Page 1

cidade

Ameaça de interdição

Transalvador responde

Em 3/4, rodoviários anunciaram uma possível interdição, caso a Transalvador não atenda aos pedidos de melhores condições. “A situação é calamitosa”, queixa-se Manoel Machado. A última reforma foi em 2000.

A Transalvador, responsável pela estação, informou que as reivindicações estão sendo atendidas, com a contratação de fiscais de fila, manutenção dos sanitários e reforço da iluminação, além de troca de peças sanitárias.

cidade@jornaldametropole.com.br

Estação do abandono

130 mil passageiros e rodoviários lidam com má conservação, sujeira e violência na Estação Pirajá Fotos Darío Guimarães Texto Clarissa Pacheco

clarissa.pacheco@jornaldametropole.com.br

BANHEIROS SUJOS, bebedouros quebrados, lixo, proliferação de ambulantes. O posto de saúde não funciona, e os assaltos e arrastões são constantes. Este é o cenário da segunda maior estação de transbordo de Salvador: a Estação Pirajá. Pelo terminal, circulam diariamente 130 mil passageiros, em 38 linhas de ônibus, com fluxo de 170 veículos por hora. De lá, saem linhas para toda a cidade. Mas a estação enfrenta problemas estruturais e de manutenção há pelo menos quatro anos. “Antes, para entrar, era preciso passar pela portaria e registrar passagem. Agora, não. O acesso é livre, jogam futebol, usam drogas”, denuncia o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Manoel Machado.

Usuários reclamam de falta de fiscais e desvio de rota dos ônibus

Cada dia pior Não são apenas motoristas e cobradores, que passam todos os dias pela estação, os atingidos pelos problemas. A população reclama do abandono. Segundo Machado, até os fiscais da Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador (Transalvador) são agredidos. Sem policiais no local — o módulo foi metralhado e a mudança para outra sala não aconteceu — passar por lá implica risco de assalto. A estudante Letícia Gonçalves, 19, diz que “os banheiros são pontos de drogas e sexo, e a energia é cortada frequentemente por usuários de drogas e pedintes”. 12

No lugar da portaria da Estação Pirajá, há um ponto de mototaxistas

Sem bebedouros, rodoviários bebem água direto da torneira na garagem Salvador, 13 de abril de 2012

Estação do abandono  

Matéria publicada no Jornal da Metrópole de 13.4.2012Texto: Clarissa PachecoFotos: Darío Guimarães

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you