Page 1

Jornal da Manhテ」

Ijuテュ, 14 de janeiro de 2014

Gauchテ」O 2014

GAUCHテグ14-PG1.indd 1

13/01/2014 20:32:02


2

gauchãO 2014

Jornal da Manhã | Ijuí, 14 de janeiro de 2014

A visão do comandante Técnico Beto Almeida diz que não será surpresa alguma se o São Luiz chegar próximo da conquista ou até repetir a campanha do ano passado. Lembra que a vontade de vencer precisa ser constante

Até onde pode ir o time do São Luiz no Gauchão 2014? Ninguém pode ter a pretensão de dizer que o seu time possa ir a tal lugar na competição porque muita coisa muda durante ela. Sempre existem surpresas positivas e negativas no Campeonato Gaúcho, inclusive no Brasileirão da Série A e outras competições. Não será surpresa alguma se o São Luiz chegar próximo da conquista ou até repetir a campanha do ano passado. Isso não pode surpreender. Surpresa seria se o São Luiz ficasse muito aquém do que fez em 2013, mas é uma equipe forte, um sério candidato a brigar pelas primeiras colocações, com todo o respeito aos adversários. A gente sabe que precisa melhorar muito e esta melhora só vai ser possível com a sequência de jogos, só que junto com a sequência de partidas, com esta expectativa de melhorar o entrosamento, existem os três pontos a serem disputados e essa nossa vontade de vencer tem que ser algo ferrenho. A gente não pode medir esforços, não pode se poupar. Tem que se doar, se entregar. Esse é o espírito que nós estamos trabalhando junto com o grupo. Como você define taticamente o São Luiz? Equipes como o Bayern de Munique e o Borussia Dortmund, que fizeram a final da Liga dos Campeões de 2013, são exemplos a serem seguidos na forma de jogar? A gente tem que ser realista. Acho bonito, bacana, interessante ver um Barcelona, um Borussia, um Bayern, principalmente este time alemão, só que estas equipes foram construídas ao longo dos tempos. O São Luiz montou uma equipe no passado para jogar o 2013 e daquele time restaram apenas a primeira linha de quatro. Um deles, o Thiago Costa, não vai poder atuar nos primeiros jogos, e no mais, estamos construindo uma outra equipe. A gente precisa, em primeiro lugar, ter a consciência de que vamos disputar um campeonato muito difícil, curto,

cada rodada é uma decisão, e não podemos ter falhas. Se o adversário falhar através das nossas estratégias, nós temos que guardar, fazer o gol e conquistar os três pontos. Então, não dá para a gente ser lúdico e muito menos querer iludir o torcedor dizendo que vamos jogar ao estilo de determinado time, se falando de equipes que tanto admiramos e gostamos de assistir. Temos que jogar a partida que o Gauchão pede, o

Esperamos da torcida aquele entusiasmo, a vibração e a cobrança dentro daquilo que é normal.

jogo de conquista absoluta em cima do próximo resultado, cada jogo é uma decisão, pensar desta forma. Como tenho por princípio não abrir mão de duas coisas para montar uma equipe, que é espetáculo e competitividade, então, isso eu garanto, que dentro das nossas possibilidades teremos um time que vai jogar bonito, mas que, ao mesmo tempo, vai ser altamente competitivo. Com exceção da dupla GreNal, quais serão os adversários mais difíceis do São Luiz no campeonato? Todos. Não tem distinção. Todos eles têm a condição de vir aqui e nos vencer. Assim como nós temos a condição de vencer todos eles no seu próprio campo. Não destaco ninguém no aspecto positivo e negativo. Estamos, claro, por força da profissão e pela nossa característica da comissão técnica, viajamos, vamos atrás, pesquisamos para saber como os adversários vêm jogando. Cada adversário, por mais qualificado que seja, vai ter as suas deficiências e nós vamos pas-

sar tudo isso aos jogadores. Cada adversário, por menor qualificado que seja, vai ter também suas virtudes e passaremos isso aos atletas, para ter este tipo de cuidado. Isso mostra o respeito que temos com todos os adversários. Agora, nada melhor, para mostrar o quanto a gente respeita estes times, é entrar em campo com enorme vontade de vencê-los. Se falou muito nos últimos dias sobre o local de estreia no Gauchão. Havia a possibilidade de o jogo acontecer no BeiraRio. Será no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo. Muda alguma coisa enfrentar o time Sub-23 do Inter? Nenhuma preocupação. Claro que tínhamos a preferência de jogar no Beira-Rio. Quem não gostaria de começar um Gauchão estreando o novo Estádio Colorado? Todo o profissional gostaria, tanto o pessoal do Internacional como o pessoal do interior. Se é para enfrentar o Sub-23 ou o time principal, para nós é indiferente. Analisaríamos a equipe A do Inter da mesma forma como estamos analisando o Sub-23. Pesquisando, tentando saber o máximo dessa equipe e procurando explorar as suas deficiências. Tanto a equipe A quanto a Sub-23 têm deficiências e virtudes. Temos que nos precaver quanto estas virtudes e explorar, e muito, as suas deficiências. Você é um estudioso no futebol gaúcho. Atuou em outros clubes do País e exterior. Como funciona a parceria com o auxiliar técnico Thiago Duarte? É a primeira vez que estamos trabalhando juntos. Nos conhecemos no Grêmio, em 2003, onde ele era técnico da categoria Sub15 e sempre muito interessado, acompanhando as coisas do profissional, e na ocasião eu era assistente técnico de uma comissão técnica permanente do profissional e ao mesmo coordenador da base. Depois, passei a ser técnico do Grêmio B. O Thiago, sempre atento, muito curioso, estudioso, criou-se ali um respeito profissio-

