Page 1

Ijuí, 2 de julho de 2013

Jornal da Manhã

Inverno exige cuidados redobrados com relação a doenças respiratórias

As gripes e os resfriados são mais comuns nas estações frias, o que requer maior atenção das pessoas quanto sua alimentação e higiene pessoal. Pág. 4

Garanta conforto e proteção para os seus olhos Pág. 7

Como a musculação pode alterar o metabolismo

Pág. 3


2.

Jornal da Manhã | Ijuí, 2 de julho de 2013

CONSULTÓRIO

DA PESQUISA PARA SEU DIA A DIA

Síndrome de apneia/hipopneia obstrutiva do sono: diagnóstico e tratamento A síndrome de apneia e hipopneia obstrutiva do sono (Sahos) é caracterizada por episódios repetitivos de obstrução da via aérea superior que ocorrem durante o sono, geralmente acompanhados de redução da saturação de oxihemoglobina (proteína que transporta oxigênio). Apneia provém do latim, e significa ausência de entrada de ar. A obstrução pode ser total (apneia), ou parcial (hipopneia). A apneia/hipopneia do sono tem duração de pelo menos 10 segundos no adulto, e em crianças varia de 3 a 8 segundos conforme a idade. As apneias do sono podem classificar-se em centrais (ausência total de fluxo aéreo buconasal e de esforço ventilatório), obstrutivas (fluxo aéreo cessa por obstrução nas vias aéreas superiores, a despeito de os movimentos respiratórios persistirem), e mistas (apneia que começa com o componente central e logo se torna obstrutiva). Tem-se, como critério, a necessidade de existir um mínimo de 5 episódios apneicos por hora de sono. A Sahos pode ser de grau leve, moderado ou severo. O ronco é um dos principais sintomas dos pacientes com Sahos, sendo sua prevalência de 95%. É mais frequente no sexo masculino, e sua intensidade aumenta com a idade e com o peso excessivo. Uma série de roncos seguidos por um silêncio respiratório(apneia ou hipopneia) terminando com uma respiração explosiva e, por vezes, com despertar breve com movimentação do corpo é a clara descrição do ronco de um paciente com Sahos. Pessoas obesas ou com sobrepeso têm uma chance significativamente maior de apresentar apneias do sono em relação a pessoas magras. As pessoas que sofrem dessa síndrome apresentam mais frequentemente hipertensão

arterial sistêmica em relação às pessoas que não apresentam tal síndrome. A chance, portanto, de ocorrer infarto cerebral ou cardíaco é maior em pacientes com Sahos. O sono inquieto e agitado, os frequentes despertares, as apneias, o ronco e a sudorese excessiva são os principais sintomas noturnos da Sahos. Os sintomas diurnos característicos são sonolência excessiva, dor de

Uma série de roncos seguidos por um silêncio respiratório terminando com uma respiração explosiva, é a clara descrição do ronco de um paciente com Sahos

cabeça no período da manhã, alterações do comportamento, diminuição da libido, hipertensão arterial e diminuição da memória. Quando se suspeita de Sahos, a única confirmação diagnóstica se dará através do registro polissonográfico noturno (polissonografia). É imprescindível que o exame seja feito com duração de noite inteira, para poder englobar as diversas fases do sono. Feito o diagnóstico da enfermidade, devemos orientar o paciente quanto ao adequado tratamento. Este deve ser feito de modo multidisciplinar, envolvendo neurologista, otorrinolaringologista, odontólogo, pneumologista e nutricionista.

Os pacientes dispõem de uma moderna terapia para controle das apneias, hipopneias e ronco, que é um aparelho chamado CPAP (pressão de via aérea positiva contínua). O CPAP é adaptado na via aérea do paciente, na maioria das vezes apenas no nariz, e emite uma pressão de ar corrente contínua. É um pequeno e silencioso compressor de ar que auxilia na respiração noturna, diminuindo dramaticamente o número de apneias/hipopneias e a intensidade do ronco. Para o correto funcionamento do CPAP, todos os pacientes devem ser submetidos, anteriormente, à titulação, ou seja, ao teste que verifica o quanto de pressão de via aérea é necessário, pois cada paciente apresenta sua própria característica. O paciente pode fazer o teste de duas maneiras: ou no laboratório do sono, durante o exame de polissonografia, ou na sua própria residência, pelo período de 3 noites, utilizando um aparelho que faz automaticamente a titulação. A diminuição das apneias do sono e do ronco noturno produz uma melhora importante na qualidade de vida não só dos pacientes, mas também de seus cônjuges. Um adequado controle de diversos problemas de saúde, quando coexistirem, como dislipidemia (colesterol e/ ou triglicerideos elevados), hipetensão arterial e diabete melitus faz-se necessário. A Sahos é um importante fator de risco isolado para infarto agudo do miocárdio e acidente vascular cerebral. Portanto, deve ser sempre controlado de maneira adequada.

