Page 1

Artigo Técnico

Jorge Videira Assessor da presidência da Álamo Engenharia

Características do Mercado Brasileiro de Terceirização da Engenharia de Manutenção Como Funciona o Processo de Contratação Quando se fala em terceirização de serviços, pode-se afirmar que somente os de facilities (limpeza, conservação, segurança) são aqueles terceirizados em todos os segmentos, seja numa pequena clínica, num grande hospital, num shopping ou numa indústria. Este, porém, é o sector onde predomina uma quantidade muito elevada de

empresas de pequeno porte (mais de 10.000). Já quando o assunto é a terceirização dos serviços de Engenharia de Manutenção predial e industrial, pode-se observar outro panorama, com os sectores de hospitais, shoppings, hotéis, complexos corporativos e plantas industriais inseridos neste mercado.

Nestes segmentos, existem os que já nasceram com a manutenção terceirizada e possuem esta cultura, e os que ainda não demonstram interesse em terceirizar, por diversas razões e paradigmas. São neles, portanto, que o trabalho de persuasão é longo e requer uma profunda argumentação e contra-argumentação para

que as prestadoras consigam uma abertura para apresentar a proposta de um projecto-piloto, podendo o processo levar meses ou até anos. Façamos, agora, uma rápida análise de como cada um destes segmentos encara a contratação de serviços de Engenharia de Manutenção:

- Sector de shoppings: é aquele onde existe uma maior cultura para terceirizar os serviços. Por outro lado, é também aquele que exige sempre o menor investimento e uma grande qualidade nas prestações, tornando complexa a conciliação de um nível de qualidade de padrão internacional com o baixo custo desejado. Por isso, o volume de contratos é importante para viabilizar a operação neste segmento. - Complexos corporativos: repete-se aqui a situação do sector anterior, por se tratarem de condomínios onde os custos de manutenção são repassados aos inquilinos e proprietários, que nunca aceitam facilmente o aumento das quotas do condomínio. A excepção fica por conta dos edifícios-sede de grandes corporações, que não estão preocupadas somente com o menor custo, exigindo também alguma qualidade. Nos complexos multi-corporativos, existe ainda a agravante da gestão normalmente efectuada por terceiros, que sempre forçam o menor custo, mas exigem excelente qualidade dos serviços. Como os inquilinos e proprietários querem quotas de condomínio sempre reduzidas, ninguém deseja sequer ouvir falar no aumento das quotas para melhorar a qualidade dos serviços de manutenção e, por isso, nem sempre o melhor serviço é contratado.

20 · MANUTENÇÃO

Características do mercado brasileiro de terceirização da engenharia de manutenção: como funciona o  

Autor: Jorge Videira; Revista: Manutenção nº102

Características do mercado brasileiro de terceirização da engenharia de manutenção: como funciona o  

Autor: Jorge Videira; Revista: Manutenção nº102

Advertisement