Issuu on Google+

E.E.DOUTOR “JOAQUIM VILELA” AVALIAÇÃO DE GEOGRAFIA

DATA____/_____/______

ALUNO (A):__________________________________________ Nº___ Série:___ PROFESSOR: 1- Os mapas a seguir mostram a divisão político administrativa do Brasil em 1982, 1991, e na atualidade.

Com base nos mapas, assinale a opção que corretamente contempla as mudanças na constituição do território brasileiro. (a) Na divisão do estado do Mato Grosso, somente o Mato Grosso do Sul permaneceu pertencendo à região Centro- Oeste. (b) A região Norte ampliou a sua área e o número de unidades da federação com a criação do estado do Tocantins. (c) A região Sudeste possui hoje 3 estados ao todo: São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. (d) Na região Nordeste, situam-se as maiores unidades da federação do Brasil. Leia Se eu tivesse terra não tinha andado por esse Brasil afora, ainda A questão social relacionada ao texto é: que meu marido quisesse sair, eu não saía. Se ele fosse um que (a) concentração de terras. tivesse terrenozinho pra morar, tivesse um auxílio assim do (b) imigração estrangeira. governo pra tocar uma roça, nós não tinha sofrido tanto. (c) desemprego resultante do avanço tecnológico. Dora Martins e Sonia Vanalli. Migrantes. S.P: Contexto, 1994, p. 74. (d) déficit de investimentos em conjuntos habitacionais urbanos.

3- A presença de nordestinos e seus descendentes em outras regiões brasileiras é marcante. A razão para a ocorrência desta corrente migratória foi: (a) a perseguição religiosa no Nordeste. (b) os conflitos armados existentes nas capitais nordestinas. (c) a busca de melhores condições de vida, ou seja, saúde, educação e emprego. (d) o grande número de empregos sendo oferecidos para trabalhadores rurais no campo. 5- Estudo indica que a interiorização da indústria provocou uma “desconcentração” de empresas no Estado, mas o poder decisório ficou em São Paulo. A cidade de São Paulo é o centro da gestão do capital enquanto o interior paulista se apresenta, cada vez mais, como centro da produção industrial. Revista FAPESP Pesquisa, jan/fev. 2001,

A partir das informações sobre a localização espacial das indústrias no estado de São Paulo, é correto afirmar que (a) São Paulo está sofrendo um processo de esvaziamento populacional alarmante. (b) a saída das indústrias da cidade de São Paulo é um fenômeno temporário. (c) as cidades do interior ainda apresentam uma paisagem predominantemente rural. (d) a reestruturação industrial tem provocado interiorização da produção,mas o centro de gestão das empresas continuam em São Paulo.

6- Ao mesmo tempo em que ainda existem muitos casos de empresas que apenas alardeiam os investimentos em responsabilidade social e ambiental, também têm crescido no mundo corporativo os projetos que de fato se comprometem com a redução dos impactos socioambientais e a conseqüente melhora da sua imagem junto aos clientes, fornecedores, consumidores e a comunidade. Revista Carta Capital. SP, XII, n.º 381, /2006.

A partir do texto, é correto afirmar que tem aumentado a quantidade de empresas que: (a) destroem o meio ambiente sem se preocupar com sua imagem social. (b) valorizam iniciativas comprometidas com a responsabilidade ambiental. (c) desenvolvem projetos que aumentam os impactos negativos na natureza. (d) criticam fornecedores e clientes descomprometidos com o meio ambiente

7- Leia o seguinte trecho de uma canção de Luiz Gonzaga. A FEIRA DE CARUARU (composição Onildo Almeida)

Na feira de Caruaru/Tem coisa pra gente ver/De tudo que há no mundo Nela tem pra vender/Na feira de Caruaru/Tem rede, tem baleeira, Mó de menino/Caçar nhandu Maxixe, cebola verde, Tomate, coentro, Coco e chuchu

Armoço feito na corda, Pirão mexido/Que nem angu,Mobília de tamborete Feita Tem louça, tem ferro véio,Sorvete de raspa Que faz jaú/Gelado, caldo de cana/ Fruta de parme/ E mandacaru de tronco de mulungu.

Conforme a descrição que a canção faz dos produtos encontrados na feira de Caruaru, é possível afirmar que eles retratam hábitos alimentares e culturais: (a) regionais presentes principalmente no Nordeste brasileiro. (b) de consumo universal, comuns a diversos países do mundo. (c) em desuso, referentes a um momento histórico anterior ao atual. (d) nacionais comuns a todos os brasileiros independentemente da região.

8- Analise a foto ao lado: As formas de arte mostradas na foto e encontradas em Minas Gerais devem ser preservadascomo patrimônio porque: (a) têm função econômica. (b) contam a história do passado colonial brasileiro. (c ) possuem maior valor econômico que a arte contemporânea. (d) são obras artísticas impossíveis de serem reproduzidas


9- O aquecimento global dizimará o café dos estados de São Paulo, Minas Gerais e Goiás se a temperatura da Terra subir entre 3 e 5 graus, o que está previsto para acontecer entre 50 e 100 anos. Neste caso, as plantações terão que se deslocar cada vez mais para o sul do Brasil. Uma saída é o desenvolvimento de novas variedades de café, mais resistentes ao calor. Globo Rural, n.º 14, ago./2003 (com adaptações). 10- Três décadas atrás a pecuária extensiva inundava os olhos de quem passava pelo cerrado. Tranqüila, inabalável e orgulhosa, ela era então o grande negócio da região. Na verdade, era o próprio símbolo do cerrado nos estados do Centro-Oeste. Entretanto, aquele ritmo de vida tranqüilo que se arrastara até algumas décadas atrás chegara ao fim. A agricultura brasileira, como nunca existira até então, ia começar. A colonização do cerrado. Panorama Rural. São Paulo, mar/2006 (com adaptações).

