Page 1

Boletim Informativo CIESP Leste Centro das Indústrias do Estado de São Paulo

Distrital Leste

Edição 26 Março 2017

O Brasil pós-Carnaval Serviço Consulte o Núcleo Jurídico Pág. 4

Aconteceu Palestra: Seleção por Competências Pág. 5

Nossa História A perseverança da MDR Borrachas Pág. 4

Agenda Painel com Empreendedoras de Sucesso Pág. 6


Editorial

PRIVATIZAÇÕES

COMEÇAR DE NOVO!

COMEÇA O PPI - PROGRAMA DE PARCEIRA DE INVESTIMENTO Com objetivo de gerar empregos e crescimento para o Brasil, por meio de novos investimentos em projetos de infraestrutura e de desestatização, o governo federal criou, em setembro de 2016, o Programa de Parceria de Investimentos (PPI). Sob a denominação de Projeto Crescer, espera-se que as concessões e privatizações propostas possibilitem oportunidades de negócios e propiciem a retomada do crescimento.

O Carnaval passou e, esperamos que o Brasil comece a caminhar novamente. Agora em março começam as licitações do Programa de Parceria de Investimentos (PPI). O que isto tem a ver com a indústria? Primeiro, somos usuários de infraestrutura. Segundo, essas concessões e privatizações fazem a roda da economia girar. Com isso, podemos vislumbrar um futuro melhor para os nossos negócios. Abrir novos nichos de mercado é o que ensinam 10 entre 10 consultores de negócios. Com os associados do CIESP Leste não é diferente! Na coluna Nossa História, Mauro Peres, diretor da MDR Artefatos de Borracha conta o que aprendeu com outros industriais no Clube de Empresários e ainda indica os cursos de aperfeiçoamento profissional e pessoal que a casa oferece. Na mesma linha, o Painel com Mulheres Empreendedoras, realizado pelo Núcleo de Mulheres Empreendedoras, é destaque de nossa Agenda de março. Não esqueçamos que neste mês comemoramos do Dia Internacional da Mulher! No Informe Jurídico, o advogado Eduardo Correa

e Silva, coordenador do NJUR, explica a desburocratização para obtenção de licenças ambientais. Por falar em NJUR, você sabe como consultar o Núcleo Jurídico do CIESP Leste? Na seção Serviços contamos o que faz esse Núcleo e como participar dele. Em Aconteceu, destacamos o sucesso da palestra “Seleção por Competências”, que acabou virando um curso por exigência dos próprios participantes. Façamos de 2017 o marco de nossa jornada! Que seja como a luz no final do túnel, um recomeço para a árdua tarefa de recompormos o nosso País. Confiemos em nossas instituições eleitas e na Justiça brasileira. Nós vamos virar esse jogo e sair dele de cabeça erguida! Venha para o CIESP, utilize os nossos serviços e faça parte deste novo começo! Ricardo Martins Diretor titular do CIESP Leste

“N

o ano passado, a Lei nº 13.334 criou o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), designando todos os empreendimentos públicos de infraestrutura que podem ser executados por meio de contratos de parceria, celebrados pela administração pública e o setor privado. Em setembro, quando o PPI foi lançado, o governo federal anunciou 34 projetos destinados à concessão da iniciativa privada. Fazem parte dessa lista também os projetos do Programa Nacional de Desestatização. “Nós precisamos restabelecer a imagem do Brasil como um País sério, um País que há correção, que há respeito, que há segurança jurídica, que os contratos são firmados e respeitados, que não muda as regras a toda hora”, alega o ministro Moreira Franco, coordenador do PPI. O programa inclui rodovias, ferrovias, terminais portuários, mineração, geração e distribuição de energia e saneamento.


