Page 14

14

A SEMANA

15 a 21 de janeiro de 2009 - Edição # 349

www.jornalasemana.com

BRASIL . GERAL . BRASIL . GERAL . BRASIL . GERAL . BRASIL . GERAL . Rapaz é preso suspeito de espancar filho de 3 meses

Menino de 8 anos sofre abuso e é queimado com óleo

Presa mulher suspeita de esfaquear filha de 8 meses

Um homem de 24 anos foi preso, na noite deste domingo (4), em Betim (MG), sob a suspeita de espancar o próprio filho de 3 meses. Segundo a Polícia Civil, a mãe da criança chamou os policiais quando o marido chegou em casa embriagado. Ele pode responder pelo crime de lesão corporal e por colocar a criança em risco de vida. O bebê sofreu escoriações, uma lesão no olho direito e ficou com dificuldades para respirar, mas agora passa bem.

Um menino de 8 anos sofreu abuso, foi espancado e queimado com óleo quente em Itagimirim (BA). Os suspeitos do crime são adolescentes com idades entre 11 e 15 anos. O crime teria ocorrido na terçafeira (3), mas foi descoberto na quarta-feira (4), quando a avó do garoto viu os ferimentos. O menino foi levado ao hospital e, nesta quinta-feira (5), passou por exames de corpo de delito. Segundo a presidente do Conselho Tutelar de Itagimirim, Renata Reis, a criança contou que foi tomar banho em um rio com os amigos e lá teria sofrido o abuso. Ainda de acordo com o Conselho Tutelar, ele foi espancado, teve as costas e o órgão sexual queimado com óleo quente. O garoto já foi ouvido pelo delegado Janten Júnior Nascimento. De acordo com o Conselho Tutelar, os adolescentes e os pais deles também serão ouvidos. A promotora Valéria Sousa disse que vai pedir a internação provisória dos adolescentes suspeitos maiores de 12 anos e uma medida cautelar para o suspeito de 11 anos.

Bebê sofreu um corte na mão e tinha hematomas pelo corpo. Exames no IML vão determinar se jovem tem transtornos psicológicos

Adolescentes teve queimaduras em varias partes do corpo

Uma mulher suspeita de esfaquear a filha de 8 meses foi presa em Belo Horizonte, nesta quintafeira (14). A mãe, de 26 anos, ligou para a polícia e disse que tinha cometido o crime. Segundo a polícia, o bebê sofreu um corte na mão e apresentava hematomas pelo corpo. A mulher está grávida de 3 meses e disse à polícia que tem depressão, transtorno bipolar e escuta vozes que pedem para ela matar a menina. Ela foi autuada em flagrante por lesão corporal e será submetida a testes no Instituto Médico Legal, que vão determinar se ela tem transtornos psicológicos. A criança foi encaminhada para o hospital, mas já recebeu alta. De acordo com a Polícia Civil, a criança está sob a guarda do pai.

A mulher está grávida de 3 meses e disse à polícia que tem depressão

A SEMANA EDITIONS #349  

15 a 21 de janeiro de 2010

A SEMANA EDITIONS #349  

15 a 21 de janeiro de 2010