Page 1

WWW.CLICJM.COM

Ijuí, Sábado e domingo, 21 e 22 de agosto de 2021

Ano 48 - Nº 77

Tributos ampliam desigualdade social no Brasil

R$ 4,00

BOLSONARO ENVIA PEDIDO DE IMPEACHMENT DE MINISTRO DO STF Presidente alega que Alexandre de Moraes extrapola atribuições como na prisão de Roberto Jefferson. | 15

POLÍCIA PRENDE RESPONSÁVEIS POR ASSALTOS

Como os tributos incidentes sobre determinada mercadoria são iguais para qualquer consumidor, quem ganha pouco acaba perdendo um pedaço maior da renda | 4

MÃE JOGA BEBÊ PELA JANELA EM SANTO ÂNGELO

FUNDO ELEITORAL DE R$ 5,7 BILHÕES É VETADO

BUSCA POR AJUDA JURÍDICA CRESCE NA DEFENSORIA

Jovem, 16 anos, pulou logo em seguida. Segundo polícia, intenção era de salvar ela e a filha de uma agressão. | 19

O artigo previa que o fundo seria financiado com base em 25% do orçamento da Justiça Eleitoral. | 15

Cerca de 75% das ações são relacionadas a processos de separação, guarda e pensão. | 5

Dois homens foram presos em flagrante. Policiais encontraram grande quantidade de armas e objetos roubados das vítimas | 20


2

Jornal da Manhã

SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE AGOSTO DE 2021

RADAR

OLHO DA RUA

TATUAGEM ACâmara dos Deputados aprovou, por 397 votos a favor e duas abstenções, projeto de lei que proíbe a realização de tatuagens em animais com fins estéticos. O ato será sujeito a detenção de três meses a um ano e multa. A proposta segue para análise do Senado. O texto aprovado deixa explícito que a proibição se aplica apenas a tatuagens e piercings realizados por motivos estéticos em cães e gatos. O objetivo é evitar qualquer questionamento sobre a legalidade de procedimentos utilizados na identificação de animais do agronegócio – bois, cavalos e porcos.

Um dos principais vilões do entupimento de bueiros é o lixo jogado irregularmente nas ruas. Com a obstrução dos pontos de coleta, a água transborda causando alagamentos e prejuízos para a comunidade.

INTERNACIONAL As leis de planejamento familiar para controle populacional reduziram o número de nascimentos, e os últimos sensos demonstram isso. Depois de os casais estarem autorizados a ter uma ou duas crianças, o Congresso Nacional do Povo aprova agora a lei que formaliza a política de três filhos. A China espera ver a população aumentar para fazer face aos custos da mão de obra e envelhecimento. Em maio passado, o governo chinês permitiu aos casais terem até três filhos, mas apenas ontem foi aprovada a lei que formaliza a aplicação da nova política de planejamento familiar. SAÚDE Foi publicada, no Diário Oficial da União de ontem, portaria do Ministério da Saúde que credencia, em caráter excepcional, estabelecimentos de Saúde como Centros Comunitários de Referência para Enfrentamento da covid-19. A Portaria nº 2.010 credencia também os Centros de Atendimento para Enfrentamento da Covid-19. O valor total previsto para os centros de atendimento é de R$ 553,92 milhões. Já os centros comunitários de referência receberão um total de R$ 20,16 milhões. VACINAS A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) entregou ontem ao Programa Nacional de Imunizações (PNI), mais 3,9 milhões de doses da vacina contra covid-19 da AstraZeneca. O imunizante é produzido no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio Manguinhos). Com a remessa, a Fiocruz atinge a marca de 88,4 milhões de doses entregues ao PNI, das quais 84,4 milhões foram produzidas em BioManguinhos e quatro milhões importadas do Instituto Serum, que fica na Índia. DADOS O Ministério da Saúde informou ontem que 120 milhões de brasileiros já receberam a primeira dose de vacinas contra a covid-19 – o número corresponde a 75% da população adulta no país. A expectativa da pasta é que, com a chegada de 131,4 milhões de doses em agosto e setembro, todos os brasileiros adultos estejam imunizados até o fim do próximo mês. Ainda de acordo com o ministério, mais de 53,2 milhões de pessoas já receberam a segunda dose ou a dose única contra a covid-19. Ao todo, 207 milhões de doses foram distribuídas aos estados e ao Distrito Federal.

INDICADORES Poupança 20.8.2021 ................. 0,24 % Ouro 20.8.2021............. . R$ 309,07(gr) Dólar Comercial.................... R$ 5,3803 Dólar turismo ....................... R$ 5,5810 Euro .......................................... R$6,30 IPC/FIPE JULHO /2021.............. 0,96% INPC JULHO /2021 .................... 1,02% IGP-M JULHO /2021 ................... 0,78% IPCA JULHO /2021..................+0,96% TR JULHO/2021 ........................+0,0% SELIC JULHO./2021 ...............+5,25 %

LOTERIAS

NÚMEROS EXTRA-OFICIAIS

1º - 5.492 2º - 6.168 3º - 7.258 4º - 2.546 5º - 5.297 ENTRE ASPAS "Não queremos que o individualismo, a postura e os erros " Ministro dapolítica Educação disse quepelo uns 12% das crianças de condução cometidos governador João com Doriadeficiência nas escolas são dehistórica impossível convivência. A pronúncia comprometam a relação que os partidos têm em da frase é imoral. São crianças quecontinuar adoram viver entre outras. nível nacional e estadual. Vamos conversando comSe há gente de impossível convivência, são os fanáticos que odeiam o PSDB sobre as eleições. O partido terá toda a disposição a diversidade." Pesquisadora, DeboraPresidente Diniz de diálogo e construção conjunta." do DEM, ACM Neto "O Estado Democrático de Direito ordenou e a Polícia acabou de os lares de Otoni de e deVice-presidente Sérgio Reis! Umdaé "É invadir possívelara o Ministério daPaula Saúde." pastor mácula alguma, o outroRodrigues é um artista(Rede-AP) de 81 anos! CPI dasem Covid, senador Randolfe E o respeito à Dignidade da Pessoa Humana? (mais uma expressão ridícula dessa turma)." Ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub "Esta CPAlguma coisa e alguém tem que ser res"Tivemos progressos nosaconteceu últimos dias. Conseguimos assegurar ponsabilizado por isso." Senadora, Tebet (MDB-MS) o controle do aeroporto [de Cabul]Simone e evacuar mais de 13 mil pessoas desde 14 de agosto. Todos os americanos que quiserem voltar serão trazidos para casa." Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden

GETÚLIO

QUINA

CONC URSO nº

5637

02 19 33 42 80 LOTOFÁCIL

CONCURSO nº 2313

04 05 06 07 08 10 11 12 14 15 18 19 20 22 25 PREVISÃO DO TEMPO Fonte: Climatempo

HOJE

MÁX.

29° Sol com algumas nuvens. Não chove.

MIN.

16°

DOMINGO

MÁX.

33° Sol com algumas nuvens. Não chove.

MIN.

17°

SEGUNDA

MÁX.

28°

Sol com algumas nuvens. Não chove.

MIN.

16°

Fonte: Climatempo


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 de agoSto de 2021

ECONOMIA

Efeito da pandemia no RS foi menor do que no País Uma pesquisa realizada pelo Sebrae-RS, divulgada ontem, mostra que o impacto da pandemia nos negócios foi menos severo no Rio Grande do Sul na comparação com os índices nacionais. O estudo aponta, por exemplo, que o Estado teve taxa de descontinuidade de negócios de 7,5% em 2020, enquanto no Brasil foi de 9,4%. De acordo com o levantamento, o Estado teve taxa de descontinuidade de negócios de 7,5% em 2020, enquanto a do Brasil foi de 9,4%. “Isso indica que a economia

André Vanoni de Godoy

gaúcha, mais do que a do Brasil, teve um conjunto de negócios mais resistente a causas diversas que poderiam levar à descontinuação da atividade empreendedora”, avalia o documento. No entanto, o RS teve a quarta mais alta taxa de descontinuidade da região da América Latina e Caribe, sendo que o Brasil figura em segundo lugar. “Ambas as taxas foram maiores do que todas as da região da Europa e América do Norte, o que sugere uma maior fragilidade da malha de negócios gaúcha e brasileira frente a fatores de descontinuidade, que incluíram a pandemia em 2020”, observa o levantamento. Entre os negócios que deixaram de funcionar no ano passado em solo gaúcho, 38% tiveram como causa a pandemia, seguida por razões pessoais ou familiares (19,3%) e falta de lucratividade (13,2%). Mas as implicações da covid-19 e a restrição orçamentária que causou em muitas famílias motivou (ou até mesmo obrigou) o despertar empreendedor. Segundo a pesquisa, a taxa de empreendiEssa resiliência do gaúcho é um fator positivo que temos que comemorar. Nós, vamos dizer assim, sofremos menos. "

Perícia mostra que critérios adotados inflaram dívida

O presidente da Comissão Especial de Acompanhamento Legislativo (CEAL) da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/ RS), João Darzone de Melo Rodrigues Junior, afirma que laudo pericial judicial de 2019, constante na ação civil originária (ACO) 2059, ajuizada pela Ordem gaúcha no Supremo Tribunal Federal em 2012, aponta que o saldo devedor da dívida do Rio Grande do Sul com a União foi inflado pelos mecanismos e critérios de correção monetária utilizados. Conforme Dalzone, a Tabela Price e a correção monetária usadas no contrato inflaram o saldo devedor em torno de 39 a 40%. Ele explica que não há no ordenamento jurídico brasileiro a possibilidade de ente federado auferir lucro numa operação financeira entre iguais, o que é o caso da dívida do RS com a União. Dalzone disse que não tem como prever o resultado final da ACO 2059 no Supremo, mas observou que existem bons elementos para revisão do pedido da ação. "Não há como ignorar a existência deste laudo, nem jurídica, nem politicamente". Ele enfatizou, ainda, que esse desequilíbrio contratual, forçando o Estado a pagar mais para saldar a dívida com a União, acaba por atingir diretamente toda a população gaúcha. "O RS está sendo esfolado vivo", acentua.

mento em estágio inicial no Rio Grande do Sul foi de 22,1% no ano passado, um aumento de 14,9% na comparação com a última pesquisa, em 2018. Em entrevista ao JM, o diretorsuperintendente do Sebrae-RS, André Vanoni de Godoy, destacou os números do levantamento, mas afirmou que ainda não se pode comemorar, já que o "cenário total da economia" é muito negativo. "Essa resiliência do gaúcho é um fator positivo que temos que comemorar. Nós, vamos dizer assim, sofremos menos do que a média brasileira", ponderou. Entre os empreendimentos nascentes, o destaque foi o setor de serviços de alimentação, como bufê e comida preparada, correspondendo a 18,7% ao total. Já a taxa de empreendedorismo global do Estado, que leva em consideração os dados de negócios consolidados e novos, ficou em 36,5%, o que, segundo a pesquisa, aponta que a cada três gaúchos, um estava envolvido com alguma atividade empreendedora em 2020. Segundo especialistas ouvidos na pesquisa, a criação de novos negócios tende a ser salutar para auxiliar as economias na superação da crise provocada pela pandemia. “A razão é que o empreendedorismo compensa, ao menos parcialmente, as quedas da renda das famílias e do PIB provocadas pela crise”, sugere o texto.

3

Sicredi abre inscrições para o Programa Prosperar Na próxima segunda-feira iniciam as inscrições para o Programa Prosperar. Fruto de uma parceria entre a Sicredi das Culturas RS/ MG e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Programa tem como objetivo auxiliar os associados Pessoa Jurídica da instituição financeira cooperativa a alcançarem seus objetivos de desenvolvimento, a partir de consultorias especializadas em áreas como marketing, finanças, plano de negócios, fluxo de caixa e indicadores econômicos e financeiros. As inscrições poderão ser feitas por meio do site sicredi.com. br/coop/culturasrsmg/ programa-prosperar, até 3 de setembro. O Programa será desenvolvido na área de atuação da Sicredi das Culturas RS/MG nos estados do Rio Grande do Sul e Minas Gerais. Podem participar associados(as) da instituição financeira cooperativa enquadrados como MEI, micro ou pequena empresa; desde que não estejam participando de outros projetos junto ao Sebrae. A parceria foi firmada em 2020 e já beneficiou 30 empresas nos municípios Roque Enderle de Ijuí, Panambi e Santo Augusto que participaram da 1º edição do programa, concluindo no primeiro semestre de 2021. O trabalho realizado tem diferentes etapas, entre elas, a de diagnóstico, em que é construído um programa de desenvolvimento individualizado e específico, levando em consideração as necessidades de cada empreendimento e a definição de cronograma de ações; a etapa de implementação das propostas e a realização de capacitações, por meio de consultorias e de acompanhamento; além da etapa de avaliação. O diretor Executivo da Sicredi das Culturas RS/MG, Roque Enderle, explica que o principal objetivo dessa cooperação é o fortalecimento da economia local. “Com o nosso apoio, os associados e associadas têm a possibilidade de receber essa consultoria do Sebrae e fortalecer seus negócios. Já foram 30 empresas atendidas no Rio Grande do Sul e agora vamos expandir essa ação para Minas Gerais, buscando gerar impacto positivo na sociedade e fortalecendo o ciclo virtuoso, em que o associado, a cooperativa e a comunidade prosperam juntos, gerando renda, oferta de empregos, valorização da produção local e consequentemente o crescimento dos municípios”, finaliza Enderle.

Edital de venda da Sulgás é publicado A Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul (Sulgás) teve seu edital de privatização divulgado no Diário Oficial do Estado ontem. As propostas, com valor mínimo de R$ 927,8 milhões, devem ser entregues até o dia 18 de outubro de 2021, na B3, a bolsa de valores do Brasil, em São Paulo. O leilão está previsto para o dia 22 de outubro de 2021. “Com a privatização da Sulgás, projetamos melhores condições para a companhia expandir a malha de distribuição e prover o acesso ao gás natural aos consumidores, sobretudo em termos de ganhos de eficiência e de capacidade de investimento”, destacou o secretário do Meio

Ambiente e Infraestrutura, Luiz Henrique Viana. A avaliação dos valores foi realizada por duas empresas contratadas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a EY (Ernst & Young) e o consórcio Pampagás, formado por BR Partnes, Lefosse Advogados, LMDM Consultoria e Vernalha, Guimarães & Pereira Advogados. Depois da privatização da CEEE Distribuição e da CEEE Transmissão, este será o terceiro leilão de privatização a ser realizado neste ano pelo governo do Estado. As desestatizações fazem parte da agenda de desenvolvimento para o Rio Grande do Sul e são vistas não apenas como uma

oportunidade de receita para o enfrentamento da crise financeira, mas como um caminho para gerar investimentos privados e melhoria dos serviços públicos prestados à população. Em 2 de julho de 2019, a Assembleia Legislativa aprovou o Projeto de Lei 265/2019, que autorizou o Poder Executivo do Estado do Rio Grande do Sul a promover medidas de desestatização da Sulgás. A Lei 15.299 foi sancionada e promulgada dois dias depois. A partir da autorização legislativa, o BNDES foi contratado pelo governo do Estado, em 24 de setembro de 2019, para conduzir o processo de privatização da Sulgás.


