Issuu on Google+

1. (Puccamp) "Hoje, nesse novo contexto econômico mundial, há um grande número de mulheres no Terceiro Mundo com oportunidades que não tinham antes, mas, de outro, há mulheres mal remuneradas e exploradas no lugar de trabalho. Elas estão entre os mais mal pagos trabalhadores." Mary Francis Berry (Presidente da Comissão de Direitos Civis dos EUA). Assinale a alternativa que melhor se relaciona ao texto. a) A globalização oferece múltiplas oportunidades de emprego e possibilidades de ascensão social para as minorias pobres, incluindo as mulheres. b) A economia globalizada tem ampliado as condições de cidadania, principalmente, pelas novas oportunidades no mercado de trabalho, destinado às minorias, inclusive, às mulheres. c) No final de século XX, houve uma ação internacional no sentido de dar oportunidades de trabalho e igualdade de salário às mulheres e evitar que estas exerçam jornada dupla de trabalho. d) A globalização é uma faca de dois gumes, pois pode significar mais oportunidades às mulheres, mas também pode significar mais exploração. 2. (PITÁGORAS) Reflita sobre a figura a seguir.

A) IDENTIFIQUE a alternativa que mostra a situação da mulher na sociedade. ( ) Até algumas décadas a mulher se dedicasse apenas aos trabalhos domésticos, atualmente passaram a ocupar postos no mercado de trabalho ( ) A mulher fala ao celular, utiliza o computador e passa tempo com um bebê, pois trabalha menos fora de casa. ( ) Os homens se voltaram aos trabalhos domésticos e as mulheres tem mais tempo para os filhos ( ) Na maioria das famílias apenas os homens trabalham fora de casa B) Marque a situação que seria ideal para a situação atual da mulher ( ) homens e mulheres dividiriam os seus trabalhos de forma equânime ( ) homens assumindo mais responsabilidades domésticas ( ) acúmulo de tarefas por parte do homem ( ) apenas os homens trabalhando fora de casa

Fonte: Editora Abril.

http://2.bp.blogspot.com/_RrTvAicCNQ/SCuLh2OBlLI/AAAAAAAAAYw/Mcf9LIGtRvA/s400/abolicao_da_escravatura_2.jpg

3. (PITÁGORAS) O que o autor da charge procurou ironizar? a) a falta de uma politica de inclusão dos negros na escola, o que os deixa á margem da sociedade e excluídos de conseguirem bons postos de trabalho b) a maldade do branco que mesmo não havendo mais escravidão submete o afrodescendente a subempregos c) a desigualdade social e racial que caracteriza os países emergentes como o Brasil, o que dificulta a inclusão de todos a direitos como educação e bom emprego d) a matéria do jornal que divulga uma pesquisa sobre os salários de brancos e negros que irão se igualar em 32 anos e enquanto isso os afrodescendentes ocupam subempregos e recebem remuneração inferior os brancos.

4. (Puccamp) Considere os seguintes versos:

Da leitura dos versos é possível afirmar que a) historicamente, os grupos de negros e mulatos têm preferido as áreas centrais das grandes metrópoles em detrimento das periferias e consequentemente intensificado o processo de "Livre do açoite da senzala favelização. Preso à miséria da favela" b) em decorrência de processos históricos e culturais, a população negra no Brasil ainda (do samba-enredo da Escola apresenta níveis de pobreza, em geral, superiores aos de outros grupos étnicos. de Samba Mangueira, 1988) c) o rápido processo de urbanização/industrialização do Brasil tem dificultado, fundamentalmente, a ampliação das condições materiais de vida dos negros, numericamente, considerados minoria. d) o elevado percentual de população economicamente ativa indica o forte processo recessivo pelo qual passa nosso País. 6. (Unifesp) Recente pesquisa divulgada pelo IBGE apontou um crescimento da participação de mulheres como chefes de família no Brasil. a) Aponte e explique uma determinação econômica deste fato. b) Descreva e explique uma consequência para o mercado de trabalho no país.