Auxiliar Thiago Duarte e o técnico Beto Almeida nal. Após isso, eu saí, segui a minha carreira e ele continuou sua vida dentro do Grêmio, chegando à condição de analista de desempenho da equipe principal. Fez o Mestrado em Portugal neste período, financiado pelo Grêmio, realizou estágio no Clube do Porto e em outros lugares. No ano passado eu estava trabalhando no Nordeste, no CSA, em Maceió, e ele, na ocasião, atuando no Campeonato Estadual e depois o Brasileirão, pelo Bahia. Por estamos longe de casa, começamos a trocar conversas pelas redes sociais e telefonemas. Ele mostrou o interesse de voltar a trabalhar dentro do campo, disse que gostaria muito de trabalhar comigo, como assistente. Surgiu a oportunidade no São Luiz e no momento em que fiz o convite para ele, estava saindo do Bahia e prontamente aceitou. Logo em seguida, recebeu um convite de um clube da Série A, o Criciúma, para trabalhar como analista de desempenho, ganhando três vezes mais do que ele ganharia aqui, mas optou por atuar no São Luiz. Pretende seguir a carreira dele dentro do campo. Daqui 10 anos quer ser técnico. Trabalhamos assim. Temos uma concepção de jogo parecida. As nossas metodologias de treinamentos são muito semelhantes. Claro que ninguém vê um jogo com os mesmos olhos. Isso é muito bom. Ele não é apenas um auxiliar que carrega a bola para lá e para cá. Participa, inclusive, de palestras, reuniões no intervalo. Tem toda a liberdade para expor as suas ideias aos jogadores. Conversamos muito, concordamos, discordamos e isso tudo em prol

do sucesso do trabalho. O sucesso do nosso trabalho será, consequentemente, o do São Luiz. Qual o papel da torcida no Gauchão? Esperamos aquele entusiasmo, aquela vibração, a cobrança dentro daquilo que é normal, que faz parte da civilização, mas antes precisamos da parceria. É fundamental o elo entre o campo e a arquibancada. Isso é fundamental, ganha jogo, isso pode atrapalhar também se não houver este elo. Pode, como já aconteceu em clubes em que passei, em dois ou três minutos de jogo o torcedor já começar a vaiar, xingar alguns atletas que erraram passes ou arremesso lateral. Isso pode atrapalhar, mexer com o ânimo da equipe e reforçar o adversário. A torcida tem a sua experiência, ela vem a tanto tempo tentando ajudar o São Luiz a ficar nessa posição tão bonita. Ela sabe o quanto é importante, quanto ajudou. Não tenho dúvida que ela estará ao nosso lado, vai ajudar muito naquele dia que o time não está conseguindo jogar tudo aquilo que pode. Ela vai saber que aí é a hora que entra em campo, que vai empurrar a equipe para cima. Quando está tudo bem, é tudo festa, o time no primeiro tempo fez 2 a 0, aí tudo é alegria, mas nós precisamos do torcedor, às vezes, na hora que o adversário está achando o jogo, se mostrando superior aqui ou fora daqui. Sei que a nossa equipe acompanha com 50, 100 ou 1.500 torcedores, não importa. É esse momento que a gente precisa e vamos contar com o apoio do torcedor.

Paulo Baier disputou três Gauchões pelo São Luiz

Paulo Baier (no detalhe) jogou o primeiro Gauchão aos 20 anos

GAUCHÃO14-PG2.indd 1

Paulo Baier, antes de brilhar nos gramados de Rio, São Paulo, Minas Gerais, Curitiba, Santa Catarina, entre outros locais, também disputou o Campeonato Gaúcho nos anos 90 com a camiseta do São Luiz. Era Paulo César e jogava na lateral-direita. O jogador lembra dos momentos complicados e o apoio de jogadores daquela época, casos de Paulo Gaúcho, Jaime (in memoriam), Sandro Palharini, Caçula, Negrini, Betinho, Kiko, Cristiano Baggio, Evandro Britto e Edmilson Criciúma. Paulo, revelado pela base do clube de Ijuí, disputou o seu primeiro Gauchão em 1995, aos 20 anos. Atuou ainda nos estaduais de 1996 e 1997. A transferência para o Criciúma foi decisiva para a construção de uma carreira bem sucedida no futebol brasileiro, vestindo, posteriormente, a

camiseta de clubes como Atlético-MG, América-MG, Vasco, Botafogo, Pelotas, Goiás, Palmeiras, Sport e Atlético-PR. O atual goleador da era dos pontos corridos do Campeonato Brasileiro, com 102 gols, aprendeu muito nos gramados do Estádio 19 de Outubro e em outros campos onde o São Luiz jogou os estaduais. Paulo Baier foi homenageado pelo clube que o revelou. Na noite de 19 de dezembro do ano passado, antes do amistoso São Luiz 4 x 3 Passo Fundo, na Baixada, ele recebeu das mãos do ex-atacante Paulo Gaúcho uma placa. Depois, deu o pontapé inicial do jogo. O experiente meia de 39 anos, que vai jogar no Criciúma neste ano, torce por uma grande campanha do São Luiz no Gauchão.