4

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 de agoSTo de 2021

IMPOSTOS

Fórmula de cobrança amplia a desigualdade Ao longo das últimas décadas, a necessidade de modernizar a estrutura brasileira de impostos, contribuições e taxas tem incessantemente figurado na pauta política como tema urgente. No entanto, as três propostas que estão no Congresso (da Câmara, do Senado e do governo federal) e unificam tributos sobre o consumo estão praticamente paradas desde 2020. Para estudiosos do tema, no entanto, nenhuma das reformas até hoje propostas ou apoiadas pelos sucessivos governos buscou atingir o verdadeiro cerne do problema: a fórmula adotada para recolher os tributos, que cobra proporcionalmente pouco dos ricos e muito dos pobres. "O sistema tributário do Brasil é injusto porque acentua a concentração da renda, ao invés de diminuí-la", afirma o vicepresidente de Assuntos Tributários da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Anfip), Cesar Roxo Machado. "As reformas que são levadas ao Congresso Nacional costumam buscar a simplifi-

cação do nosso emaranhado de tributos, o que é positivo, mas elas nunca buscam a justiça tributária, o que é ainda mais importante. O tributo deve ser um instrumento de diminuição das desigualdades sociais não apenas no momento em que é aplicado nas políticas públicas, mas também no momento em que é recolhido. Quem tem mais deve pagar mais e quem tem menos deve pagar menos." Os tributos servem para custear tanto a máquina estatal quanto os serviços públicos, como Saúde, Educação e Segurança. De forma geral, eles incidem sobre três bases: o consumo, a renda e o patrimônio dos cidadãos e das empresas. Em todos os três pilares, existem distorções que beneficiam os ricos e penalizam os pobres. A tributação do consumo é aquela embutida no preço de produtos e serviços. Como os tributos incidentes sobre determinada mercadoria são iguais para qualquer consumidor, quem ganha pouco, na comparação com quem ganha muito, acaba

perdendo um pedaço maior da sua renda com esses tributos na hora da compra. "A solução, claro, não seria cobrar tributos variáveis conforme o poder aquisitivo do comprador. Na prática, isso se mostraria inexequível. A mudança necessária, segundo os especialistas, é a diminuição das alíquotas, de modo que a fatia da tributação do consumo fique menor dentro do bolo tributário do Brasil. Atualmente, ela responde por 43% do total quase metade da arrecadação nacional. Em países desenvolvidos, o peso da tributação do consumo no total da arrecadação pública é menor. Naqueles que integram a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), por exemplo, a média é de 33%. No Canadá, fica em 23,5%. Nos Estados Unidos, em 17,5%. Essa é uma das razões pelas quais fazer compras em certos países sai mais barato do que no Brasil. Os impostos sobre veículos,

Tributo sobre gasolina faz disparar preços do combustível no País

João Carlos Dal' Aqua

Os brasileiros vivem, atualmente, com uma preocupação diária: o constante aumento no valor dos combustíveis na hora de abastecer. De janeiro até a primeira semana de agosto, em média, o valor da gasolina que sai da refinaria pulou de R$ 2,69 para R$ 2,78 por litro. E quando o consumidor vai abastecer na bomba do posto de combustível, esse aumento se traduz em mais de R$ 6 na maior parte do Brasil. O presidente do Sindicato

Intermunicipal do Comércio Varejista de Combustíveis e Lubrificantes do Rio Grande do Sul (Sulpetro), João Carlos Dal'Aqua, explica que um ponto importante nessa equação é a política de preços da Petrobras, que atrelou seus valores ao mercado internacional. Isso significa que quanto mais o preço do barril de petróleo e o dólar sobem, mais caro fica o combustível no Brasil – mesmo na produção nacional. Além disso, Dal' Aqua destaca que um fator relevante nessa conta são os impostos estaduais. "O custo de produção, ou da refinaria, ou da importação, equivale a aproximadamente 30% do custo final. Depois nós temos o custo do biocombustível, o anidro que é adicionado à gasolina, que varia de 10% a 12%. Depois nós temos ICMS, 30%. Depois, CID, PIS e Cofins, que são valores que se aproximam, no preço final,

12% a 17%. Depois temos logística, a margem da distribuição e a margem da revenda. Percentualmente, o nosso custo tributária chega a quase 50% do custo final”, argumentou. Para se ter uma ideia mais clara de todos os componentes do preço da gasolina cobrado na bomba, é preciso esmiuçar os valores de cada etapa desse processo: 33,0% são realização da Petrobras, 11,7% são os impostos federais (CIDE, PIS/PASEP e Cofins), 27,4% são dos impostos estaduais (ICMS), 15,7% são de custos do Etanol Anidro e 12,2% fazem parte da distribuição e revenda nos postos. É importante destacar que toda a tributação dos combustíveis por Estado, bem como os valores praticados na revenda são regulamentados por leis e normas brasileiras, principalmente a Lei 12.741/2012.

imóveis e terras, pagos por ricos e pobres, também estão desequilibrados. O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), por exemplo, incide com a mesma porcentagem tanto sobre uma moto de luxo para o lazer da pessoa abastada quanto sobre uma moto popular para o trabalho do entregador de comida. Nos carros, ocorre a mesma coisa. Por outro lado, jatinhos, helicópteros, iates e lanchas não são taxados. No caso do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), o problema é outro. Em muitas ci-

dades, em especial nas menores, os imóveis não estão detalhadamente cadastrados, e o valor do imposto acaba sendo apenas simbólico — pesando mais no bolso dos pobres. Mesmo quando estão corretamente cadastrados, o valor venal de casas, apartamentos e terrenos costuma estar defasado, não correspondendo ao preço de mercado. Tal defasagem prejudica mais os pobres no pagamento do IPTU."O imóvel dos pobres é avaliado com valores mais próximos aos do mercado que o imóvel dos ricos", explica o economista Carvalho Junior, do Ipea.

Alimentos são tributados, em média, 22,5% A tributação média cobrada sobre os alimentos no Brasil é de, aproximadamente, 22,5% (a aproximação se deve por conta dos vários tipos de alimentos, bem como da variação da cobrança de acordo com os estados nacionais). Esse montante é expressivamente superior à média mundial de 6,5% e, de acordo com o diretor técnico do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), João Eloi Olenike, também acima de países como Alemanha (7%), França (5,5%) e Inglaterra (0%), pois há regimes especiais para a cobrança. Isso se deve, segundo o diretor, ao tipo de cobrança adotada no Brasil. Enquanto, no exterior, há apenas um tipo de imposto sobre os alimentos, o Imposto sobre Valor Agregado (IVA), aqui chegam a ser inseridos seis tributos. O PIS (Programa de Integração Social), a Cofins (Contribuição para o Financiamento de Seguridade Social), o ICMS

(Imposto sobre Circulação de Mercadorias), o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), a contribuição previdenciária, o Imposto de Renda e a contribuição social sobre o lucro incidem nas várias etapas de produção do alimento. Desde a agricultura até a etapa final, os tributos são embutidos no preço, fazendo com que o custo aumente progressivamente e revertendo as cobranças para o consumidor. No exterior, como já apontado, não ocorre essa inserção múltipla. A tributação se dá por apenas um imposto, cuja cobrança recai na riqueza agregada e não nas etapas de produção, ou seja, não pesa no bolso do consumidor. Para que o Brasil adotasse o sistema de cobrança através de um imposto só seria muito complicado, pois, apesar de ser interessante para os consumidores, não há vontade política para essa realização. "O governo é guloso", enfatiza o diretor.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 de agoSto de 2021

JUSTIÇA

Ações de família lideram atendimentos na Defensoria A demanda por apoio jurídico junto à Defensoria Pública de Ijuí tem aumentado nos últimos meses. É o que disse o diretor regional da Defensoria Pública de Ijuí, André Girotto, em entrevista ao Grupo JM. “Os serviços da defensoria tem sido procurado de uma forma crescente, principalmente na cidade de Ijuí”, destaca. “Mas 75% da nossa procura está direcionada a Vara Cível de Família. São basicamente questões ligadas à ações de divórcio, ações de guarda de menores e de busca de alimentos de dependentes”, acrescenta. Para receber atendimento dos defensores públicos do Estado, Girotto destaca que existem critérios devido à alta demanda. "Muito embora prestamos assistência para pessoas hipossuficientes, a Defensoria tem critérios. Temos nossa limitação de renda familiar. Então quando ultrapassa aquilo que é estabelecido pelo

atendimento, nós orientamos que essas pessoas busquem assistência jurídica na assistência privada", reforça. É considerada hipossuficiente financeira a pessoa física que comprovar renda familiar mensal, igual ou inferior, a três salários mínimos nacionais, considerandose os ganhos totais brutos da sua entidade familiar, bem como não ser proprietária, possuidora ou titular de direito sobre bens móveis, imóveis, créditos, recursos financeiros em aplicações, investimentos ou quaisquer direitos economicamente mensuráveis, em montante que ultrapasse a quantia equivalente a 300 salários mínimos nacionais. "Então o controle é muito rigoroso, caso contrário acaba desvirtuando a causa principal da instituição, que é uma via de acesso para pessoas que não tem condições de contratar um advogado que possa acessar a Justiça e pleitear os seus direitos", salienta Girotto.

Na aferição da renda familiar, deverão ser deduzidos o valor equivalente a 25% do salário mínimo nacional por dependente e o valor equivalente a 50% do salário mínimo nacional por dependente incapacitado para o trabalho que demande gastos extraordinários. Não serão computados os rendimentos concedidos por programas oficiais de transferência de renda e de benefícios assistenciais. Quem precisa de atendimento da Defensoria Pública, em Porto Alegre, pode ligar para o Alô Defensoria, no telefone (51) 3331-2326. A linha fica disponível de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 18h. Nos demais municípios do Estado, o usuário pode buscar o telefone da unidade de sua região no site da Defensoria. Além disso, o e-mail alo@defensoria. rs.def.br presta atendimento a pessoas com deficiência auditiva.

André Girotto

São basicamente questões ligadas à ações de divórcio, de guarda de menores e busca de alimentos de dependentes."

5


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 de agoSto de 2021

6

Opinião do JM |

PAÍS ESTÁ AFUNDANDO

C

ombinação de instabilidade política com a crise sanitápresidente do Senado que avisou não considerar recomendável O que se espera é uma aturia está explodindo em uma economia já cambaleante. a abertura de processos de impeachment de ministros do STF ação independente, forte e Números e projeções apontam que esta não será apenas uma neste momento. Para Pacheco, tal pedido poderia prejudicar focada nos reais interesses recessão, mas a maior que o País já viveu. Esta não será, no a pacificação da sociedade brasileira. do Brasil, que passam entanto, só mais uma crise. Entretanto, cabe ao STF que tem amplas condições de mudar longe das paranoias que Enquanto isso, há uma agenda de reformas paralisadas no a pauta do País, em vez de cair na armadilha da radicalização. inflamam os debates púCongresso para serem votadas, cruciais para tirar o País do Cabe, nesse contexto, não confundir eventuais críticas a posblicos cada mais violentos. atoleiro. Mas entraves prejudicam a agilização da pauta. Mais turas do STF com as inaceitáveis tentativas de atentar contra uma vez, tem participação do governo nisso. a honra de seus ministros e as prerrogativas da corte. O que Neste cenário, o embate entre Jair Bolsonaro e as instituições se tornou se espera é justamente o contrário disso, ou seja, na atuação independente, mais agudo de julho até agora. Ontem o presidente encaminhou ao Senado forte e focada nos reais interesses do Brasil, que passam longe das paranoias o pedido de impeachment do ministro Alexandre de Moraes. É a primeira que inflamam os debates públicos cada mais violentos e emocionais. vez na história do Brasil que um presidente da República pede impeachment Infelizmente estamos em barco a deriva, e o País está a cada dia se afundando de um ministro do Supremo. Mais uma decisão, defensiva de Bolsonaro, mais. Sem rumo, o governo está espalhando pessimismo. O presidente Bolsoporque o presidente está vendo, cada vez mais, as investigações chegarem naro está perdendo o apoio que ainda imagina manter com os empresários. até ele e sua família. Quando falta liderança e horizonte, como agora, o mais difícil de reverter é o Bolsonaro ignorou apelos e alertas de ministros e parlamentares contrários estado de espírito hoje abatido, e a descrença da população nos governantes ao pedido de impeachment que agravaria a crise vivida pelo País. Inclusive do e na possível recuperação do País, fará muitos a abandonar o barco.

ENTREVISTA De que forma a Farsul vem atuando na orientação aos produtores para tentar minimizar os efeitos do déficit com o milho? Essa é uma preocupação muito grande nossa. Tanto que estamos criando o Programa Duas Safras, pois o Rio Grande do Sul não produz duas safras ao ano, apenas algo em torno de 1.1 safra/ ano. Temos uma área aproximada de 1 milhão de hectares com culturas tradicionais de inverno, especialmente o trigo, mas ainda ficamos com muita área apenas com cobertura vegetal. Temos um déficit crescente no milho. Em uma situação normal teríamos um déficit entre 7 e 9 milhões de toneladas de milho considerando o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, tanto que a avicultura e a suinocultura gaúcha estacionaram por falto do produto. Essas atividades estão migrando para estados do Brasil Central, especialmente Goiás, onde lá tem duas safras de milho, a safrinha como é conhecida. E nós aqui, por uma condição climática, não conseguimos desenvolver a safrinha, mas temos alternativas com grãos de inverno. É por isso que estamos imbuídos, juntamente com a ABPA (Associação Brasileira de Proteína Animal) e as Embrapas no Estado de criarmos alternativas de grãos para substituir o milho na ração animal. Em que fase está o Programa Duas Safras? Estamos em fase de elaboração do projeto, que também conta com a parceria da Fecoagro (Federação das Cooperativas Agropecuárias do RS) e da Ocergs (Organização das Cooperativas do RS) trabalhando neste programa para levarmos aos nossos sindicatos rurais. Houve já uma certa movimentação esse ano, com aumento da área plantada de trigo, mas trabalharemos, a partir do fim do plantio da safra de soja, as alternativas econômicas para que os produtores se lancem com mais envergadura no plantio de cereais de inverno já na próxima temporada, em 2022. Quais são as ferramentas para o produtor se

Jornal da Manhã GRÁFICA E EDITORAJORNALÍSTICA SENTINELA LTDA. CNPJ: 87.657.854/0001-23

Fundado em 1º de Maio de 1973

Como o senhor analisa o desempenho do agro gaúcho e nacional na pandemia? É, é possível fazer um modelo diferente, adotar o Se eu pudesse dar uma nota para o setor seria 10 ao agricultor gaúcho. Algum dia você percebeu a falta de produto no supermercado? O setor não só suportou um aumento de demanda nas gôndolas, o que evidentemente trouxe junto o aumento dos preços, a velha lei da oferta e da procura, como também enfrentou o aumento da importação por outros países, a exemplo das carnes, da avicultura, da soja e do próprio milho. A agricultura como um todo se saiu muito bem na pandemia, diferentemente de outros países, que lá no início da pandemia, passaram por falta de produtos nos supermercados, inclusive em países do Primeiro Mundo. Aqui no Brasil não vimos brigas em frente a porta de supermercado.

Gedeão Pereira Presidente da Farsul proteger ou driblar os efeitos do clima na lavoura? Ainda que seja uma alternativa cara a irrigação é a única que temos. A grande saída do Rio Grande do Sul é poder irrigar, só que para irrigar precisamos armazenar água. No entanto, por causa de brigas jurídicas e mau entendimento jurídico não estamos conseguindo construir reservatórios para irrigação. É uma briga demorada contra o Ministério Público, que é o responsável por esse travamento hoje em dia. Tanto que na Secretaria do Meio Ambiente não há nenhum pedido de produtor rural para irrigação, porque ele sempre pede e não leva. O MP entrou na Justiça, há mais de dois anos, e levou em liminar em que não se pode ter nenhum licenciamento ambiental no RS sem os famigerados 20% da Reserva Legal. Simplificando, eu diria que esse é o grande motivo pelo qual a irrigação no Rio Grande do Sul não avança.

Diretor: Edmundo H. Pochmann Editora: Jocelaine Simão redacao@jornaldamanhaijui.com

Rua Albino Brendler, 122 Centro - 98700-000 IJUÍ/RS Cx. Postal 518 - (55)3331-0300

Jornal da Manhã: (55) 3331-0300 atendimento@jornaldamanhaijui.com Rádio JM: (55) 3331-0301 radio@jornaldamanhaijui.com Representantes Comerciais: Grupo de Diários

www.clicjm.com

A Farsul espera algum reflexo nos negócios a partir da conquista do novo status sanitário? Acredito que não. Temos um aumento importante na inscrição de ovinos, o que reflete uma retomada da ovinocultura no Estado, mas a respeito do status sanitário não vemos impactos nesta edição. Podemos ter algum reflexo na valorização da agropecuária como um todo. Mas, sabemos que hoje se o produtor quiser comprar uma máquina agrícola não existe pronta-entrega. São mais ou menos seis meses para ele receber a máquina. No setor de reprodução animal ainda não vemos nenhum tipo de influência ainda, pois os mercados custam a se mexeram a respeito de status sanitário. Ainda vai levar um tempo para que isso se torne exequível. Ao longo do tempo, temos que levar a informação de que não estamos mais vacinando aos grandes mercados que hoje não aceitam nossos produtos. E temos que levar com a credibilidade necessária, e isso não se conquista de um ano para outro. Tanto que o Brasil não se tornou uma potência mundial do setor com produtos de baixa qualidade. Pelo contrário, foi paulatinamente mostrando a sua capacidade e a sua evolução.

Impressão em Off-Set Rotativa Cia de Arte CNPJ 92.107.978/0001-75 Rua Albino Brendler, 146 - IJUÍ/RS (55) 3331-0318 | 3331-0320 (após às 18h)

ciadearte@jornaldamanhaijui.com

ASSINATuRAS E CIRCuLAÇÃO: (55) 3331-0315 | 3331-0317 3331-0321 SEMEStRAl: R$ 280,00 ANUAl: R$ 560,00 CORREIO: R$460,00 (SEMEStRAl); R$ 900,00 (ANUAl)


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 de agoSto de 2021

7

PREVIDÊNCIA

Dívidas de contra o INSS disparam no País No momento em que o governo tenta aprovar o parcelamento dos precatórios (dívidas judiciais que não podem mais ser contestadas), esses débitos continuam aumentando. Somente nos primeiros seis meses do ano, as sentenças judiciais de temas previdenciários somaram R$ 16,1 bilhões, 25,8% a mais que em igual período do ano passado e acima do registrado em todo o ano de 2018. O governo diz não saber as causas dessa alta nos últimos anos. Especialistas dizem que a demora do INSS em conceder os benefícios e analisar os recursos administrativos seria um dos motivos do aumento das ações. As projeções do Ministério da Economia com sentenças judiciais previdenciárias são de uma despesa total de R$ 22,6 bilhões este ano. Mas os técnicos já admitem que o valor será ultrapassado. E ainda projetam um crescimento de 30% em 2022. A elevação ocorre tanto nas chamadas requisições de pequeno valor (RPVs), que tratam de decisões judiciais de até 60 salários mínimos (R$ 66 mil) e são pagas em até dois meses, como dos precatórios de maior valor, que podem demorar até dois anos para serem quitados, dentro da programação orçamentária do governo. Entre 2017 e 2020, as des-

O Ministério de Minas e Energia (MME) admitiu que busca soluções para amenizar os reajustes nas contas de luz em 2022, ano de eleição presidencial. A nota foi publicada após o superintendente de Gestão Tarifária da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Davi Antunes Lima, indicar que as tarifas de energia podem subir, em média, 16,68% no próximo ano, principalmente por conta da crise hídrica que o País enfrenta. A pasta reconheceu que diversos fatores pressionam as tarifas para 2022, entre eles o agravamento da crise hídrica, o aumento no custo para gerar energia, a alta do dólar e o fato de alguns contratos de distribuidoras serem reajustados pelo IGP-M. O MME citou que medidas adotadas resultaram no alívio de R$ 18,83 bilhões no valor total que seria acrescido nas contas neste ano.