Dr. Gibran Sartori El Ammar é médico neurologista

PLANOS DE SAÚDE AUMENTARAM ATÉ 538% ENTRE 2005 E 2013 Pesquisa divulgada no dia 25 de junho pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) mostra que entre 2005 e 2013 houve reajustes de até 538,27% em planos de saúde coletivos. A pesquisa feita pela advogada do Idec, Joana Cruz, considerou decisões judiciais de ações que contestavam os reajustes. De acordo com o Idec, as operadoras vêm restringindo a oferta de planos individuais e estimulando a venda de contratos coletivos, já que estes não têm um valor teto para os índices de reajustes regulados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).A pesquisa identificou um aumento médio de 82,21% nos contratos de planos coletivos analisados, enquanto isso, o teto para reajuste autorizado pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para planos individuais em 2012 foi 7,93%.

GOVERNO VAI CRIAR 35 MIL VAGAS PARA MÉDICOS DO SUS ATÉ 2015 Até 2015, serão criadas 35 mil vagas para médicos no Sistema Único de Saúde (SUS), informou no dia 25 de junho o Ministério da Saúde. De acordo com a pasta, os postos serão abertos com investimentos do Ministério da Saúde. O número pode crescer com as verbas na área aplicadas pelos estados e municípios para ampliar a rede de atendimento. Para preencher as vagas, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse que é preciso formar mais médicos no país e também citou a contratação de médicos estrangeiros como alternativa. “O Brasil precisa de mais médicos, e mais médicos especialistas como pediatras, psiquiatras, anestesiologistas”, disse. Em entrevista coletiva, o ministro anunciou a abertura de 12 mil vagas de residência médica até 2017.

BRASIL DEIXARÁ DE IMPORTAR VACINA CONTRA A GRIPE A A partir de 2015, o Brasil vai produzir toda a vacina contra o vírus da gripe A necessária para suprir a demanda nacional. Para a campanha de 2013, o Instituto Butantan, fabricante das vacinas brasileiras, produziu 15% do total aplicado. O laboratório francês Sanofi Pasteur transferiu a tecnologia que tornou possível a fabricação. Para a vacinação em 2015 serão produzidas 44 milhões de doses. Outros 14 medicamentos biológicos terão fabricação 100% nacional, seis para câncer (entre eles o de mama e a leucemia), quatro para artrite reumatoide, um para diabetes, um cicatrizante, um hormônio do crescimento e uma vacina para alergia.

PARTICIPANTES DE PESQUISAS CIENTÍFICAS PODERÃO RECEBER PAGAMENTO As pesquisas científicas que envolvem seres humanos poderão determinar o pagamento de recompensa financeira aos voluntários submetidos a testes. O pagamento, até então proibido no Brasil, foi aprovado por resolução do Conselho Nacional de Saúde. O envolvimento de dinheiro será permitido quando forem testados medicamentos em um pequeno grupo de pessoas saudáveis, e em estudos de bioequivalência, que facilitam o registro de novos genéricos.A resolução do conselho define direitos dos voluntários das pesquisas científicas como a privacidade de seus dados e o ressarcimento de gastos com transporte e alimentação.


Jornal da Manhã | Ijuí, 2 de julho de 2013

.3

Treinamento de força e emagrecimento: o papel da musculação nas alterações metabólicas A musculação assume cada vez mais importância em programas de intervenção direcionados a indivíduos com excesso de peso e/ou obesos O treinamento de força consiste basicamente em séries de exercícios com o objetivo de aumentar as capacidades dos músculos, auxiliando o praticante no ganho de resistência e massa muscular. Porém, muito além de apenas proporcionar um melhor condicionamento físico, o treinamento de força pode ser fundamental para as pessoas que visam o emagrecimento. O aumento da massa magra e o consequente aumento das taxas metabólicas de repouso, que repercutem decisivamente no equilíbrio energético diário dos praticantes, faz com que cada vez mais o trabalho de força seja indicado para esse tipo de objetivo. O treinamento de força não age no emagrecimento, mas sim, na alteração da composição corporal do atleta. Ao realizar o treino de força, a musculatura se expõe a microtraumas. Durante o treino, se gasta ATP (energia que o corpo precisa para sobreviver), e após o exercício, é necessário rege-

