Page 1

Edition #393

EDIÇÃO #686

THE BRAZILIAN NEWSPAPER 13 a 19 de Outubro de 2017

Juízes de imigração criticam política do governo Trump Assim que chegou à Casa Branca, o presidente Donald Trump ordenou, por decreto, que parte dos 334 juízes de imigração do país fosse temporariamente deslocada para acelerar processos de deportação em tribunais improvisados em Estados que fazem fronteira com o México. Segundo o governo, a realocação permitiu finalizar cerca de 2.700 casos a mais na região.

WWW.JORNALASEMANA.COM

Casal é gravado por câmera escondida em casa alugada pelo Airbnb Equipamento estava oculto em detectores de fumaça na sala e no quarto principal; um dos hóspedes diz que foi gravado enquanto estava nu.

IMIGRAÇÃO 20

POLÍCIA 25

Polícia prende 18 pessoas em protesto contra deportação em Springfield Manifestantes reuniram-se em Springfield para evitar a deportação de um imigrante Foto: Associated Press

Dezenas de manifestantes reuniram-se, próximo ao antigo Edifício Federal 1550 Main Street em Springfield, na manhã de segunda-feira, 16 de outubro, para demonstrar seu apoio a Lucio Perez que está sendo convidado a deixar o país. Durante o protesto 18 pessoas foram presas por acusações de transgressão. O porta-voz do Departamento de Polícia de Springfield, Ryan Walsh informou que os presos são 12 mulheres e seis homens residentes de Northampton e Chicopee

Plateia vai ao delírio do riso com os comediantes Léo Lins e Murilo Couto DESTAQUE - 8

US$ 10 milhões por informação que possa levar ao impeachment de Trump

LOCAL - 03

Campeão Mundial de Jui-Jitsu Gregor Gracie inaugura nova academia COMUNIDADE - 10

Residente de Springfield, Perez esta em processo de deportação

local - 6


2

13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

PUBLICIDADE

Edição # 686 WWW.JORNALASEMANA.COM


13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

LOCAL Polícia prende 18 pessoas em protesto contra deportação em Springfield

3

Edição # 686 asemana@icloud.com Dept. Comercial: 617-417-6006

Por Sara Santos Dezenas de manifestantes reuniram-se, próximo ao antigo Edifício Federal 1550 Main Street em Springfield, na manhã de segunda-feira, 16 de outubro, para demonstrar seu apoio a Lucio Perez que está sendo convidado a deixar o país. Durante o protesto 18 pessoas foram presas por acusações de transgressão. O porta-voz do Departamento de Polícia de Springfield, Ryan Walsh

informou que os presos são 12 mulheres e seis homens residentes de Northampton, Chicopee, Amherst, Florença, Hadley, West Springfield, Belchertown, Williamsburg e Kingston, Pensilvânia. Lucio Perez é casado e pai de quatro filhos, nascidos em território americano. Ele foi forçado a comprar uma passagem para Guatemala, seu país de origem. Perez tinha uma autorização de trabalho temporário que expirou em julho de 2017.

Foto: Dan Glaun |

“Deportação de pessoas, mesmo que não tenham antecedentes criminais ”

Residente de Springfield, Perez esta em processo de deportação

A ICE alegou que ele está residindo ilegalmente nos EUA, pois o seu prazo de permanência já expirou. Ele teria sido supostamente obrigado a usar um monitor eletrônico no tornozelo até a data do seu voo agendado na quinta-feira. Tony Perez, filho de Lucio Perez, disse: “Eles também perderam muitos entes queridos. Eles estão aqui hoje para lutar pelos entes queridos que perderam “. O protesto foi organizado por membros do centro de trabalhadores, comunidade local e líderes religiosos e também contou com a participação de ativistas de imigração que não concordam com a ordem de deportação emitida para Perez.

Artwork: Jornal dos Sports

Manifestantes reuniram-se em Springfield para evitar a deportação de um imigrante


4

CHARGE - OPINIÃO OPINIÃO

Toninho Mindball

O Jornal A SEMANA é uma publicação semanal e independente. Distribuído gratuitamente em todo o estado de Massachusetts.

“Cadê o recibo que Tava Aqui?”

Claudio Santos Presidente / Head of Operation

Sara Santos Diretora de Redação

Tania Jota Diretora Comercial

Diagramação Marcos Soares

Graphic Design Frederico J Dos Santos

Colaboradores Flavia Leal Moda & Beleza

Antônio Machado Ponto de Vista

Eliana Barbosa Alto Astral

Angela Cardoso Fatos & Fotos

Central de Vendas Mônica Prado (617)863-7979 Claudio Santos (617) 417-6006 Escritório Central (617) 955 0043

Impressão Gráfica SMG

Distribuição Guerreiros da Rota DBA

Termos e Responsabilidades A responsabilidade pela qualidade dos produtos, serviços e promoções divulgadas nesse jornal é exclusiva dos anunciantes. As opiniões expressas em artigos publicados são de responsabilidade de autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. Os interessados em publicar seus artigos podem remeter o material para avaliação do editor chefe deste jornal através do email geral asemana@ME.com. Informações adicionais podem ser obtidas pelo telefone (617) 417-6006.

Surtos não acontecem apenas em episódios psicóticos com transtornos mentais delicados como a esquizofrenia, O surto comum é toda fixação exagerada num conteúdo emocional que impede a pessoa de olhar para o que está ocorrendo globalmente e a aprisiona nesta sensação interna. Como ajudar uma pessoa nessa situação, seja num surto real (transtorno mental ou induzido por álcool e droga); num abalo póstraumático (assalto, morte de ente querido, perda de emprego); ou simplesmente quando alguém fica paralisada numa emoção de raiva ou medo. Determinadas posturas podem ajudar a desarmar a bomba-relógio, seja numa conversa de casal, ambiente profissional, familiar ou espaço público. Nesta situação o espaço político com situações generalizadas com status de bomba relógio e histeria coletiva protagonizada por líderes políticos com destaques para o presidente Temer. A expressão “Cadê o dinheiro que tava aqui?” ganha status expressivo no contexto dos recentes escândalos no universo dos políticos brasileiros. Podemos até classificar como histeria coletiva, onde um grupo de pessoas passa a ter, ao mesmo tempo, um comportamento estranho ou adoecer sem uma causa aparente. Os surtos de histeria coletiva, também conhecidos como doença psicogênica de massa, são mais frequentes em grupos fechados, como alunos de uma mesma escola ou trabalhadores de uma empresa, embora também acometa a população em geral. A doença faz a galera ficar mais ansiosa e perder o controle sobre atos e emoções,