10,8 pesas com as dívidas menores subiram 34,56%, saindo de R$ 8,1 bilhões para R$ 10,9 bilhões. O valor desembolsado no primeiro semestre deste ano atingiu R$ 6,3 bilhões, alta de 31,25% em comparação com o mesmo período de 2020. Já as despesas com precatórios quase dobraram entre 2017 e 2020, saindo de R$ 5,2 bilhões para R$ 9 bilhões. Entre janeiro e junho deste ano, a alta foi de 22,5% em relação ao primeiro semestre de 2020. O aumento das condenações judiciais previdenciárias sem recursos para a União agrava a situação das contas públicas. A

"Impossível", diz Guedes sobre reforma

Paulo Guedes

Governo afirma que busca medidas para amenizar reajustes nas contas de luz em 2022

despesa com precatórios totais da União, que este ano foi de R$ 54,7 bilhões, vai subir para quase R$ 89,1 bilhões em 2022 e avançou na folga fiscal de R$ 30 bilhões que o governo contava para reformular o Bolsa Família. Para tentar contornar isso, o governo enviou ao Congresso uma proposta de emenda à Constituição (PEC) para parcelar os precatórios acima de R$ 455 mil, inclusive previdenciários, em dez anos. O projeto, porém, enfrenta a resistência de parlamentares e especialistas, que veem na medida uma espécie de “calote temporário”.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse ontem que é “impossível” fazer uma reforma Tributária ampla, de uma só vez. Ele defende uma reforma fatiada, dividida em fases, e com adesão voluntária de estados e municípios. "Eu acho impossível fazer a reforma tributária de uma só vez. Acho que a gente tem que se orientar por etapas — disse o ministro, em debate no Senado sobre a proposta de reforma ampla que está em discussão na Casa, acrescentando:" Toda longa caminhada e toda visão ampla exige primeiros passos, que pode ser essa visão (de reforma) por etapas." Após desabafo sobre a forma como a equipe econômica tem lidado com a reforma tributária que unifica os impostos sobre consumo de bens e serviços, o relator da proposta ampla de reforma, senador Roberto Rocha (PSDB-MA), disse que apresentará seu parecer “de forma impreterível” na próxima semana. Esse texto não tem apoio do governo.. O ministro afirmou que prefere não ter reforma do que aprovar uma que piore o ambiente econômico, mas acredita que as resistências sejam seletivas. “Piorar”, para o ministro, representa “majorar impostos”, “tributar quem não possui capacidade contributiva” e “prejudicar os demais entes federados”.

bilhões foi o lucro da Caixa Econômica Federal no primeiro semestre de 2021. A economia estimada pelo banco está em R$ 333,6 milhões.

Novo investimento no Porto do Rio Grande

Preço do diesel nos postos volta a subir

A partir de setembro, o Porto do Rio Grande contará com um novo operador portuário. A empresa deve realizar um investimento em torno de R$ 5 milhões. A operação deve focar, neste primeiro momento, nas movimentações de graneis agrícolas e fertilizantes. O volume de 20,8 milhões de toneladas garantiu ao terminal a maior movimentação dos primeiros seis meses do ano na história.

O preço médio do óleo diesel engatou a terceira semana consecutiva de alta nos postos de combustíveis do Brasil, enquanto as cotações da gasolina e etanol também subiram, indicou pesquisa publicada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O valor médio do diesel nas bombas nesta semana atingiu R$ 4,616 por litro, alta de 0,35% em relação à semana passada.

Receita está estudando reforma em relação ao IPI em duas etapas, diz Tostes O secretário especial da Receita Federal, José Tostes Neto, disse ontem que o governo está estudando uma nova fase da reforma tributária para o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Ele voltou a defender a aprovação da proposta do governo de criação da Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS), que unifica as cobranças do PIS e da Cofins. O projeto foi enviado à Câmara dos Deputados em junho do ano passado, mas até agora não tramitou na Casa. Tostes lembrou ainda que a arrecadação dos tributos sobre consumo de bens e serviços chega a 14,1% do Produto Interno Bruto (PIB), o que corresponde a 45% da arrecadação total do setor público.

Precatórios são quase R$ 90 bilhões O secretário especial de Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal, disse ontem que as despesas discricionárias devem ser previstas em torno de R$ 120 bilhões no Orçamento de 2022. Ele citou o número ao comparar com o tamanho das dívidas judiciais previstas para o ano que vem, calculadas em R$ 89,1 bilhões. O governo propôs uma PEC para parcelar os precatórios, que tem enfrentado resistências. "Estamos projetando despesa discricionária de R$ 120 bilhões para ano que vem, os precatórios são quase R$ 90 bilhões", destacou.


8

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 de agoSTo de 2021

SAÚDE

Estado projeta vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos Será anunciado nas próximas semanas o início da vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos sem comorbidades no Rio Grande do Sul. A garantia foi dada na manhã de ontem pelo presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Estado (Cosems) e vice-presidente da Região Sul do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), Maicon Lemos, que também é secretário de Saúde de Canoas. "Aguardamos apenas uma liberação do Ministério da Saúde para começar a imunizar este público. O ministério solicitou aos estados e municípios, na última reunião da Comissão Intergestores Tripartite (CIT), que aguardasse por essa liberação. Ela deve ocorrer nos próximos dias, e será nacional. E, no Rio Grande do Sul, os municípios a esperam com ansiedade”, assegurou o dirigente, durante o intervalo entre as reuniões mantidas na manhã de ontem, entre secretários municipais e a secretaria estadual para debater a continuidade das estratégias de vacinação no Estado. Conforme Lemos, o anseio da

parte dos gestores gaúchos se dá não apenas pela necessidade de vacinar o maior público possível, como também pelo fato de o Estado já ter confirmada a transmissão comunitária da variante delta do coronavírus. “A cada dia novos casos da delta se confirmam, e de forma rápida. Por isso, não estamos afastados de ter uma possível onda de contaminados maior. E não há como projetar quantos dos contaminados poderão vir a ocupar leitos de UTI ou de enfermaria. Então, a nova variante é, sim, uma preocupação. Os Estados e os municípios, por meio do Conass (Conselho Nacional dos Secretários da Saúde) e do Conasems, solicitaram ao ministério que avaliasse com urgência a liberação da vacinação do público em geral na faixa etária dos 12 aos 17 anos, sem comorbidades. O secretário explicou também que o avanço da imunização para este público não competirá com a aplicação das segundas doses de imunizantes no Estado. “A maior parte das segundas doses que temos para fazer no Estado

Maicon Lemos

são da AstraZeneca. E a vacina autorizada para crianças a partir dos 12 anos é a da Pfizer. Desejamos ampliar a imunização para esta faixa etária o mais breve possível, já que é uma corrida contra o tempo. A nova variante consegue atingir exponencialmente um número de pessoas, e não sabemos como pode reagir, mesmo vacinado, um quantitativo grande contaminados”, adiantou.

Terceira dose será aplicada a partir de outubro O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse ontem que espera uma definição sobre a forma de aplicação da terceira dose da vacina contra a covid-19 no Brasil a partir de outubro, quando a pasta terá os resultados de uma pesquisa que vem sendo realizada para testar a eficácia da vacinação de reforço. Ele afirmou que há um consenso de que a terceira dose será necessária, mas que a decisão sobre como fazer a aplicação desse reforço ainda depende de evidências científicas. A terceira dose está em debate no Brasil, diante da alta de infecções em algumas localidades, como o Rio, e do avanço da variante Delta, mais transmissível. Nesta quarta-feira, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou que o Ministério da Saúde avalie a possibilidade de dar uma dose de reforço para grupos específicos que receberam as duas doses da vacina Coronavac. O Ministério vem sendo criticado pela demora na distribuição dos imunizantes. Também é cobrado por alguns Estados mais adiantados no calendário de vacinação para dar um aval à imunização

de reforço. Segundo o ministro, “já há um consenso de que será necessária a terceira dose”. Ele disse, porém, que a decisão de como fazer essa aplicação pode decorrer da opinião de especialistas ou pode ser baseada em evidências cientificas - e que a pasta optou pela segunda opção. Queiroga lembrou que o Ministério da Saúde está conduzindo um estudo científico para avaliar a eficácia da aplicação de uma terceira dose em pessoas que tomaram as duas doses da Coronavac. Esta pesquisa, em parceria com a Universidade de Oxford, deve ter resultados entre o fim de outubro e o início de novembro – quando a pasta deverá tomar a decisão sobre a dose de reforço. A pesquisa vai aplicar a terceira dose de quatro imunizantes diferentes: Pfizer, AstraZeneca, Coronavac e Janssen. Queiroga afirmou que, se antes dos resultados dessa pesquisa surgirem outros estudos científicos sobre a terceira dose, a decisão em relação ao reforço pode ser antecipada. O ministro também voltou a afirmar que este reforço depende do avanço da vacinação com a segunda dose.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 de agoSto de 2021

9

PESQUISA

Expectativa de vida dos gaúchos aumenta O Rio Grande do Sul fechou o período entre 2017 e 2019 com aumento na expectativa de vida ao nascer, 77,26 anos. O indicador foi divulgado ontem pelo Departamento de Economia e Estatística (DEE) da Secretaria Estadual de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG). No início da década, entre 2010 e 2012, a expectativa de vida era de 75,59 anos. Para o futuro, os responsáveis pelo estudo avaliam o possível impacto da pandemia de covid-19 nos números. "Serão de extrema importância as atualizações dessas projeções populacionais, tendo em vista o atual cenário da alta incidência de óbitos ocasionados pela pandemia", diz Marilene Dias Bandeira, autora do estudo. As mulheres gaúchas seguem vivendo em torno de sete anos mais que os homens. A diferença, contudo, diminuiu ao longo da década. A diferença na expectativa de vida também é observada

de acordo com as regiões do Estado. A região Nordeste, que engloba municípios do entorno de Lagoa Vermelha e Sananduva, tem o maior indicador: 80,75 anos. A menor expectativa, 75,20 anos, é registrada na Campanha, em municípios como Bagé, Dom Pedrito e Caçapava do Sul. A região de Porto Alegre, por sua vez, tem média de 76,95 anos. Em geral, a metade Norte do RS tem melhores indicadores que a metade Sul e o entorno da Capital. De acordo com o estudo, feito com dados anteriores à pandemia, doenças do aparelho circulatório foram responsáveis por um quarto dos óbitos no Estado (25,1%) em 2019, tendo apresentado tendência de queda no período analisado. Por outro lado, destaca-se o aumento da incidência de neoplasias, segunda causa de morte entre a população (22,3%). Em terceiro lugar, os óbitos por doenças

respiratórias (12%) também apresentaram um aumento no período, porém em menor magnitude. Em quarto lugar estão os óbitos por causas externas (8,5%), sendo sua incidência mais de três vezes superior entre a população masculina, quando comparada com a feminina. "Outro fato a destacar é a ocorrência de óbitos por causas mal definidas como a quarta principal causa de mortalidade entre os jovens", afirma Marilene. Outro dado destacado pelo estudo é o crescente envelhecimento populacional: de 2010 a 2019, a população menor de 15 anos reduziu-se em quase 247 mil pessoas – ou seja, a participação em relação à população total passou de 21,38% para 18,34% nesse período. Por outro lado, a população de 60 anos ou mais teve seu contingente aumentado em, aproximadamente, 590 mil pessoas, com participação evoluindo de 13,56% em 2010 para 18,19%

"Outro fato a destacar é a ocorrência de óbitos por causas mal definidas como a quarta principal causa de mortalidade entre os jovens." em 2019. A população com 65 anos ou mais ultrapassou 1 milhão em 2010, apresentando crescimento de 43% no período, chegando a totalizar 1,4 milhão em 2019. Conforme estimativas do IBGE, a idade mediana poderia alcançar o valor de 47,89 anos em 2060, tendo 36% da população gaúcha com idade acima de 65 anos, e 14% abaixo de 15 anos.A pesquisadora ressalta, contudo, que os dados são referentes ao período prépandemia de coronavírus. “Serão de extrema importância as atualizações dessas projeções populacionais, tendo em vista

Marilene Dias Bandeira

o atual cenário da alta incidência de óbitos ocasionados pela pandemia de covid-19, os quais influenciam os indicadores usados nessas projeções”, salienta Marilene.


10

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 de agoSTo de 2021

INCLUSÃO

Semana Estadual da Pessoa com Deficiência inicia hoje No mês de agosto acontece, de hoje a 28, a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla. Para marcar a data ocorre a partir de hoje no Município uma série de atividades. A Semana tem como objetivo dar visibilidade aos conceitos de acessibilidade e inclusão, promovendo conscientização para toda a sociedade sobre o tema, além de evidenciar a importância de práticas inclusivas e de respeito às diferenças e aos direitos de cidadania e inclusão social, buscando combater o preconceito. "Considera-se pessoa com deficiência aquela que tem impedimento de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, o qual, em interação com uma ou mais barreiras, pode obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas”,

explica a presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (Comped), Elaine de Fátima Cabral Moreira. De acordo com ela, o Conselho é composto por dez instituições, sendo cinco governamentais e cinco não governamentais, que são: Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Associação dos Pais e Amigos dos Deficientes Visuais (Apadevi), Centro de Atendimento Integral aos Surdos (Cais), Associação dos Familiares, Amigos e Autistas de Ijuí (TEAmor), União das Associações dos Bairros de Ijuí (Uabi), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SMDS), Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Secretaria Municipal de Educação (Smed), Secretaria Municipal de Habitação (SMH) e Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Obras e Trânsito (Smo-

dutran). “Todos os meses é discutido sobre a importância da inclusão da pessoa com deficiência na sociedade com o objetivo de promover, proteger e assegurar seus direitos e liberdades fundamentais bem como o respeito à sua dignidade inerente”, pontua. Muitos municípios também trazem o tema para promover o debate sobre a inclusão social e contra a discriminação das pessoas com deficiência. "O propósito é despertar o interesse das instituições, tanto públicas, como privadas, para discutir como a gente pode fazer mais para incluir e tornar essa acessibilidade melhor", relata. Ela convida a comunidade para ser parceira das atividades desenvolvidas pelo Conselho. "Contamos com a parceria do Projeto de Extensão da Unijuí, Atenção à Saúde da Pessoa com

Elaine de Fátima Cabral Moreira

Deficiência, onde estaremos debatendo e divulgando sobre a importância destes temas."

Festejos Farroupilha serão realizados com restrições O governo do Estado liberou a realização de desfiles em comemoração ao 20 de Setembro no Rio Grande do Sul. No entanto, o Gabinete de Crise optou por permitir a participação apenas de cavalarianos, reduzindo, dessa forma, o número de participantes. Mesmo que já esteja autorizada apelo Estado, a realização de eventos relacionados aos festejos farroupilhas não foi liberada pelos órgãos de Saúde em Ijuí. A decisão foi tomada em reunião realizada entre a Vigilância Sanitária, Secretaria de Planejamento e a Brigada Militar. Desta forma ficou definido que mesmo com a liberação, o desfile não irá ocorrer.

Contudo, os festejos em piquetes e CTGs estão liberados para os encontros, mas com restrições semelhantes às de restaurantes e bares. Nos locais, segundo o coordenador da vigilância do município, Ortiz Júnior, devem ser respeitados a distância mínima de dois metros entre as mesas, bem como a lotação máxima de cada local. Uma reunião com cada Patrão dos CTGs deve ser realizada nos próximos dias para que os responsáveis fiquem sabendo das restrições para as festividades. A fiscalização, contudo, será mantida, com apoio da Brigada Militar para o respeito das regras definidas em decreto.

Reunião realizada nesta semana entre Executivo e a BM definiu normas

IPVA mais caro em 2021

Segunda dose segue atrasada

O aumento no preço dos carros terá impacto, também, no Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2022, Isso porque o tributo é calculado em cima do valor da tabela Fipe, que, por sua vez, aumenta conforme os preços do mercado. Para o Rio Grande do Sul, a Fipe envia a tabela nova no mês de novembro, segundo o secretário da Receita Estadual, Ricardo Neves Pereira. Em cima dos preços, é calculado o IPVA. Para carros, aplica-se uma alíquota de 3%; para motocicletas, 2%; e para caminhões e ônibus, 1%, de forma que a alíquota do imposto mantém-se a mesma, mas sobe a base sobre a qual ela é calculada, elevando o preço ao consumidor. A alta do IPVA como também da fipe dos veículos também irá resultar impacto nos valores dos seguros.

No Brasil, cerca de 8,5 milhões de pessoas estão atrasadas para tomar a segunda dose de imunizantes contra a covid-19, revela levantamento feito pelo Ministério da Saúde, que alerta para os riscos das pessoas não completarem o ciclo vacinal. Conforme os dados mais recentes do painel de vacinação do ministério, 53,2 milhões de pessoas tomaram a segunda dose. O número de atrasados corresponde a 16% dos brasileiros que completaram o ciclo. Na avaliação por estados, os que têm mais pessoas em atraso são, na ordem, São Paulo, com 1,69 milhão; Rio de Janeiro, com 1,06 milhão; e Minas Gerais, com 1,02 milhão. Especialistas e autoridades do setor de saúde consideram fundamental a conclusão do ciclo vacinal.

