Page 1

‘13

JULHO

03

Formação em Gestão de Recursos Humanos (GRH)

news53

05

Empreendedorismo

06

Qualidade

www.citeforma.pt | tania.fernandes@citeforma.pt | nº.

53

Formação e Mercado de Trabalho – Percursos de Transição


NOTÍCIAS

citeinforma nota editorial Na sessão de encerramento do Projeto “Formação e Mercado de Trabalho - Percursos de Transição, integrado no Programa Vida Ativa em desenvolvimento no Citeforma, o Vice-Presidente do IEFP, Dr. Félix Esménio, disse aos participantes que “A Vida Ativa é isto. É ir à luta, não ficar à espera que as coisas aconteçam”. É certo que não é fácil quando as oportunidades escasseiam e as perspetivas de futuro não são seguras nem claras. No entanto, muitas vezes repetido, nos momentos de crise é que as oportunidades acontecem, sendo essa uma boa altura para semear se quisermos colher no futuro. Os pessimistas poderão argumentar que se trata duma ideia um tanto idílica que não responde às reais necessidades das pessoas. De todo o modo é o melhor que podemos fazer. Ficar parado não é certamente a opção certa. O Citeforma procura inovar, dar uma imagem positiva da sua atividade e afirmar-se como um pólo de otimismo assente no desenvolvimento das capacidades e competências das pessoas. Neste número do Cite’IN’forma, damos a conhecer eventos, iniciativas e testemunhos que poderão servir de incentivo a quem procura uma nova oportunidade na sua vida profissional. Para o futuro, temos muitos planos. A nossa oferta é agora de mais fácil acesso. Esperamos que o site renovado do Citeforma, pronto para os novos ecrãs tácteis, intuitivo, fácil e com muita cor, possa mostrar a nossa melhor cara: apelativa e interessante. Boas férias. Agostinho Castanheira Diretor do Citeforma

Visita de Formandos da Vida Ativa à Torre do Tombo A turma do curso de Técnicas Administrativas e de Contabilidade realizou uma visita de estudo à Torre do Tombo. Os formandos tiveram oportunidade de assistir a um filme sobre o processo de tratamento e restauro. De seguida, foi-lhes proporcionada uma visita guiada à exposição que assinala a passagem dos quinhentos anos sobre a reforma

dos forais, no reinado D. Manuel I entre 1495 e 1520. Inaugurado em 1990, o edifício foi projetado pelo Arquiteto Arsénio Cordeiro, localiza-se na Cidade Universitária e constitui arquivo central do Estado Português desde a Idade Média.

Visita do Presidente do Grupo dos Trabalhadores do Comité Económico e Social Europeu (CESE) ex-Presidente da Direção do Sitese tiveram oportunidade de ver o funcionamento do Centro na área administrativa, bem como visitar uma sessão de formação onde contactaram com o formador e o grupo de formandos.

DIREÇÃO Agostinho Castanheira | REDAÇÃO E FOTOGRAFIA Tânia Fernandes PAGINAÇÃO Orange | COLABORAM NESTA EDIÇÃO Carla Jobling, Fernando Cordeiro e Teresa Guimarães. PROPRIEDADE Citeforma – Centro de Formação Profissional dos Trabalhadores de Escritório, Comércio, Serviços e Novas Tecnologias TELEFONE 21 799 45 60 | FAX 21 799 45 66 | E-MAIL tania.fernandes@citeforma.pt | http://www.citeforma.pt DEPÓSITO LEGAL 139409/99 | TIRAGEM 2000 exemplares Estamos nas redes sociais. Siga-nos!

citeinforma

Julho’13

Georges Dassis, presidente do Grupo dos Trabalhadores do Comité Económico e Social Europeu (CESE), e Jean Lapeyre, ex-secretário geral adjunto da Confederação Europeia dos Sindicatos, visitaram o Citeforma, no dia 19 de abril. Acompanhados por Victor Hugo Sequeira,


Com este ciclo de formação, composto por sete cursos, o Citeforma pretende, de forma integrada, reforçar as competências de atuação dos técnicos de Recursos Humanos.

