Jornal da Manhã - Sábado - 16-04-2022

Page 1

WWW.CLICJM.COM

Ijuí, Sábado e domingo, 16 e 17 de abril de 2022

CLIMA CAUSA PREJUÍZOS BILIONÁRIOS EM CIDADES BRASILEIRAS

Ano 48 - Nº 225

R$ 4,00

Telemedicina ganha novas especialidades e expande acesso à saúde

Levantamento da CNM aponta que nos últimos 10 anos foram perdidos R$ 341 bilhões. | 4

REVISÃO TARIFÁRIA DO DEMEI VAI ELEVAR CONTA DE LUZ Projeção do Departamento Municipal de Energia de Ijuí é que aumento deve ser de 15%. | 3

SÃO LUIZ ASSINA CONTRATO PARA BASE Clube fecha parceria com a Escola CFE. | 16

Teleconsultas são feitas on-line e estão sendo ampliadas para outras áreas da saúde | 8

JOVEM MORRE EM ACIDENTE NA BR 285 Pâmela Cibele da Silveira Ledesma, 26 anos, estava em um dos três veículos envolvidos na colisão. | 20

UETI VAI INAUGURAR SUA SEDE NESTE MÊS Obra que começou em 2018 está pronta e terá três dias de atrações culturais. | Caderno Dois


2

Jornal da Manhã

SÁBADO E DOMINGO, 16 E 17 DE ABRIL DE 2022

RADAR

OLHO DA RUA

PANDEMIA O número de novos casos de covid-19 no mundo continuou a diminuir pela terceira semana consecutiva, com uma redução de 24% em comparação com a semana anterior. O número de mortes semanais também segue a tendência de queda, com índice 18% abaixo em relação à semana anterior. Os dados que consideram a semana de 4 a 10 de abril foram divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) na terça-feira. No período, foram notificados mais de 7 milhões de casos e mais de 22 mil mortes, com todas as regiões do planeta apresentando tendências decrescentes tanto no número de novos casos como de novos óbitos semanais.

O morador do bairro Burtet, Evandro Barbosa, e seu fiel escudeiro, o papagaio Chico, são parceiros de caminhada. Barbosa conta que eles costumam aproveitar os momentos juntos, especialmente ao ar livre, quando sentam para tomar chimarrão e desfrutar do ambiente.

GRIPE O boletim Infogripe, divulgado semanalmente pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), traz um alerta para o aumento dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em crianças. A nova edição aponta que as ocorrências estão ligadas majoritariamente ao vírus sincicial respiratório (VSR) na faixa etária 0 a 4 anos. Já entre as crianças de 5 a 11 anos, os casos decorrem principalmente da covid-19 e das infecções com o rinovírus. A Síndrome Respiratória é uma complicação associada muitas vezes ao agravamento de alguma infecção viral. PÁSCOA O feriado de Páscoa deve movimentar bastante os aeroportos. Segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), somente os 18 aeroportos operados pela estatal devem receber 451 mil passageiros até a próxima segunda-feira. O número é 224% maior se comparado com a Páscoa do ano passado, quando 139 mil pessoas embarcaram e desembarcaram nos terminais da empresa, entre os dias 1º e 5 de abril. A estimativa foi feita com base nas programações das empresas aéreas e comparou-se o previsto para 2022 com o mesmo feriado de 2021. IGP Quinze mesas ginecológicas serão entregues para os Postos Médico-Legais do Instituto-Geral de Perícias (IGP) em cidades do interior do Estado. Elas serão usadas durante as perícias clínicas, feitas em mulheres com suspeita de abuso sexual. As mesas auxiliam os peritos médicolegistas na coleta de amostras de material biológico para análise laboratorial, além da verificação de violência física. Os municípios Cruz Alta, Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Ijuí e Três Passos já receberam o material. NOMES Na última década, pelo menos 12 Estados brasileiros registraram um aumento de 300% no uso de nome social –designação pela qual uma pessoa travesti ou transexual se identifica e é socialmente reconhecida– em documentos e registros escolares. Entre 2012 e 2021, mais de 15 mil alunos da rede pública de ensino preencheram, em suas fichas de matrícula, os nomes pelos quais gostariam de ser reconhecidos nas instituições de ensino.

INDICADORES Poupança 14.4.2022 .................. 0,5 % Ouro 14.4.2022........... R$ 298,34(gr) Dólar Comercial ..................R$ 4,6968 Dólar turismo .....................R$ 4,8686 Euro .......................................R$ 5,08 IPC/FIPE FEVE. /2022 ................ 0,9% INPC FEVE. /2022 .......................... 1% IGP-M FEVE. /2022 ................... 1,83% IPCA FEVE. /2022 ..................+1,01% TR MAR./2022 .........................+0,0% SELIC MARÇO/2022 ...........+11,75 %

COTAÇÃO 14.4.2022 - Fonte: Cotripal Soja/saca 60 kg..................179,04 Trigo/saca 60kg...................94,02 Milho/saca 60kg................ .84,00 RESULTADOS DIA 14.4.2022

LOTERIAS ENTRE ASPAS

1º - 4.512 2º - 7.591 3º - 7.128 4º - 4.884 5º - 0.778

"Não queremos que o individualismo, a postura e os erros "Temos que estar preparados para todos os tipos de ações da de condução política cometidos pelo governador João Doria Rússia. Não há aoutra maneira de terque garantias de segurança comprometam relação histórica os partidos têm em anível não nacional ser sob aedissuasão e defesacontinuar comum da Otan conforme estadual. Vamos conversando com garantido pelo Artigo 5 da Organização." o PSDB sobre as eleições. O partido terá Primeira-ministra toda a disposição da Marin de Finlândia, diálogo e Sanna construção conjunta." Presidente do DEM, ACM Neto "Sobre esta coisa de esquerda, direita, centro-esquerda, centro"É possívelara Ministério da inteiramente Saúde." Vice-presidente da direita, isso é umaobalela eleitoral superada desde CPI da Covid, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) que caiu o Muro de Berlim. O que o povo quer é resultado, não importa se vem de alguém que se rotula de esquerda ou direita." Ex-presidente da República, Michel Temer "Esta CPAlguma coisa aconteceu que ser res"Meu projeto é nacional. É a gentee alguém romper tem a polarização e ponsabilizado por isso." Senadora, Simone TebetIsso (MDB-MS) auxiliar a formação desse centro democrático. não significa que serei eu o nome escolhido. Isso significa que sou um soldado para a gente vencer essa polarização." Ex-juiz e ex-ministro da Justiça, Sergio Moro

GETÚLIO

NÚMEROS EXTRA-OFICIAIS

QUINA

CONC URSO nº

5829

03 04 53 55 58 LOTOFÁCIL

CONCURSO nº 2497

02 06 07 08 09 11 12 14 15 18 19 20 22 23 25

PREVISÃO DO TEMPO Fonte: Climatempo

HOJE

MÁX.

21° Sol com muitas nuvens. Não chove.

MIN.

10°

DOMINGO

MÁX.

22° Sol com muitas nuvens. Não chove.

MIN.

11°


Jornal da Manhã

sexta, sábado e domingo, 16 e 17 de abril de 2022

3

ENERGIA

Revisão pode elevar em 15% conta de luz Mesmo com o empréstimo bilionário para cobrir despesas da crise hídrica e atenuar o aumento das contas de luz em 2022, além da suspensão temporária da bandeira de crise hídrica, as distribuidoras devem aplicar índices de revisão tarifária na casa de dois dígitos. Em uma projeção, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) apontou que é possível haver revisão na ordem de 16,68%. O reajuste e as revisões são mecanismos pelos quais as tarifas de energia elétrica podem ser alteradas. Estão previstos nos contratos de concessão e permitem a manutenção do equilíbrio econômico financeiro das concessionárias, conforme a lei. Reajuste tarifário anual tem por objetivo repassar os custos não gerenciáveis e atualizar monetariamente os custos gerenciáveis. O reajuste acontece anualmente, na data de "aniversário" do contrato de concessão. Revisão tarifária periódica ocorre a cada quatro anos, em média, com o objetivo de preservar o equilíbrio econômico financeiro da concessão O Departamento Municipal de Energia de Ijuí (Demei), responsável pelo fornecimento para cerca de 35 mil consumidores,

já iniciou as conversas com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para definir o valor que passará a vigorar a partir da segunda metade de julho. A projeção aponta que o aumento poderá ser superior a inflação, que está em 10,54% nos últimos 12 meses. "Eu acredito que fique em 15%, baseado nos critérios do Demei, o que reflete no consumidor, podendo ser um pouco a mais devido à própria tributação de cada Estado, mas tudo é estimativa. Eu só não quero criar uma falsa expectativa, mas estamos trabalhando com estes valores", disse o diretorpresidente da autarquia, Marco Aurelio Sikacz, em entrevista ao JM. " O diferencial desse ano é que houve essa escassez hídrica no ano passado e na conta do ano anterior teve a covid, ou seja, são vários fatores que influenciam e por isso estamos apreensivos", acrescenta. A tarifa de energia elétrica é a composição de valores calculados que representam cada parcela dos investimentos e operações técnicas realizadas pelos agentes da cadeia de produção e da estrutura necessária para que a energia possa ser utilizada pelo consumidor. A tarifa representa, portanto, a soma de todos os componentes do processo in-

Eu acredito que fique em 15%, baseado nos critérios do Demei, o que reflete no consumidor, podendo ser um pouco a mais devido à tributação de cada Estado, mas tudo é estimativa." dustrial de geração, transporte (transmissão e distribuição) e comercialização de energia elétrica. São acrescidos ainda os encargos direcionados ao custeio da aplicação de políticas públicas. Os impostos e encargos estão relacionados na conta de luz. O Demei tem recebido críticas em relação ao fornecimento de energia em algumas regiões do município, como o JM demonstrou na semana passada. Moradores e empresários do bairro Modelo estão reclamando das quedas constantes do abastecimento da energia, o que tem causado a queima de equipamentos. Em entrevista concedida à reportagem, na semana passada, Sikacz confirmou que o departamento reduziu os investimentos. "O Demei perdeu um pouco a capacidade de investimentos na rede no ano passado em função

Acordo coletivo do comércio é assinado Após algumas semanas de negociações, representantes do Sindilojas Noroeste e do Sindicato dos Comerciários de Ijuí estiveram reunidos na tarde de quinta-feira para assinar o acordo coletivo para os trabalhadores do comércio do município. O ato de assinatura teve a presença do presidente do Sindicomércio, Ari Bauer, do presidente do Sindilojas Noroeste, Juarez Neme da Costa, do assessor jurídico, Luiz Carlos Vasconcellos e do vice-presidente de Relações de Trabalho do Sindilojas, Valmir Seifert. O piso da categoria foi reajustado para R$ 1.592. Os demais profissionais terão 10,8% de aumento. “As demais cláusulas permanecem a mesma do ano passado", disse Bauer. "Conseguimos manter as cláusulas sociais, com quinquênio de 2%, quebra de caixa de 10%. O valor do auxílio estudante é de meio piso da categoria, que fica em R$ 796 e irão receber em dezembro", acrescenta.

Ari Bauer, Juarez Neme da Rosa, Luiz Carlos Vasconcellos e Valmir Seifert

O acordo coletivo é retroativo e passa a valer a partir de 1° de março. "Com a assinatura, provavelmente a partir de segunda-feira, o acordo estará no Ministério do Trabalho e a partir daí precisa ser cumprido", reforça o líder sindical. . O presidente do Sindilojas destacou a boa relação que as duas entidades sindicais

mantém. “O que fica evidente e é importantíssimo para nós é este ótimo relacionamento que acontece entre os dois sindicatos. Isso foi construído pelo seu Bruno (Hass e ex-presidente do Sindilojas) e pelo Ari na administração passada, onde a nós conversamos, colocamos os dois pontos e tentamos achar uma solução em conjunto", destaca.

Diretor-presidente do Demei, Marco Aurelio Sikacz

da falta de recursos", disse, lembrando, no entanto, que a autarquia municipal estuda melhorias no sistema. Segundo ele, com mais pessoas em casa em decorrência da pandemia, houve aumento do consumo em decorrência da ampliação da carga instalada das moradias, o que pode estar causando sobrecarga na rede de distribuição. O Demei também atua na poda de árvores para que elas não encostem na rede elétrica e prejudiquem o abastecimento, principalmente em dias de chuva. Na revisão são feitos dois tipos de cálculo: o primeiro consiste em apurar o valor do reposicio-

namento tarifário, com o objetivo de determinar um nível de tarifa que permita à concessionária cobrir os custos não gerenciáveis e os custos operacionais eficientes, além de proporcionar a adequada remuneração dos investimentos prudentes realizados. O segundo cálculo consiste na definição do fator X (índice fixado pela Aneel na época da revisão tarifária). Sua função é repassar ao consumidor os ganhos de produtividade estimados da concessionária decorrentes do crescimento do mercado e do aumento do consumo dos clientes existentes. Assim, o mecanismo contribui para a modicidade tarifária.

Maioria do setor de alimentos está endividado Em um cenário de incertezas, os bares e restaurantes gaúchos ainda seguem na busca pela retomada econômica após dois anos de pandemia de covid-19. De acordo com pesquisa recente da Associação de Bares e Restaurantes (Abrasel), 34% dos estabelecimentos fecharam fevereiro com prejuízo. Apesar do índice ser melhor na comparação com janeiro e a média nacional, a situação segue delicada para uma parte do setor de Alimentação Fora do Lar que possui parcelas do Simples Nacional em atraso e convive com a escassez de opções de aplicativos para entrega de comida. Quase metade dos estabelecimentos estão com atraso no

Simples e destes, 22% afirmam que não tem como resolver as pendências até 29 de abril, prazo para aderir ao Programa de Reescalonamento de Débitos (Relp), o novo Refis. “A situação do Simples acaba sendo uma das maiores preocupações, pois muitos não tem mais ao que recorrer para manter seus negócios", afirma Maria Fernanda Tartoni, presidente da Abrasel no Rio Grande do Sul. "O endividamento já está posto e isso fragiliza muito o setor. Nós sofremos muito com a pandemia e nessa linha veio a inflação, aumento do combustível, os empréstimos que precisam ser pagos e negociações com fornecedores”, acrescenta.


4

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 16 e 17 de abril de 2022

CLIMA

Cidades brasileiras acumulam prejuízos

Os desastres naturais e climáticos, como estiagem e excesso de chuvas, causaram às cidades brasileiras prejuízos na ordem de R$ 341,3 bilhões entre os anos de 2013 e 2022. Segundo estudo divulgado pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), 93% dos municípios sofreram impactos diretor das mais de 53,9 mil ocorrências registradas nesse período. Em contrapartida, as prefeituras receberam do governo federal apenas 4,5% do valor total dos danos contabilizados, cerca de R$ 15,4 bilhões. A entidade destaca que os desastres naturais, que desencadeiam danos humanos, materiais e ambientais, estão a cada ano mais severos, como é o caso da seca que castiga os estados do Sul. Com isso, afetam a conti-

nuidade de serviços essenciais como o abastecimento de água e energia, gerando prejuízos econômicos a propriedades e a setores como agricultura, indústria e comércio, além de provocar mortes, ferimentos e diversos outros efeitos negativos às populações afetadas. Os dados foram coletados do Sistema Integrado de Informações Sobre Desastres do Ministério do Desenvolvimento Regional (S2ID/MDR) e reportam danos informados pelos municípios entre 1º de janeiro de 2013 e 05 de abril de 2022. Esses eventos repercutiram na formalização de 35.596 decretos reconhecidos (66,7%), 15.070 decretos com registro em análise (28,2%) e 2.700 decretos não reconhecidos (5,1%) pelo S2ID/ MDR, de acordo com a Classi-

ficação Brasileira de Desastres (Cobrade). Somente a seca contabilizou 22.261 decretos, sendo responsáveis por 41,3% do total de decretações de situações de emergências em todo o Brasil. Somente no Rio Grande do Sul, os prejuízos econômicos da estiagem já somam R$ 42 bilhões, considerando o período de janeiro de 2020 a março de 2022, e reverteram na liberação de R$ 28,3 milhões ao Estado pelo governo federal, cerca de 0,06% do total. Em 2020, a seca foi responsável por 560 (51,6%) decretos de anormalidade em cidades gaúchas. No ano seguinte, foram 151 (22%), e, desde o início de 2022, 296 (26,3%) registros de situação de emergência por falta de chuvas foram contabilizados no Estado. Esses números re-

La Niña provoca estiagem desde 1998 A Oscilação Decadal do Pácifico (OD), fenômeno climático responsável por invernos pesados e grandes secas ao redor do mundo já mostrou os seus resultados no Brasil nos últimos meses, com chuva fortes no Sudeste do Brasil no primeiro e baixíssima no Sul. Em paralelo a isso, a estiagem tem sido intensificada há, pelo menos, duas décadas. Isso porque registros dão conta que desde 1998 a incidência de La Niña tem sido maior do que a de El Niño. Seus efeitos serão sentidos por vários meses. O comportamento da temperatura das águas do oceano Pacífico tropical (parte central e junto à costa oeste da América do Sul) associado aos campos de pressão (representados pelo Índice de Oscilação do Sul) altera o padrão de circulação da atmosfera. Com isso, acaba influenciando no comportamento do clima, em diferentes regiões do mundo. Sendo o responsá-

José Marengo

vel pelas chamadas anomalias climáticas persistentes, isto é, pelos desvios em relação ao clima normal, que duram bastante tempo (6 a 18 meses, por exemplo). "Os verões estão ficando mais irregulares e extremos", disse

o diretor do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), José Marengo. Picos de calor, chuvas fortes e estiagens prolongadas são comuns em diversos verões brasileiros, como já aconteceu, por exemplo, em 2005 e 2015. Tanto naquelas ocasiões como agora em 2022 os extremos são provocados pelo mesmo fator: a ocorrência do La Niña. Esse fenômeno tem implicações do clima do planeta inteiro, em efeito cascata. Na América do Sul e no Brasil, o La Niña afeta os corredores de umidade da Amazônia, às vezes chamados de "rios voadores". A umidade que sai da Amazônia é responsável por chuvas em boa parte do continente e o La Niña antecipa a chegada de chuvas nas regiões Norte, Nordeste e Sudeste. Com isso, o corredor de umidade da Amazônia acaba não chegando à região Sul do País.

presentaram perdas de R$ 17,8 bilhões em 2020; R$ 5,8 bilhões em 2021; e já somam prejuízo de R$ 18,2 bilhões em 2022. As áreas mais afetadas pela estiagem são o abastecimento de água, a agricultura, pecuária, indústria e o comércio, mas seus impactos reverberam em outros setores como saúde e transportes. Para o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, falta apoio do governo na prevenção aos desastres naturais, caso da seca. "Dos R$ 42 bilhões (de prejuízo), as prefeituras não recebem praticamente nada para prevenção. Há uma diminuição da agricultura, e, no primeiro momento, procura-se atender ao produtor. O que é muito bem-vindo, mas isso não significa dinheiro para a prefeitura", ressalta.