IMPRESSORA Desde o início de 2020, cinco trilhões de dólares foram criados pelo FED e despejados na economia. O objetivo era superar os efeitos econômicos adversos gerados pelos lockdowns por meio da impressão de moeda. Além desta inaudita impressão monetária, o atual governo Biden aprovou um novo auxílio emergencial que é simplesmente maior que o PIB brasileiro: equivalente a R$ 10 trilhões. Também anunciou um plano de gastos para "gerar empregos, melhorar a infraestrutura pública e combater o aquecimento global”. Cálculos de economistas independentes garantem que todo o pacote de estímulos custará US$ 4 trilhões. A mais imediata consequência destas medidas foi o enfraquecimento do dólar. COMMODITIES A outra consequência, diretamente ligada ao enfraquecimento mundial do dólar, é o encarecimento das commodities. Todas as commodities (de minério de ferro a petróleo, passando por aço, cobre, soja, trigo, milho, madeira etc.) são precificadas em dólar. Sempre que o dólar se enfraquece, os preços das commodities aumentam, e vice-versa. Sempre. A recente explosão nos preços das commodities se parece com a que ocorreu na década de 1970. Madeira, minério de ferro e cobre estão nas máximas históricas. Milho, soja e trigo saltaram para os maiores níveis em oito anos. E o barril de petróleo saltou de US$ 20 para US$ 72 nos últimos 12 meses. Uma das causas da forte alta do petróleo é que o governo Biden revogou a licença para a construção do Gasoduto Keystone, que seria construído entre Canadá e Nebraska e também vetou novos projetos de perfuração no Alasca e em todas as terras federais do país. Vitória dos ambientalistas. Todas as outras commodities, agrícolas, metálicas e pecuárias, estão próximas das máximas. DEMANDA Essa explosão nas commodities, em conjunto com um aumento na demanda dos consumidores (gerado pelo aumento da oferta monetária), se juntou a um forte colapso nas cadeias de suprimento em todo o mundo, e está causando a atual carestia que todos estamos vivenciando. No Brasil, o IPCA acumulado em 12 meses bateu 8%, puxado majoritariamente por bens industriais, alimentos, gasolina, diesel e energia elétrica. Nos EUA, a inflação de preços ao consumidor está em 5,4% ao ano, o que é uma enormidade para os padrões de lá. A última vez em que o país vivenciou tais valores foi na década de 1980.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 de agoSto de 2021

AGRICULTURA

Governo promete zerar PIS/Cofins para o milho O governo deve publicar até o final deste mês uma Medida Provisória para isentar cobranças de impostos PIS e Cofins aplicados sobre a importação de milho, na tentativa de reduzir custos, informou a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA). O pleito havia sido solicitado pela associação em parceria com outras entidade do setor de carnes, diante de altas despesas com o cereal utilizado na ração, após quebra na safra nacional. "Houve uma reunião com a participação da ministra (da Agricultura, Tereza Cristina) agora, e ela confirmou que deverá sair até o fim do mês essa MP", afirmou a ABPA por meio da assessoria de imprensa, ressaltando que o presidente da associação, Ricardo Santin, participou do encontro. Procurado, o Ministério da Agricultura não respondeu de imediato a um pedido de comentários. Segundo a ABPA, a medida

Governo deve publicar até o final deste mês uma Medida Provisória

favorece principalmente criadores e empresas que não operam na modalidade de 'drawback'. Os que fazem este tipo de negociação já possuem benefícios tributários. Em abril, o governo brasileiro já havia suspendido uma alíquota do imposto de importação

Tereza Cristina alerta para crise hídrica A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, fez um alerta nesta quinta-feira para a situação da crise hídrica nacional. "A seca deste ano é maior, temos que estar vigilantes", declarou, durante evento de entrega de equipamentos agrícolas e lideranças indígenas em Cuiabá, Mato Grosso. Por outro lado, a ministra garantiu que haverá abastecimento de alimentos. "O povo brasileiro tem comida nos supermercados. Não faltou e não faltará". Além da seca, neste momento de pouca chuva e baixos níveis nos reservatórios de água, o processo inflacionário dos alimentos foi outro ponto reconhecido por Tereza Cristina. Ela, mais uma vez, atribuiu a disparada dos preços à pandemia de Covid-19. "Estão caros, sim. Nós temos uma inflação mundial dos alimentos. A pandemia desordenou o sistema produtivo mundial", afirmou. Tereza Cristina participou do evento ao lado do presidente da República, Jair Bolsonaro, e do ministro do Turismo, Gilson

Machado. Os três ressaltaram que a entrega de maquinário aos povos indígenas vai ajudar quem "deseja trabalhar". Os ministros articulam nos bastidores candidaturas ao Senado nas eleições de 2022 e têm rodado o País junto a Bolsonaro.

Tereza Cristina

aplicada às compras de milho, soja, óleo e farelo da oleaginosa vindos de países de fora do Mercosul, com o intuito de conter os preços internos. Com a medida, a Tarifa Externa Comum (TEC) foi zerada, com vigência até 31 de dezembro deste ano.

11

Preços dos grão voltam a subir acima de 70% As commodities mais importantes na exportação brasileira (grãos, carnes e café) tiveram altas expressivas no primeiro semestre de 2021, em relação a igual período do ano passado, segundo análise do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Produtos como soja (78%), milho (77%) e algodão (75%) chegaram a ter aumento acima de 70% no mercado interno, ou seja, em seus valores em reais. Arroz (55%) e trigo (40%) também tiveram avanço significativo. Em relação aos preços internacionais (em dólares), somente o arroz apresentou queda, de 11%. Os demais produtos apresentaram alta: soja (65,9%), milho (72,3%), trigo (24,4%), algodão (38,1%), boi gordo (18,3%), porco magro (65,3%), carne de frango (24,2%). “A alta observada nos grãos deve impactar os custos de produção da pecuária, o que pode influenciar negativamente Ana Cecília Kreter a oferta dessas commodities e das proteínas animais no país”, considerou a pesquisadora associada do Ipea, Ana Cecília Kreter. O farelo de soja e o milho viram ração para bovinos, suínos e aves. “As altas de preços agropecuários no Brasil resultaram de uma combinação de fatores como a crise hidrológica, as significativas altas de preços internacionais e desvalorização cambial”, avaliou o diretor de Estudos e Políticas Macroeconômicas do Ipea, José Ronaldo Castro de Souza Júnior, um dos autores da nota.

Estiagem já causa perdas O cenário típico de verão, com tempo seco e altas temperaturas em pleno inverno gaúcho, contrasta com as condições da estação do frio. Mais do que isso, a estiagem que se acentua no Rio Grande do Sul fez pairar sobre as lavouras de trigo a ameaça de uma produção aquém da esperada. Ainda há um caminho a ser trilhado até a colheita: a maior parte das áreas semeadas, 89%, segundo dado da Emater, está em fase de germinação. Outros 10%, em floração, e apenas 1% na etapa de enchimento de grãos. Mas a persistência do tempo seco, com precipitações de baixo volume, já está cobrando seu preço em alguns pontos. . O diretor-técnico da Emater, Alencar Rugeri, explica que ficou maior a área na região com problemas, e fez o sinal avançar para vermelho."De maneira geral, está faltando chuva, porém, essa região é a que está com dificuldade maior."

Sem umidade, aplicação de nitrogênio é comprometida nas lavouras

Um dos pontos de preocupação vem da dificuldade para fazer o manejo necessário. Como gramínea que é, o trigo tem no nitrogênio um fertilizante importante. A falta ou a pouca chuva prejudicam a aplicação do produto, que precisa de umidade para ter eficácia. É o que se verifica na área de atuação da Coopatrigo, com sede em São Luiz Gonzaga, nas Missões. O espaço dedicado à cultura neste ano cresceu na casa de dois dígitos em relação ao ciclo passado, somando cerca de 100 mil hectares. O engenheiro agrônomo Bento Jacó Büttenbender diz que o departamento

técnico apurou uma perda média de 30% do potencial produtivo. Se as precipitações não vierem, no próximo dia 27 serão 60 dias sem volumes significativos na região, pontua Büttenbender: " Cada dia que passa, as perdas só aumentam. Se a chuva retornar, não reverte, mas é esperança de ter, pelo menos, a produção do grão de qualidade. O plantio, feito de forma escalonada, teve duas janelas principais, com 40% da área semeada em cada uma delas. Em ambas, houve produtores que fizeram a aplicação de nitrogênio tendo a previsão de chuva como referência.


12

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 de agoSTo de 2021.

INVESTIMENTO

Terminal fará trânsito ser alterado no Centro A obra do terminal rodoviário está perto do fim. Contudo, a obra, que fica localizada na Rua José Bonifácio, em frente à antiga Estação Rodoviária, no Centro, iniciada no governo de Valdir Heck, passa por uma questão problemática que está sendo estudada pela atual administração: a mobilidade urbana. Atualmente, a questão envolvendo a mobilidade urbana passa pela reorganização do trânsito para que ele se adapte aos ônibus que vão ingressar no terminal pela Rua José Bonifácio e sairão pela Avenida 21 de Abril, principalmente nos horários de pico no trânsito. Segundo o atual governo, a questão não havia sido pensada anteriormente, visto que o transporte público não possui linhas que circulam no local.

Outro problema levantado é quanto a posição do terminal, o qual, de acordo com o Plano de Mobilidade aprovado em 2013, não estava previsto para ser construído no local atual. A ideia inicial era de instalá-lo próximo à Escola Estadual de Ensino Fundamental Rui Barbosa (Ruizinho), mas o planejamento não foi seguido. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano, Obras e Trânsito, Fábio Franzen, a pasta está empenhada em estudar a melhor forma de adaptar o trânsito para que o mesmo não seja prejudicado com as mudanças causadas pelo terminal. "Ontem fizemos uma reunião com os representantes da Medianeira para verificar a melhor alternativa. No nosso planejamento, além dos ônibus

municipais, o terminal também será um ponto de parada para o transporte intermunicipal. Mas estamos estudando a melhor forma de fazer isso andar", destaca. Segundo Franzen, em relação aos transportes intermunicipais, ainda há uma discussão para ver o que será feito, mas a tendência é que os ônibus sejam alocados no terminal. O secretário também salienta que uma solução para o problema de mobilidade seria reorganizar algumas ruas e realizar outras obras. "Anteriormente foi feito um estudo que mostra algumas possíveis mudanças. Nós estamos verificando alternativas, que inclui a modificação para o sistema binário em algumas ruas, o que facilitará o trânsito. Também estamos pensando

Obras no local estão quase concluídas, mas problema é na mobilidade urbana

em mexer em rotatórias, tudo para buscar a melhor solução", completa. Em relação as obras, Franzen ressalta que o terminal pode ser concluído em cerca de 30 dias. Anteriormente, a estrutura sofreu atraso em sua finalização visto que o projeto arquitetônico era diferente, o ferro estava mais caro, e a obra sofreu aditivo devido a isso. O secretário informa que agora faltam apenas acabamentos, como a instalação da

iluminação. "Fizemos uma vistoria no local esta semana e verificamos que o local está praticamente concluído, restando detalhes da iluminação e acabamentos referentes aos arranjos de plantas", destaca. As obras do terminal foram iniciadas na segunda metade do ano passado. A estrutura possui 47 metros e será um ponto que irá permitir o embarque e desembarque mais centralizado no Centro do município.

Executivo retoma obras de tapa-buracos nos principais trechos da cidade

Avenida 21 de Abril recebeu obras nesta semana de recuperação em trechos

Ao circular por Ijuí, motoristas enfrentam diversos problemas referentes à conservação do asfalto. Esta é uma demanda antiga da população que busca uma renovação e o fim dos diversos buracos e desníveis encontrados. Uma alternativa encontrada pelo Executivo é a recuperação do asfalto por meio de recorte e recolocação de material em pontos prejudicados. No entanto, o serviço estava interrompido no município devido à falta do maquinário responsável por fazer o recorte. Meses depois, os trabalhos foram retomados e sendo feitos regularmente para atender

a demanda reprimida. O recorte vem sendo feito de forma correta e as obras acontecendo diariamente nos locais mais problemáticos. Nesta semana, por exemplo, os trabalhos ficaram concentrados na Avenida 21 de Abril, onde os funcionários da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Obras e Trânsito recuperaram trechos problemáticos e que há anos eram pedidos pela população. A ideia do Executivo é promover obras pontuais, que não precisem de reparos por um longo período, com materiais de boa qualidade para que não ocorra, de na primeira chuva, o buraco ou defeito retornar.

Conforme a secretaria, o trabalho tem focado de recuperar as principais avenidas e ruas do município. Os trabalhos também vão acontecer nos bairros nas próximas semanas. Segundo a pasta, mais de 3 mil metros quadrados de calçamento serão recuperados. Obras de recuperações, segundo o secretário Fábio Franzen, são pedidas há mais de 10 anos, o que serve de incentivo para que a comunidade seja atendida o mais rápido possível. "Queremos sanar todos os problemas para ajudar a comunidade e estamos fazendo isso", ressalta.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 de agoSto de 2021

APRENDIZAGEM

"Melhora do ensino público requer parcerias" O presidente do Sindicato do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Sinepe), Bruno Eizerik, sugeriu a adoção de parcerias, tanto em âmbito federal quanto estadual, que possam auxiliar o desenvolvimento da aprendizagem em escolas públicas. Eizerik foi empossado como mandatário da Federação Nacional das Escolas Particulares, demonstrou preocupação com o desempenho brasileiro no Programa Internacional de

Avaliação de Alunos (Pisa). "Se pegarmos o Brasil, somando as duas redes (pública e privada), a média dos alunos é de 384 pontos, o que o coloca o País na 72ª posição entre 80 nações. Se considerarmos apenas o ensino público, a média de pontuação é de 375, jogando o Brasil para a 75ª colocação. Então há uma diferença importante entre as duas redes. Exatamente por isso, é importante que nós, enquanto ensino privado, possamos

auxiliar o público. As escolas particulares contam com 20% dos alunos e não nos adianta que eles tenham bons resultados, enquanto 80% tenham resultados péssimos ou ruins", explicou. "Por que não podemos pensar em voucher educacional?", questionou. Segundo Eizerik, essa seria uma alternativa para melhorar a qualidade do ensino brasileiro a um custo menor para o Estado. “O aluno da Rede Pública custa mais para o Estado que o aluno da rede privada. Então a rede privada consegue preparar um aluno melhor com menos custos e isso abre a possibilidade de parceria público-privada. Assim, esse aluno pode optar por uma escola privada com o governo estadual pagando”, analisou. O presidente do Sinepe também mencionou o projeto enviado pelo presidente Bolsonaro, que propõe a compra em escolas de educação básica infantil privada. Além disso, de acordo com Eizerik, a volta das aulas presenciais é uma questão imediata, pois Educação é um setor essencial para o desenvolPresidente do Sinepe Bruno Eizeriik sugere parceria para aprimorar ensino público vimento do País.

13

Projeto Valores envolve alunos do Luiz Fogliatto

Alunos do educandário foram responsáveis pela pintura das escadas

Dentro das atividades previstas para 2021, a Escola Estadual de Ensino Fundamental Luiz Fogliatto está realizando o projeto Valores. A ideia surgiu de um trabalho pensado interdisciplinarmente e orientado pela Coordenação e Orientação Pedagógica (Cipave+) e pelos professores das disciplinas de Língua Inglesa, Ensino Religioso e Artes. O projeto Valores teve a orientação das professoras Taís Camini (Língua Inglesa), Terezinha Moia (Artes) e Franque Hammes (Ensino Religioso). As atividades foram desenvolvidas com as turmas dos 7º, 8º e 9º Anos do Ensino Fundamental em duas etapas. Num

primeiro momento ocorreram discussões e debates abordando a Língua Inglesa como parte do cotidiano, com muitas palavras dicionarizadas do Inglês para o Português, e também a seleção das palavras a serem divulgadas nas escadarias da escola. Segundo a professora Taís, o segundo momento foi a pintura das palavras em um espaço de ampla circulação e visualização da comunidade escolar que é a escadaria da entrada da Escola. "Frente aos resultados obtidos com o projeto Valores, referente a aprendizagens e a participação dos alunos, surgiu a ideia de ampliar para outros espaços escolares a fim de possibilitar a outras turmas novas aprendizagens."

HCI lança informativo com as principais ações da instituição Com objetivo de levar aos associados, colaboradores e comunidade em geral as ações que estão sendo realizadas e os resultados obtidos, foi lançado o Informativo HCI 2021. O material será distribuído gratuitamente aos associados, que receberão um exemplar em suas residências, a partir de segunda-feira, e também aos mais de 1,2 mil colaboradores e à comunidade em geral. Nesta primeira edição,

é apresentada a nova diretoria, os investimentos em qualificação e inovação, os recursos destinados por parlamentares, entidades e prefeituras, e o alinhamento com lideranças políticas. Com destaque para a comunidade, foi reservado um espaço especificamente para o registro de algumas das inúmeras doações realizadas à instituição. Além de entrevistas com o presidente Douglas Uggeri e

com o diretor-geral, Jeferson Machado Pereira, as próximas ações previstas também são apresentadas, com destaque para as inaugurações do novo Banco de Leite e do Centro de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon), atualmente em obras de ampliação. “Estar mais próximo dos colaboradores e da comunidade, é um de nossos objetivos principais, pois temos a certeza de que

somente assim conseguiremos reverter a situação econômica do HCI, e a prova disso é que os resultados positivos já começam a aparecer. Também buscamos aproximação das lideranças políticas e parlamentares, em todos os níveis e sem distinção partidária ou ideológica, com o único intuito de mostrar a força e a importância do HCI e, a partir disso, captar recursos para investir-

mos cada vez mais em nossa instituição, que atende a e 1,5 milhão de pessoas, dispõe de equipamentos com tecnologia de ponta e trabalha a cada dia na qualificação dos serviços e dos atendimentos. Também nos voltamos a nossos colaboradores, que são essenciais para a instituição, tanto na linha de frente no combate à pandemia quanto no atendimento a todas as patologias", frisa Uggeri.


14

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 de agoSto de 2021

POLÍTICA

Heinze destaca retrocessos na proposta da reforma Eleitoral O Senado começa a analisar a reforma Eleitoral aprovada pela Câmara dos Deputados. Entre outros pontos, o texto prevê a volta das coligações em eleições proporcionais e o estímulo à candidatura de mulheres e negros. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM/MG) voltou a afirmar que é contra a volta das coligações, mas confirmou que tem compromisso com o presidente da Câmara, Arthur Lira, de colocar o tema em votação. A tendência do Senado é rejeitar a proposta da Câmara, que prevê também a volta da coligação partidária nas eleições proporcionais (deputados e vereadores) a partir de 2022. Para que a medida entre em vigor, a PEC precisa virar emenda constitucional antes do começo de outubro (um ano antes do pleito).