Este percurso é constituído pelos seguintes cursos de formação: - O analista de recursos humanos - duração de 50h - Avaliação de desempenho e sistemas retributivos - duração de 14h - Gestão de competências - modelos e sistemas - duração de 14h - Gestão da formação: planear/ orçamentar/ implementar e avaliar

O sistema de GRH nas empresas está cada vez mais integrado no sentido da responsabilidade social que os seus quadros têm de ter para fazer face aos constantes desafios internos e externos. Ao técnico de RH coloca-se o desafio de conhecer as pessoas que trabalham na empresa, avaliar as suas capacidades, potencialidades e desempenho profissional. Com esta formação, pretende-se dar a conhecer a forma de integrar o resultado da avaliação de perfomance, nos diversos sistemas retributivos implementados na empresa.

a formação - duração de 21h - Recursos humanos - processamento de vencimentos - duração de 25h - O endomarketing e os recursos humanos - duração de 14h - Responsabilidade social das empresas - duração de 21h

Dentro deste ciclo a palavra-chave é a “mudança”. Identificar as alterações a desenvolver junto dos colaboradores da empresa e avaliar o impacto dessa mudança no seu desempenho profissional será uma das abordagens. Daremos também a conhecer os critérios de como planear, orçamentar, implementar e avaliar a formação dos colaboradores, passando pela medição do impacto da formação nos ativos da empresa. Medir atempadamente planos de formação permite corrigir estratégias desajustadas e implementar outras que possam servir os interesses imediatos das organizações. Estas estratégias de GRH, em tempos de constante imprevisibilidade, fazem com que as organizações invistam numa nova abordagem. Na gestão das pessoas deve-se estar capacitado a conhecer cada cliente interno e oferecer-lhe benefícios atraentes, porque este está exposto à comunicação do que se passa fora da empresa. Daí a pertinência do Endomarketing como estratégia de motivação e de desenvolvimento dos colaboradores, em busca de melhores resultados no exercício das suas tarefas, aumentando desta forma os níveis de produtividade das organizações.

03

citeinforma

FORMAÇÃO ATIVOS

Formação em Gestão de Recursos Humanos (GRH)


FORMAÇÃO

citeinforma

Formação e Mercado de Trabalho – Percursos de Transição Mostra de Projeto Integrado

A sessão teve início com a apresentação do programa EURES - Rede Europeia de Emprego tendo Beatriz Antunes, Conselheira Eures, esclarecido os presentes sobre a melhor forma de encontrar informações relativas a oportunidades de emprego e de formação na Europa. Seguiu-se Ana Rita Marques do Instituto do Emprego e Formação Profissional que apresentou as Medidas de Apoio e Promoção do Emprego a que os candidatos podem recorrer.

A ligação entre a formação ministrada e a integração no mercado de trabalho é, desde sempre, uma preocupação do Citeforma. Desta vez, no âmbito da formação na modalidade Vida Ativa foi lançado um desafio aos formandos, dos cursos iniciados em março de 2013, para a realização de um projeto integrado. Assim, e chamando áreas tão diversas mas complementares como a programação java, a área administrativa, a receção hoteleira e o vitrinismo, foi desenvolvido um projeto transdisciplinar ao qual os formandos aderiram voluntariamente. O resultado final deste trabalho, que lhes permitiu pôr em prática os conhecimentos adquiridos em ambiente formativo, foi apresentado publicamente no dia 28 de junho no Auditório do Citeforma. A sessão contou com a presença de outros formandos do Centro, mas também de responsáveis de empresas que vieram conhecer os novos perfis de formação que o Citeforma está a preparar. A sessão contou ainda, no encerramento, com a presença de Félix Esménio, Vice-presidente do IEFP. “A Vida Ativa é isto. É ir à luta, não é ficar à espera que as coisas aconteçam” referiu Félix Esménio no final da sessão.

Bárbara Moniz, consultora de recursos humanos na Randstad Professionals Portugal, falou um pouco da perspectiva de quem recebe diariamente um elevado volume de candidaturas e tem de escolher uma pessoa entre muitas. O que distingue um currículo de outros? Qual a postura mais adequada numa entrevista? Deixou várias sugestões, de acordo com a sua experiência, a uma plateia ávida de informação nesta área. Num segundo painel, foi dada voz àqueles que, de alguma forma, recebem candidatos nas suas empresas. Andreia Zorrinho é chefe de receção da Pousada Cidadela de Cascais e acompanha, desde o seu ingresso, Nelson Tavares, formando do curso de Técnicas de Receção Hoteleira do Citeforma recentemente contratado para o exercício de funções na Pousada. E não lhe poupa elogios “Ele veio muito bem preparado” refere. Nuno Batista, diretor técnico da Adminsaúde, foi outro dos presentes que admitiu recorrer ao Citeforma como fonte de recrutamento: “Os candidatos que nos chegam de Institutos Superiores, não é que não consigam fazer, estão é orientados para outras funções. Os que saem do Citeforma começam efetivamente a trabalhar desde o primeiro minuto. Integram-se facilmente e ao fim de um ou dois meses são um elemento muito válido na organização”.

