Issuu on Google+


SUMÁRIO O Mascote – Pág. 04 Responsabilidade Social – Pág. 05

Projeto Sebrae – Pág. 06 Segurança – Pág. 07

Turismo – Pág. 08 Em cada canto do País – Pág. 10

Dezembro/2012

Página 2


EDITORIAL COPA do Mundo no Brasil, nos últimos meses em qualquer lugar as pessoas comentam sobre o maior evento a ser realizado no país. Porém surgem muitas dúvidas, será que estamos preparados para receber um evento deste porte? Temos estruturas? E o pós Copa, como será? Seria interessante fazer uma pequena reflexão, sobre o pós Copa na África, estádios que se tornaram “Elefantes Brancos”, um país onde a desigualdade reina todo um investimento para durar um mês, após esse período as coisas voltaram ao normal, à fome e a miséria. Copa do Mundo vai muito além de GRANDES estádios, o país será visitado por pessoas do mundo todo, seremos o foco durante um mês, mas e depois de tudo isso, o que será feito, o que restará para o povo brasileiro? Várias das obras estão sendo financiados pelo Governo Federal, grandes investimentos, quando veremos o retorno? A ideia de dividir os jogos em 12 cidades parece bem interessante, uma promoção para o país, mas se fossem escolhidos três ou quatro estados os gastos não seriam menores, e os resultados não seriam melhores? Dúvidas e incertezas que só teremos respostas, no segundo semestre de 2014 ou até mesmo em 2015. Nem tudo é negativo, existem os investimentos em educação, geração de empregos, aumento na renda das famílias, esses investimentos são mais importante do que as grandes OBRAS físicas, afinal esses deverão permanecer e irão contribuir para um país diferente um país melhor. O que nos resta é “esperar” para ver qual será a grande FINAL do mundial. Que a vitória não fique só dentro de campo, mas que traga grandes conquistas para o PAÍS do Futebol!!!!

Cíntia Moreira Rodrigues, dezembro de 2012

Dezembro/2012

Página 3


Após analisar 47 propostas a FIFA, junto com o Comitê Organizador Local da Copa, escolheu o tatu-bola para ser o Mascote da Copa no Brasil, o design foi criado pela 100% Desing. O Mascote é utilizado em campanhas promocionais e contato com o público, sendo assim uma das principais imagens do Mundial. O mascote, também conhecido como FULECO, busca uma representação de futebol e ecologia. Acredita-se que a Copa no Brasil deva ser ecologicamente correta, e existem grandes movimentos para que isso de fato ocorra. Porque FULECO?! Um comitê composto por Bebeto, Arlindo Cruz, Thalita Rebouças, Roberto Dualibi e Fernand Santos, escolheu três opções de nome: Zuzeco, Amijubi e Fuleco. Após a escolha das três opções, pelo voto popular FULECO, foi escolhido com 48% dos votos. O resultado foi anunciado na noite do dia 25 de novembro, dois meses após o inicio da votação. O famoso tatu-bola é uma criatura nativa do Brasil, seu nome original é Tolypeutes tricinctus. Outros mascotes entraram para a história, como o Zakumi (África do Sul 2010) e o Goleo (Alemanha 2006).