O senador Luis Carlos Heinze (PP/RS) destaca retrocessos na proposta da reforma Eleitoral. “Como disse o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco Barreto, a tendência é de mantermos o atual sistema eleitoral. A PEC prevê a retomada das coligações em eleições proporcionais a partir de 2022. E esse é um tema sem consenso, inclusive dentro do meu partido. Com o retorno das coligações, o eleitor poderia votar em alguém e eleger outro candidato que nem conhece, até mesmo fora de seus conceitos partidários”, disse Heinze. O texto-base aprovado também inclui mudanças na contagem de votos para mulheres e negros, regras para acesso ao fundo partidário e à propaganda eleitoral, afirmou Heinze. Disse que entre outras alterações, ainda consta a perda

Senador Carlos Heinze frisa que o assunto ainda precisa de muito debate

do mandato para deputados e vereadores que se desfiliarem de suas legendas. "Não podemos nos precipitar. São questões muito profundas, que precisam muito debate. Nenhum voto

pode ter mais importância que o outro. É um debate que não vamos fazer do dia para a noite e precisa ser muito transparente para evitar injustiças e erros", declara o senador.

Deputada defende políticas voltadas à mulher

Liziane Bayer

A deputada federal Liziane Bayer (PSB) é coautora do projeto de lei que permite a apreensão de arma de fogo registrada em nome do agressor, nos casos de violência doméstica. Além disso, também atuou para a aprovação da lei que beneficia mulheres vítimas de violência, com prioridade para matricular seus filhos em escolas próximas de onde vivem. Somada à pauta do Congresso, Liziane Bayer decidiu ampliar o tema em suas redes sociais, aproveitando a campanha nacional "Agosto Lilás" e os 15 anos da Lei Maria da Penha. Através de vídeos, ela explica como a sociedade pode se

mobilizar para ajudar mulheres vítimas de violência e também detalha leis que foram criadas justamente para protegê-las. "Combate à violência contra a mulher não é uma pauta só da esquerda. Não se trata de luta ideológica, exclusiva de uma determinada bandeira política, ou de gênero. É uma pauta acima dos discursos partidários, pois envolve o respeito à dignidade humana, a construção coletiva e o desenvolvimento social." Como titular da Comissão de Seguridade Social e Família na Câmara dos Deputados, ela defende programas e políticas governamentais destinadas à

proteção dos direitos à vida. "O objetivo principal é ampliar os mecanismos e as redes de proteção feminina", explica. Liziane Bayer tem reforçado outra preocupação que ganhou força nos últimos anos, a de combater a violência que vai além da agressão física. "São casos que envolvem violência psicológica e outros abusos e que precisam ser denunciados. Ao primeiro sinal de tortura psicológica, moral ou sexual, denuncie. Não deixe esse ciclo de violência evoluir até chegar em uma agressão física ou até mesmo no pior desfecho possível que é o fim da vida de alguém", conclui.

PGE quer manter pagamento de pensões a ex-governadores A Procuradoria-Geral do Estado emitiu parecer a favor da manutenção do pagamento das pensões aos nove ex-governadores e as quatro víuvas e assegurou o direito do benefício ao atual governador Eduardo Leite (PSDB) por mais quatro anos após o término do seu mandato. A explicação apresentada no documento é de que a lei aprovada não diz respeito aos já beneficiados, mas sim aos futuros governadores. Ou seja: o projeto não pode determinar suspensão dos pagamentos,

porque na prática a proposta apenas revoga a regra anterior. Assim, apenas os governadores que exercerem o cargo após 14/8/21 não terão mais o direito. O empecilho jurídico já era previsto quando a proposta foi sancionada por Leite na semana passada. O parecer foi assinado pelo Procurador-Geral do Estado, Eduardo Cunha Costa, e mais sete procuradores. A posição da PGE, no entanto, deverá acarretar em judicialização por parte de deputados estaduais. A Frente Parlamentar de Combate aos Privilégios,

da Assembleia Legislativa, já havia informado, na quartafeira, que caso os pagamentos se mantivéssem o grupo poderia recorrer a meios jurídicos para suspender o benefício. Como justificativa, os deputados alegam que a manutenção dos pagamentos é inscontitucional. O valor mensal destinado a cada beneficiário é de R$ 30.471,11, o salário de um desembargador do Tribunal de Justiça. Sem considerar descontos legais, o custo das pensões ao Executivo chega a quase R$ 400 mil mensais.

Eduardo Cunha da Costa

ALEXANDRE GARCIA Jornalista

INQUÉRITO SEM LIMITES

Único voto contrário ao inquérito das fake news, o Ministro Marco Aurélio o denominou de inquérito do fim do mundo e profetizou que seria sem limites. Foi em 18 de junho do ano passado, quando o Supremo, por 10 a 1, confirmou uma ação baseada em seu próprio regimento interno, em que o ofendido investiga, denuncia, julga e manda prender. Esse ônus o recém aposentado Marco Aurélio não carrega em sua biografia. O inquérito já tinha 15 meses quando foi assumido pela maciça maioria do Supremo. E já jogou na cadeia um jornalista, um deputado e agora um presidente de partido. Magistrados, mestres e estudantes de Direto devem estar se perguntando onde ficaram o Devido Processo Legal e a Constituição. O pior é a indiferença diante de prisões por opinião - embora disfarçadas de defesa democracia. Na Câmara, mais do que indiferença, houve aprovação de uma delas. Um parlamentar foi preso e fingiram não saber que a Constituição torna deputados e senadores invioláveis por suas palavras. Os que fazem cara de paisagem também têm boca: se tiverem opinião, passam a depender do escrutínio de um juiz e não da garantia de uma carta de direitos. Não aplaudo o estilo de nenhum dos três presos, mas está escrito na Constituição que é garantida a liberdade de expressão, sem censura. Para injúria, calúnia e difamação, há o Código Penal; para indenização por danos morais, há o Código Civil. O que não há, em código algum, é a possibilidade de o próprio ofendido fazer justiça. Além disso as palavras de qualquer dos três não produziram dano algum à democracia; as prisões deles, sim. Deixam o ranço totalitário da liberdade condicionada. Um mês depois de aberto esse inquérito por iniciativa do Presidente do Supremo Dias Toffoli, a Procuradora-Geral Raquel Dodge, em abril de 2019, mandou arquivá-lo, arguindo a Constituição e no estado democrático de direito. Mas nada aconteceu. Agora a PGR manifestou-se contra a prisão de Jefferson, por caracterizar censura prévia - com o que concorda o mestre Ives Gandra. Mas a prisão se consumou. A Constituição estabelece(art.127) que o Ministério Público é “essencial à função jurisdicional do estado”. No inquérito sem limites, juiz é também promotor e carcereiro.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 de agoSto de 2021

15

GOVERNO

Bolsonaro veta fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões O presidente Jair Bolsonaro sancionou ontem a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2022 – e vetou o trecho que poderia autorizar um valor de R$ 5,7 bilhões para o fundo eleitoral a ser usado pelos partidos no ano que vem. A sanção da LDO e o veto do fundo eleitoral foram confirmados em material divulgado pelo Palácio do Planalto – o prazo para a decisão terminava ontem. Segundo o governo, a lei será publicada no “Diário Oficial da União” da próxima segunda-feira. De acordo com a redação aprovada pelo Congresso, o chamado Fundo Especial de Financiamento de Campanha seria composto no próximo ano por parte das emendas de bancadas estaduais

e um montante adicional a ser definido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Nos cálculos de técnicos da Câmara e parlamentares, essa composição elevaria o fundo para R$ 5,7 bilhões – quase o triplo dos R$ 2 bilhões empregados nas eleições de 2018 e 2020. “Dentre os vetos, o presidente da República decidiu barrar o aumento do Fundo Eleitoral (Fundo Especial de Financiamento de Campanha) e as despesas para o ressarcimento das emissoras de rádio e de televisão pela inserção de propaganda partidária”, diz o material divulgado pelo Planalto. “Com isso, em relação ao Fundo Eleitoral, a Lei Orçamentária contará com o valor que será

Senado recebe pedido de impeachment Moraes Um funcionário do Palácio do Planalto entregou ontem ao Senado um pedido de impeachment do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal. O pedido foi protocolado no fim da tarde. No último dia 14, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que pediria nesta semana ao Senado a abertura de processo sob o argumento de que Moraes e o ministro Luis Roberto Barroso extrapolam os limites da Constituição. Mas, ontem, o pedido entregue diz respeito somente a Moraes. A tramitação do pedido depende de decisão do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). O senador já disse que a análise do pedido “não é algo recomendável” para o Brasil. Um interlocutor do presidente afirmou que auxiliares do Planalto conseguiram convencê-lo a não ir pessoalmente ao Senado para fazer a entrega do pedido. Bolsonaro é investigado em cinco inquéritos — quatro no Supremo Tribunal Federal e um no Tribunal Superior Eleitoral. No último dia 4, Alexandre de Moraes determinou a inclusão do presidente como investigado no inquérito que apura a divulgação de “fake news”. O motivo são os ataques de Bolsonaro à urna eletrônica e ao sistema eleitoral. A decisão de Moraes atendeu ao pedido aprovado por unanimidade pelos ministros do TSE dois

Alexandre de Moraes

dias antes. Na quinta-feira, Bolsonaro ingressou no STF com uma ação a fim de impedir o tribunal de abrir inquérito “de ofício”, ou seja, por iniciativa própria e sem pedido do Ministério Público Federal. A ação, assinada por Bolsonaro e pelo advogado-geral da União, Bruno Bianco, questiona o artigo 43 do regimento interno do Supremo, que deu origem ao inquérito das “fake news”, aberto de ofício em março de 2019 pelo então presidente do STF, ministro Dias Toffoli, com o objetivo de apurar notícias fraudulentas e ameaças a ministros do tribunal.

definido pelo Tribunal Superior Eleitoral para o ano de 2022, com base nos parâmetros previstos em lei, a ser divulgado com o envio do PLOA-2022”, prossegue o governo. Essa previsão de aumento substancial do fundo eleitoral teve repercussão negativa frente à crise econômica do país, agravada pela pandemia da covid. Caberá ao Congresso decidir se mantém ou derruba a decisão do presidente. De acordo com o blog do Valdo Cruz, o montante do fundo eleitoral ainda será negociado e definido durante a análise da Lei Orçamentária de 2022. A equipe econômica defende um valor de R$ 2,1 bilhões, cor-

Jair Bolsonaro sanciona LDO e veta trecho que previa fundo eleitoral

respondente à correção do fundo eleitoral de 2020 pela inflação do período. Desde a aprovação pelo Legislativo, em julho, o presidente Jair Bolsonaro vinha dando sinais trocados sobre a decisão. Falou em derrubar os R$ 5,7 bilhões e criticou o valor mas, ao mesmo tempo, disse apoiar uma cifra “intermediária” de R$ 4 bilhões – o dobro do gasto de 2020. Bolsonaro

cede e diz apoiar fundo eleitoral de R$ 4 bilhões Bolsonaro cede e diz apoiar fundo eleitoral de R$ 4 bilhões A LDO sancionada nesta sextafeira estabelece as diretrizes para elaboração do Orçamento do ano que vem, incluindo as previsões de receitas e despesas e a meta fiscal. O Orçamento do ano seguinte é votado em dezembro.

Onyx espera sinal verde para candidatura O Ministro do Trabalho Onyx Lorenzoni (Dem) esteve em Pelotas ontem. Ele palestrou para empresários sobre ações do governo federal no enfrentamento à pandemia de covid-19, bem como ações de modernização do estado brasileiro. Ele acredita que a tendência é que o relacionamento entre os poderes Executivo e Judiciário melhore adquirindo o mesmo equilíbrio que acontece com o Poder Legislativo e o Governo. Sobre a pré-candidatura ao governo do Estado em 2022, Lorenzoni disse que seu compromisso de lealdade com o governo Bolsonaro vai até dezembro, pois tem muito trabalho no ministério devido a demanda por ocupação e emprego da população nacional que sai da pandemia de coronavírus. “Estamos retomando a economia, então até dezembro o ministro Onyx estará focado 100% em gerar emprego, reduzir a fila do INSS, atender aquelas pessoas que precisam e ajudar

Onyx diz começará a pensar na sua candidatura apenas em dezembro

o Brasil a crescer. Em dezembro conversamos sobre o meu amado Rio Grande”, prometeu. Porém, ele admitiu que sempre teve vontade de disputar o governo do Estado, mas que não é algo que possa fazer sozinho. “Sempre tive no meu coração o desejo e a vontade de disputar o governo do Estado, agora não é vontade de uma única pessoa, isto

precisa de uma série de questões que nós vamos tratar a partir de dezembro”, enfatiza. Em relação ao senador Luiz Carlos Heinze (PP), o ministro disse que ele tem todo o direito de disputar o governo do Estado. “No final do ano, se o presidente me der o sinal verde, eu também vou ter o mesmo direito que ele e os gaúchos vão escolher.”

Lewandowski pede que CPI tome medidas

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski determinou ontem que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia adote medidas para garantir a confidencialidade das quebras de sigilo fiscal e bancário autorizadas pelo colegiado. A decisão do ministro foi motivada por uma ação protocolada pela defesa da secretária de Ges-

tão do Trabalho e da Educação do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro. Além de contestar a quebra de sigilo, a defesa disse que a CPI deveria ter mantido o sigilo dos dados ao receber as informações bancárias e fiscais. Segundo Lewandowski, em decisão anterior, foram determinadas regras para evitar a quebra de confidencialidade de informações dos investigados,

como acesso exclusivo por integrantes da CPI. Os dados só poderiam vir a público após o encerramento dos trabalhos da comissão.qLewandowski também determinou que a CPI, caso entenda, determine a abertura de investigação na Corregedoria do Senado Federal para apurar o vazamento de documentos relacionadas à secretária Mayra Pinheiro.


16

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 de agoSto de 2021

Esportes

GAUCHÃO A2 I

GAUCHÃO A2 II

A terceira rodada do Gauchão Série A2 - Divisão de Acesso começou com um jogo isolado ontem. No Altos da Glória, em Vacaria, o Glória venceu o Igrejinha por 2 a 0. Os gols foram marcados por Lucas Lino e Saldanha e levaram o Leão da Serra à primeira vitória na competição. Hoje às 11h, jogam Veranópolis e Brasil-Fa, no Estádio Antônio David Farina. O Campeonato prossegue à tarde.

A partir das 15h serão realizadas estas partidas:na Arena Cruzeiro em Cachoeirinha, Cruzeiro x Tupi de Crissiumal; e no Vermelhão da Serra, Passo Fundo x União Frederiquense. Amanhã a partir das 15h, no Aldo Dapuzzo em Rio Grande, São Paulo x Guarani-VA; e no Estrela D’Alva em, Bagé, Guarany x Inter-SM. Na segunda-feira às 15h, na Arena Alviazul, Lajeadense x São Gabriel; e no Estádio dos Eucaliptos em Santa Cruz do Sul, Avenida x Bagé.

Primeiro reforço deve ser anunciado no final do mês O gerente de futebol do São Luiz Delmar Blatt, está prospectando o mercado, observando jogos das Séries C e D do Campeonato Brasileiro. Conforme o dirigente, é nestas divisões que busca os jogadores para o Campeonato Gaúcho. Também acompanha de perto a Divisão de Acesso. Afirmou que no momento em que o clube definir bem o orçamento, existe a possibilidade de anúncio dos primeiros contratados. Deve ser no final do mês. "Pretendemos trabalhar com 27 ou 28 jogadores. Sempre vai ter atleta com problema de lesão e é importante contarmos com peças de reposição, facilitando até o trabalho da comissão técnica para organizar os treinamentos", salientou. Delmar disse que ainda não foi falado sobre os jovens jogadores o atacante Dionata Piolho e o volante Battu, mas como eles possuem contratos com o clube até o ano que vem deverão retornar do empréstimo ao Sub-20 do Esportivo, de Bento Gonçalves.A não ser que surja uma oportunidade para que eles possam ser mais úteis em um outro clube com chances de atuar. O a dia a dia do gerente de futebol é intenso. O telefone não para de tocar. Ele comentou que ainda é cedo e tem muitos campeonatos em andamento. Acredita que no final da primeira fase da Série D e da própria C que tem mais cinco ou seis rodadas, a situação vai começar a se definir. "É legal isso porque o jogador já começa a se preocupar em definir a situação para o ano que vem",projeta. O planejamento do departamento de futebol é de que sejam disputados de quatro a cinco amistosos contra times profissionais. Os times Sub-20 do Grêmio e da Chapecoense surgem como possibilidades. Delmar Blatt frisou que a Copa realizada em duas edições antes do Estadual pode ser promovida.O gerente de futebol disse que não dá para descartar as voltas do preparador físico Anderson de Lazari(Kuki), que está trabalhando no Caxias e do preparador de goleiros Cléber Sgarbi, no Sub-17 do Grêmio. A abertura da pré-temporada do São Luiz será dia 1º de novembro, caso o Campeonato Gaúcho 2022 comece em 30 de janeiro. Se a competição iniciar dias 22 ou 23 de janeiro, os treinamentos serão a partir de 25 de novembro.

Foram anos de dedicação até a tão sonhada glória olímpica. Agora, Rebeca Andrade começa a colher os frutos desse trabalho. Primeira atleta do Brasil a conquistar uma medalha de ouro e outra de prata em uma única edição dos Jogos, a ginasta de 22 anos recebeu uma homenagem do Comitê Olímpico do Brasil (COB) quinta-feira,, no Centro de Treinamento da Ginástica Artística (CTGA), localizado no Parque Olímpico do Rio de Janeiro: um painel com sua foto estampada dentro da arena. Iniciativa criada pelo COB em 2018, os painéis no CT de Ginástica são uma forma de reconhecer e valorizar os atletas da modalidade que já conquistaram medalhas olímpicas ou em Campeonatos Mundiais.