7. (PITÁGORAS) Leia o fragmento abaixo. As músicas da “periferia” chega às boates. Os bailes funks, antes reservados aos jovens menos favorecidos economicamente, tornam-se febre entre toda a juventude. O rap, o hip-hop, a dança de rua, as manifestações artístico-culturais da “periferia” invadem espaços da mídia inimagináveis tempos atrás. Comente e opine a respeito. Ser jovem é ser belo, forte, livre, feliz e transformador. É saber lidar com o inesperado com a rapidez e não ter ainda as marcas deixadas pelo viver. É ter a liberdade idealizada e um poder ilimitado. Ser jovem é ter dentes bonitos e limpos, pele queimada pelo sol, lábios sorridentes, cabelos revoltos e movimentos ágeis. É antes de tudo ser livre, poder escolher e mudar a vontade uma vez que seu caminho está ainda por ser traçado. Ser jovem é assim, mudar muito, experimentar intensamente as emoções, o que significa estar potencialmente aberto ao mundo, ao consumo, às novidades que o mercado oferece." (Luci Gati Pietrocolla) 8. (Puc-mg) Sobre a imagem mítica da juventude, criada pela sociedade de consumo de massa e apresentada anteriormente, é possível afirmar, EXCETO: a) Remete o jovem ao mundo da produção e do trabalho, contextualizando-o enquanto agente histórico. b) Mascara as condições reais de existência do jovem em uma sociedade de classes. c) Reafirma o poder do consumo como elemento que garante o "status" e a integração social. d) Impede que se manifestem as particularidades físicas, culturais e sociais do ser humano. 10. (PITÁGORAS) Assinale a alternativa que CARACTERIZA uma situação de diferenciais de renda entre homens e mulheres em uma dada sociedade. a) Desigualdade de gênero. b) Diferença de gênero. c) Preconceito masculino. d) Diferenciais de desigualdade.

Marque a alternativa que apresenta a razão que levou á divulgação do cartaz ao lado durante a realização do Censo da população brasileira. a) as pessoas se autodeclaravam-se brancas com medo de serem novamente escravizadas b) a população branca sempre teve políticas públicas voltadas para sua qualidade de vida, por isso não apresentam problemas sócias como os dos afrodescendentes c) o objetivo da campanha publicitária era voltado principalmente para a população afrodescendente que recentemente conseguiu significativas conquistas, d) o Censo da população brasileira sempre revelou a cara do Brasil 9. (ENEM) TEXTO I A ação democrática consiste em todos tomarem parte do processo decisório sobre aquilo que terá consequência na vida de toda coletividade. GALLO, S. et al. Ética e Cidadania. Caminhos da filosofia. Campinas:

TEXTO II É necessário que haja liberdade de expressão, fiscalização sobre órgãos governamentais e acesso por parte da população às informações trazidas a público pela imprensa.

Papirus, 1997 (adaptado).

Disponível em: http://www.observatoriodaimprensa.com.br. Acesso em: 24 abr. 2010.

Partindo da perspectiva de democracia apresentada no Texto I, os meios de comunicação, de acordo com o Texto II, assumem um papel relevante na sociedade por a) orientarem os cidadãos na compra dos bens necessários à sua sobrevivência e bem-estar. b) fornecerem informações que fomentam o debate político na esfera pública. c) apresentam aos cidadãos a versão oficial dos fatos. d) propiciarem o entretenimento, aspecto relevante para conscientização política. 10. (CNDL) O Brasil passará por mais um processo eleitoral no mês de outubro de 2012. A partir dessa constatação, pode-se afirmar que o Brasil é uma democracia? Comente. Filho de comerciantes italianos da cidade de Assis, ele mudou não só o conceito de santidade e devoção, mas a atitude da Igreja e dos leigos diante do sagrado, na virada do século XII para o século XIII. Uma das figuras religiosas mais cultuadas do Ocidente, ele é considerado por muitos o santo mais moderno da Igreja, servindo de inspiração para os movimentos sociais da atualidade. Tomando como ponto de partida o texto anterior, responda às questões propostas. a) A quem o texto se refere? b) Por que muitas pessoas consideram que as ideias desse santo podem servir como inspiração para movimentos sociais do mundo atual? Na década de 1990, os movimentos sociais camponeses e as ONGs tiveram destaque, ao lado de outros sujeitos coletivos. Na sociedade brasileira, a ação dos movimentos sociais vem construindo lentamente um conjunto de práticas democráticas no interior das escolas, das comunidades, dos grupos organizados e na interface da sociedade civil com o Estado. O diálogo, o confronto e o conflito têm sido os motores no processo de construção democrática. SOUZA, M. A. Movimentos sociais no Brasil contemporâneo: participação e possibilidades das práticas democráticas. Disponível em: http://www.ces.uc.pt. Acesso em: 30 abr. 2010 (adaptado). 2. (Enem 2011) Segundo o texto, os movimentos sociais contribuem para o processo de construção democrática, porque a) determinam o papel do Estado nas transformações socioeconômicas. b) aumentam o clima de tensão social na sociedade civil. c) pressionam o Estado para o atendimento das demandas da sociedade. d) privilegiam determinadas parcelas da sociedade em detrimento das demais. O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, também conhecido pela sigla MST, é um movimento social brasileiro de inspiração marxista e do cristianismo progressista (teologia da libertação), cujo objetivo é a realização da reforma agrária no Brasil.O MST teve origem na década de 1980. Defendem eles que a expansão da fronteira agrícola, os megaprojetos, dos quais as barragens são o exemplo típico - e a mecanização da agricultura contribuíram para eliminar as pequenas e médias unidades de produção agrícola e concentrar a propriedade da terra. No Brasil, nos últimos anos, têm ocorrido vários movimentos sociais no campo. Considerando o atual momento dessa mobilização social, responda. 3. (Unesp)Qual é o objetivo principal do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) e de outros movimentos de luta no campo?


