Issuu on Google+

www.jmijui.com.br

REITORIA

GIRO PELO RIO GRANDE

Eleições na UFSM definiram catuipano como novo reitor Pág. 7

Evento ocorre hoje e reúne analistas da Fecomércio em Ijuí Pág. 3

Paulo Burmann

Paulo Burmann Zildo De Marchi, presidente da Fecomércio

Ano 39 - Nº 45

Ijuí, Sexta-feira, 5 de julho de 2013

PÉSSIMAS CONDIÇÕES

Crise no sistema carcerário gaúcho afeta segurança Crédito: Sidinei Brzuska/Divulgação

Nos presídios, a norma é: condições sub-humanas de sobrevivência. Páginas 10 e 11

ASSEMBLEIA

90% dos salários acima do teto são de inativos Pág. 9 SOB PRESSÃO

Michel Temer volta atrás e confirma plebiscito Pág. 9

R$ 2,00


2

Sexta-feira, 5 de julho de 2013

Radar

Jornal da Manhã

Curtas JM

Indicadores

Recursos serão garantidos ao RS – Após viver momentos de tensão, o governo do Estado pode respirar aliviado, já que o ministro da Agricultura, Antonio Andrade Ferreira, garantiu a manutenção do convênio entre o RS e ministério, iniciado em 2011, para a implementação do Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária (Suasa), inserido no Plano Plurianual. Sendo assim, fica garantido que, quando forem liberados os recursos pela Casa Civil, será autorizado o repasse dos R$ 30 milhões, que ainda precisam ser liberados até o ano de 2015. Desde o início do convênio até o momento, já foram investidos mais de R$ 20 milhões na compra de veículos e equipamentos, capacitação de técnicos, reformas de prédios, além de outras ações.

Poupança 05.07.2013..............................5000%

Palestra nota fiscal gaúcha - O Sindicato dos Contabilistas de Ijuí irá realizar na próxima terça-feira, para todos os contabilistas de Ijuí e região e estudantes da área contábil, a palestra sobre nota fiscal gaúcha com as fiscais Lizete Webler e Leonir. A palestra será das 14h às 16h, no auditório da ACI. É solicitada a doação de 1 kg de alimento não perecível. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo e-mail sindi.ijui@terra.com.br e telefone 3332-8841.

IPC/FIPE Maio/2013................................0,01 %

Abono salarial - O abono salarial referente a 20132014, concedido a trabalhadores que ganham até dois salários mínimos (R$ 1.356), começará a ser pago no dia 13 de agosto deste ano. O prazo para a retirada do valor (atualmente, R$ 678) irá até 30 de junho de 2014. O calendário de pagamento do abono leva em consideração o número de inscrição do trabalhador no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep). Os que têm inscrição com os finais 0 e 1 começam a receber no dia 13; com os finais 2 e 3, no dia 20; com os finais 4 e 5, no dia 27. Em setembro, começarão a ser pagos os abonos das inscrições terminadas em 6 e 7, a partir do dia 3; e 8 e 9, a partir do dia 10.

TJLP Março/2011.....................................6,00% Ouro 03.07.2013............................R$90,80 (gr) Dolar Comercial (compra)....................R$2,2550 Dolar Comercial (venda) ....................R$2,2570 Dolar turismo (compra) . .........................R$2,17 Dolar turismo (venda)..............................R$2,41 Euro (compra) ....................................R$2,9255 Euro (venda) .......................................R$2,9280

IGPM/FGV Abril/2012.............................. 0,15% INPC/IBGE Maio/2012..............................0.35%

Protesto por botas - Os moradores da Rua Dorival Marcos de Carvalho, bairro Industrial, localizada a duas quadras da Rua do Comércio, reclamam da situação que a via fica em dias de chuva. Segundo eles, irão aderir aos protestos e solicitar à administração "bota sete léguas para poder transitar em na rua". Eles afirmam que o "descaso" será lembrado nas próximas eleições.

Getúlio

O retorno - A bancada evangélica insistiu e o projeto da "cura gay" está de volta, dois dias após ser arquivado. Aproveitando uma brecha na legislação da Câmara, o deputado Anderson Ferreira (PR-PE) reapresentou o mesmo texto que já havia sido retirado de pauta na terçafeira. Apesar da contrariedade popular ao revolucionário "tratamento", a bancada capitaneada pelo deputado Marco Feliciano (PSC-SP) parece mesmo disposta a discutir o tema. Se ao menos o projeto da "cura gay" previsse a criação de mais hospitais, por exemplo, seria interessante. Em hospitais se pode curar homossexuais, negros, brancos, bissexuais, pobres, ricos e quem mais precisar. Momento íntimo - A presidente Dilma Rousseff recebeu nesta semana, no Palácio do Planalto, uma procissão de artistas, que foram a Brasília pressionar pela aprovação de projeto de lei sobre a arrecadação de direitos autorais. Na reunião, Dilma disse a Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Caetano Veloso que suas músicas marcaram momentos de sua vida. Ao fim do encontro, Roberto Carlos pediu um tempo "a sós" com Dilma. Eles conversaram por 20 minutos. Depois disso, o Rei foi embora, saindo pela mesma porta que havia entrado, por superstição. Balada segura - Na última semana, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, Obras e Trânsito (Smodutran) promoveu mais uma operação Balada Segura. As ações do último fim de semana, realizadas na Rua do Comércio, demonstram que os motoristas ainda não estão respeitando a Lei Seca. Foram abordados 126 veículos, sendo realizados 114 testes de etilômetro, dos quais 20 CNHs foram recolhidas e 36 autuações, sendo nove por recusa, 10 por teste e uma por crime. Para o público LGBTS - Hoje, a ministra da Secretaria de Direitos Humanos (SDH), Maria do Rosário, apresenta o Sistema Nacional de Promoção de Direitos e Enfrentamento à Violência contra Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transsexuais (Sistema Nacional LGBT), que reúne ações contra o preconceito e a violência contra a diversidade de orientação sexual e de identidade de gênero.

IPCA/IBGE Maio/2012...............................0,37% IGP-DI-FGV Maio/2013.............................0,23% UPF/RS 2013....................................R$ 13,7420 *valores acima de R$ 300,00

Taxa Selic % MÊS

TAXA

IRPF

AGOSTO

0,69

4,34

SETEMBRO

0,54

3,80

OUTUBRO

0,61

3,19

NOVEMBRO

0,55

2,64

DEZEMBRO

0,55

2,09

JANEIRO 2013

0,60

1,49

FEVEREIRO 2013

0,49

1,00

Loterias

Observatório "Minha nítida sensação é que a maioria do Congresso não quer fazer reforma política e que está preocupada apenas em preservar a situação eleitoral", disse o governador Tarso Genro, ao criticar a atuação do Congresso em relação à realização de plebiscito sobre a reforma política. "O salário vai ficando mais alto conforme avança a idade do profissional, e o pico é aos 51 anos. Isso mostra que há uma valorização das pessoas experientes em áreas com grande procura", disse o presidente do Ipea, Marcelo Neri, sobre o fato de médicos e engenheiros de diferentes especialidades estarem encontrando salários superiores à maioria das profissões, e também um mercado disposto a contratar. "A mobilização prossegue porque ocorreu apenas um adiamento, e não um arquivamento. Essa votação já foi adiada antes", disse o presidente do Sindbancários, Mauro Salles, sobre a onda de manifestações realizadas pelos bancários contra o projeto que regulamenta contratações de terceirizados. "Definitivamente estão loucos. Chefe de Estado e seu avião têm imunidade total. Este grau de impunidade é impossível", disse a presidente da Argentina, Cristina Kirchner, sobre o incidente diplomático que envolveu o presidente da Bolívia. "Estou em contato com Evo. Foram violadas todas as leis de imunidade internacional que protegem os chefes de Estado, tudo pela obsessão imperial", falou o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, sobre o incidente diplomático entre países europeus e a Bolívia.

1º 2º 3º 4º 5º

-

5.668 9.295 5.655 0.462 6.253

QUINA - CONCURSO nº 3230 01 29 38 61 69


Geral

Jornal da Manhã

Sexta-feira, 5 de juLho de 2013

3

Guia industrial Vagas para construção civil crescem no município deverá ficar pronto em 30 dias EMPREGO

O Sine está com mais de 60 vagas para a construção civil nesta semana. De acordo com o coordenador Rubens Korb, o candidato interessado deve comparecer até o Sine e a seleção será para contratação de urgência. “As vagas são para uma empresa já instalada no município. É um número bastante acentuado de vagas disponibilizadas e o prérequisito é que se tenha experiência registrada em carteira de trabalho”, disse Korb. De acordo com o coordenador, a entrevista será hoje, das 8h30 as 11h30, e a empresa fará uma contratação imediata. Além disso, ainda há disponíveis mais de 150 vagas para outras áreas. “Contamos com 20 vagas para supermercados, 20 para prestação de serviços e demais áreas como vendas e varejo. Nossa maior angústia está na parte industrial. É preciso alta qualificação para estas vagas, o

FASE CONCLUSIVA

Oportunidades de trabalho crescem na área de construção civil

que está em falta em Ijuí. Nesta semana, uma empresa contratou 12 funcionários para a área de varejo, o que demonstra que as pessoas estão vindo de fora, acreditando e investindo em Ijuí, pelo potencial que o município tem desenvolvido, e pelas expectativas. Além de oportunizar vagas, também possibilitamos cursos profissionalizantes, como

Ijuí recebe hoje o Giro pelo Rio Grande FECOMÉRCIO O projeto Giro pelo Rio Grande, promovido pelo Sistema Fecomércio-RS, tem o objetivo de ouvir seus associados e fortalecer sua base de atuação no Estado. O encontro vai integrar os sindicatos e as empresas do setor terciário gaúcho da microrregião no Salão de Atos do Campus da Unijuí, a partir das 8h. A abertura será realizada às 8h45 pelo presidente do Sistema Fecomércio-RS, Zildo De Marchi, seguida de um painel sobre os desafios do Rio Grande nas áreas econômica, tributária e política. Como painelistas convidados estarão o economista Marcelo Portugal, além do consultor tributário Rafael Borin e do consultor político Rodrigo Giacomet. À tarde, a partir das 15h, será a vez do encontro entre sindicatos da região com empresários dos setores do comércio e serviços. De acordo com De Marchi, o Giro ocorre porque o RS tem várias regiões com economias

diferenciadas e particularidades a serem discutidas. “É o contato direto com sindicatos e empresários da região. Levaremos informações do que está ocorrendo no quadro atual da nossa economia. Será um diálogo importante e produtivo, principalmente porque a região de Ijuí é muito próspera”, disse. Ainda, segundo o presidente, o Estado do RS está inchado e pesado com a alta carga tributária. “O orçamento necessita de muitos recursos. O governo tem intenção de contabilizar o interesse do empresário na área tributária, mas não tem condições de fomentar o desenvolvimento. A prova é que, no Estado, os tributos estão acima da média dos Estados vizinhos. O governador não está ouvindo e correspondendo a expectativa que o setor terciário necessita para competir e se desenvolver como ocorre com nossos Estados vizinhos.” Em suas viagens, De Marchi diz que percebe uma expectativa positiva entre os empresários, devido à boa safra agrícola, apesar dos problemas tributários e logísticos.

os do Pronatec”, disse. Korb frisa que o setor industrial é o que mais tem necessidade de mão de obra e o que mais oferece empregos em Ijuí. “Esta área é sistemática e não sazonal. É crescente e evolutiva, que vai ainda por muitos anos, em função de empresas que estão vindo para o município e que ainda irão e instalar”, finaliza.

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo do município está desenvolvendo o guia industrial 2013. De acordo com a secretária adjunta Janete Görgen, o Guia das indústrias de Ijuí está em fase de conclusão. “A quinta edição terá um ficha cadastral de todas as indústrias, com a razão social, nome social, nome fantasia, endereço, ramo de atividade e porte da empresa. Até o momento, temos cerca de 350 indústrias cadastradas. Estamos encerrando o processo e acreditamos que em todo o município serão 380 indústrias com CNPJ registrado”, disse. Desde o último guia realizado, Janete acredita que houve um aumento de indústrias cadastradas. “Fizemos uma atualização de CNPJ e retiramos muitas empresas que estavam

Janete Görgen

como comércio e não indústria. Fizemos essa revisão rígida para colocar nesse guia somente as indústrias.” A partir de agora, Janete ressalta que o trabalho será guiado na elaboração da apresentação do guia e de levantamento de dados junto a órgãos como IBGE, Detran e Corsan. "São vários dados que terão que ser inseridos e acreditamos que em 30 dias teremos uma parte concluída”, finalizou.

Nova direção da Câmara de Dirigentes Lojistas foi empossada EMPRESÁRIOS O empresário Clóvis Rorato de Jesus assumiu na noite de ontem a presidência da Câmara de Dirigentes e Lojistas de Ijuí (CDL). Como vice-presidente assumiu o empresário Vilson Hepp. Substituindo o empresário Élio Quatrin, Clóvis ficará à frente da entidade até 2015. Segundo ele, a entidade é nova e vai para o segundo mandato. “Estamos na expectativa junto à classe varejista de Ijuí de poder auxiliar os empresários em ações coletivas junto à ACI e ao Sindilojas, que são entidades coirmãs e desenvolver um trabalho em conjunto para que beneficie as entidades associadas”, disse. O empresário ressalta que existe uma preocupação em qualificar a equipe de colaboradores, em parceria com o Sebrae para

Ato de posse ocorreu na noite de ontem, no auditório da ACI

cursos de qualificação e também junto com a nova diretoria, ver quais ações coletivas em termos de campanhas poderão ser feitas. “Queremos também realizar atividades com os empresários que possam fortalecer a entidade”, disse. Clovis usa como exemplo a Rua 15, projeto em parceria com o Sebrae e que tem apoio da CDL. “Isso dá uma nova força para Ijuí nos sentido de apresentar uma

rua revitalizada, e isso faz com que os demais usem de exemplo e desenvolvam esse trabalho. É uma bela iniciativa do Sebrae e dos comerciantes daquela rua”, explica. O novo presidente da CDL disse que a parceria com o Sebrae é de suma importância, pois o serviço dá apoio para pequenos empresários e traz para os comerciantes a possibilidade de aperfeiçoamento profissional.

