Page 1

Entrevista conduzida por:

Entrevista

Ricardo Sá e Silva

Desenvolvimento de competências práticas ajustadas às exigências do mercado O ISEP inaugurou um novo Laboratório Automóvel, de forma a reforçar a sua aposta nesta área, permitindo ter conteúdos práticos e laboratoriais mais específicos, e ainda permitindo um maior desenvolvimento na investigação. Luís Miranda Torres, o Director do laboratório, revela-nos mais pormenores.

RM: Quanto tempo decorreu desde que surgiu a ideia até à concretização do laboratório? LMT: Talvez tenham passado cerca de 15 anos, entre a primeira ideia e o ano da construção do actual laboratório. No entanto, é importante referir que nesse período sempre existiu um laboratório dedicado à área automóvel, no ISEP. Mais pequeno, mas ainda assim bem equipado, apesar de não contar com os equipamentos oficinais, que foram instalados por uma das empresas parceiras, para uso do ISEP.

RM: Quais as dificuldades que enfrentaram para levar a cabo a elaboração do mesmo? LMT: As dificuldades foram muitas, particularmente, financeiras e de espaço no campus do ISEP. Contudo, foi decisiva a determinação do DEM e do Conselho Directivo em manter a visão estratégica de reforçar a aposta nesta área. Tendo sido desenvolvido muito trabalho, não só para tornar possível a construção do Laboratório Automóvel, mas também para criar e aprovar a nova Licenciatura em Engenharia Mecânica Automóvel, que já está em funcionamento. Revista “manutenção” (RM): Como nasceu a ideia da construção de um Laboratório Automóvel no ISEP? Luís Miranda Torres (LMT): No passado, o Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) dispunha de um Laboratório de Motores, que foi desactivado em 1996, devido à construção de um novo edifício naquele local. Perante esta limitação, o Departamento de Engenharia Mecânica (DEM) entendeu recorrer às instalações e ao apoio de alguns dos seus importantes parceiros, especialmente à Salvador Caetano, e à F3 Auto, empresa que actualmente já não existe. Este tipo de colaboração permitiu uma aproximação mais efectiva entre o ISEP e o tecido empresarial, permitindo não só enriquecer o curso de Engenharia de Transportes, existente na altura, como também estabelecer uma rede preferencial de colocação dos alunos no mercado de trabalho do sector automóvel. Fruto desta experiência positiva, foram surgindo mais docentes do DEM, cuja visão se alinhava relativamente à estratégia de reforçar a aposta na área automóvel. Nos últimos anos foram desenvolvidos esforços para tornar possível a construção de um novo Laboratório Automóvel no ISEP, o que veio a acontecer recentemente.

54 · MANUTENÇÃO

RM: Qual foi a reacção dos alunos relativamente ao novo espaço? LMT: Este espaço tem sido muito apelativo para os alunos, que vão manifestando de uma forma mais esclarecida o seu interesse por esta área.

Desenvolvimento de competências práticas ajustadas às exigências do mercado  

Autor: Ricardo Sá e Silva; Revista: Manutenção nº105

Desenvolvimento de competências práticas ajustadas às exigências do mercado  

Autor: Ricardo Sá e Silva; Revista: Manutenção nº105

Advertisement