13/01/2014 20:17:36


gauchãO 2014

Jornal da Manhã | Ijuí, 14 de janeiro de 2014

3

Time do São Luiz defenderá o título de campeão do interior Quarto melhor clube do Rio Grande do Sul, o Rubro ijuiense quer uma campanha parecida ou superior à de 2013. O setor defensivo foi mantido para esta temporada. A equipe do técnico Beto Almeida estreia na competição sábado, às 17h, contra o Inter, no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo. O São Luiz entra no Campeonato Gaúcho de 2014 em uma situação diferente dos outros anos. O campeão do interior da temporada passada vai ser olhado de outra maneira pelos adversários, considerado o time a ser batido. Quarto melhor clube do Rio Grande do Sul, de acordo com a Pluri Consultoria, atrás apenas de Inter, Grêmio e Lajeadense e com um grupo modificado em algumas peças, o Rubro quer uma campanha parecida ou superior à de 2013. Mais uma vez, o gerente de futebol Sandro Palharini foi a São Paulo observar jogadores e trouxe do interior paulista reforços pontuais. Para comandar a equipe, foi contratado Beto Almeida, um treinador experiente e com importantes trabalhos no futebol do Rio Grande do Sul, do Brasil e fora do País. O auxiliar técnico será Tiago Duarte, ex-analista tático do Grêmio-POA. Na preparação física, segue Jurandir Godziki, que trabalhou no clube em 2013. Permaneceram no elenco os zagueiros Thiago Costa e Marcel, os laterais Júnior Barbosa e Elton Macaé e o polivalente Adãozinho, que tanto pode atuar na alaesquerda como no meio-campo. O goleiro Alê, que se destacou jogando no Bragantino e teve passagem pelo futebol do exterior, no Chipre e em Portugal, foi uma significativa

aquisição. Do Rio Branco de Americana (SP) veio o zagueiro Rodolfo, que

Goleiros: Alexandre Montrimas (Alê)-32 anosNatural: São Paulo. Último Clube: Botafogo de Ribeirão Preto (SP). Rodrigo Feijão-32 anos-Natural: Taquara (RS). Último Clube: Riopardense. Geder Korte Voigt (Geder)-19 anosNatural: Passo Fundo (RS). Último Clube: Juniores do São Luiz.

30 anos-Natural: Marília (SP). Último Clube: São Luiz. Marcel Fernandes (Marcel)-35 anosNatural: Araraquara (SP). Último Clube: Botafogo (PB). Rodolfo Reydel Mol Moraes (Rodolfo)24anos-Natural: Belo Horizonte (MG). Último Clube: Rio Branco de Americana (SP). Bruno Leandro da Silva (Bruno Leandro)-27 anos- Natural: São Paulo. Último Clube: Grêmio Barueri (SP). Dionathan de Oliveira Canabarro (Catatau)-19 anos-Natural: Ijuí (RS). Último Clube: Três Passos Atlético Clube (TAC).

Laterais: João Evangelista Barbosa de Sousa Júnior (Júnior Barbosa)-34 anos- Natural: Itápolis (SP). Último Clube: Treze (PB). Elton Teófilo Viana (Elton Macaé)-31 anos- Natural: Macaé (RJ). Último Clube: Rio Grande. Adão Reis da Silva (Adãozinho)-22 anos-Natural: Irecê (Bahia). Último Clube: São Luiz. Pablo Pizetta (Pablo)-19 anos-Natural: Ijuí (RS). Último Clube: Juniores do São Luiz. Zagueiros: Thiago dos Santos Costa (Thiago Costa)-

GAUCHÃO14-PG3.indd 1

Equipe obteve quatro vitórias e um empate nos jogos da prétemporada

no Rio Grande do Sul já atuou pelo Juventude. O ala e meia João Paulo está de volta ao clube. Os volantes Mateus e Paraná, que se destacaram jogando no Caxias, campeão da Taça Piratini de 2011, e Ademir Sopa, ex-Guarani de Campinas, reforçam um setor vital do time. Do Mogi-Mirim foi trazido o meia Aloísio, um jogador de toque refinado, muita técnica e um dos responsáveis pelo papel da criação de jogadas. Seu reserva imediato é Bruno Flores, campeão da Teceirona Gaúcha pelo Tupi de Crissiumal. Quem retorna é o atacante Ronaldo Capixaba, bastante conhecido do torcedor e que teve bom desempenho com a camiseta rubra em 2008 e 2009. Depois de atuar em times como Brasil-PEL, Lajeadense, ABC de Natal, Joinvil-

Volantes: Mateus Cancian Milbradt- (Mateus)-28 anos: Natural-Tuparendi (RS). Último Clube: ABC (RN). Alessandro José Basso (Paraná)-25 anos: Natural: São Jorge D´Oeste (PR). Último Clube: Pelotas. João Paulo de Melo Paulino (João Paulo)-

le, Avaí, Criciúma e Chapecoense, o jogador volta mais experiente. Artilheiro da Copa Santa Catarina pelo Metropolitano de Blumenau, o carioca Jones reforça o elenco. Com atuações pelo Estrela Amadora de Portugal, Al Nasser e Al-Arab dos Emirados Árabes, Bahia, entre outros clubes, o atacante chega com as credenciais para balançar as redes adversárias. Fábio Alemão, ex-Sapucaiense, Brasil (PEL), Canoas, Inter (SM) e Deportivo Mictlán da Venezuela, também reforça o setor ofensivo. O clube aposta em jovens, casos do meia Márcio e do atacante Vinícius, vinculados ao Roma de Apucarana (PR), e do atacante Adilson Bahia. Das categorias de base vieram os garotos Geder, Catatau, que vinha atuando pelo Três Passos Atlético Clube, Pablo, Benhur, que estava jogando pelo Nova Prata, Elias e Mattana, profissionalizado pelo Lajeadense. Todos com futuro promissor no mundo da bola. Dois atletas foram dispensados: o goleiro Alyson e o atacante Marcelinho. O experiente goleiro Rodrigo Feijão, com atuações pelo Avenida e Brasil (PEL), foi contratado na última quinta-feira. O São Luiz, em 2014, estará envolvido em outra competição, a Copa do Brasil. Vai enfrentar o Nacional-AM e se avançar, pegará o ganhador de 30 anos - Natural: Assis Chateaubriand (PR). Último Clube: Brusque (SC). Ademir Burato (Ademir Sopa)-34 anos. Natural: São Domingos (SC). Último Clube: Guarani de Campinas. Benhur Mafini (Benhur)-19 anos. Natural: Pejuçara (RS). Último Clube: Nova Prata.

