estudantes por ano em sala de aula. A constatação aparece em estudo inédito realizado pelas secretarias estaduais da Fazenda e do Planejamento com projeções de matrículas na rede estadual até 2030. Feito em 2018 por recomendação do Banco Internacional para a Reconstrução e

Desenvolvimento (Bird) após a cedência de empréstimo para reforma em escolas, em 2011, o relatório considerou previsões populacionais por faixa etária e o atingimento das metas do PNE. O trabalho tem como objetivo ajudar o Estado na decisão de quantas vagas disponibilizará em cada período letivo e quantos professores terá que nomear ou contratar por região. A principal revelação do estudo é a necessidade de aumentar consideravelmente as matrículas no Ensino Médio enquanto a queda do contingente no cenário do ensino básico, que engloba ensinos infantil, fundamental, médio, profissional e Educação de Jovens e Adultos (EJA), caminha na direção oposta. De 2013 para 2018, as matrículas totais da rede estadual decresceram de 1.050 milhão para 880 mil, queda de 16%.

“Estamos num processo de estruturação do nosso Referencial Curricular, a partir da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que está praticamente concluído, e a ideia, nas formações continuadas que realizamos, é oportunizar o debate das práticas pedagógicas, justamente para que este referencial possa, de fato, ir para prática", reforça Sandri.

7

Future-se foi construído sem debate, diz reitor O programa Future-se, lançado em julho pelo Ministério da Educação (MEC), não tem agradado a comunidade acadêmica. O projeto, de adesão voluntária, tem como objetivo fazer as universidades federais buscarem seus próprios recursos junto à iniciativa privada, deixando de depender tanto do poder público. “Na verdade, essa minuta de projeto de lei sequer chegou ao Congresso”, destacou ao Grupo JM o reitor da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Paulo Burmann. “Trata-se de uma proposta construída à revelia, sem qualquer discussão com as universidades. E o ponto central está na arrecadação de recursos, uma coisa que as instituições já fazem. Mas os recursos são destinados a uma conta única da União, em Brasília. Não retornam para as instituições”, destacou. Na avaliação do reitor, a proposta é inócua e ainda coloca um adicional, que é uma organização social, em nível nacional, fazendo a gestão dos recursos que as universidades arrecadam como receita própria. “Um processo esdrúxulo do ponto de vista da gestão de recursos humanos”, disse, destacando que ciência, tecnologia, inovação e formação de profissionais são competências das universidades e têm que ser geridos por elas. Contra a proposta e contra cortes na educação, estiveram paralisados técnicos-administrativos da UFSM nesta semana. Alguns estudantes

Paulo Burmann

também acabaram se mobilizando. “Tudo isso acaba afetando o funcionamento da universidade. Mesmo diante das dificuldades, acreditamos que manter a instituição funcionando a pleno vapor é a melhor forma de resistir a tudo que está acontecendo.” O descontingenciamento de parte do orçamento, anunciado pelo MEC nesta semana, permitirá à UFSM o pagamento de despesas e contas atrasadas, segundo o reitor. Hoje, a dívida da instituição é de cerca de R$ 13 milhões. Somente a conta de energia é de R$ 1 milhão ao mês. Se há atraso, a multa fica em torno de R$ 200 mil.

Comitiva visita o Colégio Tiradentes O Colégio Tiradentes da Brigada Militar de Ijuí recebeu, nesta semana, uma comitiva de policiais militares e coordenadores pedagógicos do estado do Ceará. Conforme explicou o diretor da escola, major João Volmei Guerra Spagnol, o objetivo do grupo foi conhecer o sistema de ensino estabelecido na unidade do Colégio de Ijuí. “À comitiva, fizemos uma apresentação do sistema de ensino, objetivos propostos e metodologias aplicadas no processo de ensinoaprendizagem. Também guiamos os visitantes pelas estruturas do Colégio Tiradentes, apresentando locais como a biblioteca, laboratórios e salas de aula, onde eles também mantiveram contato com alunos e professores”, destacou o major. A comitiva foi composta pelo diretor-geral de Ensino das Escolas da Polícia Militar do Ceará, subcomandante do Colégio de Fortaleza e a subdiretora do Colégio de Juazeiro do Norte, além dos coordenadores pedagógicos dessas escolas militares. Também esteve na escola o diretor de Ensino da Brigada Militar, coronel Vladimir

Fernando Dalla Costa Ribas. “Estamos levando para fora do nosso Estado o reconhecimento que os nossos alunos têm alcançado”, destacou o major Spagnol, lembrando que, entre as escolas militares do País, o Colégio Tiradentes de Ijuí está classificado em primeiro lugar no desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018. Entre as escolas públicas, o educandário aparece como a 8ª melhor do País. “Não temos dúvidas que estas autoridades vieram em

busca de algo que estamos fazendo aqui. Um exemplo que poderá ser empregado naquele estado. Nossos resultados acontecem em consequência de um trabalho que vem sendo desenvolvido nestes 10 anos de existência e que tem levado grande parte dos nossos alunos a colher a profissão que desejam no futuro.” Hoje, encerra-se o prazo para inscrição na seleção de novos alunos para o Colégio Tiradentes de Ijuí, como lembra Spagnol.

Estrutura e trabalho do Colégio Tiradentes foram conhecidos por comitiva


8

Jornal da Manhã

sexta-FeIRa, 4 de outubRo de 2019

APELO

Governo lança campanha do pacote anticrime de Moro O governo federal lançou ontem uma campanha publicitária de defesa do pacote anticrime do ministro Sergio Moro (Justiça) com pontos controversos e que já foram derrubados em uma análise preliminar no Congresso, como o excludente de ilicitude e a prisão em segunda instância. A campanha busca sensibilizar a população a apoiar regras mais rígidas para crimes, principalmente hediondos e cometidos por organizações criminosas. Durante o evento, realizado no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro fez um discurso em defesa do pacote e repetiu bandeiras antigas de proteção aos policiais. " Muitas vezes a gente vê que um policial militar, que é mais conhecido, né, ser alçado para uma função e vem a imprensa dizer que ele tem 20 autos de resistência. Tinha que ter 50! É sinal que ele trabalha, que ele faz sua parte e que ele não morreu. Ou queria que nós providenciássemos empregos para a viúva?", afirmou. Durante o lançamento, o mi-

Bolsonaro e Moro durante lançamento da campanha que defende pacote

nistro defendeu outros itens já derrubados, como o excludente de ilicitude que poderia livrar da prisão agentes que cometessem excessos "sob escusável medo, surpresa ou violenta emoção". Apesar de excluídos do documento final que será apresentado pelo grupo, os pontos ainda podem voltar na votação no plenário. Depois disso, vai ao Senado. Se houver

mudanças, volta para a Câmara para uma votação final. A seguir, vai a sanção ou veto presidencial. Ontem, Moro disse confiar nessa possibilidade para resgatar os trechos derrotados. O ministro defendeu ainda seu texto sobre excludente de ilicitude, criticado por especialistas por supostamente dar margem a excessos policiais.

Governo e Alcolumbre mantêm acordo Em reunião, os ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e Paulo Guedes (Economia) disseram ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEMAP), que o governo defende a manutenção do acordo fechado para divisão dos recursos do leilão do excedente de petróleo da cessão onerosa. O acordo prevê a transferência de 30% dos recursos para estados e municípios em partes iguais. Caso o acordo não seja mantido, uma ala do Senado defende não votar o segundo turno da Previdência Social até uma solução que não prejudique os estados. O governo espera superar essa disputa no início da próxima semana, para tentar manter a votação da

reforma na primeira quinzena de outubro. O acordo fechado na votação do Senado prevê a seguinte distribuição dos R$ 106 bilhões que devem ser arrecadados com o leilão. Cerca de R$ 36 bilhões devem ser usados para indenizar a Petrobras, que pesquisou a área que, agora, está sendo devolvida à União para ser leiloada. Os R$ 70 bilhões restantes teriam o seguinte destino: 67% para União, 3% para Estados produtores e 30% para Estados e municípios. Como o projeto foi alterado no Senado, ele volta para nova votação na Câmara. Nesta fase, deputados estão querendo mudar novamente a distribuição do dinheiro.