Executivo busca apoio para festival ETNIAS Na manhã de ontem, o prefeito Fioravante Ballin reuniu-se com representantes de entidades municipais para retomada e esclarecimentos referentes à proposta de realização do Festival

Internacional das Etnias. O prefeito ressaltou que o Executivo está buscando pelo maior número de recursos possíveis, mantendo contato constante em Brasília, buscando apoio de instituições e reforçando parceria junto às empresas públicas e privadas. O assessor cultural da Expo-

Ijuí/Fenadi, Francisco Miron Roloff, reiterou que o objetivo principal da reunião era confirmar parceria com o Executivo para construir, posteriormente, a composição final do evento. Francisco retratou a importância de ter a prefeitura como base para esse projeto.


4

Geral

Sexta-feira, 5 de julho de 2013

Manifestações encerram-se no RS, mas seguem no País

Protesto em POA é pelo fim das desapropriações DUPLICAÇÃO DE VIA

CAMINHONEIROS Estão encerrados no Estado os bloqueios das estradas por parte dos caminhoneiros. O fim das manifestações deve-se à aprovação do anteprojeto de lei que altera a jornada de trabalho, permitindo aos caminhoneiros dirigir até 6h, sem descanso, ao contrário da lei atual que prevê no máximo 4h seguidas ao volante. "Nós estamos, hoje, comemorando a revogação e a modificação da lei nº 12.609", afirma o líder do Movimento União Brasil Caminhoneiro no Estado, Osmar Lima. "Esses protestos todos foram devido à má formação de uma lei que só iria trazer prejuízo, principalmente para os caminhoneiros autônomos." Se a lei seguisse sem a alteração, Lima afirma que seria inviável cumprí-la: "O caminhoneiro estaria cavando a própria sepultura, porque o frete já não compensa, e ainda ficar dormindo praticamente 11h e mais o descanso obrigatório. Esses políticos têm que começar a consultar as bases antes de criar uma lei, porque fazem sem ter conhecimento",

Jornal da Manhã

Caminhão foi atingido por uma pedra cerca de 7 km após 1ª agressão

dispara Lima. Ele elogia as diversas manifestações pacíficas que ocorreram no Estado e lamenta a morte do caminhoneiro de 44 anos, ocorrida na noite da última quarta-feira, depois de ele tentar passar por um bloqueio na BR-116, em Cristal. Após ser agredido por manifestantes, Renato Kranlow acionou a Polícia Rodoviária Federal. Cerca de 7 km depois, o caminhão foi atingido por uma pedra que atravessou o para-brisa e acertou o pescoço do motorista. O caminhoneiro não resistiu e morreu no

local, no km 420. A manifestação de caminhoneiros em rodovias de diversos Estados resultou ainda em 27 pessoas presas. O presidente do Movimento União Brasil Caminhoneiro (MUBC), Nélio Botelho, anunciou que os motoristas de caminhões vão desbloquear as estradas, mas a paralisação continuará. Até o fim da noite de ontem, a Bahia era o único Estado onde havia rodovia federal com interdições provocadas por caminhoneiros, mesmo terminado o prazo para o fim dos protestos.

Com menos intensidade em relação à última semana, diversas manifestações foram realizadas no Estado. Em Santa Maria, empresários e moradores realizaram uma manifestação na manhã de ontem, para reivindicar a conclusão de uma obra de duplicação da Avenida Hélvio Basso. A ampliação da estrada está parada desde o dia 20 de junho, em virtude de dificuldades financeiras da empresa responsável. Já em Porto Alegre, a manifestação organizada pelo Bloco de Lutas pelo Transporte Público

reuniu centenas de pessoas. Por volta das 18h30, eles organizaram um abraço ao postão da vila Cruzeiro. O protesto teve como principal motivação a remoção forçada de famílias da Avenida Tronco em razão das obras de duplicação da via. A luta contra a criminalização do movimento e pelo transporte público de qualidade também continua na pauta. A movimentação foi pacífica e contou com a participação, inclusive, de crianças. O projeto de duplicação da Tronco envolve obras em seis avenidas e pelo menos 1,5 mil famílias cadastradas pelo Demhab em 2011 terão de deixar as residências e os comércios daquela região.

Os manifestantes reuniram-se no fim da tarde de ontem, pacificamente

Aprovada pelo Senado a lei Dilma recebe entidades ligadas ao da anticorrupção com multa campo para ouvir demandas hoje PESSOA JURÍDICA O Senado aprovou ontem o projeto de lei que ficou conhecido como “lei anticorrupção”. A proposta é punir empresas que cometam atos de corrupção contra a administração pública ou funcionários públicos estrangeiros de organizações internacionais que funcionam no Brasil. Com a aprovação, o projeto segue para sanção pela presidente Dilma Rousseff. Se condenadas, as empresas

podem perder os bens, direitos ou valores obtidos com a atividade ilícita, suspensão ou interdição parcial de suas atividades, dissolução da empresa e proibição de assinar contratos, receber incentivos ou pegar empréstimos de órgãos públicos por até cinco anos. As punições administrativas previstas são multas que variam de 0,1% a 20% do faturamento bruto anual da empresa apurado no ano anterior à ocorrência do fato. Se não for possível medir o caixa da companhia, a multa vai variar de R$ 6 mil a R$ 60 milhões.

SÉRIE DE ENCONTROS A presidente Dilma Rousseff continuará a receber movimentos sociais e organizações da sociedade civil para discutir as demandas apresentadas durante as manifestações que ocorreram no País. No entanto, segundo o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, nos encontros, a presidente não deverá discutir pautas tradicionais dos movimentos, mas tratar da atual situação do País.

Hoje, Dilma reúne-se com organizações ligadas ao campo, representadas por entidades como a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), além de quilombolas e pequenos agricultores. Na próxima semana, será a vez dos povos indígenas. Segundo Carvalho, as principais entidades do setor deverão ser ouvidas. Ativistas da cultura digital, entidades e igrejas evangélicas e organizações

que discutem a reforma política também serão recebidos no Palácio do Planalto na semana que vem. Entrarão ainda na agenda presidencial encontros com representantes de organizações de mulheres e do movimento negro. “Será um ciclo novo [de reuniões] que a gente está abrindo, além das que já fizemos, sempre nessa perspectiva da importância de ouvir a sociedade, as demandas, aquilo que as ruas manifestaram e, a partir daí, tomar atitudes que o governo entender que são possíveis e que atendam às demandas sociais.”

Número de servidores públicos passa Governo cria cadastro de 6 milhões no País, aponta IBGE negativo de construtoras CRESCIMENTO Com as mudanças constitucionais das últimas décadas, que redistribuíram poderes e redefiniram atribuições, houve descentralização territorial no Brasil com a criação de municípios e transferência de responsabilidades da União e Estados para as prefeituras. Com isso, de 2005 para 2012 o número de servidores públicos que ingressaram nas administrações municipais chegou a 1,5 milhão, um avanço de 31,7%. Em 2012, o número total de servidores

públicos municipais alcançou 6,2 milhões, o que representa 3,2% da população do Brasil, segundo a Pesquisa de Informações Básicas Municipais (Munic) 2012, divulgada na última quarta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com a gerente da Munic,Vânia Pacheco, o crescimento não é expressivo quando comparado com o contingente de 2011, mas é necessário para fazer frente às obrigações transferidas para as prefeituras, como políticas de assistência social e saúde que antes eram tratadas em nível federal.

Em 2005, 2,6% da população brasileira era de servidores públicos municipais, sendo 94,3% na administração direta e 5,7% na administração indireta. Em 2012, o número de servidores públicos municipais passou a 3,2% da população brasileira, sendo 95,3% na administração direta e 4,7% na indireta. A Munic é feita desde 1999 com os 5.565 municípios do País existentes na época e apresenta dados da administração e serviços públicos no âmbito da prefeitura. Essa é a décima edição, já que a pesquisa não foi feita em todos os anos.

MINHA CASA, MINHA VIDA O superintendente nacional de Habitação da Caixa Econômica Federal (CEF), Roberto Carlos Ceratto, disse que a instituição reforçou a fiscalização sobre os empreendimentos do programa Minha Casa, MinhaVida para evitar problemas na qualidade das construções.A informação foi divulgada nesta quarta-feira. Entre as medidas adotadas pelo banco estão a criação de um canal de atendimento exclusivo para falar com beneficiários do programa e um cadastro negativo de construtoras. Criado em março, o canal para

falar com beneficiários do Minha Casa, Minha Vida acumula 36 mil ligações este ano. De acordo com a instituição, 61% delas destinou-se à solicitação de informações e apenas 7% foram para relatar danos físicos nas unidades habitacionais. A partir das queixas feitas pelo canal, os responsáveis pelos imóveis têm cinco dias para sanar o defeito alegado pelo comprador. Caso contrário, são incluídos no cadastro e impedidas de contratar com o governo até resolverem o problema.Atualmente, 169 empresas e pessoas físicas integram o cadastro negativo. O número para entrar em contato é 0800 721 6268.


Geral

Jornal da Manhã

Sexta-feira, 5 de julho de 2013

5

Secretária de Saúde HCI recebe dois novos equipamentos importados avalia trabalho no Getúlio Vargas

MODERNIZAÇÃO O Hospital de Caridade de Ijuí (HCI), dentro do processo de modernização tecnológica, vem, há cinco anos, trazendo novidades em parceria com o Ministério da Saúde, como uma câmara de cintilografia para o serviço de medicina nuclear, um mamógrafo digital de última geração, um mamotomo, que serve para biópsia a vácuo guiado por ultrassom, três sistemas de vídeos para o bloco cirúrgico, um equipamento de raiox telecomandado com escopia, até equipamentos simples, como computadores, impressoras, camas e poltronas. Na quarta-feira, mais dois novos equipamentos importados chegaram ao complexo hospitalar, contemplando o Centro de Materiais e Esterilização (CME). Um caminhão especial, vindo do porto de Rio Grande, com uma carga de três toneladas, trouxe uma nova autoclave horizontal a vapor de esterilização e secagem da marca Steris e uma nova lava-

NOVO POSTO

Equipamentos vão beneficiar o Centro de Materiais e Esterilização (CME)

dora ultrassônica com duas cubas, também da mesma marca, vindas do México. O investimento ficou em R$ 317.606,18 conforme a controladoria do HCI. “Estes equipamentos são os melhores que existem no mercado e, sem dúvida, vão qualificar ainda mais o serviço de esterilização de materiais, que dá suporte principalmente ao centro cirúrgico da instituição”, comemora o presidente do HCI, Claudio Matte Martins.

Os investimentos estão dentro do planejamento estratégico traçado pela diretoria, que prevê a modernização tecnológica com contrapartida de investimentos do hospital na adequação da área física do complexo hospitalar, para a instalação dos equipamentos. Somente em 2012, os recursos próprios do HCI somaram R$ 3.306.789,69 e os convênios chegaram a R$ 4.515.102,70, em um total de R$ 7.821.892,39.

Inaugurado há duas semanas, o Posto de Saúde do bairro Getúlio Vargas contará com duas equipes para atender a comunidade. Conforme a secretária de Saúde,Alexandra Lentz, uma delas ainda não foi cadastrada no Cnes, pois não foi definido o médico da equipe. “Mas os profissionais estão desenvolvendo um excelente trabalho, a comunidade tem sido solidária e auxiliado a construir a saúde daquele local, dando ideias, sugestões e sendo muito compreensiva nos primeiros dias de atendimento”, ressalta. Conforme a secretária, a construção do Posto do Getúlio Vargas, um dos maiores bairros de Ijuí, com cerca de seis mil habitantes, desafogou os trabalhos dos postos do Centro Social Urbano e também do Herval. “Na primeira semana, a médica disse que existia uma demanda bem reprimida. Algumas pessoas estavam aguardando recei-

tas vencidas, exames, orientações, resultando numa grande demanda. Na segunda semana o fluxo foi menor. Mas sabemos que precisamos colocar mais um médico”, admite. A secretária destaca, ainda, que vai participar, entre os dias 22 e 24 de julho, de um congresso com todas as secretarias municipais de Saúde do Rio Grande do Sul. “É uma oportunidade para os secretários se atualizarem”, ressalta Alexandra, destacando que todos os assuntos que estão em pauta são pertinentes ao dia a dia do trabalhador em saúde. De acordo com ela, serão discutidas questões relacionadas ao trabalho, legislação, novos programas, sobre planejamento em saúde, Plano Municipal de Saúde, judicialização da saúde, fortalecimento à atenção básica. "É um momento importante para trocar experiência com outros municípios, de práticas e atividades que deram certo”, finaliza.

