Page 1

citeinforma

2010 Julho

news44

03

Citeforma promove seminário em parceria com SITESE

04

Colaboradores do grupo Elena Mirò em formação na área de vendas

07

Plataforma Espera Activa

citeinforma

nº. 44

Distribuição gratuita www.citeforma.pt gcm@citeforma.pt

Formar para empregar com dignidade

Sindicato dos Trabalhadores e Técnicos dos Serviços

UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu

GOVERNO DA REPÚBLICA PORTUGUESA Ministério do Trabalho e Solidariedade Social


NOTÍCIAS

citeinforma nota editorial A crise financeira marca a agenda de todos os europeus, das instituições nacionais e das estruturas europeias. O momento actual da União Europeia obriga a uma reflexão aprofundada sobre o seu futuro. A este propósito refira-se o Relatório sobre “Uma nova estratégia para o Mercado Único”, apresentado à Comissão Europeia por Mario Monti, o qual desenha um mapa das expectativas e preocupações em torno do Mercado Único. Identifica diferentes preocupações ao longo do tempo (antes da crise económica, durante a crise, na sequência da crise e, a longo prazo), por áreas de interesse (consumidores, cidadãos, sociais, ambientais e preocupações das empresas) e pelos Estados-Membros. Para que os países da UE mantenham a sua produtividade e competitividade é imprescindível que se adaptem à mudança e procurem encontrar uma adequação correcta entre a oferta e o mercado de trabalho. A rapidez com que se processam as transformações no mundo de hoje exige uma capacidade de previsão que lhes permita estarem preparados para os desafios futuros. Com efeito, no actual contexto marcado por uma forte instabilidade económica e financeira, as empresas têm de desenvolver novas estratégias que lhes permitam manter a competitividade. A formação dos recursos humanos deve assumir um papel prioritário, no mínimo paralelo ao que é atribuído à obtenção de resultados organizacionais. Ou seja, a capacidade de resposta das empresas aos mercados, cada vez mais dinâmicos e exigentes, está fortemente dependente da actualização e do alargamento permanente do leque de conhecimentos dos seus trabalhadores. A flexibilidade e a adaptação às mudanças do meio envolvente exigem processos de reorganização que passam pelas relações sociais do trabalho, pelo envolvimento dos trabalhadores, pelo desenvolvimento das qualificações e das competências adequadas. Ana Antunes Membro do Conselho de Administração do Citeforma

Em forma O Citeforma assinou recentemente um protocolo com o Holmes Place, extensível aos seus colaboradores e formandos. Assim, os interessados em aderir a esta cadeia de ginásios, poderão, ao abrigo deste acordo, beneficiar de uma redução substancial no custo de inscrição inicial e desconto de 10% na mensalidade de acesso à utilização das instalações de todos os clubes do país, para a prática desportiva.

2ª Corrida Novas Oportunidades Elementos da equipa do CNO do Citeforma participaram na 2ª Corrida Novas Oportunidades, dia 30 de Maio em Belém. O desafio, lançado pela Agência Nacional para a Qualificação era o de Correr, simbolicamente, por um país mais qualificado. As técnicas do Citeforma marcaram a sua presença, com muito boa disposição!

ENOVE +, Feira de Emprego e Empreendedorismo

DIRECÇÃO Agostinho Castanheira | REDACÇÃO E FOTOGRAFIA Tânia Fernandes PAGINAÇÃO Orange | IMPRESSÃO LouresGráfica | COLABORAM NESTA EDIÇÃO Rogério Pacheco. PROPRIEDADE CITEFORMA – Centro de Formação Profissional dos Trabalhadores de Escritório, Comércio, Serviços e Novas Tecnologias TELEFONE 21 799 45 60 | FAX 21 799 45 66 | E-MAIL gcm@citeforma.pt | http://www.citeforma.pt TIRAGEM 2000 exemplares | DEPÓSITO LEGAL 139409/99 Estamos nas redes sociais. Siga-nos!

citeinforma

Julho’10

O Citeforma participou no ENOVE +, Feira de Emprego e Empreendedorismo, que decorreu em Portalegre nos dias 8 e 9 de Junho, no Parque de Feiras e Exposições da cidade (NERPOR-AE). Atendendo à actividade que o Citeforma desenvolve nesta região, em parceria com a delegação local do Sitese, esta constituiu uma excelente oportunidade de contacto com a população e outras entidades locais.