nerar os músculos, havendo um aumento no gasto de energia, acrescentando que o trabalho de força altera a taxa metabólica basal e de repouso, e naturalmente, há um aumento de gasto de energia que auxilia na alteração corporal do indivíduo. No entanto, a musculação parece apresentar um gasto calórico inferior ao de modalidades aeróbias com intensidades moderadas a altas. O gasto calórico no treinamento depende de diversas variáveis como volume, intensidade, velocidade de execução e intervalo de recuperação entre séries e exercícios. A grande vantagem do treino de força é ser possível preservar e aumentar a massa muscular, diferente do aeróbio, que não garante a preservação da massa magra. Portanto, não fique parado no inverno, recentemente a Active Center Academia ampliou ainda mais o espaço físico da academia para a prática da musculação, agora

Active Center Academia oferece uma estrutura de alto nível, com profissionais qualificados e aparelhos modernos

são mais de 700m² de área. A Active oferece para você uma estrutura de alto nível com ambiente climatizado para a prática de exercícios físicos, com profissionais qualificados para a prescrição e orientação nos exercícios, com

aparelhos ultramodernos, parte aeróbica com 11 esteiras, 9 bikes e 2 transport´s, também oferece sistema de Wi-Fi para seus alunos acessarem a internet. A Active funciona de segunda a sábado das 6h30 às

O que o ritmo do batimento cardíaco diz sobre a saúde do coração A variabilidade da frequência cardíaca (VFC) é provavelmente o mais importante indicador de saúde que você desconhece - a não

ser que tenha amigos cardiologistas. Ela está relacionada a uma série de distúrbios (stress, depressão,

diabetes, insônia, doenças do coração) e funciona como catalisadora e sinalizadora de enfermidades. Variabilidade da frequência cardíaca é a variação do intervalo entre os batimentos do coração. Imagine que seus batimentos cardíacos (a quantidade de vezes

que o órgão bombeia sangue por minuto) são como o compasso de uma música. A VFC é o ritmo que faz o coração acelerar ou desacelerar, mudando o tempo entre as batidas. Medida em milésimos de segundo, a VFC é inaudível ao ouvido. Quanto maior ela for, melhor.

Para chegar aos resultados da pesquisa, cientistas acompanharam grupo de estudantes

22h sem fechar ao meio-dia e aos sábados das 8h30 às 12h e das 14h30 às 17h, e atende pelo fone 55 3331 1022. A equipe de profissionais da Active Academia espera por você.facebook .com/activecenteracademia

Secura na boca pode ser sinal de problemas Sentir uma secura na boca, uma vez ou outra é normal. Mas se a sensação se repete com frequência, fique atento: talvez você esteja produzindo pouca saliva. “Além de incômodo, o sintoma pode causar outros males, dentre eles má digestão, cárie e maior risco de infecções”, aponta o cirurgião-dentista Flávio Luposeli (SP). O problema costuma ser desencadeado por estress, determinados medicamentos (analgésicos, diuréticos e controladores da pressão), doenças como diabetes e Parkinson, hidratação inadequada ou tabagismo. Previna-se! - Tome água ou suco sem açúcar com frequência - Não utilize enxaguantes bucais com álcool - Masque chicletes sem açúcar ou chupe balas duras sem açúcar para estimular o fluxo de saliva - Evite bebidas com cafeína, como café, chá e alguns refrigerantes, que também podem provocar a secura


4.

