Page 1

Entrevista Especial

A luta contra o

Câncer do Colo do Útero

Gastronomia

Um prazer aliado

à saúde

Ano VI | #18 | Outono 2010


índice Ano VI | #18 | Outono 2010 Diretoria Marisa Cristina Sarmento Ana Luiza Barchinski Conselho Editorial Marisa Cristina Sarmento Ana Luiza Barchinski Jornalista responsável e Revisão Sabrina Gisele Becker / MTb 13261 Projeto Gráfico, Diagramação e Arte-final Beto Santos | Tridente Design - (51) 3084.1769 Diretoria Comercial e Publicidade Marisa Cristina Sarmento – (51) 9825.3645 Ana Luiza Barchinski – (51) 8135.4800 classiclife@classiclife.com.br Design e Criação de Anúncios Insignia Publicidade – (51) 9825.3645 insigniapublicidade@gmail.com Colunistas desta edição Dr. Almir Moogen Nácul Dr. Nelson Spritzer

LUTA CONTRA O CÂNCER

06

Dr. Nelson Spritzer

10

Dra. Juliana Lima de Araujo

Especificações Periodicidade: Trimestral Tiragem: 10.000 exemplares Circulação: Porto Alegre e Vale do Sinos Distribuição: Gratuita e direcionada ao público classes A e B

06

INVISTA EM SEU ROSTO

Dados Técnicos Capa: Couché 230g com Prolan brilho Papel: Couché 170g Formato de página: 21cm x 27,5 cm

Capa: Dra. Juliana Lima de Araujo Fotos capa e matéria: Daniel Scherer www.jorgescherer.com.br Fones: (51) 3061.7223 (51) 8441.7222 Cabelo e Maquiagem: Miriam Hair Fone: (51) 3225.2806 Vestido: Jeito Incomum www.jeitoincomum.com.br Fone: (51) 3222.2751 Revista Classic Life Rua Presidente Roosevelt, 137/405 | Centro | São Leopoldo/RS | CEP 93010-060 | (51) 3588.5068 classiclife@classiclife.com.br | www.classiclife.com.br A Revista Classic Life é uma publicação trimestral editada pela Insignia Publicidade. Todos os direitos reservados. Todas as informações, opiniões e/ou conceitos emitidos em entrevistas, artigos e colunas assinadas são de total responsabilidade de seus autores, bem como o conteúdo do material publicitário. Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo desta revista sem autorização prévia e escrita.

O QUE LEVA AO SUCESSO

Dra. Gianna Zaffari Frey

16

HARMONIA CORPORAL

Dr. Almir Moojen Nácul

ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

Dra. Ana Paula Souza

24

DOENÇAS VASCULARES

Dr. Adamastor Humberto Pereira

SUPLEMENTAÇÃO ALIMENTAR

16

20

24

Herança e Tradições

26

PERU CAFÉ

Ele é a cara do Brasil

32

14

Adriano Inácio de Rosa

26

12

PONTOS DE DISTRIBUIÇÃO

Saiba onde encontrar a Revista Classic Life

32

38


editorial

HARMONIA

ENTRE MENTE E CORPO A busca por saúde e qualidade de vida já é uma das prioridades da população contemporânea. Atividade física, alimentação saudável, terapias das mais variadas, tratamentos estéticos, além de cuidados com a mente, garantem bem-estar e longevidade. Por isso, alcançar a harmonia entre corpo e mente torna-se um objetivo tão importante. De nada adianta ter um corpo belíssimo e saudável se, por outro lado, o psicológico estiver comprometido. Além de doenças psicossomáticas, o corpo reflete a alma e vice-versa. Nesta edição temos uma entrevista exclusiva com a Dra. Juliana Lima de Araujo, ginecologista e obstetra, para esclarecer dúvidas sobre um mal que mata 250 mil mulheres em todo mundo anualmente, o câncer do colo do útero. Ela traz informações importantes sobre prevenção e tratamento, além de falar sobre a vacina contra o vírus causador da doença, o HPV. Para quem busca a harmonia corporal, o Dr. Almir Moogen Nácul fala da importância da região glútea no desenho do corpo. Já a Dra. Gianna Zaffari, traz as últimas novidades em tratamentos faciais. Porém, se o objetivo é prevenir, tratar ou apenas conhecer mais sobre doenças vasculares, o cirurgião vascular Dr. Adamastor Humberto Pereira aborda o tema de maneira esclarecedora. Além disso, uma alimentação equilibrada faz toda a diferença e pode ajudar a memória. É o que afirma a nutricionista Ana Paula Souza. Falando ainda em alimentação, Adriano de Rosa explica porque devemos tomar cuidado quando o assunto é suplementação alimentar. Para complementar essas diretrizes, a reportagem sobre gastronomia fala dos benefícios do café. Ter sucesso na vida também contribui, e muito, para o alcance da plena qualidade de vida. Para dar algumas dicas de como conquistar o sucesso, o Dr. Nelson Spritzer fala sobre paixão, trabalho, persistência, entre outros. E quando o assunto é lazer, uma reportagem nos faz viajar pelas belezas do Peru. Herdeiro de culturas milenares e de uma rica tradição colonial, Peru é um lugar mágico para se visitar. Boa leitura. Diretoria Geral Classic Life

revista classic life | 5


perfil

A LUTA

CONTRA O CÂNCER

DO COLO DO ÚTERO O TRABALHO DA GINECOLOGISTA JULIANA LIMA DE ARAUJO ESTÁ FOCADO NO COMBATE À DOENÇA QUE MATA ANUALMENTE 250 MIL MULHERES EM TODO O MUNDO

A Dra. Juliana Lima de Araujo é uma ginecologista moderna, reconhecida pelo seu trabalho ético e embasada em constantes atualizações. Natural de Bom Jesus e formada pela Universidade de Caxias do Sul, atua exclusivamente em sua clínica privada, em Porto Alegre e na região metropolitana. No momento é speaker do laboratório farmacêutico Janssen-Cilag, proferindo palestras para o público leigo e para médicos da sua área na região sul. Pratica uma medicina diferenciada, onde a paciente é o seu foco principal, colocando em segundo plano as doenças e seus agentes causadores. Pesquisadora da área de anticoncepção e sexualidade e especialista em cirurgias plásticas vaginais, considera a prevenção como a base para o sucesso em todas as suas condutas. “Se curar é uma arte, prevenir é uma grande obra-prima”, afirma. A cada ano, 500.000 mulheres no mundo têm câncer do colo do útero e 250.000 morrem. Esse é o principal motivo pelo qual a Dra. Juliana está engajada na divulgação de meios para prevenção do câncer de colo de útero, uma doença que pode ser prevenida. Outra razão para abordar esse tema é a falta de conhecimento sobre o assunto, tanto por parte de pacientes como de alguns profissionais da área da saúde. O resultado é uma agressão maior do que a do vírus e, segundo a Dra. Luisa Villa, do Instituto do Câncer de São Paulo, “trata-se o que não deve ser tratado e deixa-se de prevenir o que pode ser prevenido”. O exame de Papanicolaou (CP) é um teste efetivo no diagnóstico precoce e na prevenção do câncer invasivo do colo do útero, porém as taxas de mortalidade e incidência mantêm-se entre as mais altas nas mulheres brasileiras. Já as medidas profiláticas (triagem por CP) e o tratamento de lesões precoces do colo uterino são capazes de controlar o estabelecimento da doença ou até a sua progressão em pacientes já infectados pelos diversos tipos de HPV. As vacinas são eficazes para evitar a infecção por HPV e suas consequências. >

6 | revista classic life


revista classic life | 7


perfil Como o HPV leva ao câncer? A presença de microtraumas no epitélio que recobre o colo do útero e o trato genital facilita o acesso das partículas virais até as camadas mais profundas. O HPV oncogênico estimula as células a produzirem substâncias que promovem a diminuição da resposta imune local, levando ao crescimento desordenado das mesmas e, em consequência, ao aparecimento de lesões précancerosas que podem evoluir para o câncer.