BOLETIM INFORMATIVO DO CIESP LESTE • PÁG. 03

EDITAIS Agora, em 2017, Temer pretende conceder à iniciativa privada a administração de aeroportos, rodovias, ferrovias, portos, além de blocos para a exploração de petróleo. Outros projetos do PPI devem ser licitados no ano que vem. O coordenador do PPI diz que o cumprimento dos prazos é fundamental para o sucesso do programa. “O governo seguirá com a intensa agenda prevista para o PPI no começo de 2017, observando prazos e compromissos assumidos na busca obstinada da garantia de previsibilidade, transparência e segurança jurídica em todos os processos de concessão”, ressalta. A 1a licitação, prevista para o dia 16 de março, estabelece a transferência da administração dos aeroportos de Porto Alegre, Florianópolis, Salvador e Fortaleza. O governo espera arrecadar, no mínimo, R$ 3 bilhões em outorgas com as concessões. Ainda em março, no dia 23, está marcado o leilão para arrendamento de duas áreas e infraestruturas públicas para movimentação e armazenagem de granéis líquidos, localizadas no Porto de Santarém (PA). Dois outros editais de concessões devem ser lançados no primeiro semestre de 2017. São eles os trechos das BR-364/365, entre Goiás e Minas Gerais; e das BR101/116/290/386, no Rio Grande do Sul. A previsão é que os esses leilões aconteçam no segundo semestre. Até o final de 2018, também devem ser leiloadas a Ferrovia Norte-Sul, que passará por São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Tocantins; a chamada Ferrogrão, que integrará o Mato Grosso e o Pará, e a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), na Bahia.

Paulo Skaf, presidente do CIESP/FIESP, ressalta que as concessões e parcerias público-privadas são mecanismos com potencial de levar à retomada do crescimento, tema sobre o qual há no momento preocupação muito grande. “Precisamos parar de assistir a este fechamento de empresas, este enfraquecimento do setor produtivo. Os investimentos em infraestrutura são de resposta lenta, mas começar a fazê-los agora é muito bom para o País. Isso ajuda a gerar empregos e a retomar a confiança”, informa. MOREIRA FRANCO Até o início do ano, o PPI era executado pela Secretaria de Parceria de Programas de Investimentos, encabeçado pelo então secretário Wellington Moreira Franco. Já em fevereiro, Temer o nomeou ministro da Secretaria Geral da Presidência, o que criou certo constrangimento ao governo, uma vez que com o status de ministro, Moreira Franco passa a ter foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal. Ele é citado, no âmbito da Lava Jato, sob a alcunha de “Angorá”, na delação premiada de Cláudio Mello Filho, ex-executivo da Odebrecht. Ao dar posse ao ministro, o presidente Michel Temer disse que a iniciativa é “apenas uma formalização”.


Serviço

BOLETIM INFORMATIVO DO CIESP LESTE • PÁG. 04

CONHEÇA O NÚCLEO JURÍDICO DO CIESP LESTE No próximo dia 27 haverá mais um encontro mensal com o Núcleo Jurídico (NJUR) do CIESP Leste. Nessas reuniões, abertas para associados e não associados, os participantes discutem formas de aproximá-los das entidades representativas, governamentais ou sindicais. “Representamos as indústrias da zona Leste e podemos sugerir ações judiciais conjuntas, caso se apresentem temas que sejam prejudiciais ao desenvolvimento industrial”, explica Eduardo Correa da Silva, coordenador do NJUR.

do CIESP, que estudará o ajuizamento de ação judicial para atender os interesses de todo o corpo associativo”, indica.

O coordenador esclarece que o NJUR não representa causas individuais ou particulares, mas que pode esclarecer as dúvidas frequentes dos associados por meio de consultas e elaboração de pareceres a respeito de assuntos que afetam toda a categoria ou segmentos industriais. “Caso haja necessidade podemos levar o assunto ao Departamento Jurídico central

Serviço: Reunião do Núcleo Jurídico do CIESP Leste Data: Segunda, 27 de março, das 18h às 19h30 Local: CIESP Leste – Mooca (Rua Natal, 285 – Mooca – São Paulo/SP) Inscrições: www.ciespleste.org.br Investimento: gratuito

Nas reuniões mensais são debatidos assuntos relativos à legislação, desenvolvimento de palestras e treinamentos para aumentar a segurança jurídica das empresas. “Também estamos atentos à jurisprudência e alterações legislativas relacionadas à indústria ou que afetem seu trabalho”, informa o advogado.