Jornal da Manhã | Ijuí, 2 de julho de 2013

O mal do inverno: as doenças respiratórias No frio, a baixa umidade do ar, as mudanças bruscas de temperatura e o aumento da poluição do ar são os principais motivos de preocupação, especialmente para quem já tem doenças respiratórias crônicas. A época também provoca queda da imunidade das pessoas, tornando-as mais predispostas a desenvolver a asma. A doença atinge aproximadamente 16 milhões de brasileiros, com índice de mortalidade que chega a 3 mil pessoas por ano, segundo a Organização Mundial da Saúde. Em geral, nas estações mais frias há fatores que estimulam a ocorrência das doenças respiratórias como baixa umidade, resfriamento do ar, o contato com ácaros de roupas guardadas. Ambientes fechados e ventilação reduzida facilitam a transmissão dos agentes como o vírus, que fica suspenso no ar até 24 horas, e os bacilos até 48 horas. Se o ambiente for úmido favorece a proliferação do fungo. Dessa forma, a rinite alérgica, asma, sinusite, bronquite crônica e enfisema acabam sendo desencadeadas, sendo as doenças mais frequentes. Os responsáveis pelas infecções respiratórias agudas são os vírus (mais de 90% dos casos) e as bactérias. As reações alérgicas (rinite, por exemplo) são causadas, em sua grande maioria, pelos ácaros – microorganismos encontrados na poeira. A asma, doença genética,

não tem cura, mas sim controle. Diferença entre gripe e resfriado A gripe é causada pelo vírus da influenza. Caracteriza-se por um quadro de infecção mais intenso. Pode apresentar febre alta, dores no corpo, dor de cabeça e calafrios. Os sintomas de coriza, tosse e faringite podem ficar em segundo plano frente às manifestações sistêmicas mais intensas. Febre, diarreia, vômitos e dor abdominal são comuns em crianças mais jovens. Uma gripe mal curada pode resultar em sinusite ou pneumonia. O resfriado tem os mesmos sintomas, mas aparecem de uma forma mais branda. A vacina contra a gripe A vacina é eficaz e efetiva. Só para se ter uma ideia, segundo dados, no ano de 2009, em Santa Catarina, 149 pessoas morreram com o vírus H1N1. Destas, 31 eram grávidas. Em 2010, depois da realização da campanha da vacina contra a gripe, morreram duas pessoas, uma delas, um jovem de 18 anos que se recusou a tomar a vacina. Em 2011, até o momento, não tivemos registro de morte em função da gripe. Com a campanha tivemos uma diminuição em torno de 35% em relação às doenças respiratórias. A vacinação deve ser obrigatória em pacientes com asma, doenças cardiopulmonares crônicas, doenças renais, doenças que necessitam de uso contínuo de aspirina ou imuno-

Lavar bem e frequentemente as mãos é uma das atitudes que ajudam a prevenir a transmissão das doenças respiratórias

Durante o inverno, as doenças respiratórias ocorrem com mais frequência devido a baixa umidade e o resfriamento do ar

deficiência. A vacina da gripe objetiva imunizar contra a infecção de um determinado tipo de vírus, o Influenza, infecção das vias aéreas superiores com maior repercussão clínica. No entanto, existem vários sorotipos. Só a gripe tem três tipos. Por isso, todos os anos a Organização Mundial de Saúde descobre o vírus que está circulando e elabora a vacina para proteger a população. Grupos de risco Geralmente idosos e crianças. Na terceira idade apresenta-se a imunidade mais baixa, diabetes, doenças cardíacas, enfisema e bronquites crônicas. As crianças são mais suscetíveis devido ao convívio em creches, onde uma contamina a outra, além do ambiente fechado. No inverno, as doenças respiratórias afetam principalmente as crianças. Entretanto, com algumas dicas simples é possível evitar as doenças que se manifestam nesta época do ano, por causa das baixas temperaturas, o tempo seco e ao aumento da poluição na cidade. Já bebês precisam de cuidados especiais. Os menores de dois anos de idade são mais propensos a problemas respiratórios severos, pois suas defesas imunológicas ainda são fracas e a capacidade respiratória é baixa. Nesta época do ano também é necessário ter cuidado com os sintomas da bronquite, doença causada por vírus que atacam

os brônquios e bronquíolos (pequenos canais dentro dos pulmões que levam o ar para as trocas de gases) levando ao inchaço na parede destes

canais e gerando muitas secreções, o que causa grande dificuldade para respirar, com tosse, cansaço e chiadeira no peito.


