Page 75

denunciado, porque seus olhos assumiram uma expressão bem séria. Gideon foi até mim com passadas longas e ágeis, depois de jogar fora os restos de comida e as caixas. “Você disse alguma coisa pra ela?”, perguntei baixinho para Cary. “Tipo o quê?” “O tipo de coisa que você não gostaria de contar pra uma jornalista, porque é isso que ela é.” Gideon ficou ainda mais sério. Ele passou por mim para jogar o saco de papel no compactador de lixo, e depois retornou ao meu lado. “Você ficou amiga de uma jornalista?” Perguntou Cary. “Está maluca?” “Não, ela não é minha amiga. Não sei nem como ela conseguiu o meu telefone, a não ser que ela estivesse ligando da recepção.” “E o que ela quer?” “Está escrevendo uma matéria pra difamar Gideon. Ela está começando a me irritar. Está determinada a ferrar com ele.” “Da próxima vez que ela ligar, eu desligo.” “Não, não precisa.” Eu olhei bem para Gideon. “É só não responder nada do que ela pergunta. Onde você disse que eu estava?” “Disse que você tinha saído.” “Ótimo. Obrigada, Cary. Qualquer coisa me liga.” “Uma boa trepada pra você.” “Minha nossa, Cary.” Sacudi a cabeça e desliguei. “Deanna Johnson ligou na sua casa?”, perguntou Gideon, com os braços cruzados. “Sim. E eu vou ligar pra ela.” “Não vai, não.” “Pode parar com esse papo de troglodita. Não estou a fim desse seu ‘mim Cross, você mulher de Cross’”, eu rebati. “Caso você já tenha se esquecido, a gente fez um acordo. Eu sou sua, e você é meu. Só estou protegendo o que é meu.” “Eva, não queira comprar as minhas brigas. Eu sei me cuidar sozinho.” “Eu sei disso. Foi o que você fez a vida inteira. Mas agora eu estou com você. Então pode deixar que eu cuido dessa.” Alguma coisa mudou em sua expressão, de forma tão sutil que eu não tinha muita certeza se ele estava irritado mesmo ou não. “Não quero expor você aos problemas do meu passado.” “Você cuidou do meu.” “Não é a mesma coisa.” “Uma ameaça é uma ameaça, garotão. Estamos nessa juntos. Ela veio atrás de mim, então eu sou a sua melhor aliada pra descobrir o que ela anda aprontando.” Ele ergueu uma das mãos, irritado, e depois passou pelos cabelos. Tive que me esforçar para não me distrair quando a musculatura de seu corpo inteiro se contraiu — o abdome, os bíceps. “Foda-se o que ela anda aprontando. Você sabe a verdade, e é isso o que importa.”

Profile for Cláudia Tressoldi

Crossfire 3 para sempre sua  

Crossfire 3 para sempre sua  

Advertisement