além de turbinar os sentidos, como tato, olfato, paladar etc. Os políticos brasileiros estão doentes! Família de Romero Jucá é suspeita de superfaturamento em projeto social; operação investiga desvio de R$ 32 milhões do ‘Minha Casa, Minha Vida’; copa do Mundo de 2014; a construção e a reforma de seis dos 12 estádios do Mundial estão sob investigação - R$ 100 milhões com direito a reportagem da Rede Globo na série: Cadê o Dinheiro que Tava Aqui? Desembargador Francisco Barros Dias é preso acusado de vender sentenças judiciais e vender habeas corpus por R$ 150 mil. O ex presidente Lula cria sua expressão “Cadê o recibo que Tava Aqui?” Neste momento a bomba relógio passa a ser o símbolo de uma histeria de corruptos com uma causa comum. Continuando no mesmo tema com cenas de filmes de “Suspense” um cidadão nu, de 29 anos, causou tumulto. Agitado, agrediu pessoas que passavam pelo centro comercial da Rua 25 de março em São Paulo. Os agentes comunitários, juntamente com policiais, foram surpreendidos pela chegada do segundo indivíduo, que passou a agredir o homem nu com a parte lateral de um facão. Diante dessa cena, os guardas optaram por utilizar um taser (arma não-letal que dispara descargas elétricas) contra o indivíduo que portava o facão. O homem nu, por sua vez, aproveitou a abordagem para apanhar o objeto caído no chão para defender dos policiais. Foram detidos. Podemos afirmar neste caso como uma bomba relógio doméstica!

13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017 Edição # 685 asemana@icloud.com Dept. Comercial: 617-417-6006


13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

PUBLICIDADE

5 Edição # 686 WWW.JORNALASEMANA.COM


6

13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

LOCAL

Edição # 686 WWW.JORNALASEMANA.COM

US$ 10 milhões por informação que possa levar ao impeachment de Trump Foto: Katty Winn / AP

Oferta aparece em anúncio de página inteira na edição de domingo do Washington Post Matéria publicada nesta segunda-feira (16) pelo diário norte-americano The Washington Post comenta o anúncio

Kris Coratti, uma porta-voz da The Post, recusou-se a dizer o quanto um anúncio de página inteira custa ou com que antecedência alguém deveria notificar o jornal para executar esse anúncio em uma edição de domingo.

revista pornográfica Hustler, descreveu inúmeros motivos pelo qual ele considera que o presidente Trump precisava

“US$ 10 MILHÕES POR INFORMAÇÕES QUE POSSAM OCASIONAR NA REMOÇÃO DE DONALD J. TRUMP DA PRESIDÊNCIA”. de Larry Flynt fixado na edição de domingo deste jornal. A Flynt, mais conhecida como a editora da

to e um endereço de email, juntamente com uma garantia de que a Flynt pretende pagar a soma completa de US $ 10 milhões para obter informações precisas.

ser removido do cargo, acusando-o de “comprometer a política interna e externa dos EUA com seu enorme império em-

The Washington Post comenta o anúncio de Larry Flynt presarial global de conflitos de interesses” para “contar centenas de mentiras deslavadas” para “nepotismo grosseiro e nomeação de pessoas não qualificadas para

altos cargos”. Foi por isso que, escreveu Flynt, ele estava procurando informações de qualquer pessoa que pudesse fornecer uma “arma fumegante” - talvez en-

terrada nas declarações fiscais de Trump ou em outros registros de investimentos - que levaria ao seu impeachment. No final do anúncio, há um número gratui-

Em uma entrevista telefônica subsequente, Flynt disse à The Post que ele esperava obter informações “dentro de alguns dias” e disse que liberaria qualquer informação legítima imediatamente. Ele reiterou a oferta em dinheiro por informações. Fonte Jornal do Brasil


13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

PUBLICIDADE

7 Edição # 686 WWW.JORNALASEMANA.COM


8

DESTAQUE

13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017 Edição # 686 asemana@icloud.com Dept. Comercial: 617-417-6006 Foto: Marilene Paiva

Comediantes Leo Líns e Murilo Couto fazendo Selfies

Plateia vai ao delírio do riso com os comediantes Léo Lins e Murilo Couto

“São eles que nos ajudam a entender o mundo fazendo piadas de tudo” Da Redação Meu amigo “Nunca na historia deste país” Eu quero dizer, desta comunidade, houve um desejo de rir tanto. Parece que os comediantes estão com o cardápio variado no humor e o mundo se desmoronando em torno de nós, cada assunto ou noticia tem uma percepção diferente para o humorista. Com um humor inteligente Leo Lins e Murilo Couto levaram o público ao delírio no último domingo(15) com o show de Stand Up no Wonderland Ballroom em Revere, MA. A turnê passou por Miami, Orlando e Boston com uma visita relâmpago e de volta ao Brasil para gravação no programa The Noite com Danilo Gentili pela SBT. Esta é a nova geração de comediantes que vem com toda a irreverência e alegria para irradiar e trazer diversão. Murileo

como são chamados estão trabalhando juntos há três anos nas gravações e escrevendo o próprio material para o programa de TV e shows. São eles que nos ajudam a entender o mundo fazendo piadas de tudo e colocando de uma maneira simples os fatos para entendemos os acontecimentos ao nosso redor com alguma leviandade. Tanto Leo Lins como Murilo Couto elaboram suas rotinas de Stand Up e escrevem seu próprio material de maneira bem diferente, resumindo as suas estéticas, Leo Lins no estilo Bullyng Arte com sabedoria e Murilo Couto no auto-depreciativo e muito espirituoso. A Turnê foi elaborada pela BeeWorks Productions / lolbrazil.com e em Boston com produção da Mr.Groove Productions pelo empresário Carlos Henrique Alves e Cláudio Santos.


13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

PUBLICIDADE

9 Edição # 686 WWW.JORNALASEMANA.COM


10

13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

COMUNIDADE Campeão Mundial de Jui-Jitsu Gregor Gracie inaugura academia no Brooklyn