Aras participa da primeira sessão no STF

Augusto Aras

O procurador-geral da República, Augusto Aras, participou ontem, pela primeira vez, de sessão do Supremo Tribunal Federal (STF) como representante do Ministério Público Federal (MPF). No discurso de boas-vindas, Aras disse que o Ministério Público é o guardião das leis e não serve a governos, pessoas ou grupos ideológicos. "Cumpre-me dizer que este procurador-geral da República tem compromisso com a defesa da ordem jurídica do regime democrático, dos interesses sociais e individuais indisponíveis", afirmou Aras.

O novo PGR foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro, que quebrou a tradição e não escolheu um dos nomes da lista tríplice feita pelos procuradores. Bolsonaro já havia afirmado que não queria um procurador “xiita” em questões ambientais e de gênero, e que o indicado precisaria estar “alinhado” com as ideias do governo. O presidente do STF, ministro Dias Toffoli, fez um discurso destacando a importância do MP no combate à corrupção e no fortalecimento da democracia e afirmou que as instituições devem ser autônomas.

Câmara dos Deputados aprova projeto que facilita divórcio de vítima de violência O plenário da Câmara dos Deputados aprovou ontem a proposta que altera a Lei Maria da Penha para facilitar o processo de separação das vítimas de violência doméstica. Segundo o texto, o juiz responsável pela ação de violência doméstica também poderá decretar o divórcio ou a dissolução da união estável a pedido da vítima. A matéria agora segue para sanção presidencial. A proposta também garante às vítimas de violência o direito à assistência jurídica. Caso a situação de violência doméstica comece após o pedido de divórcio ou dissolução da união estável, a ação terá preferência no juízo onde estiver em tramitação. O texto altera o Código de Processo Civil para dar prioridade à tramitação das ações em que a parte seja vítima de violência doméstica em toda a justiça cível. A mudança foi incluída no Código de Processo Civil e vale para as ações de separação e para pedidos de reparação. O texto aprovado também determina que o juiz e a autoridade policial deverão informar a vítima sobre eventual ajuizamento de pedidos de separação. E, se for o caso, o juiz tem 48 horas para encaminhá-la às defensorias públicas para que solicite a separação.

Uso de detectores em tribunais será ampliado

Ministra lança programa Salve uma Mulher

O ministro Luís Roberto Barroso do STF decidiu levar ao plenário da corte a ação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) que pede a ampliação do uso dos detectores de metais em tribunais de todo o país para magistrados e integrantes do Ministério Público. Ainda não há data definida para julgamento.

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) lançou ontem o projeto Salve Uma Mulher, que consistirá em treinar servidores e empregados públicos para dar suporte a mulheres vítimas de violência. Na primeira etapa do projeto, 476 mil pessoas receberão treinamento.

STF adia julgamento sobre anulação da Lava Jato O Supremo Tribunal Federal adiou o julgamento originalmente previsto para ontem sobre a extensão dos efeitos da decisão tomada pela Corte de que réus alvos de delação premiada devem ter direito a apresentar alegações finais posteriormente a réus delatores, informou o STF. A decisão do presidente do Supremo, Dias Toffoli, se deve ao fato de que ministros da Corte vão viajar e o quórum não estaria completo na sessão.

382

é o número de registros de novos agrotóxicos desde o início do ano. O Ministério da Agricultura aprovou ontem o registro de 6 novos agrotóxicos, 41 genéricos - cujo princípio ativo já existia no mercado e teve a patente expirada - e 10 defensivos biológicos e orgânicos.

TST determina reajuste de 3% para os Correios

Pets podem ficar com tutores em hospitais

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu ontem que os Correios devem dar um reajuste salarial de 3% para os trabalhadores. Durante o julgamento do dissídio da categoria, o TST decidiu também pela exclusão de pais e mães do plano de saúde da empresa. A permanência de pais e mães no plano de saúde era a principal divergência entre empresa e trabalhadores.

Um projeto de lei que foi aprovado na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul autoriza a permanência dos pets em hospitais. De autoria do deputado estadual Dirceu Franciscon (PTB), o PL 10/2019 permite a presença dos animais em hospitais privados, públicos, contratados, conveniados ou cadastrados no Sistema Único de Saúde (SUS).


Jornal da Manhã

sexta-FeIRa, 4 de outubRo de 2019

9

LEGISLAÇÃO

Projeto proíbe agressor de idosos de assumir cargo público

O vereador César Busnello (PSB) é autor do projeto de lei que quer impedir que condenados por violência contra idosos, crianças ou pessoas com deficiência sejam nomeados a cargos em comissão, tanto na Prefeitura quanto na própria Câmara. Um exemplo é a Câmara Legislativa do Distrito Federal, que em julho promulgou uma lei prevendo a mesma vedação. Em março, o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) aprovou súmulas que impedem bacharéis em Direito enquadrados nessas situações de obter inscrição como advogados. No mesmo mês, o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), sancionou norma que impede condenados pela Lei Maria da Penha de ocuparem cargos

estaduais de livre nomeação. Conforme Busnello, as estatísticas referentes a esses crimes são preocupantes. “A realidade no Brasil mostra que uma parcela significativa de crianças e adolescentes, idosos e pessoas com deficiência têm seu cotidiano atingido por variadas formas de violência, sendo assim, mostra-se adequada a criação de instrumentos que possam coibir ou reafirmar o repúdio a tais práticas”, justifica o edil. O vereador explica, ainda, que o projeto vai em favor de grupos mais vulneráveis. Na sua visão, a proibição de que pessoas condenadas assumam cargos públicos pode funcionar como uma ferramenta para coibir a ocorrência desse tipo de crime. “Servidores públicos servem à

população e devem ser exemplo de conduta”, alega. Conforme o diretor do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), Luciano Caparroz, medidas como a prevista no projeto contribuem para a moralização do serviço público. “Quando você inclui pessoas no mundo público, é preciso que sejam pessoas que respeitem a lei. É necessário haver um critério rigoroso, porque o grande problema é exatamente a impunidade”, afirmou. De acordo com Caparroz, a exemplo do que aconteceu com a Lei da Ficha Limpa federal, da qual o MCCE foi responsável pela elaboração, é possível que uma proibição como essa possa inspirar não só outras localidades mas também outras esferas da

Grupo quer atrair novos investimentos Recém-formado, o Hub Transforma RS, formado por várias entidades mantidas e geridas pela iniciativa privada, cumpriu um de seus primeiros objetivos: assinou protocolo com o governo do Estado para desenvolver um modelo de competitividade e de atração de investimentos do Rio Grande do Sul. O setor público estadual é representado no acordo pela Secretaria de Governança e Gestão Estratégica. O protocolo de intenções foi assinado nesta semana por Humberto Busnello, presidente do

conselho da Polo RS – uma das entidades representadas no grupo – e o secretário de Governança e Gestão Estratégica, Claudio Gastal. Também integram o Hub Transforma RS a Agenda 2020 e o PGQP, Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade. São três entidades empresariais que marcaram o debate sobre políticas públicas e desenvolvimento do Estado nas últimas décadas. O objetivo da iniciativa é trabalhar para desenvolver políticas de desenvolvimento e competitividade, gestão de ativos, atração

de investimento estrangeiro direto e fortalecimento das cadeias produtivas do Estado. As metas se dividem em três grandes áreas de atuação: dia a dia, ou seja, projetos estruturantes e projetos de futuro. Na justificativa, o autor cita a Lei Federal que flexibiliza a posse de armas no campo, sancionada em setembro pelo presidente Jair Bolsonaro. “A proposição facilita a compra de armamento dos produtores rurais, auxiliando na proteção de seu patrimônio e na segurança de sua família."