O que é o HPV? O HPV é um vírus considerado um dos mais carcinogênicos em humanos e o responsável por até 15% dos cânceres em mulheres que vivem em países em desenvolvimento. Existem mais de 200 tipos do vírus já identificados, aproximadamente 30% infectam a mucosa ano genital e destes, cerca de 15 tipos são classificados como de alto risco e, portanto, podem causar câncer. Os HPVs 16, 18, 31 e 45 são responsáveis por mais de 80% dos cânceres de colo do útero. Outros tipos, como o HPV 6 e 11, causam apenas verrugas genitais. Como o HPV é transmitido? O HPV é transmitido sexualmente, pelo contato da pele ou mucosa com o vírus. Esperma, sangue ou outras secreções, sabonetes, toalhas, vaso sanitário, bancos e piscinas não são meios de contágio. Existe a possibilidade de ocorrer transmissão por meio de objetos contaminados. Na gravidez não ocorre contaminação do feto e a via de parto não sofre influência se a mãe é ou não portadora do vírus. Qual a incidência do HPV atualmente? As estimativas mundiais indicam que, cerca de 10% das mulheres normais estão infectadas com HPV. Entre as sexualmente ativas, 50 a 80% serão infectadas por um ou mais tipos ao longo da vida. Estima-se que, no mundo, 8 mulheres contaminem-se com o vírus por hora; 30 milhões de novos casos ocorram por ano e a cada 2 minutos, morra uma mulher no mundo de câncer do colo. No Brasil, segundo o INCA, cerca de 20 mil casos de câncer cervical são registrados por ano, com um risco médio estimado de 20 casos a cada 100 mil mulheres. Estima-se que haja em nosso país 9 a 10 milhões de infectados pelo HPV e, que surjam 700 mil casos novos a cada ano. Como o HPV se manifesta? Através de três formas, a clínica e altamente contagiosa, quando aparecem as verrugas genitais; a sub-clínica e assintomática, quando a paciente está com “a doença HPV” instalada e a mesma é detectada por exames de rotina, como o Papanicolaou e a colposcopia; e a latente, na qual a mulher é portadora do vírus, mas não apresenta lesões. A infecção pelo HPV é local, por isso não aparece em exames de sangue.

8 | revista classic life

Por que algumas mulheres desenvolvem câncer e outras não? Por que é necessário haver um desequilíbrio entre a imunidade da pessoa e a agressividade do vírus. Além disso, outros fatores devem estar associados, como predisposição genética, alimentação, tabagismo, nível socioeconômico, comportamento sexual, exposição mais prolongada ao vírus e o tipo de HPV envolvido. Quanto tempo leva entre a infecção pelo HPV e o aparecimento do câncer? O período de latência entre a infecção e o desenvolvimento de uma lesão, seja ela benigna ou maligna, é muito variável, sugerindo que outros fatores, citados anteriormente, sejam os determinantes. Na maioria das vezes, o vírus é eliminado em um período de dois anos, sem deixar sequelas e na maioria das vezes sem sintomas. É possível infectar-se pelo vírus mais de uma vez? A maioria das pessoas que entram em contato com os tipos oncogênicos do HPV não gera anticorpos efetivos e protetores para bloquear a infecção. Como resultado, as infecções prévias não necessariamente induzem imunidade contra as infecções subsequentes. O homem também pode apresentar câncer pelo HPV? Sim, os homens, além de serem os transmissores mais frequentes da infecção para a mulher, são atingidos por cerca de 10 mil casos de carcinoma associado ao HPV (pênis, ânus, laringe, orofaringe e cavidade oral). O câncer anal é o que tem tido um aumento importante nos últimos anos, principalmente em homens que mantêm relações sexuais com homens. Como as pessoas podem se prevenir contra o HPV? Usando preservativo, o qual diminui, mas não evita totalmente, a possibilidade de transmissão durante a relação sexual. Realização periódica do Papanicolaou por toda mulher que tem ou já teve alguma relação sexual. A vacinação de mulheres com a vacina contra HPV oferece a oportunidade de se prevenir contra os HPVs mais relacionados ao câncer. Mulheres que já tiveram infecção por HPV podem ser vacinadas? Sim, pois a vacina protege contra mais de um tipo de vírus e, a proteção contra os outros tipos não envolvidos na primeira infecção, poderá beneficiar estas mulheres.


“A luta contra o câncer está longe de ser vencida, por isso o melhor é evitar que ele ocorra, sendo a prevenção a melhor escolha.”

A vacinação pode levar a uma infecção por HPV? Não, pois a vacina é inativa, sendo incapaz de provocar a doença. Qual a faixa etária mais apropriada para receber a vacina contra HPV? A OMS recomenda que a vacina seja administrada o mais precocemente possível, de preferência antes do início da vida sexual. Quando isso não for possível, mulheres até os 25 ou 26 anos podem e devem ser vacinadas. Quais tipos de vacinas contra o HPV estão disponíveis no Brasil? Duas vacinas estão no mercado brasileiro. A vacina quadrivalente, que induz a formação de anticorpos neutralizantes contra os HPV 6, 11, 16 e 18 e a vacina oncogênica que os induz contra os HPV 16 e 18, com proteção cruzada contra os HPV 31 e 45. Por isso essa última foi chamada oncogênica, devido à cobertura para os mais frequentes HPV implicados na carcinogênese cervical. Mulheres grávidas, homens e imunossuprimidos podem ser vacinados? Não é recomendado, pois ainda não existem estudos completos que demonstrem a segurança da vacina nesses casos. Qual o esquema de administração e onde as vacinas podem ser encontradas? As duas vacinas são administradas por via intramuscular, em 3 doses. As vacinas podem ser prescritas por qualquer médico e são encontradas em centros de imunização e laboratórios diagnósticos que oferecem o serviço de vacinação. Ainda não estão disponíveis no sistema público.

Dra. Juliana Lima de Araujo Ginecologia Clínica e Cirúrgica, Videolaparoscopia e Obstetrícia CREMERS 21929 Ginecologia e Obstetrícia; Formada pela Universidade de Caxias do Sul - UCS; Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia no Hospital MaternoInfantil Presidente em Porto Alegre - HMIPV; Membro Efetivo da Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia FEBRASGO; Membro Efetivo da Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia do RS SOGIRGS; Associada da Sociedade Brasileira de Genitoscopia; Speaker do Laboratório Farmacêutico Janssen-Cilag na área de Anticoncepção; Membro do Corpo Clínico dos Hospitais Mãe de Deus, Moinhos de Vento, Divina Providência e Santa Casa de Misericórdia em Porto Alegre, Hospital São Camilo em Esteio e Hospital Regina em Novo Hamburgo; Atendimento exclusivo em Clínica Privada. Mais informações:

Coloco-me a disposição para maiores esclarecimentos sobre o assunto através de meu e-mail: juaraujo@terra.com.br. “Existem três caminhos para mudar a trajetória das nossas vidas para melhor ou para pior: a crise, o acaso e a escolha”. “Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.” (Cora Coralina) •

SAPUCAIA DO SUL/RS Vitaclin Rua Cel. Serafim Pereira, 144/205 – Bairro Centro Tel.: (51) 3034.4714 | (51) 8117.8552 PORTO ALEGRE/RS Clínica Luz Av. Praia de Belas, 2266/606 – Bairro Menino Deus Tel.: (51) 3034.3094

revista classic life | 9


coluna | programação neurolinguística

O QUE LEVA AO

SUCESSO Dr. Nelson Spritzer Master Trainer em Programação Neurolinguística CRM 9545

Mestre em Cardiologia (UFRGS); Doutor em Nefrologia (Escola Paulista de Medicina); Master Trainer em Programação Neurolinguística; Diretor-Presidente do Grupo Dolphin TECH e do Centro Sulbrasileiro de Programação Neurolinguística (PNL); Autor dos livros: “Pensamento e Mudança - Desmistificando a Programação Neurolinguística”; “O Novo Cérebro - Como Obter Resultados Inteligentes”; “Ler Pessoas” e “Mapa da Mina”. Mais informações: Av. Iguaçu, 659 - Bairro Petrópolis Porto Alegre - RS - Brasil Tel.: 51 3338.2888 E-mail: dolphintech@dolphin.com.br www.dolphin.com.br

10 | revista classic life

Primeiro uma pergunta simples e muito importante: o que leva ao sucesso? A resposta está nas próprias pessoas bem sucedidas. É só perguntar a elas o que fazem para ter sucesso. Após muitas pesquisas, leituras e inúmeras entrevistas com pessoas de diversos setores da atividade humana pude descobrir o que realmente leva ao sucesso:

SE PUXE – “Se puxe física e mentalmente, você precisa se puxar”, diz David Gallo, oceanólogo. Você deve se puxar para superar a timidez, se puxar para superar as dúvidas sobre si mesmo. “Eu sempre tive dúvidas sobre eu mesma. Eu não era boa o bastante, inteligente o bastante. Eu não acreditava que conseguiria”, diz Goldie Hawn, atriz.