Meias: Aloísio Pereira Magnago (Aloísio)-28 anos-Natural: Vargem Alta (ES). Último Clube: Mogi Mirim (SP). Bruno Ribeiro Flores (Bruno Flores)-25 anos-Natural: Rosário do Sul- Último Clube: Tupi de Crissiumal. Elias dos Santos Bueno (Elias)- 20 anosNatural: Augusto Pestana. Último Clube: Juniores do São Luiz. Márcio Robson Damasio (Márcio)-22 anos-Natural: Lajeado. Último Clube: Olímpia (SP). Atacantes: Fábio Luis Galo da Silva (Fábio Ale-

São Luiz não perdeu uma partida nos amistosos preparatórios ao Gauchão

Corinthians (SP) e Bahia de Feira de Santana (BA). Pela primeira vez na sua história o Rubro irá jogar o torneio que dá ao seu campeão uma vaga na Copa Libertadores da América. A estreia do rubro no Campeonato Gaúcho será no próximo sábado, às 17h, no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo, diante do Inter. O Colorado da Capital, nas primeiras rodadas, utilizará a sua equipe Sub-23. Na segunda rodada, o São Luiz recebe o Juventude, em 22 de janeiro, no Estádio 19 de Outubro. O jogo contra o Grêmio será na 14ª rodada, no dia 16 de março, um domingo, em Ijuí. O rubro disputará sete jogos em casa e oito fora dos seus domínios, a exemplo do Gauchão 2013. No primeiro teste preparatório ao Campeonato Gaúcho o São Luiz goleou, no Estádio 19 de Outubro, o time do Sindicato dos Atletas Profissionais por 4 a 0, gols de Fábio Alemão cobrando pênalti, Paraná e Adilson Bahia duas vezes. Depois, a equipe orientada por Beto Almeida pegou um adversário mais forte na Baixada, o Passo Fundo, também participante

do Gauchão, e venceu por 4 a 3. Fábio Alemão, Paraná, João Paulo e Adilson Bahia marcaram os gols do Rubro ijuiense. Descontaram Ramazotti, Rafael e Cassiano. No terceiro teste preparatório ao Gauchão, o São Luiz empatou em 1 a 1 com o Cruzeiro, no Estádio João da Silveira Moreira (Parque Lami), em Porto Alegre. O rubro saiu ganhando com um gol de João Paulo no primeiro tempo. Reinaldo fez o gol de empate do time da Capital. O São Luiz, com uma equipe considerada reserva, goleou o time amador do Ouro Verde por 7 a 0 no Estádio 19 de Outubro, gols de Jones, Bruno Leandro, Ronaldo Capixaba, Aloísio, Vinícius, Elias e Adilson Bahia. Fechando a fase de preparação, a equipe de Beto Almeida foi a Passo Fundo e, no Estádio Vermelhão da Serra, voltou a vencer o Passo Fundo, desta vez por 1 a 0, gol do meia Aloísio em bela jogada individual. O São Luiz conquistou o troféu comemorativo aos 38 anos do Passo Fundo. Foram quatro vitórias e um empate, com 17 gols marcados e quatro sofridos.

mão)-33 anos-Natural: Pelotas. Último Clube: Sapucaiense. Jones Leandro Souza (Jones)-29 anosNatural: Angra dos Reis (RJ).Último Clube: Metropolitano de Blumenau (SC). Ronaldo Rosa dos Santos (Ronaldo Capixaba)-30 anos. Natural: Boa Esperança (ES). Último Clube: Chapecoense. Adilson Reis da Anunciação (Adilson Bahia)-21 anos- Natural: Salvador- BA. Último Clube: CRB (AL). Gabriel Mattana Pereira (Mattana)-18 anos-Natural: Palmitinho-RS. Último Clube: Lajeadeanse. Vinícius dos Santos-Natural: Canoas (RS). 20 anos. Último Clube: Roma de Apuracana (PR).

Fernando Berwig Antes.

Auxiliar Técnico: Thiago Duarte.

Diretor: Luís Carlos de Mattos.

Técnico: Beto Almeida.

Preparador Físico: Jurandir Godziki.

Auxiliar de preparação física:

Preparador de Goleiros: Gilnei Gonçalves (Chico Cebola). Médicos: Armindo Pydd, Émerson Ceratti e Douglas Uggeri.

Fisioterapeuta: Tiago Didolich Ávila. Massagista: José Gräber.

Roupeiro: Heder Lopes da Silva. Futebol

Gerente: Sandro Palharini.

Vice-presidente: Delmar Blatt. Assessor: João Carlos Bevilaqua.

Futebol Amador: Edemir Sebastiany.