De acordo com o texto acima: (a) a localização das atividades da agricultura é influenciada pelo clima. (b) a agricultura depende apenas do emprego da tecnologia para produzir.

(c) o clima suporta os impactos das atividades humanas sem mudar suas características. (d) o sul do Brasil é uma região mais quente que os estados de São Paulo, Minas Gerais e Goiás.

A frase “A agricultura brasileira, como nunca existira até então, ia começar”, retirada do texto acima, indica que, a partir de 1970: (a) a vinda de migrantes de outras partes do país deu início à agricultura no Brasil. (b) o Brasil substituía a indústria pela agricultura para fornecer alimentos às grandes cidades. (c) as terras do Centro-Oeste passaram a ser cultivadas com maior produtividade por meio de técnicas modernas. (d) a expansão da agricultura e da pecuária fez do Centro-Oeste a região do país mais desenvolvida economicamente.

11- A população de um município qualquer é de 8 mil habitantes, sendo que metade ainda reside na área rural. A figura a seguir mostra as áreas rural e urbana de um município, e a localização dos postos de saúde. Segundo o governo municipal, o número de postos de saúde por habitante do município é excelente, comparado com o restante do país. No entanto, é preciso ser considerada não apenas a quantidade, mas também a qualidade e a facilidade de acesso ao serviço público.

12- O Rio de Janeiro implantou um projeto de modernização e ampliação da rede de Internet no estado com o Programa Infovia.RJ, que vai implantar a infra-estrutura de tecnologia necessária para tornar possível uma efetiva política de inclusão digital no estado do Rio de Janeiro. Em um primeiro momento, o Infovia.RJ vai possibilitar a interconexão de comunidades carentes, via redes sem fio e com acesso à Internet em banda larga.

Com basenessasinformações, uma proposta adequada de reorganização do serviço de saúde do município seria: (a) estimular a criação de serviços privados de saúde na área rural. (b) aumentar o número de postos de saúde na área urbana. (c) concentrar o atendimento de saúde na área urbana. (d) construir novos postos de saúde na área rural.

Considerando o texto e o fato de que vivemos na chamada sociedade da informação, assinale a opção correta. (a) No Brasil, há iniciativas para inserir a população na era da comunicação, superando a exclusão digital. (b) A iniciativa do Programa Infovia.RJ limita-se a atender segmentos que já têm acesso à tecnologia da Internet. (c) A inclusão digital mantém a desigualdade existente nas condições de inserção no mercado de trabalho. (d) O desenvolvimento tecnológico acentua as diferenças sociais, ampliando a distância entre ricos e pobres.

13-Nas empresas agrícolas do sudeste do país, como as usinas de álcool do estado de São Paulo, convivem, quase que lado a lado, diferentes formas de trabalho. Na usina de produção de álcool atuam trabalhadores contratados, com registro em carteira e salário fixo, enquanto que no corte da cana, tarefa temporária e que demanda uma grande quantidade de mão-de-obra, o pagamento é feito pela tarefa, pelas “ruas” de cana cortadas. Dia após dia, na época da colheita, esses trabalhadores são transportados de outras áreas para as regiões de corte.

Os cortadores de cana, trabalhadores temporários, apontados no texto, são chamados de: (a) meeiros. (b) parceiros. (c) bóias-frias. (d) arrendatários.

14- O corte ilegal e as exportações do mogno, conhecido como o “ouro verde” da Amazônia, contribuíram para o desmatamento acentuado da região que provocou, entre os anos de 1970 e 2000, a destruição de mais de 15% da floresta. Após 1996 as pressões de ambientalistas sobre o governo levaram ao estabelecimento de cotas para exportação de mogno, volume que diminui a cada ano. Além disso, não somente as organizações ambientalistas brasileiras como as internacionais, entre elas o Greenpeace, promovem campanhas mundiais e criaram um selo que identifica a procedência da madeira colocada no mercado para que todos fiquem cientes do produto que consomem. Internet: <http://greenpeace.org.br/ amazonia>.

A criação do selo de procedência da madeira comercializada: (a) permite ao consumidor exercer a escolha que implique menor custo. (b) permite ao consumidor conhecer a procedência do que consome e auxiliar no controle ambiental. (c) possibilita que o comprador escolha sem preocupação com o ambiente. (d) atesta o país ou região de origem da madeira, servindo para fins de controle alfandegário.

15- Quando os europeus, na época dos grandes descobrimentos, começaram a fincar suas colônias nos trópicos, depararam-se na costa com um ecossistema que exalava cheiro forte, tinha águas turvas, árvores com formas estranhas e solo escuro, onde se criavam muitos peixes e crustáceos. Eram os manguezais, que foram comparados aos pântanos da Europa e viraram sinônimo de insalubridade passando a ser destruídos sem piedade. Revista TAM Magazine, ano 3, n.º 25, março de 2006, p.52 (com adaptações).

Sobre os manguezais que, além de constituírem fonte de recursos naturais, influenciaram na organização do espaço geográfico, é correto afirmar que: (a) sofreram aterros para urbanização. (b) são ambientes típicos do Pantanal. (c) suas árvores pouco valem como lenha. (d) apresentam pouca importância na pesca.


avaliacao de geografia 9 ano