Jornal da Manhã | Ijuí, 2 de julho de 2013

.5

A dieta dos campeões “O campeão voltou!”. Foi este um dos gritos ecoados na final da Copa das Confederações, momento em que o Brasil foi consagrado campeão. O brilhante resultado de eventos esportivos desta natureza, em que a população é convocada a participar numa forma singular de torcida tende a gerar bemestar e motivação para muitos, na decisão de iniciar determinada atividade física para, quem sabe, um dia, “chegar lá!”. A nossa participação como expectadores é regada por quitutes, aperitivos e bebidas, os quais não fazem parte do esquema alimentar de um vencedor. Garra e motivação são, indiscutivelmente, elementos importantes para se obter um bom resultado, mas técnica, treino e disciplina podem definir o placar. No campo da alimentação, a dieta prescrita para um atleta não é a mesma que deve ser seguida por um frequentador eventual de academias ou pistas de caminhada. Além dos fatores individuais e únicos, como idade, gênero, composição corporal, estado de saúde, há que se considerar o tipo, frequência, intensidade, duração e a finalidade do exercício ou prática esportiva. O consumo

a performance do fulano ou o resultado obtido por ciclano. Cada sujeito é único e a individualidade fisiológica e bioquímica, o que inclui suas preferências e possibilidades, deve ser contemplada. É preciso lembrar que o resultado almejado, seja de peso, percentual de massa magra ou condicionamento físico deve sempre incluir a pre-

de suplementos nutricionais e a prática de dietas “diferentes” são frequentemente observados nos consultórios de nutrição. Quando se questiona sobre a responsabilidade profissional de tal prescrição ou se o usuário é conhecedor dos riscos (muitas vezes maiores que os benefícios do produto), a resposta é negativa ou se minimiza tamanha preocupação. As ofertas são muitas; o co-

mércio é livre, mas a decisão é sua. É inegável os benefícios da utilização de suplementos ou ergogênicos nutricionais na otimização dos resultados, assim como a ingestão de determinados alimentos como fontes específicas de nutrientes (proteínas e carboidratos estão no topo da preferência). Diz o ditado que a palavra convence, mas o exemplo arrasta. Neste caso, não podemos ter como base

servação da saúde de hoje e do futuro e cabe ao nutricionista atuar na prescrição da dieta e suplementos necessários, juntamente com o educador físico, ao qual compete a elaboração do programa de atividade física. Havendo esta parceria, o usuário alcançará seus objetivos, levando para o pódio a conquista de uma boa saúde.

Garra e motivação são indispensáveis, mas treino e disciplina ajudam a definir o placar

Praticar atividade física uma vez por semana é suficiente para ter saúde Malhar todos os dias está entre as suas metas para ganhar qualidade de vida? De acordo com recente estudo canadense, um dia de treino pode ser o suficiente para manter o corpo em dia. Segundo os pesquisadores da Queen’s University, quem pratica uma sessão de duas horas e meia de exercícios por semana pode ser considerado igualmente saudável, quando comparado a pessoas que mantêm atividades ao longo de outros dias. Malhar apenas no fim de semana pode ser a solução.

Estudos recentes já haviam revelado que é preciso praticar duas horas e meia de exercícios físicos, mas não havia nenhuma informação sobre a frequência de execução das atividades. A nova pesquisa canadense sugere que, para ter saúde, não importa de que forma os treinos serão. Malhar apenas no fim de semana, por exemplo, não seria um problema para quem quer manter um estilo de vida saudável. Segundo os cientistas, uma pessoa que pratica de 20 a 25

minutos de atividades por dia ao longo da semana é igualmente saudável quando comparada a alguém que condensa 150 minutos de exercícios em um dia. Para chegar a estes resultados, o estudo analisou a rotina de mais de 2.300 homens e mulheres, com idades entre 18 e 64 anos. Os voluntários foram submetidos a exames físicos e de sangue, além do risco para a síndrome metabólica, que analisa fatores para desenvolver diabetes, acidente vascular cerebral e doenças cardíacas.

Voluntários foram submetidos a exames físicos e de sangue para pesquisa


6.

Jornal da Manhã | Ijuí, 2 de julho de 2013

Clínica Espaço Zen: preserve o melhor de você cuidando de sua alimentação Atualmente, os hábitos alimentares são fatores determinantes para a qualidade de vida, manutenção da saúde e bem-estar das pessoas. A Nutrição Estética é ideal para quem está em busca da beleza.Através de planos alimentares personalizados, todas as insatisfações que incomodam, poderão ser amenizadas com o auxílio de dietas específicas para cada pessoa, ajudando na redução de peso, celulite, gordura localizada e flacidez. Assim, o papel na nutrição é aliar a dieta aos tratamentos estéticos, promovendo maiores resultados através da prescrição de alimentos e nutrientes específicos para finalidade desejada, promovendo qualidade de vida e satisfação a quem busca padrões estéticos para manter a boa forma em longo prazo. É através de um aconselhamento nutricional que o paciente é auxiliado a implementar esses hábitos saudáveis de estilo de vida e nutrição, onde haverá