PAIXÃO – “Sou movido pela minha paixão”, disse Freeman Thomas, projetista de carros para a Daimler Chrysler. Pessoas bem sucedidas fazem o que fazem por amor, não por dinheiro. “Eu pagaria para alguém para poder fazer o que faço”, diz Carol Coletta, produtora de rádio da Smart City. O interessante é que se você fizer por amor, o dinheiro virá de qualquer maneira.

SEJA ÚTIL – “Foi um privilégio ter servido à população como médico”, afirma Sherwin Nuland, professor de cirurgia da Universidade de Yale. Para se tornar um milionário você deve servir aos outros com alguma coisa que tenha VALOR. Aí eles pagarão você com uma quantia de dinheiro considerável.

TRABALHO – “Tudo reside em trabalhar duro. Nada vem fácil, mas dá para se divertir muito”, disse Rupert Murdoch, magnata da mídia. Sim, pessoas de sucesso se divertem muito fazendo o que gostam de fazer: trabalhar. FAZER BEM – “Para ter sucesso ponha seu nariz em algo que você é muito bom em fazer”, afirma Alex Garden, criador de games. Não há mágica nisso, é um bocado de talento e prática, prática e prática. FOCO – “Eu penso que tudo é uma questão de você focar em uma só coisa”, diz Norman Jewison, cineasta. Às vezes é preciso concentrar energias para se chegar onde se quer e então partir para outras empreitadas. Um passo por vez pode funcionar.

IDEIAS – “Eu tive uma ideia: fundar a primeira empresa de software para microcomputadores…”, afirmou Bill Gates, dono da Microsoft. Para se ter boas ideias é preciso saber ouvir, observar, ser curioso, fazer perguntas, resolver problemas e fazer conexões. PERSISTA – “A persistência é a razão número um para o sucesso”, diz Joe Krauss, co-fundador da Excite. Você tem que persistir quando fracassa, quando é criticado, rejeitado, pressionado e quando encontra “malas” pela frente. •


medicina preventiva e estética

Dra. Gianna Zaffari Frey Medicina Preventiva e Estética CRM 27.648

INVISTA EM SEU ROSTO

Estar sempre jovem e bonita tem um segredo: cuidar do rosto. Novíssimas opções que prometem revolucionar os tratamentos estéticos faciais clareiam, eliminam manchas, devolvem a elasticidade e a vitalidade à sua pele e combatem os sinais da idade. Eles chegam, agora, trazendo excelentes resultados em curto período e sem provocar grandes agressões. As técnicas estão a cada dia mais aprimoradas e menos invasivas. Confira os tratamentos faciais mais buscados na atualidade: - Luz Intensa Pulsada (Fotorrejuvenescimento): Age em dois níveis da pele - profundo e superficial. A aplicação superficial consegue uma redução significativa de manchas como melanoses, sardas, pigmentações dos mais diversos tipos, a maioria devida à exposição ao sol, e de pequenos vasos na região do nariz e de todo o rosto, assim como áreas vascularizadas extensas (manchas avermelhadas). Além do rosto, podem ser tratados pescoço, colo e mãos, de forma muito eficaz. A aplicação profunda estimula o colágeno e consegue uma redução das irregularidades dos tecidos como pequenas rugas, cicatrizes de acne e outras marcas. A aplicação deve ser mensal com retorno imediato às suas atividades. - Laser Fracionado (Harmony Pixel): É a mais nova tecnologia de laser para cicatriz de acne, rugas finas e estrias aprovada pelo FDA e ANVISA. Pode ser usado no rosto, pescoço, colo, mãos e outras áreas do corpo. Promove fototermólise fracionada - o laser atinge a pele em colunas, deixando áreas de pele intactas ao redor. Essas áreas intactas promovem uma recuperação mais rápida, estimulando o colágeno. O resultado é uma pele mais bonita e jovem. O tratamento é feito no consultório médico, geralmente 3 a 5 sessões são necessárias. O tratamento é seguro e eficaz. - Infravermelho (Lux Deep IR): É considerado atualmente o mais potente e moderno da sua geração. Ele é indicado para o tratamento de flacidez na região do pescoço, face, abdômen, braços, para tratamento após a gravidez, entre outros. É eficaz por agir em suas camadas mais profundas. O Lux Deep IR possui um potente cooler que resfria a pele por fora e por dentro, promovendo, assim, o surgimento de novas fibras. Os resultados

12 | revista classic life

vão variar conforme a capacidade individual de regeneração desse colágeno. É um procedimento rápido, não deixa marcas e requer em média 4 aplicações com intervalo de 1 mês. - AqualiftTM: É uma nova geração de hidrogel, sendo o primeiro e único constituído por Poliamida Sintética e Solução Fisiológica para correção de linhas e rugas da face, pescoço e contornos, assimetria de tecidos moles (glúteos, panturrilhas, coxas, etc.). O produto dura em média 2 a 3 anos para tratamentos faciais e 5 a 6 anos para correções de contorno volumétrico. A reaplicação deverá ser avaliada pelo médico, que levará em conta o estilo de vida e a idade do paciente. Além dos tratamentos de alta tecnologia, destacam-se também outros tratamentos como: peelings químicos, cristais e diamantes, Toxina Botulínica (BotoxTM), máscaras hidratantes e rejuvenescedoras, entre outros. Como dicas gerais, o uso do filtro solar é básico e padrão para todas as pessoas, ele previne a ação solar, um dos maiores vilões do envelhecimento. O hidratante também deve estar sempre presente. Uma alimentação correta, levar a vida com menos estresse, fazer exercícios físicos, dormir e relaxar o corpo e beber pelo menos dois litros de água por dia são os melhores conselhos para quem quer a pele sempre saudável. •

Dra. Gianna Zaffari Frey Medicina Preventiva e Estética CRM 27648 Diretora e Responsável Técnica pela Clínica Zaffy; Mestranda em Diagnóstico Genético e Molecular; Expert em Medicina Antienvelhecimento na Universidade de Sevilha – Espanha; Pós-graduada em Dermatologia; Pós-graduada em Medicina Estética e Antienvelhecimento. Mais informações: Clínica Zaffy Av. Doutor Maurício Cardoso, 833 Salas 704 e 705 Centro Clínico Regina Novo Hamburgo – RS – Brasil - Tel.: 51 3066.3033 contato@zaffy.com.br - www.zaffy.com.br


coluna | bioplastia A IMPORTÂNCIA DA REGIÃO GLÚTEA NA

HARMONIA CORPORAL Dr. Almir Moojen Nácul Cirurgião Plástico e Criador da Bioplastia CRM 4178

Cirurgião Plástico; Membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica; Membro de International Society of Aesthetic Plastic Surgery (ISAPS); Membro da Federação Ibero-latinoamericana de Cirurgia Plástica; Ex-professor assistente da Faculdade de Ciências Médicas/UCS; Criador da Bioplastia; Tem dois livros publicados sobre a sua tecnologia: “Bioplastia, a plástica do terceiro Milênio” e “Bioplastia, a Plástica Interativa” (editado também na Venezuela como “Bioplastia – La Plástica Interactiva” pela Editora Amolca Caracas), além de diversos artigos escritos e publicados em livros e revistas nacionais e internacionais de sua especialidade. Mais informações: Centro Mundial de Bioplastia Clínica Nácul Rua Quintino Bocaiúva, 1086 Moinhos de Vento Porto Alegre - RS – Brasil Tel.: 51 3331.6200 Fax: 51 3330.2807 nacul@clinicanacul.com.br www.clinicanacul.com.br