Governo reajusta valor Ministério da Saúde quer facilitar de residências médicas o acesso de pacientes ao Tamiflu DECISÃO As bolsas pagas aos profissionais que fazem residência médica foram reajustadas em 24,8%, conforme o Ministério da Saúde. A decisão, tomada em conjunto com o Ministério da Educação, vai beneficiar 23.134 residentes - eles passarão a receber R$ 2.976,26 mensais, segundo nota divulgada pela pasta de Saúde. O impacto do reajuste, segundo o ministério, vai ser de R$ 133,05 milhões no orçamento do governo federal. Dos residentes que atuam no País, 2.284 participam de um programa que oferta bolsas em instituições públicas estaduais e

municipais, o Pró-Residência. "Estamos atendendo a reivindicação dos residentes e criando alternativas para aumentar a qualificação dos profissionais de saúde no País. A meta é ofertar uma vaga de residência para cada médico formado", afirmou o ministro Alexandre Padilha, em nota divulgada pela pasta. O ministério ressaltou que o reajuste é o maior já dado aos residentes do País. O governo federal já havia anunciado a criação de cerca de 12 mil vagas de residência médica até 2017, com previsão de abertura de 4 mil delas até 2015. A ideia é formar especialistas em 27 áreas prioritárias, como pediatria, anestesiologia, radiologia e psiquiatria.

COMBATE À GRIPE O Ministério da Saúde reforçou a recomendação aos Estados e municípios para que facilitem o acesso ao remédio Oseltamivir (conhecido pelo nome comercial Tamiflu). A orientação é que a rede pública de saúde disponibilize o medicamento, usado para combater a gripe A (H1N1), a todos os pacientes com receita médica, independentemente se do serviço público ou privado. A caixa do medicamento, com dez cápsulas, chega a custar R$ 200 em algumas farmácias. O Ministério da Saúde indica o uso do Tamiflu nas primeiras 48 horas

após o início da gripe. Entretanto, mesmo ultrapassado esse período, o Tamiflu continua sendo indicado. De acordo com dados do MS computados de 1º de janeiro até o dia 25 de junho deste ano, em todo o País, 339 pessoas morreram em consequência da gripe A. No Estado, até ontem, foram confirmados 137 casos e 10 óbitos. Dentre os óbitos confirmados no Rio Grande do Sul, quase metade dos casos foi diagnosticadoo como cardiopata. O número de óbitos é a metade dos casos registrados na mesma época de 2012. Porém, apesar da redução, a doença ainda inspira cuidados especiais. Não é apenas o número de óbitos que caiu pela metade em 2013 na comparação

com 2012. Os casos confirmados da doença também tiveram redução. No final de junho do ano passado, o Rio Grande do Sul tinha 203 confirmações de infecções por gripe A com o vírus H1N1, contra 106 contaminações este ano. Conforme a secretária municipal de Saúde, Alexandra Lentz, ainda não foi registrado um caso de gripe A em Ijuí. A Secretaria está enviando para as escolas e restaurantes folders e cartilhas com medidas preventivas de combate à gripe A. Conforme Alexandra, para evitar a gripe, é importante a utilização de copos descartáveis, evitar ambientes fechados, ingerir bastante líquido, ter uma alimentação saudável.


6

Opinião

Sexta-feira, 5 de julho de 2013

Jornal da Manhã

Editorial

Bomba relógio

A

fotografia revela nada mais, nada menos, do que uma bomba relógio. Assim pode ser definida a situação do sistema carcerário no Estado. A exemplo da maior casa e a mais crítica, o Presídio Central de Porto Alegre mostra por traz das grades a realidade de quem convive diariamente com a omissão por parte do Estado. O pior, com cerO confinateza, são as condimento traumáções, que de precático pelo qual rias chegam a degrapassam os predáveis, desumanas. sidiários acaba Mas os problemas realmente os tornando pesso- passam ainda pela as mais desufalta de ocupação manas. Não há e pelo consumo de a menor chance drogas, que não há de recuperação como ser freado. de pessoas que O que se vê é um nem sequer sistema falido e que acreditam na possui suas próprias sua própria leis. reinserção social. O confinamento traumático pelo qual passam os presidiários acaba realmente os tornando pessoas mais desumanas. Não há a menor chance de recuperação de pessoas que nem sequer acreditam na sua própria reinserção social. Uma mão de obra parada e que também paralisa perspectivas de uma vida nova, longe do crime. Às margens do poder público, não há investimentos suficientes para atender a demanda. E não há expectativas e mudanças maiores do que promessas políticas. Um problema que acompanha o entra e sai dos governos e que cresce e torna-se cada vez mais crítico, porque atrás de uma "vida fácil", muitas pessoas ainda caem na ilusão do mundo do crime, e apenas quando conhecem com seus próprios olhos a realidade que os espera por trás das grades é que entendem que o crime não compensa. Entre as promessas, a mais recente é a do próprio governo do Estado, que quer esvaziar o Central até o final de 2014. Mas desocupar o presídio exige um planejamento a longo prazo de vagas para onde possam ir os presos sem disseminar a situação de superlotações. Quando se fala em transferência de presos, o clima é tenso. Em Ijuí não é diferente, porque comporta um dos presídios que ainda são exemplo para o resto do Estado. A Modulada consegue manter as condições mínimas de convivência e infraestrutura. A luta por aqui é para que o município ganhe um presídio feminino. É preciso que o governo pense a longo prazo e não trate essa questão como uma política partidária e, sim, permanente. Investir no sistema carcerário é investir na recuperação dos presos e, consequentemente, investir na segurança da sociedade.

"

"

Jornal da Manhã

GRÁFICA E EDITORAJORNALÍSTICA SENTINELA LTDA. CNPJ: 87.657.854/0001-23

Rua Albino Brendler, 122 Centro - 98700-000 IJUÍ/RS Cx. Postal 518 - Fone/Fax: 55-3331-0300

www.jmijui.com.br

Paulo Scortegagna Professor da Unijuí fala sobre mais uma aprovação para o Projeto Rondon.

Como está a organização para as atividades? Foi aprovada novamente a proposta da Unijuí, que participará mais uma vez de uma Operação Nacional do Projeto Rondon no próximo ano. Tem uma série de etapas, protocolos. O Ministério abre os editais para as operações e a universidade, por sua vez, abre uma seleção interna de projetos sob responsabilidade de equipes e professores, que concorrem internamente na Unijuí. Aprovamos o projeto na Unijuí, que foi encaminhado para apreciação ao Ministério da Defesa, e no dia 28 saiu o resultado. Temos que optar por um conjunto de ações. Qual será o projeto desenvolvido pela Unijuí? Desta vez, a equipe da universidade estará na Operação Velho Monge, que acontece de 18 de janeiro a 3 de fevereiro de 2014, em Nazaré do Piauí, no Estado do Piauí. O projeto Ações multidisciplinares: construção de soluções para o desenvolvimento com sustentabilidade, coordenado por mim e pela

professora Leonir Uhde (Deag), compreende atividades desenvolvidas dentro do conjunto B, que tem como áreas meio ambiente, trabalho, comunicação, tecnologia e produção. Será constituída uma equipe de 10 pessoas, com um coordenador, um vice-coordenador e mais oito acadêmicos. Haverá um edital interno na Unijuí para inscrição e seleção de oito acadêmicos. Nesse caso, estarão contemplados alunos dos seguintes cursos: Comunicação Social, Design, Engenharia Civil, Agronomia, Veterinária e Educação Física. O que será trabalhado a partir do tema? Primeiro, a questão de ações multidisciplinares, porque um dos pressupostos da extensão universitária são ações de cunho social dentro do contexto do objetivo do Projeto Rondon. Estamos trabalhando com sete cursos, sete áreas de conhecimento, que vão trabalhar com oficinas dentro das temáticas do conjunto de ações B. Oficinas, por exemplo, de fotojornalismo, segurança

do trabalho, desenvolvimento rural local, ações na segurança alimentar, agropecuária de base familiar, ecodesign. Dentro desse contexto temos um planejamento e, a partir da seleção dos acadêmicos, esses alunos vão passar por um processo de capacitação e organização dos materiais pedagógicos para a realização do projeto. Qual o objetivo do Projeto Rondon? O Projeto Rondon é uma iniciativa do Ministério da Defesa e conta com a colaboração da Secretaria de Educação do Ministério da Educação (MEC) e tem como objetivos: contribuir para a formação do universitário como cidadão; integrar o universitário ao processo de desenvolvimento nacional, por meio de ações participativas sobre a realidade do País; consolidar no universitário brasileiro o sentido de responsabilidade social, coletiva, em prol da cidadania, do desenvolvimento e da defesa dos interesses nacionais e estimular no universitário a produção de projetos coletivos locais, em parceria com as comunidades assistidas.

Missão: educar Sandro R. Cossetin Professor ETE 25 de Julho Quando éramos crianças olhávamos o desenho animado “Os Jetsons” que colocavam um foguetinho nas costas e se deslocavam voando até o local desejado. Ficávamos, então, imaginando “quando será que este futuro vai chegar? Ano 2000? 2050?” Chegou antes. Ainda não dispomos de foguetinhos para ir à escola ou até a empresa. Temos mais (ou menos) que isso: sequer precisamos sair de casa para frequentar um curso ou trabalhar. Neste contexto, a rotina da escola, a dinâmica da sala de aula, foi forçada a mudar o ritmo e a sociedade, a exigir a revisão de um novo conceito de cidadão e de diferentes configurações e relações familiares. Os novos recursos didáticos desacomodaram os professores para além da sua formação, dos seus princípios e conceitos: as opções de multimídia passaram a auxiliar a abordagem dos conteúdos pela apresentação de imagens e sons, enriquecendo as aulas num contraponto radical com o tradi-

"Hoje, família e escola parecem caminhar em direções diametralmente opostas, e os filhos, sem ligações afetivas nem com uma, nem com outra, num abismo de referências, caminham para onde querem, como querem, com quem querem ou para onde a televisão e a internet conduzi-los." cional livro didático, da enciclopédia e das folhas mimeografadas. O ambiente da sala de aula também tem uma nova roupagem para possibilitar o uso de toda esta gama de tecnologia e informação que também cabem no bolso, no celular ou no tablet. A relação entre professor e aluno também mudou muito, especialmente a postura do professor diante da turma: para conseguir atenção e, se possível, compreensão, alunos acabam exigindo apresentações quase que circenses e teatrais do professor. Sim, porque o “conteúdo” está na internet, pode ser acessado pelo aluno em casa ou no próprio celular. O educador, assim, torna-se ora um cômico, ora um

dramático, já que o aparato tecnológico nem sempre é suficiente para conduzir o processo pedagógico com êxito. Porque, então, os alunos de hoje ainda acham as aulas chatas, sem graça? As aulas de antigamente certamente eram menos interessantes que as atuais, mas os alunos estavam na sala de aula com a expectativa de assistir a um grande show, cuja promessa estava para além das informações, relevantes ou não, que hoje dispõem em seus computadores. Os alunos ali estavam porque desejavam aprender com os professores e, para isso, a ordem, o silêncio e o respeito eram primordiais. Os pais, por sua vez, ensinavam em casa e acompanhavam seus filhos na escola esperando uma continuidade ou aprimoramento às suas lições. As instituições família e escola não eram concorrentes, mas parceiras, e dialogavam para a formação do futuro cidadão. Hoje, família e escola parecem caminhar em direções diametralmente opostas, e os filhos, sem ligações afetivas nem com uma, nem com outra, num abismo de referências, caminham para onde querem, como querem, com quem querem ou para onde a televisão e a internet conduzi-los.

Artigos assinados são responsabilidade de seus autores. Para publicação, os artigos devem ser enviados para o e-mail: redacao@jornaldamanhaijui.com, na fonte times, corpo 10,5, com no máximo 30 linhas.

Diretor: Edmundo H. Pochmann Editora: Maristela Silveira Martins redacao@jornaldamanhaijui.com

Jornal da Manhã: (55) 3331-0300 comercial@jornaldamanhaijui.com Rádio JM: (55) 3331-0301 radio@jornaldamanhaijui.com Representantes Comerciais: Grupo de Diários

Impressão em Off-Set Rotativa Cia de Arte CNPJ 92.107.978/0001-75 Rua Albino Brendler, 146 - IJUÍ/RS (55) 3331-0318/ 3331-0320 (após às 18h) grafica@jornaldamanhaijui.com

ASSINATURAS E CIRCULAÇÃO: (55) 3331-0315/ 3331-0316 / 3331-0317

Semestral: R$165,00 Anual: R$330,00 Correio: R$ 330,00 (semestral); R$ 660,00 (anual)


Geral

Jornal da Manhã

Registradas mais de 160 inscrições CONTRATOS TEMPORÁRIOS Terminou na terça-feira o prazo para interessados em participar do banco de contratos emergenciais da Secretaria Estadual da Educação. Na região da 36ª Coordenadoria de Educação (CRE) foram 167 inscritos, que poderão ser chamados para suprir as necessidades nas escolas estaduais da região. A coordenadora da 36ª CRE, Rosmari Gobo, destaca que a Seduc ainda não possui a classificação final do concurso, realizado no dia 19 de maio. “Não temos o número de aprovados e sempre temos demanda de professores”, destaca, acrescentando que a rede estadual tem mais de 78 mil professores na ativa. Conforme a coordenadora, a intenção do governo do Estado é diminuir periodicamente a quantidade de contratos emergenciais, principalmente em sala de aula. Hoje, na região, existem mais de 100 professores emergencialmente contratados nas escolas. Rosmari Gobo acredita que após a divulgação do resultado final do concurso público, os contratos deverão sofrer uma redução em todo o Estado.