citeinforma

FORMAÇÃO DE ACTIVOS

Seminário “Formar para empregar com dignidade” O Citeforma, em parceria com o SITESE, organizou, no passado dia 28 de Maio, o seminário “Formar para empregar com dignidade”. Uma manhã de reflexão que trouxe a este espaço habitualmente dedicado à formação questões relacionadas com as condições de empregabilidade. Num primeiro painel dedicado à “nova ordem económica e social” e moderado por Vítor Ramalho, Presidente do Conselho de Administração da Fundação INATEL, debateram-se várias perspectivas do novo paradigma de vida em que estamos inseridos. João Leão, Director do Gabinete de Estratégia e Estudos do Ministério da Economia e Inovação e Docente no ISCTE-IUL e João Ferreira do Amaral, Professor Catedrático do ISEG caracterizaram a realidade nacional face à Europa e ao resto do mundo, expondo fragilidades e apontando áreas onde se deve apostar como forma de ultrapassar dificuldades e garantir o desenvolvimento económico e social do país. Victor Hugo Sequeira, Presidente do SITESE, moderou o painel dedicado a “Que empregos de futuro?”. E a questão que deixou em cima da mesa, aos intervenientes deste painel, foi a da qualidade do emprego e do nível de remuneração dos trabalhadores mais qualificados, hoje em dia, que fica muitas vezes aquém das suas expectativas. Para António Saraiva, Presidente da CIP, é clara a necessidade de nos adaptarmos todos à mudança e de apostar na inovação. Assumindo o seu papel, também de empresário, admite que “hoje em dia, os que não apostarem na diferenciação, não conseguem sobreviver”. João Proença, Secretário Geral da UGT, falou da economia cada vez mais aberta em que vivemos e dos novos modelos que é necessário desenvolver como forma

de alcançar melhores empregos. Referiu, a título de exemplo, o norte da Europa com as novas abordagens em matéria de flexibilidade de emprego e mobilidade entre as empresas. O diálogo social, na opinião de Silva Peneda, Presidente do CES, pode ajudar a acabar com o medo e a falta de esperança que tomaram conta dos portugueses. Este seminário contou com a presença de Valter Lemos, Secretário de Estado do Emprego e da Formação Profissional, na sessão de encerramento. “Felicito o Citeforma e o SITESE pela iniciativa perfeitamente adequada ao tempo em que vivemos. Este seminário é a antecipação de uma discussão que vamos ter ‘Qual vai ser o futuro do emprego em Portugal?’” Valter Lemos referiu o esforço notável que tem sido feito muito recentemente em matéria de qualificação de jovens e adultos, no entanto reforça a necessidade de se intensificar ainda mais esse esforço “Os níveis de desemprego subiram muito em Portugal. Mas quando analisamos os dados, verificamos que essa situação não se verifica em relação às pessoas que têm qualificações mais elevadas. Mesmo no ano mais negro da história da empregabilidade, para qualificações de nível superior o saldo é positivo, ou seja, foram criados mais postos de trabalho do que destruídos”.

Formar para empregar com dignidade - enquadramento O processo de enriquecimento de qualificações de um indivíduo é, geralmente, acompanhado de promessas e aspirações. Os jovens procuram, através da melhoria do nível de educação e de formação, alcançar uma oportunidade de emprego de qualidade com uma remuneração que lhes permita assegurar a sua autonomia financeira. No entanto, actualmente, esta situação dificilmente se concretiza. Formam-se pessoas e não há retorno desse investimento. A recompensa que se deveria traduzir em trabalho digno e rendimento compatível fica muito aquém das expectativas. Muitas empresas ainda procuram vantagem competitiva no

recurso a mão-de-obra barata. Proliferam as situações contratuais de trabalho informal, intermitente e precário. Temos, assim, uma geração de jovens que, apesar de dotados de maiores competências para contribuir para o desenvolvimento do país, é obrigada a passar a fronteira para encontrar oportunidades. Preocupação comum a duas entidades que lidam com este desafio, Citeforma e Sitese promoveram uma sessão de reflexão sobre o tema, convidando para o efeito, alguns dos principais intervenientes nacionais.

03


NOTÍCIAS

citeinforma

Colaboradores do grupo Elena Mirò em formação na área de vendas Um grupo de gerentes de loja da cadeia Elena Mirò frequentou, no Citeforma, uma acção de formação de “Optimização da eficácia relacional”. O curso, com a duração total de 16 horas, foi ministrado em duas sessões, durante o mês de Abril e a avaliação final foi muito positiva. “Desenvolvemos o curso em estreita colaboração com a empresa e de acordo com as especificações fornecidas por eles, uma vez que o objectivo era o de uniformizar o acolhimento, nos pontos de venda” explica-nos Rui Palma do Núcleo de Formação Contínua do Citeforma. Com a formação dos seus quadros médios e superiores centralizada em Itália, esta empresa procurou um parceiro em Portugal que respondesse às suas necessidades. A formadora identificada pelo Citeforma para ministrar esta acção de formação foi, antes do processo, convidada a deslocar-se a Barcelona, com o objectivo de presenciar um dos cursos promovido pela entidade italiana. Desta forma, pretendia a empresa garantir um padrão comportamental coerente para a região. Paolo Bigio, director comercial para a Europa esteve presente na sessão de abertura, no Citeforma.