14 | revista classic life

No padrão estético de beleza, a região glútea representa o maior ponto de atração para o homem brasileiro. A musculação seria uma importante auxiliar para desenvolver essa região, não fosse a estrutura muscular da mulher ser diferente da do homem no que se refere aos pontos de inserção muscular no quadril. Em virtude dessa diferença anatômica, o homem desenvolve com facilidade os músculos glúteos e a mulher, por mais que pratique malhação, terá dificuldades em desenvolver a musculatura dessa região. No intuito de solucionar esse problema, surgiram alguns recursos, tais como a prótese de silicone na região glútea, que se iniciou no México com o cirurgião plástico Fernando Ortiz Monastério. Posteriormente foram desenvolvidos os enxertos de gordura, por Jean Pierre Fournier (França), e mais modernamente a bioplastia, desenvolvida pelo cirurgião plástico Almir Moojen Nácul (Porto Alegre/RS - Brasil). A bioplastia é considerada uma revolução da cirurgia plástica por se tratar de uma plástica sem cortes, onde é possível modelar, empinar e aumentar o bumbum com resultados imediatos. É um procedimento muito seguro desde que se faça com material de qualidade e com profissional habilitado, que domine perfeitamente a técnica. A bioplastia é um procedimento interativo em que o paciente, através de um espelho, pode participar ativamente da transformação, não tendo surpresas quanto ao resultado. Assim sendo, toda

“A bioplastia é considerada uma revolução da cirurgia plástica por se tratar de uma plástica sem cortes, onde é possível modelar, empinar e aumentar o bumbum com resultados imediatos.” a mulher, independente da idade, pode ter o bumbum de seus sonhos, melhorando sua autoestima e se tornando mais autoconfiante. Isso tudo é feito com anestesia local, a mesma utilizada pelos dentistas. O procedimento dura em média uma hora e meia e, como não é necessária baixa hospitalar, o paciente pode entrar e sair caminhando. Pode sentar no mesmo dia e dormir na posição em que achar mais confortável. Além disso, o resultado é muito natural e mesmo um examinador, por mais experiente que seja, não conseguirá detectar visualmente ou pela palpação que há um implante, podendo pensar que o seu lindo bumbum é privilégio de sua natureza ou fruto de muita malhação. •


Sempre pensando na sua beleza e bem-estar!

Cabelo Corte Coloração Progressiva/Definitiva Photon Hair Nanoqueratinização Mega Hair

Estética Massagem Estética/Relaxante Limpeza de Pele Redux Drenagem Linfática pré e pós Cirurgia Mãos e Pés Manicure e Pedicure Podologia Unhas Decoradas Unhas Postiças Mais Maquilagem Depilação Noivas

AGORA COM UM NOVO ESPAÇO EM MAIS UM ENDEREÇO PARA VOCÊ!

Rua Osvaldo Aranha, 439 São Leopoldo - RS

Fone: (51) 3592.2058

Rua Independência, 545 São Leopoldo - RS

Fone: (51) 3578.1001


nutrição

ALIMENTAÇÃO Dra. Ana Paula Souza Nutricionista CRN 2556

SAUDÁVEL

PODE AJUDAR A MEMÓRIA Ao longo de 3 milhões de anos, o cérebro humano cresceu e aprimorou-se. Esse crescimento foi determinado pelos alimentos disponíveis na época. A base da alimentação era constituída por alimentos como frutas, nozes, vegetais, plantas silvestres, raízes, frutos do mar e peixes que são alimentos ricos em antioxidantes. Esses alimentos foram primordiais no desenvolvimento cerebral. Ocorre que, com a industrialização dos alimentos, os hábitos alimentares se tornaram diferentes dos alimentos que propiciaram o desenvolvimento cerebral. Essa mudança alimentar, que é considerada relativamente rápida em relação ao tempo que o cérebro demorou para desenvolver-se, pode não ser benéfica, ocorrendo estados anormais como a depressão, psicose, perda de memória, diminuição da inteligência, entre outros. Isso ocorre porque grande parte dos alimentos da atualidade que consumimos não contém todos os nutrientes que o cérebro necessita e, ainda, pioram seu desenvolvimento normal através de aditivos químicos utilizados em sua preparação. O cérebro precisa de nutrientes com base em sua memória evolutiva, de alimentos comuns a ele há 40 mil anos atrás, alimentos esses que são incompatíveis com a alimentação atual e industrializada. Entretanto, voltar no tempo para adotar uma alimentação daquela época é inconcebível, porém, seria coerente fazer uma adaptação na alimentação moderna, para um melhor funcionamento do cérebro.

Dra. Ana Paula Souza Nutricionista CRN 2556 Especialista em Fisiologia Humana - UEM; Especializando em Nutrição Funcional Necpar; Atende na Clínica de Nutrição Santé e na Santa Casa Saúde em Maringá/PR. Mais Informações: E-mail: anapaula@clinicadenutricao.com.br www.clinicadenutricao.com.br

16 | revista classic life

Dessa forma, para nos aproximarmos de uma alimentação mais saudável, devemos consumir alimentos ricos em gorduras ômega 3 que estão presentes em peixes gordos como salmão, cavalinha, sardinha, nozes e óleo de semente de linhaça. Evitar o excesso de ômega 6 presente em óleos vegetais, consumir carne vermelha de forma moderada, diminuir o consumo de sódio, açúcar e farináceos, adoçar os alimentos com mel ou açúcar mascavo, evitar o consumo de industrializados em geral e consumir muito o azeite de oliva extra virgem, óleo de canola e de linhaça. Esses alimentos, além das frutas e dos vegetais, contêm nutrientes benéficos ao cérebro e ao bom funcionamento do organismo proporcionando maior tempo de vida ao ser humano e de forma mais saudável. Sempre lembrando que a prática de atividades física também proporciona bem-estar ao cérebro e saúde e longevidade ao corpo, devendo estar presente no dia a dia de todas as pessoas. Dicas para o consumo ideal dos óleos essenciais ao bom funcionamento cerebral Para se manter as propriedades dos óleos prensados a frio, deve-se evitar aquecê-los para preservar seus compostos de aroma e suas propriedades medicinais, senão a vantagem da extração a frio é perdida. Esses óleos podem ser utilizados em saladas, pratos frios e em pães na substituição de manteigas e margarinas. Durante o preparo de alimentos aconselha-se adicionar os óleos o mais tarde possível para diminuir a exposição ao calor.


Todos os ômegas, inclusive o ômega 6, são benéficos à saúde, entretanto esse deve ser consumido em óleos que contenham mais ômega 3 do que ômega 6 como, por exemplo, o óleo de canola, o azeite extravirgem e o de linhaça, pois, em função da alimentação atual ser muito rica em ômega 6, estudos propõem a maior proporção de utilização dos ácidos graxos ômega 3 do que de ômega 6, pois o contrário pode promover disfunções celulares como o câncer, o diabetes, a artrite e deprimir o sistema imunológico contra tumores. O óleo da semente de linhaça é reconhecido como uma das mais ricas fontes de ômega 3, 6 e 9, sendo o único óleo com alta concentração de ômega 3 - cerca de 57% da sua composição. A raridade para se encontrar este ácido faz com que a linhaça tenha um destaque importante na alimentação. A deficiência da ingestão desse ácido pode causar disfunções vitais em nos-

so organismo. Já o óleo de oliva possui altas concentrações de ômega 9, uma gordura monoinsaturada que faz parte da dieta mediterrânea, tida como umas das mais saudáveis do mundo. A utilização desses óleos na dieta vem trazer excelentes propriedades funcionais e um perfeito equilíbrio entre os ômegas (ácidos graxos essenciais), que podem auxiliar na prevenção de doenças cardiovasculares, na manutenção de níveis saudáveis do colesterol, melhorar a função cerebral, combater os radicais livres e outras disfunções causadas pela alimentação moderna, tornando-se um ingrediente indispensável na alimentação. Observe na tabela abaixo as diferenças dos ácidos graxos nos óleos vegetais, lembrando que os melhores óleos vegetais são os ricos em gorduras monoinsatutadas e ômega 3 e os mais nocivos à saúde são os ricos em gorduras saturadas e ômega 6. •

Percentual em miligramas dos tipos de ácidos graxos nos óleos vegetais: Óleo

Saturado

Monoinsaturado

Ômega 6

Ômega 3

Linhaça

9

18

16

57

Canola

6

62

22

10

Soja

15

24

54

7

Azeite de Oliva Extra

14

77

8

1

Milho

13

25

61

1

Gergelim

13

46

41

0

Girassol (normal)

11

20

69

0

revista classic life | 17


INFORME PUBLICITÁRIO

Odontologia saudável é nosso maior compromisso. Dr. Alcir Rosolen CRO 8596

Especialista Mestre em Ortodontia e cursando Doutorado na mesma especialidade. Responsável Técnico da Clínica Dentalis.

