Page 1

82

informação tÊcnico-comercial

piso radiante elĂŠtrico ARFLEX: uma oportunidade de negĂłcio para os eletricistas JosĂŠ Rocha Rodrigues 'HKMQ+ R    K %

O conforto atravĂŠs do aquecimento numa habitação ĂŠ um dos fatores que preocupa cada vez mais as famĂ­lias, mas os gastos elevados nos meses mais frios, tornam muitas vezes a sua utilização bastante restrita. NinguĂŠm tem dĂşvida de que a energia elĂŠtrica ĂŠ a energia mais limpa que existe, e ĂŠ a energia do futuro. No entanto, vivemos num paĂ­s onde as entidades estatais incentivam os cidadĂŁos a serem micro-produtores de energia elĂŠtrica, e depois dos mesmos terem gasto as suas economias a instalar os painĂŠis fotovoltaicos ou nos aerogeradores a mesma entidade estatal diz-lhes: “Agora vĂŁo comprar caldeiras a gĂĄs se querem ter uma boa clas  No mĂ­nimo ĂŠ patĂŠtico. Portugal faz grandes investimentos em parques eĂłlicos, em grandes parques fotovoltaicos, lança projetos megalĂłmanos para             energĂŠtica penaliza quem utiliza equipamentos para aquecimentos elĂŠtricos porque a Lei de Joule ĂŠ de um para um. Esta mĂĄxima deve aplicar-se quando nĂŁo estamos a falar de inĂŠrcia, mas quando estamos perante instalaçþes de aquecimento atravĂŠs de inĂŠrcia (acumulação) forçosamente as contas tĂŞm de ser feitas de outra maneira porque sĂŁo sistemas bastante econĂłmicos. A mĂĄ formação tĂŠcnica (e nĂŁo sĂł) de quem legisla estas matĂŠrias e as pĂľe em prĂĄ-

Figura 1 Aplicação da esteira de aquecimento. www.oelectricista.pt o electricista 41

tica neste paĂ­s, permite cometer erros desta natureza em pleno sĂŠculo XXI. O mais grave            e poderia ter algum peso e confrontar esses mesmos quadros, nĂŁo o faz, (vĂĄ-se lĂĄ saber porquê‌). As instalaçþes de aquecimento com cabos Arflex, efetuadas com sistema de inĂŠrcia, tĂŞm consumos na ordem de 0,31â‚Ź hora. NĂŁo      ! Exemplo tipo: Vivenda com 200 m² Localização: Zona centro Temperatura exterior: 2Âş C Temperatura interior: 20Âş C É um sistema seguro, econĂłmico, confortĂĄvel, amigo do ambiente e nĂŁo requer manutenção.

Os cabos Arflex vêm aplicados em estei # 7   899    ;     <  7    face para uma aplicação fåcil, råpida e segura.

Figura 3 Espaço interior com piso radiante elÊctrico.

A Arflex dispõe de um departamento de engenharia e orçamentação gratuito para os seus parceiros comerciais, basta enviar a planta e será fornecido o orçamento com um             $            aquecimento. O binómio qualidade/preço contribui para que esta seja uma solução acertada para    > ' % O aquecimento central por Piso Radiante Elétrico é um serviço que deve ser efetuado por eletricistas!

Figura 2    " # $%

A Arflex é a única marca portuguesa patenteada, de cabos para aquecimento para piso radiante elétrico e das poucas mundiais   &   ' *+ &  &   /3/5'% Conhecida pelos seus produtos de qualidade e de os mesmos proporcionarem espaços confortáveis, é uma marca inovadora de cabos e possui uma longa experiência neste tipo de produto. A resistência Arflex, duplo condutor, vem totalmente protegida com linha de terra e com uma malha coaxial no seu envolvente. A sua proteção é assegurada por três isolamentos, o do condutor em polipropileno, o secundário em PVC e a proteção exterior em Nylon PA12-150 para evitar reações químicas com o cimento.

+           ?  para os termĂłstatos, deixa o tubo para a re  ;    $     

 7  obra, porque ĂŠ que o mesmo eletricista nĂŁo    #     @ +B   simples trabalho de estender as esteiras de aquecimento no chĂŁo. No entanto a maioria das vezes ĂŠ uma empresa ligada a outra ĂĄrea que o vai fazer. NĂŁo tem nexo. Ă&#x2030; um serviço extremamente simples de executar e bastante aliciante. Fazendo uma visita ao nosso website, DDD%G?%  7            >  '  ElĂŠtrico, a Arflex dispĂľe ainda de uma vasta gama de desembaciadores de espelho. ARFLEX â&#x20AC;&#x201C; Soluçþes para Aquecimento, Lda. Tel./Fax: +351 249 534 784 . Tlm: +351 935 347 840 geral@arflex.pt . www.arflex.pt

Piso radiante elétrico ARFLEX: uma oportunidade de negócio para os eletricistas  
Piso radiante elétrico ARFLEX: uma oportunidade de negócio para os eletricistas  

Autor: José Rocha Rodrigues; Revista: oelectricista nº41

Advertisement