Edição # 685 asemana@icloud.com Dept. Comercial: 617-417-6006

Foto: CHAD CARLSON

Brasileiro Gregor Gracie inaugura academia com programação para crianças, jovens e adultos Os atletas brasileiros Gregor Gracie, Rafael Costa e Fabio Coelho abriram as instalações da academia Gregor Gracie no último domingo, 15 de Outubro, no Brooklyn (NY). Com uma programação diversificada de acordo a faixa etária de idade. “Ensinamos artes marciais, e especialmente o Brasileiro Jui Jitsu (BJJ), porque estamos interessados em tornar a vida melhor para todos. Acreditamos que as artes marciais são uma ótima maneira de fazer isso. Gregor Gracie Jiu-Jitsu existe para ajudar as pessoas a melhorar suas vidas sejam as crianças, adultos, atletas, novos para fitness, todos”, Informou Gre-

gor Gracie. A academia possui um programa voltado para crianças chamado Bullyproof, no qual tem o objetivo estimular a criança a desenvolver a autoconfiança, superar os medos dos “valentões” sem violência. “Jiu-Jitsu brasileiro é a melhor auto-defesa não-violenta para crianças e adolescentes. Ele promove confiança, disciplina, respeito e muitas outras qualidades de desenvolvimento”, segundo Gregor Gracie. Os programas desenvolvidos para o público infantil são integrativos, e todos conseguem treinar e aprender juntos, independentemente do nível de experiência em que estejam. A academia proporciona um

ambiente seguro e de integração social, para atender as crianças após o horário escolar ou nos finais de semana. O programa voltado para os adultos se concentra em uma abordagem abrangente do desenvolvimento do JuiJitsu. O aluno recebe a explicação sobre as técnicas que podem ser utilizadas durante a pratica do esporte. Eles recebem orientação sobre o condicionamento físico, posições e como fazer os movimentos do corpo de forma correta na pratica do Jiu-Jitsu. A prática normalmente consiste em cerca de 30 minutos de aquecimento, seguido de uma hora de luta, e esperase que os participantes

A First Class Travel prepara tudo para a sua viagem se

FABIO COELHO, GREGOR GRACIE AND RAFAEL COSTA se empolgassem. A instituição conta com uma equipe onde todos são campões em diversas categorias do BJJ. Vindo de uma família de percussores do BJJ Gregor começou a praticar artes marciais ainda na infância. Ele é um dos principais lutadores Jiu-Jitsu de sua geração que luta

no MMA. Com medalhas em alguns dos torneios de luta mais difíceis do mundo BJJ Mundial, Nacionais Brasileiros, Nogi Worlds e ADCC, entre outros. Fabio Coelho é campeão em torneios do BJJ, além disso, ensina em seminários no Brasil e nos EUA. Entre os

membros da equipe está Rafael Costa que começou a treinar no BJJ aos 11 anos, Ele é medalhista em Campeonatos Nacionais e Mundiais. Rafael e Fabio continuam treinando e participando dos campeonatos de BJJ. Para mais informações visite o site: www. gregorgracie.com


13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

MUNDO União Europeia adota novas sanções contra Coreia do Norte A ação foi causada pela “persistência da ameaça que representa para a paz e para a estabilidade internacionais” por seu programa nuclear e balístico Foto: | EPA/KCNA

O líder do regime norte-coreano A União Europeia adotou, nesta segundafeira (16), novas sanções contra a Coreia do Norte, diante da “persistência da ameaça que representa para a paz e para a estabilidade internacionais” por seu programa nuclear e balístico anunciou o Conselho da UE. “O Conselho adotou novas medidas autônomas da UE para continuar aumentando a pressão sobre este país”, entre elas, a proibição de investimentos europeus em todos os setores da economia norte-coreana, assim como da venda de produtos petrolíferos refinados e de petróleo, detalhou a

instituição. Os 28 países-membros do bloco reduzem de 15.000 euros (US$ 17.700) para 5.000 euros o limite do montante das remessas pessoais que são transferidas para a Coreia do Norte. O motivo são as suspeitas sobre seu uso “para apoiar programas ilegais de mísseis nucleares e balísticos no país”. A UE também decidiu não renovar as autorizações de trabalho para os norte-coreanos, com exceção dos beneficiários de proteção internacional, e adicionou três pessoas e seis entidades à sua lista negra por apoio aos programas de desenvolvimento balísti-

co e nuclear. No total, 41 pessoas e dez entidades foram afetadas pelas sanções, afirmou a instituição que representa os países europeus. Essas sanções são complementares àquelas decididas em setembro pelo Conselho de Segurança da ONU em resposta a um novo teste nuclear nortecoreano. Estas já haviam sido aplicadas pelos europeus, especialmente contra suas principais exportações, como carvão, ferro e pescado. Em conformidade com essas sanções da ONU, a UE impôs medidas restritivas contra 63 pessoas e 53 entidades.

11 Edição # 685 asemana@icloud.com Dept. Comercial: 617-417-6006


12

13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

GUIA BOA MESA

Edição # 686 WWW.JORNALASEMANA.COM

Oasis Restaurante & Oasis Bakery

373 Main Street - Medford, MA 02155 781.396.8337 / 781.396.8303

O tradicional nome Oasis de Medford oferece um restaurante com BBQ, bar completo e também uma padaria lanchonete ao lado. A clientela fiel a opção de uma tradicional churrascaria brasileira seguindo os conceitos de qualidade com excelentes produtos e preços baixos. O ambiente agradável com espaço aconchegante e atendimento personalizado logo atraiu uma grande clientela brasileira e americana ampos abertos ate as 10pm.

Terra Brasilis 14 anos de tradição

480 Shrewsbury St, Worcester, MA (508) 752-0390

Quem não gosta de relembrar os sabores brasileiros tendo um cardápio especialmente elaborado? Se a comida tiver ingredientes mineiros e um mix de sabores, melhora ainda. Com dois restaurantes em Framingham, Bridgeport(CT) e agora também em Worcester o rede Terra Brasilis tem um cardápio específico para cada dia da semana, com 60 funcionários treinados para um atendimento personalizado. Venha conferir!

Oliveiras Restaurante East Boston

297 Chelsea St, East Boston, MA 02128 (617) 561-7277

No Oliveira’s Restaurante de East Boston você vai saborear um delicioso churrasco e aquela comida tipicamente caseira. Venha e traga sua família para curtir momentos agradáveis em um ambiente aconchegante, com bar completo e telões ligados na programação brasileira. Desde já convidamos você para vir conhecer de perto o que ingredientes gastronômicos refinados agregados à experiência no ramo da culinária têm a oferecer.

Wow! Agora King Bibis em Watertown

45 Lexington Street - Watertown, MA (617) 744-0086

O “King Bibis” um cardápio completo com Picanha na tabua, moqueca de Tilápia, pastas, saladas, sanduíche, pizzas e uma variedade de esfirras (Mini Pizza) tudo sobre o comando do Paulistano Julio Cesar Paula que iniciou sua carreira no setor de alimentação em 1994 e estudou nutrição e gastronomia e se formou há 16 anos. Durante 5 anos foi chef de cozinha do Hotel Hilton e Hotel Transamérica em São Paulo.