Deputado revisará mais de 10 mil leis Partiu do deputado estadual Giuseppe Riesgo (Novo) a ideia de buscar, na Assembleia Legislativa, maneiras para reduzir entraves burocráticos que atrapalham o desenvolvimento do Rio Grande do Sul. O parlamentar coordenará a chamada Comissão da Revisão Legal, que será lançada na próxima segunda-feira. A iniciativa tem a missão de analisar toda a legislação estadual e propor a modernização de normas que representam esses entraves. A comissão será formada por 12 parlamentares e terá prazo de 120 dias para elaborar um relatório técnico. Atualmente, o Estado possui cerca de 10,8 mil leis ordinárias. Para Riesgo, o excesso de regras desestimula o empre-

Giuseppe Riesgo

endedorismo e afugenta novos investidores. "Temos um governo com pro-

blemas financeiros e empresas na mesma situação, e não há perspectiva de crescimento nos próximos anos. Estamos perdendo competitividade para Santa Catarina e Paraná. Precisamos remover os entraves para fazer com que seja mais fácil de empreender aqui. A solução é simplificar o arcabouço burocrático que existe no nosso estado", esclareceu. Desde maio, uma equipe analisa o conjunto de leis para identificar as normas defasadas. A comissão também irá se propor a compilar uma série de matérias que versam sobre o mesmo assunto em uma única legislação, como a criação do calendário oficial do Estado para reunir todas as leis que estabelecem datas comemorativas.

sociedade. “Há casos de clubes e condomínios que incorporaram as regras da Lei da Ficha Limpa em seus regulamentos. Então, isso gera um ciclo bom. O mesmo pode acontecer com essa lei”, observou. Um em cada seis idosos é vítima de algum tipo de violência no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde. 10,3% das vítimas de estupro no Brasil, em 2016, tinham alguma deficiência, segundo o Atlas da Violência. 50,9% das vítimas de estupro no Brasil, em 2015, eram menores de 13 anos, conforme Atlas da Violência.

César Busnello

A proibição de que pessoas condenadas assumam cargos públicos pode funcionar como uma ferramenta para coibir a ocorrência desse tipo de crime."

Zucco quer fim de imposto em compra de arma Foi protocolado nesta semana, na Assembleia Legislativa, um projeto de lei que, se aprovado, isentará de cobrança de ICMS a compra de armas de fogo e munições no Rio Grande do Sul. O autor é o deputado Luciano Zucco (PSL). Pelo texto, seriam beneficiadas as pessoas residentes em áreas rurais, além de colecionadores, atiradores e caçadores. Na justificativa, o autor cita a Lei Federal que flexibiliza a posse de armas no campo, sancionada em setembro pelo presidente Jair Bolsonaro. “A proposição facilita a compra de armamento dos produtores rurais, auxiliando na proteção de seu patrimônio e na segurança de sua família, em áreas que, muitas vezes, são distantes da proteção do poder público”, escreveu. O deputado também diz que a isenção contribuiria para a “profissionalização do tiro esportivo” no Rio Grande do Sul. Zucco justifica que armas, munições e demais Luciano Zucco insumos “estão entre os produtos com maior carga tributária”, o que, segundo ele, prejudica a prática esportiva. O projeto precisa passar pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e pelas comissões temáticas da Assembleia e, por isso, ainda não tem data para ser votado. Atualmente, são isentos de ICMS na aquisição de armas e munições apenas profissionais de carreiras dos órgãos de segurança pública e de guardas municipais. Uma das justificativas de Zucco para isentar de impostos a compra de armas e munições é estimular a profissionalização do tiro esportivo, beneficiando uma parcela ínfima da população que tem dinheiro para sustentar esse hobby. O projeto tem cheiro de inconstitucional, porque não cabe a um deputado propor projetos que impliquem redução de receita, mas deve ser aplaudido pela indústria de armas e munições, que financiou a bancada da bala.


10

Jornal da Manhã

sexta-FeIRa, 4 de outubRo de 2019

ESTADO

'Governo trabalha para reduzir custos', diz Leite O governador Eduardo Leite afirmou ontem a lideranças que o governo trabalha para reduzir custos logísticos, tributários e a burocracia, com intenção de incentivar e atrair investimentos ao Estado. A afirmação ocorreu durante a 28ª Feira de Inovação Industrial (Mercopar), em Caxias do Sul. A feira é um dos maiores eventos de inovação e de negócios da América Latina e, neste ano, conta com parceria estratégica entre o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SebraeRS) e a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs). “Fiquei muito impressionado com a Mercopar e feliz com os resultados que já se apresentam, com aumento de mais de 60% no número de expositores e negócios de porte acontecendo. Esse é o Rio Grande do Sul que dá certo, o RS dos empreendedores, da capacidade de inovação da nossa gente. Isso que queremos cada vez mais. Que essa capacidade de trabalho encontre cada vez mais espaço e ambiente favorável aos negócios”, comentou Leite após a visita. Para o governador, o desenvolvimento de um município, de um

Governador Eduardo Leite esteve ontem com lideranças da Mercopar

Estado ou de um país, nos dias de hoje, está diretamente conectado à inovação. “A economia passa por intensas mudanças, e a grande fonte de riquezas, hoje, está na tecnologia e na inovação, derivadas diretamente do talento e do capital humano. O governo vem procurando justamente conectar esses atores em prol do desenvolvimento do Estado”, explica. A feira deste ano contou com 315 expositores, 63,2% a mais com relação ao ano passado.

Empresas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e da Alemanha, focadas nos setores metalmecânico, eletroeletrônico, automação industrial, movimentação e armazenagem de materiais, serviços industriais, borracha, energia e meio ambiente, plásticos, tecnologia da informação (TI) e startups estiveram presentes. Em programação paralela, a feira teve, entre os destaques, a Encadear Summit'2019, o Salão de Inovação, o Salão de Negócios e a Jornada 4.0.

Governo Federal libera bolsas de pesquisa O governo Jair Bolsonaro (PSL) anunciou ontem a liberação de 679 bolsas de pesquisas financiadas pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) que haviam sido congeladas. Com esse anúncio, o corte atinge agora 7.590 benefícios, equivalente a 8% do que havia no início do ano. Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a liberação dessas bolsas foi possível por causa do descontingenciamento recente de R$ 270 milhões do orçamento da Capes. O órgão ainda enfrenta um congelamento de R$ 549 milhões no orçamento

deste ano. As bolsas estavam vinculadas a programas de pós-graduação. Após a conclusão de determinados estudos, não eram liberadas para que fossem repassadas a novos pesquisadores. As universidades terão as bolsas à disposição a partir da próxima segunda-feira. A Capes é vinculada ao MEC, que promoveu desde março um corte de bolsas de pesquisas. Os cortes chegaram a atingir 11.811 benefícios, o equivalente a 12% das 92.253 bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado financiadas pela Capes no início do ano.

Parte dos cortes foi revisto, porém. Em setembro, o MEC reverteu o cancelamento de 3.182 bolsas com notas 5 ou acima na avaliação. Ontem, a retomada dessas 679 bolsas com notas 4 foi anunciada. Nenhuma bolsa vinculada a pesquisas vigentes foi atingida até agora, e o governo promete que isso não vai ocorrer. "Identificamos programas nota 4 que tiveram evolução e são fortes candidatos para se tornar nota 5. Essas bolsas estão sendo abertas em função de tudo isso", disse o presidente da Capes, Anderson Ribeiro Correia.