O trabalho apresentado consistiu na simulação de uma conferência, que levou à criação de produtos como a construção da imagem (marca, design e área de exposição), a construção de um site, a simulação da receção dos participantes e intervenientes virtuais (registado em vídeo), bem como a elaboração documental de suporte à sua realização. Cada grupo trabalhou mais sobre a sua área específica, sem descurar a integração final. Agostinho Castanheira, diretor do Citeforma, referenciava as dinâmicas positivas que resultaram deste trabalho, salientando “o rigor, com razão mas também com emoção, com que foi apresentado o projeto”. O envolvimento dos formandos na realização do que constituiu um ciclo complementar de formação era evidente.

Fernando Ferreira, gestor da Megamontra referiu a importância da responsabilidade e do profissionalismo: “Um bom profissional trabalha sempre. Um mau profissional só trabalha uma vez e não é recomendado”. Clementina Henriques, vice-presidente da Confederação Portuguesa das Coletividades de Cultura, Recreio e Desporto abordou a necessidade que as organizações têm, hoje em dia, de receber pessoas polivalentes e flexíveis. Diana Tavares, student applications officer na Ok Estudante contou a sua experiencia pessoal. De como agarrou uma oportunidade de emprego que era muito aquém das suas expectativas, mas fez dela um trampolim para as funções que desempenha atualmente. “Existem as competências que adquirimos na formação e depois existem as soft skills que fazem toda a diferença” refere a propósito da necessidade de ajustamento a cada situação, que os candidatos devem ter.

A Mostra de Projeto Integrado foi o culminar do ciclo complementar de formação que o Citeforma desenvolveu para os cursos da modalidade Vida Ativa. Este ciclo visava proporcionar aos formandos competências de promoção da transferibilidade dos conhecimentos técnicos adquiridos em formação para o mercado de trabalho. O programa contou ainda com outros três importantes momentos: estratégias e técnicas de procura de emprego, uma sessão de contacto com o mercado de trabalho e um workshop de geração de ideias para a empregabilidade.

Sessão de contacto com o mercado de trabalho O Citeforma colocou os formandos da modalidade de formação Vida Ativa, durante uma manhã, em contacto direto com profissionais que, de alguma forma, lidam com questões ligadas ao recrutamento e seleção. Procurou-se não só clarificar algumas temáticas como programas de apoio à empregabilidade, assim como também esclarecer dúvidas mais práticas de integração no mercado de trabalho.

De notas tomadas, os candidatos que terminaram estes cursos conquistaram, nesta fase de formação completementar, ferramentas de grande utilidade na fase de abordagem ao mercado de trabalho.

04


citeinforma

FORMAÇÃO PARA O EMPREENDEDORISMO

Espírito empreendedor O testemunho de formandos

falso, informou-se e avançou com um processo de certificação. “Então tenho um certificado em produção de doces e compotas porque licenciei a minha cozinha. É um processo com regras. Tive de criar um dossier em que explicava como era minha cozinha, como eram feitos os doces, juntar fotografias e justificar de que forma cumpria todas as regras de higiene e segurança.

Pessoas com ideias, algumas já em fase de pré-projeto, para iniciar novos negócios têm frequentado, este ano no Citeforma, ações de formação na área do empreendedorismo. Porque do sonho à realização há um passo de gigante que nem sempre as pessoas sentem capacidade para dar sem apoio. Falámos com Ana Paula Luis e Nuno Paiva, formandos do curso “Perfil e potencial do empreendedor - Diagnóstico / Desenvolvimento”.

