Page 1

COLUNA SOCIEDADE PORTUGUESA DE ROBÓTICA

PORTUGAL NO CAMINHO DO SUCESSO ATRAVÉS DE COMPETIÇÕES DE FUTEBOL E ROBÓTICA

Tomou posse no passado mês de Fevereiro a nova Direcção da SPR - Sociedade Portuguesa de Robótica para o biénio 2011/2012. A nova direcção “assenta numa base de continuidade em relação a anteriores órgãos de gestão, englobando no entanto novas ideias, sectores e sensibilidades”. Reafirma os objectivos basilares de promover e estimular o ensino, a investigação científica, o desenvolvimento tecnológico e as aplicações (indústria e serviços) na área da robótica. Pretende-se tornar, cada vez mais, a Robótica nacional, num forte nicho de investigação e desenvolvimento tecnológico em Portugal, agregando o melhor de cada grupo de investigação nacional e a promoção da interacção entre os diferentes grupos de investigação entre si e com as empresas nacionais. A SPR procura também a intensificação da promoção da robótica junto da sociedade, incluindo a organização do seu principal evento, o Festival Nacional de Robótica (FNR), ex-libris da SPR. Este festival decorre todos os anos numa cidade distinta em Portugal, e procurar mostrar o que de melhor se faz na área da Robótica, nas Universidades, Institutos Superiores, Empresas e Escolas portuguesas em geral. A 11.ª edição do Festival Nacional de Robótica teve lugar em Lisboa, no campus da Alameda do Instituto Superior Técnico, de 6 a 10 de Abril de 2011 (http://robotica2011.ist.utl.pt). A prova foi organizada por um vasto grupo liderado pelos Chairs: Pedro Lima e Carlos Cardeira. O festival contou com uma excelente organização que aproveitou em pleno a envolvência dos espaços no IST, com ênfase no magnífico átrio central, onde os Robots tiveram a oportunidade de conviver de perto, numa espécie de “laboratório aberto 24 horas”, com os estudantes e docentes do IST. Nesta edição, tal como nas edições anteriores do festival, estiveram presentes os melhores grupos de investigação nacionais de robótica. Participaram no evento mais de 600 investigadores e alunos das melhores Universidades, Institutos e Escolas nacionais. No Robótica 2011, para além das provas “Júnior” destinadas ao ensino básico e secundário: Busca e Salvamento, Dança e Futebol Robótico Júnior, disputaram-se as tradicionais provas “Sénior” de Futebol Robótico (liga de robots médios) e Condução Autónoma. A competição contou ainda com duas novas provas: Robot@Factory e Freebots e com duas variantes da tradicional prova de condução autónoma: Classe Desafios e Classe Rookie. O evento contou ainda com um encontro científico internacional na área da Robótica Móvel onde, fora da azáfama típica da competição, os investigadores nacionais e estrangeiros puderam trocar ideias sobre o que melhor se faz na Robótica a nível internacional. A vitalidade da robótica portuguesa ficou também comprovada com os dois recentes vice-campeonatos Europeus de Futebol Robótico obtidos nas ligas de Simulação 2D e Simulação 3D pela equipa FC Portugal (colaboração FEUP/ UA) no German Open 2011 (http://www.robocup-german-open.de/). A

[16] robótica

competição disputada em Magdeburgo na Alemanha, de 31 de Março a 3 de Abril de 2011, contou com equipas provenientes de sete países nestas duas ligas: Alemanha, EUA, França, Irão, Portugal, Reino Unido e Turquia. A equipa FC Portugal disputou 10 jogos na Liga de Simulação 2D, tendo marcado 111 golos e sofrido 7. Na Simulação 3D (robots humanóides), a FC Portugal disputou 12 jogos tendo marcado um total 43 golos e sofrido 4. Em ambas as ligas obteve o segundo lugar na classificação final. Os resultados do German Open 2011 acrescidos da qualidade dos resultados das equipas portuguesas em edições anteriores da RoboCup (em que conquistaram 3 campeonatos do Mundo e 8 Europeus em diferentes ligas) e à qualidade que as equipas de futebol robótico médio, com ênfase na equipa CAMBADA (UA), demonstraram no Robótica 2011 (única liga sénior do RoboCup neste festival), dão confiança aos investigadores portugueses para pensar que, não só no futebol real, mas também no futebol robótico, Portugal pode ter um êxito alargado em 2011. Nove equipas Portuguesas estão qualificadas para as competições sénior do campeonato de Mundo de Futebol Robótico - RoboCup 2011 que se disputará, de 5 a 11 de Julho, em Istambul na Turquia (http://www.robocup2011.org/). Entre elas estão as cinco equipas nacionais da liga de Futebol Robótico Médio: CAMBADA (UA), IsocRob (IST), 5DPO (FEUP), ISEPorto (ISEP), Minho Team (UM). Nas ligas de Simulação 2D e Simulação 3D, a já referida FC Portugal (FEUP/UA) representa Portugal. Finalmente, na liga RoboCup@ Home, a equipa CAMBADA@Home (UA) e na liga SPL - Standard Platform League, os robots humanóides da Portuguese Team (UA/FEUP) defendem as cores nacionais. Em Dublin, na Irlanda, festejamos a qualidade, organização e profissionalismo do futebol nacional, dos seus dirigentes e de dois brilhantes e jovens treinadores nacionais. Portugal mostrou, com orçamentos incomparavelmente inferiores aos dos seus rivais, uma imagem da qualidade e sucesso do seu Futebol, diante dos nossos parceiros Europeus e do resto do mundo. Imagem essa que o país tanto necessita, em tempos de uma crise profunda, para que fomos arrastados muito por causa da imagem negativa que muitos dos nossos profissionais transmitiram ao mundo e aos mercados. Em Julho de 2011, em Istambul, no RoboCup 2011, vamos com motivação e profissionalismo em busca de novos títulos para a Robótica nacional procurando demonstrar, mais uma vez, a vitalidade e a qualidade da investigação realizada na área da Robótica em Portugal!

Luís Paulo Reis lpreis1970@gmail.com

Presidente da Mesa da Assembleia da SPR. Professor na FEUP e Membro da Direcção do LIACC/UP.

Portugal no caminho do sucesso através de competição de futebol e robótica  

Autor: Luís Paulo Reis; Revista: robótica nº83

Portugal no caminho do sucesso através de competição de futebol e robótica  

Autor: Luís Paulo Reis; Revista: robótica nº83

Advertisement