Gerente de Futebol do Esporte Clube São Luiz, Delmar Blatt

Ao opiniar sobre os gaúchos na Série D do Campeonato Brasileiro, o gerente de futebol disse que é um pouco decepcionante. Frisou que do Esportivo não esperava muito porque fez um time mais para participar e não ser punido com uma desistência. O Aimoré com um forte investimento reagiu agora, mas não está bem e o Caxias todo ano bate na trave na hora do Acesso. Corre o risco de não classificar na primeira fase. "Isso mostra o quanto foi importante e a boa a participação do São Luiz na Série D, em 2020. O clube fez 23 pontos na primeira fase, ficou apenas atrás do Novorizontino. Hoje o time caxiense no final da primeira fase tem 14 pontos. Subimos mais de 100 posições no ranking da CBF. Entraremos mais maduros na competição em 2022", disse Delmar Batt.

Equipe ANR disputa Copa de Atletismo A equipe ANR/Unimed Noroeste/ RS esteve representada ontem em Porto Alegre, na Copa Gaúcha de Atletismo. As disputas aconteceram no Estádio José Carlos Daudt. A Associação Noroeste Runners foi representada por quatro atletas na competição: Lucas Radtke, foi prata nos 3 mil metros com obstáculos, Pedro Borges ganhou o bronze nos 3 mil metros com obstáculos, Victor Debessaitis ficou com a prata nos mil metros rasos e Katryelle Pospichil sagrou-se campeã nos 100 e 200 metros rasos. Estiveram na prova o diretor de alto rendimento da Noroeste Runners, Charles Mauricio e o treinador-chefe da ANR, Leonardo Ribas. Nos dias 27, 28 e 29 de agosto o time ANR disputará o Troféu Brasil Sub-18 de Atletismo, em São Paulo.

HOMENAGEM DO COB

PARALIMPÍADAS I Os medalhistas Petrúcio Ferreira, do atletismo, e Evelyn Oliveira, da bocha, serão os porta-bandeiras do país na próxima terça-feira, no Estádio Nacional do Japão, às 8h (horário de Brasília). Assim como na abertura da Olimpíada, a delegação brasileira não irá participar em sua totalidade. Além dos porta-bandeiras, também estarão presentes a técnica da classe BC4 da bocha e staff da atleta Evelyn, Ana Carolina Alves, e o diretor técnico do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Alberto Martins. Petrúcio é velocista da classe T47 (para amputados de braço) e tem dois ouros no Parapan de Toronto 2015 nos 100m e nos 200m. Em sua estreia nos Jogos Paralímpicos, no Rio 2016, sagrou-se campeão nos 100m e prata nos 400m e no revezamento 4x100m.

PARALIMPÍADAS II

Equipe ANR esteve representada ontem, na Copa Gaúcha de Atletismo, em Porto Alegre

A delegação paralímpica brasileira será composta por 260 atletas (incluindo atletas sem deficiência como guias, calheiros, goleiros e timoneiro), sendo 164 homens e 96 mulheres, além de comissão técnica, médica e administrativa, totalizando 434 pessoas. Essa é a segunda maior delegação da história do país em Jogos Paralímpicos, ficando atrás apenas da que se apresentou na Rio 2016 com 286 atletas.O objetivo do CPB é se manter entre as dez principais potências das Paralimpíadas. Os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020 começam no dia 24 de agosto e terminam em 5 de setembro.


Jornal da Manhã

SÁBADO E DOMINGO, 21 E 22 DE AGOSTO DE 2021

17

DOIS TOQUES

Carlos Alberto Padilha esporte@jornaldamanhaijui.com

GRÊMIO- Felipão muda o time para o jogo de hoje contra o Bahia na Arena. As alterações acontecem principalmente na defesa e no meio. Independente de quem vai jogar, o Tricolor precisa fazer valer o fato casa e vencer um rival direto na briga para se afastar das últimas posições. Contra o Cuiabá o Grêmio jogou pouco, mas venceu. Neste momento a saída é ganhar ou ganhar. INTER- Diego Aguirre procura mexer o menos possível no time. Está certo. A equipe demonstra ter encontrado uma forma de jogar semelhante ao que foi proposto por Abel Braga ano passado e vem dando certo.É só não inventar. Patrick, Edenilson e Taison ganharam mais liberdade para atacar. COMPLICAÇÃO-Oex-jogador Anderson, com passagens por Grêmio, Inter, Porto, Manchester United e Seleção Brasileira, vai responder na Justiça por crimes como furto qualificado,organização criminosa e lavagem de bens, direitos ou valores.A 17ª Vara Criminal do Foro Central de Porto Alegre aceitou a denúncia do Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) contra o ex-jogador e outras sete pessoas. ATRAÇÕES -O Consulado do Grêmio e a Torcida Borrachos Noroeste promovem amanhã um domingo diferente com cama elástica, brinquedos infláveis, churrasco, recreação e outras atividades. O evento será em benefício da Affimm, Meame e Lar Bom Abrigo. LIBERTADORES-OBarcelona de Guayaquil será o adversário do Flamengo na semifinal. Eliminou o Fluminense. O primeiro confronto ocorre no dia 22 de setembro, no Mané Garrincha, em Brasília. A volta será no dia 29, no Estádio Monumental, em Guayaquil. Palmeiras e Atlético-MG se enfrentam dia 21 de setembro, no Allianz Parque e 28, no Mineirão. Os duelos começam às 21h30. APERFEIÇOAMENTO-O diretor de futebol do São Luiz Luciano Miron está em São Paulo. Participa de Curso com o diretor executivo de futebol, Alexandre Mattos.

Grêmio enfrenta o Bahia em um duelo direto na tabela O Grêmio pensa jogo a jogo na maratona para tentar deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O Tricolor tem mais um duelo direto hoje a partir das 19h, na Arena, desta vez diante do Bahia. Quer mais uma vitória para fugir das últimas posições. Ainda com uma partida a menos do que a maioria dos adversários, o Tricolor é penúltimo colocado, com 13 pontos, quatro a menos do que o Cuiabá, último time fora do Z-4, que tem 17. O zagueiro Geromel cumpriu suspensão, mas foi vetado por causa de um desconforto muscular. Kannemann volta ao time, mas o técnico Felipão não poderá contar com Vanderson e Thiago Santos, suspensos, além de Maicon lesionado. Lucas Silva e Alisson se recuperaram de lesão e devem atuar. Quem está de volta é Diego Souza recuperado de lesão de grau um para dois na coxa direita, mas fica no banco de reservas. O Bahia será dirigido interinamente

BAHIA

GRÊMIO

Felipão promove alterações no time que enfrenta o Bahia, na Arena

CAMPEONATO BRASILEIRO 17ª rodada Hoje,21.8 Atlético-GO x Chapecoense-17h Grêmio x Bahia-19h Juventude x Fortaleza-21h Amanhã, 22.8 Palmeiras x Cuiabá-11h Ceará x Flamengo-16h

Athetico-PR x Corinthians-16h Santos x Internacional-18h15 Sport x São Paulo-20h30

neste sábado pelo português Bruno Lopes, treinador do time sub23. O argentino Diego Dabove substituto de Dado Cavalcanti,

demitido durante a semana estreia na próxima rodada. A dúvida é no gol entre Matheus Teixeira e Danilo Fernandes.

Segunda-feira,23.8 América-MG x Red Bull Bragantino-20h Fluminense x Atlético-MG-20h

Gabriel Chapecó; Rafinha Ruan Kannemann Cortez; Lucas Silva; Douglas Costa Villasanti Jean Pyerre (Matheus Sarará) Alisson (Léo Pereira); Borja Técnico: Felipão

Matheus Teixeira (Danilo Fernandes); Nino Paraíba Conti Luiz Otávio Matheus Bahia; De Lucca; Mugni Rodriguinho Daniel Rossi; Gilberto Técnico: Bruno Lopes (interino

Árbitro: Caio Max Augusto Vieira, auxiliado por Jean Marcio dos Santos e Lorival Cândido das Flores (trio do RN). VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ). Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Início: 19h.

Diego Aguirre segue com Vitor Piffer conquista medalha na Copa Prime a dúvida na lateral

O técnico Diego Aguirre ainda tem uma dúvida no time do Internacional que enfrenta o Santos. Precisa definir o substituto de Saravia, desfalque após passar por uma artroscopia no joelho direito. O uruguaio tem que escolher se Gabriel Mercado fará a estreia pelo Inter ou dará nova oportunidade a Heitor na lateral direita. Nas demais posições o time está encaminhado sem muitas modificações. O centroavante Paolo Guerrero participou normalmente das últimas atividades depois de se envolver em um acidente de trânsito na quartafeira. O peruano foi convocado pela seleção do seu país para jogos das Eliminatórias e será baixa do Colorado contra o Bragantino, dia 7 de setembro. O provável time do Inter tem Daniel; Heitor (Gabriel Mercado), Bruno Méndez, Víctor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado,

O atleta de Ijuí Vitor Piffer, foi campeão da Copa Prime, em Porto Alegre no último fim de semana. Faixa cinza o ijuiense de 9 anos acumula 12 medalhas,9 de ouro, duas de prata e uma de bronze, nesta temporada e quer mais. Em entrevista ao JM, Vitor disse que o pai Matheus o incentivou a jogar futebol, a praticar o ciclismo, mas ele optou pelo Jiu-Jitsu. Busca aperfeiçoamento com o professor Daniel Fagundes desde

os sete anos. Vitor sonha em competir no exterior e um dia ser faixa preta e campeão mundial. O pai Matheus e a mãe Jéssica que também treinam na modalidade, buscam patrocínios de empresas ou pessoas para auxiliar e manter Vitor competindo, pois é um talento e revelação no esporte. De segunda à sábado, o menino treina com os adultos e nas segundas e quartas-feiras tem mais o treino das crianças.

Meia Patrick, está confirmado no time do Inter que enfrenta o Santos

Rodrigo Lindoso, Edenilson, Patrick e Taison; Yuri Alberto. O jogo com o Santos, amanhã na Vila Belmiro começa às 18h15. O Inter é o nono com 21 pontos, mesma pontuação da equipe de Fernando Diniz, que está em 10º, pelo número de gols marcados (20 a 17).

Matheus Piffer, Vitor Piffer e Jéssica da Silva praticam o jiu-jitsu


18

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 agoSTo de 2021

PANDEMIA

Municípios e Estado buscam alcançar meta de vacinação

Ana Costa

Para que todos os municípios atinjam juntos ou muito próximos uns dos outros, até 25 de agosto, a meta de aplicação da primeira dose da vacina contra a covid-19 na população maior de 18 anos, a Secretaria da Saúde (SES) e o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul (Cosems/ RS) decidiram, ontem,distribuir novas doses hoje. A definição foi tomada em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) e garantirá que os municípios possam seguir vacinando durante o final de semana. “Percebemos como os municípios se uniram para ajustar o passo e andarmos todos jun-

tos. O importante é atingirmos coberturas vacinais robustas e homogêneas em todo o território gaúcho”, falou a secretária adjunta da Saúde, Ana Costa. A distribuição às 18 Coordenadorias Regionais de Saúde (CRSs) hoje refere-se às remessas de vacinas que chegaram ontem ao Estado: Coronavac pela manhã e Pfizer à noite. As quantidades exatas que serão distribuídas aos municípios constam na planilha abaixo. Do lote de Coranavac, metade ficará armazenada para segunda dose (D2) e será distribuída aos municípios em tempo oportuno. Todos os imunizantes da Pfizer devem ser aplicados como primeira dose (D1).

A secretária da Saúde, Arita Bergman, agradeceu à equipe técnica composta por gestores municipais e estaduais que sempre buscaram, juntos, a melhor solução para todos os desafios que se apresentaram durante a distribuição das vacinas, de forma a buscar transparência e isonomia. No rateio das doses desta remessa, parte será utilizada para ajustes de estimativas populacionais e outra parte para continuar avançando nas idades. Um levantamento realizado pela Secretaria da Saúde mostra que 358 municípios do Estado já estão vacinando na faixa etária de 18 a 22 anos; 104 vacinam de 23 a 27 anos; e outros 25 já imunizam de 28 a 34 anos.

Justiça gratuita para os mais necessitados pode ser extinta A OAB/RS anunciou que atuará junto ao Conselho Federal e ao Congresso Nacional, a fim de que sejam revistos os termos do PL 3914/19, chamando a advocacia e toda a sociedade para participar do diálogo de construção de um acesso à Justiça amplo e condizente com o interesse da cidadania. Atualmente, o acesso aos Juizados Especiais Federais independe, em primeiro grau de jurisdição, do pagamento de custas, taxas ou despesas, por força da aplicação do Art. 54 da Lei nº 9.099/1995.

Na Justiça Federal, nos processos que tramitam perante as varas federais, aquele que se declarar necessitado poderá pedir o benefício da gratuidade da Justiça. O Projeto de Lei 3914/19, recentemente aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados, restringe o benefício da gratuidade da Justiça, limitando-o ao trabalhador que comprovar miserabilidade. Assim, exige do segurado, por exemplo, o pagamento de perícia médica, caso tenha a

Produtor rural enfrenta o desafio de armazenar água Castigado por duas estiagens consecutivas, o agricultor gaúcho busca alternativas para minimizar o impacto do clima. Após as frustrações das últimas duas safras, especialmente no ciclo 2019/2020, uma das suas principais preocupações passou a ser o armazenamento de água para uso na irrigação das lavouras. A lógica é simples: guardar o líquido como uma poupança para utilizar em momentos de escassez. Mas a concretização desse planejamento ainda enfrenta uma série de desafios no Rio Grande do Sul. O regime pluviométrico do Estado costuma variar de 1.500 a 2.000 milímetros por ano, dependendo da região. Cada milímetro representa dez metros cúbicos por hectare. Isso significa que, do ponto de vista quantitativo, não se pode dizer que o Rio Grande do Sul seja deficitário em água – embora a Metade Norte seja mais bem servida que a Metade Sul. O problema, segundo a professora Marcia Xavier Peiter, do Centro de Ciências Rurais da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), é que a distribuição é irregular. “Há momentos em que temos déficits que, dependendo do estágio da cultura, vão provocar uma quebra maior ou menor de produção”, explica. A alternativa, portanto, é reservar água para os períodos de necessidade. Neste aspecto, a desvantagem do rio é que ele pode não estar ligado à propriedade, além de ter volume variável ao longo do ano.

necessidade de acionar a Justiça para comprovar incapacidade para o trabalho. Mas não é só. A Medida Provisória de nº 1045/21, em discussão no Senado Federal, propõe alteração da legislação trabalhista, com consequências previdenciárias, relacionadas também ao acesso à Justiça, limitando a Justiça Gratuita, inclusive nos Juizados Especiais Federais, tão somente aqueles que tenham renda mensal de meio salário-mínimo (R$ 550) ou renda familiar de até três salários-mínimos (R$ 3,3 mil)

ou, ainda àqueles que estiverem incluídos no Cadastro Único para acesso dos programas de assistência social. A Medida Provisória não tem o poder de alterar o Código de Processo Civil.O acesso à justiça está assegurado no artigo 5º da CF/88 não podendo ser fixado apenas pela renda do autor ou réu de uma demanda. A proposta, nos moldes acima referidos, restringirá o acesso à Justiça de grande parte dos brasileiros, na remota e improvável hipótese de vir a ser aprovada.

Campanha visa conscientizar sobre desperdício de energia Conscientizar a população sobre a importância de economizar energia elétrica, evitando desperdícios, é o objetivo de uma campanha nacional lançada esta semana pela Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee), Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e Ministério de Minas e Energia (MME). Realizada também em anos anteriores, a Campanha de Uso Consciente de Energia deste ano coincide com o que especialistas consideram a pior crise hídrica dos últimos 91 anos. Desde o fim do ano passado, o volume de chuvas registrado em algumas regiões do país tem ficado abaixo da média histórica para o

período, afetando reservatórios de água e, consequentemente, a produção de energia hidrelétrica, exigindo o acionamento do parque termelétrico, o que encarece a produção. Com o mote Energia Elétrica: se Desperdiçar, vai Faltar, a iniciativa prevê duas fases: na primeira, a ideia é conscientizar a população sobre a atual situação; na segunda fase, prevista para ser lançada em setembro, os organizados intensificarão a divulgação das formas de consumo mais consciente e sustentável. Além da veiculação de peças publicitárias na televisão, rádio e internet, a campanha também conta com um site que dá dicas sobre como economizar energia.