Brazilian Grill-Hyannis & N.Dartmouth

680 Main Street - Hyannis, MA 464 State Rd.-N.Dartmouth, MA

A churrascaria Brazilian Grill de Hyannys e N.Dartmouth (MA) reúne o melhor da comida mineira, churrasco gaúcho e o típico tempero brasileiro, com centenas de opções. Ambiente estrategicamente planejado, carnes selecionadas, equipe treinada e clima brasileiro do mais alto padrão. Os restaurante já são referência na região, a primeira churrascaria foi inaugurada há 16 anos em Hyannis (MA). Reservas (508) 771-0109

Labaredas sob nova administração

500 Boston Post Rd. Marlboro, MA (508) 281-6555

O Labaredas Restaurante, um dos melhores representantes da culinária brasileira no estado, serve churrasco e buffet em Marlborough e tem notado a crescente demanda por reservas para as festividades de fim de ano. Aberto todos os dias de 11 da manhã até às 8 da noite (aos domingos de meio dia às 5 da tarde) procura manter o preço acessível e otimizar o serviço sempre, e com ambiente bem arejado e climatizado. O Melhor da região!

Panela de Barro é comida caseira

229 Newton St, Waltham, MA (781) 209-1888

Para você que adora comida caseira então venha conhecer o ‘Panela de Barro’, servindo a comunidade brasileira desde 2000 tem como objetivo em oferecer aos seus clientes a qualidade e o sabor tradicional da comida mineira. Ambiente familiar com um Buffet e churrasco todos os dias da semana, sucos naturais, refrigerantes e uma variedade de sobremesas. Venha se juntar a nós para o almoço ou jantar e matar a saudade de Minas.

Brazilian Steak House em Woburn

290 Main Street - Woburn, MA (781) 376-0030

Uma experiência como nenhuma outra. Sentar, relaxar e desfrutar da atmosfera. A Brazilian Steak House Churrascaria Rodeo em Woburn oferece o famoso rodízio brasileiro, bar completo e um cardápio completo com de marisco, uma variedade de aperitivos, legumes frescos e pastas. Uma excelente alternativa para o jantar fino tradicional ou para festas privadas, de 20 a 100 pessoas. Aberto de 4-10pm. Seja bem vindo!


13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

13

BRASIL

Edição # 685 asemana@icloud.com Dept. Comercial: 617-417-6006

Se for eleito, Bolsonaro admite privatizar Petrobras e quer limites à China Em visita o pré-candidato à presidência diz que usará redes sociais, assim como Donald Trump, durante a campanha eleitoral

Foto: Reprodução

Retórica pró-família impulsiona base de apoio entre a comunidade evangélica Por Bloomberg “Dizem que eu sou o Trump brasileiro”, responde Jair Bolsonaro, com um sorriso quase irônico, ao ser perguntado se ele se identifica com o atual presidente dos EUA. Se ele acha a comparação adequada? Bolsonaro demora na resposta, refuta ser um populista e diz que o Brasil não suportaria mais um presidente nessa linha. Em uma entrevista de uma hora à Bloomberg em Nova York, o ex-capitão do exército que está crescendo nas pesquisas a menos de um ano das eleições presidenciais desfila um sem-número de posições políticas e opiniões que, se não populistas, são certamente pouco ortodoxas. Entre elas, negar que o regime militar era uma ditadura; ou dizer que a China “não tem coração”, sugerindo restringir seu acesso a setores considerados por ele como estratégicos no País; ou mesmo ao afirmar que pode fazer toda a cam-

panha presidencial com um orçamento de apenas R$ 1 milhão. Bolsonaro insiste que, como Trump, se apoiará em sua capilaridade em redes sociais para disseminar sua mensagem aos milhões de brasileiros cansados da violência em espiral, corrupção generalizada e imigração indesejada. “Eu sou uma ameaça às oligarquias, sou uma ameaça para os corruptos contumazes, sou uma ameaça para aqueles que querem destruir os valores familiares”, disse ele. “Essa é a ameaça que eu represento.” A classe média do país viu seu status e renda caírem com a retração daeconomia de quase 8% nos últimos dois anos, o que permitiu a Bolsonaro passar a ser visto como um porta-voz dessa mistura de raiva e frustração. Os cortes orçamentários enfraqueceram os serviços públicos já precários e a violência no país continua a aumentar, fortalecendo o apelo de suas políticas de segurança linha-dura. Em

meio às revelações quase diárias de corrupção envolvendo a elite política do país, a ficha limpa de Bolsonaro apenas aumentou seu apelo entre um eleitorado desencantado.

Mais do que palavras Durante os seus mais de 20 anos no Congresso, apenas dois dos 171 projetos que apresentou foram aprovados. Mas sua exposição na mídia é maior do que sua força parlamentar, muitas vezes explorando questões polêmicas e provocando a indignação de seus oponentes, para o deleite de seus seguidores. Na entrevista à Bloomberg, ele apontou que há mais do que apenas uma retórica polarizadora em suas propostas iniciais para a candidatura à Presidência, e ressaltou que seu plano de governo ainda não está pronto. Bolsonaro está nos Estados Unidos para uma série de encontros com inves-

tidores e políticos americanos. A intenção de privatizar algumas empresas estatais, eventualmente incluindo a Petrobras, a redução dos gastos do setor público e a erradicação das fraudes nos programas sociais são algumas das idéias que ele tem em mente. Quanto ao principal objetivo da agenda de reformas do presidente Michel Temer – a da Previdência – Bolsonaro admite a necessidade de ação, mas prefere uma abordagem muito mais gradual do que o projeto que tramita hoje no Congresso.

Presidente O pré-candidato reconheceu francamente que tem apenas um “entendimento superficial” de economia. E expressou o desejo de que a taxa de juros fosse reduzida a 2%. O juro básico do País nunca esteve abaixo de 7,25% nas últimas duas décadas. “Quem está comigo diz que a equipe econômi-

ca do Banco Central – não a da Fazenda, mas do Banco Central – seria muito bom se eu tivesse a mesma, ou alguma parecida”, disse, referindo-se à atual diretoria do BC, comandada por Ilan Goldfajn. Sentado ao lado de três de seus filhos, também políticos, Bolsonaro fez uma firme defesa das duas décadas de governo militar do Brasil. ”Existe esse sentimento, sim, por parte de uma minoria, cada vez menor no Brasil, de que eu sou aquele que poderia ser um ditador. Mesmo eu dizendo que, no Brasil, não houve ditadura”, disse. ”Eu sempre falo para a garotada – hoje, 30% da garotada está comigo no Brasil — procure seus avós, converse com eles como foi aquele período e como é hoje.” Ele descreveu seu relacionamento atual com as forças armadas como “excepcional”, acrescentando que gostaria de nomear alguns militares em seu gabinete, particularmente para os ministérios da Defe-

sa e da Ciência e Tecnologia. Mais da metade dos apoiadores de Bolsonaro tem entre 16 a 34 anos e não viveram o período de ditadura militar, de acordo com recente pesquisa Datafolha. O deputado também defende uma posição rigorosa na questão da violência. Ele acredita que a liberação do porte de armas ajudaria a enfrentar a taxa de criminalidade do país. Ele também defende um maior reconhecimento dos policiais. Mesmo antes de anunciar sua intenção de concorrer ao Planalto, Bolsonaro já era tratado por seus seguidores como “presidente”. Em dado momento da entrevista, Bolsonaro sacou o telefone para mostrar um vídeo em que um grupo de pessoas o recebe efusivamente em um aeroporto, durante uma de suas muitas viagens pelo país. Batizado no rio Jordão, no ano passado, sua retórica pró-família impulsiona sua base de apoio entre a comunidade evangélica.


