Issuu on Google+

4º BIMESTRE- 1º ANO GEOGRAFIA EM. EIXO TEMÁTICO IV TEMA 4: AS NOVAS FRONTEIRAS DO CAPITALISMO GLOBAL: OS TERRITÓRIOS NAS NOVAS REGIONALIZAÇÕES OS CENÁRIOS DA GLOBALIZAÇÃO E FRAGMENTAÇÃO TÓPICO -12. GLOBALIZAÇÃO E REGIONALIZAÇÃO---OP11/ RA12 . Compreender a produção do espaço na tensão da globalização e da fragmentação. . Reconhecer as novas ordens e desordens política, econômica e cultural decorrentes das relações de poder em diferentes formas de regionalização do espaço mundial, tais como: blocos econômicos; aglomerados de exclusão asiático, africano, latinoamericano; territórios múltiplos do terrorismo e do genocídio. . Interpretar na mídia impressa, visual e digital as representações das novas regionalizações do espaço na fragmentação, tais como conflitos e migrações. O que ensinar • A migração e as novas territorializações multiculturais na espacialidade das metrópoles • A ciranda financeira e o processo de inclusão e exclusão de países emergentes • O conflito das identidades regionais e os novos destinos geográficos • A resistência islâmica, hinduísta, budista, cristã ortodoxa no processo de globalização e fragmentação • A singularidade e identidade cultural dos povos que habitam a região equatorial • Das resistências culturais indígenas latino-americanas às aborígenes australianas • O IDH e as regionalizações da desigualdade no planeta Conceituar: globalização – fragmentação – ordem e desordem política, econômica e cultural – blocos econômicos – aglomerados de exclusão (África subsaariana, América Latina etc.) – terrorismo – genocídio – migrações – conflitos atuais – países emergentes – IDH – aborígenes – religiões. Descritores: D17 - Analisar os principais deslocamentos populacionais no mundo. D18 - Analisar as principais teorias racistas (apartheid, anti-semismo e o neonazismo),com o auxílio de textos. D19 - Avaliar a questão racial no Brasil, com o auxílio de textos e dados socioeconômicos da população negra ou indígena. D20 - Explicar os principais conflitos étnicos e religiosos do mundo atual. D34 - Analisar historicamente a formação dos Blocos Econômicos como a União Européia, NAFTA, o MERCOSUL e dos Tigres Asiáticos (Nic’s). D35 - Explicar o funcionamento da União Européia, do NAFTA e do MERCOSUL 3.4 A dinâmica da população e os movimentos migratórios D53 - Descrever as migrações populacionais e classificá-las em relação aos espaços e seus deslocamentos ao longo do tempo. D54 - Analisar as migrações internacionais e internas e seus fluxos no espaço brasileiro. TÓPICO -13. COMÉRCIO INTERNACIONAL---OP13/ RA14 e 15 . Compreender a organização do capital no espaço da produção global. . Interpretar a expansão econômica da China no comércio mundial, analisando sua produção no ranking do capitalismo global. . Explicar o mecanismo de inclusão e exclusão de territórios industriais na nova dinâmica do capitalismo informacional e global. . Indicar a interdependência entre governos, empresas, trabalho no espaço da produção, segundo as fronteiras flexíveis da globalização. O que ensinar • O papel das Zonas de Econômicas Especiais (ZEEs) e os rumos da abertura econômica da China no comércio mundial • A Organização Mundial do Comércio – OMC e o papel dos países emergentes, dentre eles, o Brasil


• O Brasil e o comércio internacional: o crescimento do agronegócio • As barreiras técnicas ao comércio internacional e a formação de grupos e alianças Conceituar : capitalismo – ZEEs – comércio internacional – países emergentes – agronegócio – comércio chinês Descritores: D24 - Identificar as principais características do modo de produção socialista, com o auxílio de textos. D25 - Comparar as experiências socialistas da URSS com a da Iugoslávia e a da China. D26 - Relacionar a crise do modelo soviético com a situação socioeconômica de Cuba. D28 - Reconhecer as transformações que a revolução comunista provocou na China. D31 - Explicar as crises do capitalismo Monopolista no mundo pós-guerra. D32 - Explicar os fatores responsáveis pelo colapso do Welfare State e as condições históricas do desenvolvimento da política neoliberal. D33 - Explicar o funcionamento do Sistema Financeiro Internacional e seus principais agentes. TÓPICO -14. REORDENAMENTO DO TERRITÓRIO—OP12 / RA16 . Explicar os novos ordenamentos espaciais exigidos pelas indústrias de alta tecnologia. . Analisar o reordenamento espacial das indústrias de alta tecnologia no território brasileiro, avaliando suas possibilidades e limites no contexto das novas fronteiras do capitalismo global. O que ensinar • Localização e distribuição das indústrias, meios de transporte e telecomunicações nos mapas temáticos no movimento de reordenação de suas tipologias; • A lógica das novas espacialidades criadas pelos tecnopólos no movimento de regionalização e globalização; • O reordenamento territorial da indústria nos países industrializados nas três revoluções industriais. Os novos tecnopólos. As zonas econômicas especiais. Conceituar : capitalismo global (euro e dólar) meios de transporte e comunicação – tecnopólos – três revoluções industriais – zonas econômicas especiais (UE, EUA, Japão) Descritores: D9 - Analisar as transformações provocadas no mundo do trabalho decorrentes da inovação tecnológica e do desenvolvimento da Ciência e Tecnologia. D10 - Relacionar o processo de terciarização e terceirização das sociedades urbanoindustriais D21 - Relacionar trustes, cartéis, holdings e dumpings com a ação das corporações transnacionais. D22 - Analisar o processo de transformação do capitalismo concorrencial para o capitalismo monopolista, destacando o papel crescente do capital financeiro, a partir de 1930. D23 - Associar a atuação do capital financeiro e das grandes corporações transnacionais com o processo de internacionalização da economia. D27 - Reconhecer as determinações históricas, territoriais, étnico-religiosas da desintegração do Estado Iugoslavo


4º BIMESTRE1º