Batata-cará moela O cará-moela é uma PANC Plantas Alimentícias Não Convencionais. Ele é um tubérculo. Nasce como trepadeira, presa em uma árvore e com raízes soltas no ar. Como plantar cará-moela? A melhor época para o cultivo desta PANC é na primavera, por meio da abertura de uma cova de tamanho médio. Durante o período de crescimento a cultura do cará requer bastante umidade no solo. Portanto, recomenda-se seu plantio em solos leves, de textura não muito arenosa, profundos, com boa drenagem, ricos em matéria orgânica e boa capacidade de retenção de umidade. Para a colheita é recomendado colher a planta quando cair no solo devido ao amadurecimento. Após a colheita, esse alimento se mantém conservado por até 4 meses. Para isso, porém, é preciso mantê-los em local seco e arejado. Como preparar carámoela? Esse tipo de cará é bem saboroso e, quando cozido, lembra muito uma batata. O carámoela frito também é uma das formas mais tradicionais de consumo, assim como assado. Da mesma forma que a batata, ele ainda pode ser servido como purê, além de usados em ensopados, farinha, pães e bolos. O cará-moela nunca deve ser consumido cru, pois o cozimento elimina toxina. O carámoela, por exemplo, é uma boa opção para pessoas que não podem comer glúten. Quais os benefícios do cará-moela? Trata-se de um tubérculo muito importante para a alimentação humana. Afinal, é rico em fibras e carboidratos, além de possuir grande quantidade de vitaminas e sais minerais. Por ter muitas fibras, o cará garante a sensação de se estar satisfeito mais fácil. Em função disso, é bastante indicado para pessoas que querem emagrecer, além de ajudar a regular a digestão. Uma das fibras mais presentes no cará-moela é a pectina. Ela ajuda na síntese de proteínas e gorduras. Além disso, essa fibra regula a absorção de carboidratos pelo organismo. Nos idosos, é uma ótima fonte de alimentos pelos seus nutrientes. Destaca-se o fato de ser rico em cálcio, o que ajuda no combate ao desgaste dos ossos. O alimento, da mesma forma, é rico em cálcio, magnésio e fósforo.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 de agoSto de 2021

MODULADA

Celulares e droga são encontrados em revista

Agentes da Susepe localizaram telefones, mais de 290 buchas de maconha, baterias e carregadores de celular

Com o objetivo de localizar itens ilícitos dentro das celas da Penitenciária Modulada de Ijuí, agentes da Susepe realizaram uma revista geral em diferentes setores do local. A operação de busca ocorreu na tarde da última quinta-feira e envolveu 35 agentes do efetivo regional, 19 agentes do Grupo de Intervenção Regional (GIR-3) e 17 agentes do Grupo de Ações Especiais (GAES) delegado penitenciário e agência de inteligência. A Intervenção Operacional foi realizada pelo GIR-3 e GAES

através da neutralização dos apenados em cela, seguindo pela extração, revista corporal, condução e contenção no pátio. O GIR-3 realizou a ação no Módulo V2, que contém 123 apenados em 25 galerias. Já o GAES foi responsável pelo Módulo de Apoio, que compreende o Setor B e a Cozinha Geral, com 107 apenados, divididos em 23 celas, e na cozinha geral, com 28 apenados, divididos em três celas. Após foi realizada a revista minuciosa estrutural pelo efeti-

vo operacional específico, com o objetivo de buscar e apreender supostos materiais ilícitos ou de uso não permitido no interior das celas. Ao todo, a guarnição encontrou 293 buchas de maconha, 41 baterias de celular, 47 aparelhos, quatro chips e 55 carregadores. Conforme a Susepe, tudo ocorreu conforme o planejado. Todos os procedimentos de praxe foram realizados e a rotina no interior do presídio restabelecida à normalidade. O registro da operação foi efetuado na delegacia.

Trio é preso por roubo em carro de Ijuí A Brigada Militar prendeu três pessoas na tarde da última quinta-feira, em Ibirubá, após um roubo em um estabelecimento comercial (bar) na localidade de São Sebastião, interior do município. O roubo ocorreu por volta das 14h, e foi cometido por três pessoas que fugiram em um Volkswagen Gol. Com a ocorrência em andamento, a polícia deu início às buscas em diversas cidades da região que contou com apoio de guarnições da BM de Ibirubá, Saldanha Marinho, Santa Bárbara do Sul, Colorado, Selbach e Não-me-Toque. Foi feito um cerco policial em vários pontos do interior em possíveis rotas de fuga dos criminosos, sendo que em Colorado a BM localizou e abordou o VW Gol, emplacado em Ijuí, cor prata, com os três suspeitos. Conforme informações dois homens, 20 e 21 anos, e uma mulher de 42 anos, todos naturais de Colorado, estavam

Roubo aconteceu na quinta-feira em Ibirubá, e suspeitos são de Colorado

no veículo. Foi dado voz de prisão aos indivíduos e com ele, em busca pessoal, foi apreendido 125 gramas de maconha, uma arma de fogo, um canivete, um estojo deflagrado de calibre 38, dois estojos deflagrados de calibre 32 e R$ 6,50. O veículo foi removido ao depósito do guincho

do Detran. Os três suspeitos foram levados até a Delegacia de Ibirubá, onde foi feito o registro da ocorrência de flagrante de roubo à mão armada. Os três indivíduos encaminhados ao Presídio Estadual de Espumoso, para a sequência do processo em seu desfavor.

19

Criança é arremessada do segundo andar de prédio Uma criança de 1 ano e 3 meses foi jogada da janela do segundo andar de um prédio em Santo Ângelo. O fato ocorreu na manhã de quinta-feira e está sendo investigado pela Delegacia de Proteção da Criança e do Adolescente (DPCA), do município. Conforme informações, a mãe da criança, uma adolescente, 16 anos, teria arremessado a criança em um gramado em frente à janela do apartamento, localizado na Rua Harteis Hortêncio, no bairro Cohab, e pulado logo em seguida. De acordo com a Polícia Civil, a mãe tomou a atitude pois, conforme relato, passava por uma situação de possível violência contra ela e a criança. Ela cometeu o ato na busca de se salvar e salvar a vida do filho e, por isso, no momento de desespero, acabou pulando do prédio. Devido as quedas terem ocorrido no gramado, as duas não sofreram ferimentos graves. A criança foi atendida na

Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e não ficou ferida. Já a mãe fraturou a perna e deve passar por uma cirurgia. A polícia já ouviu o depoimento das pessoas que estavam no apartamento e a mãe da criança. O Conselho Tutelar de Santo Ângelo também está auxiliando e prestou o primeiro atendimento à criança e à jovem. Segundo o conselheiro Alfredo Obergon, a denúncia anônima foi feita na tarde de quinta-feira, que informou que alguém teria atirado uma criança de uma janela. “Fomos atrás dos endereços e encontramos a adolescente na casa dela e a criança, que estava na casa da avó. Logo em seguida repassamos os dados para a DP, que irá investigar as circunstâncias”, relata. Conforme Obergon, dados concretos não podem ser repassados devido ao Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), mas ele confirma que a PC segue a linha de investigação da suspeita de agressão.

Plantão

MORTE

PRISÃO

O homem, que foi atropelado na BR-285, na quarta-feira, não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo no Hospital de Caridade de Ijuí. Enar José Risti de Brito, 54 anos, foi atingido por um caminhão de Santa Rosa enquanto fazia a travessia da rodovia com um amigo. A vítima não viu o veículo e acabou atingido.

Um homem, 58 anos, foi detido em flagrante por posse ilegal de arma de fogo no Centro de Tupanciretã. A ação da Polícia Federal (PF) faz parte de uma investigação que apura a falsificação de documentos usados em processos de aquisições e registros de armas. O caso aconteceu durante o cumprimento de dois mandados de busca e apreensão.

CRIME

APREENSÃO

A BM de prendeu um indivíduo, 38 anos, em Iraí após uma tentativa de homicídio. A prisão foi efetuada após informações de que ele estaria efetuando disparos contra uma terceira pessoa, sendo preso pela guarnição. Com o homem foram apreendidos armas e drogas embaladas para a venda.

Em Esmeralda, a Polícia Rodoviária Federal apreendeu cerca de 225 mil maços de cigarros contrabandeados que eram transportados em um caminhão. O motorista e outro ocupante foram presos. A carga foi avaliada pelos policiais em aproximadamente R$ 1 milhão.

OPERAÇÃO

ARMAS

Uma operação da Polícia Civil prendeu 10 pessoas em oito cidades, seis delas da região Central do Estado. Ao todo, foram 12 mandados de prisão preventiva e 18 mandados de busca e apreensão, com o objetivo de combater uma facção criminosa que se instala na região e atua no tráfico de drogas.

Cerca de 100 munições e três armas foram apreendidas pelo Denarc em Porto Alegre. Os agentes do Denarc atuaram novamente contra o tráfico de drogas nas ilhas. Os policiais civis prenderam um traficante no bairro Arquipélago Ele foi abordado quando deixava uma residência em uma moto baú.


20

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 de agoSto de 2021

CRIMES

Responsáveis por roubos são presos em Ijuí

A onda de assaltos a mão armada registrada nas últimas duas semanas em propriedades de Ijuí pode ter chegado ao fim com a ação conjunta realizada na manhã de ontem pela Polícia Civil, com apoio da Brigada Militar, que culminou na prisão em flagrante de dois indivíduos no bairro Independência. Eles são acusados de realizar assaltos na Faixa Velha, na última semana, onde os criminosos roubaram uma motocicleta vermelha, a qual foi recuperada na ação de ontem e que foi pintada de preto. A motocicleta foi utilizada nos dois assaltos seguintes, em uma residência no Centro e em uma outra propriedade no Alto da União, onde foram levados dinheiro, uma televisão 32 polegadas, uma espingarda e o carro da família, que foi recuperado na manhã de quarta-feira pela Brigada Militar. Durante o flagrante, os policiais encontraram inúmeros objetos pertencentes às vítimas e aos criminosos. Foram apreendidos um revólver calibre 38 e uma espingarda calibre 20, 178 munições dos calibres 9 milímetros, 380, 38, 22 e 20, além de um coldre para balas

Policiais localizaram vasta quantidade de objetos roubados no flagrante

de revólver. Também foram apreendidas duas toucas ninja, um relógio, mochilas, identidades falsas, oito celulares, a televisão 32 polegadas, bem como caixas de som, spray de tinta preta utilizado para pintar a motocicleta roubada, além de R$ 1.417 em espécies e os capacetes usados nos crimes. Os acusados são de fora do Estado. Um deles, 20 anos, é natural do Tocantins, e o outro, 34 anos, é do Ceará, mas residia

Nadine Anflor

crimes patrimoniais”, afirma. Nesse mesmo sentido, Nadine aposta na descapitalização das organizações criminosas e, na consequente, indenização às vítimas.

A Polícia Rodoviária Federal no Rio Grande do Sul bateu recordes em apreensões de drogas nos primeiros sete meses de 2021. Já foram quase 22 toneladas de drogas recolhidas entre janeiro e julho deste ano nas rodovias federais gaúchas. Os entorpecentes retirados das organizações criminosas foram calculados em quase R$ 200 milhões. Houve um aumento de 60% na quantidade de drogas apreendidas foi registrado na comparação com o mesmo período do ano passado. No caso da maconha, a elevação foi de 80%. A apreensão total é equivalente a quase quatro quilos de drogas apreendidas por hora pela PRF no Estado. Conforme a PRF, no entanto, não existe um padrão no transporte de entorpecentes por via

terrestre. As organizações criminosas contam com traficantes que têm vasta ficha criminal, mas também com pessoas, supostamente acima de qualquer suspeita, os quais viajam em família, muitas vezes com filhos pequenos e parentes idosos fazer o transporte dos ilícitos sem apresentar muitas suspeitas. Além do perfil dos traficantes, a PRF destaca que há diferenças no modus operandi do transporte dos entorpecentes. Segundo o órgão, as drogas costumam ser transportados no banco traseiro, no porta-malas ou em fundos falsos dos veículos. Na 10ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal de Ijuí, mais de 500 quilos de drogas foram apreendidas neste ano. Foram 497 quilos de maconha, 37 quilos de cocaína e 6 quilos de crack.

há mais tempo em Ijuí. Ambos os criminosos foram conduzidos até a Delegacia de Polícia para o registro da ocorrência e foram encaminhados para a Penitenciária Modulada de Ijuí. Eles vão responder por roubo duplamente majorado, com emprego de arma de fogo e concurso de agentes, receptação (armas furtadas do Prefeito de Brasilândia), extorsão e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Conselho de Polícia busca repreender crimes

Uma nova forma de repressão aos crimes contra o patrimônio é a aposta do Conselho Nacional de Chefes de Polícia (CONCPC), que por meio da Resolução 01/2021, instituiu o Comitê Permanente de Análise e Repressão a Crimes Contra o Patrimônio. Segundo a presidente do CONCPC e chefe da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, delegada Nadine Anflor, o comitê buscará o fortalecimento do uso de ferramentas tecnológicas na investigação criminal e a maximização do emprego da inteligência policial na repressão contra esse tipo de delito. “Por meio do comitê também se buscará a cooperação e integração entre as Polícias Civis, com alinhamento de estratégias nacionais para recuperação de ativos e bens objetos de

PRF bate recorde de apreensão de drogas

Fará parte das atribuições desse comitê o acompanhamento e análise de estatísticas criminais com base nas ocorrências de crimes contra o patrimônio, o planejamento e coordenação de operações policiais, a elaboração de protocolos de investigação criminal, entre outros. O grupo ainda irá priorizar ações de repressão contra roubos a residência, estabelecimentos comerciais, instituições bancárias e de veículos, inclusive os de transporte coletivo, cargas e valores. Nadine esclarece que o comitê atuará conforme meta estabelecida no Plano Estratégico de cada polícia civil, mas que na ausência desse, definirá ações que busquem reduzir em 15% o número de crimes contra o patrimônio. “Queremos aumentar a sensação da segurança do cidadão brasileiro e, dessa forma, assegurar um ambiente seguro para o desenvolvimento de atividades econômicas”, finaliza.

Apreensões de maconha cresceram 80%, inclusive na delegacia de Ijuí

Assassinatos caem 8% no País no primeiro semestre O Brasil teve uma queda de 8% nos assassinatos no primeiro semestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2020. É o que mostra o índice nacional de homicídios, com base nos dados oficiais dos 26 Estados e do Distrito Federal. O levantamento, que compila os dados mês a mês, faz parte do Monitor da Violência, do Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV-USP) e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Nos seis primeiros meses deste ano, foram registradas 21.042 mortes violentas, contra 22.838 no primeiro semestre de 2020. Ou seja, 1.796 a menos. Estão contabilizadas no número as vítimas de homicídios dolosos (incluindo os feminicídios), latrocínios e lesões corporais seguidas de morte. A queda acontece após um 2020 violento, mesmo com a pandemia do novo coronavírus. No ano passado, o País teve uma alta nos assassinatos após dois anos consecutivos de queda. Agora, apenas seis Estados contabilizam uma alta: dois do Norte (Roraima eAmazonas) e quatro do Nordeste (Maranhão, Piauí, Paraíba e Bahia). Roraima e Amazonas aparecem com alta nos índices de violência. Um com 40,4% de aumento e o outro, com 35,6%. Para a polícia, uma das explicações é a disputa de território pelo tráfico de drogas e conflito entre facções. Após um ano violento, com um aumento expressivo no número de assassinatos, o Ceará figura agora como o Estado com a maior queda no Brasil.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 de agoSto de 2021

comunidade

Plantas medicinais têm eficácia na área da saúde As plantas medicinais são produtos naturais e uma das primeiras alternativa que existem para tratamento farmacológico das pessoas e animais. A partir delas foram criados vários medicamentos. São ricas em constituintes químicos que têm diversas ações, por isso muitas vezes uma única planta tem inúmeras funções. As plantas medicinais podem ser usadas em forma de chá que são os chamados processos de infusão, onde elas são colocadas em água fervente que retira os seus constituintes, em alcoolaturas quando são colocadas no álcool, sendo assim elas podem ter uso externo ou interno desde que se saiba

quais os efeitos que a planta. Na Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (Unijuí),são realizados estudos que buscam comprovar a eficácia dessas plantas, em cursos da área da Saúde. Conforme a professora Christiane Colet, as pesquisas têm encontrado resultados positivos. “A população pode e deve ter em suas casas hortas, hortelã e camomila ou plantas secas como a marcela. Elas são muito importantes para o tratamento de problemas menores de saúde, mas é fundamental que se saiba a forma certa de usá-las. Nós acreditamos no potencial das plantas, na perspectiva de desenvolver novos tratamentos na saúde ", destaca.

21

Parque da Pedreira oferta aulas de dança

A Estação Cidadania e Cultura do Parque da Pedreira de Ijuí atende a comunidade moradora do residencial do Parque e atualmente também está ofertando aulas de dança e escolinha esportiva de futsal. As atividades são ministradas por um professor voluntário. Os grupos de 20 alunos são formados por crianças, adolescentes e mulheres. Segundo a coordenadora Simone Batezini Friederichs, é possível perceber uma procura maior pelas atividades após as oficinas iniciais. "Conforme a comunidade vai divulgando o trabalho que está sendo desenvolvido em seus ciclos sociais e conhecendo a Estação, temos um aumento na procura pelas aulas. Eles estudos sobre plantas medicinais são desenvolvidos por alunos são o melhor meio de divul-

gação e a tendência é que possamos ampliar nossos projetos para melhor atender a nossa comunidade”, destaca. A dança e o esporte trazem muitos benefícios, dentre eles o aumento da flexibilidade, o aprimoramento da coordenação motora, a melhora cardiorrespiratória e também a otimização do condicionamento aeróbico. No futsal, as turmas são divididas em masculino e feminino para crianças de 7 a 15 anos. A atividade acontece na segunda-feira. Já as aulas de danças, possuem 50 alunos inscritos e acontecem nas terçasfeiras, das 16h30 às 17h30, para as crianças e das 17h30 às 18h30 para os adolescentes. Nas quintas- feiras das 18h30 às 19h30 as aulas são para as mulheres. Informações pelo número 3331-8200.

Escritório presta auxílio gratuito para comunidade O Escritório Modelo, da Unijuí, presta serviço de assistência jurídica gratuita à comunidade carente. Ele é realizado por estudantes e estagiários do curso de Direito, nos campi de Ijuí, Santa Rosa e Três Passos, com acompanhamento de professores. Tem o objetivo de ampliar o acesso aos direitos sociais e individuais e atendimento aos segmentos sociais vulnerabilizados, proporcionando experiências aos acadêmicos. O primeiro contato com o Escritório é feito preferencialmente através de ligação ou mensagem no whatsapp para agendamento de horário através da secretária, então

ela é acompanhada por um grupo de estagiários que auxiliará nas necessidades. Segundo a coordenadora do Núcleo de Prática que abrange o Escritório Modelo, professora Patrícia Moura, o trabalho é extremamente importante para as famílias e estudantes. “A nossa comunidade apresenta um grau de vulnerabilidade social, a Defensoria Pública não tem condições de atender a todos, então nós também prestamos esse serviço de assistência judiciária. Ao longo dos anos já foram inúmeras demandas encaminhadas. Também fazemos atendimentos e acompanhamentos”, explica.