Dezembro/2012

Página 4


A

conteceu em Setembro/2012, o dações. Portanto o projeto visa a sustentabilidade “Seminário Copa 2014: Oportunidaambiental e urbana, buscando a melhoria da quades para a Sustentabilidade Urbalidade de vida dos habitantes. na”, em Brasília. Um projeto entre o Ministério O Estádio Nacional de Brasília tem como do Esporte e o BID (Banco Interamericano de projeto a utilização do material da área de coberDesenvolvimento), onde tura, do antigo estádio, as 12 cidades sedes da “A partir do Mundial, devemos criar para gerar energia elétrica Copa apresentaram estuexperiências, modelos e projetos a partir da radiação do dos de caso sobre sustenque ajudem o Brasil e o mundo a sol. Tudo isso faz parte da tabilidade com intervenimplantação de uma ação ções urbanas. Durante o ter uma vida mais sustentável”. sustentável, que tem por seminário o Ministro do objetivo gerar a totalidade ou parte da energia a Esporte, Aldo Rebelo, destacou a importância ser consumida na edificação. da sustentabilidade além do futebol: “A partir do Mundial, devemos criar experiências, modelos O início da operação está previsto para e projetos que ajudem o Brasil e o mundo a ter 2014, e visa produzir energia suficiente para aliuma vida mais sustentável”. mentar aproximadamente 1.000 unidades domiciCuiabá demonstrou a preocupação com os resíduos sólidos recicláveis encaminhados indevidamente para os aterros sanitários, como solução uma das alternativas seria a coleta seletiva. O objetivo do Projeto de Coleta Seletiva e Reciclagem para a cidade de Cuiabá será a implantação de coleta seletiva domiciliar, específica em resíduos sólidos. O projeto encontrase em fase de concepção, o município ainda não possui coleta seletiva. Além dos benefícios em relação ao meio ambiente, o Projeto prevê um aumento de renda para as associações e cooperativas de catadores. Os principais benefícios esperados são:  Aumento do tempo de vida útil do aterro;  Manutenção da limpeza das ruas, galerias de esgoto e cursos d’água;  Aumento do volume de reciclagem de resíduos;  Geração de renda ás famílias envolvidas no projeto. O projeto está diretamente ligado, a área ambiental, social e econômica e indiretamente a saúde e segurança, os resíduos que não são descartados de forma correta podem causar epidemias e inunDezembro/2012

liares, ou metade da demanda do estádio.

Um ponto não apontado no Seminário, mas também ligado à sustentabilidade, está em Manaus, a Construtora Andrade Gutierrez S.A., responsável pela construção do Estádio Vivaldo Lima, formou uma fábrica de pré-moldados no canteiro de obras, uma forma de reduzir os custos de produção. As sobras e resíduos da demolição do antigo estádio foram reutilizados. Durante o seminário, foram citadas 22 iniciativas sustentáveis, inclusive usar a água da chuva para irrigação do gramado e energia solar como meio de iluminação para refletores. Como podemos ver a organização do Mundial não está só preocupada com as estruturas, mas também com o meio ambiente. É a COPA do Mundo, trazendo ideias e inovações. (FONTE: Portal da Copa)

Página 5


R

ealizado nas 12 cidades sedes da Copa 2014, o Programa SEBRAE 2014, têm como foco auxiliar e apoiar as Micros e Pequenas Empresas e os Empreendedores individuais, para que possam se tornar competitivos diante tantas oportunidades.

Para iniciar o programa, em parceria com a Fundação Getúlio Vargas, foram mapeadas quase 930 oportunidades, divididas em nove setores: 1. Agronegócio 2. Comércio varejista 3. Construção civil 4. Madeira e móveis 5. Produção associada ao turismo 6. Moda 7. Serviços 8. Tecnologia da informação e comunicação (TIC) e 9. Turismo. A principal ferramenta utilizada é a Matriz de Competitividade, ela apontará um diagnostico da empresa, mostrando o seu nível de competitividade e fornecendo um plano de desenvolvimento. Como exemplo do mapeamento, segue a relação de oportunidades apontadas no Distrito Federal: SETOR

Nº de oportunidades identificadas 66 86 46 24 85

Nº de novas MPEs 330 430 230 120 425

Nº de novos empregos 990 1.290 690 360 1.275

Construção Civil Tecnologia da Informação Madeira e Móveis Têxtil e Vestuário Turismo Produção Associada ao 88 440 1.320 Turismo Comércio Varejista 52 260 780 Agronegócios 50 250 750 Serviços 42 210 630 Total 539 2.695 8.085 *Considerando um faturamento médio anual de R$ 600.000,00, por empresa.

Faturamento bruto (anual/milhão)* R$ 198 R$ 258 R$ 138 R$ 72 R$ 255 R$ 264 R$ 156 R$ 150 R$ 126 R$ 1.617 FONTE: SEBRAE-DF

Para a divulgação, o SEBRAE realizará encontros de negócios até 2014, com o objetivo de aproximar compradores e vendedores, e auxiliando nas linhas de crédito.

Dezembro/2012

Página 6


O

s investimentos previstos para a área de segurança são de R$ 1,879 bilhão, este valor faz parte dos investimentos destinados em infraestrutura, mobilidade urbana, portos, aeroportos, turismo, telecomunicações e estádios.

Um investimento de R$ 158,2 milhões será destinado para o fortalecimento da segurança nas estradas, incluindo o aprimoramento de equipamentos de segurança.