Nossa História

Foto: Divulgação

MDR ARTEFATOS DE BORRACHA: PERSEVERANÇA NOS NEGÓCIOS

As iniciais de Mauro, Débora e Renato formam a sigla do nome da MDR Artefatos de Borracha. Relativamente nova, a empresa foi fundada em 2008, mas vem de uma longa tradição familiar que “trabalha no ramo de borrachas a vida toda”. As palavras são do diretor Mauro Peres, que concedeu entrevista ao Boletim do CIESP Leste: Como surgiu a MDR? MDR – Meu pai já trabalhava com borrachas. Ele fundou a Luiz Fracetto & Cia. Ltda. Eu cresci vendo meu pai produzir. Depois com cursos de aperfeiçoamento no Senai, decidi criar minha própria empresa. Inicialmente, com um amigo, lancei a AM Correias e Plásticos. Mais tarde, eu fiquei com a parte de correias e meu ex-sócio com a parte de plásticos. Onde a MDR está estabelecida e como está estruturada? MDR – Temos um parque fabril de 600 metros quadrados na Vila Carrão. Somos um time de nove funcionários e produzimos 2 milhões de peças ao mês, entre correias, peças automotivas, diafragmas e anéis de vedação voltados para a indústria metalúrgica e automotiva. Além disso, trabalhamos na vulcanização de peças de borracha e no corte de arruelas de borracha. Qual é o carro-chefe da MDR? MDR – Com certeza, são as arruelas de borracha

para tampa de vedação. Produzimos com medidas de tolerância apertadas, o que é difícil já que a borracha tem elasticidade. Mas nossa precisão é tão grande que produzimos peças sob medida, de acordo com a necessidade do cliente. Ainda entregamos o pedido em cinco dias úteis. A crise afetou os negócios da MDR? MDR – Tivemos uma queda na produção na ordem de 40% e deixamos de fechar negócios com clientes importantes. Ainda é cedo para avaliar, mas já estamos sentindo uma melhora em 2017. Acredito que por conta da reposição dos níveis dos estoques. O que a MDR pretende fazer para crescer em 2017? MDR – Vamos melhorar o quadro de funcionários oferecendo cursos de desenvolvimento pessoal e profissional, promovidos pelo CIESP Leste. Eu mesmo já participo do Clube de Empresários para troca de experiências para melhorar meu networking. Que mudança a MDR vislumbrou com o Clube de Empresários? MDR – Vi, por exemplo, que nunca precisei prospectar clientes, então não tinha equipe de vendas. Mas o mercado mudou e as empresas precisam buscar novos nichos de atuação, então, a MDR está pronta para criar seu departamento comercial. Entendo que não importa as dificuldades, o importante é perseverar para ultrapassar os percalços do caminho.


Informe Jurídico

BOLETIM INFORMATIVO DO CIESP LESTE • PÁG. 05

Publicação de licenças ambientais da Cetesb deixa de ser obrigatória nos jornais Colaboração: Núcleo Jurídico do CIESP Leste

N

o final de 2016, o secretário de Estado do Meio Ambiente, Ricardo Salles, publicou resolução que disciplina o procedimento para publicações dos licenciamentos ambientais. A medida tem como objetivo desburocratizar e simplificar os processos administrativos para as licenças ambientais de empresas paulistas. Eduardo Correa da Silva, coordenador do Núcleo Jurídico do CIESP Leste, informa que não há mais a exigência, para os usuários, de publicação no Diário Oficial do Estado de São Paulo (DOE) e jornais de circulação regional dos pedidos e recebimento das licenças ambientais. “A dispensa vale para quaisquer modalidades de licenciamento e respectivas renovações, exceto nos casos de atividades sujeitas à Avaliação de Impacto Ambiental (AIA)”, lembra Silva. A Resolução nº 102, de 21/12/2016, da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SMA), determina que as obrigações de publicidade dos empreendimentos relacionadas aos pedidos de licenciamento ambiental, em quaisquer modalidades, sua concessão e respectivas renovações, com exclusão daquelas sujeitas à Avaliação de Impacto Ambiental, se darão por meio do Diário Oficial do Estado de São Paulo e pelo site da Cetesb (www.cetesb.sp. gov.br/servicos/documentos-emitidos/).