13/01/2014 20:29:01


ESPORTE C

CAMPEÃO D

Em pé: Ademir Sopa, Paraná, Geder, Marcel, Rodolfo, Alê, Bruno Leandro, Fábio Alemão, João Paulo, Adilson Ba Abaixo: presidente Marcos Treter, vice-presidente de futebol Delmar Blatt, Pablo, Catatau, Mateus, Bruno Flores preparação física Fernando Antes, massagista José Gräber, gerente de futebol Sandro Palharini, assessor de fute Sentados: zelador Alberi Amorim, Júnior Barbosa, Jones, Elton Macaé, Elias, Aloísio, Ronaldo Capixaba, Mattana, B

GAUCHÃO14-PG4-PG5.indd 1

13/01/2014 20:19:12


CLUBE SÃO LUIZ DO INTERIOR 2013

Adilson Bahia e preparador físico Jurandir Godziki. uno Flores, Thiago Costa, médico Armindo Pydd, técnico Beto Almeida, auxiliar técnico Thiago Duarte, auxiliar de or de futebol João Carlos Bevilaqua e 1º vice-presidente Ricardo Miron. Mattana, Benhur, Márcio, Vinícius, Adãozinho, preparador de goleiros Chico Cebola e roupeiro Heder Lopes da Silva.

GAUCHÃO14-PG4-PG5.indd 2

13/01/2014 20:19:56


6

gauchãO 2014

Jornal da Manhã | Ijuí, 14 de janeiro de 2014

Chave A

Veranópolis Esporte Clube Recreativo Cultural Fundação: 15 de janeiro de 1992 Cores: preto, vermelho, amarelo, verde e branco Cidade: Veranópolis Elenco: Cesar, Rodrigo Rocha, Wesley, Douglas, Leonardo Dagostini, Maury, Thiago Steffen, Tiago Gasparetto, Anderson, Richard, Romano, Fininho, Saraiva, Bruno Coutinho, Glauber, Helton, Eduardinho, Matheus, Eder, Juba, Lê, Maurizan, Soares Técnico: Julinho Camargo

Clube Esportivo Bento Gonçalves Fundação: 28 de agosto de 1919 Cores: azul e branco Cidade: Bento Gonçalves Elenco: Anderson, Damião Vinícius, Ismael, Táles, Jean Pierre, Luther, Reginaldo, Wallinson, Wesley Ladeira, Afonso, Jackson, Murilo Ceará, Agenor, George, Renan, Cássio, Ulisses, Vinícius, Ygor, Brandão, Clayton, Didi, Rafael, Ramon e Robert Técnico: Emerson Rodrigues Ávila

Sport Club Internacional Fundação: 4 de abril de 1909 Cores: vermelho e branco Cidade: Porto Alegre Elenco: Alisson, Anderson, Jandrei, Matheus, Alef, Romário, Jean, PV, Thales, Alan, Arthur, Cláudio Winck, Diogo, Ebert, Raphinha, Vilela, Bertotto, Gladstone, Jair, Marlon Bico, Nathan Índio, Rodrigo Dourado, Alex Nemetz, Fernando Baiano, João Paulo Penha, Rafael Gava, Reis, Aylon, Bruno Gomes, Mike, Murilo, Nathan e Thiago Santana (Sub-23) Técnico: Clemer

Grêmio Esportivo Brasil

Esporte Clube São José Fundação: 24 de maio de 1913 Cores: azul e branco Cidade: Porto Alegre Elenco: Luiz Carlos, Marcelo Oliveira, Navarro, Fernando, Bindé, Marcio Lima, Ramos, Vinicius Mattos, Digão, Goiano, Maicon, Felipe, Willian Paulista, Rafinha e Jean Silva Técnico: Beto Campos

Clube Esportivo Lajeadense

Fundação: 7 de setembro de 1911 Cores: vermelho e preto Cidade: Pelotas Elenco: Anderson Corrêa, Guilherme Costa de Ávila, Jonathan Walker, Luiz Carlos Muller, Cirilo, Fernando Cardozo, Ricardo Bierhals, Ricardo Schneider, Billy, Edu Silva, Rafael Forster, Raulen, Wender, Leandro Leite, Márcio Hahn, Nunes, Washington, Cleiton, Élton, Gustavinho, Léo Dias, Túlio Souza, Alex Amado, Gustavo Papa, Marcio Jonatan e Nena Técnico: Rogério Zimmermann

Fundação: 23 de abril de 1911 Cores: azul e branco Cidade: Lajeado Elenco: Martini, Henrique Becker, Enio de Oliveira, Eduardo Bickel, Léo Paulista, Oliveira, Gabriel Atz, Micael Modinger, Laercio Soldá, Romário Scherer, Goiano, William Nunes, Rudiero Possebon, Marabá, Fábio Rosa, Everton Saturnino, Cléverson dos Santos, Diego Bregalda, Mikael Burkatt, Gustavo Correia, Mateus Barbosa, Batista, Japa, Geilson Soares, Rennan Oliveira, Lima, Leonardo Neto Técnico: Fabiano Daitx

Esporte Clube Juventude Esporte Clube São Luiz Fundação: 29 de julho de 1913 Cores: Verde e branco Cidade: Caxias do Sul Elenco: Fernando, Rodrigo Heffner, Vacaria, Rafael Pereira, Diogo e Julinho, Mika, Fabrício, Leandro Melo, Jardel, Brenner, Diogo Oliveira, Paulo Josué, Douglas, Heverton, Rogerinho, Leandro Franco, Zulu e William Thuran Técnico: Geraldo Delamore