13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

14

DIVÃ DA BELEZA FLÁVIA LEAL

FLÁVIA LEAL INSTITUTE Empresária do setor de estética & Beleza

www.flavialeal.com

Salt Glow: o melhor amigo da sua pele O Salt Glow é um tratamento com sais que beneficiam sua pele. Através da esfoliação, a técnica remove células mortas, deixando sua pele hidratada, macia, aveludada e radiante. Após a combinação entre sais marinhos e óleos essenciais aromáticos, formam uma subtância “pastosa”, que pode ser massageada suavemente sobre o corpo.

Como funciona O tratamento é super relaxante! Imagine que você esteja deitado em uma mesa de massagem: A esfoliação é feita com a mistura de sais retira-

dos do mar, óleo e aromáticos como limão ou lavanda. Esta combinação desintoxica o corpo, estimulando a circulação através da vasodilatação dos capilares sanguíneos, seguido da massagem.

Benefícios da esfoliação Salt Glow A esfoliação melhora o tom da pele, remove a camada superior “morta”, e alivia os sintomas de certos distúrbios como eczema e psoríase. Devido à alta concentração de magnésio em sal marinho, o método também pode ser usa-

do para reduzir coceiras e inflamações causadas por doenças da pele.

Hidratação O sal contém minerais que nutre e hidrata a pele. Os óleos essenciais juntamente com o sal, atuam também como hidratantes, que acalmam a pele seca e irritada. Para quem deseja aprender sobre produtos e técnicas do Salt Glow & Body Bronzing, o Instituto Flavia Leal realizará um curso nos dias 16 e 18 de Outubro. As inscrições podem ser feitas com a nossa equipe através do telefone (781)995-4009 contact@flavialealinstitute.com

Flávia Leal - Formada em Artes Liberais, Estética, Maquiagem, Cosmetologia e em diversos cursos na área da beleza, Flavia Leal inaugurou primeira escola de estética em 2010, seguida da Flávia Leal Nails Academy em 2011, da Esthetics Advanced School of Esthetics e o lançamento de sua linha de maquiagem em 2012. Durante esses anos Flávia também ministrou workshops de maquiagem, palestras motivacionais e de liderança nos Estados Unidos, Brasil e em alguns países da Europa, onde também recebeu prêmio por seu destaque como empresária. Em 2013 foi inaugurada a escola de cabeleireiros na cidade de Everett, e lançada oficialmente a marca Flavia Leal Cosméticos no Brasil, onde tem sido comercializada através de sistema de vendas diretas, gerando emprego para muitas famílias em sua terra natal.

Edição # 685 asemana@icloud.com Dept. Comercial: 617-417-6006


13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

PUBLICIDADE

15 Edição # 686 WWW.JORNALASEMANA.COM


13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

16

PUBLICIDADE

Edição # 686 WWW.JORNALASEMANA.COM


13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

PUBLICIDADE

17 Edição # 686 WWW.JORNALASEMANA.COM


13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

18

PUBLICIDADE

Edição # 686 WWW.JORNALASEMANA.COM

PASSAPORTE MOVEL Vamos até você para renovar seu Passaporte


13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

ALTO ASTRAL FIQUE DE BEM COM A VIDA ELIANA BARBOSA Escritora / Apresentadora

www.elianabarbosa.com.br

Terrível sentimento do passado

O autoperdão e o reconhecimento de que ainda não somos perfeitos são os caminhos para uma vida mais feliz!

Por Eliana Barbosa Você acredita que uma pessoa que sinta culpa pelos erros passados possa ser feliz? Pois eu acredito que sim, desde que esta pessoa pegue as suas culpas verdadeiro lixo emocional – e as “envelope” no passado. Como fazer isso? Exercitando o autoperdão, parando de se julgar, de cobrar tanto de si - pessoa que, um dia, por ignorância, cometeu deslizes ou desatinos, mas que hoje, mais amadurecida, sente o arrependimento e quer acertar cada vez mais! Sim, porque sentir culpa é estar arrependido e isso quer dizer que hoje esta pessoa é muito melhor e não faria o que fez tempos atrás. Se este é o seu caso, responda-me: Hoje você faria de novo aquilo que o faz se sentir culpado? Não? Então, você pode tirar de si a arrogância de querer a perfeição, e lembrar-se de que já é uma pessoa melhor. O autoperdão e o reconhecimento de que ainda não somos perfeitos são os caminhos para uma vida mais feliz! Errar faz parte da na-

tureza humana, e a grandeza está em reconhecer os próprios erros, saber pedir perdão e buscar uma trajetória em que você mesmo saia da sua frente e pare de atrapalhar o seu crescimento pessoal e profissional. É isso mesmo! A pessoa que carrega culpas no coração, pela necessidade que sente de se autopunir, vive doente, não prospera financeiramente, convive mal com os familiares, afastando tudo o que pode ser bom para ela, pois acredita que não merece viver bem e não se permite ser feliz, absolutamente. E o pior: não consegue fazer nada pela felicidade dos outros também! As doutrinas reencarnacionistas explicam o sofrimento presente como o pagamento de dívidas ou erros de vidas passadas, mas o grande perigo que vejo é que muitas pessoas se apegam tanto às culpas do passado, através da autopunição gerada pelas doenças e outros sofrimentos, que perdem a chance de viver um presente com qualidade, com união familiar, com saúde física e emocio-

nal, e, principalmente, com gestos de generosidade com o próximo, atitudes estas que são, sem dúvida, muito mais produtivas na remissão de suas culpas. O que passou você não pode mudar, mas você pode fazer muito melhor agora e este poder interior que faz parte do seu ser só poderá se manifestar a partir do momento em que você virar as costas para o passado e assumir o seu papel de senhor do seu destino, do seu presente e do seu futuro, capaz de contribuir, com os seus talentos e boa-vontade, para a evolução deste magnífico mundo em que todos vivemos. Afinal, o tempo é um tesouro precioso que temos hoje, agora, e é neste momento que a vida acontece de verdade, oferecendo a cada um de nós novas e maravilhosas oportunidades de acertos, vitórias e muito sucesso! Então, vida nova, sentimentos renovados e muita alegria no seu coração, porque a prosperidade e a felicidade só se manifestam a partir de mentes e ambientes alegres e positivos!