3. (PITÁGORAS) Leia a charge, que apresenta características do jovem dos anos 80.

Depois da leitura dessa charge, identifique as características do jovem dos anos 1980 e compare com as características dos jovens hoje.

Produza um texto sobre o jovem e o trabalho. 5. (CNDL) Com base na análise da charge e em seus conhecimentos apresente a importância histórica da greve para os trabalhadores e a reação do governo diante do crescimento das mesmas.


TEXTO BASE para questões 1 e 2. “Outra característica da democracia moderna que estava ausente no modelo antigo é a divisão de poderes. Em sua variante moderna, tal divisão cumpre o objetivo de evitar o abuso de poder por parte dos governantes. Seu formato mais comum é aquele adotado nos Estados Unidos, grandemente influenciado pelo filósofo francês Montesquieu, e posteriormente copiado e adaptado por outros países que aderiram ao regime democrático, como o nosso. Nele, o governo se divide em três ramos ou poderes: o Executivo, cuja função principal é executar as leis e administrar a coisa pública, o Legislativo, que tem o papel de elaborar as leis e o Judiciário, que julga e aplica as leis. Nenhum poder está completamente acima dos outros. Pelo contrário, eles são interligados por um sistema de freios e contrapesos, que prevê mecanismos de controle mútuo com o objetivo de dirimir abusos. Alguns exemplos desses controles são: o controle da constitucionalidade que o Judiciário faz das leis aprovadas pelo Legislativo, o poder de veto presidencial das leis emanadas do Legislativo, a votação do orçamento do Executivo pelo Legislativo etc. Devemos notar que somente os membros do Poder Executivo (presidente, governadores e prefeitos) e do Poder Legislativo (deputados, senadores e vereadores) são eleitos diretamente. Os membros do Poder Judiciário são escolhidos por meio de concurso público de provas e títulos.” Sociologia: ensino médio / Coordenação Amaury César Moraes. - Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2010. 304 p.: il. (Coleção Explorando o Ensino; v. 15) Páginas 252/253.