Entrega certificados - Jovens O Citeforma entregou no passado dia 17 de Junho os certificados de formação aos jovens que concluíram recentemente os cursos de formação. Durante a sessão de abertura, José Alberto Leitão, director do departamento de formação do IEFP reforçou a importância destas acções de formação para a entrada dos jovens no mercado de trabalho, anunciando que a partir de Outubro, com a entrada em vigor do novo quadro nacional de qualificações, estas acções de formação passam a ter saída de Nível IV. Apesar das dificuldades gerais de empregabilidade, muitos destes jovens já estão a trabalhar. É o caso de Fábio Carvalho, ex-formando do curso de Técnicas Administrativas. Estagiou na empresa de Luis Simões, onde acabou por ficar. “O estágio correu muito bem. Fui bem acolhido quer pelos colegas, quer pelas chefias. A meio do estágio demonstraram interesse em que eu passasse a integrar o departamento, tanto que comecei a exercer as funções que desempenho de momento.” Rayane Miranda também reconhece que o curso de técnico de secretariado foi uma mais valia para a sua entrada na vida activa. A trabalhar uma empresa de administração de condomínios refere a facilidade de integração no meio: “incentivaram-me, logo desde o início a dar o meu melhor, pois estavam a precisar de uma pessoa para o lugar”. Victor Hugo Sequeira, presidente do Sitese, referia, durante a sessão, a

importância da formação enquanto ferramenta para aceder a um posto de trabalho “Teriam tido mais dificuldade, se não tivessem passado por esta etapa complementar, nesta instituição”. Deixa, no entanto, o aviso “Mas hoje não há empregos para toda a vida. Tem de haver uma dinâmica de actualização permanente!”.

Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho em Portalegre O Citeforma inicia, em Setembro, um conjunto de novas acções na área de segurança, higiene e saúde no trabalho em Portalegre. A melhoria das condições de Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho é hoje uma preocupação generalizada, não só por razões de natureza humana mas também por razões económicas; assim todas as medidas a empreender no domínio da formação e da prevenção relativas à segurança nos locais de trabalho contribuirão para a redução da ocorrência de acidentes de trabalho e de doenças profissionais proporcionando uma melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores, da preservação do ambiente e ainda do aumento da produtividade e da competitividade das empresas portuguesas. Este conjunto de acções, que terão início em Setembro, destinam-se a pessoas que pretendam adquirir competências associadas ao perfil profissional de Técnico de Segurança e Higiene do Trabalho, constante no Catalogo Nacional de Qualificações e/ou técnicos da área profissional visada, que no âmbito da

sua formação contínua pretendam aperfeiçoar os seus conhecimentos. Os candidatos deverão ter o 9º Ano de escolaridade, como habilitações mínimas. Ergonomia no posto de trabalho De 20.09 a 14.10| Pós-Laboral | 50 h | UFCD 3775 | Isento de custo de inscrição Fundamentos gerais de segurança no trabalho De 06.09 a 15.09| Pós-Laboral | 25 h | UFCD 3780 |Isento de custo de inscrição Plano de emergência: definição De 02.11 a 24.11| Pós-Laboral | 50 h | UFCD 3787 |Isento de custo de inscrição Sistema de gestão de segurança e saúde no trabalho - OSHAS 18001 De 25.11 a 06.12| Pós-Laboral | 25 h | UFCD 5171 | Isento de custo de inscrição SHST - Identificação, avaliação e prevenção dos riscos profissionais De 18.10 a 27.10| Pós-Laboral | 25 h | UFCD 5432 |Isento de custo de inscrição Segurança, higiene e saúde no trabalho - socorrismo De 07.12 a 21.12| Pós-Laboral | 30 h | Isento de custo de inscrição

04


o Europass – Suplemento ao Certificado (ESC). Este documento fornece um conjunto de informações complementares ao certificado original que clarificam as qualificações profissionais do cidadão que o possui (competências adquiridas, actividades profissionais acessíveis, organismos de emissão e acreditação, nível do certificado, requisitos de ingresso e possibilidades de acesso a um nível de ensino superior). Destina-se a pessoas que possuam um certificado de educação e formação profissional e procura facilitar a sua compreensão, principalmente por parte das entidades empregadoras ou organismos de outros países. No entanto, o ESC não é um substituto do certificado original nem um sistema de reconhecimento automático das qualificações. Para que o Citeforma, no final da acção de formação, emita o referido documento, deverão os formandos formalizar esse pedido ao departamento de formação.