Implante Dentário Responsável Técnico: Dr. Alcir Rosolen - CRO 8596

O que é o implante? Um implante dentário é um pequeno parafuso metálico. Este parafuso é de titânio e exerce a função de raiz. O implante é inserido diretamente no osso e o tempo de cicatrização é de 6 a 12 semanas, conforme o caso. Decorrido este tempo, é fixada no implante a coroa, a ponte ou a prótese.

Inserção do implante Os implantes dentários são inseridos no osso, através de uma intervenção feita no consultório, com anestesia local. Antes de ser colocada a prótese, o osso tem de se integrar ao implante, para que este possa ficar ancorado de forma duradoura. Este processo de cicatrização leva, conforme o caso, 6 a 12 semanas e chama-se osseointegração.

Dente com raiz

Principais vantagens dos implantes

Implante com coroa

• Os implantes aproximam-se bastante à natureza • Formam um fundamento estável para a prótese • Tornam o desgaste dos dentes vizinhos desnecessários • Dão uma estabilidade segura às próteses • Podem impedir a degradação do tecido ósseo

Implantes dentários podem ser a solução quando: • uma doença provoca a perda de dentes. Tanto na juventude como numa certa idade, uma periodontite, cáries ou outras doenças podem dar origem à perda dos dentes. • um acidente provoca a perda de dentes. Tal como durante a prática de algum esporte, bem como na vida do dia-a-dia, pode haver um pequeno acidente originando a perda de um dente. • os dentes faltam desde o nascimento. A falta de dentes pode ser originária de uma predisposição genética.

Cuidar dos dentes é cuidar também dos implantes Tal como os seus dentes naturais, os implantes também necessitam de um controle regular e de uma higiene oral cuidadosa. Os cuidados adequados contribuem para a longevidade dos seus dentes. Na Dental Fácil - Clínica Odontológica, o implantodontista irá passar-lhe todas as informações necessárias sobre os implantes e os cuidados necessários após os mesmos.


Temos o compromisso de oferecer aos nossos clientes uma clínica odontológica inovadora, com profissionais qualificados e especializados, equipamentos e materiais modernos. Tudo isso está reunido em um ambiente agradável e climatizado.

eral G a c i • Implantes • Ortodontia • Próteses • Clín

CLÍNICA ODONTOLÓGICA

EPAO 1909

Rua Independência, nº 538 (3º andar) e nº 927 (sobre loja) - Centro São Leopoldo / RS - Tel.: 51 3592.2020 E-mail: dentalfacil@brturbo.com.br

Dr. Alcir Rosolen CRO 8596

Rua Independência, nº 538 (3º andar) Centro - São Leopoldo / RS Tel.: 51 3592.9959 E-mail: dentalis.rs@ig.com.br


angiologia e cirurgia vascular

Dr. Adamastor Humberto Pereira Cirurgião Vascular e Angiologista CRM 6537

DOENÇAS VASCULARES: A PREVENÇÃO É O MELHOR REMÉDIO Boa parte das doenças vasculares não apresenta sintomas e, se não for tratada, pode ser cruel. Os aneurismas, que atingem mais de 5% da população acima dos 60 anos, podem ser definidos como uma dilatação localizada e permanente da parede arterial maior do que 50% do seu diâmetro normal. O que a maioria das pessoas não sabe é que esse problema afeta mais homens do que mulheres, numa proporção assustadora de quatro homens por uma mulher. Não se pode afirmar a causa dos aneurismas, mas um ponto comum é a degeneração das fibras da parede arterial que ocorre com a idade. Mas o aneurisma da aorta abdominal é um tema de suma importância e exige um alerta de toda população, pois geralmente não provoca sintomas. O paciente até pode sentir uma pulsação anormal no abdômen, o que pode ser confundido com outras doenças mais amenas ou mesmo uma simples indisposição, mas na maioria dos casos não há sintoma algum. Quando um paciente chega ao consultório sentindo dor abdominal de início agudo e de forte intensidade, é possível que o aneurisma já esteja em processo de rotura. É nesse ponto da doença que um dado assusta: a rotura do aneurisma se associa com mortalidade em cerca de 80% dos casos. Esse índice é muito alto e se dá porque a maioria dos brasileiros resiste ao procurar seu médico, fazer exames de rotina e, com isso, praticar a prevenção.

Dr. Adamastor Humberto Pereira Cirurgião Vascular e Angiologista CRM 6537

Quando o aneurisma é operado antes da ruptura, a mortalidade baixa consideravelmente ficando entre 1 e 5% dependendo, claro, das condições gerais de saúde do paciente. Quando se descobre um aneurisma, o paciente passa a fazer um acompanhamento médico e a necessidade do processo cirúrgico vai depender do tamanho da dilatação da aorta. Na cirurgia, nós colocamos uma espécie de enxerto, uma prótese de material sintético, bem aceita pelo organismo (biocompatível), substituindo a porção doente. No caso da endoprótese, na cirurgia endovascular, a colocação é feita dentro do aneurisma, excluindo-o da circulação. O paciente, depois de operado, pode levar uma vida quase normal, precisará somente manter o acompanhamento médico. Já quando o aneurisma rompe, ocorre uma hemorragia interna e o paciente precisa ser imediatamente levado ao hospital e submetido à cirurgia.

Professor Associado da UFRGS, Hospital de Clinicas de Porto Alegre; Mestre e Doutor em Cirurgia; Presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular Regional/RS.

A gravidade da doença não deixa dúvidas de que o melhor remédio ainda é a prevenção. Por isso, a população precisa ter consciência de que alguns hábitos são fundamentais para uma vida saudável. Os cuidados vão desde consumir alimentos leves como frutas e verduras, evitar gorduras, comidas artificiais e alimentos a base de amido e açúcar, não fumar e praticar exercícios regularmente.

Mais Informações: Fone: (51) 3311.6624 E-mail: adahpereira@yahoo.com.br

Se considerarmos todas as doenças vasculares, é importante salientar que dentre os fatores de risco mais altos está o sedentarismo. E quando eu me refiro aos exercícios,

20 | revista classic life


não estou falando somente de academias e corridas, uma simples caminhada no parque já traz um resultado efetivo na prevenção das doenças arteriais. As pessoas com mais idade, por exemplo, podem aderir também à hidroginástica, que tem uma movimentação interessante da circulação. Mas o importante, em relação aos aneurismas, é sempre controlar a pressão arterial. Uma pressão arterial controlada e estável é sempre recomendável. Quando houver qualquer alteração dessa medida, é necessário procurar um médico. Portanto, o controle da pressão, o combate ao sedentarismo e à obesidade contribui para reduzir a chance das doenças vasculares, mas ir ao médico regularmente também é de fundamental importância. As pessoas precisam perder o medo de procurar um especialista para fazer os exames que detectam essas doenças arteriais, pois quanto mais cedo elas forem descobertas, menos agressivo será o tratamento. Quem tem mais de 60 anos deve fazer os exames clínicos e ecográficos a cada ano. Para quem tem histórico familiar de AAA, as investigações devem começar a partir dos 40 anos.

Pensando nas urgências dessa e outras doenças, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Vascular – Regional Rio Grande do Sul (SBACV-RS) lançou a campanha “Mantenha-se em Circulação”, que terá duração de um ano e irá desenvolver palestras, peças gráficas, materiais informativos, notas e outras ações para divulgar formas de prevenção de problemas graves como varizes, doença arterial periférica, trombose e o aneurisma. A ideia é justamente conscientizar essa parcela grande da população que não faz seus exames regularmente. É sempre importante lembrar que qualquer doença quando detectada em fase inicial tem maior chance de cura. O medo de descobrir alguma dessas doenças faz com que muitas pessoas prolonguem a ida ao consultório. Por isso nós convidamos cada um dos gaúchos a contribuir com nossa proposta, seja na divulgação com os vizinhos, familiares e amigos ou mesmo no cuidado com sua própria saúde. Essa campanha vem mostrar à população que enfrentar os medos e anseios é muito mais fácil que se deparar com alguma doença vascular. •

Sintomas Geralmente esses aneurismas são assintomáticos. Por ser uma artéria muito profunda no abdome, somente dá sintomas ou quando está muito dilatada ou quando começa apresentar complicações. Fique atento: Sensação de que há um “coração na barriga” por uma pulsatilidade exagerada da aorta (por estar dilatada), é o sintoma mais frequente.

Dor lombar por compressão do aneurisma na coluna vertebral lombar pode ser sinal de corrosão dos ossos pela dilatação da artéria. Sinais de isquemia (falta de circulação), com pontos arroxeados na pele, por microembolização dos dedos dos pés é outro sintoma possível.

