Page 1

WWW.CLICJM.COM

Ijuí, Sábado e domingo, 30 de novembro e 1º de dezembro de 2019

Ano 46 - Nº 150

R$ 3,00

Conhecidos os vencedores do 3º Festival Curtas na Escola

Alunos e professores participaram da entrega do troféu Charlie Chaplin, ontem, no Salão de Atos da Unijuí | 5

Promotoria acompanha de perto ações de recuperação

Busnello defende união de esforços entre partidos

Economista destaca necessidade do Estado se reinventar

Promotora pública, Diolinda Hannusch fala de situação envolvendo área do antigo lixão municipal. | 9

Vereador do PSB destaca que está conversando com demais partidos com objetivo de tirar o PDT da majoritária. | 14

Ex-presidente do Banco Central, Gustavo Franco compara situação fiscal a acidente nuclear. | 3


2

Jornal da Manhã

SÁBADO E DOMINGO, 30 DE NOVEMBRO E 1º DE DEZEMBRO DE 2019

RADAR

OLHO DA RUA

FGTS - A Caixa Econômica Federal inicia ontem mais uma etapa de liberação do saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que paga até R$ 500 por conta ativa ou inativa. Os trabalhadores nascidos em junho e julho sem conta no banco poderão retirar o dinheiro. O saque começou em setembro para quem tem poupança ou conta corrente na Caixa, com crédito automático. Segundo a Caixa, no total os saques do FGTS podem resultar em uma liberação de cerca de R$ 40 bilhões na economia até o fim do ano.

Em clima natalino, a Escola Soares de Barros decorou suas dependências com enfeites de Natal, incluindo um presépio.

CORREIOS - Ainda dá tempo de participar da campanha Papai Noel dos Correios. Vários estados prorrogaram o período de adoção das cartas das crianças. O site da campanha apresenta a lista com os endereços dos postos de atendimento, telefones, horários de funcionamento e data final para retirada das cartas. Não há limite de cartas por padrinho. Os Correios destacam que a desistência após a adoção da carta impede que ela seja adotada por outro padrinho. VACINAÇÃO - Será realizado hoje, em âmbito nacional, o Dia D de Vacinação contra o Sarampo, momento em que se encerra a segunda etapa da campanha. Conforme o Ministério da Saúde, no Brasil, há mais de 9 milhões de adultos jovens não vacinados contra a doença ou com o esquema vacinal incompleto, que deve conter duas doses da imunização. Em Ijuí, 13 salas de vacina estarão abertas, das 8h às 17h, para atender à população que possui de 20 a 29 anos, faixa etária que mais acumula casos confirmados. DESLIGAMENTO - O Departamento Municipal de Energia de Ijuí (Demei) irá executar serviços de expansão e melhoria no seu sistema de distribuição, e interromperá o fornecimento de energia elétrica na terça-feira, das 8h às 11h30, em parte do bairro Mundstock, entre as ruas Niterói e Alfredo Huber, e entre as ruas dos Imigrantes e Frederico Fluck e adjascências, e das 13h30 às 17h30, em parte do bairro Osvaldo Aranha, entre a Avenida 21 de Abril e rua das Chácaras, e entre a Avenida Porto Alegre e a Rua Osvaldo Aranha e adjascências. SAMU - Desde o lançamento do aplicativo para smartphones do Serviço Móvel de Urgência (Samu), na primeira semana de novembro, 19 cidadãos o utilizaram para realizar chamadas ao 192 de diferentes locais do Estado. Os pedidos de socorro foram por situações de quedas, acidentes de trânsito, dor torácica e outras urgências clínicas. Também foram registradas ligações de teste por parte da população, de acordo com a coordenadora estadual de urgências e emergências, Marly Moraes Lima. A ligação a partir do app agiliza o atendimento da equipe na Central Estadual de Regulação e o deslocamento das ambulâncias. TEMPO - O tempo para hoje fica parcialmente nublado ou nublado com pancadas de chuva e trovoadas isoladas no Rio Grande do Sul. Já no Paraná e em Santa Catarina, há apenas a possibilidade de chuva isolada, com tempo parcialmente nublado a nublado. A mínima é de 9°C, e a máxima de 36°C. A umidade relativa do ar pode variar de 30% a 95%. As informações são do Instituto Nacional de Meteorologia, o Inmet.

INDICADORES Poupança 29.11.2019 ................ 0,39% Ouro 29.11.2019.............R$ 196,13(gr) Dólar Comercial.................... R$ 4,2397 Dólar turismo ....................... R$ 4,6708 Euro ..................................... R$ 4,8800 IPC/FIPE setem /2019 .....................0 % INPC setem/2018 ......................-0,05% IGPM setem /2019 ....................-0,01% IPCA setem /2019 .........................0,4% TR agosto/2019.........................+0,0% SELIC agosto/2019 ...................+6,5%

LOTERIAS

NÚMEROS EXTRA-OFICIAIS

1º - 9.377 2º - 0.545 3º - 5.025 4º - 7.612 5º - 0.495 ENTRE ASPAS "Agora, Leonardo DiCaprio é um cara legal, né? Dando dinheiro para tacar fogo na Amazônia. Tira foto, manda para ONG, a ONG divulga, entra em contato com o Leonardo DiCaprio e ele doa US$ 500 mil (cerca de R$ 2,1 milhões) para essa ONG. Leonardo DiCaprio, você está colaborando com as queimadas na Amazônia." Presidente Jair Bolsonaro "Foi para mim motivo de perplexidade, ter tomado conhecimento de minha substituição através da imprensa, sem qualquer comunicação dos órgãos competentes, como manda o protocolo." Presidente da Biblioteca Nacional, Helena Severo

QUINA

CONCURSO nº

5134

06 15 18 27 80 LOTOFÁCIL

CONCURSO nº 1897

01 03 04 05 07 08 12 13 14 15 16 17 20 21 24 PREVISÃO DO TEMPO

"Lula se portou muito mais como chefe de partido. O papel dele deveria ser de um líder com estatura para aglutinar mundialmente setores afinados com a democracia. Não entendi essa expressão mais localizada." Ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho

GETÚLIO

Fonte: Climatempo

HOJE

MÁX.

32° Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

MIN.

19°

DOMINGO

MÁX. Sol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.

29° MIN.

20°

SEGUNDA

MÁX.

27°

Sol com algumas nuvens. Não chove.

MIN.

16°

Fonte: Climatempo


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 30 de novembro e 1º de dezembro de 2019

3

RECUPERAÇÃO

Economista defende reinvenção do Estado Palestrante no 21º Seminário Econômico - Cenários Macroeconômicos e político 2020, promovido pela Fundação Família Previdência, o ex-presidente do Banco Central, economista Gustavo Franco abordou o momento econômico do País, projetou o ano de 2020 e destacou como positiva a redução das taxas de juros. Franco avaliou como positivo o avanço da economia, ainda que lento, uma vez que o presidente Jair Bolsonaro apoiou politicamente todas as demandas apresentadas pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, de natureza voltada ao mercado liberal, reformadoras e nem sempre bem aceitas no âmbito político, a exemplo da reforma da Previdência, que foi aprovada, mas em um prazo mais longo do que o esperado. "A evolução é favorável. O governo tem prioridades, fora da economia e na economia, que nem sempre coexistem e convivem de forma pacífica, porém as pautas da economia estão caminhando muito bem." Para 2020, o economista espera que as reformas continuem acontecendo, nas áreas em que são urgentemente necessárias, porém de uma forma mais rápida. "Tem um elemento

novo na economia, que é o juro baixo, que nós, economistas, não imaginávamos que fosse tão bom e tivesse um impacto tão positivo sobre a economia. Isso tem sido o principal impulso de crescimento nos últimos meses, e há de se supor que nos próximos meses, portanto, no ano que vem, seja a influência dominante, para o bem." Em uma análise geral, Franco acentua que o prognóstico é bom, e os juros em baixa devem ser o protagonista. Se por um lado, irá obrigar investidores a buscarem mais informações sobre onde deverão aplicar seu dinheiro, por outro lado, que corresponde à maior parte da população brasileira, os juros em baixa são importantes. "As dívidas são mais baratas, as pessoas podem se endividar em condições melhores, e isso favorece consumo, investimento, expansão. Quem está reclamando são as pessoas que têm dinheiro, de que o juro está baixo para fazer aplicações. Mas, esse povo que se vire." O economista aponta que neste cenário, investidores institucionais - os Fundos de Previdência - são profissionais, e, portanto, saberão deslocar sua ênfase para aplicações

em Bolsa de Valores, produtos sofisticados de base imobiliária, securitizações, fundos imobiliários, entre outros, que inclusive têm mais influência no setor real da economia. "Isso tudo vai fazer de 2020 um tanto diferente para melhorar o ambiente do mercado financeiro, de capitais. Muitas empresas estão procurando agora se endividar no mercado de capitais, não nos bancos, lançando instrumentos de dívidas, debêntures, então será animado. O País com juros baixos é mais limpo, é para as empresas como foi para os consumidores quando a inflação grande desapareceu. É como se um nevoeiro tivesse desaparecido." Franco avalia ainda a situação do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Minas Gerais, que convivem com um contraste entre um ambiente bom no setor privado, em decorrência do juro baixo, e ruim no setor público, devido à crise fiscal. "Fazer errado, constantemente, durante muitos anos seguidos, a coisa só piora, e isso foi o que aconteceu. Três grandes Estados da Federação numa situação horrorosa. A analogia que dá para fazer,

Legislação coloca Estado como incentivador Sancionada em 20 de setembro, a lei de conversão da chamada MP da Liberdade Econômica é motivo de orgulho para o deputado federal Jerônimo Goergen (ProgressistasRS), que foi relator do projeto, na Comissão Especial que analisou o tema. Em resumo, a lei cuida de três grandes questões que dizem respeito à atividade econômica, conforme o próprio sumário executivo da MP: a) diretrizes interpretativas para o poder público perante os particulares; b) eliminação ou simplificação de procedimentos administrativos e judiciais no âmbito da administração pública; e c) diretrizes interpretativas e desburocratizadoras nas relações entre particulares. "A Lei de Liberdade Econômica, já vigorando, demonstra que as coisas vão sendo mudadas, para que o ambiente de negócios possa oportunizar geração de emprego e renda. Não dá mais para o Estado ser um impeditivo do crescimento econômico. O Estado existe para ajudar o País a se desenvolver e não punir empresários como está existindo até esse momento,

Jerônimo Goergen

estamos invertendo isso, o Brasil passa a olhar esses investidores com boa-fé", disse o parlamentar. Ao avaliar o cenário do agronegócio, Goergen acentuou que o setor tem um momento importante pela frente - em que vive avanços em alguns setores e apresenta sérios

problemas em outros. "A pecuária vive um momento ótimo ao produtor, no entanto, estamos vendo uma nova realidade. Não temos o rebanho que dizíamos que teríamos, e isso vai abrindo mercado, mas gera para empresas nacionais, que não atendem ao mercado financeiro, uma dificuldade financeira e ao próprio consumidor também." Nesse sentido, o deputado defende a criação de uma política agrícola que se consolide, distribua renda e retome o crescimento econômico no Brasil. "Temos muitos setores pelo Brasil, alguns especialmente no Rio Grande do Sul, com problemas sérios, e se o governo não olhar, teremos perdas de produtores, endividamento terrível e a elevação do custo de produção deve ser a grande perseguição que o governo deve fazer. Mas é um novo cenário, muito melhor, mesmo com esse tipo de dificuldade, do que aquele anterior em que não havia mercado e nada para comercializar. Tenho certeza que logo teremos renda aos produtores."

Ex-presidente do Banco Central, Gustavo Franco avalia cenário de crise

é um pouco impressionante mas é assim mesmo, é com Chernobyl. Ou seja, o reator explodiu e está tudo meio radioativo, essa usina nunca mais vai produzir energia, ter capacidade financeira para fazer investimento de grande porte. Esse Estado desenvolvimentista promotor de obras acabou. Não tem a menor esperança dessa usina que explodiu produzir outra coisa que não seja radioatividade, portanto, o que temos pela frente é um período complexo de arrumar a casa, como foi feito em Chernobyl, tem que isolar as áreas radioativas, cuidar dos doentes e feridos. Foi uma explosão, tem que reinventar o jeito do Estado, de governar, de funcionar e melhor interagir com a economia. O velho jeito de fazer as coisas no governo acabou e acabou de uma forma horrorosa."

Exemplo disso, é que o Estado não está conseguindo sequer pagar em dia servidores, aposentados e fornecedores.

Foi uma explosão, tem que reinventar o jeito do Estado, de governar, de funcionar e melhor interagir com a economia. O velho jeito de fazer as coisas no governo acabou e acabou de uma forma horrorosa."

Banco Central limita juro do cheque especial

O Banco Central (BC) anunciou nesta semana que os juros do cheque especial serão de no máximo 8% ao mês. A medida passa a vigorar em 6 de janeiro de 2020. É a primeira vez que o BC decide impor uma taxa máxima a uma linha de crédito com recursos livres, isto é, que não tem um direcionamento estipulado por lei. Adecisão foi tomada em reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN). O cheque especial é uma das modalidades de crédito mais caras do país e não tem limite para os juros, ou seja, os bancos têm liberdade para definir a taxa. Dados divulgados pelo BC mos-

tram que a taxa média do cheque especial alcançou 305,9% - 12% ao mês. Com o limite imposto, o juro anual será de cerca de 150% ao ano, no máximo. Para o economista Argemiro Brum, ainda é um juro astronômico, na medida em que a inflação está em 3% ao ano. "Mas, é uma tentativa de tentar aliviar, porque a constatação que o Banco Central fez, e demorou, porque era óbvio, é que grande parte dos inadimplentes está com os mais pobres, que se socorrem no cheque especial. Quem tem até R$ 500 de dívida com o cheque especial, terá facilidades adicionais, e parece que a maioria está nessa faixa", avaliou.


4

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 30 de novembro e 1º de dezembro de 2019

GESTÃO

Corsan foca na entrega de obras aos municípios

Na semana passada, Executivo municipal e Corsan renovaram o contrato-programa, feito em 2012, que previa prazo até 2042, ampliando esse período até 2062. O mesmo foi feito pela autarquia com outros municípios do interior onde presta serviços, que, a exemplo de Ijuí, também apresentaram uma série de exigências para que o contrato fosse renovado. "O desafio é grande, a cobrança é grande e é por isso que temos que ter o foco mais do que nunca na entrega. Então, estamos cientes, existe um passivo, sim, de entregas. O primeiro passo para resolver um problema é reconhecer que ele existe, então, a gente tem essa visão e partir da realidade que hoje se apresenta e mudamos nossa forma de agir", comenta o presidente da Corsan, Roberto Barbuti. Ele salientou, que diversos investimentos já estão em andamento, mas que sua gestão está focada em outro objetivo. "Já temos investimentos em andamento, mas o objetivo de nossa gestão é multiplicar, ir a outro patamar, diria até que o que estamos fazendo agora, e estamos trabalhando nisso para o nosso plano estratégico a partir do ano que vem, é inverter

Roberto Barbuti

uma lógica. Vamos posicionar a companhia para que o foco dela seja em entregar o maior número de investimentos, buscando que nós melhoremos nossa qualidade e que venhamos a reduzir nosso gap de cobertura, principalmente de esgoto, então, esse será nosso foco. Vamos inverter a lógica, e montar nossa estratégia a partir da necessidade de investimentos." Dentre os investimentos que realiza no município, está a cons-

trução de um Centro de Controle Operacional (CCO Corporativo), que conta com infraestrutura e tecnologia capazes de monitorar e gerenciar, 24 horas por dia e em tempo real, o sistema de abastecimento de água e de esgotamento sanitário da companhia- ao todo, já foram construídas 36 unidades equivalentes a essa, em localidades específicas. "O que a gente tem aqui é uma centralização para o monitoramento de todos os sistemas centrais e também para podermos operar, a partir deles, até porque é um sistema que trabalha 24 por sete. Os sistemas locais trabalham em horários mais reduzidos. A gente está hoje até o final do ano indo para 40 CCOs e até o final de 2022 atenderemos 70% de nossa população servida, o equivalente a 4 milhões de pessoas." A Corsan está em 371 municípios gaúchos, dividida em 10 regionais, que são agrupadas de acordo com a característica física dos sistemas de distribuição de água e coleta de esgoto. "Os CCOs estão posicionados nas unidades que são mais importantes do ponto de vista da concentração populacional e da receita da empresa."

Coordenação do Fórum da Agenda 21 segue com Unijuí No dia 23 de novembro, o Fórum da Agenda 21 de Ijuí esteve reunido na Sede Acadêmica para tratar, entre outros assuntos, da escolha e posse da sua nova coordenação para o biênio 2020 – 2021. Oficialmente, Francesca Werner Ferreira continua na coordenação, representando a Unijuí; Joice da Silva Leal assumiu a vice-coordenação pela Smed; e Franciela Dalepiane Miron é a secretária executiva do Fórum. A 36ª CRE, por sua vez, se colocou à disposição do grupo como colaboradora nos próximos dois anos. Além disso, o encontro do Fórum teve a participação das professoras da Universidade Nacional de

Misiones, na Argentina, Patricia Araya e Gladys Graciela Garrido, que falaram sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – Agenda 2030 da ONU e as possibilidades de trabalho nas escolas e demais instituições. Esta atividade foi realizada em parceria com os cursos de Mestrado em Direitos Humanos e Mestrado em Sistemas Ambientais e Sustentabilidade da Unijuí. O próximo encontro será no dia 14 de dezembro, em que o grupo do Fórum fará planejamento de trabalho para 2020 e 2021, baseado nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Representante da Universidade, Francesca Ferreira foi reconduzida ao cargo


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 30 de novembro e 1º de dezembro de 2019

FESTIVAL CURTAS NA ESCOLA

Escolas festejam suas produções premiadas

5

PREMIADOS Educação infantil 1º Lugar - O raio aumenta e encolhe - E.E.E.F. BOA VISTA - Prof. Cristiane Barbosa da Silva 2º Lugar - O carteiro chegou - E.E.E.F. CENTENÁRIO - Prof. Roseane da Silva e Gisele Coelho Boing 3º Lugar - Os fortões e os fracotes em sorrir com a boca - COLÉGIO ESTADUAL JOSÉ LANGE - Prof. Cátia Lírio Brittes

Infanto Juvenil

Colégio Estadual José Lange, de Augusto Pestana, venceu na categoria Júri Popular, com o filme Os fortões e os fracotes em, sorrir com a boca

A 3ª edição do Festival Estudantil Curtas na Escola chegou ao fim, na noite de ontem, com a tão esperada festa de premiação dos filmes vencedores. O Salão de Atos da Unijuí foi preparado para receber alunos e professores que, com suas produções, conquistaram os troféus Charlie Chaplin. Durante a noite, foram entregues 40 troféus nas categorias Infantil, Infanto–juvenil e Juvenil, nos gêneros Animação, Documentário e Ficção. Também foram entregues premiações ao Melhor Ator, MelhorAtriz, Melhor edição/ áudio, Melhor Roteiro, Melhor Filme – nos três gêneros; e Melhor Filme escolhido por meio de votação popular online. O Salão de Atos tornou-se uma grande sala de aula, para entrega dos prêmios, ficando no comando da turma os professores do Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE) da 36ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), Adriano Ricardo Ceretta e Gilmar Fabrin, que conduziram o anúncio dos premiados, logo após a abertura da programação feita pela Cia Cadagy. Os troféus foram entregues pelos patrocinadores, pela reitora Cátia Nehring, pelo coordenador de Educação, Cláudio de Souza, e Iara Soares, do Jornal da Manhã. Na avaliação de Fabrin, coordenador do NTE, esta foi a edição em que mais se verificou qualidade nas produções. “Há uma diferença desde a primeira edição, em 2017, quando os alunos estavam se adaptando à tecnologia e à produção dos filmes. Neste ano, percebemos uma qualidade impressionante dos curtas. Algo que tende a evoluir nos próximos anos, exatamente pela preparação que os alunos e professores recebem”, destacou. Apreparação, destacada por Fabrin, começa cedo. Desde março,

os estudantes e seus educadores participam de oficinas preparatórias, onde são abordadas questões como elaboração de roteiro, captação de imagens, produção e edição dos filmes, até a finalização. A evolução da qualidade acompanhou o número de produções – já que neste ano foram 100 filmes inscritos, oriundos de escolas estaduais da região de abrangência da 36ª CRE, escolas municipais e particulares de Ijuí. Tanto que, para dar conta deste volume, mais jurados foram chamados para avaliação. “Tivemos 35 pessoas participando da avaliação, não só do Rio Grande do Sul, mas de outros Estados. Todas pessoas ligadas ao cinema”, destacou Fabrin, lembrando que os filmes foram separados por lotes e encaminhados aos jurados. “Os filmes foram avaliados pela temática, pelo roteiro e pela sua qualidade técnica, que surpreendeu. O grande problema que tínhamos era com a qualidade dos áudios, nas edições anteriores, e esse ponto melhorou muito.” Todos os filmes puderam ser conferidos nos dias 6, 7 e 8 de novembro, no Teatro do Sesc de Ijuí, durante a tradicional Mostra de Curtas. Os filmes foram exibidos às escolas e os materiais de divulgação, como capas de DVDs e cartazes, expostos ao público. “Este foi um dos pontos altos do Festival, porque os alunos puderam ver as suas produções e também assistir aos filmes de outras escolas. Fechamos com a votação popular, na última semana, que rendeu mais de 50 mil acessos no Youtube. Foi um número impressionante, que não esperávamos”, afirma o coordenador do NTE, lembrando que as escolas se organizaram para que a comunidade escolar pudesse conferir os filmes e também participar da votação popular.