Qualificação: As atividades de segurança envolvem a Aeronáutica, Exército, Marinha, Polícia Federal, entre outros. As ações preveem a integração de radiocomunicação entre instituições estaduais e os órgãos federais, além de capacitação, treinamentos, simulações e fiscalização do efetivo das instituições de segurança, entre outras atividades.

Em 2012, já foram treinados 1.200 profissionais, num total de 24 cursos e seminários, para 2013, espera-se treinar 45 mil pessoas. Para a capacitação desses profissionais o investimento é de R$ 230 milhões.

Exército: “A divisão de tarefas vai permitir uma ação cada vez mais integrada, conjunta e efetiva dos ministérios da Defesa e da Justiça”, afirmou o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo.

“A divisão de tarefas vai permitir uma ação cada vez mais integrada, conjunta e efetiva dos ministérios da Defesa e da Justiça”, afirmou o Ministro da Justiça.

As atribuições do Exército são emprego de helicópteros, fiscalização de explosivos, defesa química, terrorismo, entre outras ações, e o investimento destinado a esses serviços R$ 247,4 milhões.

Divisão das Atribuições: Marinha: Integração: Secretaria Especial de Segurança para Grandes Eventos (Sesge) será responsável pelos 12 centros integrados em cada cidade-sede e dois centros nacionais (Rio de Janeiro e Brasília). O centro integrado de Brasília será responsável pela resolução dos problemas de alto nível e impacto, recebendo informações de todos os estados. O investimento estimado é de R$ 782 milhões.

Pontos de Entradas:

Dezembro/2012

Um investimento de R$ 207,7 milhões será destinado a Marinha, para atuar na área de fiscalização, defesa e vigilância marítimas e fluviais.

Aeronáutica: Sua principal atuação será na defesa do Espaço Aéreo Nacional, e o investimento será de R$ 252,9 milhões. Fonte: Portal Copa

Página 7


O Ministério do Turismo, com o objetivo de ajudar os turistas estrangeiros que visitarão o país na Copa de 2014, listou 184 destinos em cidades brasileiras com até 300km de distância das cidades sedes. “Nossos estudos indicam que cada estrangeiro realizará uma média de três viagens pelo Brasil durante o mês da Copa. Traçamos uma estratégia para intensificar o fluxo de deslocamentos, beneficiando o maior numero de municípios e distribuindo melhor a geração de empregos e renda”, afirma o ministro do Turismo Gastão Vieira. Além dos destinos foram selecionados 88 produtos, como: ecoturismo, aventura, cultura, negócios, gastronomia, entre outros. O estudo foi elaborado pelo Ministério do Turismo em parceria com a Embratur e as secretarias de Turismo dos estados. (Fonte: Ministério do Turismo)

EMBRATUR lança aplicativo

C

erca de um terço (32,6%) dos estrangeiros que visitam o Brasil organiza sua viagem pela internet, segundo pesquisa realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE). Para facilitar a vida dos turistas, a EMBRATUR (Instituto Brasileiro de Turismo), lançou uma ferramenta de comunicação digital, o Trip Planner, o aplicativo foi divulgado durante a Feira do Turismo das Américas – 2012. Segundo o gerente de Comunicação Digital da Embratur, Thiago Diniz, o aplicativo poderá atender, tanto o usuário que busca informações quanto para o comércio, que pode vender seus produtos. O aplicativo poderá ser visualizado pela Fan Page Visit Brasil, no Facebook, acessando a página, o internauta de forma interativa, irá organizando sua “viagem”, conhecendo um pouco da cidade escolhida. Fonte: Embratur

Dezembro/2012

Página 8


Divulgação da Copa na Argentina

A

secretaria de Turismo do Rio Grande do Sul aproveitou a proximidade com a Argentina para a divulgação da Copa 2014. Foram colocados 300 cartazes e 52 painéis, entre estações de metrô e shoppings de Buenos Aires. O anúncio convida os argentinos para conhecerem o Rio Grande do Sul e a participarem dos jogos da Copa. “Você está a 90 minutos dos jogos da Copa do Mundo de 2014. Viaje ao Rio Grande do Sul para viver uma experiência inesquecível”, são essas as palavras do anúncio em Espanhol. Essa campanha faz parte de um Evento promovido pela Embratur, com a iniciativa de divulgar a Copa de 2014 em todo o Mundo. Fonte: Portal2014