Tratamentos Observação e acompanhamento Alguns aneurismas são descobertos com um diâmetro (tamanho) pequeno. Uma aorta normal tem, em média, 2 cm de diâmetro no abdome. A indicação cirúrgica é recomendada quando o aneurisma adquire aproximadamente 5 a 5,5 cm de diâmetro. Até essa medida, podemos acompanhá-lo atenciosamente com ultrassom semestral. Tratamento Cirúrgico O tratamento cirúrgico do aneurisma aórtico abdominal existe há aproximadamente 50 anos e evoluiu muito até hoje. Trata-se da substituição do segmento aórtico dilatado por uma prótese tubular ou bifurcada. É uma cirurgia de grande porte, feita por uma incisão abdominal, necessitan-

do de internação habitual por 5 a 7 dias em média, com pelo menos 1 dia em unidade de terapia intensiva. Tratamento Endovascular Essa técnica consiste no implante de uma prótese aórtica sem incisões abdominais e, dessa forma, menos invasiva. É introduzido, através de cateteres, pelas artérias femorais (na virilha) tubos por onde o sangue da aorta vai passar. O controle do implante é feito com raio X. Apesar de ser uma técnica com índices de mortalidade e complicações operatórias até 30 dias menores que a cirurgia tradicional, ainda pode ser considerada uma técnica em constante evolução e aprimoramento.

revista classic life | 21


saúde

SUPLEMENTAÇÃO ALIMENTAR Adriano Inácio de Rosa Profissional de Educação Física Cref 010515-G/RS

QUANDO E COMO UTILIZAR? Na busca pelo corpo perfeito, é comum encontrar quem utilize de tudo para alcançar seu objetivo. Exercícios físicos, dieta, tratamentos estéticos e mais uma infinidade de práticas são adotadas para mudar os hábitos e finalmente ficar de bem com o espelho. Nessa jornada, a alimentação tem um papel fundamental e, ao tentar otimizar os resultados, muitos pecam adotando de forma indiscriminada a suplementação alimentar. Estudos revelam que cerca de 61% dos frequentadores de academia usam produtos para acelerar a queima de gordura e, ao mesmo tempo, ganhar músculos rapidamente. Nos últimos anos sua utilização vem aumentando consideravelmente. Entretanto, seu consumo associado à dieta e exercícios tem sido muito questionado.

Adriano Inácio de Rosa Profissional de Educação Física Cref 010515-G/RS Graduado pela Feevale em 2007; Diretor e professor responsável pela Sport Fitt Academia – São Leopoldo/RS; Certificado pela UGF para treinamento de Fisiculturismo e Recursos Ergogênicos (Dopping); Técnico em Musculação e Personal Trainer com ênfase em Preparação Física Moderna e Avançada, Alongamento, Flexibilidade e Relaxamento; Credenciado a Fit Pro / Radical Brasil podendo ministrar aulas de Kimax e Top Ride; Certificado pela CBJJ para Regras e Treinamento Técnico de Jiu Jitsu e Luta Olímpica. Mais Informações: Sport Fitt Academia Rua Brasil, 100 – Centro São Leopoldo/RS Fone: (51) 3589.7026 contato@sportfitt.com.br

24 | revista classic life

Como é afirmado pela maioria dos profissionais da área, a combinação de uma dieta equilibrada com um treinamento inteligente, garante a melhora no desempenho esportivo. Porém, isso não deve ser generalizado. É extremamente importante fazer uma avaliação de constituição genética, alimentação utilizada e intensidade de treinamento de cada indivíduo, antes de receitar uma suplementação alimentar. Os suplementos são alimentos transformados pela tecnologia que são utilizados como reforço e complementação da dieta alimentar de esportistas e praticantes de atividades físicas. São indicados somente para atletas que não ingerem alimentos suficientes para suprir as cerca de 3 mil calorias gastas diariamente. Ou seja, são desnecessários para 80% dos malhadores de academia. O que vem acontecendo comumente de maneira equivocada é a indicação desses suplementos. Essa prática deve ser evitada, já que o uso incorreto pode acarretar malefícios ao organismo. Caso haja necessidade, somente profissionais especializados podem receitar uma suplementação alimentar. Para que servem os suplementos alimentares? Não pense que os suplementos são grandes vilões, pelo contrário. Eles foram desenvolvidos para fornecer uma dose extra de nutrientes ao organismo de superatletas que buscam melhorar sua performance nas competições e treinos. Porém, seu consumo cresceu muito nos últimos anos entre praticantes de atividades físicas que não precisam desses acréscimos na dieta e por isso cabe um alerta. Não existem evidências de que os suplementos façam alguma diferença no desempenho do exercício para esportistas recreativos que comem de forma adequada. Além de não trazer bons resultados, consumidos de forma indevida, alguns produtos provocam efeitos colaterais como suor excessivo, aceleração dos batimentos cardíacos, aumento da pressão arterial, insônia, alteração na percepção da dor e cansaço, entre outros.


Suplementos mais utilizados Entre os suplementos mais utilizados por esportistas estão: proteínas, aminoácidos, antioxidantes, carboidratos, vitaminas e minerais, além de bebidas isotônicas. Bebida isotônica: para hidratar e repor carboidratos, não apresenta efeitos negativos. Porém, diabéticos e hipertensos devem consultar um médico antes de ingeri-la. Vitaminas e minerais: para suprir deficiências dos gastos calóricos durante o treino. Deve-se ter cautela com as vitaminas A e D, que tendem a se acumular e podem causar intoxicação, problemas gastrointestinais e neurológicos. Já a vitamina C eleva as chances de cálculos renais. Hipercalóricos: prometem aumentar a massa muscular ou repor a energia eliminada na malhação, mas por serem ricos em calorias, acabam engordando se não utilizados na dose correta para cada pessoa. Proteínas e aminoácidos: ampliam os músculos e melhoram o desempenho físico. Entretanto, aumentam os níveis de ácido úrico e a quantidade de gordura localizada, além de causar diversas complicações nos rins. Creatina: torna maior a musculatura naqueles que praticam esportes de alta intensidade e curta duração. Entre os malefícios, pode causar retenção de água e toxinas e provocar inchaço, dando a falsa impressão de aumento da massa magra. Maltodextrina, gel de carboidrato e bebidas de recuperação: prometem fornecer energia, possibilitar a queima de gordura e recuperar o estoque de energia no músculo. Entretanto, podem engordar e provocar intolerância gástrica.

Fat buner: promete queimar gordura. Mas, por outro lado, desencadeia taquicardia, arritmia e desidratação por causa da produção de suor excessivo. Tome cuidado O grande problema nessa situação não é a suplementação, mas seu consumo indiscriminado que é estimulado pela promessa de se conquistar um corpo atlético sem muito esforço. Por não ser enquadrado como medicamento, tem a venda liberada e sem controle algum. Mais uma vez, vale a dica: um corpo saudável é conquistado com a alimentação correta, prática de exercícios físicos com acompanhamento de profissionais e acompanhamento médico. Para saber se existe a necessidade de repor algum nutriente em sua alimentação, procure um profissional idôneo. Somente assim você estará cuidando da sua saúde. •

BCAA: promete prevenir ou retardar a fadiga em exercícios de resistência, porém, costuma sobrecarregar os rins e o fígado com toxinas, especialmente em quem já tem predisposição a esses males.

revista classic life | 25


turismo

HERANÇA

E TRADIÇÃO PERU REÚNE CULTURA E RELIGIOSIDADE EM HERANÇAS DEIXADAS POR SUAS ANTIGAS CIVILIZAÇÕES

por Sabrina Gisele Becker

26 | revista classic life


Herdeiro de culturas milenares traduzidas em sua rica tradição, o Peru é um destino privilegiado para o turismo. Traz em sua história a marca de inúmeras civilizações indígenas, além da colonização espanhola. Com mais de 28 milhões de habitantes, é um dos três países das Américas em que os povos indígenas constituem a maioria da população, sendo acompanhado pela Bolívia e pela Guatemala. Embora conhecido por períodos de instabilidade na economia, as belezas naturais, as ruínas de seus antepassados e a história tatuada em seu solo fazem do Peru o destino ideal para quem busca conhecer destinos ricos em beleza e singularidade. Caminhos que falam Limitado por Equador, Colômbia, Brasil, Bolívia e Chile, o Peru tem seu litoral banhado pelo Oceano Pacífico. Foi esse território que abrigou a civilização de Caral, uma das mais antigas do mundo, bem como o império Inca, considerado o maior estado da América pré-colombiana. Foi elevado a vice-reinado pelo Império Espanhol no século XVI. República presidencialista democrática dividida em 25 regiões, conta com uma geografia variada e exibe desde planícies áridas da costa do Pacífico, até os picos nevados dos Andes e à floresta amazônica, proporcionando uma grande variedade de recursos naturais.