Decreto facilita venda de produtos de origem animal Decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro nesta semana amplia a possibilidade de novos mercados para produtos de origem animal, como queijos e embutidos, inspecionados por consórcios públicos. A nova norma, que entrará em vigor em 3 de fevereiro de 2020, permite a comercialização desses itens em qualquer um dos municípios que fazem parte da associação. Consórcios públicos são parcerias entre entes da federação, União, Estados, municípios, na prestação de serviços. Por exemplo, municípios com pouca capacidade financeira se associam para tocar determinado trabalho, diminuindo custos. Na prática, um produtor que tem selo do serviço de inspeção municipal concedido por um consórcio poderá vender seus itens para as demais cidades que fazem parte dessa parceria. A legislação atual prevê que esses produtos podem ser vendidos apenas no município de origem. Presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag-RS), Carlos Joel da Silva, entende que medida traz benefícios para as agroindústrias que tentam expandir seus negócios para outros consumidores. "É uma questão importante que ajuda os municípios com maiores dificuldades. Isso também vai ajudar as agroindústrias na ponta

a se desenvolver e buscar mercados. O decreto também prevê que "caso o consórcio de municípios não adira ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi-POA) no prazo de três anos, os serviços de inspeção dos Municípios consorciados terão validade apenas para o comércio realizado dentro de cada Município". Silva entende que essa equivalência permitirá a entrada de produtos de agroindústrias em outros Estados, pois também abre espaço para adesão ao selo Arte. Regulamentado em julho deste ano, o selo arte permite o comércio em todo o país desde que o item passe por algum tipo de inspeção, seja municipal, estadual ou federal.

Carlos Joel da SIlva

Proposta estimula famílias a terem mais filhos Na contramão do senso comum, que defende o controle da natalidade, o deputado Mateus Wesp (PSDB) quer estimular as famílias a terem mais filhos no Rio Grande do Sul. O parlamentar propôs a criação de um selo para empresas e órgãos públicos que adotarem medidas como a concessão de licenças maternidade e paternidade mais longas, jornada de trabalho flexível para pais de crianças de até seis anos e oferta de creche própria ou vale-creche aos funcionários.

Além do reconhecimento, o tucano quer fomentar o debate sobre o envelhecimento da população e os efeitos da mudança na curva demográfica na economia, na Previdência e na saúde. Conforme Wesp, estudos apontam que, em 2030, a parcela de gaúchos com mais de 65 anos será superior à de jovens com até 14 anos. "São tendências demográficas observadas em todo o Brasil, mas que se manifestam com especial intensidade aqui no nosso Estado", afirma.

TCE-RS homenageia os 30 anos da Constituição Estadual

Senado autoriza realização de concurso público

IPE PREV alerta para o recadastramento das filhas solteiras

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) realizou nesta semana a 37ª Sessão Plenária Especial em homenagem aos 30 anos da Constituição Estadual. Na abertura da sessão, o presidente do TCE-RS, conselheiro Iradir Pietroski, falou sobre a narrativa histórica contida em um documento como a Constituição, e sobre as mudanças enfrentadas pela sociedade ao longo dos trinta anos de sua vigência.

Foi divulgada ontem, no Diário Oficial da União, a autorização para a realização do concurso público para preenchimento de cargos e formação de cadastro reserva no Senado Federal. De acordo com o documento, há 40 vagas abertas para cargos efetivos. Há oportunidades para nível médio e superior. Não há data prevista para a publicação do edital.

O IPE Prev alerta que no dia 7 de outubro termina o prazo para recadastramento das pensionistas filhas solteiras. Para confirmar se o recadastramento foi realizado com sucesso, é necessário acessar a 2ª via do comprovante no site do IPE Prev. Após a conclusão do recadastramento no site, não há necessidade de comparecer ao IPE ou enviar o comprovante. O recadastramento é totalmente online.


Jornal da Manhã

sexta-FeIRa, 4 de outubRo de 2019

EXPO-IJUÍ

Fiscalização de menores será mais rigorosa A Vara da Infância e Juventude de Ijuí divulgou a Portaria nº 001/2019, que regulamenta ingresso e permanência de crianças e adolescentes no Parque de Exposições Wanderley Burmann, durante a Expo-Ijuí/ Fenadi. A feira acontece de 11 a 20 de outubro. O documento determina que crianças e jovens poderão permanecer no interior do Parque de Exposições até a 1h; que as casas étnicas e todo local onde houver venda de bebida alcoólica deverão fixar cartazes informando sobre a proibição da venda ou fornecimento de bebida alcoólica para crianças e adolescentes, sendo que em caso de dúvida quanto à idade deverão exigir o respectivo documento de identificação. Ainda, deverão as casas étnicas divulgar, por meio de seu sistema de som, a 0h30, 0h40, 0h50 e 1 h, os termos da portaria no que tange ao horário limite de permanência de menores de idade no arque, mesmo na companhia de seus responsáveis. Quanto ao ingresso e permanência na arena de shows, está vedado o ingresso de crianças menores de 5 anos, independentemente de estarèm acompanhadas por

pais ou responsável. Já os menores entre 5 e 15 anos somente poderão ingressar acompanhados do titular do poder familiar ou responsável maior, com autorização escrita e firma reconhecida em cartório pelo titular do poder familiar, e portando os devidos documentos de identificação pessoal. A promotora de Justiça da Vara da Infância e Juventude de Ijuí, Marlise Cordenonsi Bortoluzzi, em entrevista ao Grupo JM, afirmou que não serão abertas exceções. "É importante que se faça essa autorização dos 5 aos 16 anos, e cuidar para ser feito o reconhecimento de firma. É extremamente importante, chegam as autorizações sem o reconhecimento de firma, nós não abriremos exceção, pois achamos que isso gera injustiça e cumpriremos a portaria como ela é expedida". O documento determina ainda que as crianças e adolescentes fiquem em uma área específica para menores, onde não haverá venda de bebida alcoólica; já os com idade entre 16 e 17 anos ingressarão independentemente de estarem acompanhados dos pais ou responsável legal, devendo

Promotora da Vara da Infância e Juventude, Marlise Cordenonsi Bortoluzzi

ser apresentado documento de identidade. A portaria informa, ainda, que a permanência de menores de idade na arena de shows é autorizada até o término do espetáculo (não podendo se estender a qualquer programação no referido local após o término), devendo a saída destes se dar por local externo, ficando vedado o retorno dos menores ao Parque de Exposições. "Todos os menores que tiverem neste espaço específico da arena, terminado o show, vai ser feita uma saída específica para fora do Parque de Exposições e não poderão retornar", disse a promotora. O Ministério Público, o Conselho Tutelar, a segurança particular do Parque e a Brigada Militar farão uma fiscalização rigorosa do que determina a portaria, visando coibir o crime de falsificação de documento. "É importante frisar, pois tivemos muitos casos nos últimos anos de identidades falsas. Seremos muito rigorosos neste ano em relação às falsificações. Adolescentes têm confeccionado carteiras de identidade falsas para ingressar nos shows como maiores de idade ou para ingressar como 16 e 17 anos. Isso não será admitido , pois iremos fazer uma fiscalização rigorosa". A promotora explica que o adolescente que estiver portando ou fizer uso do documento falso, além de não poder entrar nos shows, será encaminhado para registro policial e responderá por ato infracional . Ela salienta, ainda, que a falsificação de documentos entre adolescentes têm aumentado em todas as classes sociais, mas principalmente nas classes mais "abastadas". "Adolescentes de classes sociais mais altas estão sendo flagrados portando identidade falsa para ingressar em ambientes que não são permitidos". Em caso de descumprimento da portaria, será aplicada multa administrativa nos termos do Artigo 249 do Estatuto da Criança e do Adolescente.

11

Veículo pega fogo em estacionamento de mercado Um incêndio em um automóvel, no estacionamento de um supermercado, chamou atenção de clientes e pedestres que passaram pelo local na manhã de ontem, em Ijuí. Segundo informações, um Fiat 147 pegou fogo logo após entrar no estacionamento do supermercado. "Quando entrei na entrada do mercado, o carro apagou e já deu o estouro e saltou fogo", disse o proprietário do veículo,

Sinibaldo Pavolski, que possuía o automóvel há nove anos. O Corpo de Bombeiros foi acionado e controlou o fogo, que não chegou atingir outros veículos que estavam no local. Ninguém ficou ferido. O carro teve danos materiais. De acordo com o proprietário, o veículo estava com as revisões em dia e não tinha nenhum problema. "Estou triste, porque é um carro velho, mas eu dependo dele", disse Sinibaldo.