1. Explique como a divisão de poderes evita os abusos dos próprios poderes. 2. Além do controle mútuo, explique como o eleitorado pode interferir no equilíbrio do poder governamental. TEXTO BASE para as questões 3 e 4 “Direitos Humanos são princípios, normas, valores universalmente reconhecidos como fundamentais para a existência e coexistência humanas. Sua aceitação advém da compreensão de que direitos humanos baseiam-se na igualdade de todos os seres humanos e na dignidade do ser humano. A Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948 é referência para advogados, ONGs, governos, parlamentos, tribunais nacionais e internacionais. Serve como paradigma para instituições nacionais, para o progresso das leis e para as políticas públicas. Para bilhões de pessoas, os direitos humanos não têm sentido em sua vida quando os Estados recorrem às guerras, ao genocídio, ao terrorismo, às agressões, ao autoritarismo. Por isso não se pode desistir nunca de exigir respeito aos direitos civis e políticos e à resolução pacífica dos conflitos. Nem se pode abrir mão de uma imprensa livre e de uma sociedade civil organizada para fiscalizar a corrupção e o arbítrio. Se não houvesse tanta crueldade, violência, indignidade, dores, o direito não seria necessário.” NILMÁRIO MIRANDA. Por que Direitos Humanos. Belo Horizonte: Autêntica, 2006. 3. Discuta qual é a importância de se respeitar os direitos humanos de acordo com as palavras do jornalista Nilmário Miranda. 4. Explique a relação que existe entre a conquista de direitos e a participação dos movimentos sociais. O conceito de cidadania é considerado um dos mais importantes nas Ciências Sociais. Diz respeito à participação de um cidadão na comunidade, e no compartilhamento de valores comuns. Pode-se dizer que, nos últimos anos, a construção da cidadania diz respeito à própria construção da nacionalidade. Para que ela se realize plenamente, o cidadão pleno seria aquele titular de três direitos fundamentais: os direitos civis, os direitos políticos e os direitos sociais. 6. (Unioeste 2011) Entre as questões abaixo, assinale a alternativa referente às características dos direitos civis. a) Diz respeito à participação no governo da sociedade, de fazer demonstrações políticas. Através dele podemos discutir problemas do governo, de organizar partidos, de votar, de ser votado. b) Diz respeito aos direitos essenciais à vida, ao direito de propriedade e à igualdade perante a lei. Trata-se de um direito que se desdobra na garantir de ir e vir, de escolher o seu próprio trabalho, de liberdade de expressão, de não ser condenado sem processo legal regular, de garantias da liberdade individual. c) Diz respeito aos elementos que garantem a existência de uma máquina burocrática administrativa do Poder Executivo. A ideia central desse direito é a justiça social. d) Diz respeito à participação de poucos indivíduos no governo da sociedade. Está mais voltado para pessoas vinculadas a partidos políticos que elaboram projetos sociais. (G1) "QUE PAÍS É ESTE? Nas favelas, no Senado Sujeira pra todo lado Ninguém respeita a Constituição Mas todos acreditam no futuro da nação Que país é este No Amazonas, no Araguaia, na Baixada Fluminense Mato Grosso, nas Gerais e no Nordeste tudo em paz. Na morte eu descanso mas o sangue anda solto Manchando os papéis, documentos fiéis Ao descanso do patrão Que país é este Terceiro mundo se for Piada no exterior Mas o Brasil vai ficar rico Vamos faturar um milhão Quando vendermos todas as almas Dos nossos índios em um leilão Que país é este" 7. Esta música foi escrita em 1978 e não se tornou obsoleta, superada. O texto fala de alguns dos problemas do país: a) a falta de cumprimento da Constituição tem pouca relação com a existência de injustiça social e do pleno desenvolvimento. b) o Brasil já faz parte do Primeiro Mundo tanto a nível dos direitos sociais quanto do desenvolvimento econômico. c) o respeito às minorias políticas, como os índios, não faz parte da luta pela democracia social e política do país. d) a falta de cumprimento à Constituição, a má distribuição da renda e das terras geram conflitos na cidade e no campo e o desenvolvimento fica comprometido sem o respeito aos direitos das minorias políticas, como os índios. Art. 7 - São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua condição social: I- relação de emprego protegida contra despedida arbitrária ou sem justa causa (...); II- seguro-desemprego, em caso de desemprego involuntário; III- fundo de garantia do tempo de serviço; IV- salário mínimo, fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender a suas necessidades vitais básicas e às de sua família (...) (Constituição Brasileira de 1988 - Capítulo II - Dos Direitos Sociais) O artigo 7º da atual Constituição Brasileira possui 34 incisos com direitos dos trabalhadores brasileiros. Fruto da organização e pressão dos trabalhadores, após o período autoritário dos governos militares, o Capítulo dos Direitos Sociais é, hoje, um dos que mais sofre pressão, por parte de setores empresariais e do governo, os quais vêm exigindo a realização de reformas constitucionais.

8. (Uerj)a) Cite um direito trabalhista estabelecido na Constituição de 1988 que esteja sendo contestado pelos setores empresariais ou governamentais. b) Explique a relação entre a procura por novos investimentos estrangeiros e a pressão por mudanças nos direitos trabalhistas exercida pelos setores empresariais ou governamentais.


undefined