7

Projeto Mais Educação motiva alunos através de oficinas INCENTIVO Caixinhas de leite, de sapato, de chá, rolos de papel higiênico, se transformam em objetos úteis ao dia a dia, numa das várias oficinas ministradas na Escola Otávio Caruso Brochado da Rocha, através do projeto Mais Educação. A oficina de artesanato, integrada com a de educação ambiental, atrai alunos de várias idades. Conforme a coordenadora do projeto na escola, Nora Nei da Silveira de Jesus, as oficinas tiveram início no dia 16 de abril. Neste ano, são oferecidas oficinas de violão, flauta, tênis de mesa, educação ambiental, artesanato popular e acompanhamento pedagógico. “Não temos monitor para as oficinas de matemática. Por isso, são feitas oficinas de xadrez neste horário”, conta a coordenadora. Em apenas dois meses de aulas, os alunos já mostram os resultados das oficinas. O grupo de flauta, que toca cinco músicas de diferentes estilos, apresentou-se no Educom Sul e foi convidado a tocar em uma escola de Santa Maria. A aluna Kauana Kommers

Em apenas dois meses de oficinas, alunos já mostram resultados, como na música e no artesanato

diz que gosta muito das aulas. Começou a frequentá-las justamente para ter a oportunidade de apresentar-se com os colegas. Já o aluno Gabriel dos Santos Lourenço diz que decidiu aprender a tocar depois que recebeu o convite do professor. Ele conta que já aprendeu várias músicas que antes gostava de ouvir. O projeto de artesanato acaba integrando-se com o de educação ambiental, com o incentivo da reciclagem. Através do reaproveitamento de caixas, são feitos vários objetos, como carteiras,

Escola Casa da Criança encerra projeto Brinquedos e Brincadeiras

chaveiros, quadros, além de maquetes. Nora destaca que a escola também está incentivando a reciclagem do óleo, para fazer sabão. “Os alunos têm muito interesse por essa oficina, principalmente porque tudo é novidade. Eles ficam impressionados que uma caixinha de leite pode se transformar numa carteira, por exemplo. Eles se empenham em fazer o melhor”, conta a monitora da oficina, Léia da Costa. Nora destaca que o objetivo é conseguir, através de doação, uma máquina de costura, para

Atividades integraram e divertiram alunos da Casa da Criança

como foi a visita da caixa em suas casas”, conta. Para a professora Tatiele Trindade, foi uma experiência única, rica em detalhes. “Cada criança deveria trazer uma surpresa para a nossa turma e chegaram muitos brinquedos, livros, doces, jogos e agora nossa sala está repleta de brinquedos”, destaca, acrescentando que foi realizada ainda a Obra de Arte Passeio Dois, da artista Cristiane Marcante. O encerramento do projeto

contou com o Dia da Bicicleta e da Motoca, no qual cada criança trouxe sua bicicleta ou motoca para a escola. “Ao findar o projeto, cada criança ganhou um Saco de Brinquedos, pois a literatura norteadora do nosso trabalho nesse tempo levava o mesmo nome Saco de Brinquedos, do autor Carlos Urbim. Dentro do saco estavam todos os brinquedos confeccionados pelas crianças com material alternativo”, conta a professora Inês Stoquera.

fazer um sofá com caixinhas de leite. No entanto, ela destaca que a verba destinada para o artesanato é pouca e não sabe se a escola vai conseguir manter o projeto até o final do ano. Segundo ela, o projeto de xadrez também está estimulando os estudantes. Alguns alunos já participam de competições e dois alunos – Kauana Kommers, de 9 anos, e Gabriel Lourenço, de 11 - já conquistaram medalhas de 1º lugar nas categoria feminina e masculina mirim, respectivamente.

Catuipano é o novo reitor da UFSM UNIVERSIDADE

INTEGRAÇÃO A turma do Maternal 2 da Escola Municipal Infantil Casa da Criança encerrou o seu primeiro projeto do ano, intitulado Brinquedos e Brincadeiras. Foram desenvolvidas diversas atividades, como construção de brinquedos com recursos variados, inclusive recicláveis. Conforme a professora Aline Schmidtke Makoski, as crianças tiveram a oportunidade de compartilhar seus brinquedos no Dia do Brinquedo e até conhecer brinquedos antigos na confecção de petecas, bilboquês, chocalhos, cata-ventos, assim como conheceram os brinquedos que os seus pais brincavam em sua infância. A professora Claudete Lindner destaca que outra atividade realizada foi a Caixa Surpresa, que as crianças podiam levar para as suas casas. “Dentro da caixa continha a literatura infantil Brinquedos, do autor André Neves, e um caderno onde os pais relataram fatos de suas infâncias, as expectativas que eles têm para a infância de seus filhos e contaram

Sexta-feira, 5 de julho de 2013

O candidato da chapa 1, Paulo Afonso Burmann, natural de Catuípe, foi o escolhido pela comunidade universitária para ser reitor da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) na gestão 2014-2017. O resultado final da consulta foi conhecido pouco antes das 6h de ontem, logo após o encerramento da apuração dos votos, no Espaço Multiuso, no campus da UFSM. Diretor do Centro de Ciências da Saúde, Burmann e o vice, o professor do Centro de Ciências Rurais, Bayard Dias Gonçalves, obtiveram 46,80% dos votos. A chapa 2, formada pelo atual reitor Felipe Martins Müller e pelo atual vice-reitor Dalvan José Reinert, ficou com 35,30%. A chapa 3, do diretor do Centro de Tecnologia, Eduardo Rizzatti, e do diretor do Centro de Ciências Rurais, Thomé Lovato, obteve 17,90% dos votos. Na terceira eleição para reitor da UFSM com voto paritário entre docentes, técnicoadministrativos em educação (TAEs) e alunos, os votantes

chegaram a 13.603, de mais de 32 mil que estavam aptos. Foram 1.877 votantes docentes, 2.454 TAEs e 9.272 alunos. Burmann obteve 35,22% dos votos dos docentes, 55,46% dos TAEs e 49,75% dos alunos. Felipe teve a preferência de 44,65% dos docentes, 27,34% dos TAEs e 27,01% dos alunos. Rizatti conquistou 18,06% dos votos dos docentes, 14,38% dos TAEs e 21,71% dos alunos. Os votos brancos e nulos somaram 2,08% no segmento docentes, 2,81% no TAES e 1,53% no segmento alunos. A consulta foi realizada terçafeira, nos 39 polos de Educação a Distância (EAD), e quarta-feira, no campus central da UFSM, no Colégio Agrícola de Frederico Westphalen (CAFW), nos campi do Centro de Educação Superior Norte-RS (Cesnors) em Frederico Westphalen e Palmeira das Missões e na Unidade Descentralizada de Educação Superior de Silveira Martins (Udessm). Nos centros de ensino presencial, foram disponibilizadas 53 urnas eletrônicas e de lona, em 18 locais. Em Santa Maria, a votação encerrou às 22h.


8

Geral

Sexta-feira, 5 de julho de 2013

Judiciário defende fim do regime semiaberto PROJETO DE LEI A reforma na Lei de Execução Penal tem sido tema de debate frequente entre especialistas. A proposta tem o apoio do Tribunal de Justiça do Estado (TJ), que apresentou ao Senado uma proposta que dá fim nos regimes prisionais aberto e semiaberto. A comissão criada para a discussão do assunto iniciou os trabalhos em abril e vem colhendo sugestões de Norte a Sul do País, por meio de documentos escritos e em audiências públicas. A autoria do projeto é do juiz da Vara de Execuções Criminais de Porto Alegre, Sidinei Brzuska. Os integrantes da comissão defendem a existência apenas do regime fechado, pois, para muitos, o semiaberto acaba por fomentar a criminalidade. "O ideal seria ter somente o regime fechado para, a partir do cumprimento da pena em regime fechado, passar para a liberdade condicional vigiada, e

depois, desvigiada", afirma o juiz da Vara de Execuções Criminais, Paulo Augusto Irion. Por um lado, o novo modelo endurece o cumprimento das penas, pois eleva o tempo de permanência na prisão e determina que todos os condenados sejam recolhidos ao regime fechado. Mas, de outra parte, a medida permite que, após a passagem pelo regime fechado, o apenado retorne direto para casa em liberdade condicional, vigiado por meio de tornozeleira eletrônica por um período, e depois sem o equipamento. Caso ele descumpra as regras da condicional, o benefício é revogado, e o apenado tem de voltar para a reclusão. Para os defensores da ideia, essa nova formatação traria o maior controle no cumprimento da pena e diminuiria a sensação de impunidade que existe no País. Somente no Estado, existem hoje cerca de 30 mil presos. Destes, 20% encontram-se em

Jornal da Manhã

Ijuí pode receber recursos para centro de eventos INVESTIMENTO

Paulo Augusto Irion

regime semiaberto. "Mesmo com essa baixa porcentagem, podemos notar que, somente nos últimos dois anos, foram registradas 22 mil fugas. Ou seja, infelizmente o Estado não tem mais o controle da contenção dos presos que se encontram em regime semiaberto", afirmou Irion. Para a aprovação, a nova Lei de Execução Penal deverá passar por todo o processo Legislativo. Atualmente estão sendo recolhidas sugestões para a confecção do novo projeto de lei. O prazo de finalização do texto para análise dos senadores vai até outubro.

Os vereadores da bancada do PMDB de Ijuí, Ricardo Adamy e Daniel Perondi, em audiência com o prefeito Fioravante Ballin, expuseram ontem ao Executivo a comunicação do deputado federal Darcísio Perondi (PMDB), sobre a possibilidade da vinda de recursos entre R$ 10 milhões e R$ 15 milhões, para a construção de um centro de eventos em Ijuí. Em reunião com o ministro do Turismo, Perondi foi informado de que é grande a possibilidade

de concretização da obra. Ballin se manifestou positivamente, explicando que ainda são necessários os trâmites legais para viabilizar o projeto. O município aguardará também a abertura do programa, para o credenciamento do município junto ao Ministério do Turismo. “Será um marco pra Ijuí, pois muitas empresas, escolas, igrejas, entre outros, poderão realizar eventos de grande porte, movimentando o comércio, os hotéis, mexendo diretamente com a economia do município”, disse o vereador Ricardo Adamy.

Vereadores vão reunir documentação para que Ijuí possa receber as verbas


Política

Jornal da Manhã

DE BRASILIA “Eu o utilizei como tenho utilizado sempre” Renan Calheiros (PMDB-AL), acusado de uso abusivo de aviões da FAB

9

Temer volta atrás e diz que governo quer reforma política para 2014 MUDANÇA

Claudio Humberto

Lei de Improbidade pune abuso com jato da FAB Procuradores do Ministério Público consultados pela coluna afirmam que os presidentes da Câmara, Henrique Alves -RN), e do Senado, Renan Calheiros (AL), ambos do PMDB, violaram a Lei de Improbidade Administrativa (nº 8.429, de junho de 1992), ao se utilizarem de aviões da FAB para viagens pessoais. Pedidos de desculpa e a reparação do dano “não desnatura o ato de improbidade já praticado”, diz um jurista. Passeios caros Renan e Henrique estão sujeitos a ação civil pública que lhes pode custar muito mais caro que o ressarcimento das passagens aéreas. Agenda pessoal Henrique levou a namorada e familiares para a final da Copa das Confederações, no Rio, e Renan foi a um casamento em Porto Seguro. Noves fora O PR declarou-se favorável ao plebiscito, mas defende que os eleitos em 2014 revisem a Constituição e submetam o resultado a referendo. Sai de baixo O desespero do governo de mostrar que Dilma “ouve a voz das ruas” se explica: pesquisas internas revelam que ela continua em queda livre. Campos vê na queda de Dilma chance de ter apoio Virtual candidato do PSB a presidente em 2014, o governador Eduardo Campos (PE) enxerga na queda de popularidade da presidenta Dilma a chance de recuperar apoio de siglas que hoje integram governo petista. Segundo interlocutores de Campos, partidos que haviam recuado nas conversas sobre aliança com PSB em 2014, voltaram a se reaproximar. O governador tem esperança de fechar com o PSD de Gilberto Kassab. Terceira via O PSB acredita que Eduardo Campos pode se consolidar como terceira via nas eleições de 2014, levando votos da ex-senadora Marina Silva. Sonho meu Dentre os cenários traçados, o PSB sonha com possibilidade de Dilma naufragar e Campos virar o candidato do ex-presidente Lula em 2014. Por que parou? As pesquisas de intenção de voto para presidente têm sido cruéis com o pernambucano Eduardo Campos. Seu melhor desempenho é 3%. Múmia paralítica Aguinaldo Ribeiro (Cidades) poderia ter sido o “ministro da mobilidade urbana”, com obras do PAC da Copa. Mas seu pífio desempenho e a gestão com fama de caloteira renderam no Planalto o apelido de “Múmia paralítica”, antigo personagem do comediante Agildo Ribeiro. Escondidinho O Itamaraty ignorava agenda de Lula na embaixada em Berlim, terça (2), mas o ex-presidente estava na suíte presidencial do quarto andar, numa ala com doze quartos para hóspedes vips do embaixador. Só tem gogó O líder do PR, Garotinho (RJ), perguntou a Ivan Valente (SP) se o PSOL, como é habitual, representará contra o presidente da Câmara, Henrique Alves, por quebra de decoro pelo uso de jatinho da FAB para levar a namorada à Copa. A resposta: “Você quer me deixar mal?”