Paulo Ziulkoski

Apenas 7% dos rios têm boa qualidade

Regular, ruim e péssimo. Esse é o retrato da condição da água nas bacias hidrográficas da Mata Atlântica. Um dos biomas mais ameaçados do País, e onde se desenvolveram as principais cidades brasileiras, tem apenas 7% de pontos considerados de boa qualidade, de acordo com levantamento da SOS Mata Atlântica. Realizada anualmente, a pesquisa foi conduzida pelo programa Observando os Rios e mediu a qualidade da água em 146 pontos de coletas de 90 rios e corpos d'água em 65 municípios de 16 estados abrangidos pelo bioma. As coletas e medições ocorreram entre janeiro e dezembro de 2021. Os resultados apontam que 106 (72,6%) dos locais analisados apresentaram qualidade da água regular; 26 (17,8%), ruim e 4 (2,7%), péssima. Ou seja, mais de 20% dos pontos de rios analisados não tinham condições para usos múltiplos da água, como na agricultura, na indústria ou para o abastecimento humano. Nenhum lugar teve média de qualidade considerada ótima. De acordo com o levantamento, "a perda de qualidade da água e de condição para usos múltiplos e essenciais pode ser consequência de uma série de fatores presentes no bioma e no País, como a poluição, as precárias condições de saneamento, além da degradação dos solos e das matas nativas em suas bacias hidrográficas." Há ainda um fator que se soma ao descontrole e à falta de aplicação das políticas ambientais, os eventos climáticos extremos, como as secas e inundações -cada vez mais frequentes e com maior intensidade. "Não estamos numa situação nada confortável", diz o coordenador do programa Observando os Rios, Gustavo Veronesi.

Desmatamento na Amazônia indica perda de controle, diz especialista

Unesco reconhece Caminhos dos Cânions

Técnicos recebem capacitação para programa hidrográfico

O novo recorde de alertas de desmatamento na Amazônia Legal registrado neste primeiro trimestre de 2022 é "preocupante", segundo a avaliação de Carlos Bocuhy, presidente do Instituto Brasileiro de Proteção Ambiental. Bocuhy criticou o "processo contínuo de degradação ambiental", que já vem de anos, e a falta de políticas públicas para reverter a situação. Segundo o especialista, há três fatores acontecendo que favorecem o desmatamento, entre eles a alteração do sistema normativo que retirou a incidência das multas para coibir crime ambiental.

A Unesco, Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, reconheceu os Caminhos dos Cânions do Sul como geoparque mundial. Com a distinção, as regiões da Serra e do Litoral Norte entram no mapa internacional de destinos que são exemplos de gestão sustentável. O geoparque Caminhos dos Cânions inclui sete municípios, entre eles Cambará do Sul, Mampituba e Torres.

Os técnicos da Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema) ministraram uma capacitação para os extensionistas da Emater/RS. O treinamento é voltado a projetos estruturantes que compõem o Programa Estadual de Revitalização de Bacias Hidrográficas do Rio Grande do Sul. Conforme o diretor do Departamento de Gestão de Recursos Hídricos e Saneamento, Ivo Lessa, a proposta vai além da segurança hídrica.


Jornal da Manhã

sábado e domingo, 16 e 17 de abril de 2022

5

EMPRESAS

Brasil é o 2º país que mais cobra imposto O Brasil ocupa a segunda posição do ranking de países que mais tributam as empresas, atrás apenas de Malta. A percepção foi divulgada em estudo da plataforma CupomVálido com base em dados da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). De acordo com o levantamento, as companhias brasileiras pagam, em média, uma alíquota de imposto de 34%, ao considerar todos os tributos. O percentual é 70% maior que a média mundial e somente 1 ponto percentual menor que o de Malta (35%). O cálculo leva em conta a cobrança de dois impostos sobre as empresas no Brasil, o Imposto de Renda de Pessoa Jurídica (25%) e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (9%). Entre as 111 nações pesquisadas, a taxa média de tributação das empresas é de 20% e somente 18 países cobram das firmas alíquota acima de 30%. As taxas brasileiras, por sua vez,

são maiores do que as cobradas em países desenvolvidos, como Reino Unido (19%), Estados Unidos (25%), Canadá (27%) e Japão (30%). Na comparação do período entre 2000 e 2021, o estudo mostra que a maioria dos países diminuiu a alíquota de tributos sobre as empresas, movimento que contribuiu para a redução de 8,3 pontos percentuais no valor médio da cobrança, de 28,3% para 20%. Ao longo dos 21 anos, 94 países reduziram a tributação, enquanto 13 países mantiveram as mesmas taxas e somente Andorra, Hong Kong, China, Maldivas e Omã aumentaram suas alíquotas. Segundo o levantamento da CupomVálido.com, 12 países eram considerados paraísos fiscais, com um regime de não tributação das empresas. Desde 2000, Andorra e Maldivas abandonaram o título e apresentaram um saldo nas cobranças, atualmente em 10%

e 15%, respectivamente. Outra consequência da alta carga tributária do Brasil é que ela encarece os produtos nacionais, desestimula os investimentos e abre as portas do País para a ilegalidade. Os impostos sobre mercadorias brasileiras chegam a ser até 5 vezes o valor do tributo cobrado nos mesmos itens em outros países, principalmente os que fazem fronteira com o território nacional. O desequilíbrio aquece o mercado informal e acarreta prejuízos para a indústria brasileira, que perde o poder de competitividade dos produtos, segundo especialistas no tema. O relatório Estatísticas Tributárias na América Latina e Caribe 2021 mostra que a carga tributária no Brasil representa 33,1% do Produto Interno Bruto (PIB), menor apenas que a de Cuba (42%). País vizinho e uma das principais portas de entrada do contrabando em terras brasileiras, o Paraguai tem nos tributos 13,9%

do PIB –19 pontos percentuais a menos que o Brasil. Em que pese a necessidade dos impostos para a arrecadação do País, a falta de equilíbrio das alíquotas, a partir das altas taxas aplicadas sobre os produtos industrializados no Brasil, cria espaço para uma maior margem de lucro de lucro do mercado ilegal e impulsiona o contrabando, alertam especialistas. “Quanto maior a tributação, mais

ajuda o contrabando tem para ganhar dinheiro e ter margem de lucro, porque o produto que os criminosos trazem fica mais barato que o produto nacional. Hoje, com a margem que o contrabando tem, se trouxerem duas cargas e uma delas for apreendida, não tem problema, eles ainda terão lucro”, explicou professor da FGV Direito São Paulo, Luciano Godoy.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 16 e 17 de abril de 2022

6

Opinião do JM |

SINAIS DE ALERTA

A

a pressionar a renda e o perigo é os consumidores que hoje economia dá sinais de alerta para os quais o governo Sem melhora efetiva se valem do crédito para pagar despesas básicas esgotarem a precisa estar atento para impedir que o País efetivano emprego e na renda, capacidade de endividamento. mente entre em recessão e um contingente grande de o Brasil terá consumo O governo ensaia adotar medidas econômicas para irribrasileiros seja afetado pelos efeitos negativos da guerra na limitado, travando o gar a economia de um lado e, de outro, socorrer os menos Ucrânia. crescimento econômico, favorecidos. No entanto é preciso mais do que ensaio para Para os brasileiros, os indicadores de piora da economia prejudicando o País como que não ocorra a experiência vivida pelo setor elétrico, que representam problemas para honrar as contas e muitas vezes um todo. aguardou as chuvas em 2020 — que não vieram —e teve que até mesmo os gastos com itens essenciais, como comida. Pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens e Serviços e Tu- enfrentar uma situação crítica no ano passado, levando à imposição de um rismo (CNC) mostrou que o número de famílias endividadas bateu recorde custo pesado para cidadãos e empresas. E ainda enfrenta uma das piores em março, com 77,5% das famílias revelando estar endividadas, enquanto estiagens da história. Com a inflação acelerando por fenômenos externos e os juros subindo, a levantamento do Serasa mostra que há 65 milhões de inadimplentes, com nove em cada 10 brasileiros considerando uma vergonha ter dívidas. economia não terá como crescer, mantendo desemprego e renda em patamares E esse endividamento ocorre principalmente no cartão de crédito, modali- de insuficiência para atender a toda a sociedade, pois enquanto há segmentos dade na qual 87% estão em dívida. Isso porque atualmente 69% das compras com bom desempenho e crescimento, outros estão estáveis ou enfrentam uma feitas no cartão de crédito são de bens essenciais, como alimentos. A renda série de percalços das mais distintas naturezas e, em alguns casos, somadas. não é suficiente para as despesas básicas, que são pagas com crédito. Os Sem melhora efetiva no emprego e na renda, o Brasil terá consumo limipreços da energia e do gás atingiram níveis recordes. A inflação de 1,62% tado, travando o crescimento econômico, num círculo vicioso que prejudica em março surpreendeu negativamente. A inflação nesse patamar continuará o País como um todo.

ENTREVISTA Na sua opinião a concessão é o melhor caminho para garantir investimentos em estradas? As concessões de rodovias são uma forma de atrair capital privado para auxiliar na manutenção e melhoria da infraestrutura. O quadro das rodovias no Brasil é incompatível com a situação econômica que o País almeja. Hoje temos 1,7 milhão de quilômetros de rodovias no País. Desse total, apenas 12% possuem asfalto, os outros 88% são rodovias sem pavimento. Desses 12% de rodovias pavimentadas, apenas 6% estão em boas condições. Então, estamos ainda muito distantes do que é razoável. No RS, temos 10% de rodovias com pavimento. Então, a ideia de chamar o setor privado para contribuir com aporte de capital e de gestão é absolutamente fundamental, principalmente nas rodovias que são os principais eixos frontais na circulação das mercadorias. No caso gaúcho, a primeira (concessão) desse novo ciclo foi a da (RSC) 287. Faz seis meses que iniciou a concessão, com a previsão de investimentos, expectativa de obras, expansão da capacidade, duplicações etc. Então, o governo está cumprindo com a parte dele, ao colocar os editais na rua. Há uma retomada da participação privada nos investimentos em infraestrutura. O senhor acha que há a necessidade de reformar o transporte intermunicipal. O que pensa sobre isso? Hoje, os itens mais relevantes no custo do transporte intermunicipal de passageiros são o combustível, que está em um momento de alta, as tripulações e as despesas com os veículos. O sistema de transporte de passageiros no Brasil precisa ser revisto. A demanda por ônibus vem caindo tanto em nível urbano, como em nível interurbano. No caso intermunicipal, ele vem caindo ao longo das décadas por vários motivos. Por exemplo, as pessoas têm trabalhado mais perto de casa, o carro ficou mais acessível, há alternativas como os aplicativos, a própria telefonia e internet (têm permitido o teletrabalho). Ao mesmo tempo, há

Jornal da Manhã GRÁFICA E EDITORAJORNALÍSTICA SENTINELA LTDA. CNPJ: 87.657.854/0001-23

Fundado em 1º de Maio de 1973

Além disso, há outros setores que também passam dificuldade, mas conseguem viver sem subsídio. Existe algum modelo de outro estado ou país que o senhor ache interessante? Em que modelo o Brasil poderia se inspirar? O modelo ferroviário acopla outros negócios, como a própria exploração dos terminais. Por exemplo, no Japão, boa parte dos recursos que bancam o transporte ferroviário, que é muito mais caro que os ônibus, vem de negócios imobiliários (explorados pela concessionária). Então, a saída do transporte é buscar outros recursos também. No Brasil, temos uma limitação, mais no transporte urbano do que no intermunicipal, da capacidade de pagamento das pessoas. Só repassar o custo para os usuários talvez fique muito cara (a tarifa). (O sistema de transporte) tem que ter outra renda, em vez de subsídios.

Luiz Afonso Senna Presidente da Agência de Regulação dos Serviços Públicos (Agergs) um problema na própria lógica do sistema, na medida em que as empresas calculam os custos e dividem pelo número de passageiros pagantes. Ou seja, não é a lógica mais tradicional em que a empresa analisa a capacidade de pagamento das pessoas e, a partir disso, estuda os custos. Então, o setor de transporte dos passageiros precisa passar por uma reformulação, tanto no meio público quanto no próprio núcleo empresarial. A pandemia foi muito grave, afetou dramaticamente a demanda, mas foi mais um fator em algo que já estava em crise. Há quem defenda subsídios para o transporte coletivo? A grande dificuldade hoje é fazer com que o sistema consiga atender em um bom padrão e a custos razoáveis, sem necessidade de subsídios. Até porque, em um país que mal consegue pagar o salário dos funcionários, que tem gente morrendo de fome, gente catando lixo, subsídio é uma palavra muito difícil de se utilizar.

Diretor: Edmundo H. Pochmann Editora: Jocelaine Simão Sub-editor: Roberto Scheuer redacao@jornaldamanhaijui.com

Rua Albino Brendler, 122 Centro - 98700-000 IJUÍ/RS Cx. Postal 518 - (55)3331-0300

Jornal da Manhã: (55) 3331-0300 atendimento@jornaldamanhaijui.com Rádio JM: (55) 3331-0301 radio@jornaldamanhaijui.com Representantes Comerciais: Grupo de Diários

www.clicjm.com

Com as desestatizações que estão acontecendo no RS, a Agergs está preparada para assumir mais atribuições? A Agergs é uma das agências mais qualificadas do País, com um corpo técnico invejável. Mas, ao mesmo tempo, é uma das menores agências do País, do ponto de vista de pessoal. As agencias não têm que ser muito grandes. Há agências federais com 3 mil funcionários. Entretanto, existe uma quantidade mínima de pessoas para realizar a fiscalização. Existe a possibilidade de contratar apoio operacional para as funções da Agergs, mas também precisamos de técnicos altamente qualificados. Então, precisamos expandir um pouquinho, sim. Inclusive, agora, com esse arranjo do governo do RS junto ao governo federal (no Regime de Recuperação Fiscal), muito provavelmente a agência precisará até ser excepcionalizada em algumas questões (como a restrição à contratação de pessoal), para que possamos expandir nas novas áreas reguladas. Estamos nos preparando para isso. A expectativa é de que o governo nos dará todas as condições para esse crescimento.

Impressão em Off-Set Rotativa Cia de Arte CNPJ 92.107.978/0001-75 Rua Albino Brendler, 146 - IJUÍ/RS (55) 3331-0318 | 3331-0320 (após às 18h)

ciadearte@jornaldamanhaijui.com

ASSINATuRAS E CIRCuLAÇÃO: (55) 3331-0315 | 3331-0317 3331-0321 SEMEStRAl: R$ 300,00 ANUAl: R$ 600,00 CORREIO: R$460,00 (SEMEStRAl); R$ 900,00 (ANUAl)


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 16 e 17 de abril de 2022

7

INFLAÇÃO

Preço das commodities deve subir 28% em dólar Se os preços internacionais das commodities já estão elevados, pressionando as taxas de inflação pelo mundo, a situação pode ficar ainda pior. As commodities vão ter uma valorização de 28%, em dólar, neste ano. A estimativa é da consultoria MacroSector, que prevê um bom aumento das receitas no campo, mas os produtores vão ter margens bastante apertadas, devido à alta dos custos. Esse aumento externo dos preços vem de uma expansão global de 4,3% na economia. Essa evolução das commodities só não será maior devido à aceleração das taxas de juros pelo mundo. Os preços sobem mesmo com aumento de produção mundial e elevação dos estoques de vários produtos. A safra de milho deverá subir para 1,2 trilhão de toneladas, com elevação dos estoques para 301 milhões, segundo a consultoria. Já a soja, devido à quebra de safra no Brasil, terá uma produção mundial de 354 milhões de toneladas, abaixo dos 366 milhões do ano anterior. A MacroSector estima estoques finais de 90 milhões de toneladas para a oleaginosa nesta safra. Na anterior, o volume era de 102 milhões. As receitas internas, que vinham em um ritmo intenso, têm evolução menor em 2022. Para a consultoria, as lavouras vão render R$ 1 trilhão, 12% a mais do que em igual período do ano passado. Já o Ministério da Agricultura prevê um VBP (Valor Bruto da Produção) nacional de R$ 1,27

A proposta que pretende descentralizar a atuação das agências reguladoras gerou uma onda de rejeição entre empresas do ramo de infraestrutura que exercem atividades reguladas. Sugerida junto de outros dois textos sob alegação de melhorar o ambiente de negócios no País, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que mexe no funcionamento dos órgãos reguladores terá justamente o efeito contrário, na visão de especialistas e representantes do setor de transportes. "Agência reguladora forte significa local adequado para se investir. País com atratividade para o investidor. O nosso setor quer agência reguladora forte", disse Marco Aurélio de Barcelos, presidente da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR), que congrega 69 empresas.

2,26% Com quebra no Brasil, produção mundial de soja será de 354 toneladas

trilhão. Os dados do governo incluem também a pecuária. Na avaliação do Ministério, as receitas das lavouras aumentam 7,5%, e as da pecuária recuam 8,5% neste ano. A redução das margens dos produtores ocorre devido à pressão dos custos, principalmente à dos fertilizantes. Em março do ano passado, o produtor comprava uma tonelada de adubo com 14,6 sacas de soja. Neste ano, necessita de 23,6. A relação de troca ficou desfavorável também para produtores de milho e de cana. Já os de café, devido à disparada dos preços da commodity, mantêm uma relação favorável. No ano passado, trocavam 2,6 sacas por uma tonelada de fertilizantes. Neste ano, a relação é de 1,6 saca, nas contas da MacroSector. O preço médio do petróleo, um outro componente de custos para os agricultores, deverá subir

34% neste ano, em relação ao anterior. Já os fertilizantes mantêm preços 120% superiores aos de há um ano, como mostram os dados de importação da Secex (Secretaria de Comércio Exterior). Essa alta provocará uma redução no consumo e nas importações. As vendas internas de adubo vão cair para 42,2 milhões de toneladas, 8% abaixo das de 2021. As importações recuam para 32,9 milhões, com queda de 16%, avalia a consultoria. O dólar, que traz mais reais nas exportações quando elevado, deverá ficar em R$ 5,10 neste ano. Esse patamar, porém, onera os custos do setor agrícola, que depende de vários insumos do mercado externo. Segundo a consultoria, o PIB da agropecuária, que teve redução de 0,2% no ano passado, deverá evoluir 1,5% neste ano, acima do 0,5% do PIB geral do País.