Clube Esportivo Aimoré Fundação: 19 de abril de 1950 Cores: preto, verde e amarelo Cidade: São Leopoldo Elenco: Bruno Hepp, Alencar, Rafael, Eduardo Brock, Rogério, Alex Herber, Alex Scalski, Juca, Danilo Baia, Faísca, Cristian, Luanderson, Toto, Diego Torres, João Paulo, Moacir, Renato Medeiros, Cleyton, Elivélton, Lucas Silva e Paulinho Macaíba Técnico: Benhur Pereira

Chave B

Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense Fundação: 15 de setembro de 1903 Cores: azul, preto e branco Cidade: Porto Alegre Elenco: Follmann, Tiago, Jota, Gustavo, Thyere, Canavesio, Lucas Rex, Cleylton, Almir, Tinga, Spessato, Canavarros, Breno, Ramon, Guilherme Amorim, Matheus Biteco, Moisés, Cláudio Júnior, Matheus Oliveira, Matheus Barbosa, Reiguel, Jean Deretti, Cláudio Gaona, Émerson Santos, Leandro Canhoto, Felipe Ferreira, Luan, Kairon, Natan, Yuri Mamute, Everton, Everaldo e Deivison (Time B) Técnico: Marcelo Mabília

Esporte Clube Pelotas Fundação: 11 de outubro de 1908 Cores: azul e amarelo Cidade: Pelotas Elenco: Gustavo Vaz, Edson Borges, Herverton, Igor, Michel Bertasso, Régis, Carlos Alexandre, Digão, André, Jovany, Mikael, Paraná, Tiago Gaúcho, Fabiano Gadelha, Jeferson Luis, Mithyuê, Elton, Felipe Garcia, Gilmar, Kayron e Rafael Santiago Técnico: Paulo Porto

GAUCHÃO14-PG6.indd 1

Esporte Clube São Luiz

Esporte Clube Novo Hamburgo

Fundação: 20 de fevereiro de 1938 Cores: vermelho e branco Cidade: Ijuí Elenco: Alê, Rodrigo Feijão, Géder, Thiago Costa, Marcel, Rodolfo, Bruno Leandro, Catatau, Júnior Barbosa, João Paulo, Élton Macaé, Adãozinho, Pablo, Mateus, Paraná, Ademir Sopa, Benhur, Aloísio, Bruno Flores, Elias, Jones, Fábio Alemão, Ronaldo Capixaba, Adilson Bahia, Mattana, Márcio e Vinícius Técnico: Beto Almeida

Fundação: 1º de maio de 1911 Cores: azul e branco Cidade: Novo Hamburgo Elenco: Max, Marcelo Pitol, Simão, Luis Henrique, Juan Sosa, Fred, Souza, Zé Carlos, Puyol, Paulinho, Anderson Pico, Peixoto, Rafael Mineiro, Chicão, Magno, Alberto, Juca, Bruno, Mazinho, Eliomar, Douglas, Jonatas Belusso, Lucas Santos e Chico Técnico: Itamar Schulle

Esporte Clube Cruzeiro Fundação: 14 de julho de 1913 Cores: azul e branco Cidade: Porto Alegre Elenco: Alexandre, Benhur, Bernardo, Carlão, Carlos, Claudinho, Diego Assis, Edinilson, Fábio, Gleisson, Glênio, Gustavo Sapeca, Henrique, Jaderson, Jeanderson, Julio Abu, Klaydir, Leandro Rodrigues, Leo Carioca, Marcio Bambu, Matheus, Otávio, Paulo Sérgio, Reinaldo, Rogério Patrola, Talis, Thiago Corrêa, Thiago Matos, Túlio e Vanderson Técnico: Luis Antonio Zaluar

Esporte Clube Passo Fundo Fundação: 10 de janeiro de 1986 (como Grêmio Esportivo Recreativo 14 de Julho) Cores: branco e vermelho Cidade: Passo Fundo Elenco: Ediglê, Vavá, Cassiano, Ailton, Ramazotti, Gustavo “Xuxa”, Hyantony, Gil, Bruno Grassi, Fernando, Thiago Machado, Rodrigo Varetta, Xaro, Lenilson, Diego Miranda, Márcio Reis, Everton Garroni, Lucas, Mateus Santana, Gustavo, Felipe e Anelka Técnico: Luiz Carlos Winck

Sociedade Esportiva e Recreativa Caxias do Sul Fundação: 10 de abril de 1935 (como Flamengo) Cores: grená, azul e branco Cidade: Caxias do Sul Elenco: Alisson, Alisson Gaúcho, Baiano, Douglas Friedrich, Edmilson, Jajá, Jean, Julio Madureira, Kaoê, Karl, Léo, Léo Korte, Lucão, Luiz Felipe, Maciel, Marcelo Carvalho, Milton Raphael, Pablo, Rafael Carioca, Tiago Pagnussat, Valdeir, Victor e Wallacer Técnico: Antônio Picoli

Sport Club São Paulo Fundação: 4 de outubro de 1908 Cores: vermelho, verde e branco Cidade: Rio Grande Elenco: Pablo, Lúcio, Thalles, Correia, Vanderlei, Lindemberg, Vinícius, Cesinha, Diego Júnior, Guilherme Bernardinelli, Igor, Zé Leonardo, Reynaldo, Balduíno, Wellington, Vasconcelos, Bernardo, Murilo, Djalma, Robson, Chumbinho, Ray, Carlos Alberto, Gilian e Michel Técnico: Agenor Piccinin

