Page 23

www.jornalasemana.com

15 a 21 de janeiro de 2009 - Edição # 349

A SEMANA

23

ESPORTES . FUTEBOL . FORMULA 1 . VÔLEI . BASQUETE . NATAÇÃO . GERAL

Fim da novela: Love fecha com o Fla Em contato telefônico na manhã desta quinta-feira, CSKA confirma empréstimo gratuito ao Rubro-Negro Até 31 de julho, o atacante Vagner Love é do Flamengo. Na manhã desta quintafeira, o clube rubro-negro recebeu a confirmação verbal do CSKA do empréstimo gratuito do atacante. Falta apenas o envio de um documento com papel timbrado dos russos para o anúncio oficial, mas a negociação está 100% garantida. Na manhã desta quinta-feira, Love realizou o seu último treino pelo Palmeiras, em Atibaia, marcando três gols e mostrando muita velocidade na movimentação. Ele foi comunicado sobre o acerto por um amigo, se despediu dos companheiros e não retornou com a delegação para São Paulo. Nesta tarde, deve se reunir com os dirigentes do Flamengo para assinar contrato. - A negociação está quase fechada. Mas só vamos dizer que está concluída quando chegar o documento oficial do CSKA disse o advogado do Love, Diogo Souza. Para conseguir a liberação no Alviverde, Love abriu mão de parte do que o clube lhe devia, referente a luvas e os salários de dezembro e 13º. Os representantes dele também argumentaram que não valia a pena manter um jogador caro e insatisfeito para disputar o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil. No total, estima-se que o Palmeiras vai economizar quase R$ 4 milhões.

Marcelinho: ‘O Corinthians é o primeiro campeão mundial. Ninguém pode tirar isso’ Marcelinho Carioca errou pênalti na decisão do Mundial de Clubes da Fifa, em 2000, mas nem por isso deixou de ser importante naquela inédita conquista. O erro de Edmundo, do Vasco, na cobrança seguinte, deu ao meia a oportunidade de comemorar mais um título com a camisa do Corinthians. E mais: a chance de poder dizer, 10 anos depois, que o clube do Parque São Jorge vai carregar para sempre o rótulo de primeiro campeão do torneio. - O Corinthians foi o primeiro campeão mundial de clubes reconhecido pela Fifa. E isso ninguém vai tirar da gente – declarou o ídolo corintiano. Até 2005, quando a Fifa voltou a organizar o torneio e o São Paulo foi campeão, os principais rivais do Timão desdenhavam daquela conquista. Provocavam dizendo que era uma competiçao de verão, por ter sido disputada em janeiro, que o fato de o Corinthians ter participado como convidado, e não como campeão da Libertadores, era desvalorizava, etc. Mas nada disso parece ter abalado aqueles que comemoraram o Mundial no gramado do Maracanã. Pelo contrário. A conquista está entre as principais do clube e da carreira de cada um. Marcelinho Carioca, por exemplo, cita o Mundial de 2000 na lista dos dez melhores momentos de sua carreira. Não só pela taça, mas pela experiência que adquiriu. - Cada jogo foi uma situação gostosa. No hotel, nós conversávamos muito com o pessoal dos outros países. Foi uma experiência cultural interessante – lembrou o camisa 7. Love se despediu do Palmeiras no treino desta quinta-feira em Atibaia

A SEMANA EDITIONS #349  

15 a 21 de janeiro de 2010

A SEMANA EDITIONS #349  

15 a 21 de janeiro de 2010