Eliana Barbosa é coach de relacionamentos, psicoterapeuta, articulista de jornais e de revistas de circulação nacional e internacional, autora de vários livros no campo do autodesenvolvimento, apresentadora de programas em TV e rádio, e ministra palestras e cursos transformacionais no Brasil e nos Estados Unidos. Conheça melhor as suas atividades profissionais no site www.elianabarbosa.com.br Contato: eliana@elianabarbosa.com.br

19 Edição # 685 asemana@icloud.com Dept. Comercial: 617-417-6006


20

IMIGRAÇÃO Juízes de imigração criticam política do governo Trump

O número de processos pendentes nos 58 tribunais no ano fiscal de 2017 Assim que chegou à Casa Branca, o presidente Donald Trump ordenou, por decreto, que parte dos 334 juízes de imigração do país fosse temporariamente deslocada para acelerar processos de deportação em tribunais improvisados em Estados que fazem fronteira com o México. Segundo o governo, a realocação permitiu finalizar cerca de 2.700 casos a mais na região. Na avaliação da Associação Nacional de Juízes

de Imigração, no entanto, o resultado foi um acúmulo ainda maior de processos pendentes em todo o país, que superam hoje os 632 mil, enquanto os juízes passavam parte de seu tempo na fronteira lendo jornais. A decisão é um exemplo de como a política de imigração de Trump ainda patina ao não saber como lidar com os tribunais de imigração, a última e mais importante etapa do processo que define o

destino de quem é pego ilegalmente no país. “A decisão de mandar temporariamente os juízes para localidades perto da fronteira causou um acúmulo ainda maior dos processos nos nossos tribunais de origem. E houve horas em que não tinha trabalho para os juízes nesses lugares”, diz a presidente da associação, a juíza Dana Leigh Marks. O número de processos pendentes nos 58 tribunais no ano fiscal

13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017 Edição # 685 asemana@icloud.com Dept. Comercial: 617-417-6006 de 2017 (de outubro de 2016 a setembro deste ano) subiu 22,5% em relação ao ano anterior. Hoje, o tempo de espera médio para processar um caso é de 681 dias (mais de um ano e 10 meses), segundo o site Trac, que monitora dados dos tribunais de imigração. Em alguns Estados, como o Colorado, a espera média é de quase três anos. “Esse tempo pode ser devastador”, afirma Marks. “Muitas pessoas acham que os imigrantes ficam felizes que seu caso fique pendente por um muito tempo, porque eles podem ficar no país enquanto isso, mas nós sabemos que isso não é verdade.” Segundo a presidente da associação de juízes, muitos dos imigrantes acabam, nesse tempo, perdendo o contato com testemunhas que eles precisariam para sua defesa, por exemplo. Ou gastam mais com advogados para atualizar papeis sobre o processo. “No caso de solicitantes de asilo, muitas vezes eles deixaram suas famílias para trás, sob risco, e querem que seus casos sejam ouvidos rápido, para poder trazê-los aos EUA”, acrescenta.

Na lista de prioridades apresentada por Mas, apesar da perspectiva de alívio no quadro de juízes, a lista de prioridades de Trump também prevê o estabelecimento de “métrica de performance” para eles. Um comunicado divulgado pela associação critica a decisão, dizendo que uma avaliação de performance “colocará os juízes de imigração numa posição em que eles poderiam violar seu dever legal de decidir os casos de forma justa e imparcial só para cumprir” as metas. Diante da pressão que os juízes enfrentam, Marks já reconhece que “é normal que mais erros sejam cometidos”. “Nosso trabalho é permitir que isso não aconteça, mas somos seres humanos.” A situação é ainda mais complicada diante da gravidade do tema. “Nós estamos praticamente decidindo casos de pena de morte em condições semelhantes às de tribunais que decidem sobre multas de trânsito”, alerta a juíza. “Nos casos que pegamos, muitas pessoas afirmam que, se voltarem para seus países, vão enfrentar perseguições ou

ameaças de morte.” No ano fiscal de 2017, 101.726 pessoas foram condenadas à deportação nos tribunais de imigração, aumento de 27% em relação a 2016. Marks também afirma que há mais de dez anos a associação contesta a diferença do peso dado no orçamento para os tribunais e para o Serviço de Fiscalização de Imigração e Alfândega (ICE, em inglês), responsável pelas detenções. Neste ano, contudo, o aumento do orçamento para o ICE (27%) ainda será superior ao previsto para os tribunais de imigração (17%). Em 2018, o orçamento para o Escritório Executivo para Revisão de Imigração (EOIR), do Departamento de Justiça, responsável pelos tribunais de imigração, receberá US$ 500 milhões, enquanto o ICE terá orçamento de US$ 7,9 bilhões. “A prioridade tem sido financiar os agentes nas ruas, sem reconhecer que é preciso recursos para os tribunais manterem o maior número de casos que, obviamente, vai chegar até nós.” Por FolhaPress


13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

PUBLICIDADE

21 Edição # 686 WWW.JORNALASEMANA.COM


22

ESPORTE

13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017 Edição # 685 asemana@icloud.com Dept. Comercial: 617-417-6006

Investimento de parceiro e reforços de seleção: a estratégia do cruzeiro para ter Mano Menezes O Cruzeiro prepara uma tentadora proposta para renovar o contrato de Mano Menezes O Blog Ora Bolas apurou que a oferta, que a princípio será colocada na mesa numa reunião nesta terça-feira, tem a promessa de reajuste salarial, contrato de no mínino dois anos de duração e, principalmente, um forte investimento do BMG no futebol a partir de 2018, com a chegada de pelo menos três jogadores de nível de seleção. Na Raposa desde o segundo semestre de 2016, tendo conquistado uma Copa do Brasil (2017), Mano tem vínculo válido apenas até dezembro deste ano. Um dos grandes problemas na negociação é que o

clube mineiro atualmente não tem uma condição financeira das mais seguras, até por isso o treinador deve avaliar com calma a investida antes de tomar a decisão sobre o futuro. Outro fator que pesa contra o Cruzeiro é o interesse do Palmeiras, que, conforme o Blog Ora Bolas revelou no dia 3 de outubro, consultou o comandante gaúcho na última semana de setembro. A demissão de Cuca no Verdão, anunciada na semana passada, aumenta ainda mais a pressão em cima dos mineiros para acelerar o processo de renovação.