Muito tempo antes dos Incas, surgiu ao norte de Lima, capital do Peru, a civilização Caral. Posteriormente, os Chavín instalaram-se na serra norte, obtendo significativos avanços na arquitetura, engenharia e agricultura. Já na costa norte a civilização Moche é reconhecida pela sua cerâmica realista e seus templos piramidais. Nesse mesmo cenário surgiram posteriormente os Chimú, cujo legado mais conhecido é a cidadela de Chan Chan, um imenso labirinto de muralhas de barro de 12 metros de altura e refinado trabalho arquitetônico. O Peru também foi habitado, ao sul, pelos Nasca que trouxeram suas impressionantes figuras gravadas sobre a pampa desértica e os Paracas, cujos mantos de seus cemitérios dão testemunho da visão mágico-religiosa que regia a vida dessa civilização. Os Incas A civilização Inca, a mais importante da América do Sul, surgiu séculos depois, entre 1300 e 1500, convertendo Cusco no centro de sua civilização, onde construíram importantes obras como Sacsayhuaman, Písac ou o Koricancha. Nessa terra mito e história se fundiram, mostrando que os caminhos dos Incas, os povos, as pessoas e as tradições são uma mostra constante do sagrado e monumental espírito andino.

Essa nação em desenvolvimento possui uma população multiétnica com alto grau de mestiçagem, englobando ameríndios, europeus, africanos e asiáticos. Embora o idioma oficial seja o espanhol, um grande número de peruanos fala quechua e outras línguas nativas. Essa é uma das provas de que a mistura de tradições culturais produziu uma diversidade de expressões nas artes, na culinária, na literatura e na música.

Os Incas adoravam terra (Pachamama) e o sol (Inti). O Inca, soberano do Tahuantinsuyo, considerava-se sagrado e filho do sol, por isso que as lendas relatam que o sol enviou seus filhos (Manco Cápac e Mama Ocllo ou os quatro irmãos Ayar e suas mulheres) para fundar Cusco, cidade sagrada e centro do Tahuantinsuyo. Sua expansão até a Colômbia, Chile, Argentina, Bolívia e Equador é atribuída a sua extraordinária capacidade de organização.

Uma história contada por várias civilizações É inevitável que ao pensar no Peru imediatamente lembre-se das imagens de Machu Picchu e do império fundado pelos Incas. Seu impressionante patrimônio arqueológico herdado por suas civilizações mais antigas pode ser visto pelos caminhos que são testemunhas de sua arte, costumes, ritos e desenvolvimento. Porém, a civilização Inca surgiu bem mais tarde e sua história ocupa apenas um século dentro dos 20 mil anos da presença do homem no território peruano.

Centenas de anos depois, a herança dessa civilização pode ser observada em cada canto do Peru, em monumentos que sintetizam a espiritualidade, a imaginação e a criatividade de seu povo. Principais pontos turísticos Cidade de Cusco e Machu Picchu Patrimônio Mundial desde 1983, está localizada ao sul dos Andes peruanos à 3250 metros de altitude. Conhecida pelos >

revista classic life | 27


turismo

Incas como a “Cidade Sagrada”, Cusco é a capital de um dos principais impérios précolombianos: o Tahuantinsuyo. Machu Picchu, localizada ao sul dos Andes peruanos, é a principal atração de Cusco, uma vez que é considerada como o exemplo mais extraordinário da arquitetura paisagística do mundo. Situada no topo de uma montanha que domina o profundo cânion do rio Urubamba, em plena selva tropical, acredita-se que foi um centro de culto e de observação astronômica ou o recinto privado da família do inca Pachacútec. Complexo arqueológico de Chavín Um dos lugares sagrados mais antigos da América, o sítio arqueológico de Chavín representa a síntese do desenvolvimento da cultura andina. Foi construído totalmente de pedra, com corredores subterrâneos e várias estruturas piramidais. Em seu interior podem ser apreciadas figuras em baixo relevo, nos arcos e nas colunas, que combinam caracteres felinos, de aves rapinas e de serpentes, elementos sempre presentes na iconografia Chavín. Parque Nacional Huascarán Segundo parque mais alto dos Andes da América do Sul, Huascarán constitui o coração da cadeia montanhosa tropical mais alta do mundo. Suas altas superfícies planas e o cume glacial superam os 6000 metros de altura, abrigando diversas espécies de fauna como o condor, a vicunha, o cervo de rabo branco, o puma, a vizcacha, o gato e o zorro andino. O parque Huascarán possui 27 montanhas, 663 glaciais, 269 lagos e 41 rios. Zona Arqueológica de Chan Chan Conhecida internacionalmente como a maior cidadela de barro do mundo pré-hispânico, Chan Chan significa “sol, sol” na língua Yunga. A cidade foi centro urbano com um vasto estado regional que dominou a metade da costa peruana desde Tumbes e a fronteira com Equador até o sul de Lima.

28 | revista classic life


Parque Nacional do Manu Situado entre as províncias do Manu (Madre de Dios) e Paucartambo (Cusco), compreende os territórios do sopé dos Andes Orientais na selva amazônica peruana. A área está habitada por inúmeras tribos indígenas que dividem o espaço com mais de 20 mil variedades de plantas, 200 espécies de aves, 200 espécies de mamíferos, além de répteis, anfíbios e insetos.

Centro Histórico de Arequipa Segunda maior cidade do Peru, Arequipa está situada ao sul dos Andes peruanos e também é conhecida como a “Cidade Branca”, pelas pedras vulcânicas com as quais são construídas as casas e os edifícios públicos da cidade. Nos arredores de Arequipa existem inumeráveis atrações turísticas como os cânions de Colca e de Cotahuasi, esse último é o mais profundo do mundo.

Centro Histórico de Lima Lima, conhecida como a Cidade dos Reis, foi desde sua fundação um oásis da cultura e da elegância na América Espanhola. Igrejas de estilo barroco e renascentista e palácios com sacadas estilizadas constituem sua notável arquitetura. É uma cidade que oferece ao visitante várias opções para encontrar-se com sua história por meio de museus, galerias de arte, lugares de recreação e sítios arqueológicos pertencentes a civilizações anteriores à época inca.

Caral Uma das 18 bases arqueológicas identificadas no vale, Caral está constituída por uma série de conjuntos arquitetônicos como a Pirâmide Maior, a Pirâmide do Anfiteatro e o Setor Residencial de Elite. O vento sopra com força sobre as areias de Caral, força viva que, talvez, os antigos povoadores buscaram reproduzir através das suas flautas. Feitas de osso de condor e pelicano, as primeiras 32 flautas encontradas no sitio arqueológico significaram uma das maiores surpresas de Caral. •

Linhas de Nazca A duas horas de Ica, as incríveis linhas que traçam diversas figuras de animais, aves e divindades, cobrem o deserto numa extensão superior a 450 km2. As linhas de Nasca, descobertas em 1927, são a herança mais importante deixada pela cultura homônima, uma civilização que floresceu em 300 a.C. Em alguns casos, as linhas atingem uma longitude de 300 metros e, por isso, somente podem ser vista do alto.

Fonte: www.peru.info

revista classic life | 29


ELE ÉA CARA

DO BRASIL CAFÉ ALIA O PRAZER DA DEGUSTAÇÃO A INÚMEROS BENEFÍCIOS PARA A SAÚDE por Sabrina Gisele Becker


gastronomia

Uns defendem de maneira veemente seu uso no dia a dia, seja no café da manhã, seja nos pequenos intervalos do trabalho. Outros afirmam que é um verdadeiro vilão para quem sofre de insônia e outros males. Porém, existe algo que não se pode negar e que não entra nessa discussão: o café é o queridinho do Brasil e até do mundo. São raras as pessoas que não fazem uso dessa bebida tão popular pelo menos uma vez ao dia, no café da manhã, durante o expediente ou logo depois do almoço. Junto ao prazer da degustação, unem-se os benefícios trazidos por doses moderadas da bebida. Estudiosos já consideram o café um alimento funcional que previne doenças e até mesmo nutracêutico, ou seja, que proporciona benefícios tanto para a manutenção da saúde quanto para fins terapêuticos, incluindo o tratamento de doenças.

e na prevenção de alguns tipos de câncer, como o de cólon e o do reto. Existem ainda pesquisas recentes que apontam que algumas substâncias presentes no café podem ajudar a prevenir demências e o Mal de Alzheimer, além de retardar a deterioração mental em mulheres idosas e de atuar sobre a memória de portadores de doenças degenerativas, uma vez que a cafeína age como um estímulo no sistema nervoso central.