Divulgação/Sec. de Turismo RS

O

Sistema Nacional de Registro de Hóspedes (SNRHos), é um programa do Ministérios do Turismo, que tem por objetivo é traçar o perfil e hóspedes no país, “Junto a isso está o fato de termos a noção dos lugares mais visitados e com a maior demanda de turistas no país”, explica a Administradora do Ministério do Turismo, Fernanda Carneiro. O SNRHos, é uma plataforma online, onde serão armazenadas as fichas preenchidas pelos hóspedes no momento do check-in, as empresas tem três formas para transmitir os dados: online, WebService e offline. O sistema online, o cadastro é feito diretamente pelo site www.hospedagem.turismo.gov.br, nesse caso as atualizações são feitas em tempo real. O WebService, são para as empresas que já possuem gestão hoteleira. E a offline, os dados são registrados em um programa de computador. O sistema é destinado para as empresa que possuem cadastro no Cadastrur, site responsável pelo controle de pessoas físicas e jurídicas que atuam na área do turismo. (FONTE: SNRHos)

Dezembro/2012

Página 9


Dezembro/2012

Pรกgina 10


Nesta sessรฃo iremos apresentar um pouco de cada das 12 cidades sede, do Mundial. Cada uma tem se destacado em uma รกrea, aproveitando cada oportunidade, seja turismo, mobilidade urbana, seguranรงa, infraestrutura.

Dezembro/2012

Pรกgina 11


Manaus - AM Manaus, conhecida como a metrópole da Amazônia, está localizada no centro da maior floresta tropical do mundo. Além dos recursos naturais, Manaus também é conhecida pelo seu Polo Industrial, hoje considerada sua principal força econômica, a criação do polo tecnológico, foi um dos responsáveis pela cidade concentrar, hoje, uma das maiores comunidades japonesas do país. Atualmente a cidade é a sexta maior a deter o PIB (Produto Interno Bruto). Visando a geração de emprego para a Copa, o Governo do Amazonas em parceria com o Movimento Amigos da Zona Norte (Amazon) e a empresa de cosméticos Amazogreen, estão desenvolvendo o projeto “Capacitação de Emprego e Renda para a Copa 2014”. Em 22 de Outubro de 2012, foi realizada a entrega dos diplomas da primeira turma de mulheres, do curso de Confecção e Embalagens Artesanais. O projeto pretende formar 100 pessoas, até o fim de 2012. O diretor-presidente da Amazogreen, Francisco Pontes, destacou a importância e a participação da mulher no mercado de trabalho: “As mulheres vêm conquistando e obtendo espaço em todos os setores da sociedade. No trabalho, toda qualificação é bem vinda, e isso ajuda quem esta procurando uma colocação”. Fonte: Governo do Amazonas

Infraestrutura Estimado em R$ 89,4 milhões, é este o valor do investimento destinado às obras do Porto de Manaus, o projeto visa à adaptação dos Armazéns 3 e 4 para passageiros, Armazém 0 para bagagens, aumento do cais e defesas, urbanização de pátio para estacionamento e passarela coberta. (Fonte: Portal Copa)

Dezembro/2012

Página 12


Fortaleza – CE

O

Castelão, em Fortaleza, teve o plantio do gramado concluído em 18 de novembro, sendo a primeira arena a ter a grama concluída em caráter definitivo. A estrutura do projeto, além da beleza arquitetônica, reflete raios solares e ameniza o calor. O estádio receberá seis jogos do Mundial em 2014, entre eles um da Seleção Brasileira, pela segunda rodada do Grupo “O curso mudou a opinião dos meus A.

filhos. Eles pensavam em parar de

Como incentivo à educação, em seestudar e, quando me viram evoluintembro de 2012, vinte e um operários da obra da arena, Castelão, rece- do, mudaram de ideia. Agora sentem beram a declaração de alfabetização, do 1º ao 5º ano do ensiaté mais orgulho de mim.” no fundamental (Educação de Jovens e Adultos). Entre os operários ganhou destaque uma mulher, a pedreira Francisca Falcão, “O curso mudou a opinião dos meus filhos. Eles pensavam em parar de estudar e, quando me viram evoluindo, mudaram de ideia. Agora sentem até mais orgulho de mim.” As aulas foram parceria do Consórcio Construtor e Sesi, como incentivo , os alunos que tinham 100% de frequência, recebiam cesta básica. (Fonte: SECOPA – CE).