mudança de comportamento e identificação de problemas nutricionais e consequentemente, se for o objetivo do paciente, redução de peso e medidas. Além disso, ao longo dos anos, a importância da alimentação aumentou, pois pode prevenir ou até mesmo ser usada para tratamento de doenças que eventualmente podem surgir devido às consequências de hábitos de vida errados, como hipertensão arterial, diabetes, entre outros. Pois, ao longo da vida, as necessidades nutricionais modificamse e sofrem alterações, de acordo com a idade, estilo de vida e metabolismo, portanto ,a prescrição dietética individualizada, adequada à situação fisiológica e bioquímica de cada indivíduo é essencial para a manutenção da saúde. Mas, o ideal é procurar um profissional especializado. Como hoje em dia não se fala mais em dieta e sim em reeducação alimentar, o correto é solicitar ajuda de um nutricionista.

Pensando nisso, a Clínica Espaço Zen possui em sua equipe a nutricionista Dra. Ana Paula Boniatti, que atua na área de redução de peso através da reeducação alimentar, juntamente com outros profissionais especializados em estética corporal e facial. A nutricionista desenvolve tratamentos através do diagnóstico nutricional, além de prescrição dietética e cardápio e orientação individualizada dos pacientes. A Dra Ana Paula atua ainda no desenvolvimento de planos alimentares que auxiliam no tratamento de doenças cardiovasculares, diabetes, dislipidemias. A Clínica Espaço Zen Terapias tem como objetivo atender o paciente pensando no seu bemestar, primando pela excelência no atendimento. Além disso, você vai encontrar as últimas novidades em tratamentos estéticos, reunindo o que há de mais moderno na área. Está localizada na Rua Benjamin Constant, esquina com a 20 de Setembro.

Nutricionista Ana Paula Boniatti. CRN: 2-10745.

Lavar as mãos e rosto diversas vezes ao dia ajuda a prevenir conjuntivite

Evitar o uso compartilhado de objetos pessoais também ajuda na prevenção

A conjuntivite é uma das doenças visuais mais comuns nesta época do ano. Segundo o presidente do CBO (Conselho Brasileiro de Oftalmologia), Marco Antônio Rey de Faria, as pessoas mais propícias a contraírem a doença são as que possuem histórico de alergias, mas qualquer um está sujeito ao risco. De acordo com o médico, os sintomas mais comuns são: sensação de ‘areia nos olhos’, peso nas pálpebras, olhos avermelhados, sensibilidade à

luz e visão embaçada ao fazer algum tipo de esforço visual. Para quem quiser evitar a doença, Faria diz que pequenas atitudes ajudam a minimizar o risco de pegar a doença. — Evite uso compartilhado de lençóis, toalhas, travesseiros e outros objetos pessoais. Lavar as mãos e o rosto diversas vezes ao dia, evitar contato com pelos de animais, cloro de piscina, flores e pólen também são recomendados.

H1N1 é a doença infecciosa que mais preocupa os brasileiros O inverno chegou, mas a gripe sazonal não é a maior preocupação do brasileiro. Segundo uma pesquisa feita com 18 mil adultos de dezoito países, incluindo o Brasil, o principal receio de 43% dos entrevistados é a gripe H1N1. Já no Reino Unido, a maior preocupação está relacionada com as doenças estomacais. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), as doenças matam mais de 13 milhões de crianças e jovens adultos por ano. E este dado parece estar bem claro para a população mundial, já que 75% estão preocupados com o

risco pessoal ou de suas famílias contraírem alguma doença infecciosa. Mas, de acordo com o estudo, o grau de preocupação varia significativamente entre os países, sendo que a Índia apresenta o maior receio (95%), contra apenas 54% na Alemanha, local em que se registrou a menor preocupação.