Além da famosa cafeína, ele ainda é rico em sais minerais, como potássio, cálcio, zinco, ferro e magnésio, contém vitamina B, uma grande quantidade de ácidos clorogênicos, antioxidantes naturais e nutrientes que ajudam na prevenção da depressão e de suas consequências, tais como o tabagismo, alcoolismo e consumo de drogas. Especialistas recomendam o consumo de 3 a 4 xícaras diárias de café, o que representa cerca de 500 mg de cafeína, que estimula a atenção, concentração, memória e aprendizado. Seu consumo diário e moderado pelos adultos pode ainda auxiliar no combate à depressão, a quarta maior causa de morte no mundo nos dias atuais, que pode chegar a ser a segunda até 2020, conforme informações da OMS.

O fruto e a origem da bebida O café é fruto do cafeeiro e pertence ao gênero Coffea da família das rubiáceas, do qual existem mais de sessenta espécies e inúmeras variedades. Dentre essas, as de maior importância econômica são a coffea arábica, de maior cotação no comércio internacional por suas qualidades de aroma e sabor, e a coffea robusta ou canephora. Embora a planta cultivada cresça bem menos do que em estado nativo, fornece maior quantidade de frutos. Seu caule possui casca cinzenta e rugosa e as folhas, agudas e onduladas nas margens, são verde-escuras. Tem flores brancas e seu fruto é vermelho quando maduro e quase preto depois de seco, com duas sementes.

Além de todos esses benefícios, estudos realizados na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, concluíram que o consumo de cerca de seis xícaras de café por dia podem diminuir o risco de desenvolvimento do diabetes tipo 2 em 28%. Esse resultado ocorre devido aos antioxidantes que ajudam a controlar o dano causado às células que contribuem para o desenvolvimento da doença. E uma notícia que agrada a todas as mulheres: esses mesmos antioxidantes também são substâncias que combatem a temida celulite. Um outro estudo, esse feito na Universidade de Vanderbilt, também nos Estados Unidos, provou que homens que bebem café regularmente previnem-se em 80% do desenvolvimento do mal de Parkinson. A bebida ainda reduz o colesterol, auxilia no combate de doenças coronárias, no processo de emagrecimento

Apesar de sua história não ser clara, sabe-se que a palavra “café” deriva do árabe qahwah. Porém, alguns etimologistas a relacionam com Kaffa, província da Etiópia de onde a planta é nativa. De lá teria passado para a Arábia, onde iniciaria o consumo da bebida já no século XV. Seu cultivo se desenvolveu e o Iêmen permaneceu como principal fornecedor mundial até o século XVII.

Embora ao pesar prós e contras conclua-se que os impactos positivos do café superem os negativos, deve-se consumir no máximo seis xícaras da bebida por dia, para não haver saturação de cafeína. Outra informação importante é que o café feito em casa deve ser ingerido até 15 minutos após ter sido coado, pois, depois desse período, oxida.

A descoberta do efeito estimulante do café é envolta em lendas, cuja principal remete ao pastor Kaldi. Em 850, ao ver a agitação das cabras de seu rebanho, após a ingestão de alguns frutos do cafeeiro, ele teria provado o fruto, comprovando seu poder excitante. Já outras fontes conferem o crédito da descoberta a um monge árabe, o primeiro a preparar uma infusão com >

revista classic life | 33


gastronomia

sementes de café a fim de livrar-se do sono que o impedia de realizar suas orações noturnas. No início do século XVI, em Meca, cidade santa dos muçulmanos, o café era muito consumido, mas não tardou a ser condenado pelas seitas mais ortodoxas do islamismo por teoricamente contrariar o Alcorão, tendo seu uso proibido. Essa proibição foi abolida em 1526 e tanto a agricultura como o comércio do café desenvolveram-se em toda a península arábica, até chegar à Turquia e depois à Europa, no decorrer dos séculos XVI e XVII. Para a América a planta teria sido levada em 1607, pelo capitão John Smith, fundador da Virgínia. No princípio do século XVII, os navios da Companhia das Índias Orientais traziam grandes cargas de café do Oriente. Já o primeiro estabelecimento para servir café ao público foi aberto em Constantinopla, em 1550. Posteriormente, as primeiras casas de café surgiram em Veneza, em 1591, em Londres, em 1652, e em Marselha em 1671. A partir de 1670, estabelecimentos semelhantes difundiram-se pelas grandes cidades dos Estados Unidos. Com a popularização do uso do café, seu cultivo espalhou-se pelo mundo. No Brasil o consumo cresce O consumo de café no Brasil aumenta a cada ano, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria do Café (ABIC). Em 2009 o consumo aumentou 740 mil sacas e saltou de 17,65 milhões, em 2008, para 18,39 milhões de sacas. O consumo per capita foi, em 2009, de 5,81 kg de café em grão cru, ou 4,65 kg de café torrado, quase 78 litros por pessoa por ano, registrando uma evolução de 3% em relação ao período anterior. Os brasileiros estão consumindo mais xícaras de café por dia e diversificando as formas da bebida durante o dia, adicionando ao café filtrado/ coado consumido nos lares, os cafés ‘expressos’, cappuccinos e outras combinações com leite. Para 2010 a ABIC projeta um crescimento de 5% em volume, o que elevaria o consumo para 19,31 milhões de sacas. As vendas do setor em 2009 podem ter atingido R$6,8 bilhões e espera-se que cheguem a R$7,1 bilhões neste ano. • Fontes: Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC) www.cafearanas.com.br

34 | revista classic life


Acrescente um toque de saúde à sua vida! A Revista Classic Life traz muito mais informações para deixar seus leitores mais saudáveis em todos os sentidos. Assuntos sobre saúde e bem-estar são abordados sempre com a preocupação de oferecer o que há de mais atual e confiável para leitores exigentes e com grande poder de decisão e consumo. Não deixe sua marca fora do alcance de quem procura oportunidades e serviços diferenciados buscando sempre o requinte associado à qualidade de vida. Acesse www.classiclife.com.br e saiba mais.

• Periodicidade: Trimestral • Tiragem: 10.000 exemplares • Distribuição GRATUITA e DIRIGIDA para o público das classes A e B, nos melhores pontos de Porto Alegre e Vale do Sinos.

saúde • bem-estar • estilo de vida

Para anunciar, fale conosco: (51) 3588.5068 | (51) 9825.3645 | e-mail: classiclife@classiclife.com.br


PONTOS DE DISTRIBUIÇÃO A Revista Classic Life tem distribuição GRATUITA e DIRIGIDA para o público das classes A e B nos melhores pontos de Porto Alegre e Vale do Sinos. Sua distribuição é feita em hotéis; shoppings centers; restaurantes, cafés & pubs; clínicas de medicina, odontologia, nutrição, psicologia, fisioterapia; laboratórios de análises clínicas; estéticas; spa´s; academias e centros desportivos e agências de turismo. Pensando em você, selecionamos alguns locais onde você poderá retirar seu exemplar gratuitamente.

PORTO ALEGRE | RS

Café e Gastronomia

Café e Gastronomia

VALE DO SINOS | RS

APOIO O conteúdo publicado nesta revista possui caráter meramente informativo. As matérias e/ou artigos aqui publicadas não devem ser usadas para a execução de diagnósticos, procedimentos ou tratamentos sem prévia orientação médica ou de um profissional de saúde especializado. NÃO TOME NENHUM MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.

38 | revista classic life


Profile for Classic Life

Classic Life | Edição 18  

A revista Classic Life é uma publicação voltada para a área de saúde, qualidade e estilo de vida. Saiba mais acessando: www.classiclife.com...

Classic Life | Edição 18  

A revista Classic Life é uma publicação voltada para a área de saúde, qualidade e estilo de vida. Saiba mais acessando: www.classiclife.com...

Advertisement