Natal - RN Com pouco mais de 800 mil habitantes, a capital do Rio Grande do Norte, está localizada no extremo nordeste do país, a cidade é famosa por suas dunas e praias. Estima-se que em 2014, a cidade possa receber cerca de 3 milhões de turistas, por conta disso uma das principais preocupações é terminar o Aeroporto até o ano da copa, o projeto prevê a integração do Aeroporto e setor hoteleiro. Fonte: Portal da Copa

Dezembro/2012

Página 13


Recife – PE

C

apital de Pernambuco, Recife também é considerada a capital do Nordeste, por razão de sua influência econômica para a região, sua população de aproximadamente 3,7 milhões de pessoas. Um dos seus principais pontos turísticos é Porto de Galinhas, a 70 quilômetros do centro recifense. (Fon-

te: FIFA)

A Arena Pernambuco, receberá cinco jogos pela Copa de 2014, terá capacidade para 46 mil pessoas, com 4.700 vagas de estacionamento. O projeto inclui a construção de um bairro planejado e do Aeroporto Internacional Guararapes.

VIA MANGUE Dentro da Matriz de Responsabilidades da Copa, está sendo realizada uma intervenção chamada Via Mangue, com investimento de R$ 433,2 milhões, a Via será composta por faixas de rolamento para veículos, calçadas e ciclovia, essa será a primeira via expressa da cidade. Serão dois elevados, oito pontes, duas alças de ligação, alargamento da Ponte Paulo Guerra e do Viaduto Capitão Temudo. A Via Mangue beneficiará o desenvolvimento turístico, facilitando o acesso à região hoteleira, que esta localizada na região Sul. (Fonte: Copa2014)

Dezembro/2012

Página 14


Salvador – BA

S

alvador foi a primeira capital do Brasil, uma de suas belezas é a mistura de raças e culturas, conhecida pelos seus fortes temperos e grandes festas, entre elas o tão popular Carnaval. A capital baiana, além de três jogos na fase de grupos, também receberá uma partida pelas eliminatórias das oitavas de final e uma das quartas de final. A arena, Fonte Nova – Otávio Mangabeira terá a cobertura de membrana translúcida, o que dará uma iluminação mais natural e contribuirá para a economia de energia, a conclusão está prevista para dezembro de 2012, e seu investimento foi de R$ 591,7 milhões, uma pareceria pública - privada. (Fonte: Portal da Copa)

Sustentabilidade Ambiental e Mobilidade Urbana juntas, este é um dos objetivos do projeto “Cidade Bicicleta: Mobilidade para Todos”, o projeto visa a implantação dos Sistemas Cicloviários Arena Fonte Nova e Centro Antigo, desenvolvendo soluções de mobilidade não motorizada. (Fonte: SECOPA-BA)

O projeto COPA nas Escolas tem como foco manter os alunos envolvidos nas ações em desenvolvimento no Estado da Bahia, para receber o Mundial, por meio de palestras ministradas por ex-jogadores baianos, secretários envolvidos no projeto, representantes de clubes baianos e exposições, além da Copa de 2014, também será levado aos alunos detalhes sobre a história do esporte baiano e de outros campeonatos mundiais. (Fonte: SECOPA-BA)

Dezembro/2012

Página 15


Porto Alegre - RS capital gaúcha receberá cinco partidas. A primeira partida está agendada para 15 de junho e a despedida do Estádio Colorado

A

do Mundial, está marcada para 30 de junho, na eliminatória das oitavas de final. O novo estádio será todo protegido por uma moderna cobertura metálica, o estacionamento será ampliado e estima-se um total de 8 mil vagas. Além do estádio, o Internacional, prevê a reforma do ginásio ao lado e também a construção de um hotel no complexo, que poderá ser usado para a concentração dos jogadores. Na questão mobilidade urbana, Porto Alegre tem dez obras, sendo três de Bus Rapid Transit, duas vias, quatro corredores exclusivos de ônibus, uma central de monitoramento e um terminal urbano, a previsão é de R$ 560 milhões de investimento. Fonte: Copa2014