Coelho assume a presidência da Petrobras

José Mauro Coelho

Setor de infraestrutura rejeita PEC que enfraquece agências reguladoras

José Mauro Ferreira Coelho tomou posse na quinta-feira como novo presidente da Petrobras. O executivo cumpre mandato de um ano e ocupa o lugar do general Joaquim Silva e Luna, que foi demitido pelo presidente Jair Bolsonaro em meio aos reajustes dos preços dos combustíveis. Ferreira Coelho não endereçou diretamente a questão da política de preços da Petrobras, mas sinalizou que pretende manter o "modelo de gestão" adotado desde 2017 com melhorias na "comunicação da empresa" sobre suas ações. "Em 2014, a dívida bruta da Petrobras era de US$

160 bilhões, uma das maiores do mundo corporativo. Hoje, com o novo modelo de gestão da empresa, é de menos de US$ 60 bilhões. A gestão da dívida abre espaço para que façamos investimentos", disse. Em seu discurso, Coelho ressaltou que seus obejtivos na gestão da Petrobras serão norteados por "eficiência" e "competitividade", mantendo a prioridade na exploração de petróleo enquanto faz desinvestimentos em atividades paralelas, como o refino. Ele afirma que a produção deve ser ampliada em 500 mil barris por dia.

foi o aumento do consumo nos lares brasileiros no primeiro bimestre de 2022, em relação ao mesmo período de 2021, de acordo com a Abras.

Inflação das famílias mais pobres avança

Reajuste de 5% desagrada servidores

A inflação das famílias mais pobres cresceu em março, mais uma vez, em ritmo mais acentuado do que para as famílias de maior rendimento, mostram cálculos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O principal motivo foi a alta dos alimentos, mais relevantes na cesta de consumo dos mais pobres. Em março, o Indicador Ipea mostrou aceleração de preços das famílias de renda muito baixa (1,74%).

Entidades que representam o funcionalismo federal ficaram insatisfeitas com a proposta de reajuste linear de 5% anunciado pelo governo, e afirmam que percentual não deve reduzir o fluxo de mobilizações. Categorias que compõem o Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) pleiteiam recomposição de 19,9%, percentual das perdas inflacionárias.

Privatização da Eletrobras será julgada na próxima quarta-feira pelo TCU O Tribunal de Contas da União (TCU) julgará a segunda etapa da privatização da Eletrobras na próxima quarta-feira. A conclusão da análise da segunda etapa da desestatização é esperada com grande expectativa pelo governo, que avalia que, caso o julgamento seja concluído na próxima semana, é possível finalizar a desestatização da estatal até o dia 13 de maio. Apesar da previsão do julgamento e a promessa do ministro da Economia, Paulo Guedes, de realizar a privatização em, no máximo, quatro semanas, membros do próprio Tribunal de Contas admitem a possibilidade de a conclusão do julgamento ser adiada.

Real digital terá projeto piloto até o fim do ano O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, disse que o projeto piloto do real digital deve estar pronto ainda no segundo semestre deste ano. Em evento da TC, plataforma de streaming sobre finanças, Campos Neto explicou que a moeda digital brasileira será feita por meio de stablecoins. Também chamadas de moedas estáveis, são moedas digitais pareadas em algum ativo ou cesta de ativos que permite o controle da volatilidade.


8

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 16 e 17 de abril de 2022

SAÚDE

Telemedicina é ampliada para outras áreas

A utilização da telemedicina, que consiste na realização de consultas médicas de maneira virtual, atingiu o pico no Brasil em 2021, segundo dados da pesquisa inédita divulgada pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic). Pelo menos metade da população brasileira realizou serviços de saúde on-line nos últimos doze meses. De acordo com o levantamento, a telemedicina foi mais utilizada entre as pessoas de maior renda, classes A e B. O grupo representa 42% de todas as pessoas que fizeram consultas on-line. Logo em seguida aparecem as classes C, com 22%, e as classes D e E, com 20% da demanda. Conforme o coordenador da pesquisa, Fabio Storino, a expectativa é de que, no futuro, as consultas on-line sejam democratizadas no País. “As principais barreiras são a do acesso à internet e do dispositivo móvel. Nós já tivemos uma melhora ao longo do tempo com o acesso, mas ainda precisamos democratizar mais o acesso aos serviços de saúde on-line. Precisamos abrir essa possibilidade para todos. Os brasileiros de uma forma geral precisam se beneficiar da telemedicina”, destacou o coordenador. A telemedicina foi regulamentada pelo governo federal durante a pandemia de covid-19, com o intuito de evitar aglomerações e,

consequentemente, a transmissão do vírus. A determinação teve início a partir de abril de 2020. Desde então, com o avanço da vacinação e a desaceleração dos casos de covid em todo o território nacional, a telemedicina tem deixado de estar vinculada apenas ao contexto da pandemia e vem ganhando espaço, embora ainda com alguma desconfiança de médicos e pacientes. O diretor-superintendente da Unimed Noroeste/RS, médico Leandro Zambon, reconhece que o número de profissionais que vêm disponibilizando agenda para consultas ainda é pequeno e não abrange todas especialidades médicas. Aponta que o modelo está sendo estimulado pelo Sistema Unimed como um todo e não apenas na região em que a cooperativa está presente. O médico ortopedista e traumatologista Augusto Heinen, que atua na Conex Ortopedia e Reabilitação, já acumula experiências gratificantes de teleconsulta. Ele reconhece que a legalização do modelo on-line apenas foi acelerada pela pandemia, “mas veio para ficar”. O profissional destaca que foi necessária a adaptação na rotina do consultório, desde a segurança das conexões, a mudanças nos prontuários eletrônicos e nas plataformas de atendimento, até mesmo na forma de interagir com o paciente que está a distância e

não fisicamente em sua frente. “Assim como os pacientes, nós médicos também tivemos que nos adaptar rapidamente”, ressalta. Mesmo com a facilidade, alguns pacientes se sentem inseguros e preferem a consulta presencial. "O atendimento on-line não veio exatamente para substituir de uma forma completa as consultas tradicionais. É apenas uma ferramenta que auxilia os nossos atendimentos”, observa Heinen. Ele reconhece que há algumas limitações. Segundo o médico, o exame físico, presencial, que na área da ortopedia é de grande valor, tem que ser adaptado para a consulta não presencial, mas gera satisfação na maioria dos casos. Em grande parte, os atendimentos realizados nas teleconsultas são de pacientes de outros municípios, de outras regiões ou, até mesmo, de outros estados, que em sua maioria já fazem a consulta de modo tradicional pois, em certas ocasiões, precisam apresentar algum exame solicitado ou reavaliar a resposta ao tratamento indicado previamente. Recentemente o ortopedista Augusto Heinen fez cirurgia em um paciente residente no Mato Grosso, realizando toda a avaliação pré-operatória por Telemedicina. O paciente veio a Ijuí para o procedimento e, logo em seguida, retornou a sua cidade para fazer a recuperação e dar seguimento a reabilitação.

Presidente do Cisa tem reunião no TCE A direção da Associação Gaúcha de Consórcios Públicos (AGCONP), realizou visita ao Presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE/RS) conselheiro Alexandre Postal, nesta semana. O objetivo foi de levar questões da nova legislação de licitações, que entrou em vigor nas últimas semanas. "Discutimos a nível de associação para qualificar os profissionais, quadros dos consórcios e futuras demandas", salientou o presidente da entidade e também é prefeito de Condor, Valmir Land. Ele também destacou a importância destas instituições na agilização para a busca de solução para os municípios e também para a redução de custos. "Nosso consórcio de Ijuí (Cisa)tem um orçamento estimado de R$ 70 milhões, usadas na compra de medicações para a região, em especifico aos municípios. Isso beneficia uma economia de 50 a 60% na compra de medica-

Alexandre Postal recebeu a direção da Associação Gaúcha de Consórcios

mentos para cada município", ressaltou Land. Ele reitera que existem 16 consórcios no Estado e que eles são de grande importância, para não depender apenas do Sistema Único de Saúde (SUS)

Estiveram presentes no encontro também a diretora executiva Elizabete Rolim e assessor jurídico John Gemelli. A AGCONP realizará, em novembro, o quinto congresso da entidade, criada em 2005.

Outras especialidades como a Ortopedia e a Oncologia são atendidas

A área de Oncologia é outra que tem disponibilizado teleconsultas. No Centro de Oncologia do Hospital Unimed Noroeste/RS, os atendimentos abrangem a área de Oncologia Clínica. “Tenho usado o formato on-line cada vez mais. É um método muito adequado, seguro, especialmente para pacientes oncológicos e aqueles com dificuldade de locomoção”, define a médica Letícia Y Castro. Quando há necessidade de exame físico, o encaminhamento é feito para a consulta presencial. Letícia acrescenta que o modelo favorece o acompanhamento

a longo prazo, com avaliação extremamente positiva tanto dos pacientes mais jovens quanto daqueles de mais idade. Na Unimed, os atendimentos on-line oferecidos abrangem o serviço implantado a nível estadual. O serviço está direcionado para os beneficiários do Sistema Unimed, sem custo adicional. Os atendimentos estão disponíveis em Clínica Médica, todos os dias. Podem acessar pacientes a partir de 6 anos de idade. Já as consultas de Pediatria estão disponíveis todos os dias da semana, sempre das 19h à 0h incluindo feriados.

Cai cobertura de vacinas obrigatórias para crianças

A taxa de cobertura de todas as vacinas obrigatórias para crianças, como aquelas contra sarampo e poliomielite, teve redução em 2021. Isso é o que mostra levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM). A queda na proteção, que começou a ser observada no Brasil por volta de 2017, pode agravar o risco de surgirem novos surtos das doenças. Grande parte dos índices não está acima de 70% – patamar distante das metas, na faixa de 90%. Os dados representam um retrocesso que coloca o Brasil em cenário similar ao da década de 1980. Especialistas apontam que as campanhas do poder público e, mais recentemente, a desinformação em relação às vacinas são algumas das causas. Nos últimos dois anos, a pandemia de covid-19 distanciou a população dos postos de saúde. “É um problema que a gente

não via anteriormente”, afirma a epidemiologista Carla Domingues, que coordenou o Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde de 2011 a 2019. “Agora isso (fake news) tem sido muito forte. Os pais estão hesitantes, receosos de que vacinas não vão fazer bem para a saúde de seus filhos. Então, é preciso ter uma grande mobilização para reverter a insegurança dos pais”, acrescenta. A epidemiologista explica que desde 2017, quando se notou que a cobertura vacinal começou a cair, algumas ações resultaram em uma melhora pontual do cenário em 2018, mas o quadro voltou a piorar nos anos posteriores. Conforme dados do DataSUS coletados pela CNM no início de março, a taxa de cobertura vacinal para poliomielite era de 84,74% em 2017. Em 2021, chegou a 67,13%.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 16 e 17 de abril de 2022

9

ELEIÇÕES

Região começa se mobilizar para disputas As eleições de 2022 estão mobilizando lideranças políticas em torno de várias candidaturas, embora o cenário esteja polarizado entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL). Na região não é diferente com as articulações dos partidos em municípios como Ajuricaba, Augusto Pestana e Coronel Barros. A reportagem do Jornal da Manhã ouviu lideranças destes municípios. A vereadora Marli Vianna (PDT), de Augusto Pestana, diz que o partido trabalha o nome de Ciro Gomes para presidência da República com indefinição no Estado diante da postura de Romildo Bolzan. "Nada contra o Ciro, mas penso que o partido tinha que dialogar mais antes da escolha de candidaturas. Ignoram os municípios, verdadeiros semeadores de votos." Ela também salienta a importância de que nestas eleições sejam debatidos temas como a inflação, a taxa de juros, a perda de poder aquisitivo da população e a defesa da democracia. Já o vereador Jardel Fernan-

Clarice Otonelli (Ajuricaba)

Jardel Fernandes (Ajuricaba)

Marli Vianna (Augusto Pestana)

Iara Dalla Corte (Coronel Barros)

des (PT), que é pré-candidato a deputado estadual, diz que o partido trabalha o nome do expresidente Lula em nível nacional e de Edegar Pretto para o governo do Estado. "Precisamos mudar. Estamos preocupados com o descaso do governo federal com os produtores atingidos pela estiagem e a precariedade de trecho da ERS-514, que está intransitável, com o re-

gistro de vários acidentes." A presidente do MDB de Ajuricaba, Clarice Otonelli, por sua vez, conta que o partido está focado na pré-candidatura de Gabriel Souza ao Piratini. A sua expectativa é que seja feita uma composição tendo como vice um integrante do PSDB. Clarice acredita que, apesar de o MDB lançar Simone Tebet como candidata a presidente,

dificilmente vai ser difícil sair da polarização entre Lula e Bolsonaro. "Penso ser improvável que a terceira via emplaque. Talvez até lancem Simone Tebet com Eduardo Leite de vice para ficar em evidência no cenário nacional." Em Coronel Barros, a presidente do PDT, Iara Dobler Dalla Corte, acompanha com preocupação a polarização

no País. "Não vejo com bons olhos. Isso acaba em violência. Não é bom para a democracia. Seria importante discutir a Saúde, a Educação, o Meio Ambiente e a Economia." Iara diz que o PDT apoiará nomes como Gerson Burmann e Eduardo Loureiro para deputado estadual, e Pompeo de Mattos e Afonso Motta para deputado federal.

Audiência pública debate problemas no atendimento do INSS de Ijuí

Vários problemas que vem ocorrendo nos serviços prestados pelo INSS foram debatidos na audiência pública realizada, na última quinta-feira, no plenário do Legislativo de Ijuí. A reunião foi coordenada pelo vereador Beto Noronha (PT), com representantes da OAB, SindisPrev, SSPMI, Sindiágua, Sindicomércio, APMI, OAB Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Associação de Aposentados, União das Associações dos Bairros de Ijuí, servidores do INSS, entre outros. Na oportunidade pessoas relataram as dificuldades no atendimento, sendo que muitas vezes o único contato foi o vigilante

do prédio do INSS. Informações dão conta de que a determinação da direção é de que os serviços sejam feitos através do sistema digital e não mais pelo atendimento direto. Na discussão foi apresentado o relato de um servidor que acabou penalizado por fazer atendimento de uma pessoa que precisava de ajuda. Advogados também apontaram problemas enfrentados ao utilizarem o sistema do INSS para encaminhamento de aposentadorias e pensões. Uma profissional relatou que havia marcado o atendimento com dez pessoas em um município. Ao chegar à cidade para fazer o

atendimento o sistema não funcionou e a advogada perdeu a viagem. Os presentes também trouxeram casos de profissionais do INSS que também tiveram dificuldades para o encaminhamento de aposentadorias e pensões. Noronha conta que foi definida uma comissão que na próxima terça-feira, às 9h, na sede da subseção da OAB, vai formatar documento a ser entregue no dia 29 de abril à agência do INSS e ao Executivo. Em Ijuí são 20 mil benefícios entre aposentadorias e pensões. No País, os servidores do INNS estão em greve pedindo reajustes e cobrando concurso público.

Na reunião foram apresentados relatos das dificuldades enfrentadas


10

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 16 e 17 de abril de 2022

DESENVOLVIMENTO

Santo Ângelo projeta crescimento com incentivos para empresas A modernização da lei de incentivo às empresas é importante para atrair investimentos e dessa forma promover a geração de emprego e renda nos municípios. Um exemplo de destaque na região acontece em Santo Ângelo. Ações do Executivo municipal vêm trazendo reflexos positivos na política de desenvolvimento da cidade. Na última semana, no auditório da Acisa, teve a oficialização de incentivos do Município para 11 empresas de Santo Ângelo que procuraram a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação para ampliação de seus negócios. A atividade contou com a participação do deputado estadual, Eduardo Loureiro (PDT). O prefeito Jacques Barbosa (PDT) explica que Santo Ângelo manteve a empregabilidade durante a pandemia, apresentando um crescimento de mais de 12% no retorno do ICMS para este ano com a recepção de mais de R$ 700 milhões de investimentos da iniciativa privada e cerca de R$ 50 milhões em obras públicas. “Para cada centavo investido pela iniciativa privada, há um retorno de investimento do município. Sem empresas fortes, não há

governo nem município forte”, observa. Os empreendedores estão recebendo benefícios fiscais e para-fiscais, com isenções e obras de infraestrutura, previstos na legislação e aprovados pela Comissão Municipal de Incentivos. Pelo programa de incentivo foram contempladas empresas estabelecidas na cidade que atuam no ramo moveleiro, construção civil, distribuição de bebidas, supermercado, marmorarias, clínica, peças e acessórios, entre outras. O secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação, João Baptista Santos da Silva, conta que dentre os incentivos estão isenção de IPTU por determinado período, assim como ISS, subsídio para o custeio do aluguel das empresas até a empresa se consolidar. "A prefeitura faz obra de terraplanagem custeando valor total ou parcial. O programa atende empresas de todos os portes e microempreendedores individuais. Hoje temos uma das mais completas legislações de incentivo do Estado para melhor atender as empresas." O programa também busca atrair empresas de outras cidades,

Prefeito Jacques Barbosa (direita) assinando concessão de benefícios

mas o foco maior é desenvolver as empresas locais. Para acessar os incentivos a pessoa interessada pode procurar a Secretaria de Desenvolvimento Econômico para encaminhar sua demanda. Ela é analisada pela Comissão Municipal de Incentivos (formada por secretários da administração, representantes da Acisa e da Intersindical) que avalia a proposta e a viabilidade do incentivo. O secretário diz que a política de incentivos criada há 10 anos vem sendo aprimorada, e se soma a outras ações voltadas ao desen-

volvimento. Ele cita exemplos de evolução, empresas como a Alibem que iniciou com 300 colaboradores e hoje conta com 1.900; a Fundimisa que tinha 400 passou para 1.100; e o Frigorífico Callegaro que aumentou de 200 para 500 colaboradores. O Executivo de Santo Ângelo deverá estar lançando em maio o programa Juro Zero para empréstimos destinados a pequenas empresas e microempreendedores individuais. A Prefeitura vai pagar os juros dos financiamentos para pequenos empreendimentos.