Estressados correm mais riscos de sofrer ataque cardíaco

As pessoas que se sentem estressadas correm duas vezes mais riscos do que o restante da população de sofrer um ataque do coração, revelou um estudo publicado no dia 27 de junho. De acordo com Hermann Nabi, chefe de equipe do Inserm (Instituto de Pesquisa Médica francês), que participou do estudo, a conclusão é que não se deve ignorar as queixas dos pacientes sobre o impacto do estresse na saúde. — Porque podem indicar um aumento do risco de doenças cardíacas. A pesquisa foi realizada por cientistas franceses, ingleses e finlandeses com um total de 7.268 funcionários britânicos, no âmbito do programa Withehall, criado em 1985, que estuda as determinantes sociais da saúde.


Jornal da Manhã | Ijuí, 2 de julho de 2013

.7

Confira dicas para manter a saúde dos olhos Normalmente negligenciado, os olhos apenas merecem nossa atenção quando enfermidades oportunistas e pontuais, tais como, conjuntivite, terçol, cisco,

irritação, ou mesmo quando anomalias tradicionais, como, miopia, astigmatismo, etc., batem à nossa porta. Confira algumas dicas simples para mantê-los

Fazer um exame oftalmológico completo e conhecer o histórico familiar são atitudes simples que podem prevenir doenças

saudáveis: Faça um exame oftalmológico completo - Você pode pensar que sua visão está boa ou que seus olhos estão saudáveis, mas visitar seu oftalmologista para um exame completo é a única forma de ter certeza. Quando se trata de problemas simples, algumas pessoas não percebem que poderiam enxergar melhor se usassem óculos ou lentes de contato. Além disso, algumas doenças oculares crônicas comuns como o Glaucoma, Retinopatia Diabética e Degeneração Macular, normalmente não apresentam sintomas. A única forma de detectar essas patologias em estágio inicial é realizando exames

completos. Seu oftalmologista é a única pessoa que pode determinar se seus olhos estão saudáveis e se você está enxergando bem e gozando de boa saúde ocular. Lembre-se, prevenção custa menos que tratamento. Conheça o histórico de saúde ocular da sua família - Fale com seus parentes a respeito do histórico de saúde ocular da família. É importante saber se alguém foi diagnosticado com alguma patologia, já que muitas delas são hereditárias. Isso vai ajudar a determinar se você tem o risco de desenvolver alguma doença ocular mais séria, que exija cuidado permanente.

Coma corretamente para proteger sua visão - Você já deve ter ouvido falar que comer cenoura faz bem para a visão. Mas uma dieta rica em vegetais, principalmente espinafre e couve, também é importante para a saúde dos seus olhos. Estes alimentos possuem Carotenóides, como Luteína e Zeaxantina, que desempenham um importante papel na visão, pois ajudam a diminuir a degeneração natural que vem com a idade e ainda ampliar o alcance visual. Pesquisas também mostraram que Ômega 3 traz benefícios à saúde ocular. Outro alimento rico em Luteína é a gema do ovo, desde que cozido.

Lente antirreflexo garante proteção e conforto visual Lentes oftálmicas são lentes destinadas a compensar problemas de visão que possuam erros de refração, como miopia, hipermetropia, presbiopia e astigmatismo. Uma opção que traz vantagens ao usuário é a utilização de lentes antirreflexo, que oferece conforto visual ao usuário e protege as lentes do óculos de arranhões e manchas. Além disso, é capaz de repelir a poeira e a água. As lentes oftálmicas Essilor Transitions possibilitam ao indivíduo uma visão saudável em

qualquer ambiente e em sintonia com a moda, já que este tipo de lente é mais transparente que as demais. Além da cor cinza, a Essilor oferece lentes na cor marrom e de visão simples e multifocal Varilux. Lentes oftálmicas oferecem maior proteção contra raios UV, vindos de todas as direções, inclusive dos raios refletidos na face interna da lente. Possui fator de proteção solar ocular com fator protetor solar de 25, deixando seus olhos mais protegidos do que sem o uso de

lentes. Qualquer usuário de óculos ou de lentes fotossensíveis, que buscam conforto visual nos ambientes, pode fazer uso das lentes oftálmicas Essilor Transitions, inclusive crianças, que têm os olhos mais vulneráveis ao sol. Essa e outras opções você confere na Óptica Focal: garantia de qualidade e de saúde para os seus olhos. A Focal está situada na Rua Ernesto Alves, 156. Telefone: 55 3333 1451.