Corpo de Bombeiros atendeu ocorrência de incêndio em estacionamento

Assaltantes arrombam cofres de banco Uma agência bancária do Bradesco foi alvo de bandidos na madrugada de ontem, em Santa Maria. O banco fica na Avenida Rio Branco, no centro da cidade. Conforme a Brigada Militar, o alarme da agência foi acionado por volta das 4h30. Os policiais contataram o gerente do banco, mas ele disse que não seria possível entrar no local. Isso porque o banco tem um sistema de travas que só se libera às 6h. Por volta das 7h, quando os primeiros profissionais chegavam para trabalhar, perceberam dois cofres arrombados. Os bandidos entraram por uma janela, nos fundos do prédio, seguiram até o terceiro andar e acessaram os cofres.

Não foi confirmada a quantia de dinheiro levada pelos criminosos. Conforme a BM, os cofres não contam com um sistema de segurança, presente nos caixas eletrônicos, que tinge as notas com tinta colorida após o arrombamento, inutilizando-as. O delegado Sandro Meinerz, responsável pela investigação, afirma que imagens do circuito interno mostram que foram dois bandidos que entraram no local, e que eles ficaram um tempo considerável dentro do estabelecimento. Eles estavam encapuzados e, por isso, não foram identificados. Até o momento, ninguém foi preso. Em nota, o Banco Bradesco afirma que o banco avalia os danos, para retomar o atendimento o mais breve possível.

Plantão

MORTE

ACIDENTE

TOMBAMENTO

AQUAPLANAGEM

TRANSFERÊNCIA

O corpo de um idoso de 71 anos foi encontrado no início da manhã de ontem pendurado nas grades de um Clube, em Ibirubá. Conforme a Polícia Civil, Oldemar Alberto Baldus, natural de Quinze de Novembro, foi encontrado por populares. Na noite anterior, havia ocorrido uma festa no clube. A Polícia investiga o caso.

Um acidente de trânsito entre duas motocicletas resultou na morte de Adilson Zuculloto, de 47 anos e deixou outro homem gravemente ferido no início da tarde de ontem em Tenente Portela. O fato aconteceu no km 8, trecho da rodovia entre Tenente Portela e Três Passos (RSC-472).

Um micro-onibus que realiza transporte escolar em Entre-Ijuís, acabou tombando em uma estrada de chão na localidade de Carajazinho, interior do municipio. A ocorrência foi registrada ontem, e de acordo com as informações, o tombamento ocorreu em virtude da pista estar ecorregadia por causa da chuva.

Uma caminhonete VW Amarok aquaplanou na BR -285, em Santo Antônio das Missões. O veículo que retornava de Palmeira das Missões, ao aquaplanar, atravessou a pista, sendo que uma GM Blazer emplacada em Catuípe, que trafegava no sentido contrário, acabou colidindo na lateral da Amarok.Ninguém ficou ferido.

A Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) efetuou a transferência de nove apenados do Presídio Estadual de Carazinho (Pecar), após a fuga de seis indivíduos por volta do meio-dia de quarta-feira. De acordo com a Susepe, os detentos transferidos são os demais integrantes da cela 5 da galeria.


12

Jornal da Manhã

sexta-FeIRa, 4 de outubRo de 2019

Esportes

TRICOLOR

O zagueiro Geromel realizou ontem o seu primeiro treinamento com bola no grupo depois da lesão muscular que ele teve no dia 8 de setembro na partida contra o Cruzeiro. Desta maneira se aproxima o retorno do jogador ao time do Grêmio.

COLORADO O Internacional terá novidades importantes contra o Cruzeiro amanhã às 21h em Belo Horizonte, especialmente nas laterais. Heitor é o novo titular da lateral-direita no lugar de Bruno e o lateral Zeca está desbancando Uendel, no lado esquerdo e voltando a jogar na posição de origem.

São Luiz busca novos sócios O São Luiz realizou ontem à noite no auditório da Associação Comercial e Industrial de Ijuí(ACI) o lançamento da nova campanha de sócios para a temporada 2020. Vai disputar o Gauchão a partir de 22 de janeiro e a Série D do Campeonato Brasileiro, com início em 3 de maio. A Copa do Brasil é uma outra possibilidade. O presidente Pedro Pittol confirmou que os valores sofreram reajuste. A geral passou de R$ 25,00 para R$ 30,00; o pavilhão social, de R$ 40,00 para R$ 48,00 e as cadeiras, de R$ 60,00 para R$ 72,00. A campanha quer atingir mais mil sócios. Hoje são 826 adimplentes. Conforme o diretor de marketing Anderson Robson o slogam da campanha é Juntos Seremos Mais. O objetivo é atrair novos sócios torcedores para o clube; fazer com que os antigos sócios permaneçam no quadro e aproximar o Rubro do público feminino e das famílias. A campanha é digital. Anderson confirmou que o clube vai trabalhar com influenciadoras digitais que vão buscar o público alvo, o feminino. O presidente Pedro Pittol confirmou que o São Luiz vai promover dias 18,20 e 22 de

LESÕES Diretor de Marketing Anderson Robson no lançamento da nova campanha de sócios

dezembro um torneio quadrangular semelhante ao ano passado. Os clubes já estão sendo contatados. Em 8 de dezem-

bro o Estádio 19 de Outubro receberá a decisão do Campeonato Gaúcho de Futebol Feminino.

Estaduais vão começar em 22 de janeiro A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou ontem o calendário de 2020. A principal mudança é a decisão de paralisar o Campeonato Brasileiro nas datas Fifa. No entanto, a competição seguirá durante a realização da Copa América, que será disputada na Argentina e na Colômbia, e dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Serão nove rodadas do Campeonato Brasileiro disputadas durante a realização da Copa América. Nos Jogos Olímpicos, ainda dependendo da classificação da Seleção Brasileira, serão duas rodadas do Brasileirão, os jogos das oitavas de final da Libertadores e da Sul-Americana, além do jogo de volta das quartas de final e jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil.

Outra mudança é com relação aos Estaduais, que serão mais curtos. De 2017 a 2019 foram utilizadas 18 datas. Para 2020, estão previstas no máximo 16. Os Estaduais deverão ser disputados de 22 de janeiro a 26 de abril. A temporada no país irá de 22 de janeiro a 6 de dezembro, incluindo as competições continentais. Os calendários feminino e das competições de base serão divulgados até o fim do mês. A Série D do Brasileiro será disputada de 3 de maio a 22 de novembro. A competição terá mais datas em relação as outras temporadas aumentando o número de jogos. Serão na primeira fase sete partidas em casa e sete fora.Na fase de grupos, oito chaves de oito times.

Conhecido o campeão do futsal livre do Sesi

A equipe Camera/Imasa venceu por 5 a 3 a Dubai Alimentos e conquistou na última sexta-feira no Ginásio Wilson Mânica em Ijuí o título do futsal livre dos Jogos do Serviço Social da Indústria(Sesi). Na preliminar, a Hidroenergia derrotou por 7 a 3 a equipe 3 Tentos. conquistando o

terceiro lugar. A classificação final ficou assim: campeã, Camera/Imasa; vice, Dubai Alimentos; e terceiro, Hidroenergia. Artilheiro, João Paulo Bruski da Camera /Imasa com 10 gols marcados e goleiro menos vazado, Moacir de Lima da 3 Tentos. Ele sofreu 10 gols.

