Issuu on Google+

TÓPICOS- 15. Produção e Consumo Hab: 15.1. Relacionar produção e consumo para avaliar a qualidade de vida no ambiente urbano. 15.2 Reconhecer as contradições nas formas de apropriação dos novos mercados de produtos ecologicamente corretos pelo capitalismo global. Relacionar os pontos da cadeia produtiva com os de consumo.Buscar a infraestrutura que articula os entornos municipais estabelecendo redes Rede urbana--A urbanização de uma sociedade origina uma rede urbana, um sistema integrado de cidades que vai das pequenas às metrópoles. A regra geral é que para milhares de pequenas cidades existam centenas de cidades médias e poucas metrópoles. A rede urbana é a malha metropolitana de um país que constitui-se da cidade global, metrópole nacional, metrópole estadual, metrópole regional,médias e pequenas cidades. As cidades pequenas e médias oferecem matéria prima, mão de obra mais barata. Consumismo é o ato de comprar produtos e/ou serviços sem necessidade e consciência. É compulsivo, descontrolado e que se deixa influenciar pelo marketing das empresas que comercializam tais produtos e serviços. É também uma característica do capitalismo e da sociedade moderna rotulada como “a sociedade de consumo”.Diferencia-se do consumidor, pois este compra o que precisa enquanto o consumista compra muito além daquilo de que precisa. Além de conseqüências ruins ao consumista que são processos de alienação, exploração no trabalho, a multiplicação de supérfluos (que contribuem para o processo de degradação das relações sociais e entre sociedades), o meio ambiente também sofre com este “mal do século”, pois o aumento desenfreado do consumo incentiva o desperdício e a grande quantidade de lixo. Relação produção consumo- Os padrões de desenvolvimento agravados pelo ideal de lucro sem preservação incentivaram o consumo e o desgaste dos recursos naturais gerando contradições entre o desenvolvimento, o crescimento da economia e a necessidade de preservação. Sobre o texto responda: Interprete a 1- De acordo com o texto o que tirinha ao lado. representa o “mal do século”? 2- Qual a diferença entre consumidor e consumista? 3- De que constitui- se a malha urbana? 4- De acordo com o texto por que as cidades médias e as cidades pequenas são importantes? 5- O que é consumismo? 6- Quais são as conseqüências ruins do consumismo?


Recorte e cole as logomarcas das multinacionais no Hino Nacional modificado, depois responda o que representa. Num Posto da Ipiranga, às margens plácidas, > De um Volvo heróico Brahma retumbante > Skol da liberdade em Rider fulgido > Brilhou no Shell da Pátria nesse instante

> Se o Knorr dessa igualdade > Conseguimos conquistar com braço Ford > Em teu Seiko, ó liberdade > Desafio nosso peito à Microsoft > O Parmalat, Mastercard, Sharp, Sharp > Amil um sonho intenso, um rádio Philips > De amor e Lufthansa terra desce > Intel formoso céu risonho Olympicus

> A imagem do Bradesco resplandece > Gillete pela própria natureza > És belo ES Ford impávido colosso > E o teu futuro espelha essa Grendene > Cerpa gelada! > Entre outras mil é Suvinil, Compaq amada. > Do Philco deste Solo és mãe Doril > Coca Cola, Bombril! Observe as duas imagens ao lado e produza a sua conclusão sobre elas.

TÓPICOS 16. Políticas Públicas Urbanas: o público e o privado— 16.1. Avaliar a relação entre as políticas públicas e a produção do espaço urbano16.1.1. Conhecer sobre a população de sem-teto, sem-trabalho, sem-educação, sem-saúde, sem-terra, questionando os direitos à cidadania Os problemas e perspectivas do urbano são os maiores desafios políticos da atualidade. Conhecer a produção do espaço urbano é compreender que os problemas precisam ser enfrentados e as políticas públicas locais e conferências internacionais, devem propiciar a superação dos desafios colocados (falta de habitação, caos urbano, trânsito caótico, falta de segurança, redimensionamento do espaço urbano para facilitar os fluxos de informação, mercadorias, capital e pessoas. Compreender o público e o privado evidenciam diferentes expressões de produção de um espaço com mais ou menos urbanidade. A cidade existe para o cidadão situações de exclusão, problemas graves de segregação espacial, guetos e favelas, falta de espaços públicos de lazer, são o resultado de necessidade de políticas mais eficientes na solução dos desafios atuais. 1- Como se produz o espaço urbano se as políticas públicas são ruins? 2- O que acontece com a população pobre se as políticas públicas são ruins? 3- Como age a população diante da marginalização? (territorialidade) 4- Observe o texto e as imagens e produza um texto comparando público e privado.


Produza um texto de acordo co imagem ao lado, levando em consideração o abandono das obrigações como maior causa violência urbana.

TÓPICO/HABILIDADE-17. Espacialidade urbana- OP-16 R.A-18 17.1. Compreender as práticas sociais espacializadas na complexidade da vida na metrópole nos países cent periféricos 17.1.1. Analisar textos e imagens sobre os fenômenos da metropolização: fluxo de pessoas, serviços, especu imobiliária, lazer A espacialidade é parte do processo de urbanização contemporâneo, se evidencia nas paisagens urbanas. As práticas socioespaciais mais determinantes da espacialidade são metropolização e desmetropolização. O processo de urbanização ocasiona a metropolização e esse fenômeno desencadeia na rede urbana. A espacialidade está relacionada às formas e arranjos espaciais constituídos pela teia de relações presentes no espaço geográfico, orientando a distribuição e a localização dos fenômenos urbanos e rurais, bem como os processos sócio-espaciais que os conformam. Há relação entre o do espaço nas práticas sociais e o papel das práticas sociais na configuração do espaço geográfico.

Relacione as charges à cima com especulação imobiliária, vida do pobre nos países periféricos e políticas públicas urbanas

Interprete a charge a cima destacando o nome da dos mares.


Interprete a tirinha ao levando em conta a vida moderna, o individualismo, o capitalismo e o consumismo.


15. Produção e Consumo