Issuu on Google+

Avaliação de Recuperação de História 3º bimestre Escola _____________________________ Nome:_____________________________7º ano Data:________Valor:25pts 1- As colonizações portuguesa e espanhola utilizaram-se da mão-de-obra escrava para efetivar seus projetos de ocupação das terras conquistadas. No Brasil, a mão escrava teve participação importante nas atividades mais rentáveis, com destaque especial para: a) a mineração; b) a cana-de-açúcar; c) o café; d) o fumo; .2- Leia o texto e faça o que se pede. Os bandeirantes paulistas Os moradores daquela vila [São Paulo] vivem conforme as leis do Reino e muito obedientes às ordens de S.A. As famílias estão unidas por casamento uma às outras, dedicando-se ao descobrimento do sertão e à lavoura dos frutos da terra. Fornecem ao Rio de Janeiro e mais capitanias, farinhas, carnes, algodões, legumes e outros gêneros. Têm fundado vilas e muitas povoações, sem ajuda do braço de S.A. Esses moradores são aqueles que por várias vezes vieram à Bahia combater o gentio Tapuia, que destruía o recôncavo. Estes mesmos desbarataram todo o gentio que existia na parte do Sul para poderem os portugueses viverem seguramente em suas fazendas e casas.Ultimamente passou um cabo com 200 brancos, 200 mestiços e 400 arcos desta vila, cortando imensidade de caminhos e vindo parar nas cabeceiras do Rio dos Tocantins. Aí, tem-se notícia de que descobriram minerais por terem formado casas e aberto estradas para a vila de São Paulo. (SAMPAIO, Manuel Barreto. Informação da gente de São Paulo, 1674. In: Glossário Sem ajuda do braço de S.A.: sem ajuda financeira da monarquia portuguesa. Cabo: chefe, comandante, o chefe da bandeira. Arcos: indígenas. Após a leitura do texto, copie os trechos que falam sobre: a)as expedições para apresamento indígena. b)as expedições para busca de novas riquezas. 3- Foi no século XVII que os bandeirantes acharam as primeiras jazidas de ouro: a)No rio de Janeiro b) Em Minas Gerais c) Em São Paulo

d) Em Pernambuco

4-O bandeirismo foi uma atividade paulista do século XVI e XVII. Suas expedições podem ser divididas em dois grandes ciclos: (A) O dos capitães do mato e de prospecção. (B) O de expansão das fronteiras e de prospecção. (C) Da caça ao índio e o de busca do ouro. (D) O dos capitães do mato e de caça ao índio. 5- No Brasil Colônia, a pecuária teve um papel decisivo na (A) ocupação das áreas litorâneas. (C) formação e exploração dos minifúndios.

(B) expulsão do assalariado do campo. (D) expansão para o interior

6-Leia o texto e responda: Não é uma educação imposta, mas um espaço de troca de conhecimentos, no qual eles tentam entender o modo como nós, não índios, compreendemos o mundo, ao mesmo tempo em que nos ensinam a sua visão sobre o mundo em que estão imersos (…) É a maior prova de que, pela aceitação das diferenças, é possível um convívio construtivo entre segmentos diferenciados da população brasileira.Lição Ianomâmi. Família Cristã. São Paulo: Paulinas, 1999. a- Retire do texto uma frase que indique o confronto de uma nova cultura, pelos jesuítas sobre os índios brasileiros. 7- Assinale a alternativa que NÃO faz parte da rotina dos bandeirantes. a) Destruição de quilombos. b) Apresamento de indígenas. c) Busca por pedras preciosas. d) Conquista de novos territórios.

8- As “entradas” e as “bandeiras” tiveram um papel importante durante parte da história do Brasil Colonial. As “entradas” eram expedições: a) oficiais da Coroa portuguesa nos séculos XVI e XVII, que tinham como finalidade o reconhecimento do território; as “bandeiras” eram expedições particulares ocorridas no século XVIII, como o objetivo exclusivo de encontrar ouro. b) de particulares, ocorridas nos séculos XVI a XVIII, objetivando reconhecer o território e localizar minerais; as “bandeiras” eram expedições oficiais, ocorridas nos séculos XVII e XVIII, com o objetivo de encontrar metais preciosos, capturar índios e negros foragidos.

c) oficiais da Coroa portuguesa, ocorridas entre os séculos XVI e XVIII, com o objetivo de reconhecer o território e localizar metais preciosos; as “bandeiras” eram expedições organizadas por particulares, ocorridas entre os séculos XVI e XVIII, objetivando a localização de metais preciosos e a captura de índios e negros foragidos. d) oficiais da Coroa portuguesa, ocorridas entre os séculos XVIII e XIX, com o objetivo de capturar índios e negros aquilombados; as “bandeiras” eram expedições particulares, organizadas nos mesmos séculos, que tinham por objetivo fundar vilas.

10- Relacione as colunas, marcando o número correspondente nos espaços vazios. ( ) Engajaram-se no processo colonizador português, na América, na Ásia e na África, como missionários 1. indígenas evangelizadores das populações nativas. 2 Jesuítas . ( ) Sabiam caminhar pelas matas guiando-se pelos astros. Marcavam caminhos dobrando galhos e golpeando 3. Bandeirantes

troncos de árvores. ( ) empreendiam viagens longas e, muitas vezes, fixavam-se em um determinado lugar, abrindo clareiras na mata para cultivar roças de feijão, milho e abóbora.


Recuperação historia 7º