O Flamengo confirmou ontem que Arrascaeta(foto) e Filipe Luís se lesionaram na partida da última quarta-feira, contra o Grêmio, pelo jogo de ida das semifinais da Copa Libertadores.O caso do uruguaio é mais grave. O meia sofreu uma lesão no ligamento colateral medial e no menisco medial do joelho esquerdo e será submetido à cirurgia nos próximos dias. Arrascaeta passará por artroscopia e o clube não divulgou prazo de retorno.Já o lateral brasileiro lesionou o ligamento colateral lateral do joelho esquerdo e passará por um tratamento mais conservador, com fisioterapia e sem intervenção cirúrgica. O Flamengo também não divulgou prazo de retorno.Após o empate por 1 a 1 com o Grêmio em Porto Alegre, os atletas foram reavaliados ontem pela manhã, e após a realização de ressonância magnética, foram constatadas as lesões. O Flamengo permanece em Porto Alegre e amanhã viaja para Chapecó. Domingo às 11h a equipe enfrenta a Chapecoense, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

BOCHA I

Moacir de Lima, o goleiro menos vazado

O 8º Campeonato Municipal de Bocha do Interior de Ijuí tem a disputa da 10ª rodada hoje a partir das 20h: no Arroio das Antas, Avante x Juventude do Rincão dos Goi; na Linha 4 Mário, Cancha do Mário x Barreiro; na Toca da Raposa, Toca da Raposa x Ijuí da Linha 8; nos Austríacos,12 de Outubro x 25 de Julho; na Linha 6 Norte, Amigos do 25 de Julho x Amigos da Bocha da Linha 5; e em Santana, Amigos do Santana x Amigos do Timbó.

BOCHA II

Camera/Imasa conquistou o título do futsal livre dos Jogos do Serviço Social da Indústria

João Paulo Bruski, o artilheiro da competição

Aquinta rodada do Campeonato de Bocha Uabi/CBI será disputada hoje a partir das 19h30: cancha do Chico, Bairro Thomé de Souza x Bairro Tancredo Neves; cancha do Jardim, Jardim B x Alvorada; cancha do Boa Vista, Boa Vista x Sol Nascente; cancha do Assis Brasil, Assis Brasil x Glória; cancha do Progresso, Bairro Progresso x Bairro Mundstock A; cancha do Modelo, Modelo x Jardim A; cancha do João, Bairro Mundstock x Bairro Burtet; e cancha do Carlinhos, Getúlio Vargas x São José.


Jornal da Manhã

SEXTA-FEIRA, 4 DE OUTUBRO DE 2019

Nosso Broto em caNoas

A

Isabela com os pais Eduardo e Tanara e a mana Manoela, que a acompanharam no concurso em Canoas, e vibraram com sua conquista

Ao lado do amigo e ex-Modelo da Capa da Stampa Eduardo Macuglia, que ministrou uma aula de ginástica às candidatas

atual Broto Ijuí e Modelo da Capa da Stampa foi a Canoas, no fim de semana, onde voltou com o título de Broto Social Rio Grande do Sul, no concurso que teve 29 candidatas de todo o Estado. Ela foi acompanhada dos pais Eduardo e Tanara Reimann e da irmã Manoela Reimann, que vibraram com sua conquista e foram seus maiores incentivadores. O personal trainer e ex-Modelo da Capa da Stampa, o ijuiense Eduardo Macuglia, também teve uma participação especial no concurso. Ele proporcionou às candidatas uma aula de ginástica, que fez parte da programação do concurso.

13

CELEBRIDADES

No próximo dia 26, às 20h, a Sociedade Ginástica Ijuí promove uma edição do evento Personalidades Sogi, em seu Salão Nobre. A noite apresentará breves histórias de 10 associados homenageados. O jantar será preparado pelo Confraria Restaurante e o baile terá a animação da Banda Hawai.

EXPO-IJUÍ

As 12 casas étnicas e a Associação Tradicionalista Querência Gaúcha estão nos preparativos para mais uma Expo-Ijuí/Fenadi, que começa na próxima sexta-feira, dia 11. As casas abrem durante as noites com jantares típicos e apresentações de seus grupos de dança.

JANTAR E BAILE

Acontece amanhã o Jantar Baile Beneficente ao Cacon, promovido por Mosack Produções, às 2030, na Afochai. Os valores arrecadados serão em prol do projeto de estruturação do Cacon e para o trabalho da ONG Amigas do Peito. O convite custa R$ 40 adulto e R$ 15 criança. A animação será da Banda Magia do Som. CASA DE DANÇA: Espaço direcionado à dança de salão, aberto todas as sextas, a partir das 23h, sempre com música ao vivo. Convide amigos, venha dançar e confraternizar ao som dos ritmos da dança de pares. Informações e reserva de mesas 3332-4378 e 99118-0348.

Alunos no O PALCO Celebrar, no Valle Verde: Fernanda Dolovitsch e Jéssica Sangiovo

s alunos do Ceap apresentaram, esta semana, o espetáculo teatral “A Invasão”, de Dias Gomes. Dirigida pelo professor Helquer Paez, da disciplina de Teatro, a montagem conta com a participação de elenco formado por 18 integrantes do Grupo Teatral Perdidos no Palco. A apresentação lotou o Auditório do Ceap, formado por pais e familiares dos alunos atores. Na história, atores e atrizes representaram um grupo de favelados do Rio de Janeiro que, após perder seus casebres de madeira em uma enxurrada, se refugia em um prédio abandonado ao lado do Maracanã. A peça "A invasão", de Dias Gomes, foi escrita em 1960, e enfoca o proletariado urbano como massa. É um dos textos dos mais polêmicos das obras de Dias Gomes.

Jantar Beneficente ao HCI: Fábio Ritter e Adriana Fernandes

Baile da Expo-Ijuí: Rudimar e Ana Silveira


NOVELAS

Bom Sucesso

Jeniffer tenta seduzir Diogo Mário liga para Nana, que confirma que não marcou encontro com o editor. Mário encontra com Silvana no bar. Gisele pede a Diogo para não fazer nada contra Mário. Diogo atropela Mário, que é socorrido por Silvana. Thaíssa e Felipe se oferecem para ajudar Mário a provar que Diogo atentou contra sua vida. Paloma comenta com Ramon que não sabe como atender a todas as encomendas.Jeniffer tenta seduzir Diogo. Mário acusa Diogo de tentativa de assassinato na frente dos funcionários da Editora.

A Dona do Pedaço

Abel tenta se reaproximar de Britney Jô destrata Sílvia, mas Ava, dona do estabelecimento, decide dar uma nova chance à vendedora. Fabiana pede que Rael convença Jenifer a lhe entregar as receitas de Maria da Paz. Antero afirma a Régis que ele se tornou o principal suspeito da Polícia para as mortes de Jardel e Lucas. Kim convence Vivi a comprar roupas com Jô. Amadeu convida Maria da Paz para jantar. Rael manipula Jenifer para conseguir as receitas de Maria e as envia para Fabiana. Camilo destrói o celular de Vivi ao ver a influenciadora conversando nele. Abel tenta se reaproximar de Britney. Jenifer confessa a Maria ter roubado as receitas dos bolos. Kim ajuda Vivi a se encontrar com Chiclete.

Bebidas "Japonês", como a em IPA, Tripel "nipônico" e Ale

Espionar Adaga e pistola Greta (?), atriz sueca de "Mata Hari" (Cin.) O vilão, pela índole Esquentar muito

"Campo" do pinguepongue Ora (?): expressão típica de Portugal (?)-marinha: animal protegido pelo Projeto Tamar

Peça usada para soar o violoncelo

Reveste o interior de órgãos Alberto Dines, jornalista brasileiro

"(?) Deixa", sucesso do Rappa

Sabor comum de mousses Atreve-se

Tocada (a buzina) Navios piratas

Mohammed (?), líder talibã Cada unidade em uma enumeração Assuntos (p. ext.) Atração do leilão

Porção (fig.) Flor-símbolo da Holanda

Página (abrev.) Meu, em italiano

Proteção de carros Local boêmio Musa, em inglês Nome comum a diversas espécies de peixes pequenos Badala as horas Gravação da cena Arquivo criado pelo Access (Inform.)