Titular da 36ª CRE, Cláudio de Souza lembra que modificações ocorreram desde que o Curtas na Escola foi lançado, em 2017. Naquele ano, participaram apenas alunos da rede estadual, da região de abrangência da Coordenadoria. No segundo ano, a participação foi aberta a escolas municipais e particulares de Ijuí, mas também a filmes produzidos pela comunidade, por meio da categoria Livre, que acabou sendo retirada nesta terceira edição. “O Festival é importante porque movimenta as escolas, desde o início do ano. Lembrando que tratase de um projeto pedagógico, que trabalha temáticas vistas em sala de aula de uma forma diferenciada, com o uso da tecnologia, da comunicação, da criatividade. O Curtas na Escola explora a capacidade dos alunos, desde a criação do roteiro, do figurino, até a atuação em frente às câmeras”, destaca. Com realização do NTE da 36ª CRE, e promoção do Jornal da Manhã, o Curtas na Escola deverá ser ampliado em 2020, como adiantou o coordenador. “Recebemos um desafio do secretário estadual de Educação, Faisal Karam, para tornar o Festival um projeto estadual no próximo ano. Eliminatórias seriam realizadas nas Coordenadorias Regionais e a festa de premiação em Ijuí, já que a iniciativa nasceu aqui”, afirmou. “Agradeço não só o apoio do Jornal da Manhã, que acreditou no potencial das nossas escolas e abraçou o projeto, como também os nossos parceiros”, destacou Cláudio, fazendo uma referência aos patrocinadores Unimed Noroeste/RS, Sicredi, Óptica Wolff e Fecomércio/Senac, e aos apoiadores Unijuí e Sesc Ijuí. Confira mais sobre a premiação na edição de terça-feira.

animaÇÃo 1º Lugar - O operário - EFA - CENTRO DE EDUCAÇÃO BÁSICA FRANCISCO DE ASSIS - Prof. Vivian Lunardi 2º Lugar - Encontro Gramatical - E.E.E.M. AGOSTINHA DILL - Prof. Airton Pott 3º Lugar - Liberdade - E.E.E.M. AGOSTINHA DILL - Prof.Airton Pott doCUmenTário 1º Lugar - Mulheres - E.E.E.F. FOGLIATTO - Prof. Kaira R. Visentini Barasuol 2° Lugar - Colcha de Retalhos - E.E.E.F. OSVALDO ARANHA - Prof. Monica Bortolan Voltz 3° Lugar - Vida no campo, uma opção que dá certo - E.E.E.F. SÃO JOÃO BATISTA - Professora Adriana Mattos Muller Melhor Roteiro - Colcha de Retalhos / Alunos: ISABELA BORTOLAN VOLTZ e MARINA ROSA DOS SANTOS - E.E.E.F. OSVALDO ARANHA - Prof. Monica Bortolan Voltz Melhor Áudio / Edição - Minha Escola na tela / Alunos: MARIA EDUARDA MARTINS SIMON E JULIA DA ROSA - E.E.E.F. IJUÍ - Prof. Leila Franco Schmidt FiCÇÃo 1º Lugar - Fritar ou matar - CEAP - COLÉGIO EVANGÉLICO AUGUSTO PESTANA - Prof. Helquer Paez 2° Lugar - Bravo sonho - E.E.E.F. FOGLIATTO - Prof. Kaira R. Visentini Barasuol 3° Lugar - Observadora anônima - CEAP - COLÉGIO EVANGÉLICO AUGUSTO PESTANA - Prof.Helquer Paez Melhor Atriz - VITÓRIA SIMINOVSKI OSS / Fritar ou matar - CEAP - COLÉGIO EVANGÉLICO AUGUSTO PESTANA - Prof. Helquer Paez Melhor Ator - ASAFE JESUA KRUGER ARAIS / Indiferença - E.E.E.F. RUY BARBOSA - Prof. Maria Fabiane Lima Hasse Steinke Melhor Áudio / Edição - Fritar ou matar / Alunos: ADRIANO DA SILVA JUNIOR E VITÓRIA SIMINOVISKI OSS - CEAP - COLÉGIO EVANGÉLICO AUGUSTO PESTANA - Prof. Helquer Paez Melhor Roteiro - Fritar ou matar / Alunos: VITÓRIA SIMINOVISKI OSS E ALANA TISOTT WILDE - CEAP - COLÉGIO EVANGÉLICO AUGUSTO PESTANA - Prof. Helquer Paez

JUveniL animaÇÃo 1º Lugar - Esperança - E.E.E.M. AGOSTINHA DILL - Prof. Airton Pott 2º Lugar - O menino que deixou de ser sozinho - E.E.E.M. AGOSTINHA DILL Prof. Airton Pott 3º Lugar - O risco da desorientação - E.E.E.M. AGOSTINHA DILL - Prof. Airton Pott doCUmenTário 1º Lugar - Igualdade é meu nome - E.E.E.B PONCHO VERDE - Prof. Marcia Barcellos de Moura 2º Lugar - Os mistérios que nos cercam - E.E.E.M Dr. ROBERTO LÖW - Professora Lidiane da Cruz Goulart 3º Lugar - Inclusão: a diferença não é erro - E.E.E.M. ANTÔNIO PADILHAProf. Cheila Cristiane de Souza Melhor Áudio / Edição - Igualdade é meu nome / Aluno: GABRIEL PINELLO E.E.E.B PONCHO VERDE - Prof. Marcia Barcellos de Moura Melhor Roteiro - Igualdade é meu nome / Aluna: MALÚ DOS SANTOS TURCATTO - E.E.E.B PONCHO VERDE - Prof. Marcia Barcellos de Moura FiCÇÃo 1º Lugar - Ela pensou em casamento e nunca mais fui à escola - E.E.E.M. RUY BARBOSA - Professora Clair Ines Pietczak 2º Lugar - Alucinágenos - E.E.E.M. RUY BARBOSA - Prof. Clair Ines Pietczak 3º Lugar - Um novo capitão Rodrigo - COLÉGIO ESTADUAL ANTÔNIO MASTELLA - Prof. Leila Maria de Almeida Marques Melhor Atriz - BIANCA KROMBAUER ANTUNES / Iracema - COLÉGIO ESTADUAL CATUÍPE - Prof. Juliane Braida Benetti Melhor Ator - EDUARDO MACHADO MENDONÇA / Um novo capitão Rodrigo - COLÉGIO ESTADUAL ANTÔNIO MASTELLA - Prof. Leila Maria de Almeida Marques Melhor Áudio / Edição - Iracema / Aluno: KELWY EDUARDO ALVES BATISTA - COLÉGIO ESTADUAL CATUÍPE - Prof. Juliane Braida Benetti Melhor Roteiro - Alucinágenos / Aluno: STÊNIO PIRES ZIMMER - E.E.E.M. RUY BARBOSA - Prof. Clair Ines Pietczak

JÚri PoPULar 1º Lugar - Os fortões e os fracotes em, sorrir com a boca - COLÉGIO ESTADUAL JOSÉ LANGE - Prof. Cátia Lírio Brittes 2º Lugar - Violência Virtual - ESCOLA MUNICIPAL FUNDAMENTAL SOARES DE BARROS - Prof. Indiara Mayra de Souza


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 30 de novembro e 1º de dezembro de 2019

6

Opinião do JM ALONGAMENTO DA DÍVIDA

N

ove dos 19 Estados que renegociaram dívidas com a União em parcelas das dívidas estaduais com a União por três anos, em troca de 2016 descumpriram o teto de gastos nos últimos anos e foram medidas de redução dos gastos públicos e a privatização de companhias notificados pelo Tesouro sobre a possibilidade de perda do benefício. estatais estaduais. O governador Eduardo Os dados foram repassados pelo secretário do Tesouro Nacional, O governador Eduardo Leite joga as últimas fichas do ano para Leite joga as últimas Mansueto Almeida. incluir o Rio Grande do Sul no RRF até o final de dezembro, embora, fichas do ano para Diante deste novo anúncio, é importante lembrar que o Plano de nos bastidores, a assinatura em 2019 é vista como possibilidade reincluir o Rio Grande do Equilíbrio Fiscal (PEF) proposto pelo governo busca resolver o promota. Para ele, a possível proposta de mudança interfere no ritmo da Sul no RRF até o final blema, concedendo dois anos adicionais para que esses Estados se avaliação do plano gaúcho. de dezembro. enquadrem nas regras do acordo de 2016. Mesmo se não cumprirem, É esse delicado equilíbrio entre a necessidade de fazer concessões os Estados manterão alongamento de dívida, mas pagarão encargos. para aprovar os projetos e a preocupação em não desidratar o pacote que Agora imagina nove Estados perderem o alongamento da dívida e explica a cautela com que Leite responde às perguntas sobre até onde o terem que pagar todo esse montante em 12 meses. Piratini pode ir na negociação. Entende-se que o mais difícil já foi feito. O governador, Infelizmente nenhum governo estadual deve conseguir a adesão ao Regime de Recu- no primeiro ano de mandato, fez exatamente a cartilha que o governo federal esperava peração Fiscal (RRF) dos Estados ainda este ano, mas o Rio Grande do Sul está com de todos os outros governadores, segundo o secretário Mansueto Almeida. O governador o processo mais avançado para ingressar no programa. O RRF foi aprovado em 2017, explicitou o tamanho do problema. Não é todo governador que tem a coragem de fazer mas apenas o Rio de Janeiro conseguiu aderir ao regime, que suspende o pagamento das isso, entretanto, é sabido que medidas amargas nem sempre são aceitas.

ENTREVISTA sido satisfatório? Foi importantíssimo aprovar a reforma da Previdência. Se o governo conseguir aprovar a administrativa ou reformas que deem ao governo federal e aos estaduais e municipais maior flexibilidade gerencial até meados 2020, vai ser um avanço grande na direção de reduzir o risco fiscal. Isso colocaria o Brasil no caminho de, daqui a alguns anos, recuperar o grau de investimento, que reduz o custo de capital para todo o mundo.

O governo divulgou um gráfico separando o PIB privado do público. Ressaltar essa diferença faz sentido no momento? Sim. Temos uma análise que indica que o investimento não está crescendo mais fortemente porque o investimento do setor público tem se contraído, dada à crise fiscal, e por causa do mundo, com o preço de commodities andando de lado ou caindo. Mas o componente do setor privado doméstico do investimento privado vem bastante bem. O investimento privado, em algum momento, poderá ser suficiente para acelerar o crescimento sem o público? Sim. O público é complicado porque há uma dívida muito elevada. As pessoas falam que é o teto [regra que limita o crescimento do gasto público] que atrapalha. Mas não é, é a dívida. A dívida bruta do governo em torno de 90% do PIB, pelo critério do FMI, é excessivamente elevada. É isso que segura o investimento público. Então, o impulso terá de vir do mundo ou mais do privado. O Brasil tinha uma economia disfuncional, na qual o gasto público primário [que exclui pagamento de juros] do governo federal crescia 6% ao ano, além da inflação. Antes do Real, ajustávamos com inflação. Entre o plano e 2007, a gente ajustava com dívida e imposto. A gente acabou com esses mecanismos. Depois, na época da nova matriz [alusão a políticas adotadas por Dilma Rousseff], a gente não ajustava. Não deu certo. Após uma recessão profunda e um início lento de retomada, em que fase do ciclo econômico estamos? A gente está no fim do começo da recuperação. A recuperação inicial foram os primeiros anos, quando a gente estava crescendo algo como 1%, e a gente agora parece que vai crescer, no ano que vem, entre 2% e 2,5%. Um fator que pode ajudar o crescimento de 2020 --e não está plenamente incorporado na nossa projeção de alta do PIB de 2,2%– é o impacto do aumento da produção de petróleo. Em 2021, com o petróleo, e mais progresso no setor de infraestrutura, a gente pode vislumbrar um crescimento próximo a 3% ao ano.Como há problemas institucionais que precisam ser resolvidos no caso da infraestrutura,

Jornal da Manhã GRÁFICA E EDITORAJORNALÍSTICA SENTINELA LTDA. CNPJ: 87.657.854/0001-23

Fundado em 1º de Maio de 1973

A turbulência política quase constante atrapalha a economia? Acho que vai atrapalhar se contaminar o funcionamento do Congresso. Temos uma vida política extremamente ruidosa. Mas a agenda legislativa vai avançando. O risco de recessão caiu na medida em que EUA e China parecem caminhar para uma acomodação.

Mario Mesquita Economista o impacto maior do aumento do investimento nesse setor virá em 2021 e 2022. Os últimos anos de crise deixarão prejuízos duradouros? O Brasil tem, há muito tempo, um desempenho econômico sofrível e perdido relevância no mundo. Embora essa [última] recessão tenha sido um dos piores momentos, a ruptura vem dos anos 1980. Mas os momentos no tempo vão tendo impactos positivos também. Dizem que o Brasil não aproveitou o boom de commodities. Bom, acumulou as reservas que a gente tem. Ninguém queria uma recessão tão longa e profunda, mas parece que, finalmente, o país vai caminhar para juros mais baixos de forma persistente. O que era disfuncional no Brasil, antes de 2016, era a gente querer, como sociedade, juros baixos sem prestar atenção ao que a política fiscal estava fazendo na economia. O ritmo de avanço da agenda econômica tem

Diretor: Edmundo H. Pochmann Editora: Jocelaine Simão redacao@jornaldamanhaijui.com

Rua Albino Brendler, 122 Centro - 98700-000 IJUÍ/RS Cx. Postal 518 - (55)3331-0300

Jornal da Manhã: (55) 3331-0300 atendimento@jornaldamanhaijui.com Rádio JM: (55) 3331-0301 radio@jornaldamanhaijui.com Representantes Comerciais: Grupo de Diários

www.clicjm.com

O crescimento de 2,3% esperado para o investimento no Brasil em 2019 virá? Os indicadores do terceiro trimestre estão mais positivos. A criação de emprego formal subiu e está coerente com um crescimento anualizado perto de 2%, ante um patamar anterior próximo de 1%. O interessante é que é uma recuperação bem heterogênea em termos de setores e de regiões. Setores mais sensíveis a crédito com desempenho melhor do que setores mais sensíveis a renda. O crédito, especialmente para consumo, vem crescendo, e a renda vem crescendo mais lentamente, dado que o mercado de trabalho ainda está frágil. Além disso, a atividade econômica em São Paulo e no Sul, que são regiões mais sensíveis à política monetária, respondendo bem. Já regiões onde a sensibilidade à política monetária é menor e a dependência do Estado é maior crescem mais lentamente. Há uma mudança estrutural por trás disso? Sim. Um Estado em que os gastos não crescem mais como vinham crescendo e sem aquela política de crédito subsidiado do BNDES trouxe para baixo a taxa de juros neutra, que não acelera nem desacelera a inflação. Então, é uma mudança bastante intensa na forma de funcionar da economia brasileira, que está se tornando menos dependente do Estado e mais sensível à política monetária.

Impressão em Off-Set Rotativa Cia de Arte CNPJ 92.107.978/0001-75 Rua Albino Brendler, 146 - IJUÍ/RS (55) 3331-0318 | 3331-0320 (após às 18h)

ciadearte@jornaldamanhaijui.com

ASSINATuRAS E CIRCuLAÇÃO: (55) 3331-0315 | 3331-0317 3331-0321 SEMEStRAl: R$ 240,00 ANUAl: R$ 480,00 CORREIO: R$460,00 (SEMEStRAl); R$ 900,00 (ANUAl)


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 30 de novembro e 1º de dezembro de 2019

25 DE JULHO

Cursos técnicos têm mais de 300 inscritos Não haverá mudanças no processo seletivo para os cursos técnicos na Escola Técnica Estadual 25 de Julho, apesar da greve. A informação é do diretor Raimar Kuhn. De acordo com ele, a prova de seleção será aplicada no próximo sábado, dia 7, a partir das 8h, para os candidatos inscritos nos cursos técnicos em Mecânica, Eletrotécnica, Móveis e Informática. “Muitos candidatos têm dúvida se a prova será aplicada. Mas, sim, seguiremos o que consta no edital”, destacou o diretor, lembrando que a escola está quase 100% paralisada. Há, no

momento, apenas três professores trabalhando. Para as 260 vagas disponíveis na educação profissional, há 320 candidatos inscritos. Para o Ensino Médio, a escola recebeu mais de 400 inscrições. Conforme consta no edital, os cursos técnicos em Eletrotécnica, Mecânica e Informática possuem 80 vagas cada, distribuídas nos turnos da manhã, tarde e noite. Já o técnico em Móveis possui 20 vagas, com aulas no turno da noite. A carga horária dos cursos varia de 1.580h a 2.180h. A prova constará de 25 questões de múltipla escolha, abrangendo

Escola 25 de Julho mantém a prova seletiva para o dia 7, apesar da greve

conhecimentos de Língua Portuguesa (5 questões), Matemática (5), Ciências (5), Geografia (5) e História (5) em nível de Ensino Fundamental. No dia da seleção, é necessário apresentar carteira de identidade e/ou documento com foto, comprovante de inscrição, caneca esferográfica de tinta preta ou azul, lápis e borracha. O candidato deverá comparecer no local da prova às 8h. Não terá acesso ao local o candidato que chegar após o horário estabelecido para o início, ou sem o documento de identificação. E, conforme consta o edital, não será permitido o uso de calculadora, celular ou óculos escuros. A divulgação dos resultados ocorrerá no dia 11 de dezembro, no saguão da escola. O período para revisão das provas ou resultados será de 12 a 13 de dezembro, até às 22h, por meio de requerimento específico. Já os resultados finais serão divulgados no dia 20 de dezembro, também no saguão do educandário; no site escola25dejulho.com.br - no link Processo Seletivo e no portal educacao. rs.gov.br. Não serão divulgados resultados por telefone. Ao Grupo JM, o diretor destacou que a escola realiza investimentos dentro do que é possível fazer com os recursos disponíveis, vindos do governo do Estado. “Realizamos a manutenção, a pintura necessária ou alguma reforma necessária”, reforça, já citando a preparação para 2020.