Com o objectivo de melhorar a transparência das qualificações e competências de modo a facilitar a mobilidade dos cidadãos entre os países e os vários sectores de actividade, foi estabelecida a criação do Europass, por decisão do Parlamento Europeu e do Conselho. O Europass consiste num conjunto de cinco documentos, dois que o próprio cidadão pode preencher (Curriculum Vitae Europass e Passaporte de Línguas Europass) e três preenchidos e emitidos pelas entidades competentes (Europass Suplemento ao Certificado, Europass Suplemento ao Diploma e Europass Mobilidade). O Citeforma, enquanto autoridade certificadora competente, pode emitir

Questões gerais sobre o Europass Legislação Foi instituído em Dezembro de 2004, na Decisão n.º 2241/2004/CE do Parlamento Europeu e do Conselho. Quais os documentos que constituem o Europass? - Curriculum Vitae Europass - Passaporte de Línguas Europass - Europass Suplemento ao Certificado - Europass Suplemento ao Diploma - Europass Mobilidade Para que serve? Destina-se a auxiliar o cidadão a apresentar as suas competências e qualificações de uma forma clara e facilmente compreensível em toda a Europa (União

Europeia, EFTA/EEE e países candidatos), para além de favorecer a mobilidade. Qual a ligação do Citeforma ao Europass? A informação incluída no Europass – Suplemento ao Certificado é fornecida pela autoridade certificadora competente. Assim, todos os formandos que frequentem acções de formação no Citeforma, nas modalidades de Educação Formação de Adultos, Educação Formação de Jovens e Aprendizagem podem pedir a emissão do seu Europass – Suplemento ao Certificado. Quanto custam os documentos Europass? Os documentos Europass são gratuitos. Para mais informações: www.europass.proalv.pt

Dia da Suíça Por iniciativa da Rede EURES e do Instituto de Emprego e Formação Profissional, decorreu no Citeforma, no passado dia 22 de Abril o Dia da Suíça. Este evento, dirigido a candidatos a emprego que pretendem trabalhar neste país, procurou ser um ponto de partida para uma recolha de informação mais exaustiva sobre a situação do emprego e as condições de vida e de trabalho na região. A sessão informativa contou com a participação de um Conselheiro EURES assim como de uma empresa de recrutamento e selecção da área da saúde com ofertas de emprego.

Iniciativa formação para empresários Foi criada, através da Portaria n.º 183/2010, de 29 de Março, a Iniciativa Formação para Empresários, com o objectivo de reforçar e desenvolver as competências dos empresários de micro, pequenas e médias empresas, através da realização de acções de formação e de aconselhamento que respondam às suas necessidades, visando a melhoria da sua capacidade de gestão e o aumento da competitividade, modernização e capacidade de inovação das respectivas empresas. O Citeforma foi uma das entidades identificadas pelo IEFP para participar nesta acção. A formação em Competências em Gestão de nível base ou de nível avançado é estruturada em percursos com uma duração total de 125 horas, distribuídas por um período máximo de 8 meses e integra duas componentes de formação: teórico-prática e aconselhamento. Esta iniciativa destina-se a empresários, cujas empresas empreguem até 100 trabalhadores, com sede na região de Lisboa e Vale do Tejo.

05

citeinforma

FORMAÇÃO ACTIVOS

Europass – Suplemento ao Certificado


citeinforma

CENTRO NOVAS OPORTUNIDADES

Processos de reconhecimento no local de trabalho No seguimento de um protocolo assinado com o grupo Auchan, o Citeforma tem desenvolvido sessões de reconhecimento, validação e certificação de competências junto dos colaboradores desta instituição. Com o objectivo de facilitar a participação de muitos colaboradores que trabalham por turnos, a empresa não só providenciou condições para que estes processos decorram nas suas próprias instalações como ainda lhes permite que o façam dentro do seu horário de trabalho. “O que acontece às vezes é que não é permitido a vários colaboradores da mesma secção frequentarem o processo no mesmo período. Mas uns estão a fazer agora, outros fazem num próximo grupo.” explica-nos Rita Santos, Técnica de RVCC do CNO do Citeforma. “De qualquer forma, é de louvar o facto da empresa criar condições para que as pessoas frequentem os processos, porque quem trabalha por turnos, fica sempre à margem destas iniciativas”.