Corsan planeja ligação de nova adutora na próxima semana A Corsan segue em ritmo acelerado nas obras de ampliação das redes de água e esgoto, além das melhorias da rede, que possibilitarão uma melhor serviço de abastecimento para a comunidade de Ijuí. Em entrevista ao JM, o gerente local da Companhia, Flavio Krampe, destacou que os trabalhos, principalmente na adutora da rua Manaus, que desde o ano passado vem sofrendo intervenções para a troca da tubulação. "Estamos substituindo a tubulação de concreto por uma de ferro fundido, mais resistente. Essa mudança vai qualificar o abastecimento de água em Ijuí. Atualmente o trabalho está focado nas duas extremidades dessa adutora, que estão quase prontas para serem interligadas. Quando esta etapa estiver terminada, a próxima ação será a interligação da rede antiga, com a rede nova. Isso deverá ser bem planejado para que o serviço seja feito o mais rápido

Obras de adutora na rua Manaus estão em fase final para interligação de rede

possível para que a população não seja prejudicada por muito tempo com o desabastecimento. Alertamos que faltará água nesse período", comenta Krampe. A grande vantagem da nova tubulação será a de acabar com a falta de água que acontecia em decorrência da entrada de

ar nas tubulações. "Entrava o ar e era difícil retirá-lo. Fazíamos tentativas nos hidrantes da cidade. Com a nova adutora, o problema não vai existir, pois ela conta com equipamentos que facilitam automaticamente a saída do ar, sem intervenção dos nossos profissionais", explica

o gerente, informando que não haverá mais rompimento da distribuição e do abastecimento com a instalação da nova rede. Flávio Krampe ainda ressalta que a Corsan está focada em realizar o trabalho de substituição da rede de água na Rua do Comércio, no trecho onde estão ocorrendo as obras da Avenida das Nações. Segundo ele, toda a rede será substituída no decorrer deste mês e serão encerradas no mês de maio. O trabalho também será focado na rua Emílio Glitz, até a rua São Francisco. "Faremos a qualificação do abastecimento dessa região. Já temos implementado redes de esgoto na região que vai desde a rua São Francisco até a rua Guilheme Timm", relata. O gerente da Corsan também salienta que essas intervenções serão neste momento, pois depois que as obras da Avenida das Nações estiverem concluídas, novas intervenções não precisarão ser feitas.

SOCIAL-DEMOCRACIA - A social-democracia conseguiu um feito jamais realizado pelos socialistas originais: a tomada, ainda que dissimulada, dos meios de produção. Marx acreditava que, se o estado, no caso o estadoproletário, tomasse os meios de produção, o caminho para o comunismo estaria aberto. O que ele não previu é que a planificação econômica seria o prenúncio do colapso de recursos, o qual resultaria em escassez generalizada, fome, gastos irracionais, morte e regimes autoritários. Ludwig Von Mises previu, muito antes da queda do muro de Berlim, que nem o socialismo soviético nem qualquer outro modelo socialista poderiam prosperar em função de um único fator: a ausência do cálculo econômico sob o socialismo. Não há como existir cálculo econômico sem a propriedade privada dos meios de produção. E isso leva a uma alocação totalmente irracional dos recursos. Cientes da impossibilidade da apropriação física dos meios de produção, os socialistas modernos (agora social-democratas) tiveram uma ideia: por que, em vez de tomar os meios de produção, não tomar apenas o resultado da produção? Em um estado socialdemocrata, o governo permite que a propriedade continue a ser nominalmente de seu dono original, sendo confiscada apenas a riqueza produzida. O governo sempre atua para maximizar seu confisco, deixando para o produtor apenas o suficiente para que ele não desista da atividade, e assim continue gerando riqueza para ser confiscada pelo estado. Em resumo, o estado participa da partilha do lucro sem correr os riscos do empreendimento. ROBERTO CAMPOS - “Os artistas brasileiros são socialistas nos dedos ou na voz, mas invariavelmente capitalistas nos bolsos.” “É divertidíssima a esquizofrenia de nossos artistas e intelectuais de esquerda: admiram o socialismo de Fidel Castro, mas adoram também três coisas que só o capitalismo sabe dar: bons cachês em moeda forte, ausência de censura e consumismo burguês.” 19 ANOS - A inflação brasileira pós-pandemia ultrapassou o valor alcançado durante a crise de 2015 no governo Dilma. Resultado das políticas de expansão monetária adotadas no mundo todo. Reino Unido e EUA, por exemplo, alcançaram os maiores índices inflacionários de 30 e 40 anos, respectivamente.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 16 e 17 de abRiL de 2022

ENSINO

Acadêmicos retomam atividades com idosos

Estudantes do 5º semestre de Enfermagem da Unijuí retomam atividades com idosos que residem na Sabeve

Os acadêmicos do 5º semestre do curso de Graduação em Enfermagem da Unijuí, retomaram uma importante iniciativa junto ao Serviço de Amparo e Bem-Estar da Velhice (Sabeve), de Ijuí. Em função da pandemia, as atividades realizadas pelos estudantes precisaram ser pausadas e, no dia 8, acompanhados pela professora Cibele Thomé da Cruz Rebelato, da disciplina de Enfermagem na Atenção à Saúde do Idoso, desenvolveram diversas atividades alusivas à Páscoa. Foram proporcionados momentos de descontração, integração, desenvolvimento de

habilidades motoras e resgate da autoestima. Inicialmente, os idosos foram convidados a participar de uma atividade para a confecção de uma árvore de Páscoa, com pintura de casquinhas e socialização dos desejos para este período. Também foi realizado um bingo, com entrega de brindes que estimulam práticas saudáveis, como higiene diária e ingestão hídrica. Os estudantes também entregaram uma lembrança a todos os idosos da entidade. "Nos sentimos felizes em estarmos novamente neste local, pois o contato dos estudantes com esse grupo populacional proporciona um aprendizado qualificado",

destaca a professora Cibele. "É possível relacionar a teoria, com a prática diária de uma Instituição de Longa Permanência. Com isso, evidenciamos o fazer interdisciplinar, multiprofissional e o cuidado com os idosos, garantindo os direitos preconizados na Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa do Idoso”, acrescenta. A Sabeve é uma instituição privada, de longa permanência para idosos, que atende moradores de Ijuí e região. Com uma equipe multidisciplinar, proporciona um atendimento de qualidade e excelência, para qualidade de vida e um melhor envelhecimento.

Separação do lixo é tema de oficina As turmas do 1º ao 5º ano da Escola Estadual Ensino Fundamental Chico Mendes está desenvolvendo o projeto Cuidados com o Meio Ambiente, que objetiva através de atividades teóricas e práticas propiciar aos alunos momentos de vivências vinculados a atitudes de preservação e proteção à natureza. Segundo a professora Luciana Raquel dos Santos Porto a escola precisa oportunizar o aluno a reflexão do que são deveres de um cidadão, e um desses deveres é cuidar da natureza. "Os alunos realizaram uma visita na Trilha da Vó Preta com a intenção de proporcionar aos alunos o contato direto com a natureza e a valorização de ambientes naturais e conservados pela mão humana." No início do mês, a ação pedagógica contou com a oficina "a arte de reciclar", organizada

Os alunos da Chico Mendes participaram de ações sobre o meio ambiente

pela professora Marciele Dias. "A oficina foi pensada como estratégia de propor aos alunos a vivência da separação do lixo e o sensibilizar quanto a importância desse processo no dia a dia de cada um, e também no bem dessa ação para sociedade em questões socioambientais."

Segundo a professora Simone Gehlen a escola busca por meio do planejamento pedagógico individual e coletivo. " As ações buscam levar os alunos a reflexão de suas atitudes e ações que sejam sustentáveis, consequentemente de cuidados em relação ao meio ambiente enquanto cidadãos."

11

CSCJ promove atividades sobre a Páscoa

A comunidade escolar do Colégio Sagrado Coração de Jesus (CSCJ) esteve envolvida em uma programação especial em preparação a Páscoa. No último dia 8 aconteceu o tradicional retiro dos colaboradores, coordenado pela Equipe de Espiritualidade e Humanização. Na ocasião, foi seguido os últimos passos e fatos de Jesus. Foi um momento muito especial de sensibilização e espiritualidade em preparação a Páscoa. Em seguida, os colaboradores foram recepcionados para uma confraternização organizada pela APF. Na escola também foi realizada a campanha Páscoa Solidária - Faça uma criança feliz. Os colaboradores e alunos arrecadaram doces, bombons, chocolates e confeccionado mais de 120 cestas sortidas. As cestas foram doadas para as crianças do bairro Colonial, Pastoral da

Criança, e crianças do bairro São Geraldo. Segundo a diretora do educandário, Lorena Beal, durante a semana foi promovido diversas atividades com as turmas, com os alunos da Educação Infantil e dos Anos Iniciais tiveram um momento muito especial no Auditório Teresa Verzeri, a Contação de Histórias da Páscoa pelo coelho com as professoras Luciana Pasquali e Andriéli Tiecher Bueno. De acordo com programação os anos Iniciais e das salas de aula da Educação Infantil participaram do Circuito de atividades recreativas, promovido pelo professor Fernando Tamiozzo. Na última quarta-feira, os alunos tiveram uma recepção especial das coelhinhas nas entradas da escola e disfrutaram de um delicioso lanche coletivo nas salas de aula.

Os alunos tiveram uma semana de programação especial no CSCJ

Inep tem inscrições abertas para docentes

Estão abertas as inscrições para o cadastro de servidores de apoio para atividades de elaboração do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2022. O processo seletivo escolherá docentes vinculados a instituições de educação superior de todo o Brasil. A inscrição deverá ser efetuada até o dia 24 de abril, exclusivamente por meio do formulário de inscrição. Os profissionais selecionados substituirão os servidores do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) que se declararam impedidos de atuar na edição de 2022 do exame. Ao todo, são 10 vagas, sendo que as áreas de linguagens e matemática terão três vagas cada e as áreas de ciências da natureza e ciências humanas, duas vagas cada. Os profissionais receberão R$ 400 por dia efetivamente trabalhado, comprovado por lista de presença assinada pelo colaborador. Para participar da seleção, o profissional precisa ter diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior, devidamente registrado e emitido por instituição de educação superior credenciada pelo poder público competente, nas áreas listadas no edital da chamada pública; fazer parte do Banco Nacional de Itens (BNI) do Inep e ter realizado capacitações do instituto para elaboração de itens. Confira a íntegra do edital. Também é necessário ter experiência em atividade docente, nos últimos 24 meses, no curso de graduação vinculado à área para a qual o profissional pretende efetuar inscrição.


12

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 16 e 17 de abril de 2022

ESPECIALIDADE

Cicatrimed inaugura espaço no Bom Pastor Inaugurou na última quintafeira junto ao Hospital Bom Pastor Ijuí a Cicatrimed, clínica especializada no diagnóstico e tratamento de lesões cutâneas, que utiliza as mais variadas técnicas e coberturas no tratamento de feridas, como curativos simples, complexos e terapia por pressão negativa, proporcionando segurança e conforto aos pacientes. O evento contou com a presença de colaboradores e corpo clínico do Hospital, representantes de outras entidades e autoridades. A médica e coordenadora da Cicatrimed Ijuí, Vanessa Brendler, trabalha com feridas há quase 10 anos e explica que inaugurou a marca em Porto Alegre, em 2018, a fim de ampliar seu portfólio de terapias, o que trouxe uma série de benefícios aos pacientes, como conforto e aceleração do processo de cicatrização. Segundo ela, em 2020 foi convidada por colegas de Ijuí a estabelecer o serviço na re-

gião devido à grande demanda observada pelos profissionais que aqui atuam. "Desde então foram muitas reuniões e muita dedicação de toda equipe técnica junto com a franqueadora Cicatrimed e o Hospital Bom Pastor para tornar este serviço uma realidade", destaca. A Cicatrimed oferece um serviço especializado em prevenção e tratamento de feridas, onde o paciente é avaliado de forma integral, pois a cicatrização é um processo complexo, dependente de diversos fatores, sistêmicos e locais, que precisam ser manejados de forma individualizada. O paciente é acompanhado por médicos e enfermeiros que definem, entre os diversos produtos disponíveis no mercado, o mais adequado de acordo com seus ativos específicos e a condição de cada paciente. "Ijuí e região poderão contar com profissionais treinados pela maior rede de tratamento de feridas do País, o que trará conforto, segurança e agilidade na sua recuperação.

Através de protocolo próprio, desenvolvido com a melhor evidência científica disponível, associada ao uso racional das tecnologias, conseguimos acelerar o processo de cicatrização, reduzindo o sofrimento e melhorando a qualidade de vida do paciente", ressalta Vanessa. A Diretora Executiva, Rosane Schiavo, ressalta que o Hospital Bom Pastor se sente honrado em trazer para Ijuí, em parceria com os sócios da empresa Cicatrimed, um serviço de referência nacional. "Nossa Instituição investe em tecnologias, qualidade e segurança de forma humanizada. Encontramos no setor de Saúde, possibilidades de inovação em tratamentos que promovem a qualidade de vida e a melhora de patologias. Queremos reafirmar que somos parceiros de iniciativa como essas, que trazem para nossa comunidade regional, o acesso ao tratamento diferenciado e altamente qualificado. Estamos sempre disponíveis para acolher

Guilherme Pimentel, Caroline, Vanessa, Cristiane e Guilherme

novos serviços e iniciativas em saúde, pois esses empreendimentos representam soluções e entregas de valor à comunidade", declara Rosane. Os pacientes podem procurar este novo serviço sempre que apresentarem uma lesão de pele, como queimaduras, úlceras vasculares, pé diabético,

complicações pós-operatórias, lesões por pressão (escaras), entre outras. Além da médica Vanessa Brendler também são sócios os médicos Guilherme Pimentel (clínico geral), Guilherme Heuser (radiologista), médica dermatologista Cristiane Ludtke e a enfermeira Caroline Donini.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 16 e 17 de abRiL de 2022

13

MÁQUINAS

Registro de tratores é criticado por entidades Aprovado pelo governo federal no final de março, o Regulamento do Registro Nacional de Tratores e Máquinas Agrícolas (Renagro) é contestado por produtores rurais gaúchos. De acordo com o decreto Nº 11.014, a partir de outubro deste ano, os condutores deverão cadastrar todos os veículos com data de fabricação a partir de 2016 para que possam circular em via pública. O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) esclarece que o sistema é gratuito, que garantirá a propriedade do bem e dará mais segurança na comercialização do veículo. Se um trator for roubado, por exemplo, as polícias rodoviária Federal e estaduais poderão entrar no cadastro e ajudar na busca. Segundo a diretora de Apoio à Inovação para a Agropecuária do Mapa, Sibelle Silva, “com o Renagro e a redução do risco,

será possível, que os serviços de seguro (para estes veículos) sejam mais acessíveis e, os juros, reduzidos." Na avaliação do presidente da Frente Parlamentar da Agricultura Familiar (FPAF), deputado Heitor Schuch (PSB), a implementação deste procedimento traz apenas prejuízos aos produtores: "É mais um documento burocrático, que não melhora em nada a vida de quem, com muito esforço, cultiva o alimento do País. Esta exigência é uma atitude de total desconhecimento da realidade agrária brasileira", critica. Já o presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag), Carlos Joel da Silva, questiona também o fato de este compromisso ser imposto apenas aos proprietários de tratores agrícolas. "Por que não os veículos que estão nas prefeituras ou nas empresas que trabalham com

Os condutores deverão cadastrar todos os veículos com data de fabricação a partir de 2016

retroescavadeiras, por exemplo? O trator do agricultor só sai da propriedade para a lavoura ou do galpão para a lavoura ou da estrada para a propriedade, não

Busca por operações na agricultura cresce A procura por informações sobre o desconto possível para produtores familiares afetados pela estiagem dá uma dimensão do tamanho das perdas no Estado. Levantamento feito pela Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado (FetagRS) indica que cerca de 200 mil operações se enquadram nas exigências para buscar o rebate em financiamentos só no Estado. A medida é voltada a agricultores que tiveram prejuízos, mas não tinham cobertura de Proagro ou seguro rural. Para a finalidade, foi liberado R$ 1,2 bilhão via medida provisória, regulamentada no último dia 4."Pela quantidade de municípios com decreto de emergência e pelo volume de

operações, grande parte dos descontos será buscada por produtores do Estado", projeta Eugênio Zanetti, vice-presidente da Fetag-RS. Nos empréstimos de custeio, o dirigente estima que a maior parte dos pedidos seja feita por produtores de leite e carne, que não dispõem de Proagro. No crédito de investimento, deve ser mais generalizado. Pela regulamentação, estão aptos ao rebate de 35,2% produtores com financiamentos do Pronaf (custeio ou investimento) de Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e do Rio Grande do Sul, de municípios com situação de emergência ou estado de calamidade pública reconhecidos pela União ou ho-

Eugênio Zanetti

mologados pelos Estados entre 1º de setembro de 2021 e 28 de março de 2022.

vemos esta necessidade." Para os produtores, a medida ainda pode abrir precedentes para o governo impor a obrigatoriedade de emplacamento de tra-

tores e máquinas agrícolas, com pagamento de IPVA e demais taxas e impostos, tentativa que, de acordo com Heitor Schuch, já houve em um passado recente.

Suinocultores do RS estudam diminuir rebanho O presidente da Associação dos Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (Acsurs), Valdecir Folador, alerta que o rebanho gaúcho de suínos, em especial o mantido pelos produtores de fora do sistema integrado, pode cair até 400 mil cabeças em 2022. “Hoje temos cerca de 36 mil matrizes no plantel, e a expectativa é de uma diminuição para cerca de 15 mil”, diz. Segundo Folador, a entidade vem tentando negociar com a Secretaria da Fazenda do Estado a isenção de ICMS para a venda de suínos. O segmento paga 6% de tributo, carga que se tornou pesada com a queda de preços e o aumento de custos. “Vamos elaborar um ofício para a Sefaz fazer um estudo técnico, avaliar esta possibilidade e encaminhar o resultado ao Confaz até a próxima reunião ordinária, que deve ocorrer no segundo semestre”, adianta. Segundo a Central de Inteligência de Aves e Suínos (CIAS) da Embrapa, a produção do quilo do suíno vivo gera um desembolso de R$ 7,72 (média para fevereiro), mas o suinocultor recebe, em média, R$ 5,59 da indústria. “O suinocultor gaúcho está pagando para trabalhar”, reclama o vice-presidente da Acsurs, Mauro Antônio Gobbi.

Ministro defende transformação de resíduos em renda extra

"Menos burocracia e mais liberdade de mercado”

Goergen cobra "bom senso" para operação da Receita

O ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite participou do 4º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano, que tem como foco debater as potencialidades de aproveitamento de resíduos orgânicos de setores como a avicultura e a suinocultura para a geração de energia. O ministro lembrou do acordo do clima assinado na Escócia, por meio do qual o Brasil conseguiu trazer a oportunidade de transformar resíduos em receita extra para os produtores rurais. Ele disse que a preocupação do governo é fazer com que a tecnologia de transformação dos resíduos em biogás chegue aos pequenos produtores.

O deputado federal Marcel van Hattem (Novo-RS) assumiu a presidência da Frente Parlamentar pelo Livre Mercado (FPLM). “A nossa responsabilidade é muito grande como legisladores. Nós estamos trabalhando nas Leis do nosso País e na fiscalização dos órgãos públicos; por isso o nosso dever é trabalharmos para que tenhamos menos burocracia, mais liberdade de mercado e menos protecionismo no Brasil”, afirmou Van Hattem.