“Entretanto, fui tirar uma formação exatamente em higiene e segurança alimentar”, conta-nos Ana Paula, cujo passo seguinte foi começar a vender em feiras de artesanato. “No concelho de Loures, posso ir às feiras de artesanato e é isso que tenho feito. Depois há o boca a boca, os familiares e uma série de ideias que estão na forja. Eu não quero uma loja, com porta aberta. O meu objetivo é a produção”. O receio de assumir riscos ou dar passos em falso tem posto freio ao desenvolvimento do projeto. Ana Paula optou pela formação como forma de adquirir competências na vertente empresarial.

A apetência de Nuno Paiva por atividades ao ar livre e em especial ligadas à prática de surf levaram-no a começar a delinear uma resposta para o seu futuro profissional nessa área. Desempregado, pensou em abrir um negócio. “Faltam-me conhecimentos para passar do conceito à prática. Preciso de saber onde é que tenho de agir” explica Nuno Paiva. Admite a necessidade de estabelecer um plano “para não fazer as coisas à balda”. O Nuno acredita na sua ideia “acho que é viável, mas espero ter mais certezas no final dos curso que pretendo frequentar aqui. Estou a aprender conceitos novos que me ajudam a passar da ideia para o papel e depois, para a realidade”.

O Citeforma promove um ciclo de formação para o empreendedorismo em Criatividade, criação de negócios e empregabilidade, constituído pelas seguintes ações de formação: - Workshop de geração de ideias para a empregabilidade – duração 7h - Perfil e potencial do empreendedor - Diagnóstico / Desenvolvimento – duração 25h - Ideias e Oportunidades de Negócio – duração 50h - Plano de Negócio - Criação de micronegócios – duração 25h - Plano de negócio - Criação de pequenos e médios negócios – duração 50h

Ana Paula Luis já começou a dar ênfase àquilo que começou por ser uma prática, nos tempos livres. “Lá na família era sempre eu quem ia para a cozinha, fazer as festas e os bolos” explica-nos. Quando precisou de um rendimento extra, pensou em fazer doces. “A minha avó fazia doces, a minha mãe fazia doces e eu pensei que seria daquelas coisas que poderia fazer, para vender para fora, sem problemas”. Tratando-se de um bem alimentar, Ana Paula Luis não quis dar passos em

Global Corporations Conference 2013 Business in Emerging Markets.

Na linha de conferências que inspiram, teve lugar dia 21 de maio, no Teatro Tivoli BBVA em Lisboa, a Global Corporations Conference 2013 – Inspiring People for the World, uma conferência para líderes, equipas e organizações comprometidas com a construção de um posicionamento global competitivo e vencedor.

A Global Corporations Conference 2013 é um programa de formação que reúne pessoas e empresas. Cruza intervenções, no sentido de proporcionar aos participantes a expansão dos seus conhecimentos em economia global. Dá a conhecer um conjunto de boas práticas de forma a promover a aquisição de competências de gestão multicultural.

A edição deste ano contou com Isabel Aguilera e Nenad Pacek como oradores principais, dois especialistas em economia global, estratégias de internacionalização e liderança global. Isabel Aguilera foi CEO da General Electric Espanha e Portugal até 2009, e anteriormente gestora da Google e da Dell. Nenad Pacek é autor dos livros The Global Economy e The Future of

Esta edição deu ainda a conhecer alguns dos casos de sucesso de empresas portuguesas com uma forte implementação internacional. São elas a DKODE, Exago, H3 e Wine with Spirit.

05


QUALIDADE

citeinforma

Cerimónia de entrega da Certificação da Qualidade Com o apoio do Citeforma, a Divisão de Intervenção Social da Câmara Municipal da Amadora obteve a Certificação pela NP EN ISO 9001:2008. O Certificado foi concedido em junho, pela APCER - Associação Portuguesa de Certificação, numa cerimónia que teve lugar nas instalações da Câmara Municipal da Amadora. O trabalho desenvolvido teve início em 2005, com um projeto de implementação do Sistema da Qualidade junto das IPSS do Concelho. Em 2011, a Divisão avançou com o seu próprio projeto de Certificação, com o apoio do Citeforma, tendo desenvolvido um conjunto de medidas que mereceram o reconhecimento da APCER e consequente atribuição deste certificado. Teresa Guimarães, responsável do Gabinete de Sistemas de Gestão do Citeforma, coordenou esta prestação de serviços. Maria Perpétuo, consultora do Citeforma que deu apoio técnico ao trabalho desenvolvido, também esteve presente nesta cerimónia.