BANCO

Ice Cube, rapper Canal de TV paulista

Rasgar, em inglês (?) feio: palavrão

Bumba meu (?), dança "Erva", em "caatinga" Estado cuja capital é Palmas (sigla)

Capital de Bangladesh (?)-histamínico: combate a alergia

68

Solução

M O R A E S

Alfredo enfrenta Tião Júlio se irrita com os elogios que Assad faz a Elias. Lola repreende Alfredo por implicar com Carlos. Virgulino se preocupa com o comportamento de Alfredo e pede que Genu converse com Lola. Alfredo enfrenta Tião. Lola critica Olga por ofender Clotilde. Júlio decide sair com Almeida. Zeca pede a mão de Olga em casamento para Maria. Lola se preocupa com a demora de Júlio. Shirley se magoa com a hostilidade de Inês e Afonso tenta consolar a esposa. Olga afirma a Clotilde que não pensará em Zeca. Júlio prende o cachorro do lado de fora da casa e Julinho vai atrás do animal.

© Revistas COQUETEL

Histórias Equipamento usado escritas por black blocs em por Esopo protestos Hobby (Lit.) do intelectual

(?) Moreira: cantor de "Preta Pretinha" Título do Corinthians em 2018 (fut.) Produto usado para espessar líquidos

C N T E I A R P O V M E A CU JA O S O S E M A S A P R M E I C B O I A A N T I D O S

Éramos Seis

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br

M L A E S R C A A R D A D T E U G L A I S P A C A D A

rocurar ver o lado bom das coisas ruins é um “baita” desafio e exercício diário. De acordo com especialistas, o bom humor, além de expressar que o corpo vai bem, é o segredo para uma agradável existência. Segundo o clínico geral Antônio Carlos Lopes, a pessoa bem-humorada sofre menos pois produz mais endorfina, um hormônio relaxante. Ele completa que o mau humor reflete seus efeitos negativos sobre o cor-

F A G U B O U A L A R A M S O A U S I S T A R E A M BA R R I N D O M A DA E D E

COISAS DA VIDA

a integração e a tristeza propicia a introspecção e o amadurecimento”. A vida não é um parque de diversões 24 horas e por essa razão “temos de saber lidar com a flutuação entre esses estágios, que é necessária e faz parte da natureza humana”(Fábio Peixoto). Amo dar boas risadas e também ouvilas ecoando nos diferentes lugares. Como destaca Peixoto, “quando a risada acaba, o que surge é uma calmaria geral”. Já está comprovado cientificamente que a alegria aumenta nossa capacidade de resistência à dor pois produzimos mais endorfinas, fundamentando o trabalho dos “Doutores da Alegria”. Isso tudo só corrobora que precisamos melhorar nosso humor, caso ele não esteja comparecendo muito. Também necessitamos com urgência de gente “bem-humorada”, que além de alegrar nossa vida e trazer leveza para a alma, torna a convivência agradável e suportável . Busco diariamente fazer meu “tema de casa” e confesso que muitas vezes falhei no meu intento. Ainda assim continuo insistindo pois tenho consciência que a primeira beneficiada sou eu mesma.

C O R S A R I O S

Psicóloga Esp. em Gestão de Pessoas Especialista em Terapia Cognitivo-Comportamental

po, pois ficamos angustiados, liberando hormônios como a adrenalina que causa palpitação, arritmia cardíaca, mãos frias, dor de cabeça, dificuldades na digestão e irritabilidade. Dr. Juan Hitzig defende que cada pensamento gera uma emoção e cada emoção mobiliza um circuito emocional que terá um impacto nos trilhões de células que formam nosso organismo. Ele chama de “condutas S” – silêncio, serenidade, sabedoria, sabor, sexo, sono e sorriso – que promovem secreção de serotonina. Já as “condutas R” – ressentimento, raiva, rancor, repressão e resistências – facilitam a secreção de cortisol, um hormônio corrosivo para nossas células que acelera nosso envelhecimento. As condutas “S” geram atitudes como o ânimo, amor, apreço, amizade, alegria, aceitação, aproximação. As condutas “R”, pelo contrário, geram atitudes “D”- depressão, dor, despeito, desânimo, desespero, desolação. Concordo com o psiquiatra Teng Chei que precisamos de tristeza e alegria para um convívio social adequado. Afinal, não vamos achar graça em tudo, o tempo todo. Nas palavras de Chei, “a alegria favorece

C G A M P M E Ã O P T A M U L I S T B A

Sônia Arriens Cassel

P

Jornal da Manhã

SEXTA-FEIRA, 4 DE OUTUBRO DE 2019

3/mio — rip. 4/daca — muse — omar. 6/mucosa. 10/coagulante. 11/base de dados.

14

Horóscopo Áries É possível que hoje o seu humor fique mais oscilante, por conta da sensibilidade que está mais aflorada. É tempo de se acalmar para refletir antes de agir, sem correr o risco de ferir quem está perto. Touro Para ir além, é preciso antes dar atenção às questões que ainda pedem por uma resolução. Por isso, frear a empolgação que o dia traz pode ser uma sábia atitude. É tempo de fazer uma coisa de cada vez. Gêmeos Quando algo tem que acontecer, os caminhos se abrem e tudo conspira a favor. Por isso, permita-se deixar o controle um pouco de lado e acredite que os bons resultados vão acontecer. É tempo de ter fé. Câncer Muitas vezes, o maior inimigo a ser combatido são as nossas próprias dúvidas e inseguranças. Para vencer essa luta, é preciso fortalecer a autoconfiança. É tempo de investir na sua luz e poder pessoal. Leão Quando expressamos os nossos sentimentos com calma e serenidade, a chance de nos fazermos entender é muito maior. É tempo de controlar os ânimos para poder estabelecer diálogos bem-sucedidos. Virgem Transmitir confiança a quem está ao seu lado promove trocas mais sólidas, afinal, quando estamos bem resolvidos em relação aos sentimentos, não há porquê esconder. É tempo de ser mais transparente. Libra Aquilo que não se compreende, por mais que se tente, muitas vezes precisa ser deixado de lado para que possa mais adiante se revelar. É tempo de desfocar dos assuntos que não vêm trazendo resultados. Escorpião Quando as estruturas que sustentam os nossos sentimentos são sólidas, fica mais fácil suportar aquilo que desafia o nosso equilíbrio. É tempo de ter orgulho da sua capacidade de superar momentos difíceis. Sagitário O entusiasmo com que você vive é fonte de inspiração para quem está por perto. Ao mesmo tempo, é importante saber conter as energias para não as desperdiçar. É tempo de agir com comedimento. Capricórnio Ao realizarmos nosso trabalho com tranquilidade, atento a cada passo dado, evitamos confusões e equívocos desnecessários. É tempo de não se deixar levar pela ansiedade, arcando com suas funções em paz. Aquário Neste momento, a tendência é que você se sinta mais em sintonia com a sua própria verdade, agindo de acordo com o coração. É tempo de confiar no que a sua sabedoria interna vem te dizendo. Peixes Ao nos deixarmos transformar pelos desafios que enfrentamos, nos tornamos naturalmente mais conscientes da nossa própria força. É tempo de viver com a certeza de que sempre será capaz de se reerguer.