Para o deputado Jerônimo Goergen (PP), “bom senso” é a sugestão para a operaçãopadrão da Receita Federal nos portos brasileiros, que vem travando a importação de insumos e prejudicando a produção de produtos e que já está comprometendo a economia do País. Além da falta de produto, vai elevando o custo para a população, em geral”, acentua o congressista. O prazo médio para a liberação de produtos em portos e aeroportos subiu de cinco para 20 dias."Falta um pouco de espírito público."


14

Jornal da Manhã

SÁBADO E DOMINGO, 16 E 17 DE ABRIL DE 2022

LEGISLATIVO

Piaia critica atuação do Executivo Com a experiência de três mandatos no Legislativo, o suplente de vereador Junior Piaia (PCdoB) encerrou na quintafeira sua participação no Legislativo de Ijuí. Ele estava no lugar da titular, a vereadora Bruna Gubiani que tinha se licenciado. Em entrevista ao JM, o edil disse que o "Executivo desrespeita o Legislativo", dificultando o trabalho de fiscalização dos vereadores. Piaia cita como exemplo a resposta vaga dada pela administração ao seu pedido de informações sobre o programa de Regularização Fundiária (Reurb) que vem sendo implementado no município. O vereador conta que passados poucos dados e a alegação do Executivo foi que não poderia dar mais detalhes devido a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) para manter o sigilo das pessoas. "Isso não

faz sentido. Há uma lei federal promulgada em 2017 que permitiu aos municípios resolver essas pendências antigas e que garante a qualquer cidadão o direito de acompanhar todo processo e acessar as informações da regularização urbana efetuada em Ijuí. Fico chateado com essa postura diante de um tema importante que é a habitação." O político revela que o tema habitacional o fascina pela relevância da moradia na vida das pessoas. "Quando se tem acesso à casa própria ou até mesmo um terreno, isso garante boa parte dos instrumentos para se ter uma vida digna. Por isso na última sessão que participei solicitei a presidência do Legislativo que fosse reencaminhado o pedido de informação à Secretaria de Planejamento na tentativa de uma resposta mais completa." Nesta passagem pelo Le-

gislativo, Piaia lembrou que o Município persiste em debater velhos temas que até hoje não foram resolvidos com a iluminação pública e a precariedade das estradas. "Durante as sessões, recordei os compromissos da gestão passada como a modificação tributária para aqueles que têm terrenos asfaltados na área central em comparação às pessoas que vivem regiões mais afastadas. Seria necessário um novo zoneamento criando zonas fiscais e delimitá-las para tornar menos oneroso o IPTU de quem tem terrenos menos valorizados por conta da localização." O parlamentar faz um balanço positivo da sua atuação neste período no Legislativo. Piaia conta que vai continuar contribuindo com seu conhecimento adquirido quando vereador na questão fundiária e tributária.

NO RUMO DO TITANIC

Junior Piaia

"Vou seguir na iniciativa provada, mas conversei com a Bruna e vou dar uma assessoria, a ela e outros vereadores, dando assim minha contribuição."

Comissão avalia projeto sobre política habitacional

A Comissão de Políticas Públicas reuniu-se, na quintafeira, para encaminhamentos e definição de algumas pautas que serão tratadas na sessão ordinária do Legislativo, na próxima segunda-feira. A atividade foi presidida pelo vereador César Busnello (PSB). Um dos projetos de lei avaliados foi o que trata sobre a política habitacional de interesse social dos municípios, voltada para a população de baixa renda, que autoriza a regulação de imóveis cedidos pelo município. Esse projeto não

vai para votação. Ele recebeu emendas do vereador Junior Piaia e aguardará análise do IGAM. Também foi abordado o projeto de lei que viabiliza a transferência de recursos para Associação Noroeste Runners. O projeto vai para votação na sessão ordinária. Já o projeto de lei que altera dispositivos da Lei Municipal nº 5.738 de 22 de março de 2013m que trata das políticas de causa animal de Ijuí não vai para votação. Os vereadores irão ouvir representantes de entidades protetoras de animais.

Integrantes da Comissão de Políticas Públicas discutindo ações

Leite reúne-se com Gabriel Projeto que altera Lei Kiss gera polêmica na AL para discutir eleições O ex-governador Eduardo Leite (PSDB), o pré-candidato do MDB ao Palácio Piratini, deputado estadual Gabriel Souza, o presidente do estadual do partido, Fábio Branco, e o chefe da Casa Civil, Artur Lemos (PSDB), se reuniram na última semana. O encontro, primeiro desde a renúncia de Eduardo Leite, aconteceu no apartamento temporário do tucano. Leite alugou o local para morar até o que comprou na planta ser concluído. Na pauta da conversa entre as duas lideranças, os cenários eleitorais nacional e estadual. Gabriel e Branco afirmaram que a senadora Simone Tebet conta com ampla maioria no partido para seguir com a pré-candidatura ao

Planalto. Ela e Leite são classificados pelos partidos que buscam uma aliança ainda no primeiro turno da sucessão presidencial como a melhor chapa majoritária. Os emedebistas destacaram ainda que não há a menor chance de aproximação com Lula. Há ainda o entendimento de que o projeto no Estado precisa ter continuidade e que a parceria entre MDB e PSDB é importante para o cenário. Apesar do impasse envolvendo a insistência de João Doria, em manter sua pré-candidatura a presidência, a expectativa é a de que o prazo para o anúncio do candidato único do PSDB, Cidadania, MDB e União Brasil, dia 18 de maio, seja cumprido.

Com tramitação concluída na Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei Complementar 39/2020 à Lei Complementar Nº 14.376/2013, conhecida como Lei Kiss, poderá ser votado nos próximos dias se obtiver acordo de líderes partidários. A proposição, do deputado estadual Paparico Bacchi (PL), permite a técnicos industriais de nível médio com registro no conselho regional da categoria que sejam responsáveis pelo projeto e execução de Plano de Prevenção e Proteção contra Incêndios (PPCIs). No entanto, engenheiros e arquitetos são contra a mudança, por entenderem que o documento deve ser elaborado por profissional de nível superior compatível com a função.

A presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado do Rio Grande do Sul (Crea-RS), Nanci Walter, afirma que a AL-RS não poderia acolher um tipo de PLC que trata de atribuição profissional. “É uma prerrogativa da União, há um decreto federal que regula isto.” Já o diretor do Sindicato dos Engenheiros no RS (Senge-RS), João Leal Vivian, diz que, apesar dos esforços no contexto da prevenção a incêndios no Estado após a tragédia da Boate Kiss, em Santa Maria, em 2013, enxerga o que chama de “ataques à lei”, como a alteração que vai a votação no Legislativo gaúcho." “Temos visto modificações que precarizam a legislação", diz.

Num 13 de abril como hoje, há 110 anos, o Titanic seguia sua rota, rumo a Nova Iorque, orgulhoso e confiante, certo de sua supremacia sobre o mar. Estava a dois dias do choque com um iceberg. Seu poder submerso rasgou o casco de aço do presunçoso navio e o mandou para o fundo do mar. Boston está a uns 700 quilômetros a oeste do local daquele naufrágio, e a 8 mil quilômetros de São Paulo, o maior contingente eleitoral do Brasil. Num encontro em Boston, políticos brasileiros participaram de um seminário. Com a supremacia da verdade, embaçados por suas certezas, assumiam o risco de não perceber os riscos abaixo da linha d`água. Sergio Moro, em Washington, insistia em permanecer candidato à Presidência da República, negando expressamente que vá aceitar uma vaga para concorrer a deputado federal. A Senadora Simone Tebet, em Boston, deixou claro que o seu partido, MDB, mais o PSDB e o União Brasil vão indicar um candidato único, dia 18 de maio, a ser escolhido entre ela, Dória e Luciano Bivar - excluindo expressamente Moro. Ciro Gomes estava nos Estados Unidos também, vendo afundar seu concorrente de terceiro posto, e não quer ficar a ver navios. A Senadora pode ir vestindo o colete salva-vidas. Em Brasília, Sarney e metade da bancada de senadores do MDB jantaram ontem na casa do ex-ministro de Lula, Eunício Oliveira. Eduardo Leite também estava no tombadilho em Boston. E suscitou mexericos na primeira classe. O Comandante está fazendo manobras estranhas. Indispôs-se com a classe média, queixando-se que gasta demais; com os religiosos, pregando aborto para quem não quiser ter filho; com os militares, ameaçando tirar todos de seus postos no governo; com os deputados federais, ensinando a assediar suas famílias; com 600 mil proprietários legais de armas, prometendo desarmá-los, enquanto daria poder ao MST e ao MTST. Juízes supremos, que vão arbitrar eleições e julgar questões envolvendo o governo estavam lá, como se estivessem em campanha política, abandonando a imparcialidade. A banda vai emitindo as notas. A orquestra de bordo sente que pode afundar, mas tocar é preciso. A banda eleva o volume para impedir que os passageiros percebam os perigos da rota; os sons saem desesperados, mas têm que tocar até o fim. E a nave segue seu rumo.


Jornal da Manhã

sábado e domingo, 16 e 17 de abril de 2022

15

POLÍTICA

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.294

O salário mínimo em 2023 deve ser de R$ 1.294, de acordo com projeção do governo Jair Bolsonaro no projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), enviado ao Congresso na quinta-feira. Este é o quarto ano sem aumento real do salário mínimo. Assim como tem ocorrido nos últimos anos, esse número pode mudar até a aprovação do Orçamento para 2023, a depender do andamento da inflação em 2022. O governo havia convocado uma entrevista coletiva para a divulgação das bases do Orçamento de 2023, mas cancelou a apresentação duas horas antes do início. A explicação do Ministério da Economia é de que houve um atraso na tramitação do texto. O prazo para enviar a proposta ao Congresso é determinado pela Constituição e encerrou ontem. A correção do salário mínimo é feita com base no Índice Nacional de Preços ao

Jair Bolsonaro

Consumidor (INPC). A equipe econômica considerou que o indicador será de 6,70%, o que elevaria o benefício dos atuais R$ 1.212 para os R$ 1.294 propostos. O problema é que a inflação segue acelerando, e o INPC é mais afetado por alterações nos preços de produtos básicos de consumo, como alimentos, gás

e transporte. Projeções de economistas apontam que a inflação deve fechar 2022 acima dos 8%. Nesse sentido, está sendo considerado, para fins de projeção das despesas, apenas o arcabouço legal atualmente vigente, como, por exemplo, o preceito constitucional de manutenção do poder aquisitivo do salário mínimo, não levando explicitamente em consideração os impactos decorrentes das reformas e propostas ainda em discussão”, justificou a equipe econômica na proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias. Neste ano, a primeira projeção feita para o salário mínimo, que foi apresentada na LDO, era de R$ 1.147. No entanto, ele acabou sendo fixado para R$ 1.212, considerando um resíduo de R$ 1,61 decorrente da diferença de reajuste que foi efetuado em 2021, assim como a inflação. Mesmo assim, o valor acabou sendo insuficiente devido à inflação.

Simone Tebet ganha força no PSDB

O nome da senadora Simone Tebet (MDB-MS) ganha força entre partidos do centro político que se comprometeram a lançar uma candidatura única ao Palácio do Planalto neste ano. Além de arregimentar apoios formais de diretórios regionais emedebistas, ela passou a ser vista neste momento como a pré-candidatura mais “estável” da chamada terceira via por integrantes da cúpula e da bancada do PSDB, apesar da persistência do ex-governador João Doria,

que venceu as prévias tucanas de 2021. Junto neste bloco, o União Brasil que apresentou oficialmente o deputado Luciano Bivar (PE) como pré-candidato à Presidência. Nos bastidores, ele é apontado como um candidato a vice na eventual chapa do consórcio dos três partidos. MDB, PSDB e União Brasil definiram um calendário para buscar o consenso. Depois do lançamento de Bivar, os dirigentes vão se reunir na próxima semana para

discutir os critérios de escolha. O martelo será batido no dia 18 de maio. Presente a um evento em homenagem ao prefeito Bruno Covas, morto em maio de 2021, o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, repetiu para jornalistas o que já tinha dito reservadamente antes em um jantar fechado com empresários. Segundo ele, a decisão tomada pelo consórcio MDB, PSDB e União Brasil será definitiva e soberana.

Inquérito da PF aponta indícios de crime

O inquérito da Polícia Federal que apontou indícios da prática dos crimes de corrupção e de lavagem de dinheiro pelo ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, mostra num trecho de suas 217 páginas que ele trata um apadrinhado em posto-chave do governo como seu despachante pessoal. Em uma conversa, o ministro se refere ao presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Alexandre Cordeiro, como “meu menino” e diz ainda “eu botei ele lá”. Em troca de apoio do Progressistas, sigla que controla, o ministro conseguiu fazer de

Cordeiro o mais longevo a ocupar o alto escalão do Cade. E, ao se aproximar do presidente Jair Bolsonaro, colocou “seu menino” no posto mais alto. O Cade é um dos órgãos mais temidos pelos empresários. É lá que são investigadas as acusações de prática de cartel e são decididas fusões de empresas que envolvem bilhões. A conversa em que Ciro Nogueira fala sobre sua influência no Cade foi gravada pelo empresário Joesley Batista, do grupo J&F, no dia 17 de março de 2017, quando ele buscava provas para sua delação premiada. E só agora veio à tona.

Ciro Nogueira

Pressionado por Bolsonaro, TSE procura apoio de observadores internacionais nas eleições Sob pressão política interna, o Tribunal Superior Eleitoral decidiu recorrer a observadores internacionais para aplacar ataques à lisura das eleições deste ano. A Corte disparou diversos ofícios com convites para autoridades e organizações internacionais acompanharem a disputa pelo Palácio do Planalto. A estratégia ocorre em meio a discursos do presidente Jair Bolsonaro que questionam de forma antecipada o resultado das urnas. As respostas aos chamamentos da Justiça Eleitoral devem começar a chegar entre o fim deste mês e o início de maio. Dentre os convidados notórios estão a União Europeia, a Organização dos Estados Americanos e o Carter Center, organização fundada pelo ex-presidente dos Estados Unidos Jimmy Carter na área dos direitos humanos. A reação foi imediata. Em nota, o Ministério das Relações Exteriores disse que o eventual convite à comunidade europeia destoa do modo de funcionamento convencional das missões de observação. A pasta não recebeu com satisfação o movimento da Justiça Eleitoral.

Associação de delegados da PF critica governo

Braga Netto se filia ao PL em ato secreto

A Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal divulgou nota em que cita possível “quebra desleal” de um acordo com a categoria por parte do governo Jair Bolsonaro. A entidade diz que o Executivo “não cumprirá” um compromisso, que teria sido assumido pelo presidente, de reestruturação das forças policiais da União.

O ex-ministro da Defesa Walter Braga Netto se filiou ao PL em um “ato secreto” no dia 28 de março. Desde então, ele está legalmente habilitado para assumir a candidatura a vice de Jair Bolsonaro na campanha à reeleição. A filiação do general ocorreu sem a ciência até mesmo de líderes do PL. A ideia é formar uma chapa pura.

Ex-procurador Rodrigo Janot se filia ao Podemos O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot filiou-se ao Podemos. A informação foi confirmada pelo senador Alvaro Dias, uma das lideranças da legenda. O partido, que perdeu Sergio Moro no fim de março, agora recebe outro nome que participou de ações da operação Lava Jato. O Podemos, inclusive, defendeu Janot das denúncias de irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

35

foi o número de audiências dos pastores Arilton Moura e Gilmar dos Santos. Os dois religiosos são suspeitos de pedir propina no MEC para liberação de verbas públicas aos municípios.

Edson Brum tem nome aprovado para o TCE

Alckmin participa de agenda de Lula

Por 10 votos a um, a Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa aprovou a indicação do deputado Edson Brum (MDB) para a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, que está aberta desde a aposentadoria de Algir Lorenzon. Edson Brum cumpre o quinto mandato na Assembleia e ocupa a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado.

Um dia após o diretório nacional do PT aprovar o nome do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSB) à vice do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-tucano participou da agenda do petista e afirmou que a luta sindical “deu ao Brasil o maior líder popular deste País: Lula”. A declaração foi dada durante encontro com centrais sindicais em São Paulo.


16

Jornal da Manhã

sábado e domingo, 16 e 17 de abril de 2022

Esportes

CAMPEONATO DE CATUÍPE

OLIMPÍADA ESCOLAR

A 4ª rodada do Campeonato de Futebol de Catuípe foi cancelada em função das comemorações da Páscoa amanhã. Conforme o presidente do Conselho Municipal de Desportos Cristiano Baggio, a competição será retomada na semana que vem com estas partidas no campo do Três de Maio de Três Vendas: às 13h45, União x Floriano; e às 16h, Aula Brasil x Canto do Rio. O Campeonato de Bocha teve a disputa de uma rodada quarta-feira com nove jogos.

A cerimônia de abertura da Olimpíada Escolar de Ijuí será na próxima terça-feira, às 8h15 no Complexo Poliesportivo. Participarão escolas municipais, estaduais e autoridades. Está prevista apresentação da Cia Cadagy e às 9h30, tem início a Rústica. A Olimpíada será disputada nas categorias pré-mirim(2011 e 2012), mirim(2009 e 2010), infantil(2007 e 2008) e juvenil(2004, 2005 e 2006).

São Luiz assina contratos de parceria com o CFE

São Luiz assinou contratos com a Escola CFE, que administrará a base e a escolinha licenciada

O São Luiz assinou dois contratos na última quinta-feira com a Escola Centro de Formação Esportiva(CFE). O primeiro diz respeito a Escolinha licenciada do Rubro e o segundo se estende para as categorias de base que serão administradas a partir de agora pelo CFE no Sub-15, Sub-17 e Sub-20. Os contratos tem validade por cinco anos.Participaram do ato o presidente Lauro Hass, o diretor de futebol Luciano Miron, que vai coordenar a base do clube e os coordenadores do Centro de Formação Esportiva,professores de Educação Física Osmar Laureano e Paulo Wissmann. Lauro Hass disse que em setembro de 2020 quando assumiu o clube já sonhava com esse momento tão importante.Afirmou que todos os integrantes da diretoria possuiam como um dos grandes objetivos ter condições de dar um pontapé inicial ou recomeçar um trabalho que por muito tempo esteve adormecido. O presidente frisou que é um projeto que não se teve antes condições ou o interesse necessário

para dar andamento a uma iniciativa tão importante que é o trabalho das escolinhas e das categorias de base. Lauro Hass revelou que nessa caminhada durante um longo tempo conversou com Osmar Laureano e Paulo Wissmann durante três meses para construir a parceria e chegar a um denominador comum. "Acho que daqui para a frente a gente pode começar de novo a sonhar de termos num futuro próximo a revelação de algum menino que possa ser dito que ele saiu da base do São Luiz e hoje é uma realidade. Ao longo dos seus 84 anos o Rubro teve vários atletas que passaram por aqui, mas muito pouco desses jogadores a agremiação teve benefício em relação a questão financeira". O presidente salientou que o São Luiz tenta construir de que o atleta ao participar da base do clube e da Escolinha,passe a ter um vínculo. O menino terá um registro da base e que caso se destaque no futebol o clube poderá obter bons frutos em relação à

isso. Disse esperar que essa parceria seja duradoura, pois é um marco para o clube e o município. Paulo Wissmann afirmou que é um sonho que está se concretizando, pois desde que voltou para Ijuí em 1997 sempre trabalhou com crianças em escolinhas. Lembrou que a região tem atletas com perfis e biotipos fundamentais para o surgimento de novos talentos que o futebol exige. "Categoria de base não é jogar um ano, fechar e depois fazer de novo na próxima temporada. É o ano todo, precisa ter uma continuidade. Agora estamos agregando o nome do São Luiz, que tem um apelo muito grande", disse. Frisou que o sonho é formar jogadores para o time e os que possam ter uma carreira em grandes clubes. Osmar Laureano citou que Ijuí e região possuem muitos talentos que precisam ser lapidados. Lembrou que na Escola CFE passaram muitos que não chegaram a ser atletas de futebol, mas estão bem encaminhados na sociedade. Isso também faz parte do esporte, de construir o cidadão. "O funil no futebol é muito estreito. Chegamos no São Luiz para fomentar isso desde os pequenos com uma filosfia de trabalho de formação esportiva e a partir daí o gargalo vai para um estreitamento onde você capta atletas, coloca num campo com torcida e pressão, uma exigência maior. Neste caso ele precisa estar formado. Isso se faz em grandes centros e Ijuí tem pessoas habilitadas para esse trabalho". O primeiro desafio é o Gauchão Sub-17. A competição começa em maio e o São Luiz vai participar.