13/01/2014 21:32:56


gauchãO 2014

Jornal da Manhã | Ijuí, 14 de janeiro de 2014

7

Melhorias no estádio somam R$ 500 mil Segundo Marcos Treter, presidente do São Luiz, reformas no Estádio 19 de Outubro visam a qualidade da estrutura e atendimento para receber os adversários para o Campeonato Gaúcho e a Copa do Brasil Quais são os investimentos para este ano no Estádio 19 de Outubro? O Esporte Clube São Luiz se consagrou no ano passado, quando no Gauchão conquistou o título de campeão do interior do Estado. Neste ano, o Rubro quer mais e terá. A participação na Copa do Brasil fez com que investíssemos mais em infraestrutura e equipe. Os investimentos chegam a R$ 500 mil. “Na cozinha do clube, investimos na troca de utensílios, móveis e eletrodomésticos. Foi feita uma reforma geral. No refeitório, colocamos climatizadores e cortinas. No gramado, há 45 dias estamos adubando, irrigando e investindo para a grama estar dentro do padrão. No vestiário dos visitantes, a reforma foi 100%. Trocamos chuveiro e iluminação, tendo em vista que grandes clubes virão para cá disputar a Copa do Brasil. Nesse setor, investimentos R$ 35 mil. Qual a sua opinião sobre o clube estar em 4º lugar no ranking do RS? Nos pegou de surpresa, pela estrutura do São Luiz em relação aos outros clubes do Estado. Mas

sabemos que o trabalho ao longo dos anos foi fundamental. O salário está em dia, a melhoria na estrutura está sendo priorizada e o trabalho, reconhecido. Essa colocação nos dá vontade de realizar cada vez mais.

O trabalho, ao longo dos anos, foi fundamental para a colocação do clube em 4º lugar no Estado. Como será a atuação da Brigada Militar no Estádio? Nesta semana, a Brigada Militar irá fazer a vistoria no Estádio. A segurança é por conta deles e terão forte atuação durante as partidas. Já mandamos ofício a eles para que até o dia 22 venham fazer a vistoria, pois no dia 22 será nosso primeiro jogo em casa pelo

Gauchão. Como o time encara a responsabilidade de atuar de maneira igual ou melhor ao campeonato de 2013? Vai ser um grande desafio. Para mim, primeiramente, por ser o presidente, substituir nomes como Sadi Pereira, que tem toda uma história dentro do clube, pagando as dívidas, e Ricardo Miron, presidente do time campeão do interior. Manter o clube neste nível, buscar novamente o título interiorano. Continuamos pagando dívidas, os desafios ainda seguem, mas estamos preparados depois de oito anos dentro da diretoria na parte administrativa. Trabalhei dois anos com o Miron na parte financeira e me sinto preparado para liderar o São Luiz em uma grande campanha no Gauchão 2014. O São Luiz se planejou com antecedência. Acredita que isso possa ser fundamental lá na frente? Estamos fazendo isso nos últimos anos. O Sandro Palharini é um funcionário do clube, trabalha os 12 meses. Logo que termina o Campeonato Gaúcho,

A baixada é dos Fanáticos Há oito anos, a Torcida Organizada Fanáticos da Geral foi fundada e acompanha o Esporte Clube São Luiz em todas as disputas, sejam elas amistosas ou oficiais. Aos cerca de 20 jovens que compunham a organizada no início, hoje somam-se mais 500 torcedores, dentre eles crianças, mulheres e idosos, todos com o mesmo ideal: apoiar o Rubro ijuiense de forma incondicional. Presidida por Leandro Pacheco, a Fanáticos se posiciona de forma a combater a violência e a respeitar todo e qualquer movimento em nome do esporte. “Nós vamos para o estádio torcer, apoiar nosso clube e nos divertir. Repudiamos qualquer outra atitude”, destaca. Em dias de jogos em Ijuí, a Fanáticos é a responsável por cobrir de vermelho e branco as arquibancadas da Geral do estádio, entoar cantos de apoio ao time e animar os demais torcedores com sua banda instrumental. No ano de 2013, a torcida consolidou seu nome na história do Esporte Clube São Luiz. Juntamente com a campanha do time em campo, conquistando o título do interior, a torcida organizada ganhou projeção estadual e meios de comunicação de outras regiões destacaram a força

GAUCHÃO14-PG7.indd 1

Presidente Marcos Treter priorizou obras nas salas do Estádio 19 de Outubro

começa a fazer essa preparação, para contratar o treinador e jogadores. Faz a viagem a São Paulo. É um trabalho sem intervalo e que vem dando resultados. Após o Gauchão, já pensamos no próximo campeonato. O torcedor vai cobrar mais? Sim. Vem acontecendo nos amistosos. No dia a dia, percebemos a torcida dizendo que precisamos fazer uma campanha parecida, vencer os jogos dentro de casa. A cobrança é forte, o

torcedor vive de resultados. Ele vai ao estádio quando as vitórias acontecem. Se isso não ocorre, a situação se modifica. Estamos conscientes disso e a gente trabalha com muita seriedade para um ótimo Gauchão e Copa do Brasil. Pela primeira vez, o São Luiz vai jogar esta competição e também queremos fazer história. Não queremos apenas participar e, sim, ajudar no aumento da visibilidade da agremiação em âmbito nacional.

O que você espera do Rubro para os campeonatos deste ano?