Jornal da Manhã

sexta-FeIRa, 4 de outubRo de 2019

15

LINHA 4 LESTE

O óbvio precisa ser feito “O óbvio precisa ser dito” é uma frase que ouvimos com certa frequência, e hoje reflito com os amigos leitores sobre o óbvio também precisa ser feito em muitos casos. Nós defensores da inovação, motivadores do empreendedorismo, da tecnologia, estamos sempre estimulando as novidades e a fazer o que nunca foi feito, para deixar velhos hábitos, vícios e até cometer erros novos. O que por vezes se esquece nesta tentativa de muita gente que quer colocar o Brasil no caminho da nova economia, é que o óbvio precisa continuar sendo feito. A profissionalização da gestão e uma boa liderança seguem sendo prioridade para as organizações que precisam inovar para se manter na atividade. É óbvio, mas precisa ser feito, assim como observar as organizações ao nosso redor, para identificar, compartilhar e auxiliar na melhoria da gestão e competitividade. Todas as pessoas da equipe precisam se preocupar com a satisfação do consumidor. É necessário estimular a equipe para que todos estejam comprometidos com a cultura de atenção ao cliente e para que isso seja disseminado a ponto de um colega auxiliar o outro no melhor atendimento as demandas dos prospects e dos clientes, como um esforço diário. Isso todos dizem que sabem, mas quando não se faz, na verdade, ainda não se sabe! Caixa de sugestões, pesquisas de satisfação, Facebook, grupos de clientes no Whatsapp, Twitter, Instagram, Chats, Reclame Aqui, 0800, SAC, dentre outros, devem ser monitorados o tempo todo, para que a organização possa agir o mais rápido possível nos encaminhamentos. É preciso lembrar que atualmente o cliente escolhe o canal, a hora e o dia em que quer se comunicar com a empresa, e muitas vezes não é no horário de expediente. É importante estar presente em todos os canais, para cuidar bem do seu cliente e não ter surpresas desagradáveis. Veja que até um terceiro informar que circulam comentários a respeito de sua empresa ou seus produtos, muita gente já pode ter se envolvido. Mesmo ao receber elogios, é preciso agir agradecendo rapidamente e copiando a mensagem tanto para prestigiar o cliente, quando para utilizar em motivações internas ou em promoções externas. As queixas devem ser resolvidas de maneira rápida, eficiente e preferencialmente com alguma compensação, se o cliente ficou com a sensação de que teve algum prejuízo. É obvio, mas precisa ser lembrado e feito! Cuidar bem dos clientes atuais de modo que estes tragam mais clientes, é uma ação de visão estratégica de médio e longo prazo, assim como a sensibilidade do mundo ao redor, a valorização das novas ideias, o alinhamento das iniciativas atuais e futuras com os objetivos de longo prazo são ações óbvias, que precisam ser relembradas e principalmente, feitas! Finalizo mantendo o otimismo com as inovações que precisamos realizar em nossas organizações e reforçando que é preciso lembrar e principalmente fazer o que é óbvio, que muitos dizem que sabem, mas nem sempre fazem. Um abraço a todos e até a próxima!

Moradores enfrentam falta de água e estradas precárias A equipe do Grupo JM foi procurada por moradores da Linha 4 Leste, que relataram a precariedade em que encontra o local e o abandono por parte do poder público. Uma das principais demandas elencadas é que a comunidade está enfrentando problema com a falta de água. Segundo o morador Ivo Tomé, foi acordado com o Executivo que os moradores iriam fazer um poço, mas que o setor responsável iria providenciar a bomba, torre, caixa e encanamento para que ele pudesse ser colocado em uso, o que também não ocorreu. “Temos um poço feito, e estamos esperando a atuação da prefeitura. Falei com o prefeito sobre o assunto no domingo, e ele desconversou”, explicou. Atualmente, os moradores da Linha 4 Leste estão sendo abastecidos pela água do poço da Linha 6, mas a questão tem se agravado, já que o único poço do local não é suficiente para atender todas as 100 famílias. No início da divisão de recursos, só havia cerca de 50, e agora o aumento

Há 5 anos, moradores da Linha 4 Leste aguardam o funcionamento do poço

populacional acarreta a falta de água para os moradores. “Há cinco anos estamos esperando pela prefeitura para que ela conclua o nosso poço. Estamos usando o da Linha 6, mas por diversas vezes falta água e não temos o que fazer. O poder público tem que fazer alguma coisa, pois quando é época de política eles conhecem

Projeto da Quadra da Cidadania está incompleto

A comunidade do bairro Industrial aguarda a entrega da Quadra da Cidadania, principal reivindicação dos moradores do núcleo habitacional. Segundo o presidente, Leandro José Soares dos Santos, em entrevista ao Grupo JM, a quadra está em fase de conclusão, faltando apenas a instalação de rede elétrica e hidráulica. Questionado sobre o motivo da não instalação das redes, Santos afirmou que o engenheiro esqueceu de incluir a instalação de água e energia elétrica no projeto. “O engenheiro que iniciou o projeto acabou abandando, e o rapaz que assumiu esqueceu desse

detalhe, então deverá ser feito um novo projeto para que a instalação possa ser efetivada. Em contato com o órgão responsável, nos foi garantido que até o final do ano, esse problema será resolvido”, informou. Santos disse que se não houver a instalação das redes elétrica e hidráulica, não há como abrir a quadra para funcionamento. “O espaço é bom e confortável, então estamos batalhando para concluílo, para podermos liberar o uso”, afirmou. Além disso, em alusão ao Dia da Criança, haverá o Brincando na Sede, que será realizado no dia 13, a partir das 14h30.

Quadra da Cidadania não pode ser aberta sem a instalação hidraúlica e elétrica

e sabem onde moramos, mas quando são eleitos, esquecem de nós”, afirmou. Além disso, Tomé informou que as estradas da localidade encontram-se totalmente esburacadas há cerca de três anos, sem qualquer tipo de manutenção, e que, com a chegada das chuvas, a situação se agrava, pois o local

se transforma em um lamaçal. “A situação é muito complicada, quando dá qualquer garoa, o ônibus transporte escolar não passa para pegar as crianças, porque com esse barro, o ônibus não entra, e se entrasse, atolaria, e daí só com trator para desatolar, então temos que trazer elas aqui no asfalto. Já solicitamos reparos ao Executivo, mas não tivemos retorno. A situação é crítica. Nos sentimos abandonados”, desabafou. Já a moradora Terezinha Batista contou, em entrevista que houve uma reunião com o prefeito Valdir Heck, na escola Assis Brasil, para debater acerca dessas demandas, e na oportunidade ele disse que iria até o local verificar a situação e providenciar reparo, mas isso não ocorreu. “Eu me sinto totalmente abandonada, os órgãos responsáveis não fazem o serviço que deveriam fazer. Meu neto às vezes diz que não pode ir na aula porque vai chegar todo embarrado, e o que faremos? As crianças precisam ir para a escola”, enfatizou.

Ijuí recebe novos caminhões para manutenção das vias

Caminhões serão empregados, principalmente, na manutenção de estradas

A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural (SMDR) conta, a partir deste mês, com três novos veículos para atender às demandas do município. Três caminhões Mercedes-Benz 0KM foram adquiridos por meio de empréstimo do Banco do Brasil. Um dos equipamentos foi entregue na semana passada, e os outros dois, na manhã de ontem. O ato contou com a presença do prefeito Valdir Heck, do vice-prefeito e secretário de Desenvolvimento Rural, Valdir Zardin, autoridades, imprensa e motoristas da SMDR. De acordo com o secretário Valdir Zardin, os veículos serão empregados, principalmente, na manutenção das estradas rurais.

“Estamos realizando a compactação e a reforma de cerca de 160 km, priorizando os principais acessos, além da manutenção de pontes, bueiros e outras estruturas”, pontua. Na próxima semana, a SMDR deve receber, ainda, uma retroescavadeira, obtida através de emenda parlamentar do deputado federal Pompeo de Mattos e contrapartida do município. “Fazemos questão de realizar a exposição desses equipamentos, para mostrar à comunidade onde está sendo aplicado o dinheiro público. Estamos construindo uma infraestrutura dinâmica e ampla, que nos auxiliará no trabalho atual e também ao das futuras administrações”, afirmou.


www.clicjm.com

INVESTIMENTO

DESCASO

Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural recebeu três novos caminhões para atender às demandas do município | 15

Moradores da Linha 4 Leste enfrentam problemas de falta de água e estradas intransitáveis | 15

PRÓ-AUTISMO

VISITa NO TIradENTES Estrutura e trabalho do Colégio Tiradentes de Ijuí foram apresentados, nesta semana, à comitiva vinda do Ceará | 7

EDITORIAL | 6

Governador Eduardo Leite sancionou a Lei Gaúcha Pró-Autismo, ato acompanhado pela TeAmor de Ijuí | 4

Ninguém pode crescer economicamente à custa da degradação ambiental. O conceito que deve mover todos nós é a sustentabilidade ambiental.

Profile for clicjm

Jornal da Manhã - sexta-feira - 4.10.2019  

Jornal da Manhã - sexta-feira - 4.10.2019  

Profile for clicjm
Advertisement