Filipa Santos é operadora na óptica da loja. Tentou há uns anos concluir o ensino secundário à noite, sem sucesso. “É complicado. Tinha de voltar muito atrás. Assim que surgiu esta oportunidade, que me permite conciliar com o trabalho, nem hesitei! Já conhecia as Novas Oportunidades, mas nunca poderia frequentar o processo noutro sitio, por causa do horário fixo”. Regina Silva também tinha tentado o ensino nocturno com o objectivo de concluir o secundário, mas o facto de ser das primeiras a entrar na loja, muito antes das portas abrirem constituía um problema “desisti, porque entro aqui tão cedo, que andava sempre muito cansada!”. Neste momento, mostra-se empenhada em concluir o processo “No início parecia-me um pouco complicado. E ainda não consigo encaixar bem as ideias no papel, mas acho que com jeitinho vai lá!”.

Entrega Certificados – CNO Decorreu, em Abril, uma entrega de certificados aos candidatos que concluíram o processo de reconhecimento, validação e certificação de competências no CNO do Citeforma. A presença institucional dos parceiros é cada vez mais uma realidade. Nesta sessão, contámos com a colaboração de Paula Lobinho do El Corte Inglês, Maria das Dores Sampaio, Cristina Martinho e Daniela do Vale da DGCI que fizeram questão de entregar os certificados aos candidatos provenientes das suas entidades. Para a sessão de abertura, o Citeforma convidou o Gabinete de apoio ao acesso e creditação de qualificações da Universidade de Lisboa (UL). Joana Soares e Margarida Figueira, técnicas desta entidade, apresentaram o processo de acesso “Maiores de 23”

na UL, explicando como é feita a candidatura, quais os documentos necessários, como se processa a avaliação e ainda a listagem de cursos com vagas para o próximo ano lectivo. Abordaram, ainda, a possibilidade de creditação da experiência profissional e/ ou formação. Agostinho Castanheira, Director do Citeforma, felicitou os presentes pelo empenho neste processo “Se antes as pessoas se acomodavam à ideia de não conseguir ir mais além, isso hoje já não é verdade. São várias centenas de milhares de pessoas que acreditam, hoje, no valor da sua experiencia pessoal e profissional. E como acreditam no futuro, frequentam este processo. Convidámos assim, para esta sessão, técnicos da Universidade de Lisboa, porque sabemos que as pessoas que aqui estão querem e podem ir mais além.”

Testemunho – Carlos Dinis – Candidato do CNO do Citeforma “Trabalho no grupo Auchan e foi lá, através dos recursos humanos, que tive conhecimento das Novas Oportunidades. Há muitos anos que não estudava. Abandonei a escola no 6ª ano, com 14 anos e fui logo trabalhar em carnes. Ainda tentei continuar, através do sistema de unidades capitalizáveis, mas desisti. Sentia muitas dificuldades de acompanhamento. Vim por minha iniciativa ao Citeforma e fiz aqui o processo do básico. Correu muito bem. As formadoras disponibilizaram-se sempre para ajudar no que fosse preciso e isso cativa. Foram elas que me incentivaram a continuar para o secundário e assim integrei o grupo que iniciou em Abril. Apesar de

achar difícil e mais trabalhoso, estou motivado a continuar. O apoio tem sido grande! Se não fossem elas, acho que não estaria aqui agora! A empresa onde estou também me tem ajudado. Trabalho em turnos rotativos, mas tem sido fácil conciliar com os colegas de forma a poder assistir às sessões. Acredito que tenha melhorado a qualidade do meu trabalho e estou a ganhar mais autonomia. A família também me tem impulsionado a continuar a estudar. O meu grande objectivo agora é terminar o ensino secundário e ingressar no ensino superior. Termino com um conselho a todos os que possam ler o meu testemunho: continuem a estudar e não percam os vossos objectivos!”

