Page 1

118

ited

ficha técnica n.º 18 REQUISITOS TÉCNICOS GERAIS, SEGUNDO O MANUAL DE ITUR 1.º EDIÇÃO DE NOVEMBRO DE 2009 Paulo Monteiro Formador da ATEC

Fronteiras ITED/ITUR A fronteira de tubagem na interligação entre as ITUR e as ITED é, obrigatoriamente, uma Caixa de Visita (CV). As fronteiras de cablagem das ITUR com as ITED são os primários dos Repartidores Gerais (RG), ou os primários dos Repartidores de Cliente (RC) para o caso das moradias unifamiliares. Os referidos dispositivos fazem parte dos edifícios. Na Tabela 1 estão dimensionadas as fronteiras dos edifícios, através de tubagem subterrânea.

O PD carateriza-se como sendo um local de uniões, derivações e pontos de fronteira com outras redes. Permite o manuseamento das ligações, facilitando alterações ao encaminhamento dos sinais. O PD típico de uma ITUR é o ATU (Armário de Telecomunicações de Urbanização). Os ATU poderão estar integrados em Salas e Galerias Técnicas, Armários e Bastidores. O esquema seguinte carateriza, de uma forma genérica, a lógica dos Pontos de Distribuição:

Para montante

Pública Privada

Habitação Escritórios Comércio Indústria Especiais e Mistos

Para jusante

Utilizador Urbanização

Edifícios

DIMENSIONAMENTO DAS LIGAÇÕES ÀS CV

Rede Coletiva Colectiva Rede

DOS EDIFÍCIOS, POR TUBOS Tipo de Edifício

TUBOS

Moradia unifamiliar

2 x Ø32

Edifícios residenciais até 8 FA

3 x Ø40

Edifícios residenciais de 8 a 32 FA

3 x Ø50

Edifícios residenciais de 32 a 64 FA

3 x Ø75

Edifícios residenciais com mais de 64 FA

    projetista

Edifícios de escritórios, comerciais, industriais e especiais

    projetista

Operadores

ATE

ATU

Equipamento Terminal

ATI

Caixas de aparelhagem

Figura 1 Dimensionamento das Ligações às CV dos edifícios.

No caso de uma moradia unifamiliar, considere-se o esquema seguinte:

Para montante

Para jusante

Pública Privada

Tabela 1 Dimensionamento das Ligações às CV dos

Utilizador Urbanização

Moradia

edifícios.

Operadores

Embora possam existir casos em que as ligações dos edifícios possa ser efetuado por galerias, ou similares, elas são normalmente realizadas em tubos adequados à instalação subterrânea, pelo que importa caraterizar as suas caraterísticas mínimas.

Rede Individual

Rede Individual

ATU CEMU

Equipamento Terminal

ATI

Caixas de aparelhagem

Figura 2 Esquema de ligações a uma moradia.

Armário de Telecomunicações de Urbanização - ATU O elemento básico de qualquer rede de telecomunicações é o Ponto de Distribuição (PD). www.oelectricista.pt o electricista 40

O ATU deverá compreender as seguintes funções:  De interligação ou passagem das redes públicas de comunicações eletrónicas dos diversos operadores;  De interligação com a rede coletiva dos edifícios – ATE, e ATI ou CEMU no caso de moradias.

Ficha técnica n.º 18: requisitos técnicos gerais segundo o manual de ITUR 1º edição de novembro de 2  
Ficha técnica n.º 18: requisitos técnicos gerais segundo o manual de ITUR 1º edição de novembro de 2  

Autor: Paulo Monteiro; Revista: oelectricista/projecto nº40

Advertisement