Ministro anuncia saída do Mercosul

Abraham Weintraub

O Ministério da Educação (MEC) anunciou ontem que o setor educacional do Brasil não vai mais fazer parte do Mercado Comum do Sul (Mercosul). Segundo o ministro Abraham Weintraub, a decisão de sair do grupo foi tomada após avaliação de que os investimentos nos últimos anos não geraram "resultados concretos". “Após 28 anos, não há resultados concretos e objetivos para a gente mostrar e a despesa e o custo foi grande”, afirmou o ministro que disse estimar o "gasto de R$ 30 milhões com as reuniões". São realizadas reuniões semestralmente para discutir as diversas ações integradas do grupo para todas as etapas da educação, do ensino infantil à pós-graduação. O Setor Educacional do Mercosul foi criado em dezembro de

1991 como um espaço para que os países membros e associados pudessem articular políticas educacionais, estimular a mobilidade e o intercâmbio. Entre as ações que foram desenvolvidas pelo grupo nos últimos anos estão programas que facilitam o intercâmbio de estudantes e professores, acreditação de diplomas de graduação e pós-graduação. Segundo a pasta, as parcerias iniciadas serão mantidas sem prejuízo às partes como, por exemplo, o reconhecimento da equivalência dos estudos no âmbito da educação básica de alunos que estudam fora do país e que são pertencentes ao bloco assim como o sistema de acreditação de cursos de graduação do Mercosul (ARCU-SUL). Os bolsistas também terão o benefício mantido.

7

Unijuí realiza no domingo o Vestibular de Verão Neste domingo, a Unijuí vai realizar a prova do Vestibular de Verão 2020. Com início às 9h, os candidatos vão realizar uma prova de redação, que será aplicada nos quatro Campi da Universidade: Ijuí, Santa Rosa, Panambi e Três Passos. Será possível acessar o local da prova a partir das 8h15min. Para ter acesso à sala será exigido um documento oficial com foto (original). Também é necessário utilizar caneta esferográfica preta ou azul, fabricada em material transparente. Todas as informações necessárias podem ser acessadas no site do Vestibular, no Portal da Unijuí, em Manual do Candidato. Outra informação importante disponível é o local de prova: quem ainda não sabe em que sala realizará a redação, é só conferir no site da Universidade. A vice-reitora de Graduação, professora Cristina Pozzobon, deixa um recado aos candidatos e familiares: “estamos nos preparando para realizar um grande processo seletivo, pois recebemos cerca de 3,2 mil inscrições. Em função deste número, em Ijuí, a prova de redação será aplicada no Campus e não mais na Sede Acadêmica. Com muita alegria estaremos recebendo os candidatos para ingressarem na sala de prova e seus acompanhantes. Tudo está preparado para que o processo transcorra normalmente e atenda as expectativas dos nossos futuros estudantes”, observa. Professora no curso de Letras da Unijuí, Taise Possani elencou

Cristina Pozzobon

algumas dicas para a prova, como não utilizar períodos muito longos na redação, n ão criar estruturas sintáticas incompletas e não usar marcas de oralidade, como gírias, por exemplo. Ela indica não recorrer a clichês, não usar um mesmo argumento repetidas vezes e deixar de lado expressões como 'eu acho'. Ela lembra que jamais deve-se desrespeitar os direitos humanos e que ajuda construir um roteiro sobre o tema, o que ajuda ter foco na hora de se criar a proposta. É preferível, como aponta Taise, a utilização de um vocabulário simples a palavras rebuscadas.

Senac de Ijuí terá aulas experimentais de inglês O Senac Ijuí realiza nos dias 2, 4 e 5 de dezembro aulas experimentais dos cursos de inglês. As aulas acontecem à noite, a partir das 19h, com vagas limitadas e inscrição gratuita. O objetivo das aulas experimentais é demonstrar aos futuros alunos como funcionam os cursos de idiomas, além de familiarizá-los com os professores do Senac. A aula do dia 2 será dedicada à categoria Kids, para crianças entre 7 e 10 anos de idade. No dia 4 ocorre a aula experimental dos Teens, adolescentes entre 11 e 14 anos. A última aula do dia 5 é a da categoria Adults, para jovens e adultos a partir de 15 anos de idade. As aulas contam com metodologia e abordagem comunicativa, e até mesmo aqueles que não possuem conhecimentos na língua inglesa podem participar.

Após as aulas experimentais os alunos podem iniciar o curso Básico, ou então participar do teste de nivelamento do Senac, para que possam começar suas atividades no módulo apropriado. Até o final do ano, a escola participa da campanha Senac Off, que garante ao aluno 6% de desconto no valor da matrícula, além dos 7% de desconto mediante ao pagamento com cartão de crédito e os 5% de desconto aos comerciários. E se matriculando para o ano que vem, até o dia 20 de dezembro, o aluno garante os preços de 2019 sem reajuste no valor da matrícula. A inscrição para as aulas experimentais pode ser feita presencialmente na escola, na Rua 24 de Fevereiro, 315. Ou entrando em contato pelo telefone 55 33327022.


8

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 30 de novembro e 1º de dezembro de 2019

CRIANÇAS

Uso excessivo de telas preocupa profissionais A Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul está preocupada com o uso excessivo de telas pelas crianças. Tanto que, no último mês, a entidade fez a entrega de um abaixo-assinado, com 1.255 assinaturas, ao presidente da Assembleia Legislativa, Luís Augusto Lara, pedindo apoio ao Projeto de Lei que estabelece normas para alertar os pais sobre os riscos dos equipamentos eletrônicos. “A Sociedade de Pediatria preocupa-se com o uso excessivo de telas, de smartphones e tablets, por exemplo, pelas crianças, e já estamos organizando uma campanha às famílias. Também tivemos a ideia de elaborar um projeto de lei, propondo a aplicação de uma etiqueta nas embalagens dos produtos, advertindo sobre o uso excessivo. E para isso, contamos com o apoio do depu-

tado estadual Pedro Pereira, que protocolou a proposta”, explica a 1ª vice-presidente da Sociedade de Pediatria do Estado, Helena Muller. O projeto está sob análise da Comissão de Saúde e Meio Ambiente do Legislativo. Nesta etiqueta, deve constar o alerta ‘use com moderação’ e as informações: de 0 a 2 anos, uso não recomendado; e de 2 a 10 anos, uso máximo de 2h por dia, com supervisão. “Há recomendações, inclusive internacionais, da Academia Americana de Pediatria, e da própria Sociedade Brasileira de Pediatria, sobre a necessidade do uso moderado de telas.” De acordo com Helena, vários estudos têm mostrado os malefícios do uso precoce de telas por crianças. Em novembro, como ressalta Helena, foi publicado numa revista internacional um

estudo que mostra os resultados de uma ressonância magnética realizada em crianças de 3 a 5 anos. Os pequenos que usavam os dispositivos por mais de uma hora tiveram prejuízos no desenvolvimento da substância branca cerebral. “Essa é uma área crucial para o desenvolvimento da linguagem, da alfabetização e da aquisição de habilidades cognitivas nas crianças. A gente sabe que nos primeiros cinco anos de vida ocorre o maior crescimento cerebral.” O uso excessivo leva, ainda, segundo Helena, a uma menor atividade física e a prejuízos no sono. “Realizar menos atividades favorece a obesidade e o surgimento de doenças, inclusive na vida adulta, devido ao sedentarismo. E dormir pouco, ou mal, prejudica o desempenho escolar”, reforça.

Dia de Combate à Aids terá ação amanhã O Dia Mundial de Combate à Aids contará com uma atividade, voltada à população, em Ijuí. Promovida pelo Serviço de Atendimento Especializado (SAE), a ação consiste na realização, neste domingo, das 15h às 19h, de testes rápidos e gratuitos na Praça da República, para detecção do HIV. “Não teremos um público específico. Quem estiver pela Praça, poderá realizar o teste. Apenas pedimos para que as pessoas apresentem um documento de identificação”, explicou a coordenadora do SAE, Ana Letícia Missio, lembrando que os kits que serão levados à Praça da República apresentam 99,9% de confiabilidade. “As pessoas não precisam ter receio de realizar o teste rápido de HIV. Se acontece de dar um resultado positivo, o paciente será orientado a procurar o SAE, na segunda-feira, para a realização de

outros exames”, observa. Embora a procura pela realização de testes rápidos seja maior hoje, a procura ainda está aquém do esperado pelo SAE, segundo Ana Letícia. “Mas estamos sempre promovendo ações, orientando e até realizando uma busca entre os jovens”, lembra. Segundo a coordenadora, hoje há 500 pessoas portadoras de HIV em atendimento no SAE. O número, que reflete a realidade de Ijuí, tende a ser maior, já muitos pacientes acabam optando por realizar o tratamento fora da cidade. Segundo Ana Letícia, 29 casos foram registrados na rede pública de saúde neste ano, na cidade. São 14 casos novos e 15 transferências, ou seja, pacientes de outros municípios que acabam buscando atendimento em Ijuí. A faixa etária de maior incidência vai dos 25 até 50 anos.

“É importante pensar que, o quanto antes você descobrir, mais cedo irá iniciar o tratamento, evitando o adoecimento. O tratamento avançou muito nos últimos anos e as pessoas não devem ter medo de realizar o teste. O perigo mesmo é não saber. O HIV afeta o sistema de defesa. E se você não sabe que tem o vírus, continua transmitindo, porque está com uma carga viral muito alta, além de adoecer. Uma simples pneumonia pode se transformar numa causa de óbito”, reforçou a coordenadora, lembrando que o paciente pode ser portador do vírus HIV, mas não ter nenhum sintoma da Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids). “Tomando o medicamento de forma correta, o vírus nunca vai circular no sangue e nunca vai chegar perto das células de defesa. Por isso a importância do tratamento.”

Sociedade de Pediatria quer que produtos tenham etiqueta de alerta

Clube da Gestante promove visita a Centro Obstétrico

O parto, seja normal ou por cesárea, é um momento marcante na vida do casal. Durante o Clube da Gestante, os futuros pais preparam-se para a chegada do bebê, adquirindo conhecimento com os profissionais do Hospital Unimed Noroeste/RS, que procuram contribuir para que essa fase seja mais tranquila e prazerosa. Uma das atividades promovidas, em todas as edições do Clube, é a visita ao Centro Obstétrico. Na quarta-feira, foi a vez de mais um grupo conhecer a estrutura. A visita foi guiada pela enfermeira Ananda Hoffmann Hartmann, que explicou como será a rotina no dia do nascimento. Para isso, o grupo fez o percurso desde a chegada na Recepção Central do Hospital, seguindo para o Centro Obstétrico, passando pelas salas de admissão e pré-parto e, após, para as salas de parto normal e cesárea. Ao final, conheceram também o Berçário. A intenção é esclarecer dúvidas dos pais e ambientá-los com o local, para que o momento da chegada do filho seja único e especial. A programação do encontro seguiu com a temática “Psicologia em Obstetrícia”. A abordagem feita pela psicóloga Giovana Preichardt Rodrigues, que atua na área de Medicina Preventiva, evidenciou a chegada do bebê como um período de muitas mudanças. “Para essa fase é essencial que se possa investir na inteligência emocional, conseguindo, assim, lidar com as emoções e com as adversidades que possam surgir”, orienta. A profissional também lembrou da importância da reorganização da vida após o nascimento da criança e da participação do pai de forma ativa.


Jornal da Manhã

SÁBADO E DOMINGO, 30 DE NOVEMBRO E 1º DE DEZEMBRO DE 2019

9

ANTIGO LIXÃO

MP acompanha etapas de recuperação de área Embora o Brasil tenha uma legislação específica com relação à destinação dos resíduos sólidos, que se converteu em uma preocupação mundial por conta dos danos ao meio ambiente, o cumprimento dessas normas tem exigido a mobilização da Justiça. Desde que a questão ambiental começou efetivamente a ser cobrada das prefeituras, em 2010, o Município de Ijuí começou a se mobilizar na busca por uma solução para que o antigo lixão municipal fosse fechado, e os resíduos sólidos encaminhados a aterro sanitário, onde recebem o tratamento adequado, minimizando os impactos à natureza. Para isso, porém, foi necessária a abertura de processos para forçar os gestores municipais a obedecerem a legislação. Atualmente, a área em que ficava o antigo lixão, próxima ao Aeroporto Municipal, foi desativada e passa por processo de recuperação ambiental, sob o olhar atento do Ministério Público, que acompanha de perto o cumprimento das ações previstas na licença de instalação. Na atual etapa, foram construídos os piezômetros, que servem para informar os quantitativos da geração de gás e chorume no local. "Felizmente hoje, com o transbordo retirado daquele local, não temos mais deposição, agora é um processo de recuperação, que é longo e bem oneroso aos cofres públicos, mas que precisa ser feito", comenta a promotora pública de Justiça, Diolinda Hannusch. "Mas, o que temos observado nesta gestão é que esse processo tem andado no sentido do cumprimento das etapas. Tivemos problemas na gestão anterior."

Ao Grupo JM, a promotora contou que tramita na Justiça um processo por crime ambiental que busca a responsabilização criminal de agentes públicos que estavam à frente da administração, na gestão anterior. "Em razão de não fazerem as ações necessárias no lixão, para recuperação, que era obrigação, e também por estar funcionando lá o transbordo irregularmente. Na época, a Fepam deu um ano, e a situação foi além, então ajuizamos a ação, e hoje o transbordo está em outro local, licenciado." O Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado entre MP e Executivo previa uma multa expressiva pelo seu não cumprimento. Com o decorrer do tempo, o Ministério optou por não executar o TAC, realizando uma ação própria direcionada ao transbordo com intuito de trabalhar com a questão dos resíduos sólidos dentro do Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (Pgirs) - recentemente revisado. “Hoje, temos um inquérito civil acompanhando a recuperação, uma ação civil pública que ainda não foi encerrada porque ainda faltam algumas questões de formalidade acerca do transbordo, que está funcionando com licença da Fepam, em tese regular, e o inquérito de acompanhamento do Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos que prevê a coleta seletiva, as associações de catadores, e que anda muito devagar. É uma questão muito complexa, não somente em Ijuí, mas aqui sobretudo ainda não conseguimos ter um percentual de adesão à coleta seletiva que seja ideal, satisfatório", enumera Diolinda, sobre expedientes em

Felizmente hoje, com o transbordo retirado daquele local, não temos mais deposição, agora é um processo de recuperação, que é longo e bem oneroso aos cofres públicos, mas que precisa ser feito." tramitação, por meio dos quais, o Ministério Público acompanha permanentemente as ações do Município, como no caso dos transentulhos e dos depósitos irregulares de lixo pela cidade. No caso dos transentulhos, Diolinda pontua que a falta de um local adequado para o depósito dos resíduos dificulta sua destinação correta. Outra dificuldade que o Município enfrenta é relativa a implantação da Política da Logística Reversa, no sentido de responsabilizar indústria, importadores e comércio, em relação ao recolhimento de produtos que contenham agentes perigosos, como pilhas, baterias, lâmpadas. "Há uma dificuldade de discussão com o comércio em geral." Ainda em entrevista ao Grupo JM, Diolinda comenta que ao observar os locais onde se formam esses pequenos lixões a céu aberto, uma parcela significativa dos resíduos é de materiais coletados pela prefeitura regularmente. Assim como no caso dos transentulhos, que

Promotora pública, Diolinda Hannusch comenta processo de recuperação

deveriam ser para o transporte de restos de materiais de construção, mas que, na maioria das vezes, também contêm lixo doméstico. “Não há uma lógica para o comportamento do ser humano, de porquê ele faz isso se nós temos uma coleta regular deste resíduo. Se olhar meu expediente, tramita há uns cinco anos, e não sai disso porque não conseguimos identificar os responsáveis pela deposição. Quando identificados, vamos atrás para responsabilizar, mas é difícil a identificação. É feita a limpeza e um tempo depois já tem de novo, não apenas em vias públicas, mas em propriedades privadas." A expectativa da promotora é que em 2020, o processo de Educação Ambiental tenha andamento, e que tenha um impacto maior, promovendo na comunidade a conscientização de que é responsável pelos resíduos que produz. Temas ambientais como este, que precisam ser solucionados pela prefeitura fazem parte do Pgirs,

como uma questão de urgência, com apontamento de medidas que devem ser adotadas em curto e médio prazo. Mas, Diolinda faz um alerta, a comunidade também precisa se envolver e fazer sua parte. “Como o resíduo não é produzido pelo órgão público, mas pela população, todas as ações do Município no gerenciamento precisam ter a contrapartida de quem se utiliza dos serviços, sob pena do gestor responder perante o Tribunal de Contas. Então, é preciso criar mecanismos e eles terão um custo, talvez o que a gente esteja encontrando uma dificuldade é exatamente isso, quem vai fazer o empreendimento, o Município ou um terceiro? Mas, o Município tem que criar políticas públicas, prever na legislação a destinação para poder encampar isso e tem havido uma cobrança no plano de buscar uma solução consensual, porque se levarmos para uma decisão judicial, vamos ter certamente um período mais longo."

O fim dos lixões Fruto de um processo legislativo de duas décadas, a Política Nacional de Resíduos Sólidos previu prazos e recursos financeiros para que o lixo passasse a ter uma melhor destinação no País. Porém, a legislação foi otimista, colocando prazos e verbas foram muito curtos para os desafios definidos. Por conta disso, o prazo para o fim dos lixões acabou no dia 2 de agosto de 2014, mas o impasse ficou. Em julho de 2015, o Senado estendeu a data-limite para o fim dos lixões. Além das capitais e regiões metropolitanas, os municípios de fronteira e os que contam com mais de 100 mil habitantes, com base no Censo de 2010, ganharam prazo até 2019. Cidades com população entre 50 e 100 mil habitantes têm até 31 de julho de 2020 para resolver essa questão. Já os municípios menores, com menos de 50 mil habitantes, devem estar de acordo com a lei até 31 de julho de 2021.


10

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 30 de novembro e 1º de dezembro de 2019

MOBILIDADE

Coordenadoria amplia mão única em ruas

Teve início hoje, às 6h, a alteração na direção de fluxo nas ruas 14 de Julho e Venâncio Aires. De acordo com a Coordenadoria de Trânsito de Ijuí haverá ampliação da mão única existente nestas vias para a Avenida Pinheiro Machado. O fluxo na Rua Venâncio Aires será de mão única a partir da Avenida Pinheiro Machado (esquina dos camelôs), no sentido Oeste-Leste, prosseguindo até a Rua 13 de Maio. Portanto, todas as manobras de conversão para o sentido Oeste passam a ser proibidas. Na Rua 14 de Julho, haverá ampliação da mão única hoje existente, no sentido Leste-Oeste. Da mesma forma, encerram-se todas as conversões para o sentido Leste. A demarcação do estacionamento oblíquo e outras sinalizações complementares serão executadas na próxima semana. Para o coordenador do Núcleo Viário, agente Rogério Costa, a medida segue orientação do Plano de Mobilidade Urbana. “A ideia é proporcionar um trânsito mais fluido e seguro nesta vias, sobretudo nas interseções, que registram considerável número de acidentes, além de proporcionar implantação de estacionamentos oblíquos, ampliando o número de vagas disponíveis”, esclarece. “Pedimos a compreensão de to-

Alterações nas ruas 14 de Julho e Venâncio Aires entram em vigor hoje dos os cidadãos, principalmente os moradores da área, para que efetivamente esta medida tenha resultados positivos e se possa seguir realizando melhorias no sistema de trânsito de nossa cidade, proporcionando melhor mobilidade e acessibilidade”,disse Rogério Costa.