Ijuienses disputam Estadual de Kettlebell Sport O atleta de Ijuí Rodrigo Jair Machado participou nos dias 2 e 3 desse mês em Santiago com sua equipe da G7 Cross Training, do Campeonato Gaúcho de Kettlebell Sport.Os ijuienses subiram ao pódio no masculino e feminino. Mais de 70 atletas participaram. Rodrigo sagrou-se campeão na prova de 24 kg, 10 minutos e terceiro lugar na prova de Meia Maratona, de 30 minutos. Em maio ele disputa o Campeonato Mundial em Portugal.

Equipe de Ijuí conquistou bons resultados na competição em Santiago

CAMPEONATO DISTRITAL O Campeonato Municipal de Futebol Distrital de Ijuí não terá jogos amanhã em razão da Páscoa. A terceira rodada será disputada dia 24 de abril com estes jogos: chave A, campo de Santana,13h45, Flamengo da Linha 11 Norte x Avante; e 16h,São José x Flamengo de Vila Santo Antônio; chave B, campo do Juventude do Barreiro, 10h, Floresta x Juventude de Esquina Heidmann; 14h, Juventude do Rincão dos Goi x Mauá; e 16h, Chorão x Juventude do Barreiro.

PARCERIA REGIONAL A Escola Marítimo Brasil, unidade de Ijuí abrirá uma filial em Cruz Alta, com apoio da Prefeitura. A denominação será CS Marítimo Brasil, Cruz Alta. Gilson Asmann, que administra a Escola na região, disse que os trabalhos começam em maio. Ele revelou que o secretário de Esporte de Cruz Alta, Cristiano Prudêncio, o procurou manifestando o interesse na parceria. Recentemente esteve em Ijuí o presidente do Marítimo Brasil, Mauro Rocha, para explicar os detalhes do projeto e os planos de expansão na Região Noroeste.

GAUCHÃO SÉRIE B A Federação Gaúcha de Futebol definiu quinta-feira com os clubes as datas, os grupos e a forma de disputa do Gauchão Série B 2022. A competição tem início dia 26 de junho e vai até 9 de outubro, com jogos de turno e returno. Os 17 clubes ficaram divididos em quatro grupos regionalizados. Classificam-se as duas melhores equipes de cada chave. As quartas de final, semifinal e final serão disputadas em jogos de ida e volta. EQUIPES Grupo 1: Atlético Carazinho, Elite, Santo Ângelo e São Borja Grupo 2: Garibaldi, Gramadense, Igrejinha e Marau Grupo 3: Sapucaiense, PRS, União Harmonia, Monsoon e Riopardense Grupo 4: Farroupilha, Rio Grande, Riograndense e Bagé


Jornal da Manhã

DOIS TOQUES

Carlos Alberto Padilha esporte@jornaldamanhaijui.com

ESTREIA - O São Luiz sob o comando do novo técnico Daniel Franco faz amanhã em Jaraguá do Sul, contra o Juventus ,a estreia na Série D do Campeonato Brasileiro. É um novo projeto que se inicia, de reconstrução, mudanças. O treinador junto com a comissão técnica faz um bom trabalho nos treinos da semana, muita qualidade e variações. Se dentro de campo o resultado vai aparecer é uma outra história, um time de futebol leva na maioria das vezes tempo para se afirmar. Mas é inegável que a metodologia de trabalho mostra evolução. Vejo isso no dia a dia. O meia João Vieira que jogou o Gauchão pelo São Luiz está indo para o Paysandu. INCENTIVO- O Rubro assinou parceria com o Centro de Formação Esportiva(CFE) para a Escolinha e categorias de base. Decisão importante, pois nenhum clube consegue sobreviver por muito tempo sem olhar para a base. Falei rapidamente com o presidente Lauro Hass sobre a eleição no São Luiz. Deixou nas entrelinhas que pode rever a posição de não concorrer à reeleição. Teremos desdobramentos nos próximos dias. TENISTAS- A Associação Atlética Banco do Brasil(AABB) sedia desde ontem nas suas quadras e na Sociedade Recreativa Ijuí(SRI), o 1º Open de Tênis. Participam mais de 50 tenistas no masculino e feminino em suas respectivas categorias. O Open é em benefício da Liga de Combate ao Câncer. LARGADA- Começa mais uma Série D do Brasileiro. A competição terá início neste fim de semana e reunirá 64 clubes, distribuídos em oito grupos de oito times. Os quatro melhores de cada chave avançam para o mata-mata. Os quatro semifinalistas garantem acesso à Série C de 2023. As partidas da final estão previstas para os dias 18 e 25 de setembro, As quatro equipes que conquistarem o acesso receberão premiação, sendo que os dois primeiros além da bonificação financeira - ganharão um automóvel. O campeão embolsará R$ 320 mil, o vice levará R$ 250 mil, o terceiro colocado R$ 150 mil e o quarto outros R$ 100 mil.

SÁBADO E DOMINGO,16 E 17 DE ABRIL DE 2022

17

São Luiz inicia disputa pela segunda vez da Série D O São Luiz tem amanhã às 16h no Estádio João Marcatto, em, Jaraguá do Sul, diante do Juventus, o seu primeiro desafio na Série D do Campeonato Brasileiro 2022. O Rubro disputa pela segunda vez a competição nacional. Em 2020 realizou uma boa campanha foi até a terceira fase sendo eliminado pela Aparecidense-GO, com derrota em casa e vitória longe dos seus domínios. Com mudanças no elenco a casamata do Rubro tem novidades com as chegadas do técnico Daniel Franco, do auxiliar Rodrigo da Rosa e do preparador físico Rogério Trentin. São 15 os jogadores remanescentes do Gauchão passado, o capitão Paulinho Santos JoãoAugusto, Felipe, Luiz Carlos, Lucas Carvalho, Mizael, João Marcus, Thalheimer, Rafael Goiano, Márcio Goiano, Jefferson Prill,Matheus Índio, Juba , Piolho e Jhonatan Ribeiro. As novidades para a competição nacional são o goleiro Marcos, o zagueiro Wesley, o volante Felipe Guedes, os meias Vandinho e Ricardo Liell e os atacantes Ygor Vinicius e Édipo. Os garotos Igor Pilissão, Luan e Japa também treinam e estão sendo avaliados pela comissão técnica. O São Luiz está concentrado em Joinville. O Rubro não conseguiu hospedagem em Jaraguá do Sul e viaja para aquela cidade amanhã no início da tarde. Hoje às 10h, acontece um treinamento no CT do Joinville. O técnico Daniel Franco não confirmou oficialmente o time. Quinta-feira à tarde, véspera da viagem o comandante do Rubro orientou um treino em espaço reduzido, de passe e transição defensiva. Depois foram trabalhadas a bola parada,cobranças de faltas e

Lucas Dornelles/E.C.São Luiz

Meia Vandinho é uma das novidades do São Luiz para a disputa da Série D

BRASILEIRO SÉRIE D 1ª rodada Chave A8 Amanhã 17.4 Juventus x São Luiz-apito de Victor Lucas Pereira da Silva-16h Aimoré x Marcílio Dias-SC-apito de Ilbert Estevam da Silva-SP16h Cascavel x Próspera-apito de Renan Novaes Insabralde-MS-16h Quarta-Feira, 27.4 Azuriz-PR x Caxias- apito de Fabiano Monteiro dos SantosSP-20h Jogos do São Luiz-1º turno-

pênaltis. O treinador vem trabalhando bastante o perde pressiona, com marcação alta tirando os espaços do adversário após a perda da bola. Quando ataca o time joga no 4-41 e quando defende se arma no 4-3-3.Em relação aos amistosos aconteceu uma modificação no setor ofensivo. Jhonatan Ribeiro atuou como titular pelo lado esquerdo diante do Inter-SM e contra o Sindicato dos Atletas Profissionais, com Ygor Vinicius na extrema direita. Agora com a entrada de Juba na direita, Ygor

1ª fase 17.4-domingo-Juventus x São Luiz-16h 23.4-sábado-São Luiz x Azuriz-PR-16h 1º.5-domingo-Cascavel x São Luiz-15h7.5-sábado-São Luiz x Caxias-15h14.5-sábado-Aimoré x São Luiz15h 21.5-sábado-São Luiz x Próspera-15h28.5-sábado-Marcílio Dias x São Luiz-16h

Vinicius atua pelo lado canhoto. “A Série D é uma competição difícil, mas estou confiante em uma boa participação do São Luiz.Aos poucos o grupo foi se encorpando e ganhando opções. Respeitamos todos os adversários, mas vamos buscar nos impor no campeonato”, disse o técnico Daniel Franco. O Juventus do técnico Cidimar Aparecido Ernegas(Alemão), após a queda para a Série B do Campeonato Catarinense passou por um processo de reconstrução. Foram contratados cerca de 10

JUVENTUS

SÃO LUIZ

Hudson Jr. Alex Travassos Richard Lucas Cunha Cesinha; Daniel Zé Augusto Jeffinho; João Artur Uelber Yago Técnico: Alemão

Marcos; Lucas Carvalho João Marcus Thalheimer Márcio Goiano; Jefferson Prill Paulinho Santos Vandinho; Juba Édipo Ygor Vinicius Técnico: Daniel Franco

Árbitro: Victor Lucas Pereira da Silva(GO), com os assistentes Hector Andrew Lisboa Jaques e Deise Genoefa Bellaver(SC).4º árbitro: Celio Amorim(SC) e analista de campo, Fernando Lopes(SC). Local: Estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul(SC). Início:16h.

jogadores, entre eles os zagueiros Lucas Cunha(ex-São Caetano), Ramon(Monte Azul-SP), lateraldireito Cleiton(ex-Hercílio Luz), volante Duda(ex-Rio Branco-PR) , ZéAugusto(ex-Patrocinense); meia Wallace(ex-Lemense-SP) e os atacantes Uelber(ex-Joinville),Yago(ex-AudaxSP) e Thiaguinho(Figueirense).O time no 4-2-3-1 joga com bastante liberdade dos Alex Travassos e Cesinha. O canhoto Jefinho que é meia tem atuando pelas extremas, e trabalha bastante no setor de articulação. Foi o jogador com maior número de assistências no Campeonato Catarinense onde o time foi rebaixado junto com o Próspera.

Internacional demite o técnico Alexander Medina

O Inter anunciou ontem a demissão do técnico Alexander Medina.O empate em casa em 1 a 1, diante do Guaireña quintafeira pela Copa Sul-Americana foi a gota d´água para a saída do treinador que colecionou maus resultados.Também deixam o clube os auxiliares Fernando Machado e Jadson Vieira; os preparadores físicos Alexis Olariaga e Richard González; e o analista de desempenho Mariano Levisman. O auxiliar técnico Cauan de Almeida assume como interino a partir do treino deste sábado. Amanhã às 18h o Inter enfrenta o Fortaleza no Beira-Rio em busca da primeira vitória no

Brasileirão.A partida marca a despedida do futebol do ídolo D’Alessandro. Uma preocupação é o volante Edenilson, com lesão no joelho esquerdo. O Juventude joga hoje às 18h pela Série A, diante do AméricaMG, em Belo Horizonte.O técnico Eduardo Baptista ganhou mais opções no elenco. O Grêmio que tem compromisso na terceira rodada do Brasileirão, Série B contra o Guarani de Campinas na próxima semana, prepara a estreia do atacante Elkeson. O jogador que estava no futebol chinês aprimora a parte física para ficar à disposição do técnico Roger Machado.

JOGOS 2ª rodada Hoje,16.4. Goiás x Palmeiras-16h30 Corinthians x Avaí-19h América x Juventude-19h Cuiabá x Fluminense-21h Amanhã,17.4 Santos x Coritiba-11h Flamengo x São Paulo-16h Red Bull Bragantino x AtléticoGO-18h Internacional x Fortaleza-18h Athletico-PR x Atlético-MG-18h Ceará x Botafogo-19h Série B 2ª rodada Hoje,16.4. Operário-PR x Ponte Preta-11h

Ituano x CSA-16h Sampaio Corrêa x Tombense16h30 Guarani x Sport Recife-18h30 CRB x Vasco da Gama-19h Ontem,15.4. Grêmio x Chapecoense* Náutico x Bahia* Resultados Terça-Feira,12.4. Vila Nova-GO 0 x 0 Novorizontino Cruzeiro 1 x 0 Brusque Quinta-Feira,14.4 Criciúma 1 x 0 Londrina * Não concluídos até o fechamento da edição


18

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 16 e 17 de abril de 2022

REGIÃO

Município de Bozano completa 22 anos de emancipação política

Renato Casagrande

O município de Bozano comemora 22 anos de emancipação político-administrativa hoje. Com uma população estimada em 2,1 mil habitantes, o município é terra de bons negócios, agricultura forte, comércio e serviços pujante. Seus pontos turísticos evidenciam seus campos verdes e matas nativas. Sua localização estratégica e economia forte, que tem como base a agricultura, ganha destaque entre os municípios com menos de 10 mil habitantes que mais se desenvolvem na região Noroeste Colonial. "Estamos fazendo em Bozano aquilo que no início as pessoas queriam fazer, que é desenvolver o município em passos lentos, mas com objetivos bem traça-

dos", disse o prefeito, Renato Casagrande. "Bozano avançou bastante em obras. Hoje se olharmos as estradas elas estão em perfeitas condições em quase sua totalidade. Aquele Bozano de antigamente, que era pequeno, hoje dá para ter orgulho de morar aqui", acrescenta. Para marcar as comemorações do aniversário e os 26 anos de fundação, a Secretaria Municipal da Educação, por meio da Coordenadoria de Esporte e Lazer realiza hoje programação esportiva no Ginásio Municipal de Esportes e no campo do Riograndense. A abertura do evento acontece a partir das 8h30, com amistoso entre a escolinha municipal de futsal e a equipe Bola na Rede

de Pejuçara. Já para às 14h, no campo do Riograndense, está prevista a realização de uma mateada, aonde será disponibilização de brinquedos infláveis e visita do coelho. No local também haverá jogos amistosos que serão realizados pela parte da tarde com equipes do Riograndense de Bozano, Santa Lúcia, Salto, Boa Esperança e Red Bull na modalidade futebol 7.“Aos poucos estamos voltando com as atividades da coordenadoria de esportes, por meio da Secretaria da Educação e este evento tem um motivo especial que é comemorar a data do aniversário do nosso município”, destacou a titular da pasta da educação, professora Mônica Ceccato Tonel.

Brigada Militar retoma aulas do Proerd na região Com o retorno das aulas presenciais nas unidades de ensino, a Brigada Militar também retomou as atividades Programa Educacional de Resistência às drogas e à violência (Proerd). Para este semestre o Proerd vai realizar as aulas com os alunos das turmas do 5º Ano, nos municípios de Ijuí e Ajuricaba, em instituições de ensino municipais, estaduais e particulares. Em Ijuí, as atividades vão ocorrer nas escolas Carlos Zimpel, Ijuí, Imeab, Soares de Barros, Modelo, Rui Barbosa, Escola Sagrado Coração de Jesus, Emil Glitz e Rui Ramos. Em Ajuricaba, as escolas CEPP e João Carline serão atendidas.

Neste ano, a equipe do Proerd composta pelo tenente Cleomar Maciel e a soldado Cristina Ferreira, ganhou o reforço dos instrutores soldado Gelson Sommavilla, em Ijuí, e da soldado Caroline França, que atuará em Ajuricaba. No segundo semestre, Catuípe vai iniciar o Proerd, alcançando mais de 90 alunos. O Proerd é direcionado à proteção do público infantojuvenil e irá contemplar mais de 500 alunos neste semestre. Eles recebem um material planejado e cientificamente comprovado, que permite ao instrutor, transmitir técnicas para os alunos se sobressaírem de situações de risco.

Passagens interurbanas ficam mais caras Começou a valer nesta semana o reajuste de 7,33% nas tarifas de transporte interurbano no Rio Grande do Sul. O aumento vale para as linhas de longo curso — itinerários feitos entre municípios de uma mesma região metropolitana não são afetados pelo índice. Vale destacar que as empresas de ônibus têm autonomia para não aderir ao reajuste. Portanto, o passageiro deve consultar a tabela de preços com antecedência para verificar se há alteração. Na rodoviária da Capital, a correção no valor das passagens já foi aplicada por quase todas as empresas que oferecem viagens para além da Região Metropolitana. Uma companhia que não adotou o reajuste é a Expresso Embaixador, especializada no transporte de passageiros ao litoral sul do Estado e que costuma fazer os trechos ligando Porto Alegre e Pelotas. De acordo com o Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (Daer), o reajuste no valor das passagens decorre do aumento no preço dos combustíveis.

