Page 1

Claudia Sampaio


Nota explicativa

A presente edição destas poesias visuais baseou-se nas fotografias das intervenções realizadas em várias exposições no Brasil, França e Alemanha. As imagens resultam da construção plástica – site specific, em constante processo, oriundas da casa intervençãoatelier Claudia Sampaio.


27 de maio de 2004. A data se refere ao dia em que a artista Cláudia Sampaio iniciou o processo de transformar sua casa em um poema vivo. Nas entrelinhas de cada canto da casa reverberam os silêncios, os devaneios íntimos das pulsões refreadas, os gritos e sussurros dos desejos frustrados, dos amores desfeitos, da crueza da solidão. A casa fala. As palavras brotam do abrigo num processo catártico. Arrancadas das profundezas da alma humana, exibem a essência dos desencontros da co-existência. Em “Confissões” a artista interfere nos espaços de sua casa: escreve nas paredes, agrega materiais, anota resquícios de vivências. Os estímulos dão vida ao abrigo: No processo criativo, Cláudia sente a música, se emociona. Inclui nomes, afetos, desenha, rabisca poemas. Nas paredes as significâncias engendradas se entrelaçam numa poética que advém da imensidão da esfera privada, palco dos encontros com o próprio Eu, receptáculo de decepções e alegrias do viver coletivo Ana Valeska Maia


1

*Poesia do artista, escritor e poeta Raimundo Mauro Barbosa Silva


ER

2


Nada muda

silencioso

tempo


Inteiro em fragmentos

Tempo Receio Destino Incerto


Hรก inverdades


Espaรงo que me abriga


Estรก em mim e o vento em ti


Fere teu dedo Toma teu sangue E senti um pouco a dor e o Gosto de n達o saber amar


Autora e Obra

• •

Claudia Sampaio nasceu em Fortaleza em 1967. Artista Visual e professora do Centro Integrado de Design da Faculdade Integrada do Ceará, com especialização em Arte Multimídia pela Universidade Federal do Amazonas. Em 2000 e 2006 a infogravura “ Incursus Corpus” e o vídeo- arte "Confissões de mais um dia, diário...", foram premiados no Salão de Abril. Entre outubro de 2006 e março de 2007, participou do projeto Artista Invasor no Museu de Arte Contemporânea do Ceará com o vídeo instalação + um dia “ Confissões...” Entre 2004 e 2006 foi convidada para a Fala do Artista, Chá com Porradas e a Quarta literária no Instituto Dragão do Mar e Museu de Arte Contemporânea do Ceará para comentar sobre a sua produção artística. Em 2007 participa da IVª Oficina de Arte na Provence, Lentamente II St. Dézéry e da Arte em Crivo no Museu de Arte Contemporânea do Ceará comentando sobre a Documenta de Kassel e a Bienal de Veneza. Expõe em Nuremberg em 2008 com o grupo da Ponte Cultura. Entre 2006 e 2009 coordenou a Comissão de Seleção e Premiação da Universidart – Faculdade Integrada do Ceará. Participou da Comissão de Seleção do Edital de Artes Visuais da FUNCET em 2008 e da curadoria do 60° salão de Abril.

• • • • • • •


c

Casa intervenção-atelier claudia sampaio Rua Oliveira Viana, 158 | Vicente Pinzon Fortaleza, CE | (85) 9995 0732 claudiasampaio15@hotmail.com

+ um dia  

A presente edição destas poesias visuais baseou-se nas fotografias das intervenções realizadas em várias exposições no Brasil, França e Alem...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you