Citeforma no SPQ Expo O Citeforma vai participar na 1ª edição do SPQ EXPO enquanto entidade formadora.

Paralelamente à componente de exposição (que incluirá participações institucionais, empresariais e corporativas) decorre um ciclo de conferências. Ao mesmo tempo, haverá lugar para “workshops”, para além de uma mostra evolutiva de dispositivos metrológicos, de propriedade do Museu de Metrologia do IPQ.

Tem previsto o mini-curso ”Gerir, manter e melhorar sistemas de gestão” a ser ministrado dia 27 de setembro, entre as 14h00 e as 18h00. Teresa Guimarães e Maria Perpétuo são as formadoras desta ação de formação.

Pretende-se, com este evento, criar um ambiente que proporcione às empresas e aos profissionais do setor um espaço de “networking” altamente qualificado.

O SPQ EXPO – Fórum e Exposição de Normalização, Metrologia e Qualificação decorre no Porto, Exponor, nos dias 26 e 27 de setembro. Trata-se de um evento de referência para profissionais e organizações das áreas da metrologia, da normalização e da qualificação, bem como da inovação e avaliação da conformidade.

Comissão Técnica de Aprendizagem formal, não formal e informal Foi criada, no mês de maio,a Comissão Técnica de Normalização CT187 – Aprendizagem formal, não formal e informal.

organizações educativas. Esta Comissão Técnica, coordenada diretamente pelo IPQ, tem como âmbito a Normalização nos setores da aprendizagem formal, não formal e informal.

Teresa Guimarães, responsável pelo GSG do Citeforma, assegura a coordenação do grupo 187SC1GT2 que vai desenvolver, a nível nacional, o guia de apoio à implementação de sistemas de gestão nas

06


LEGISLAÇÃO

citeinforma

Resenha de Legislação sobre trabalho, solidariedade e segurança social - Janeiro a Junho de 2013 Por Carla Jobling, advogada e consultora jurídica do Citeforma

Administração Pública Central (PEPAC) • Portaria n.º 18/2013. D.R. n.º 13, Série I de 2013-01-18 Regulamenta o Programa de Estágios Profissionais na Administração Central do Estado (PEPAC) • Portaria n.º 65-A/2013. D.R. n.º 31, Suplemento, Série I de 2013-02-13 Primeira alteração à Portaria n.º 229/2012, de 3 de agosto que cria a medida de Apoio à Contratação via Reembolso da Taxa Social Única • Portaria n.º 97/2013. D.R. n.º 44, Série I de 2013-03-04 Primeira alteração à Portaria 3-A/2013, de 4 de janeiro que cria a medida de Apoio à contratação de desempregados com idade igual ou superior a 45 anos, via Reembolso da Taxa Social Única (TSU), de ora em diante designada por Medida • Portaria n.º 106/2013. D.R. n.º 52, Série I de 2013-03-14 Procede à criação da medida de apoio ao emprego «Estímulo 2013», que promove a contratação e a formação profissional de desempregados e revoga a Portaria n.º 45/2012, de 13 de Fevereiro • Portaria n.º 120/2013. D.R. n.º 60, Série I de 2013-03-26 Terceira alteração à Portaria n.º 92/2011 de 28 de fevereiro, que regula o Programa de Estágios Profissionais • Portaria n.º 203/2013. D.R. n.º 114, Série I de 2013-06-17 Cria a medida Vida Ativa - Emprego Qualificado • Portaria n.º 204-A/2013. D.R. n.º 115, 2.º Suplemento, Série I de 2013-06-18 Cria a medida de Apoio à Contratação Via Reembolso da Taxa Social Única (TSU) • Portaria n.º 204-B/2013. D.R. n.º 115, 2.º Suplemento, Série I de 2013-06-18 Cria a medida Estágios Emprego