Quando o assunto é mobilidade urbana, Porto Alegre, tem se destacado, “O Secretário Geral da Fifa esteve em Porto Alegre, na última quarta-feira e elogiou o andamento das obras de mobilidade urbana e do estádio”, comentou a Coordenadora da Câmara Temática Ana Pellini, o comentário foi feito durante encontro na Câmara Temática sobre Infraestrutura de Serviços que ocorreu em Outubro/2012. Durante o evento, foi apresentando o projeto “Caminho da Copa”, o objetivo é que os torcedores possam ir a pé até o estádio. O percurso terá alguns atrativos, entre eles a Porto Alegre Histórica, mostrando um pouco das origens da cidade, em outro ponto terá um espaço reservado para o produto gaúcho. Este projeto já foi utilizado em outras cidades em edições anteriores do Mundial, uma das cidades foi Berlin. Fonte: Prefeitura de Porto Alegre

Curitiba - PR omo forma de incentivo, para os turistas, a Prefeitura de Curitiba está implantando um novo sistema de iluminação no Jardim Botânico. De acordo com o secretário de Obras Públicas, Mário Tookumi, a nova iluminação deixará a estufa colorida de acordo com as cores das seleções que passarão pela cidade, “O avião da delegação vai cruzar o céu de Curitiba e ver a estufa colorida com a cor do país que vier para cá”, disse. Além da iluminação o sistema permitirá a criação de cenários com neves e estrelas. (Fonte: Prefeitura de Curitiba)

C

Dezembro/2012

Página 16


Cuiabá – MT

C

uiabá tem uma localização privilegiada, está no centro geográfico da América do Sul a dois mil quilômetros dos oceanos Atlântico e Pacífico, com rodovias ligando o Mato Grosso aos estados de Goiás e São Paulo. Cuiabá tem ume extensão de 3.538 quilômetros quadrados com mais de 540 mil pessoas. A Arena Pantanal será sede de quatro jogos da Copa, o projeto conta com arquibancadas móveis para 17 mil pessoas, o espaço também poderá ser utilizado para shows, convenções e palestras. Um dos pontos de que chamam maior atenção na Arena, é a atenção com o meio ambiente. O entulho foi reciclado e aproveitado no aterro e nas vias de acesso, a madeira é certificada e os resíduos deixados por esse material ganham uma nova utilidade. Caminhões e outros equipamentos que saem da obra, são lavados para não sujar as ruas, a água passa por um processo de decantação e é reaproveitada. (Fonte: Copa2014)

Brasília - DF

B

rasília terá papel de destaque durante o tema, o estádio terá uma economia de até 40%. Mundial, a capital foi “Vai depender do regi“Vai depender do regime de utilizaà escolhida para ser me de utilização do a anfitriã e receberá o prição do estádio, mas podemos esti- estádio, mas podemos meiro jogo da seleção brasimar uma duração de, aproximada- estimar uma duração leira. O que mais chama a de, aproximadamente, mente, quatro meses de utilização quatro meses de utiliatenção no Estádio Nacional dessa água”, afirmou o coordenador zação dessa água”, é a preocupação com o meio ambiente. do Comitê Organizador Brasília afirmou o coordenador do Comitê Organizador 2014, Sérgio Graça. Serão construídos Brasília 2014, Sérgio quatro reservatórios para Graça. As lâmpadas do estádio também serão captação de água, a água armazenada será utilitrocadas, serão utilizadas as lâmpadas LED, gezada nos vasos sanitários, mictórios, irrigação e rando uma economia de 20%. lavagem em geral. Acredita-se que com esse sisFONTE: COPA2014

Dezembro/2012

Página 17


Rio de Janeiro – RJ

A

cidade maravilhosa receberá a final da Copa do Mundo 2014, as obras no estádio do Maracanã estão previstas para terminar em fevereiro de 2013, obteve um investimento de R$ 808,4 milhões, e conta com a colaboração de 5.500 trabalhadores. O tão conhecido estádio do Maracanã será o palco da grande final da Copa de 2014, seus 79 mil lugares, foram orçados em R$ 808,4 milhões, sendo R$ 400 milhões financiados pelo Governo Federal. As obras do estádio contam com 5.500 operários.