Essilor disponibiliza lentes na cor marrom e cinza, de visão simples e multifocal Varilux

Lentes antirreflexo protegem as lentes de arranhões e manchas, e são capazes de repelir a poeira e a água


Próximo Caderno

Ijuí, 2 de julho de 2013

Jornal da Manhã

Cerélus lança nova embalagem de barrinhas de cereal

A Cerélus Alimentos Integrais acaba de lançar as novas barras de cereais com chocolate. São práticas caixinhas contendo 3 unidades, e oferecendo a você versões ainda mais saudáveis para manter o pique durante a correria do dia a dia. As novas barras de cereal da Cerélus estão disponíveis nos sabores castanha com chocolate, coco com chocolate, morango com chocolate e brigadeiro, e podem ser levadas para o trabalho, no carro ou no caminho para qualquer compromisso. E o melhor de tudo: com muita fibra, o que é bastante benéfico para o organismo, além do sabor já tradi-

cional dos produtos da marca. Confira também as versões de Chia em novas embalagens abre-fecha de 100g: a chia em grãos, a farinha de chia e a linchia, produtos que se mantêm sempre fresquinhos e com a mesma qualidade na medida certa. A Cerélus ainda oferece mais de 50 outros produtos, que passam por um processo único de produção, e que carregam o máximo de sabor, textura e aroma, próprios de um autêntico alimento integral. Em Ijuí a empresa está situada na Rua Frederico J. Fluck, 364 – Bairro Mundstock. Telefone: 55 3332 6355. Site: www.cerelus. com.br.

São práticas caixinhas contendo 3 unidades e que oferecem versões ainda mais saudáveis para o dia a dia.

A cerélus vem também com as versões da Chia em novas embalagens.

O colesterol nem sempre é do mal

O que traz riscos para o coração é o consumo de gorduras em excesso

O colesterol não merece toda a má fama que carrega. Se você tem preconceito contra o infeliz, saiba que ele é fundamental. Tente imaginar nossas células como casas. Esse tipo de gordura faz um papel semelhante ao de portas, permitindo a entrada e a saída de substâncias vitais. Também é importante para a produção de hormônios, conta o cardiologista Francisco Fonseca, da Universidade Federal de São Paulo. O problema é o excesso, que traz riscos para o coração. Para circular pelos vasos sanguíneos, o colesterol precisa pegar carona em certos carros: o LDL e o HDL. O primeiro, também conhecido como colesterol ruim, não é tão eficiente no transporte, às vezes dá bobeira e deixa parte de sua carga gordurosa grudada nas artérias. Já o HDL, o colesterol do bem, carrega tudo o que ficou para trás, fazendo a faxina e evitando acúmulos pelo caminho. Existem casos em que é necessária uma mãozinha para reduzir as taxas de colesterol. Entram em cena as estatinas, medicamentos que controlam a produção dessa gordura no nosso organismo, lá no fígado. Ufa!

Endometriose: a doença que causa dor e pode impedir a gravidez

Ela atinge, no mínimo, 15% das brasileiras em idade fértil - ou cerca de 7 milhões. Como muitos casos ainda não foram diagnosticados, os especialistas calculam que o grupo que sofre com a endometriose por aqui seja maior, de 10 milhões. A doença causa inúmeros prejuízos, entre eles a queda da produtividade. Há uma perda, em média, de 10,8 horas semanais, porque a profissional fica de cama ou sem gás para trabalhar. A descoberta é de um estudo da Universidade Oxford, na Inglaterra, com 1.418 mulheres de dez países, incluindo o Brasil. A endometriose surge quando células do endométrio (tecido que reveste o útero) se fixam em outros locais do abdome, como ovários, trompas, os ligamentos que sustentam o útero, a área

entre a vagina e o reto, a superfície externa do útero, a membrana que reveste a parede abdominal (peritônio). Dali, continuam a responder aos estímulos hormonais - assim, o tecido cresce todo mês e sangra. Por não ter como escoar, o sangue se acumula, causando inflamações. E elas podem provocar sofrimento incapacitante, que se manifesta como cólica menstrual, dor pélvica crônica e dor nas relações sexuais. Às vezes, as células do endométrio “grudam” em cicatrizes de cirurgias ou sobre o intestino e a bexiga, causando desconforto ou dor ao urinar e evacuar, além de infecção urinária e diarreia, sobretudo nos dias da menstruação. Uma minoria não apresenta sintomas. Metade das portadoras está sujeita à infertilidade.

Caderno Saúde 02.07.2013  

Edição do caderno Saúde do JM

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you