• Decreto-Lei n.º 4/2013. D.R. n.º 8, Série I de 2013-01-11 Aprova um conjunto de medidas urgentes de combate às pendências em atraso no domínio da ação executiva • Decreto-Lei n.º 12/2013. D.R. n.º 18, Série I de 2013-01-25 Estabelece o regime jurídico de proteção social na eventualidade de desemprego dos trabalhadores independentes com atividade empresarial e dos membros dos órgãos estatutários das pessoas colectivas • Decreto-Lei n.º 13/2013. D.R. n.º 18, Série I de 2013-01-25 Altera os regimes jurídicos de proteção social no desemprego, morte, dependência, rendimento social de inserção, complemento solidário para idosos e complemento por cônjuge a cargo, do sistema de segurança social • Lei n.º 11/2013. D.R. n.º 19, Série I de 2013-01-28 Estabelece um regime temporário de pagamento dos subsídios de Natal e de férias para vigorar durante o ano de 2013 • Portaria n.º 3-A/2013. D.R. n.º 3, Suplemento, Série I de 2013-01-04 Cria a medida de Apoio à contratação de desempregados com idade igual ou superior a 45 anos, via Reembolso da Taxa Social Única (TSU), de ora em diante designada por Medida • Portaria n.º 3-B/2013. D.R. n.º 3, Suplemento, Série I de 2013-01-04 Segunda alteração à Portaria n.º 92/2011, de 28 de fevereiro, que regula o Programa de Estágios Profissionais • Portaria n.º 17/2013. D.R. n.º 13, Série I de 2013-01-18 Fixa o número máximo de estagiários a selecionar anualmente e estabelece os prazos de candidaturas para o Programa de Estágios Profissionais na

Fiscalidade Por Fernando Cordeiro, economista e colaborador do Citeforma Lei n.º 49/2013, de de 16 de julho A presente lei estabeleceu um Crédito Fiscal Extraordinário ao Investimento (CFEI) do qual podem beneficiar os os sujeitos passivos de IRC que exerçam, a título principal, uma atividade de natureza comercial, industrial ou agrícola e preencham, cumulativamente, as seguintes condições:

Reforça as condições fiscais destinadas a promover o crescimento da economia e a criação de emprego e promove, ainda, a consolidação do Regime Fiscal de Apoio ao Investimento e do Sistema de Incentivos Fiscais em Investigação e Desenvolvimento Empresarial no Código Fiscal do Investimento.

a) Disponham de contabilidade regularmente organizada, de acordo com a normalização contabilística e outras disposições legais em vigor para o respetivo sector de atividade; b) O seu lucro tributável não seja determinado por métodos indiretos; c) Tenham a situação fiscal e contributiva regularizada. O benefício fiscal a conceder corresponde a uma dedução à coleta de IRC no montante de 20 % das despesas de investimento em ativos afetos à exploração, que sejam efetuadas entre 1 de junho de 2013 e 31 de dezembro de 2013, até à concorrência de 70 % da coleta de IRC.

Todos estes benefícios passam a integrar este instrumento jurídico que resulta assim reforçado e consolidado, passando a congregar os instrumentos fiscais mais relevantes em matéria de apoio e promoção ao investimento Comunicação Prévia de Documentos de Transporte dispensada até 15 de outubro Para facilitar a adaptação gradual das empresas ao novo regime, o Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais determinou que até ao dia 15 de outubro não serão aplicadas quaisquer sanções no caso de ausência de comunicação eletrónica prévia dos documentos de transporte, desde que a comunicação esteja regularizada até àquela data. Consulte aqui, a Nota à Imprensa da Autoridade Tributária e Aduaneira, há pouco divulgada no respetivo portal.

Lei nº 44/2013, de 3 de julho Planos Poupança-Reforma Procede a nova alteração ao Decreto-Lei n.º 158/2002, de 2 de julho, permitindo o reembolso do valor de planos poupança para pagamento de contratos de crédito à habitação.

07


CURSO

UFCD

Técnico de Vitrinismo Técnico de Logística

INÍCIO

FIM

30-09-2013 30-09-2013

06-07-2015 01-07-2015

INSCRIÇÃO

DURAÇÃO HORÁRIO 3190 h 3165 h

L L

Isento Isento

JOVENS - EFJ CURSO

UFCD

Técnico de Informação e Animação Turística Técnico de Contabilidade Técnico de Multimédia Programador Técnico Administrativo Técnico de Secretariado