Mobilidade Urbana A cidade será beneficiada com 36 km de BRT, o projeto leva o nome de Transcarioca, estima-se uma economia de 60% no trajeto, e atenderá cerca de 400 mil pessoas por dia. As obras ao redor do estádio terá um investimento de R$ 109,5 milhões, estão inclusas nas obras, calçadões, ciclovias e passarelas-parque interligando os dois lados da linha-férrea. Essas passarelas deverão facilitar o acesso dos torcedores ao estádio e as vias próximas. “Essas linhas de metrô e trem cortaram essa região do bairro, então vamos fazer essa reintegração com passarelas generosas, com oito metros de largura”, diz Alexandre Pinto, Secretário de Obras da Prefeitura do Rio de Janeiro. (Fonte: Portal Copa)

Dezembro/2012

Página 18


Belo Horizonte - MG

B

elo Horizonte, receberá seis jogos pela Copa de 2014, e já gerou cerca de 14,3 mil empregos, divididos entre a obra do Independência (Centro Oficial de Treinamento), Mineirão (Estádio que receberá os jogos), Aeroporto, as obras viárias e nos hotéis que estão sendo construídos. Por conta das obras que movimentam a cidade, Minas Gerais, ocupou o segundo lugar no ranking de criação de empregos com carteira assinada, em Maio desde ano. Com destaque para a área de serviços, que gerou 69.175 admissões em todo o Estado, a construção civil ficou em terceiro lugar, com pouco mais de 35 mil trabalhadores. De acordo com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Minas Gerais, existem cerca de 7.000 vagas em Belo Horizonte, no setor de alimentação. “A expectativa é de uma geração de empregos cada vez maior, não só por conta dos investimentos que vêm sendo realizados pelo governo, como também pela iniciativa privada nos segmentos de hotelaria, bares, restaurantes e serviços”, disse a secretária de Desenvolvimento Econômico de Minas, Dorothea Werneck. Fonte: Secopa-MG

Mobilidade Urbana Existem oito obras de mobilidade urbana em andamento, entre elas três Bus Rapid Transit (BRT), o primeiro trecho do projeto terá 16 quilômetros de extensão, 25 estações e duas faixas exclusivas de ônibus, a expectativa é atender cerca de 20 mil passageiros por hora. Outro projeto é a Via 210,uma ligação da Via do Minério à Avenida Tereza Cristina, terá uma extensão de 1,6 km, além do corredor de ônibus, o trecho contará com sistema de metrô, ao redor será implantado ciclovias e haverá um tratamento paisagístico. O valor do investimento será de R$ 1.348.2 bilhões, e será divido entre governo local e o governo Federal. Fonte: Copa2014

Dezembro/2012

Página 19


São Paulo - SP

S

ão Paulo, a maior cidade do país, também conhecida como a capital dos negócios, é a 14ª cidade mais globalizada do mundo (segundo a Globalization and World Cities Study Group Network) conta com pouco mais de 11 milhões de habitantes, os mais íntimos a chamam de “Terra da Garoa”, por conta de seu clima instável. Foi fundada em 25 de Janeiro de 1.554, por jesuítas.

Além do seu lado econômico, a cidade paulista também é composta por intermináveis atrações culturais e de lazer, entre museus, parques, restaurantes, entre outros pontos. Tudo em São Paulo adquire a perspectiva de gigantesco, é onde há mais italianos depois da Itália, mais japoneses depois do Japão, mais portugueses depois de Portugal, mais libaneses depois do Líbano. (Fonte: Copa2014)

A Arena Itaquera, realizará a abertura da Copa 2014, serão ao todo disputadas seis partidas pelo Mundial. O estádio terá capacidade para 65 mil torcedores. O estádio ficará a 500 metros da estação de metrô CorinthiansItaquera. Dos R$ 820 milhões, R$ 400 milhões virão de financiamento do BNDES.

Dezembro/2012

Página 20


Os principais projetos são: Entorno do Estádio, com cinco intervenções viárias, para melhoria na mobilidade ao entorno do Pólo Institucional de Itaquera.

Metrô (Linha 3 – Vermelha), modernização dos trens e dos sistemas de sinalização, controle e telecomunicação. Trem (Linha 11 – Coral), modernização da rede aérea, sinalização, sistemas elétricos e estações e aquisição de nove novos trens. Monotrilho (Linha 17 – Ouro), construção do trecho 1 que irá conectar o Aeroporto de Congonhas à rede de trem e metrô. (Fonte: SECOPA-SP)

Projeto Linha 17 - Ouro Dezembro/2012

Página 21


IMPACTO