Page 1

CASE STUDY Siemens, S.A. Tel.: +351 214 204 464 · Fax: +351 214 204 480 www.siemens.pt

PROJECTO GREEN MIGRATION SRE DAS INSTALAÇÕES DA SIEMENS EM ALFRAGIDE 1. DESCRIÇÃO DO PROJECTO 1.1. Green Migration As soluções de remodelação e as renovações de edifícios são claramente focadas nos ganhos energéticos e operacionais, de forma a proteger o investimento, através da definição de uma estratégia de modernização ajustada ao ciclo de vida dos sistemas e equipamentos. 1.2. Projecto Siemens Real Estate O projecto Green Migration SRE das instalações da Siemens em Alfragide teve como objectivo implementar uma solução de modernização do sistema de Gestão Técnica Centralizada de Energia (GTCE). A solução foi desenhada tendo como principal orientação a optimização dos actuais recursos energéticos, procurando a redução do consumo de energia primária, garantindo as condições de conforto e qualidade do ar interior, através do controlo dos sistemas mecânicos e eléctricos existentes.

2. SISTEMAS E SOLUÇÕES INSTALADOS 2.1. Sistema de controlo O sistema de Gestão Técnica Centralizada DesigoTM incorpora um conjunto de soluções para toda a gama de aplicações para edifícios, que existe actualmente, através do qual é possível atingir poupanças de energia na ordem dos 30 por cento. O DesigoTM disponibiliza módulos de gestão de energia, tais como: o economizador de controlo de temperatura, humidade e o de previsões em função da temperatura exterior. Associado ao DesigoTM disponibilizamos o EMC – Energy Monitoring Controlling, uma aplicação baseada em Internet, para monitorização e controlo dos gastos de energia, fornecendo relatórios de consumo, custo e emissões. A estrutura do sistema de controlo distribuído permite dispôr de diferentes níveis de gestão e inteligência distribuída, de forma que se possa operar com eficácia, fiabilidade, autonomia e flexibilidade. 2.1.1. Níveis de gestão 2.1.1.1. Nível 1 - Sensores e controladores terminais Permitem o controlo da produção de água fria, controlo AVAC, controlo do sistema de ventilação e controlo de iluminação bem como a monitorização dos diversos equipamentos instalados no SRE. 2.1.1.2. Nível 2 - Módulos microprocessadores (módulos PX) e subestações de controlo distribuído Através de módulos microprocessadores (unidades DDC) distribuídos será realizado o controlo e comando segundo as estratégias e sequências definidas no projecto. Utilizando o princípio da inteligência distribuída, cada módulo microprocessador ou subestação de controlo atenderá,

[56]

UREËWLFD

responsabilizando-se por uma parte das instalações a controlar, de forma autónoma mas integrada na rede de transmissão de dados do sistema de controlo dos equipamentos de AVAC. Cada subestação de controlo distribuído será configurada com módulos microprocessadores que captam e processam os sinais que recebem dos equipamentos primários de campo (sondas, contactos auxiliares, entre outros). Os módulos microprocessadores distribuídos incluem o software necessário (sistema operativo e software de aplicação) para a execução dos programas de controlo digital directo de forma completamente autónoma. 2.1.1.3. Nível 3 - Gestão técnica centralizada e consola de operação Este nível é composto pela estação de operação e gestão e as diversas interligações e routers Ethernet. 2.2. Sistema de monitorização e controlo de energia A monitorização e o controlo de dados e energia – EMC (Energy Monitoring & Controlling) têm como objectivo fornecer indicadores fiáveis e objectivos de sustentabilidade (ambiental, social e económica) e de operacionalidade nas operações diárias do edifício. Este sistema é descentralizado, modular e flexível. A solução é baseada em tecnologia ASP (Application Service Providing), o que significa que os dados são adquiridos por um servidor central através de uma conta de acesso personalizada. O sistema identifica claramente zonas de potenciais poupanças de energia, disponibilizando relatórios de consumos, custos, emissões e comparação, tendo em conta a influência dos factores climatéricos, o que permitirá fazer o benchmarking entre edifícios e instalações.

Projecto green migration SRE das Instalações da Siemens em Alfragide  
Projecto green migration SRE das Instalações da Siemens em Alfragide  

Autor: Siemens, S.A; Revista: robótica nº81

Advertisement