Sexta-feira, 5 de julho de 2013

Michel Temer Pela manhã, vice-presidente disse que era "impossível" aplicar novas regras nas eleições de 2014. No final da tarde, em nota, afirmou que fará nova reunião com líderes do Senado

Após declarar pela manhã, em entrevista à imprensa, que seria "impossível" realizar um plebiscito sobre a reforma política a tempo de as novas regras valerem para as eleições do ano que vem, o vicepresidente Michel Temer emitiu nota ontem para dizer que o governo "mantém a posição de que o ideal é a realização do plebiscito em data que altere o sistema político-eleitoral já nas eleições de 2014". Na nota, Temer diz que a declaração de mais cedo "relatou a opinião de alguns líderes da base governista na Câmara, em função dos prazos indicados pelo TSE para a consulta popular". Na última segunda-feira, a presidente Dilma Rousseff disse que "gostaria" que a reforma política estivesse concluída a ponto de vigorar na eleição do

ano que vem. Na declaração dada pela manhã, após reunião com líderes partidários no Palácio Jaburu, residência oficial do vice-presidente, Michel Temer disse que não havia mais condições de se fazer o plebiscito da reforma política e que "qualquer reforma que venha só se aplicará para as próximas eleições e não para esta [2014]". "A esta altura, embora fosse desejável, temporalmente é impossível. O Tribunal Superior Eleitoral, muito adequadamente, fixou o prazo de 70 dias a partir dos temas apresentados ao TSE. O que é inexorável tem que ser aceito." Para que as regras fossem aplicadas em 2014, o plebiscito sobre a reforma proposto pela presidente Dilma Rousseff e a posterior aprovação de legislação pelo Congresso para alterar as regras políticas e eleitorais teriam de ser concluídos

antes de 5 de outubro deste ano. Temer disse que a maioria dos líderes da Câmara defendeu a realização do plebiscito somente em outubro de 2014, junto com o turno das eleições. Depois disso, o resultado seria submetido ao Congresso para confirmar as escolhas em novas leis. Segundo especulações, a presidente entrou em contato com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, demonstrando contrariedade com as declarações de que o governo havia desistido da reforma política para 2014. Cardozo conversou com Temer e ambos decidiram convocar a imprensa para dizer que o Planalto mantinha a intenção de fazer a reforma a tempo das próximas eleições. Para Dilma, caberia ao Congresso e não ao Planalto declarar a impossibilidade de realizar as alterações na legislação até 2014.

Assembleia do RS paga salários acima do teto legal TRANSPARÊNCIA A Assembleia Legislativa passou a divulgar nesta semana, em seu site, a lista de servidores ativos e inativos e seus respectivos salários. Os dados estão disponíveis no Portal da Transparência (www. al.rs.gov.br) e, segundo a Casa, ainda podem ser aprimorados a partir de dúvidas que surgirem ou falhas que forem detectadas. Os vencimentos que mais chamam atenção são os dos deputados. O subsídio mensal é de R$ 20.042,34, e sobre ele não incidem vantagens. No contracheque do parlamentar são descontados 27,5% de Imposto de Renda e 11% de INSS. Outro dado apresentado

pelo portal diz respeitos aos servidores da Assembleia. Apenas com os salários dos chefes de gabinete dos 55 deputados e da presidência da Casa, o Legislativo gastou mais de R$ 860 mil em junho. A divulgação nominal revelou também que 16 funcionários recebem salário bruto superior ao dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) – R$ 28.059,29, considerado o teto do funcionalismo no País. O grupo é composto por 14 servidores inativos e dois ainda em atividade. O teto atual da Assembleia é de R$ 25.323,51, subsídio semelhante ao dos desembargadores do Estado. A Assembleia gasta R$ 30 milhões por mês para pagamento de pessoal, despesa que corresponde

Em plenária, parlamentares aprovaram a disponibilização de salários nominalmente

a 89% da receita da Casa - os demais 10% são de despesas correntes, enquanto 1% é direcionado para investimentos. O Legislativo gaúcho conta ainda com 1.524 servidores ativos; 1.139 comissionados (CCs);

385 efetivos, 637 inativos e 314 estagiários. Em pronunciamento, a maioria dos deputados disse que espera que o Executivo também divulgue os salários de seus servidores nominalmente.

Renan se recusa a pagar Aprovado na CCJ, fim do voto secreto no Congresso por usar avião da FAB a serviço é o ministro de Estado. vai para o Plenário DIREITO ADQUIRIDO O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse ontem que não vai ressarcir os cofres públicos por ter utilizado avião oficial da Força Aérea Brasileira (FAB) para ir ao casamento da filha do senador Eduardo Braga (PMDB-AM) em Trancoso, na Bahia. Renan disse que participou do "compromisso" como presidente do Senado e, como chefe de Poder, tem direito ao uso da aeronave oficial, mesmo que a viagem não seja oficial. "Fui convidado como presidente do Senado, fui cumprir um compromisso como presidente do Senado. Quem está obrigado a ir

O presidente do Senado, o presidente da República, o presidente do Supremo Tribunal, eles têm transporte de representação porque ele é chefe de Poder", disse Renan. Apesar de normas que delimitam a regalia, o presidente do Senado disse também que não precisa responder a ninguém sobre viagens. "A FAB não pode dizer [o que não pode]. Nós é que temos o que dizer para a FAB. O transporte é em função da chefia do Poder, da representação". Segundo Renan, "a lei não diz que [o compromisso] tem que estar na agenda, não. Isso não é précondição para estar dentro da lei".

AGILIDADE A Proposta de Emenda à Constituição que estabelece o fim do voto secreto no Congresso Nacional (PEC 20/2013) foi aprovada ontem, pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado, e segue agora para votação. De iniciativa do senador Paulo Paim (PT-RS), a matéria teve parecer favorável do relator, senador Sérgio Souza (PMDB-PR), que defendeu a quebra de interstícios para acelerar os dois turnos de votação no Plenário. A abertura dos votos dos

parlamentares, especialmente em casos de cassação de mandatos de seus pares, é uma das demandas que têm aparecido com ênfase nas últimas manifestações de rua que ocorrem há cerca de duas semanas em todo o País. Para Sérgio Souza, a aprovação da PEC irá “contribui para a vigilância cidadã pela sociedade sobre a atividade do Congresso, dos deputados federais e senadores". As votações para as mesas diretoras da Câmara e do Senado, no entanto, ficaram de fora da proposta aprovada na CCJ. Não há indicação de quando a votação da PEC possa ocorrer.


10

Especial

Sexta-feira, 5 de julho de 2013

Jornal da Manhã

Sistema prisional do Rio Grande do Sul agoniza POR ELIANE LENSEN Com 29.076 presos em todo o Rio Grande do Sul e atualmente com 21.425 vagas, o sistema prisional do Estado está sufocado. O déficit de vagas é de aproximadamente 8 mil, e mesmo a abertura de mais vagas e de novas prisões ainda não dará conta de atender à demanda do número de presos que ingressam nas casas de detenção a cada mês. Estruturas superlotadas, redes de esgoto danificadas, lixo acumulado e ratos correndo por toda parte compõem o cenário de prisões nas diferentes regiões do Rio Grande do Sul. A promessa do governo do Estado é criar, até o fim de 2014, 4.950 vagas no regime fechado e 450 no semiaberto para desafogar as prisões gaúchas. Se há uma casa prisional que sintetize a degradação das prisões no Estado, ela está localizada em Porto Alegre e já chegou a abrigar 5,3 mil presos, em 2010, quando sua capacidade é de pouco mais de 2 mil vagas. O Presídio Central de Porto Alegre (PCPA), considerado a “porta de entrada” dos presos na Capital e região Metropolitana, vive sofrendo interdições da Justiça e tem uma estrutura sem condições de ser recuperada. Pior, é dominado por facções, que comandam as galerias. Pelas portas desta maior casa prisional do Estado chegam a ingressar, em média, mil presos a cada mês, de acordo com informações da Superintendência dos Serviços

Penitenciários (Susepe). No entanto, devido à interdição da Justiça, ficam recolhidos no Central os presos provisórios. Atualmente, o Central tem 4.535 detentos. Responsável pela fiscalização dos presídios de Porto Alegre e da região Metropolitana, o juiz Sidinei Brzuska, da Vara de Execuções Criminais (VEC), afirma que o Central é hoje uma “grande boca de fumo” na Capital. Entre 2010 e 2012, exemplifica, foram recolhidos 50,5 quilos de drogas e 44 armas industriais. No período de 2011 a 2012, o número de celulares apreendidos chegou a 2,8 mil. Os números só não são maiores porque os presos condenados, desde a última interdição, em 2012, vão para o Complexo de Charqueadas. Um dos problemas mais graves na estrutura do Central está na rede de esgoto saturada, que expulsa os dejetos das fossas pelas paredes e pátios, expondo-os aos apenados, servidores e visitantes. Isso ajuda também na proliferação de doenças, como tuberculose. Além disso, a rede elétrica é precária e a condição dos prédios é considerada ruim. Quando há quedas de luz, a “cadeia bate” e quebra-se mais um pouco das galerias. Para Brzuska, que trabalha na fiscalização dos presídios há 15 anos, é desumano o que acontece dentro das prisões do Estado. “Chegamos ao limite da tolerância”, afirma. “Se as autoridades continuarem escondendo o preso da opinião pública e esta continuar achando que presidiário

DE ONDE VÊM OS PRESOS DO CENTRAL O Presídio Central tem, hoje, 4.535 detentos e 2.069 vagas. As 10 cidades que mais têm presos ali são: 1 – Porto Alegre – 2.464 2 – Canoas – 195 3 – Gravataí – 145 4 – Novo Hamburgo – 125 5 – São Leopoldo – 124 6 – Viamão – 124 7 – Alvorada – 113 8 – Guaíba – 79 9 – Esteio – 47 10 – Sapucaia do Sul – 47 Fonte: Susepe A POPULAÇÃO PRISIONAL DO RS Homens 27.137 Mulheres 1.939 Total: 29.076 Fonte: Susepe (atualizado em 19/06/2013)

Crédito: Neiva Motta/ Susepe/Divulgação

Com mais de 4 mil presos, o Presídio Central é retrato da degradação do sistema prisional do Rio Grande do Sul

não é gente, o sistema marcha para a barbárie’’, adverte. Segundo o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil/ Seção RS, Rodrigo Puggina, o Presídio Central reflete um quadro de degradação. E, paradoxalmente, conta ter presenciado uma situação que causou surpresa: presos de Arroio dos Ratos pediram para voltar ao Presídio Central, porque lá teriam mais liberdade. Essa situação apenas comprova que o controle das galerias está hoje sob o domínio das facções que lá existem. “Quem garante a segurança nas galerias é o preso.

Para administrar o sistema há um grande acordo e sem isso o sistema prisional não estaria de pé”, assinala Brzuska. O Estado controla a entrada e os corredores. Da boca da galeria para dentro, é 100% controle dos presos. Essa espécie de “gestão compartilhada” entre detentos e administração também é destacada pelo diretor de Assuntos Constitucionais da Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (Ajuris), Gilberto Schäfer. Segundo ele, se um preso precisar de atendimento, é um representante deles quem vai informar sobre a situação. “É uma realidade que existe e não devemos

pensar que isso deva continuar”, destaca. Uma rara melhoria recente na área do Central ocorreu na cozinha que, após uma modernização, reduz desperdícios. Outra medida implementada foi a criação de uma ala exclusiva para apenados dependentes químicos que aceitaram tratamento para se livrarem do crack e da cocaína. Houve ainda pintura de grades e paredes, instalação de novos pisos e calhas para evitar fios soltos, melhorando o aspecto em alguns setores. Também foram colocados ventiladores para eliminar o forte odor de suor.

Uma calamidade que não muda SEM PERSPECTIVAS A falta de condições estruturais do Presídio Central de Porto Alegre chegou a tal ponto que entidades representativas da sociedade civil, como Ordem dos Advogados do Brasil/Seção RS, Conselho Regional de Medicina do RS (Cremers), Associação dos Juízes do RS (Ajuris), Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea) e Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia do RS (Ibape-RS) se mobilizaram em torno da questão penitenciária. Em janeiro, foi encaminhada uma representação à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA), denunciando a violação dos direitos humanos no Presídio Central e as precárias

condições do estabelecimento. Em março, a União respondeu o pedido de informações da entidade internacional e relatou, com base em manifestação do governo do Rio Grande do Sul, que foram tomadas providências para a melhoria das condições do presídio. No entanto, no dia 31 de maio, o Fórum da Questão Penitenciária enviou à OEA uma réplica contestando as informações prestadas pela União, por considerar que as informações do governo estadual eram improcedentes e a situação calamitosa da unidade prisional em nada mudara. Segundo a réplica do Fórum da Questão Penitenciária, a assistência à saúde, por exemplo, continua deficitária, já que o presídio conta com apenas uma equipe médica completa, quando seriam necessárias oito. Além

disso, o aparelho de raios-X, capaz de diagnosticar doenças como a tuberculose, está com defeito, e não há previsão de reparo, conforme o documento. Com relação à estrutura, a entidade informou à comissão da OEA que dejetos das redes de esgoto continuam correndo a céu aberto, conforme parecer técnico do Ibape-RS, anexado à réplica. O parecer atesta que “a estrutura do Central é irrecuperável para o fim a que se destina, de ser um presídio”. Há críticas também à higiene e ao acondicionamento da alimentação preparada para os detentos. A partir de agora, a entidade aguarda a manifestação da Comissão Internacional de Direitos Humanos a respeito do que foi exposto para dar novos encaminhamentos. A expectativa é que a manifestação ocorra em um mês.


Especial

Jornal da Manhã

Diferentes governos, soluções semelhantes

Um destino para o Central até 2014 RETA FINAL Até o fim de 2014, o Presídio Central de Porto Alegre terá uma nova estrutura ou será encaminhado para a desativação. As alternativas foram apresentadas, no início deste mês, pelo secretário de Segurança Pública, Airton Michels, e pelo superintendente dos Serviços Penitenciários, Gelson Treieslben. “Ainda falta muito para que o Central fique como nós queremos, mas é a primeira vez que o Estado se mostra comprometido em resolver a situação com obras que já estão acontecendo”, diz Michels. Ele reafirma que a prioridade é desativar o Presídio Central, visto que a estrutura está comprometida. “Em 2002, quando eu estava na Susepe, entregamos o complexo 85% reformado e com cerca de 2 mil apenados. Não podemos investir em reformas numa estrutura que agora está toda comprometida. Só a parte elétrica custaria R$ 8 milhões. Por isso a ideia de desativá-lo ou então construir uma estrutura nova no mesmo local. Vamos definir entre as duas opções até o final deste ano”, destaca.