Aulas do Proerd serão realizadas em escolas estaduais, municipais e particulares

Sicredi traz a Ijuí palestra com Thomas Eckschmidt Quando se fala em capitalismo muitas ideias vem à mente, como dinheiro, lucro, mercado, e, junto com elas, questionamentos em relação à má distribuição de renda e à desigualdade, que acarretam diversos problemas sociais. A pergunta então é: existe alguma maneira de produzir riquezas, sem descuidar do bemestar social? Essa é a resposta que o capitalismo consciente busca. Thomas Eckschmidt, um dos fundadores do movimento Capitalismo Consciente, CEO e cofundador da ResolvJá, plataforma on-line para resolução de

conflitos comerciais, falará sobre isso em um evento, a convite da Sicredi das Culturas RS/MG. A palestra será na próxima segunda-feira, às 19h30, no Salão de Atos da Unijuí. O evento é gratuito e aberto a toda comunidade. "O capitalismo consciente é uma expressão natural do empreendedorismo, de um negócio que começa com alma, com vontade, com intenção de fazer alguma coisa melhor, reconhecendo a interdependência, que o negócio só funciona quando todo mundo avança junto,", explica Thomas Eckschmidt.

Prof. Dr.

Argemiro Luis Brum

Professor do PPGDR Fidene/Unijuí

ECONOMIA DE PRIVILÉGIOS (FINAL) No contexto da economia de privilégios, que domina historicamente o Brasil, não se trata de escolher entre o mercado e o Estado. Como bem ensina Fernando de Holanda Barbosa (cf. Conjuntura Econômica, FGV, fev/22, pp. 12-17), “... às vezes a ideologia não permite que se tenha uma visão mais abrangente para entender a economia social do mercado (...). Trata-se de dois braços: o mercado dando eficiência, possibilitando o crescimento econômico. E o Estado cuidando da justiça social. (...) Os mesmos jamais devem ser excludentes. (...) Ora, o Brasil não cresce por que nossa economia é de privilégios constantes e históricos (reforçados nestes últimos anos). Se tentamos ser uma economia de mercado, também é preciso que a sociedade não assalte o Estado, pois o mesmo deve cuidar do social, e não do interesse privado. Os responsáveis pela situação do Brasil são os brasileiros, e não o FMI, o capitalismo, o comunismo, ou o que for. Não se trata de esquerda ou direita. Trata-se de nós mesmos, com nossa cultura (de querer levar vantagem em tudo e sobre todos) e a maneira com que somos levados a tratar o Estado (...), permitindo que ele dê recursos a quem não precisa, e quem não tem que se vire.” Se não conseguirmos mudar isso, não tiramos o país da UTI econômica de forma duradoura, e muito menos chegaremos ao desenvolvimento sustentável. Hoje, precisamos tirar o país da grave crise fiscal em que se encontra, cuidandoo de forma que saíamos da estagnação e voltemos a crescer. Neste sentido, “levando-se em conta que nossa população cresce 0,7% ao ano na atualidade, precisamos gerar um crescimento (PIB) de 4% a 5% ao ano. Os governos, e a sociedade, precisam fazer e aplicar políticas que levem o Brasil a crescer a tais taxas. Em o fazendo, será possível duplicar a renda per capita a cada 20 anos e, com isso, criaremos as condições para acabar com o dualismo de termos trabalhador formal e informal, ricos e miseráveis, construindo uma sociedade igualitária, apoiada em um sistema de mercado eficiente, com um Estado forte e organizador, saindo da atual realidade onde a maioria fica perdendo tempo, discutindo coisas irrelevantes, alimentadas por fake news, que só atrasam o país e sua população.


Jornal da Manhã

sábado e domingo, 16 e 17 de abril de 2022

SEGURANÇA

Ijuí tem 37 criminosos foragidos, aponta Justiça Semanalmente, as polícias civil, militar e rodoviária fazem abordagens em vias públicas em suas ações de policiamento. Em algumas delas, pessoas com mandados de prisão em aberto acabam sendo capturadas e levadas à Penitenciária Modulada de Ijuí ou para o Instituto Penal. Somente neste ano, foram 18 pessoas detidas pelas três policias existentes em Ijuí. Dados obtidos junto Vara Criminal da Comarca de Ijuí, a partir do Banco Nacional de Mandados de Prisão, apresentam que mesmo com as capturas feitas desde o início de 2022, ainda existem 37 mandados de prisão em aberto na cidade em decorrência de uma infinidade de crimes, como o tráfico de drogas, homicídios, roubo, entre outros. O número só não é maior em razão das ações policiais, como a realizada na tarde de quartafeira. Na ocasião, após trabalho de inteligência, a Brigada Militar de Ijuí prendeu um foragido que teria chegado de Cruz Alta para fazer o gerenciamento de uma organização criminosa. A mudança ocorreu em razão das lideranças da facção terem sido movimentadas para outros presídios recentemente em uma operação promovida pela Dele-

Comarca de Ijuí tem 37 pessoas com mandado de prisão em aberto no município - Crimes são por tráfico de drogas, roubos, homicídios entre outros - Até esta semana, 18 foragidos foram capturados pelas três polícias do município Dados do sistema prisional 41% dos apenados (357) estão em reclusão por envolvimento com o tráfico 25% foram presos em razão de roubos 5% dos apenados cometeram homicídios ou homicídios tentados gacia de Repressão às Associações Criminosas Organizadas (Draco) de Ijuí. O suspeito foi abordado na rua Marechal Malett, no bairro Nossa Senhora da Penha. Durante a abordagem ele resistiu e investiu contra os policiais, mas foi contido. O criminoso, 22 anos, é natural de Catuípe, e possui antecedentes criminais por uma infinidade de delitos. O homem também tinha um mandado de prisão em aberto. Ele é acusado de feminicídio cometido contra uma idosa, 65 anos, que foi morta a facadas no último dia 4 deste mês. O homem foi conduzido ao Instituto Penal, para os trâmites judiciários sub-

sequentes. Além dos dados sobre as pessoas em mandados em aberto, a Comarca de Ijuí também elencou os crimes cometidos pelos criminosos hoje em reclusão nas Penitenciária Modulada e no Instituto Penal. De acordo com os dados, dos 873 apenados que estão em Ijuí, 357 (41%) estão em reclusão em decorrência do envolvimento com o tráfico de drogas. Em segundo lugar estão as pessoas presas por terem cometido roubos (25%). Já os apenados que cumprem pena por terem cometido ou participação em homicídios representam 5% do total.

Ijuiense é preso com carga ilegal de camarão Um caminhoneiro ijuiense foi preso em Horizontina após ser flagrado com uma carga contrabandeada de camarões. A prisão foi feita na manhã da última quarta-feira, no Centro do município, quando policias da Brigada Militar, com apoio de militares que atuam na Operação Hórus, abordaram o caminhão. O veículo estava carregado com 320 caixas de 18 quilos cada carregadas com o fruto do mar. O condutor, que possui antecedentes criminais por contrabando, informou aos policiais que carregou os produtos na localidade de Lajeado Vargas, interior de Doutor Mauricio Cardoso. O motorista foi preso em flagrante pelo crime de contrabando e o camarão encaminhado para a Polícia Federal de Santo Ângelo. Segundo informações, essa foi a terceira grande apreensão do crustáceo na região nos últimos dois anos. A primeira foi feita em 2020, quando uma grande quantidade de camarão

Carga avaliada em R$ 230 mil foi apreendida pela BM em Horizontina

foi apreendida em um galpão em Tucunduva. A segunda apreensão foi feita em outubro do ano passado, em Doutor Maurício Cardoso. Na oportunidade, a polícia localizou e apreendeu 10 toneladas do crustáceo.

A possível origem do camarão apreendido está sendo investigado. A suspeita é de que a carga seja originária do Chile. O produto estava sendo transportado sem refrigeração adequada.

19

RS tem redução de 54,5% nos latrocínios em março O Rio Grande do Sul teve em março o menor número de latrocínios já registrado para o período em 11 anos. Em todo o Estado, foram cinco casos, o segundo menor total da série histórica, superado apenas pelos anos de 2009 a 2011, quando houve quatro roubos com morte no mês. O total atual também representa uma redução de 54,5% em relação às 11 ocorrências de março de 2021 – na comparação com o pico, de 22 latrocínios em 2013, a queda chega a 77,3%. A diminuição em março contribuiu para aprofundar a retração recorde também no acumulado do primeiro trimestre. Desde janeiro, o Estado soma 14 latrocínios, o menor total para o período em 20 anos – a contabilização desse tipo de crime teve início em 2002. O dado representa ainda uma redução de 22,2% na comparação com os 18 casos registrados em igual intervalo do ano passado. A retração verificada no Estado foi puxada pelo resultado em Porto Alegre, o que evidencia o

impacto do foco territorial adotado pelo RS Seguro para intensificar o combate à criminalidade onde ela mais se faz presente. Em ponto fora da curva da tendência apresentada até fevereiro deste ano, o número de vítimas de homicídios no RS teve ligeira alta em março, de 4,3%, passando de 138 em 2021 para 144 neste ano. Ainda assim, o índice é o segundo menor para o mês desde 2007, última vez em que o número ficou abaixo da marca atual, além do ano passado. Comparado com a marca de 2018, antes da implantação do programa RS Seguro, quando o Estado registrou 250 assassinatos apenas em março, o total do mês em 2022 ainda representa uma retração de 42,4%. A ligeira elevação apresentada é resultado de um conflito hiperlocalizado e pontual entre dois grupos criminosos em bairros da zona sul de Porto Alegre, concentrado na segunda quinzena de março. Os confrontos fizeram subir de 21 para 35 (66,7%) o número de vítimas na cidade,

Plantão

GOLPE

TRÁFICO

Uma mulher, 20 anos, perdeu quase todo o seu dinheiro após cair em um golpe aplicado por ligação telefônica. O montante era de R$ 9 mil. Conforme boletim de ocorrência, a vítima foi em sua agência bancária para estornar uma compra. Logo em seguida recebeu ligação dos criminoso, seguiu os passos e perdeu mais R$ 8 mil de sua conta.

Policiais civis causaram significativo prejuízo a uma das facções envolvidas na guerra das drogas em Porto Alegre. Na manhã de quinta-feira, os agentes encontraram um QG dos V7, grupo dominante, Zona Sul, e apreenderam cerca de 100 quilos de maconha, dezenas de projéteis de fuzil calibre 7.62mm e motos usadas nas entregas das drogas.

CORPO

MORTE

Na manhã de quinta-feira, a Polícia Civil, através da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), localizou um veículo queimado com um corpo carbonizado em seu interior. O cadáver estava em uma propriedade, no interior de Passo Fundo. O veículo queimado era de Porto Alegre e o caso é investigado.

Um candidato a se tornar soldado morreu logo após o Teste de Aptidão Física (TAF) exigido para aprovação nas provas do concurso da BM. A morte ocorreu na última terça-feira, no campus da Ulbra, em Canoas, onde são realizadas as provas. A BM confirma que o jovem morreu em seguida a uma prova física.

REMÉDIOS

PRISÃO

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um idoso, 72 anos, que transportava remédios importados clandestinamente escondidos no carro. A prisão foi feita na BR-470, em Bento Gonçalves. Foram apreendidos 270 comprimidos que estavam em um Corsa Classic com placas de Caxias do Sul.

A Brigada Militar prendeu um homem por tráfico de entorpecentes em Cruz Alta. A prisão ocorreu próximo à Praça Érico Veríssimo, no Centro. Na abordagem foi localizado nove pedras de crack fracionadas para venda, uma bucha grande de substância semelhante a cocaína e R$ 103.


20

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 16 e 17 de abril de 2022

CONTRABANDO

PRF faz maior apreensão de agrotóxicos

Em uma operação de combate ao crime, realizada na BR-285 em Ijuí, policiais da 10ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal, efetuaram a maior apreensão de agrotóxicos proibidos feitos na história do órgão no Rio Grande do Sul. Tudo ocorreu na manhã da última quinta-feira, quando os policiais rodoviários visualizaram uma carreta saindo da rodovia e entrando na zona urbana do Município. Ao verificar a movimentação estranha, eles foram em direção ao veículo, um Volkswagen, emplacado em Goiás, que tracionava um semireboque, com placas de Triunfo, e fizeram a abordagem. Durante a abordagem, o condutor, 55 anos, natural de Rio Pardo, que já havia sido preso pela PRF há alguns anos com um caminhão furtado, informou aos policiais que o caminhão estava carregado com galões brancos, mas não tinha notas fiscais nem sabia o que havia dentro das embalagens. Ao vistoriar o veículo, os policias rodoviários descobriram que os galões estavam com agrotóxicos proibidos no Brasil e que eles foram importados ilegalmente da Argentina. Ao todo, estavam sendo transportados mais de 10 toneladas dos produtos que, se comercializados,

renderiam mais de meio milhão de reais. Ainda, segundo o condutor, a mercadoria havia sido carregada em Três Passos e o destino final seria a cidade de Santiago. O motorista foi preso e conduzido com o veículo, juntamente com a carga apreendida até a Polícia Federal em Santo Ângelo, para prosseguimento dos trâmites legais. A carga de 10 toneladas de agrotóxicos é a maior apreensão do produto feita pela PRF na história no Rio Grande do Sul. A nível de comparação, segundo levantamento feito pelo órgão de segurança, a carga apreendida em Ijuí supera a metade do que foi apreendido nos últimos três anos. Durante o período, 18 toneladas de agrotóxicos contrabandeados foram apreendidas em rodovias do Rio Grande do Sul. Segundo a PRF, metade das 18 toneladas foi localizada e apreendida nos primeiros três meses deste ano, ou seja, até o momento, o total de agrotóxicos confiscados supera os últimos anos. As 18 toneladas representam 50% a mais do que 2020 inteiro. O uso desses agrotóxicos representa risco para os produtores, lavouras e consumidores. Na semana passada, 20 litros

Apreensão foi feita em ação de combate ao crime na BR-285, em Ijuí. Itens estavam em uma carreta de Goiás

de agrotóxicos contrabandeados da Argentina e que estavam escondidos nas portas de um carro foram apreendidos na BR-472, em São Borja. O motorista foi preso. Dias antes a polícia já tinha interceptado a entrada de 125 quilos de produtos ilegais em Santo Antônio das Missões. Em Ijuí, há um mês, a Polícia Rodoviária Federal também havia prendido um contrabandista, 45 anos, com um caminhão carregado com 2,5 mil litros de agrotóxicos proibidos. A abordagem ocorreu próxi-

Carreta tomba após homem ficar pendurado Duas pessoas ficaram feridas após uma carreta tombar na BR285, em Passo Fundo, na manhã de quinta-feira. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente ocorreu no km 302 da via, após um homem, 43 anos, de Passo Fundo, se pendurar no capô do veículo, um Volvo emplacado em Novo Cabrais. O acidente foi registrado por volta das 7h15. Conforme os agentes da PRF, o fato teria feito com que o motorista 27 anos, de Caxias do Sul, perdesse o controle em uma curva, na saída de um posto de gasolina, no sentido Passo Fundo/Carazinho. As primeiras informações apontam que o condutor chegou a rodar por dois quilômetros em zigue-zague, até tombar fora da pista. A carga se espalhou pelo lado de fora da pista, em um barranco. Ambos (o homem e o condutor da carreta) foram encaminhados para o Hospital São Vicente de Paulo para atendi-

mo ao município de Jóia, durante uma operação de combate à criminalidade. O veículo estava transitando pela BR-285, em Ijuí, quando os policiais fizeram a abordagem. Os produtos, de origem chinesa, foram introduzidos ilegalmente no Brasil e são de uso proibido no território nacional, podendo gerar contaminação do solo e grandes danos à saúde humana e animal. Segundo a PRF, as apreensões que vinham acontecendo antes da reabertura das fronteiras se intensificaram desde

o início do ano. Os produtos contrabandeados chegam ao Estado pelas fronteiras com os países vizinhos, como o Uruguai e a Argentina. A Secretaria Estadual da Agricultura diz que o uso desses produtos é extremamente perigoso, a começar para o próprio produtor. “Ele utiliza esse agrotóxico contrabandeado e muitas vezes não tem a garantia do que realmente está aplicando na sua lavoura”, afirma o chefe da divisão de insumos da secretaria, Rafael Friedrich

Mulher morre em grave acidente em Bozano

Um grave acidente causou a morte da jovem Pâmela Cibele da Silveira Ledesma, 26 anos, natural de Santo Ângelo. Ela estava em um dos três veículos envolvidos na colisão registrada na manhã de ontem, na BR-285. O acidente ocorreu por volta das 11h, no km 437 da rodovia, em Vila Salto, entre os municípios de Bozano e Panambi e

envolveu um Volkwagen Voyage branco, de Alegrete, onde estavam três pessoas, um Jeep Troller, em que estava somente o condutor, de Panambi, que está internado no Hospital de Caridade de Ijuí, e um Gol preto, onde estava a vítima e Júnior Rodrigo Darrigo da Silva que também está internado em estado grave no HCI. O fato será investigado.

Homem ficou pendurado por dois quilômetros até caminhão tombar

mento médico — ainda não há mais detalhes sobre o estado de saúde deles, que não tiveram os nomes divulgados. Os agentes ainda investigam os motivos que levaram o homem a se dependurar no capô do veículo. Ele não estaria na

carreta antes do fato, conforme relatou à PRF, mas a informação ainda não foi confirmada pela corporação. O trânsito não sofreu interrupção, pois o caminhão ficou no acostamento. O veículo foi recolhido horas depois.

Acidente envolveu três veículo, incluindo um Jeep, que acabou capotando


Jornal da Manhã

sábado e domingo, 16 e 17 de abril de 2022

PRAÇA

Coelho da Páscoa é atração até amanhã O coelho da Páscoa é um dos símbolos pascais, utilizado por representar a fertilidade, o nascimento e a esperança da vida. O coelho é um animal que se reproduz em grandes ninhadas, sendo assim, a sua relação com a Páscoa foi definida historicamente a partir da representação que este animal possuía para diversos povos antigos, como símbolo da esperança na renovação da vida. Para as crianças, é ele o responsável por trazer os tão aguardados ovos de Páscoa durante a noite, deixando suas pegadas por onde passa. Com a programação especial de Páscoa acontecendo do município, o responsável por dar vida ao coelho da Páscoa é o ator e coordenador da Cia Cadagy Corpo em Movimento da Unijuí, Dionatan Mânica, que está recebendo as crianças na Toca do Coelho, localizada na Praça da República. A reportagem do JM foi até o local conversar com esse personagem tão especial e significativo da Páscoa. "É uma honra estar na Toca do Coelho recebendo todas as crianças que chegam até aqui em busca do coelhinho." Além de interpretar o coelho, Mânica também faz a produção

Itens artesanais são opções para obter renda na Páscoa A celebração da Páscoa é um momento muito importante para aqueles que buscam oportunidades de complementar a renda. A confecção de itens pascais por artesãos é a principal atividade da época, como a moradora do bairro Boa Vista, Ironi Pietczak, de 66 anos, que produz cestas e bandejas de EVA para comercializar. Ironi reside na Rua Bento Gonçalves, no cruzamento com a Rua Visconde de Mauá e chamou a atenção da reportagem do JM com os itens em frente a sua casa. Ela conta que produz artesanatos há três anos, com foco em datas comemorativas. "A ideia inicial era tirar uma renda

para complementar o salário da aposentadoria, que nem sempre é suficiente." Sobre as vendas, a moradora relata que a aderência da comunidade é boa e que já comercializou para municípios vizinhos. "Ano passado eu também fiz itens para a Páscoa, mas foi em 2020, quando fiz para o dia das mães, que comecei mesmo no artesanato, pois tive um retorno gratificante nas vendas." Além da obtenção de renda, Ironi comenta que a atividade é uma terapia, que ela prática diariamente em sua residência. "Fazer os itens artesanais é uma terapia e uma ótima forma de ocupar a cabeça."