INÍCIO

FIM

07-10-2013 23-09-2013 16-09-2013 14-10-2013 16-09-2013 21-10-2013

22-09-2014 01-09-2014 01-10-2014 01-09-2014 01-09-2014 01-09-2014

INÍCIO

FIM

02-09-2013 02-09-2013 02-09-2013 01-10-2013 01-10-2013

05-11-2013 12-11-2013 12-11-2013 11-12-2013 05-12-2013

INÍCIO

FIM

23-09-2013

31-07-2014

INSCRIÇÃO

DURAÇÃO HORÁRIO 1650 h 1415 h 1470 h 1390 h 1460 h 1355 h

L L L L L L

Isento Isento Isento Isento Isento Isento

citeinforma

JOVENS - APRENDIZAGEM

CURSOS DE FORMAÇÃO

SETEMBRO A OUTUBRO DE 2013

ATIVOS - PROGRAMA VIDA ATIVA CURSO

UFCD

Programador .NET Circuitos e Técnicas Documentais na Área Administrativa Vitrinismo - Elaboração e Execução de Projetos de Exposição Técnicas Administrativas e de Contabilidade Técnicas de Receção Hoteleira

INSCRIÇÃO

DURAÇÃO HORÁRIO 275 h 300 h 300 h 300 h 300 h

L L L L L

Isento Isento Isento Isento Isento

ATIVOS - CURSOS EFA – TECNOLÓGICO CURSO

UFCD

Técnico de Informática - Instalação e Gestão de Redes

INSCRIÇÃO

DURAÇÃO HORÁRIO 1471 h

L

Isento

FORMAÇÃO ATIVOS – APERFEIÇOAMENTO UFCD

INÍCIO

FIM

105

02-09-2013 03-09-2013 04-09-2013 07-09-2013 07-09-2013 07-09-2013 07-09-2013 07-09-2013 07-09-2013 07-09-2013 09-09-2013 09-09-2013 09-09-2013 09-09-2013 09-09-2013 14-09-2013 14-09-2013 14-09-2013 14-09-2013 14-09-2013 14-09-2013 16-09-2013 16-09-2013 16-09-2013 16-09-2013 21-09-2013 21-09-2013 28-09-2013 30-09-2013 30-09-2013 30-09-2013 30-09-2013 01-10-2013 01-10-2013 01-10-2013 01-10-2013 01-10-2013 01-10-2013 02-10-2013 02-10-2013 02-10-2013 04-10-2013 05-10-2013 05-10-2013 05-10-2013 05-10-2013

23-09-2013 06-09-2013 11-09-2013 02-11-2013 28-09-2013 19-10-2013 19-10-2013 26-10-2013 19-10-2013 28-09-2013 30-09-2013 30-09-2013 20-09-2013 20-09-2013 26-09-2013 26-10-2013 26-10-2013 07-12-2013 19-10-2013 05-10-2013 09-11-2013 09-10-2013 30-10-2013 04-10-2013 01-10-2013 28-09-2013 19-10-2013 19-10-2013 09-10-2013 31-10-2013 31-10-2013 28-10-2013 05-12-2013 09-12-2013 09-12-2013 05-12-2013 31-10-2013 12-11-2013 09-12-2013 13-11-2013 06-11-2013 30-11-2013 12-10-2013 16-11-2013 23-11-2013 14-12-2013

6957

07-10-2013

16-12-2013

4641 104 143 575 844 817 833 381 3936 3937

07-10-2013 14-10-2013 14-10-2013 19-10-2013 21-10-2013 26-10-2013 26-10-2013 26-10-2013 26-10-2013 26-10-2013 28-10-2013 28-10-2013

23-10-2013 28-10-2013 04-11-2013 30-11-2013 08-11-2013 14-12-2013 14-12-2013 14-12-2013 14-12-2013 14-12-2013 08-11-2013 19-11-2013

382 366 804 832 3810 3935 7855 4651 816 1042 3462 3476 756 749 768 814

3430 812 4216

91

CLC-LEI-1 574 576 649 6214 6233 354 697 5653 811

Inscrição em UFCD: Descontos para sócios do Sitese e isenção para desempregados Formação Co-Financiada pela União Europeia (Fundo Social Europeu) e pelo Estado Português (Ministério da Economia e do Emprego).