Com 500 vagas, módulo construído em Montenegro só poderá receber novos presos após a conclusão da obra de esgoto

no sistema prisional gaúcho. Em abril deste ano, mais uma promessa: o governador Tarso Genro anunciou, no programa de rádio Mateando com o Governador, que o Central será desocupado até o fim de 2014. “Pretendemos chegar nessa data com o presídio desocupado ou

com tudo encaminhado para a desocupação”, disse o governador. O destino da área está em estudos dentro do governo. “Vamos discutir se vamos vender o Central ou fazer lá uma outra instituição, mas com certeza não será mais o mesmo de quando recebemos”, completou Tarso Genro.

11

Sistema penitenciário nota 6 POR EMILIO ROTTA

Crédito: Divulgação/ Imprensa Susepe

REPETIÇÃO Ao longo dos anos, governadores do Estado prometeram solucionar os problemas de superlotação e de estrutura do Presídio Central de Porto Alegre. Mas a proposta de demolir a casa prisional nunca vingou. Em março de 1995, após registrar a maior fuga de presos da história no Estado – 45 fugiram, durante rebelião -, o então governador Antônio Britto determinou estudos para a desocupação da maior casa prisional do Rio Grande do Sul. A ideia, na época, era trocar o terreno com empreiteiras, que construiriam prisões na Capital. O argumento era para diminuir a superlotação – eram 1,8 mil presos, na época. Em 2008, a então governadora Yeda Crusius chegou a anunciar que o Presídio Central de Porto Alegre seria implodido. Para isso, antes, seriam construídos novos presídios, o que permitiria uma desocupação gradativa da área. O governo montou uma força-tarefa, executou algumas obras e chegou a abrir novas vagas, mas isso não foi suficiente para vencer o caos

Sexta-feira, 5 de julho de 2013

Considerado um dos maiores conhecedores do sistema carcerário gaúcho, Miguel Feldens, morador de Lajeado, integra, desde 2012, o Conselho Penitenciário do Estado. O cargo é mais um na extensa lista de atividades que o advogado executa - também coordena a Pastoral Carcerária na cidade, é presidente do Conselho da Comunidade de Assistência ao Apenado do Presídio Estadual de Lajeado, já coordenou a pastoral dos três Estados do Sul do País e está na diretoria da Associação Lajeadense Pró-Segurança Pública (Alsepro). Feldens pode se orgulhar, ainda, de conhecer a realidade de cadeias de todo o Brasil e de outros países, de ter ligação direta com o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e de ser o único representante do interior do Rio Grande do Sul entre os 16 conselheiros que trabalham, de segunda a sexta-feira, para melhorar as condições carcerárias e o cumprimento da Lei de Execução Penal nas cadeias do Estado. O homem que escolheu trabalhar atrás das grades, para que a sociedade viva melhor fora delas, sentencia: “O nosso sistema penitenciário não tem nota maior que 6”. O Conselho Penitenciário tem atuado de forma efetiva e recebido as respostas necessárias? O conselho está fiscalizando, mas o Estado não tem tomado providências para arrumar o que está errado. Um dos maiores problemas é a ociosidade, e não há aproveitamento de mão de obra prisional. Lajeado tem um presídio que oferece diversos cursos; há algumas cadeias que oferecem uma ou outra qualificação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), e só. Fiscalizamos, produzimos relatórios, apresentamos e não obtemos respostas. O Conselho Penitenciário é uma entidade prevista na Lei de Execução Penal (LEP) com função, entre outras, de fiscalizar as prisões. Entre os integrantes estão juiz, promotor, defensor público e procurador aposentados; professores de Direito e outros profissionais da área. Hoje, é um conselho qualificado, antigamente era por indicação político-partidária. O Estado está omisso?

Sim. Parece que o Estado não tem vontade de recuperar o preso. O sistema hoje só serve para confinar. Mas as pessoas reagem de acordo com o estímulo recebido. O Estado não investe como deveria. Até melhorou um pouco, mas os investimentos se limitam a tentar desafogar, diminuir a superlotação. É tudo lento. Se pudesse avaliar as condições carcerárias do Estado, que nota daria? A nota não é maior do que 6, em uma escala de 0 a 10, comparando a situação com o restante do País. Conheço cadeias em todo o Brasil e estamos muito atrás de outros Estados. Para se ter uma ideia, há uma portaria interministerial que autoriza a liberação de verbas para a criação de postos de saúde dentro das prisões, e ninguém usa. Sem considerar a situação do Presídio Central, notoriamente um dos piores do Brasil, quais são as outras situações preocupantes no RS? A Penitenciária Estadual do Jacuí (PEJ), em Charqueadas, é terrível, assim como o regime semiaberto de Viamão, o Instituto Penal Agrícola de Venâncio Aires etc. Os presos saem de Mariante (Venâncio Aires) para roubar, matar e, depois, chegam a usar, em sua defesa, o argumento da negativa de autoria. Dizem que não foram eles que cometeram os crimes porque estavam presos. Mas saem lá de dentro na hora que querem. Se o Estado não age, quem tem trabalhado para melhorar a situação? Quem tem conseguido melhorar as condições dos presos são os conselhos da comunidade, algumas prefeituras, Poder Judiciário e Ministério Público. Em algumas cidades, esses órgãos se unem para conquistar vitórias. Em Lajeado, por exemplo, quem vai construir a ala feminina no presídio local é a comunidade, porque o Estado não quer assumir. Há toda uma burocracia para que o Estado não leve adiante esses projetos. E qual o seu sentimento em relação às suas observações? A gente fica desapontado com o que vê e com o que está acontecendo, na verdade, porque não vê providências tomadas a partir de nossas constatações. O que mandamos para o Estado, fica sem resposta.


12

Esporte

Sexta-feira, 5 de julho de 2013

Jornal da Manhã

Pronto para mais um desafio Jair Galvão vai treinar o Três Passos Atlético Clube na 3ª Divisão do Campeonato Gaúcho VOLTA O técnico Jair Galvão vai treinar o Três Passos Atlético Clube na 3ª Divisão Gaúcha. A estreia será contra o Palmeirense, de Palmeira das Missões, no dia 4 de agosto. Em entrevista ao Jornal da Manhã, ele falou dos desafios que terá em seu novo clube. Em 2005, o treinador teve papel importante no retorno do São Luiz à elite do futebol gaúcho. JM- Como foi o acerto para treinar o TAC? Jair- Estou contente pela oportunidade de voltar a treinar uma equipe profissional. Para atuar hoje no futebol está muito difícil, bastante competitivo, existem muitos técnicos bons no Estado, vários ex-jogadores que encerraram a carreira e têm um conhecimento grande dentro do campo. Estão se lançando nesta profissão. Fiquei feliz com a pro-

posta do TAC. Esperava esta oportunidade. Volto com uma cabeça diferente, e outro planejamento. Dei uma parada no futebol e isso é bom para uma reflexão, observando o que a gente faz certo e o que precisa corrigir. Quero tirar proveito desta situação e crescer no mundo do futebol. Espero ir para Três Passos e ter o mesmo sucesso quando passei em outras equipes. JM- Qual o perfil do elenco do Três Passos Atlético Clube? Jair- A 3ª Divisão é bem diferente das outras competições. Enfrentaremos muitos clássicos e um deles será contra o Tupy de Crissiumal. São 15 quilômetros da cidade e existe uma rivalidade grande. Sei disso, e quando fui técnico do São Luiz, vivi esta situação. Temos os pés no chão. A diretoria tem um cuidado muito grande na formação do grupo. É uma competição rápida, bem disputada e precisamos de joga-

Granóleo, o papatítulos nos veteranos CONQUISTAS A Associação Atlética Granóleo é considerada a equipe papa-títulos no Campeonato Municipal de Futebol Veteranos de Ijuí. No último dia 16, o time levantou mais uma taça ao vencer por 1 a 0 a equipe do Aliança/Valdemar Imóveis/Chorão, no campo da Imasa. Nas últimas 10 edições do campeonato, foram oito títulos conquistados, com dois nos anos de 1996 e 1997. Entre os anos de 1998 e 2005 não foi realizada a competição, retornando em 2006, quando a Granóleo conseguiu a maior sequência de títulos até hoje no Campeonato de Veteranos, conquistando o penta. Essa façanha se deu entre os anos de 2006 e 2010. Além disso, a equipe participou em 2003 do tradicional Torneio Trajano Heitor Fernandes, sagrando-se campeã invicta. A associação também disputa os Campeonatos de FutsalVeteranos e Master e tem em seu invejável

currículo mais seis títulos municipais nestas categorias. A conquista do último dia 16 coroou a campanha de um time que foi montado pela atual diretoria formada pelo presidente Rogério Manta; vice-presidente, Leandro Godoy; tesoureiros, Josemar Cardoso e Enir de Almeida; e secretário, Jair Davides. A comissão técnica foi composta pelo treinador Dilson de Oliveira (Didio); auxiliar-técnico Marcos de Oliveira (Vasco); e massagista Marcos Fincker. O grupo de jogadores teve estes atletas: Valdir, Silmar, Sid, Raul, Eliseu, Titi, Marcelo Neves, Leandro, Pateta, Oliveski, Júnior, Dal Molin, Alciomar, Cleomir e Sandro Braz. Completaram o grupo jogadores que atuaram nos profissionais e que agora jogam no amador: Kiko, Sandro Palharini, Marcão, Almeida, Marcinho Galvão, Rogério Manta, Evandro Brito, Marquinhos e Luiz Fernando.

Associação Atlética Granóleo tem o maior número de conquistas nos veteranos de Ijuí

dores acostumados a este tipo de campeonato. Claro que estamos mesclando atletas experientes com aqueles que buscam seu espaço no futebol. Vamos montar uma equipe competitiva. Cada atleta sabe do seu objetivo e as oportunidades serão dadas para todos. JM- Tem observado alguma novidade tática? Jair- Bastante. Acompanhei recentemente uma entrevista do Ronaldo, ex-atacante da Seleção Brasileira, falando sobre a transferência do Neymar para o Barcelona. Disse que ele vai crescer muito taticamente antes da Copa do Mundo de 2014. Aqui no País temos um planejamento tático diferente. O que mais me chamou atenção recentemente foi o jogo Atlético-MG 1 x 1 Tijuana (México) em Belo Horizonte, pela Libertadores da América. O Galo teve dificuldades para se classificar. O futebol é aproveitamento, e

não merecimento. Neste jogo, o goleiro Victor brilhou no final ao pegar um pênalti. O Tijuana teve variações táticas interessantes na partida e mostrou superioridade. Só não venceu porque o exarqueiro gremista foi decisivo.

Paraná pode estrear no Oeste

Preparação da dupla Gre-Nal

POSSIBILIDADE O meia Marcos Paraná, ex-São Luiz, pode estrear no Oeste de Itápolis no jogo de amanhã, às 16h20, no Estádio Eduardo José Farah, em Presidente Prudente, contra o Palmeiras, pela 7ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O jogador foi anunciado pelo clube do interior paulista na semana passada. Paraná, de 26 anos, acumula passagens por Vitória, Santa Cruz, Ceará, ABC, Criciúma, Juventude, Brasil de Pelotas, Guaraní (PAR) e São Luiz. O lateral Júnior Barbosa, ex-São Luiz, está no Treze da Paraíba. A equipe retoma a participação na Série C do Brasileirão no dia 10, contra o Baraúnas.

PLACAR GERAL SÉRIE B DO BRASILEIRO7ª rodada Hoje, 5.7ASA x Chapecoense-21h América-MG x Paraná-21h Amanhã, 6.7ABC x Atlético-GO-16h20 Palmeiras x Oeste-16h20 São Caetano x Avaí-16h20 Joinville x Sport-16h20 Figueirense x Boa Esporte Clube21h Icasa x Ceará-21h Resultados Terça-feira, 2.7Bragantino 0 x 1 América-RN Paysandu-PA 4 x 3 Guaratinguetá LIBERTADORES O Atlético-MG largou em desvantagem nas semifinais. O Galo foi derrotado pelo Newell´s Old Boys por 2 a 0 na quarta-feira, em Rosário, na Argentina. Maxi Rodrígues e Scocco marcaram para o Newell´s. O Atlético-MG precisa vencer por três gols de diferença no jogo de volta na próxima quarta-feira, no Independência.

Técnico Jair Galvão vai comandar o Três Passos na Terceira Divisão Gaúcha

CAMPEONATO BRASILEIRO O Grêmio está definido para o jogo de amanhã, às 18h30, em Curitiba, contra o Atlético-PR, na retomada do Brasileirão, Série A. O técnico Renato Portaluppi, no treino de ontem, de novo escalou Guilherme Biteco na meia e Moisés, ex-Juventude, na lateral direita no lugar de Pará, que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Elano, com dores no joelho, é outra baixa diante do Furacão. O Grêmio jogará com Dida; Moisés, Werley, Bressan e Alex Telles; Adriano, Souza, Guilherme Biteco e Zé Roberto; Vargas e Barcos. Cristian Riveros ainda não tem condição legal de jogo e está fora. Maxi Rodrígues, que teve seu nome publicado no BID da CBF, fica à disposição para atuar. O técnico Dunga escalou o lateral Kleber no meio-campo do Inter no treino de ontem, no CT Parque Gigante. O atleta fez a função de Fred, vendido para a Ucrânia. A equipe atuou no 4-4-2 com uma formação em losango. O atacate Forlán, que se casou na última terça-feira, voltou aos treinos e formou o ataque ao lado de Jorge Henrique. O time provável para enfrentar o Vasco domingo, às 16h, em Caxias do Sul, é este: Muriel; Gabriel, Índio, Juan e Fabrício; Airton, Josimar, Kleber e D'Alessandro; Jorge Henrique e Forlán (Rafael Moura). O Southampton da Inglaterra poderá apresentar uma proposta por Leandro Damião.