06


coordenadora do CNO do Citeforma. “A realidade, é que quando o Citeforma foi convidado a aderir a esta metodologia, não existiam tempos de espera de atendimento dos candidatos, que justificassem a seu uso”. Assim, a utilização da plataforma tem sido rentabilizada de acordo com o que IEFP definiu como sendo a segunda etapa: um instrumento de apoio no âmbito do decorrer do processo de RVCC. O primeiro grupo a trabalhar neste meio, pelas próprias características dos envolvidos, foi o de Técnico de Instalação e Gestão de Redes. A plataforma permite um acompanhamento do processo à distância. É dada permissão de acesso a todos os envolvidos e são lá colocados todo o tipo de documentos de partilha como a descodificação do referencial, a grelha de avaliação, etc. Facilita a troca ou alteração de documentos entre tutor, profissional e candidatos promovendo a comunicação entre todos. “A vida profissional dos candidatos ao PRO de Redes é complicada. Muitas vezes, têm de interromper a sessão porque foram chamados a resolver alguma questão urgente. Com a plataforma, garantimos o acesso a toda a informação que é transmitida nas sessões” explica Susana Gonçalves. Mais tarde, a plataforma começou a ser explorada num processo de nível secundário. “Ainda que haja alguma dificuldade de homogeneidade do grupo em termos de literacia informática que permita a sua utilização generalizada, a verdade é que estão já a ser implementados muitos hábitos de comunicação por e-mail” refere a coordenadora do CNO. Uma outra vertente deste sistema é o da comunidade de práticas, ou seja, uma área onde os profissionais podem interagir entre si e partilhar experiências, dúvidas, etc.

Ao implementar um novo modelo de intervenção nos centros de formação profissional, o IEFP desenvolveu uma metodologia de espera activa com recurso a uma plataforma de e-learning. Com diferentes valências, esta plataforma, numa primeira etapa, tinha por objectivo minimizar os problemas decorrentes dos tempos de espera que as pessoas se sujeitavam ao candidatar-se a processos de RVCC, pois permitia que os próprios fossem desenvolvendo algumas fases de diagnóstico e encaminhamento, à distância. “Mediante registo, o adulto poderia fazer a sua ficha de inscrição, o currículo, ou seja, ia adiantando alguns documentos que habitualmente são feitos nas primeiras sessões” refere Susana Gonçalves,

Legislação sobre trabalho, solidariedade e segurança social Por Rogério Pacheco Portaria n.º 125/2010 de 1 de Março Prevê medidas excepcionais de apoio à contratação para o ano de 2010.

Portaria n.º 191/2010 de 8 de Março Terceira alteração à Portaria n.º 736/2006, de 26 de Julho, que aprova o regulamento de condições mínimas para os trabalhadores administrativos

Portaria n.º 126/2010 de 1 de Março Estabelece as normas de funcionamento e de aplicação das medidas a disponibilizar no quadro da nova geração de iniciativas sectoriais, no âmbito do Programa Qualificação-Emprego.

Lei n.º 4/2010 de 5 de Maio Inclusão nas bases de dados do Instituto do Emprego e Formação Profissional e do Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social, nos boletins ou publicações temáticas sobre o desemprego, do estado civil do desempregado, ou situação equiparada, e da condição laboral do cônjuge.

Portaria n.º 127/2010 de 1 de Março Regulamenta o Programa de Estágios Profissionais — Formações Qualificantes de níveis 3 e 4 e altera a Portaria n.º 129/2009, de 30 de Janeiro, que regulamenta o Programa Estágios Profissionais.

Lei n.º 5/2010 de 5 de Maio Estabelece um regime transitório e excepcional de apoio aos desempregados com filhos a cargo e procede à segunda alteração ao Decreto-Lei n.º 220/2006, de 3 de Novembro.

Portaria n.º 128/2010 de 1 de Março Segunda alteração à Portaria n.º 131/2009, de 30 de Janeiro, que regulamenta o programa de Estágios Qualificação-Emprego.

Portaria n.º 255/2010 de 5 de Maio Aprova o modelo do requerimento de autorização de serviço comum, de serviço externo e de dispensa de serviço interno de segurança e saúde no trabalho, bem como os termos em que o requerimento deve ser instruído.

Decreto-Lei n.º 15/2010 de 9 de Março Estabelece medidas de apoio aos desempregados de longa duração, alargando por um período de seis meses a atribuição do subsídio social de desemprego inicial ou subsequente ao subsídio de desemprego que cesse no decurso do ano de 2010, procedendo à primeira alteração do Decreto-Lei n.º 68/2009, de 20 de Março.

Portaria n.º 274/2010 de 18 de Maio Alarga às empresas, trabalhadores e activos desempregados que integram os sectores dos ramos da construção civil, cerâmica e metalurgia e metalomecânica o âmbito de aplicação das medidas disponibilizadas no quadro da nova geração de iniciativas sectoriais, procedendo à primeira alteração à Portaria n.º 126/2010, de 1 de Março, que estabelece as normas de funcionamento e de aplicação das medidas tomadas no âmbito do Programa Qualificação-Emprego.