Foto: Reprodução

Interesse do Palmeiras, treinador tem reunião agendada com a diretoria da Raposa


13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

PUBLICIDADE

23 Edição # 686 WWW.JORNALASEMANA.COM


24

POLICIA

13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017 Edição # 685 Edição # 540 WWW.JORNALASEMANA.COM asemana@icloud.com Dept. Comercial: 617-417-6006

Um ano após morte de adolescente na Flórida, família ainda luta por justiça Roger Thomé Trindade foi morto por causa de um forte trauma na cabeça após ser agredido por adolescentes

Roger, a mãe, Adriana, e a irmã Laura Neste domingo (15) a morte do adolescente Roger Trindade completa um ano. Ele foi encontrado inconsciente em um parque na cidade de Winter Park, no estado da Flórida. Três adolescentes chegaram a ser presos, e dois respondem por homicídio. Nesse período, os pais se mudaram para o Colorado, mas a mãe dele, Adriana, tem devotado seus dias em busca de justiça. Ao mesmo tempo, no Brasil, Laura retoma a rotina para lidar com a perda do único irmão. “Minha mãe, hoje, pode se dizer que a vida dela gira em torno disso. Em fazer com que sejam punidos para que meu irmão tenha justiça, mesmo que não seja aqui”, conta Laura Thomé Koch, irmã de Roger. Dois adolescentes foram denunciados por homicídio. Um deles, que estava em prisão domiciliar, foi preso novamente no começo do

mês por quebrar o nariz de um outro jovem, e teve a prisão decretada. Roger teria sido atingido por um spray, e em seguida foi agredido pelos adolescentes, conforme a polícia americana. A defesa dos adolescentes acusados da morte de Roger argumentou que eles agiram em legítima defesa, mas a alegação foi rejeitada pela juíza do caso, que entendeu que ele foram, na verdade, os responsáveis por iniciar a confusão. O julgamento foi então marcado para novembro. “Minha mãe fica de olho nas redes sociais, e tem contato com muita gente da cidade, faz contato com a promotora do caso [...] a gente acredita que eles vão pegar algum tempo de prisão, mas como são réus primários, talvez seja algo mais leve”, conta Laura. A irmã de Roger viu ele pela última vez duas semanas antes da morte. Ela estava

no Brasil quando soube o que tinha acontecido. “Minha mãe me ligou e disse que ele estava muito mal”, lembra. Um ano depois, Laura, de 25 anos, vive em Porto Alegre e trabalha no departamento de recursos humanos de uma empresa. A rotina, segundo ela, ajuda a enfrentar a dor da perda, mas a lembrança do irmão volta a todo o momento. “A gente aprende a conviver com a dor, mas está ali. Qualquer coisa lembra dele, a gente vê alguma coisa e lembra dele, uma música, uma comida, um cheiro lembram dele, não é fácil”, conta a irmã. Os órgãos de Roger foram doados e seu corpo foi cremado nos Estados Unidos. Suas cinzas então vieram para o Brasil. A memória do jovem será lembrada neste domingo durante uma missa na Igreja São Luiz Gonzaga, em Novo Hamburgo, onde viveu.


13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

POLICIA

25 Edição # 686 WWW.JORNALASEMANA.COM Foto: Foto Ilustrativa / Internet

A prática de gravar partes íntimas sem que a pessoa que está sendo gravada saiba disso é crime federal nos Estados Unidos

Casal é gravado por câmera escondida em casa alugada pelo Airbnb

Equipamento estava oculto em detectores de fumaça na sala e no quarto principal; um dos hóspedes diz que foi gravado enquanto estava nu Um casal encontrou duas câmeras escondidas em uma casa alugada por meio do site de compartilhamento de moradia Airbnb. Os equipamentos estavam escondidos nos detectores de fumaça do quarto e da sala. Havia registro de imagens dos hóspedes, que não sabiam que estavam sendo gravados. A polícia foi acionada e o homem foi preso e indiciado. O caso aconteceu na cidade de Longboat Key, uma ilha localizada na costa da Flórida, nos Estados Unidos. Segundo o relato de Derek Starnes ao canal americano ABC, ele achou estranha a existência de um buraco no detector de fumaça do quarto principal da casa e removeu o aparelho para investigar. Starnes trabalha no setor de informática e passava férias com a es-

posa no local. Ao desmontar o equipamento, encontrou uma câmara que registrava imagens em um cartão de memória, e também fazia transmissão via wi-fi. Eles chamaram a polícia, que posteriormente deteve o dono da casa, Wayne Natt, de 56 anos, sob acusação de voyerismo em vídeo. A prática de gravar partes íntimas sem que a pessoa que está sendo gravada saiba disso é crime federal nos Estados Unidos. Starnes disse que foi gravado andando nu pelo quarto. “Minha esposa e eu estamos angustiados com esta situação. Esperamos que mais vítimas apareçam”, disse . De acordo com a rede Fox News, o homem disse à polícia que usava o equipamento, bem como outro localizado na sala de estar, para gravar relações sexuais

entre visitantes da sua casa, durante festas que fazia no local. Mas alegou que todos os participantes consentiam com as gravações. “Eu nunca teria notado”, disse o tenente Bob Bourque, da polícia local, à emissora. Natt foi libertado após pagar fiança. O Airbnb disse, em nota à imprensa, que prestou assistência aos hóspedes e baniu para sempre Natt da comunidade. A conta estava ativa havia cerca de dois anos, com 40 recomendações positivas. A empresa disse também que condena esse tipo de conduta, a qual não está de acordo com os seus princípios. “. Levamos as questões de privacidade extremamente a sério e temos uma política de tolerância zero contra este comportamento”, diz trecho do comunicado.


26

13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

POLICIA

Edição # 686 WWW.JORNALASEMANA.COM

Traficante americano quer US$ 300 bi do governo do Rio O americano já processa a União pelo que chama de tortura e extradição ilegal Foto: Reprodução