RÁPIDAS AMISTOSO A Austrália será a adversária da Seleção Brasileira em setembro. Já classificado para o Mundial de 2014, o time comandado pelo alemão Holger Osieck enfrentará os campeões da Copa das Confederações no feriado de 7 de setembro (sábado). O presidente da CBF, José Maria Marin, negocia a realização do amistoso para Brasília. A capital federal foi palco da abertura da Copa das Confederações, no mês passado. A Austrália ocupa a 40ª colocação no ranking da Fifa, que é liderado pela Espanha. O Brasil está em nono lugar. Depois do jogo contra os australianos, a seleção deixará a capital federal com destino aos EUA. No dia 10 de setembro, os brasileiros enfrentarão Portugal, em Boston.

RANKING O título da Copa das Confederações devolveu a Seleção Brasileira ao top 10 do ranking da Fifa de melhores seleções, atualizado ontem. Após a sequência de vitórias na competição, o Brasil subiu 13 posições e, agora, é o nono colocado. Com 1.095 pontos, os brasileiros ultrapassaram França, Inglaterra e Uruguai, por exemplo, deixando a modesta 23ª colocação. O time nacional estava apenas uma posição à frente do Mali, seleção africana que nunca disputou uma Copa do Mundo. Agora, são os franceses, que perderam amistoso para os comandados de Felipão, por 3 a 0, antes do torneio, que amargam o 23º posto. Já a Espanha, atual bicampeã europeia e campeã mundial, manteve-se na liderança, com 1.532 tentos e boa vantagem sobre os demais. No "pódio", uma mudança: a Colômbia, que vive boa fase nas Eliminatórias para o Mundial de 2014 e está embalada pelos gols de Falcao García, hoje no Monaco, ganhou quatro posições e é a terceira, com 1.206 pontos. Esta é a melhor colocação da história da equipe.

BASQUETE O pivô Lucas Bebê, nova contratação do Atlanta Hawks na NBA, promete se apresentar ao técnico Rubén Magnano ao lado dos demais convocados da Seleção Brasileira para disputar a Copa América da Venezuela, com início previsto para agosto. Nascido em São Gonçalo-RJ, o jovem de 20 anos e 2,13 m mira os Jogos 2016. Os convocados para a Copa América, torneio classificatório para o Mundial da Espanha-2014, se apresentarão em São Paulo no próximo dia 18.

VOLEIBOL A Seleção Brasileira Masculina de Vôlei enfrenta a Bulgária hoje, às 10h, no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília, pela Liga Mundial. O adversário desta sexta-feira lidera a chave A com 14 pontos.


Social|Cultural

Jornal da Manhã

Chá de Inverno na São Geraldo A Paróquia São Geraldo realizou na quarta-feira o Chá de Inverno, na cripta da Paróquia. Além das delícias à mesa, o evento também contou com desfile de modas promovido por Circe Modas.

Ainda, homenagens, sorteios de prêmios e rifa também fizeram parte da programação da animada tarde, que teve brincadeiras feitas pelo grupo de teatro Só Alegria, da Fundação Cultural de Ijuí.

Sexta-feira, 5 de julho de 2013

13

Casa de Dança Hoje, a Casa de Dança realiza grande festa direcionada aos apreciadores da dança de salão, com animação da dupla Rafa e Havelange. Lareira acesa, vinhos e muita dança farão parte da noite. Lembrando que a casa segue as normas da dança a dois, sendo indicado o traje esporte fino. As reservas de mesas podem ser feitas pelo telefone 3332-4378.

Sopas do Confraria O Confraria Restaurante oferece, todas as noites de quintafeira, buffet de sopas. O menu de pratos e pizzas será mantido para quem preferir. Tele-entrega e reservas pelos telefones 3332-2355 e 8416-0227. Confira o menu no site www.confrariarestaurante.com.br.

Buffet na Sorvebella De volta todas as quartas-feiras o tradicional buffet de sopas da Sorvebella. Sempre das 18h às 22h, quatro diferentes sabores de sopas quentinhas no buffet e com diversos tipos de temperos para adicionar a gosto. Reservas pelo telefone 3332-2122. Visite o site www.sorvebella.com.br e saiba mais. Celina do Prado apresentou os modelos de Circe Modas

Grupo de teatro Só Alegria animou a tarde na cripta

Dança de salão A Academia Movimento comunica que as inscrições estão abertas para nova turma de dança de salão que inicia no dia 12, às 19h. Serão abordados os ritmos mais tocados nos bailes, como bolero, forró, samba, sertanejo e os ritmos gauchescos. Em outubro, a academia promove grande evento com os maiores nomes da dança a dois do País, como Carlinhos de Jesus e Cia, Sheila e Chocolate, Theo e Monica, entre outros. Informações pelo telefone 3332-4378.

Nilve Schiefelbein da Silva, Eloísa Argerich, Cecília Zeifert e Siloá Vincensi

Lidia, Roseli, Terezinha e Rosane

Avô Maragato. Neste domingo, o CTG Avô Maragato promove almoço e baile de posse da nova patronagem da entidade. No cardápio, costelão, galeto, arroz, mandioca, maionese, saladas diversas e sobremesa. A animação será por conta do grupo Os Payadores. Fichas a R$ 20 com o patrão Lairton de Souza, pelo número (55) 9169-5127.

Maria Inês, Nadir Carré e Taísa Oppermann

Nilza, Rovena e Elzira

Boom Balloon festeja aniversário

As proprietárias da loja, Marli Copetti e Rúbia Martel

Hoje, a Boom Ballon completa seu primeiro ano de atuação em Ijuí e oferece um delicioso coquetel para os clientes. Oferecendo produtos de qualidade e bom atendimento, a loja conta com variada linha de confecção infantil e infantojuvenil, trabalhando com grandes marcas, além de atender às mamães com a moda adulto. As proprietárias Marli Copetti e Rúbia Martel aguardam a visita de todos para conferir as novidades e festejar a grande data no Shopping JB, sala 15. Todas as compras efetuadas no mês de julho concorrem a prêmios.

Café dos Talentos. A Oase Centro da Comunidade Evangélica Ijuí realizará na próxima quarta-feira, às 15h, no Centro Evangélico no Centro, o gostoso e tradicional Café dos Talentos. Haverá tortas, salgados, cucas etc. Sorteio de diversos prêmios. O valor da ficha é R$ 8. Será uma tarde de confraternização e muita alegria. Todos estão convidados. Assis Brasil. A Comunidade Evangélica do Assis Brasil convida a todos para participar do Jantar da Cuca e da Linguiça, no dia 13, com início às 20h, nas dependências da comunidade, situada na Rua Frederico Prauchner, 38, no bairro Assis Brasil. O cardápio é cuca, linguiça, pão de milho, maionese, saladas diversas e outros. Fichas a R$ 18 para adulto e R$ 8 para criança. Aimoré. A Sociedade Esportiva e Recreativa Aimoré convida para o baile das 2ª e 3ª idades, amanhã, com início às 15h30 e animação da banda Novo Stilo, de Santo Augusto. Até as 16h o ingresso é livre para as mulheres. Neste sábado, um dançarino estará à disposição para as senhoras desacompanhadas. Todos os grupos de Ijuí e região estão convidados. Domingueira. Gervi e R.M. promoções estarão trazendo para animar a próxima domingueira o grupo Styllus, de Santo Augusto, que já é um sucesso na região e estreia domingo com contrato no clube. Neste domingo haverá troca dos ingressos por cartelas para concorrer aos seguintes prêmios: um climatizador 7.000 btus e uma TV de 32” LED em 3D. O baile inicia às 15h30. O casal que chegar até esse horário ganha uma cerveja e o individual, um refrigerante. Neste último domingo foi sorteado um lava-jato e o ganhador foi Adalberto, com a cartela de número 2.218.


14

Variedades

Sexta-feira, 5 de julho de 2013

Novas lentes de contato dão visão telescópica a usuário Pesquisa dos EUA e da Suíça pode ajudar pessoas com deficiência visual MAXIMIZANDO Pesquisadores dos Estados Unidos e da Suíça estão criando lentes de contato que - uma vez combinadas com óculos especiais - podem fornecer uma visão telescópica para seus usuários. A combinação consegue ampliar 2,8 vezes o tamanho de uma imagem visualizada pelo usuário. Filtros polarizadores permitem à pessoa mudar de uma visão normal para telescópica ajustando os óculos. Esse sistema foi desenvolvido para ajudar pessoas que sofrem com a cegueira provocada pela idade, mas também pode ter aplicações militares. As lentes de contato criadas pelos pesquisadores têm uma região central que permite a entrada de luz para uma visão normal. O elemento telescópico fica em um anel em volta da região central.

Durante o uso normal, a imagem ampliada é bloqueada por filtros polarizadores, e por isso não é vista. O usuário pode ligar o aparelho alterando esses filtros, de forma que apenas a imagem ampliada é lançada sobre a retina. "É encorajador que produtos inovadores como as lentes de contato telescópicas estejam sendo desenvolvidos, especialmente

quando melhoram a visão que sobrou nos pacientes. Qualquer coisa que ajude a maximizar a visão funcional é muito importante, porque as pessoas com deficiência readquirem alguma independência e ficam menos isoladas", disse Clara Eaglen, gerente de ações de saúde da organização RNIB, que auxilia pessoas com problemas de visão.

Combinação de lentes com óculos especiais pode criar visão telescópica

Novelas

Sangue Bom - Globo Giane beija Bento enquanto ele dorme Amora expulsa Sueli Pedrosa de sua casa e tenta falar com Bento. Filipinho foge de Mel, que é expulsa pelos seguranças do hotel. Giane dispensa Caio. Malu conta para Amora que beijou Bento. Damáris pede que Tito a ajude a separar Wilson e Charlene. Renata ouve Érico confessar que gosta de Palmira. Giane beija Bento enquanto ele dorme. Fabinho divulga mais uma foto e Amora responsabiliza Malu. Amora pede que Maurício a ajude a melhorar sua imagem diante da mídia. Giane ouve Bento contar que sonhou com o beijo de uma mulher e fica feliz. Silvério conta para Salma que Glória é a mulher que o deixou com Bento na rodoviária.

Amor à Vida - Globo Denizard condena Ordália por mentir Paloma conta para Bruno que Paulinha é sua filha. Félix vê Márcia e teme ser reconhecido. Bruno conta para Glauce e Ordália que Paloma é mãe de Paulinha. Lídia conforta Nicole. Félix convence Thales a aceitar o plano de Leila. Valdirene conta para Carlito que Márcia vendeu Paulinha para Bruno, e Denizard decide falar com toda a família. Glauce desconfia de que Bruno não tenha encontrado Paulinha em uma caçamba. Renan deixa Perséfone sozinha em seu quarto. Ordália conta que mentiu sobre o nascimento de Paulinha, e Denizard a condena. Silvia, uma advogada amiga de Glauce, afirma a Bruno que trará Paulinha de volta.

Saramandaia- Globo Zico explica como colocar a bomba Zélia discute com Lua, e Vitória tenta amenizar a situação. Fifi manda um e-mail anônimo para Aristóbulo falando sobre Risoleta. Carlito se preocupa ao saber que o padrinho forjará um ataque ao Centro Cívico. Lua se vê obrigado a dever um favor para Zico. Aristóbulo lamenta com Pupu o que descobriu sobre Risoleta. Vitória acredita que conseguirá fazer com que Zico e Zélia se entendam. Zico explica a Joel e Firmino como eles deverão colocar a bomba no Centro Cívico da cidade. Risoleta fica ansiosa pela chegada do professor. Aristóbulo se aproxima do carro de Joel e cai desacordado com a explosão da bomba.

Jornal da Manhã

Eletricidade em passos PALMILHA CARREGADORA Um dispositivo para calçado possibilita que pessoas gerem eletricidade ao caminharem. A energia armazenada pode carregar outros aparelhos, como celulares. Essa novidade é da startup SolePower, de Pittsburgh, cidade que fica na Pensilvânia, nos Estados Unidos. A empresa informa que uma caminhada entre cinco e 10 quilômetros pode gerar uma carga para carregar um iPhone. “Nosso sistema é embutido na palmilha, exatamente na região onde fica o calcanhar”, explicou ao site o fundador Matthew Stanton. Segundo ele, quando a pessoa pisa com o calcanhar, um dispositivo absorve a força e a utiliza para girar um pequeno gerador eletromagnético. Dessa forma é gerada a energia para ser armazenada em uma bateria que fica presa ao tornozelo. O empreendimento procura por investimentos na faixa dos 50 mil dólares para colocar o protótipo em linha de produção.

