Page 1

Figuras

Resumo biográfico de João Pedro Mota e Melo José Pirralha Presidente da CT 63

O autor deste texto trabalhou com o Engº Mota e Melo na CT 63.

final do estágio a temperatura baixou até aos 26° negativos.

Esta nota biográfica é uma singela homenagem, que entendo de toda a

É nesta empresa, que fundada na Suíça em

justiça e é ao mesmo tempo a expressão

1874, viria a instalar-se em Portugal em

do reconhecimento pelo muito que

1948 que o Eng.° Mota e Melo viria a fazer

aprendi com o Engº Mota e Melo.

todo o seu percurso, tornando-se um dos

Bem haja!

técnicos mais reputados no setor, nacional e internacionalmente.

«(...) considera-se um privilegiado porque passou parte significativa da sua vida a ser desafiado, a aprender e a ensinar (...) »

Nascido em Lisboa nos anos 30, numa altura em que em Portugal, e depois da grande

Nos 45 anos que dedicou à Schindler (a sua

depressão de 29, se ensaiavam os primeiros

mulher “acusava-o” de ter casado com a em-

Com o seu saber, contribui decisivamente

passos para a industrialização do país, João

presa), o Eng.° Mota e Melo foi uma testemu-

para a melhoria da segurança e da funcio-

Pedro Mota e Melo é uma figura incontorná-

nha privilegiada relativamente à evolução do

nalidade dos ascensores, influenciando o

vel nos elevadores em Portugal.

estado da arte nos elevadores na segunda

legislador no sentido de se repercutir sobre

metade do século XX.

os elevadores existentes os mais avançados

Após estudos secundários no Liceu Camões,

critérios de segurança para passageiros e

onde pontificava a figura do Professor Ró-

Desde os avanços da mecânica - dos pára-

mulo de Carvalho (Poeta António Gedeão),

quedas aos sistemas de abertura de por-

ingressou no Instituto Superior Técnico onde

tas, passando pelos significativos avanços

Na fase final da sua carreira, ainda na Schin-

viria a licenciar-se em Engenharia Eletrotéc-

na tecnologia de tração - dos sistemas

dler mas a que viria a dar continuidade fora

nica com elevada classificação, em meados

Ward-Leonard

aos

desta empresa dedicou os últimos anos aos

da década de 50.

conversores de frequência e chegando aos

temas da Qualidade, terminando a sua ati-

sofisticados sistemas de controlo a micro-

vidade profissional na SGS ICS como perito

Recorda, entre outros, alguns dos seus mes-

processador, tudo isto o Eng.° Mota e Melo

técnico em auditorias de extensão à Diretiva

tres no Técnico: o ilustre matemático Prof.

acompanhou, estudou e aplicou no terreno.

Ascensores.

Mira Fernandes, e o grande impulsionador da industrialização do país e por muitos considerado o mentor do setor elétrico – Prof. Ferreira Dias. Nada mais terminar o curso entra no mundo dos elevadores de onde já não sairá. Inicia a sua atividade profissional na SCHINDLER com um estágio de 1 ano na Suíça, mais exatamente em Lucerna. Desses tempos, guarda uma memória viva dos trabalhos que realizou, das secções por onde foi passando, com uma precisão de "relógio suíço", mas lembra-se sobretudo do mês de fevereiro de 1956 em que já na fase

48

elevare

(Corrente

Contínua)

técnicos.

Resumo biográfico de João Pedro Mota e Melo  

Autor: José Pirralha; Revista: Elevare nº5

Resumo biográfico de João Pedro Mota e Melo  

Autor: José Pirralha; Revista: Elevare nº5

Advertisement