DURAÇÃO HORÁRIO 50 h 14 h 25 h 50 h 25 h 50 h 50 h 50 h 50 h 25 h 50 h 25 h 25 h 25 h 50 h 50 h 50 h 50 h 24 h 32 h 30 h 50 h 50 h 50 h 50 h 14 h 40 h 32 h 25 h 50 h 50 h 32 h 50 h 50 h 50 h 50 h 25 h 25 h 50 h 50 h 25 h 90 h 16 h 50 h 35 h 30 h

INSCRIÇÃO

Não socios

Sócios Sitese

PL PL PL S S S S S S S PL PL PL PL PL S S S S S S PL PL PL PL S S S PL PL PL PL PL PL PL PL PL PL PL PL PL PL/S S S S S

€135 €135  €100  €60 €80 €60  €100 €100 €135 €110 €45  €85    €80  €65  €100 €100 €80 €100 €100 €100 €100  €50 €50 €100 €100 €50 €260 €55 €135 €95 €60

€67.5 €67.5 €67.5 €40 €50 €40 €50 €50 €67.5 €55 €30 €50 €50 €40 €50 €50 €50 €50 €50 €50 €50 €25 €25 €50 €50 €25 €167.5 €30 €67.5 €50 €35

50 h

PL

€100

€50

50 h 25 h 50 h 50 h 50 h 50 h 50 h 50 h 50 h 50 h 35 h 32 h

PL PL PL S PL S S S S S PL PL

€110 €65 €110 €100 €135 €135 €135 €110 €135  €135 €90 €80

€55 €40 €65 €50 €67.5 €67.5 €67.5 €65 €67.5 €67.5 €60 €50

€110 €50 €55 €100 €70 €135 €110 €135 €100 €55 €135 €65 €50 €50

€65 €27,5 €27,5 €50 €40 €67.5 €65 €67.5 €50 €27.5 €67.5 €40 €25 €25 Isento

GOVERNO DA REPÚBLICA PORTUGUESA Ministério da Economia e do Emprego UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu

• Nota: datas previstas, sujeitas a confirmação • SETEMBRO A OUTUBRO DE 2013

Outubro

Setembro

CURSO Composição de imagem digital Gestão de Competências - Modelos e Sistemas Gestão do tempo e organização do trabalho Plano de Marketing Algoritmos Equipamentos passivos de redes CAD - Projeto de fundações e estrutura Programação em C# (.NET) Plano de negócio - Criação de Pequenos e médios negócios Gestão de Stress e Gestão de Conflitos Programação de sistemas distribuídos JAVA Execução de desenho vetorial Língua inglesa - Informação e orientação Língua inglesa - Animação cultural Folha de cálculo Arquitetura de computadores Criação de sites WEB Programação em Linguagem SQL avançada (b-learning) Formador em Social Learning Auditoria Contabilística e Financeira Gestão Estratégica de Recursos Humanos (B-Learning) VBA - Excel e Access Língua alemã - Serviço de receção, atendimento e informação turística Programação em linguagem SQL (SQL Server) Liderança e Gestão de Equipas Tratamento de Reclamações no âmbito de Gestão da Qualidade Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho Contabilidade de Gestão Conceção e tratamento de imagens 3D Língua Estrangeira Iniciação_Espanhol Inicial I Língua Espanhola - Documentação Comercial Auditoria Fiscal Língua Estrangeira - Iniciação - Inglês Elementar I - I Encerramento anual de contas Imposto sobre o rendimento (IRC) Estrutura e Comunicação Organizacional Sistema de Normalização Contabilística Comunicação e Comportamento Organizacional Língua inglesa - atendimento Língua Portuguesa - Comunicação Empresarial Direito do Trabalho Formação Pedagógica Inicial de Formadores - Portalegre A Entrevista de Seleção e o Currículo Análise de sistemas Liderar Grupos com Inteligência Emocional Inglês ao Vivo - Conversação em Língua Inglesa Língua inglesa - informações acerca da vida quotidiana, compras, serviços e locais de interesse turístico Comunicação, moderação, técnicas de apresentação e visualização Execução de desenho vetorial Animação 3D - Configuração, Parágrafos, Janelas, Comandos e Menus Imposto sobre o Rendimento - IRS Segurança de redes Programação de sistemas distribuídos JAVA para a web Equipamentos ativos de redes CAD - Projeto de instalações especiais Programação em ASP.NET Programação de sistemas distribuídos Web Services com.NET Coaching and Empowerment Fiscalidade Empresarial

CITE'IN'FORMA Nº53  

CITE'IN'FORMA Nº53 - Julho 2013