Portaria n.º 154/2010 de 11 de Março Cria novas medidas para reforço do Programa INOV e revoga a Portaria n.º 1451/2009, de 28 de Dezembro. Portaria n.º 172-A/2010 de 24 de Março Fixa o número máximo de estagiários a seleccionar anualmente para o Programa de Estágios Profissionais na Administração Pública Central (PEPAC).

Portaria n.º 277-A/2010 de 24 de Maio Regulamenta o Decreto-Lei n.º 308/2007, de 3 de Setembro, alterado pelos DecretosLeis n.os 61-A/2008, de 28 de Março, e 43/2010, de 30 de Abril, que cria o programa de apoio financeiro Porta 65 — Arrendamento por Jovens

Portaria n.º 172-B/2010 de 24 de Março Regulamenta o novo Programa de Estágios Profissionais na Administração Central do Estado (PEPAC).

07

citeinforma

CENTRO NOVAS OPORTUNIDADES

Plataforma de Espera Activa


citeinforma

FORMAÇÃO PARA JOVENS Curso

uFCD

IníCIo

FIm

19-07-2010

10-2011

1460 h

Técnico de Multimédia

19-07-2010

09-2011

1695 h

Técnico de Contabilidade

27-09-2010

10-2011

1415 h

27-09-2010

11-2011

1862,5 h

Técnicas Administrativas

Duração HorárIo

InsCrIção

sócios sitese

não sócios

L

Isento

L

Isento

L

Isento

L

Isento

CURSOS DE FORMAÇÃO

JULHO A SETEMBRO DE 2010

Destinatários: Jovens até aos 22 anos*, com o 12º ano de escolaridade. Técnico Especialista em Gestão de Redes e Sistemas Informáticos

Destinatários: Jovens com o ensino secundário completo e com uma qualificação profissional de nível 3 na área das Ciências Informáticas.

FORMAÇÃO PARA ACTIVOS - Formação Contínua uFCD

Processamento Salarial e Segurança Social

IníCIo

FIm

Duração HorárIo

03-07-2010

10-07-2010

15 h

S

InsCrIção

sócios sitese

não sócios

€ 65

€ 100

Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho

UC

03-07-2010

31-07-2010

40 h

S

€ 48,5

€ 75

Língua inglesa informação e orientação

3462

05-07-2010

14-07-2010

25 h

PL

€ 21

€ 42,5

05-07-2010

22-07-2010

50 h

PL

€ 42,5

€ 85

Gestão do tempo e organização do trabalho

382

10-07-2010

31-07-2010

25 h

S

€ 21

€ 42,5

Inglês ao Vivo - Conversação em Língua Inglesa - Portalegre

UC

12-07-2010

23-07-2010

30 h

PL

12-07-2010

21-07-2010

25 h

PL

€ 40,5

€ 65

17-07-2010

31-07-2010

25 h

PL

€ 21

€ 42,5

Julho

VBA - Excel e Access

Introdução à Web 2.0 Recursos humanos processamento de vencimentos

678

Isento

Inglês em contexto socioprofissional

5768

19-07-2010

28-07-2010

25 h

PL

€ 21

€ 42,5

Língua inglesa animação cultural

3476

19-07-2010

28-07-2010

25 h

PL

€ € 21

€ 42,5

Língua inglesa comunicação oral e escrita

657

19-07-2010

28-07-2010

25 h

PL

€ 21

€ 42,5

Gestão de conflitos

1531

01-09-2010

09-09-2010

25 h

PL

€ 21

€ 42,5 € 42,5

Língua inglesa informação e orientação

3462

01-09-2010

10-09-2010

25 h

PL

€ 21

Administração de bases de dados para programadores

3933

04-09-2010

16-10-2010

50 h

S

€ 62,5

Comunicação, moderação, técnicas de apresentação e visualização - Portalegre

4641

04-09-2010

16-10-2010

50 h

S

04-09-2010

16-10-2010

50 h

S

€ 81

5101

04-09-2010

25-09-2010

25 h

S

€ 32,5

€ 65

UC

04-09-2010

06-11-2010

30 h

S

€ 34

€ 52,5

Firewalls - Implementação Hardware e redes de computadores Inglês ao Vivo - Conversação em Língua Inglesa