O valor da indenização é igual ao da dívida externa do Brasil Um americano, condenado nos Estados Unidos a 30 anos de prisão por tráfico de drogas, e preso no Rio de Janeiro, em 1991, quer processar o estado, alegando ter sido torturado pela polícia antes de ser extraditado para seu país. John Gregory Lambros, que garante ter tido eletrodos implantados no cérebro durante o tempo em que passou na cadeia, não é nada modesto no seu pedido de indenização: ele quer receber US$ 300 bilhões (R$ 945 bilhões) do combalido cofre do governo do Rio, quantia equivalente à dívida externa do Brasil, e com a qual seria possível reformar o Maracanã novamente 787 vezes. Lambros já processa a União pelo que chama de tortura e extradição ilegal. Agora, um juiz americano do Distrito de Columbia mandou uma carta rogatória para o Superior Tribunal de Justiça (STJ) pedindo que o Estado do Rio seja notificado. Informada sobre as pretensões do americano, que está detido na penitenciária Leavenworth, em Kansas, a Procuradoria Geral do Estado já se manifestou. O órgão

encaminhou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) uma petição para que seja negada autorização para que Lambros processe o estado. Na carta rogatória enviada ao Brasil, Lambros alega ter sido torturado dentro das dependências da Polícia Federal em Brasília, para onde foi levado enquanto aguardava o julgamento pelo STJ do pedido de extradição feito pelo Estados Unidos. Os agentes da PF teriam, segundo ele, implantado eletrodos em seu cérebro para impedir que ele comparecesse às audiências do processo de extradição. Lambros não menciona torturas no Rio, onde foi detido, mas a carta rogatória pede para notificar o estado, onde ocorreu a prisão do traficante. O procurador do Estado Marcelo Martins não poupou crítica a Lambros. Ele diz que o “o autor do processo no Distrito de Columbia parece padecer de enfermidade mental”, acrescentando que a alegação de que eletrodos foram implantados em seu cérebro “é lunática”. Diz ainda que o relato de que isso o impedia de

comparecer às audiências do processo de extradição é “completamente inverossímil”. Ainda de acordo com o procurador Marcelo Martins, “quando esteve preso nas dependências da Polícia Federal, seu superintendente regional pediu que ele fosse transferido para o manicômio judiciário”. Marcelo Martins defende que o pedido da Justiça americana “é uma ofensa à soberania e à ordem pública nacionais”, visto que o Estado do Rio de Janeiro, como membro da República Federativa do Brasil, “não admite sua submissão à jurisdição de qualquer estado estrangeiro”. Além disso, em seus argumentos, observa que “a Constituição Federal estabelece que a República Federativa do Brasil é formada pela união indissolúvel dos Estados. O Estado do Rio de Janeiro é unidade política do Brasil e, como tal, goza de imunidade de jurisdição, não podendo ser processado por autoridade judiciária de estado estrangeiro”. Fonte Globo News


27 27 27

13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

BIZARRAS

Edição # 685 asemana@icloud.com Dept. Comercial: 617-417-6006

Pochete que imita barriga de tiozão é a nova aposta de designer de moda Foto: Reprodução

Criador da peça está a procura de investidores para começar a produzir as novas pochetes Na moda nada se cria tudo se reinventa. E foi apostando nisso que o designer Albert Pukies teve a brilhante ideia de ressuscitar um ícone fashion. Estamos falando das pochetes! A praticidade do item conquistou o público em meados dos anos 1980. Com o passar do tempo, as pochetes começaram a ser consideradas bregas e foram caindo no esquecimento, como tantas outras tendências. Apesar disso, grandes marcas, como Pra-

da, Gucci e Channel, tentam resgatar o item, mas sem sucesso até agora. A pochete “Dadbag”, que imita uma “barriga de tiozão”, viralizou nas redes sociais e há quem tenha achado a peça realmente estilosa. Mas o produto não surgiu do nada, não. Em 2016, iniciou-se um crescente movimento nas redes sociais chamado de “dadbod” (algo como “corpinho de pai”). Homens e mulheres passaram a ir contra os padrões de corpo perfeito e admitir

O Criador da peça quer produzir as novas pochetes. Será que a moda pega? que homens “de verdade” possuem uma certa saliência abdominal, diferentemente do que é

exposto em comerciais e propagandas. Para azar de quem se animou com a novidade, o produto

ainda não está disponível para compra. O designer criador da peça, Albert Pukies, está a

procura de investidores para começar a produzir as novas pochetes. Será que a moda pega?


28

FAMOSOS

13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017 Edição # 613 685 asemana@icloud.com Dept. Comercial: 617-417-6006

Paula Fernandes pede carona após ônibus quebrar: ‘A situação aqui é complicada’ Cantora gravou parte de sua equipe tentando fazer veículo funcionar Já imaginou passar por uma estrada e ver Paula Fernandes pedindo carona? Pois esta situação aconteceu neste domingo (15) em Campo Maior, no Piauí. A cantora, que recentemente adotou um cabelo long bob e mechas

Paula Fernandes Cantora e Compositora

Paula nega ser uma pessoa antipática Durante entrevista recente ao “Programa Raul Gil”, Paula Fernandes, cuja música embalou o primeiro beijo de Marina Ruy Barbosa e Xandinho Negrão, garantiu que não faz jus à fama de antipática que carrega desde o início de sua carreira. “Em relação à antipatia, eu sempre fui muito tímida, tenho esse perfil mais caseiro, sou mais na minha. Demorou um tempo para eu me soltar um pouco mais”, explicou sobre seu comportamento mais reservado. A nova música de trabalho de Paula Fernandes, “Traidor”, tem feito muito sucesso e, segundo a artista, que assumiu já ter sido traída, “está fazendo as pessoas pensarem”. Paula desabafou: “Trair é como matar e roubar. Como consegue?”, disparou. “Essa música tem um pouco de mim e um pouco do que ouço as

pessoas contarem”. Durante uma brincadeira de “Eu nunca” com a youtuber Foquinha, Paula Fernandes contou que nunca tomou um porre. “Tenho testemunhas e estou me programando para ver se vai acontecer um dia para saber como é que é. Dizem que é péssimo, não sei...”, explicou a namorada de Thiago Arancam, por quem foi presenteada com uma música. Ela também rejeitou ter enviado fotos nuas: “Nunca mandei nudes, não tenho coragem não. Imagina os dias de hoje...”. Para completar, a artista se assumiu “caxias” quando o assunto é romance. “Nunca [transei no primeiro encontro]! Sou caxias, estou te falando. Tem gente que não acha isso bom, mas a gente tem que fazer o que acha que é bom para você, está te fazendo bem. Eu nem beijo”, garantiu.

na cor cobre, se divertiu após o ônibus que a levava para mais uma apresentação, quebrar. “A situação aqui é complicada. Eles estão tentando empurrar o ônibus pra ver se pega no tranco. Na verdade a bateria do ôni-

bus pifou e a equipe inteira está aqui empurrando”, relatou, aos risos, em um vídeo postado em seu Instagram. Cantora gravou parte de sua equipe tentando fazer veículo funcionar: ‘Ver se pega no tranco’.


13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

CLASSIFICADOS

29 Edição # 686 WWW.JORNALASEMANA.COM


30

DIVERTIR 7 erros

13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017 Edição # 685 asemana@icloud.com Dept. Comercial: 617-417-6006


13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

PUBLICIDADE

31 Edição # 686 WWW.JORNALASEMANA.COM


32

13 A 19 DE OUTUBRO DE 2017

PUBLICIDADE

Edição # 686 WWW.JORNALASEMANA.COM

A SEMANA - The Brazilian Newspaper  

13 a 19 de Outubro de 2017

Advertisement