Page 85

saúde

Será

QUE É

preguiça?

J

á notou que muitas vezes parece que somos tirados da tomada? É como se de repente todo o ânimo, disposição e alegria de viver escoassem entre os dedos e ficamos atônitos sem conseguir entender o porquê de tanta PREGUIÇA. Na verdade, até bem pouco tempo atrás, dispúnhamos apenas de medicações para depressão ou ansiedade, alegando que estes sintomas pudessem ser produzidos única e exclusivamente por elas; quando na verdade, o uso deste tipo de medicação, por serem sedativas, podem até agravar o problema.

Estas queixas podem advir, sim, destas doenças, mas não incomum decorrem de uma alimentação pobre em nutrientes que podem nos deixar cansados (dietas feitas “da cabeça”) sem o acompanhamento de um profissional, bem como e principalmente geradas por deficiências de hormônios. Sim!! Muitas vezes uma noite mal dormida pode ser em si por conta da deficiência de um hormônio chamado melatonina, o qual interfere na produção de outros hormônios, como o hormônio do crescimento que só é produzido com o sono e é essencial no desenvolvimento da nossa sensação de bemestar e funções do dia-a-dia. A deficiência dos hormônios

pode inicialmente cursar com uma série de manifestações inespecíficas, como a “preguiça” e o cansaço. Daqui que o quadro clínico abra de forma mais completa pode demorar bastante tempo e perdemos a oportunidade de começar a tratar este estado com antecedência e propiciando melhora significativa dos sintomas. Quando se fala em hormônios, muita gente fica assustada com o risco de CÂNCER. Afinal não é para menos, já que a mídia e vários colegas corroboram muitas vezes com esta crença, mesmo sem bases cientificas para tal. Há 10 anos, muitos colegas médicos encaravam este fato como algo absurdo e danoso ao paciente, o que vem mudando em grande velocidade. Entretanto, todos nós trabalhamos dentro do mesmo princípio ético de promover vida e saúde e não o contrário. Caso houvesse uma ínfima chance de sairmos por aí causando qualquer tipo de doença na população ao invés da promoção à saúde, não poderíamos ser enquadrados como profissionais que visam à cura. Problemas como uma baixa função dos hormônios da tireoide, baixa produção de testosterona em homens e mulheres, seja pelo abuso

do uso de álcool ou pelo uso de pílula anticoncepcional, podem gerar estes sintomas. Existem vários outros tipos de hormônios que desestabilizam nossa vida física, mental e emocional quando não estão bem equilibrados. Contudo, cabe ressaltar aqui algo fundamental: A NECESSIDADE DE ACOMPANHAMENTO CONSTANTE pelo médico. Todo tratamento precisa ser feito e acompanhado por um profissional. Seria a mesma coisa de querermos iniciar um processo com um advogado e depois de ter sido dado o início à ação, nós mesmos começarmos a querer ir ao fórum e escrever as petições. Com a saúde não é diferente. A automedicação fica aqui configurada quando se vai ao médico e repete-se de forma indefinida a prescrição. Isto sim, é perigoso e traz um grande risco de vários problemas. Todavia, se for feito um acompanhamento personalizado, sua única chance é de se sentir alegre, feliz e bem-disposto novamente! Dra. Fernanda Mossumez Centro Integrado de Longevidade e Estética Empresarial RioMar Trade Center 1 Pina - Recife (81) 9 9113.5400

Profile for Revista Terra Magazine

Revista Terra - edição 45  

Estamos confiantes e fortalecidos que o país olha para frente otimista diante dos próximos desafios que temos: ano de eleição e claro, uma C...

Revista Terra - edição 45  

Estamos confiantes e fortalecidos que o país olha para frente otimista diante dos próximos desafios que temos: ano de eleição e claro, uma C...