Aconteceu

TEMA “SELEÇÃO POR COMPETÊNCIAS” MOBILIZOU JANEIRO E FEVEREIRO

Fotos: Divulgação

Legenda: A psicóloga Flávia Garbo e participantes da palestra “Seleção por Competências”.

Em 26 de janeiro, o CIESP Leste realizou a primeira palestra do ano. Voltada para profissionais de Recursos Humanos e gestores, a palestra “Seleção por Competências” procurou motivar os presentes sobre a importância de aprimorar os processos de contratação de pessoas. A pedido dos próprios participantes, que ficaram bastante animados com o assunto, em fevereiro aconteceu o curso “Seleção por Competências”. Desta vez, com o objetivo de preparar os profissionais de

RH para a utilização da metodologia da Seleção por Competências e suas ferramentas. No conteúdo programático foram abordados os conceitos de competências e os tipos; as premissas da seleção por competências; como fazer uma entrevista de seleção – etapas, perguntas e falhas comuns; quais são as ferramentas de seleção (testes, entrevistas coletivas e dinâmicas); como fazer a apuração, análise e escalas; e como emitir pareceres e laudos.


Agenda

BOLETIM INFORMATIVO DO CIESP LESTE • PÁG. 06

Participe do “Painel com Empreendedoras de Sucesso”

N

o dia 15 de março, Márcia Kitz, presidente da Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais de São Paulo; Marisa Vidoz, diretora da FHOM Alimentos e Sandra Raphael, pós-graduada pela Nova School of Business & Economics, executivas bem sucedidas em suas áreas de atuação, estarão presentes no “Painel com Empreendedoras de Sucesso”, que acontecerá no encontro mensal do Núcleo de Mulheres Empreendedoras (NME). “A ideia é que essas empresárias contem um pouco de suas histórias e mostrem como é ser empreendedora no Brasil”, explica Flávia Garbo, coordenadora do NME. O Núcleo de Mulheres Empreendedoras do CIESP Leste é um espaço exclusivo para mulheres que detêm o poder decisório nas empresas da região Leste. “As participantes estão em busca de promover o compartilhamento de experiências e informações e visam o desenvolvimento individual e coletivo”, revela Garbo.

Além de possibilitar oportunidades de networking, o NME ainda propicia a geração de negócios entre as empresas participantes. Para participar do evento, as interessadas devem fazer suas inscrições no site do CIESP Leste (www.ciespleste.com.br) de forma gratuita. Serviço: Painel com Empreendedoras de Sucesso Realização Núcleo de Mulheres Empreendedoras (NME) Data: Quarta, 15 de março, das 9h às 10h30. Local: CIESP Distrital Leste (Rua Natal, 283/285 - Mooca – São Paulo/SP) Investimento: gratuito

EXPEDIENTE

O Boletim Informativo do CIESP Distrital Leste é uma publicação dirigida aos associados do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo. Endereço: Rua Natal, 285 - Mooca– São Paulo (SP), CEP: 03186-030. Fone/Fax: (11) 2601-6565 – Site: www.ciespleste.org.br – e-mail: coordenacao@ciespleste.org.br – Diretor titular: Ricardo Martins. Coordenadora: Débora Nápoli Ribeiro Paes. Jornalista responsável: Clarice Pereira (MTb: 15.778). Arte e diagramação: Felipe Burman. Assessoria de Imprensa: LINK Portal da Comunicação F. (11) 3034-1155. Impressão: Agns Gráfica F. (11) 2966-0322. Tiragem: 2.350 exemplares.

Ed 26 bol ciesp leste mar 2017  

Boletim informativo do CIESP Leste ed 26 Março 2017

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you