Page 76

“Eu não vou ficar parada enquanto ela queima você na imprensa, pode esquecer!” “Ela só pode me atingir se atingir você, e talvez seja isso que ela esteja tentando fazer.” “Isso nós só vamos saber quando eu falar com ela.” Peguei o cartão de visita de Deanna na bolsa e acionei a opção de esconder o meu nome no identificador de chamadas dela. “Puta que pariu, Eva!” Pus o telefone no viva-voz e o deixei sobre o balcão. “Deanna Johnson”, ela atendeu prontamente. “Deanna, é Eva Tramell.” “Oi, Eva.” O tom de sua voz mudou, fingindo uma amizade que simplesmente não existia entre nós. “Como vai?” “Vou bem, e você?” Olhei para Gideon e o observei para ver se a voz dela provocava alguma reação. Ele me encarou, e parecia deliciosamente puto da vida. Eu já tinha me acostumado com o fato de achá-lo irresistível o tempo todo, independentemente de seu estado de humor. “As coisas estão aparecendo. Na área em que trabalho, isso é sempre bom.” “Então você está descobrindo o que queria.” “Aliás, foi por isso que eu liguei. Uma fonte minha afirma que Gideon flagrou você em um ménage com o seu colega de quarto e mais um cara, e ficou furioso. O cara foi parar no hospital, e agora está abrindo um processo. É verdade?” Fiquei paralisada, e não consegui ouvir mais nada além da minha pulsação martelando no meu ouvido. Na noite em que conheci Corinne, voltamos para minha casa e encontramos uma orgia na sala de estar, com Cary, duas garotas e um cara chamado Ian. Quando Ian, sem nenhuma vergonha — e nenhuma roupa — me convidou para entrar na brincadeira, Gideon recusou a oferta com um soco direto no nariz. Olhei para Gideon e senti meu estômago se contorcer. Era verdade mesmo . Ele estava sendo processado. A prova estava na cara dele, desprovida de toda e qualquer emoção, com seus pensamentos ocultados atrás de uma máscara impenetrável. “Não, não é verdade”, eu respondi. “Que parte?” “Não tenho mais nada a dizer pra você.” “Também tenho um relato de uma testemunha ocular de uma briga entre Gideon e Brett Kline, supostamente por ter pegado você aos beijos com Kline. Isso é verdade?” Apertei a beirada do balcão de pedra até os meus dedos ficarem pálidos. “O seu colega de quarto foi atacado recentemente”, ela continuou. “Gideon teve alguma coisa a ver com isso?” Ai, meu Deus... “Você é maluca”, eu disse com frieza. “No vídeo da sua discussão com Gideon no Bryant Park, ele tem uma atitude bastante agressiva, inclusive fisicamente. Você tem uma relação violenta com

Profile for Cláudia Tressoldi

Crossfire 3 para sempre sua  

Crossfire 3 para sempre sua  

Advertisement