Page 1

72

case-study

a evolução da importância dos kits de desenvolvimento Mark Cundle Technical Marketing Manager RS Components

HĂĄ cerca de hĂĄ 10 anos, o mundo da integração “embeddedâ€? era muito mais simples (ou pelo menos parecia ser), e o kit de desenvolvimento era considerado um excelente ponto de partida para qualquer projeto de desenho integrado. Com o mesmo entusiasmo com que uma criança abre um presente no seu aniversĂĄrio, o engenheiro podia encontrar na caixa um conjunto de recursos de desenho, incluindo uma placa de avaliação com um processador ou um microcontrolador, uma FPGA, memĂłria e perifĂŠricos, e ainda ferramentas de desenvolvimento de software, ou atĂŠ mesmo um IDE completo (Integrated Development Environment), e possivelmente algum tipo de sistema operativo. Hoje em dia, ĂŠ provĂĄvel que a caixa inclua ainda mais recursos mas, continua a ser o ponto de partida para os novos projetos de desenho? Esta questĂŁo estĂĄ cada vez menos clara.

www.oelectricista.pt o electricista 41

Iniciar um projeto Para muitos desenhos, os kits de desenvolvimento eram ideais para produzir o protĂłtipo inicial. Juntamente com o desenvolvimento de software        pequeno conjunto de componentes e cabos, os kits permitiam aos desenhadores criar,                         kits de

         engenheiros de desenvolvimento de software               layout de PCB.             de PCB podem ser difĂ­ceis e caros de solu       !     kit, o engenheiro de desenvolvimento de software elimina o hardware        integrado, o que lhe permite concentrar nas competĂŞncias que domina: escrever o cĂłdigo.

Criar protĂłtipos de hardware Mas, para muitas empresas que desenvolvem hardware eletrĂłnico, o layout de PCB costuma ser anterior ao desenvolvimento do software. Isto pode introduzir novos custos e aumentar o elemento risco, pois os desenhadores de hardware       protĂłtipo que terĂĄ de ser altamente funcio        !          "         do custo da placa do protĂłtipo ao longo dos anos tornou-a progressivamente competitiva, fazendo com que os desenhadores a considerem como uma alternativa sĂŠria aos kits de desenvolvimento. Isto permitiu-lhes entregar um desenho inicial de hardware (in            memĂłria e perifĂŠricos) para que realizem um protĂłtipo a custos cada vez mais baixos e em quantidades reduzidas. Desta forma, os engenheiros de desenvolvimento podem utilizar a placa de protĂłtipo como uma primeira itera    #  $kit

      %    $ $&             -

  '  !   kit tradicional pronto a utilizar. AlĂŠm disso, conduzirĂĄ a melhorias no desenho devido, essencialmente, *             primeiro protĂłtipo.

Ferramentas de cĂłdigo aberto +             !  +  tante aumento na disponibilidade das ferramentas de desenho de PCB gratuitas e cada vez mais funcionais, como DesignSpark PCB assim como software  !    e da enorme disponibilidade de software de cĂłdigo aberto incluindo sistemas operacionais, modelos de desenho e bibliotecas de cĂłdigo. Recentemente, assistimos Ă prolife       hardware de cĂłdigo         dade intelectual onde, por exemplo, um interface de memĂłria de alta velocidade se pode agora reutilizar numa placa juntamente com arquitetura de software e controladores que se podem descarregar facilmente. Assim, cada vez mais, os engenheiros de

          lizar as placas standard mais bĂĄsicas com a variedade de componentes selecionados para o kit com o objetivo de satisfazer todas as ne     + / tolerar a falta de perifĂŠricos adequados nas

   kits comuns, tornando-os inadequados para os que pretendem desen      ! 

Adaptação ao ambiente Tudo o que jĂĄ foi referido levou, indiscutivel *           kit de desenvolvimento. É necessĂĄrio adaptar-se para sobreviver num mercado em constante      /       kits    Agora, muitos kits de desenvolvimento tambĂŠm incluem muitos mais recursos, incluindo ferramentas de software  ' 

A evolução da importância dos kits de desenvolvimento  
A evolução da importância dos kits de desenvolvimento  

Autor: Mark Cundle; Revista: oelectricista nº41

Advertisement