04-09-2010

02-10-2010

35 h

S

€ 61,5

€ 95

04-09-2010

06-11-2010

25 h

S

€ 21

€ 42,5

587

04-09-2010

16-10-2010

50 h

PL

€ 42,5

€ 85

TIC-B3-A

04-09-2010

16-10-2010

50 h

S

€ 42,5

€ 85

Plano de Marketing

366

04-09-2010

16-10-2010

50 h

S

€ 42,5

€ 85

Programação de sistemas distribuídos JAVA

816

04-09-2010

16-10-2010

50 h

S

€ 62,5

€ 125

Atendimento inglês técnico

3492

06-09-2010

02-11-2010

50 h

PL

€ 42,5

€ 85

Folha de cálculo

756

06-09-2010

28-09-2010

50 h

PL

€ 42,5

€ 85

CLC-LEI-1

06-09-2010

17-09-2010

50 h

PL

€ 42,5

€ 85

06-09-2010

22-09-2010

50 h

PL

€ 62,5

€ 125 € 42,5

Métodos e técnicas de análise económica e financeira Operar, em segurança, equipamento tecnológico, designadamente o computador

Inglês Elementar I - I Programação em linguagem SQL avançada

06-09-2010

15-09-2010

25 h

PL

€ 21

Sistemas de Informação Geográfica I

06-09-2010

24-09-2010

60 h

PL

€ 94

€ 145

MS-Office - Colaboração em Tempo Real

07-09-2010

29-09-2010

25 h

PL

€ 21

€ 42,5

Sistema de gestão da segurança e saúde do trabalho OSHAS 18001

setembro

€ 125

3476

Liderar Grupos com Inteligência Emocional Língua inglesa animação cultural

€ 125 Isento

5171

Reuniões de trabalho organização e planificação

700

07-09-2010

23-09-2010

25 h

PL

€ 21

€ 42,5

Comunicação no atendimento

704

09-09-2010

30-09-2010

25 h

PL

€ 21

€ 42,5

Auditoria Contabilística e Financeira

11-09-2010

30-10-2010

32 h

S

€ 39

€ 60

Contabilidade de Gestão

11-09-2010

16-10-2010

32 h

S

€ 52

€ 80

11-09-2010

23-10-2010

50 h

S

€ 62,5

€ 125 € 250

Programação em Visual Basic NET

3934

Formação Pedagógica Inicial de Formadores - Portalegre

13-09-2010

22-10-2010

104 h

PL

€ 162,5

Formação Pedagógica Inicial de Formadores

13-09-2010

22-10-2010

104 h

PL

€ 218

€ 336

14-09-2010

07-10-2010

25 h

PL

€ 21

€ 42,5

14-09-2010

11-11-2010

50 h

PL

€ 55

€ 85

14-09-2010

23-09-2010

25 h

PL

€ 21

€ 42,5 € 42,5

Cortesia, etiqueta e protocolo no atendimento

703

Espanhol Avançado I Inglês em contexto socioprofissional

5768

Língua inglesa comunicação oral e escrita

657

14-09-2010

23-09-2010

25 h

PL

€ 21

Controlo de gestão

620

18-09-2010

30-10-2010

50 h

S

€ 42,5

€ 85

Noções e conceitos de qualidade

234

20-09-2010

29-09-2010

25 h

PL

€ 21

€ 42,5

Língua Inglesa

5063

27-09-2010

15-12-2010

50 h

PL

€ 42,5

€ 85

Língua inglesa acompanhamento e avaliação

531

27-09-2010

15-12-2010

50 h

PL

€ 42,5

€ 85

Língua inglesa atendimento

354

27-09-2010

15-12-2010

50 h

PL

€ 42,5

€ 85

Organização estruturas e funções

684

27-09-2010

18-10-2010

25 h

PL

€ 21

€ 42,5

Encerramento anual das contas

574

28-09-2010

07-12-2010

50 h

PL

€ 42,5

€ 85

Estrutura e comunicação organizacional

649

28-09-2010

02-11-2010

25 h

PL

€ 21

€ 42,5

Gestão do tempo

686

28-09-2010

27-10-2010

25 h

PL

€ 21

€ 42,5

28-09-2010

28-02-2011

95 h

PL

€ 75

€ 115

Gestão Integrada de Recursos Humanos Imposto sobre o rendimento (IRC)

576

28-09-2010

07-12-2010

50 h

PL

€ 42,5

€ 85

Contabilidade geral

690

30-09-2010

25-11-2010

25 h

PL

€ 21

€ 42,5

Inscrição em UFCD: Descontos para sócios do Sitese, reembolsos para formandos encaminhados por um CNO e isenção para desempregados Formação Co-Financiada pela União Europeia (Fundo Social Europeu) e pelo Estado Português (Ministério do Trabalho e da Solidariedade Social). UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu

GOVERNO DA REPÚBLICA PORTUGUESA Ministério do Trabalho e Solidariedade Social

• Nota: datas previstas, sujeitas a confirmação • JUHLO A SETEMBRO 2010

Curso

CITE'IN'FORMA Nº44  

CITE'IN'FORMA Nº44 - 3º trimestre 2010

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you