Já o Balcão do Consumidor, conta com uma turma de estágio que trabalha às terças-feiras à tarde, as causas que são ajuizadas para as relações de consumo. Além disso, o Escritório também oferece serviços de assistência judiciária nas demandas que são relativas à concessão de benefícios

previdenciários, aposentadorias, auxílio maternidade, doença, prestação continuada e auxílio emergencial. “Isso nos dá uma demanda considerável. Apenas em Ijuí temos em média 900 processos que estão sendo acompanhados pela turmas de estagiários do escritório”, destaca a professora.

EM MEMÓRIA 1º ANO DE FALECIMENTO DE NIVERCINA BATISTA PITTHAN (*01/10/1921, + 23/08/2020) MãEzINHA AMADA! UM ANO Já SE PASSOU!

Obrigado DEUS pela vida de minha mãe: 98 anos! Seus ensinamentos e exemplos nos fortaleceram para viver sem a sua presença. A dor da separação, foi se transformando em doce saudade de uma vida plena de encorajamento nos desafios, alegria, carinho, oração. Muitas viagens, festas de aniversário, caminhadas na calçada... Pensar na minha mãe, é ter a certeza de que ela está junto a Deus e a meu pai e todos os meus 5 irmãos. CONVIDAMOS a todos para a Missa de 1º Ano a ser celebrada na Matriz Nossa Senhora da Natividade, domingo 22/08/2021 - 19h e transmitida pelo Youtube. Com saudades e muita fé: filha Noeli Batista Baldissera, genro Francisco, noras, netos, bisnetos e familiares.

estagiários prestam atendimento para quem precisa apoio jurídico

Mãezinha, sua bênção permanece! Quem sente saudade é porque viveu e foi feliz.

alunos participam de aula de dança na estação da Pedreira

PARTICIPAÇÃO DE FALECIMENTO E CONVITE PARA CULTO EM MEMÓRIA DE SADI ALBERTO DEUTSCHMANN *31/10/1948 +10/08/2021 Ocorrido tão repentinamente dia 10 de Agosto de 2021 no HCI. A esposa Cleonice Coimbra Deutschmann, familiares e amigos muito consternados com sua partida, convidam para o culto em memória do esposo, irmão, tio e amigo Sadi Alberto a realizar-se sábado dia 21 de agosto de 2021, ás 18:30 na Igreja Evangélica do Bairro Modelo. “O Senhor é meu pastor e nada me faltara! Salmo 23.vs:1”. A família antecipa agradecimentos. Ijuí, 21 de Agosto de 2021


22

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 de agoSTo de 2021

REPASSE

Troco Solidário beneficia Hospital Bom Pastor Nesta semana, a direção do Hospital Bom Pastor, que é uma referência regional em prestação de serviços e atendimento, recebeu das Lojas Havan o valor de R$ 63 mil da ação Troco Solidário. Durante a pandemia os hospitais tiveram um aumento nas suas demandas e no número de pacientes atendidos. As doações realizadas por entidades ou empresas são importantes para manter os serviços prestados para a comunidade. O recurso Troco Solidário

possibilita que o seu cliente envie voluntariamente o valor da compra para instituições de caridade, neste caso o Bom Pastor foi o contemplado. Muitas entidades que precisam desse auxílio estão cadastradas em programas como o promovido pela Havan. A alternativa também ajuda as empresas que têm um aumento no fluxo de moedas. A ideia da campanha é despertar a empatia das pessoas para que elas se solidarizem, doando as

suas moedas. Conforme a empresa, a solidariedade pode se manifestar de diversas formas, desde que todos os envolvidos estejam alinhados com o mesmo propósito. Todo o valor doado foi arrecadado pela empresa durante o período de seis meses. Segundo a direção do Hospital é através de ações como essa que eles conseguem cada vez mais contribuir e oferecer serviços de qualidade em saúde para Ijuí e região.

Uso de álcool nas rodovias será foco de ação O Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat) realizará, na próxima semana, a Mobilização Nacional de Combate ao Uso de Álcool e Drogas nas Rodovias. A iniciativa tem o objetivo de fazer com que a pessoa reflita sobre a importância de procurar ajuda antes que seja tarde demais. Além da tradicional conscientização sobre os riscos do consumo de álcool e drogas, a ação chamará a atenção para aspectos da saúde física e emocional que servem como gatilhos para o uso dessas substâncias. A mobilização vai ocorrer em todo o Brasil, em postos de gasolina, empresas, terminais e nos principais locais de trânsito e de

parada de motoristas profissionais do transporte rodoviário de cargas e de passageiros, caminhoneiros autônomos e comunidade. Todas as abordagens seguirão rígidos protocolos de segurança. O uso de álcool e outras drogas não é uma realidade somente no setor de transporte. Especialistas afirmam que procurar ajuda não é fácil devido à vergonha por admitir o uso das substâncias e ao medo de represálias. Conforme a psicóloga do Sest/Senat, Célia Maria da Silva, muitas situações geram impactos na saúde psicológica dos adolescentes. "Abrir mão da rotina com o filho ou de algumas datas comemorativas, tudo isso impacta e,

por vezes, gera uma alteração no aspecto psicológico do indivíduo: tensão, ansiedade, taquicardia e sudorese. Por desconhecimento ou até por preconceito, muitos não buscam avaliação psicológica ou ajuda médica psiquiátrica e optam por qualquer tipo de droga que eventualmente possa ajudar a minimizar esse desconforto", destaca. Devido ao alto índice de preconceito, é muito importante um acolhimento empático e livre de julgamentos por parte dos profissionais da área da saúde. O serviço presta atendimentos com psicólogos, nutricionistas e fisioterapeutas, além de aulas para a prática de atividades físicas, são oferecidos nos formatos presencial e on-line.

Hospital Bom Pastor recebe doação de recurso de R$ 63 mil da empresa Havan

Horários de coleta de resíduos têm mudança O sistema de coleta de resíduos domiciliares vai passar por uma alteração nas datas e nos horários. As mudanças acontecem para melhor distribuir as rotas entre as equipes. A coleta de resíduos orgânicos no Distrito de Mauá, será feita nas sextas-feiras durante o dia. Horário de coleta diurna será das 7h às 16h40. Atualmente a coleta neste local é aos sábados. No bairro Hammastron ocorre na terça-feira, quinta-feira e

sábado. Já no bairro Elizabeth a mudança é no horário noturno, nas segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira. A coleta iniciará a partir das 17h. Não haverá alteração de dia de coleta, apenas de horário, pois atualmente o recolhimento nestes bairros é diurna. A coleta de recicláveis e secos não sofrerá alterações em horários e dias. Para mais informações no contato 3332 8200 com o Executivo.

Família pede ajuda para doadores de sangue doação de sangue. Segundo o irmão dela, Leonardo Veiga, os doadores diminuíram essa semana. "Essa diminuição é arriscada porque ela precisa de muitas plaquetas diariamente para sobreviver ao covid. Para conseguir uma bolsa de plaquetas precisamos de seis doadores, toda ajuda é bem-vinda”, enfatiza, frisando que "se quem estiver

em Porto Alegre ou tenha algum parente que está na capital gaúcha e tiver disponibilidade em ajudar, faça a doação, que pode ser agendada comigo ou junto ao Banco de Sangue da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre." Agendamento no contato do Banco de Sangue 5180407248, ou com Leonardo 55 91812378.

Bairros do município passam por mudanças em horários da coleta seletiva

DRIVE-THRU

FEIRA

FORÚM

LEGISLAÇÃO

ALVARÁ

A Panvel da Caixa de Ijuí está realizando o Drive-Thru Solidário. Estão sendo arrecadados alimentos não perecíveis e itens de higiene. As doações podem ser feitas das 14h30 às 17h. As entidades do município serão beneficiadas com a arrecadação.

Hoje o Lar Francisco de Assis está realizando a sua primeira feira de utensílios usados. O atendimento será realizado das 9h ás 16h. Localizado na Rua José Bonifácio, número 144, nos fundos, ao lado da loja Deltasul.

Dando continuidade às discussões sobre as questões socioambientais, hoje será realizada a reunião do Fórum da Agenda 21. O Fórum da Agenda 21 é um poderoso instrumento de articulação de desenvolvimento sustentável.

O Sebrae esta promovendo um curso Lei Geral de Proteção de Dados, o que seu negócio precisa fazer. Ele acontece no formato online, no dia 26 de agosto às 19h. As inscrições devem ser feitas no site da empresa para informações, contate no 3332-6488.

Para pedido de alvará de licenciamento ambiental basta fazer o pedido do requerimento através do e-mail: smma@ijui. rs.gov.br mais informações na Secretaria Municipal de Meio Ambiente - Ijuí/RS Tv. Dom Pedro I, 46 - Assis Brasil.

A jornalista e ex-colaboradora do JM, Ana Paula Veiga, está internada no Hospital Santa Rita, em Porto Alegre. Ela faz tratamento para leucemia há alguns meses, contraiu o vírus covid-19 e está entubada. A situação agravou o seu quadro hospitalar. Familiares e amigos pedem a ajuda da comunidade para a

Serviços


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 21 e 22 de agoSTo de 2021

23

Memória JM Notícias de AGOSTO de 1986 Armindo Pydd

Pacote verde O MUNDO DA ESCRITA **Estou tirando do livro do escritor Martin Puchner “O mundo da escrita” algumas das observações que a seguir eu vou repassar a vocês. ** Começa Lembrando que a escrita foi inventada há cerca de 5.000 anos, mas o seu registro foi bem mais recente. Mesmo assim temos a informação de que o grande conquistador Alexandre, o Grande levava em suas campanhas militares três objetos e de noite colocava embaixo do travesseiro: um punhal, uma caixa, e dentro da caixa uma cópia do seu texto favorito a Ilíada que ele lia repetidamente. ** Durante séculos o quê se tinha era os escrivães, os escribas, registrando os acontecimentos e os fatos ao seu redor. Dentro da igreja católica havia toda uma indústria enorme de padres copistas que registravam manualmente as escrituras sagradas, que então a igreja usava. Era tudo um trabalho manual, demorado e custoso. Usava-se o pergaminho que era feito a partir de couro de ovelha, mas para fazer um livro com algumas páginas precisavam de 10, 15 ou 20 couros de ovelhas. O papiro que vem de uma planta aquática do Rio Nilo era outra maneira de registrar por escrito os acontecimentos e depois o papel que facilitou tudo e tem origem na China. ** Para multiplicar os documentos veio à invenção da máquina impressora. E aí está Gutemberg que morava na cidade de Mainz que fazia parte do trajeto da rota da seda, ele que juntou as peças. Mas não foi o único inventor. Alguém outro tinha inventado a tinta, o outro o papel, o outro a impressão em tabletes de madeira e ele aperfeiçoou tudo e colocou isso em tipos metálicos e inventou então a sua máquina impressora que multiplicava mais rapidamente os escritos. ** De início os grandes clientes de Gutenberg foram à igreja católica e as indulgências que eram vendidas para perdoar os pecados e construir a Catedral de São Pedro em Roma. Depois veio outros tipos de escritas, a Bíblia em especial. ** Era pequeno o número das pessoas alfabetizadas que sabiam ler e aí é bom lembrar que nem Sócrates, nem Buda e nem Jesus Cristo, nenhum dos grandes pensadores de antigamente sabia escrever. Então o budismo, por exemplo, o cristianismo e o islamismo se originaram das lembranças daqueles que ouviram as pregações dos líderes antes referidos.

F

Medidas para três anos

undo de Desenvolvimento Rural e Caderneta de Poupança Verde são os dois destaques do novo plano agrícola anunciado pelo presidente José Sarney, na última quinta-feira [dia 14], em Brasília. Com uma perspectiva otimista, o Plano prevê um crescimento da agricultura de 10 por cento ao ano e já para essa próxima safra conta com um total de recursos no valor de Cz$ 88,4 bilhões para a agricultura. Além das duas inovações, o Plano Verde do Governo definiu os preços mínimos para os próximos três anos, o volume de crédito para o custeio e investimentos, as políticas de armazenagem, irrigação e formação de estoques, assim como o programa de micro-bacias. Através dessas resoluções o Governo espera atingir uma produção total de 72 milhões de toneladas dos principais grãos, arroz, milho, feijão, trigo e soja, já na safra de 88, representando um crescimento de 28 por cento em relação à safra de 85, que atingiu um recorde de 56,1 milhão de toneladas.

Venda de frangos

O

Ameaça de boicote

boicote forçado à comercialização de frango, que já se registra em Ijuí, passará à condição de movimento organizado se os pequenos e médios comerciantes continuarem trabalhando com prejuízo. A advertência é do coordenador regional da Associação de Pequenos e Médios Comerciantes, vereador Leoveral de Oliveira, que explica que a margem de lucro hoje está reduzida a 30 centavos, o que na prática representa prejuízo se computados os valores de embalagem, mão-de-obra, energia e mesmo de quebra do produto. Segundo o vereador, o Plano de Estabilização Econômica e o congelamento de preços favoreceu a organização dos pequenos e médios comerciantes, sendo que a associação de Ijuí tem hoje 90 sócios. Em contrapartida, as dificuldades de abastecimento não se resumem apenas ao frango, sendo praticamente impossível adquirir açúcar e feijão. A crise do frango tem sua origem no preço oferecido aos matadouros pelos comerciantes do Centro e do Norte do País, que é de 2 cruzados a mais por quilo.

Horário de verão será antecipado O Governo já definiu uma série de medidas visando evitar o racionamento de energia elétrica até novembro. A antecipação do horário de verão para outubro é uma das medidas anunciadas. No elenco de medidas figura também a racionalização no uso de energia, que vai abranger os Estados do Sul e Sudeste, atacando diretamente os poderes públicos, a iluminação e recomendações ao setor industrial e comercial para com isso poupar os reservatórios e garantir, pelo menos até o mês de novembro, o abastecimento sem racionamento. Ao dar esta informação, o diretor do Departamento Nacional de Águas e Energia Elétrica (Dnaee), Benedito Carraro, taxou de "dramática" a situação do setor elétrico no País.

Retomada debate usina do lixo

A criação de uma usina para industrialização do lixo, talvez com participação do capital privado, será debatida amanhã [dia 21], na reunião do movimento da Retomada do Desenvolvimento. O encontro será realizado na sede da Associação Comercial e Industrial de Ijuí e marcará a instalação da Comissão pró-Desenvolvimento da Agropecuária Municipal. As entidades envolvidas no movimento devem ampliar ainda a discussão em torno da III Expo-Ijuí, prevista para outubro de 1987. Também será avaliada a proposta de realização da 1ª Festa Nacional das Culturas Diversificadas.

CONCURSOS SANTO ÂNGELO-A prefeitura comunica a abertura de novo Processo Seletivo Simplificado para preencher 23 vagas temporárias em cargos de Ensino Fundamental, Médio e Superior com salários que variam de R$ 1.177,85 a R$ 2.960,98 por jornadas de trabalho de 30 e 40 horas por semana. As inscrições podem ser realizadas até as 23h59 do dia 8 de setembro, por meio do site www.santoangelo.uri.br/extensao. NOVA PÁDUA-Está aberto novo concurso da prefeitura para preencher cinco vagas e criar um banco de reserva para a admissão de novos servidores em postos de níveis Fundamental e Superior. Além do salário, o servidor fará jus a auxílio-alimentação, podendo, ainda,

serem concedidos outros benefícios/ vantagens/gratificações nos termos da legislação vigente. Os candidatos poderão se inscrever até as 12h do dia 13 de setembro de 2021, por meio do site www.objetivas.com.br. A taxa de inscrição será de R$ 80 para cargos de nível Fundamental e R$ 100 para os de nível Superior. FLORES DA CUNHA-A prefeitura anuncia a realização de um novo Processo Seletivo, que tem por objetivo o preenchimento de uma vaga para a contratação de almoxarife. Ao ser contratado, o profissional deve exercer funções em jornadas de 44 horas semanais, referente a remuneração mensal no valor de R$ 2.320,68. Os interessados em participar do Processo Seletivo, podem se inscrever gratuitamente, de forma

presencial, até o dia 30 de agosto na Secretaria Municipal de Administração, junto ao Centro Administrativo Municipal Angelo Araldi, situada na rua São José, nº 2.500, Centro. O atendimento é das 10h às 11h30 e das 13h30 às 15h30 PORTO ALEGRE-Por meio da Fundatec, a Fundação Orquestra Sinfônica lança novo edital de Concurso Público com oferta de 16 vagas para músicos. Três serão destinadas para portadores de alguma deficiência. Ainda, haverá reserva de 16% das vagas para negros e pardos. Após a contratação, o candidato deverá ter disponibilidade para viagens e possuir passaporte com validade mínima de 6 meses. As inscrições podem ser realizadas até às 23h59 do dia 17 de setembro, através do site da Fundatec, mediante taxa de inscrição de R$92,64.


www.clicjm.com

incentivo AO ESPORTE

IjuIEnSE É CAMPEÃO DA COPA PRIME Atleta Vitor Piffer ganhou mais uma medalha no Jiu-Jitsu. | 17

GRÊMIO RECEBE O BAHIA PELO BRASILEIRÃO Tricolor vai em busca de mais uma vitória para melhorar situação. | 17

"O que se espera é uma atuação independente, forte e focada nos reais interesses do Brasil, que passam longe das paranoias" Leia Opinião JM na página | 6

eXPectAtivA DE VIDA Pesquisa mostra o crescente envelhecimento populacional com redução de crianças e aumento da população de 60 anos ou mais | 13

A Estação do Parque da Pedreira está realizando aulas de dança e futsal com crianças, adolescentes e adultos. Os professores são voluntários e incentivam atividades de movimentos para proporcionar lazer para a comunidade | 22

Profile for clicjm

Jornal da Manhã - Sábado - 21.08-2021  

Jornal da Manhã - Sábado - 21.08-2021  

Profile for clicjm
Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded