Page 1

92

reportagem

formação em destaque na 6.ª edição das Jornadas Tecnológicas Num novo modelo, em que a formação dada por especialistas reconhecidos a nível tÊcnico e universitårio esteve em destaque, a 6.ª edição das Jornadas Tecnológicas decorreu em 2012 no dia 16 de maio, no Tecmaia – Parque Tecnológico da Maia. Cerca de 150 profissionais estiveram presentes. por Helena Paulino  $  Martino Magalhães

Atualmente a formação Ê considerada como um fator cada vez mais importante para os     

     

          tos e novas formas de saber para uma maior valorização no mercado de trabalho. Desde a 

  

  !  " #gicas caraterizam-se por serem uma montra       

 



    $          

revista “o electricistaâ€? detĂŠm do mercado. Mais

    % 

 &  

www.oelectricista.pt o electricista 40

 &         

cos de manutenção oriundos de organismos '& 

     % 

   

presentes e comprovaram o teor formativo e informativo deste evento anual. (  &  



  !  " #$  ( #  )  ) 

revista “o electricistaâ€? desde o nĂşmero 1 e doutorado em Engenharia EletrotĂŠcnica e de Computadores pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) e Professor Coordenador no Instituto Superior de Engenharia  ,    /   /  0,23/4  

mote para o inĂ­cio do evento. Agradeceu aos            

    5  

    

Diretor comemora no ano de 2012.

EficiĂŞncia energĂŠtica como motor da sustentabilidade (  8  )  9    $ :  /  ;<   =3>/

  $   ,   

2  

?&#  0,2?4  /       3 $  ?  

3@ 3 $ 

/     3 $  ? $  &   &  B  32(G

 

   

  

    



 

 $ 

    



 

uma atualização nas novas tecnologias ener-

gÊticas e açþes de incentivo e sensibilização junto dos consumidores. No panorama destes (  

3@ 3 $    323 %

Empresas de Serviços EnergÊticos são cruciais ao prestarem serviços energÊticos aos       :      mento do funcionamento das soluçþes atravÊs da medição do seu desempenho. AtravÊs de     (  8      rias fases de um projeto de contratualização da

@

 $  H      

              ção com os EPC ou Contratos de Desempenho EnergÊtico e uma monitorização atravÊs

   #   ;&  3(G % ;/ 

/$ 

 

@

 $ 

 

B '&  <  :  J 

   '   

  $   

serviços. Concluiu a sua apresentação ditando 

@

 $  

    

      

                

serviços atravÊs das ESE. =  ;  ;)3K3 &   2  K  

(    3 $ 

L 

 ; ,   3 B           

 $ 

2(3H ?23(3  

B

  

habitação com sistemas de climatização e a ?(("3  

B    

  

B

  G    ?(("3


94

reportagem



2  

3 $

 ;  

( 

?&#  <  

 

realizada uma boa manutenção de sistemas             O



  H            

  

corretiva. A supervisão da instalação analisa os parâmetros de funcionamento das instalaQ             

a tensão e a corrente. Filipe Pereira chamou a atenção para a informação retirada da insta     

     

       &    res resultados e rendimentos. A manutenção     

   

 

 

        

     

         &   &   : 

  



    ;

       :    

      

 

 &  

remoção dessa falha para restaurar a instalação de serviço de uma forma cÊlere. A manutenção pode ser feita num sistema de venda  

0       # 

  

$ Q   &    

# 4

       

0     $ 

 $     

baterias).

Domótica, proteçþes elÊtricas e telecomunicaçþes em destaque ; # 

  &

 $ 

foram os temas apresentados por Paulo Mar           ;"3( 



#           RKT

  R < ;  /  8     

V5W    $   

B



 $ 

      B  

   

   $   ; RKT

        

   

alĂŠm de acarretar inĂşmeras vantagens como  <&   : 

   

 $   ;   RKT  

 zar e ainda abordou a rede SELV (segurança     : 4 /  8   & <       

    RKTH

 

  &

 0"/4  

 @ 0/Z4

 J @ 0?=4

,/[ 3    ;   RKT 

<  

    

     

atÊ edifícios novos ou reconstruídos atÊ grandes instalaçþes. Paulo Martins terminou a sua apresentação com alguns casos de projetos 

 RKT     

      

@

 $   ; # ;$  ; ' \    

em Engenharia EletrotĂŠcnica e de Computado-

Os momentos de coffee-break permitiram aos participantes tomar contacto direto com as soluçþes tecnológicas de vårias empresas que se associaram ao evento.

    =3>/    

 2   3 

3 $  >";)

 

 ,23/ 

Departamento de Engenharia EletrotÊcnica e investigador do Grupo de Investigação em En$    (   

;  ) 

focou a sua apresentação no dimensionamen 

 

  : Q      

        &  $  

 J 



 K  sionamento de canalizações elétricas pode      

 $    



      '       &



       @

   3



# ; # ; ' \ 

<plicou a Norma IEC 60287-3-2 relativa a Cabos 3  

   q   

H

 & 

 $  

# 

rente para diferentes cabos e outra corrente de   

   

:



    ( 

  

de instalaçþes elÊtricas deve responder a critÊ

       

 $   

 

     Q 

 mentos mas contrapĂľem-se necessariamente   

 

#  )   

        

dada instalação. ZB / <   : '     

 !  " #$  q5q &  

   Q     <  



 @ 

 :    

 



     :  &   

 :    3<       

")"

2;"    :    B   





 J   /  V $  

 Q 

#  0V\4 ZB / <    

   doras investiram 372 milhĂľes de euros para    

&   $ # 

 

  55 x5 8&  

$  

   & 

  @



 

@

performance no acesso a serviços

&   $ #  8     V\       @    

   

      Z"3 

       y  28)

 

 

passagem DC. www.jornadastecnologicas.pt

www.oelectricista.pt o electricista 40

Formação em destaque na 6.ª edição das Jornadas Tecnológicas  
Formação em destaque na 6.ª edição das Jornadas Tecnológicas  

Autor: Helena Paulino e Martino Magalhães; Revista: oelectricista/projecto nº40

Advertisement