Horóscopo Áries Você pode discutir as diferenças sem se exaltar, e assim, aproveitar a oportunidade de ouvir alguém que o desafie a mudar. É tempo de evitar conflito com pessoas que têm algo a acrescentar. Touro Apesar de achar que não gosta de mudanças, pode se animar para promover pequenas delas, como limpeza, consertos e reorganização. É tempo de perceber que nem tudo que muda traz insegurança. Gêmeos É possível passar por alguma situação em que veja que pode contar com os amigos, e que também está pronto para o que eles precisarem. É tempo de reconhecer a importância de seus relacionamentos. Câncer Podem ser despertados em você sentimentos e emoções profundos. Ao procurar o real significado de suas relações, não gostará de encontros superficiais. É tempo de liberar as energias escondidas. Leão Talvez você possa sentir medo de arriscar e experimentar o que é diferente. No entanto, se não o fizer, jamais saberá se está perdendo ou ganhando. É tempo de abrir espaço para a incerteza e a possibilidade. Virgem Talvez seja o momento de se dar a chance de correr riscos e viver o que deseja; aquilo que, por diversos motivos, você não se permite. É tempo de tomar decisões que marcam o começo de uma nova história. Libra Se você captar um sinal de sofrimento ou dificuldade, pode não medir esforços para aliviar a dor de quem está passando por isso. É tempo de desenvolver a empatia para saber o que o outro precisa. Escorpião Talvez não seja um bom momento para estabelecer objetivos. No entanto, se for extremamente necessário, é importante não ficar obcecado por ele. É tempo de não se deixar cegar pelos desejos. Sagitário É possível que você acabe pagando caro pelos excessos cometidos, se não tiver um mínimo cuidado com eles. É tempo de ponderar sobre os limites que determinam uma boa qualidade de vida. Capricórnio Você pode vir a se comportar de maneira compulsiva em relação a algo. Se isto ocorrer, o importante é tentar compreender o que está por trás deste comportamento. É tempo de parar e avaliar. Aquário Você pode sentir que forças adormecidas despertam para que se sinta motivado a dar o primeiro passo em uma nova fase. É tempo de celebrar as emoções que o impulsionam a seguir em frente. Peixes Pode ser que você fique interessado em assuntos que trazem um ar de mistério. Desde a leitura de um romance até as coisas mais ocultas. É tempo de poder satisfazer os seus desejos.


Comunidade

Jornal da Manhã GESTÃO, NEGÓCIOS & CIA

O poder da tradição na escolha Marcelo Blume marcelo.blume@referenda.com.br

Um estudo com jovens recém-formados ou recém-casados, revela que mais de 50% deste público compra exatamente as mesmas marcas que seus pais, principalmente em supermercados. Ao serem questionados sobre os motivos, os jovens mostraram que simplesmente compram aquelas marcas a anos, sem pensar muito, pois se habituaram a comprá-las e consumirem acompanhando seus pais. (Revista Venda Mais, junho, p. 11) Com um trabalho de fidelização de clientes, proximidade nos relacionamentos e de valorização das marcas, é possível aproveitar todo este poder que a tradição e a influência dos pais nos hábitos de consumo, têm sobre as pessoas. Como é que a sua empresa aproveita este comportamento do consumidor? Analise com sua equipe e veja que nestas situações, sempre dá para fazer muito mais! O poder da comparação O estabelecimento de preços nas empresas mais orientadas para o mercado sempre foi uma função de marketing e vemos este avanço em todas as áreas, com a profissionalização da gestão em cada vez mais empresas. Para uma gestão profissinalizada, o custo é uma referência, não o determinante da estratégia, que deve ser executada a partir da percepção sobre o produto, marca e seus benefícios, ponto-de-venda e concorrência. Um novo estudo comprova o poder da comparação de produtos, na estratégia de preços de 3 marcas de relógios, sendo eles um Casio de US$ 29,90, um Citizen de US$ 44,90 e um Seiko de US$ 59,90. Os resultados revelaram que ao mostrar os 3 juntos, a decisão pelos modelos mais caros, aumentava em 36%, sendo que na maioria dos casos a venda foi do modelo intermediário. (Revista Venda Mais, junho, p. 11) Você pode utilizar esta informação para repensar a forma de expor e de apresentar os seus produtos e seus preços. Já se sabe há muito tempo que ao apresentar produtos de preços maiores, ao lado de outros produtos, mesmo que de outras linhas, aos olhos dos clientes, estes passam ser percebidos como mais em conta. Vícios em vendas por telefone Ana Maria Monteiro é autora do livro “Telemarketing: sucesso nos negócios” e nele revela vícios que devem ser evitados por profissionais e empresas. Compartilho com os amigos leitores: - comer, mascar chiclete ou fumar quando estiver ao telefone; - monopolizar a conversa, tomando atitudes autoritárias; - recomendar produtos ou serviços que não satisfaçam as necessidades dos clientes; - discutir, mesmo que seja mentalmente; - usar gírias como Pô!, Peraí!, Falô!, Tá legal!, Tudo em cima!, Tá limpo!, Sem chance!, Oi, cara!, Tchau, tchau! - tratar com intimidade: Querido!, Minha flor!, Meu amor!, Chuchu!, Benzinho! Gata! Paixão! - expressões repetitivas: “Então tá, então!”, “Sabe, né... Tá?” - condicionais: “Poderia, faria, gostaria, queria, se o senho quisesse...” - diminutivos: ligadinha, precinho, minutinho, passadinha; - expressões que transmitam insegurança: “eu acho que... pode ser que... não sei bem...” Lembre-se e à sua equipe, de evitar estes vícios revisando ou criando um script melhor para os contatos ao telefone e veja como a imagem de sua empresa e seus produtos vai melhorar e a comunicação vai se transformar em mais e melhores vendas. Um abraço e o desejo de ótimos negócios!

Sexta-feira, 5 de julho de 2013

Quadra está fechada porque não oferece segurança PRÓXIMA ETAPA A comunidade dos bairros das proximidades do Centro Social Urbano (CSU), no bairro Industrial, se diz indignada com o que, segundo eles, trata-se de "descaso do poder público referente à Quadra da Cidadania", construída ao lado do ESF. O que os moradores questionam é por que a quadra, que indica estar pronta a mais de um ano, continua fechada para o acesso da comunidade, das crianças, inclusive dos atletas do projeto Pró-Vôlei, que realiza os treinos na antiga quadra. O secretário municipal de Cultura, Desporto e Turismo, Sergio Correa, responsável pela funcionalidade da quadra, é enfático ao afirmar que ela não oferece, atualmente, condições de uso para o desenvolvimento de atividades: "No momento em que nós assumimos a secretaria, colocamos ao prefeito que a quadra não está em condições de uso para qualquer tipo de pessoa, porque ainda está

com setores que correm risco de uso e pode ocorrer algum acidente e vai recair sobre nós", explica. A 2ª etapa, que estava a cargo da Caixa Econômica Federal (CEF) já foi concluída e compreendia a cobertura, a tabela de basquete, a pintura da quadra, pavimento térreo e os sanitários. Agora, a obra segue para a 3ª etapa, cujo projeto está a cargo da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, Obras e Trânsito (Smodutran), sendo que os recursos serão oriundos do próprio Executivo. "É o fechamento das partes laterais, o isolamento do mesanino e a funcionalidade dos banheiros para ter condições de uso. No que termina o projeto, ele será encaminhado para licitação. Vamos liberar a quadra quando ela estiver apta a ser usada", explica Correa. Na mesma linha, o coordenador municipal de Desporto, Rogério Dürks, frisa que a quadra não tem condições de segurança, nem mesmo pelos atletas do

15

Getúlio Vargas O Gabinete Comunitário inicia suas atividades hoje pela manhã no bairro Getúlio Vargas. Como é de praxe do programa, estarão na comunidade o prefeito Fioravante Ballin e seu secretariado.

Vagas do Sine

Sergio Correa

Pró-Vôlei: "Tem uma espécie de segundo plano que não tem proteção. Está aberto. As pessoas sobem e podem cair, e a responsabilidade será de quem liberou. Então, como é de nossa responsabilidade, optamos por não liberar", afirma. Sobre as depredações, Correa salienta que são resultado da ação de vândalos, que estão invadindo o local. A Quadra da Cidadania irá atender as atividades esportivas dos bairros Industrial, Getúlio Vargas e Elizabeth.

O Sine oferece vagas de acompanhante de idosos; agente de segurança; atendente de balcão; auxiliar de estoque; auxiliar de linha de produção; auxiliar de mecânico de autos; cobrador de transporte coletivo; confeiteiro; eletricista; empregado doméstico; esteticista de animais; estoquista; lavador de ônibus; mecânico de motocicletas; motorista entregador; promotor de vendas; recepcionista de hotel; representante comercial; servente de obras; técnico em manutenção de equipamentos de informática; vendedor interno; vendedor; pracista; vidraceiro; auxiliar administrativo (área agrícola/comercial); operador de carga e descarga; mecânico de manutenção de caminhão a diesel.

Construção Civil A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico informa que há 60 vagas abertas no setor da construção civil. Hoje, a partir das 8h30, a equipe do Sine atende os interessados.

Mães sociais participam Rotaract apresenta campanha da Segunda Capacitação em prol do Banco de Sangue ASSISTÊNCIA Na última semana de junho, quatro instituições assitenciais de Ijuí, que acolhem crianças e adolescentes, promoveram, no turno da manhã, a 2ª Capacitação para Mães Sociais dos Lares de Ijuí. O evento aconteceu nas dependências da Igreja Comunidade Cristã, e foi o segundo de quatro encontros

previstos para este ano, visando a capacitação destas profissionais. Na oportunidade, foram apresentados diversos temas, como Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) e Ética Profissional, além de dinâmicas e socialização de experiências. O encontro encerrou-se com um almoço de integração. Estiveram presentes as mães sociais, os diretores e técnicos das entidades promotoras.

Rua Julio Lopes, no Novo Leste, recebe melhorias PATROLAMENTO A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, Obras e Trânsito (Smodutran) tem promovido atividades de

patrolamento e encascalhamento de vias em alguns pontos da cidade. Na última semana, as obras estavam concentradas nas Ruas Julio Lopes e Doutor Agenor Carvalho, no bairro Novo Leste.

SOLIDARIEDADE Os representantes do Rotaract Club Ijuí, Tatiane Soares e Guilherme Thomas, estiveram com o prefeito Fioravante Ballin, ontem. O principal objetivo do en-

contro, realizado na presença da secretária municipal de Saúde, Alexandra Lentz, foi a apresentação da campanha de doação de sangue em prol do Hemocentro do Hospital de Caridade de Ijuí (HCI).

MUNICÍPIO DE IJUÍ – PODER EXECUTIVO

AVISO DE ADIAMENTO DE LICITAÇÃO TOMADA DE PREÇOS Nº 11/13 – OBJETO: Contratação de empresa especializada para coleta, transporte e destinação final de resíduos contaminados - lixo da Rede Pública de Saúde. O Município de Ijuí – Poder Executivo, através da Coordenadoria de Compras (COPAM) da Secretaria Municipal da Fazenda, comunica aos interessados no respectivo processo licitatório que foi adiada “sine die” a data de recebimento dos envelopes, marcada para o dia 08/07/13 às 09:00 hs, para análise de eventual necessidade de alterações no projeto técnico. O edital retificado com a nova data para a realização da sessão pública será divulgada através dos veículos oficiais de informação do Município. Informações pelo telefone/fax (55) 3331-8211 ou no site www. ijui.rs.gov.br. Ijuí/RS, 4 de julho de 2013. Fioravante Batista Ballin Prefeito Municipal

PREFEITURA MUNICIPAL DE AUGUSTO PESTANA

AVISO DE LICITAÇÃO RESULTADO DE JULGAMENTO

O Município de Augusto Pestana-RS, torna público que, no dia 03/07/2013, foram julgadas as propostas financeiras da licitação na modalidade Carta Convite nº 23/2013, referente a AQUISIÇÃO DE MATERIAL DE PROTEÇÃO E SEGURANÇA. De acordo com os critérios de julgamento estabelecido no Edital de licitação, foram consideradas vencedoras pela comissão, as empresas: CENCI EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA LTDA venceu os itens nº 02, 04, 06, 07, 08, 10, 13, 14, 15, 16, 26, 27, 28, 29, 30, 46, e 47; COMÉRCIO DE EQUIPAMENTOS DE SEGURANÇA ZAPA LTDA venceu os itens nº 01, 03, 05, 09, 12, 31, 32, 33, 34, 35, 36, 37, 38, 39, 40 e 41 e MAKISOLDA DISTRIBUIDORA LTDA venceu os itens nº 11, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24, 25, 42, 43, 44, 45, e 48 que apresentaram as melhores propostas. Abre-se o prazo de 2 (dois) dias úteis, após a publicação, para interposições de recursos do julgamento. (Art. 109, I, “b”, c/c par. 6º da Lei 8.666/93). Augusto Pestana/RS, 4 de julho de 2013.

As atividades estiveram concentradas no encascalhamento das vias

EVERTON ANDRÉ SCHNEIDER Prefeito Municipal


www.jmijui.com.br

SEM CONDIÇÃO

NESTA EDIÇÃO

Quadra ainda não oferece segurança Terceiro nível da Quadra da Cidadania, no bairro Industrial, precisa ser terminado antes de ser liberada ao público, pois pode provocar acidentes. Pág. 15

EDITORIAL O confinamento traumático pelo qual passam os presidiários acaba realmente os tornando pessoas mais desumanas. Pág. 6

INOVAÇÃO TECNOLÓGICA

O Hospital de Caridade de Ijuí recebeu nesta semana mais dois novos equipamentos importados, contemplando o Centro de Materiais e Esterilização (CME): uma autoclave horizontal a vapor de esterilização e secagem e uma nova lavadora ultrassônica com duas cubas. Pág. 5

MUDANÇA

Brasil sobe no ranking da Fifa Título na Copa das Confederações garantiu a volta ao top 10. Seleção Brasileira ocupa agora o nono lugar. Pág. 12

PENSADO E DITO: "O homem é definido como um ser que evolui, como o animal é imaturo por excelência." FRIEDRICH NIETZCHE, filósofo


Jornal da Manhã 05.07.2013