Acredito que a atuação do São Luiz será excepcional. A Copa do Brasil será uma excelente experiência e no Gauchão teremos grandes chances de ir até a final. Temos um bom time e a torcida será fundamental. Douglas Mauricio Silva

A expectativa é que a campanha do ano passado se repita neste ano. Será difícil, pois a equipe não é a mesma do ano passado. O São Luiz sempre faz um time dentro de seus padrões financeiros, mas dá pra ir bem, com certeza. Silmar Prestes

Acredito que o técnico experiente que temos irá montar uma equipe forte e competitiva. Acredito que no Gauchão ficaremos em 4º lugar, e na Copa do Brasil, passaremos da 1ª fase, com uma bela atuação frente ao Corinthians. Jacson Guarda Lara

Eu espero que jogue como jogou contra o Grêmio no ano passado aqui em Ijuí, quando foi arrasador no ataque, excelente toque de bola no meio campo e defesa articulada. Com isso, o sucesso estará garantido nos dois campeonatos. Adriane Hanke

A Fanáticos está pronta para incentivar o São Luiz para muitas conquistas neste ano

e apoio vindo das arquibancadas do Estádio 19 de Outubro. Hoje, a torcida é considerada a maior e mais vibrante das regiões Norte e Noroeste do Estado. Segundo Pacheco, para o Campeonato Gaúcho de 2014 e a Copa do Brasil, a torcida terá novidades: serão instaladas faixas verticais nas arquibancadas da Geral. “A ideia é fazer o setor ficar ainda mais colorido e trazer mais pessoas para torcer junto com a Fanáticos.” Ele destaca que não é necessário adquirir camisetas para ser um

componente, basta ir aos jogos com camisas do clube e se unir à torcida. “Em 2014 queremos que todos que queiram apoiar o time se juntem a nós e ajudem a tornar o estádio um 12º jogador durante as partidas do Rubro”, complementa. Para o presidente, com o apoio que a Torcida Organizada Fanáticos da Geral dará ao clube vermelho e branco, 2014 será de sucesso e vitória para o Rubro. “Com certeza os torcedores farão sua parte apoiando o clube que, é o maior orgulho de Ijuí”, finaliza.

13/01/2014 20:21:26


8

Jornal da Manhã | Ijuí, 14 de janeiro de 2014

gauchãO 2014

Como funcionará o Campeonato Gaúcho 2014 O Gauchão 2014 será diferente dos últimos anos. Por causa da Copa do Mundo, que será disputada entre junho e julho deste ano, o campeonato fica mais curto, com 19 datas ao invés de 23. Começa no dia 18 de janeiro e termina no dia 13 de abril. Em relação ao número de times e aos turnos, não há alterações, no entanto, a fórmula Fraga, em que o campeão de cada turno se enfrentam em uma final, não será usada. São dois grupos com oito equipes. Todos se enfrentam em turno único dentro do próprio grupo e contra os times do outro. Os quatro melhores de cada grupo garantem vagas nas quartas de final. Os matas ocorrem em apenas um jogo, com exceção da final, que será disputada em ida e volta. Os três piores times na campanha geral serão rebaixados. Quanto aos critérios de desempate, segue-se a ordem: maior número de vitórias; maior saldo de gols simples; maior número de gols a favor; e vencedor do último confronto direto (quando o empate ocorrer entre duas equipes). Persistindo o empate, classifica-se a equipe com o menor número de cartões vermelhos; ainda persistindo o empate, classifica-se a equipe com o menor número de cartões amarelos. Como último recurso haverá sorteio, na sede da Federação Gaúcha de Futebol, com os integrantes das equipes interessadas. Ocorrendo empate, em pontos ganhos, ao término da 2ª e da 3ª etapas, a decisão ocorrerá através da cobrança de penalidades máximas, na forma regulamentar.

Quando joga o São Luiz

O Esporte Clube São Luiz fará sua estreia no Campeonato Gaúcho no próximo sábado, a partir das 17h, contra o Internacional, em Novo Hamburgo, no Estádio do Vale. Acompanhe os demais jogos do Rubro e faça sua torcida: 22 de janeiro – Quarta-feira 20h30 – São Luiz x Juventude Estádio 19 de Outubro 26 de janeiro – Domingo 18h – São Luiz x Lajeadense Estádio 19 de Outubro 29 de janeiro – Quarta-feira 20h30 – Aimoré x São Luiz Estádio João Corrêa da Silveira, São Leopoldo 2 de fevereiro - Domingo 19h – Veranópolis x São Luiz Estádio Antônio David Farina, Veranópolis 5 de fevereiro – Quarta-feira 20h30 – São Luiz x São José Estádio 19 de Outubro 9 de fevereiro – Domingo 18h – São Luiz x Esportivo Estádio 19 de Outubro 16 de fevereiro – Domingo 17h – Brasil PEL x São Luiz Estádio Bento Freitas, Pelotas 19 de fevereiro – Quarta-feira 20h30 – São Paulo x São Luiz Estádio Aldo Dapuzzo, Rio Grande 23 de fevereiro – Domingo 17h – São Luiz x Caxias Estádio 19 de Outubro 1º de março – Sábado 17h – São Luiz x Novo Hamburgo Estádio 19 de Outubro 5 de março – Quarta-feira 20h30 – Passo Fundo x São Luiz Estádio Vermelhão da Serra, Passo Fundo 9 de março – Domingo 17h – Pelotas x São Luiz Estádio Boca do Lobo, Pelotas 16 de março - Domingo 16h – São Luiz x Grêmio Estádio 19 de Outubro 23 de março – Domingo 16h – Cruzeiro x São Luiz Arena do Cruzeiro, Cachoeirinha

GAUCHÃO14-PG8.indd 1

13/01/2014 20:11:14

Gauchão 2014 14.01.2014  

Edição do caderno especial do JM do Gauchão 2014

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you