O coelho da Páscoa recebe escolas na Toca, como a infantil Fazendo Arte

por traz do personagem, como a confecção das fantasias e adereços do coelho da Páscoa. Ele conta que contou com o auxílio de algumas costureiras e alunos da companhia. "A roupa é toda reciclada, o colete, por exemplo, era uma almofada e a gente foi adaptando os materiais para criar o personagem." Mânica destaca as celebrações para a data que estão sendo feitas na praça, que têm como

ideia incentivar a cultura em Ijuí. "Tivemos a oportunidade de trazer a companhia para a programação da Páscoa, em que fizemos uma parceria com outros atores do município e envolvemos a comunidade em atividades." O coelho da Páscoa fica hoje na Praça da República, durante a tarde e, posteriormente, há o evento da Paixão de Cristo, com o grupo teatral Máschara.

Artesãos se preparam para a Expofest A partir deste ano o município passa a ter a ExposiçãoFesta Internacional das Etnias (Exposfest Ijuí), que abrangerá, além da arte e da cultura, a economia criativa, os negócios, a inovação, o turismo e o lazer, com o objetivo de valorizar tudo que é produzido em Ijuí. Os artesãos do município, como de costume, estarão presentes nos centros de exposição e já estão com preparativos para o evento, que acontece em outubro. A presidente da Associação dos Artesãos de Ijuí (Adai), Elenir Didoné, popularmente conhecida como Nica, destaca uma recente reunião que buscou entender como funcionará o evento e como será a participação dos artesãos. "Estamos trabalhando para fazer uma feira que valha a pena, sabemos que será um evento muito importante, especialmente para nós artesãos que vamos poder mostrar nosso trabalho

21

ao público." Outra novidade é que a Expofest acontecerá de dois em dois anos, proporcionando aos expositores um tempo maior para preparem novidades ao público. "Teremos mais tempo para produzir, pois a vida do artesão é muito corrida, então de dois em dois anos teremos mais tempo para buscar novidades, o que será muito válido", destaca Nica. A organização da Expofest, segundo Nica, fez um desconto de 25% no valor dos expositores para os artesãos do município, contudo, a adesão dos ijuienses ainda é baixa. “As pessoas acham muito caro os preços praticados pela feira, por isso, temos uma participação pequena dos artesãos de Ijuí em comparação com os da região, que estão ocupando a grande maioria dos estandes. Esperamos que os artesãos se sintam motivados e participem desse evento."

Elenir Didoné

Ironi Pietczak produz bandejas, coelhos e cestas em EVA para a Páscoa

Família acolhedora busca voluntários para projeto Família Acolhedora é um projeto social que tem como objetivo acolher crianças e adolescentes que estejam em situação de vulnerabilidade social, com histórico de negligência familiar ou risco pessoal e social, com medida protetiva em famílias voluntárias. A coordenadora do Cras do bairro Glória e do projeto, Fabíola Dutra, explica que esse trabalho é como um substituto do acolhimento institucional, previsto pelo Estatuto da Criança e do Adolescente. A coordenadora cita que o projeto visa acolher aqueles que não podem mais ter convivência com suas famílias de origem e que a família acolhedora, a partir do momento em que participa do projeto, terá toda a orientação pela equipe técnica. “Atualmente nós temos quatro famílias habilitadas e uma acolhida, além de cinco em processo de habilitação e sete interessadas.”

Fabíola destaca que esse atendimento e o acompanhamento em família tem o objetivo de não afastar a criança e o adolescente de um ambiente familiar. “A gente fala que, se teve o apego com o acolhido durante o programa, foi porque o serviço deu certo. As crianças e adolescentes precisam disso, pois elas não podem receber isso de suas famílias.” Além do acompanhamento técnico, as famílias acolhedoras recebem recursos para manter o acolhido durante o projeto. Para os interessados em participar como família acolhedora, alguns critérios são avaliados, como ter 21 anos ou mais, residir no município no mínimo por um ano, apresentar idoneidade moral, disponibilidade para participar do processo e atividades do serviço e não estar habilitado à adoção. O contato pode ser feito pelo 3333-2958.


22

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 16 e 17 de abril de 2022

MEIO AMBIENTE

Reciclagem de latas vira alternativa de renda

Números divulgados pela Associação Brasileira de Alumínio (Abal) e Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas) apontaram que o Brasil reciclou, aproximadamente, 33 milhões de latinhas de alumínio em 2021, o que representa 98,7% de reaproveitamento do material produzido ao longo do ano. Segundo as entidades, trata-se do maior índice da história da reciclagem de latas no País. Em Ijuí, um dos responsáveis por esse trabalho de reciclagem é o ijuiense Florentino Menezes, de 79 anos e morador do bairro Progresso. Ele conta que seu trabalho é voltado à reciclagem de latas de alumínio e plásticos em geral. “As latinhas são as que mais dão lucro no nosso trabalho, mas é mais difícil encontra-las. Atualmente o quilograma da latinha está R$ 100.” Menezes destaca a importância do seu trabalho para auxiliar na renda mensal, mesmo aposentado, ele precisa complementar o valor. O reciclador comenta que com o lucro obtido na venda dos materiais, ele consegue pagar as contas e ajudar a família. “A gente sempre tem a ajuda da comunidade, que costuma guardar

Florentino Menezes recolhe diariamente materiais recicláveis

materiais recicláveis para serem recolhidos. Eu, por exemplo, faço a venda a cada oito dias, então vou guardando ao longo desse período.” Lenise Berti, mãe de Gedeon Berti, conta que o filho recicla latinhas de metal e plásticos no bairro Modelo. Ela explica que a renda obtida com a reciclagem pelo filho é destinada a auxiliar nas despesas da casa. "Ele consegue renda e nos ajuda em casa, além disso, é um trabalho que ele gosta, pois a comunidade sempre guarda materiais e entrega para ele."

Com o objetivo de valorizar o trabalho da reciclagem, o governo federal O governo federal lançou recentemente o Programa Recicla+, que institui o Certificado de Crédito de Reciclagem (CCR). Por meio desse certificado, cooperativas de catadores, prefeituras, consórcios, iniciativa privada e microempreendedores individuais poderão, a partir da nota fiscal eletrônica emitida pela venda de matérias recicláveis, solicitar o certificado de crédito. A estimativa é de um investimento potencial de R$ 14 bilhões por ano no setor.

Aapecan de Ijuí recebe doação de mechas de cabelo

A Associação de Apoio a Pessoas com Câncer (Aapecan), de Ijuí, recebeu a doação de 383 mechas de cabelos, que foram doados por meio da campanha Cabelos de Aço do Comando Regional de Polícia Ostensiva Missões (CRPO), da Brigada Militar. As doações das mechas foram realizadas pela comunidade, policiais militares e seus familiares, no período de novembro de 2021 a março de 2022. A associação recebeu as mechas e encaminhará para Organizações Não Governamentais (ONGs) parceiras da Aapecan, como a ONG Fio de Luz, que trabalha na confecção de perucas, disponibilizadas a quem precisa, tendo em vista a queda de cabelo que acontece

durante o tratamento de alguns tipos de câncer. Desde o final de 2018, com o fechamento da parceria entre Aapecan e Fio de Luz, a associação tem trabalhado na busca por doação de cabelos em todas as suas unidades. Desta forma a entidade envia as mechas para a Fio de Luz, frequentemente, e em contra partida, tem recebido as perucas necessárias para a manutenção dos Bancos de Perucas das 14 Unidades da Associação, no Estado. Para os interessados em fazer doações, a Aapecan aceita doações de mechas de cabelos de, no mínimo, 20 centímetros e a campanha Cabelos de Aço da Brigada Militar continua recebendo doações em todo o Rio Grande do Sul.

Eloísa Morais, da Aapecan, recebeu a doação da soldado Cristina Ferreira

Sede do bairro Thomé de Souza é interditada por equipe da prefeitura

Na ocasião estiveram a Smodutran, engenheiros e moradores do bairro

. Um problema antigo de infraestrutura na sede da Associação de Moradores do bairro Thomé de Souza levou a sua interdição na quarta-feira. A reportagem do JM foi até o local acompanhar a verificação feita pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Obras e Trânsito (Smodutran) e pela equipe de engenheiros da Prefeitura. A sede do bairro já não tinha capacidade para receber eventos, tendo em vista a situação de seu telhado, mesmo com os cuidados por parte da comuni-

dade no local. O secretário da pasta, Fábio Franzen, explica que o telhado está com problemas. "O que nos parece é que o telhado cedeu então, por isso, estamos interditando a sede. A gente já veio verificar a situação anteriormente e está piorando, ainda mais quando umedece o telhado. Agora, já há um projeto para a reforma desse telhado e a licitação estará sendo feita nos próximos dias." A estrutura em geral da sede, segundo Franzen, é boa, então a atenção concentra-se no te-

lhado. A situação é fruto de um problema antigo com a obra da sede, e, segundo o secretário, a pasta buscará os responsáveis para entender os erros da obra no passado e tomar as devidas providências. Isso porque, com a interdição, os moradores não poderão realizar as festas de aniversário, casamentos e formaturas, que já estavam agendadas e teriam seus lucros convertidos em melhorias para a sede. "Neste momento a nossa prioridade é resolver essa situação para a comunidade usar local", afirma

Serviços EVENTO

CURSO

SAÚDE

CATUÍPE

LIXO

Acontece hoje, às 9h30, a Bênção dos Alimentos na Praça da República, promovida pela Smcet e Sociedade Polonesa Karol Wojtylla, pelo padre Cristiano Felipetto Sagabinazzi da Matriz Nossa Senhora da Natividade.

A Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres de Santo Ângelo abriu inscrições para o curso de Qualificação das Mulheres na Construção Civil. Elas podem ser feitas pelo 3312-0180 r3312-0158.

No dia 30 de abril ocorrerá a próxima ação do Projeto Saúde Rural, promovido pela Secretaria Municipal de Saúde, no distrito de Mauá. Serão oferecidos serviços como vacinação, orientações e consultas médicas.

Catuípe vai iniciar na segundafeira a aplicação da quarta dose da vacina contra a covid-19. Poderão tomar a vacina pessoas com mais de 80 anos que há quatro meses, no mínimo, fizeram a 3ª dose.

A prefeitura de Augusto Pestana informa que a coleta de lixo orgânico será hoje, devido ao feriado de ontem. Além disso, pede a colaboração da comunidade para dispensar os resíduos somente em dias de coleta.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 16 e 17 de abRiL de 2022

23

Memória JM Notícias de ABRIL de 1987 Armindo Pydd

História das Cruzadas **As Cruzadas são consideradas como a mais romântica das expedições Cristãs por alguns, ou como uma das últimas das invasões bárbaras por outros, o fato é que elas continuam como uma das mais excitantes e coloridas aventuras da histórica. ** Um exército de cavaleiros viajando com camponeses, mercadores e artesãos enfrentando território hostil, encontrando antagonismo inesperado, o calor do deserto, o desafio constante de alimentar e oferecer água as tropas e aos cavalos. ** No Oriente, os Cruzados foram estimulados em direção ao prêmio espiritual ou não da cidade Santa de Jerusalém, a culminância desta jornada foi um longo cerco a Jerusalém ao final do qual os Cruzados através de uma espetacular manobra tática conseguiram romper as defesas e se precipitar dentro da cidade promovendo um sanguento massacre. ** O livro de Stevem Rucimam, “ História das Cruzadas”, dá um fascinante balanço desta jornada histórica para salvar a Terra Santa dos infiéis e nos conta que as primeiras cruzadas ao chegar ao Oriente eram grupos de andrajosos e mal vestidos e mal preparados e que enfrentaram lá um novo mundo. ** O resultado é que depois de quatro séculos e três cruzadas sucessivas o poder voltou de novo aos Islãs, aos Árabes, em Jerusalém e em todas as cidades, mas houve um lucro grande para o Ocidente que a partir daí se tornou a parte mais desenvolvida do mundo ao contrário do que era o Oriente quando iniciaram as cruzadas. ** Exemplo do poderio do Oriente na época é a cidade de Constantinopla uma gigantesca metrópole no mínimo cinco vezes mais populosa que qualquer outra cidade do mundo naquela época. ** Mais um degrau da caça aos protagonistas, juízes e promotores etc da Lava Jato está em andamento. Primeiro foram os soldados os maiores lavadores de dinheiro e implicados em falcatruas do País entre eles os maiores políticos, inclusive o Presidente da República e os empresários mais caros. Depois veio a procura do dinheiro que foi gasto com estas pesquisas, prisões, viagens e etc. E agora o Tribunal de Contas da União está fazendo esta investigação, no final vai sobrar uma condenação aqueles que descobriram os caminhos da Lava Jato e em especial o Juiz Moro e o promotor chefe da equipe Lava Jato Deltan Dallagnol.

Censo do Magistério: divulgados os resultados finais "Todos os professores que foram convocados para 40 horas no período pré e pós eleitoral terão seus atos revogados a partir de hoje". Esta foi a declaração do secretário de Educação, Bernardo de Souza, durante a entrevista coletiva que concedeu no dia 8 de abril, a serem divulgados os resultados do Censo do Magistério. A medida funciona como correrão de irregularidades que aconteceram no magistério, muitas das quais são apontadas pelo próprio censo. Entre estas irregularidades – que somam o total de 3.138 pessoas, entre professores e funcionários – estão as cedências a outros órgãos sem ato oficial ou com ato desatualizado; não-comprovação do efetivo exercício do cargo; abandono de cargo; situação funcional não re-

gularizada; não-cumprimento de carga horária correspondente ao regime de trabalho; constantes ou prolongadas licenças de saúde; cedência a órgãos não ligados à Educação; e pessoas sem efetividade ou com efetividade reduzida. De acordo com os dados coletados em 29 de outubro de 1986, dia do Censo do Magistério Público Estadual e Funcionários, foi constatado que existem 89.482 professores. Destes, 74.682 estão em escolas; 56.273 são regentes de classe; 15.421 não são concursados; 18.409 exercem outras funções; 1.652 encontram-se na Secretaria da Educação; 4.416 nas Delegacias de Educação; 7.008 estão cedidos para outros órgãos; e 1.724 encontram-se em licença sem remuneração.

Professores continuam em greve

Os professores de Ijuí e da região continuam mobilizados e atentos frente às negociações que estão se desenvolvendo à nível estadual visando o atendimento de suas reivindicações, centradas basicamente no cumprimento, por parte do Governo, da lei 8.026 que estabelece um piso de 2,5 salários. Em assembléia realizada na tarde de quarta-feira [dia 15], no Cine América, mais de 500 professores aprovaram a continuidade do movimento tendo em vista que o encontro do Comando Estadual de Greve com representantes do Governo não trouxe nenhum resultado, além da ratificação das propostas que não são aceitas pela categoria. O próximo encontro dos professores com o Governo deverá ocorrer na próxima terça-feira, quando então a audiência deverá ser com o próprio governador Pedro Simon.

Assembléia no Cine América com 500 professores

CONCURSOS SÃO VALENTIM DO SUL - A prefeitura abriu as inscrições para uma vaga e formação de cadastro de reserva em cargo de Agente de Combate a Endemias. A função exige ensino médio completo, carteira nacional de habilitação na categoria B, idade mínima de 18 anos e ter concluído o curso de formação inicial. As inscrições são até 12 de maio, pela internet no www.legalleconcursos.com.br. Será cobrada taxa de inscrição no valor de R$ 50. FURG - As inscrições do novo concurso público da Universidade Federal (Furg) estão abertas para preencher oito vagas no cargo de Professor para atuar no Campus de Rio Grande. Os cargos exigem graduação, mais titulação de mes-

trado ou doutorado em algumas disciplinas. As inscrições podem ser realizadas até 19 de abril pela internet, no endereço eletrônico http://progep. furg.br/bin/edital/index.php. O valor da taxa de inscrição é de R$ 190,00 para a classe Adjunto, R$ 100,00 para a classe Assistente e R$ 80,00 para a classe Auxiliar. CRP 18 - O Conselho Regional de Psicologia da 18ª Região (CRP 18), com atuação no Mato Grosso, lançou o edital para a contratação temporária de Mediadores da Comissão de Meio de Solução Consensual de Conflitos, no âmbito da Comissão de Ética. O processo seletivo prevê o preenchimento de três vagas e formação de cadastro reserva. As inscrições são até 17 de abril, com uma ficha de inscrição, disponível no site do CRP MT.

CEMIG - A Companhia Energética de Minas Gerais divulgou o edital que está ofertando 250 vagas, além de formação de cadastro reserva, para profissionais de nível fundamental para o cargo de Eletricista de Redes da Distribuição I. As inscrições serão realizadas entre os dias 20 de abril e 19 de maio de 2022, somente via internet, pelo site da FUMARC. CIS-AMOSC - O objetivo do edital do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Oeste de Santa Catarina é preencher uma vaga e formar cadastro reserva em empregos públicos de níveis médio e superior. As inscrições são no site da Omni Concursos Públicos até o dia 24 de abril. O valor da taxa é de R$ 100 para o emprego de nível médio e de R$ 150 para os empregos de nível superior.


www.clicjm.com

SÃO LUIZ ENCARA O JUVENTUS NA SÉRIE D

COELHO dA PÁSCOA

Rubro enfrenta o time catarinense em Jaraguá do Sul pela primeira rodada do Brasileiro. | 17

INTER JOGA COM O FORTALEZA PELO BRASILEIRÃO Na despedida do meia D'Alessandro, Colorado recebe a equipe cearense no Beira-Rio. | 17

GRÊMIO PREPARA ESTREIA DE ELKESON Atacante que estava no futebol chinês aprimora a parte física para ser escalado no Tricolor. | 17

"Sem melhora efetiva no emprego e na renda, o Brasil terá consumo limitado, travando o crescimento econômico." Leia Opinião JM na página | 6

prátiCa ArteSAnAl Ironi Pietczak é moradora do bairro Boa Vista e produz itens decorativos para a Páscoa, como cestas, bandejas e coelhos em EVA, que comercializa na comunidade. | 21

Dionatan Mânica é o ator por trás do personagem símbolo da Páscoa, que faz a alegria das crianças do município, e tem atraído a comunidade para visitação na Toca do Coelho, localizada na Praça da República. | 21