Receita alerta sobre prazo do Simples Nacional Mais de 11,4 mil empresas optantes pelo Simples Nacional que apresentam débitos sem exigibilidade suspensa perante a Receita Estadual receberam o Termo de Exclusão do Simples Nacional, com efeitos a partir de 1º de janeiro de 2020, em suas Caixas Postais eletrônicas no e-CAC (Centro de Atendimento Virtual ao Contribuinte) da Receita Estadual e poderão ser excluídas do regime tributário diferenciado, simplificado e favorecido aplicável às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte. Para evitar a exclusão ou poder retornar ao Regime, os contribuintes devem verificar a existência de débitos pendentes no e-CAC e regularizar suas dívidas com o Estado. Segundo o Fisco gaúcho, os valores devidos superam R$ 156 milhões. As empresas que não efetuarem o pagamento ou o

parcelamento dos débitos até o dia 6 de dezembro constarão no lote final das empresas excluídas, com efeitos a partir de 1º de janeiro de 2020. No ano passado, a operação resultou na exclusão de mais de 3,6 mil contribuintes que não regularizaram seus débitos em tempo hábil. Uma das alternativas para regularização dos débitos é o Refaz 2019. Autorizado pelo Convênio 151/19 do Confaz e regulamentado pelo Decreto nº 54.853/2019, o programa oferece opções de pagamento com redução de juros e descontos em multas para contribuintes com débitos de ICMS. A adesão deve ser concluída até o dia 13 de dezembro e está disponível por meio dos sites da Sefaz e da PGE, prevendo modalidades que alcançam até 90% de redução nos juros e multas.

A Coordenadoria alerta os usuários que atentem para a mudança, observando e respeitando a sinalização que será implantada e, com isso, evitando conflitos e acidentes. Os agentes de trânsito farão a orientação aos condutores e a fiscalização do cumprimento da nova sinalização.

Projeto converte multa de trânsito em advertência Em tramitação na Câmara Federal, um projeto apresentado pelo deputado Maurício Dziedricki (PTB-RS) define que as multas de trânsito por infrações leves ou médias sejam convertidas em advertências por escrito. O benefício poderia ser aplicado caso o motorista não tenha cometido a mesma infração nos 12 meses anteriores à aplicação da penalidade Essa possibilidade está prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) mas, pelas regras atuais, sua aplicação é decidida pela autoridade responsável pelo trânsito em cada Estado. Se o projeto for aprovado, a conversão da multa em advertência torna-se automática. "No Rio Grande do Sul, as solicitações de reversão de pena são todas negadas. Outros Estados já acatam os recursos. Precisamos que os critérios sejam objetivos. Se cumprir os requisitos, basta solicitar a reversão que ela será acatada", explica Dziedricki. Entre as infrações que poderiam ser convertidas em advertência estão estacionar o veículo em local irregular ou na contramão, andar em velocidade até 20% acima do permitido e conduzir carro com defeito no sistema de iluminação ou com lâmpadas queimadas. Dziedricki também é relator proposta que autoriza pessoas físicas e jurídicas a utilizar os benefícios da Lei Rouanet para patrocinar projetos de música

Maurício Dziedricki regional. Atualmente, a lei permite a captação de recursos somente para música erudita e instrumental. O texto estende ainda os benefícios do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac), regulados pela Lei Rouanet, aos artistas locais e regionais que desenvolvem atividades voltadas para alunos do ensino básico de escolas públicas. O benefício também é válido para entidades sem fins lucrativos de inclusão social de crianças e adolescentes. O projeto tramitou em caráter conclusivo e, portanto, pode seguir para a análise do Senado, a menos que haja um recurso para votação pelo Plenário da Câmara.

Projeto para a Rua 15 de Novembro é entregue

Integrantes da diretoria do Sindilojas entregaram o projeto ao prefeito Valdir Heck, nesta semana

Integrantes da diretoria do Sindilojas de Ijuí se reuniram com o prefeito Valdir Heck nessa semana. O presidente Bruno Hass, os vice-presidentes Juarez Neme da Costa e Jerry Joel Jorys, acompanhado do empresário do ramo hoteleiro, Maurício Michaelsen, fizeram a entrega ao chefe do Executivo de uma cópia do projeto arquitetônico de reurbanização da rua 15 de Novembro. “Aqui nesse DVD estão os

arquivos, que contemplam toda a parte arquitetônica – passeio público, paisagismo, pergolado das etnias, mobiliário urbano, etc - em PDF e Corel, com todos os cortes e fachadas. Agora cabe ao Executivo encaminhar a parte de quantificação e precificação”, pontuou Jorys. A proposta entregue pelo Sindilojas foi analisada, em reunião do prefeito com os secretários de Planejamento e Regulação

Urbana, Marcia Boniatti, adjunto, Ivo Dobler, de Desenvolvimento Urbano, Obras e Trânsito, Jair da Rosa, de Cultura, Esporte e Turismo, Sérgio Corrêa e de Governo, Telmo Alves. “A ideia, agora, é avaliarmos o que nos é possível fazer. E, nesse sentido, nossa equipe irá trabalhar a proposta técnica, para que possamos ter definições para o início do novo orçamento”, observou o prefeito.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 30 de novembro e 1º de dezembro de 2019

SEBRAE

Cenário é favorável para os pequenos negócios O presidente do Sebrae, Carlos Melles, participou em Curitiba, na noite de quinta-feira, da cerimônia de abertura da 16ª Convenção Nacional da Micro e Pequena Empresa, realizada pela Confederação Nacional das Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais (Conampe) e pela Federação das Associações de Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais do Estado do Paraná (Fampepar). O evento, que reuniu representantes do Ministério da Economia, de entidades empresariais e associações de Estados brasileiros, além de empreendedores, debateu os avanços para o desenvolvimento das micro e pequenas empresas no Brasil e a criação de um ambiente de negócios favorável. Na palestra de abertura, o presidente Carlos Melles lembrou algumas ações recentes realizadas em prol desse segmento. "As micro e pequenas empresas vivem um momento especial no País, com ações que visam a desburocratização, a simplificação e a digitalização

Carlos Melles

de processos. Temos uma legislação positiva que colabora para a modernização de startups e para a criação das Empresas Simples de Crédito, além de uma ampla atuação da Frente Parlamentar da Micro e Pequena Empresa. Estamos em um processo de retomada do crescimento e com uma expectativa muito positiva", afirmou Melles. O presidente da Conampe, Ercílio Santinoni, recordou as dificuldades durante os anos 1980, quando surgiu o movimento em favor de micro e pequenas empresas. Ele desta-

cou o comprometimento dos órgãos públicos, das entidades e associações e do setor produtivo para o desenvolvimento econômico das MPEs, no Brasil. “Estamos vivendo um momento promissor com mudanças profundas na atuação pública e em parceria com o setor privado. Queremos caminhar ainda mais longe com o foco em inovação, no acesso a novos canais de vendas e mercados. Participar desse desenvolvimento significa investir em inclusão social, distribuição de renda e no desenvolvimento econômico”, afirmou. O Secretário Especial de Modernização do Estado da Secretaria Geral da Presidência da República, José Ricardo Martins da Veiga, também destacou o cenário atual. "Estamos com uma janela de oportunidades que visam tornar a legislação mais simples, integrar entidades, modernizar os negócios e o acesso aos novos mercados. Precisamos caminhar para um Brasil mais leve, que favoreça aqueles que produzem e trabalham: os empreendedores."

Refaz encerra-se no dia 13 de dezembro

Contribuintes em débito com o fisco gaúcho podem aderir ao Programa Especial de Quitação e Parcelamento de Débitos de ICMS – Refaz 2019 – até o dia 13 de dezembro. Faltam duas semanas, portanto, para que empresas possam escolher entre uma das quatro opções de pagamento. O programa permite a regularização de empresas com débitos de ICMS com redução de juros e descontos em multas (sendo obrigatório o pagamento de 100% do valor principal do débito). Uma nova modalidade oferecida neste ano é a quitação total dos débitos, chamada de Regra 90/90, que exige que o contribuinte inclua a totalidade de seus débitos na negociação – seja em etapa administrativa ou judicial. Também há outras opções oferecidas, como a quitação de débitos selecionados, chamada de Regra 60/60 ou ainda duas possibilidades de parcelamento. Podem aderir ao programa os contribuintes com débitos tributários vencidos até o dia 31

MODALIDADE1 - REGRA 90/90 Redução Empresa Categoria Geral e Simples Nacional

Juros

90 %

de dezembro de 2018. O Refaz foi autorizado pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), por meio do Convênio ICMS 151/19 para o Rio Grande do Sul e outros Estados, e regulamentado pelo decreto nº 54.853/2019. A Receita Estadual oferece um simulador da dívida para que interessado possam visualizar e analisar as propostas de negociação oferecidas no Refaz 2019 e decidir pela opção mais adequada. Para fazer a simulação, os contribuintes precisam preencher os campos solicitados e selecionar a modalidade de pagamento. Ao

Multas infrações formais

Multas infrações materiais ou multas moratórias

50%

90%

enviar as informações, o sistema detalhará as condições e valores a serem pagos. A modalidade garante 90% de desconto nos juros e nas multas devidos. Essa regra vale para contribuintes da Categoria Geral e optantes do Simples Nacional, sendo que o pagamento deve ser realizado até 13 de dezembro. A data limite para apresentar denúncia espontânea, solicitar a separação de fatos geradores não enquadráveis no programa e solicitar a desistência de pedido de compensação não homologado no Compensa RS se encerra na quarta-feira, dia 4 de dezembro.

11

Mercado livre de energia gerou quase R$ 200 bi de economia em duas décadas O consumidor do mercado livre de energia elétrica já economizou R$ 195 bilhões, nos últimos 21 anos. O número, revelado pela Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel), impressiona, mas ainda não alcança quem paga a maior conta de luz, hoje, no Brasil: o pequeno consumidor. Atualmente, o mercado livre de energia elétrica é restrito aos consumidores acima de 500 quilowatts, o que equivale a uma fatura mensal em um valor igual ou superior a R$ 80 mil. Mas um projeto de lei que tramita em caráter conclusivo na Câmara dos Deputados quer diminuir a distância entre os consumidores de grande porte e a população. O PL 1917/2015, conhecido como projeto da portabilidade da conta de luz. A proposta amplia a margem de cobertura do mercado livre, aumentando a competitividade entre os fornecedores de energia e reduzindo as tarifas.

Conta de luz terá bandeira tarifária amarela

Bolsonaro defende taxas de juros equivalentes

A bandeira tarifária em dezembro será amarela, com custo de R$ 1,343 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. O anúncio foi feito ontem, em comunicado, pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A expectativa da entidade é que as condições do tempo melhorem ao longo de dezembro, uma vez que as previsões meteorológicas sinalizam melhora nas condições de chuva sobre as principais bacias hidrográficas do sistema.

O presidente Jair Bolsonaro defendeu ontem que as instituições bancárias do País adotem taxas de juros compatíveis com a taxa básica de juros do País, a Selic, atualmente em 5% ao ano. Na entrada do Palácio do Alvorada, o presidente ressaltou que, a partir de agora, cada instituição financeira terá de mostrar a taxa de juros adotada por ela para comprovar que houve uma redução e disse que o país caminha para que os financiamentos se adaptem à taxa básica de juros.

11,6%

O ritmo de queda da taxa de desemprego deu sinais de desaceleração no trimestre encerrado em outubro, disse ontem o IBGE. A taxa de desemprego ficou estável no período, em 11,6%.

Salários começam a ser pagos no dia 16 O governo do Estado anunciou, ontem, o calendário parcial da folha de novembro do funcionalismo. O primeiro depósito será no dia 16 de dezembro, quitando salários de quem ganha até R$ 1,7 mil líquidos. A Secretaria da Fazenda pagou ontem a 11ª parcela do 13º salário de 2018. "As características da arrecadação deste mês de dezembro fazem com que não seja possível uma projeção exata até o dia 31", explica Marco Aurélio Cardoso.

Caixa faz débito automático do FGTS

Setor público tem superávit primário

O trabalhador que não quiser o saque imediato de até R$ 500 por conta do FGTS precisa comunicar a Caixa Econômica Federal e solicitar a devolução do dinheiro ao fundo. O banco já está fazendo o débito automaticamente e manterá o dinheiro fora das contas do FGTS até 30 de abril do ano que vem, a menos que o trabalhador peça o dinheiro de volta, procedimento chamado de desfazimento.

O setor público brasileiro fechou o mês de outubro com superávit primário de R$ 9,4 bilhões, dado melhor que o esperado e ajudado pelo resultado entregue por Estados e municípios. A expectativa era de um superávit de R$ 8 bilhões para o mês, que é sazonalmente positivo. No período, Estados e municípios tiveram déficit de R$ 216 milhões.


12

Jornal da Manhã

SÁBADO E DOMINGO, 30 DE NOVEMBRO E 1º DE DEZEMBRO DE 2019

EXÉRCITO

Mulheres estão cada vez mais presentes nas forças militares

O

Exército Brasileiro também é feito pela força feminina. No 27° Grupo de Artilharia de Campanha (GAC), em Ijuí, elas desempenham papéis importantes em diferentes áreas e diariamente honram a missão de servir à pátria. Atualmente, seis mulheres atuam no quartel, duas de carreira e quatro temporárias. Em todo o Brasil, o governo federal estima que sejam seis mil mulheres no Exército, além de 9,2 mil na Força Aérea e 6,9 mil na Marinha. Por mais que o alistamento militar feminino não seja algo tão comum, os direitos vêm sendo ampliados ano após ano. A história feminina no Exército começou a ganhar corpo em 1992, quando a Escola de Administração do Exército, em Salvador (BA), matriculou a primeira turma de 49 mulheres mediante concurso público. Depois disso, em 1996, foi instituído o Serviço Militar Feminino Voluntário para médicas, dentistas, farmacêuticas, veterinárias e enfermeiras de nível superior. No 27° GAC, uma delas é a sargento Jaqueline Araújo Soares, que desde a infância sonhava em usar a farda verde-oliva, inspirada no exemplo do pai e do irmão, que são militares. Hoje, aos 30 anos, a administradora por formação atua na parte administrativa do 27° GAC. Além disso, coordena o Hotel de Trânsito e faz a parte de Relações

Públicas do quartel. “Estou vivendo meu sonho”, resume a militar, que ingressou nas Forças Armadas em 2018, após muita preparação para concorrer à vaga temporária. Em Ijuí, ela atua desde o ano passado e poderá ficar na carreira militar por até oito anos. A vida militar faz parte da rotina da sargento Nathalia Dutra Amaral, há dois anos. Natural de Minas Gerais, ingressou no Exército Brasileiro em 2017 como sargento, após passar por uma seleção da Escola de Sargentos (ESA) e depois veio para Ijuí, onde atua na oficina do 27° GAC. Durante a formação na Escola Militar, se aperfeiçoou em material bélico. “Para mim sempre foi um sonho, eu sempre quis a carreira militar. Meu pai é militar em Minas Gerais, o meu irmão também, e eu sempre quis essa carreira, não necessariamente

Para mim sempre foi um sonho, eu sempre quis a carreira militar. Meu pai é militar, mas policial em Minas Gerais, o meu irmão também, e eu sempre quis essa carreira."

do Exército, mas quando abriu a seleção da ESA para o segmento feminino, passei na seleção e vim sem pensar duas vezes.” Por ser uma área de domínio masculino, as sargentos disseram que se surpreenderam quando chegaram na organização militar e pela forma como foram acolhidas pelos demais militares. No 27° GAC são 450 militares. “Quando eu cheguei num primeiro momento na OM (Organização Militar), eu tive medo, por não saber se eu teria reconhecimento por ser mulher, se eu iria ser tratada como eles são tratados, mas eu tive esse reconhecimento pelo que eu poderia fazer, tanto que eu não esperava chegar e ir para a oficina, participar da formação dos soldados no primeiro ano. Eu imaginava que iria para uma seção fora da minha área, mas aqui no 27° GAC eu fui muito reconhecida”, acrescentou Nathalia. Esse mesmo sentimento é compartilhado pela sargento Soares, que disse que sente ser tratada como os demais militares do sexo masculino. “Não tem dife-

Não tem diferença nenhuma, eles nos tratam da mesma forma e com muito respeito."

Sargento Jaqueline Araújo Soares

rença nenhuma, eles nos tratam da mesma forma e com muito respeito”, ressaltou. A mulher que deseja seguir carreira no Exército Brasileiro poderá prestar concurso de âmbito nacional para a Escola de Formação Complementar do Exército,

História

Sargento Soares coordena o Hotel de Trânsito Militar de carreira, Nathalia atua na oficina do quartel

Sargento Nathalia Dutra Amaral

Escola de Saúde do Exército, Instituto Militar de Engenharia e Escola de Sargentos de Logística. A mulher que deseja ingressar no Exército como oficial ou sargento temporário deverá participar da seleção realizada pelas regiões militares de cada localidade.

A primeira participação de uma mulher em combate ocorreu em 1823. Maria Quitéria de Jesus lutou pela manutenção da Independência do Brasil, sendo considerada a primeira mulher a assentar praça em uma Unidade Militar. Entretanto, somente em 1943, durante a Segunda Guerra Mundial, as mulheres oficialmente ingressaram no Exército Brasileiro. Foram enviadas 73 enfermeiras, 67 delas enfermeiras hospitalares e 6 especialistas em transporte aéreo. Elas serviram em quatro diferentes hospitais do exército norteamericano, todas se voluntariaram para a missão e foram as primeiras mulheres a ingressar no serviço ativo das forças armadas brasileiras. Após a Guerra, assim como o restante da FEB, as enfermeiras, em sua maioria foram condecoradas, ganharam a patente de oficial e licenciadas do serviço ativo militar.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 30 de novembro e 1º de dezembro de 2019

13

CARNE

"Não tem jeito, as exportações para a China estão muito fortes" Em alta nos últimos dias, o valor da carne não deve retornar ao patamar anterior, de acordo com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina. A elevação de preço ocorre porque as exportações de carnes do Brasil para China subiram e a arroba do boi foi elevada nas últimas semanas, o que levou o repasse a chegar nas gôndolas dos supermercados. O que também contribuiu para o aumento, segundo a ministra, foi a falta de reajuste nos preços nos últimos três anos. "Sabemos que essa situação decorre de uma conjuntura de fatores. Agora, a arroba não vai baixar mais ao patamar que estava", disse Tereza. A ministra também negou que o mercado nacional esteja com falta de oferta. "Não é verdade (que haja falta de carne). Primeiro, o Brasil tem 215 milhões de cabeças de gado. Então, não é um rebanho para acabar amanhã. Segundo, realmente o mercado chinês mexeu com as exportações, e não só da carne brasileira, mas da carne argentina, paraguaia, uruguaia. Todos esses mercados sentiram. O mundo está sentindo o impacto. É muito grande a necessidade da China", disse. Após declaração da ministra Tereza

Cristina, na tarde da última quinta-feira sobre os valores da carne no Brasil, foi a vez do presidente da Farsul, Gedeão Pereira, falar sobre o assunto. Pereira afirmou que não existe previsão para que os preços do produto baixem no País. De acordo com o presidente, o alto patamar do produto é resultado da globalização, com ênfase aos expressivos números de consumidores na China. "Tudo isso é resultado de países continentais com muitos consumidores. Esse fator gerou repercussão do mercado das carnes do mundo inteiro. Não tem saída. As exportações para a China estão muito fortes", afirma. O que também contribui no aumento, segundo Pereira, é o chamado período de entressafra. A seca na região central do Brasil faz com que os pastos fiquem até seis meses sem chuva. A partir disso, os produtores fazem o confinamento de bovinos à base de grãos, "mantendo uma oferta mais ou menos normal para o período de seca". Já nos períodos das chuvas, leva tempo até que os bovinos engordem. "Isso demora, geralmente até janeiro e fevereiro. Então, acabamos passando o fim

de ano com uma oferta bem escassa. Além disso, as festas desta época aumentam a procura de carne", explica. Ainda de acordo com o presidente, a solução mais provável é o estímulo do aumento da produção à médio e longo prazos. "Esses preços estimulam o produtor a investir mais no trabalho e, consequentemente, produzir mais. As produções mais rápidas são as de frangos e suínos, "afirma. Na mesma entrevista, Pereira declarou que a Farsul está de acordo com a decisão do Ministério Público (MP) de suspender a utilização do agrotóxico 2,4-D. "Nós defendemos a suspensão momentânea até que termine a greve (dos fiscais agropecuários), pois a fiscalização tem surtido efeito. Na amostragem, os 24 municípios observados tiveram diminuição da incidência do 2,4-D", explica. Questionado sobre alternativas de outros herbicidas de característica semelhante ao 2,4-D, Pereira afirma que existem outros produtos, mas que o preço, neste caso, duplica. "Temos muitos problemas de custos. É possível encontrar substitutos do pro-

Gedeão Pereira

duto, mas são muito mais caros. É uma situação complexa e, por isso, o melhor é a fiscalização", finaliza.

"Tudo isso é resultado de países com muitos consumidores. Esse fator gerou repercussão do mercado das carnes do mundo inteiro. "

Período da Piracema e risco de afogamento ampliam restrições em usinas Desde 1º de outubro está em andamento na Bacia Hidrográfica do Rio Uruguai o chamado Período da Piracema, época do ano onde os peixes intensificam sua migração com a finalidade de reprodução e cuja interferência de forma inadequada pode prejudicar a multiplicação das diferentes espécies migradoras. Por isso, até o dia 31 de janeiro, são maiores as restrições de pesca nos rios com uso de apetrechos e embarcações. A pesca em condições irregulares é considerada crime ambiental e o infrator está sujeito a punições nas esferas administrativa, civil e penal, com recolhimento dos apetrechos de pesca, multas e indenizações, que variam de R$ 1 mil a R$ 100 mil, e até mesmo a prisão, com período de reclusão de 1 a 3 anos. Os lagos de usinas são especialmente visados por pescadores, mas neles, além das regras de pesca normais instituídas no período da Piracema, existem normas específicas que devem ser respeitadas. Na fase atual, da Piracema, a pesca é proibida em qualquer condição, a uma

distância de 1,5 mil metros de todo tipo de estrutura física de usinas, seja barragem, casa de máquinas ou mecanismo de transposição de peixes. Com o objetivo de inibir e controlar a pesca predatória nesses locais, a Ceriluz dispõe de câmeras de segurança que permitem a visualização em tempo real das áreas das usinas pela sua Central de Operação da Geração (COG), com monitoramento 24 horas. Estas imagens também estão disponibilizadas para a Patrulha Ambiental, que faz vistorias frequentes, que pode vir a tomar as medidas cabíveis. Para minimizar seus impactos nesse processo de reprodução de peixes, a Ceriluz tem em suas usinas sistemas de transposição de barragens. Na PCH José Barasuol, onde há uma barragem de dez metros de altura, recentemente melhorou a estrutura física da Escada de Peixes, implantada no local desde o início da operação da usina e que agora tem maior capacidade de água. Na PCH RS-155 também foram feitas melhorias - foram construídas pequenas bar-

reiras abaixo da barragem principal, formando lagos que permitem aos peixes nadarem e descansarem. Além de caracterizar um crime ambiental, a pesca nas áreas de barragem também oferece risco de afogamento, considerando a variabilidade do nível das águas. Da mesma forma há esse risco para situações de práticas de lazer (banho) ou esportes náuticos, igualmente proibidos. Como forma de orientação há placas de sinalização fixadas nos arredores das usinas informando sobre as áreas de restrição. A proibição se dá uma vez que pode ocorrer o desligamento automático das máquinas - provocado por falha no abastecimento de energia - o que causa o aumento repentino do nível do rio na barragem e do fluxo de água na chamada alça seca. No caso da PCH RS-155, uma sirene de alerta é acionada em momentos em que há o aumento do nível do rio. A Ceriluz se reserva ao direito de intervir quando julgar necessário, tomando as providências cabíveis, seja nos casos de pesca ou atividades de lazer.


14

Jornal da Manhã

SÁBADO E DOMINGO, 30 DE NOVEMBRO E 1º DE DEZEMBRO DE 2019

ELEIÇÕES

"Em 2020 vamos dar férias para o PDT", afirma Busnello

Nós sabemos que sozinhos não iremos conseguir. Precisamos trabalhar todos juntos ou vamos entregar as eleições de novo ao PDT." César Busnello

Faltando menos de um ano para as eleições municipais de 2020, os partidos políticos já vêm se articulando para alcançar a prefeitura de Ijuí. O cenário político ainda pode mudar muito até o pleito e até parecer incerto,

mas alguns nomes já estão se movimentando para conquistar o eleitorado e garantir os votos necessários para administrar o Município por quatro anos. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já definiu algumas regras para a próxima votação, como o fim das coligações para a escolha dos vereadores, mas manteve a aglutinação partidária em torno da chapa que disputa os cargos de prefeito e vice, por exemplo. O vereador César Busnelllo do PSB nunca escondeu o interesse em concorrer a prefeito de Ijuí. Mas, por enquanto, diz que o partido tem conversado com outras siglas sobre os rumos da cidade. "O nosso objetivo é compor uma chapa majoritária. Isso será definido no momento certo. Posso afirmar que se existe um partido que busca mudança na forma de fazer política em Ijuí, da atual prática, a qual, no nosso entendimento, está superada e cansada, é o PSB. Desde o meu primeiro mandato em 2009, tenho como propósito fazer uma intervenção local, para fins de mudança do atual cenário político, de fazer uma cidade diferente. Claro que aqui nem tudo é terra

arrasada, mas o partido que está à frente do poder já deu o que tinha que dar. O PDT, pela forma que faz a política pública em Ijuí, deixa a desejar, ou seja, obras mal feitas, um exemplo é a Rua Horizontina, no bairro Thomé de Souza, onde os moradores até plantaram árvores nos buracos, como forma de protesto. Essas práticas mal feitas são realizadas com o dinheiro público, e nós estamos do lado da mudança, não fazendo oposição por destruição, e sim combativa, rigorosa, tenho inúmeros projetos e provocações no sentido de melhorar a cidade e, consequentemente, a vida das pessoas”, ressalta o vereador. Ele é categórico ao afirmar que o PSB não vai abrir mão da mudança. “O PDT está no governo e não está correspondendo, o PDT não tem projeto de gestão, de administração coletiva, mas sim um projeto de poder. O PDT está cansado, é muito tempo a frente do governo. Já estão há 30 anos no poder e ainda querem mais quatro anos. Há um nítido projeto de poder deste partido e não mais de gestão, porque os problemas urbanos e rurais são diários, rotineiros, e a comuni-

dade segue reclamando. Olha a ladainha da iluminação pública, das operações tapa-buracos, sempre com uma desculpa, antes era o tempo, a Corsan e agora o caixa do orçamento que está praticamente raspado”, relata Busnello, salientando que “o dinheiro usado nos asfaltos tanto na cidade como no interior é oriundo de financiamentos, e quem vai pagar essa conta será a próxima gestão.” Sobre as eleições municipais, ele destaca que o PSB está conversando com os demais partidos, entre eles o PP, o PCdoB, PL e o PT. “Nós sabemos que sozinhos não iremos conseguir, pois a estrutura do PDT é muito grande, já enraizou em Ijuí. O PDT está em todos os segmentos do Município, é preciso uma coalisão muito forte. Precisamos trabalhar todos juntos ou vamos entregar as eleições de novo ao PDT. O PDT quer bagunçar os partidos, jogando um contra o outro, e lá no final os partidos não se organizam e acabam migrando para o mais fácil que é a coligação com o PDT, o que, em minha opinião é um desrespeito. Em 2020 vamos dar férias o PDT. “

"Alguns vereadores estão menosprezando a inteligência dos ijuienses " O presidente do PDT, Paulo Stumm, em entrevista ao Grupo JM, reafirmou que o PDT está trabalhando intensamente para fortalecer ainda mais a sigla. Ele informou ainda que neste processo, o seu candidato à sucessão do prefeito Valdir Heck, ele defende o nome do ex-prefeito Fioravante Ballin. “O meu candidato é o Ballin, um homem que tem experiência. Viu os erros e os acertos do passado e está preparado para o momento. O Valdir vem em um crescente, vamos fazer análise e tomar o Estado como exemplo, que optou pelo ‘bonitinho’ e agora se tornou feio.” “Sempre digo que boi lerdo toma água suja. Nós estamos realizando as reuniões nos bairros e estamos ouvindo a comunidade. O PDT está procurando pessoas que têm a visão como a nossa, de um todo, é com este intuito que vamos manter um plano de gestão, visando o coletivo, aglutinando forças para comandar Ijuí por mais

quatro anos. Não desmerecendo os nossos adversários, mas os que estão despontando por ai, com todo o meu respeito, nenhum tem condições, melhor do que nós de comandar o município”, frisa o dirigente do PDT. Sobre a coligação com o PP, Paulo Stumm foi categórico ao afirmar que tem certeza que os integrantes do PP que estão contribuindo com o partido na atual administração seguem no projeto. “No meu entendimento, há uma aproximação ainda maior com o PP. A ala que se propõe a trabalhar pela cidade, essa tenho plena convicção que irá seguir nesse viés de crescimento da cidade, e contamos com eles, com certeza, para reforçar nossas fileiras para um projeto mais amplo”, declara Stumm. No entanto, na última semana, o presidente do PP, vereador Andrei Cossetin, em entrevista ao Grupo JM, descartou qualquer possibilidade de manter a coligação com o PDT na disputa

nas Eleições 2020. Segundo o presidente do PDT, o momento é de focar em um projeto mais amplo, salientando que, para isso, conta com a participação dos empresários. “Temos um projeto para manter Ijuí no caminho. Hoje somos destaque na Educação e na Saúde. Vamos nos aliar pelo que está certo. A crítica pela crítica destrói o que está sendo feito. Teremos os médicos esperando o paciente nos postos de saúde, e não os pacientes esperando os médicos como ocorre hoje. Teremos mais de 80% de saneamento básico”, projeta Stumm. Segundo ele, alguns vereadores estão menosprezando a inteligência dos ijuienses. “Ijuí ocupa o quarto lugar no Estado em Educação. O nosso povo é culto, por isso, digo que alguns vereadores estão menosprezando a inteligência do povo ijuiense. Essa perseguição no meu ponto de vista é burrice.”

O PDT está procurando pessoas que têm a visão como a nossa, de um todo, é com este intuito que vamos manter um plano de gestão." Paulo Stumm

ALEXANDRE GARCIA Jornalista

INTIMIDANDO O CRIMINOSO O número de homicídios no Brasil está despencando à razão inédita no mundo de 24% neste ano. Em países que fazem campanhas para reduzir o número de assassinatos, uma diminuição de 2% ao ano é considerada exitosa. No ano passado, até 30 de setembro, havia 39.527 assassinatos; neste ano, até 30 de setembro, o número trágico caiu para 30.864. Em setembro do ano passado, houve 136 assassinatos por dia; em setembro deste ano, 110 por dia. A redução foi ainda maior no Ceará, Rio Grande do Norte e Acre, chegando a 30%. Se o último dado revela 110 mortes por dia, já é bem menos que a média de 175 homicídios/dia em 2017. Já começou a diminuir no governo de Michel Temer, que fora Secretário de Segurança de São Paulo e aplicou sua experiência quando assumiu a Presidência da República. Para que se tenha idéia da matança brasileira, vamos comparar números com um período muito falado: no livro Dos Filhos deste Solo, do petista Nilmário Miranda, Secretário de Direitos Humanos de Lula, está registrado que durante os 20 anos de governo militar, os confrontos entre governo e grupos armados, resultaram em 424 mortos ou desaparecidos, o que dá a média de 21 por ano – ou o equivalente a dois dias e meio dos homicídios de 2017. Estamos, portanto, nos matando a uma razão três mil vezes maior que numa luta política interna. A redução dos homicídios ainda vai ter muitas explicações, porque o Congresso ainda não fez o óbvio, que é aprovar, ou até reforçar, a proposta do Ministro Sérgio Moro, conhecida como pacote anticrime. Tudo indica que a eleição de Bolsonaro, que significou a aprovação da promessa de reforço da legítima defesa e do direito de se armar para proteger a vida e a propriedade, tenha sido importante para dissuadir os potenciais assassinos. Um exemplo prático desse poder de dissuasão: em 31 de março de 1964, o prefeito de Encantado(RS), Adilar Bertuol, me chamou, entre outros voluntários, para defender a prefeitura, que seria atacada pelo Grupo dos Onze, de Leonel Brizola. Ao perceberem que a prefeitura seria defendida, mudaram o alvo e atacaram a tiros o padre Ernesto Alitti, o vigário que pregava no púlpito dominical a derrubada do Presidente Goulart, como prevenção contra um regime semelhante ao de Cuba. O padre não estava armado; os defensores da prefeitura estavam. É assim que funciona o poder dissuasório da arma. A outra questão é a força da lei e o prestígio que o governante confere aos policiais. Neste ano, governadores e prefeitos passaram a prestar honrarias a policiais mortos e aos autores de atos de bravura. E o Presidente da República acaba de propor aos legisladores uma lei que dá mais segurança aos policiais que, em defesa própria ou de outrem, não precisam esperar que o bandido atire primeiro. Imagino um atacante se preparando para jogar uma garrafa de gasolina em chamas pela janela de um ônibus cheio. O agente da lei vai ter que esperar que o coquetel molotov seja arremessado, ou vai atirar para impedir a consumação do crime? Está nas mãos dos nossos representantes salvar vidas e a lei.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 30 de novembro e 1º de dezembro de 2019

15

2ª INSTÂNCIA

MDB, PSB e PP pedem mudanças no projeto Depois de as bancadas do MDB e do PSB pedirem ao governo mudanças no projeto que modifica o plano de carreira do magistério, foi a vez do PP - partido do líder do governo, Frederico Antunes, e do chefe da Casa Civil, Otomar Vivian - manifestar contrariedade ao texto proposto pelo governo. Os progressistas formam a segunda maior bancada da base aliada, com seis deputados. "Da forma que foi apresentada, não há condições de ser votada", afirma o líder da bancada, Sérgio Turra. Em reunião na manhã de ontem com a presença do presidente estadual do partido, Celso Bernardi, os deputados do PP decidiram levar ao governador Eduardo um conjunto de sugestões para alterar a proposta original, que integra o pacote enviado há duas semanas pelo Piratini à Assembleia. "Algumas dessas medidas foram discutidas com o líder do governo e colega

O presidente nacional do PSL, o deputado federal Luciano Bivar, e três candidatas a deputada pelo partido foram indiciados pela Polícia Federal, ontem. Além de Bivar, são alvo da investigação sobre um esquema de candidaturas laranjas usado nas eleições de 2018 Lourdes Paixão, que tentou se eleger deputada federal, além de Érika Siqueira Santos e Mariana Nunes, candidatas a deputada estadual. Segundo a PF, os quatro foram indiciados com base no artigo 350 do Código Eleitoral. Esse artigo diz que é proibido omitir declaração ou inserir declaração falsa para fins eleitorais. Eles também foram enquadrados no artigo 354 do Código Eleitoral, que veda a apropriação de valores destinados ao financiamento eleitoral para benefício próprio ou para outra pessoa.

R$ 15 Parlamentares decidiram levar ao governador um conjunto de sugestões

de bancada, Frederico Antunes, na reunião. Outras sugestões, serão construídas a partir de discussões internas e do diálogo com toda sociedade", diz nota assinada pelos outros cinco parlamentares do partido, sem detalhar quais serão as mudanças sugeridas.

Na última quarta-feira, o MDB, maior bancada da base aliada, se posicionou contra o texto enviado pelo governo e pediu mais tempo para votar a proposta. No dia anterior, deputados do PSB também comunicaram ao governo que, caso o texto não seja modificado, votarão contra.

Governo cogita ampliar prazo do regime Ainda sem a adesão do governo gaúcho, o regime de recuperação fiscal (RRF) poderá ter regras alteradas. Entre as principais mudanças em avaliação pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN), está o aumento no prazo para o equilíbrio das contas, que deverá chegar a 10 anos. A lei atual prevê apenas seis anos. Apesar de atrasar os planos do Piratini, a mudança facilitaria o ingresso e o equilíbrio de outras unidades da federação, como Minas Gerais, que precisaria de mais tempo para alcançar a saúde financeira. Se a ideia vingar, a novidade será incluída no projeto que prevê auxílio para Estados menos endividados, já em tramitação no Congresso. São três anos sem mexer nos cofres. Depois, as parcelas mensais começam a ser quitadas gradualmente, chegando ao valor cheio no sétimo ano. Caso a proposta em análise seja adotada, não haveria a

suspensão dos pagamentos por três anos. No entanto, a retomada das parcelas com valor integral, também aos poucos, ocorreria somente após uma década. " Quando ele sai do regime (atual), mesmo com equilíbrio fiscal, a dívida é alta", justifica o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida. A avaliação é de que, com mais tempo, Estados ganhariam fôlego para se adequarem às exigências federais. Ainda há dúvidas sobre a necessidade e o peso que privatizações teriam. Hoje, o governo que aderir ao RRF tem de privatizar estatais das áreas financeira, de saneamento e de energia. No entanto, há a figura do pré-acordo, que pode avalizar exceção. O Piratini, por exemplo, quer manter sob controle estatal o Banrisul e a Corsan. Para aderir ao regime, oferece a CEEE, a Companhia Rio-Grandense de Mineração (CRM) e Sulgás para privatização.

PSL anuncia saída do governo Leite O presidente do PSL no Rio Grande do Sul, deputado Nereu Crispim, confirmou ontem que o partido deixará a base de apoio do governo Eduardo Leite. O motivo: ser contrário aos projetos que alteram carreiras do funcionalismo público estadual, em especial as mudanças que atingem professores e policiais. A saída está alicerçada na crença de que educação e segurança pública foram compromissos assumidos pelo partido durante a campanha eleitoral e, sendo assim, não é possível apoiar as propostas encaminhadas pelo Executivo à Assembleia. "Apauta de campanha do PSL era por mais educação e por mais segurança pública. O PSL não pode ir contra esses temas", afirmou Crispim.

Luciano Bivar e três candidatas investigadas em esquema de laranjas são indiciados

Nereu Crispim

Leite disse que não foi comunicado sobre saída de PSL da base do governo. Procurado, o deputado estadual e líder da bancada do PSL na Assembleia, Luciano Zucco, afirmou que também não foi comunicado sobre a nota encaminhada ao governador. Sobre isso, Crispim afirmou que a decisão é do partido como instituição e que os parlamentares deveriam fazer o que acham que é correto. De fato, o pacote recebeu críticas da base aliada, incluindo o MDB, além de gerar protestos de professores que decidiram entrar em greve para pressionar o governo. As reações podem levar o governador Eduardo Leite e sua equipe a negociar alterações no quadro de subsídios, especialmente.

Os devedores com mais de R$ 15 milhões inscritos na dívida ativa da União podem pedir o parcelamento instituído pela Medida Provisória 899, também conhecida como Medida Provisória do Contribuinte Legal.

Pacote de segurança terá cinco projetos

Propostas de Bolsonaro sofrem rejeição

O presidente Jair Bolsonaro disse que o pacote sobre segurança será composto por cinco projetos de lei. Em declarações anteriores, o presidente falava em quatro textos. Bolsonaro não detalhou qual medida foi incluída. "Adecisão é da Câmara. Não tem de se preocupar com isso. O que quero é proteger a população. Quero dar meios para que a população exerça sua legítima defesa." Bolsonaro afirmou que enviará na segunda-feira uma parte do pacote.

Duas propostas do presidente Jair Bolsonaro estão entre as três com maior rejeição nas consultas públicas online promovidas pelo site do Senado Federal neste ano. São elas: a PEC Emergencial e a MP do Contrato de Trabalho Verde e Amarelo. Desde a implantação do sistema de consulta pública do Senado, em 2013, a proposta do poder Executivo com maior rejeição foi a PEC do Teto de Gastos, promulgada em 2017.

Regras de regulação serão simplificadas O governo federal publicou ontem um decreto que determina que todas as normas e regulações federais, que envolvem órgãos como Receita Federal e Anvisa, terão que ser revogadas, simplificadas e republicadas em até 18 meses. Segundo secretário Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel, não é possível mensurar quantas normas existem. "O objetivo é ter esse controle e conhecer o estoque."

STJ nega liberdade a Eduardo Cunha

Cúpula do Mercosul discutirá acordos

A Sexta Turma do STJ negou recurso em habeas corpus que buscava a liberdade do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (MDB-RJ). Ele está preso preventivamente desde 2016 em desdobramento da Lava Jato que apurou o recebimento de propina para a liberação de recursos da Caixa Econômica Federal. Os valores da propina a Cunha teriam saído da compra, pela Petrobras, de 50% dos direitos de exploração de um campo de petróleo em Benin, no valor de 34,5 milhões de dólares.

Agendada para a próxima semana, a cúpula do Mercado Comum do Sul (Mercosul), bloco comercial que reúne países da América Latina e visa consolidar políticas econômicas e sociais comuns a seus membros e parceiros, trará atualizações em acordos e na própria estrutura do bloco. Segundo o secretário de Negociações Bilaterais e Regionais do Itamaraty, Pedro Miguel da Costa e Silva, o Brasil apresentará no encontro pautas para ampliar a liberdade entre os parceiros econômicos.


16

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 30 de novembro e 1º de dezembro de 2019

Esportes

CHAPECOENSE I

CHAPECOENSE II

Depois de perder em casa para o Botafogo na 35ª rodada, a Chapecoense está matematicamente rebaixada para a Série B do Campeonato Brasileiro. Essa foi a primeira queda da história do clube, e vem justamente na semana em que se completam três anos do acidente aéreo.

O desastre vitimou jogadores, comissão técnica e diretoria, deixando a equipe completamente desestruturada. Nas duas temporadas que se seguiram logo após a tragédia, a Chape conseguiu se manter na elite do futebol nacional com bons resultados.

Ijuí recebe amanhã a decisão do Gauchão Feminino O Gauchão de Futebol Feminino pela primeira vez será decidido no interior. Amanhã a partir das 16h no Estádio 19 de Outubro em Ijuí, duelam Internacional e Grêmio, em busca do título da competição. Os dois times disputam a terceira final seguida. As Gurias Coloradas têm a melhor campanha. Na primeira fase, foram 28 pontos conquistados em 10 partidas, somando 9 vitórias e apenas um empate que deram a liderança isolada. O Inter encerrou sua participação na primeira fase da competição com 95 gols pró e nenhum contra. Na semifinal, a vitória por 7 a 0 sobre o Oriente de Canoas, elevou a marca a 102 gols marcados, e manteve a defesa sem sofrer gols. O ataque é um ponto forte do Inter. Muitas atletas diferentes balançaram as redes vestindo a camisa do Colorado neste Gauchão. Shasha, com 17 gols é a artilheira. Na sequência estão Luana Spindler, que já balançou as redes 13 vezes, Fabi Simões, com 9, Mariana Pires, com 8, e Nana, com 7. Além delas, outras 14 atletas também anotaram seus gols. A equipe chega para a decisão sem nenhuma titular lesionada ou suspensa. Nos dois últimos clássicos o Inter venceu um por 4 a 0 e deu empate no outro. O técnico Maurício Salgado deve escalar o Inter com: Yasmim; Leidi, Sorriso, Bruna Benites e Carol Gomes; Isa Haas, Ju, Shasha e Mariana Pires; Fabi Simões e Luana Splinder.Nesta semana a zagueira Bruna Benites e a meia Fabi Simões foram convocadas para a Seleção Brasileira. O Grêmio conquistou sua vaga para a final após golear o Brasil-Fa no Estádio Vieirão em Gravataí por 8 a 0. O Tricolor tem desfalques. As atacantes Eudimilla e Marta, que juntas tem nove gols e a lateralesquerda Gissele foram convocadas para a seleção brasileira sub-20 e não jogam a final. A técnica Patrícia Gusmão tem o retorno de Karol Lins, artilheira gremista com 10 gols. Time provável: Mary; Geo, Bicê, Ana Alice e Lorena González;

Internacional tem a melhor campanha no Campeonato Gaúcho de Futebol Feminino

Grêmio é o atual campeão. Tricolor tem dois desfalques na partida decisiva de amanhã

Mariza, Pri Back, Katrine e Juliana Oliveira; Karina e Karol Lins. O jogo terá arbitragem de Andressa Hartmann com as assistentes Luiza Naujorks Reis e Maíra Mastella Moreira. O 4º árbitro será Luciano Prudente e delegado, Ênio Sebastiany. Em caso de empate na decisão, haverá prorrogação. Persistindo a igualdade, o título será definido nas penalidades. Os portões do Estádio 19 de Outubro abrem às 14h30 deste domingo. Os ingressos estão sendo comercializados na secretaria da Baixada. Hoje o atendimento será das 8h30 às 12h e amanhã a partir das 14h com estes valores: geral, R$20,00; pavilhão, R$ 30,00 e cadeiras, R$40,00. Estudantes com carteira atualizada e idosos pagam meio ingresso. Menores de 10 anos não pagam. Sócios do São Luiz

terão que pagar ingresso. O Gauchão de Futebol Feminino tem amanhã às 11h a decisão do terceiro lugar entre Brasil-Fa e Oriente de Canoas. O jogo será no Estádio Cristo Rei em São Leopoldo. Quem apita é Humberto Haag.

Campanhas Inter: 11 jogos 10 vitórias 1 empate 0 derrota 94% de aproveitamento 102 gols marcados (por W.0 ) 0 gols sofridos

Grêmio: 11 jogos 9 vitórias 1 empate 1 derrota 85% de aproveitamento 61 gols marcados ( 6 por W.0 ) 6 gols sofridos

Queens busca uma vaga na decisão da Copa RS O Queens entra em campo amanhã às 10h30, diante do Carlos Barbosa Ximangos em busca de uma vaga na decisão da 3ª Copa RS de Flag Footbal Feminino. O jogo será no Centro Esportivo Arthur Fuchs do Serviço Social da Indústria (Sesi). O último treino da equipe ijuiense antes da semifinal foi na quinta-feira no final da tarde no Complexo Poliesportivo. "Estudamos bastante o nosso adversário. Vai ser um jogo difícil", comentou o coach Renan Jung(Boka). A semifinal abre às 9h com Soldiers Flag Football e Santa Cruz Chacais. Quem vencer enfrenta o Queens ou Ximangos na decisão no período da tarde. Não serão cobrados ingressos, mas o torcedor pode colaborar com uma contribuição espontânea para o Queens.

RICARDO TEIXEIRA Presidente da Confederação Brasileira de Futebol entre 1989 e 2012, Ricardo Teixeira foi definitivamente banido do futebol pela Fifa. A decisão foi divulgada, junto de uma multa de 1 milhão de francos suíços (aproximadamente R$ 4,25 milhões). O Comitê de Ética da entidade máxima do futebol tomou a decisão. A condenação se deu pelas participações de Teixeira em esquemas de corrupção e pagamentos de propina em contratos de TV para campeonatos da CBF, Conmebol e Concacaf. Segundo o relatado, cerca de US$ 4,2 milhões foram recebidos por contratos ilegais da Libertadores, US$ 1 milhão pela Copa América e R$ 10 milhões em propinas da Copa do Brasil. Os pagamentos eram feitos por transações entre Jerusalém e Hong Kong. Marco Polo del Nero e José Maria Marin também estão envolvidos. O último está preso na Pensilvânia, pelo mesmo caso. A investigação foi feita diante de um processo que o FBI deu entrada contra os dirigentes da Fifa em 2014. Foram indiciados 14 dirigentes ligados à organização mais cinco empresários.

COMPETIÇÃO DE TIRO Os atiradores da Sociedade Ginástica Ijuí (Sogi) estão participando da 11ª etapa do Campeonato Gaúcho de Trap Americano Single/ Double, na sede do Clube Cerro do Leão, em Frederico Westphalen.As competições começaram na última quinta-feira e encerram hoje em um jantar de confraternização oferecido pela Federação Gaúcha de Caça e Tiro com entrega das premiações do Campeonato Gaúcho de Trap.

CAMPEONATO DISTRITAL

Equipe de Ijuí fez o último treinamento quinta-feira antes da semifinal da Copa RS

O Campeonato Distrital de Futebol Veteranos de Ijuí tem rodada amanhã no campo do Juventude do Rincão dos Goi pela chave A. No primeiro jogo às 14h15 se enfrentam as equipes da Aesa de Santana e do São José do Alto da União e depois atuam Avante do Arroio das Antas e Chorão. Pela manhã será realizada uma festa esportiva com as participações das equipes do Palmeiras de Ijuí, Labirintite,Atlanta, Flamengo de Vila Santo Antônio e o dono da casa, o Juventude. Ao meio-dia será servido almoço ao preço de R$ 20,00. No cardápio, churrasco, galeto, carreteiro, pão e salada.


Jornal da Manhã

DOIS TOQUES

Carlos Alberto Padilha esporte@jornaldamanhaijui.com

FINAL- Ijuí será a capital estadual do futebol feminino neste domingo quando recebe o jogo Internacional e Grêmio. O presidente da Federação Gaúcha de Futebol(FGF) Francisco Novelletto Neto lá em maio, sinalizou com a ideia de trazer para o interior o jogo decisivo e a coordenadora do Esporte Clube Ijuí Marli Lourenzon, foi corajosa e disse que a cidade tinha condições de receber. Depois de idas e vindas a partida foi confirmada para o Estádio 19 de Outubro. É a primeira vez que o interior do Estado recebe uma final de Campeonato Feminino. Uma visibilidade imensa para Ijuí, para o Esporte Clube São Luiz e todos que gostam do esporte. Tomara que o Estádio receba um ótimo público neste domingo. Existe esperança das presenças da meia Andressinha, da craque Marta e da técnica da Seleção Brasileira, Pia Sundhage que foram convidadas para asssistir a final. COBERTURA- A Rádio Gaúcha transmite amanhã direto do Estádio 19 de Outubro, Inter e Grêmio, na final do futebol feminino. A narração será de Luciano Périco. Nos comentários estará Diogo Olivier e nas reportagens Renata Medeiros e Paula Menezes. A Rádio Jornal da Manhã uma das afiliadas da Rede Gaúcha Sat acompanha a final a partir das 15h15 deste domingo quando inicia a jornada. Depois da partida segue com Grêmio e São Paulo pelo Campeonato Brasileiro. RUBRO-O São Luiz realizou um treino tático ontem à tarde no Estádio 19 de Outubro. Muita atenção para a saída de bola pelas laterais do campo, com a profundidade a movimentação dos meias e as jogadas construídas pelos atacantes. Depois se trabalhou a bola parada. Hoje o elenco volta a treinar a partir das 9h na Baixada. O técnico Leandro Machado disse na entrevista coletiva que o São Luiz busca um meia de movimentação e que tenha poder de marcação também. Essa característica está sendo buscada. Mais um zagueiro e um atacante serão contratados. A pré-temporada na Fonte Ijuí foi transferida e inicia nos primeiros dias de janeiro. O gerente de futebol Delmar Blatt disse que o clube vai acompanhar atentamente a evolução do gramado da Fonte que não apresenta boas condições.

SÁBADO E DOMINGO, 30 DE NOVEMBRO E 1º DE DEZEMBRO DE 2019

17

Leandro Machado avalia primeira semana de trabalho O técnico Leandro Machado em entrevista coletiva ontem à tarde avaliou a primeira semana de prétemporada do São Luiz."Fechamos nesta sexta-feira a nossa 12ª sessão de treinos. É o oitavo treino com bola. Estou satisfeito pela entrega dos jogadores, o comprometimento e o entendimento daquilo que a gente está pedindo. Fico satisfeito que o planejamento e a meta traçada para esta semana foram cumpridas". O treinador disse que é preciso ainda avaliar jogadores. Comentou que tem uma ideia de time e de jogo. Isso já foi usado para contratar os atletas baseado na competição, no clube, no que a torcida quer. Lembrou que para montar o modelo de jogo já está trabalhando desde as contratações. Não é agora. "Vai passar pelos jogadores, o que eles apresentarem dentro de campo. A gente está com todas as filmagens dos trabalhos, com os números todos. Vamos defi nir por alí. Conversamos com os jogadores e reforçamos do que falamos na apresentação. Quem cumprir melhor a função vai começar o jogo. Tiramos do empirismo, nada é do achismo. Já temos um modelo de jogo que pretendemos usar, agora as peças precisam se encaixar. Temos todos os treinos mapeados. Quem vai

se escalar são eles próprios nos treinamentos". Ao falar sobre alguns movimentos executados pelos jogadores no treino tático de ontem à tarde, Leandro Machado disse que o time precisa ter um repertório grande de jogadas. Lembrou que as informações chegam logo. "Vamos fazer o nosso primeiro amistoso e o adversário vai estar sabendo mais ou menos de como jogamos, como também saberemos deles. Necessitamos ter um repertório maior de jogadas. A variação do meia-ponta que eu chamo, vindo por dentro em determinadas situações, com os laterais dando profundidade de campo, é uma situação. Temos outra que é com os atacantes bem abertos. Essas variações são necessárias para surpreendermos os adversários e não ficarmos com apenas uma ou duas opções de jogo". O Estádio 19 de Outubro passa por melhoramentos. O pavilhão social que desde a época da construção nunca foi pintado, recebe uma atenção especial. O vice-presidente de patrimônio Carlinhos Oppermann disse que após o término deste trabalho será intensificada a construção dos camarotes para os dirigentes dos clubes visitantes. Os banheiros das sociais também merecem atenção. O diretor de patrimônio Sadi Pereira comentou que o Estádio terá um novo visual."O clube está

Inter precisa da reabilitação diante do Botafogo O Internacional não pode mais adiar a recuperação no Campeonato Brasileiro. Encara o Botafogo hoje às 19h no Engenhão no Rio de Janeiro, precisando da reabilitação se quiser ainda continuar sonhando com uma vaga na Libertadores. D'Alessandro cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo. O volante Rodrigo Lindoso retorna ao time. A derrota no Beira-Rio para o Goiás combinada com o empate diante do Fortaleza no último domingo, aumentaram a pressão que culminou com a saída do vice-presidente de futebol Roberto Melo e do diretor de futebol Adauri Silveira. Embalado pelas vitórias diante do Corinthians no Engenhão e contra a Chapecoense na Arena Condá, o Botafogo quer chegar aos 45 mpontos para se livrar matematicamente do risco de rebaixamento. Uma vitória diante do Colorado deixa o Alvinegro muito tranquilo para se manter na elite do futebol nacional. O

Técnico Leandro Machado explicou aos jogadores as ideias de jogo

Estádio 19 de Outubro está passando por melhoramentos em vários setores

crescendo e contagiou as pessoas. Temos empresários ajudando de forma espontânea na pintura do

pavilhão. Falta muita coisa para fazer, mas estamos melhorando o Estádio", disse Sadi.

Vitória garante vaga matemática no G-4

técnico Alberto Valentim não poderá contar com o zagueiro Gabriel, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. O restante da equipe deve ser o mesmo que venceu a Chapecoense.

O Grêmio enfrenta o São Paulo amanhã às 19h na Arena pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, SérieA. Uma vitória simples garante o Tricolor Gaúcho na Libertadores 2020 via G-4. Essa foi a promessa do técnico Renato Portaluppi. Ele

TIMES: BOTAFOGO:Gatito Fernández; Fernando, Marcelo Benevenuto, Carli e Yuri; Cícero, João Paulo (Luiz Fernando) e Alex Santana; Igor Cássio, Diego Souza e Rhuan. Técnico: Alberto Valentim INTER:Marcelo Lomba; Heitor, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso e Edenilson; Nico López, Neilton (Sarrafiore) e Patrick; Paolo Guerrero. Técnico: Zé Ricardo ARBITRAGEM:Rodolpho Toski Marques (PR) auxiliado por Bruno Boschilia (PR) e Ivan Carlos Bahn (PR). VAR: Wagner Reway (PB). LOCAL: Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro. INÍCIO: 19h

BRASILEIRÃO 36ª RODADA Hoje,30.11 Botafogo x Inter-19h Ceará x Athletico-PR-19h Amanhã,1º.12 Goiás x Fortaleza-16h Avaí x Fluminense-16h Palmeiras x Flamengo-16h Atlético-MG x Corinthians-18h CSA x Bahia-18h Santos x Chapecoense-19h Grêmio x São Paulo-19h Segunda-feira,2.12 Vasco x Cruzeiro-20h

não poderá escalar o atacante Diego Tardelli e o volante Matheus Henrique, suspensos. Maicon deve voltar ao time e fazer dupla de volantes com Michel. No São Paulo, o técnico Fernando Diniz não deverá ter desfalques. O atacante Pablo vem sendo bastante contestado. TIMES: GRÊMIO: Paulo Victor; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Michel e Maicon; Alisson, Luciano e Everton; André. Técnico: Renato Portaluppi SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan (Liziero), Daniel Alves e Igor Gomes; Antony, Pablo e Vitor Bueno. Técnico: Fernando Diniz ARBITRAGEM: Marcelo de Lima Henrique auxiliado por Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Silbert Faria Sisquim. VAR: Rodrigo Nunes de Sá (quarteto carioca). LOCAL: Arena, em Porto Alegre. INÍCIO: 19h


18

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 30 de novembro e 1º de dezembro de 2019

MUNICÍPIOS

"Devemos nos manter unidos", afirma presidente da AMM

Noeli Maria Ruwer

As cidades que integram a Associação dos Municípios das Missões (AMM) estão unidas contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que extingue municípios com menos de cinco mil habitantes e arrecadação própria menor que 10% da receita total. No Estado, são 226 municípios que correm o risco de deixarem de existir, entre eles o Ibiriatama, São Pedro do Butiá, Salvador das Missões e Rolador entre outros na região missioneira. A presidente interina da AMM e prefeita de São Paulo das Missões, Noeli Maria Ruwer, esteve nesta semana em Porto Alegre, onde participou da Assembleia da Federação dos Municípios do Rio Grande do

Sul (Famurs). No encontro, mais de 300 prefeitos mantiveram posição contra a PEC. "Nós entendemos que esses municípios, essas pessoas não são despesas, porque temos desenvolvimento. Veja somente a qualidade de vida de um município que tem quatro mil habitantes e um de 40 mil. Nós não somos despesas, mas qualidade de vida", disse Noeli. Noeli ressalta que os municípios não devem se deixar influenciar pelos conflitos políticos. "Precisamos nos manter unidos e vamos mostrar nossa capacidade de conduzir os municípios e trazendo o desenvolvimento que move a região nos diversos setores. Por isso, nós da AMM nos mantemos unidos".

Na entrevista, a prefeita de São Paulo das Missões também disse que deve ser mudado a forma dos repasses dos impostos para os municípios e o pagamento das dívidas. Para São Paulo das Missões, o governo Leite deve R$ 600 mil. Mesmo sendo um valor baixo em comparação a cidades como Ijuí, para um município de quase 7 mil habitantes, o valor representa bastante, mas disse que mesmo assim, conseguiu manter os serviços essenciais na saúde, estradas. "Mesmo com dificuldade financeira, não nos endividamos, trabalhamos com o orçamento que nós tínhamos e vamos desenvolvendo com o nosso dinheiro próprio", garantiu a presidente.

Defensoria teme congelamento de gastos no Estado A Defensoria Pública do Estado recebeu jornalistas, ontem, para apresentar o relatório anual do órgão. Entre os números expostos, está a alta de 96% nas soluções extrajudiciais de conflitos em relação a 2018 - aumento de 45 mil para 89 mil. Em paralelo, caiu o número de ações ajuizadas de 102 mil para 85 mil. Ao todo, a Defensoria atendeu 1,3 milhão de pessoas, algo em torno de 3,3 mil por defensor público. O Rio Grande do Sul tem 429 postos ocupados por defensores públicos. Segundo o órgão, 35 vagas estão em aberto. Para atender todo o Estado, seria necessário chegar a, aproximadamente, 500 profissionais. São 165 comarcas judiciais, sendo que 125 delas contam com os serviços da Defensoria em tempo integral. Outras 31 comarcas têm atendimento por deslocamento de defensor e 9 não tem atendi-

mento do órgão. O defensor público-geral do Estado, Cristiano Vieira Heerdt, comentou o impacto do congelamento orçamentário nas atividades do órgão. A medida foi proposta pelo governo do Estado e aprovada pela Assembleia Legislativa. Veira Heerdt explica que a restrição pode afetar o atendimento do público, ressaltando que pessoas de baixa renda e vulneráveis são as que necessitam os serviços da Defensoria. “O que a gente está propondo é, justamente, um olhar diferenciado para uma instituição que olha de forma diferenciada para a população”, destacou. O defensor público-geral também manifestou convicção na legalidade do reajuste salarial concedido à classe. O tema foi alvo de uma ação de deputados estaduais, que suspenderam o chamado “autoaumento” das carreiras jurídicas.

Defensor público-geral, Cristiano Vieira Heerdt comentou impactos

Governo veta pagamento de IPVA em blitz

Consórcio Aegea vence leilão da Corsan

O governador Eduardo Leite decidiu vetar projeto do deputado Sebastião Melo (MDB) que permitia ao proprietário ou motorista realizar pagamento de pendências atreladas ao veículo, como o IPVA, no ato de eventual fiscalização de trânsito. A intenção seria evitar o recolhimento do carro, caso irregularidades na documentação fossem constatadas durante blitz. Em quase um ano de gestão, esse é o quarto projeto de lei vetado totalmente pelo governador. Melo afirma que a atitude de Leite é "lamentável" e que o conteúdo da proposta foi discutido com integrantes do governo, que concordaram previamente. "Esse projeto é para facilitar a vida do cidadão que, sendo abordado numa blitz de trânsito, autoriza o pagamento por cartão de crédito e evita mais gastos com guincho e depósito. Esse veto é lamentável."

O Consórcio Aegea foi o vencedor do leilão da parceria públicoprivada (PPP) da Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan). Com uma proposta de R$ 2,40 por metro cúbico de esgoto faturado, com deságio de 37,92%, o consórcio ficará responsável pela ampliação da cobertura de esgoto de 14% para 87,3%, em até 11 anos, nos municípios de Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Eldorado do Sul, Esteio, Gravataí, Guaíba, Sapucaia do Sul e Viamão. Estima-se que a população beneficiada seja, em um primeiro momento, de 500 mil pessoas e, até 2055, de 1,7 milhão. "É o início de uma nova etapa. Essa PPP, considerada a maior do País, reforça nossa absoluta convicção de que temos, na parceria com o setor privado,” afirmou o governador Eduardo Leite.

Emater|Ascar

MOMENTO DE MONITORAR AS LAVOURAS As áreas agrícolas do município já foram implantadas com as culturas de verão. A partir de agora devemos intensificar a rotina de monitorar estas áreas. Monitorar significa caminhar e observar o comportamento da cultura na área. Procedendo desta forma, podemos tomar as providências necessárias no tempo certo minimizando os custos e os danos que possam ocorrer. A soja, que está em fase inicial de desenvolvimento, não deve ter a competição de outras plantas, sejam elas daninhas e plantas espontâneas da cultura anterior. Precisam ser controladas para evitar a competição por água, luz e nutrientes. Nesta fase, também é muito comum a ocorrência de fungos de solo que acarretam o chamado “tombamento da soja”, que é a morte de plantas causada por um conjunto de fungos de solo que não tem um controle eficiente; assim, se isto acontecer, os agricultores devem esperar 25-30 dias para efetuar o replantio sob pena de fracassar o replante. Também nas últimas safras, tanto nas culturas de inverno como de verão, ocorreram e continuam a ocorrer danos por lagartas de solo como a lagarta rosca e a do gênero Spodoptera, que danificam a soja na fase inicial e resultam na morte prematura da planta. As doenças foliares também são uma preocupação, pois atacam durante todo o ciclo da cultura. Nesta safra já detectamos áreas com manifestação bem intensa de manchas foliares que têm seus esporos alojados no solo e estão se manifestando cedo por encontrarem condições favoráveis para seu desenvolvimento. Como temos um caminho longo até a colheita (cerca de 120 dias), precisamos ficar atentos a tudo que está ocorrendo e, além disso, nos cercarmos de informações técnicas para saber agir na hora certa. Neste ano, a Emater estará realizando o monitoramento da ferrugem asiática através de um sistema novo que é o coletor de esporos, trata-se de um equipamento que será instalado em uma propriedade rural, e que no seu interior possui uma lâmina de microscópio. Nesta lâmina, os esporos de fungos ficam presos. Estas lâminas são recolhidas semanalmente e analisadas para verificar a presença de esporos. A partir da análise das lâminas é possível fazer uma recomendação mais precisa de controle. Estes equipamentos serão instalados em diversos pontos do Estado, assim poderemos saber como está se movimentando as correntes de vento que carregam esses esporos e termos um programa mais eficientes de controle da ferrugem asiática. Estaremos usando os meios de comunicação da região para divulgar a situação do coletor instalado no município e também dos outros pontos para informar a situação do deslocamento dos esporos, assim, solicitamos que os agricultores fiquem atentos, pois receberão informações muito precisas sobre a situação desta que é a principal doença da soja. Colocamos à disposição dos agricultores os serviços do Escritório Municipal para sanear dúvidas e para quando há necessidade de apoio técnico.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 30 de novembro e 1º de dezembro de 2019

ACIDENTES

Mortes no trânsito se mantêm em queda

Com o fechamento dos dados referentes aos meses de janeiro a setembro de 2019, o Rio Grande do Sul manteve a queda no número de mortes no trânsito. O Estado registrou uma redução de 5,8% em relação ao mesmo período do ano anterior, passando de 1.252 para 1.179 óbitos. Esse é o menor número desde 2007. Da mesma forma, foi registrada uma queda de 4,5% no número de acidentes fatais, que em 2018 eram 1.124 e em 2.019 passaram para 1.073. De acordo com a diretora institucional do DetranRS Diza Gonzaga, esse número ainda é bastante elevado e não deve ser comemorado. “Estamos falando de vidas e enquanto pessoas não voltarem para casa ainda temos muito por fazer. Temos que intensificar nosso trabalho, priorizando a educação para perseguir o índice de zero mortes. Aí sim teremos muito o que celebrar”. Análise dos acidentes entre janeiro e setembro define as colisões frontais ou traseiras como responsáveis por 34,6% das ocorrências com mortes, seguidas pelos atropelamentos (23,6%) e das colisões laterais (12,2%). Os automóveis são os mais frequentes nas tragédias, representando 37,2% do total de veículos envolvidos nos acidentes fatais. Relativamente à frota é um percentual baixo, considerando que são 61% dos

Polícia investiga suposto desvio de R$ 10 milhões

Uma investigação deflagrada pela Polícia Civil aponta que integrantes da Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas (FCDL) estariam envolvidos em desvios de dinheiro da entidade para despesas pessoais e compra de apoio para eleições internas. A operação foi desencadeada na manhã de ontem. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão em sete endereços, incluindo a sede da federação. A Justiça também autorizou bloqueio de bens dos investigados, mas rejeitou pedidos de prisão. De acordo com o delegado Juliano Ferreira, o alvo principal

da operação policial é o presidente da FCDL, Vitor Augusto Koch. Além de Koch, outro empresário e dois funcionários da FCDL seriam suspeitos de estelionato, lavagem de dinheiro, falsidade ideológica e organização criminosa. “Ao longo de mais de uma década, foram desviados cerca de R$ 10 milhões. Eram desvios praticados pelo presidente que se materializavam em enriquecimento ilícito. Isso se dava através da emissão de notas fiscais que simulavam compras de bens e serviços tais como a compra de vinhos. Para se ter uma ideia, no ano de 2014, foram emitidos quase R$ 700 mil em vinhos”, disse Ferreira.

Acidentes de trânsito causaram 1.179 óbitos no Rio Grande do Sul neste ano

veículos em circulação. As motocicletas e motonetas, ao contrário, representam 17% da frota e foram 21% dos veículos envolvidos em acidentes fatais. Fins de semana concentraram a maioria das ocorrências (53,3% se somadas as sextas, sábados e domingos) e o turno da noite foi o mais perigoso, acumulando 34,4% dos acidentes fatais. Cinquenta e nove por cento das ocorrências com mortes aconteceram em rodovias. A maioria das vítimas fatais

no trânsito no período de janeiro a setembro deste ano estava na condição de condutor de veículo (28,6%). Somando-se aos 18,7% que morreram na condição de passageiros, sendo desses 3% na carona de motos. Os motociclistas também preocupam, representando 23,8% do total de mortes, assim como os pedestres (21,7%). Seguindo um padrão histórico, os homens são os mais vitimados, representando 79% do total de mortes. Trinta e sete por cento das vítimas tinham entre 21 e 39 anos.

Morre mulher que levou 18 facadas A mulher, de 38 anos, que havia levado 18 facadas do excompanheiro e estava em estado gravíssimo na UTI, morreu na noite de quinta-feira. A informação foi confirmada pela Polícia Civil. A vítima estava internada no Hospital de Viamão, na região Metropolitana de Porto Alegre, desde 23 de outubro. O suspeito, de 43 anos, foi preso em flagrante no dia do crime, e teve a prisão convertida em

19

Documentos foram apreendidos durante operação na FCDL, na Capital

Autorizada promoção de servidores da Susepe O governador Eduardo Leite assinou, ontem, a promoção de 802 servidores da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) – sendo 665 agentes penitenciários, 103 agentes administrativos e 34 técnicos superiores. Em nota, o governo alegou ter vencido só agora impeditivos técnicoburocráticos que deixaram a categoria em compasso de espera maior. No início do ano, já haviam sido promovidos 361 agentes da Brigada Militar e 617 da Polícia Civil. A expectativa é de que as promoções da Susepe sejam publicadas no Diário Oficial desta sexta. A partir disso, conforme o secretário da Administração

Penitenciária, Cesar Faccioli, abre-se a possibilidade de chamamento de novos agentes. “Temos um problema na Susepe que é o baixo número de vagas de nível inicial. Promovendo agentes mais antigos, teremos capacidade de chamar servidores para ocupar os futuros presídios já em construção”, explicou Faccioli. Sobre a demora em beneficiar os agentes penitenciários, em relação a policiais civis e militares, o secretário atribuiu o entrave a um “critério equivocado” que impedia a promoção de mulheres da Susepe. A Procuradoria-Geral do Estado (PGE), conforme Faccioli, ajudou a superar o impasse.

preventiva. Ele foi indiciado por feminicídio tentado. Conforme a delegada Jeiselaure de Souza, a polícia vai comunicar ao juiz sobre a morte da mulher para que o homem responda por feminicídio consumado. De acordo com a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Viamão, a vítima já havia feito pelo menos três registros de ocorrências por violência doméstica contra o ex-

companheiro entre 2015 e 2018. Na época do crime, o casal estaria separado há cerca de um mês. Segundo a polícia, o suspeito não aceitava o fim do relacionamento. Ao saber que a vítima tinha um novo namorado, ele teria invadido a casa e atacado a mulher. O crime foi presenciado pelas filhas da vítima, de 10 e 13 anos, que tentaram defender a mãe e conseguiram acionar a Brigada Militar.

ARROMBAMENTO

ESTUPRO

TRÁFICO

ACIDENTE

APREENSÃO

Na Rua Coroados, bairro Pindorama, uma residência foi arrombada no início da noite de quinta-feira. Indivíduos arrombaram uma janela. Do local foi levada uma televisão de 32 polegadas, além de um aparelho de som, uma centrífuga e R$ 200.

A Delegacia da Mulher de Ijuí instaurou inquérito para apurar uma denúncia de estupro de uma jovem de 17 anos. O fato foi constatado em uma escola de Ijuí, quando a vítima confidenciou à professora que teria sido estuprada. O suspeito seria um familiar da vítima.

Na noite de quinta-feira, Policiais Rodoviários Federais prenderam na BR-285 o motorista e o passageiro de veículo por tráfico de drogas. Foram encontrados no automóvel diversos tabletes de maconha escondidos. Foram apreendidos 34 quilos de drogas.

Dois homens sobreviveram após serem soterrados em uma obra da Corsan, no município de São Borja. Os homens, que são de uma empresa terceirizada, trabalhavam no local no momento do acidente. Eles foram conduzidos ao hospital, um deles em estado grave.

Agentes da Susepe realizaram uma revista estrutural no Presídio Estadual de Santo Cristo e apreenderam 10 buchas de cocaína, oito buchas de maconha, cinco celulares, dois carregadores de celular, nove estoques e duas garrafas pet com cachaça.

Plantão


20

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 30 de novembro e 1º de dezembro de 2019

PRESÍDIOS

Estado fará parte de projeto-piloto

O Rio Grande do Sul fará parte, junto com Santa Catarina e Paraná, de um projeto-piloto do governo federal para a construção e manutenção de presídios via parceria público-privada (PPP). De início, uma nova casa prisional será construída em cada Estado, com capacidade para cerca de mil presos. O Piratini ainda estuda onde será construído o novo presídio. Atualmente, a possibilidade mais forte é de que seja no complexo de Charqueadas, cidade da região metropolitana, que já conta com quatro prisões de regime fechado e duas do semiaberto. De acordo com o projeto, tanto a construção quanto serviços de apoio, como lavanderia, cozinha e manutenção predial, seria responsabilidade do parceiro privado. A custódia dos apenados, no entanto, ficaria a cargo dos agentes penitenciários concursados da Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe). "A ideia é de que sejam presídios-indústria, em que os presos tenham condições de

Um casal de idosos morreu após sofrer queimaduras na tarde de quinta-feira, em Herveiras, município localizado a 135 km de Passo Fundo. José Gonçalves Padilha, 72 anos, e Sinilda Padilha, 65 anos, faziam sabão em casa quando o acidente ocorreu. Conforme informações do Hospital Beneficente Vale do Sol (HBVS), Sinilda sofreu queimaduras durante a preparação do produto e o marido tentou ajudar e se feriu. O caso teria ocorrido após ocorrer uma reação química com os produtos utilizados, soda cáustica e álcool, o que gerou uma explosão que atingiu o casal.

Uma familiar acionou o socorro. O casal foi levado para atendimento médico em Vale do Sol. José não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital. Sinilda chegou a ficar internada e aguardava uma vaga na unidade de queimados do Hospital de Pronto Socorro (HPS), de Porto Alegre, mas morreu na noite de ontem. As duas vítimas tiveram mais de 80% do corpo atingido pelas chamas, com queimaduras de 2º e 3º graus. O velório de José e Sinilda foi realizado no necrotério de Herveiras. Os corpos foram sepultados às 16h de ontem no Cemitério Católico de Herveiras.

Nova casa prisional projetada terá capacidade para cerca de mil presos

trabalhar para reduzir a pena", destaca o secretário extraordinário de Parcerias, Bruno Vanuzzi. Os recursos para o projeto serão retirados do Fundo Penitenciário, verba que é repassada aos Estados, com garantias da União. O projeto está sendo

desenvolvido em parceria com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, o Departamento Penitenciário Nacional, Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Polícias Civis dão indicativo de greve

O Conselho de Representantes da Ugerim esteve reunido nesta semana na Sede do Sindicato, para avaliar o movimento e traçar os próximos passos da mobilização contra o Pacote do governo Eduardo Leite. De acordo a Ugerim, por unamidade foi de que somente com o aprofundamento da mobilização e da pressão sobre o governo e os deputados, será possível derrotar o pacote. Nesse sentido, o Conselho

Casal morre após sofrer queimaduras ao fazer sabão

deliberou pela convocação de uma grande Assembleia Geral da categoria, para o dia 10 de dezembro, com indicativo de deflagração de greve, em Porto Alegre. O Conselho também indicou, para ser discutido na Assembleia Geral, a possibilidade de os (as) policiais civis do interior permanecerem na capital gaúcha, para que seja realizada uma vigília na Assembleia Legislativa durante as votações do Pacote. Outro

ponto importante, decidido pelo Conselho, foi a manutenção das mobilizações às terças-feiras na Assembleia Legislativa, como a que foi realizada na última semana. Para o presidente da Ugerim, Isaac Ortiz, “a reunião do Conselho foi muito produtiva, com uma grande participação dos policiais civis. Tivemos a presença de colegas do interior do estado, da região metropolitana, da capital e dos departamentos. Essa representatividade aponta para a possibilidade de realizarmos uma grande Assembleia no dia 10 de dezembro. Essa disposição já foi demonstrada na paralisação dos dias 13 e 14 de novembro e será fundamental para derrotarmos o Pacote. Agora é convocarmos todos os colegas para a Assembleia. A amplitude da participação da categoria é que vai indicar os próximos passos da nossa mobilização”. Sobre a Operação Padrão, que está sendo realizada pela categoria, desde a semana passada, o entendimento do Conselho, tem tido um saldo positivo, com uma participação significativa da categoria. No entanto, na avaliação, ela tem que se intensificar, atingindo setores que ainda não aderiram à mobilização.

José Gonçalves Padilha e Sinilda Padilha morreram após explosão

Vencimento da CNH será avisado por SMS Condutores do Rio Grande do Sul serão avisados pelo DetranRS do vencimento da Carteira Nacional de Habilitação por mensagem de celular e e-mail, e não mais apenas por carta enviada pelos Correios. A mudança está prevista na Lei nº 15.384/2019, publicada no DOE de ontem. O aviso será remetido aos condutores até 30 dias antes da data de vencimento da CNH, desde que não haja processo de renovação aberto em um Centro de Formação de Condutores. Agora, o sistema vai verificar quem possui endereço de e-mail e/ou número de celular informados no cadastro e enviar a mensagem eletrônica. A versão física em papel será mantida somente para aqueles condutores que não tiverem essas informações cadastradas. A remessa do aviso está pre-

vista na Lei nº 14.207/ 2013, que determinava a comunicação via postal. De janeiro a novembro de 2019 foram expedidas 393.944 cartas, com custo total de R$ 660.832,52 para os cofres públicos. As médias mensais foram de 35.813 avisos de vencimento de CNHs, ao custo de R$ 60.075,68. A expectativa é de que esses gastos sejam reduzidos em pelo menos 50% com as mensagens eletrônicas. Interessados em receber esse e outros avisos do DetranRS devem fornecer endereço de e-mail e número de telefone quando realizarem algum serviço nos Centros credenciados do DetranRS e autorizar o envio das mensagens. Também é possível fazer o cadastro via internet, por meio da Central de Serviços, acessível pelo site www.detran. rs.gov.br.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 30 de novembro e 1º de dezembro de 2019

21

BAIRRO

Comunidade do Burtet aguarda área de lazer O presidente do bairro Burtet, Juarez Foletto, em entrevista ao Grupo JM, falou acerca de algumas demandas que existem no núcleo habitacional, e que foram reivindicadas junto às Leis de Diretrizes Orçamentárias (LDO). Segundo Foletto, as demandas do bairro não são muitas, porém são reivindicações antigas, como por exemplo, a construção da quadra de esportes. “Tínhamos encaminhado uma conversação com o secretário Municipal de Cultura, Sérgio Corrêa, e por alguns ajustes, não foi atendida a reivindicação da quadra. A promessa é que para o ano que vem a obra seja realizada. A ideia é de construir uma quadra de esportes, com praça infantil e academia ao ar livre, e queremos ver qual é a possibilidade de realizar isso, pois irá trazer benefício para a comunidade, enquanto no mo-

mento, o que temos é um espaço ocioso”, disse. Além disso, Foletto informou que as demais demandas costumam ser atendidas, na medida em que é possível. “Fizemos 28 solicitações de troca de lâmpadas e fomos atendidos de forma geral. Também temos algumas reivindicações que foram encaminhadas para a LDO, com relação ao asfaltamento de algumas ruas, e conserto de bueiros. Vamos aguardar uma posição do poder público e estamos numa tratativa para que sejam atendidas nossas demandas”, falou. Foletto disse que existem poucas pessoas da comunidade que trabalham em prol do bairro. “Acredito que o povo deveria pensar um pouco e contribuir para ajudar a tornar o bairro melhor. Estamos todos imbuídos no mesmo interesse, que é a melhora

A ideia é construir uma quadra de esportes, com praça infantil e academia ao ar livre, para utilizar o espaço ocioso que há no bairro

da qualidade de vida da nossa população, e precisamos achar uma maneira de engajar a comunidade na solicitação de melhorias para o bairro”, desabafou Por fim, Foletto falou do Natal

da Crianças, explicando que é uma ação do poder Executivo, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, mas que a diretoria do bairro está arrecadando doações da comuni-

Via está cedendo e preocupa moradores Moradores da Rua Benjamin Barriquelo, próxima a ERS-155, que fica na divisa dos bairros Glória e 15 de Novembro e comunidade em geral, têm reclamado de uma questão perigosa na localidade. Um determinado ponto da via está cedendo e a população teme que a qualquer momento possa causar sérios acidentes. Segundo o morador Carlos Eliseu da Silva Andrade, em entrevista ao Grupo JM, a preocupação é grande pois a situação persiste há cerca de um ano e já ocorreu um acidente. “Tem coisas que nos deparamos e ficamos triste, por causa dos serviços malfeitos e dinheiro público mal aplicado. Esses dias um rapaz que estava andando

de moto, acompanhado por sua mulher, caiu ao passar por ali, e ambos se machucaram”, disse. Andrade ressaltou que o perigo é iminente para os automóveis também, pois, aqueles que sabem do problema na via tentam desviar pela pista contrária, o que pode causar uma batida frontal, e aqueles que não possuem conhecimento sobre a situação, podem passar sobre o desnível e perder o controle do veículo. “Vamos providenciar um cavalete para sinalizar o local enquanto o problema não for resolvido, pois a rua é muito movimentada, principalmente nos finais de semana”, finalizou.

Reparos na iluminação pública terão início O prefeito Valdir Heck assinou no final da tarde de quinta-feira, ordem de serviço autorizando a empresa ERT Soluções Eireli, vencedora da licitação, a iniciar os serviços de reparo na rede de iluminação pública. O contrato com validade de 365 dias começará a ser executado já na próxima segunda-feira, a partir das 13h30. “Acertamos com o diretor da empresa para intensificar o trabalho nesses primeiros dias para que até 15 de dezembro, tenhamos solucionado a demanda reprimida”, observa o prefeito Valdir Heck. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano, Obras e Trânsito, Jair da Rosa, hoje há cerca de 580 pedidos represados na central. “Mas esse número não corresponde a

dade para complementar o que a prefeitura fornece. O evento será realizado no dia 14 de dezembro, às 17h, no salão da comunidade São Francisco de Assis.

HOMENAGEM Ao nosso querido

DORIVAL RUWER *20/02/1951 +01/12/1994

São 25 anos de saudades desde tua partida. Receba essa singela homenagem de tua esposa Clarice, de teu filho Daniel, tua nora Taís e teu netinho Dante. Saiba que estarás sempre em nossa lembrança. “Na vereda da justiça está a vida, e no caminho de sua carreira não há morte!” Provérbios de Salomão 12:28 Ijuí, 30 de novembro de 2019.

PARTICIPAÇÃO E CONVITE PARA MISSA DE 7º DIA DE FALECIMENTO Ruben, Iara Maria (irmãos), Marilda (cunhada), Juliana, Isabela, Diego, Lucas, Mauro, Carolina e Manoela (sobrinhos), com grande pesar participam o falecimento do

ARQUITETO CLÓVIS INGENFRITZ DA SILVA

Assinatura da ordem de serviço pelo prefeito Valdir Heck ocorreu na última quinta-feira

pontos sem energia, porque há casos com mais de um pedido de substituição”, observa. A ideia, segundo o diretor da empresa, Fernando de Freitas Erthal, é trabalhar

com duas equipes em turnos de 12 horas. O secretário Jair da Rosa informa que a central de iluminação pública continuará recebendo os pedidos de reposição feitos pelos con-

sumidores pelo fone 3332 8643, sob a coordenação de Flávio Ribeiro. “A nossa coordenadoria é que irá repassar os pedidos à empresa contratada”, frisa.

ocorrido em 24 de novembro, no hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre. Ao mesmo tempo, convidam para missa de 7º dia de falecimento a ser celebrada hoje, dia 30, na Paróquia São Geraldo, às 19h. Aos que comparecerem, agradecemos antecipadamente. Ijuí, 30 de novembro de 2019.


22

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 30 de novembro e 1º de dezembro de 2019

FINANCIAMENTO

Comui lança edital para seleção de projetos O Conselho Municipal do Idoso (Comui) em parceria com a Secretaria de Municipal de Desenvolvimento Social lançou um edital de chamamento público, visando a seleção de projetos que serão apresentados por organizações da sociedade civil ou entidades públicas do município, que estejam interessadas em celebrar um termo de fomento, com objetivo de trabalho e atendimento as demandas da pessoa idosa em Ijuí. O assistente social e responsável pelo Conselho Municipal do Idoso, Claudio Everaldo dos Santos, informou que essa iniciativa de financiamentos de projetos surgiu em 2017, quando algumas instituições do município procuraram o Conselho com projetos de captação de recursos via Fundo Municipal. “Já é de conhecimento da comunidade que as entidades captaram recursos para projetos que beneficiam a

pessoa idosa, e desses valores captados, 5% ficaram sobre gerência do Fundo Municipal do Idoso, e esses valores vêm sendo captados desde o ano passado, e agora chegamos a condição de retornar esse valor acumulado pra as instituições”, explicou. O edital é extenso e existem critérios a serem seguidos. “Queremos contemplar pelo menos cinco projetos, com disponibilizando o valor de R$ 30 mil. Optamos por fazer o chamamento público em conformidade com as normas e legislação, então esses projetos devem estar em acordo com a legislação, atender as diretrizes do Estatutos do Idoso, e além dos demais critérios que estão no edital na página da prefeitura”, salientou. As temáticas dos projetos devem evidenciar a pessoa idosa nos seguintes campos: capacitação de conselheiros

atuantes nas redes de atenção e cuidado da pessoa idosa, com conteúdos sobre a atuação no Conselho de Direito da Pessoa Idosa, enquanto órgão de controle social, função, papel, estrutura, competências, fiscalização e principais desafios dos conselhos na garantia dos direitos da pessoa idosa. Segundo Santos, o chamamento iniciou no dia 18 deste mês, o envio das propostas deve ser feito até o dia 20 de janeiro, a etapa competitiva de avaliação das propostas irá ocorrer dos dias 21 de janeiro a 19 de março, a divulgação dos resultados ocorrerá no dia 23 de março, e após essa data, haverá 5 dias de prazo para interposições de recursos contra o resultado. A homologação e publicação do resultado definitivo da fase de seleção, com divulgação das decisões proferidas, será no dia 5 de abril.

1ª etapa de Oficina de Salgados é encerrada A Associação de Apoio a Pessoas com Câncer (Aapecan) realizou o encerramento da primeira etapa da Oficina de Salgados e Pizzas que é oferecida aos usuários da instituição e pessoas da comunidade encaminhadas pelo Centro de Referência em Assistência Social (Cras) - Glória, através de parceria informal. A psicóloga da instituição, Tainara Mello, em entrevista ao Grupo JM, conta que a oficina faz parte do Projeto de Geração de Renda que é um dos serviços prestados pela Aapecan, com o objetivo de aumentar a renda familiar e inserção no mercado de trabalho, pois muitas vezes as pessoas que passam pela situação do câncer são aquelas que geram a renda da família, além de produzir para consumo próprio. A primeira etapa da oficina trouxe técnicas de vários tipos de salgados fritos e assados, bem como, de pizzas com massas caseiras. Realizado através de parcerias com voluntárias e apoio advindo de recursos de edital da Vara de Execução Criminal de Ijuí, por meio de projetos, na aquisição de equipamentos. O Curso terá continuidade

Cláudio Everaldo dos Santos

Rotary Club irá destinar recursos para entidades O Rotary Club Ijuí Colmeia promoveu o 3° Galeto Solidário, com o objetivo de arrecadar recursos para serem repassados a entidades sociais. Segundo o presidente Cristiano Bittencourt, a prestação de contas foi realizada na última quinta-feira, apresentando 508 fichas vendidas, e tendo como resultado líquido o valor de R$ 5.951,00. As entidades beneficiadas pela ação serão definidas em reunião com os integrantes do Rotary na próxima quinta. “O evento foi um sucesso, arrecadamos um valor significativo e isso mostra que o clube é cada vez mais forte, além de ficarmos muito agradecidos pelo apoio da comunidade, que é essencial para que os resultados para os projetos sociais sejam ainda melhores”, declarou.

Participantes aprenderam técnicas de vários tipos de salgados e pizzas

a partir de março de 2020, com outras técnicas a serem apresentadas. As oficinas acontecem, geralmente, nos sábados de manhã, na sede da Aapecan, de forma gratuita. “Os participantes são usuários da Aapecan e do Cras Glória, familiares, voluntários, e pessoas que tenham interesse em adquirir conhecimento. A primeira

etapa foi concluída e agora se dará início a segunda etapa, com novas produções, e quem tiver o interesse de se inscrever pode entrar em contato com os assistentes sociais da casa”, informa. O cronograma da oficina incluirá técnicas variadas na área de doces e salgados para festas, bem como: pães, bolos e massas.

Os integrantes do Rotary ajudaram no preparo do galeto e acompanhamentos

VAKINHA

CONTATO

GALETO

BIOMETRIA

TEATRO

O Lar Meame está realizando uma Vakinha Online com o intuito de arrecadar fundos para substituir o sistema elétrico da instituição por um sistema limpo e renovável. Para quem tiver interesse em doar, basta acessar o link vaka.me/650488, e doar qualquer valor.

O telefone da sede do Conselho Tutelar de Ijuí mudou. O novo número é 55 3331 8870. O telefone antigo será desativado posteriormente e o número do plantão segue o mesmo, 55 9 8451 1029, para melhor atender a comunidade.

O Lar Me Ame promove galeto beneficente, no CTG Farroupilha, hoje. A ficha custa R$ 30 e inclui seis pedaços de galeto, arroz, salada verde e pão, para retirar no local, a partir das 11h15. Segundo a organização, não é necessário levar recipiente.

O Cartório Eleitoral atende de segunda a sexta-feira, das 12h às 19h, para realizar o recadastramento biométrico, que é obrigatório para todos. O eleitor deve comparecer ao Cartório portando CPF, RG, comprovante de residência e título de eleitor.

O Teatro do Sesc apresenta Líricas Modernas, no dia 9 de dezembro, às 20h. A apresentação aborda repertórios da atualidade, com estética mais próxima da música popular, rica em elementos que os distinguem de obras consagradas nos meios de difusão.

Serviços


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 3o de novembro e 1º de dezembro de 2019

23

Memória JM Notícias de NOVEMBRO de 1984

CARA OU COROA Armindo Pydd

PODANDO A ÁRVORE ** Na Década de 90 ocorreu na Itália a Operação Mãos Limpas (Mani Pulite) no combate à corrupção pública. Ao final da operação ocorreram 25,4 mil citações, 4.525 prisões, 1.069 políticos investigados, 430 absolvições, 31 suicídios, e prejuízo calculado de 5 bilhões de euros por ano por corrupção. Os dois maiores partidos políticos italianos foram destruídos. ** Ficou claro na Itália que a corrupção não envolvia somente a política, mas também amplas faixas da população. O cidadão médio que vive de expedientes, amizades, indicações e pequenos subornos no dia a dia começou a sentir que os moralistas do “mãos limpas” queriam atingir a inteira sociedade. E o apoio público diminuiu muito. ** Nada Menos que Tudo é o livro do ex-procurador Geral da República Rodrigo Janot que explica muitas situações da Lava Jato. É evidente que não fala de tudo. Mas caminhamos para uma nova fase. O imenso mundo da corrupção cada vez mais fica sofisticado. Está entranhado na sociedade, nas instituições, na própria cultura. Logo veremos um arrefecimento até do interesse público. Ou aqui será diferente? ** ID Estudantil via internet foi lançada pelo presidente, sem custo. Via entidades estudantis (Une e Ubes). Com custo. Continua. ** Televisão não derruba mais governo. É a conclusão a que se chega graças às redes sociais. Isto muda tudo. ** Mais de 500 mil funcionários públicos receberam Bolsa Família. Isto custou entre 2013 e 2019, R$ 25 bilhões de nossos impostos. ** As mudanças pesadas propostas pelo governo estadual estão sendo explicadas. Fora do mundo do funcionalismo estadual até podem ser entendidas. No entanto, aquilo que se convencionou de chamar de “podar a árvore” para ela crescer mais vigorosa não está sendo aceito. Afinal, se fala em poda. ** Nível que o São Luiz atingiu pode ser medido pela trajetória nacional e internacional de seus atletas contratados. Tem gente que já jogou este ano no Japão e na Arábia Saudita e outros nos mais diversos campeonatos nacionais.

Começam as obras no Parque dos Imigrantes Dez anos depois que iniciou a desocupação da área do Cemitério Velho, então em completo abandono, Ijuí começa a ganhar o Parque dos Imigrantes. A equipe do Conselho Municipal do Meio Ambiente, coordenada pelo técnico Delmar Amorin, trabalha desde a semana passada na esquina das Avenidas Coronel Dico e Getúlio Vargas, inicialmente na construção das duas escadarias de acesso a esta área verde, criada com o objetivo de homenagear os pioneiros da colonização do município. Além destas escadarias, os funcionários do Comma já estão demarcando os passeios internos, com três metros de largura, sendo que as lajotas sextavadas serão colocadas somente no próximo ano. A construção do parque infantil, porém, é que mais exigirá desta equipe para que efetivamente esteja concluída até o final do ano. Delmar Amorin mostrou-se entusiasmado com a construção de um aparelho multifuncional de 22 metros, do qual partirão gangorras, balanças, escorregadores e rampas de madeira, pneu e corda. O parque ficará de frente para a Avenida Coronel Dico, e as crianças terão, na esquina, uma quadra de areia com 15 metros de diâmetro. Outra meta a ser executada até o Natal, mas que depende da Secretaria Municipal de Energia e Comunicações, é a iluminação da Praça dos Imigrantes. O secretário Astor Mayer anuncia para os próximos dias a abertura de licitação. O monumento aos imigrantes, a ser erguido em área próxima a Delegacia de Polícia, de frente para a Rua do Comércio, ficará para mais adiante. A construção dos banheiros e do mini-quiosques, em área próxima a Associação Comercial e Industrial, e da quadra esportiva de areia, ao lado da caixa d'água, também são metas futuras.

Escadarias de acesso ao Parque dos Imigrantes ficam prontas logo

Bolão: seleção feminina é campeã do Estado A equipe de Ijuí sagrou-se campeã feminina no Campeonato estadual de Bolão, disputado no último sábado [dia 24], nos pranchões do Teresópolis Tênis Clube de Porto Alegre. A fase final teve a participação de 19 municípios, classificados anteriormente em chaves regionais, sendo que Ijuí somou 1.283 pinos contra 1.270 do Teresópolis. As atletas campeãs estaduais são Soeli Beck, Soni Michaelsen Blum, Alice Garzão, Cleonice Fischer, Tereza Wawginiak, Evani Metzdorf, Olária Krampe, Valda Garzão, Nelci Heinen e Perlita Sartor. Soeli Beck sagrou-se campeã geral do Estado, com 173 pinos, enquanto Soni Blum ficou em segundo com 169 pinos. A equipe local foi capitaneada por Kurt Gütler e esposa Genilda, ele diretor de bolão da Sogi, sendo que acompanharam a delegação Almiro Metzdorf, vice-diretor esportivo; e Irineu Sartor, delegado da Federação de Bolão. No naipe masculino, a Sogipa ficou em primeiro lugar, o Coríntians, de Santa Cruz, em segundo lugar, e Ijuí ficou na quinta posição. Hélio Beal foi o capitão da nossa seleção masculina, integrada ainda pelos atletas Batista, Manhabosco, Rudi, Adélio, Otácio, Nelson, Orlando, Manfredo, Ceno e Bohrer.

Ijuiense é campeão estadual de bolão do Sesi

Oldérico Brescovit, da Eletrônica São José, conquistou domingo [dia 25] o título de bolão individual do Serviço Social da Indústria. Os jogos foram realizados no Centro Esportivo Herber Bier, do Sesi, na Vila Farrapos, tendo Oldérico disputado com os campeões das regiões de Rio Grande, Vera Cruz, Caxias do Sul, Igrejinha, Santa Maria, Erechim e Charqueadas. O representante local fez 172 pinos, três a mais que o segundo colocado. Oldérico Brescovit integra o grupo Futuristas e a Seleção da Sogi.

Oldérico Brescovit

CONCURSOS AUGUSTO PESTANA - A prefeitura divulgou edital de seu processo seletivo e concurso público que preencherá sete vagas, além de formar cadastro reserva, para profissionais de diferentes níveis de escolaridade. As inscrições já estão abertas e poderão ser realizadas até as 12h, do dia 6 de dezembro, apenas via internet, em www.objetivas.com.br. BAGÉ - A prefeitura, por meio da Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências - Fundatec, tornou público os editais nº 001/2019 e nº 002/2019 de concurso público para provimento de vagas efetivas. Os profissionais interessados em participar desta seleção podem se inscrever em www.fundatec.org.br, até o dia 20 de

dezembro. A taxa de inscrição varia de acordo com o nível de escolaridade do cargo preterido. BARÃO DE COTEGIPE - A prefeitura divulgou edital de seu concurso público que irá preencher 26 vagas, além de formar cadastro reserva, para profissionais de diferentes níveis de escolaridade. As inscrições devem ser feitas até dia 2 de dezembro, em www.legalleconcursos. com.br. CAPELA DE SANTANA - A prefeitura lançou edital de concurso público com o intuito de preencher 17 vagas, mais cadastro reserva, para profissionais de níveis Fundamental, Médio e Superior. Interessados

têm até o dia 12 de dezembro, para efetuar suas inscrições em www.legalleconcursos. com.br. Para os candidatos que não dispõem de acesso à internet, será disponibilizado computador junto ao Protocolo da prefeitura municipal de Capela de Santana, na Avenida Cel. Orestes Lucas, nº 2.335, bairro Centro, no horário das 8h às 13h, de segunda a sexta-feira. CERRO LARGO - A prefeitura divulgou edital para preencher 10 vagas, além de formar cadastro reserva, para profissionais de diversos níveis de escolaridade e com vencimento de até R$ 6,2 mil. As inscrições encerram-se às 12h do dia 16 de dezembro, e devem ser feitas em www.objetivas.com.br.


www.clicjm.com

FINAL

Internacional e Grêmio decidem amanhã no Estádio 19 de Outubro em Ijuí, o Campeonato Gaúcho de Futebol Feminino | 16

RESTRIÇÕES

BRASILEIRÃO

Dupla Gre-Nal em jogos decisivos na 36ª rodada Internacional enfrenta o Botafogo hoje no Rio de Janeiro. Grêmio recebe o São Paulo amanhã. | 17

SAÚDE

SAE promove ação de combate à Aids amanhã Ceriluz amplia restrições em áreas de suas usinas devido ao período da Piracema e aumento no risco de afogamentos | 13

EDITORIAL | 6

Serviço de Atendimento Especializado realiza testes gratuitos na Praça da República, das 15h às 19h. | 8

O governador Eduardo Leite joga as últimas fichas do ano para incluir o Rio Grande do Sul no Regime de Recuperação Fiscal até o fnal de dezembro.

Profile for clicjm

Jornal da Manhã - Sábado 30.11.2019  

Jornal da Manhã - Sábado 30.11.2019  

Profile for clicjm
Advertisement